Edital de Chamada Pública INCRA/SR(26)/TO Nº 01/2014 Processo nº /

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Edital de Chamada Pública INCRA/SR(26)/TO Nº 01/2014 Processo nº 54400.002055/2010-51"

Transcrição

1 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO MDA INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA INCRA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO INCRA NO ESTADO DO TOCANTINS SR(26) Quadra 302 Norte, Alameda 01, Lote 1/A, CEP Palmas/TO Telefone: (63) Fax: (63) Edital de Chamada Pública INCRA/SR(26)/TO Nº 01/2014 Processo nº / SELEÇÃO DE ENTIDADE PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL (ATER) PARA OS PROJETOS DE ASSENTAMENTO DA REFORMA AGRÁRIA SOB A JURISDIÇÃO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO INCRA NO TOCANTINS Dezembro de 2014 Palmas Tocantins

2 PROPONENTE Serviço Público Federal INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA PRESIDENTE CARLOS MÁRIO GUEDES DE GUEDES SUPERINTENDENTE REGIONAL DO INCRA NO ESTADO DO TOCANTINS RUBERVAL GOMES DA SILVA CHEFE DA DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ASSENTAMENTO ELTIER JUNIOR POSTAL COORDENAÇÃO REGIONAL DO PROGRAMA DE ATES SORAYA TEIXEIRA DE NOVAES BARRETO - Chefe de Serviço de Infraestrutura ALEXANDRE DA SILVA CAVALCANTI - Engenheiro Agrônomo LUCIENE MARTINS DOS SANTOS SENA - Engenheira Agrônoma MARIA AUXILIADORA DO NASCIMENTO - Analista Administrativo RAIMUNDO NONATO GOMES FEITOSA - Desenhista SAULO GUILHERME DA SILVA - Engenheiro Agrônomo COLABORADORES CARLA DE ARAÚJO FERREIRA - Engenheira Agrônoma (INCRA SEDE) ORLANDO BRAZ FILHO - Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário (INCRA SEDE) BENJAMIM AURÉLIO MENDES - Engenheiro Agrônomo CLÉCIO ANDRIOLI FERNANDES - Engenheiro Agrônomo GERALDINO GUSTAVO QUEIROZ TEIXEIRA - Engenheiro Agrônomo RAFAEL COSTA DE ALMEIDA - Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário STELLA COSTA SANTOS - Técnica em Reforma e Desenvolvimento Agrário NILZA DE SOUSA CESAR - Engenheira Agrônoma NIUZA GOMES GOUVEIA - Auxiliar de Administração THALES CABRAL CIRQUEIRA FALCÃO - Engenheiro Agrônomo 2

3 Serviço Público Federal Sumário 1. INTRODUÇÃO ENTIDADE PROPONENTE OBJETO DA CAUÇÃO ENTIDADES EXECUTORAS PÚBLICO BENEFICIÁRIO ÁREA GEOGRÁFICA DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS FORMA DE PARTICIPAÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA LOTES 1 A DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES PARA A PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS PRAZO PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS E ALTERAÇÕES CONTRATUAIS DA SUBCONTRATAÇÃO DA RESCISÃO UNILATERAL DAS SANÇÕES CONDIÇÕES PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS VALOR DA CHAMADA PÚBLICA DAS OBRIGAÇÕES DAS PARTES DO PAGAMENTO DOS SERVIÇOS QUALIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS NOS RESPECTIVOS LOTES METODOLOGIA PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS ENCAMINHAMENTO DAS PROPOSTAS CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA A SELEÇÃO DA ENTIDADE EXECUTORA DA IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS E INTERPOSIÇÃO DE RECURSOS VALIDADE DAS PROPOSTAS HOMOLOGAÇÃO E ASSINATURA DO CONTRATO INÍCIO DAS ATIVIDADES DA REPACTUAÇÃO RELAÇÃO DOS ANEXOS

4 1. INTRODUÇÃO Em cumprimento às diretrizes do Governo Federal, o INCRA - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, comunica às instituições interessadas a abertura do procedimento de Chamada Pública para seleção de entidades para prestar serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), em projetos de assentamento de reforma agrária, sob jurisdição da Superintendência Regional do INCRA no Tocantins, consoante com o previsto na Lei nº 8.666/1993 e suas alterações, na Lei Complementar nº 101/2000, na Lei nº 4.504/64, na Lei Nº de 11 de janeiro de 2010, no Decreto de 15 de junho de 2010, no Decreto nº /86, na Portaria nº 581/10 de 20 de setembro de 2010, na Portaria MDA nº 35 de 16 de junho de 2010, na IN/SLTI/MPOG nº 02/2008 e suas alterações, no que couber, inclusive quanto aos casos omissos e considerando ainda a homologação e ratificação da Dispensa de Licitação. O Edital e seus Anexos poderão ser obtidos junto à Superintendência Regional do INCRA no Tocantins, no Setor de Coordenação de ATES, pagos os respectivos custos reprográficos, durante o horário de expediente externo (das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00), ou através do sítio: clicando no link Tocantins - SR ENTIDADE PROPONENTE Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária INCRA SR/26 CNPJ: / Quadra 302 Norte, Alameda 01, Lote 01-A, Palmas TO, CEP: Telefone: (63) Fax: (63) OBJETO Constitui o objeto desta Chamada Pública a seleção de entidade para prestar serviços de assistência técnica e extensão rural, de natureza contínua, por meio de atividades individuais, coletivas e complementares, compreendendo o planejamento, a execução, o monitoramento e a avaliação no contexto da implementação da Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural para a Agricultura Familiar e Reforma Agrária PNATER e do Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária PRONATER, para os assentamentos criados ou reconhecidos pelo INCRA e ainda não titulados e/ou consolidados, no estado do Tocantins, citados neste Edital. 4. DA CAUÇÃO 4.1. Adjudicado o objeto da licitação e homologado os atos da Comissão de Licitação, a licitante vencedora será notificada por ofício para, no prazo de 05 (cinco) dias úteis, apresentar caução de garantia de execução do Contrato, no valor de 1% (um por cento) do valor ajustado, devendo optar por uma das seguintes modalidades de garantia: I - caução em dinheiro ou em títulos de dívida pública, devendo estes ter sido emitido sob a forma escritural, mediante registro em sistema centralizado de liquidação e de custódia autorizado pelo Banco Central do Brasil e avaliados pelos seus valores econômicos, conforme definido pelo Ministério da Fazenda (Redação dada pela Lei n de ). II - seguro garantia. III - fiança bancária. 4

5 Caso a caução seja em dinheiro, deve a quantia ser depositada em conta corrente específica informada pela CONTRATANTE, mediante depósito identificado a crédito da CONTRATANTE, conforme artigo 1º, IV, do Decreto-Lei nº 1737, de A caução será liberada, mediante requerimento da CONTRATADA, após três meses do término do prazo de vigência do contrato A caução responderá pelo inadimplemento das obrigações contratuais, bem ainda pelas multas que venham a ser impostas à CONTRATADA O INCRA não pagará juros nem correção monetária sobre a caução depositada em garantia de execução do Contrato, exceto a caução depositada em dinheiro, conforme 4º do art. 56 da Lei Nº 8.666/ ENTIDADES EXECUTORAS Poderão participar desta Chamada Pública instituições públicas ou privadas, com ou sem fins lucrativos, inclusive cooperativas, previamente credenciadas e certificadas como entidades executoras do PRONATER, na forma da Lei nº , de 11 de janeiro de 2010, do Decreto nº 7.215, de 15 de junho de 2010 e da Portaria MDA nº 35, de 16 de junho de A participação das cooperativas está prevista, desde que seus estatutos e objetivos sociais prevejam ou estejam de acordo com o objeto contratado, devendo ser observado o que preceituam os artigos 4º e 5º da IN/SLTI-MP nº 02/ PÚBLICO BENEFICIÁRIO O público beneficiário dos serviços de ATER desta Chamada são beneficiários do Programa Nacional de Reforma Agrária, regularmente assentados nos Projetos de Assentamento sob a jurisdição do INCRA - SR(26)/TO, relacionados no Anexo I do Projeto Básico que compreende este Edital, totalizando famílias, organizadas em lotes e núcleos operacionais Orienta-se a participação de, no mínimo, 20% de mulheres em todas as atividades objeto desta Chamada. 7. ÁREA GEOGRÁFICA DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS Os serviços serão prestados no Estado do Tocantins para as famílias assentadas constantes na Relação de Beneficiários do SIPRA (Sistema de Informações dos Projetos de Reforma Agrária), em Projetos de Assentamento sob jurisdição da Superintendência Regional do INCRA no Estado do Tocantins SR (26), conforme Tabela 1 e Anexo II deste Edital de Chamada Pública. 5

6 Nº Lote Nome do Lote Núcleo Operacional UF Municípios Nº de PA Total de Famílias 01 APA Cantão 1 Araguacema Caseara TO TO Abreulândia, Araguacema, Caseara e Dois Irmãos do Tocantins APA Cantão 2 03 Araguaína Araguaína TO Bico do Papagaio 1 Bico do Papagaio 2 Bico do Papagaio 3 Bico do Papagaio 4 Divinópolis TO Abreulândia, Divinópolis, Dois Marianópolis TO Irmãos do Tocantins, Marianópolis, Monte Santo do Tocantins e Pium Araguatins Axixá do Tocantins Buriti do Tocantins Ananás TO TO TO TO 08 Guaraí Guaraí TO 09 Jalapão Porto Nacional TO 10 Sudeste Natividade TO 11 Sul Gurupi TO 12 Aragominas Santa Fé do Araguaia TO Araguaína, Arapoema, Babaçulândia, Filadélfia, Nova Olinda, Palmeirante, Piraquê, Wanderlândia Araguatins, Augustinópolis e São Bento do Tocantins Augustinópolis, Axixá do Tocantins, Carrasco Bonito, Itaguatins, Praia Norte, Sampaio, São Miguel do Tocantins e Sítio Novo do Tocantins Araguatins, Buriti do Tocantins, Esperantina e São Sebastião do Tocantins Aguiarnópolis, Ananás, Angico, Cachoeirinha, Maurilândia do Tocantins, Palmeiras do Tocantins, Riachinho, São Bento do Tocantins e Xambioá Couto Magalhães, Goianorte, Pequizeiro, Recursolândia, Rio dos Bois, Santa Maria do Tocantins e Tupiratins Monte do Carmo, Novo Acordo, Pindorama do Tocantins, Ponte Alta do Tocantins, Rio Sono e Silvanópolis Chapada da Natividade, Dianópolis, Natividade, Santa Rosa do Tocantins, São Valério da Natividade e Taguatinga Araguaçu, Dueré, Figueirópolis, Peixe e Talismã Aragominas, Araguaína, Muricilândia e Santa Fé do Araguaia. TOTAL Tabela 1 - Síntese da área geográfica para prestação dos serviços e público beneficiário da Chamada Pública (Fonte: Relatório Gerencial 0227, de do SIPRA - Sistema de Informações de Projetos de Reforma Agrária). 8. FORMA DE PARTICIPAÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA LOTES 1 A As entidades poderão apresentar proposta para um ou mais lotes, de acordo com sua capacidade técnico-operacional. No entanto, a seleção e concorrência análise das propostas serão realizadas para cada lote separadamente. 9. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES PARA A PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS Para cumprir o objeto desta Chamada Pública será considerado o alcance de 05 (cinco) metas específicas que envolvem atividades de caráter individual, coletivo e complementar O detalhamento das metas, cronograma de execução e conceituação das atividades estão especificadas no Projeto Básico, Anexo II deste Edital. A síntese das metas aplicadas aos respectivos lotes está apresentada na Tabela 2 (Síntese das Metas). 6

7 9.3 - As metas ou serviços poderão sofrer alterações ao longo da execução, de acordo com necessidades constatadas e/ou fatos supervenientes, a critério da Administração ou a pedido da entidade executora, com autorização prévia do INCRA/TO, sendo vedada qualquer alteração no seu objeto. Lotes Metas Serviços Total (Ref. 1A) (Ref. 2A) (Ref. 1B) (Ref. 1C) (Ref. 1A) (Ref. 2B) (Ref. 1A) (Ref. 1A) (Ref. 1C) (Ref. 1A) (Ref. 1C) Tabela 2. Detalhamento das Metas e Serviços, por lote. LEGENDA: Metas: Serviços: 1. Nivelamento conceitual para equipe técnica de ATER contratada. 2. Elaboração de Plano de Trabalho para o Núcleo Operacional. 3. Execução do Plano de Trabalho para o Núcleo Operacional. 4. Monitoramento dos serviços de ATER. 5. Avaliação dos serviços de ATER Seminário de nivelamento conceitual. 2.1 (Ref. 1A). Oficina inicial nos Projetos de Assentamentos. 2.2 (Ref. 2A). Visitas técnicas. 2.3 (Ref. 1B). Oficina de planejamento inicial nos Projetos de Assentamentos. 2.4 (Ref. 1C). Oficina de planejamento inicial nos Núcleos Operacionais. 3.1 (Ref. 1A). Oficina de apresentação dos Planos de Trabalho nos Projetos de Assentamentos. 3.2 (Ref. 2B). Atividades individuais. 3.3 (Ref. 1A). Atividades coletivas Horas técnicas. 4.1 (Ref. 1A). Oficina de monitoramento nos Projetos de Assentamentos. 4.2 (Ref. 1C). Oficina de monitoramento nos Núcleos Operacionais. 5.1 (Ref. 1A). Oficina de avaliação nos Projetos de Assentamentos. 5.2 (Ref. 1C). Oficina de avaliação nos Núcleos Operacionais. 7

8 10. PRAZO PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS E ALTERAÇÕES CONTRATUAIS O prazo de execução dos serviços será de 12 (doze) meses, contados a partir da publicação no DOU, podendo ser prorrogado nos termos do inciso II do Art. 57 da Lei 8.666/93, limitada a 60 (sessenta) meses Os cronogramas físico-financeiros apresentam o resumo de todas as metas e a sua distribuição no período do contrato. Os cronogramas de cada um dos lotes da Chamada Pública constam no Anexo VII do Projeto Básico Para qualquer motivo que promova alteração do cronograma físico de cada contrato, a proposta de ajuste deverá ser submetida ao INCRA/TO, que após análise e aprovação, será editado um Termo Aditivo O contrato resultante dessa Chamada Pública poderá ser alterado, com as devidas justificativas, nas hipóteses previstas no art. 65 da Lei nº 8.666/ DA SUBCONTRATAÇÃO É expressamente vedado à CONTRATADA transferir a terceiros as obrigações assumidas neste contrato. 12. DA RESCISÃO UNILATERAL A CONTRATANTE poderá rescindir unilateralmente o Contrato ocorrendo qualquer das seguintes hipóteses: I. Descumprimento ou cumprimento irregular por parte da CONTRATADA das cláusulas contratuais, especificações ou prazos; II. A lentidão do seu cumprimento, levando a Administração a comprovar a impossibilidade da conclusão da obra, do serviço ou do fornecimento, nos prazos estipulados; III. A subcontratação, total ou parcial do seu objeto, a associação, a cessão ou transferência total ou parcial; IV. O não atendimento das determinações regulares emanadas da autoridade designada para acompanhar e fiscalizar a execução do Contrato, assim como as de seus superiores; V. A paralisação do serviço, sem justa causa e prévia comunicação à Administração; VI. As razões de interesse público; VII. O atraso comprovado e injustificado no início dos serviços; VIII. O cometimento reiterado de faltas na execução do Contrato; IX. A ocorrência de caso fortuito ou de força maior, regularmente comprovados e impeditivos da execução do Contrato; X. A alteração social ou modificação da finalidade ou da estrutura da empresa (ou da entidade) de forma a prejudicar o cumprimento das obrigações assumidas por força de contrato; XI. A decretação de falência, ou instauração de insolvência civil; XII. A dissolução da sociedade XIII. O descumprimento do disposto no inciso V do art. 27 da Lei nº 8.666/93, sem prejuízo das sanções penais cabíveis Excetuando-se os casos previstos nos itens f e i desta Cláusula, a rescisão do Contrato acarretará à CONTRATADA, além das penalidades cabíveis, as seguintes consequências: I. R esponsabilidade civil por eventuais prejuízos causados ao CONTRATANTE; e II. Retenção dos créditos existentes até a apuração e o ressarcimento dos seus débitos para com o 8

9 CONTRATANTE Não existindo crédito em favor da CONTRATADA ou sendo estes insuficientes para fazer face ao montante dos prejuízos, o CONTRATANTE oficializará à CONTRATADA, para que esta recolha aos cofres da União, no prazo máximo de 05 dias úteis da data do recebimento do comunicado, o valor resultante dos prejuízos decorrentes da rescisão contratual ou a diferença entre estes e os créditos retidos Caso a CONTRATADA não efetue o recolhimento no prazo estipulado no parágrafo anterior, o valor correspondente será cobrado judicialmente Os casos de rescisão contratual serão formalmente instruídos, assegurando o contraditório e a ampla defesa. 13. DAS SANÇÕES Pela inexecução parcial ou total das condições pactuadas, a qual será mensurada pela equipe técnica da CONTRATANTE, de acordo com a Chamada Pública 01/2014 e presente Edital As seguintes sanções poderão ser aplicadas à CONTRATADA, conforme o caso, sem prejuízo da reparação dos danos causados ao INCRA pelo infrator, na forma da legislação: I. Advertência; II. Multa de 2% a 10 % do valor faturado do mês de aplicação dessa sanção; III. Suspensão temporária do direito de licitar e contratar com o INCRA e suas subsidiárias, por período não superior a 2 (dois) anos; IV. Declaração de inidoneidade para licitar e contratar com a Administração Pública enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade Nenhuma sanção será aplicada sem o devido processo administrativo, que prevê defesa prévia do interessado e recurso nos prazos definidos em lei, sendo-lhe franqueada vista ao processo A advertência poderá ser aplicada quando ocorrer: I. Descumprimento das obrigações editalícias ou contratuais que não acarretem prejuízos para os beneficiários da reforma agrária e para o erário; II. Execução insatisfatória ou pequenos transtornos ao desenvolvimento dos serviços desde que sua gravidade não recomende a aplicação de outras sanções Especificamente para efeito de aplicação de multas às infrações são atribuídos graus de importância, conforme as tabelas a seguir: Grau Correspondência 1 2% do valor faturado do mês de aplicação dessa sanção 2 3% do valor faturado do mês de aplicação dessa sanção 3 4% do valor faturado do mês de aplicação dessa sanção 4 6% do valor faturado do mês de aplicação dessa sanção 5 8% do valor faturado do mês de aplicação dessa sanção 6 10% do valor faturado do mês de aplicação dessa sanção Tabela 3. Grau de importância e a sua correspondência em percentual. 9

10 Item Descrição Grau 1 Suspender ou interromper os serviços contratuais, salvo motivo de força maior ou caso fortuito; por ocorrência. 6 2 Subcontratação ou substituição de técnicos sem autorização da CONTRATANTE, salvo justificativa fundamentada. 6 3 Não apresentar os documentos comprobatórios de execução das atividades, assim como das obrigações trabalhistas, tributárias, dentre outras, por ocorrência. 6 4 Não cumprir com as ações e serviços determinados na Chamada Pública de ATER e Edital Nº 01/2014; por ocorrência. 6 5 Recusar-se a executar serviço determinado pela fiscalização, sem motivo justificado; por ocorrência. 6 6 Atraso superior a 30 (trinta) dias corridos para o início dos trabalhos, após a publicação do extrato do contrato no Diário Oficial da União, sem prejuízo das 6 demais penalidades previstas na lei nº 8.666/93. 7 Permitir situação que crie a possibilidade de causar ou cause dano físico, lesão corporal ou consequências letais; por ocorrência. 5 8 Não disponibilizar a infraestrutura (conforme Tabela 3 do Projeto Básico) declarada e os serviços exigidos na Chamada Pública de ATER e Edital nº 01/2014 para a 5 execução dos trabalhos; por ocorrência. 9 Não disponibilizar equipamentos, materiais e serviços (conforme Anexo V do Projeto Básico) necessários à realização dos serviços da Chamada Pública de 4 ATER e Edital Nº 01/2014; por ocorrência. 10 Executar serviços incompletos ou de caráter paliativo; por ocorrência Não providenciar substituto para componente da equipe de serviços, como previsto na Chamada Pública de ATER e Edital nº 01/2014; por ocorrência Manter profissional sem qualificação para a execução dos serviços; por ocorrência. 2 Descumprir quaisquer dos itens da Chamada pública de ATER e Edital Nº 13 01/2014 e seus anexos, mesmo que não previstos nesta tabela de multas, após 2 reincidência formalmente notificada pela fiscalização; por ocorrência. 14 Deixar de atender ás solicitações da CONTRATADA; por ocorrência Não substituir funcionário ou associado que tenha conduta inconveniente ou incompatível com suas atribuições; por funcionário ou associado e por ocorrência Manter a documentação de habilitação desatualizada; por ocorrência. 1 Tabela 4. Descrição das infrações e seu grau de importância A multa deverá ser recolhida no prazo máximo de 10 (dez) dias corridos, a contar da data do recebimento da comunicação enviada pela Contratante A multa poderá ser aplicada cumulativamente com as demais sanções, não terá caráter compensatório e a sua cobrança não isentará a CONTRATADA da obrigação de indenizar eventuais perdas e danos A multa aplicada à CONTRATADA e os prejuízos por ela causados ao INCRA serão deduzidos de qualquer crédito a ela devido, cobrados diretamente ou judicialmente, sendo que a caução será utilizada de forma subsidiária A suspensão temporária poderá ser aplicada quando ocorrer: I. Apresentação de documentos falsos ou falsificados; II. Recusa injustificada em assinar o contrato, dentro do prazo estabelecido pelo INCRA; III. Reincidência de execução insatisfatória dos serviços contratados; IV. Atraso injustificado na execução/conclusão dos serviços, contrariando o disposto no contrato; V. Reincidência na aplicação das penalidades de advertência ou multa; 10

11 VI. Irregularidades que ensejem a rescisão contratual; VII. Condenação definitiva por praticar fraude fiscal no recolhimento de quaisquer tributos; VIII. Prática de atos ilícitos visando a prejudicar a execução do contrato; IX. Prática de atos ilícitos que demonstrem não possuir a CONTRATADA inidoneidade para contratar com o INCRA A sanção de Declaração de Inidoneidade é de competência exclusiva do Senhor Ministro de Estado do Desenvolvimento Agrário, facultada a defesa do interessado no respectivo processo, no prazo de 10 (dez) dias da abertura de vistas, podendo a reabilitação ser requerida após 2 (dois) anos de sua aplicação As penalidades serão obrigatoriamente registradas no SICAF, e no caso de suspensão de licitar, a Contratada deverá ser descredenciada por igual período, sem prejuízo das multas previstas no edital e no contrato e das demais cominações legais. 14. CONDIÇÕES PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS Os serviços contratados deverão ser executados de acordo com o item 10 do Projeto Básico, Anexo II deste Edital, e com o Plano de Trabalho a ser construído em conjunto com as famílias dos assentamentos, observando-se a estrutura física e a composição técnica dos Núcleos Operacionais definidas neste Edital. 15. VALOR DA CHAMADA PÚBLICA O valor da presente Chamada Pública é de R$ ,08 (vinte e sete milhões, oitocentos e oitenta e nove mil, cento e setenta e quatro reais e oito centavos), distribuídos em doze lotes constantes no II deste Edital O detalhamento dos custos anuais referentes a cada um dos lotes está descrito no Anexo VI do Projeto Básico. Lote Núcleo Operacional Nº de Nº de Número de Profissionais assentamentos famílias Superior Médio Total Valor do lote Araguacema (APA Cantão 1) Caseara R$ ,85 Somatório Divinópolis (APA Cantão 2) Marianópolis R$ ,40 Somatório (Araguaína) Araguaína R$ ,54 4. (Bico 1) Araguatins R$ ,16 5. (Bico 2) Axixá do TO R$ ,36 6. (Bico 3) Buriti do TO R$ ,35 7. (Bico 4) Ananás R$ ,88 8. (Guaraí) Guaraí R$ ,70 9. (Jalapão) Porto Nacional R$ , (Sudeste) Natividade R$ , (Sul) Gurupi R$ , (Aragominas) Santa Fé do Araguaia R$ ,40 Totais R$ ,08 Tabela 5. Síntese da composição técnica e dos valores da chamada pública, por lote, anual. 11

12 16. DAS OBRIGAÇÕES DAS PARTES DAS OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DO CONTRATANTE: I. Proporcionar todas as facilidades para que a CONTRATADA possa cumprir suas obrigações dentro das normas e condições contratuais; II. Designar um servidor para acompanhar e fiscalizar os serviços objeto deste contrato; III. Efetuar o pagamento na forma convencionada no contrato; IV. Rejeitar os serviços executados em desacordo com as obrigações assumidas pela CONTRATADA, exigindo sua correção, no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas, sob pena de suspensão do contrato, ressalvados os casos fortuitos, ou de força maior, devidamente justificado e aceito pelo INCRA; V. Exigir o imediato afastamento e/ou substituição de qualquer funcionário ou associado da CONTRATADA que não mereça confiança no trato dos serviços, que produza complicações para a supervisão e fiscalização e que adote postura inconveniente ou incompatível com o exercício das atribuições que lhe foram designadas; VI. Comunicar à CONTRATADA toda e qualquer ocorrência relacionada com a execução do serviço; VII. Não permitir que os profissionais executem tarefas em desacordo com as condições préestabelecidas; VIII. Verificar a regularidade da CONTRATADA junto ao Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedora SICAF, e a Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas CNDT através do site antes de cada pagamento; IX. Solicitar à contratada todas as providências necessárias ao bom andamento dos serviços DAS OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA: Além das responsabilidades resultantes do contrato, das demais disposições regulamentares pertinentes aos serviços a serem executados e das obrigações constantes na Chamada Pública vinculada a este Edital, a contratada deverá: I. Prever e disponibilizar os recursos físicos e humanos necessários para garantir a execução dos serviços; II. Prestar todos os esclarecimentos que forem solicitados pela fiscalização, cujas reclamações se obriga a atender prontamente; III. Responsabilizar-se, em relação aos seus empregados ou prestadores de serviços, por todas as despesas decorrentes da execução dos serviços, tais como: salários, encargos previdenciários, trabalhistas, seguros de acidente, taxas, impostos, contribuições, indenizações e outras que porventura venham a ser criadas ou exigidas pelo governo, assumindo a responsabilidade por todos os encargos e obrigações trabalhistas, vez que seus empregados não manterão nenhum vínculo empregatício com a CONTRATANTE; IV. Assumir a responsabilidade por todas as providências e obrigações estabelecidas na legislação específica de acidentes de trabalho quando, em ocorrência da espécie, forem vítimas seus empregados no desempenho dos serviços ou em conexão com eles, ainda que ocorridos nas dependências do INCRA; 12

13 V. Assumir, ainda, a responsabilidade pelos encargos fiscais e comerciais resultantes da execução do contrato, bem como por quaisquer danos que porventura serem provocados ao INCRA ou a terceiros; VI. Arcar com despesa decorrente de qualquer infração, desde que comprovada sua culpa ou dolo, salvo os casos de força maior ou caso fortuito, de acordo com o artigo 393 do Código Civil Brasileiro; VII. Inserir no sistema eletrônico, após a execução da atividade, as informações exigidas na chamada pública e proposta técnica em anexo, como: Relatório de Planejamento, Atividades Individuais, Coletivas, Avaliação Final dos Serviços entre outras, necessárias ao acompanhamento e monitoramento por parte da contratante. VIII. Encaminhar digitalizado, após a execução da atividade, com a devida assinatura do (s) beneficiário (s), o formulário previsto no caput do art. 7º do Decreto nº 7.215, de 15 de junho de 2010, para fins de elaboração do Relatório de Execução dos Serviços Contratados, conforme modelo definido no sistema. IX. Encaminhar no sistema eletrônico, para fins de liquidação de despesa, Relatório de Execução dos Serviços Contratados, contendo: a) Identificação de cada beneficiário assistido, contendo nome, qualificação e endereço; b) Descrição das atividades realizadas; c) Horas trabalhadas para realização das atividades; d) Período dedicado à execução do serviço contratado; e) Dificuldades e obstáculos encontrados se forem o caso; f) Resultados obtidos com a execução do serviço; g) O ateste do beneficiário assistido, preenchido por este, de próprio punho, encaminhado conforme inciso VII; h) Outros dados e informações exigidos nos formulários de execução das atividades disponíveis no sistema. X. Manter em arquivo, em sua sede, toda a documentação original referente ao contrato firmado, incluindo o relatório a que se refere o inciso anterior, para fins de fiscalização, pelo prazo de 5 (cinco) anos, a contar da aprovação das contas anuais do órgão contratante pelo Tribunal de Contas da União; XI. Caso a Contratante ou os órgãos responsáveis pelo controle externo e interno requeiram, disponibilizar a documentação original a que se refere o inciso anterior, ou cópia de seu inteiro teor, no prazo de 5 (cinco) dias contados a partir da data de recebimento da requisição, nos termos do que preceitua o 2º do art. 23 da Lei nº12.188/10; XII. Manter-se, durante toda execução contratual em compatibilidade com as obrigações assumidas, todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na legislação. 17. DO PAGAMENTO DOS SERVIÇOS Os pagamentos ocorrerão mensalmente, respeitando a periodicidade de prestação de serviços apresentadas no cronograma de execução das metas, com valor proporcional aos serviços executados no referido período, mediante apresentação de Nota Fiscal e do ateste do beneficiário e outras formas de comprovações descritas no item 10 do Projeto Básico, como também as formas de comprovações requeridas pelo artigo 23 da Lei Federal /2010, conforme descrito nos itens a seguir: Para fins de liquidação de despesa, as Entidades Executoras lançarão Relatório de Execução 13

14 dos Serviços Contratados em sistema eletrônico, contendo: I. Identificação de cada beneficiário assistido, contendo nome, qualificação e endereço; II. Descrição das atividades realizadas; III. Horas trabalhadas para realização das atividades; IV. Período dedicado à execução do serviço contratado; V. Dificuldades e obstáculos encontrados se for o caso; VI. Resultados obtidos com a execução do serviço; VII. O ateste do beneficiário assistido, preenchido por este, de próprio punho; VIII. Outros dados e informações exigidos em regulamento A Entidade Executora manterá em arquivo, em sua sede, toda a documentação original referente ao contrato firmado, incluindo o Relatório de execução dos serviços, para fins de fiscalização, pelo prazo de 5 (cinco) anos, a contar da aprovação das contas anuais do órgão contratante pelo Tribunal de Contas da União O órgão contratante bem como os órgãos responsáveis pelo controle externo e interno poderá, a qualquer tempo, requisitar vista, na sede da Entidade Executora, da documentação original a que se refere o item 17.3, ou cópia de seu inteiro teor, a qual deverá ser providenciada e postada pela Entidade Executora no prazo de 5 (cinco) dias contados a partir da data de recebimento da requisição Além dos requisitos previstos no art. 23 da Lei nº , de 2010, para fins de liquidação de despesa, será exigido o atesto do servidor público designado para acompanhar e fiscalizar o contrato, o qual poderá ser realizado por meio do sistema eletrônico utilizado para o acompanhamento da execução dos serviços O pagamento não será superior a 30 (trinta) dias, contados a partir da data final do período de adimplemento da parcela, mediante emissão de Nota Fiscal pela contratada e de Ordem Bancária pelo INCRA, a qual será devidamente atestada pelo gestor designado para acompanhar e fiscalizar a execução contratual e após consulta da Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas CNDT através do site bem como da consulta on line ao SICAF relativamente às condições exigidas na Chamada Pública vinculada a este Contrato e seus Anexos, cujos resultados serão impressos e juntados aos autos do processo próprio; Será retido, no ato do pagamento, o Imposto de Renda Pessoa Jurídica, nos termos da Lei nº 9.430/96, IN/SRF/STN/SFC/Nº04/98 e IN/SRF/Nº028/99 e demais legislações que regem a matéria A CONTRATANTE efetuará o pagamento referente às unidades das metas e atividades complementares realizadas e devidamente comprovadas, de acordo com o cronograma de atividades para realização das metas Na hipótese de atraso no pagamento da Nota Fiscal, devidamente atestada, o valor devido pela Administração será atualizado financeiramente, até a data do efetivo pagamento, de acordo com a variação do IGP-M/FGV, pro rata die Nenhum pagamento isentará a CONTRATADA de suas responsabilidades e obrigações, nem implicará aceitação definitiva dos serviços. 14

15 Caso haja aplicação de multa, o valor será descontado de qualquer fatura ou crédito existente no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária em favor da CONTRATADA. Caso a mesma seja superior ao crédito eventualmente existente, a diferença será cobrada Administrativamente ou judicialmente, se necessário. O valor da multa poderá ainda ser pago pela CONTRATADA com recolhimento à conta da União através de GRU Nenhum pagamento será efetuado à CONTRATADA enquanto pendente de liquidação qualquer obrigação financeira que lhe tiver sido imposta em decorrência de penalidade ou inadimplemento contratual, sem que isso gere direito à alteração dos preços, ou de atualização monetária por atraso de pagamento A CONTRATANTE não efetuará pagamento de títulos descontados ou através de cobrança em bancos, bem como os que forem negociados com terceiros A CONTRATANTE só efetuará pagamentos via ordens bancárias nas condições estabelecidas no presente contrato. As eventuais despesas decorrentes de transferências de valores para outras praças serão de responsabilidade da CONTRATADA A CONTRATANTE não se responsabilizará por qualquer despesa que venha a ser efetuada sem que tenha sido prevista neste ato O pagamento à CONTRATADA será efetuado mediante apresentação das faturas, após: I. A consulta on line para as instituições cadastradas no SICAF, estando à mesma com a documentação obrigatória dentro do prazo de validade; II. Comprovação de recolhimento do INSS, mediante a apresentação de cópia da GRPS quitada, referente ao mês anterior àquele relativo aos serviços faturados, bem como da Certidão Negativa de Débito junto à Previdência Social CND, em vigor na data de apresentação do documento; I I I. Comprovação de que não se encontra inscrito no CADIN, podendo para tanto apresentar a documentação pertinente a sua regularidade fiscal, nos termos do artigo 29, da Lei 8.666/93; IV. Apresentação do Certificado de Regularidade de Situação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço FGTS; V. Apresentação da CNDT Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas; VI. Apresentação de documentos comprobatórios da regularidade fiscal em relação a outros tributos e/ou encargos porventura devidos de acordo com o regime jurídico da CONTRATADA; VII. Verificação do cumprimento das fases do contrato, conforme atestado pelo servidor designado pela CONTRATANTE A CONTRATANTE poderá sustar o pagamento de qualquer Nota Fiscal/Fatura, no todo ou em parte, nos seguintes casos: I. Serviços executados fora dos padrões éticos e da qualidade atribuíveis à espécie; II. Existência de qualquer débito para com a CONTRATANTE Do valor da(s) Nota(s) Fiscal(is) e/ou Fatura(s) apresentadas(s) para pagamento, será(ão) deduzida(s), de pleno direito: I. Multas impostas pela CONTRATANTE; 15

16 II. Multas, indenizações ou despesas a ele impostas, por autoridade competente, em decorrência do descumprimento pela CONTRATADA, de leis ou regulamentos aplicáveis à espécie; III. Cobrança indevida Em qualquer hipótese de aplicação de sanções, serão assegurados à CONTRATADA o contraditório e a ampla defesa Havendo erro na nota fiscal/fatura ou circunstâncias que impeçam a liquidação da despesa da nota fiscal, será devolvida por meio de ofício onde será notificada a empresa sobre as sanções previstas. Neste caso o prazo para o pagamento iniciar-se-á após a regularização da situação e/ou reapresentação da nota fiscal não acarretando qualquer ônus para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária INCRA Para fiscalização do cumprimento das obrigações trabalhistas e sociais nas contratações continuadas com dedicação exclusiva dos trabalhadores da CONTRATADA, exigir-se-á que seja apresentado à CONTRATANTE, mensalmente (conforme a periodicidade legal de cada recolhimento ou informação), conforme o caso, as seguintes comprovações: No caso de Entidades regidas pela Consolidação das Leis Trabalhistas: I. Prova de regularidade para com a Seguridade Social, conforme dispõe o art. 195, 3º da Constituição federal sob pena de rescisão contratual; II. Recolhimento do FGTS, referente ao mês anterior, caso a Administração não esteja realizando os depósitos diretamente, conforme estabelecido no instrumento convocatório; III. Pagamento de salários no prazo previsto em Lei, referente ao mês anterior; IV. Fornecimento de vale transporte e auxílio alimentação quando cabível; V. Pagamento do 13º salário; VI. Concessão de férias e correspondente pagamento do adicional de férias, na forma da Lei; VII. Realização de exames admissionais e demissionais e periódicos, quando for o caso; VIII. Eventuais cursos de treinamento e reciclagem que forem exigidos por lei; IX. Comprovação do encaminhamento ao Ministério do Trabalho e Emprego das informações trabalhistas exigidas pela legislação, tais como: a RAIS e a CAGED; X. Cumprimento das obrigações contidas em convenção coletiva, acordo coletivo ou sentença normativa em dissídio coletivo de trabalho; e XI. Cumprimento das demais obrigações dispostas na CLT em relação aos empregados vinculados ao contrato No caso de cooperativas: I. Recolhimento da contribuição previdenciária do INSS em relação à parcela de responsabilidade do cooperado; II. Recolhimento da contribuição previdenciária em relação à parcela de responsabilidade da Cooperativa; 16

17 III. Comprovante de distribuição de sobras e produção; IV. Comprovante da aplicação do FATES - Fundo Assistência Técnica Educacional e Social; V. Comprovante da aplicação em Fundo de reserva; VI. Comprovação de criação do fundo para pagamento do 13º salário e férias; e VII. Eventuais obrigações decorrentes da legislação que rege as sociedades cooperativas No caso de sociedades diversas, tais como as Organizações Sociais Civis de Interesse Público OSCIP e as Organizações Sociais: Será exigida a comprovação de atendimento a eventuais obrigações decorrentes da legislação que rege as respectivas organizações Qualquer alteração da legislação atinente a matéria, impondo novas exigências para pagamento, terão que ser atendidas, bem como os descontos dos impostos devidos observarão a legislação e a natureza jurídica da entidade contratada. 18. QUALIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS NOS RESPECTIVOS LOTES A equipe técnica deverá ser constituída por no mínimo 1/3 de seus profissionais apresentando experiência comprovada de mais de 02 (dois) anos em trabalhos técnicos com agricultura familiar e extensão rural, preferencialmente em Projetos de Assentamento de Reforma Agrária. Recomenda-se que as equipes profissionais de cada lote sejam diversificadas em termos de gênero, em atendimento aos princípios da PNATER Em conformidade com item 5.6 do Manual Operacional de ATES/2008, as equipes dos Núcleos Operacionais serão constituídas por profissionais de nível médio e de nível superior, com observância na multidisciplinaridade e na interdisciplinaridade, em regime de dedicação exclusiva, observada a proporcionalidade de 1/3 para nível superior A equipe técnica do Núcleo Operacional deverá ser composta de profissionais da área agrária (engenheiro agrônomo, médico veterinário, zootecnista e técnicos em agropecuária, agrícola, em agroindústria e em agronegócio), área social e econômica (assistente social, pedagogo, sociólogo, administrador, antropólogo e técnicos em magistério, contabilidade e administração) e área ambiental (engenheiro florestal, engenheiro ambiental e técnicos em meio ambiente ou em controle ambiental) A Tabela 6 apresenta a distribuição dos técnicos (níveis superior e médio), nas áreas agrária, ambiental e social por núcleo operacional: 17

18 Núcleo Operacional Eng. Agrônomo NS Agrária Veterinário ou Zootecnista NS Ambiental Eng. Florestal ou Eng. Ambiental NS Social/Econômica Assistente Social, Pedagogo, Administrador, Sociólogo ou Antropólogo NM Agrária Téc. Agropecuário, Agrícola, em Agroindústria ou em Agronegócio NM Ambiental Téc. em Meio Ambiente ou em Controle Ambiental NM Social/Econômica Magistério, Téc. em Administração ou em Contabilidade Total de Técnicos do Núcleo Operacional Araguacema Caseara Divinópolis Marianópolis Araguaína Araguatins Axixá do Tocantins Buriti do Tocantins Ananás Guaraí Porto Nacional Natividade Gurupi Aragominas TOTAL GERAL Tabela 6. Composição Técnica dos Núcleos Operacionais por área de atuação. 18

19 A prestadora contratada deverá disponibilizar um dos componentes da equipe técnica para realizar atendimentos diários aos assentados no núcleo operacional. Esse atendimento poderá ser realizado por diferentes profissionais da equipe, não necessariamente o mesmo profissional. O custo referente a este atendimento será equivalente à metade da hora técnica. O atendimento a um assentado, ou a um grupo de assentados, se tratando do mesmo atendimento, contará como um atendimento, ou seja, equivalente a meia hora técnica. A comprovação deste serviço ocorrerá através de formulário específico, juntamente com a assinatura do(s) beneficiados(s) A entidade contratada deverá disponibilizar um profissional de nível superior para fazer a gestão geral e coordenação dos trabalhos da equipe técnica dos Núcleos Operacionais de cada um dos Lotes. Este profissional deverá apresentar competências como: organização, motivação e liderança, dentre outras, necessárias para o desenvolvimento das atividades de gestão do núcleo Para os profissionais contratados será exigido o registro nos respectivos Conselhos Profissionais Oficiais de Classes Observada a legislação pertinente, em especial a Lei nº 8.666/93 e a IN/SLTI/nº02/2008 e suas alterações, é importante ressaltar que, nos contratos firmados cujo objeto é a prestação de ATER, é expressamente vedada à CONTRATADA s u b contratar o s s erviços assumidos, c o n f o r m e c o n s t a n t e nos termos da IN/SLTI/nº 02/2008 e suas alterações Após a homologação do resultado das empresas vencedoras, quando da assinatura dos respectivos contratos, ficará terminantemente proibida a participação de profissionais de qualquer uma das categorias citadas em quaisquer dos 12 (doze) Lotes e seus respectivos Núcleos Operacionais desta chamada pública, caso possuam quaisquer vínculos empregatícios ou já estejam vinculados a outro contrato de ATER em andamento no Tocantins ou em outra unidade da Federação Ficará condicionada à assinatura do contrato a apresentação da equipe técnica da proposta vencedora, através de declaração de disponibilidade da equipe profissional (Anexo VIII), conforme as condições da Chamada Pública e Edital nº 01/2014 como também de contratos de prestação de serviços regidos pela legislação comum Caso haja mudança na composição da equipe técnica, antes da assinatura do contrato, será exigida a substituição desse(s) profissional(is) por outro(s) com as mesmas qualificações apresentadas na proposta técnica Quando necessário, a substituição de profissional deverá ser efetivada com autorização por escrito do INCRA/TO, ficando a empresa contratada obrigada a efetuar a substituição por profissional do mesmo grau de instrução e área (agrária, social, humana) do profissional substituído, no prazo de 30 (trinta) dias, devendo a empresa, durante toda a vigência do contrato, manter pontuação mínima igual à apresentada durante o processo seletivo Aliada à qualificação da equipe técnica, deve ser observada a estrutura física dos núcleos operacionais conforme especificações descritas no item 14 e o Anexo V, do Projeto Básico. 19. METODOLOGIA PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS A implementação de um trabalho de assistência técnica e extensão rural preconizado pelo Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural requer a adoção de uma metodologia participativa por meio de um enfoque multidisciplinar, interdisciplinar e intercultural, tendo como ponto referencial a realidade e o conhecimento. Esta metodologia deve consentir a avaliação participativa dos resultados e do potencial de replicabilidade das experiências exitosas. Para tanto, recomenda-se uma ação planejada, metódica e construtivista, a fim de alcançar a geração e apropriação coletiva de conhecimentos, a construção de processos de desenvolvimento sustentável e a adaptação de tecnologias voltadas para a construção de um modelo de produção mais justo e solidário. O detalhamento da proposta metodológica por metas está especificado no Projeto Básico, Anexo II deste Edital. 19

20 20. ENCAMINHAMENTO DAS PROPOSTAS As entidades que possuam o comprovante do credenciamento/certificado de Entidade Executora do PRONATER, com validade atualizada, deverão entregar os documentos exigidos nesta Chamada Pública por meio de envelopes distintos para cada Lote pleiteado, devidamente lacrados e identificados Se concorrer a dois ou mais lotes simultaneamente, a empresa/entidade deverá apresentar a proposta técnica especifica para cada um dos lotes pleiteados. Para cada lote deverá apresentar um Envelope Nº. 2. A habilitação (Envelope nº 1) da entidade é feita somente uma vez, independente do número de lotes que a mesma deseja concorrer A Comissão da Chamada Pública procederá a análise das propostas, à luz dos requisitos habilitatórios e critérios de julgamento previstos no instrumento convocatório desta Chamada Pública Data da apresentação dos Envelopes de documentação e proposta técnica: Os envelopes contendo a Documentação de Habilitação e a Proposta Técnica será recepcionada pela Comissão da Chamada Pública, constituída pela Ordem de Serviço nº 26/2014, devendo ser protocolados pelas entidades interessadas até o dia 25/02/2015, no horário das 08h00 às 12h00 horas e das 14h00 às 18h00 horas, de segunda à sexta- feira, na sede da SR-26/TO, situada na Quadra 302 Norte, Alameda 01, Lote 1/A, Plano Diretor Norte, CEP Palmas -TO A Comissão somente considerará as propostas recebidas até o dia, hora e local estabelecidos nesta Chamada Pública nº 01/2014, que estejam acondicionadas em envelopes devidamente fechados (lacrados) e corretamente endereçados. Não serão aceitos envelopes/embalagens abertas e/ou não endereçadas Local e data da abertura dos envelopes: A abertura do Envelope 1, com os documentos de habilitação, que concorrem à presente Chamada Pública, será realizada em sessão pública, inclusive na presença de todos os participantes, no auditório da sede da SR-26/TO no endereço acima mencionado A abertura do Envelope 2, contendo documentos da proposta técnica, serão abertos somente na fase de julgamento da proposta técnica, caso as entidades forem habilitadas na primeira fase (habilitação) As empresas concorrentes deverão credenciar um representante legalmente constituído para acompanhamento do processo de abertura dos envelopes. O credenciamento acontecerá no mesmo dia, uma hora antes do inicio da sessão Horário de início da sessão pública para habilitação das empresas: A abertura do Envelope 1, contendo os documentos de habilitação, ocorrerá às 09:00 horas do dia 26/02/ Para todas as referências de tempo contidas neste Edital será observado o horário local Os documentos exigidos nesta Chamada Pública devem ser apresentados em envelopes distintos, devidamente lacrados e identificados, conforme modelo abaixo discriminado: 20

MINUTA DO CONTRATO. ANEXO I MINUTA DO CONTRATO Edital da chamada pública INCRA/SR(26)TO nº 01/2014

MINUTA DO CONTRATO. ANEXO I MINUTA DO CONTRATO Edital da chamada pública INCRA/SR(26)TO nº 01/2014 MINUTA DO CONTRATO CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA INCRA E A EMPRESA, OBJETIVANDO A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL -

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP Aos 27 (vinte e sete) dias de mês de maio do ano de 2015, o Município de Parazinho/RN, CNPJ nº. 08.113.631/0001-29, com sede na Praça Senador

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO Endereço: Rua Avenida T-1, esq.com Rua Orestes Ribeiro (antiga T-52),Lotes 1, 2, 3, 23 e 24, Qd. T-22, Setor Bueno, Goiânia-GO. CNPJ

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS ADMINISTRAÇÃO 2013 2016

MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS ADMINISTRAÇÃO 2013 2016 CONTRATO Nº 038/2014 MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS O MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS, Estado de Minas Gerais, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 18.677.633/0001-02,

Leia mais

ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO

ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO CONTRATO Nº -2011, DE CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA *********, QUE CELEBRAM ENTRE SI, O CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ E A EMPRESA. O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

EMATER-RIO Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro

EMATER-RIO Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro ANEXO VIII MODELO MINUTA DE CONTRATO CONTRATO Nº 005/2012 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE SEGURO DE VIDA EM GRUPOD QUE ENTRE SI FAZEM O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, POR INTERMÉDIO DA EMPRESA DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA.

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. Aos 03 dias do mês de julho de 2013, de um lado, o MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ, pessoa

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO FINANCEIRO ANEXO III MINUTA DO CONTRATO Programa Nacional de Alimentação Escolar PNAE CONTRATO N.º /2013 CHAMADA

Leia mais

CONTRATO 011/2010 DESCRIÇÃO DO MATERIAL/SERVIÇO

CONTRATO 011/2010 DESCRIÇÃO DO MATERIAL/SERVIÇO PROCESSO Nº 129710/2010 PREGÃO Nº 002/2010 UNIOESTE/CAMPUS DE TOLEDO CONTRATO 011/2010 CLÁUSULA PRIMEIRA OBJETO Contrato objetivando a seleção de propostas visando registro de preços de Serviços de Hospedagem

Leia mais

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ANEXO 7 MINUTA DE CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE AUTOMÓVEL, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES E A EMPRESA, NA FORMA ABAIXO:

Leia mais

CONTRATO ADM Nº 054/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARES, QUE FAZEM A PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA GO E PUBLICAS SOLUÇÕES LTDA ME.

CONTRATO ADM Nº 054/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARES, QUE FAZEM A PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA GO E PUBLICAS SOLUÇÕES LTDA ME. CONTRATO ADM Nº 054/2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARES, QUE FAZEM A PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA GO E PUBLICAS SOLUÇÕES LTDA ME. Pelo presente instrumento particular de contrato que celebram

Leia mais

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DE SANTA CATARINA, autarquia federal de fiscalização profissional regida pela Lei n 12.378, de 31 de dezembro

Leia mais

PROJETO BÁSICO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 46_/2013. Aquisição de Guarda Chuvas para a Unidade do INPE/CRN em Natal/RN.

PROJETO BÁSICO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 46_/2013. Aquisição de Guarda Chuvas para a Unidade do INPE/CRN em Natal/RN. PROJETO BÁSICO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 46_/2013 1. OBJETO Aquisição de Guarda Chuvas para a Unidade do INPE/CRN em Natal/RN. 2. ESPECIFICAÇÕES Guarda Chuva, medindo 0,80 m x 8 x 1,60 m de diâmetro, tipo

Leia mais

CONTRATO Nº 04/2015 CLÁUSULA I DO OBJETO

CONTRATO Nº 04/2015 CLÁUSULA I DO OBJETO CONTRATO Nº 04/2015 Pelo presente instrumento particular, de um lado a Câmara Municipal de Itajubá, com sede na Praça Amélia Braga, 45, centro, inscrita no CNPJ sob o nº 00.993.308/0001-85, neste ato representada

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 Encerramento: às 17:00 horas do dia 30 de setembro de 2014 Abertura dos Envelopes: às 8:00 horas do dia 01 de outubro de 2014 A SANTA CASA DE

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DE EXTENSÃO AGROFLORESTAL E PRODUÇÃO FAMILIAR SEAPROF ANEXO X

GOVERNO DO ESTADO DO ACRE SECRETARIA DE ESTADO DE EXTENSÃO AGROFLORESTAL E PRODUÇÃO FAMILIAR SEAPROF ANEXO X ANEXO X MINUTA DE CONTRATO PROCESSO Nº. /2012 CONTRATO Nº. TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O ESTADO DO ACRE, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA DE E A EMPRESA, PARA. O Estado do Acre, por intermédio

Leia mais

Dezembro de 2014 Palmas -Tocantins

Dezembro de 2014 Palmas -Tocantins ANEXO II PROJETO BÁSICO Edital da chamada pública INCRA/SR(26)TO nº 01/2014 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO MDA INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA INCRA SUPERINTENDÊNCIA

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

MINUTA DO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTO - BOY

MINUTA DO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTO - BOY 1 MINUTA DO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTO - BOY O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO, Autarquia Federal criada pelo Decreto-Lei nº. 9.295, de 27.05.1946, CNPJ /MF nº.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO A Associação Paulista dos Criadores de Suínos APCS - SP, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO/UNIRG N. 015/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular, de um lado a, fundação pública com personalidade jurídica de direito público, com sede na av. Pará, 2432,

Leia mais

ANEXO V MINUTA DO CONTRATO

ANEXO V MINUTA DO CONTRATO ANEXO V MINUTA DO CONTRATO Unidade Administrativa: Processo Administrativo: Contrato Nº CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE JARDIM E A EMPRESA... O MUNICÍPIO DE JARDIM, Estado do Ceará, Pessoa

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA,

MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA, CONTRATO ADM Nº 084/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LINK DEDICADO DE INTERNET QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA, ESTADO DE GOIÁS E TELECOMUNICAÇÕES ALARCÃO E FERNANDES LTDA

Leia mais

ITEM CATMAT DISCRIMINAÇÃO DOS MATERIAIS QUANT.

ITEM CATMAT DISCRIMINAÇÃO DOS MATERIAIS QUANT. CONDIÇÕES GERAIS DA CONTRATAÇÃO PEDIDO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº _016/2013 O presente documento complementa as informações publicadas no sítio Comprasnet para o Pedido de Cotação Eletrônica de Preços acima

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade...: Tomada de Preços Número...: 008/2014 Número da Modalidade: 003/2014 Data de Abertura da Licitação...: 20/02/2014 Data de Abertura das Propostas..: 14/03/2014 Horário...:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MUZAMBINHO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MUZAMBINHO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MUZAMBINHO ANEXO VI MINUTA DO CONTRATO PROCESSO Nº 23346.003113/2015-46 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 31/2015

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE IDENTIDADE VISUAL

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE IDENTIDADE VISUAL 1 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE IDENTIDADE VISUAL Modalidade: Concorrência 003/14 Tipo: Menor preço A Incubadora de Empreendimentos Solidários de São Bernardo do Campo (SBCSOL), uma iniciativa da

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE COMPRA E VENDA PROCESSO N. 2900-09.00/14-0 PREGÃO ELETRÔNICO N. 95/14 CONTRATO AJDG N. 178/14 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 O Município de Vale do Sol, RS, através do Prefeito Municipal. Sr. Clécio Halmenschlager, comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Parágrafo Segundo: A proposta poderá ser preenchida nos anexos I e II.

Parágrafo Segundo: A proposta poderá ser preenchida nos anexos I e II. CONVITE Nº 023/2012 LICITAÇÃO, MODALIDADE CONVITE, VISANDO A CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA PARA EFETUAR SEGURO DOS PRÉDIOS E VEÍCULOS PERTENCENTES AO MUNICÍPIO. DIOGO SEGABINAZZI SIQUEIRA, PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 003/2015 Manutenção de ar condicionado O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO ESTADO DE SANTA CATARINA COREN/SC, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ nº 75.308.106/0001-56,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO E CREDENCIAMENTO Nº 002/2015

EDITAL DE SELEÇÃO E CREDENCIAMENTO Nº 002/2015 EDITAL DE SELEÇÃO E CREDENCIAMENTO Nº 002/2015 1 - PREÂMBULO 1.1 O Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores de Bela Vista de Goiás PREVIBEL - autarquia municipal de direito público, com sede

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VICENTINÓPOLIS FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE FMS

PREFEITURA MUNICIPAL DE VICENTINÓPOLIS FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE FMS CONTRATO N 008/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE VICENTINÓPOLIS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM O O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE E A EMPRESAMARANATHA RETIFICA DE MOTORES LTDA - ME, NA FORMA

Leia mais

Legislação não transfere à Administração Pública a responsabilidade por seu pagamento

Legislação não transfere à Administração Pública a responsabilidade por seu pagamento Legislação Fiscal Lei nº 8.666/1993 Art. 67. A execução do contrato deverá ser acompanhada e fiscalizada por um representante da Administração especialmente designado, permitida a contratação de terceiros

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá COORDENADORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá COORDENADORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n.º 25 /2014 PROCESSO n.º 62/2013 (Protocolo nº 6.007). PREGÃO ELETRÔNICO n.º 49/2013 VALIDADE: 12 (doze) meses Aos quatorze dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 77/2013 PROCESSO N 3418-09.00/13-1 AJDG Nº 135/13 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

ANEXO VI MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO N... / 2007

ANEXO VI MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO N... / 2007 DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/6 ANEXO VI MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO N... / 2007 Contrato Administrativo para A AQUISIÇÃO DE SISTEMA DE ALARMES, que entre si celebram

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N. 009/2015 PREGÃO PRESENCIAL DE REGISTRO DE PREÇO Nº. 03/2015 O Município de Alto Taquari - Estado de Mato Grosso, pessoa jurídica de direito público interno, com sede na Av.

Leia mais

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 14/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

EDITAL. TOMADA DE PREÇO Nº 16/2015 PROCESSO n 33.000.000301.2015. DATA DA REALIZAÇÃO: 23 de novembro de 2015. HORÁRIO: 09:00 horas

EDITAL. TOMADA DE PREÇO Nº 16/2015 PROCESSO n 33.000.000301.2015. DATA DA REALIZAÇÃO: 23 de novembro de 2015. HORÁRIO: 09:00 horas EDITAL EDITAL DE TOMADA DE PREÇO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO TÉCNICO PROFISSIONAL DE ASSESSORIA E CONSULTORIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS, CONFORME DESCRITO NO TERMO DE REFERÊNCIA E PROJETO

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA Autarquia Federal Criada pela Lei Nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA Autarquia Federal Criada pela Lei Nº 5.905/73 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 018/2014 Hospedagem site Coren/SC O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO ESTADO DE SANTA CATARINA COREN/SC, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ nº 75.308.106/0001-56,

Leia mais

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 Regulamenta a Lei nº 12.949, de 14 de fevereiro de 2014 que estabelece mecanismos de controle do patrimônio público do Estado da Bahia, dispondo sobre provisões

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 002/2015 Cartucho de Toner. O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO ESTADO DE SANTA CATARINA COREN/SC, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ nº 75.308.106/0001-56,

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº09/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CABOCLO MOVEIS E ELETRO LTDA- ME. CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO, pessoa jurídica de

Leia mais

- CARTA CONVITE Nº001/2015 - CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE MORMAÇO RS ORDENADOR DE DESPESA: EDUARDO ZANIN EXERCÍCIO 2015 TIPO TÉCNICA E PREÇO

- CARTA CONVITE Nº001/2015 - CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE MORMAÇO RS ORDENADOR DE DESPESA: EDUARDO ZANIN EXERCÍCIO 2015 TIPO TÉCNICA E PREÇO - CARTA CONVITE Nº001/2015 - DE RS ORDENADOR DE DESPESA: EDUARDO ZANIN EXERCÍCIO 2015 TIPO TÉCNICA E PREÇO Nos termos da Lei nº8.666/93, suas alterações posteriores e demais dispositivos legais aplicáveis,

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX Contrato de locação de estrutura de BOX TRUS que entre si celebram o SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO DF SESC/AR/DF e a Empresa

Leia mais

Estado de São Paulo CNPJ 44.430.783/0001-19 CONTRATO Nº 037/2015

Estado de São Paulo CNPJ 44.430.783/0001-19 CONTRATO Nº 037/2015 CONTRATO Nº 037/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE BILAC E A EMPRESA TBJS INFORMÁTICA LTDA - ME. Aos 31 dias do mês de março de 2015, de um lado, o MUNICÍPIO DE BILAC, pessoa jurídica de

Leia mais

CONVITE N.º 004/2015

CONVITE N.º 004/2015 CONVITE N.º 004/2015 1. Preâmbulo 1.1 A Câmara Municipal de Rio Verde, Estado de Goiás, com endereço na Avenida José Walter, Quadra 24, Residencial Interlagos, Rio Verde Goiás, vem convidar essa empresa

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 30/2014 PROCESSO N 1341-09.00/14-3

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 30/2014 PROCESSO N 1341-09.00/14-3 CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 30/2014 PROCESSO N 1341-09.00/14-3 Contrato AJDG Nº 74/14 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO, inscrito

Leia mais

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR MODELO CONTRATO N.º /20 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR A (Órgão/Entidade Federal, Estadual ou Municipal), pessoa jurídica de direito público ou privado, com sede à Rua, n.º,

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA Página nº 1 de 6 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Pregão PRESENCIAL PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CONTÍNUO SEM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA PROCESSO Nº 34.206.019993.2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº 057/2014 ÓRGÃO REQUISITANTE:SEIE/Companhia

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS EXECUÇÃO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE SINAL DE INTERNET COM VELOCIDADE MÍNIMA DE 05 MB DESTINADO ÀS ATIVIDADES DA EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS POR UM PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES CONVITE Nº 20150001 OBJETO:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Chamada Pública n.º 002/2014 para aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar para alimentação escolar com dispensa de licitação, Lei n.º 11.947, de 16/07/2009, Resolução n.º 38 do FNDE,

Leia mais

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 1.1. Aquisição de cartuchos de toner para a Superintendência Regional da Polícia Federal no Tocantins -SR/DPF/TO e para a Delegacia de Polícia Federal em Araguaína-TO- DPF/AGA/TO.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ CREDENCIAMENTO Nº 001/09 PREÂMBULO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ CREDENCIAMENTO Nº 001/09 PREÂMBULO PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ CREDENCIAMENTO Nº 001/09 CHAMAMENTO PÚBLICO PARA FINS DE CREDENCIAMENTO DE CLINICAS PARA TRATAMENTO DE DEPENDENTES QUIMICOS. PREÂMBULO A Prefeitura Municipal de Itajubá,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls. Contrato nº 081/2007 Fls. 1 MINUTA TERMO DE CONTRATO Convite de Preços n.º 081/07 Processo n.º 11784/05 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESCUPINIZAÇÃO DO PREDIO E ACERVO DO

Leia mais

LEI Nº 12.188, DE 11 DE JANEIRO DE 2010.

LEI Nº 12.188, DE 11 DE JANEIRO DE 2010. Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 12.188, DE 11 DE JANEIRO DE 2010. Vigência Institui a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural para a Agricultura

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA ADEQUAÇÃO DE ÁREA PARA BIBLIOTECA, SALA DE TREINAMENTO E SALA DE ENGENHARIA DA AGG

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA ADEQUAÇÃO DE ÁREA PARA BIBLIOTECA, SALA DE TREINAMENTO E SALA DE ENGENHARIA DA AGG PROJETO BÁSICO Nº 040/2009 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA ADEQUAÇÃO DE ÁREA PARA BIBLIOTECA, SALA DE TREINAMENTO E SALA DE ENGENHARIA DA AGG Rua José de Alencar, 2.613

Leia mais

Para entrega na PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA em PALMAS/TO

Para entrega na PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA em PALMAS/TO ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 0/00 OBJETO:CONTRATAÇÃO DE EMPRESA FORNECEDORA DE ÁGUA MINERAL NATURAL E VASILHAMES PARA ÁGUA MINERAL, CONFORME PROCESSO LICITATÓRIO Nº 00/070/0006, PREGÃO PRESENCIAL Nº 09/00.

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI CONTRATO Nº 015/2015 CONTRATO DE FORNECIMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE ALTO TAQUARI MT E DO OUTRO LADO A EMPRESA ALESSANDRO DO NASCIMENTO - ME. O Município de Alto Taquari - Estado de Mato

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SUPERINTENDÊNCIA ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA DIVISÃO DE CONTRATOS

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SUPERINTENDÊNCIA ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA DIVISÃO DE CONTRATOS CONTRATO N /2013 Contrato entre Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul e. (Processo nº 1903-0100/13-6) Entre Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, neste instrumento designada

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 001/2012 CHAMADA PÚBLICA PARA SELECIONAR E HABILITAR INSTITUIÇÃO PÚBLICA E OU PRIVADA SEM FINS LUCRATIVOS PARA DESENVOLVER PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CULTURAL NAS ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA DISPENSA Nº: DP 012/2013 ÓRGÃO SOLICITANTE: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO OBJETO: CONTRATAÇÃO EM CARACTER DE EMERGENCIA DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA SERVIÇOS DE TENTATIVA DE RECUPERAÇÃO DE DADOS

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE NORDESTINA SETOR DE LICITAÇÕES

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE NORDESTINA SETOR DE LICITAÇÕES ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE NORDESTINA SETOR DE LICITAÇÕES AUTORIZAÇÃO PARA ABERTURA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO DE MOTIVAÇÃO DE DESPESAS SOLICITANTE Nº. de Processo Órgão Interessado: PREFEITURA

Leia mais

ANEXO V MINUTA DE CONTRATO CONTA BANCÁRIA REPRESENTANTE LEGAL MENSAL POR ( ) UNITÁRIO R$ DEMANDA INICIO: XX/XX/XXXX TÉRMINO: XX/XX/XXXX

ANEXO V MINUTA DE CONTRATO CONTA BANCÁRIA REPRESENTANTE LEGAL MENSAL POR ( ) UNITÁRIO R$ DEMANDA INICIO: XX/XX/XXXX TÉRMINO: XX/XX/XXXX ANEXO V MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO Nº REF EDITAL Nº DATA PP217/2014 QUADRO 1 - CONTRATADA NOME END. SEDE CNPJ CONTA BANCÁRIA REPRESENTANTE LEGAL E-MAIL CPF QUADRO 2 -

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei regula os contratos de

O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei regula os contratos de Dispõe sobre os contratos de terceirização e as relações de trabalho deles decorrentes. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei regula os contratos de terceirização e as relações de trabalho deles

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Regional do Trabalho da 2ª. Região

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Regional do Trabalho da 2ª. Região CONTRATO DE FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE ARQUIVOS DESLIZANTES, que entre si fazem, de um lado, a UNIÃO FEDERAL, por intermédio do MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRA- BALHO / PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA

Leia mais

ANEXO III MINUTA DO CONTRATO MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III MINUTA DO CONTRATO MINUTA DO CONTRATO ANEXO III MINUTA DO CONTRATO MINUTA DO CONTRATO TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE SI O INSTITUTO FELIX GUATTARI, organização não governamental (ONG), declarada de utilidade pública estadual, devidamente inscrita

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 2. DA NECESSIDADE E JUSTIFICATIVA DA CONTRATAÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 2. DA NECESSIDADE E JUSTIFICATIVA DA CONTRATAÇÃO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA SOCIAL COORDENADORIA SETORIAL DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CSCPL NÚCLEO DE EXECUÇÃO EM LICITAÇÕES ADMINISTRATIVAS E LICITAÇÕES E CONVÊNIOS COMISSÃO

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação CONTRATO DE FORNECIMENTO E ASSISTÊNCIA TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ E A EMPRESA

Leia mais

PL 4330 Reunião realizada no dia

PL 4330 Reunião realizada no dia PL 4330 Reunião realizada no dia PL 4330 Propostas de alteração Observações das Centrais Sindicais Dispõe sobre o contrato de prestação de serviço a terceiros e as relações de trabalho dele decorrentes.

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONTRATO Nº 098/PGM/2012 - PROCESSO Nº 08.0001/2012

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONTRATO Nº 098/PGM/2012 - PROCESSO Nº 08.0001/2012 1 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE / SEMUSA, DE UM LADO, E DO OUTRO A EMPRESA STREAMTEL SERVIÇOS DE TELEMARKETING LTDA, PARA OS

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO CONVITE Nº 05/2013 SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL O Conselho Regional de Biologia 3ª Região, através da Comissão Permanente de Licitações, convida V.S.a. a apresentar

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 Pelo presente instrumento, a SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, órgão gerenciador do Registro de Preços, localizada na

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio CONCORRÊNCIA n.º 04/10 Processo n.º 001.039480.09.7 Anexo 8 Minuta de CONTRATO Contrato de prestação de serviços

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ANEXO 7 MINUTA DE CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE SALAS, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES E A EMPRESA, NA FORMA ABAIXO:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /05

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº /05 MINUTA 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 010/05 Processo nº 10.091/05 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM TRANSPORTE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TIMBAÚBA PE

PREFEITURA MUNICIPAL DE TIMBAÚBA PE CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEÍCULO CONTRATO Nº.../2013 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE VEÍCULO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE TIMBAÚBA, ATRAVÉS DA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E A EMPRESA R. U. VERAS TRANSPORTES.

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUBI CNPJ Nº 11.040.896/0001-59 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE PERNAMBUCO PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUBI CNPJ Nº 11.040.896/0001-59 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONTRATO Nº 014/2015. ESTADO DE PERNAMBUCO Contrato do Processo Administrativo nº 009/2015, Concorrência nº 005/2015, com amparo no Artigo 40, 2º, inciso III da Lei 8.666/93, destinado a aquisição de Material

Leia mais

Serviço Social do Comércio DEPARTAMENTO NACIONAL Estância Ecológica SESC-Pantanal

Serviço Social do Comércio DEPARTAMENTO NACIONAL Estância Ecológica SESC-Pantanal PREGÃO SESC Nº 15/0018 PG ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE ENTRE SI FAZEM, DE UM LADO, O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO/SESC ESTÂNCIA ECOLÓGICA SESC PANTANAL, NA QUALIDADE

Leia mais

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE CONTRATO Nº 026/2011 PROCESSO Nº 08700.005080/2011-75 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE FORNECIMENTO, INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE PLACAS INDICATIVAS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO ADMINISTRATIVO DE

Leia mais