A ABORDAGEM DO LEAN SERVICE: UMA REVISÃO DE LITERATURA BASEADA EM ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A ABORDAGEM DO LEAN SERVICE: UMA REVISÃO DE LITERATURA BASEADA EM ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA"

Transcrição

1 A ABORDAGEM DO LEAN SERVICE: UMA REVISÃO DE LITERATURA BASEADA EM ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA Alceu Antonioli Filho (UNINOVE ) Felipe Araujo Calarge (UNINOVE ) Baseado no sistema Toyota de produção de automóveis, o Lean Production se difundiu no setor da indústria como referência de busca sistemática do valor perfeito através da eliminação de desperdício em todos os aspectos dos processos de negóccio da organização e aproximação dos desejos do cliente. O sucesso identificado nas indústrias despertou interesse em outro setor econômico, o de serviço. Denominado Lean Service, busca os objetivos já alcançados pelo Lean Production com foco em serviço. Devido aos vários segmentos neste setor, há uma dificuldade em posicionar o Lean Service diante diferentes abordagens. Neste cenário, este estudo tem como objetivo analisar, através da revisão sistemática da literatura, como estão distribuídos os assuntos referentes ao Lean Service utilizando, para isso, os conceitos e técnicas bibliométricas. Identificar a quantidade e as áreas na qual o tema é tratado nas publicações nos últimos 6 a 10 anos em artigos nacionais e internacionais. Verificar se existe alguma tendência referente à aplicabilidade em área de serviço específica, buscando um mapeamento do tema. Os resultados apontam fortes evidências da aplicabilidade para área de serviço específica criando novas abordagens do tema como, por exemplo, Lean Healthcare, Lean Construction, Lean IT, entre outros. Palavras-chaves: Lean Service, Serviço Enxuto, Bibliometria

2 1. Introdução Atualmente as empresas enfrentam um conjunto de desafios que as obrigam a focar prioridades como, melhoria da eficiência dos processos, inovação, qualidade, flexibilidade de produção, logística e serviço aos clientes. Estas prioridades fazem parte de constantes mudanças e ou adaptabilidade de suas atividades versus a necessidade exigida contemporaneamente, as quais envolvem aspectos relacionados à competitividade, lucratividade, redução de custos e outros. Este cenário exige que as empresas desenvolvam competências de rápido aprendizado e prática da melhoria contínua para suas atividades. Um dos fatores que despertou uma corrida pelas prioridades acima descritas foi a quebra das barreiras geográficas referentes aos negócios entre países do mundo, originando relações comerciais direcionadas por arranjos locais (DAVIS et al., 2001), interferindo diretamente no padrão de comportamento e organização das atividades empresariais, com foco no combate ao desperdício e agregação de valor, gerando assim os fundamentos do que posteriormente se tornou conhecido como Lean Production ou Produção Enxuta (WOMACK; JONES, 2004). Em 1996, Womack e Jones citam que as importantes melhorias do Lean Production poderiam beneficiar outros setores industriais e de serviço e, em consequência deste fato, vários pesquisadores e praticantes entenderam essa visão e iniciam a adoção dos conceitos Lean Production para serviços (ABDI et al., 2006). Este trabalho busca analisar e caracterizar de maneira detalhada o conceito do Lean Service através da análise documental estruturada sobre o tema proposto, para tanto, foram utilizados conceitos e técnicas bibliométricas, identificando como este assunto tem sido discutido nas atuais publicações acadêmicas, sua distribuição na literatura nos dia de hoje, buscando-se tipificar a tendência futura da aplicabilidade do Lean Service em áreas específicas do setor de serviços. 2. Referencial teórico 2

3 Nesta sessão serão abordados os tópicos relacionados a conceituação, definição dos principais aspectos e fundamentos relacionados à abordagem do Lean Production, Lean Service e caracterização do conceito de Bibliometria Abordagem Lean Production: principais aspectos e fundamentos A trajetória do assunto Lean Production nas organizações inicia-se no ano de 1950 com dois precursores japoneses chamados Eiji Toyoda e Taiichi Ohno, os quais podem ser considerados entre os precursores nesta área de conhecimento, tendo como maior contribuição a abordagem focada na análise de problemas e busca de soluções e melhorias para o processo produtivo, constatando que o sistema de produção em massa apresentava dificuldades para implementação no Japão, propondo a variante que se denominou Toyota Production System TPS (WOMACK et al., 2007). O ponto de partida essencial para o Lean Production é o conceito de valor, e isso só pode ser definido pelo cliente final. Nesse sentido, o pensamento Lean Production deve atuar na identificação dos desperdícios e remove-los, buscando as melhores sequências de ações. Basicamente, pode ser definido como uma busca sistemática do valor perfeito através da eliminação de desperdícios em todos os aspectos dos processos de negócio da organização (BENDELL, 2006) buscando sempre a melhoria e aproximação dos desejos dos clientes. (WOMACK et al., 2007). Os princípios subjacentes do que ficou conhecido como Lean Thinking (Pensamento Enxuto) tornou-se parte do TPS usado internamente pela empresa até 1970, onde nesta época, foi introduzido em sua cadeia de suprimentos (ALEX et al., 2008), e com isso, surgem os primeiros indícios da extensão do Lean Thinking além da linha de produção (PIERCY; RICH, 2009a), constatando que o mesmo não se restringia apenas à indústria manufatureira, mas também poderia ser utilizado em outras abordagens industriais e de serviços. (CUDNEY; ELROD, 2011). O Lean Production pode ser resumido como um conjunto de técnicas tem objetivos maiores do que simplesmente fazer melhor que os concorrentes (HARTWELL; ROTH, 2006) e adicionando ao seu conceito uma definição simples de conjunto de iniciativas focadas em eliminação de todos os desperdícios no processo de produção (ROONEY, 2005) tanto de produtos como serviços. 3

4 É importante ressaltar que os conceitos e fundamentos do Lean Production sofrem variações na formação de seu conteúdo e abordagem, podendo ser encontrando na literatura internacional através de nomenclaturas diversas, citando como exemplos: Lean Thinking, Lean Philosophy e Lean Methodology Abordagem do Lean Service: principais aspectos e fundamentos O Lean Service surgiu através da concepção do Lean Production, no entanto, com abordagem voltada para o setor de serviço. Theodore Levitt em seu artigo intitulado Abordagem de Linha de Produção para Serviços, foi um dos primeiros a reconhecer que muitos dos conceitos que haviam sido previamente desenvolvidos para manufatura poderiam ser aplicados a operações de serviços. (DAVIS et al., 2001). Apesar de haver citações sobre a operacionalização do setor de serviço baseado em sistemas produção desde o final da década de 70, a discussão sobre o tema Lean Service tem início a partir de 1996, através da importância dada ao assunto por James P. Womack (ABDI, 2006). Destaques sobre benefícios da aproximação do Lean Production em determinados setores de serviço como, varejo, companhias áreas e área hospitalar, comentados anteriormente ao ano 1996, não indicavam explicitamente os possíveis ganhos ao Lean Production fora do setor industrial (PIERCY; RICH, 2009b). Com a abordagem do Lean Production voltada para o ramo de serviço, surgem inúmeros casos de aplicabilidade variando de acordo com o tipo de serviço na qual a organização está focada, diferentemente da adoção na linha de produção manufatureira que podem possuir objetivos diferentes, porém, com características relativamente similares. A falta de conhecimento validado em várias áreas e da incapacidade de descrever completamente todas as investigações sobre a aplicabilidade do Lean Service demandaram diversos estudos sobre sua aplicabilidade (PIERCY; RICH, 2009b). Apesar na literatura existir poucos assuntos referentes aos níveis de operacionalização do Lean Thinking (ARLBJØRN; FREYTAG, 2013), é possível verificar claramente diversos resultados válidos da sua aplicabilidade no setor de serviços (PIERCY, RICH, 2009b). Ampliando o conceito do Lean Service, seguem na Tabela 1, algumas afirmações adicionais e seus autores, na qual, contribuem para entendimento do assunto. Tabela 1 Abordagem do Lean Service e suas aplicações citadas pela literatura 4

5 Autores Hydes e Trebble (2011) Kundu e Manohar (2012) Pujol e Barraza (2010) Azevedo et al. (2010) Jorge et al. (2011) Afirmações adicionais do Lean Service Como em um processo industrial a área da saúde encontra, no caminho de tratamento dos pacientes, pontos de constrição, períodos de inatividade (tempo de espera para funcionários e paciente) e desperdícios (atividades que não agregam valor ao tratamento do mesmo). A transformação do Lean Thinking oferece uma estrutura para remoção destas falhas do processo contribuindo para resultado aumentando a eficiência, melhorias para o paciente e reduzindo a demanda sobre o tempo da equipe. Organizações de serviços de Tecnologia da Informação que querem implementar os princípios do Lean Production e suas praticas, devem fazer dentro do seu processo de gerenciamento já existente, sendo assim as práticas do Lean Thinking devem ser implementadas de forma integrada para ter consistência em todos os processos organizacionais. Algumas organizações públicas mexicanas constataram que questões como a qualidade do serviço, melhoria contínua interna e externa orientado pelo cliente externo tornaram essenciais para a gestão do dia-a-dia. A abordagem do Lean Thinking auxiliou estas organizações de serviço público na melhoria dos tempos de ciclo, seleção de recursos humanos e processo de contratação. A diferença básica entre a filosofia gerencial tradicional e o Lean Thinking é principalmente conceitual, ensejando que os procedimentos recomendados pelo Lean Production possam e devam ser aplicados em todas as indústrias produtoras de bens e serviços. Na indústria da construção civil, em particular, a maioria dos compradores gostaria de ter exatamente a construção necessária, o mais rápido possível, ao menor preço possível. A abordagem do Lean Thinking mostrou-se aplicável no setor de serviços financeiros onde também pode gerar resultados positivos. A extrapolação das ferramentas Lean para serviços pode trazer benefícios representativos quanto aos obtidos na manufatura, promovendo a redução de atividades que não agregam valor pela redução de desperdícios ao longo do processo e, consequentemente, reduzindo o seu lead time. Fonte: Elaborado pelo autor 2.3. Método de pesquisa com enfoque na Bibliometria: principais aspectos e fundamentos A utilização de métodos quantitativos na busca por uma avaliação objetiva da produção científica é o ponto principal dos conceitos de bibliometria. Consiste na aplicação de técnicas 5

6 estatísticas e matemáticas para descrever aspectos da literatura e de outros meios de comunicação (ARAÚJO, 2006). Esses métodos quantitativos são utilizados nesta pesquisa como apoio para identificação da distribuição dos artigos publicados na literatura referente ao tem auxiliando na busca por números que demonstrem uma posição sobre o assunto de forma quantitativa para, logo depois, gerar informações relevantes para a pesquisa como um todo. A bibliometria, como área de estudo da ciência da informação, tem um papel relevante na análise da produção científica de um país, uma vez que seus indicadores retratam o grau de desenvolvimento de uma área do conhecimento de um campo científico ou de saber (ALVARENGA; ARAÚJO, 2011). A reflexão sobre a prática de pesquisa e sobre a terminologia relacionada aos estudos quantitativos presta-se ao conhecimento da área em suas características mais amplas, bem como ao embasamento teórico de novas pesquisas no campo específico do conhecimento a que se destinam (BUFREM, PRATES, 2005). As técnicas bibliométricas são constantemente aplicadas para identificar tendências de pesquisas e crescimento do conhecimento em diferentes áreas da ciência; estimar a extensão dos periódicos secundários; identificar usuários de diferentes assuntos; identificar autoria e suas tendências em documentos de vários assuntos; medir a usabilidade dos serviços de disseminação seletiva da informação; conhecer o passado, o presente e as tendências de publicação; desenvolver modelos experimentais correlatos ou similares (BUFREM; PRATES, 2005). Desta forma, espera-se que os conceitos e fundamentos bibliométricos sejam utilizados em todos os estudos que buscam quantificar os processos de comunicação escrita (PRITCHARD, 1969). 3. Método de pesquisa e materiais utilizados Neste item são descritas as etapas do método de pesquisa, bem como, os aplicativos e ferramentas utilizados na editoração e organização deste artigo Etapa 1 definição do método de busca 6

7 A primeira etapa do trabalho foi ordenação da pesquisa pela busca do tema "Lean Service" ou "Lean Services" nos títulos dos artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais, assim como, nos congressos e simpósios nacionais elencados. A existência destas palavras foi contemplada não havendo a necessidade de estarem expressamente juntas nos títulos dos artigos. É importante salientar que devido à variação na tradução do termo Lean, em artigos nacionais, os termos "Enxuta e Enxuto" também foram alvo da pesquisa quando envolvidos em assuntos referente à serviço(s) nos títulos dos artigos, não havendo, também, a necessidade de estarem juntas formando títulos como, por exemplo, Serviço Enxuto Etapa 2 definição do período de pesquisa O período adotado para pesquisa envolve publicações nos últimos 6(seis) anos tratando-se de artigos internacionais, e um período de 10 anos para artigos nos congressos nacionais Etapa 3 definição das bases de dados alvo da pesquisa Foi definida a busca em periódicos nacionais e internacionais pertencentes à área de avaliação Engenharia III e ou Interdisciplinar conforme definição pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e que façam parte da lista do sistema de avaliação de periódicos Qualis CAPES. Congressos e Simpósios nacionais de Engenharia de Produção foram contemplados na pesquisa. É importante ressaltar que a procura por artigos nos periódicos foi facilitado com a utilização da plataforma.periódicos. disponível para pesquisas acadêmicas através do site da instituição CAPES Etapa 4: materiais para organização e editoração do artigo Para visualização, leitura e organização dos artigos encontrados desta pesquisa, foi utilizado o aplicativo Mendeley na qual possibilita, de forma geral, um manuseio prático facilitando a obtenção dos resultados desejados. Este aplicativo é de uso gratuito utilizado principalmente em pesquisas pelo público acadêmico, tendo como vantagem principal ser um aplicativo de uso gratuito. A criação dos gráficos e tabelas, contidos neste trabalho, foi realizado com o aplicativo Microsoft Excel e a parte de editoração, através do Microsoft Word. Os artigos selecionados são, em sua maioria, em formato eletrônico com extensão.pdf. Os demais formatos encontrados foram convertidos em arquivos de formato eletrônico.txt. Com 7

8 isso, foi possível a importação dentro do aplicativo Mendeley para desenvolvimento do trabalho. 4. Análise dos resultados obtidos A abrangência da pesquisa resultou em 13 artigos internacionais e 17 artigos nacionais pesquisados nos períodos já mencionados totalizando 30 artigos Artigos pesquisados A pesquisa se desenvolveu através dos artigos extraídos dos periódicos, congresso e simpósios relacionados na Tabela 2. Tabela 2 Periódicos e congressos pesquisados e sua avaliação Qualis CAPES ISSN Periódico/Congresso Área de Avaliação Qualis Capes Estrato Quantidade de artigos BMC Health Service Research Interdisciplinar B Canadian Journal of Civil Engineering Engenharias III B1 1 n/a X Congresso ENGEP(Encontro Nacional de Engenharia de Produção) European Business Review n/a n/a 5 Engenharias III B International Journal of Lean Six Sigma Engenharias III B International Journal of Operations & Production Management Engenharias III A X Journal of Manufacturing Technology Management Engenharias III B Journal of Operation Management Interdisciplinar B Journal of Psychosomatic Research Interdisciplinar A X Revista Gestão & Produção Engenharias III B Revista Produção Engenharias III B SIMPEP(Simpósio de Engenharia de Produção) SIMPOI(Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais Interdisciplinar C 3 n/a n/a The TQM Journal Engenharias III B2 2 8

9 n/a não aplicado Fonte: Elaborado pelo autor 4.2. Pesquisa nacional A pesquisa nacional compreende-se em 17 artigos encontrados sobre o assunto Lean Service e foram distribuídos nas áreas conforme Figura 1. Figura 1 Artigos sobre Lean Service e suas respectivas áreas (Nacional) Pesquisa Nacional Lean Service - Áreas Encontradas Área Quantidade de artigos Conceitos e Fundamentos 7 Construção Civil 2 Financeiro 1 Oficina Mecânica 2 Órgão Público 1 Saúde (Healthcare) 1 Transporte - Coletivo 1 Vendas/Comercial 2 Fonte: Elaborado pelo Autor A distribuição por áreas, anos e representatividade do Lean Service, podem ser vista na Figura 2 e Figura 3. Figura 2 Abordagem do Lean Service e a distribuição em segmentos de aplicação 9

10 Fonte: Elaborado pelo Autor Figura 3 Distribuição periódica da Pesquisa Nacional Fonte: Elaborado pelo autor 4.2. Pesquisa Internacional 10

11 A pesquisa Internacional compreende-se de 13 artigos encontrados sobre o assunto Lean Service e foram distribuídos nas áreas conforme Figura 4. Figura 4 Abordagem do Lean Service e seus respectivos segmentos de Aplicação (Literatura Internacional) Pesquisa Internacional Lean Service - Áreas Encontradas Área Quantidade de artigos Conceitos e Fundamentos 4 Construção Civil 1 Financeiro 1 Orgão Público 2 Saúde(Healthcare) 4 Tecnologia da Informação(TI) 1 Fonte: Elaborado pelo autor A distribuição por áreas e a porcentagem de representatividade do Lean Service pode ser vista na Figura 5 e Figura 6. Figura 5 Porcentagem do Lean Service e a distribuição nas áreas encontradas (Pesquisa de Periódicos Internacionais) Fonte: Elaborado pelo autor 11

12 Figura 6 Distribuição periódica da Pesquisa Internacional Fonte: Elaborado pelo autor 5. Conclusões e considerações finais A utilização de técnica bibliométrica na pesquisa agilizou o processo de avaliação da produção científica sobre o tema pesquisado dentro da literatura acadêmica nacional e internacional mostrando-se um método eficaz para um posicionamento sobre o assunto Lean Service. Com os resultados, foi possível analisar o grau de desenvolvimento do tema e também identificar a tendência de aplicabilidade do Lean Service em áreas do setor de serviço. Com os dados obtidos foi identificado a aplicabilidade do Lean Service em áreas onde possuem características serviço, porém, com relacionamentos ao produto manufaturado (bem físico) e, também, é identificado a sua aplicabilidade em áreas onde o produto é o próprio serviço oferecido pela determinada empresa e conhecido, neste contexto, como uma abordagem de aplicação em serviço-puro. Ficou evidente um forte indício de que os assuntos tratados e generalizados como Lean Service podem sofrer alterações segundo as áreas específicas para qual o mesmo é aplicado, utilizando-se termos como Lean Healthcare, Lean Construction, Lean IT, entre outros. Os números levantados na pesquisa bibliométrica sinalizam o movimento do pensamento Lean Thinking para diversas áreas do setor de serviços, bem como indicam em função da pesquisa realizada, uma certa carência de pesquisas relacionados a este tema, tanto na literatura qualificada nacional como internacional. 12

13 REFERÊNCIAS ABDI, F.; SHAVARINI, S.; HOSEINI, S. Glean lean: how to use lean approach in services industries?. Journal of Services Research, Vol. 6, 2006, special issue, pp ALEX, Dinu Philip; FERNANDO, Siri; HUSSEIN, Mohamed Al; KUNG, Dale. Application of lean thinking to improve the productivity of water and sewer service installations. Canadian Journal of Civil Engineering (Apr. 2008): p418. ALVARENGA, Lidia ; ARAÚJO, Ronaldo Ferreira. A bibliometria na pesquisa científica da pós-graduação brasileira de 1987 a Encontro Bibli - Academic Journals Database Volume: 16; Issue: 31; Start page: 51; Date: ARAUJO, Carlos Alberto. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, Porto Alegre, v.12, n.1, p , jan/jun ARLBJøRN,Jan Stentoft; FREYTAG, Per Vagn. Evidence of lean: a review of international peer-reviewed journal articles. European Business Review Vol. 25 No. 2, 2013 pp AZEVEDO, M. José; NETO, José de Paula B.; NUNES, Fernando R. de Melo. Análise dos aspectos estratégicos de Implantação do Lean, SIMPOI, São Paulo, ago/ BENDELL, Tony. A review and comparison of six sigma and the lean organizations. The TQM Magazine,Vol. 18 No. 3, 2006, pp BUFREM, Leilah; PRATES, Yara. O saber científico registrado e as práticas de mensuração da informação. Ci. Inf., Brasília, v. 34, n. 2, p. 9-25, maio/ago CUDNEY, Elizabeth; ELROD, Cassandra. A comparative analysis into supply chain management in manufacturing and service of integrating lean concepts industries. International Journal of Lean Six Sigma, Vol. 2 No. 1, 2011 pp DAVIS, Mark M.; AQUILANO, Nicholas J.; CHASE, Richard B. Fundamentos da Administração da Produção. 3 ed. Porto Alegre; Bookman, HYDES, T.; TREBBLE, T. M.. Redesigning services around patients and their doctors: the continuing relevance of lean thinking transformation. Clinical Medicine 2011, Vol 11, No 4: JORGE, G. Andre; MIYAKE, D. Ikuo; SILVA, M. Terra. Aplicação da Abordagem Lean num processo de serviço do setor financeiro: Um estudo de caso. SIMPOI, São Paulo, Ago/2011. KUNDU, Goutam K; MANOHAR, B. Murali. A unified model for implementing lean and CMMI for Services (CMMI-SVC v1.3) best practices. Asian Journal on Quality, Vol. 13 No. 2, 2012 pp PIERCY, Niall; RICH, Nick. High quality and low cost: the lean service centre. European Journal of Marketing, Vol. 43 No. 11/12, 2009a, pp

14 PIERCY, Niall; RICH, Nick. Lean transformation in the pure service environment: The case of the call service centre. International Journal of Operations & Production Management, Vol. 29 No. 1, 2009b, pp PRITCHARD, Alan. Statistical Bibliography or Bibliometricas?. Journal of Documentation, v.25, n.4, p PUJOL, Juan R.; BARRAZA, Manuel F. S. Implementation of Lean-Kaizen in the human resource service process A case study in a Mexican public service organization. Journal of Manufacturing Technology Management, Vol. 21 No. 3, 2010, pp WOMACK, J. P.; JONES, D. T. Mentalidade Enxuta nas Empresas - Elimine o desperdício e crie riquezas. Rio de Janeiro: Elsevier, WOMACK, J.P.; JONES, D.T.; ROOS, D.The Machine that changed the World. ed.2007, New York: Free Press,

CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA

CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA TÍTULO: UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES DEDICADOS PARA O DESENVOLVIMENTO E ELABORAÇÃO DO MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR (MFV) EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO ENXUTA LEAN PRODUCTION CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS

Leia mais

PROJETO LEAN SIX SIGMA PARA ADEQUAÇÃO E CONTROLE DE WORK IN PROCESS (WIP) EM UMA INDÚSTRIA ELETROELETRÔNICA DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS

PROJETO LEAN SIX SIGMA PARA ADEQUAÇÃO E CONTROLE DE WORK IN PROCESS (WIP) EM UMA INDÚSTRIA ELETROELETRÔNICA DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS PROJETO LEAN SIX SIGMA PARA ADEQUAÇÃO E CONTROLE DE WORK IN PROCESS (WIP) EM UMA INDÚSTRIA ELETROELETRÔNICA DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS FÁBIO ANDRÉ DE FARIAS VILHENA (UFPA) vilhena.fabio@hotmail.com JOSÉ

Leia mais

TÍTULO: SISTEMA HÍBRIDO DE GESTÃO DA PRODUÇÃO: INTEGRANDO KANBAN E MRPII

TÍTULO: SISTEMA HÍBRIDO DE GESTÃO DA PRODUÇÃO: INTEGRANDO KANBAN E MRPII Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: SISTEMA HÍBRIDO DE GESTÃO DA PRODUÇÃO: INTEGRANDO KANBAN E MRPII CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA:

Leia mais

TÍTULO: GESTÃO DA PRODUÇÃO COM FOCO NA MANUFATURA ENXUTA MELHORIA DE PROCESSOS INDUSTRIAIS ATRAVÉS DO SISTEMA TOYOTA DE PRODUÇÃO

TÍTULO: GESTÃO DA PRODUÇÃO COM FOCO NA MANUFATURA ENXUTA MELHORIA DE PROCESSOS INDUSTRIAIS ATRAVÉS DO SISTEMA TOYOTA DE PRODUÇÃO TÍTULO: GESTÃO DA PRODUÇÃO COM FOCO NA MANUFATURA ENXUTA MELHORIA DE PROCESSOS INDUSTRIAIS ATRAVÉS DO SISTEMA TOYOTA DE PRODUÇÃO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DO USO DAS FERRAMENTAS DE GESTÃO LEAN MANUFACTURING E SEIS SIGMA: ESTUDO DE CASO

ANÁLISE COMPARATIVA DO USO DAS FERRAMENTAS DE GESTÃO LEAN MANUFACTURING E SEIS SIGMA: ESTUDO DE CASO XXX ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Maturidade e desafios da Engenharia de Produção: competitividade das empresas, condições de trabalho, meio ambiente. São Carlos, SP, Brasil, 12 a15 de outubro

Leia mais

MAPEAMENTO DO FLUXO DO PRODUTO PARA PROJETOS DE REDUÇÃO DE CUSTOS

MAPEAMENTO DO FLUXO DO PRODUTO PARA PROJETOS DE REDUÇÃO DE CUSTOS !"#! $&%(')%(*+-,.0/-1)%3254768%3.09-*47:-1);=4-?@1)2A:-, B(C 4-+-4ED(4-F-* %3, 'HGI%>+-*.>;=

Leia mais

LEAN APLICADO À CADEIA DE SUPRIMENTOS

LEAN APLICADO À CADEIA DE SUPRIMENTOS LEAN APLICADO À CADEIA DE SUPRIMENTOS INTRODUÇÃO AO LEAN MANUFACTURING SUPPLY CHAIN (INCLUI LOGÍSTICA) 2 2 INTRODUÇÃO AO LEAN MANUFACTURING 3 INTRODUÇÃO AO LEAN MANUFACTURING Pensar fora da caixa... Lean

Leia mais

O Seis Sigma como apoio a Estratégia Organizacional

O Seis Sigma como apoio a Estratégia Organizacional 1 O Seis Sigma como apoio a Estratégia Organizacional Andre Rodrigues da SILVA 1 Introdução A produção em massa revolucionou a fabricação na metade do século XIX e esta filosofia foi explorada por grandes

Leia mais

Lean IT Juliano Daniel Marcelino ( juliano@jmarcelino.com.br ) Orientador: Mehran Misaghi, Dr. ( mehran@sociesc.org.br )

Lean IT Juliano Daniel Marcelino ( juliano@jmarcelino.com.br ) Orientador: Mehran Misaghi, Dr. ( mehran@sociesc.org.br ) Lean IT Juliano Daniel Marcelino ( juliano@jmarcelino.com.br ) Orientador: Mehran Misaghi, Dr. ( mehran@sociesc.org.br ) Agenda Conceitos básicos Necessidade de usar Lean IT Ambiente Benefícios para melhoria

Leia mais

GESTÃO DE OPERAÇÕES NO BRASIL: UMA ANÁLISE DA ÁREA ENTRE 1999 E 2009.

GESTÃO DE OPERAÇÕES NO BRASIL: UMA ANÁLISE DA ÁREA ENTRE 1999 E 2009. GESTÃO DE OPERAÇÕES NO BRASIL: UMA ANÁLISE DA ÁREA ENTRE 1999 E 2009. Elaine Madalena Cetnarski (PUCPR ) elainemadalena@hotmail.com Caroline Bauer Ohpis (PUCPR ) carol.ohpis@hotmail.com Juliana Araujo

Leia mais

CLASSIFICAR EMPRESAS CONSTRUTORAS QUANTO AO GRAU DE APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS LEAN

CLASSIFICAR EMPRESAS CONSTRUTORAS QUANTO AO GRAU DE APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS LEAN ISSN 1984-9354 CLASSIFICAR EMPRESAS CONSTRUTORAS QUANTO AO GRAU DE APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS LEAN HELOIZA PIASSA BENETTI (UTFPR) Ildeivan da Silva Junior (UTFPR) Eduardo Bellei (UTFPR) Resumo Nesta pesquisa,

Leia mais

1- Introdução ao Lean V1-2008

1- Introdução ao Lean V1-2008 1- Introdução ao Lean V1-2008 Autor: José Pedro A. Rodrigues da Silva 1 Programa 1- Introdução 2- Os 7 tipos de desperdício 3- Técnicas e ferramentas do Lean 4- Implementação do Lean 5- Conclusões Anexos

Leia mais

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ABSTRACT

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ABSTRACT ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ANALYSIS OF APPLICATION OF PHILOSOPHY IN LEAN CONSTRUCTION COMPANIES

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO PENSAMENTO ENXUTO PARA O DIAGNÓSTICO E PROPOSIÇÃO DE MELHORIAS NO GERENCIAMENTO DE HOTÉIS

UTILIZAÇÃO DO PENSAMENTO ENXUTO PARA O DIAGNÓSTICO E PROPOSIÇÃO DE MELHORIAS NO GERENCIAMENTO DE HOTÉIS UTILIZAÇÃO DO PENSAMENTO ENXUTO PARA O DIAGNÓSTICO E PROPOSIÇÃO DE MELHORIAS NO GERENCIAMENTO DE HOTÉIS Karine Borges de Oliveira (UNISAL/LO) karineborges.eng@gmail.com Eduardo Ferro dos Santos (USP/EEL)

Leia mais

Aplicação dos Conceitos de Lean Office no Setor Administrativo Público

Aplicação dos Conceitos de Lean Office no Setor Administrativo Público Aplicação dos Conceitos de Lean Office no Setor Administrativo Público Ricardo de Carvalho Turati (EESC/USP) rcturati@yahoo.com.br Marcel Andreotti Musetti (EESC/USP) musetti@prod.eesc.usp.br Resumo Os

Leia mais

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica Ementários Disciplina: Gestão Estratégica Ementa: Os níveis e tipos de estratégias e sua formulação. O planejamento estratégico e a competitividade empresarial. Métodos de análise estratégica do ambiente

Leia mais

22/02/2009. Supply Chain Management. É a integração dos processos do negócio desde o usuário final até os fornecedores originais que

22/02/2009. Supply Chain Management. É a integração dos processos do negócio desde o usuário final até os fornecedores originais que Supply Chain Management SUMÁRIO Gestão da Cadeia de Suprimentos (SCM) SCM X Logística Dinâmica Sugestões Definição Cadeia de Suprimentos É a integração dos processos do negócio desde o usuário final até

Leia mais

19 Congresso de Iniciação Científica AVALIAÇÃO DA INTEGRAÇÃO DAS METODOLOGIAS LEAN MANUFACTURING E SIX SIGMA NAS EMPRESAS DE PIRACICABA E REGIÃO

19 Congresso de Iniciação Científica AVALIAÇÃO DA INTEGRAÇÃO DAS METODOLOGIAS LEAN MANUFACTURING E SIX SIGMA NAS EMPRESAS DE PIRACICABA E REGIÃO 19 Congresso de Iniciação Científica AVALIAÇÃO DA INTEGRAÇÃO DAS METODOLOGIAS LEAN MANUFACTURING E SIX SIGMA NAS EMPRESAS DE PIRACICABA E REGIÃO Autor(es) THIAGO GUIMARAES AOQUI Orientador(es) IRIS BENTO

Leia mais

Lean Plant Design ALTA PERFORMANCE NO SEU PROJETO DE FÁBRICA

Lean Plant Design ALTA PERFORMANCE NO SEU PROJETO DE FÁBRICA Lean Plant Design ALTA PERFORMANCE NO SEU PROJETO DE FÁBRICA Olá! O primeiro passo para garantir um sistema de produção competitivo é um bom projeto de fábrica. Ele é que vai garantir que o seu pessoal

Leia mais

JUST IN TIME: UMA DAS FERRAMENTAS DE OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO RESUMO

JUST IN TIME: UMA DAS FERRAMENTAS DE OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO RESUMO JUST IN TIME: UMA DAS FERRAMENTAS DE OTIMIZAÇÃO DA PRODUÇÃO RESUMO O presente artigo, mostra de forma clara e objetiva os processos da ferramenta Just in time, bem como sua importância para a área de produção.

Leia mais

LEAN OFFICE APLICADO EM UM PROCESSO DE AUDITORIA DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE AEROESPACIAL

LEAN OFFICE APLICADO EM UM PROCESSO DE AUDITORIA DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE AEROESPACIAL LEAN OFFICE APLICADO EM UM PROCESSO DE AUDITORIA DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE AEROESPACIAL Grasiele Oliveira Alves Cardoso (ITA) grasieleoc2@yahoo.com.br Joao Paulo Estevam de Souza

Leia mais

Estudo bibliométrico do conceito mini fábrica e célula de manufatura como diferencial das dimensões competitivas

Estudo bibliométrico do conceito mini fábrica e célula de manufatura como diferencial das dimensões competitivas Sistemas Produtivos e Desenvolvimento Profissional: Desafios e Perspectivas Estudo bibliométrico do conceito mini fábrica e célula de manufatura como diferencial das dimensões competitivas JOSÉ MARTINO

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Lean; utilização otimizada de recursos garante sucesso na gestão de projetos.

Gerenciamento de Projetos Lean; utilização otimizada de recursos garante sucesso na gestão de projetos. Gerenciamento de Projetos Lean; utilização otimizada de recursos garante sucesso na gestão de projetos. Artigo apresentado para conclusão do curso de Pós-MBA em Gerenciamento Avançado de Projetos, na instituição

Leia mais

Autoria: Nestor de Oliveira Filho, Franciane Silveira

Autoria: Nestor de Oliveira Filho, Franciane Silveira APLICAÇÃO DO PROCESSO TOLL-GATE PARA SELEÇÃO DE OPORTUNIDADES E PROJETOS DE NOVOS PRODUTOS EM EUMA EMPRESA FORNECEDORA DE BENS E SERVIÇOS PARA O SETOR DE ENERGIA Resumo Autoria: Nestor de Oliveira Filho,

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIDADE CURRICULAR Qualidade Total e Gestão das Operações MESTRADO Gestão Negócios ANO E

Leia mais

LEAN OFFICE: ESTUDO DA APLICABILIDADE NA SEÇÃO DE ESTÁGIOS DE UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA DE ENSINO SUPERIOR.

LEAN OFFICE: ESTUDO DA APLICABILIDADE NA SEÇÃO DE ESTÁGIOS DE UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA DE ENSINO SUPERIOR. LEAN OFFICE: ESTUDO DA APLICABILIDADE NA SEÇÃO DE ESTÁGIOS DE UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA DE ENSINO SUPERIOR. Mariana Cristine Clemente; mariana.clemente@fatec.sp.gov.br; Fatec Sorocaba. Orientador: Lauro

Leia mais

A Logística Enxuta em desenvolvimento

A Logística Enxuta em desenvolvimento Introdução A Logística Enxuta em desenvolvimento Rogério Bañolas Consultoria ProLean Logística Enxuta À abordagem enxuta (lean) é atribuída a obtenção de resultados efetivos e consistentes. Compare a Toyota,

Leia mais

ESCRITÓRIO ENXUTO (LEAN OFFICE)

ESCRITÓRIO ENXUTO (LEAN OFFICE) ESCRITÓRIO ENXUTO (LEAN OFFICE) Jeferson Duarte Oliveira * Este artigo tem como objetivo fazer uma revisão bibliográfica das mais importantes formas de desperdício nos escritórios e apresentar os métodos

Leia mais

Nos tempos atuais, diante da globalização, as

Nos tempos atuais, diante da globalização, as Usando o mapeamento do fluxo de valor para redução de desperdícios em um laboratório Ao aplicar o mapeamento do fluxo de valor (MFV) ao processo de atendimento aos clientes, identificou-se os desperdícios

Leia mais

IMAGEM E REPUTAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO: A PESQUISA E RESULTADOS NO IMAGE E MARKET SHARE

IMAGEM E REPUTAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO: A PESQUISA E RESULTADOS NO IMAGE E MARKET SHARE IMAGEM E REPUTAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO: A PESQUISA E RESULTADOS NO IMAGE E MARKET SHARE GEduc 2012 - Novos Rumos para a Gestão Educacional Pág 1 Temas Pressupostos teórico-metodológicos As necessidades

Leia mais

Expansão dos Projetos Kaizen para os Fornecedores: Estudo de Caso na Indústria Aeronáutica

Expansão dos Projetos Kaizen para os Fornecedores: Estudo de Caso na Indústria Aeronáutica Expansão dos Projetos Kaizen para os Fornecedores: Estudo de Caso na Indústria Aeronáutica Fernando Reimberg Syrio fernando_reimberg@hotmail.com ITA João Murta Alves murta@ita.br ITA Resumo:Este trabalho

Leia mais

METODOLOGIA LEAN DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE: UMA VISÃO GERAL

METODOLOGIA LEAN DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE: UMA VISÃO GERAL METODOLOGIA LEAN DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE: UMA VISÃO GERAL Guilherme Vota Pereira guivotap@hotmail.com Prof. Pablo Schoeffel, Engenharia de Software Aplicada RESUMO: Este artigo irá efetuar uma abordagem

Leia mais

ANAIS MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR APLICADO AO SERVIÇO DE PÓS VENDA DE UMA CONCESSIONÁRIA DE AUTOMÓVEIS

ANAIS MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR APLICADO AO SERVIÇO DE PÓS VENDA DE UMA CONCESSIONÁRIA DE AUTOMÓVEIS MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR APLICADO AO SERVIÇO DE PÓS VENDA DE UMA CONCESSIONÁRIA DE AUTOMÓVEIS VILMAR NOGUEIRA DUARTE ( vilmarufms@yahoo.com.br ) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA MARLOS VINICIUS

Leia mais

Logística Lean: Conceituação e aplicação em uma empresa de cosmético.

Logística Lean: Conceituação e aplicação em uma empresa de cosmético. Priscila de Andrade Ramos Boisson Logística Lean: Conceituação e aplicação em uma empresa de cosmético. Dissertação de Mestrado (Opção profissional) Dissertação apresentada como requisito parcial para

Leia mais

Pós-Graduação em Gestão Industrial

Pós-Graduação em Gestão Industrial Pós graduação lato sensu da Universidade de São Paulo (USP) O Curso de Especialização em aborda, de maneira conceitual e prática, os processos de suprimento, produção, distribuição e vendas, com uma concepção

Leia mais

Algumas ferramentas para a Logística Enxuta [8 de 11]

Algumas ferramentas para a Logística Enxuta [8 de 11] Algumas ferramentas para a Logística Enxuta [8 de 11] Rogério Bañolas Consultoria ProLean Logística Enxuta Nos artigos anteriores vimos que a Logística Enxuta é uma abordagem prática. Por isso, os profissionais

Leia mais

Como implementar melhoria contínua (Lean e Six Sigma) alinhado à orientação por processos. Viviane Salyna

Como implementar melhoria contínua (Lean e Six Sigma) alinhado à orientação por processos. Viviane Salyna Como implementar melhoria contínua (Lean e Six Sigma) alinhado à orientação por processos Viviane Salyna Estrutura da Apresentação Muitas abordagem de processos geram: Processos devem gerar resultados

Leia mais

LEAN MANUFACTURING: REDUÇÃO DE DESPERDÍCIOS E A PADRONIZAÇÃO DO PROCESSO RESUMO. Palavras-Chaves: Lean Manufacturing. Cronoanálise. Padronização.

LEAN MANUFACTURING: REDUÇÃO DE DESPERDÍCIOS E A PADRONIZAÇÃO DO PROCESSO RESUMO. Palavras-Chaves: Lean Manufacturing. Cronoanálise. Padronização. LEAN MANUFACTURING: REDUÇÃO DE DESPERDÍCIOS E A PADRONIZAÇÃO DO PROCESSO Daiane Maciel Rezende ¹ Jessica Freitas da Silva ² Sheila Marcela Miranda ³ Anderson Barros 4 RESUMO O objetivo deste artigo é de

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO BASEADO EM UMA METODOLOGIA DE TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO BASEADO EM UMA METODOLOGIA DE TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO BASEADO EM UMA METODOLOGIA DE TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL Antonio Freitas Rentes Escola de Engenharia de São Carlos - USP Av. Trabalhador

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso março 2011. ESPM Unidade Porto Alegre. Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS.

MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso março 2011. ESPM Unidade Porto Alegre. Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. MANUAL DO CANDIDATO Ingresso março 2011 ESPM Unidade Porto Alegre Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Central de Candidatos: (51) 3218-1400 Segunda a sexta-feira 9h00

Leia mais

Kanban na Fábrica de Software

Kanban na Fábrica de Software Kanban na Fábrica de Software Casimiro Beleze (UEM) casimirobeleze@hotmail.com Lafaiete H. R. Leme (UEM) lafaiete@din.uem.br Resumo: Este trabalho apresenta um enfoque diferenciado para o gerenciamento

Leia mais

MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR APLICADO NA IMPLANTAÇÃO DO ERP NA CADEIA DE SUPRIMENTOS DE UMA EMPRESA DO SETOR METAL MECÂNICA

MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR APLICADO NA IMPLANTAÇÃO DO ERP NA CADEIA DE SUPRIMENTOS DE UMA EMPRESA DO SETOR METAL MECÂNICA MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR APLICADO NA IMPLANTAÇÃO DO ERP NA CADEIA DE SUPRIMENTOS DE UMA EMPRESA DO SETOR METAL MECÂNICA Nivaldo Lemos Coppini (Uninove) ncoppini@terra.com.br Elesandro Antonio Baptista

Leia mais

Estar apto a utilizar técnicas, ferramentas e terminologias básicas do gerenciamento de projetos após a realização do curso.

Estar apto a utilizar técnicas, ferramentas e terminologias básicas do gerenciamento de projetos após a realização do curso. Curso sobre Gerenciamento de Projetos Apresentação O Gerenciamento de Projetos evoluiu nos últimos anos, ampliando sua área de atuação dentro das organizações. Nos mais variados campos da administração,

Leia mais

Análise da Utilização de Conceitos de Produção Enxuta em uma Pequena Empresa do Setor Metal Mecânico

Análise da Utilização de Conceitos de Produção Enxuta em uma Pequena Empresa do Setor Metal Mecânico Análise da Utilização de Conceitos de Produção Enxuta em uma Pequena Empresa do Setor Metal Mecânico Matheus Castro de Carvalho (matheus_c_carvalho@hotmail.com / CESUPA) Resumo: A aplicação dos conceitos

Leia mais

CURRICULUM VITÆ. Licenciatura em Economia da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, concluída em Julho de 1996.

CURRICULUM VITÆ. Licenciatura em Economia da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, concluída em Julho de 1996. CURRICULUM VITÆ DADOS PESSOAIS Nome: Nascimento: Nacionalidade: Morada: Manuel Emílio Mota de Almeida Delgado Castelo Branco 30 de Dezembro de 1971, Porto (Portugal) Portuguesa Faculdade de Economia do

Leia mais

UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO UNINOVE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ALCEU ANTONIOLI FILHO

UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO UNINOVE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ALCEU ANTONIOLI FILHO UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO UNINOVE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ALCEU ANTONIOLI FILHO UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DA APLICAÇÃO DO LEAN SERVICE EM EMPRESAS DO SETOR DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA

Leia mais

APLICAÇÃO DA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE

APLICAÇÃO DA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ISSN 1984-9354 APLICAÇÃO DA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE Danielle Meireles de Oliveira, Mariana Del Carlo Pereira (Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG)

Leia mais

Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos: Tendências da Indústria Automobilística Brasileira

Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos: Tendências da Indústria Automobilística Brasileira Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos: Tendências da Indústria Automobilística Brasileira Francisco Eduardo Barros Pires Introdução O conceito de gerenciamento da cadeia de suprimentos está baseado no

Leia mais

Modelo de Redução de Custos em TI. Marcelo Udo Diretor de Operações BlackBelts S.A. marcelo_udo@blackbelts.com.br

Modelo de Redução de Custos em TI. Marcelo Udo Diretor de Operações BlackBelts S.A. marcelo_udo@blackbelts.com.br Modelo de Redução de Custos em TI Marcelo Udo Diretor de Operações BlackBelts S.A. marcelo_udo@blackbelts.com.br NA VERDADE... A Empresa MAS ANTES, UM POUCO DE LEMBRANÇA...... O profissionais de TI eram/são

Leia mais

Logística Empresarial. Global Sourcing A Globalização e a Nova Visão da Logística Parte II. Aula 6. Conceitos Importantes.

Logística Empresarial. Global Sourcing A Globalização e a Nova Visão da Logística Parte II. Aula 6. Conceitos Importantes. Logística Empresarial Aula 6 Global Sourcing A Globalização e a Nova Visão da Logística Parte II Prof. Me. John Jackson Buettgen Contextualização Conceitos Importantes Fluxos logísticos É o movimento ou

Leia mais

Comparando as metodologias Lean Enterprise, Six Sigma e de Gestão da Qualidade

Comparando as metodologias Lean Enterprise, Six Sigma e de Gestão da Qualidade Página 1 de 6 NOTÍCIAS CARREIRAS & GESTÂO CURSOS & SEMINÁRIOS LIVROS DANÇA DAS CADEIRAS PESQUISAS COMPRAS ENTREVISTAS EM VÍDEO LAZER & TURISMO HOME Artigos Comparando as metodologias Lean Enterprise, Six

Leia mais

FMEA, PDCA, TQM, PPAP

FMEA, PDCA, TQM, PPAP Ementários Fundamentos do Pensamento Lean e Toyota Production System TPS 20 horas Introdução ao Pensamento Lean six Sigma e ao TPS Histórico Evolutivo do TPS Pilares do TPS Princípios Lean Fundamentos

Leia mais

APLICAÇÃO DA CONSTRUÇÃO ENXUTA (LEAN CONSTRUCTION) NA CONSTRUÇÃO CIVIL

APLICAÇÃO DA CONSTRUÇÃO ENXUTA (LEAN CONSTRUCTION) NA CONSTRUÇÃO CIVIL APLICAÇÃO DA CONSTRUÇÃO ENXUTA (LEAN CONSTRUCTION) NA CONSTRUÇÃO CIVIL Adriana Mansur Pereira (Unifran) adriana.mansur@unifran.edu.br Clarissa Fullin Barco (Unifran) cfbarco@hotmail.com Marcel Heimar Ribeiro

Leia mais

APLICAÇÃO DE CONCEITOS DA GESTÃO DE ESTOQUES PARA MELHORIA EM SISTEMA ERP APPLYING INVENTORY CONTROL CONCEPTS TO IMPROVE THE ERP SYSTEM

APLICAÇÃO DE CONCEITOS DA GESTÃO DE ESTOQUES PARA MELHORIA EM SISTEMA ERP APPLYING INVENTORY CONTROL CONCEPTS TO IMPROVE THE ERP SYSTEM APLICAÇÃO DE CONCEITOS DA GESTÃO DE ESTOQUES PARA MELHORIA EM SISTEMA ERP APPLYING INVENTORY CONTROL CONCEPTS TO IMPROVE THE ERP SYSTEM José Henrique Garrido de Lima 1 Ronaldo Ribeiro de Campos 2 Nas últimas

Leia mais

A ABORDAGEM UTILIZADA PELO GRUPO SIMUCAD: SIMULAÇÃO & CAD, NO DESENVOLVIMENTO DE INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS

A ABORDAGEM UTILIZADA PELO GRUPO SIMUCAD: SIMULAÇÃO & CAD, NO DESENVOLVIMENTO DE INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS A ABORDAGEM UTILIZADA PELO GRUPO SIMUCAD: SIMULAÇÃO & CAD, NO DESENVOLVIMENTO DE INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS Nilton Luiz Menegon menegon@power.ufscar.br Miguel Antonio Bueno da Costa mbcosta@power.ufscar.br

Leia mais

Autor(es) FELIPE DE CAMPOS MARTINS. Orientador(es) ALEXANDRE TADEU SIMON. Apoio Financeiro PIBITI/CNPQ. 1. Introdução

Autor(es) FELIPE DE CAMPOS MARTINS. Orientador(es) ALEXANDRE TADEU SIMON. Apoio Financeiro PIBITI/CNPQ. 1. Introdução 19 Congresso de Iniciação Científica GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: APRIMORAMENTO DA METODOLOGIA DE DIAGNOSTICO E PROPOSIÇÃO DE UM MÉTODO PARA IMPLANTAÇÃO BASEADO EM PROCESSOS DE NEGÓCIO Autor(es) FELIPE

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: NO NÍVEL OPERADORES UMA ABORDAGEM ERGONÔMICA DOS NOVOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: NO NÍVEL OPERADORES UMA ABORDAGEM ERGONÔMICA DOS NOVOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: NO NÍVEL OPERADORES UMA ABORDAGEM ERGONÔMICA DOS NOVOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO Maria Aparecida da Silva santos, mestranda -PGMEC Universidade federal do Paraná/ Setor de Tecnologia

Leia mais

POTENCIALIZANDO OS GANHOS COM LEAN SEIS SIGMA

POTENCIALIZANDO OS GANHOS COM LEAN SEIS SIGMA POTENCIALIZANDO OS GANHOS COM LEAN SEIS SIGMA Marco Siqueira Campos Diretor da Siqueira Campos Associados Estatístico - Eng. Qualidade Cert. ASQ 15 anos 15 anos 1 Quem somos 15 anos de atuação. Foco em

Leia mais

Teresa Maciel MSC, PhD Candidate. Docente UFRPE tmmaciel@gmail.com

Teresa Maciel MSC, PhD Candidate. Docente UFRPE tmmaciel@gmail.com Teresa Maciel MSC, PhD Candidate Docente UFRPE tmmaciel@gmail.com Sobre a instrutora... Doutoranda em Engenharia de Software (métodos ágeis), Mestre em Engenharia de Software (melhoria de processos de

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas ALMEIDA, S. O.; LOPES, T. C.; PEREIRA, R. de C. F. A produção científica em marketing de relacionamento no Brasil entre 1990 e 2004. In: Anais do Encontro de Marketing, 2.

Leia mais

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting Soluções personalizadas para acelerar o crescimento do seu negócio Estratégia Operacional Projeto e Otimização de Redes Processos de Integração Eficácia

Leia mais

DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO CONCEITO DE SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO CONCEITO DE SUPPLY CHAIN MANAGEMENT Artigo para a Revista Global Fevereiro de 2007 DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO CONCEITO DE SUPPLY CHAIN MANAGEMENT O conceito de Supply Chain Management (SCM), denominado Administração da Cadeia de Abastecimento

Leia mais

A GESTÃO DE RISCOS INSERIDA NO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

A GESTÃO DE RISCOS INSERIDA NO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE A GESTÃO DE RISCOS INSERIDA NO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Fernanda Cagnin (UNIMEP) fernandacagnin@gmail.com Maria Celia de Oliveira (UNIMEP) mceliamat@yahoo.com.br Maria Rita Pontes Assumpcao (UNIMEP)

Leia mais

ERP. Agenda ERP. Enterprise Resource Planning. Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números

ERP. Agenda ERP. Enterprise Resource Planning. Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números ERP Enterprise Resource Planning 1 Agenda Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números ERP Com o avanço da TI as empresas passaram a utilizar sistemas computacionais

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO ENXUTA APLICADOS EM UMA ESTAMPARIA

O DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO ENXUTA APLICADOS EM UMA ESTAMPARIA O DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO ENXUTA APLICADOS EM UMA ESTAMPARIA Alexandro Gilberto Silva 1 Eduardo Gonçalves Magnani 2 Sabrina G. Cabral 3 RESUMO: Neste trabalho é feito uma análise da diferença

Leia mais

APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS DA PRODUÇÃO ENXUTA NA GESTÃO DE PROJETOS DE EAD

APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS DA PRODUÇÃO ENXUTA NA GESTÃO DE PROJETOS DE EAD APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS DA PRODUÇÃO ENXUTA NA GESTÃO DE PROJETOS DE EAD MAIO / 2010 Rogério Cardoso 1 UNIMEP prof.rogeriocardoso@gmail.com E - Gerenciamento e Logística 3 - Educação Universitária A -

Leia mais

Capacitação em Gestão da Cadeia de Suprimentos

Capacitação em Gestão da Cadeia de Suprimentos Capacitação em Gestão da Cadeia de Suprimentos Carta da Direção A história do IBMEC SÃO PAULO mostra que sua trajetória de crescimento e aperfeiçoamento, dentro de sua missão de ser um centro de excelência

Leia mais

15/09/2011. Historico / Conceito. Lean Production é um programa corporativo ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO II. Evolucao do Conceito LEAN THINKING

15/09/2011. Historico / Conceito. Lean Production é um programa corporativo ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO II. Evolucao do Conceito LEAN THINKING Historico / Conceito Lean : década de 80 James Womack (MIT) Projeto de pesquisa: fabricantes de motores automotivos; ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO II Lean Production é um programa corporativo composto por

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO/ UFPE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO/ DCA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO/ PROPAD

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO/ UFPE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO/ DCA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO/ PROPAD UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO/ UFPE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO/ DCA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO/ PROPAD PLANO DE ENSINO DO DOCENTE PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO INDICADOR DE EFICÁCIA GLOBAL DE EQUIPAMENTOS (OEE) NA GESTÃO DE MELHORIA CONTÍNUA DO SISTEMA DE MANUFATURA - UM ESTUDO DE CASO

UTILIZAÇÃO DO INDICADOR DE EFICÁCIA GLOBAL DE EQUIPAMENTOS (OEE) NA GESTÃO DE MELHORIA CONTÍNUA DO SISTEMA DE MANUFATURA - UM ESTUDO DE CASO ! "#$ " %'&)(*&)+,.- /10.2*&4365879&4/1:.+58;.2*=?5.@A2*3B;.- C)D 5.,.5FE)5.G.+ &4- (IHJ&?,.+ /?=)5.KA:.+5MLN&OHJ5F&4E)2*EOHJ&)(IHJ/)G.- D - ;./);.& UTILIZAÇÃO DO INDICADOR DE EFICÁCIA GLOBAL DE EQUIPAMENTOS

Leia mais

Entrevista Lean Six Sigma com David Vicentin (para compor reportagem da Revista Banas Qualidade julho/2010)

Entrevista Lean Six Sigma com David Vicentin (para compor reportagem da Revista Banas Qualidade julho/2010) Entrevista Lean Six Sigma com David Vicentin (para compor reportagem da Revista Banas Qualidade julho/2010) 1) Fale a respeito de sua formação profissional e atuação. Sou engenheiro de produção pela Escola

Leia mais

Política editorial e processo de avaliação de artigos

Política editorial e processo de avaliação de artigos Foco e Escopo Política editorial e processo de avaliação de artigos A Revista Iberoamericana de Engenharia com o nome em inglês de Iberoamerican Journal of Engineering, na qual dá origem a sua sigla, IJIE,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS 1º SEMESTRE

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS 1º SEMESTRE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS 1º SEMESTRE DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO Ementa: Identificar os elementos básicos das organizações: recursos, objetivos e decisões. Desenvolver

Leia mais

QUALIDADE E GESTÃO OS DESAFIOS DAS EMPRESAS NA BUSCA PELA EXCELÊNCIA. Dr. Marcos A. F. Borges (marcosborges@auctus.com.br) Marcos A. F.

QUALIDADE E GESTÃO OS DESAFIOS DAS EMPRESAS NA BUSCA PELA EXCELÊNCIA. Dr. Marcos A. F. Borges (marcosborges@auctus.com.br) Marcos A. F. QUALIDADE E GESTÃO OS DESAFIOS DAS EMPRESAS NA BUSCA PELA EXCELÊNCIA Dr. Marcos A. F. Borges (marcosborges@auctus.com.br) 1 07/06/2010 Amparo Marcos A. F. Borges Engenheiro, Mestre e Doutor UNICAMP Jogos

Leia mais

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA Habilidades Computacionais 32 h/a Oferece ao administrador uma visão sobre as potencialidades da tecnologia

Leia mais

CURRICULUM VITÆ. June 2007 Present: Assistant Professor, Faculdade de Economia da Universidade do Porto.

CURRICULUM VITÆ. June 2007 Present: Assistant Professor, Faculdade de Economia da Universidade do Porto. CURRICULUM VITÆ PERSONAL DATA Full name: Birth: Nationality: Address: Manuel Emílio Mota de Almeida Delgado Castelo Branco 30 December 1971, Porto (Portugal) Portuguese Faculdade de Economia da Universidade

Leia mais

Utilização de ferramentas de colaboração para Gestão do Conhecimento

Utilização de ferramentas de colaboração para Gestão do Conhecimento Utilização de ferramentas de colaboração para Gestão do Conhecimento Carlos Roberto de Souza Tavares 1 Carlos Mário Dal Col Zeve 2 RESUMO Um dos maiores problemas que as empresas atuais enfrentam refere-se

Leia mais

Gestão da Cadeia de Suprimentos: uma análise comparada da adoção dos princípios do Pensamento Enxuto

Gestão da Cadeia de Suprimentos: uma análise comparada da adoção dos princípios do Pensamento Enxuto Gestão da Cadeia de Suprimentos: uma análise comparada da adoção dos princípios do Pensamento Enxuto Arcione Ferreira Viagi, Universidade de Taubaté; Brasil, afviagi@gmail.com João Alves Murta, Instituto

Leia mais

Logística e Distribuição: Definições e Evolução da Logística em um Contexto Global

Logística e Distribuição: Definições e Evolução da Logística em um Contexto Global Logística e Distribuição: Definições e Evolução da Logística em um Contexto Global Neófita Maria de Oliveira (UERN) neofita_maria@yahoo.com.br Athenágoras José de Oliveira (UERN) mara_suy@hotmail.com Mara

Leia mais

MAPEAMENTO DE PROCESSOS: TEORIA E CASO ILUSTRATIVO

MAPEAMENTO DE PROCESSOS: TEORIA E CASO ILUSTRATIVO MAPEAMENTO DE PROCESSOS: TEORIA E CASO ILUSTRATIVO Aluna: Ana Luisa Alves Teixeira Orientador: Luiz Felipe R. R. Scavarda do Carmo Departamento de Engenharia Industrial Palavras Chaves: Processos, SIPOC,

Leia mais

Pesquisa Prazer em Trabalhar 2015

Pesquisa Prazer em Trabalhar 2015 Pesquisa Prazer em Trabalhar 2015 As 15 Melhores Práticas em Gestão de Pessoas no Pará VIII Edição 1 Pesquisa Prazer em Trabalhar Ano VI Parceria Gestor Consultoria e Caderno Negócios Diário do Pará A

Leia mais

FIGURA 1: Capacidade de processos e maturidade Fonte: McCormack et al., 2003, 47p. Maturidade SCM Foco SCM. Inter-organizacional. Alta.

FIGURA 1: Capacidade de processos e maturidade Fonte: McCormack et al., 2003, 47p. Maturidade SCM Foco SCM. Inter-organizacional. Alta. Pesquisa IMAM/CEPEAD descreve os níveis de maturidade dos logísticos de empresas associadas Marcos Paulo Valadares de Oliveira e Dr. Marcelo Bronzo Ladeira O Grupo IMAM, em conjunto com o Centro de Pós-Graduação

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura

Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura Juliano Hammes (FAHOR) jh000697@fahor.com.br Gustavo Gerlach (FAHOR) gg000675@fahor.com.br Édio Polacinski (FAHOR) edio.pk@gmail.com.br Resumo

Leia mais

Introdução e Planejamento Cap. 1

Introdução e Planejamento Cap. 1 BALLOU, Ronald H. Gerenciamenrto da Cadeia de Suprimentos / Logística Empresarial. 5ª ed. Porto Alegre: Bookman. 2006 Introdução e Planejamento Cap. 1 Prof. Luciel Henrique de Oliveira luciel@fae.br L

Leia mais

Kanban em um projeto de desenvolvimento de software numa organização CMMI 3

Kanban em um projeto de desenvolvimento de software numa organização CMMI 3 Instituto de Inovação com TIC Kanban em um projeto de desenvolvimento de software numa organização CMMI 3 Andrea Pinto Felipe Furtado C.E.S.A.R - Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife Centro

Leia mais

A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE MANUFATURA ENXUTA EM UM PROCESSO PRODUTIVO: Um Estudo de Caso em uma Indústria Eletromecânico

A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE MANUFATURA ENXUTA EM UM PROCESSO PRODUTIVO: Um Estudo de Caso em uma Indústria Eletromecânico A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE MANUFATURA ENXUTA EM UM PROCESSO PRODUTIVO: Um Estudo de Caso em uma Indústria Eletromecânico Pedro Augusto da Cunha Prof. Dani Marcelo Nonato Marques Tecnologia em Produção

Leia mais

Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Profa.:Lillian Alvares

Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Profa.:Lillian Alvares Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Profa.:Lillian Alvares Comunidades de Prática Grupos informais e interdisciplinares de pessoas unidas em torno de um interesse

Leia mais

5 Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos

5 Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos 5 Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos 5.1 Conceitos e definições do supply chain management O conceito ou definição do SCM é algo recente na literatura especializada, datado mais precisamente da metade

Leia mais

Excelência Operacional

Excelência Operacional Excelência Operacional Inter-relação entre Lean Manufacturing e TPM ( Total Productive Management) Paulo Yida - Diretor Solving Efeso America do Sul Renato Cosloski Iamondi Consultor Senior Solving Efeso

Leia mais

ESTUDO DO SETOR DE SUPRIMENTOS DE UMA CONSTRUTORA COM ABORDAGEM NO LEAN OFFICE

ESTUDO DO SETOR DE SUPRIMENTOS DE UMA CONSTRUTORA COM ABORDAGEM NO LEAN OFFICE ESTUDO DO SETOR DE SUPRIMENTOS DE UMA CONSTRUTORA COM ABORDAGEM NO LEAN OFFICE ROSSITI, Ivan Sanchez Malo (1); SERRA, Sheyla Mara Baptista (2) (1) Universidade Federal de São Carlos, telefone: (15) 991032605,

Leia mais

Uma nova forma de pensar a gestão de capital humano Fevereiro 2014

Uma nova forma de pensar a gestão de capital humano Fevereiro 2014 10Minutos Gestão de pessoas HR Analytics Uma nova forma de pensar a gestão de capital humano Fevereiro 2014 Destaques Menos de 30% dos CEOs recebem relatórios completos e confiáveis sobre sua força de

Leia mais

LEAN SUPPLY CHAIN. UM ESTUDO SOBRE O PENSAMENTO ENXUTO APLICADO AO GERENCIAMENTO DE UMA CADEIA DE SUPRIMENTOS

LEAN SUPPLY CHAIN. UM ESTUDO SOBRE O PENSAMENTO ENXUTO APLICADO AO GERENCIAMENTO DE UMA CADEIA DE SUPRIMENTOS LEAN SUPPLY CHAIN. UM ESTUDO SOBRE O PENSAMENTO ENXUTO APLICADO AO GERENCIAMENTO DE UMA CADEIA DE SUPRIMENTOS João Augusto Machado de Lima (UFSC) joao_augustol@yahoo.com.br Luis Felipe Toccheto de Castro

Leia mais

9º Congresso de Pós-Graduação UMA REVISÃO NA LITERATURA SOBRE ERP NO BRASIL VERSUS PUBLICAÇÕES INTERNACIONAIS

9º Congresso de Pós-Graduação UMA REVISÃO NA LITERATURA SOBRE ERP NO BRASIL VERSUS PUBLICAÇÕES INTERNACIONAIS 9º Congresso de Pós-Graduação UMA REVISÃO NA LITERATURA SOBRE ERP NO BRASIL VERSUS PUBLICAÇÕES INTERNACIONAIS Autor(es) GIOVANNI BECCARI GEMENTE Orientador(es) FERNANDO CELSO DE CAMPOS 1. Introdução No

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO APLICADOS NO PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO APLICADOS NO PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO APLICADOS NO PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO ENTERPRISE RESOURCE PLANNING APPLIED IN THE MANUFACTURING PLANNING AND CONTROL José Eduardo Freire 1 Ruchele Marchiori Coan

Leia mais

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Gilberto Zorello (USP) gilberto.zorello@poli.usp.br Resumo Este artigo apresenta o Modelo de Alinhamento Estratégico

Leia mais

O meio ambiente e o planejamento estratégico

O meio ambiente e o planejamento estratégico O meio ambiente e o planejamento estratégico Roberto Sanches Garcia, Prof.Dr.Alfredo Colenci Junior Mestrado em Tecnologia: Gestão, Desenvolvimento e Formação. CEETEPS - São Paulo SP Brasil roberto.sanches4@terra.com.br;

Leia mais

Análise do mapeamento aplicado no lean manufacturing em uma empresa fabricante de produtos veterinários: estudo de caso

Análise do mapeamento aplicado no lean manufacturing em uma empresa fabricante de produtos veterinários: estudo de caso Análise do mapeamento aplicado no lean manufacturing em uma empresa fabricante de produtos veterinários: estudo de caso João Carlos Rabelo Filho Graduando em Tecnologia em Gestão Empresarial/Processos

Leia mais

MELHORIA DE PRODUTIVIDADE NO SETOR DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DE UMA PRODUTORA DE SOFTWARE ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN OFFICE

MELHORIA DE PRODUTIVIDADE NO SETOR DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DE UMA PRODUTORA DE SOFTWARE ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN OFFICE MELHORIA DE PRODUTIVIDADE NO SETOR DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DE UMA PRODUTORA DE SOFTWARE ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DA METODOLOGIA LEAN OFFICE Thiago Oliveira de Barros (UniSEB ) thioliveira.barros@gmail.com

Leia mais

INTRODUÇÃO E CAPÍTULO 1 (parcial) CARPINETTI, L.C.R., MIGUEL, P.A.C., GEROLAMO, M.C., Gestão da Qualidade: ISO 9001:2000, São Paulo, Atlas, 2009.

INTRODUÇÃO E CAPÍTULO 1 (parcial) CARPINETTI, L.C.R., MIGUEL, P.A.C., GEROLAMO, M.C., Gestão da Qualidade: ISO 9001:2000, São Paulo, Atlas, 2009. INTRODUÇÃO E CAPÍTULO 1 (parcial) CARPINETTI, L.C.R., MIGUEL, P.A.C., GEROLAMO, M.C., Gestão da Qualidade: ISO 9001:2000, São Paulo, Atlas, 2009. Introdução Segundo as informações disponíveis no site do

Leia mais