Teste de Longa Duração e Desenvolvimento da Produção de Waimea, no Bloco BM-C-41, Bacia de Campos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Teste de Longa Duração e Desenvolvimento da Produção de Waimea, no Bloco BM-C-41, Bacia de Campos"

Transcrição

1 11. BIBLIOGRAFIA CARACTERIZAÇÃO DA ATIVIDADE GARBADO, I.T Caracterização Química e Toxicológica da Água Produzida Descartada em Plataformas de Óleo e Gás na Costa Brasileira e Seu Comportamento Dispersivo no Mar. Tese de doutorado, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 235p. SOUZA, D.M.B.P Análise dos Métodos de Lançamento de Dutos Rígidos para Diferentes Profundidades. Trabalho final de graduação, Departamento de Engenharia Naval e Oceânica Escola Politécnica / UFRJ. THOMAS, J. E. org. Fundamentos de Engenharia de Petróleo. Thomas, J.E. (orgs.) Ed. Interciência. PETROBRAS / Rio de Janeiro, DIAGNÓSTICO AMBIENTAL Legislação ABAS Associação Brasileira de Águas Subterrâneas. Disponível em: legislação> Acesso em AGÊNCIA BRASIL. Lei de crimes ambientais fica mais rígida. Disponível em: Acesso em AMBIENTE BRASIL Legislação Ambiental. Disponível em: Acesso em ANA Agência Nacional de Águas. Disponível em: Acesso em BELTRÃO, Antonio F. G. O novo disciplinamento das infrações ambientais Decreto nº 6.514/08. Disponível em: < Acesso em Pág. 1/44

2 CNRH - Conselho Nacional de Recursos Hidricos. Disponível em: <www.cnrh.gov.br.> Acesso em Constituição da República Federativa do Brasil. Vade Mecum - Editora Saraiva. 3ª Edição Governo do Estado do Rio De Janeiro <www.rj.gov.br/> - Acesso em Governo do Estado do Espírito Santo <www.portaldosmunicipios.es.gov.br.> Acesso em IBAMA Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. <www.ibama.gov.br/> - acesso em INEA INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE. <www.inea.org.gov.br.> Acesso em LEIS AMBIENTAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Disponível em: <http://www.lei.adv.br/estadual01.htm> Acesso em PORTAL INTERLEGIS - <www.interlegis.gov.br/> - acesso em RODRIGUES, Silvio. "in" Direito Civil Responsabilidade Civil Editora Saraiva 15ª Edição. p. 11/12. CAVALIERI FILHO, Sergio. Programa de Responsabilidade Civil Editora Malheiros 3ª Edição. p. 164/ Meio Físico AGÊNCIA NACIONAL DE PETRÓLEO, GÁS E BIOCOMBUSTÍVEIS. Disponível em: <http://www.anp.gov.br/petro/rodadas_de_licitacoes.asp>. Acesso em: 29 de Junho de ALMEIDA, F.F.M. de. The system of continental rifts bordering the Santos Basin. An. Acad. Bras. Ciências, n. 48, p , Suplemento. ALMEIDA, F.F.M.; CARNEIRO, C.D.R.; MIZUSAKI, A.M.P. Correlação do magmatismo das bacias da margem continental brasileira com o das áreas emersas adjacentes. Rev. Bras. Geociências, v. 26, n 3, p Pág. 2/44

3 ALMEIDA, F.F.M.; HASUI, Y.; BRITO NEVES, B. B. The Upper Precambrian of South America. Boletim. Instituto de Geociências US, São Paulo, v. 7, p , ALMEIDA. F.F.M. Origem e evolução da plataforma brasileira. DNPM/DGM. (BoU41), Rio de Janeiro, ALVES, E.C. et al. Estudo da sedimentação quaternária na região entre Rio Doce e Cabo Frio. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, 31., 1980, Santa Catarina. Anais do XXXI Congresso Brasileiro de Geologia, Santa Catarina, 1980, v. 1, p ANP Agência Nacional do Petróleo. Anuário Estatístico da Produção Nacional de Petróleo e Gás Natural no ano de Disponível em: <http://www.anp.gov.br/conheca/anuario_2006.asp#secao_2>. Acesso em: ago ASA (Applied Science Association). Modelagem do Transporte e dispersão de óleo no mar para a Área Geográfica da Bacia de Campos, ASMUS, H.E.; PONTE, F.C. The Brazilian Marginal Basins. In: NAIRN, A.E.M.; STEHLI, F.G. (Org.). The Ocean Basins and Margins. The South Atlantic., Plenum Press, Nova York, v. 1, p , ASMUS H.E. & FERRARI A. L. Hipótese sobre a causa do tectonismo cenozóico na região sul do Brasil. In: PETROBRAS. Aspectos estruturais da margem continental leste e sudeste do Brasil. Rio de Janeiro, p (Série Projeto REMAC, 4) BEISL, C.H., MIRANDA, F.P. & SILVA, C.L Combined Use Of Radarsat-1 And AVHRR Data For The Identification Of Mesoscale Oceanic Features In The Campos Basin, Brazil. Anais X SBSR, Foz do Iguaçu, abril 2001, INPE, p , Sessão Técnica Oral. BLAIR e FITE, Meteorologia. Centro de publicações técnicas da Aliança para o Progresso, USAID, Rio de Janeiro. BACOCCOLI, G., MORALES, R.G., CAMPOS, O.A.J. The Namorado Oil Field: A Major Oil Discovery in the Campos Basin, Brazil. The American Association of Petroleum Geologists Bulletin, BREHME, I. Vales Submarinos entre o Banco de Abrolhos e Cabo Frio p. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Pág. 3/44

4 CADDAH, L.F.G; ALVES, D.B.; MIZUSAKI, A.M.P. Turbidites associated with bentonites in the Upper Cretaceous of the Campos Basin, offshore Brazil. Sedimentary Geology CAINELLI, C., MOHRIAK, W.U.. Geology of Atlantic Eastern Brazilian basins. In: AAPG, International Conference & Exhibition Short Course Brazilian Geology Part II, Rio de Janeiro CALADO, L. Dinâmica da formação dos meandros e vórtices da Corrente do Brasil ao largo do Sudeste Brasileiro p. Dissertação (Mestrado)- Instituto Oceanográfico, Universidade de São Paulo, São Paulo, CAMPOS, E.J.D Estudos da circulação oceânica no Atlântico tropical e região oeste do Atlântico Subtropical Sul. Tese de livre docência. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 114p. CASTRO, B. M.; MIRANDA, L. B. de. Physical oceanography of the western Atlantic Continental Shelf located between 4 N and 34 S. In: The Sea., Robinson, A. R. and Brink, K.H.; John Wiley ; S. (Ed.), v. 11, p: , COADS - The International Comprehensive Ocean-Atmosphere Data Set Project. Disponível em <http://www.ncdc.noaa.gov/oa/climate/coads/> Acesso em: ago CPRM/ EMBRAPA/ DRM-RJ/ MME/ GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Projeto Rio de Janeiro Geologia, Hidrogeologia, Geomorfologia, Uso e Cobertura do Solo, Geoquímica, Estudos de Chuvas Intensas e Diagnóstico Geoambiental, DA SILVA, A. S., Efeitos da morfologia continental sobre a distribuição dos ventos locais no litoral entre o Cabo de São Tomé e a Baía de Guanabara; Tese, Dep. de Eng. Oceânica/Coppe, UFRJ. DE SCHWARZKOPF, M. L. A. Tornados y tormentas severas. Boletín Estudios de los tornados en la Republica Argentina, Universidad de Buenos Aires, Buenos Aires, v 1, n. 0, DEMERCIAN, L. S., SZATMARI, P., COBBOLD, P. R. Style and pattern of salt diapirs due to thin-skinned gravitational gliding, Campos and Santos basin, Offshore Brazil. Tectonophysics, v. 228, p , Pág. 4/44

5 DEPARTAMENTO NACIONAL de METEOROLOGIA, Normais climatológicas Dep. Nac de Meteorologia Rio de Janeiro. DEPARTAMENTO NACIONAL de METEOROLOGIA, Normais climatológicas Dep. Nac. de Meteorologia., Brasília. DEPARTAMENTO DE RECURSOS MINERAIS Disponível em: < Acesso em: ago DIAS, J.L. et al. Aspectos da evolução tectono-sedimentar e a ocorrência de hidrocarbonetos na Bacia de Campos. In: Origem e Evolução das Bacias Sedimentares, Raja Gabaglia, G.P. e Milani, E.J. (Coord.), 2a ed Rio de Janeiro, DUVAL, B., CRAMEZ, C., JACKSON, M.P.A. Raft tectonics in the Kwanza Basin, Angola. Marine and Petroleum Geology, 9: EDMON NIMMERr, Clima, In Geografia do Brasil Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Rio de Janeiro. ESTEVES, F.R., SPADINI, A.R.; SAITO, M. A Sedimentação Albo-Turoniana (Formação Macaé) da Bacia de Campos. In: SIMPÓSIO DE GEOLOGIA Do RJ-ES, 1, 1987, p ESTEVES, M.G.P. Movimentos de Massa: um Estudo integrado de dados geológicos, geofísicos, geotécnicos e oceanográficos Dissertação (Mestrado). PGGM, Departamento de Geologia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, FEMAR Fundação de Estudos do Mar. Disponível em: <http://www.fundacaofemar.org.br/> Acessado em: ago/2009. FIGUEIREDO, A.M.F., MOHRIAK, W.U. A Tectônica Salífera e as Acumulações de Petróleo da Bacia de Campos. In: SBG, Congresso Brasileiro de Geologia, 33, Anais, Rio de Janeiro, FIGUEIREDO Jr, A. G., BLEIL, U., ESTEVES, M. G. P., AYRES, A. e RAMOS Jr, J. M. Results on hydrosweep and parasound survey off Cabo Frio, Rio de Janeiro. Anais do III Congresso Internacional da Sociedade Brasileira de Geofísica, p Pág. 5/44

6 FIGUEIREDO JR., A. G. & MADUREIRA, L. S. P., Topografia, composição, refletividade do substrato marinho e identificação de províncias sedimentares na região Sudeste-Sul do Brasil. São Paulo: Instituto Oceanográfico. Séria documentos Revizee: Score Sul. 64pp. FUJITA, T.T., Tornadoes Around the World. Weatherwise, v. 26, n 2, April FUNDESPA. Programa de monitoramento ambiental oceânico da Bacia de Campos, RJ Relatório Final. v. 1, 331p., GARFIELD III, N. The Brazil Current at Subtropical Latitudes. Ph.D. Thesis, University of Rhode Island, 121p., GIUSTINA, I. D. D. Sedimentação Carbonática de Algas Vermelhas Coralináceas da Plataforma da Bacia de Campos: Um Modelo Carbonático Análogo para o Terciário. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Dissertação de Mestrado em Geociências, 134p GONZALEZ-RODRIGUEZ, E. La Ressurgencia de Cabo Frio (Brasil): Fertilitée, Facteurs Nutritionnels Limitant et Biomassa Algale; Essai d Amélioration. Tese de Doutorado, Universidade de Marseille, 112 pp GORINI, M.A. et al. Lineamentos diapíricos e progradações sedimentares no platô de São Paulo: evidências geomorfológicas de migração de sal. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE GEOFÍSICA, 6., 1999, Rio de Janeiro. Anais do Congresso de Geofísica, Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Geofísica, GUARDADO, L.R.; GAMBOA, L.A.P.; LUCCHESI, E.C.F. Petroleum Geology of the Campos Basin, Brazil, a model for a producing Atlantic type basin. In: Edwards, J.D.; Santogrissi, P.A. Divergent/Passive Margin Basins.Tulsa, AAPG. Memoir 48, p. 3-79, HABTEC. Diagnóstico Ambiental da Dragagem de Manutenção da Baía e Canal Portuário de Vitória. 71p., HARARI, J. Plano de ação para monitoramento ambiental oceânico da Bacia de Campos (massas d'água - campanha de inverno/92). São Paulo: Fundespa / IOUSP - Relatório Técnico Pág. 6/44

7 HEILBRON, M. et al. From collision to extension: the roots of the southeastern continental margin of Brazil. In: MOHRIAK W.; MTALWANI (Ed.). Atlantic rifts and continental margins. American Geophysical Union, Geophysical Monography, 115, p. 1-31, HEILBRON, M. O segmento central da faixa Ribeira: síntese geológica e ensaio de evolução geotectônica. 110 p., 1995b. Tese (Livre Docência), Departamento de Geologia/Geofísica, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, p. 1995b. HYCOM - Hybrid Coordinate Ocean Model Disponível em : thredds/dodsc/glb_analysis.html. I-COADS International Comprehensive Ocean-Atmosphere Data Set. Disponível em: Acessado em: 18/06/2010 às 10:00. INMET - Instituto Nacional de Meteorologia. Disponível em: <http://www.inmet.gov.br/ >. Acesso em: ago Instituto Baleia Jubarte, Levantamentos aéreos. Disponível em: <www.baleiajubarte.com.br/ baleiajubartev02/portugues/linha/linha.aspx>, visitado em 04/03/08, 23:00. KALNAY, E. KANAMITSU, M. KISTLER, R. COLLINS, W. DEAVEN, D. GANDIN, L. IREDELL, M. SAHA, S. WHITE, G. WOOLLEN, J. Y. ZHU, M. CHELLIAH, W. EBISUZAKI, W.HIGGINS, J. JANOWIAK, K. C. MO, C. ROPELEWSKI, J. WANG, A. LEETMAA, R. REYNOLDS, JENNE R. E JOSEPH D. (1996). "The NCEP/NCAR 40-Year Reanalysis Project". Bulletin of the American Meteorological Society 77 (3): KISTLER, R., KALNAY, E, COLLINS, W., et al., The NCEP-NCAR 50-Year Reanalysis: Montly Means CD-Rom and Documentation. Bulletin of the American Meteorological Society, v. 82, pp , KJERFVE, B. et al. Oceanographic Characteristics of an Impacted Coastal Bay: Baía de Guanabara, Rio de Janeiro, Brazil. Continental Shelf Research. 17(13) KOUTSOUKOS, E.A.M. A área noroeste da Bacia de Campos, Brasil, do Mesocretáceo ao Neocretáceo: evolução paleoambiental e paleogeográfíca pelo estudo de foraminíferos. Rev. Bras. Geociências, v. 17, n. 2, p , Pág. 7/44

8 KOWSMAN, R. O.; COSTA, M. P. A. Sedimentação Quaternária da Margem Continental Brasileira e das Áreas Oceânicas Adjacentes. (Série Projeto Remac nº 8). PETROBRAS DNPM CPRM. Rio de Janeiro, 55 p., LIMA, J.A.M. Oceanic circulation on the brazilian shelf break and continental slope at 22o S. 164 p., Dissertação (Mestrado). The University of New South Wales, LEVITUS. World Ocean Atlas Disponível em: <http://ingrid.ldeo.columbia.edu/ SOURCES/.LEVITUS94/> Acesso em: ago MAHIQUES, M.M. et al. Sedimentation on the outer shelf-upper slope of the northernmost part of the São Paulo Bight, southeastern Brazil. Marine Biology, n. 181, p , MARTIN, L. et al. Geologia do Quaternário Costeiro do litoral norte do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. CPRM-FAPESP, Belo Horizonte, 104 p MEISLING, K.E., COBBOLD, P.R & MOUNT, V.S., Segmentation of na obliquely rifted margin, Campos and Santos basins, southeastern Brazil. AAPG Bulletin, v.85, no.11, p MELO FILHO, E. Considerações sobre ondas na Bacia de Santos. In: Diagnóstico Ambiental Oceânico e Costeiro das regiões sul e sudeste do Brasil, v. 3, p 43-53, MELO, E. ; GONZÁLES, J.A., Proceedings of the 4th International Conference on Coastal and Port Engineering in Developing Countries COPEDEC IV, Rio de Janeiro, MIRANDA, L.B. de & CASTRO FILHO, B.M Condições do movimento geostrófico das águas adjacentes a Cabo Frio (RJ). Bolm. Inst. Oceanogr., São Paulo, 28(2): MILANI, E. J.; BRANDÃO, J. A. S. L.; ZALÁN, P. V. & GAMBOA, L. A. P. Petróleo na Margem Continental Brasileira: Geologia, Exploração, Resultados e Perspectivas. Brazilian Journal of Geophysics, 18(3), MIZUSAKI, A. M. P. Rochas ígneas básicas do Neocomiano da Bacia de Campos: características e comportamento como reservatório de hidrocarbonetos. 104 p., Tese. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Pág. 8/44

9 MOHRIAK, W.U. et al Salt tectonics and structural styles in the deep-water province of the Cabo Frio region, Rio de Janeiro, Brazil, in: JACKSON, M.P.A, ROBERTS D.G.; SNELSON, S. (Ed.) Salt tectonics: a global perspective. AAPG Memoir 65, p , MOHRIAK, W.U. The tectonic evolution of the Campos Basin, offshore Brazil. 381 p., PhD thesis, University of Oxford, Inglaterra, MOREIRA, J.R.G.B. Correntes na plataforma externa e talude ao largo de Santos: observações no verão p., Dissertação (Mestrado), Instituto Oceanográfico, MUEHE, D. O litoral brasileiro e sua compartimentação. In: Geomorfologia do Brasil, CUNHA, S.B. da; GUERRA, A.J.T. (Org.). Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998, p NIMER, E. Clima.In Geografia do Brasil. Fundação: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Rio de Janeiro, NOAA/NCDC. The Global Daily Climatology Netword (GDCN). Version 1.0, CD-ROM. OLIVEIRA, A.S. Interações entre sistemas frontais na América do Sul e a Convecção da Amazônia. INPE-4008-TDL/239. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, 115 p., PAVIGLIONE, A.M.; MIRANDA, L.B. Nota sobre a variação sazonal de circulação geostrófica na borda da plataforma continental: Cabo de São Tomé (RJ) e Baía de Guanabara (RJ). Bolm. Inst. Oceanogr., Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 33 n. 1, p , PELLIZZON, M. M. Caracterização das Unidades Sísmicas, Processos Sedimentares e Idade do Cânion Almirante Câmara, Bacia de Campos. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal Fluminense. Niterói, R.J PESAGRO - Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://www.pesagro.rj.gov.br/>. Acesso em: ago PETROBRAS. Disponível em: <http://www2.petrobras.com.br/petrobras/portugues/plataforma/pla _bacia_campos.htm>. Acesso em: 29 de Junho de PETROBRAS/HABTEC. Estudo de Impacto Ambiental da Atividade de Produção e Escoamento de Óleo e Gás, Campo de Marlim Leste, Bacia de Campos. 1401p Pág. 9/44

10 PETROBRAS/HABTEC. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) da Atividade de Perfuração na Área Geográfica da Bacia de Campos RABINOWITZ, P; LABRECQUE, J. The Mesozoic south Atlantic Ocean and evolution of its continental margins. Journal of Geophysical Research 84(B1), RANGEL, H.D., SANTOS, P.R., QUINTÃES, C.M.S.P. Roncador Field, a New Giant in Campos Basin, Brazil. Offshore Technology Conference, OTC 8876, Houston REDUC/DTSE. Relatório Final Consórcio de Universidades, REID, J. L. On the total geostrophic circulation of the South Atlantic Ocean: flows, patterns, tracers and transports. Prog. Oceanogr., n. 23, p , REVIZEE. Proposta Regional de Trabalho - Score Central. MMA/FEMAR/SECIRM RICCOMINI, C., SANTANA, L.G.; FERRARI, A.L. Evolução Geológica do Rifte Sudeste do Brasil. In: MANTESSO NETO,V.; BARTORELLI, A.; CARNEIRO, C.D.R. e BRITO-NEVES, B.B.(eds). Geologia do Continente Sul Americano: Evolução da obra de Fernando Flávio Marques de Almeida, Ed. Becca ROCHA, C.F.D., Biogeografia de Répteis de Restingas: Distribuição, Ocorrência e Endemismos., in Ecologia de restingas e Lagoas Costeiras. NUPEM/UFRJ, Rio de Janeiro, p , SALLES, F.J.P.; BENTES, F.C.M.; SANTOS, J.A. Catálogo de estações maregráficas brasileiras (Org.). FEMAR, Rio de Janeiro, 281 p., SCHMID, C.H.; SCHAEFER, E.; ZENK, W. The Vitoria Eddy and its relation to the Brazil Current. Journal of Physical Oceanography, n. 25, p , SEIXAS, A.B. Clima de ondas na Bacia de Campos: análise dos dados e proposta de parametrização. 143 p., Dissertação (Mestrado). Instituto Oceanográfico, Universidade de São Paulo, São Paulo, SICHEL, S.E. et al. Geocronologia dos maciços alcalinos de Itatiaia, Tanguá, Rio Bonito, Morro de São João e Ilha de Cabo Frio (RJ) e a natureza do lineamento alcalino de Cabo Frio. In: SIMPÓSIO DE GEOLOGIA DO SUDESTE, 5., 1997, Penedo. Ata do Simpósio de Geologia Penedo, 1997, p Pág. 10/44

11 SIEDLER, G. et al. The zonal WOCE sections in the South Atlantic. In: The South Atlantic: Present and Past Circulation. Springer, p , SIGNORINI, S.R. Contribuição ao estudo da circulação e do transporte de volume da corrente do Brasil entre o Cabo São Tomé e a Baía de Guanabara. Bolm. Inst. Oceanogr. São Paulo. v. 25, p , SIGNORINI, S.R On the circulation and the volume transport of the Brazil Current between the Cape of São Tomé and Guanabara Bay. Deep-Sea Res.,25: SILVA, B.A. Análise de estabilidade de taludes ao longo da rota de um duto submarino na Bacia de Campos, RJ. Dissertação de Mestrado. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro SILVEIRA, I.C.A.; SCHMIDT, A.C.K.; CAMPOS, E.J.D.; GODOI, S.S. & IKEDA, Y. Corrente do Brasil ao largo da Costa Leste Brasileira, Rev. Bras. Oceanografia, v. 48, n. 2, p (C11), SILVEIRA, I.C.A. O Sistema Corrente do Brasil na Bacia de Campos, RJ. Tese de Livre Docência, Instituto Oceanográfico, USP SOUZA CRUZ, C.E. Estratigrafia e Sedimentação de Águas Profundas do Neogeno da Bacia de Campos, Estado do Rio de Janeiro. 186 p., Tese de Doutorado, UFRGS, SOUZA, M.H.S.R. Clima de Ondas ao norte do Estado do Rio de Janeiro. 181 p., Dissertação (Mestrado em Engenharia oceânica) - Faculdade de Engenharia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, SOUZA, S.B. Feições Regionais da Porção Emersa do Alto de Cabo Frio e sua Continuação para as Bacias de Campos e Santos. Dissertação de Mestrado. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Faculdade de Geologia. Rio de Janeiro SPADINI, A. R. et al. The Macaé formation, campos basin, Brazil: its evolution in the context of the initial history of the south Atlantic. Revista Brasileira de Geociências, n. 18, p , SPERLE, M.; KARNER, G. D.; BRAGA, L.F.S. Resultados de um Modelo Tectonofísico na Investigação da Topografia do Sudeste do Brasil. In: CONGRESSO DE GEOLOGIA DO Pág. 11/44

12 SUDESTE, 5., 1997, Itatiaia. Anais do V Congresso de Geologia do Sudeste, Itatiaia, 1997, v. 1, p STRAMMA, K.; ENGLAND, M. On the water masses and mean circulation of the South Atlantic Ocean. Journal of Geophysical Research, n. 104, p , Stramma, L., Y. Ikeda, R.G. Peterson, 1990: Geostrophic transport in the Brazil Current region north of 20 S. Deep-Sea Research, 37 (12), SVERDRUP, H.U.; JOHNSIN, M.W. & FLEMING, R.H The Oceans: their physics, chemistry and general biology. Englewood Cliffs, Prentice-Hall Inc. 1087p. SZATMARI, P., CONCEIÇÃO, J.C.J., LANA, M.C., MILANI, E.J., LOBO, A.P. Mecanismo tectônico do rifteamento Sul-Atlântico. In: SBG, Congresso Brasileiro de Geologia, 33, Rio de Janeiro, Anais, TIDE AND CURRENT PREDICTOR. Disponivel em: <http://tbone.biol.sc.edu/tide/tideshow.cgi> Acesso em: ago TSUCHYA, M. Thermostads and circulation in the upper layer of the Atlantic Ocean. Prog. Oceanogr. n. 16, p , ULINA, M.A.& BIDDLE, K.T. Mesozoic-cenozoic Paleogeographic and Geodynamic Evolution of Soutern South America. Revista Brasileira de Geociências. 18: URIEN, C.M., ZAMBRADO, J.J. Estructura del Margen Continental. Relatorio: geología y recursos naturales de la plataforma continental argentina. Buenos Aires VIANA, A.R. et al Hydrology, morphology and sedimentology of the Campos continental margin, offshore Brazil. Sedimentary Geology, n. 115, p , VIANA, A.R.; FAUGÈRES, J.C.; KOWSMAA, R.O.; LIMA, J.A.M.; CADDAH, L.G.G.; RIZZO, J.G. Hidrology, Morphology and Sedimentology of the Camposcontinental Margin, offshore Brazil. Sedimentary Geology WÜST, G., Wissenschaftliche Ergebnisse der Deutschen Atlantischen Expedition auf dem Forschungs- und Vermessungsschiff >>Meteor<< , Band 6, erster Teil, Ozeanographie, A. Defant, Pág. 12/44

13 Meio Biótico AMARAL, A.C.Z.; ROSSI-WONGTSCHOWSKI, C.L.B Biodiversidade Bentônica da Região Sudeste-Sul do Brasil Plataforma Externa e Talude Superior. Câmara, I.G. & Palazzo, J.T. (1986). Novas informações sobre a presença de Eubalaena australis no sul do Brasil. In: 1ª Reunión de Trabajo de Expertos en Mamíferos Acuáticos de América del Sur, Buenos Aires, Actas, p [In Portuguese]. CBRO (Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos). (2003). Comitê brasileiro de registros ornitológicos, São Paulo. Disponível em <http: (acessado em abril de 2010). CILSJ (Consórcio Intermunicipal Lagos São João). Áreas protegidas. Disponível em: < Acesso em: jun., CORRÊA, I.C.S; TOLDO, E.E Estabilizações do nível do mar desde a última glaciação inferida pela morfologia na plataforma continental Sul e Sudeste Brasilei ra. In: Congresso do Quaternário de Países e Línguas Ibéricas, 1, Lisboa. Actas...Lisboa, Portugal. pg COUTINHO, R. Programa Nacional da Biodiversidade PRONABIO - Projeto de Conservação e Utilização Sustentável da Diversidade Biológica Brasileira PROBIO Sub-Projeto: Avaliação e Ações Prioritárias para a Zona Costeria e Marinha. Grupo de Ecossistemas: Costões Rochosos In: Base de Dados Tropicais. Disponível em <http://www.bdt.fat.org.br/workshop/ costa/rochosos/>. Dawbin, W. H. (1966). The seasonal migratory cycle of humpback whales. In: Whales, Dolphins and Porpoises (K. S. Norris, ed.). pp University of California Press, Berkeley, CA. Di Beneditto, A. P. & Ramos, R. (2001). Os cetáceos da Bacia de Campos. Ciência Hoje, 29 (171): FILHO, W.F.M; QUEIROZ, D.L.M; PEDREIRA, L.O.L Unidades de Conservação no Estado do Rio de Janeiro. Disponível em: <geocities.yahoo.com.br/floramrural/uer.pdf> Acesso em agosto de Pág. 13/44

14 FUNDESPA. (1994). Diagnóstico ambiental e oceânico da região sul e sudeste do Brasil. Rio de Janeiro. 472 pp. Hetzel, B. & Lodi, L. (1993). Baleias, botos e golfinhos: guia de identificação para o Brasil. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 279 pp. Heyning, J. E. (1995). Masters of the ocean realm: whales, dolphins and porpoises. Washington: University of Washington Press, 110 pp. IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Lista das Áreas de Proteção Ambiental. 2008a. Disponível em: < Categoria.php?abrev=PARNA>. Acessado em: jun IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Lista dos Parques Nacionais. 2008b. Disponível em: < Categoria.php?abrev=PARNA>. Acessado em: jun., IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis)/ DUMA (Desenvolvimento Urbano e Ambiental); PCRJ (Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro) / SMAC (Secretaria de Meio Ambiente da Cidade do Rio de Janeiro). Guia das Unidades de Conservação do Rio de Janeiro. Fundo de Conservação Ambiental da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, 208pp, IEF (Instituto Estadual de Florestas). Unidades de Conservação. Disponível em: < Acesso em: jun., Jefferson, T.A.; Leatherwood, S. & Webber, M.A. (1993). Marine mammals of the world. FAO species identification guide. Roma: FAO, 320 pp. JOLY, A.B.;OLIVEIRA FILHO, E.C Two Brazilian Laminarias. Instituto de Pesquisas da Marinha, Rio de Janeiro, n.4, p LEAL, C.F.N.B.; SILVA, M.C.F.; SAUDERS, C.A.B Localização, criação e manutenção das Unidades de Conservação (UC) sobre maquete do Estado do Rio de Janeiro. Disponível em: <www.cartografia.org.br/xxi_cbc/209-e20.pdfa>. Acesso em: Agosto de Pág. 14/44

15 Leatherwood, S.; Reeves, R. R.; Perrin, W. F. & Evans, W. E. (1988). Whales, dolphins and porpoises of the eastern north pacific and adjacent artic waters. A guide to their identification. NOAA Technical Report Circular, NMFS, n. 444, 245 pp. Martins, C.C.A.; Morete, M. E.; Engel, M. C.; Freitas, A. C.; Secchi, E. R. & Kinas, P. G. (2001). Aspects of habitat use patterns of humpback whales in the Abrolhos Bank, Brazil, breeding ground. Memoirs of the Queensland Museum, 47: MIGOTTO, A.A.E., et al., Classe Bivalvia. In: AMARAL, A.C.Z.; ROSSI- WONGTSCHOWSKI, C.L.B Biodiversidade Bentônica da Região Sudeste-Sul do Brasil Plataforma Externa e Talude Superior. MMA - Ministério do Meio Ambiente, Brasileira Avaliação e Identificação de Áreas e Ações Prioritárias para Conservação, Utilização Sustentável e Repartição de Benefícios da Biodiversidade Brasileira. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente, MMA - Ministério do Meio Ambiente, Brasileira Avaliação e Identificação de Áreas e Ações Prioritárias para Conservação, Utilização Sustentável e Repartição de Benefícios da Biodiversidade Brasileira. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente, 404 p, 2002a. MMA. (2002). Livro vermelho da fauna brasileira ameaçada de extinção. Vol. II. Brasília: MMA. 908 pp. MMA. (2000). Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza SNUC. Nacinovic, J. B. (2005). Aves marinhas na Bacia de Campos. Série guias de campo: fauna marinha da Bacia de Campos. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz. 60 pp. Nelson, J. B. (1975). The breeding biology of frigatebirds: a comparative review. Living bird, 14: Neves, T. & Olmos, F. (1998). Albatross mortality in fisheries off coast of Brasil, pp In: Robertson, G. & Gales, R. (eds.) Albatross: Biology and Conservation. Chipping Norton: Surrey Beatty & Sons. Novelli, R. (1997). Aves marinhas costeiras do Brasil: identificação e biologia. Porto Alegre: Cinco Continentes Editora. 90 pp. Pág. 15/44

16 OLIVEIRA, C. D. C.; ABSALÃO, R. S Primeiro registro de mendicula ferruginosa, Kelliella atlantica e lyonsiella subquadrata (mollusca, pelecypoda) para águas brasileiras. BIOCIÊNCIAS, Porto Alegre, v. 15, n. 1, p PEREIRA, P.M. Sistematização das informações relativas às unidades de conservação das zonas costeira e marinha do Brasil, 57p., Pinedo, M.C.; Barreto, A.S.; Lammardo, M.P.; Andrade, A.L.V. & Geracitano, L. (2002) Northernmost records of the spectacled porpoise, Layard's beaked whale, Commerson's dolphin, and Peale's dolphin in the southwestern Atlantic Ocean. Aquatic Mammals 28(1): Pinedo, M. C.; Rosas, F. C.W. & Marmontel, M. (1992). Cetáceos e pinípedes do Brasil: uma revisão dos registros e guia para identificação das espécies. Manaus: UNEP/FUA, 213 pp. Pough, F. H.; Janis, C. M.; Heiser, B. J A vida dos vertebrados. São Paulo: Atheneu Editora. 3ed. 699 pp. Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo RJ. Disponível em: < resex/arraial/visite.htm>. Acesso em: jun., Rossi-Wongtschowski, C. L. D. B.; Valentin, J. L.; Jablonski, S.; Amaral, A. C. Z.; Hazin, F. H. V. & El-Robrini, M. (2006). Ambiente Marinho. In: Programa REVIZEE Relatório Executivo: Avaliação do potencial sustentável de recursos vivos na Zona Econômica Exclusiva do Brasil. Ministério do Meio Ambiente. 279pp. SARDO, G. Novidades de Agosto Meio Ambiente. Portal de Itaipu. Disponível em: < Acesso em jun., Schubart, O.; Aguirre, A. C. & Sick, H. (1965). Contribuição para o conhecimento da alimentação das aves brasileiras. Arquivos de Zoologia, 12: Siciliano, S.; Moreno, I.B.; Silva, E.D. & Alves, V.C. (2006). Baleias, botos e golfinhos na Bacia de Campos. Rio de Janeiro: ENSP/FIOCRUZ, 100 pp. Siciliano, S.; Pizzorno, J.L.A.; Nacinovic, J.B. & Teixeira, D.M As aves marinhas encontradas nas praias do sudeste do Brasil entre 1994 e 1998: uma lista sistemática anotada. VIII Congreso Latino americano sobre Ciencias del Mar, Trujillo, Perú de octubre de Libro de Resúmenes Ampliados Tomo II. p Pág. 16/44

17 Siciliano, S. (1997). Características da população de baleias jubartes (Megaptera novaeangliae) na Costa Brasileira, com especial referência aos Bancos de Abrolhos. Dissertação de mestrado, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. 113pp. Sick, H. (1997). Ornitologia Brasileira, III edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 912 p. Vooren, C.M. & Brusque, L.F. (1999). As aves do ambiente costeiro do Brasil: biodiversidade e conservação. Programa nacional da diversidade biológica (PRONABIO), subprojeto: avaliação e ações prioritárias para a zona costeira e marinha, área temática: aves marinhas. 58 pp. Vooren, C.M. & Fernandes, A.C., (1989). Guia de albatrozes e petréis do sul do Brasil. Porto Alegre: Sagra. 99 pp. Whitehead, H. & Moore, M. J. (1982). Distribution and movement of West Indian humpback whales in winter. Canadian Journal of Zoology, 60: Zerbini, A.N.; Secchi, E.R.; Bassoi, M.; Rosa, L.D.; Higa, A.; Souza, L.; Moreno, I.B.; Möller, L.M. & Caon, G. (2004). Distribuição e abundância relativa de cetáceos na Zona Econômica Exclusiva na Região Sudeste-Sul do Brasil. Série Documentos Revizee Score Sul. São Paulo: Instituto Oceanográfico/USP, 40 pp Meio Socioeconômico ABA - Associação Brasileira de Antropologia. Comunidades Quilombolas. Disponível em: Acesso em: 16 de outubro de ANP - AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO. Guia dos Royalties do Petróleo e do Gás Natural ANP RJ ANP - AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO. Royalties Disponível em: Acesso em julho de Araújo, J.N.; Martins, A. S.; Costa, K. G. (2002). Idade e crescimento da cioba, Ocyurus chrysurus, da costa central do Brasil. Revista Brasileira de Oceanografia, São Paulo, v. 50, p Pág. 17/44

18 ARNT, R.; WAINER, J. As Últimas Praias: de Ubatuba a Paraty. São Paulo: Terra Virgem, BARBOSA, M. Reconstituição espacial de um assentamento de pescadores-coletores-caçadores pré-históricos no Rio de Janeiro. In: Pré-História da Terra Brasilis. TENÓRIO, M.C. (org.). Rio de Janeiro: Editora UFRJ, p BARBOSA, L.G.M.; ZAMOT, F.S. Políticas públicas para o desenvolvimento do turismo: o caso do município de Rio das Ostras. In: BARBOSA, L.G.M.; ZOUAIN, D.M. (orgs.) Gestão em Turismo e Hotelaria. São Paulo: Aleph, BELTRÃO, Maria da C. M C. Pré-história do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro: Forense Universitária/SEEC-RJ, Boletim de Desempenho Econômico do Turismo. Dados econômicos do Turismo. Disponível em: m_desempenho_turismo/download_boletim_desempenho_economico_turismo/bdet21_sumario.pd f Acesso em julho de Camhi, M.; Fowler, S.; Musick, J.; Bräutigam, A. & Fordham, S. (1998). Sharks and their relatives: ecology and conservation. Occasional Paper of the IUCN Species Survival Commission, no pp. Carneiro, M.H.; Castro, P.M.G.; Tutui, S.L.S.; Bastos, G.C.C. (2005). Micropogonias furnieri (Desmarest, 1823). Estoque sudeste. p , em Análise das Principais Pescarias Comerciais da Região Sudeste-Sul do Brasil: Dinâmica Populacional das Espécies em Explotação, Editores: Cergole, M.C.; Ávila-da-silva, A.O. & Rossi-Wongtschowski, C.L. D.B. Série Documentos Revizee- Score Sul. São Paulo: Instituto Oceanográfico - USP. 176p. Carvalho-Filho, A. (1999). Peixes: costa brasileira. 3.ed. São Paulo: Melro. 320 pp. Castro, P. M. G. de. (2000). Estrutura e dinâmica da frota de parelhas do Estado de São Paulo e aspectos biológicos dos principais recursos pesqueiros demersais costeiros da região sudeste-sul do Brasil (23-29 S). São Paulo, SP. 122p. Tese de Doutoramento. Instituto Oceanográfico, USP. Pág. 18/44

19 Cergole, M.C.; Ávila-da-Silva, A.O.; Rossi-Wongtschowski, C.L.B. (2005). Análise das principais pescarias comerciais da região Sudeste-Sul do Brasil: dinâmica populacional das espécies em explotação. Série documentos Revizee: Score Sul. Instituto Oceanográfico, USP. 176 p. Cergole, M.C. & Rossi-Wongtschowski, C.L.B. (2003). Implicações das flutuações no recrutamento e na biomassa do estoque desovante da sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis) sobre a frota de traineiras da região sudoeste do Brasil. p , em Análise das principais pescarias comerciais do Sudeste-Sul do Brasil. Volume I: Dinâmica das frotas pesqueiras Programa Revizee/Score-Sul. Editores: Cergole, M.C. & Rossi-Wongtschowski, C.L.D.B. Editora Evoluir, 376 p. Costa, P.A.S.; Olavo, G.; Martins, A.S. (2005). Áreas de pesca e rendimentos da frota de linheiros na região central da costa brasileira entre Salvador-BA e o Cabo de São Tomé-RJ. In: Costa, P.A.S.; Martins, A. S.; Olavo, G. (Eds.) Pesca e potenciais de exploração de recursos vivos na região central da Zona Econômica Exclusiva brasileira. Rio de Janeiro: Museu Nacional. p (Série Livros n.13). Costa do Sol Operadora Aeroportuária S/A. Disponível em: <http://www.aeroportocabofrio.com.br/>. Acessado em 17 de maio de CEPERJ - Fundação Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro, Anuário Estatístico do Estado do Rio de Janeiro. CIMI Conselho Indigenista Missioneiro. Povos Indígenas. Disponível em: Acesso em julho de COOPER et al. Turismo: princípios e prática. 2.ed. Porto Alegre: Bookman, D Incao, F.; Valentini, H. & Rodrigues, L.F. (2002). Avaliação da pesca de camarões nas regiões sudeste e sul do Brasil Atlântica, 24(2): DATASUS Disponível em: Acesso em julho de DATASUS Disponível em: Acesso em julho de Di Beneditto, A.P.M.; Ramos, R.M.A.; Lima, N.R.W. (1998). Fishing activity in Northern Rio de Janeiro State (Brazil) and its relation with small cetaceans. Brazilian Archives of Biology and Technology, 41(3): Pág. 19/44

20 DINIT 2010 Mapas Rodoviários. Disponível em: Acesso em julho de ECODESENVOLVIMENTO. Disponível em: -imobiliaria. Acesso em julho de EMBRATUR. ANUÁRIO ESTATISTICO. Brasília, vol FALCÃO, J. A. Turismo do estado do Rio de Janeiro. In: Boletim de Economia Fluminense. Rio de Janeiro: Fundação CIDE, ano IV, nº 12, agosto/2003, p.6-8. FAO. (2004). El estado mundial de la pesca y la acuicultura. Roma: FAO. 182 pp. FAUSTO, C. Os Índios Antes do Brasil. 3. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., FONSECA JR., E. Sambaquis e Quilombos no Litoral Fluminense. Rio das Ostras: Gráfica e Policromia Iriry, FUNAI - Fundação Nacional do Índio. Terras Indígenas no Rio de Janeiro. Disponível em: Acesso em: julho de FUNDAÇÃO CULTURAL PALMARES. Comunidades Quilombolas. Disponível em: Acesso em julho de GASPAR, M. D. Pré-História do Brasil. Rio de Janeiro: Ed. Manati, Sambaqui: arqueologia do litoral brasileiro. 2.ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, Os Ocupantes Pré-Históricos do Litoral Brasileiro. In: Pré-História da Terra Brasilis. TENÓRIO, M.C. (org.). Rio de Janeiro: Editora UFRJ, p Território de exploração e tipo de ocupação dos pescadores, coletores e caçadores que ocuparam o litoral do estado do Rio de Janeiro. In: Clio. Revista de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco. Série Arqueológica nº 11. Recife: UFPE, p Guias de hotéis e posadas. Disponível em: Acesso em junho de Pág. 20/44

Análise da influência de eventos de El Niño e La Niña na descarga da Sardinhaverdadeira (Sardinella brasiliensis), no litoral do estado de São Paulo

Análise da influência de eventos de El Niño e La Niña na descarga da Sardinhaverdadeira (Sardinella brasiliensis), no litoral do estado de São Paulo Análise da influência de eventos de El Niño e La Niña na descarga da Sardinhaverdadeira (Sardinella brasiliensis), no litoral do estado de São Paulo Mestrando: Leonardo Martí Orientador: Dr. Marcos E.

Leia mais

CIRCULAÇÃO NO SCORE CENTRAL DO PROGRAMA REVIZEE

CIRCULAÇÃO NO SCORE CENTRAL DO PROGRAMA REVIZEE CIRCULAÇÃO NO SCORE CENTRAL DO PROGRAMA REVIZEE Audalio Rebelo Torres Junior 1 José Ricardo de Almeida França 2 Gutemberg Borges França 1 Nicole Medhi 1 Décio Luiz Castelões Motta ABSTRACT Some prelimary

Leia mais

45 mm CARACTERIZAÇÃO GEOMORFOLÓGICA DO FUNDO MARINHO DO TALUDE CONTINENTAL DA BACIA DE CAMPOS, RJ.

45 mm CARACTERIZAÇÃO GEOMORFOLÓGICA DO FUNDO MARINHO DO TALUDE CONTINENTAL DA BACIA DE CAMPOS, RJ. CARACTERIZAÇÃO GEOMORFOLÓGICA DO FUDO MARIHO DO TALUDE COTIETAL DA BACIA DE CAMPOS, RJ. Anderson Gomes de Almeida 1 ; Renato Oscar Kowsmann 2 andersongomes@petrobras.com.br 1 - PETROBRAS S. A. E&P-SERV

Leia mais

QUALIS OBT: CLASSIFICAÇÃO DAS REVISTAS E CONFERÊNCIAS CIENTÍFICAS

QUALIS OBT: CLASSIFICAÇÃO DAS REVISTAS E CONFERÊNCIAS CIENTÍFICAS QUALIS OBT: CLASSIFICAÇÃO DAS REVISTAS E CONFERÊNCIAS CIENTÍFICAS Revisão 10 9 Janeiro 2006 Critérios Gerais para Classificação de Periódicos Na classificação adotada pela OBT, estamos buscando usar, na

Leia mais

BOTO-CINZA: SOTALIAGUIANENSIS (VAN BÉNÉDEN, 1864)

BOTO-CINZA: SOTALIAGUIANENSIS (VAN BÉNÉDEN, 1864) BOTO-CINZA: SOTALIAGUIANENSIS (VAN BÉNÉDEN, 1864) Juliana Ywasaki Lima Leonardo Serafim da Silveira Boto-cinza: Sotaliaguianensis (Van Bénéden, 1864) Juliana Ywasaki Lima, MV, MSc., Doutoranda do Programa

Leia mais

45 mm MORFODINÂMICA DA BARRA DO RIO ITAGUARÉ, BERTIOGA SP. UNESP; Praça Infante Don Henrique, s/n Bairro Bitarú. São Vicente, SP, 11330-900

45 mm MORFODINÂMICA DA BARRA DO RIO ITAGUARÉ, BERTIOGA SP. UNESP; Praça Infante Don Henrique, s/n Bairro Bitarú. São Vicente, SP, 11330-900 MORFODINÂMICA DA BARRA DO RIO ITAGUARÉ, BERTIOGA SP Maurício César Sinício Abib 1 ; Kátia Cristina Cruz Capel 2 ; Francisco Sekiguchi Buchmann 1 abib.mauricio@hotmail.com 1 - Laboratório de Estratigrafia

Leia mais

Tema Vulnerabilidade das Áreas Costeiras Painel: Carlos Alberto Eiras Garcia, IO/FURG

Tema Vulnerabilidade das Áreas Costeiras Painel: Carlos Alberto Eiras Garcia, IO/FURG Tema Vulnerabilidade das Áreas Costeiras Painel: Carlos Alberto Eiras Garcia, IO/FURG Equipe Gestora Instituto de Oceanografia Universidade Federal do Rio Grande Dr. Carlos A. E. Garcia Dr. José H. Mulbert

Leia mais

Captura acidental de toninha (Pontoporia blainvillei) na costa norte do Espírito Santo, Brasil.

Captura acidental de toninha (Pontoporia blainvillei) na costa norte do Espírito Santo, Brasil. Bol. Mus. Biol. Mello Leitão (N. Sér.) 29:81-86. Agosto de 2012 81 Captura acidental de toninha (Pontoporia blainvillei) na costa norte do Espírito Santo, Brasil. Flavia C. Frizzera 1, Carolina Tosi 1,

Leia mais

ESTUDO PRELIMINAR DA RESSURGÊNCIA NA REGIÃO DE CABO FRIO

ESTUDO PRELIMINAR DA RESSURGÊNCIA NA REGIÃO DE CABO FRIO ESTUDO PRELIMINAR DA RESSURGÊNCIA NA REGIÃO DE CABO FRIO Gustavo Leite da Silva 1 ; M.S. Dourado 2 ; R. N. Candella 3 RESUMO. Ressurgência é o processo de afloramento das massas de água profundas e frias

Leia mais

Importância das caracterizações ambientais marinhas para gestão ambiental

Importância das caracterizações ambientais marinhas para gestão ambiental Importância das caracterizações ambientais marinhas para gestão ambiental Ana Paula C. Falcão Eduardo H. Marcon Maria Eulália R. Carneiro Maurício L. Fonseca Talita A. A. Pereira CENPES/PETROBRAS Márcia

Leia mais

Paleoplataformas e Progradação Deltaica do Neógeno na Margem Continental do Uruguai e Norte da Argentina

Paleoplataformas e Progradação Deltaica do Neógeno na Margem Continental do Uruguai e Norte da Argentina ISSN 1678-5975 Janeiro - 2003 Nº 1 40-46 Porto Alegre Paleoplataformas e Progradação Deltaica do Neógeno na Margem Continental do Uruguai e Norte da Argentina C. M. Urien*; L. R. Martins* and I. R. Martins*

Leia mais

4. Reuniões Técnicas (Mini-Seminário por Bioma) Objetivo das Reuniões Técnicas

4. Reuniões Técnicas (Mini-Seminário por Bioma) Objetivo das Reuniões Técnicas (Mini-Seminário por Bioma) Objetivo das Reuniões Técnicas. Definição dos objetos conservação. Definição de metas de importância relativa de cada objeto. Definição das principais fontes de dados/informações

Leia mais

1º Seminário Catarinense sobre a Biodiversidade Vegetal

1º Seminário Catarinense sobre a Biodiversidade Vegetal 1º Seminário Catarinense sobre a Biodiversidade Vegetal Ações do Governo Federal Visando à Valorização e Conservação da Biodiversidade Vegetal João de Deus Medeiros joao.medeiros@mma.gov.br Departamento

Leia mais

Implantação do Observatório Ambiental da Macrorregião Ambiental N ọ 5 do Estado do Rio de Janeiro (Observatório Ambiental da MRA-5)

Implantação do Observatório Ambiental da Macrorregião Ambiental N ọ 5 do Estado do Rio de Janeiro (Observatório Ambiental da MRA-5) Implantação do Observatório Ambiental da Macrorregião Ambiental N ọ 5 do Estado do Rio de Janeiro (Observatório Ambiental da MRA-5) Pedro Henrique Oliveira Rocha Palavras-chave: Observatório Ambiental.

Leia mais

Capítulo 1. Introdução

Capítulo 1. Introdução Capítulo 1 Introdução O manguezal é um ecossistema costeiro, de transição entre os ambientes terrestre e marinho, típico de regiões tropicais e subtropicais, que está sujeito ao regime de marés. Este ecossistema

Leia mais

Capítulo 3 Área de Estudo

Capítulo 3 Área de Estudo Capítulo 3 Área de Estudo A Baía de Guanabara constitui a segunda maior baía, em extensão, do litoral brasileiro, com uma área de aproximadamente 380 km². As profundidades médias na baía são de 3 metros

Leia mais

Instituto de Pesquisas Hidráulicas. IPH - UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil. Av. Bento Gonçalves 9500, 91509-900, Porto Alegre, RS, Brasil

Instituto de Pesquisas Hidráulicas. IPH - UFRGS, Porto Alegre, RS, Brasil. Av. Bento Gonçalves 9500, 91509-900, Porto Alegre, RS, Brasil IDENTIFICAÇÃO DE JAZIDAS POTENCIAIS DE AREIA NA PLATAFORMA CONTINENTAL INTERNA PARA RECUPERAÇÃO DE PRAIAS URBANAS ENTRE AS CIDADES DE NITERÓI E MACAÉ RJ Julio F. de Oliveira 1 ; Dieter Muehe 2 ; Luiz E.

Leia mais

45 mm SEDIMENTAÇÃO NO SEGMENTO COSTEIRO DE ITAIPU-CAMBOINHAS (NITERÓI-RJ) DURANTE O PLEISTOCENO MÉDIO/FINAL E HOLOCENO INICIAL.

45 mm SEDIMENTAÇÃO NO SEGMENTO COSTEIRO DE ITAIPU-CAMBOINHAS (NITERÓI-RJ) DURANTE O PLEISTOCENO MÉDIO/FINAL E HOLOCENO INICIAL. SEDIMENTAÇÃO NO SEGMENTO COSTEIRO DE ITAIPU-CAMBOINHAS (NITERÓI-RJ) DURANTE O PLEISTOCENO MÉDIO/FINAL E HOLOCENO INICIAL. Lucas Araujo Costa 1 ; Renato Rodriguez Cabral Ramos 2 ; Fábio Ferreira Dias 3

Leia mais

MAPEAMENTO DO PALEOLEITO DO CANAL DO ALBARDÃO, BACIA DE PELOTAS - BRASIL MAPEAMENTO DO PALEOLEITO DO CANAL DO ALBARDÃO, BACIA DE PELOTAS - BRASIL

MAPEAMENTO DO PALEOLEITO DO CANAL DO ALBARDÃO, BACIA DE PELOTAS - BRASIL MAPEAMENTO DO PALEOLEITO DO CANAL DO ALBARDÃO, BACIA DE PELOTAS - BRASIL MAPEAMENTO DO PALEOLEITO DO CANAL DO ALBARDÃO, BACIA DE Rocha, R. 1 ; Griep, G. 2 ; Weigert, S. 3 ; 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE Email:renatafranciscon@gmail.com; 2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO

Leia mais

A Pesca Industrial no Estado de São Paulo

A Pesca Industrial no Estado de São Paulo Apresentação FIESP Os Múltiplos Usos do Mar e a Atividade Pesqueira A Pesca Industrial no Estado de São Paulo PESCA INDUSTRIAL ATIVIDADE REGULAMENTADA LICENCIADA NÃO CRIMINOSA TIPOS DE PESCA A pesca industrial

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA "CAMPUS" DE RIO CLARO INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS E CIÊNCIAS EXATAS

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE RIO CLARO INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS E CIÊNCIAS EXATAS PROGRAMA DE DISCIPLINA Programa de Pós-Graduação em Geociências e Meio Ambiente Curso: Mestrado e Doutorado Disciplina: ESTUDO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS POR ATIVIDADES DE MINERAÇÃO Código: GAA 00185

Leia mais

FORMULÁRIO PARA CRIAÇÃO DE DISCIPLINAS

FORMULÁRIO PARA CRIAÇÃO DE DISCIPLINAS Ministério da Educação e do Desporto Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação FORMULÁRIO PARA CRIAÇÃO DE DISCIPLINAS 1 2 Curso Geografia Código: 35 3 4 Modalidade(s): Licenciatura / Bacharelado

Leia mais

Allocytus verrucosus (OREOSOMATIDAE) NO RIO DE JANEIRO (ATLÂNTICO SUL OCIDENTAL)

Allocytus verrucosus (OREOSOMATIDAE) NO RIO DE JANEIRO (ATLÂNTICO SUL OCIDENTAL) Allocytus verrucosus (OREOSOMATIDAE) NO RIO DE JANEIRO (ATLÂNTICO SUL OCIDENTAL) Lopes, P.R.D. (1) ; Oliveira-Silva, J.T. (1) ; Kieronski, D.B. (1) ; Matos, F.J.P. (2) andarilho40@gmail.com (1) Universidade

Leia mais

Projeto Conservação Recifal (PCR) Conservação, Pesquisa e Ordenamento do num sistema recifal do Nordeste brasileiro

Projeto Conservação Recifal (PCR) Conservação, Pesquisa e Ordenamento do num sistema recifal do Nordeste brasileiro Projeto Conservação Recifal (PCR) Conservação, Pesquisa e Ordenamento do num sistema recifal do Nordeste brasileiro Pereira, P.H.C 1.; Pedrosa, M 1.; Lima, R 1.; Silva, R 1.;Lippi, D. L. 1 ;Leal, I. 1

Leia mais

RELAÇÃO ENTRE O TEOR DE MINERAIS PESADOS COM A DENSIDADE GAMA E A GRANULOMETRIA

RELAÇÃO ENTRE O TEOR DE MINERAIS PESADOS COM A DENSIDADE GAMA E A GRANULOMETRIA RELAÇÃO ENTRE O TEOR DE MINERAIS PESADOS COM A DENSIDADE GAMA E A GRANULOMETRIA Rodrigo Coutinho Abuchacra 1 ; Paula Ferreira Falheiro 1 ; Carolinne L. Soares Macedo 2 ; Sabrina Felix de Oliveira; Alberto

Leia mais

Atividade de Produção e Escoamento de Gás Natural e Petróleo do Campo de Camarupim, Bacia do Espírito Santo

Atividade de Produção e Escoamento de Gás Natural e Petróleo do Campo de Camarupim, Bacia do Espírito Santo i/ xi LISTA DE TABELAS Página Tabela II.1.3-1 - Principais características do FPSO Cidade de São Mateus... 02/03 Tabela II.2.1-1 - Coordenadas geográficas do ring fence de Camarupim.(Datum: SAD 69)...

Leia mais

Laboratório de Oceanografia Geológica

Laboratório de Oceanografia Geológica O Laboratório de Oceanografia Geológica LOG concentra suas pesquisas para no reconhecimento, e caracterização de ambientes costeiros e marinhos visando o aproveitamento do seu potencial natural, especificamente

Leia mais

ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA ENERGIA CINÉTICA ASSOCIADA A ATUAÇÃO DE UM VÓRTICE CICLÔNICO SOBRE A REGIÃO NORDESTE DO BRASIL

ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA ENERGIA CINÉTICA ASSOCIADA A ATUAÇÃO DE UM VÓRTICE CICLÔNICO SOBRE A REGIÃO NORDESTE DO BRASIL ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA ENERGIA CINÉTICA ASSOCIADA A ATUAÇÃO DE UM VÓRTICE CICLÔNICO SOBRE A REGIÃO NORDESTE DO BRASIL Raimundo Jaildo dos Anjos Instituto Nacional de Meteorologia INMET raimundo@inmet.gov.br

Leia mais

Comparação entre Variáveis Meteorológicas das Cidades de Fortaleza (CE) e Patos (PB)

Comparação entre Variáveis Meteorológicas das Cidades de Fortaleza (CE) e Patos (PB) Comparação entre Variáveis Meteorológicas das Cidades de Fortaleza (CE) e Patos (PB) F. D. A. Lima 1, C. H. C. da Silva 2, J. R. Bezerra³, I. J. M. Moura 4, D. F. dos Santos 4, F. G. M. Pinheiro 5, C.

Leia mais

As diretrizes básicas contidas na PNRM objetivam principalmente:

As diretrizes básicas contidas na PNRM objetivam principalmente: II.5.A PLANOS E PROGRAMAS GOVERNAMENTAIS Apresentam-se a seguir o levantamento dos principais planos e programas de abrangência nacional e estadual, cujas atividades possuam interface com os aspectos ambientais

Leia mais

Anderson Gomes de Almeida 1, Alberto Garcia de Figueiredo Jr. 2, Gilberto Pessanha Ribeiro 3

Anderson Gomes de Almeida 1, Alberto Garcia de Figueiredo Jr. 2, Gilberto Pessanha Ribeiro 3 MODELAGEM NUMÉRICA DO TERRENO A PARTIR DA RECUPERAÇÃO DA BATIMETRIA DE 1958 NA FOZ DO RIO PARAÍBA DO SUL E DA ÁREA DA PLATAFORMA CONTINENTAL ADJACENTE, E SUAS APLICAÇÕES GEOLÓGICAS Anderson Gomes de Almeida

Leia mais

AVALIAÇÃO DA BALNEABILIDADE DAS PRAIAS DO MUNICÍPIO DE SANTOS/SP NOS ÚLTIMOS DEZ ANOS

AVALIAÇÃO DA BALNEABILIDADE DAS PRAIAS DO MUNICÍPIO DE SANTOS/SP NOS ÚLTIMOS DEZ ANOS Revista Ceciliana Jun 4(1): 55-59, 2012 - Universidade Santa Cecília Disponível online em http://www.unisanta.br/revistaceciliana AVALIAÇÃO DA BALNEABILIDADE DAS PRAIAS DO MUNICÍPIO DE SANTOS/SP NOS ÚLTIMOS

Leia mais

Parques Marinhos Desafios em sua gestão O Caso do Parnam dos Abrolhos. Oc. Henrique Horn Ilha - chefe do Parque Nacional Marinho dos Abrolhos

Parques Marinhos Desafios em sua gestão O Caso do Parnam dos Abrolhos. Oc. Henrique Horn Ilha - chefe do Parque Nacional Marinho dos Abrolhos Parques Marinhos Desafios em sua gestão O Caso do Parnam dos Abrolhos Oc. Henrique Horn Ilha - chefe do Parque Nacional Marinho dos Abrolhos Todos os ecossistemas naturais estão fortemente pressionados

Leia mais

COORDENAÇÃO EXECUTIVA E TÉCNICA. Kaiser Gonçalves de Souza (1) SEDIMEOSSUPERFICIAIS DA PLATAFORMA GEOPROCESSAMENTO

COORDENAÇÃO EXECUTIVA E TÉCNICA. Kaiser Gonçalves de Souza (1) SEDIMEOSSUPERFICIAIS DA PLATAFORMA GEOPROCESSAMENTO COORDENAÇÃO EXECUTIVA E TÉCNICA Kaiser Gonçalves de Souza (1) SEDIMEOSSUPERFICIAIS DA PLATAFORMA GEOPROCESSAMENTO COORDENAÇÃO Francisco Edson M. Gomes (1) Patrícia Duringer Jacques (1) EXECUÇÃO Francisco

Leia mais

ANÁLISE DOS DADOS DE REANÁLISE DA PRECIPITAÇÃO MENSAL NO PERÍODO DE 62 ANOS NO MUNICÍPIO DE IBATEGUARA-AL

ANÁLISE DOS DADOS DE REANÁLISE DA PRECIPITAÇÃO MENSAL NO PERÍODO DE 62 ANOS NO MUNICÍPIO DE IBATEGUARA-AL ANÁLISE DOS DADOS DE REANÁLISE DA PRECIPITAÇÃO MENSAL NO PERÍODO DE 62 ANOS NO MUNICÍPIO DE IBATEGUARA-AL Kedyna Luanna Tavares Bezerra 1, Nayara Arroxelas dos Santos 2, Adriana de Souza Costa², Anderlan

Leia mais

EIA - Porto Pontal Paraná

EIA - Porto Pontal Paraná 1. IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR E EMPRESA CONSULTORA 1.1. Identificação do empreendedor Razão Social: PORTO PONTAL PARANÁ IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA CNPJ nº 01.183.440/0001-94 Endereço: Av. Atlântica,

Leia mais

PLANO DE CURSO DA DISCIPLINA

PLANO DE CURSO DA DISCIPLINA Carga Horária: 80 horas Créditos: 04 Prof. Dr. Adnilson de Almeida Silva PLANO DE CURSO DA DISCIPLINA EMENTA Populações tradicionais, cultura e identidade. Diversidade e Cultura Contra- Hegemônica. Patrimônio

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS CONTRÁRIOS À INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 102, DE 19 DE JUNHO DE 2006.

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS CONTRÁRIOS À INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 102, DE 19 DE JUNHO DE 2006. EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS CONTRÁRIOS À INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 102, DE 19 DE JUNHO DE 2006. O Instituto Baleia Franca é uma Organização não governamental sediada em Imbituba, estado de Santa Catarina, devidamente

Leia mais

CORRELAÇÃO ENTRE DADOS DE VENTO GERADOS NO PROJETO REANALYSIS DO NCEP/NCAR E OBSERVADOS EM REGIÕES DO ESTADO DO CEARÁ.

CORRELAÇÃO ENTRE DADOS DE VENTO GERADOS NO PROJETO REANALYSIS DO NCEP/NCAR E OBSERVADOS EM REGIÕES DO ESTADO DO CEARÁ. CORRELAÇÃO ENTRE DADOS DE VENTO GERADOS NO PROJETO REANALYSIS DO NCEP/NCAR E OBSERVADOS EM REGIÕES DO ESTADO DO CEARÁ. Cícero Fernandes Almeida Vieira 1, Clodoaldo Campos dos Santos 1, Francisco José Lopes

Leia mais

ANEXO II: Resumo do Projeto

ANEXO II: Resumo do Projeto ANEXO II: Resumo do Projeto A- PROJETO 1-Título: Aplicação de Geoprocessamento Visando Controle e Contenção de Desmoronamentos e Deslizamentos dos Morros no Município de Jaboatão dos Guararapes - PE: Uma

Leia mais

INFLUÊNCIAS SINÓTICAS NO ATLÂNTICO SUDOESTE: LEVANTAMENTO PRELIMINAR DE SITUAÇÕES DE INTERESSE.

INFLUÊNCIAS SINÓTICAS NO ATLÂNTICO SUDOESTE: LEVANTAMENTO PRELIMINAR DE SITUAÇÕES DE INTERESSE. INFLUÊNCIAS SINÓTICAS NO ATLÂNTICO SUDOESTE: LEVANTAMENTO PRELIMINAR DE SITUAÇÕES DE INTERESSE. Amaury Caruzzo Ricardo de Camargo Depto de Ciências Atmosféricas do Instituto Astronômico e Geofísico da

Leia mais

7. BIBLIOGRAFIA GERAL. Ascher, François (2010), Novos Princípios do Urbanismo, novos compromissos urbanos, Lisboa.

7. BIBLIOGRAFIA GERAL. Ascher, François (2010), Novos Princípios do Urbanismo, novos compromissos urbanos, Lisboa. 7. BIBLIOGRAFIA GERAL Ascher, François (2010), Novos Princípios do Urbanismo, novos compromissos urbanos, Lisboa. Alcoforado, M.J. et al. (1993), Domínios bioclimáticos em Portugal: definidos por comparação

Leia mais

Contribuição da Educação Ambiental para a elaboração de políticas públicas destinadas à conservação de cetáceos

Contribuição da Educação Ambiental para a elaboração de políticas públicas destinadas à conservação de cetáceos 1 Contribuição da Educação Ambiental para a elaboração de políticas públicas destinadas à conservação de cetáceos Autora: Miriam Fernanda Dalla Costa Desenvolvi no período de março a junho de 2003 um estudo,

Leia mais

XIII Congresso da Associação Brasileira de Estudos do Quaternário ABEQUA

XIII Congresso da Associação Brasileira de Estudos do Quaternário ABEQUA CARACTERIZAÇÃO MORFODINÂMICA DE SEIS PRAIS DO MUNICÍPIO DE PARATY, RJ: DADOS PRELIMINARES Fernanda Costa de Andrade 1 ; José Antônio Baptista Neto 1 ; Valéria Gomes Veloso fernanda.andrade@ymail.com 1

Leia mais

8 PROGNÓSTICO AMBIENTAL

8 PROGNÓSTICO AMBIENTAL 8 PROGNÓSTICO AMBIENTAL O prognóstico ambiental elaborado para a Atividade de Pesquisa Sísmica Marítima 3D na Bacia Sedimentar do Ceará -, contempla as possíveis alterações dos fatores ambientais analisados

Leia mais

Riolito, o Vulcão Pernambucano

Riolito, o Vulcão Pernambucano SEÇÃO LIVRE Riolito, o Vulcão Pernambucano Texto: Gorki Mariano Desenhos: Antonio Barbosa Para Brian Mariano Derocy Um pouco da história da Terra À luz da Geologia Meu nome é Riolito Sei que parece esquisito

Leia mais

Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014

Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014 Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014 EQUIPE TÉCNICA DO IPETURIS Coordenação: Mariana Nery Pesquisadores: César Melo Tamiris Martins Viviane Silva Suporte: Gerson

Leia mais

Estado da arte sobre estudos de rodolitos no Brasil

Estado da arte sobre estudos de rodolitos no Brasil Estado da arte sobre estudos de rodolitos no Brasil Alexandre B. Villas-Boas 1 ; Marcia A. de O. Figueiredo 2 ; Gilberto Dias 3 ; Ricardo Coutinho 1 1 Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira,

Leia mais

Atlas ambiental do município de Itanhaém 2012. Bibliografia

Atlas ambiental do município de Itanhaém 2012. Bibliografia Bibliografia 89 90 Bibliografia APRA - Agencia de Protección Ambiental. Atlas ambiental de Buenos Aires. Disponível em http:// www.atlasdebuenosaires.gov.ar/aaba/. Acessado em: ago. 2010. Paulo - 2000.

Leia mais

PROPOSTA DE HIERARQUIZAÇÃO PARA O REGISTRO SEDIMENTAR DA PLANÍCIE COSTEIRA DO RIO GRANDE DO SUL

PROPOSTA DE HIERARQUIZAÇÃO PARA O REGISTRO SEDIMENTAR DA PLANÍCIE COSTEIRA DO RIO GRANDE DO SUL PROPOSTA DE HIERARQUIZAÇÃO PARA O REGISTRO SEDIMENTAR DA PLANÍCIE COSTEIRA DO RIO GRANDE DO SUL Maria Luiza Correa da Camara Rosa 1,2 ; Eduardo Guimarães Barboza 2 ; Luiz José Tomazelli 2 ; Sérgio Rebello

Leia mais

ANÁLISE SOBRE AS CAUSAS DAS DOENÇAS EM Mussismilia braziliensis (VERRILL 1868) NO BANCO DE ABROLHOS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

ANÁLISE SOBRE AS CAUSAS DAS DOENÇAS EM Mussismilia braziliensis (VERRILL 1868) NO BANCO DE ABROLHOS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ANÁLISE SOBRE AS CAUSAS DAS DOENÇAS EM Mussismilia braziliensis (VERRILL 1868) NO BANCO DE ABROLHOS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Ana Patrícia Sousa Lopes de Pádua; Jacqueline Santos Silva Cavalcanti anapatriciaplanet@hotmail.com

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 172 MA

FICHA PROJETO - nº 172 MA FICHA PROJETO - nº 172 MA Mata Atlântica Pequeno Projeto 1) TÍTULO: Morro do Caçador Uma Proposta de Unidade de Conservação. 2) MUNICÍPIOS DE ATUAÇÃO DO PROJETO: Florianópolis, Ilha de Santa Catarina.

Leia mais

Imbituba, SC, 88780-000, Brasil. Contato: edambiental@baleiafranca.org.br

Imbituba, SC, 88780-000, Brasil. Contato: edambiental@baleiafranca.org.br Semana Nacional e Mês da baleia Franca: atividades culturais como ferramenta para a conservação das baleias francas na Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca, SC Giselle Paes Horacio 1 & Karina R.

Leia mais

PRINCIPAIS SECAS OCORRIDAS NESTE SÉCULO NO ESTADO DO CEARÁ: UMA AVALIAÇÃO PLUVIOMÉTRICA

PRINCIPAIS SECAS OCORRIDAS NESTE SÉCULO NO ESTADO DO CEARÁ: UMA AVALIAÇÃO PLUVIOMÉTRICA PRINCIPAIS SECAS OCORRIDAS NESTE SÉCULO NO ESTADO DO CEARÁ: UMA AVALIAÇÃO PLUVIOMÉTRICA José M. Brabo Alves; Rubenaldo A. Silva; Everaldo B. Souza; Carlos A. Repelli Departamento de Meteorologia -Divisão

Leia mais

Estudo Ambiental de Sísmica (EAS) Pesquisa Sísmica 3D, Não Exclusiva Bacia Sedimentar Marítima de Pernambuco-Paraíba. Sumário

Estudo Ambiental de Sísmica (EAS) Pesquisa Sísmica 3D, Não Exclusiva Bacia Sedimentar Marítima de Pernambuco-Paraíba. Sumário Estudo Ambiental de Sísmica (EAS) Bacia Sedimentar Marítima de Pernambuco-Paraíba Pág. i /ii Sumário II.3 - Área de Influência da... 1 1- Introdução... 1 2- O impacto da emissão sonora sobre o meio biótico...

Leia mais

Ekta Consultoria Soluções Ambientais

Ekta Consultoria Soluções Ambientais A Ekta trabalha com você e sua empresa para atingirmos o desenvolvimento sustentável, através da inovação, autonomia, criatividade e profissionalismo. Rua Mal. Deodoro, 262 Centro Curitiba - PR 55 (41)

Leia mais

2. PRINCIPAIS ACIDENTES INTERNACIONAIS

2. PRINCIPAIS ACIDENTES INTERNACIONAIS 2. PRINCIPAIS ACIDENTES INTERNACIONAIS Petroleiro TasmanSpirit, 2006 Fonte: Environment News Service Em função das atividades de exploração, produção e transporte de petróleo e seus derivados, muitos acidentes

Leia mais

shirley_ufrj@yahoo.com.br

shirley_ufrj@yahoo.com.br INFLUÊNCIA NEOTECTÔNICA NA COMPARTIMENTAÇÃO DO RELEVO E NA DISTRIBUIÇÃO DA SEDIMENTAÇÃO QUATERNÁRIA NA DEPRESSÃO INTERPLANÁLTICA DO MÉDIO VALE PARAÍBADO SUL (SP/RJ) Shirley Cristina de Barros 1 ; Claudio

Leia mais

Relação entre a Precipitação Acumulada Mensal e Radiação de Onda Longa no Estado do Pará. (Dezembro/2009 a Abril/2010)

Relação entre a Precipitação Acumulada Mensal e Radiação de Onda Longa no Estado do Pará. (Dezembro/2009 a Abril/2010) Relação entre a Precipitação Acumulada Mensal e Radiação de Onda Longa no Estado do Pará. (Dezembro/2009 a Abril/2010) Adriana Hellen Ferreira Cordeiro¹, Nilza Araújo Pachêco² 1. Graduanda de Meteorologia

Leia mais

OS DOMÍNIOS DA BACIA DA PARAÍBA

OS DOMÍNIOS DA BACIA DA PARAÍBA Copyright 2005, Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás - IBP Este Trabalho Técnico Científico foi preparado para apresentação no 3 Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás, a ser realizado no período

Leia mais

Mudança da Linha de Costa à Médio Prazo das Praias do Pina e da Boa Viagem (Recife PE) 1961-2007

Mudança da Linha de Costa à Médio Prazo das Praias do Pina e da Boa Viagem (Recife PE) 1961-2007 Mudança da Linha de Costa à Médio Prazo das Praias do Pina e da Boa Viagem (Recife PE) 1961-2007 MARIA DAS NEVES GREGÓRIO TEREZA CRISTINA MEDEIROS DE ARAÚJO RAFAEL LOPES MENDONÇA ICLEIBER NASCIMENTO LIMA

Leia mais

Torezani1, E.; Baptistotte1, C.; Coelho1, B. B.; Santos2, M.R.D.; Bussotti2, U.G.; Fadini2, L.S.; Thomé1, J.C.A.; Almeida1, A.P.

Torezani1, E.; Baptistotte1, C.; Coelho1, B. B.; Santos2, M.R.D.; Bussotti2, U.G.; Fadini2, L.S.; Thomé1, J.C.A.; Almeida1, A.P. ABUNDÂNCIA, TAMANHO E CONDIÇÃO CORPORAL EM CHELONIA MYDAS (LINNAEUS 1758) NA ÁREA DO EFLUENTE DA CST (COMPANHIA SIDERÚRGICA DE TUBARÃO), ESPÍRITO SANTO BRASIL, 2000-2004. Torezani1, E.; Baptistotte1, C.;

Leia mais

CURVAS DE MUDANÇAS EUSTÁTICAS DO HOLOCENO

CURVAS DE MUDANÇAS EUSTÁTICAS DO HOLOCENO CURVAS DE MUDANÇAS EUSTÁTICAS DO HOLOCENO Kenitiro Suguio 1 ; Vanda Brito de Medeiros 2 kenitirosuguio@hotmail.com 1- Instituto de Geociências, USP; 2- Laboratório de Palinologia e Paleobotânica, UnG R.

Leia mais

OCORRÊNCIA DE AGREGADOS DE VERMETIDEOS VIVOS E FÓSSEIS EM COSTÕES ROCHOSOS NO ATLÂNTICO SUL

OCORRÊNCIA DE AGREGADOS DE VERMETIDEOS VIVOS E FÓSSEIS EM COSTÕES ROCHOSOS NO ATLÂNTICO SUL OCORRÊNCIA DE AGREGADOS DE VERMETIDEOS VIVOS E FÓSSEIS EM COSTÕES ROCHOSOS NO ATLÂNTICO SUL Fábio Ferreira Dias 1* ; André Breves-Ramos 2 ; Alexandre Dias Pimenta 3 ; Andrea Oliveira Ribeiro Junqueira

Leia mais

O USO DE GEOTECNOLOGIA NA ANÁLISE DAS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS NA ÁREA METROPOLITANA DE SÃO PAULO - BRASIL

O USO DE GEOTECNOLOGIA NA ANÁLISE DAS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS NA ÁREA METROPOLITANA DE SÃO PAULO - BRASIL O USO DE GEOTECNOLOGIA NA ANÁLISE DAS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS NA ÁREA METROPOLITANA DE SÃO PAULO - BRASIL Profa. Dra. Magda Adelaide Lombardo Universidade Estadual Paulista / Universidade de São Paulo lombardo@rc.unesp.br

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES GEOMORFOLÓGICAS E HIDROGEOGRÁFICAS ÀS REFLEXÕES SOBRE A TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO

CONTRIBUIÇÕES GEOMORFOLÓGICAS E HIDROGEOGRÁFICAS ÀS REFLEXÕES SOBRE A TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO CONTRIBUIÇÕES GEOMORFOLÓGICAS E HIDROGEOGRÁFICAS ÀS REFLEXÕES SOBRE A TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO Fernando Souza Damasco 1 ; Caio Araujo Varela 2 fernandodamasco@hotmail.com 1 Universidade Federal

Leia mais

Teses e Dissertações. Ano Base. Área de Avaliação CIÊNCIAS BIOLÓGICAS I. Área Básica OCEANOGRAFIA 1.08.00.00-0. Instituição

Teses e Dissertações. Ano Base. Área de Avaliação CIÊNCIAS BIOLÓGICAS I. Área Básica OCEANOGRAFIA 1.08.00.00-0. Instituição Ano Base 2001 Área de Avaliação CIÊNCIAS BIOLÓGICAS I Área Básica OCEANOGRAFIA 1.08.00.00-0 Instituição UFPE - UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (PE) Programa OCEANOGRAFIA 25001019034P-2 1 de 5 Mestrado

Leia mais

INVENTÁRIO DAS FONTES POLUIDORAS/CONTAMINANTES DOS RECURSOS VIVOS MARINHOS DO BRASIL

INVENTÁRIO DAS FONTES POLUIDORAS/CONTAMINANTES DOS RECURSOS VIVOS MARINHOS DO BRASIL INVENTÁRIO DAS FONTES POLUIDORAS/CONTAMINANTES DOS RECURSOS VIVOS MARINHOS DO BRASIL ANTECEDENTES Em continuidade aos trabalhos do Programa Nacional de Gerenciamento Costeiro (GERCO), o Ministério do Meio

Leia mais

O MEIO AMBIENTE E A AGROPECUÁRIA BRASILEIRA. Restrições x Oportunidades

O MEIO AMBIENTE E A AGROPECUÁRIA BRASILEIRA. Restrições x Oportunidades O MEIO AMBIENTE E A AGROPECUÁRIA BRASILEIRA Restrições x Oportunidades Secretaria de Políticas para o Desenvolvimento Sustentável SDS Dr. Gilney Amorim Viana ASPECTOS REGULATÓRIOS RELEVANTES Código Florestal:

Leia mais

MONITORAMENTO MORFOLÓGICO DAS PRAIAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO BRASIL: ANÁLISE TEMPORAL E ESPACIAL RESUMO

MONITORAMENTO MORFOLÓGICO DAS PRAIAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO BRASIL: ANÁLISE TEMPORAL E ESPACIAL RESUMO 1 ISSN 1679-3013 TROPICAL OCEANOGRAPHY ONLINE MONITORAMENTO MORFOLÓGICO DAS PRAIAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO BRASIL: ANÁLISE TEMPORAL E ESPACIAL Patrícia Mesquita PONTES Tereza Cristina Medeiros de ARAÚJO

Leia mais

ZONA COSTEIRA, MANGUEZAIS E A MUDANÇA CLIMÁTICA

ZONA COSTEIRA, MANGUEZAIS E A MUDANÇA CLIMÁTICA ZONA COSTEIRA, MANGUEZAIS E A MUDANÇA CLIMÁTICA Eng. Renaldo Tenório de Moura, D.Sc. IBAMA ZONA COSTEIRA NO BRASIL Recife 8.500km Lei 7661/88 Institui a PNGC; Dec. 5300/2004 Regras de uso e ocupação; Critérios

Leia mais

EDITAL Nº 003/2009, 12 DE MARÇO DE 2009 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

EDITAL Nº 003/2009, 12 DE MARÇO DE 2009 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Código da vaga: DBFLO/CGFAP/PLANO DE GESTÃO PARA OS CAVALOS MARINHOS Função: Consultor Especializado em Pesca de Cavalos Marinhos Número de vagas: 01 (uma) vaga Tipo de contrato: Consultoria de curto prazo

Leia mais

ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL (EIA) DO CANTEIRO NÁUTICO E NAVAL DE ARATU (CNNA)

ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL (EIA) DO CANTEIRO NÁUTICO E NAVAL DE ARATU (CNNA) 1/11 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 2 1.0. IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR E... 3 1.1. IDENTIFICAÇÃO DA CONTRATANTE... 3 1.1.1. RESPONSÁVEL LEGAL DA CONTRATANTE... 3 1.2. IDENTIFICAÇÃO DA... 4 1.2.1. REPRESENTANTES

Leia mais

Projeto Geo-Escola em Cajamar e Monte Mor (SP): ambientes de inovação para ensinoaprendizagem e revalorização do lugar

Projeto Geo-Escola em Cajamar e Monte Mor (SP): ambientes de inovação para ensinoaprendizagem e revalorização do lugar Projeto Geo-Escola em Cajamar e Monte Mor (SP): ambientes de inovação para ensinoaprendizagem e revalorização do lugar Celso Dal Ré Carneiro cedrec@ige.unicamp.br Ronaldo Barbosa José Roberto Malaquias

Leia mais

Tabela de Cursos de Mestrado e Doutorado no Brasil

Tabela de Cursos de Mestrado e Doutorado no Brasil Tabela de Cursos de Mestrado e Doutorado no Brasil Universidade 1 Universidade Federal de UFRR Norte Agronomia http://www.posagro.ufrr.br/ 0 Roraima Desenvolvimento Regional da Amazônia http://www.necar.ufrr.br/index.php?

Leia mais

ÁGUA E TURISMO Estado do Rio de Janeiro

ÁGUA E TURISMO Estado do Rio de Janeiro ÁGUA E TURISMO ÁGUA E TURISMO Estado do Rio de Janeiro O turismo vinculado aos recursos hídricos tem crescido de modo exponencial no Estado do Rio de Janeiro Divisões regionais Arraial do Cabo Apesar do

Leia mais

PROJETO LIXO MARINHO: ESTRATÉGIAS DE AÇÃO PARA ENFRENTAMENTO DO PROBLEMA NO LITORAL BRASILEIRO

PROJETO LIXO MARINHO: ESTRATÉGIAS DE AÇÃO PARA ENFRENTAMENTO DO PROBLEMA NO LITORAL BRASILEIRO PROJETO LIXO MARINHO: ESTRATÉGIAS DE AÇÃO PARA ENFRENTAMENTO DO PROBLEMA NO LITORAL BRASILEIRO Garreta-Harkot, P. F.¹; Ivar do Sul, J. A. 2 ; Oliveira, A. L.; Filardi, C. L.; Rebouças, G. N.; Barretto,

Leia mais

IAGC. Associação Internacional dos Contratistas de Geofísica. Possui um Comitê Ambiental cuja missão é:

IAGC. Associação Internacional dos Contratistas de Geofísica. Possui um Comitê Ambiental cuja missão é: IAGC Associação Internacional dos Contratistas de Geofísica Possui um Comitê Ambiental cuja missão é: Estabelecer um fórum no qual se facilite o intercâmbio dos aspectos ambientais e assuntos relacionados

Leia mais

PORTARIA ICMBIO Nº 16, DE 02 DE MARÇO DE 2015

PORTARIA ICMBIO Nº 16, DE 02 DE MARÇO DE 2015 PORTARIA ICMBIO Nº 16, DE 02 DE MARÇO DE 2015 Dispõe sobre a atualização da denominação, da localização e das atribuições dos Centros Nacionais de Pesquisa e Conservação no âmbito do Instituto Chico Mendes

Leia mais

MAPEAMENTO DIGITAL DE AMBIENTES COSTEIROS COM APOIO DE IMAGENS DE SATÉLITES E DADOS GNSS

MAPEAMENTO DIGITAL DE AMBIENTES COSTEIROS COM APOIO DE IMAGENS DE SATÉLITES E DADOS GNSS MAPEAMENTO DIGITAL DE AMBIENTES COSTEIROS COM APOIO DE IMAGENS DE SATÉLITES E DADOS GNSS Gilberto Pessanha Ribeiro ¹, ², ³ gilberto@globalgeo.com.br ¹ Globalgeo Geotecnologias www.globalgeo.com.br ² Faculdade

Leia mais

Ciências do Mar no Estado de São Paulo

Ciências do Mar no Estado de São Paulo Ciências do Mar no Estado de São Paulo Edmo Campos Instituto Oceanográfico Universidade de São Paulo N/Oc. Alpha-Crucis Lançamento Bóia Atlas-B A Oceanografia é a parte da ciência dedicada ao estudo dos

Leia mais

Diversidade biológica marinha e costeira Decisão II/10 e Decisão IV/5. Conservação e uso sustentável da diversidade biológica marinha e costeira

Diversidade biológica marinha e costeira Decisão II/10 e Decisão IV/5. Conservação e uso sustentável da diversidade biológica marinha e costeira Diversidade biológica marinha e costeira Decisão II/10 e Decisão IV/5. Conservação e uso sustentável da diversidade biológica marinha e costeira 149 Decisão V/3. Relatório de progresso da implementação

Leia mais

Eline Matos Martins & Gustavo Martinelli

Eline Matos Martins & Gustavo Martinelli II SIMPÓSIO SOBRE A BIODIVERSIDADE DA MATA ATLÂNTICA. 2013 23 Listas Vermelhas e Estratégias de Conservação: a atuação do Centro Nacional de Conservação da Flora (CNCFlora) com as espécies da Flora ameaçadas

Leia mais

2000 árvores/minuto **

2000 árvores/minuto ** http://www.nominuto.com/noticias/natureza/alertas-de-desmatamento-tiveram-aumento-de-9-na-amazonia-legal/115318/ 20 minutos: 0,2 km 2* (200.000 m 2 = 18,5 campos de futebol) da Amazônia legal; 2000 árvores/minuto

Leia mais

Maria Helena Del Grande

Maria Helena Del Grande Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA Nº 02 Ano 3 junho/2012 www.revistapindorama.ifba.edu.br Análise da temperatura e da precipitação

Leia mais

Unidades de Conservação do Estado do Maranhão

Unidades de Conservação do Estado do Maranhão SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL Unidades de Conservação do Estado do Maranhão Lívia Karen Ribeiro de Paula Souza Superintendente

Leia mais

ATIVIDADES DE PESCA ARTESANAL MARINHA DA REGIÃO NORTE FLUMINENSE

ATIVIDADES DE PESCA ARTESANAL MARINHA DA REGIÃO NORTE FLUMINENSE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL MESTRADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL MODALIDADE PROFISSIONAL AVALIAÇÃO DOS IMPACTOS CAUSADOS PELO COMPLEXO PORTUÁRIO RIO DO AÇU A U SOBRE AS ATIVIDADES DE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRO-REITORIA DE PESQUISA, POS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRO-REITORIA DE PESQUISA, POS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRO-REITORIA DE PESQUISA, POS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO Título: DEFINIÇÃO DE METODOLOGIA PARA GESTÃO DO ORDENAMENTO DO USO PÚBLICO NO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DA TIRIRICA RJ

Leia mais

ÍNDICE K: ANÁLISE COMPARATIVA DOS PERIODOS CLIMATOLÓGICOS DE 1950-1979 E 1980-2009

ÍNDICE K: ANÁLISE COMPARATIVA DOS PERIODOS CLIMATOLÓGICOS DE 1950-1979 E 1980-2009 ÍNDICE K: ANÁLISE COMPARATIVA DOS PERIODOS CLIMATOLÓGICOS DE 1950-1979 E 1980-2009 Fellipe Romão Sousa Correia, Fabricio Polifke da Silva, Maria Gertrudes Alvarez Justi da Silva Universidade Federal do

Leia mais

INFOCLIMA, Ano 11, Número 11 INFOCLIMA. Previsão de Consenso 1 CPTEC/INPE e INMET para o trimestre Dezembro/04 a fevereiro/05

INFOCLIMA, Ano 11, Número 11 INFOCLIMA. Previsão de Consenso 1 CPTEC/INPE e INMET para o trimestre Dezembro/04 a fevereiro/05 INFOCLIMA BOLETIM DE INFORMAÇÕES CLIMÁTICAS Ano 11 11 de novembro de 2004 Número 11 Previsão de Consenso 1 CPTEC/INPE e INMET para o trimestre Dezembro/04 a fevereiro/05 CARACTERIZADO O INÍCIO DO FENÔMENO

Leia mais

3 PROGRAMA DE COMPENSAÇÃO PELA EMISSÃO DE GASES DO EFEITO ESTUFA

3 PROGRAMA DE COMPENSAÇÃO PELA EMISSÃO DE GASES DO EFEITO ESTUFA 3 PROGRAMA DE COMPENSAÇÃO PELA EMISSÃO DE GASES DO EFEITO ESTUFA 3.1 ÁREAS PARA CONVERSÃO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO 3.1.1 - Justificativa O Brasil possui uma das biotas mais notáveis do planeta, mas ela

Leia mais

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015 Investe São Paulo Campinas, 17 de março de 2015 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos e a expansão dos negócios existentes, gerando inovação tecnológica, emprego e renda. Promover a competitividade

Leia mais

Departamento de Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. II Congresso Norte-Nordeste de Química.

Departamento de Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. II Congresso Norte-Nordeste de Química. Comparação dos Teores de Proteína na Sardinha (Sardinellla brasiliensis), coletadas nas localidades de Volta da Lama e Ferreiro Torto provenientes do Estuário Potengi/Jundiaí no RN. *Geovane Chacon de

Leia mais

Elsevier R&D Solutions. CONHECIMENTO GEOLÓGICO ESSENCIAL Centenas de milhares de mapas científicos compilados de publicações geológicas confiáveis

Elsevier R&D Solutions. CONHECIMENTO GEOLÓGICO ESSENCIAL Centenas de milhares de mapas científicos compilados de publicações geológicas confiáveis Elsevier R&D Solutions Uma solução de geociências que capacita pesquisadores e instituições acadêmicas a fim de fortalecer a pesquisa, apoiar as metas de publicação e formar os estudantes. CONHECIMENTO

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DA GEOMORFOLOGIA COSTEIRA AOS ESTUDOS SOBRE PELLETS DE PLÁSTICO EM PRAIAS DE SP, BRASIL

CONTRIBUIÇÕES DA GEOMORFOLOGIA COSTEIRA AOS ESTUDOS SOBRE PELLETS DE PLÁSTICO EM PRAIAS DE SP, BRASIL CONTRIBUIÇÕES DA GEOMORFOLOGIA COSTEIRA AOS ESTUDOS SOBRE Martins Falcão, P. 1 ; de Gouveia Souza, C.R. 2 ; 1 INSTITUTO FEDERAL DA BAHIA - IFBA Email:pliniomf@gmail.com; 2 IG - SP / PGF-FFLCH-USP RESUMO:

Leia mais

Case Costa Brasileira: Gerenciamento Costeiro de Pernambuco RECIFE, NOVEMBRO 2014

Case Costa Brasileira: Gerenciamento Costeiro de Pernambuco RECIFE, NOVEMBRO 2014 Case Costa Brasileira: Gerenciamento Costeiro de Pernambuco RECIFE, NOVEMBRO 2014 LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA ZONA COSTEIRA BRASILEIRA LEI 7661/88 ZONA COSTEIRA PERNAMBUCANA PERNAMBUCO FAIXA TERRESTRE Municipios

Leia mais

Análise da Freqüência das Velocidades do Vento em Rio Grande, RS

Análise da Freqüência das Velocidades do Vento em Rio Grande, RS Análise da Freqüência das Velocidades do Vento em Rio Grande, RS Maria Fernanda S. Braga Nisia Krusche Fundação Universidade do Rio Grande Abstract This paper analyses the distributions of the wind velocities

Leia mais

LIDERANÇA. Gardline Marine

LIDERANÇA. Gardline Marine LIDERANÇA A OceanPact é uma empresa brasileira dedicada ao gerenciamento e resposta a emergências e ao desenvolvimento e implantação de soluções ligadas ao meio ambiente marinho e costeiro, principalmente

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas ALMEIDA, S. O.; LOPES, T. C.; PEREIRA, R. de C. F. A produção científica em marketing de relacionamento no Brasil entre 1990 e 2004. In: Anais do Encontro de Marketing, 2.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRO-REITORIA DE PESQUISA, POS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRO-REITORIA DE PESQUISA, POS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRO-REITORIA DE PESQUISA, POS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO Título: DEFINIÇÃO DE METODOLOGIA PARA GESTÃO DO ORDENAMENTO DO USO PÚBLICO NO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DA TIRIRICA RJ

Leia mais