UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial"

Transcrição

1 UNIÃO ESTE BRASILEIRA Associação Ministerial

2 Comentários sobre a Música

3 Comentários sobre a Música Pr. Graciliano Martins

4 Percepção Humana da Música A música é percebida pelo tálamo, estação de transmissão de todas as emoções. A música é, portanto, captada e apreciada sem envolver o cérebro (razão ou julgamento).

5 Efeitos Psíquicos da Música A resposta à música pode ser verificada mesmo quando o ouvinte não estiver dando atenção consciente a ela. A Música pode alterar o humor e o comportamento.

6 Ao diminuir o nível de percepção sensorial, a música eleva a sensibilidade à cor, tato e etc. A música repetitiva tem efeito hipnótico.

7 PRINCIPAIS ELEMENTOS DA MÚSICA 1. Melodia 2. Harmonia 3. Ritmo 4. Forma

8 1. MELODIA É a organização simples de uma série de sons musicais. É também o elemento básico sobre o qual a música é composta e a principal fonte para a identificação.

9 2. HARMONIA É a combinação de sons ouvidos simultaneamente e em geral conhecidos como acordes. Há a possibilidades de um número sem fim de combinação de sons; por isso a harmonia serve para expressar e projetar deferentes estados da alma.

10 3. RITMO É tudo que diz respeito à duração do som. É a combinação dos grupos de pulsações (batidas) de diferente duração. O ritmo é o elemento musical mais forte do apelo emocional causado pela música, o que mais prende a atenção. Os ritmos podem ser simétricos e assimétricos.

11 4. FORMA É o modo pelo qual se organizam a melodia, a harmonia e o ritmo. Uma boa forma proporciona a unidade básica para a mensagem a ser apresentada através da composição musical.

12 A Música Sacra

13 Que é Música Sacra? Há diferentes opiniões a respeito do que seja música sacra. Tradicionalmente entende-se por música sacra qualquer música que não lembra a música do mundo e que desperta sentimentos de religião, espiritualidade, santidade e adoração a Deus. Instituto Batista de Educação Religiosa da Convenção Batista do Estado de São Paulo, Música e Louvor, p. 22.

14 Um Pouco de História Os primórdios da música na Terra, conforme relato do primeiro livro da Bíblia, parecem pobres e inadequados, quando comparadas com a música do Céu. Mas, apesar de haver sido simples, a música é mencionada em Gênesis. Helen G. Grauman, Música em Minha Bíblia, Casa Publicadora Brasileira, p. 11.

15 História A música instrumental demorou mais, pois, foi na sétima geração depois de Adão (o qual indubitavelmente ainda vivia) que Jubal se tornou o criador da lira, do pífaro e da flauta. Gên. 4:21. Helen G. Grauman, Música em Minha Bíblia, Casa Publicadora Brasileira, p. 11.

16 Música Sacra Os que fazem do cântico uma parte do culto divino, devem escolher música apropriada para a ocasião, não notas de funeral, porém melodias alegres, e todavia solenes. Evangelismo, 508.

17 Importante Toda música sacra é religiosa, mas nem toda música religiosa é música sacra.

18 Deve ser lembrado que uma música não se torna sacra simplesmente porque é composta para ser tocada na igreja, e nem só porque é tocada na igreja. Instituto Batista de Educação Religiosa da Convenção Batista do Estado de São Paulo, Música e Louvor, p. 22.

19 Há pessoas que estão prontas para fazer uso de qualquer coisa estranha, que possam apresentar como supremo ao povo... Nunca devemos rebaixar o nível da verdade, a fim de obter conversões, mas precisamos elevar o pecador corrupto à alta norma da lei de Deus. Evangelismo, 137.

20 Atenção!!! Uma música não é considerada sacra porque o seu autor é um cristão, a sua letra fala de Cristo ou porque pertence ao repertório de alguma Religião.

21 A Música sacra deve ser santa em si mesma, porque música sacra, é música santa!

22 Principais Características da Música Sacra 1. Promove uma correta visão de Deus, de Sua justiça e de Seu amor. 2. Sua letra deve comunicar uma mensagem bíblica doutrinária, de gratidão, ou de louvor ao Nome do nosso Criador.

23 3. Não desperta sentimentos humanos do passado ou do presente vividos em experiências alheias aos propósitos da Salvação. 4. Desperta o viver por Cristo e impulsiona viver para Cristo.

24 5. Não lembra a música secular em quaisquer de suas formas. 6. A letra deve ser uma oração, e por conta disso, todo o seu conteúdo deve ser bem claro para merecer um AMÉM no final.

25 7. Os elementos musicais são subalternos aos elementos religiosos em toda sua composição. 8. Sua forma musical deve comunicar espiritualidade.

26 9. Desenvolve no pecador, uma correta visão de si mesmo e do seu estado pecaminoso. 10. Conscientiza o pecador da importância do sacrifício na cruz em seu favor, e desenvolve a sua fé.

27 11. Desperta e desenvolve os sentimentos religiosos que motivam a reverência e a adoração ao Criador. 12. A música deverá não ter nenhum outro alvo ou objetivo senão a glória de Deus e a recreação da alma. Bach

28 Quando os seres humanos cantam com o espírito e o entendimento, os músicos celestiais apanham a harmonia, e unem-se aos cânticos de ações de graça. E. G. White, Obreiros Evangélicos, 357.

29 A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais; cantando ao Senhor com graça em vosso coração. Colossenses 3:16.

30 UNIÃO ESTE BRASILEIRA Secretaria Ministerial

Neste exposto, venho deixar uma breve reflexão sobre música, dom espiritual. Tenta lembrar quantas vezes na última semana ouviste música.

Neste exposto, venho deixar uma breve reflexão sobre música, dom espiritual. Tenta lembrar quantas vezes na última semana ouviste música. Música, Dom Espiritual, Adoração Neste exposto, venho deixar uma breve reflexão sobre música, dom espiritual e adoração. Tenta lembrar quantas vezes na última semana ouviste música. Não só as músicas na

Leia mais

HINOS DA HARPA CRISTÃ VIOLINO 1 OSAD

HINOS DA HARPA CRISTÃ VIOLINO 1 OSAD o interessante. Você pode posicionar a caixa tas de Desenho para alterar a formatação HINOS DA HARPA CRISTÃ VIOLINO 1 OSAD NOME louvai-o com instrumentos de cordas... AGRADECIMENTOS Agradecemos ao Deus

Leia mais

História e Ministério

História e Ministério História e Ministério 1 - Ministério e propósito 2 - Resumo da história da Igreja 3 - Responsabilidades espirituais e oficiais 4 - Documentos relevantes 1. MINISTERIO E PROPÓSITO O Ministério da Igreja

Leia mais

Carta aos Filipenses. Carta aos Filipenses:

Carta aos Filipenses. Carta aos Filipenses: : Filipos: cidade na Macedônia que recebeu seu nome de Filipe II, pai de Alexandre o Grande, que a conquistou no 4 século a.c. Tornou-se colônia romana no 2 século a.c. A segunda das chamadas Cartas da

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Recapitulando Nas aulas passadas vimos que muitas vezes a fé tem horário e local específico, na Igreja, no domingo, e no horário

Leia mais

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 3 T/2012

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 3 T/2012 Palavra & Vida Sugestões Didáticas 3 T/2012 Dulce Helena da Silva Mota de Lima Educadora Religiosa / Professora e Assistente Social LIÇÃO 10 O RETORNO ÀS ESCRITURAS Texto: Neemias 8 Objetivos da lição

Leia mais

OS VERDADEIROS ADORADORES

OS VERDADEIROS ADORADORES - Aula 3 OS VERDADEIROS ADORADORES Objetivo: ao final da aula, o aluno deverá buscar se identificar como um adorador dentro dos padrões bíblicos, empenhando-se por cultuar a Deus do modo que O agrada e

Leia mais

VERSÕES NOITE DE PAZ TEXTOS EXTRAÍDOS DE HINÁRIOS DIVERSOS PROTESTANTES ACERVO: JÔNATAS FERNANDES

VERSÕES NOITE DE PAZ TEXTOS EXTRAÍDOS DE HINÁRIOS DIVERSOS PROTESTANTES ACERVO: JÔNATAS FERNANDES VERSÕES NOITE DE PAZ TEXTOS EXTRAÍDOS DE HINÁRIOS DIVERSOS PROTESTANTES ACERVO: JÔNATAS FERNANDES Título Original: Stille Nacht! Letra: Joseph Mohr (1792-1848) Música: Franz Xavier Gruber (1787-1863) Cântico

Leia mais

Culto é adoração. Culto devem permitir expressões de adoração a Deus e tempo para sentir, com assombro, Sua grandeza e poder (Sl 95:3-5).

Culto é adoração. Culto devem permitir expressões de adoração a Deus e tempo para sentir, com assombro, Sua grandeza e poder (Sl 95:3-5). Na ausência do pastor, o ancião é responsável por liderar o culto divino no sábado. Isso requer compreensão do culto. As igrejas, muitas vezes, mantêm a mesma ordem do culto, ano após ano, usando os mesmos

Leia mais

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja.

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja. POR QUE EVANGELIZAR? Existem oito razões para incomodar as pessoas com a pregação do evangelho: 1. O amor de Deus. Evangelismo é um ato de amor (João 3:16, Mt. 5:45-44). 2. A ordem de Jesus. Evangelizar

Leia mais

Tema 02 - Música, Bênção ou Maldição? Tema 01 - O Último Apelo Divino. Roteiro da programação do dia / / - Início às : hs. Boas Vindas e hino:

Tema 02 - Música, Bênção ou Maldição? Tema 01 - O Último Apelo Divino. Roteiro da programação do dia / / - Início às : hs. Boas Vindas e hino: Tema 01 - O Último Apelo Divino Hino sugerido: 304 - Vêem os Outros CRISTO em Ti? Vídeo-CD: O Último Apelo Divino Hino sugerido: 545 - Vem o Grande Dia Tema 02 - Música, Bênção ou Maldição? Hino sugerido:

Leia mais

IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS

IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS IGREJA PRESBITERIANA DO JARDIM BRASIL ESTUDO BÍBLICO QUARTA-FEIRA REV. HELIO SALES RIOS INTRODUÇÃO Culto é um serviço Espiritual oferecido a Deus. Expressão mais profunda do nossos sentimentos de adoração

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos O que são os sacramentos? Sacramento é derivado do latim sacramentum, era utilizado no meio militar correspondendo a juramento

Leia mais

SOBRE O CENÁCULO Mencionado na Mensagem de

SOBRE O CENÁCULO Mencionado na Mensagem de 1 Áudio da Mensagem de Manoel de Jesus, de 28.08.2017 convertido em texto, SOBRE O CENÁCULO Mencionado na Mensagem de 21.08.2017 28.08.2017 Chamado de Amor e de Conversão do Coração Doloroso e Imaculado

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos North American Division Portuguese Ministry Treinamento de Instrutores Bíblicos O Ministério dos Grupos Pequenos O Poder dos Grupos Pequenos 1. Introdução Propósitos Grupo de pessoas que se reúnem para:

Leia mais

a. Fomos Escolhidos Para Uma Finalidade; b. Temos Um Alvo Estabelecido Para Nossas Vidas; c. O Nosso Alvo É Sermos Iguais A Jesus.

a. Fomos Escolhidos Para Uma Finalidade; b. Temos Um Alvo Estabelecido Para Nossas Vidas; c. O Nosso Alvo É Sermos Iguais A Jesus. Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. Romanos 8:29 a. Fomos Escolhidos Para Uma

Leia mais

Sexta-feira 1. Definições: 2. Salvação: Casamento é uma maquete de uma realidade maior 3. Santificação: 4. Perseverança:

Sexta-feira 1. Definições: 2. Salvação: Casamento é uma maquete de uma realidade maior 3. Santificação: 4. Perseverança: Sexta-feira 1. Definições: Casamento regido pela graça 2. Salvação: Casamento é uma maquete de uma realidade maior 3. Santificação: Casamento é um palco onde a transformação acontece 4. Perseverança: Casamento

Leia mais

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor ORAR É AÇÃO EBA Aprendendo a ORAR com Paulo Ef. 1:15-19. Por isso também eu, tendo ouvido da fé que há entre vós no Senhor Jesus e o amor para com todos os santos, não cesso de dar graças por vós, fazendo

Leia mais

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações INTIMIDADE + NA PRESENÇA = VIDA ABUNDANTE = AÇÃO SOBRENATURAL DO CÉU NA TERRA Gerando O Coração de Deus no meio de sua igreja JEJUM INÍCIO:

Leia mais

Introdução do Editor. John MacArthur

Introdução do Editor. John MacArthur Introdução do Editor John MacArthur Certa vez, uma mulher me escreveu para dizer que pensava que o cristianismo era bom, mas ela, em particular, era ligada ao zen-budismo. Gostava de ouvir a rádio evangélica,

Leia mais

O Tempo com a Palavra de Deus

O Tempo com a Palavra de Deus O Tempo com Deus O Tempo com a Palavra de Deus O Tempo com a Oração O Tempo de Adoração O Tempo de Adoração 1) Nossas vidas devem ser uma constante adoração a Deus Tudo o que fizerem, seja em palavra ou

Leia mais

IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira

IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira AULA 7 CULTO: CRESCENDO JUNTOS NA ALEGRIA, NA COMUNHÃO E NA ADORAÇÃO A DEUS IGREJA E CULTO Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira EBD CONSOLIDAÇÃO 2015 O Ano da Adoração

Leia mais

ORAR É AÇÃO. Paulo Velho Ministério de Oração - IBCU Fevereiro / 2015 EBA

ORAR É AÇÃO. Paulo Velho Ministério de Oração - IBCU Fevereiro / 2015 EBA ORAR É AÇÃO Paulo Velho Ministério de Oração - IBCU Fevereiro / 2015 EBA ORA R ÇÃO é A Orações de Davi Contextualizar Considerações de um dos filhos Precisamos orar mais Ministério de Oração Curso anterior

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

Nesta época do ano é muito comum as pessoas fazerem uma retrospectiva de suas próprias vidas. A Televisão, as revistas, os jornais e

Nesta época do ano é muito comum as pessoas fazerem uma retrospectiva de suas próprias vidas. A Televisão, as revistas, os jornais e Balanço Geral Miquéias 6.6-8 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis 28/12/2008 Nesta época do ano é muito comum as pessoas fazerem uma retrospectiva de suas próprias vidas. A Televisão, as revistas, os

Leia mais

ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO

ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO AGOSTO 2016 www.abracandoapalavra.org A Salvação em JESUS CRISTO Um Novo Nascimento De acordo com a Bíblia, O Santo, Eterno, Soberano e Todo

Leia mais

A Igreja. Ellen White

A Igreja. Ellen White A igreja é um instrumento apontado por Deus para a salvação de homens. Foi organizada para servir e sua missão é levar o evangelho ao mundo... Maravilhosa é a obra que o Senhor se propõe a realizar por

Leia mais

O QUE SE ESPERA DE UM MINISTRO DA MÚSICA: Que ajude a assembleia a entrar no mistério de Deus pela música;

O QUE SE ESPERA DE UM MINISTRO DA MÚSICA: Que ajude a assembleia a entrar no mistério de Deus pela música; O QUE SE ESPERA DE UM MINISTRO DA MÚSICA: Que ajude a assembleia a entrar no mistério de Deus pela música; Que esteja a serviço da igreja e da liturgia e não de si mesmo e de seus gostos pessoais; Que

Leia mais

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA Prof. A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O MINISTÉRIO TRÍPLICE DE JESUS Jesus Cristo em seu ministério tríplice pregou, curou e ensinou, mas o ensino foi a atividade mais

Leia mais

Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988

Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988 Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988 Vamos meditar a Mensagem nº 43, de 04/06/1988, que Nossa Senhora transmitiu em Anguera/BA, a Pedro Regis. Para ver a mensagem, clique aqui. Nossa Boa Mãe vem

Leia mais

Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley

Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley John Wesley Não poderia deixar de colocar aqui este servo de Deus, não especialmente ministro de curas, na verdade um dos primeiros avivalistas da história.

Leia mais

Secretaria de Espiritualidade. Colaborar com a Presidente no planejamento da atividade de toda parte devocional da Sociedade.

Secretaria de Espiritualidade. Colaborar com a Presidente no planejamento da atividade de toda parte devocional da Sociedade. Secretaria de Espiritualidade Colaborar com a Presidente no planejamento da atividade de toda parte devocional da Sociedade. O que é liturgia? Roteiro do Culto; Ordem do Culto; Levar as pessoas a disposição

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA 2014

APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA 2014 PROPOST A 2014 "Que nenhum homem despreze as crianças ou pense que são insignificantes. Eu reivindico o lugar da frente para elas. Elas são o futuro do mundo. O passado já se foi e não podemos alterá-lo.

Leia mais

1ª edição Projeto Timóteo Como Preparar e Realizar Cultos Apostila do Orientador

1ª edição Projeto Timóteo Como Preparar e Realizar Cultos Apostila do Orientador Como Preparar e Realizar Cultos www.projeto-timoteo.org 1ª edição Projeto Timóteo Apostila do Orientador Como Preparar e Realizar Cultos www.projeto-timoteo.org 1ª edição Projeto Timóteo Coordenador do

Leia mais

Restaurando por Completo a Visão Espiritual. Marcos Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis

Restaurando por Completo a Visão Espiritual. Marcos Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis Restaurando por Completo a Visão Espiritual Marcos 8.22-26 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis Visão é ato ou efeito de ver. É a percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista, que envia ao cérebro

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Colégio Nossa Senhora da Piedade Colégio Nossa Senhora da Piedade Dados de identificação: Curso: Ensino Fundamental II Série: 6 Ano Professora: Denise dos Santos Silva Rocha Disciplina: Ensino Religioso Ano: 2016. Plano de curso 1-Objetivo

Leia mais

Lição 01 O propósito eterno de Deus

Lição 01 O propósito eterno de Deus Lição 01 O propósito eterno de Deus LEITURA BÍBLICA Romanos 8:28,29 Gênesis 1:27,28 Efésios 1:4,5 e 11 VERDADE CENTRAL Deus tem um propósito original e eterno para minha vida! OBJETIVO DA LIÇÃO Que eu

Leia mais

Assessoria de Educação. Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã

Assessoria de Educação. Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã Assessoria de Educação Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã Agenda O que é a EBD? Considerações sobre o Ensino Algumas recomendações para os professores

Leia mais

28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes

28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes 28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes Atendei, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros... ...Vós não sabeis o que

Leia mais

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef. 1: 1-14 Slide 1 O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef.1 : 1-14 1. Paulo, apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus, aos santos que vivem em Éfeso e fiéis em Cristo

Leia mais

LIÇÃO 7 A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 7 A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 7 A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A SALVAÇÃO EM CRISTO JESUS A Salvação é um ato do amor de Deus para com os homens, sendo uma manifestação da sua

Leia mais

Os quatro "passos" da leitura orante

Os quatro passos da leitura orante A leitura orante nada mais é do que a maneira como gerações e gerações de judeus e cristãos leram as Sagradas Escrituras, procurando nelas uma palavra do Deus vivo para a sua vida, em cada momento de sua

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S Vivendo Teologicamente S O que a teologia tem a ver com a vida diária? S A teologia geralmente é considerada como algo abstrato.

Leia mais

A Igreja é uma santa sociedade cristã para santa comunhão ordinária e ajuda mútua no culto público a Deus e no santo viver.

A Igreja é uma santa sociedade cristã para santa comunhão ordinária e ajuda mútua no culto público a Deus e no santo viver. A Igreja é uma santa sociedade cristã para santa comunhão ordinária e ajuda mútua no culto público a Deus e no santo viver. Richard Baxter Contexto: Os puritanos surgiram para apoiar e desejar a reforma

Leia mais

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro I Semana de Liturgia 21 a 25 de setembro de 2015. Sacrosanctum Concilium 50 anos depois. Por uma participação ativa, consciente e plena. Abertura Solo: Abrirei

Leia mais

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O Evangelho de Deus A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O que é o Evangelho? Não se trata do ABC da vida cristã que nos introduz aos cursos mais avançados de D a Z. O que é o Evangelho? O Evangelho

Leia mais

Curso de Teologia de Leigos

Curso de Teologia de Leigos Curso de Teologia de Leigos O MISTÉRIO DA CRIAÇÃO; DEUS MANTÉM E SUSTENTA A CRIAÇÃO; DEUS REALIZA O SEU PROJETO: A DIVINA PROVIDÊNCIA; A DIVINA PROVIDÊNCIA E AS CAUSAS SEGUNDAS; A DIVINA PROVIDÊNCIA E

Leia mais

Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! - O perdão do teu passado - Um propósito para a tua vida futura - Uma morada no céu

Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! - O perdão do teu passado - Um propósito para a tua vida futura - Uma morada no céu Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! Uma mensagem que vai responder à tua pergunta o que posso fazer aqui na terra? Há uma mensagem que responde a todas as tuas perguntas e dúvidas. Este livro demonstra

Leia mais

Você precisa dizer AMÉM

Você precisa dizer AMÉM Você precisa dizer AMÉM Quando ouvimos a pregação com o coração aberto, a fé de Deus é liberada ao nosso coração e então podemos desfrutar de todas as bênçãos do céu Gostaria de compartilhar o poder de

Leia mais

Nova Estrutura do Curso: Avisos

Nova Estrutura do Curso: Avisos Nova Estrutura do Curso: Avisos Nova Estrutura do Curso Disciplinas de Teologia Sistemática: Introdução a Teologia Sistemática Doutrina de Deus Teontologia Doutrina do Ser Humano Antropologia Doutrina

Leia mais

Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons 1

Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons 1 1 O caminho da harmonia. Colossenses 3 e 4 Col 3:1-3 Introdução: Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham

Leia mais

Shawn Achor Universidade de Harvard

Shawn Achor Universidade de Harvard Mensagem 01/09/2013 Shawn Achor Universidade de Harvard Pensamento tradicional Se eu trabalhar duro... Terei mais sucesso...... e serei mais FELIZ! Boas Notas Melhores Notas Entrar em boa escola... Melhor

Leia mais

O Objetivo da Vida Cristã. Aula 02 Texto básico: Mateus Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho

O Objetivo da Vida Cristã. Aula 02 Texto básico: Mateus Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho O Objetivo da Vida Cristã Aula 02 Texto básico: Mateus 6. 25-34 Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho Objetivo: Demonstrar que a prática religiosa não é o objetivo da vida cristã, mas o meio pelo qual

Leia mais

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo EVANGELISMO Uma ideia nada popular razão externa: religião como fenômeno particular razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo O QUE EVANGELISMO NÃO É? Não é um convite para ir uma reunião

Leia mais

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista INFORMA Igreja Batista de Canoas Vida equilibrando sua pessoal Nº 889 26 de Junho a 02 de Julho de 2016 equilibrando sua Vida pessoal "Pois Deus não quer que nós vivamos em desordem e sim em paz." 1 Cor.

Leia mais

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo.

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. 1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. Ao contribuir com o dízimo, saímos de nós mesmos e reconhecemos que pertencemos tanto à comunidade divina quanto à humana. Um deles, vendo-se

Leia mais

Dez Passos para Remir o Tempo na Sua Vida

Dez Passos para Remir o Tempo na Sua Vida Dez Passos para Remir o Tempo na Sua Vida O dia de ontem já é passado. Amanhã ainda é futuro, mas o dia de hoje é uma dádiva... é por isso que se chama Presente! Sua vida cristã é uma jornada, e não simplesmente

Leia mais

- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida -

- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida - 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 - Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida - Dia 0 - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Ap. Motivos de Oração: Agradeça pela salvação, família,

Leia mais

Quem somos e no que cremos?

Quem somos e no que cremos? Vivendo e compartindo o caminho de Jesús Quem somos e no que cremos? Igreja Evangélica Paseo de Extremadura 179 Tel: 91 813 67 05; 626 468 629 http://www.comuniondelagracia.es E-mail: iduespana@yahoo.es

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Quinta-feira da 5ª Semana da Páscoa Ó Deus, vossa

Leia mais

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS Movendo Pessoas da Congregação para os Comprometidos para que não mais sejamos como meninos Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Leia mais

Israel Mazzacorati Ibaviva 2016

Israel Mazzacorati Ibaviva 2016 Israel Mazzacorati Ibaviva 2016 A Igreja é o Corpo de Cristo; o plano eterno e cósmico de Deus, realizado em Cristo Jesus, no poder e no testemunho do Espírito Santo, que se concretiza na história através

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas North A meric an Divisio n Portuguese Mi nistry Treinamento de Instrutores Bíblicos Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Objetivo Uma compreensão clara

Leia mais

O Engajamento na Adoração

O Engajamento na Adoração O Engajamento na Adoração Atos 2:41-47 41. Os que aceitaram a mensagem foram batizados, e naquele dia houve um acréscimo de cerca de três mil pessoas. 42. Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à

Leia mais

LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 13 - UMA VIDA DE FRUTIFICAÇÃO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO AMOR É A BASE DO FRUTO DO ESPÍRITO Como cristãos o nosso viver é Cristo e assim seremos coparticipantes de sua natureza

Leia mais

Geração compaixão A Revolução do Amor!

Geração compaixão A Revolução do Amor! 1 Geração compaixão A Revolução do Amor! A velocidade com que o tempo passa, nos mostra claramente a fugacidade da vida. Já estamos em 2016! E este será um ano diferente para a juventude adventista no

Leia mais

Ministério infantil não é brincadeira

Ministério infantil não é brincadeira Ministério infantil não é brincadeira MINISTÉRIO INFANTIL NÃO É BRINCADEIRA Para refletir! Exercer o ministério com crianças vai além da técnica e do conhecimento, embora ambos sejam fundamentais para

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Tudo se resolve com uma boa conversa? Protesto!

Tudo se resolve com uma boa conversa? Protesto! Tudo se resolve com uma boa conversa? Protesto! A Difícil Arte de Comunicar-se... Palavras Fundo de Experiência Fundo de Experiência A Difícil Arte de Comunicar-se... Palavras Fundo de Experiência Fundo

Leia mais

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Introdução Neste primeiro volume da Apostila da Pastoral do dizimo, desejamos aprofundar o

Leia mais

Salva Vidas faz parte de um amplo esforço para ajudar as igrejas evangélicas brasileiras a cumprir sua missão bíblica.

Salva Vidas faz parte de um amplo esforço para ajudar as igrejas evangélicas brasileiras a cumprir sua missão bíblica. Salva Vidas é o ministério que o pastor José Bernardo fundou em 2004 com a missão de equipar os cristãos para cumprirem sua missão bíblica de evangelizar todo mundo. Em um momento quando as grandes editoras

Leia mais

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTO DE ENTRADA: E B7 Dentro de mim existe uma luz/ Que me mostra por onde deverei andar F#m B7 E Dentro de mim também mora Jesus/ que me ensina buscar

Leia mais

Por que Deus nos Criou?

Por que Deus nos Criou? A ESSÊNCIA DE TUDO, Por que Deus nos Criou? Nº4: Você já se perguntou por que Deus criou os seres humanos, e qual é o nosso propósito? A Bíblia diz que Deus criou a humanidade para Sua glória. Todo o que

Leia mais

Lição 11. Garotos Adultos & É o Coração. Page 1

Lição 11. Garotos Adultos & É o Coração. Page 1 Lição 11 Garotos Adultos & É o Coração Page 1 LIÇÃO 11 GAROTOS ADULTOS & É O CORAÇÃO I. Garotos Adultos (capítulo 16) A. A maldição de nossos dias é. Mais do que estar ausente da família, existe a ausência

Leia mais

QUANDO UM PASTOR DEVE SE NEGAR A REALIZAR UM CASAMENTO? Por Brian Croft.

QUANDO UM PASTOR DEVE SE NEGAR A REALIZAR UM CASAMENTO? Por Brian Croft. QUANDO UM PASTOR DEVE SE NEGAR A REALIZAR UM CASAMENTO? Por Brian Croft. www.santoevangelho.com.br Um pastor deve realizar o casamento de dois não-cristãos? E, quanto a um cristão se casar com um não-cristão?

Leia mais

BÊNÇÃOS DECORRENTES DO MINISTÉRIO PASTORAL

BÊNÇÃOS DECORRENTES DO MINISTÉRIO PASTORAL Lição nº 11 BÊNÇÃOS DECORRENTES DO MINISTÉRIO PASTORAL Pr. Roberto Monteiro Castro 14 DE JUNHO 2015 Texto Áureo Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles

Leia mais

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 4º Trimestre/2011 LIÇÃO 9 BONDADE DIVINA: APELO, OPORTUNIDADE, PERDÃO.

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 4º Trimestre/2011 LIÇÃO 9 BONDADE DIVINA: APELO, OPORTUNIDADE, PERDÃO. CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 4º Trimestre/2011 ENSINAR É... O professor só pode ensinar quando está disposto a aprender LIÇÃO 9 BONDADE DIVINA: APELO, OPORTUNIDADE,

Leia mais

Bases Para Terapia Bíblica

Bases Para Terapia Bíblica Bases Para Terapia Bíblica Aula 3 A Igreja e o Aconselhamento Bíblico INTRODUÇÃO - Desenhe a igreja : Defina igreja : IGREJA ( EKKLESIA ) : Chamado para fora...com um propósito. A quem ela pertence? Mateus

Leia mais

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I ORAÇÃO UNIVERSAL Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar

Leia mais

Entrada: Deixa a Luz do céu entrar

Entrada: Deixa a Luz do céu entrar Entrada: Deixa a Luz do céu entrar TU ANSEIAS EU BEM SEI POR SALVAÇÃO, TENS DESEJO DE BANIR A ESCURIDÃO ABRE POIS DE PAR EM PAR TEU CORAÇÃO, E DEIXA A LUZ DO CÉU ENTRAR DEIXA A LUZ DO CÉU ENTRAR. (DEIXA

Leia mais

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã.

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. Uma missão irrenunciável da igreja como um todo e do cristão particularmente. O QUE É INDISPENSÁVEL PARA A EVANGELIZAÇÃO? Conversão

Leia mais

Bíblia evangélica: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cânticos Bíblia hebraica: Rute, Crônicas, Esdras, Neemias, Ester, Lamentações, Daniel

Bíblia evangélica: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cânticos Bíblia hebraica: Rute, Crônicas, Esdras, Neemias, Ester, Lamentações, Daniel Bíblia evangélica: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cânticos Bíblia hebraica: Rute, Crônicas, Esdras, Neemias, Ester, Lamentações, Daniel Data e Origem Cada livro tem uma história própria Salmos, Jó

Leia mais

Voltado a Deus I. O Imperativo Divino

Voltado a Deus I. O Imperativo Divino Deus trabalha movido por oração. Quando Deus quer fazer certa coisa, Ele inspira oração para que Ele possa agir. Ele somente trabalha desta forma. Em Gênesis 20 lemos a primeira estória sobre cura narrada

Leia mais

CAPÍTULO 03 PERNAS QUE DÃO SUPORTE

CAPÍTULO 03 PERNAS QUE DÃO SUPORTE CAPÍTULO 03 PERNAS QUE DÃO SUPORTE Nossas pernas dão suporte ao nosso corpo inteiro e nos permitem andar, correr e pular. A facilitação na célula da suporte aos membros do grupo, capacitando-os a e x e

Leia mais

A OBRA DO ESPÍRITO SANTO NA REGENERAÇÃO INTRODUÇÃO

A OBRA DO ESPÍRITO SANTO NA REGENERAÇÃO INTRODUÇÃO A OBRA DO ESPÍRITO SANTO NA REGENERAÇÃO INTRODUÇÃO As palavras "novo nascimento" têm se tornado comuns nos círculos religiosos hoje em dia. Sabendo que Satanás é um mestre para redefinir termos bíblicos

Leia mais

Nessa mensagem vamos tratar da Igreja única. É uma instituição decretada por Deus, a fim de representá-lo na terra.

Nessa mensagem vamos tratar da Igreja única. É uma instituição decretada por Deus, a fim de representá-lo na terra. Pr. Cantoca Carta 1 Pedro Cap 2.1-10 Sermão manhã IBFé 29Nov2015 Introdução: Nessa mensagem vamos tratar da Igreja única. É uma instituição decretada por Deus, a fim de representá-lo na terra. O Senhor

Leia mais

Conhecer Deus Pessoalmente

Conhecer Deus Pessoalmente 1 2 Conhecer Deus Pessoalmente Introdução Conhecer Jesus.. p. 4 Lição 1 Conhecer a Salvação p. 12 Lição 2 Conhecer a Comunhão.. p. 17 Lição 3 Conhecer o Espírito Santo. p. 22 Lição 4 Conhecer o Crescimento.

Leia mais

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20.

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Objetivo do encontro: Despertar amor a Eucaristia e a participação da santa missa, onde o sacramento é oferecido. Texto: Ë o sacramento pelo qual participamos,

Leia mais

O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo. Êxodo e Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 02/01/2011

O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo. Êxodo e Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 02/01/2011 O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo Êxodo 12.1-2 e 23.15 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 02/01/2011 Deus ordena que o seu povo reinicie a contagem dos anos a partir da saída

Leia mais

IDENTIDADE. Jovem, Igreja e Sociedade Paulo Alves

IDENTIDADE. Jovem, Igreja e Sociedade Paulo Alves IDENTIDADE Jovem, Igreja e Sociedade Paulo Alves EFÉSIOS 4.17-24 Jovem, Igreja e Sociedade Paulo Alves 17 Assim, eu lhes digo, e no Senhor insisto, que não vivam mais como os gentios, que vivem na futilidade

Leia mais

MDA - Tadel. Treinamento Avançado de Líderes. Sidnei Souza [Digite o nome da empresa] 01/01/2015

MDA - Tadel. Treinamento Avançado de Líderes. Sidnei Souza [Digite o nome da empresa] 01/01/2015 2015 MDA - Tadel Treinamento Avançado de Líderes Sidnei Souza [Digite o nome da empresa] 01/01/2015 Lição 1 O Coração do Pastor Introdução Apesar dos milhares de líderes que respondem pelo título de Pastor

Leia mais

PARA A PRIMEIRA PROFISSÃO DE UM RELIGIOSO

PARA A PRIMEIRA PROFISSÃO DE UM RELIGIOSO PRMERA PROFSSÃO DE UM RELGOSO 333 PARA A PRMERA PROFSSÃO DE UM RELGOSO rmãos e irmãs: A nossa família espiritual está hoje em festa por este(s) servo(s) de Deus, que se consagra(consagram) ao serviço de

Leia mais

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações?

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações? O Canto Litúrgico Como escolher os cantos para nossas celebrações? O que é Liturgia? Liturgia é antes de tudo "serviço do povo", essa experiência é fruto de uma vivencia fraterna, ou seja, é o culto, é

Leia mais

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos.

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos. Aula 2 Prezados professores, estou enviando os slides ( texto definitivo) da nossa aula 2 baseada nos capítulos 2, 10 e 12 do nosso livro e na nossa confissão de fé. Sugerimos que leiam novamente os três

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Quinta-feira da 29ª Semana do Tempo Comum Deus

Leia mais

Época de vigor e alegria

Época de vigor e alegria Época de vigor e alegria Eclesiastes 11:9 Alegra-te, na tua mocidade, e anime-te o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém,

Leia mais

Lição 3 Jesus Cristo: a garantia da justificação! Texto bíblico: Romanos Plano de aula Sugestão Didática

Lição 3 Jesus Cristo: a garantia da justificação! Texto bíblico: Romanos Plano de aula Sugestão Didática Lição 3 Jesus Cristo: a garantia da justificação! Texto bíblico: Romanos 3.21-30 Plano de aula Sugestão Didática 1- OBJETIVO DA LIÇÃO: a- Mostra o processo histórico do amor de Deus pelo homem. b-compreender

Leia mais

- Santificação - Uma Realidade ao Alcance de todos. Pr. Evanildo Ferreira da Silva

- Santificação - Uma Realidade ao Alcance de todos. Pr. Evanildo Ferreira da Silva - Santificação - Uma Realidade ao Alcance de todos I Pedro 1:14-16 Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; (I Pedro 1:14) pelo contrário, segundo

Leia mais

OS ATRIBUTOS DE DEUS A solidão de Deus. Estudo do livro de A. W. Pink

OS ATRIBUTOS DE DEUS A solidão de Deus. Estudo do livro de A. W. Pink OS ATRIBUTOS DE DEUS Estudo do livro de A. W. Pink Imprescindível meditarmos na perfeição de Deus Revelação de Deus: As coisas encobertas pertencem ao Senhor, nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem,

Leia mais