UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial"

Transcrição

1 UNIÃO ESTE BRASILEIRA Associação Ministerial

2 Comentários sobre a Música

3 Comentários sobre a Música Pr. Graciliano Martins

4 Percepção Humana da Música A música é percebida pelo tálamo, estação de transmissão de todas as emoções. A música é, portanto, captada e apreciada sem envolver o cérebro (razão ou julgamento).

5 Efeitos Psíquicos da Música A resposta à música pode ser verificada mesmo quando o ouvinte não estiver dando atenção consciente a ela. A Música pode alterar o humor e o comportamento.

6 Ao diminuir o nível de percepção sensorial, a música eleva a sensibilidade à cor, tato e etc. A música repetitiva tem efeito hipnótico.

7 PRINCIPAIS ELEMENTOS DA MÚSICA 1. Melodia 2. Harmonia 3. Ritmo 4. Forma

8 1. MELODIA É a organização simples de uma série de sons musicais. É também o elemento básico sobre o qual a música é composta e a principal fonte para a identificação.

9 2. HARMONIA É a combinação de sons ouvidos simultaneamente e em geral conhecidos como acordes. Há a possibilidades de um número sem fim de combinação de sons; por isso a harmonia serve para expressar e projetar deferentes estados da alma.

10 3. RITMO É tudo que diz respeito à duração do som. É a combinação dos grupos de pulsações (batidas) de diferente duração. O ritmo é o elemento musical mais forte do apelo emocional causado pela música, o que mais prende a atenção. Os ritmos podem ser simétricos e assimétricos.

11 4. FORMA É o modo pelo qual se organizam a melodia, a harmonia e o ritmo. Uma boa forma proporciona a unidade básica para a mensagem a ser apresentada através da composição musical.

12 A Música Sacra

13 Que é Música Sacra? Há diferentes opiniões a respeito do que seja música sacra. Tradicionalmente entende-se por música sacra qualquer música que não lembra a música do mundo e que desperta sentimentos de religião, espiritualidade, santidade e adoração a Deus. Instituto Batista de Educação Religiosa da Convenção Batista do Estado de São Paulo, Música e Louvor, p. 22.

14 Um Pouco de História Os primórdios da música na Terra, conforme relato do primeiro livro da Bíblia, parecem pobres e inadequados, quando comparadas com a música do Céu. Mas, apesar de haver sido simples, a música é mencionada em Gênesis. Helen G. Grauman, Música em Minha Bíblia, Casa Publicadora Brasileira, p. 11.

15 História A música instrumental demorou mais, pois, foi na sétima geração depois de Adão (o qual indubitavelmente ainda vivia) que Jubal se tornou o criador da lira, do pífaro e da flauta. Gên. 4:21. Helen G. Grauman, Música em Minha Bíblia, Casa Publicadora Brasileira, p. 11.

16 Música Sacra Os que fazem do cântico uma parte do culto divino, devem escolher música apropriada para a ocasião, não notas de funeral, porém melodias alegres, e todavia solenes. Evangelismo, 508.

17 Importante Toda música sacra é religiosa, mas nem toda música religiosa é música sacra.

18 Deve ser lembrado que uma música não se torna sacra simplesmente porque é composta para ser tocada na igreja, e nem só porque é tocada na igreja. Instituto Batista de Educação Religiosa da Convenção Batista do Estado de São Paulo, Música e Louvor, p. 22.

19 Há pessoas que estão prontas para fazer uso de qualquer coisa estranha, que possam apresentar como supremo ao povo... Nunca devemos rebaixar o nível da verdade, a fim de obter conversões, mas precisamos elevar o pecador corrupto à alta norma da lei de Deus. Evangelismo, 137.

20 Atenção!!! Uma música não é considerada sacra porque o seu autor é um cristão, a sua letra fala de Cristo ou porque pertence ao repertório de alguma Religião.

21 A Música sacra deve ser santa em si mesma, porque música sacra, é música santa!

22 Principais Características da Música Sacra 1. Promove uma correta visão de Deus, de Sua justiça e de Seu amor. 2. Sua letra deve comunicar uma mensagem bíblica doutrinária, de gratidão, ou de louvor ao Nome do nosso Criador.

23 3. Não desperta sentimentos humanos do passado ou do presente vividos em experiências alheias aos propósitos da Salvação. 4. Desperta o viver por Cristo e impulsiona viver para Cristo.

24 5. Não lembra a música secular em quaisquer de suas formas. 6. A letra deve ser uma oração, e por conta disso, todo o seu conteúdo deve ser bem claro para merecer um AMÉM no final.

25 7. Os elementos musicais são subalternos aos elementos religiosos em toda sua composição. 8. Sua forma musical deve comunicar espiritualidade.

26 9. Desenvolve no pecador, uma correta visão de si mesmo e do seu estado pecaminoso. 10. Conscientiza o pecador da importância do sacrifício na cruz em seu favor, e desenvolve a sua fé.

27 11. Desperta e desenvolve os sentimentos religiosos que motivam a reverência e a adoração ao Criador. 12. A música deverá não ter nenhum outro alvo ou objetivo senão a glória de Deus e a recreação da alma. Bach

28 Quando os seres humanos cantam com o espírito e o entendimento, os músicos celestiais apanham a harmonia, e unem-se aos cânticos de ações de graça. E. G. White, Obreiros Evangélicos, 357.

29 A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais; cantando ao Senhor com graça em vosso coração. Colossenses 3:16.

30 UNIÃO ESTE BRASILEIRA Secretaria Ministerial

Neste exposto, venho deixar uma breve reflexão sobre música, dom espiritual. Tenta lembrar quantas vezes na última semana ouviste música.

Neste exposto, venho deixar uma breve reflexão sobre música, dom espiritual. Tenta lembrar quantas vezes na última semana ouviste música. Música, Dom Espiritual, Adoração Neste exposto, venho deixar uma breve reflexão sobre música, dom espiritual e adoração. Tenta lembrar quantas vezes na última semana ouviste música. Não só as músicas na

Leia mais

O QUE É O CULTO? Cultuar é adorar a Deus!

O QUE É O CULTO? Cultuar é adorar a Deus! O CULTO ANTES CRESCEI NA GRAÇA E NO CONHECIMENTO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. A ELE SEJA DADA A GLÓRIA, ASSIM AGORA, COMO NO DIA DA ETERNIDADE. AMÉM. 2PEDRO 3:18 Introdução Sem dúvidas nós

Leia mais

HINOS DA HARPA CRISTÃ VIOLINO 1 OSAD

HINOS DA HARPA CRISTÃ VIOLINO 1 OSAD o interessante. Você pode posicionar a caixa tas de Desenho para alterar a formatação HINOS DA HARPA CRISTÃ VIOLINO 1 OSAD NOME louvai-o com instrumentos de cordas... AGRADECIMENTOS Agradecemos ao Deus

Leia mais

Pe. José Weber, SVD. Cantos do Evangelho. Anos A, B e C & Solenidades e Festas

Pe. José Weber, SVD. Cantos do Evangelho. Anos A, B e C & Solenidades e Festas Cantos do Evangelho Pe. José Weber, SVD Cantos do Evangelho Anos A, B e C & Solenidades e Festas Direção editorial Claudiano Avelino dos Santos Autor de todas as melodias Pe. José Weber, SVD Organização

Leia mais

Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação. (1Tessalonicenses 4:7). Verso para memorizar

Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação. (1Tessalonicenses 4:7). Verso para memorizar Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação. (1Tessalonicenses 4:7). Verso para memorizar Citações Muitas vezes consideramos a mordomia apenas como uma questão de nossa entrega a Deus,

Leia mais

LIÇÃO 6 SINCERIDADE E ARREPENDIMENTO DIANTE DE DEUS PROF. LUCAS NETO

LIÇÃO 6 SINCERIDADE E ARREPENDIMENTO DIANTE DE DEUS PROF. LUCAS NETO LIÇÃO 6 SINCERIDADE E ARREPENDIMENTO DIANTE DE DEUS PROF. LUCAS NETO A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO NÃO EXISTE MERITOCRACIA DIANTE DO SENHOR O homem não possui nenhum mérito para merecer a salvação,

Leia mais

Salmo Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis. Parte 2 29/09/2010

Salmo Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis. Parte 2 29/09/2010 Salmo 33.1-12 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis Parte 2 29/09/2010 2 No texto bíblico a felicidade não se restringe à prosperidade, ao bemestar e à alegria contagiante. Felicidade na Bíblia, está

Leia mais

membros uns dos outros

membros uns dos outros membros uns dos outros Colossenses 3.16 Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria, e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão

Leia mais

Alegres cantemos Músicas para cantar a liturgia

Alegres cantemos Músicas para cantar a liturgia Alegres cantemos Músicas para cantar a liturgia Alegres Cantemos Músicas para cantar a liturgia Direção editorial Claudiano Avelino dos Santos Assistente editorial Jacqueline Mendes Fontes Organização

Leia mais

Aula 09. [Parêntese 3] Usos atuais da dança pela igreja

Aula 09. [Parêntese 3] Usos atuais da dança pela igreja Aula 09. [Parêntese 3] Usos atuais da dança pela igreja De fato, um papel característico do culto público diminuiu quando muitos enfatizaram que toda a vida era um culto, e que o culto poderia assumir

Leia mais

CURSO FORMAÇÃO MINISTERIAL DE ADORAÇÃO E LOUVOR

CURSO FORMAÇÃO MINISTERIAL DE ADORAÇÃO E LOUVOR CURSO FORMAÇÃO MINISTERIAL DE ADORAÇÃO E LOUVOR OBJETIVO: Formação espiritual e bíblico-teológica através do estudo das Sagradas Escrituras e capacitação técnica musical de pessoas vocacionadas para o

Leia mais

Duas verdades básicas acerca da igreja

Duas verdades básicas acerca da igreja Igreja Povo de Deus Duas verdades básicas acerca da igreja A igreja é o povo de Deus. Ele precisa da igreja para proclamar sua mensagem ao mundo A igreja é a nossa família maior. Nós precisamos da igreja

Leia mais

SEGUNDA ESTAÇÃO: ORAÇÃO

SEGUNDA ESTAÇÃO: ORAÇÃO ROTEIRO 1 ENCONTRO: Que oração sua foi respondida e marcou sua vida? EXALTAÇÃO: Ler o Salmo 61, dividir em duplas e agradecer a Deus, que sempre responde às nossas orações. Cânticos sugeridos: Aclame ao

Leia mais

Carta aos Filipenses. Carta aos Filipenses:

Carta aos Filipenses. Carta aos Filipenses: : Filipos: cidade na Macedônia que recebeu seu nome de Filipe II, pai de Alexandre o Grande, que a conquistou no 4 século a.c. Tornou-se colônia romana no 2 século a.c. A segunda das chamadas Cartas da

Leia mais

História e Ministério

História e Ministério História e Ministério 1 - Ministério e propósito 2 - Resumo da história da Igreja 3 - Responsabilidades espirituais e oficiais 4 - Documentos relevantes 1. MINISTERIO E PROPÓSITO O Ministério da Igreja

Leia mais

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja.

POR QUE EVANGELIZAR? O amor de Deus A ordem de Jesus. O Dom do Espírito Santo. O clímax da história. A responsabilidade da Igreja. POR QUE EVANGELIZAR? Existem oito razões para incomodar as pessoas com a pregação do evangelho: 1. O amor de Deus. Evangelismo é um ato de amor (João 3:16, Mt. 5:45-44). 2. A ordem de Jesus. Evangelizar

Leia mais

A Lei neste verso é a Torá, a Lei de Deus entregue a Moisés.

A Lei neste verso é a Torá, a Lei de Deus entregue a Moisés. Na expectativa de concluirmos este nosso estudo, a fim de que sejamos instrumentos nas mãos de Deus para a salvação dos perdidos, em especial os de nossa família, devemos agir como o Paulo, que fez de

Leia mais

LIÇÃO 6 A DOUTRINA DO CULTO LEVÍTICO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 6 A DOUTRINA DO CULTO LEVÍTICO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 6 A DOUTRINA DO CULTO LEVÍTICO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A CONSTRUÇÃO DO TABERNÁCULO O culto levítico trouxe ao povo de Israel a revelação das principais doutrinas divinas, mas

Leia mais

VERSÕES NOITE DE PAZ TEXTOS EXTRAÍDOS DE HINÁRIOS DIVERSOS PROTESTANTES ACERVO: JÔNATAS FERNANDES

VERSÕES NOITE DE PAZ TEXTOS EXTRAÍDOS DE HINÁRIOS DIVERSOS PROTESTANTES ACERVO: JÔNATAS FERNANDES VERSÕES NOITE DE PAZ TEXTOS EXTRAÍDOS DE HINÁRIOS DIVERSOS PROTESTANTES ACERVO: JÔNATAS FERNANDES Título Original: Stille Nacht! Letra: Joseph Mohr (1792-1848) Música: Franz Xavier Gruber (1787-1863) Cântico

Leia mais

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 3 T/2012

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 3 T/2012 Palavra & Vida Sugestões Didáticas 3 T/2012 Dulce Helena da Silva Mota de Lima Educadora Religiosa / Professora e Assistente Social LIÇÃO 10 O RETORNO ÀS ESCRITURAS Texto: Neemias 8 Objetivos da lição

Leia mais

O primeiro e o último Adão

O primeiro e o último Adão O primeiro e o último Adão O ritualismo, o formalismo e o legalismo são ferramentas utilizadas para caracterizar devoção religiosa. Criam mecanismos para medirem e serem medidos e forçam outros a seguirem

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais

FORMAÇÃO DE PREGADORES

FORMAÇÃO DE PREGADORES FORMAÇÃO DE PREGADORES Aarão = é o melhor pregador da Bíblia; O melhor pregador é aquele que sabe ouvir; A pregação é a arte de ouvir; O que todo pregador e animador deve ter (e procurar) é o DOM da PALAVRA

Leia mais

OS VERDADEIROS ADORADORES

OS VERDADEIROS ADORADORES - Aula 3 OS VERDADEIROS ADORADORES Objetivo: ao final da aula, o aluno deverá buscar se identificar como um adorador dentro dos padrões bíblicos, empenhando-se por cultuar a Deus do modo que O agrada e

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Recapitulando Nas aulas passadas vimos que muitas vezes a fé tem horário e local específico, na Igreja, no domingo, e no horário

Leia mais

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO PARTITURAS DOS CANTOS DO FOLHETO POVO DE DEUS - ANO B Partituras extraídas do Hinário Litúrgico da CNBB, Cantos e Orações e Cantando Salmos e Aclamações. São Paulo 14 de Janeiro

Leia mais

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 1º Trimestre/2013

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 1º Trimestre/2013 CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 1º Trimestre/2013 patriciacgrion@gmail.com Educadora Cristã da PIB Venda das Pedras e Psicopedagoga Clínica O estilo de aprendizagem

Leia mais

O Evangelismo é a força que move a Igreja! O Discipulado, Consolida. Pág. 1

O Evangelismo é a força que move a Igreja! O Discipulado, Consolida. Pág. 1 O Evangelismo é a força que move a Igreja! O Discipulado, Consolida. Pág. 1 LIÇÃO 8 ARREPENDIMENTO Ponto de partida: O Arrependimento é uma das chamadas Doutrinas da Salvação. É essencial ao evangelho

Leia mais

SOBRE O CENÁCULO Mencionado na Mensagem de

SOBRE O CENÁCULO Mencionado na Mensagem de 1 Áudio da Mensagem de Manoel de Jesus, de 28.08.2017 convertido em texto, SOBRE O CENÁCULO Mencionado na Mensagem de 21.08.2017 28.08.2017 Chamado de Amor e de Conversão do Coração Doloroso e Imaculado

Leia mais

Introdução do Editor. John MacArthur

Introdução do Editor. John MacArthur Introdução do Editor John MacArthur Certa vez, uma mulher me escreveu para dizer que pensava que o cristianismo era bom, mas ela, em particular, era ligada ao zen-budismo. Gostava de ouvir a rádio evangélica,

Leia mais

Metanoia. arrependimento

Metanoia. arrependimento Metanoia arrependimento sentimento de culpa mudança de mentalidade passado Metanoia futuro Metanoia (mudança de mentalidade) mais do que uma mudança de comportamento, crenças ou religião Metanoia nova

Leia mais

O estudo da Bíblia. Pensar em Cristo. A oração. A busca da sabedoria. A obra do Espírito Santo

O estudo da Bíblia. Pensar em Cristo. A oração. A busca da sabedoria. A obra do Espírito Santo Lição 4 para 27 de janeiro de 2018 A religião pura e imaculada diante de nosso Deus e Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e guardar-se isento da corrupção do mundo. (Tiago 1:27).

Leia mais

Sexta-feira 1. Definições: 2. Salvação: Casamento é uma maquete de uma realidade maior 3. Santificação: 4. Perseverança:

Sexta-feira 1. Definições: 2. Salvação: Casamento é uma maquete de uma realidade maior 3. Santificação: 4. Perseverança: Sexta-feira 1. Definições: Casamento regido pela graça 2. Salvação: Casamento é uma maquete de uma realidade maior 3. Santificação: Casamento é um palco onde a transformação acontece 4. Perseverança: Casamento

Leia mais

O Evangelismo é a força que move a Igreja! O Discipulado, Consolida. Pág. 1

O Evangelismo é a força que move a Igreja! O Discipulado, Consolida. Pág. 1 O Evangelismo é a força que move a Igreja! O Discipulado, Consolida. Pág. 1 LIÇÃO 11 IGREJA Ponto de partida: A Igreja ocupa um lugar fundamental no plano de Deus. Quando falamos de Igreja, não estamos

Leia mais

Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley

Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley John Wesley Não poderia deixar de colocar aqui este servo de Deus, não especialmente ministro de curas, na verdade um dos primeiros avivalistas da história.

Leia mais

ORAR É AÇÃO. Paulo Velho Ministério de Oração - IBCU Fevereiro / 2015 EBA

ORAR É AÇÃO. Paulo Velho Ministério de Oração - IBCU Fevereiro / 2015 EBA ORAR É AÇÃO Paulo Velho Ministério de Oração - IBCU Fevereiro / 2015 EBA ORA R ÇÃO é A Orações de Davi Contextualizar Considerações de um dos filhos Precisamos orar mais Ministério de Oração Curso anterior

Leia mais

Saber é conhecer, ser ou estar informado, tendo conhecimentos gerais ou específicos sobre algum tema ou sobre a própria vida.

Saber é conhecer, ser ou estar informado, tendo conhecimentos gerais ou específicos sobre algum tema ou sobre a própria vida. Três verdades essenciais que você precisa saber Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 23/08/2009 Culto do Amigo Saber é conhecer, ser ou estar informado, tendo conhecimentos gerais ou específicos sobre

Leia mais

TPI CULTO AOS ANCESTRAIS EXÉRCITO DE SALVAÇÃO TOMADA DE POSIÇÃO INTERNACIONAL

TPI CULTO AOS ANCESTRAIS EXÉRCITO DE SALVAÇÃO TOMADA DE POSIÇÃO INTERNACIONAL TPI EXÉRCITO DE SALVAÇÃO TOMADA DE POSIÇÃO INTERNACIONAL CULTO AOS ANCESTRAIS TPI TOMADA DE POSIÇÃO Existe uma ampla gama de concepções culturais sobre relacionamento com ancestrais. O Exército de Salvação

Leia mais

Culto é adoração. Culto devem permitir expressões de adoração a Deus e tempo para sentir, com assombro, Sua grandeza e poder (Sl 95:3-5).

Culto é adoração. Culto devem permitir expressões de adoração a Deus e tempo para sentir, com assombro, Sua grandeza e poder (Sl 95:3-5). Na ausência do pastor, o ancião é responsável por liderar o culto divino no sábado. Isso requer compreensão do culto. As igrejas, muitas vezes, mantêm a mesma ordem do culto, ano após ano, usando os mesmos

Leia mais

O formulário litúrgico é um canto de louvor e de gratidão ao Deus grande e misericordioso que suscitou na Igreja São João Bosco como amigo, irmão e

O formulário litúrgico é um canto de louvor e de gratidão ao Deus grande e misericordioso que suscitou na Igreja São João Bosco como amigo, irmão e 31 de janeiro São JOÃO BOSCO presbítero Pai e Mestre da juventude Fundador da Sociedade de São Francisco de Sales, do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora e dos Cooperadores Salesianos Solenidade.

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos North American Division Portuguese Ministry Treinamento de Instrutores Bíblicos O Ministério dos Grupos Pequenos O Poder dos Grupos Pequenos 1. Introdução Propósitos Grupo de pessoas que se reúnem para:

Leia mais

Ser abençoado é ter a proteção e o favor de Deus sobre a nossa vida.

Ser abençoado é ter a proteção e o favor de Deus sobre a nossa vida. O que é mais importante para que a minha família seja abençoada e feliz? Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 12/05/2010 Ser abençoado é ter a proteção e o favor de Deus sobre a nossa vida. Uma família

Leia mais

Os aspectos do perdão EBD PIPBVV 22/04/2017

Os aspectos do perdão EBD PIPBVV 22/04/2017 Os aspectos do perdão EBD PIPBVV 22/04/2017 Texto base Mateus 6:9-15 Vers. 12 e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores; Vers. 14 Porque, se perdoardes aos

Leia mais

Tema 02 - Música, Bênção ou Maldição? Tema 01 - O Último Apelo Divino. Roteiro da programação do dia / / - Início às : hs. Boas Vindas e hino:

Tema 02 - Música, Bênção ou Maldição? Tema 01 - O Último Apelo Divino. Roteiro da programação do dia / / - Início às : hs. Boas Vindas e hino: Tema 01 - O Último Apelo Divino Hino sugerido: 304 - Vêem os Outros CRISTO em Ti? Vídeo-CD: O Último Apelo Divino Hino sugerido: 545 - Vem o Grande Dia Tema 02 - Música, Bênção ou Maldição? Hino sugerido:

Leia mais

O Evangelho da Normalidade. Rui Luis Rodrigues

O Evangelho da Normalidade. Rui Luis Rodrigues O Evangelho da Normalidade Rui Luis Rodrigues - 08.08.10 Filipenses 3:12-16 Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado

Leia mais

O Tempo com a Palavra de Deus

O Tempo com a Palavra de Deus O Tempo com Deus O Tempo com a Palavra de Deus O Tempo com a Oração O Tempo de Adoração O Tempo de Adoração 1) Nossas vidas devem ser uma constante adoração a Deus Tudo o que fizerem, seja em palavra ou

Leia mais

IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira

IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira AULA 7 CULTO: CRESCENDO JUNTOS NA ALEGRIA, NA COMUNHÃO E NA ADORAÇÃO A DEUS IGREJA E CULTO Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira EBD CONSOLIDAÇÃO 2015 O Ano da Adoração

Leia mais

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA Prof. A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O MINISTÉRIO TRÍPLICE DE JESUS Jesus Cristo em seu ministério tríplice pregou, curou e ensinou, mas o ensino foi a atividade mais

Leia mais

A CARTA DE IDENTIDADE CARISMÁTICA DA FAMÍLIA SALESIANA DE DOM BOSCO

A CARTA DE IDENTIDADE CARISMÁTICA DA FAMÍLIA SALESIANA DE DOM BOSCO A CARTA DE IDENTIDADE CARISMÁTICA DA FAMÍLIA SALESIANA DE DOM BOSCO Notas de apresentação e propostas de leitura para os membros da Associação de Maria Auxiliadora (ADMA) 1 Critério seguido Unificar numa

Leia mais

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos O que são os sacramentos? Sacramento é derivado do latim sacramentum, era utilizado no meio militar correspondendo a juramento

Leia mais

BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER PERGUNTA 35

BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER PERGUNTA 35 BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER PERGUNTA 35 PERGUNTA 35: Que é regeneração? RESPOSTA: É a obra da livre graça de Deus, pela qual somos conservados pelo Espírito Santo na perseverança da fé em Cristo, adquirindo,

Leia mais

Relógio de Atividades. O Relógio de Atividades foi criado para auxiliar na organização das atividades da Célula e da Celebração.

Relógio de Atividades. O Relógio de Atividades foi criado para auxiliar na organização das atividades da Célula e da Celebração. Comunidade da Fé Ministério Infantil Relógio de Atividades O Relógio de Atividades foi criado para auxiliar na organização das atividades da Célula e da Celebração. RECEPÇÃO: Já parou para pensar como

Leia mais

a. Fomos Escolhidos Para Uma Finalidade; b. Temos Um Alvo Estabelecido Para Nossas Vidas; c. O Nosso Alvo É Sermos Iguais A Jesus.

a. Fomos Escolhidos Para Uma Finalidade; b. Temos Um Alvo Estabelecido Para Nossas Vidas; c. O Nosso Alvo É Sermos Iguais A Jesus. Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. Romanos 8:29 a. Fomos Escolhidos Para Uma

Leia mais

O PERFUME DO CARÁTER. 05 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "Melhor é a boa fama do que o melhor unguento,

O PERFUME DO CARÁTER. 05 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. Melhor é a boa fama do que o melhor unguento, O PERFUME DO CARÁTER 05 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "Melhor é a boa fama do que o melhor unguento, e o dia da morte do que o dia do nascimento de alguém." 1 / 5 (Eclesiastes 7:1)

Leia mais

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro I Semana de Liturgia 21 a 25 de setembro de 2015. Sacrosanctum Concilium 50 anos depois. Por uma participação ativa, consciente e plena. Abertura Solo: Abrirei

Leia mais

COSMOVISÃO. vivendopelapalavra.com. Por: Helio Clemente

COSMOVISÃO. vivendopelapalavra.com. Por: Helio Clemente COSMOVISÃO vivendopelapalavra.com Por: Helio Clemente Cosmovisão: Palavra de origem alemã que significa visão do mundo ou a forma como uma pessoa vê o mundo, a vida, os homens e os princípios que sustentam

Leia mais

Assessoria de Educação. Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã

Assessoria de Educação. Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã Assessoria de Educação Pastor Joel Nascimento Congresso Renovação Ministerial Fev/2016 Avivamento Bíblico - Jaçanã Agenda O que é a EBD? Considerações sobre o Ensino Algumas recomendações para os professores

Leia mais

ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO

ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO AGOSTO 2016 www.abracandoapalavra.org A Salvação em JESUS CRISTO Um Novo Nascimento De acordo com a Bíblia, O Santo, Eterno, Soberano e Todo

Leia mais

Deus é sempre Aquele que vem te encontrar. Participa da. falará ao teu coração, te alimentará, te inspirará. Este

Deus é sempre Aquele que vem te encontrar. Participa da. falará ao teu coração, te alimentará, te inspirará. Este COMO FAZER? A. Empenha-te a encontrar o Senhor. Contempla com os teus olhos a presença de Deus em todas as coisas, e vê que Deus é sempre Aquele que vem te encontrar. Participa da Celebração Eucarística,

Leia mais

Temos aqui um assunto importante para analisar em relação à natureza do homem: A alma e a vida do homem na sua concepção temporal.

Temos aqui um assunto importante para analisar em relação à natureza do homem: A alma e a vida do homem na sua concepção temporal. A ORIGEM TEMPORAL DA ALMA Temos aqui um assunto importante para analisar em relação à natureza do homem: A alma e a vida do homem na sua concepção temporal. Qual a origem da alma? 1 Pré-existência: As

Leia mais

H664. Hinário Cânticos de Júbilo - Letras / Valteir de Souza Rangel, compilador. - -Curitiba, PR : CBSDB, p. ; 18 cm. ISBN

H664. Hinário Cânticos de Júbilo - Letras / Valteir de Souza Rangel, compilador. - -Curitiba, PR : CBSDB, p. ; 18 cm. ISBN Conferência Batista do Sétimo Dia Brasileira Rua Erton Coelho Queiroz, 404 - Alto Boqueirão CEP 81.770-340 Curitiba / PR www.ib7.org / secretaria@ib7.org H664 Hinário Cânticos de Júbilo - Letras / Valteir

Leia mais

"Lábios impuros x impuros lábios" 22 de Agosto de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido;

Lábios impuros x impuros lábios 22 de Agosto de 2011 Ministério Loucura da Pregação. Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; "Lábios impuros x impuros lábios" 22 de Agosto de 2011 Ministério Loucura da Pregação "Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo

Leia mais

Estamos felizes que você tenha se decidido tornar-se membro da nossa Igreja.

Estamos felizes que você tenha se decidido tornar-se membro da nossa Igreja. Querido Irmão (a), Estamos felizes que você tenha se decidido tornar-se membro da nossa Igreja. Queremos conhecê-lo melhor para poder ajudá-lo na sua caminhada cristã e também para que você nos ajude a

Leia mais

Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988

Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988 Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988 Vamos meditar a Mensagem nº 43, de 04/06/1988, que Nossa Senhora transmitiu em Anguera/BA, a Pedro Regis. Para ver a mensagem, clique aqui. Nossa Boa Mãe vem

Leia mais

LIÇÃO 8 BATISMO NO ESPÍRITO SANTO E DONS. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 8 BATISMO NO ESPÍRITO SANTO E DONS. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 8 BATISMO NO ESPÍRITO SANTO E DONS Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO UMA PROMESSA DE DEUS O Batismo no Espírito Santo é uma promessa de Deus a todos os santos com o objetivo de edificar

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - 2º Trimestre de 2017 - Trimestre temático - quase que uma aplicação prática daquilo que estudamos no trimestre passado, quando falamos a respeito das obras da carne e do fruto

Leia mais

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações INTIMIDADE + NA PRESENÇA = VIDA ABUNDANTE = AÇÃO SOBRENATURAL DO CÉU NA TERRA Gerando O Coração de Deus no meio de sua igreja JEJUM INÍCIO:

Leia mais

O QUE SE ESPERA DE UM MINISTRO DA MÚSICA: Que ajude a assembleia a entrar no mistério de Deus pela música;

O QUE SE ESPERA DE UM MINISTRO DA MÚSICA: Que ajude a assembleia a entrar no mistério de Deus pela música; O QUE SE ESPERA DE UM MINISTRO DA MÚSICA: Que ajude a assembleia a entrar no mistério de Deus pela música; Que esteja a serviço da igreja e da liturgia e não de si mesmo e de seus gostos pessoais; Que

Leia mais

Estamos felizes que você tenha se decidido tornar-se membro da nossa Igreja.

Estamos felizes que você tenha se decidido tornar-se membro da nossa Igreja. Querido Irmão (a), Estamos felizes que você tenha se decidido tornar-se membro da nossa Igreja. Queremos conhecê-lo melhor para poder ajudá-lo na sua caminhada cristã e também para que você nos ajude a

Leia mais

Restaurando por Completo a Visão Espiritual. Marcos Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis

Restaurando por Completo a Visão Espiritual. Marcos Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis Restaurando por Completo a Visão Espiritual Marcos 8.22-26 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis Visão é ato ou efeito de ver. É a percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista, que envia ao cérebro

Leia mais

Sumário. Prefácio... 13

Sumário. Prefácio... 13 Sumário Prefácio... 13 PARTE UM O LEGADO ISRAELITA 1. Cristianismo e judaísmo... 29 A separação dos caminhos... 29 O cristianismo e o cânone hebraico da Escritura... 40 O cristianismo e a interpretação

Leia mais

Nesta época do ano é muito comum as pessoas fazerem uma retrospectiva de suas próprias vidas. A Televisão, as revistas, os jornais e

Nesta época do ano é muito comum as pessoas fazerem uma retrospectiva de suas próprias vidas. A Televisão, as revistas, os jornais e Balanço Geral Miquéias 6.6-8 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis 28/12/2008 Nesta época do ano é muito comum as pessoas fazerem uma retrospectiva de suas próprias vidas. A Televisão, as revistas, os

Leia mais

Slide 2

Slide 2 ( ) 5. Na pecaminosidade do homem, que o destituiu da glória de Deus e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo podem restaurá-lo a Deus (Rm;3:23; At.3:19). www.portalebd.org.br

Leia mais

Escrito por Administrator Seg, 14 de Maio de :38 - Última atualização Seg, 14 de Maio de :51

Escrito por Administrator Seg, 14 de Maio de :38 - Última atualização Seg, 14 de Maio de :51 Promover a paz nas relações familiares pode ser um exercício difícil, longo. O que vemos nas manchetes dos jornais são filhos que não conseguem se entender com os pais e se refugiam nas drogas e alguns

Leia mais

LIÇÃO 7 A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 7 A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 7 A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A SALVAÇÃO EM CRISTO JESUS A Salvação é um ato do amor de Deus para com os homens, sendo uma manifestação da sua

Leia mais

BEM VINDOS 2. ADORAÇÃO COM MÚSICAS 3. MINISTRAÇÃO DA PALAVRA 4. ORAÇÃO 5. ORAÇÃO PELAS NECESSIDADES 6. OFERTA 7. ENCERRAMENTO (AVISOS)

BEM VINDOS 2. ADORAÇÃO COM MÚSICAS 3. MINISTRAÇÃO DA PALAVRA 4. ORAÇÃO 5. ORAÇÃO PELAS NECESSIDADES 6. OFERTA 7. ENCERRAMENTO (AVISOS) BEM VINDOS Muitos líderes desejam iniciar seu ministério e assim cumprir o chamado que Deus lhe fez. O primeiro passo para alcançar este propósito é o crescimento através de uma célula. Confira a seguir

Leia mais

Dom Espiritual. Capacitaçãodivina distribuída livremente pelo. comumdo corpo de Cristo, e ainda o progresso pessoal

Dom Espiritual. Capacitaçãodivina distribuída livremente pelo. comumdo corpo de Cristo, e ainda o progresso pessoal Dom Espiritual Capacitaçãodivina distribuída livremente pelo Espírito Santo a todo crente, segundo a vontade e graça de Deus para edificaçãoda Igreja e bem comumdo corpo de Cristo, e ainda o progresso

Leia mais

Os quatro "passos" da leitura orante

Os quatro passos da leitura orante A leitura orante nada mais é do que a maneira como gerações e gerações de judeus e cristãos leram as Sagradas Escrituras, procurando nelas uma palavra do Deus vivo para a sua vida, em cada momento de sua

Leia mais

LIÇÃO 12 A ORDEM SUPREMA DE CRISTO JESUS. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 12 A ORDEM SUPREMA DE CRISTO JESUS. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 12 A ORDEM SUPREMA DE CRISTO JESUS Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A EVANGELIZAÇÃO SIMPLES Todo o poder e autoridade no céu e na terra foi dada ao Senhor Jesus, e esta autoridade o

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO. A revelação A. A revelação em geral B. A revelação geral C. A revelação especial... 30

SUMÁRIO INTRODUÇÃO. A revelação A. A revelação em geral B. A revelação geral C. A revelação especial... 30 SUMÁRIO Prefácio do autor... 13 Prefácio da 1ª edição em português... 15 INTRODUÇÃO Religião A. Religião fenômeno universal... 19 B. A natureza essencial da religião... 19 C. A sede da religião... 21 D.

Leia mais

Ministério infantil não é brincadeira

Ministério infantil não é brincadeira Ministério infantil não é brincadeira MINISTÉRIO INFANTIL NÃO É BRINCADEIRA Para refletir! Exercer o ministério com crianças vai além da técnica e do conhecimento, embora ambos sejam fundamentais para

Leia mais

Igreja Cristã da Família Anália Franco. Pb Roberto Carlos Oliveti Culto dominical 09/12/2018

Igreja Cristã da Família Anália Franco. Pb Roberto Carlos Oliveti Culto dominical 09/12/2018 Igreja Cristã da Família Anália Franco Pb Roberto Carlos Oliveti Culto dominical 09/12/2018 CADA LAR UMA IGREJA DEUT 6: 1-9 II TIMÓTEO 3: 14-17 Pb Roberto Carlos Oliveti Igreja Cristã da Família Anália

Leia mais

Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem

Leia mais

Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada ( Jo 14:23 ).

Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada ( Jo 14:23 ). O templo de Deus A ideia de que os homens haveriam de ser templo de Deus surgiu das promessas anunciada pelos profetas do Antigo Testamento. Deus prometeu por intermédio do Profeta Isaías que haveria de

Leia mais

28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes

28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes 28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes Atendei, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros... ...Vós não sabeis o que

Leia mais

A UNIDADE NA. Lição 11 para 15 de ADORAÇÃO. dezembro de 2018

A UNIDADE NA. Lição 11 para 15 de ADORAÇÃO. dezembro de 2018 A UNIDADE NA Lição 11 para 15 de ADORAÇÃO dezembro de 2018 Deus recebe a adoração dos seres celestiais, e deseja receber também nossa adoração na Terra. Adorar a Deus é reconhecer a grandeza e a majestade

Leia mais

Novena Em Louvor A N. Sra. Do Carmo

Novena Em Louvor A N. Sra. Do Carmo Novena Em Louvor A N. Sra. Do Carmo 1º Dia: Eis aqui a serva do Senhor (Lc 1,38) Neste primeiro dia da Novena queremos contemplar Maria que se coloca diante de Deus como serva. Eis aqui a serva do Senhor.

Leia mais

Agosto, o Mês Dedicado às Vocações

Agosto, o Mês Dedicado às Vocações , o Mês Dedicado às Vocações Neste mês a Igreja celebra as vocações: sacerdotal, diaconal, religiosa, familiar e leiga. É um mês voltado para a reflexão e a oração pelas vocações e os ministérios, de forma

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Colégio Nossa Senhora da Piedade Colégio Nossa Senhora da Piedade Dados de identificação: Curso: Ensino Fundamental II Série: 6 Ano Professora: Denise dos Santos Silva Rocha Disciplina: Ensino Religioso Ano: 2016. Plano de curso 1-Objetivo

Leia mais

LIÇÃO 3 OS MINISTROS DO CULTO LEVÍTICO

LIÇÃO 3 OS MINISTROS DO CULTO LEVÍTICO LIÇÃO 3 OS MINISTROS DO CULTO LEVÍTICO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O VERDADEIRO MINISTRO DE DEUS Ser ministro de Deus é uma grande responsabilidade na obra confiada pelo Senhor, entretanto,

Leia mais

Voltado a Deus I. O Imperativo Divino

Voltado a Deus I. O Imperativo Divino Deus trabalha movido por oração. Quando Deus quer fazer certa coisa, Ele inspira oração para que Ele possa agir. Ele somente trabalha desta forma. Em Gênesis 20 lemos a primeira estória sobre cura narrada

Leia mais

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista INFORMA Igreja Batista de Canoas Vida equilibrando sua pessoal Nº 889 26 de Junho a 02 de Julho de 2016 equilibrando sua Vida pessoal "Pois Deus não quer que nós vivamos em desordem e sim em paz." 1 Cor.

Leia mais

SE TORNANDO UMA PESSOA MAIS AMOROSA E ALEGRE.

SE TORNANDO UMA PESSOA MAIS AMOROSA E ALEGRE. SE TORNANDO UMA PESSOA MAIS AMOROSA E ALEGRE. O crescimento espiritual não é automático. Mudança é uma questão de opção. Não podemos simplesmente ficar sentados inertes sem fazer nada, esperando o crescimento.

Leia mais

CONVENÇÕES REGIONAIS

CONVENÇÕES REGIONAIS CONVENÇÕES REGIONAIS Regional / Estado CIBIAR (AM/RR) CIBISBA (Sul e Sudoeste da BA) CRIBIBC (DF) CIBIMINAS (MG) CIBIMAT (MT/RO) CIBIERJ (RJ) CIBIES (ES) CIBIESP (SP) CIBILA (RS/SC/PR/MT) CIBIESC (SC)

Leia mais

TEXTO DO DIA. "Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas." (1 Co 14.39)

TEXTO DO DIA. Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas. (1 Co 14.39) TEXTO DO DIA "Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar e não proibais falar línguas." (1 Co 14.39) SÍNTESE Os dons espirituais são presentes dados por Deus à sua Igreja para edificação do Corpo

Leia mais

DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO OBJETIVOS: 6 Ano

DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO OBJETIVOS: 6 Ano DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO OBJETIVOS: 6 Ano Compreender o ser humano, a partir de sua realidade, buscando a formação integral do estudante. Vislumbrar as variadas dimensões do homem, especialmente

Leia mais

TRANS FORMADOS. pelo evangelho

TRANS FORMADOS. pelo evangelho TRANS FORMADOS pelo evangelho o poder transformador do evangelho Colossenses 1.1-14 Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, e o irmão Timóteo, aos santos e fiéis irmãos em Cristo que estão

Leia mais

Devemos agradecer a Deus pelo fato de a igreja evangélica brasileira ter sido gerada a partir de uma visão e de uma ação missionária.

Devemos agradecer a Deus pelo fato de a igreja evangélica brasileira ter sido gerada a partir de uma visão e de uma ação missionária. Características de uma vida cristã impactante Atos 10.9-23 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 11/09/2011 Devemos agradecer a Deus pelo fato de a igreja evangélica brasileira ter sido gerada a partir

Leia mais

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTO DE ENTRADA: E B7 Dentro de mim existe uma luz/ Que me mostra por onde deverei andar F#m B7 E Dentro de mim também mora Jesus/ que me ensina buscar

Leia mais

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo EVANGELISMO Uma ideia nada popular razão externa: religião como fenômeno particular razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo O QUE EVANGELISMO NÃO É? Não é um convite para ir uma reunião

Leia mais