Contatos: Qualquer dúvida, comentário, crítica ou sugestão escreva para:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Contatos: Qualquer dúvida, comentário, crítica ou sugestão escreva para: omundotambemfalaportugues@outlook.com"

Transcrição

1 GILBERTO VAZ

2 O MUNDO TAMBÉM FALA PORTUGUÊS Sobre o Autor: Gilberto Vaz nasceu no Rio Grande do Sul, na cidade de Santo Ângelo, filho de pai carioca e de mãe gaúcha. Formou-se engenheiro mecânico, profissão que exerceu por quase dez anos, antes se tornar servidor público. Em razão do trabalho, teve o privilégio de conhecer os sete países do mundo, além do Brasil, que têm o português como língua oficial. Foi um caminho natural, senão obrigatório, transformar essa experiência ímpar neste livro. Contatos: Qualquer dúvida, comentário, crítica ou sugestão escreva para: Visite também nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/pages/o-mundo-também-fala- Português/ ou pesquise o termo o mundo também fala português Para ver as fotos do livro coloridas, outras fotos e vídeos dos países da CPLP, visite nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/ucnkmwjibg_1giwjjdevadoq ou pesquise o termo o mundo também fala português

3 SUMÁRIO Sobre este livro... 6 Introdução... 8 Angola Moçambique Cabo Verde Portugal Angola de novo São Tomé e Príncipe Timor Leste Guiné Bissau Brasil Significado dos nomes dos países da CPLP Algumas receitas que falam português Outros países pelo caminho da CPLP Dicas de viagem Um tributo à aviação Quadro comparativo dos países

4

5 SOBRE O LIVRO 5

6 O MUNDO TAMBÉM FALA PORTUGUÊS SOBRE O LIVRO 6 Este livro foi elaborado a partir de diários de viagem que escrevi quando visitei os países que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa CPLP, entre junho de 2003 e abril de Cada viagem durou duas semanas, tempo suficiente para acumular relatos de muitos de fatos, curiosidades e histórias, além de centenas de fotos. Quase todos os dias, após jantar e retornar ao hotel, eu ligava o velho notebook e procurava escrever sobre tudo o que havia acontecido de interessante naquele mesmo dia, antes que os eventos do dia seguinte invadissem a memória com novas imagens, cores e sabores. Na primeira tentativa de transformar os diários em um livro, eu fiz simplesmente uma lapidação nos textos originais, mas procurando preservar praticamente intacta a essência de um relato de viagem. O resultado disso ficou até interessante, mas muito simples e incompleto para um livro. Esse formato talvez fosse mais adequado a um blog, onde o autor interage com o leitor e pode complementar informações. Penso que um livro precisa ser autônomo, como uma flecha que depois de lançada, ganha vida própria e nada mais pode ser feito para que ela atinja (ou não) o alvo. Assim, percebi logo que seria necessário mostrar cada país de uma forma mais completa, para que os relatos dos diários de viagem pudessem ser entendidos dentro do contexto de cada lugar. Na busca por conteúdos adicionais, notei que informações sobre os países de língua portuguesa eram pouco difundidas e muito dispersas. Resolvi, assim, usar este livro também para concentrar informações e histórias do mundo lusófono, o que me levou ao formato atual, onde além dos relatos das minhas experiências pessoais, vividas em cada país, acrescentei mapas, fotos (que eu mesmo tirei durante as viagens) e dados que aprendi posteriormente, estudando os lugares. Os textos que estão escritos dessa forma (com esta fonte), são transcrições exatas dos diários de viagem, e foram deixados assim para levar o leitor ao tempo em que foram escritos, dentro do contexto daquele momento.

7 SOBRE O LIVRO Os mapas do livro foram todos feitos pelo próprio autor. Em cada um, foram colocadas apenas as informações necessárias para a sua finalidade, de forma a evitar que ficassem densos demais. Não pude deixar de usar alguns termos que, embora sejam em português, são diferentes dos usados no Brasil. Esses foram deixados em itálico, para que o leitor os identifique rapidamente. Nas viagens para os países de língua portuguesa tive oportunidade de ir também a outros países que não falam português. Para não deixar de relatar coisas interessantes desses lugares, deixei os relatos sobre eles em um capítulo adicional. Também coloquei em um capítulo extra algumas receitas de comidas típicas, pois apenas relatar que as comi não seria o suficiente. Ainda constam no final do livro: a origem dos nomes dos países da CPLP, algumas dicas de viagem e um tributo à aviação, sem a qual este livro demoraria muito mais tempo para ser concluído. Então, vamos à sala de embarque... 7

8 O MUNDO TAMBÉM FALA PORTUGUÊS INTRODUÇÃO 8 Era o mês de março de 2003, quando eu soube que iria participar de uma reunião de duas semanas em Angola. As notícias vindas daquela parte do mundo, naqueles anos, falavam de uma guerra há pouco terminada, portanto, era esperado que as pessoas demonstrassem certo espanto quando eu dizia que iria para lá. Porém, para mim, essa missão era motivo de completa euforia. A oportunidade de ir à África era algo extraordinário e emocionante! Naquele momento, eu ainda não poderia imaginar que aquele era apenas o começo, e que cinco anos depois eu teria conhecido os outros sete países do mundo, além do Brasil, que tem o português como língua oficial. Os países independentes que têm o português como língua oficial formam a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa CPLP, e são eles, por ordem alfabética: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, e Timor Leste. Além desses países, ainda existem outros pontos do planeta onde o português é falado, como é o caso de Macau na China e Goa na Índia, e também de algumas áreas da Guiné Equatorial. No total, há aproximadamente 250 milhões de lusófonos no mundo (veja o quadro na próxima página). A Oceania é o único continente (habitado) do planeta que não tem países que falam o português. Mas, apesar dessa abrangência territorial e do número de falantes, muitos ainda consideram o português uma língua de menor importância. Causa certa frustração, quando no exterior encontramos folders, guias ou informações turísticas apresentadas em 15 idiomas, incluindo coreano e dinamarquês, mas não em português. Já tive também a experiência de estar na Europa e alguém perguntar: de onde você é?. Sou do Brasil. E como forma de demonstrar simpatia, a resposta era dada numa tentativa de falar algo no nosso idioma: buenos dias.

9 INTRODUÇÃO LÍNGUAS MAIS FALADAS NO MUNDO Fonte: Wikipédia Idioma Nativos Total 1 Mandarim milhões milhões 2 Hindi 422 milhões 722 milhões 3º Inglês 400 milhões milhões 4 Espanhol 390 milhões 500 milhões 5 Árabe 280 milhões 480 milhões 6 Português 249 milhões 269 milhões 7 Bengali 171 milhões 196 milhões 8 Russo 170 milhões 280 milhões 9 Japonês 125 milhões 125 milhões 10 Francês 110 milhões 500 milhões 11 Alemão 110 milhões 170 milhões Mas, sinto que esta realidade está, aos poucos, mudando. Hoje, já não é raro que um europeu ou um americano saiba que se viajar ao Rio de Janeiro vai ouvir as pessoas falando, em português, um sonoro bom dia, ao ser recebido de manhã no hotel, e também que não verá onças, macacos ou jacarés nas ruas da cidade! O conteúdo deste livro é baseado no relato de tudo o que vi e vivi nos inesquecíveis dias em que passei em cada um dos países da CPLP, condimentado com informações adicionais sobre a cultura, a história e a geografia. Foi inevitável que também aflorassem alguns momentos de reflexão, que desejo compartilhar com você, leitor. Convido-o a embarcar comigo em cada avião, a partilhar cada paisagem, a saborear cada comida, penetrando na intimidade de cada país, e conhecendo de perto as pessoas que os habitam e que lhes dão o sentido de nação. O título do livro nasceu ainda antes de eu ter concluído o ciclo por todos os países da CPLP, em um momento em que percebi de forma clara que somos falantes de um idioma bonito e relevante. Não haveria como ir a lugares tão distantes e ouvir tantas pessoas, de culturas tão distintas, falando o mesmo idioma e não expressar na capa deste livro que O Mundo Também Fala Português. 9

10 10 O MUNDO TAMBÉM FALA PORTUGUÊS

11 ANGOLA 11

12 O MUNDO TAMBÉM FALA PORTUGUÊS MUAMBA COM FUNGE 12 Era uma manhã ensolarada de junho de 2003, quando levantei voo do aeroporto de Brasília com destino a São Paulo. Era apenas a primeira parte de uma viagem que ainda passaria por dois outros continentes: Europa e África. De São Paulo, embarquei para Lisboa, num avião Airbus A340 da TAP Portugal. Parece estranho ter que dar um pulinho no hemisfério Norte e depois voltar ao hemisfério Sul pra ir a um país que está logo ali do outro lado do Oceano Atlântico, mas com poucos voos diretos do Brasil a Angola, não restava alternativa a não ser viajar sete mil quilômetros a mais, colocar o pé na Europa, e depois descer pelo meio do deserto do Saara até o coração da África. Após nove hora e meia de um voo tranquilo, mas sem conseguir dormir, pousei em Lisboa. Logo depois te sentir o peso do avião sobre o solo, mas ainda em grande velocidade, os passageiros portugueses aplaudiram alegremente, como sempre fazem. Não se sabe se o aplauso é para o comandante, pelo pouso seguro, ou se é uma comemoração pela chegada a terra natal, ou terrinha, conforme eles mesmos dizem. Na verdade, os portugueses usam muito o diminutivo, de uma forma gentil e simpática. Já os brasileiros preferem o aumentativo, mas também de uma forma gentil e simpática. Enquanto um português agradeceria com um obrigadinho, um brasileiro preferiria um brigadão. As filas de imigração, em qualquer aeroporto, são quase sempre confusas para um estrangeiro, mesmo quando está tudo escrito no seu idioma. Nunca se sabe se está na fila certa, e parece que a fila que se deve ficar é sempre a maior. Na minha vez, o oficial de imigração fez aquelas perguntas que eles sempre fazem, com a tradicional cara de mau, mas em português. Apesar da cara feia, eu senti um grande conforto, por não ter que me esforçar para entender e falar outro idioma. Depois de viajar quase dez horas de avião, poder me comunicar em português me deu a real sensação de que, de fato, o mundo fala também o português!

13 ANGOLA A espera no aeroporto de Lisboa não foi longa. Embarquei logo para Luanda, num voo previsto para durar oito horas e trinta minutos. O avião passou sobre os montes Atlas, no Marrocos, e logo depois entrou no extraordinário Deserto do Saara. Lá de cima, a dez quilômetros do chão, a visão do fabuloso deserto se resume a uma grande mancha amarela, fosca. Vi algumas nuvens apenas nas bordas do deserto, na parte central apenas o céu azul acima e a areia amarela embaixo. Foram inacreditáveis três horas voando sobre o mar de areia. Cansado, em meio a aviões e aeroportos, acabei adormecendo logo depois do almoço servido a bordo. Acordei já com os barulhos típicos da preparação para o pouso: flaps sendo estendidos, trens de pouso travados, turbinas ajustando a potência e as orientações da comissária, que finalizou dizendo em bom português, de Portugal, claro: temperatura em Luanda, vinte e oito graus. Isso me trouxe à realidade: eu estava mesmo chegando na África. Após mais de 30 horas desde que saíra de casa, finalmente eu estava em solo africano. Era o início da noite de domingo. O cansaço só não superou a emoção de estar na África pela primeira vez. O avião taxiou lentamente pela pista e a sensação de tocar meu olhar na África naquele início de noite me fez relembrar toda a expectativa pela chegada daquele momento. A sensação de estar mesmo em Angola, veio no dia seguinte, quando acordei, olhei pela janela e pude ver de verdade, e às claras, a movimentação nas ruas de Luanda. A cidade de Luanda é bem grande, com seus habitantes em projeção anual do governo angolano para 2012, e fica em frente a uma baia com o mesmo nome (Luanda), contornada pela Ilha do Cabo (também conhecida com ilha de, mesmo nome de novo, Luanda). 13

14 O MUNDO TAMBÉM FALA PORTUGUÊS Ilha do Cabo Baia de Luanda (Ilha de Luanda) Mussulo LUANDA 5 km 14 O primeiro almoço em Luanda, ainda sem experimentar a culinária local, já mostrou o quanto o custo de vida é alto no país: um prosaico macarrão com carne, molho e cenoura custou em torno de 30 dólares. Em 2012, Luanda foi considerada a segunda cidade mais cara do mundo, atrás apenas de Tóquio. O gindungo é a pimenta preferida dos angolanos. Para mim, uma gota no cantinho do prato já foi suficiente, e talvez até demais, mas os angolanos o espalham sobre a comida como se fosse orégano numa pizza. Os sinais da guerra, terminada pouco mais de um ano antes da minha viagem ao país, estavam ainda estampados não apenas nas marcas de tiros em muitos prédios e na destruição parcial de outros, mas também no aglomerado urbano que se formou devido ao êxodo de refugiados em direção à capital, um dos poucos locais livre de batalhas.

15 ANGOLA A Guerra Civil Angolana começou logo depois da conquista da independência, em novembro de 1975, e terminou em O conflito resultou em cerca de mortos As duas principais facções envolvidas no conflito foram o MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola), ligado a Cuba e à União Soviética, e que era o governo oficialmente estabelecido; e a UNITA (União Nacional para a Independência Total de Angola), que era liderada por Jonas Savimbi, e apoiada pelos Estados Unidos, pelo regime do apartheid da África do Sul e por diversos outros países africanos. 15 Visão da baia de Luanda ao fundo a ilha de Luanda) Andando pelas ruas, observei nos traços das pessoas, que as várias etnias que formam o país têm características bem distintas, e podem ser facilmente percebidas e diferenciadas. Isso me fez acreditar que houve pouca miscigenação, o que dá a Angola uma grande e rica diversidade cultural e linguística.

16 O MUNDO TAMBÉM FALA PORTUGUÊS Etnias e Línguas de Angola A maior parte da população angolana é descendente de povos bantu, sendo as principais etnias: ovimbundu (língua umbundu), ambundu (língua kimbundu), e bakongo (língua kikongo). Há ainda outros povos bantu, e também minorias não bantu como os kung. O português é a língua oficial, mas os quatro idiomas nativos mais falados (os três citados acima mais o chokwe) são reconhecidos como línguas nacionais. Uma grande parte da população, localizada essencialmente no litoral e com idade inferior a 40 anos, já considera o português como sua língua materna. As etnias angolanas são separadas por uma divisão territorial razoavelmente bem definida, conforme mostra o mapa abaixo. 16 Alguns povos ocupam territórios que extrapolam as fronteiras dos países atuais. Por exemplo, o povo que ocupa a parte norte de Angola é o bakongo, que também ocupa uma parte do território do Congo. Fontes e

17 ANGOLA Ao se falar em etnias e línguas do centro-sul da África, uma palavra se repete muitas vezes: bantu! Entender um pouco o sentido dessa palavra ajuda a entender melhor sobre os povos africanos. Bantu! Há mais de 60 milhões de pessoas que falam línguas bantu como língua materna. Pesquisas indicam que os povos de cultura bantu se concentravam, inicialmente, na região onde hoje fica Camarões. Por volta de a.c. começou uma grande migração em direção ao sul e a leste, que os levou a ocupar grande parte da África ao sul do deserto do Saara. Alguns antropólogos acreditam que a migração ocorreu por causa do aumento da população decorrente da evolução das técnicas de agricultura, em especial pelo uso de arados, o que teria permitido um significativo crescimento na produção de alimentos. De modo geral, considera-se que bantu seja mais um grupo linguístico que um grupo étnico distinto. O radical ntu, que aparece em quase todas as línguas bantu, significa homem, ser humano, e ba é uma partícula de plural. Assim, bantu significa homens, seres humanos. Não existe uma raça bantu, mas sim um povo bantu, comunidade cultural com uma civilização comum e linguagens similares. São nove as nações bantu de Angola, correspondendo a cada uma delas uma língua diferente. Fontes: 17 Esperei o cair da tarde, para tirar umas fotos do pôr-do-sol africano. Parece que há algo de diferente, o sol parece maior, mais vermelho, não sei explicar, mas é um grande espetáculo.

18 O MUNDO TAMBÉM FALA PORTUGUÊS 18 Pôr-do-sol na baia de Luanda Naquela época, é bom lembrar, as máquinas fotográficas digitais estavam ainda começando a aparecer e eram bastante caras, com seus 2 Mpixels! Eu não tinha uma. Naqueles tempos jurássicos da fotografia, a imagem era capturada por um filme de acetato impregnado com sais de prata, que tinha que ficar bem protegido da luz até ser revelado em um laboratório especializado. A revelação podia levar alguns dias e só então ficávamos sabendo se as fotos estavam boas e bonitas, ou mesmo se tinha saído alguma coisa.

19 ANGOLA Apesar de a técnica parecer rudimentar se comparada com os atuais CCDs e toda tecnologia digital, é inegável que abrir o envelope com as fotos recém-reveladas e lembrar-nos de cada parte da viagem era uma sensação especial e que desapareceu com o visor de cristal líquido que permite a observação imediata da foto recém-tirada. Afora algum saudosismo deste que escreve, é bem melhor poder ver as fotos na hora e tirar outra, se for o caso. Outra coisa se extinguiu junto com as fotografias reveladas em papel foi o convite: vamos lá em casa ver umas fotos? Hoje em dia, basta postar no Facebook, cada um vê as fotos sozinho e depois manda um curti. Voltando a Angola... Angola é rica em petróleo e diamantes, além de muitos outros minerais. O petróleo até então descoberto fica, especialmente, na região de Cabinda que é uma incrustação angolana no litoral entre o Zaire (República Democrática do Congo - RDC) e o Congo (República Popular do Congo - RPC). Já os diamantes ficam no interior do país. Essas duas riquezas financiaram os dois lados da guerra: o petróleo, a CPLA, e os diamantes, a Unita. Ou seja, boa parte das riquezas foi usada simplesmente para destruir o próprio país. Angolanos e portugueses têm, por exemplo, um modo peculiar de se dirigir a pessoa. Em vez de perguntarem: você precisa de algo?, perguntam, o Gilberto precisa de algo? Nas primeiras vezes eu ficava procurando o meu xará (homônimo), Gilberto, para saber se ele precisava de alguma coisa. Só aos poucos fui me acostumando que esse Gilberto era eu mesmo! Muitas mulheres, e só mulheres, carregam bacias na cabeça, quase sempre com frutas, em especial bananas e laranjas. Um paninho enrolado, chamado de rodilha, ajuda a dar o apoio na cabeça. O que impressiona é que aquilo parece ser realmente muito pesado. Um dia comprei mangas de uma moça, e quando ela abaixou a bacia, pedi para conferir o peso: devia ter uns 15 quilos, no mínimo 19

20 O MUNDO TAMBÉM FALA PORTUGUÊS 20 Muitos abacaxis (ananases) na cabeça e uma criança nas costas... Sexo frágil? Em Angola, certamente não!. As mulheres, também carregam as crianças pequenas (miúdos) amarradas com um pano nas costas. A criança fica um pouco acima da cintura da mãe com uma perna para cada lado. Na mulher, o pano fica na altura dos seios e desce por trás do corpo. Não parece ser muito confortável para as crianças, mas mesmo assim quase sempre eu as vi dormindo nessa posição. Na sexta-feira, experimentei, finalmente, a típica comida angolana: muamba com funge. A muamba pode ser de frango ou de peixe e é acompanhada por um molho a base de óleo de palma (azeite de dendê). O funge é uma espécie de purê de farinha de milho branco ou de mandioca. O funge de mandioca, especialmente, fica bastante pegajoso, mas ambos são saborosos e combinam muito bem com o molho a base de dendê. Para comer puro, o funge não tem muita graça, mas acompanha muito bem pratos com molho temperado.

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

[Aprender Português / Portugiesisch lernen]

[Aprender Português / Portugiesisch lernen] [Aprender Português / Portugiesisch lernen] Sabias que segundo a última edição do livro The Ethnologue: languages of the world, o número de línguas faladas no mundo é de 6912. 1. Analisa o seguinte ranking

Leia mais

Mostrei minha obra-prima à gente grande, perguntando se meu desenho lhes dava medo.

Mostrei minha obra-prima à gente grande, perguntando se meu desenho lhes dava medo. I Uma vez, quando eu tinha seis anos, vi uma figura magnífica num livro sobre a floresta virgem, chamado Histórias vividas. Representava uma jiboia engolindo uma fera. Esta é a cópia do desenho. O livro

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

FOTO-AVENTURA. Nikon D600. 85mm. f/16. 10. ISO 100. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA

FOTO-AVENTURA. Nikon D600. 85mm. f/16. 10. ISO 100. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA Nikon D600. 85mm. f/16. 10. ISO 100 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA Nova Zelândia CADA QUILÓMETRO É UMA POTENCIAL FOTOGRAFIA IR AO OUTRO LADO DO MUNDO APENAS PARA FOTOGRAFAR NÃO É PARA QUALQUER

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

..::10 A equação matemática que garante o sucesso financeiro da viagem

..::10 A equação matemática que garante o sucesso financeiro da viagem 1 2 ..::10 A equação matemática que garante o sucesso financeiro da viagem Quanto mais viajamos e entendemos a dinâmica da estrada, mais fácil se torna encontrar formas de economizar e juntar dinheiro

Leia mais

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1 Entrevista G1.1 Entrevistado: E1.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 51 anos Masculino Cabo-verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias : São Tomé (aos 11 anos) Língua materna:

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Terra à vista! Nesta aula, utilizaremos os mapas para situar

Terra à vista! Nesta aula, utilizaremos os mapas para situar A U A U L L A Terra à vista! Nesta aula, utilizaremos os mapas para situar o lugar em que vivemos na superfície da Terra. Vamos verificar que os lugares são agrupados em grandes conjuntos chamados de continentes,

Leia mais

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal À margem do Fórum promovido pela Associação Mais Portugal Cabo Verde, que o trouxe

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 1 Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 Entrevistador- Como o senhor vê a economia mundial e qual o posicionamento do Brasil, após quase um ano da quebra do

Leia mais

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos VERSÃO FOTOGRAFIA 10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos Existem várias formas de alterar o resultado final de uma foto, seja através do ISO, da velocidade do obturador, da abertura

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Português Língua Estrangeira Teste (50 horas)

Português Língua Estrangeira Teste (50 horas) Português Língua Estrangeira Teste (50 horas) Nome: Data: A Importa-se de responder a umas perguntas? Está bem. Obrigado. 1 Como é que se chama? 2 O que é que faz? 3 Vive aqui agora? 4 Há quanto tempo

Leia mais

por ano para trocar o sangue. Page leu todos os livros do Aleister Crowley. Em 1977, eles já tinham se tornado a banda definitiva de iniciação.

por ano para trocar o sangue. Page leu todos os livros do Aleister Crowley. Em 1977, eles já tinham se tornado a banda definitiva de iniciação. O Led Zeppelin sempre foi complicado. Esse era o problema inicial deles. Os shows deles sempre tinham violência masculina. Isso foi um desvio nos anos 1970, que foi uma época muito estranha. Era uma anarquia

Leia mais

Exposição Mandela: de Prisioneiro a Presidente Angola 2014

Exposição Mandela: de Prisioneiro a Presidente Angola 2014 Exposição Mandela: de Prisioneiro a Presidente Angola 2014 1 Eu sou dono e senhor de meu destino; Eu sou o comandante de minha alma. Invictus - William E Henley «Nos ficávamos um bocado aborrecidos com

Leia mais

PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL. Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital

PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL. Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital Conteúdo PRIMEIROS PASSOS COM BLOG:... 3 Primeiro:... 3 Segundo:... 4 Terceiro:... 5 Quarto:...

Leia mais

I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR *

I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR * PSICODRAMA DA ÉTICA Local no. 107 - Adm. Regional do Ipiranga Diretora: Débora Oliveira Diogo Público: Servidor Coordenadora: Marisa Greeb São Paulo 21/03/2001 I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR * Local...:

Leia mais

Visite nossa biblioteca! Centenas de obras grátis a um clique! http://www.portaldetonando.com.br

Visite nossa biblioteca! Centenas de obras grátis a um clique! http://www.portaldetonando.com.br Sobre a digitalização desta obra: Esta obra foi digitalizada para proporcionar de maneira totalmente gratuita o benefício de sua leitura àqueles que não podem comprá-la ou àqueles que necessitam de meios

Leia mais

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE?

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? Rafael chegou em casa um tanto cabisbaixo... Na verdade, estava muito pensativo. No dia anterior tinha ido dormir na casa de Pedro, seu grande amigo, e ficou com a cabeça

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC

Sistema de Ensino CNEC 1 SUMÁRIO VOLUME 1 "O homem é um pedaço do Universo cheio de vida." Ralph Waldo Emerson Capítulo 1 O Tempo não para 5 Capítulo 2 Você percebendo-se como sujeito histórico 20 Capítulo 3 O Universo que nos

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

SocialDB Social Digital Library

SocialDB Social Digital Library Social Digital Library Laboratório L3P NARRATIVA DO PROJETO SOCIALDB 06/2015 Gestor de uma coleção "Sou produtor cultural (ou fotógrafo) e quero criar um lugar na internet com uma seleção de obras artísticas

Leia mais

Povos americanos: Primeiros habitantes da América do SUL

Povos americanos: Primeiros habitantes da América do SUL Povos americanos: Primeiros habitantes da América do SUL Nicho Policrômico. Toca do Boqueirão da Pedra Fiurada. Serra da Capivara Piauí- Brasil Ruínas as cidade inca Machu Picchu - Peru Código de escrita

Leia mais

Relato da Viagem do Irmão Brian Kocourek à África do Sul

Relato da Viagem do Irmão Brian Kocourek à África do Sul Relato da Viagem do Irmão Brian Kocourek à África do Sul De 28 de novembro à 4 de dezembro de 2015 Voamos do Aeroporto Greater em Cincinnati de tarde, no dia 28 de novembro de 2015, e chegamos à Cidade

Leia mais

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI Muitas pessoas me perguntam se a maquina de vendas online é fraude do Tiago bastos funciona de verdade ou se não é apenas mais uma fraude dessas que encontramos

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês 3 Truques Para Obter Fluência no Inglês by: Fabiana Lara Atenção! O ministério da saúde adverte: Os hábitos aqui expostos correm o sério risco de te colocar a frente de todos seus colegas, atingindo a

Leia mais

Unidade 01- Estamos apenas começando Deus criou, eu cuidarei

Unidade 01- Estamos apenas começando Deus criou, eu cuidarei Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 01- Estamos apenas começando Deus criou, eu cuidarei O velho testamento está cheio de histórias que Deus nos deu, espantosas e verdadeiras.

Leia mais

7 Negócios Lucrativos

7 Negócios Lucrativos 7 Negócios Lucrativos CAPÍTULO 1 Mentalidade Geralmente empreendedores ficam caçando uma maneira nova de ganhar dinheiro constantemente, e de fato é isso que faz com que uns cheguem ao topo e outros não,

Leia mais

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA Carolina e, acompanhados de, estão na biblioteca, no mesmo lugar em que o segundo episódio se encerrou.os jovens estão atrás do balcão da biblioteca,

Leia mais

Colégio Senhora de Fátima

Colégio Senhora de Fátima Colégio Senhora de Fátima A formação do território brasileiro 7 ano Professora: Jenifer Geografia A formação do território brasileiro As imagens a seguir tem como principal objetivo levar a refletir sobre

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

Sistema COC de Educação Unidade Portugal

Sistema COC de Educação Unidade Portugal Sistema COC de Educação Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 2010. Nome: 3 o ano (2 a série) AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VI 2 o BIMESTRE Eixo temático O mundo das histórias Disciplina/Valor Português

Leia mais

Guião de Entrevista. 1- Para ti, quais foram as coisas que Portugal descobriu na época dos Descobrimentos?

Guião de Entrevista. 1- Para ti, quais foram as coisas que Portugal descobriu na época dos Descobrimentos? Guião de Entrevista 1- Para ti, quais foram as coisas que Portugal descobriu na época dos Descobrimentos? 2- Consideras os Descobrimentos portugueses um assunto importante? Porquê? 3- Na tua opinião, por

Leia mais

Brasileira percorre 7 mil quilômetros para contar histórias de refugiados africanos

Brasileira percorre 7 mil quilômetros para contar histórias de refugiados africanos Brasileira percorre 7 mil quilômetros para contar histórias de refugiados africanos por Por Dentro da África - quarta-feira, julho 29, 2015 http://www.pordentrodaafrica.com/cultura/brasileira-percorre-7-mil-quilometros-para-contar-historias-derefugiados-africanos

Leia mais

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe!

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! *MELHOR MÃE DO MUNDO Coaching para Mães Disponíveis, www.emotionalcoaching.pt 1 Nota da Autora Olá, Coaching

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil!

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Implemente esses 3 passos para obter resultados fantásticos no Inglês! The Meridian, 4 Copthall House, Station Square, Coventry, Este material pode ser redistribuído,

Leia mais

Os planetas gémeos ...fim

Os planetas gémeos ...fim Os planetas gémeos 21 Era uma vez um par de planetas gémeos que tinham uma forma de olho. Eram quase redondos como a Terra. Apesar da distância que os separava, mexiam-se sempre em simultâneo e faziam

Leia mais

A última relação sexual

A última relação sexual PARTE G QUESTIONÁRIO AUTO-PREENCHIDO (V1 - M) As próximas perguntas são sobre a sua vida sexual. É muito importante que responda, pois só assim poderemos ter informação sobre os hábitos sexuais da população

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15 A ORAÇÃO MANISFESTA O PODER DE DEUS ATRAVÉS DE MIM Princípio: Quando eu oro, o poder de Deus se manifesta através de mim! Versículo: Ora, àquele que é poderoso para fazer

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II Capítulo II Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo Dois Como uma nota de $10 me deixou mais rico do que todos os meus amigos Das centenas de estratégias de construção de riqueza que

Leia mais

Anelise de Brito Turela Ferrão Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Edição de um filme a partir de fotografias

Anelise de Brito Turela Ferrão Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Edição de um filme a partir de fotografias PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO RELATÓRIO DE ATIVIDADE Anelise de Brito Turela Ferrão Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Edição de um filme a partir de fotografias ANIVERSÁRIO GEMEOS / 7

Leia mais

MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37

MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37 MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37 1 1. Objetivos: Ensinar que quando Moisés aproximou-se de Deus, os israelitas estavam com medo. Ensinar que hoje em dia, por causa de Jesus, podemos nos sentir perto de Deus

Leia mais

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista.

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista. Tínhamos acabado de jantar. Defronte de mim o meu amigo, o banqueiro, grande comerciante e açambarcador notável, fumava como quem não pensa. A conversa, que fora amortecendo, jazia morta entre nós. Procurei

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Terceiro Relatório de Intercâmbio de Longa Duração

Terceiro Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Terceiro Relatório de Intercâmbio de Longa Duração Carlos Araujo RCRJ/Nova Iguaçu Odense, Danmark. Os últimos meses chegaram e já passaram. No geral, aconteceram muitos encontros com os intercambistas

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 4CCHLADLEMPLIC04 OBSERVAÇÃO EM SALA DE AULA E/LE Bruna Mikaele Siquiera (1) María del Pilar Roca (3) Centro de Ciências Humanas, Artes e Letras/ Departamento de Letras Estrangeiras Modernas RESUMO Esse

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207 OLHAR GLOBAL Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas A poeira do renascimento 36 Fotografe Melhor n o 207 Olivier convida pessoas que encontra na rua ou na internet para posarem

Leia mais

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos.

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos. 1) Como está sendo a expectativa do escritor no lançamento do livro Ser como um rio que flui? Ele foi lançado em 2006 mas ainda não tinha sido publicado na língua portuguesa, a espera do livro pelos fãs

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS 1 de 6 - mobilidade humana e OBJECTIVO: Identifica sistemas de administração territorial e respectivos funcionamentos integrados. O Turismo Guião de Exploração Indicadores sobre o turismo em Portugal 27

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA Usamos VERSÍCULOS a Bíblia na PARA Nova DECORAR Versão Internacional ESTA SEMANA NVI Usamos

Leia mais

Página1. Guia do Turista Inteligente

Página1. Guia do Turista Inteligente Página1 Guia do Turista Inteligente www.malanasmaos.com.br Guia do Turista Inteligente Entre arrumar as malas e chegar ao destino, existe um grande caminho a ser percorrido para que sua viagem não seja

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

Android. Escolhe o dispositivo Android certo!

Android. Escolhe o dispositivo Android certo! Android O Android é a plataforma mais popular do mundo das telecomunicações. Podemos usar todos os aplicativos do Google, existem mais de 600.000 aplicativos e jogos disponíveis no Google Play para nos

Leia mais

TIMI 3. 1 Observa a imagem e escreve frases. 2 Lê e completa. Ex.: No quarto há duas camas. do segundo esquerdo. um irmão.

TIMI 3. 1 Observa a imagem e escreve frases. 2 Lê e completa. Ex.: No quarto há duas camas. do segundo esquerdo. um irmão. TIMI 3 1 Observa a imagem e escreve frases. Ex.: No quarto há duas camas. 2 Lê e completa. Tu Eles Ela Vocês Tu Eu O pássaro Eu Ele Vocês 4 / quatro do segundo esquerdo. um boné. um irmão. gémeos. muitos

Leia mais

COMO VIAJAR BARATO EM 7 SIMPLES PASSOS O Seu guia definitivo para viajar pelo mundo sem gastar uma fortuna.

COMO VIAJAR BARATO EM 7 SIMPLES PASSOS O Seu guia definitivo para viajar pelo mundo sem gastar uma fortuna. COMO VIAJAR BARATO EM 7 SIMPLES PASSOS O Seu guia definitivo para viajar pelo mundo sem gastar uma fortuna. aprendaaviajarbarato.com.br ALINE BALTAZAR 1 Don t let your dreams be dreams... Jack Johnson

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar:

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: Meditação Crianças de 7 a 9 anos NOME:DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4) 2-

Leia mais

05/12/2006. Discurso do Presidente da República

05/12/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 20ª Reunião Ordinária do Pleno Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Palácio do Planalto, 05 de dezembro de 2006 Eu acho que não cabe discurso aqui,

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida 1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida O Que Determina o Sucesso de Uma Dieta? Você vê o bolo acima e pensa: Nunca poderei comer um doce se estiver de dieta. Esse é o principal fator que levam

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 6º Ano 1º/2º Bimestre 2015 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Fernanda Data: / /2015 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara História Resultado

Leia mais

Escapadinha em Luanda

Escapadinha em Luanda Anoitecer em Luanda Tive a oportunidade de me deslocar em trabalho a Luanda, entre 20 de Abril e 3 de Maio de 2006. Não sendo propriamente um destino onde se vai frequentemente (aliás, pode mesmo ter sido

Leia mais

Os aparelhos de GPS (Sistema de Posicionamento Global) se tornaram

Os aparelhos de GPS (Sistema de Posicionamento Global) se tornaram GPS Os aparelhos de GPS (Sistema de Posicionamento Global) se tornaram ferramentas importantes para nos localizarmos com mais facilidade. Agora imagine que você pudesse ter um GPS que, além de lhe fornecer

Leia mais

Amy : Se crianças desescolarizadas não vão a escola, então, como elas aprendem?

Amy : Se crianças desescolarizadas não vão a escola, então, como elas aprendem? Unschooling Life Podcast #2 Por que desescolarizar? Amy : Se crianças desescolarizadas não vão a escola, então, como elas aprendem? Eu fui em busca de pais que desescolarizam seus filhos para fazer essa

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROF. FERNANDO NOME N o 9 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Atividade: Leitura e interpretação de texto Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Orientações: 1- Leia o texto atentamente. Busque o significado das palavras desconhecidas no dicionário. Escreva

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. (Do Sr. JÂNIO NATAL) Senhor Presidente,

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. (Do Sr. JÂNIO NATAL) Senhor Presidente, COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES REQUERIMENTO N O, DE 2011 (Do Sr. JÂNIO NATAL) Requer a realização de Audiência Pública para debater questões relativas à aviação civil brasileira. Senhor Presidente, Requeiro,

Leia mais

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias Ima Sempre em Frente Eric Peleias Baseado em uma história real CAPÍTULO 1 LETÔNIA, DÉCADA DE 1940. 8 PODEM PARAR DE CAVAR! QUERO TODOS ENFILEIRADOS! O QUE ESTÃO ESPERANDO? ENFILEIRADOS, ANDEM LOGO! MUITO

Leia mais

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA?

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? Projeto Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro tem como tema o meio ambiente em que mostra o homem e a destruição da natureza,

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

MÓDULO 5 O SENSO COMUM

MÓDULO 5 O SENSO COMUM MÓDULO 5 O SENSO COMUM Uma das principais metas de alguém que quer escrever boas redações é fugir do senso comum. Basicamente, o senso comum é um julgamento feito com base em ideias simples, ingênuas e,

Leia mais

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4 Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher Os quatro estudos a seguir tratam sobre a passagem de Colossenses 3:1-17, que enfatiza a importância de Jesus Cristo ter sua vida por completo.

Leia mais

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE.

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE. OS 4 PASSOS PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA HIGHSTAKESLIFESTYLE. Hey :) Gabriel Goffi aqui. Criei esse PDF para você que assistiu e gostou do vídeo ter sempre por perto

Leia mais

Oi Lindona! Eu sou MILLA PADUA, Coach de Boa Forma

Oi Lindona! Eu sou MILLA PADUA, Coach de Boa Forma Oi Lindona! Eu sou MILLA PADUA, Coach de Boa Forma Eu mudei radicalmente o meu estilo de vida e conquistei o corpo que eu sempre sonhei após a maternidade. É isso aí! Tem gente que acha que depois dos

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento Eu e umas amigas íamos viajar. Um dia antes dessa viagem convidei minhas amigas para dormir na minha casa. Nós íamos para uma floresta que aparentava ser a floresta do Slender-Man mas ninguém acreditava

Leia mais

A HORA PELO MUNDO. Inicial

A HORA PELO MUNDO. Inicial Inicial Até o final do século XIX, cada cidade utilizava um sistema de horas exclusivo, baseado no momento em que o Sol atingia o ponto mais alto no céu. Nesse instante, era meio-dia na cidade. A marcação

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

Em 2 minutos de leitura você aprenderá facilmente a: Montar seu perfil Buscar colaboradores e comunidades Utilizar recursos

Em 2 minutos de leitura você aprenderá facilmente a: Montar seu perfil Buscar colaboradores e comunidades Utilizar recursos GUIA RÁPIDO Em 2 minutos de leitura você aprenderá facilmente a: Montar seu perfil Buscar colaboradores e comunidades Utilizar recursos 1º ACESSO Em conecta.estacio.br Coloque sua senha e login (não é

Leia mais

JOSANE BATALHA SOBREIRA DA SILVA APROXIMANDO CULTURAS POR MEIO DA TECNOLOGIA

JOSANE BATALHA SOBREIRA DA SILVA APROXIMANDO CULTURAS POR MEIO DA TECNOLOGIA JOSANE BATALHA SOBREIRA DA SILVA APROXIMANDO CULTURAS POR MEIO DA TECNOLOGIA Valinhos, setembro de 2014 1 JOSANE BATALHA SOBREIRA DA SILVA APROXIMANDO CULTURAS POR MEIO DA TECNOLOGIA Relato do Projeto

Leia mais

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12

UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 UMA ESPOSA PARA ISAQUE Lição 12 1 1. Objetivos: Ensinar que Eliézer orou pela direção de Deus a favor de Isaque. Ensinar a importância de pedir diariamente a ajuda de Deus. 2. Lição Bíblica: Gênesis 2

Leia mais

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 A maior Ambição do Homem é querer Colher aquilo que Não Semeou. Hebert Schiavelli (Empreendedor) Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade

Leia mais

Insígnia Mundial do Meio Ambiente IMMA

Insígnia Mundial do Meio Ambiente IMMA Ficha técnica no. 2.1 Atividade Principal 2.1 SENTINDO A NATUREZA Objetivo da 2 Os escoteiros estão trabalhando por um mundo onde o habitat natural seja suficiente para suportar as espécies nativas. Objetivos

Leia mais