BRIGADA DE SUPERCIENTISTAS Para combater o fim do mundo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BRIGADA DE SUPERCIENTISTAS Para combater o fim do mundo"

Transcrição

1 Edição #134 Oásis BRIGADA DE SUPERCIENTISTAS Para combater o fim do mundo NEUROSSEXISMO O cérebro é masculino ou feminino? LÍNGUAS EM EXTINÇÃO Quantos idiomas antigos ainda são falados? O MUSEU DE VOCÊ Histórias de cada um de nós

2 por Luis Pellegrini O fim do mundo não é um roteiro de cinema, adverte o astrônomo inglês Lord Rees. E o final feliz, diferente do que acontece nos filmes, depende dos espectadores. De todos nós. Editor Um grupo de cientistas do quilate do astrofísico Stephen Hawking e do astrônomo inglês Lord Rees criaram uma instituição em Cambridge, na Inglaterra, para estudar os diferentes riscos de extinção que corre a vida sobre o planeta Terra inclusive a extinção da nossa própria espécie. Parece prólogo de livro de ficção científica, mas é pura verdade. Essa elite das cabeças pensantes contemporâneas passou as duas primeiras semanas de setembro discutindo, para chegar a algumas conclusões. Elas estão descritas na nossa matéria de capa Brigada de supercientistas para combater o fim do mundo. Alguns desses riscos, como veremos, devem-se à possibilidade de catástrofes naturais como, por exemplo, o choque de um meteorito gigante com a Terra. Mas a maioria dos demais riscos deve-se à ação muitas vezes deletéria da mão do homem sobre o planeta. Uma das maiores ameaças parece ser o oásis. Editorial 2/30

3 por Luis Pellegrini Editor desenvolvimento desmesurado da própria tecnologia. Graças ao nível que alcançamos na produção da inteligência artificial, hoje, computadores e todo o séquito de funções de que são capazes podem assumir o controle do mundo e, em seguida, decidir o extermínio dos humanos. O cineasta Stanley Kubrick já tinha imaginado uma situação do gênero em seu filme 2001 Odisseia no Espaço, mas as coisas agora poderiam acontecer em escala muito maior. Exagerado? Não, a possibilidade é real, sobretudo quando se sabe que entidades puramente matemáticas como os algoritmos decidem milhões de transações financeiras a cada segundo. oásis. Editorial 3/30

4 hipótese BRIGADA DE SUPERCIENTISTAS Para combater o fim do mundo oásis. hipótese 4/30

5 Por: Equipe Oásis R Muitos cientistas estão convencidos de que o desenvolvimento da tecnologia humana poderá em breve apresentar novos riscos de extinção, tanto para a espécie humana quanto para a totalidade do planeta eunidos numa associação cujo nome parece o título de um romance de ficção científica o Cambridge Centre for the Study of Existential Risk (http://cser.org/), Centro Cambridge para o estudo do risco existencial o astrofísico Stephen Hawking, o astrônomo Martin Rees, o filósofo Huw Price e vários outros acadêmicos de mente brilhante e reconhecida fama internacional compilaram neste mês de setembro uma lista dos perigos que podem destruir o globo terrestre ou, pelo menos, os seus habitantes. Desse encontro surgiram algumas propostas de soluções que, implementadas, seriam capazes de evitá-los. As preocupações desses grandes cientistas não são anódinas e muito menos destituídas de fundamento. O fim do mundo é uma hipótese real, sobretudo no que diz respeito ao fim da espécie humana sobre a Terra. Vários são os fatores que podem conduzir a esse apocalipse. A lista começa com a inteligência artificial. Computadores e todo o séquito de funções de que são capazes atingiram hoje um nível tecnológico tão sofisticado a ponto de poder assumir o controle do mundo e, em seguida, decidir o extermínio dos humanos. O cineasta Stanley Kubrick já tinha imaginado uma situação do gênero em seu filme 2001 Odisseia no Espaço, mas as coisas agora poderiam acontecer em escala muito maior. Exagerado? Não, a possibilidade é real, sobretudo quando se sabe que entidades puramente matemáticas como os algoritmos decidem milhões de transações financeiras a cada segundo. oásis. hipótese 5/30

6 A seguir, na lista, estão os ataques cibernéticos, uma onda de atentados terroristas digitais capazes de embaralhar absolutamente tudo, do fornecimento de energia às comunicações, dos transportes às redes de computadores. Logo depois a lista das ameaças cita-se o risco de uma infecção bacteriológica mundial, uma peste criada em laboratório que vá parar nas mãos de um louco niilista, um ditador sanguinário ou os comandantes de uma guerra civil fratricida. Há também a possibilidade de uma pandemia, o surgimento de um vírus resistente a todo antibiótico que nenhuma vacina poderá curar. convencional se combatida com a devida intensidade. Vivemos num mundo cada vez mais interconectado, cada vez mais tecnológico e dependente da web, afirma lord Rees, ex-presidente da Royal Society e um dos promotores do encontro. A nós ocidentais o mundo atual pode parecer mais seguro do que jamais foi no passado, mas a verdade é que nosso mundo é muito mais vulnerável agora do que parece. E já que os líderes políticos estão concentrados apenas nos problemas de curto prazo, é necessário que alguém sugira à opinião pública internacional quais são os perigos mais realistas e com Outras ameaças para a humanidade aventadas nesse encontro de cientistas do Centro Cambridge: uma sabotagem da cadeia alimentar; condições atmosféricas extremas provocadas pelas mudanças climáticas, com consequentes inundações, furacões, terremotos; um ou mais asteroides que se chocam com a Terra; para encerrar, a sempre presente hipótese da guerra termonuclear, ou química, ou até mesmo oásis. hipótese 6/30

7 Elenco dos atores do apocalipse A tecnologia inteligente Uma rede de computadores poderia se tornar uma mente e utilizar seus recursos para atingir os seus próprios objetivos, às custas das necessidades humanas. Os cyber ataques As redes de energia, o controle do tráfego aéreo e das comunicações estão hoje sob o comando de sistemas de computadores interconectados. Se esses networks forem destruídos pela ação de terroristas, isso representaria o colapso da nossa sociedade. O astrônomo Lord Rees quais meios seria possível impedi-los. O bioterrorismo Um super vírus criado pelo homem ou uma bactéria escapada de um laboratório ou liberada por terroristas poderia causar a morte de milhões de pessoas. Os cientistas do grupo de Cambridge não são, no entanto, pessimistas: permanecem otimistas, apesar de tudo, convencidos de que o homem dispõe de recursos para sobreviver e enfrentar qualquer ameaça. Mas ao mesmo tempo advertem que os riscos mais graves, para o nosso planeta, hoje não provêm do cosmos ou da natureza, mas sim da ação do próprio homem. O fim do mundo não é um roteiro de cinema, adverte o astrônomo Rees. E o final feliz, diferente do que acontece nos filmes, depende dos espectadores. De todos nós. oásis. hipótese O astrofísico Stephen Hawking 7/30

8 O choque de um meteorito gigante com a Terra poderia causar uma nova extinção em massa, eliminando inclusive a nossa espécie 8/30

9 O tema do fim do mundo é usado por artistas de todas as épocas A falta de alimento Graças às mega redes de distribuição, muitas nações ocidentais possuem reservas de comida suficientes para 48 horas. Qualquer interrupção nos fornecimentos causaria revoltas populares e aquisições maciças ditadas pelo pânico. O asteroide O impacto de um grande asteroide com a Terra destruiria a espécie humana. Isso já ocorreu no passado remoto, causando, como tudo leva a crer, a extinção dos dinossauros. O clima Visto que a temperatura média da Terra continua subindo, poderemos chegar nas próximas décadas a um ponto crítico no qual os desastres naturais sofreriam uma piora irreversível. As pandemias Devido às viagens internacionais, um novo vírus assassino, surgido a partir de mutações genéticas de vírus animais, poderia se difundir em todo o mundo em poucos dias. A guerra O aumento das populações, sobretudo nos países pobres e nos em via de desenvolvimento, poderão esgotar as reservas de comida e de água potável. Para se apoderar dos bens necessários, muitas guerras poderiam ser desencadeadas. O apocalipse nuclear No caso do emprego da bomba atômica por um país, poderia ser desencadeado um conflito mundial. Ogivas nucleares poderiam cair nas mãos de terroristas. oásis. hipótese 9/30

10 Um vírus ou bactéria letal,resistentes a todo medicamento e produzidos pelo homem, poderiam escapar do laboratório e matar milhões de pessoas 10/30

11 NEUROSSEXISMO O cérebro é masculino ou feminino? comportamento oásis. comportamento 11/30

12 P A neurocientista Cordelia Fine mostra que muitos estudos a respeito das diferenças dos cérebros de homens e mulheres podem ter sido mal interpretados para justificar um condicionamento sociocultural muito antigo Por: Maíra Lie Chao Fonte revista Planeta ara muitas pessoas, homens e mulheres são diferentes, e não só fisicamente. Estudos recentes, popularizados por incontáveis livros, jornais e revistas, difundiram a imagem de que elas são, por características cerebrais, mais sensíveis e empáticas, enquanto eles, mais racionais, exibem superioridade nas ciências exatas. A neurocientista australiana Cordelia Fine, no entanto, critica o uso da ciência para justificar essa visão. De acordo com ela, esses estudos que comprovam a diferença de gênero contêm falhas metodológicas e interpretações equivocadas que a levaram a criar um neologismo: neurossexismo, ou o conjunto de situações em que a neurociência é (mal) utilizada para justificar estereótipos de gênero. Cordelia publicou o livro Delusions of Gender: The Real Science Behind Sex Differences (Ilusões de Gênero A Verdadeira Ciência por Trás da Diferença Sexual, em tradução livre), no qual faz um alerta sobre como a neurociência pode se transformar em neuro-sem-sentido quando não possui rigor metodológico ou é mal interpretada. Uso o termo neurossexismo para me referir a situações em que as pessoas superinterpretam, interpretam mal ou até constroem a neurociência como forma de disfarçar os estereótipos de gênero, afirma. Homens e mulheres não são assim tão diferentes Cordelia explica no livro que queria tornar a ciência real sobre a diferença de gênero acessível e mostrar que é muito mais complicada e interessante do que somos induzidos a pensar. Ela deseja acabar com a crença, estimulada por best-sellers oásis. comportamento 12/30

13 A neurocientista australiana Cordelia Fine Delusions of Gender, livro de Cordelia Fine, ainda não traduzido no Brasil como Homens São de Marte, Mulheres São de Vênus, do escritor norteamericano John Gray, de que é inútil esperar por uma igualdade de gênero, porque a ciência apontou diferenças inatas entre os sexos. Se o livro também incentivar um debate sobre como melhorar a produção científica e a transmissão de informação sobre o assunto, então, estarei muito contente, declara. O ponto central abordado por Cordelia é o uso equivocado da neurociência para justificar a questão de gênero. Por se referirem a um campo novo, as pesquisas neurocientíficas precisam ser mais bem estudadas. Certamente, há diferença sexual de cognição e comportamento, mas o que é interessante é que ela pode aumentar, diminuir, desaparecer e mesmo ser revertida, dependendo do contexto social, ou do país, ou do período histórico, avalia. A neurocientista critica diversos estudos muito populares que oferecem respaldo ao neurossexismo. Eles surgiram, em parte, como uma reação à ênfase que os psicólogos deram à importância do meio no desenvolvimento das habilidades e da personalidade durante os anos 1970 e o início da década de A resposta científica resultou, então, num peso exagerado para a influência dos genes e das habilidades herdadas. Um desses estudos é sobre como os hormônios influenciam no comportamento e, em contato com o feto, podem determinar sua estrutura cerebral e, consequentemente, seu padrão comportamental. A médica norte-americana Louann Brizendine, autora do best-seller Como as Mulheres Pensam, defende, por exemplo, que a testosterona que interage com o feto masculino por volta da oitava semana de gestação responde pelo desenvolvimento e pela inibição de algumas áreas do cérebro, como as relacionadas à agressividade e à comunicação, que dão aos homens habilidades matemáticas com as quais nos habituamos a associá-los. Cordelia retruca, porém, assinalando que o comporta oásis. comportamento 13/30

14 mens, como o jornalismo esportivo. O ambiente pode levar a mudanças hormonais mento característico e a diferença de sexo têm muito mais a ver com a socialização das crianças do que com a testosterona fetal. Segundo ela, os métodos de medição hormonal durante a gestação ainda não são exatos. Além disso, se houvesse habilidades inatas de homens e mulheres derivadas da estrutura cerebral, isso implicaria indivíduos seguindo carreiras de acordo com essa aptidão natural. No entanto, hoje há mulheres na área de exatas e em outros campos antes exclusivos dos ho- Certamente, os hormônios influenciam nosso comportamento, mas o comportamento também influencia os hormônios, afirma Cordelia. Para ela, embora estejamos habituados a achar que, por conta dos hormônios, é natural que os homens sejam menos ligados à vida doméstica, o estímulo do ambiente pode levar a mudanças hormonais. [Em seu estudo, a psicóloga norteamericana] Francine Deutsch descobriu que pais que dividem as tarefas igualmente com as esposas desenvolveram um tipo de proximidade com os filhos que normalmente associamos às mães, escreve a neurocientista. Assim, as funções inatas de homens e mulheres podem não ser tão instintivas quanto se pensava. É a vivência social que acaba nos fazendo crer que há funções específicas para cada sexo. Acho que há uma explicação plausível para o aparecimento da ideia de diferenças sexuais inatas, afirma Cordelia. Psicólogos sociais mostraram que somos motivados psicologicamente a pensar que nossa estrutura social é justa, natural e inevitável. No quesito empatia, por exemplo, ela ressalta que os dois sexos conseguem ter oásis. comportamento 14/30

15 é limitado. Logo, a baixa amostragem pode levar a resultados duvidosos, já que pequenas variáveis, como cafeína e taxa respiratória, podem alterar a imagem, sem que tenham algum efeito significativo no comportamento. Diferença sexual na ativação cerebral o mesmo desempenho mas, quando uma mulher é lembrada que, como as demais mulheres, deveria ser boa nessa característica, ela tem performance melhor que a dos homens. A vulnerabilidade das neuroimagens Um tipo de estudo que merece atenção especial de Cordelia no livro é o que usa neuroimagens, como ressonância magnética funcional (fmri, em inglês) e tomografia por emissão de pósitrons (PET, em inglês). Segundo a neurocientista, o atual entusiasmo com as pesquisas baseadas nesse recurso pode levar a descobertas superficiais sobre diferença de sexo. Cordelia argumenta que, por esses exames de imagem cerebral serem muito caros, o número de participantes A cientista australiana observa ainda que, pelo fato de a neurociência ser uma área nova, seu uso gera controvérsias. Muitos especialistas defendem que a análise estatística baseada nessas imagens deve ser feita com mais rigor. Segundo eles, muitos estudos recentes sobre diferença sexual na ativação cerebral não possuem, por exemplo, um dado estatístico relevante, ou podem mudar, dependendo do método de análise. Por essas razões, é essencial não apostar muito em um único estudo que aponte diferenças sexuais, mas tentar encontrar um padrão consistente, analisa Cordelia. Um estudo feito pela equipe da neurocientista holandesa Iris Sommer exemplifica a existência de pesquisas equivocadas nessa área. A equipe revisou duas vezes todos os estudos sobre lateralização da linguagem (quando uma parte do cérebro é mais desenvolvida em razão de hormônios e, por isso, o indivíduo tem mais ou menos habilidades verbais) que usavam fmri. A primeira avaliação, de 2004, considerou cerca de 800 participantes; a segunda, de 2008, incluiu mais 2 mil voluntários. Em ambas, os cientistas não encontraram nenhuma diferença sexual significativa na lateralização funcional para a linguagem. Os pesquisadores também observaram que os estudos que mostravam as oásis. comportamento 15/30

16 diferenças sexuais tinham menos participantes. Um estudo feito por Janet Shibley Hyde, professora de psicologia da Universidade de Wisconsin- Madison (EUA), constatou, por meio de meta análises de outras 46 pesquisas, que 78% das diferenças entre os gêneros são muito pequenas ou inexistentes. Ou seja: meninas podem se sair tão bem na área de exatas quanto os meninos. Outra evidência disso é um estudo da norte- -americana Giordana Grossi, da Universidade Estadual de Nova York (EUA), que mostra que, dependendo do país e da cultura social, garotas podem obter resultados tão altos quanto os garotos em testes matemáticos. Alunas da Finlândia tiraram notas maiores do que seus colegas do sexo masculino e do que os alunos norte- -americanos que superaram suas conterrâneas. Questão de gênero e educação Um dos motivos pelos quais Cordelia se preocupa com a divulgação de estudos neurocientíficos sobre diferença sexual é o uso destes na área pedagógica. Tenho objeção a meninos e meninas serem ensinados de forma diferente porque os estereótipos de gênero estão disfarçados de neurociência, declara. A autora exemplifica que há escolas mistas com educação paralela em alguns anos do período escolar. Durante essa fase de separação de classes em masculinas e femininas, os jovens são ensinados de forma diferente. Por exemplo, o ensino de matemática para meninos é feito com base em atividades práticas, como desenho e exercícios. Já nas classes femininas, o professor é orientado a discutir a matéria por cerca de dez minutos no início da aula, fazendo uma analogia dos eixos horizontal e vertical de um plano cartesiano com uma relação entre duas pessoas. Para a neurocientista australiana, é fundamental aumentar o rigor das pesquisas sobre diferença sexual no cérebro. Nesse aspecto, ela argumenta que tanto cientistas quanto autores não especializados na área devem trabalhar em conjunto para que a ideia errada não seja passada ao público. Jornalistas e editores que trabalham com mídia popular precisam estar conscientes da necessidade de apurar as declarações; e os cientistas têm a obrigação moral de ajudá-los, afirma. Os neurocientistas também devem estar cientes de que suas informações sobre diferença de gênero influenciam seu trabalho e o de colegas. O neurossexismo afeta atitudes sociais de um modo prejudicial, e não devemos fazer pouco-caso disso. Cérebro feminino de antes Desde 1915, acreditava-se que as diferenças físicas do formato e da estrutura do cérebro das mulheres poderiam ter influência em seu comportamento. Naquele ano, o neurologista norte-americano Charles L. Dana utilizou essa crença como argumento para dizer que as mulheres não tinham como especialidade a área política e judicial, em seu artigo sobre direito de voto feminino no jornal The New York Times. oásis. comportamento 16/30

17 cultura LÍNGUAS EM EXTINÇÃO Quantos idiomas antigos ainda são falados? oásis. cultura 17/30

18 A ameaça de extinção, hoje, não paira apenas sobre a maioria das espécies animais e vegetais que vivem em nosso planeta. A humanidade enfrenta também outra forma de extinção em massa: a das línguas Por: Equipe Oásis Aameaça de extinção, hoje, não paira apenas sobre a maioria das espécies animais e vegetais que vivem em nosso planeta. A humanidade enfrenta também outra forma de extinção em massa: a das línguas. Centenas, milhares de sistemas linguísticos estão desaparecendo num ritmo sem precedentes. Quando uma língua morre, com ela morre também uma visão de mundo absolutamente única. Com a língua que se vai perdemos uma enorme herança cultural; o entendimento de como um grupo específico de seres humanos se relaciona com o mundo a seu redor; conhecimentos médicos e botânicos e zoológicos; e, ainda mais importante, perdemos a expressão do humor, do amor e da vida como a viam e entendiam essas pessoas. Em resumo, perdemos o testemunho de séculos, de milênios de vida. Línguas são entidades vivas em constante fluxo, e sua extinção não é coisa de agora; no entanto, o ritmo no qual as línguas estão desaparecendo é alarmante. Metade das cerca de 7 mil línguas do mundo correm sério risco de desaparecer no decorrer dos próximos 100 anos. O risco é realmente importante, sobretudo para as línguas antigas que sobreviveram até os nossos dias. Da grande família afro-asiática, por exemplo, o aramaico, a língua falada por Jesus, de tronco semítico da mesma forma que o hebraico, ainda é usado em algumas aldeias da Síria. Uma delas é Maaloula, um pequeno povoado sobre os montes Al Qalamoun, nos arredores de Damasco. oásis. cultura 18/30

19 A cidadezinha de Maalula, na Síria, onde a população cristã ainda fala aramaico, a lingua de Jesus Por seu lado, o ladino antigo língua das comunidades de judeus marranos no sul da Europa -, que deriva diretamente do latim, ainda é falado por pequenos grupos nos vales dos Alpes centrais e orientais da Suíça e do Trentino-Alto Ádige, na Itália. Outra variante dessa língua, o ladino oriental, está hoje identificada com o friulano, a célebre língua poética do nordeste da Itália usada por Pier Paolo Pasolini em sua obra literária. O basco, falado no nordeste da Espanha, corre um risco um pouco menor graças ao nacionalismo do povo basco que defende sua língua e suas tradições com unhas e dentes. Nem todos sabem, no entanto, Ali, no mosteiro cristão de São Jorge, o Pai Nosso e certos trechos litúrgicos ainda são recitados em aramaico. O egípcio antigo ainda é usado como língua litúrgica pela igreja copta. Dentre as línguas célticas de matriz indo-europeia, a mais antiga é o galês, falado na Irlanda e também em certas comunidades nos Estados Unidos graças à maciça imigração europeia. Nesta igreja copta do Cairo, no Egito, os ritos ainda são celebrados em egípcio antigo Do ladino ao basco oásis. cultura 19/30

20 Judeu turco de fala ladina, uma língua ameaçada O fortalecimento dessas línguas fortes em alguns países enfraquece paulatinamente os próprios idiomas locais. Este é o caso, por exemplo, das Filipinas, país onde o inglês vem paulatinamente substituindo os dialetos filipinos. A maior concentração de línguas faladas encontra-se nas zonas do planeta onde é maior a biodiversidade (variedade de animais, plantas e ambientes). Nas florestas pluviais tropicais, que hoje ocupam apenas 7% da superfície terrestre, estão 36% dos grupos etnolinguísticos do mundo. que o basco é a língua mais velha da Europa, precedente às línguas indo-europeias e muito próxima dos dialetos berberes do Norte da África e também das línguas caucásicas. Hoje, as línguas mais faladas no mundo são o chinês mandarim, inglês, espanhol, português, híndi/ urdu, russo, árabe, bengali, indonésio e japonês. A cultura da globalização tende cada vez mais a fortalecer as grandes línguas, como o inglês hoje considerado uma espécie de língua-franca mundial. Avaliando-se a situação dos últimos decênios, sobretudo a evolução da cultura da globalização, calcula-se que até o final do século 21 estarão extintas entre 50 e 90% das línguas atualmente faladas. Os árabes falam todos a mesma língua? Não, os árabes falam muitos dialetos diversos. Mas escrevem e oram na mesma língua, o árabe clássico ou literário. Isso acontece porque o árabe, como outras línguas do mundo, possui várias formas, en oásis. cultura 20/30

21 Página do Novo Testamento em aramaixo pronúncia e, em muitos casos, também os vocábulos). Uma exceção é o dialeto egípcio, que se tornou familiar a todos os árabes graças aos filmes e aos seriados televisivos produzidos no Egito e exportados tre elas a forma literária e a forma oral. O árabe literário é a língua oficial, com uma prosa substancialmente igual à do Alcorão (livro sagrado dos muçulmanos, escrito no século 7 da nossa era). É usado para as orações e demais ritos religiosos, os discursos oficiais, nos telejornais e para escrever. Não é falado no dia-a-dia, mas é estudado nas escolas de todos os 22 países da Liga Árabe (Argélia, Arábia Saudita, Bahrein, Ilhas Comores, Egito, Emirados Árabes, Jordânia, Djibuti, Iraque, Kuwait, Líbano, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Omã, Palestina, Qatar, Síria, Somália, Sudão, Tunísia e Iêmen). No dia-a-dia, para conversar, os árabes usam as línguas locais, dialetos que são diferentes de uma nação para outra e pouco compreensíveis para além dos limites dentro dos quais são utilizados (muda a Monges do cristianismo copta. Muitos ainda celebram os ritos em lingua egípcia antiga para todo o mundo árabe. Preocupadas com a séria ameaça de extinção das línguas, algumas mega entidades que atuam em âmbito mundial, como a Unesco, e empresas como o Google, desencadearam ações para a salvaguarda do nosso patrimônio linguístico. O Google lançou em 2012 um projeto que pretende oásis. cultura 21/30

22 Placa rodoviária com texto em galês e em inglês No site criado pela gigante informática (http:// é possível explorar as línguas ameaçadas, filtrar a busca pelo risco de desaparecimento, local ou quantidade de falantes. As informações foram fornecidas pela Universidade do Havaí, em Manoa, e pelo Instituto de línguas e Tecnologia da Informação (The Linguist List) na Universidade Oriental de Michigan. Vídeo: Lançamento do Projeto Idiomas em Risco) O alfabeto galês e fonemas equivalentes em inglês documentar mais de 3 mil línguas ameaçadas de extinção, em uma tentativa de preservar idiomas. No site do projeto Idiomas em Risco, falantes das línguas ameaçadas ou pesquisadores podem trabalhar na preservação desses idiomas, documentando em texto, áudio e vídeo informações sobre a linguagem. Quando o último falante de uma língua morre, perdemos séculos de conhecimento e tradições que ajudaram a formar quem somos, afirma a companhia. Para o Google, a preservação de uma língua está ligada à preservação da identidade cultural, dos valores e da tradição de uma comunidade. oásis. cultura 6/6

23 O MUSEU DE VOCÊ Histórias de cada um de nós memória oásis. memória 23/30

24 Em uma palestra comovente, o designer Jake Barton mostra e comenta algumas instalações destinadas a fixar memórias pessoais e também a de fatos importantes. Mostra também outros projetos que visam transformar o observador em participante ativo da exposição Vídeo: TED Ideas Worth Spreading Tradução: Vivian Polikar. Revisão: Gustavo Rocha Desenhista e contador de histórias, Jake Barton é o diretor de mídia da Local Projects, empresa de design em Nova York. Ele é o criador de várias exposições interativas e digitais. Desde 2006, Barton e sua equipe trabalham na criação de media design para o Memorial e Museu 11 de Setembro. Recentemente, a Local Projects foi premiada no concurso National Design Award winner for Interaction Design. Em 2011 já fora premiada como a segunda empresa mais inovadora pelo Fast Company magazine. m terço do mundo pode ver em tempo real o World Trade Center ruir em 11 de setembro de 2001; outro terço ouviu notícias sobre o ocorrido em 24 horas. Você lembra onde você estava quando esse atentado ocorreu? Exposições Museu e Memorial 11 de Setembro, prestes a inaugurar, irão refletir sobre a diversidade de experiências Uao redor do mundo, naquele dia. oásis. memória 24/30

25 Tradução integral da conferencia de Jake Barton no TED oásis. memória 25/30

26 Tradução integral da conferencia de Jake Barton no TED Esse é Charley Williams. Ele tinha 94 anos quando essa fotografia foi tirada. Na década de 30, Roosevelt fez com que milhares e milhares de americanos voltassem a trabalhar, através da construção de obras de infraestrutura, pontes e túneis. Mas ele também fez algo interessante, que foi contratar algumas centenas de escritores para vasculhar a América e registrar a história dos americanos comuns. Charley Williams, um pobre arrendatário, não seria, normalmente, o objeto de uma grande entrevista. Mas Charley foi um escravo até os seus 22 anos. E as histórias da sua vida são um dos carros-chefes de histórias das experiências humanas de ex-escravos. Anna Deavere Smith disse que há uma literatura dentro de cada um de nós e, três gerações depois, eu era parte de um projeto chamado StoryCorps, criado para capturar a história dos americanos comuns, através de uma cabine pública a prova de som. A ideia é muito, muito simples. Você entre numa dessas cabines, entrevista sua avó ou outro parente. Você ganha uma cópia da entrevista e a entrevista vai para a Biblioteca do Congresso. É, basicamente, uma forma de criar um arquivo oral nacional de histórias com uma conversa por vez. E a questão é: quem você quer lembrar, se você tivesse apenas 45 minutos com a sua avó? É interessante, que o fundador, Dave Isay, considera e nós sempre falamos disso - que na verdade esse projeto é um tanto subversivo, porque quando você pensa a respeito, o projeto não é sobre as histórias que estão sendo contadas, é sobre escutar. E é sobre as perguntas que você faz, perguntas que talvez você não tenha permissão para fazer em qualquer outro dia. Eu vou mostrar para vocês alguns rápidos trechos do projeto. [Jesus Melendez falando sobre os momentos finais do poeta Pedro Pietri] Jesus Melendez: Nós decolamos e, a medida que subíamos, antes de estabilizarmos, estávamos a pés de altura, então, antes de estabilizarmos, Pedro começou a nos deixar. E a beleza disso é que eu acredito que há algo depois da vida. Você pode ver isso no Pedro. [Danny Perasa para sua esposa Annie Perasa - casados há 26 anos] Danny Perasa: Veja, a questão é que eu sempre me sinto culpado quando digo Eu te amo para você e, eu digo isso com tanta frequência. Eu digo isso para te lembrar que por menor que eu seja, está vindo de mim, é como ouvir uma linda música de um velho rádio, e é legal da sua parte manter o rádio na casa. [Michael Wolmetz com sua namorada Debora Brakarz] Michal Wolmetz: Então, esse é o anel que meu pai deu para a minha mãe, e nós podemos deixá-lo aí. E ele economizou e comprou esse anel e pediu minha mãe em casamento, então, eu pensei em dá-lo para você para que oásis. memória 26/30

27 Tradução integral da conferencia de Jake Barton no TED ele possa estar conosco neste momento também. Então, eu vou compartilhar um microfone com você, Debora. Cadê o dedo direito?debora Brakarz: (chorando) MW: Debora, casa comigo, por favor? DB: Sim. É claro. Eu te amo. (Beijos) MW: Então crianças, assim foi como eu e sua mãe nos casamos, em uma cabine na Grande Estação Central, com o anel do meu pai. Meu avô foi um taxista por 40 anos. Ele costumava pegar as pessoas aqui todos os dias. Então, parece certo. Jake Barton: Eu tenho que dizer que não escolhi essas amostras para fazer vocês chorarem, porque todas fazem vocês chorar. Todo o projeto é baseado nesse ato de amor que é ouvir. E o movimento de construir uma instituição de um momento de conversa e escuta é muito do que minha empresa, a Local Projects, está fazendo com nossos projetos em geral. Somos uma empresa de design de mídia e nós trabalhamos com uma ampla gama de instituições, construindo instalações de mídias para museus e espaços públicos. Nosso último trabalho é o Museu de Arte de Cleveland, para o qual criamos um projeto chamado Galeria Um. A Galeria Um é um projeto interessante pois começou com essa grande expansão de U$350 milhões para o Museu de Arte de Cleveland e, nós trouxemos essa peça especificamente para aumentar a capacidade e atrair novos públicos, ao mesmo tempo que o próprio museu está crescendo. Glenn Lowry, o chefe do MoMa, explica melhor quando diz: Nós queremos que os visitantes parem de ser visitantes. Visitantes são passageiros. Queremos pessoas que morem aqui, pessoas que sejam donas disso. Então, o que estamos fazendo são várias formas de as pessoas interagirem com o material dentro dessas galerias. Assim, você ainda pode ter uma experiência tradicional em uma galeria, mas, se você estiver interessado, você pode se envolver com qualquer obra de arte e ver o seu contexto original, de onde ela veio, ou até manipulá-la. Por exemplo, você pode clicar nessa cabeça de leão e aqui está sua origem: em 1300 A.C. Ou essa peça aqui, você pode ver a cama, o que realmente muda o jeito que você pensa sobre esse tipo de pintura. Essa é uma das minhas preferidas, porque você vê o próprio estúdio. Esse é o busto de Rodin. Você pode obter a sensação dessa incrível fábrica de criatividade. Isso te fazer pensar, literalmente, nas centenas ou milhares de anos da criatividade humana e como cada trabalho individual compõe uma parte da história. Esse é Picasso, claro que incorporando tanto do século 20. A nossa próxima interface, que eu vou mostrar para vocês, aproveita essa ideia de linhagem da criatividade. É um algoritmo que te permite navegar pela coleção atual do museu usando reconhecimento facial. Essa pessoa está fazendo diferentes caretas, e o programa mostra quatro objetos diferentes da coleção que se relacionam com essa careta. E vocês podem imaginar que, à medida que as pessoas estão desempenhando dentro do próprio museu, você tem essa sensação de conexão emocional, essa forma com que nossas caras se conectam com milhares e dezenas de milhares de anos. Essa é uma interface que te permite desenhar e buscar quatro objetos que usam as mesmas formas do seu desenho. Assim, cada vez mais, estamos tentando achar formas de as pessoas realmente criarem coisas dentro do museu, de serem criativas, mesmo que olhando e entendendo a criatividade de outras pessoas. oásis. memória 27/30

Igreja Amiga da criança. Para pastores

Igreja Amiga da criança. Para pastores Igreja Amiga da criança Para pastores Teste "Igreja Amiga da Criança" O povo também estava trazendo criancinhas para que Jesus tocasse nelas. Ao verem isso, os discípulos repreendiam aqueles que as tinham

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

O futuro do YouTube - VEJA.com

O futuro do YouTube - VEJA.com Entrevista O futuro do YouTube 29/08/2009 10:49 Por Leo Branco Nesta semana, Chad Hurley, de 32 anos, um dos criadores do YouTube, esteve no Brasil e falou a VEJA sobre o futuro do maior site de vídeos

Leia mais

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões Nosso entrevistado é o Prof. Dr. Rogério da Costa, da PUC-SP. A partir de um consistente referencial teórico-filosófico, mas em uma linguagem simples,

Leia mais

Assim nasce uma empresa.

Assim nasce uma empresa. Assim nasce uma empresa. Uma história para você que tem, ou pensa em, um dia, ter seu próprio negócio. 1 "Non nobis, Domine, non nobis, sed nomini Tuo da gloriam" (Sl 115,1) 2 Sem o ar Torna-te aquilo

Leia mais

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG Um cacique kaingang, meu amigo, me escreveu pedindo sugestões para desenvolver, no Dia do Índio, o seguinte tema em uma palestra: "Os Valores Culturais da Etnia Kaingáng".

Leia mais

Diálogo de Lama Lhundrup com os pacientes a um Hospital em Brasília (2005)

Diálogo de Lama Lhundrup com os pacientes a um Hospital em Brasília (2005) Diálogo de Lama Lhundrup com os pacientes a um Hospital em Brasília (2005) Lhundrup: Sou um monge budista. Estou muito contente em encontrar vocês. Vocês já encontraram um monge budista antes? Uma paciente:

Leia mais

Aqui estão algumas dicas, diretrizes, e questões a considerar para pessoas que estão iniciando no mundo poli.

Aqui estão algumas dicas, diretrizes, e questões a considerar para pessoas que estão iniciando no mundo poli. Então você quer experimentar o poliamor Ginny Brown, 7 de abril de 2014, Everyday Feminism http://everydayfeminism.com/2014/04/so-you-want-to-try-polyamory/ Então você tem lido sobre poliamor e decidiu

Leia mais

Computação nas nuvens (Vantagens)

Computação nas nuvens (Vantagens) Computação em Nuvem Computação em nuvem O conceito de computação em nuvem (em inglês, cloud computing) refere-se à possibilidade de utilizarmos computadores menos potentes que podem se conectar à Web e

Leia mais

Adamus. Japão. Inspirar Consciências. www.crimsoncircle.com

Adamus. Japão. Inspirar Consciências. www.crimsoncircle.com Adamus sobre o Japão www.crimsoncircle.com Inspirar Consciências Adamus sobre o Japão Excerto das canalizações de Adamus na Escola de Mistério de Kauai, março de 2011 Apresentando Adamus Saint-Germain

Leia mais

COMUNICAÇÃO COM PESSOAS USHER. Um casal descreve os efeitos de Usher na comunicação e como estes podem ser ultrapassados.

COMUNICAÇÃO COM PESSOAS USHER. Um casal descreve os efeitos de Usher na comunicação e como estes podem ser ultrapassados. COMUNICAÇÃO COM PESSOAS USHER Um casal descreve os efeitos de Usher na comunicação e como estes podem ser ultrapassados. RUSS PALMER: nasceu surdo e foi diagnosticado com síndrome de Usher aos 21 anos.

Leia mais

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso TEXTO 1 Leia o texto abaixo e nas alternativas de múltipla escolha, assinale a opção correta. INTERCÂMBIO BOA VIAGEM 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Cursos de intercâmbio são uma

Leia mais

O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR

O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR Já pensou um bairro inteirinho se transformando em escola a

Leia mais

Apropriação da Leitura e da Escrita. Elvira Souza Lima. (transcrição)

Apropriação da Leitura e da Escrita. Elvira Souza Lima. (transcrição) Apropriação da Leitura e da Escrita Elvira Souza Lima (transcrição) Nós estamos num momento de estatísticas não muito boas sobre a alfabetização no Brasil. Mas nós temos que pensar historicamente. Um fato

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

Projeto ESCOLA SEM DROGAS. Interpretando o texto Por trás das letras. Nome: Escola: Série: Título: Autor:

Projeto ESCOLA SEM DROGAS. Interpretando o texto Por trás das letras. Nome: Escola: Série: Título: Autor: Projeto ESCOLA SEM DROGAS Interpretando o texto Por trás das letras Nome: Escola: Série: Título: Autor: O que a capa do livro expressa para você? Capitulo 1 - Floresta Amazônia Por que a autora faz uma

Leia mais

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO INTRODUÇÃO No mundo corporativo, talvez nenhuma expressão tenha ganhado tanto foco quanto 'engajamento'. O RH ouve isso todo dia, o time de

Leia mais

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem Tudo bem. Eu vou para casa! Foi o que uma moça disse a seu namorado, na República Central-Africana. Tudo começou porque ele ia fazer uma viagem

Leia mais

TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS

TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS Sétimo Fórum Nacional de Professores de Jornalismo Praia dos Ingleses, SC, abril de 2004 GT: Laboratório de Jornalismo Eletrônico Trabalho: TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS Autora: Célia Maria Ladeira

Leia mais

JOVENS.COM: PROGRAMA AO VIVO DE RÁDIO E INTERATIVO 1

JOVENS.COM: PROGRAMA AO VIVO DE RÁDIO E INTERATIVO 1 JOVENS.COM: PROGRAMA AO VIVO DE RÁDIO E INTERATIVO 1 Bruno Botelho Bastos 2 Amanda Oliveira 3 Juliana Souza 4 Luciana Alves 5 Maria das Graças 6 Marcos Corrêa 7 RESUMO O programa Jovens.com foi realizado

Leia mais

Web 2.0: a nova internet é uma plataforma

Web 2.0: a nova internet é uma plataforma Página 1 de 5 Mídia interativa - Comportamento - Criação - Web 2.0 Web 2.0: a nova internet é uma plataforma 07/12/2005 0:00 Por: Gilberto Alves Jr. Os empreendimentos na internet que deram certo pensam

Leia mais

Antropologia do Consumo

Antropologia do Consumo Antropologia do Consumo Palestra com Daniel Miller 1 11/9/2006 Abordarei diferentes aspectos do consumo e da cultura material, que é muito ampla. Podemos pensar em antropologia como etnografia, mas no

Leia mais

SOCIEDADE E DIREITO EM REVISTA

SOCIEDADE E DIREITO EM REVISTA CINE LEGAL - APRENDENDO COM FILMES O TERMINAL Heloisa Helena de Almeida Portugal 1 Esperar às vezes é sinal de sabedoria, de escolher o momento, de se preparar; esperar, porém, pode ser muleta para fazer

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

DEVOLUTIVA ESTE JOVEM 2010 - INTERNET

DEVOLUTIVA ESTE JOVEM 2010 - INTERNET DEVOLUTIVA ESTE JOVEM 2010 - INTERNET INTRODUÇÃO Olá pessoal! Antes de começar a análise dos dados queria agradecer a participação de todos que responderam a pesquisa desse ano do projeto Este Jovem Brasileiro.

Leia mais

A soma será feita da seguinte forma:

A soma será feita da seguinte forma: TESTE VOCACIONAL Teste sua vocação Testes vocacionais não fazem milagres, não têm poder de apontar uma única profissão a ser seguida, mas são um bom norte acerca de aptidões e interesses. O questionário

Leia mais

Inventos e Inventores

Inventos e Inventores BIP Inventos e Inventores agosto/2007 O ser humano é, por natureza, curioso. E essa curiosidade aliada à necessidade de tornar a vida mais prática e confortável fez, e faz, com que uma infinidade de produtos

Leia mais

Anderson: Bem, qual é o manete? Legge: Deve ser uma alavanca preta no centro do painel. Isso aí. Deixe a aeronave voar por si própria.

Anderson: Bem, qual é o manete? Legge: Deve ser uma alavanca preta no centro do painel. Isso aí. Deixe a aeronave voar por si própria. Bem, sejam todos muito bem-vindos aqui. E parabéns por estarem aqui neste final de semana. Porque eu acho, em minha experiência Alpha, que as duas coisas mais difíceis para as pessoas são, em primeiro

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais

70% 500.000. De acordo com a nova lei, são crianças e adolescentes. 1. de estupro

70% 500.000. De acordo com a nova lei, são crianças e adolescentes. 1. de estupro O QUE É VIOLÊNCIA SEXUAL Todos os anos, estima-se que 500.000 70% Mulheres das vítimas sejam vítimas de estupro no Brasil, e que outros tantos milhões sofram com abusos e violências sexuais. de estupro

Leia mais

CARTA DA TERRA Adaptação Juvenil

CARTA DA TERRA Adaptação Juvenil CARTA DA TERRA Adaptação Juvenil I TRODUÇÃO Vivemos um tempo muito importante e é nossa responsabilidade preservar a Terra. Todos os povos e todas as culturas do mundo formam uma única e grande família.

Leia mais

Avaliação do clima na escola

Avaliação do clima na escola Avaliação do clima na escola INSTRUÇÕES INICIAIS PARA O GESTOR: Avise que a pesquisa para avaliar o clima da escola é anônima. Não será preciso colocar nome, apenas identificar a qual segmento da comunidade

Leia mais

Escrita Eficiente sem Plágio

Escrita Eficiente sem Plágio Escrita Eficiente sem Plágio Produza textos originais com qualidade e em tempo recorde Ana Lopes Revisão Rosana Rogeri Segunda Edição 2013 Direitos de cópia O conteúdo deste livro eletrônico tem direitos

Leia mais

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas?????

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas????? Há 16 anos quando entrou na MK, a consagrada Diretora Nacional, Gloria Mayfield, não sabia como chegar ao topo, hoje ela dá o seguinte conselho. As lições que eu aprendi na Mary Kay para me tornar uma

Leia mais

Descoberta e Invenção: o lugar da argumentação nos textos dissertativos

Descoberta e Invenção: o lugar da argumentação nos textos dissertativos Atividade extra Descoberta e Invenção: o lugar da argumentação nos textos dissertativos Questão 1 (UFPR 2013) Leia o texto a seguir: Ao realizar um experimento no laboratório da escola, um estudante fez

Leia mais

Poder: Jornal Fortuna

Poder: Jornal Fortuna Aqui você enriquece sua leitura Jornal Fortuna Volume 1, edição 1 Data do boletim informativo Nesta edição: Poder: Há vários tipos de poder, poder militar, poder da natureza, poder político, o poder da

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA: FIM DO MUNDO: MITO OU REALIDADE?

PROJETO DE PESQUISA: FIM DO MUNDO: MITO OU REALIDADE? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO - POLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL PROFESSORA MORGANA BOZZA ALUNAS DA TURMA 71 DA ESCOLA

Leia mais

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas.

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas. ESCOLA MUNICIPAL BUENA VISTA Goiânia, 19 de junho de 2013. - Turma: Mestre de Obras e Operador de computador - 62 alunos 33 responderam ao questionário Orientador-formador: Marilurdes Santos de Oliveira

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

Introdução à Arte da Ciência da Computação

Introdução à Arte da Ciência da Computação 1 NOME DA AULA Introdução à Arte da Ciência da Computação Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 15 minutos Principal objetivo: deixar claro para os alunos o que é a ciência da computação e

Leia mais

Segunda-feira, dia 04 de maio de 2015

Segunda-feira, dia 04 de maio de 2015 Segunda-feira, dia 04 de maio de 2015 Pousamos no pequeno aeroporto de Katmandu um pouco depois das 6 da manhã. Apenas três aviões cargueiros estavam no aeroporto e poucas caixas com produtos para a população.

Leia mais

NIVEL PRATICANTE. Consultas de Registros Akáshicos PARTE 3. Tranformações e Prosperidade

NIVEL PRATICANTE. Consultas de Registros Akáshicos PARTE 3. Tranformações e Prosperidade NIVEL PRATICANTE Consultas de Registros Akáshicos PARTE 3 Tranformações e Prosperidade 1 MÓDULO 1 Sua Consulta : Legacia Financeira Esta parte do nível dos profissional é uma sessão de 3 partes que vai

Leia mais

O SIGNIFICADO DA PESQUISA:

O SIGNIFICADO DA PESQUISA: O SIGNIFICADO DA PESQUISA: ESCRITO POR Clive de Freitas PUBLICADO Outubro 2013 como ela molda nossas vidas e cria marcas O RESUMO Como profissionais de marketing, é fácil reduzir a pesquisa para métricas

Leia mais

Olá caros amigos..finalmente consegui pegar num computador decente pra falar sobre o que aconteceu aqui..

Olá caros amigos..finalmente consegui pegar num computador decente pra falar sobre o que aconteceu aqui.. Olá caros amigos..finalmente consegui pegar num computador decente pra falar sobre o que aconteceu aqui.. Bem, Ontem, Eu estava na Log Base por volta das 16:50h quando o terremoto aconteceu. Acredite nenhuma

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

Anexo 1: Integração da comunidade na República da Irlanda: um estudo de caso

Anexo 1: Integração da comunidade na República da Irlanda: um estudo de caso Integração da Comunidade 263 Anexo 1: Integração da comunidade na República da Irlanda: um estudo de caso Por haver uma grande diversidade, em termos do que pode ser feito em diferentes países e lugares,

Leia mais

Bill Gates, Steve Jobs e Richard Branson grandes empreendedores que não foram excelentes alunos

Bill Gates, Steve Jobs e Richard Branson grandes empreendedores que não foram excelentes alunos http://blogs.pme.estadao.com.br/blog-do-empreendedor/bill-gates-steve-jobs-e-richard-branson-grandesempreendedores-nao-foram-excelentes-alunos/ Bill Gates, Steve Jobs e Richard Branson grandes empreendedores

Leia mais

De mãos dadas: RH e marketing

De mãos dadas: RH e marketing De mãos dadas: RH e marketing A união de RH e marketing é um dos melhores caminhos para a sobrevivência de uma empresa - e das próprias áreas Não é incomum, em tempos de turbulência e incertezas econômicas,

Leia mais

"É possível levar energia renovável para todos"

É possível levar energia renovável para todos "É possível levar energia renovável para todos" Por Daniela Chiaretti De Nairóbi, Quênia Connie Hedegaard: "Acho que quando temos uma crise global como a que estamos vivendo, é uma oportunidade excelente

Leia mais

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD o seu Site e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Conteúdo Introdução Escrever bem é um misto entre arte e ciência Seus conhecimentos geram mais clientes Dicas práticas Faça

Leia mais

Pequena história da Internet

Pequena história da Internet Pequena história da Internet A Internet nasceu em 1969, nos Estados Unidos. Interligava originalmente laboratórios de pesquisa e se chamava ARPAnet (ARPA: Advanced Research Projects Agency). Era uma rede

Leia mais

Apresentação É com muita alegria que apresento a vocês, amados leitores, esta nova edição revisada e atualizada de meu primeiro livro-filho sobre o tema da evolução humana que trata das novas gerações,

Leia mais

Brújula Volume 10 Spring 2015. Topographies. Santiago Nazarian e a literatura brasileira underground. Alexandre Lima University of Texas at Austin

Brújula Volume 10 Spring 2015. Topographies. Santiago Nazarian e a literatura brasileira underground. Alexandre Lima University of Texas at Austin Brújula Volume 10 Spring 2015 Topographies Santiago Nazarian e a literatura brasileira underground Alexandre Lima University of Texas at Austin Santiago Nazarian é um escritor brasileiro, além de tradutor

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira Como criar um artigo em 1h ou menos Por Natanael Oliveira 1 Como escrever um artigo em 1h ou menos Primeira parte do Texto: Gancho Inicie o texto com perguntas ou promessas, algo que prenda atenção do

Leia mais

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias Lucas Zanella Collin Carter & A Civilização Sem Memórias Sumário O primeiro aviso...5 Se você pensa que esse livro é uma obra de ficção como outra qualquer, você está enganado, isso não é uma ficção. Não

Leia mais

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN "Pr. Williams Costa Jr.- Pastor Bullón, por que uma pessoa precisa se batizar? Pr. Alejandro Bullón - O Evangelho de São Marcos 16:16 diz assim: "Quem crer e for batizado,

Leia mais

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PROPOSTA DE AÇÃO Sensibilizar os professores sobre a importância de incentivar seus alunos a participarem do Concurso

Leia mais

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes A criança preocupada Claudia Mascarenhas Fernandes Em sua época Freud se perguntou o que queria uma mulher, devido ao enigma que essa posição subjetiva suscitava. Outras perguntas sempre fizeram da psicanálise

Leia mais

Produzindo e divulgando fotos e vídeos. Aula 1 Criando um vídeo

Produzindo e divulgando fotos e vídeos. Aula 1 Criando um vídeo Produzindo e divulgando fotos e vídeos Aula 1 Criando um vídeo Objetivos 1 Conhecer um pouco da história dos filmes. 2 Identificar a importância de um planejamento. 3 Entender como criar um roteiro. 4

Leia mais

ATÓRIO OBSERV. mcf*(penso) julho/agosto 2013

ATÓRIO OBSERV. mcf*(penso) julho/agosto 2013 OBSERV ATÓRIO Outro dia, por mais uma vez, decidi que freqüentaria a uma academia. Como acabei de me mudar de casa, busquei no Google maps do meu celular por Academia e de imediato diversos pontinhos vermelhos

Leia mais

Briefing O que é? Para que serve?

Briefing O que é? Para que serve? Faculdade de Tecnologia da Paraíba CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA A INTERNET DISCIPLINA DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ESTÁTICAS PERÍODO: P2 Semestre: 20082 PROFESSOR Geraldo Rodrigues

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015/2 DIREITO HISTÓRIA

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015/2 DIREITO HISTÓRIA HISTÓRIA Questão 01 (Imagem disponível em: . Acesso em: 02 maio 2015) Leia atentamente o fragmento de texto a seguir:

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE Projeto Identidade Quem sou eu??? NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE ELABORAÇÃO: Míria Azevedo de Lima Bartelega --------------------------------Agosto / 2010 I A Questão

Leia mais

Erros Críticos. 11 Erros Que Você Está Provavelmente Cometendo Nos Seus Estudos...

Erros Críticos. 11 Erros Que Você Está Provavelmente Cometendo Nos Seus Estudos... Erros Críticos 11 Erros Que Você Está Provavelmente Cometendo Nos Seus Estudos......E Como Você Pode Evitá-Los, Para Aprender Qualquer Idioma Em Meses E Não Em Anos. Olá, meu nome é Frank Florida, gringo

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Crianças do Brasil Suas histórias, seus brinquedos, seus sonhos elaborada por ANA CAROLINA CARVALHO livro de JOSÉ SANTOS ilustrações

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês seguinte,

Leia mais

Ainda existe preconceito, mas as ferramentas do século 21 estão disponíveis também para os cristãos buscarem relacionamentos.

Ainda existe preconceito, mas as ferramentas do século 21 estão disponíveis também para os cristãos buscarem relacionamentos. Ainda existe preconceito, mas as ferramentas do século 21 estão disponíveis também para os cristãos buscarem relacionamentos. Se você pensava que o namoro entre dois cristãos poderia acontecer somente

Leia mais

ENTREVISTA A POLIVALENTE LAURA MULLER ESBANJA SIMPATIA EM FOCO MARCELO MUSSI - CURITIBANO BOM DE PRATO

ENTREVISTA A POLIVALENTE LAURA MULLER ESBANJA SIMPATIA EM FOCO MARCELO MUSSI - CURITIBANO BOM DE PRATO ENTREVISTA A POLIVALENTE LAURA MULLER ESBANJA SIMPATIA EM FOCO MARCELO MUSSI - CURITIBANO BOM DE PRATO REDES SOCIAIS COMO FAZER SUA EMPRESA APARECER NA WEB LÍNGUAS ESTRANGEIRAS SÓ FALAR INGLÊS FICOU PARA

Leia mais

Módulo 6 Parte 4.2 A aula que queremos dar Redação

Módulo 6 Parte 4.2 A aula que queremos dar Redação Módulo 6 Parte 4.2 A aula que queremos dar Redação Redação 1 o ou 2 o ano médio Tema: Corrigir uma redação Aula:! Olá, seja bem-vindo a Educare, meu nome é Professor Roberto e estou aqui para ajudá-lo.

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento.

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento. 10 Maneiras de se Casar com a Pessoa Errada O amor cego não é uma forma de escolher um parceiro. Veja algumas ferramentas práticas para manter os seus olhos bem abertos. por Rabino Dov Heller, Mestre em

Leia mais

Desafio FLL 2013 Projeto de Pesquisa

Desafio FLL 2013 Projeto de Pesquisa Desafio FLL 2013 Projeto de Pesquisa Tradução By Paula Augusto Dalfré DESAFIO FLL 2013 O Projeto de Pesquisa Prepare-se Mantenha-se Seguro Reconstrua No Projeto Natureś Fury, sua equipe irá: Identificar

Leia mais

Perversidade contra o Criança Esperança

Perversidade contra o Criança Esperança Perversidade contra o Criança Esperança Sei que alguns irão me criticar e até questionar, depois que aquele programa... da Rede Globo, fez contra você ainda tem coragem de divulgar isso!!? Então, digo,

Leia mais

TV Ciência: Que modelos de ajuda para a eliminação da pobreza em Moçambique propõe?

TV Ciência: Que modelos de ajuda para a eliminação da pobreza em Moçambique propõe? TV Ciência: É considerado que as forças da globalização e marginalização são responsáveis por criarem dificuldades ao desenvolvimento. Pode concretizar esta ideia? Jessica Schafer: A globalização como

Leia mais

O Inventor. - Devido à extensão desse Projeto, ficarão a cargo de cada professor adequar as sugestões dadas à sua realidade escolar.

O Inventor. - Devido à extensão desse Projeto, ficarão a cargo de cada professor adequar as sugestões dadas à sua realidade escolar. O Inventor 1) Introdução Quem é um inventor? Aquela pessoa que cria ou descobre fórmulas diferentes ou objetos novos para a solução de problemas? Ou pessoas comuns, como eu e você, que conseguem viver

Leia mais

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto.

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto. O Coração Sujo Personagens - Tuca - Teco - Tatá - Tia Tuca e Tatá estão conversando. Teco chega. Teco Oi, meninas, sobre o que vocês estão falando? Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse?

Leia mais

Como conversar com possíveis iniciadas

Como conversar com possíveis iniciadas Como conversar com possíveis iniciadas Convidar outras mulheres a tornarem-se consultoras é uma atividade chave para quem quer tornar-se diretora. Aprenda como fazer a entrevista de iniciação, ou seja:

Leia mais

Lição. Versículo Bíblico "Seja forte e corajoso". Josué 1:7 (NVI)

Lição. Versículo Bíblico Seja forte e corajoso. Josué 1:7 (NVI) FRUTOS-1 Descoberta Lição 12 4-6 Anos C rescimento e Mutualidade são os "Frutos" enfatizados para as crianças de 4 a 6 anos nesse currículo. Nós começamos aprendendo que a Bíblia é o melhor livro da Terra

Leia mais

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1 CELIORHEIS Página 1 A Abduzida um romance que pretende trazer algumas mensagens Mensagens estas que estarão ora explícitas ora implícitas, dependendo da ótica do leitor e do contexto em que ela se apresentar.

Leia mais

COMO AUTOENTREVISTAR-SE PARA FAZER SUA HISTÓRIA PESSOAL

COMO AUTOENTREVISTAR-SE PARA FAZER SUA HISTÓRIA PESSOAL COMO AUTOENTREVISTAR-SE PARA FAZER SUA HISTÓRIA PESSOAL Tom Taylor, Fundador e Treinador da Pictures and Stories, Inc. INTRODUÇÃO As entrevistas são uma maneira fácil e eficaz de extrair histórias de sua

Leia mais

LEITURA DA ENTREVISTA 2. E Boa tarde. Desde já quero agradecer-lhe a sua disponibilidade para colaborar neste

LEITURA DA ENTREVISTA 2. E Boa tarde. Desde já quero agradecer-lhe a sua disponibilidade para colaborar neste LEITURA DA ENTREVISTA 2 E Boa tarde. Desde já quero agradecer-lhe a sua disponibilidade para colaborar neste trabalho que estou a desenvolver. Como lhe foi explicado inicialmente, esta entrevista está

Leia mais

Petróleo. Porque têm os preços do petróleo subido tanto nestes últimos anos?

Petróleo. Porque têm os preços do petróleo subido tanto nestes últimos anos? Petróleo Porque têm os preços do petróleo subido tanto nestes últimos anos? O tempo em que se podia contar com um petróleo barato está mesmo chegar ao fim. O aumento brutal do preço do petróleo, que passou

Leia mais

SESSÃO 2: Explorando Profissões

SESSÃO 2: Explorando Profissões SESSÃO 2: Explorando Profissões CURRÍCULO DE PROGRAMA Muitas meninas adolescentes (e adultos também) dizem que não tem ideia do que querem fazer com o resto de suas vidas. Embora que algumas meninas sonham

Leia mais

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MÓDULO I Corredor Etnoambiental Tupi Mondé Atividade 1 Conhecendo mais sobre nosso passado, presente e futuro 1. No

Leia mais

Palestra Depois do Abuso Sexual Como encaminhar e lidar com criança vítima de abuso sexual

Palestra Depois do Abuso Sexual Como encaminhar e lidar com criança vítima de abuso sexual Palestra Depois do Abuso Sexual Como encaminhar e lidar com criança vítima de abuso sexual Guilherme Schelb, Promotor de Justiça da Infância em Brasília (1992-1995), especialista em temas da infância e

Leia mais

Casal viaja pelo mundo na carona de Deus

Casal viaja pelo mundo na carona de Deus Casal viaja pelo mundo na carona de Deus Fábio Aguiar Lisboa Era o ano de 1873 e o escritor francês Júlio Verne lançou um livro que mexeu com a imaginação e o sonhos de inúmeras gerações de leitores de

Leia mais

Inteligência emocional: como lidar com emoções difíceis

Inteligência emocional: como lidar com emoções difíceis Inteligência emocional: como lidar com emoções difíceis Inteligência emocional é fundamental para diversos contextos de nossas vidas. Estudos da CareerBuilder líder mundial na área do capital humano mostraram

Leia mais

Século XXI. Sobre a cultura islâmica após os atentados de 11 de setembro. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito.

Século XXI. Sobre a cultura islâmica após os atentados de 11 de setembro. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Século XXI Oficialmente, o século XXI, inicia-se cronologicamente no final do ano 2000. Historicamente podemos destacar que os eventos que aconteceram um ano após a entrada do novo milênio marcam a chegada

Leia mais

Amigos no mundo virtual, brasileiros se encontram na BlizzCon

Amigos no mundo virtual, brasileiros se encontram na BlizzCon Página 1 de 6 24/10/2010 12h28 - Atualizado em 24/10/2010 12h28 Amigos no mundo virtual, brasileiros se encontram na BlizzCon Blogueira do Brasil diz que evento é realização de um sonho. Mais de 20 mil

Leia mais

Informações e instruções para os candidatos

Informações e instruções para os candidatos A preencher pelo candidato: Nome: N.º de inscrição: Documento de identificação: N.º: Local de realização da prova: A preencher pelo avaliador: Classificação final: Ass: Informações e instruções para os

Leia mais

Exemplos de alfabetização simbólica

Exemplos de alfabetização simbólica Exemplos de alfabetização simbólica 1. Conversa geral 2. Falando sobre... 3. Conversação 4. Anotando comunicação 5. Colocando o aprendiz em controle 6. Horários 7. Planejamento em grupo 8. Organização

Leia mais

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate )

Roteiro de Áudio. SOM: abertura (Vinheta de abertura do programa Hora do Debate ) 1 Roteiro de Áudio Episódio 1 A língua, a ciência e a produção de efeitos de verdade Programa Hora de Debate. Campanhas de prevenção contra DST: Linguagem em alerta SOM: abertura (Vinheta de abertura do

Leia mais

Isso marca o início de uma nova e importante era para os pacientes, cuidadores e seus familiares.

Isso marca o início de uma nova e importante era para os pacientes, cuidadores e seus familiares. 1 Manual do Paciente Você não está sozinho Qualquer pessoa pode vir a desenvolver algum tipo de câncer ao longo da vida. No ano passado de 2008, mais de 1,3 milhões de novos cânceres foram diagnosticados

Leia mais