Ficha Simplificada de Produto. Observações:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ficha Simplificada de Produto. Observações:"

Transcrição

1 2,4-D NORTOX GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA, ABASTECIMENTO, AQUICULTURA E PESCA DEPARTAMENTO DE DEFESA SANITÁRIA E INSPEÇÃO VEGETAL - DDSIV Ficha Simplificada de Produto Número de Cadastro: 755 Concentração: 670 g/l Número do Processo: Grupo Químico: ÁCIDO ARILOXIALCANÓICO Fabricante: NORTOX S.A. Classe: HERBICIDA Registro Federal: 3009 Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO Embalagem: LITROS 2,4-D-DIMETILAMINA ARROZ DE SEQUEIRO, ARROZ IRRIGADO, CAFÉ, CANA-DE-AÇÚCAR, MILHO, PASTAGEM ABACUS HC PROTOCOLADO EM 25/08/2009. NÃO ANALISADAS: TRIGO, AVEIA E SOJA. EM 19/10/2009:RESTRIÇÃO PARA A CULTURA DO SORGO, A PEDIDO, POR Número de Cadastro: 912 Concentração: G/L Número do Processo: Grupo Químico: ESTROBILURINA + TRIAZOL Fabricante: BASF S.A. Classe: FUNGICIDA Registro Federal: 9210 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,1-0,25-0,5-0,6-1,0-1,5-1,6-2,0-2,5-3,0-5,0-10,0- PIRACLOSTROBINA + EPOXICONAZOL 15,0-20,0-50,0-100,0-200, ,0 LITROS PROTOCOLADO EM 08/12/2010 AMENDOIM, CAFÉ, MILHO RESTRITO PARA CULTURAS DE ALGODÃO, SOJA, TRIGO, NÃO EXISTENTES NO ES. 2/7/2015 Página 1 de 445

2 ABAMECTIN DVA 18 EC Número de Cadastro: 947 Concentração: 18,0 G/L. Número do Processo: Grupo Químico: AVERMECTINA Fabricante: Registro Federal: UPL DO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE INSUMOS AGROPECUÁRIOS S.A Embalagem: 0,25; 0,5; 1; 2; 4; 5; 10; 20; 25; 50; 100; 200; 500; 750; E L. BATATA, CAFÉ, CITROS, FEIJÃO, MAMÃO, MELÃO, TOMATE Classe: ACARICIDA/INSETICIDA/NEMATICIDA Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO ABAMECTINA Alteração da razão social de DVA AGRO DO BRASIL para UPL DO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE INSUMOS AGROPEC. S.A. PROTOCOLADO EM 21/10/2010. ABAMECTIN NORTOX Número de Cadastro: 353 Concentração: 18 G/L Número do Processo: Grupo Químico: AVERMECTINAS Fabricante: NORTOX S.A. Classe: ACARICIDA/INSETICIDA Registro Federal: 5501 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,25-1,0-5,0 LITROS ABAMECTINA ALGODÃO, BATATA, CAFÉ, CITROS, CRISÂNTEMO, FEIJÃO, MAÇA, MELANCIA, MORANGO, PEPINO, PIMENTAO, ROSA, TOMATE PROTOCOLADO EM 09/07/01. Dou 140 de 23/07/2007: inclusão e culturas café, crisântemo, feijão e alvos em tomate. ABAMECTIN PRENTISS Número de Cadastro: 925 Concentração: 18,0 G/L Número do Processo: Grupo Químico: AVERMECTINA Fabricante: PRENTISS QUÍMICA LTDA. Classe: INSETICIDA/ACARICIDA Registro Federal: 806 Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,25; 1 E 5 L. ABAMECTINA BATATA, CITROS, MORANGO, PEPINO, PIMENTAO, TOMATE PROTOCOLADO EM 23/03/ /7/2015 Página 2 de 445

3 ABAMEX Número de Cadastro: 682 Concentração: 18 G/L Número do Processo: Grupo Químico: AVERMECTIN Fabricante: NUFARM INDÚSTRIA QUÍMICA E FARMACÊUTICA Classe: ACARICIDA/INSETICIDA Registro Federal: S.A. Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO 3801 ABAMECTINA Embalagem: 0,25-0,30-0,40-0,50-1,0-5,0 LITROS PROTOCOLADO EM 11/05/01 ALGODÃO, BATATA, CAFÉ, CITROS, COCO, CRAVO, CRISÂNTEMO, Dou 196 de 10/10/2014: inclusão das culturas de Coco, Mamão, Morango, MAÇA, MAMÃO, MELANCIA, MELÃO, MORANGO, PEPINO, PIMENTAO, Soja. SOJA, TOMATE, UVA Bula MAPA 27/09/2011: retirou-se a recomendação de aplicação aérea das modalidades de aplicação. ABAMIT Número de Cadastro: 969 Concentração: 18 g/l Número do Processo: Grupo Químico: AVERMECTINA Fabricante: FMC QUÍMICA DO BRASIL LTDA. Classe: INSETICIDA Registro Federal: Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,5-1-1,5-2-2,5-3-3,5-4-4, ABAMECTINA e 1000 LITROS PROTOCOLADO EM 29/01/2010. BATATA, CITROS, TOMATE 2/7/2015 Página 3 de 445

4 ABSOLUTO Número de Cadastro: 259 Concentração: 750 G/KG Número do Processo: Grupo Químico: FTALONITRILA Fabricante: IHARABRAS S.A. INDÚSTRIAS QUÍMICAS Classe: FUNGICIDA Registro Federal: Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,10-0,20-0,50-1,0-2,0-5,0-10,0,0,100 KG CLOROTALONIL BATATA, TOMATE ALTERACAO DA MARCA COMERCIAL E DA TITULARIDADE DE ACORDO COM PUBLICACAO NO DOU Nº167 DE 29/08/02. MARCA COMERCIAL ANTERIOR: PUGIL GRDA. ACADEMIC Número de Cadastro: 367 Concentração: G/KG Número do Processo: Grupo Químico: ACETAMIDA+ALQUILENOBIS (DITIOCARBAMATO) Fabricante: SIPCAM NICHINO BRASIL S.A. Classe: FUNGICIDA Registro Federal: 1205 Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,5-1,0-2,0-5,0-10,0-20,0-25,0-50,0ì CIMOXANIL + MANCOZEBE BATATA, TOMATE, UVA PROTOCOLADO EM 07/04/05 ACARAMIK Número de Cadastro: 569 Concentração: 18 g/l Número do Processo: Grupo Químico: AVERMECTINA Fabricante: Registro Federal: Embalagem: ROTAM DO BRASIL AGROQUÍMICA E PRODUTOS AGRÍCOLAS LTDA ml; LITROS ALGODÃO, BATATA, CAFÉ, CITROS, CRISÂNTEMO, FEIJÃO, MAMÃO, MELÃO, PIMENTAO, ROSA, SOJA, TOMATE Classe: ACARICIDA/INSETICIDA Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO ABAMECTINA PROTOCOLADO EM 29/04/2008. Dou 25 de 05/02/2015: inclusão de soja. Dou nº11 (16/01/2013) e nº69(11/04/2013): inclusão de culturas-batata, 2/7/2015 Página 4 de 445

5 ACARIT Número de Cadastro: 788 Concentração: 720 G/L Número do Processo: Grupo Químico: SULFITO DE ALQUILA Fabricante: ADAMA BRASIL S/A Classe: ACARICIDA Registro Federal: 303 Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO Embalagem: ALGODÃO, CITROS 1,0-5,0-10,0-20,0-50,0-100,0-200,0-ì10.000, , ,0 ìlitros PROPARGITO PROTOCOLADO EM 29/01/03. ACCENT Número de Cadastro: 501 Concentração: 750 g/kg Número do Processo: Grupo Químico: SULFONILURÉIAS Fabricante: DU PONT DO BRASIL S.A. Classe: HERBICIDA Registro Federal: 5806 Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO Embalagem: 60g- 70g- 80g- 100g- 150g- 200g- 240g- 250g- NICOSSULFUROM 300g-320g- 400g- 480g- 500g- 1,0kg- 2,0kg- 5,0kg - 25,0kg - 35,0kg- 50,0kg- 100,0kg- 200,0kg PROTOCOLO: 19/09/ ,0kg- 400,0kg- 450,0kg- 500,0kg- 550,0kg- 600kg MILHO 2/7/2015 Página 5 de 445

6 ACEFATO NORTOX Número de Cadastro: 611 Concentração: 750 g/kg Número do Processo: Grupo Químico: ORGANOFOSFORADO Fabricante: NORTOX S.A. Classe: INSETICIDA Registro Federal: Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,5-1-2, e 1000 Kg ACEFATO ALGODÃO, SOJA PROTOCOLADO EM 25/08/2009. Dou 173 de 09/09/2014, inclusão de modalidade de aplicação aérea e reclassificação toxicológica de II para I - extremamente tóxico. ACERT Número de Cadastro: 583 Concentração: 100 G/L Número do Processo: Grupo Químico: ACIDO ARILOXIFENOXIPROPIONICO Fabricante: ADAMA BRASIL S/A Classe: HERBICIDA Registro Federal: 2093 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 1,0-5,0 LITROS PROPAQUIZAFOPE ALGODÃO, SOJA (RESTEVAS), SOJA ANTIGA MARCA COMERCIAL SHOGUN 100 EC. TRANSF DE TITULARIDAD DA AGRICUR PARA MILENIA, DOU N. 192 DE 03/10/ /7/2015 Página 6 de 445

7 ACETAMIPRID CCAB 200 SP Número de Cadastro: 1131 Concentração: 200 g/kg Número do Processo: Grupo Químico: NEONICOTINÓIDE Fabricante: CCAB AGRO S.A. Classe: INSETICIDA Registro Federal: Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,01-0,02-0,025-0,030-0,040-0,050-0,060-0,070- ACETAMIPRIDO 0,080-0,090-0,100-0,200-0,300-0,350-0,400-0,450-0,500-0,550-0,600-0,650-0,700-0,750-0,800- continuação das embalagens: ,850-0,900-0, ,2-1,5-1, , e 5000 Kg ALGODÃO, FEIJÃO, TOMATE Dou 22 de 29/01/2014, revogação do ato 38 de 05/06/2013, autoriza produção, importação, exportação, comercialização e utilização. ACLAMADOBR Número de Cadastro: 1019 Concentração: 500 g/l Número do Processo: Grupo Químico: TRIAZINA Fabricante: OURO FINO QUÍMICA LTDA. Classe: HERBICIDA Registro Federal: 712 Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,1-0, e 1000 LITROS ATRAZINA MILHO PROTOCOLADO EM 13/02/ /7/2015 Página 7 de 445

8 ACROBAT MZ Número de Cadastro: 304 Concentração: G/KG Número do Processo: Grupo Químico: ALQUILENOBIS + MORFOLINA Fabricante: BASF S.A. Classe: FUNGICIDA Registro Federal: 2605 Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,4-0,5-1,0-1,5-2,0-2,5-3,0-5,0-6,0-10,0-12,0- MANCOZEBE + DIMETOMORFE 25,0 KG PROTOCOLADO EM 10/06/2005. BATATA, TOMATE ACRONIS Número de Cadastro: 989 Concentração: g/l Número do Processo: Grupo Químico: ESTROBILURINA + TIOFANATO METÍLICO Fabricante: BASF S.A. Classe: FUNGICIDA Registro Federal: 4111 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,1-0,25-0,5-0,6-1-1,5-2-2, PIRACLOSTROBINA + TIOFANATO METÍLICO -200 e 1000 L. PROTOCOLADO EM 01/09/2011. SOJA (TRATAMENTO DE SEMENTES) Bula 19/10/11: Correção das embalagens. 2/7/2015 Página 8 de 445

9 ACTARA 10 GR Número de Cadastro: 130 Concentração: 10 G/KG Número do Processo: Grupo Químico: NEONICOTINOIDES Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: INSETICIDA SISTÊMICO Registro Federal: 3200 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 100g-500g-1,0-2,0-3,0-4,0-5,0-10,0-20,0-25,0-30,0-40,0-50,0-100,0-200,0-250,0-500,0 Kg ABACAXI, ARROZ, BATATA, CAFÉ, CANA-DE-AÇÚCAR, CITROS, PÊSSEGO, UVA TIAMETOXAM Protocolo: 03/08/2000 Em 28/05/13:nova bula MAPA (08/04/13)-inclusão frase "efeito bioativador". Em 21/01/2013: Resolução nº (12/12/2012): alteração LMR da cultu ACTARA 250 WG Número de Cadastro: 144 Concentração: 250 G/KG Número do Processo: Grupo Químico: NEONICOTINOIDES Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: INSETICIDA SISTÊMICO Registro Federal: Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,010-0,020-0,050-0,060-0,067-0,070-0,100-0,500g-1,0-2,0-3,0-4,0-5,0-10,0-20,0-55,0 e 750,0 Kg ABACAXI, ABOBRINHA, ALFACE, ARROZ, BATATA, BERINJELA, CAFÉ, CANA-DE-AÇÚCAR, CITROS, CRISÂNTEMO, EUCALIPTO, FEIJÃO, FEIJÃO-VAGEM, MAMÃO, MELANCIA, MELÃO, MORANGO, PEPINO, PIMENTAO, REPOLHO, TOMATE, UVA Protoc. 28/04/1999 TIAMETOXAM Bula aprovada pelo MAPA em 15/01/2015: inclusão da modalidade de aplicação no momento da colheita para cana-de-açúcar. 2/7/2015 Página 9 de 445

10 ACTARA 750 SG Número de Cadastro: 1108 Concentração: 750 g/kg Número do Processo: Grupo Químico: NEONICOTINÓIDE Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: INSETICIDA Registro Federal: 5313 Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,01-0,02-0,05-0,06-0,067-0,07-0,1-0,2-0,25-0,5- TIAMETOXAM 1-1, Kg PROTOCOLADO EM 17/09/2013. CANA-DE-AÇÚCAR, PALMA FORRAGEIRA Em 17/11/2014: correção IS para cana-de-açúcar. ACTELLIC 500 EC Número de Cadastro: 72 Concentração: 500 g/l Número do Processo: Grupo Químico: ORGANOFOSFORADO Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: INSETICIDA FUMIGANTE Registro Federal: Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 250 ml LITROS PIRIMIFÓS-METÍLICO ARROZ (GRAOS ARMAZENADOS A GRANEL), ARROZ (GRAOS ARMAZENADOS ENSACADOS), MILHO (GRAOS ARMAZENADOS A GRANEL), MILHO (GRAOS ARMAZENADOS ENSACADOS) ACTELLICLAMBDA Número de Cadastro: 818 Concentração: 50 g/l Número do Processo: Grupo Químico: PIRETRÓIDE Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: INSETICIDA Ofício CGAA/DFIA nº 00524/2014: INCLUSÃO DE EMBALAGENS L. RESOLUÇÃO - RE No 2.838, DE 6 DE AGOSTO DE Art. 1º Alterar o Limite Máximo de Resíduo das culturas de arroz, milho e trigo, de 10,0 mg/kg para 5,0 mg/kg, e o Intervalo de Registro Federal: 9609 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0, LITROS LAMBDA-CIALOTRINA ARROZ (GRÃOS ARMAZENADOS), CEVADA (GRÃOS ARMAZENADOS), MILHO (GRÃOS ARMAZENADOS), TRIGO (GRÃOS ARMAZENADOS) PROTOCOLADO EM 27/11/09. 2/7/2015 Página 10 de 445

11 ACTEND Número de Cadastro: 1038 Concentração: 750 g/kg Número do Processo: Grupo Químico: SULFONILURÉIA Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: HERBICIDA Registro Federal: Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,01-0,02-0,03-0,04-0,05-0,1-0,2-0,25-0,3-0,5-1- TRIFLOXISSULFUROM-SÓDICO 1, e 750 Kg CANA-DE-AÇÚCAR PROTOCOLADO EM 03/09/2012. Dou 215 de 05/11/2013: inclusão de formulador. ACTIGARD Número de Cadastro: 1204 Concentração: 500 g/kg Número do Processo: Grupo Químico: BENZOTIADIAZOL Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: ATIVADOR DE PLANTA Registro Federal: 9414 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: g;1-1, Kg ALGODÃO, BATATA, CACAU(MUDAS), CITROS(MUDAS), FEIJÃO, MELÃO, TOMATE PROTOCOLADO EM 06/04/2015. ACIBENZOLAR-S-METÍLICO 2/7/2015 Página 11 de 445

12 ACUTHON Número de Cadastro: 744 Concentração: 250 g/l Número do Processo: Grupo Químico: ÉTER MANDELAMIDA Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: FUNGICIDA Registro Federal: 809 Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,25-0,5-1-2, MANDIPROPAMIDA LITROS PROTOCOLADO EM 15/10/2009. ALFACE, BATATA, MELANCIA, MELÃO, PEPINO, ROSA, TOMATE Dou 111 (10/06/2011): Detentor do registro continua SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA, foi aprovada a alteração da razão social da empresa Syngenta S.A, para Syngenta Crop Protection Monthey S.A., re ADAGE 350 FS Número de Cadastro: 1008 Concentração: 350 g/l Número do Processo: Grupo Químico: NEONICOTINÓIDE Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: INSETICIDA Registro Federal: 6211 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,1-0,25-0,5-1-1, e LITROS ARROZ (TRATAMENTO DE SEMENTES), FEIJÃO (TRATAMENTO DE SEMENTES), MILHO (TRATAMENTO DE SEMENTES), PASTAGEM (TRATAMENTO DE SEMENTES) TIAMETOXAM PROTOCOLADO EM 09/12/2011. Dou 131 (10/07/2013): inclusão alvo pulgão-das-raízes em Arroz. 2/7/2015 Página 12 de 445

13 ADAGE 700 WS Número de Cadastro: 1007 Concentração: 700 g/kg Número do Processo: Grupo Químico: NEONICOTINÓIDE Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: INSETICIDA Registro Federal: 6411 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,01-0,02-0,03-0,04-0,05-0,067-0,1-0,25-0,5-0,6-0,75-1-1, Kg ARROZ (TRATAMENTO DE SEMENTES), ARROZ IRRIGADO (TRATAMENTO DE SEMENTES), BATATA (SEMENTES), FEIJÃO (TRATAMENTO DE SEMENTES), MILHO (TRATAMENTO DE SEMENTES) ADANTE TIAMETOXAM PROTOCOLADO EM 08/12/2011. Em 06/11/2013: inclusão de fabricante. TRATAMENTO DE SEMENTES. Número de Cadastro: 576 Concentração: 300 g/kg g/kg Número do Processo: Grupo Químico: NEONICOTINÓIDE + TRIAZOL Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: FUNGICIDA/INSETICIDA Registro Federal: 6608 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 1,0-2,0-3,0-4,0-5,0-10,0-20,0-25,0-30,0-40,0-50,0 TIAMETOXAM + CIPROCONAZOL -70,0 KG PROTOCOLO 30/06/2008. SOJA Dou 177 (14/09/2011): alteração da razão social da empresa Sipcam Isagro Brasil S/A para Sipcam UPL Brasil S/A. 2/7/2015 Página 13 de 445

14 ADESIL Número de Cadastro: 721 Concentração: 250 G/L Número do Processo: Grupo Químico: ALQUIL FENOL ETOXILADO Fabricante: Registro Federal: Embalagem: NUFARM INDÚSTRIA QUÍMICA E FARMACÊUTICA S.A ,0-5,0 LITROS DE ACORDO C/FUNG/HERB/INSET.UTILIZADO Classe: ESPALHANTE ADESIVO Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO PROTOCOLADO EM 04/05/92 NONIL FENOL ETOXILADO Mudança da razão social de AGRIPEC QUIM. E FARM. p/ NUFARM IND. QUIM. E FARM. S/A, DOU 192 de 03/10/2008, ato 39, item 16. ADVANCE Número de Cadastro: 103 Concentração: 533 g/kg + 67g/kg Número do Processo: Grupo Químico: URÉIAS SUBSTITUÍDAS + TRIAZINONAS Fabricante: DU PONT DO BRASIL S.A. Classe: HERBICIDA SELETIVO Registro Federal: 1595 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 1,0-2,0-3,0-4,0-5,0-10,0-15,0-20,0-ì25,0-50,0-100,0-200,0-300,0-400,0-500,0 KG CANA-DE-AÇÚCAR (SOQUEIRA), CANA-DE-AÇÚCAR Protoc. 09/08/1995 HEXAZINONA + DIUROM 2/7/2015 Página 14 de 445

15 AFALON 450 SC Número de Cadastro: 900 Concentração: 450 G/L Número do Processo: Grupo Químico: URÉIA Fabricante: ADAMA BRASIL S/A Classe: HERBICIDA Registro Federal: 6010 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,25-0,5-0,6-0,8-1,0-1,2-1,5-1,6-1,8-2,0-2,2-2,4- LINUROM 2,5-3,0-4,0-5,0-10,0-15,0-20,0-25,0-30,0-40,0-50,0-100,0-150,0-200,0-250,0-400,0-500,0- OUTRAS EMBALAGENS: , , LITROS 1.000, , , , , , LITROS ALHO, BATATA SALSA, BATATA, CAMOMILA, CEBOLA, CENOURA PROTOCOLADO EM 06/01/2011. Dou 204 de 21/10/2013: inclusão de formuladores. AFALON SC Número de Cadastro: 785 Concentração: 450 G/L Número do Processo: Grupo Químico: UREIA Fabricante: ADAMA BRASIL S/A Classe: HERBICIDA Registro Federal: Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 1,0-5,0 LITROS LINUROM ALHO, BATATA, BATATA-SALSA, CAMOMILA, CEBOLA, CENOURA PROTOCOLADO EM 0611/03. 30/07/2012: Retirada restrição em Batata-salsa. 2/7/2015 Página 15 de 445

16 AG-BEM Número de Cadastro: 454 Concentração: G/L Número do Processo: Grupo Químico: COPOLIM.DE MONOM.ACRIL.+DIOCTIL Fabricante: DOW AGROSCIENCES INDUSTRIAL LTDA. Classe: SULFOCCIN.DE SODIO Registro Federal: Class. Toxicológica: ESPALHANTE ADESIVO Embalagem: 1,0-5,0-20,0 LITROS IV - POUCO TÓXICO RESINA SINT.EMULSIONADA+AG-TENSO ATIVO ANTONICO DE ACORDO C/FUNG.UTILIZADO, DE ACORDO C/INSET.UTILIZADO PROTOCOLADO EM 17/03/95. AGATA Número de Cadastro: 987 Concentração: 500 g/l Número do Processo: Grupo Químico: FENILPIRIDINILAMINA Fabricante: Registro Federal: ISK BIOSCIENCES DO BRASIL DEFENSIVOS AGRÍCOLAS LTDA Embalagem: 0,05-0,1-0,2-0,25-0, , , ,14-18, LITROS BATATA, CANA-DE-AÇÚCAR, FEIJÃO, MORANGO, PÊSSEGO, TOMATE Classe: ACARICIDA/FUNGICIDA Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO FLUAZINAM PROTOCOLADO EM 08/08/ /7/2015 Página 16 de 445

17 AGIMIX Número de Cadastro: 672 Concentração: G/L Número do Processo: Grupo Químico: TRIAZINA + ACETANILIDA Fabricante: ADAMA BRASIL S/A Classe: HERBICIDA Registro Federal: 5388 Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,5-10,0-20, LITROS ATRAZINA + ALACLORO MILHO PROTOCOLADO EM 06/01/95 AGR'ÓLEO Número de Cadastro: 421 Concentração: 892 G/L Número do Processo: Grupo Químico: ESTER Fabricante: GOTA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. Classe: ESPALHANTE ADESIVO Registro Federal: 2392 Class. Toxicológica: IV - POUCO TÓXICO Embalagem: 0,25-0,5-1,0-5,0-20,0-50,0-100,0 ìlitros ÉSTER DE ÁCIDO GRAXO ADICIONADO A CALDAS DE DEFEN.AGRICOLAS PROTOCOLADO EM 27/05/04 QUANDO FOR APLICADO PRODUTOS A BASE DE ENXOFRE, NÅO SE DEVE UTILIZAR AGR'ÓLEO 30 DIAS ANTES E APOS UTILIZADOS TAIS COMPOSTOS. AGRAL Número de Cadastro: 154 Concentração: 200 G/L Número do Processo: Grupo Químico: ALQUIL FENOL ETOXILADO Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: ESPALHANTE ADESIVO Registro Federal: Class. Toxicológica: IV - POUCO TÓXICO Embalagem: 1,0-5,0 LITROS NONIL FENOXI POLI (ETILENOXI) ETANOL DE ACORDO C/FERTILIZ.UTILIZADO, DE ACORDO C/FUNG.UTILIZADO, DE ACORDO C/HERB.UTILIZADO, DE ACORDO C/INSET.UTILIZADO Protoc. 25/07/2005 2/7/2015 Página 17 de 445

18 AGREE Número de Cadastro: 514 Concentração: 500G/KG Número do Processo: Grupo Químico: NÃO SE APLICA Fabricante: BIO CONTROLE - MÉTODOS DE CONTROLE DE Classe: INSETICIDA BIOLÓGICO Registro Federal: PRAGAS LTDA. Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO 6095 BACILLUS THURINGIENSIS Embalagem: 0,015-0,025-0,03-0,05-0,06-0,075-0,1-0,2-0,3-0,5-0,6-0,75-0, KG Eficácia agronômica comprovada para as culturas: citros, melão, pepino, repolho, tomate, batata, soja, algodão, uva e maçã podendo ser indicado para outras culturas onde ocorram os alvos biológicos. AUTORIZAÇÃO DE USO EMERGENCIAL POR 24 MESES PARA HELICOVERPA SP. PARA CULTURA DO ALGODÃO (DOU 18/03/2013). INCLUSÃO DAS CULTURAS DA BATATA, UVA, (SOJA, MAÇÃ E ALGODÃO) E REDUÇÃO DE DOSE PARA AS CULTURAS DOS CITROS E DO TOMATE (DOU AGREX Número de Cadastro: 640 Concentração: 50 g/l Número do Processo: Grupo Químico: SULFONATO DE DODECILBENXENOSULFÔNICO Fabricante: MICROQUÍMICA INDÚSTRIAS QUÍMICAS LTDA. Classe: ESPALHANTE ADESIVO Registro Federal: Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Embalagem: 1,0-5,0-6,0-20,0-50,0-100,0-200,0 LITROS ÁCIDO SULFÔNICO ESPALHANTE ADESIVO PROTOCOLADO EM 29/07/2008 AGREX OIL VEGETAL Número de Cadastro: 45 Concentração: 930 ML/L Número do Processo: Grupo Químico: ESTERES DE ACIDOS GRAXOS (OLEO VEGETAL) Fabricante: MICROQUÍMICA INDÚSTRIAS QUÍMICAS LTDA. Classe: INSETICIDA Registro Federal: 2192 Class. Toxicológica: IV - POUCO TÓXICO Embalagem: 1,0-5,0-6,0-10,0-20,0 - ì50,0 e 200,0 LITROS ÓLEO VEGETAL CITROS INSETICIDA E ADJUVANTE 2/7/2015 Página 18 de 445

19 AGRIL SUPER Número de Cadastro: 1171 Concentração: 320 g/l Número do Processo: Grupo Químico: Derivado do ácido benzeno sulfônico Fabricante: Registro Federal: Embalagem: ESPALHANTE ADESIVO TERRA NOSSA INDÚSTRIA, COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE FERTILIZANTES LTDA Classe: ADJUVANTE Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Autuado em 06/10/2014 N-dodecilbenzeno sulfonato de sódio AGRINOSE Número de Cadastro: 456 Concentração: 600 G/KG Número do Processo: Grupo Químico: INORGANICO Fabricante: Registro Federal: Embalagem: NUFARM INDÚSTRIA QUÍMICA E FARMACÊUTICA S.A ,0-25,0 KG ALGODÃO, AMENDOIM, BATATA, CACAU, CAFÉ, CAJU, CITROS, TOMATE, UVA Classe: FUNGICIDA/BACTERICIDA Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO protocolado em 04/05/1992. OXICLORETO DE COBRE Mudança da razão social de AGRIPEC QUIM. E FARM. p/ NUFARM IND. QUIM. E FARM. S/A, DOU 192 de 03/10/2008, ato 39, item 16. 2/7/2015 Página 19 de 445

20 AGRITOATO 400 Número de Cadastro: 886 Concentração: 400 g/l Número do Processo: Grupo Químico: ORGANOFOSFORADO Fabricante: Registro Federal: Embalagem: CITROS NUFARM INDÚSTRIA QUÍMICA E FARMACÊUTICA S.A e 20 LITROS Classe: INSETICIDA Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO DIMETOATO Mudança da razão social de AGRIPEC QUIM. E FARM. p/ NUFARM IND. QUIM. E FARM. S/A, DOU 192 de 03/10/2008, ato 39, item 16. BULA MAPA 27/09/201 -alterações: na composição, com inclusão de xilol 339,5 g/l (33,9%) e nas limitações de usoo, com inclusão da frase "não mi AGRITONE Número de Cadastro: 1151 Concentração: 480 g/l Número do Processo: Grupo Químico: ÁCIDO ARILOXIALCANÓICO + ÁCIDO Fabricante: NUFARM INDÚSTRIA QUÍMICA E FARMACÊUTICA Classe: PIRIDINOCARBOXÍLICO Registro Federal: S.A. Class. Toxicológica: HERBICIDA 2110 I - EXTREMAMENTE TÓXICO Embalagem: Litros SAL DIMETILAMINA DE MCPA AVEIA, CANA-DE-AÇÚCAR, CEVADA, MILHO, TRIGO PROTOCOLADO EM 17/07/ /7/2015 Página 20 de 445

21 AGRO OIL Número de Cadastro: 286 Concentração: 880 G/L Número do Processo: Grupo Químico: ESTER Fabricante: SAMARITÁ INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. Classe: INSETICIDA/ADJUVANTE Registro Federal: 5100 Class. Toxicológica: IV - POUCO TÓXICO Embalagem: CITROS 1L (frasco plástico - PEAD); 5 E 20 L (baldes de polietileno); 50 E 200 L (bombonas de polietileno); , E L (caminhão-tanque). PROTOCOLADO EM 29/04/03. ÓLEO VEGETAL AKITO Número de Cadastro: 164 Concentração: 100 G/L Número do Processo: Grupo Químico: ESTER PIRETROIDE Fabricante: Registro Federal: Embalagem: ARYSTA LIFESCIENCE DO BRASIL INDÚSTRIA QUÍMICA E AGROPECUÁRIA LTDA ,25-0,50-1,0-2,0-4,5-5,0-20,0-200,ì0 LITROS BATATA, CAFÉ, CITROS, FEIJÃO, MELÃO, MILHO, REPOLHO, TOMATE Classe: INSETICIDA Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO BETA-CIPERMETRINA DATA DO PROTOCOLO 20/10/2003 2/7/2015 Página 21 de 445

22 ALBATROSS Número de Cadastro: 1062 Concentração: 800 g/kg Número do Processo: Grupo Químico: PIRAZOL Fabricante: ADAMA BRASIL S/A Classe: INSETICIDA Registro Federal: Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,1-0,2-0,25-0, , e Kg BATATA, CANA-DE-AÇÚCAR, EUCALIPTO FIPRONIL PROTOCOLADO EM 21/11/2012. ALIETTE Número de Cadastro: 328 Concentração: 800 G/KG Número do Processo: Grupo Químico: FOSFONATO Fabricante: BAYER S.A. Classe: FUNGICIDA Registro Federal: Class. Toxicológica: IV - POUCO TÓXICO Embalagem: 0,5-1,0-20,0-25,0-30,0-80,0-100,0-120,0 KG FOSETIL ABACAXI, CAFÉ, CITROS, ROSA, SERINGUEIRA, UVA PROCOLOCO/IDAF: 09/11/04. Incompatível com óxido cuproso e adubos foliares MAP e DAP. 2/7/2015 Página 22 de 445

23 ALIKA Número de Cadastro: 183 Concentração: 110 g/l e 220 g/l Número do Processo: Grupo Químico: NEONICOTINÓIDES E PIRETRÓIDES Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: INSETICIDA SISTÊMICO Registro Federal: 4106 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,25-0,5-1,0-2,0-2,5-5,0-10,0-20,0-50,0-100,0-150,0-200,0-225,0-250,0-300,0-350,0-400,0-450,0-500,0 e 530,0 Litros MILHO PROTOCOLO: 14/08/2006 TIAMETOXAM + CIPERMETRINA DOU Nº 167 DE 01/09/2009, ALTERAÇÃO DA MARCA COMERCIAL DE PLATINUM PARA ALIKA. Exclusão de soja por ser cultura não analisada (OF 134/2010). ALLY Número de Cadastro: 163 Concentração: 600 G/KG Número do Processo: Grupo Químico: SULFONILUREIAS Fabricante: DU PONT DO BRASIL S.A. Classe: HERBICIDA Registro Federal: 2492 Class. Toxicológica: I - EXTREMAMENTE TÓXICO Embalagem: 10g-20g-25g-30g-33g-40g-45g-50g-55g-60g-65g- METSULFUROM-METÍLICO 70g-75g-80g-85g-90g-95g-100g-120g-150g-180g- 210g-300g-450g-600g e 100 kg Protocolo:23/06/2004 ARROZ IRRIGADO, ARROZ, BRACHIARIA BRIZANTHA, BRACHIARIA DECUMBENS, BRACHIARIA HUMIDICOLA, CAFÉ, CANA-DE-AÇÚCAR RECLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA, PASSANDO DA CLASSE III- MEDIANAMENTE TÓXICO PARA CLASSE I-EXTREMAMENTE TÓXICO, CONFORME DOU Nº36, DE 24/02/ /7/2015 Página 23 de 445

24 ALSYSTIN 250 WP Número de Cadastro: 12 Concentração: 250 G/KG Número do Processo: Grupo Químico: BENZOILUREIAS Fabricante: BAYER S.A. Classe: INSETICIDA Registro Federal: 792 Class. Toxicológica: IV - POUCO TÓXICO Embalagem: 0,06-0,10-0,25-0,50-1,0 KG TRIFLUMUROM ALGODÃO, CITROS, MILHO, SOJA, TOMATE Ateração da marca comercial de ALSYSTIN 250 PM para WP de acordo com o DOU nº 43 de 04/03/2005 ALSYSTIN SC Número de Cadastro: 413 Concentração: 480 G/L Número do Processo: Grupo Químico: BENZOILUREA Fabricante: BAYER S.A. Classe: INSETICIDA Registro Federal: 5399 Class. Toxicológica: IV - POUCO TÓXICO Embalagem: 0,25-0,50-1,0-5,0 LITROS TRIFLUMUROM ALGODÃO, CITROS, MILHO, SOJA, TOMATE PROTOCOLADO EM 31/01/01. ANTIGA MARCA COMERCIAL RIGEL MUDANCA DE TITULARIDADE DA EMPRESA CHEMINOVA PARA BAYER ALSYSTIN WP Número de Cadastro: 388 Concentração: 250 G/KG Número do Processo: Grupo Químico: BENZOILUREIA Fabricante: BAYER S.A. Classe: INSETICIDA Registro Federal: 6601 Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,06-0,10-0,25-0,50-1,0 KG TRIFLUMUROM CITROS, MILHO, TOMATE protocolado em 01/12/04. Em 17/11/2011-DOU 177 (14/09/11): MUDANÇA DE TITULARIDADE DA CHEMINOVA BRASIL LTDA PARA BAYER S/A E ALTERAÇÃO NOME DE RIGEL WP PARA ALSYSTIN WP. 2/7/2015 Página 24 de 445

25 ALTACOR Número de Cadastro: 769 Concentração: 350 g/l Número do Processo: Grupo Químico: DIAMIDA ANTRANILICA Fabricante: DU PONT DO BRASIL S.A. Classe: INSETICIDA Registro Federal: 8909 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO ARROZ, CAFÉ, CANA-DE-AÇÚCAR, CANA-DE-AÇÚCAR, PÊSSEGO Dou 211 (03/11/2011): inclusão de alvos biológico em Arroz Pseudaletia adultera e Pseudaletia sequax; redução do IS em arroz de 60 para 15 dias; inclusão de embalagens. ALTERNE Número de Cadastro: 882 Concentração: 200 g/l Número do Processo: Grupo Químico: TRIAZOL Fabricante: ADAMA BRASIL S/A Classe: FUNGICIDA SISTÊMICO Registro Federal: 7609 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: 0,05-0,1-0,2-0,3-0,45-0,5-0,7-1-1,1-1,2-1,3-1,4- CLORANTRANILIPROLE 1,5-2-2,5-3-3,5-4-4, PROTOCOLADO EM 29/10/ e 1000 Kg Embalagem: 0,1-0,15-0,25-1-1,5-2-2, TEBUCONAZOL LITROS PROTOCOLADO EM 10/09/2009. ARROZ DE SEQUEIRO, ARROZ IRRIGADO, BANANA, BATATA, CAFÉ, Exclusão de soja e algodão - culturas não analisadas (OF 134/2010). CEBOLA, FEIJÃO, TOMATE 2/7/2015 Página 25 de 445

26 ALTEZA Número de Cadastro: 811 Concentração: ,80 g/l Número do Processo: Grupo Químico: IMIDAZOLINONA + GLICINA SUBSTITUÍDA Fabricante: BASF S.A. Classe: HERBICIDA Registro Federal: 4508 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: e 200 LITROS IMAZETAPIR + GLIFOSATO SOJA TOLERANTE AO GLIFOSATO, SOJA PROTOCOLADO EM 30/06/2009. ALTIMA Número de Cadastro: 975 Concentração: 500 g/l Número do Processo: Grupo Químico: FENILPIRIDINILAMINA Fabricante: Registro Federal: ISK BIOSCIENCES DO BRASIL DEFENSIVOS AGRÍCOLAS LTDA Embalagem: 0,05-0,1-0,2-0,25-0, , , ,14-18, LITROS BATATA, CANA-DE-AÇÚCAR, FEIJÃO, MORANGO, PÊSSEGO, TOMATE Classe: ACARICIDA/FUNGICIDA Class. Toxicológica: II - ALTAMENTE TÓXICO FLUAZINAM PROTOCOLADO EM 08/08/ /7/2015 Página 26 de 445

27 ALTO 100 Número de Cadastro: 105 Concentração: 100 G/L Número do Processo: Grupo Químico: TRIAZOIS Fabricante: SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. Classe: FUNGICIDA SISTÊMICO Registro Federal: 991 Class. Toxicológica: III - MEDIANAMENTE TÓXICO Embalagem: ml; LITROS ALHO, CAFÉ, CRISÂNTEMO, FIGO, GOIABA, MELANCIA, MELÃO, PÊSSEGO, UVA Protoc. 15/09/1998 CIPROCONAZOL DOU 18 (25/01/13): INCLUSÃO DA MODALIDADE DE APLICAÇÃO ESGUICHO (DRENCH) EM CAFÉ. AMETREX 500 SC Número de Cadastro: 683 Concentração: 500 G/L Número do Processo: Grupo Químico: TRIAZINAS Fabricante: ADAMA BRASIL S/A Classe: HERBICIDA Registro Federal: 2096 Class. Toxicológica: IV - POUCO TÓXICO Embalagem: 5,0 LITROS AMETRINA CANA-DE-AÇÚCAR PROTOCOLADO EM 22/03/1999. TRANSF DE TITULARIDADE DA AGRICUR PARA MILENIA, DOU N. 192 DE 03/10/ /7/2015 Página 27 de 445

Ficha Simplificada de Produto. Observações:

Ficha Simplificada de Produto. Observações: 2,4-D NORTOX GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA, ABASTECIMENTO, AQUICULTURA E PESCA DEPARTAMENTO DE DEFESA SANITÁRIA E INSPEÇÃO VEGETAL - DDSIV Ficha Simplificada de

Leia mais

NÃO SE APLICA NONIL FENOL ETOXILADO EXPORTAÇÃO DE FERTILIZANTES LTDA SOJA BASF S.A.

NÃO SE APLICA NONIL FENOL ETOXILADO EXPORTAÇÃO DE FERTILIZANTES LTDA SOJA BASF S.A. PRODUTOS CADASTRADOS NO ESTADO DO PARÁ-AGOSTO 2015 MARCA COMERCIAL CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA CLASSE DE USO INGREDIENTE ATIVO TITULAR DO REGISTRO CULTURAS 2,4 D AMINA 72 I-EXTREMAMENTE TÓXICO SAL DE DIMETILAMINA

Leia mais

ARROZ, SOJA 35 II- ALTAMENTE TÓXICO

ARROZ, SOJA 35 II- ALTAMENTE TÓXICO RELAÇÃO DE PRODUTOS AGROTÓXICOS E AFINS CADASTRADOS NA ADEPARÁ ANO 2012 Nº MARCA COMERCIAL EMPRESA CLASSE DE USO INGREDIENTE ATIVO CLASSE TOXICOLÓGICA CULTURAS 1 2,4 D AMINA 72 ATANOR DO BRASIL LTDA HERBICIDA

Leia mais

RESINA SINTETICA EMULSIONADA + AGENTE DOW

RESINA SINTETICA EMULSIONADA + AGENTE DOW PRODUTOS CADASTRADOS NO ESTADO DO PARÁ-JULHO/2014 MARCA COMERCIAL CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA CLASSE DE USO INGREDIENTE ATIVO TITULAR DO REGISTRO CULTURAS 2,4 D AMINA 72 SAL DE DIMETILAMINA DO ÁCIDO 2,4-D

Leia mais

I Encontro Nacional sobre Registro de Agrotóxicos para CSFI. Roberson Marczak Innovation Manager

I Encontro Nacional sobre Registro de Agrotóxicos para CSFI. Roberson Marczak Innovation Manager I Encontro Nacional sobre Registro de Agrotóxicos para CSFI Brasilia- 26 / 10 / 2011 Roberson Marczak Innovation Manager Portfolio MILENIA para CSFI Fungicidas Inseticidas arcadia supra SC Herbicidas 2

Leia mais

Projeções da demanda por fertilizantes no Brasil

Projeções da demanda por fertilizantes no Brasil Projeções da demanda por fertilizantes no Brasil índice 3 4 5 6 8 9 o mercado Números e importância do setor projeções de longo prazo planos/produtos metodologia condições, prazo e investimento formulário

Leia mais

Título da. Apresentação

Título da. Apresentação SITUAÇÃO ATUAL DO SISTEMA DE PRODUÇÃO INTEGRADA PI-BRASIL Título da Coordenação de Produção Integrada da Cadeia Agrícola Apresentação Luzia Maria Souza Gisele Ventura Garcia Grilli Brasília-DF Setembro-2014

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL ISSN 1677-7042 Ano CL N o - 96 Brasília - DF, terça-feira, 21 de maio de 2013. Sumário PÁGINA Atos do Poder Executivo... 1 Presidência da República... 1 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento...

Leia mais

Eng. Agr. M.Sc. Waldemar Sanchez. Projetos Bayer para Culturas de Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI)

Eng. Agr. M.Sc. Waldemar Sanchez. Projetos Bayer para Culturas de Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI) Eng. Agr. M.Sc. Waldemar Sanchez Projetos Bayer para Culturas de Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI) Agenda Produtos / Culturas / Alvos Projetos Bayer: Investimentos & Prazos Bayer CropScience Visão

Leia mais

SEGURO RURAL BRASILEIRO. Elaine Cristina dos Santos Ferreira

SEGURO RURAL BRASILEIRO. Elaine Cristina dos Santos Ferreira SEGURO RURAL BRASILEIRO Elaine Cristina dos Santos Ferreira MODALIDADES OFERTADAS DE SEGURO RURAL Agrícola Pecuário Florestas Aqüícola Penhor rural Benfeitorias e produtos agropecuários CPR Vida do Produtor

Leia mais

SITUAÇÃO DO MERCADO DE AGROTÓXICOS NO MUNDO E NO BRASIL

SITUAÇÃO DO MERCADO DE AGROTÓXICOS NO MUNDO E NO BRASIL SITUAÇÃO DO MERCADO DE AGROTÓXICOS NO MUNDO E NO BRASIL - Fontes oficiais de diversos estudos realizados por: BNDES, FIESP, SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS, DIEESE E ANVISA CAMPANHA NACIONAL

Leia mais

SEGURO RURAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS

SEGURO RURAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS SEGURO RURAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Histórico do Seguro Agrícola no Brasil 1878 - Congresso Agrícola do Recife; Lei n 2.168, de 11 de janeiro de 1954, estabelece normas para a instituição do seguro agrário

Leia mais

GRADE DE AGROTÓXICOS PARA A CULTURA DO MELÃO

GRADE DE AGROTÓXICOS PARA A CULTURA DO MELÃO GRADE DE AGROTÓXICOS PARA A CULTURA DO MELÃO Nome Técnico Marca Comercial Classe Grupo Químico Classif. Tox. Amb. g/100 l água Dosagem ml/100 l água Interv. de Enxofre Thiovit Sandoz Acaricida Inorgânico

Leia mais

Perfil >>> O inpev coordena a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas pós-consumo

Perfil >>> O inpev coordena a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas pós-consumo 8 perfil Perfil O inpev coordena a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas pós-consumo O inpev, entidade sem fins lucrativos com sede em São Paulo (SP), foi criado pela indústria

Leia mais

SEGURO RURAL BRASILEIRO

SEGURO RURAL BRASILEIRO SEGURO RURAL BRASILEIRO Gestão de Risco Rural Programa de Subvenção Econômica ao Prêmio do Seguro Rural 2011 O QUE É O SEGURO RURAL? O seguro rural é uma importante ferramenta de gestão de riscos que protege

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL ISSN 677-7042 Ano CXLVIII N o - 85 Brasília - DF, segunda-feira, 26 de setembro de 20 Sumário. PÁGINA Atos do Poder Judiciário... Presidência da República... Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento...

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROL DE CALIDAD EN LOS ALIMENTOS-RESIDUOS DE PESTICIDAS EN SAN PABLO - BRASIL

PROGRAMA DE CONTROL DE CALIDAD EN LOS ALIMENTOS-RESIDUOS DE PESTICIDAS EN SAN PABLO - BRASIL Buenos Aires/2009 PROGRAMA DE CONTROL DE CALIDAD EN LOS ALIMENTOS-RESIDUOS DE PESTICIDAS EN SAN PABLO - BRASIL Laboratório de Resíduos de Pesticidas/IB/APTA Legislação de Pesticidas Brasil - Fluxograma

Leia mais

AJUSTE E FIXAÇÃO DE ÍNDICES DE RENDIMENTO

AJUSTE E FIXAÇÃO DE ÍNDICES DE RENDIMENTO AJUSTE E FIXAÇÃO DE ÍNDICES DE RENDIMENTO QUE INFORMAM O CONCEITO DE PRODUTIVIDADE Março 2005 APLICAÇÃO DOS ÍNDICES Função Social da Propriedade exige níveis satisfatórios de produtividade Vistoria do

Leia mais

IBAMA M M A. Produtos agrotóxicos. e afins comercializados em. 2009no Brasil. uma abordagem ambiental

IBAMA M M A. Produtos agrotóxicos. e afins comercializados em. 2009no Brasil. uma abordagem ambiental IBAMA M M A Produtos agrotóxicos e afins comercializados em 2009no Brasil uma abordagem ambiental Produtos Agrotóxicos e afins comercializados em 2009 no Brasil Uma abordagem ambiental Ministério do Meio

Leia mais

Seguro Rural. Desafios para a sua Operacionalização

Seguro Rural. Desafios para a sua Operacionalização Seguro Rural Desafios para a sua Operacionalização GESTÃO DE RISCO RURAL Riscos Rurais: - Climatológicos; Incêndio; Vida animal; Propriedades; Equipamentos; Armazenagem; Transporte; e, Preço. Seguro Rural

Leia mais

GENBRA DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS AGRÍCOLAS LTDA

GENBRA DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS AGRÍCOLAS LTDA 1149 5002 2,4-D AMINA 72 2,4-D DIMETILAMINA I ATANOR DO BRASIL LTDA 10/07/2020 1876 6515 2,4-D AMINA 806 SL GENBRA SAL DIMETILAMINA DE 2,4-D I GENBRA DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS AGRÍCOLAS LTDA 1884 6615

Leia mais

SOJA FUNGICIDA ARROZ, SOJA HERBICIDA

SOJA FUNGICIDA ARROZ, SOJA HERBICIDA PRODUTOS CADASTRADOS NO ESTADO DO PARÁ-AGOSTO 2015 TITULAR DO REGISTRO MARCA COMERCIAL CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA CLASSE DE USO INGREDIENTE ATIVO CULTURAS ADAMA BRASIL S/A ACERT III-MEDIANAMENTE TÓXICO

Leia mais

Inseticida 1. Doses. Modalidade de aplicação. Culturas. Pragas controladas

Inseticida 1. Doses. Modalidade de aplicação. Culturas. Pragas controladas COMPOSIÇÃO: Imidacloprido 200 g/l CLASSE: Inseticida GRUPO QUÍMICO: Neonicotinoide TIPO DE FORMULAÇÃO: Suspensão Concentrada (SC) CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA III - MEDIANAMENTE TÓXICO INSTRUÇÕES DE USO:

Leia mais

Apresentação AGRIANUAL 2015

Apresentação AGRIANUAL 2015 Apresentação Em anos de eleições, os empresários costumam ficar apreensivos quanto às posições dos candidatos em relação ao segmento em que operam. Mas quem está no agronegócio não precisa ter grandes

Leia mais

AMOSTRAGEM DE TECIDO VEGETAL

AMOSTRAGEM DE TECIDO VEGETAL AMOSTRAGEM DE TECIDO VEGETAL Importância A análise química foliar constitui um procedimento auxiliar, na identificação de deficiências nutricionais ou presença de elementos excessivos com a finalidade

Leia mais

Ações de manejo da. Helicoverpa armigera. Realização:

Ações de manejo da. Helicoverpa armigera. Realização: Ações de manejo da Helicoverpa armigera Realização: Quem é a praga? A Helicoverpa armigera é uma praga exótica, polífaga, que se alimenta de várias culturas agrícolas e plantas daninhas. Na fase de larva

Leia mais

Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente Câmara Setorial de Palma de Óleo 21 de Setembro de 2012

Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente Câmara Setorial de Palma de Óleo 21 de Setembro de 2012 Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente Câmara Setorial de Palma de Óleo 21 de Setembro de 2012 Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI) Desenvolvimento de novas moléculas Registro

Leia mais

Sugestão de Cardápio para o Jejum de 21 dias do MIESF12

Sugestão de Cardápio para o Jejum de 21 dias do MIESF12 ALMOÇO 1 Dia 2 Dia 3 Dia de ervas -Pão torrado -Mamão - fruta (melão) ou água de côco -Salada de folhas temperadas c/ azeite e orégano. -1 prato de sobremesa de legumes cozidos ou purê de batatas. - Arroz

Leia mais

DVA AGRO DO BRASIL - COM. IMP. E EXP. DE TICIDA INSUMOS AGROPECUÁRIOS LTDA. ABAMECTIN NORTOX

DVA AGRO DO BRASIL - COM. IMP. E EXP. DE TICIDA INSUMOS AGROPECUÁRIOS LTDA. ABAMECTIN NORTOX PRODUTO INGREDIENTE ATIVO CLASSE DE USO TITULAR DO CADASTRO Lambda-Cyhalothrin (Lambda- Cialotrina) INSETICIDA SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA 2,4-D NORTOX Sal de dimetilamina de(2,4- HERBICIDA NORTOX

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL ISSN 1677-7042 Ano CLI N o - 214 Brasília - DF, quarta-feira, 5 de novembro de 2014. Sumário PÁGINA Atos do Poder Judiciário... 1 Presidência da República... 1 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento...

Leia mais

TOXICIDADE DO AGROTÓXICO BENZOATO DE EMAMECTINA E O PAPEL DA AGENCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA-ANVISA

TOXICIDADE DO AGROTÓXICO BENZOATO DE EMAMECTINA E O PAPEL DA AGENCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA-ANVISA TOXICIDADE DO AGROTÓXICO BENZOATO DE EMAMECTINA E O PAPEL DA AGENCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA-ANVISA WÉLTIMA TEIXEIRA CUNHA SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA DIRETORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE PROGRAMA DE SUBVENÇÃO PARA O SEGURO RURAL. www.brasileirarural.com.br

A IMPORTÂNCIA DE PROGRAMA DE SUBVENÇÃO PARA O SEGURO RURAL. www.brasileirarural.com.br A IMPORTÂNCIA DE PROGRAMA DE SUBVENÇÃO PARA O SEGURO RURAL INSTRUMENTOS DE Minimização de Riscos I Proagro Mais II Seguro Privado. Coberturas: - Variações Climáticas - Preços - Índices III Cobertura Complementar

Leia mais

Fresh Connections:Brazil Carlos Alexandre Oliveira Gomes

Fresh Connections:Brazil Carlos Alexandre Oliveira Gomes Fresh Connections:Brazil Carlos Alexandre Oliveira Gomes #freshconnections BR 21 de Agosto de 2014 PRODUCE MARKETING ASSOCIATION Agência Nacional de Vigilância Sanitária Gerência-Geral de Toxicologia Segurança

Leia mais

2 Acetamiprido Convence Inseticida 1,5-5,0 ml/planta 60 SL II III Iharabras Neonicotinóide

2 Acetamiprido Convence Inseticida 1,5-5,0 ml/planta 60 SL II III Iharabras Neonicotinóide . GRADE DE INSETICIDAS, ACARICIDAS, FUNGICIDAS DA PRODUÇÃO INTEGRADA DOS CITROS PIC BRASIL Abamectin DVA 8 EC Insetic./Acaric./Nematic. 5,030,0 7 EC I II UPL Avermectina Abamectin Nortox Inseticida/Acaric.

Leia mais

Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos. Relatório PARA

Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos. Relatório PARA Agência Nacional de Vigilância Sanitária Gerência Geral de Toxicologia Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos Relatório PARA 2011 2012 Brasília, 22 de Outubro de 2013 GGTOX/ANVISA

Leia mais

Art. 4º Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 4º Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 22, DE 8 DE SETEMBRO DE 2010 O SECRETÁRIO SUBSTITUTO DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO MINISTÉRIO DA

Leia mais

PROGRAMA DE ANÁLISE DE RESÍDUOS DE AGROTÓXICOS EM ALIMENTOS (PARA)

PROGRAMA DE ANÁLISE DE RESÍDUOS DE AGROTÓXICOS EM ALIMENTOS (PARA) PROGRAMA DE ANÁLISE DE RESÍDUOS DE AGROTÓXICOS EM ALIMENTOS (PARA) MONITORAMENTO DE RESÍDUOS DE AGROTÓXICOS NOS ALIMENTOS: TRABALHO DESENVOLVIDO PELA ANVISA, COM AS VIGILÂNCIAS SANITÁRIAS DOS ESTADOS DO

Leia mais

Segurança e Qualidade dos Alimentos Rastreabilidade

Segurança e Qualidade dos Alimentos Rastreabilidade Segurança e Qualidade dos Alimentos Rastreabilidade Segurança e Qualidade dos Alimentos Lei 12.593/12 institui o PPA 2012-2015 Programa 2028 Defesa Agropecuária Objetivo 0570 Assegurar a qualidade dos

Leia mais

Maçăs e Pêras CORES DA TERRA

Maçăs e Pêras CORES DA TERRA Maçăs e Pêras CORES DA TERRA 12 Maçă Mini Pequena Média Grande Super Extra I Super Extra II Escultural Escultural II Branca 5010 5003 5006 5009 6006 6055 31001 31026 Preta Verde 5032 5011 5031 5001 5030

Leia mais

Características, Sistema de Registros de Produtos e Concorrência no Mercado

Características, Sistema de Registros de Produtos e Concorrência no Mercado Características, Sistema de Registros de Produtos e Concorrência no Mercado de Agrotóxicos no Brasil * Gesmar Rosa dos Santos** 1 INTRODUÇÃO A agropecuária brasileira, além de seus resultados diretos,

Leia mais

AQUIL ESTER ETOXILADO DO ÁCIDO FOSFÓRICO

AQUIL ESTER ETOXILADO DO ÁCIDO FOSFÓRICO PRODUTOS CADASTRADOS NO ESTADO DO PARÁ-JULHO/2014 TITULAR DO REGISTRO MARCA COMERCIAL CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA CLASSE DE USO INGREDIENTE ATIVO CULTURAS ALTA EVENTRA I-EXTREMAMENTE TÓXICO FIPRONIL CANA-DE-AÇUCAR

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS COMUNICADO

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS COMUNICADO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS COMUNICADO O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA, vem comunicar que: Considerando o

Leia mais

CONTROLE HIGIÊNICO- SANITÁRIO DE PRODUTOS VEGETAIS

CONTROLE HIGIÊNICO- SANITÁRIO DE PRODUTOS VEGETAIS Secretaria de Defesa Agropecuária Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal CONTROLE HIGIÊNICO- SANITÁRIO DE PRODUTOS VEGETAIS Brasília/DF, 26 de novembro de 2010 LUZIA M. SOUZA FFA(ENGª AGRª,

Leia mais

Controvérsias sobre agrotóxicos no Brasil. Leticia Rodrigues da Silva Brasília, 20 de setembro de 2012

Controvérsias sobre agrotóxicos no Brasil. Leticia Rodrigues da Silva Brasília, 20 de setembro de 2012 Controvérsias sobre agrotóxicos no Brasil Leticia Rodrigues da Silva Brasília, 20 de setembro de 2012 Algum mau-olhado fôra atirado àquela comunidade. Por tôda parte se via uma sombra de morte. Os lavradores

Leia mais

Sistema de Destinação Final de Embalagens Vazias de Agrotóxicos

Sistema de Destinação Final de Embalagens Vazias de Agrotóxicos Sistema de Destinação Final de Embalagens Vazias de Agrotóxicos Histórico 1992 :: Parceria ANDEF, Secretaria da Agricultura de SP, AEASP e Coplana :: Convênio com Dinoplast Louveira - SP- (reciclagem)

Leia mais

Análise da Oportunidade Indústria de produção de caixas plásticas (bins)

Análise da Oportunidade Indústria de produção de caixas plásticas (bins) Análise da Oportunidade Indústria de produção de caixas plásticas (bins) 1.1 Sobre o Projeto Contratante: ABPM- Associação Brasileira de Produtores de Maçãs Objetivo: Desenvolvimento de um projeto de Análise

Leia mais

Avanços e Desafios. Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos PARA. Gerência Geral de Toxicologia

Avanços e Desafios. Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos PARA. Gerência Geral de Toxicologia Gerência Geral de Toxicologia Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos PARA Avanços e Desafios Carlos Alexandre Oliveira Gomes Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária Gerência

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL ISSN 1677-7042 Ano CL N o - 110 Brasília - DF, terça-feira, 11 de junho de 2013 Sumário. PÁGINA Presidência da República... 1 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento... 1 Ministério da Cultura...

Leia mais

Ministério do Meio Ambiente Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº DE DE DE 2016.

Ministério do Meio Ambiente Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº DE DE DE 2016. Ministério do Meio Ambiente Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº DE DE DE 2016. O PRESIDENTE DO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS

Leia mais

Receitas de Sucos. Sucos com Frutas. Suco de abacaxi e gengibre. Suco de laranja, amora e grapefruit. Batida de papaya e laranja

Receitas de Sucos. Sucos com Frutas. Suco de abacaxi e gengibre. Suco de laranja, amora e grapefruit. Batida de papaya e laranja Receitas de Sucos Sucos com Frutas Suco de abacaxi e gengibre 1 abacaxi médio bem maduro 1 colher de sopa de gengibre fresco picado 4 copos de água Lavar bem o abacaxi usando uma escova. Descascar com

Leia mais

VI Congresso Brasileiro de Algodão. Seguro Agrícola como Alternativa para redução dos Riscos Agropecuários

VI Congresso Brasileiro de Algodão. Seguro Agrícola como Alternativa para redução dos Riscos Agropecuários VI Congresso Brasileiro de Algodão Seguro Agrícola como Alternativa para redução dos Riscos Agropecuários Segmentação do Mercado Segurador Brasileiro Danos SEGUROS Pessoas PREVI- DÊNCIA CAPITA- LIZAÇÃO

Leia mais

CAMARA SETORIAL DA BORRACHA CARLOS ALFREDO B GUEDES BRASILIA JULHO 2015

CAMARA SETORIAL DA BORRACHA CARLOS ALFREDO B GUEDES BRASILIA JULHO 2015 CAMARA SETORIAL DA BORRACHA A CARLOS ALFREDO B GUEDES BRASILIA JULHO 2015 LEGISLAÇÃO Decreto nº 68.678, de 25 de maio de 1971 cria a Comissão Especial de Planejamento, Controle e Avaliação das Estatísticas

Leia mais

II Encontro sobre culturas de suporte fitossanitário insuficiente (CSFI) Brasília, 06 novembro 2012 Aline Popin

II Encontro sobre culturas de suporte fitossanitário insuficiente (CSFI) Brasília, 06 novembro 2012 Aline Popin II Encontro sobre culturas de suporte fitossanitário insuficiente (CSFI) Brasília, 06 novembro 2012 Aline Popin Quem somos e o que fazemos A Syngenta é uma das empresas líderes globais com mais de 25.000

Leia mais

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL (maiores de 2 anos) JUNHO/2015 Observações: A utilizada será sem lactose. Oferecer água durante todo dia. Não oferecer bebida durante o almoço ou jantar somente depois de no

Leia mais

ANEXO I GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA RELAÇÃO DOS GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR E SUAS ESPECIFICAÇÕES. GÊNERO ALIMENTÍCIO

Leia mais

Carbo- Fibra Número do Umidade Energia Proteína Lipídeos Colesterol idrato Alimentar Cinzas Cálcio Magnésio Alimento Descrição do Alimento (%) (kcal)

Carbo- Fibra Número do Umidade Energia Proteína Lipídeos Colesterol idrato Alimentar Cinzas Cálcio Magnésio Alimento Descrição do Alimento (%) (kcal) Carbo- Fibra Número do Umidade Energia Proteína Lipídeos Colesterol idrato Alimentar Cinzas Cálcio Magnésio Alimento Descrição do Alimento (%) (kcal) (kj) (g) (g) (mg) (g) (g) (g) (mg) (mg) &HUHDLVÃHÃGHULYDGRVÃ

Leia mais

adota a seguinte Consulta Pública e eu, Diretor Presidente, determino a sua publicação:

adota a seguinte Consulta Pública e eu, Diretor Presidente, determino a sua publicação: Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública nº 37, de 15 de junho de 2009. D.O.U de 17/06/09 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

Boletim DATALUTA Artigo do mês II: setembro de 2015. ISSN 2177-4463

Boletim DATALUTA Artigo do mês II: setembro de 2015. ISSN 2177-4463 MERCADOS INSTITUCIONAIS COMO ALTERNATIVA PARA O FORTALECIMENTO DOS MERCADOS LOCAIS DE ALIMENTOS: O CASO DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS (PAA) NO MUNICÍPIO DE TUPI PAULISTA/SP Valmir José de Oliveira

Leia mais

Grade de Agroquímicos

Grade de Agroquímicos Produção Integrada de Manga PI Manga Grade de Agroquímicos Fungicidas, inseticidas, acaricidas e agroquímicos de uso geral registrado no MAPA para uso na cultura da Manga. Os fungicidas, inseticidas, acaricidas

Leia mais

O INPEV O inpev neste CApÍtuLO gestão de pessoas Governança corporativa Administração e gestão financeira ASSOCiE-SE

O INPEV O inpev neste CApÍtuLO gestão de pessoas Governança corporativa Administração e gestão financeira ASSOCiE-SE O INPEV 7 O inpev G4-3, 4, 5, 6 e 7 Instituto coordena a destinação ambientalmente correta de embalagens vazias pós-consumo de defensivos agrícolas em todo o Brasil com as melhores práticas de governança

Leia mais

Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos PARA. Nota Técnica para divulgação dos resultados do PARA de 2008

Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos PARA. Nota Técnica para divulgação dos resultados do PARA de 2008 Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos PARA Nota Técnica para divulgação dos resultados do PARA de 2008 Brasília, 15 de abril de 2009 1 Introdução O Programa de Análise de Resíduos

Leia mais

A FORÇA DO COMPRADOR NA ADOÇÃO DE BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS. Setembro de 2014

A FORÇA DO COMPRADOR NA ADOÇÃO DE BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS. Setembro de 2014 ANEXO V A FORÇA DO COMPRADOR NA ADOÇÃO DE BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS Setembro de 2014 Algumas considerações Agricultura e abastecimento O desenvolvimento da agricultura é responsável pela evolução da humanidade.

Leia mais

Rua Roque Petrella,1146 Brooklin-São Paulo SP CEP.04581-051-Telefone (11) 5533.1026

Rua Roque Petrella,1146 Brooklin-São Paulo SP CEP.04581-051-Telefone (11) 5533.1026 PRIMEIRO DIA Somente Frutas Suco de frutas + 1 fruta Ex. suco de laranja com morango + 1{ mamão papaia DA MANHÃ 1 copo 250 ml Suco de melão + 1 fruta (ex. 1 ameixa ) Ex. Folhas de rúcula a vontade + 4

Leia mais

Cardápio do Berçário I (4 Meses a 1 ano) 1ª Semana

Cardápio do Berçário I (4 Meses a 1 ano) 1ª Semana Cardápio do Berçário I (4 Meses a 1 ano) 1ª Semana Matinal Papinha de mamão Papinha de pêra Papinha de banana Papinha de manga Papinha de maçã Papinha de carne moída com, beterraba e couve Papinha de batata

Leia mais

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES.

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES. PARA SABERMOS COMO A ALIMENTAÇÃO DEVE SER EQUILIBRADA, PRECISAMOS CONHECER A PIRÂMIDE ALIMENTAR, QUE É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS ALIMENTOS E SUAS QUANTIDADES QUE DEVEM ESTAR PRESENTES EM NOSSA DIETA

Leia mais

RELAÇÃO DOS PRODUTOS CADASTRADOS NA ADAB MARCA COMERCIAL EMPRESA CADASTRO REG. MAPA 2,4 D AMINA 72 ATANOR DO BRASIL LTDA 853/03 00005002 2,4 D FERSOL

RELAÇÃO DOS PRODUTOS CADASTRADOS NA ADAB MARCA COMERCIAL EMPRESA CADASTRO REG. MAPA 2,4 D AMINA 72 ATANOR DO BRASIL LTDA 853/03 00005002 2,4 D FERSOL RELAÇÃO DOS PRODUTOS CADASTRADOS NA ADAB MARCA COMERCIAL EMPRESA CADASTRO REG. MAPA 2,4 D AMINA 72 ATANOR DO BRASIL LTDA 853/03 00005002 2,4 D FERSOL FERSOL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA 624/00 00012288 2,4

Leia mais

Relatório de CNAEs do Regime de Estimativa por Operação e do Regime de Estimativa Simplificado (Carga Média)

Relatório de CNAEs do Regime de Estimativa por Operação e do Regime de Estimativa Simplificado (Carga Média) Relatório de CNAEs do Regime de Estimativa por Operação e do Regime de Estimativa Simplificado (Carga Média) 0111-3/01 Cultivo de arroz 0111-3/02 Cultivo de milho 0111-3/03 Cultivo de trigo 0111-3/99 Cultivo

Leia mais

ZONEAMENTO AGRÍCOLA DE RISCO CLIMÁTICO SPA/MAPA

ZONEAMENTO AGRÍCOLA DE RISCO CLIMÁTICO SPA/MAPA ZONEAMENTO AGRÍCOLA DE RISCO CLIMÁTICO SPA/MAPA III Reunião Técnica do CEMADEN Tema: Extremos Climáticos e Colapso de Produção Agrícola Fortaleza/CE 02 e 03 de abril de 2012 Antecedentes Altos índices

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL P. M. DE SAO JOSE DO HORTENCIO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL P. M. DE SAO JOSE DO HORTENCIO Licitação:PREGÃO PRESENCIAL Nro:6/2015 01a Via Pagina:1 Fornecedor: Data:07/07/2015 Endereço: Bairro: CNPJ: IE: Municipio: CEP: Telefone: Fax: 1 1,00 UN LOTE 01 - PÃES E PERECÍVEIS 2 1050,00 UN PÃO FRANCÊS

Leia mais

Cardápio 04.05 até 08.05.2015

Cardápio 04.05 até 08.05.2015 Cardápio 04.05 até 08.05.2015 COLAÇÃO Pera Suco de acerola Goiaba Suco de uva Manga pepino/carne moída com proteína de soja/ Berinjela cozida/ /inhame cozido/arroz/feijão Salada de tomate e repolho/frango

Leia mais

Evolução, Perspectivas e Desafios. J.C. Zukowski

Evolução, Perspectivas e Desafios. J.C. Zukowski SEAF Evolução, Perspectivas e Desafios J.C. Zukowski Coordenador Geral do SEAF SEGUROS AGRÍCOLAS NO BRASIL Emergência ou Básico Agricultura Familiar Agricultura Comercial Garantia-Safra Subsídio ao Prêmio

Leia mais

Cardápio de OUTUBRO 2015 PRÉ I e II - BARRA

Cardápio de OUTUBRO 2015 PRÉ I e II - BARRA 01/out 02/out Biscoito passatempo / Banana Alface lisa Vagem com champignon Berinjela com cebola e orégano Caldo verde Bife de panela Suco de goiaba Biscoito sal integral Maçã / Manga Maionese de legumes

Leia mais

ROTULAGEM Resolução SESA nº 748/2014

ROTULAGEM Resolução SESA nº 748/2014 ORIENTAÇÕES SOBRE ROTULAGEM Resolução SESA nº 748/2014 ORIENTAÇÕES SOBRE ROTULAGEM Resolução SESA nº 748/2014 Expediente: Textos: Elisangeles Souza e Marcos Andersen Revisão: Elisangeles Souza, Maria Silvia

Leia mais

CARDÁPIO JUNHO 2015. Sopa: Caldo verde ( alho, fubá, carne, óleo de soja, cebola, couve manteiga, tomate molho e ervas naturais)

CARDÁPIO JUNHO 2015. Sopa: Caldo verde ( alho, fubá, carne, óleo de soja, cebola, couve manteiga, tomate molho e ervas naturais) EXTERNATO SANTO ANTÔNIO 1ª SEMANA 01/06 (segunda-feira) 02/06 (terça-feira) 03/06 (quarta-feira) 04/06 (quinta-feira) 05/06 (sexta-feira) Leite com achocolatado Leite fermentado Iogurte CARDÁPIO JUNHO

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO O INPEV INSTITUTO NACIONAL DE PROCESSAMENTO DE EMBALAGENS VAZIAS ENTIDADE SEM FINS LUCRATIVOS CRIADA EM 2001 DESTINAÇÃO FINAL ADEQUADA DAS EMBALAGENS

Leia mais

O VENENO ESTA NA MESA: MODELO DE ALIMENTAÇÃO, AGRICULTURA E SAÚDE NO BRASIL

O VENENO ESTA NA MESA: MODELO DE ALIMENTAÇÃO, AGRICULTURA E SAÚDE NO BRASIL O VENENO ESTA NA MESA: MODELO DE ALIMENTAÇÃO, AGRICULTURA E SAÚDE NO BRASIL Marilia Carla de Mello Gaia 1 Qual a primeira coisa que nos vem à cabeça quando nos deparamos com as lindas frutas e legumes

Leia mais

CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 02 a 06 de NOVEMBRO. Lanche da Manhã Biscoito de aveia e mel Tostex (queijo e peito de peru) Pão de forma com margarina

CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 02 a 06 de NOVEMBRO. Lanche da Manhã Biscoito de aveia e mel Tostex (queijo e peito de peru) Pão de forma com margarina CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 02 a 06 de NOVEMBRO 02/11/2015 03/11/2015 04/11/2015 05/11/2015 06/11/2015 Biscoito de aveia e mel Tostex (queijo e peito de peru) Pão de forma com margarina Cereal Matinal

Leia mais

Protocolo Oficial de Boas Práticas Agropecuárias

Protocolo Oficial de Boas Práticas Agropecuárias Produção Integrada Agropecuária PI Brasil Protocolo Oficial de Boas Práticas Agropecuárias Agosto/2011 CUSTO DA POSIÇÃO DE DESTAQUE DA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA * Pode ter sido produzido com antibióticos

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL ISSN 1677-7042 Ano CXLVIII N o - 8 Brasília - DF, quarta-feira, 12 de janeiro de 2011. Sumário PÁGINA Presidência da República... 1 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento... 1 Ministério da

Leia mais

EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007

EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007 EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007 Resumo com base em dados publicados pela Andef- Associação Nacional das Empresas de Defensivos Agrícolas (ORGANIZADOS pelo Diretor executivo da ANDEF

Leia mais

2 As contribuições recebidas serão públicas e permanecerão à disposição de todos no site da Anvisa.

2 As contribuições recebidas serão públicas e permanecerão à disposição de todos no site da Anvisa. Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública n 217, de 28 de junho de 2016 D.O.U de 29/06/2016 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

Cardápio de Novembro 2015

Cardápio de Novembro 2015 03/nov 04/nov 05/nov 06/nov Biscoito passatempo sem recheio Maçã / thompson Suco de caju Biscoito de polvilho Suco de goiaba Biscoito leite e mel Maçã / Suco de tangerina Biscoito mini gergelim Banana

Leia mais

AGRICULTURA FAMILIAR NA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

AGRICULTURA FAMILIAR NA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR AGRICULTURA FAMILIAR NA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR P N A E 250 mil famílias poderão ser beneficiadas (estimativa) Cerca de R$1 bilhão 47 milhões de alunos da educação básica da rede pública GRANDE DESAFIO: AS

Leia mais

ITENS DA MERENDA ESCOLAR 2015

ITENS DA MERENDA ESCOLAR 2015 ITENS DA MERENDA ESCOLAR 2015 Nº ITEM UNIDADE DE MEDIDA 1 ABACATE 2 ABACAXI 3 ABÓBORA 4 ACHOCOLATADO EM PÓ EMBALAGEM DE 800G FARDO COM 24 PCT DE 400G 5 ACHOCOLATADO EM PÓ DIET EMBALAGEM DE 210G 6 ACHOCOLATADO

Leia mais

ANEXO MODELO DE PROPOSTA COMERCIALCOM VALORES

ANEXO MODELO DE PROPOSTA COMERCIALCOM VALORES ANEXO MODELO DE PROPOSTA COMERCIALCOM VALORES Itens Unid. QTD. Especificação detalhada dos Gêneros Alimentícios VALOR VALOR UNIT TOTAL ABACATE: Procedente de planta sadia, destinado ao consumo 4,18 6.311,80

Leia mais

Nº20. Radar. Tecnologia, Produção e Comércio Exterior. Diretoria de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação, Regulação e Infraestrutura

Nº20. Radar. Tecnologia, Produção e Comércio Exterior. Diretoria de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação, Regulação e Infraestrutura N o 20 0 6 / 2012 Nº20 Radar Tecnologia, Produção e Comércio Exterior Diretoria de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação, Regulação e Infraestrutura 0 6 / 2 0 1 2 Governo Federal Secretaria de Assuntos

Leia mais

Plano de alimentação para perder 3 KG por mês mas para alcançar esse objetivo tem que ser feito arrisca.

Plano de alimentação para perder 3 KG por mês mas para alcançar esse objetivo tem que ser feito arrisca. Plano de alimentação para perder 3 KG por mês mas para alcançar esse objetivo tem que ser feito arrisca. Exemplo: A hora é você que decide somente estou dando um exemplo de horário; Café da Manha 7h Antes

Leia mais

Efeito de acidez da água sobre produtos fitossanitários

Efeito de acidez da água sobre produtos fitossanitários Arbore/dng de triclorfom e o da água Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto Informativo 061 Efeito de acidez da água sobre produtos fitossanitários A qualidade da água é fator fundamental na eficácia

Leia mais

No Brasil, as frutas e

No Brasil, as frutas e FRUTAS E HORTALIÇAS: FONTE DE PRAZER E SAÚDE No Brasil, as frutas e hortaliças frescas são produzidas, em diferentes épocas do ano, por milhares de pequenos produtores, distribuídos por todo o país. A

Leia mais

Relatório de pesquisa agrícola

Relatório de pesquisa agrícola Relatório de pesquisa agrícola Título: Competição de fungicidas no manejo de doenças da soja. Objetivo: Avaliar o desempenho dos fungicidas comerciais no manejo de doenças na cultura da soja na safra 2013/14.

Leia mais

1. Manejo da Horta e Prevenção de Pragas

1. Manejo da Horta e Prevenção de Pragas 1. Manejo da Horta e Prevenção de Pragas Em agricultura orgânica sempre se busca o equilíbrio ecológico e a prevenção de problemas que afetam a saúde das plantas. Através do uso de algumas técnicas simples

Leia mais

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DO CRÉDITO RURAL - 2008

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DO CRÉDITO RURAL - 2008 5.1.1.4 - ATIVIDADE E FINALIDADE - ITEM - UNIDADE DA FEDERAÇÃO PRODUTOS (ITENS S) ACRE CUSTEIO Lavoura AMENDOIM 26 313.447,50 288,00 ARROZ DE SEQUEIRO 90 115.247,33 247,72 CUPUACU 1 180.00 135,00 FEIJAO

Leia mais

Na mesma reunião foram realizadas as seguintes considerações que envolvem a Helicoverpa armigera:

Na mesma reunião foram realizadas as seguintes considerações que envolvem a Helicoverpa armigera: NOTA DE ESCLARECIMENTO - DTE/FAEP 19/11/13 A EMBRAPA e a ADAPAR com apoio do Sistema FAEP/SENAR estão realizando o Projeto de Monitoramento e identificação da Helicoverpa armigera Paraná safra 2013/2014.

Leia mais

A INDÚSTRIA DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS

A INDÚSTRIA DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS A INDÚSTRIA DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS INOVAÇÃO E CONTRIBUIÇÕES PARA O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Edivandro Seron Associação Nacional Defesa Vegetal ANDEF VIII Reunião da Câmara Setorial de Oleaginosas e Biodiesel

Leia mais

Legislação Federal e o Sistema de Registro de Agrotóxicos no Brasil

Legislação Federal e o Sistema de Registro de Agrotóxicos no Brasil Seminário Legislação de Agrotóxicos, Receituário Agronomico, Comercialização e Uso - Aspectos Técnicos e Legais Legislação Federal e o Sistema de Registro de Agrotóxicos no Brasil Engº Agrº Júlio Sérgio

Leia mais

Cardápio de OUTUBRO 2015 Berçário e Maternal - BARRA

Cardápio de OUTUBRO 2015 Berçário e Maternal - BARRA 01/out 02/out Biscoito passatempo / Alface lisa Vagem com champignon Berinjela com cebola e orégano Caldo verde Bife de panela Suco de goiaba Biscoito sal integral Maçã / Manga Maionese de legumes com

Leia mais

A PRODUÇÃO INTEGRADA DE CITROS - PIC Brasil

A PRODUÇÃO INTEGRADA DE CITROS - PIC Brasil A PRODUÇÃO INTEGRADA DE CITROS - PIC Brasil Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico José Antonio Alberto da Silva Pesquisador Científico APTA-Colina Coordenador da PIC no Estado de

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - www.anvisa.gov.br

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - www.anvisa.gov.br Page 1 of 5 Destaques do governo FAÇA SUA BUSCA AQUI INÍCIO A AGÊNCIA SALA DE IMPRENSA SERVIÇOS ALERTAS E INFORMES LEGISLAÇÃO EDUCAÇÃO E CONHECIMENTO CIDADÃO PROFISSIONAL DE SAÚDE SETOR REGULADO TAMANHO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n.º 175/COGPA/SEAE/MF MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Brasília, 2 de setembro de 2003. Referência: Ofício nº 4548/2001/SDE/GAB, de 26 de outubro de 2001. Assunto:

Leia mais