CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COACHING

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COACHING"

Transcrição

1

2 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COACHING

3 Base Legal Artigos 593 a 609 Novo Código Civil; Código de Defesa do Consumidor Art A prestação de serviço, que não estiver sujeita às leis trabalhistas ou a lei especial, reger-se-á pelas disposições deste Capítulo. Art Toda a espécie de serviço ou trabalho lícito, material ou imaterial, pode ser contratada mediante retribuição.

4 Definição Legal Consumidor e Prestador de Serviços Art. 2 Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final. Parágrafo único. Equipara-se a consumidor a coletividade de pessoas, ainda que indetermináveis, que haja intervindo nas relações de consumo. Art. 3 Fornecedor é toda pessoa física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira, bem como os entes despersonalizados, que desenvolvem atividade de produção, montagem, criação, construção, transformação, importação, exportação, distribuição ou comercialização de produtos ou prestação de serviços.

5 CDC - Práticas Comerciais Art. 30. Toda informação ou publicidade, suficientemente precisa, veiculada por qualquer forma ou meio de comunicação com relação a produtos e serviços oferecidos ou apresentados, obriga o fornecedor que a fizer veicular ou dela se utilizar e integra o contrato que vier a ser celebrado. Art. 31. A oferta e apresentação de produtos ou serviços devem assegurar informações corretas, claras, precisas, ostensivas e em língua portuguesa sobre suas características, qualidades, quantidade, composição, preço, garantia, prazos de validade e origem, entre outros dados, bem como sobre os riscos que apresentam à saúde e segurança dos consumidores.

6 CDC Proteção Contratual Consumidor Art. 46. Os contratos que regulam as relações de consumo não obrigarão os consumidores, se não lhes for dada a oportunidade de tomar conhecimento prévio de seu conteúdo, ou se os respectivos instrumentos forem redigidos de modo a dificultar a compreensão de seu sentido e alcance. Art. 47. As cláusulas contratuais serão interpretadas de maneira mais favorável ao consumidor. Art. 48. As declarações de vontade constantes de escritos particulares, recibos e pré-contratos relativos às relações de consumo vinculam o fornecedor, ensejando inclusive execução específica, nos termos do art. 84 e parágrafos.

7 CDC Cláusulas Abusivas Art. 51. São nulas de pleno direito, entre outras, as cláusulas contratuais relativas ao fornecimento de produtos e serviços que: I - impossibilitem, exonerem ou atenuem a responsabilidade do fornecedor por vícios de qualquer natureza dos produtos e serviços ou impliquem renúncia ou disposição de direitos. Nas relações de consumo entre o fornecedor e o consumidor pessoa jurídica, a indenização poderá ser limitada, em situações justificáveis; II - subtraiam ao consumidor a opção de reembolso da quantia já paga, nos casos previstos neste código; III - transfiram responsabilidades a terceiros; IV - estabeleçam obrigações consideradas iníquas, abusivas, que coloquem o consumidor em desvantagem exagerada, ou sejam incompatíveis com a boa-fé ou a eqüidade;

8 CDC Contratos de Adesão Art. 54. Contrato de adesão é aquele cujas cláusulas tenham sido aprovadas pela autoridade competente ou estabelecidas unilateralmente pelo fornecedor de produtos ou serviços, sem que o consumidor possa discutir ou modificar substancialmente seu conteúdo. 1 A inserção de cláusula no formulário não desfigura a natureza de adesão do contrato. 2 Nos contratos de adesão admite-se cláusula resolutória, desde que a alternativa, cabendo a escolha ao consumidor, ressalvando-se o disposto no 2 do artigo anterior. 3 Os contratos de adesão escritos serão redigidos em termos claros e com caracteres ostensivos e legíveis, cujo tamanho da fonte não será inferior ao corpo doze, de modo a facilitar sua compreensão pelo consumidor. (Redação dada pela nº , de 2008) 4 As cláusulas que implicarem limitação de direito do consumidor deverão ser redigidas com destaque, permitindo sua imediata e fácil compreensão.

9 Requisitos Contrato Serviços O contrato de prestação de serviços é consensual; portanto, tem forma livre (escrita, verbal, mímica ou tácita), bastando que haja a vontade das partes para que seja celebrado. Partes capazes de contrair obrigações.

10 Cláusulas Contrato Serviços Partes Objeto Remuneração Direitos e Obrigações Vigência e Rescisão Foro

11 Cláusulas Específicas Coaching Ressalvar que o contrato independe de resultado obtido por parte do COACHEE. Distinguir serviços de Coaching de atividades de aconselhamento, terapia, psicoterapia, psicanálise, diagnóstico, tratamento de doenças físicas ou mentais, entre outras atividades de natureza médica, jurídica e espiritual.

12 Prazo para Rescisão Art Não havendo prazo estipulado, nem se podendo inferir da natureza do contrato, ou do costume do lugar, qualquer das partes, a seu arbítrio, mediante prévio aviso, pode resolver o contrato. Parágrafo único. Dar-se-á o aviso: I - com antecedência de oito dias, se o salário se houver fixado por tempo de um mês, ou mais; II - com antecipação de quatro dias, se o salário se tiver ajustado por semana, ou quinzena; III - de véspera, quando se tenha contratado por menos de sete dias

Direito do Consumidor

Direito do Consumidor Direito do Consumidor Cláusulas Abusivas Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br www.estudaquepassa.com.br Direito do Consumidor LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990 CÓDIGO DE DEFESA

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica O CONTRATO DE ADESÃO NAS RELAÇÕES DE CONSUMO. Letícia Mariz de Oliveira Advogada

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica O CONTRATO DE ADESÃO NAS RELAÇÕES DE CONSUMO. Letícia Mariz de Oliveira Advogada TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica O CONTRATO DE ADESÃO NAS RELAÇÕES DE CONSUMO Letícia Mariz de Oliveira Advogada Numa economia de escala, cada vez mais globalizada, diante da necessidade de simplificação

Leia mais

LEI Nº , DE 8 DE OUTUBRO DE 2008

LEI Nº , DE 8 DE OUTUBRO DE 2008 LEI Nº 11.795, DE 8 DE OUTUBRO DE 2008 Dispõe sobre o Sistema de Consórcio. CAPÍTULO III DO FUNCIONAMENTO DO GRUPO Seção III Das Contemplações Art. 24. O crédito a que faz jus o consorciado contemplado

Leia mais

E-commerce e o Direito do Consumidor

E-commerce e o Direito do Consumidor E-commerce e o Direito do Consumidor Palestrante: Felipe Gustavo Braiani Santos Advogado atuante no direito do consumidor, formado pela UCDB, especializando em Direito Processual Civil pela UNISC. Servidor

Leia mais

LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990

LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990 O PRESIDENTE DA REPÚBLICA LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990 Dispõe sobre a Proteção do Consumidor e dá outras providências. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº DE 2011 (Do Sr. André Moura)

PROJETO DE LEI Nº DE 2011 (Do Sr. André Moura) PROJETO DE LEI Nº DE 2011 (Do Sr. André Moura) Proíbe a cobrança da taxa de reserva, ou taxa de matrícula, cobrado antecipadamente, anterior à prestação dos serviços educacionais, com vistas a garantir

Leia mais

CONSERTO DE PRODUTOS PERDA DA POSSE/PROPRIEDADADE DO PRODUTO PELO ABANDONO PRÁTICA COMERCIAL ABUSIVA.

CONSERTO DE PRODUTOS PERDA DA POSSE/PROPRIEDADADE DO PRODUTO PELO ABANDONO PRÁTICA COMERCIAL ABUSIVA. CONSERTO DE PRODUTOS PERDA DA POSSE/PROPRIEDADADE DO PRODUTO PELO ABANDONO PRÁTICA COMERCIAL ABUSIVA. Plínio Lacerda Martins Titular da Promotoria de Justiça do Consumidor da Cidade de Juiz de Fora MG

Leia mais

Projeto de Lei nº de (Do Sr. Marcos Rotta)

Projeto de Lei nº de (Do Sr. Marcos Rotta) Projeto de Lei nº de 2016 (Do Sr. Marcos Rotta) Dispõe sobre a proibição de imposição da cobrança de consumação mínima em casas noturnas, bares, boates, restaurantes e congêneres e dá outras providências

Leia mais

DIREITO DO CONSUMIDOR

DIREITO DO CONSUMIDOR DIREITO DO CONSUMIDOR LEI 8.078/90 PROFº SARMENTO TUTELAS DO CDC CONCEITOS E PRINCÍPIOS CIVIL (ART. 8º AO 54) ADMINISTRATIVA (ART. 55 AO 60) CRIMINAL (ART. 61 AO 80) JURISDICIONAL (ART. 81 AO 104) FUNDAMENTOS

Leia mais

O EMPRESÁRIO E OS DIREITO DO CONSUMIDOR

O EMPRESÁRIO E OS DIREITO DO CONSUMIDOR As relações e os contratos dos consumidores com os empresários estavam disciplinados no Código Civil ou Código Comercial Advento do Código de Defesa do Consumidor (CDC) Lei 8.078/90 Relação de consumo

Leia mais

Gabinete Senador ACIR GURGACZ PARECER Nº, DE RELATOR: Senador ACIR GURGACZ

Gabinete Senador ACIR GURGACZ PARECER Nº, DE RELATOR: Senador ACIR GURGACZ PARECER Nº, DE 2016 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 463, de 2011, do Senador Humberto Costa, que acrescenta arts. 46-A e 74-A

Leia mais

Título I do Código de Proteção e Defesa do Consumidor

Título I do Código de Proteção e Defesa do Consumidor 0 Título I do Código de Proteção e Defesa do Consumidor Título I - Dos Direitos do Consumidor Capítulos I VI 1 TÍTULO I Dos Direitos do Consumidor CAPÍTULO I Disposições Gerais Art. 1 O presente código

Leia mais

Bancário Direito do Consumidor Paulo Ellery Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Bancário Direito do Consumidor Paulo Ellery Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Bancário Direito do Consumidor Paulo Ellery 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Caixa Econômica DIR. DO CONSUMIDOR TÍTULO I Dos Direitos do Consumidor CAPÍTULO

Leia mais

Bancário Direito do Consumidor Paulo Ellery Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Bancário Direito do Consumidor Paulo Ellery Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Bancário Direito do Consumidor Paulo Ellery 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. BANCO DO BRASIL DIR. DO CONSUMIDOR TÍTULO I Dos Direitos do Consumidor CAPÍTULO

Leia mais

AULA 11: DIREITO DO CONSUMIDOR I

AULA 11: DIREITO DO CONSUMIDOR I AULA 11: DIREITO DO CONSUMIDOR I Prof. Thiago Gomes Você é consumidor? Posso ser consumidor sem ter comprado nada? Comprei um pijama pela internet e recebi uma pantufa rosa.quais são meus direitos? 1 Nas

Leia mais

FUNDAÇÃO PROCON SÃO PAULO

FUNDAÇÃO PROCON SÃO PAULO APRESENTAÇÃO No ano em que o Código de Defesa do Consumidor completa 21 anos e o Procon-SP comemora seus 35, lançamos este CDC de bolso para que os consumidores possam ter sempre à mão os temas usualmente

Leia mais

CASO DE CONTRATOS EMPRESARIAIS

CASO DE CONTRATOS EMPRESARIAIS Faculdade de Economia e Administração Universidade de São Paulo Atividade de Monitoria 12/05/2016 Prof. Vinícius Marques de Carvalho CASO DE CONTRATOS EMPRESARIAIS Alfa Automores Ltda. tem como atividade

Leia mais

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR. 1) TEORIA UNITÁRIA: não há preocupação legislativa se é de norma legal ou contratual no tocante ao CDC.

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR. 1) TEORIA UNITÁRIA: não há preocupação legislativa se é de norma legal ou contratual no tocante ao CDC. 1 CDC PONTO 1: RESPONSABILIDADE CIVIL NO CDC PONTO 2: a) TEORIAS E RESPONSABILIDADE POR DEFEITO b) RESPONSABILIDADE POR VÍCIO A RESPONSABILIDADE CIVIL NO CDC: 1) TEORIA UNITÁRIA: não há preocupação legislativa

Leia mais

Direito do Consumidor Prof. Aline Baptista Santiago

Direito do Consumidor Prof. Aline Baptista Santiago Direito do Consumidor Prof. Aline Baptista Santiago A disciplina de Direito do Consumidor será cobrada juntamente com Direito Civil em 22 das 100 questões da prova objetiva. Com base na ementa da disciplina

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE O TRANSPORTE AÉREO DE PASSAGEIROS

ORIENTAÇÕES SOBRE O TRANSPORTE AÉREO DE PASSAGEIROS ORIENTAÇÕES SOBRE O TRANSPORTE AÉREO DE PASSAGEIROS ENTENDA O QUE É UMA RELAÇÃO JURÍDICA DE CONSUMO Entende-se por relação jurídica de consumo a manifestação havida entre uma determinada pessoa (consumidor),

Leia mais

A Adesão Informada. José Carlos Maldonado de Carvalho Desembargador do TJ/RJ.

A Adesão Informada. José Carlos Maldonado de Carvalho Desembargador do TJ/RJ. A Adesão Informada José Carlos Maldonado de Carvalho Desembargador do TJ/RJ. 1. INTRODUÇÃO A celeridade com que o mercado de consumo vem se desenvolvendo neste Século inaugural de um terceiro milênio,

Leia mais

DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR APOIO:

DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR APOIO: PRODUÇÃO: Associação Brasileira de Defesa do Consumidor e Trabalhador Rua Senador Dantas, 75 Grupo1607 - Rio de Janeiro - RJ. Rua Maestro Felício Toledo, 495, Sala 213 - Niterói - RJ. Rua Dr. Francisco

Leia mais

DIREITO DIGITAL LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE /10/2016 CÓDIGO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR. Social Commerce

DIREITO DIGITAL LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE /10/2016 CÓDIGO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR. Social Commerce Direito Digital Social Commerce Também conhecido como Comércio Social, é uma modalidade de comércio eletrônico que trabalha o relacionamento interpessoal, indo além da simples transação comercial. Exemplos

Leia mais

AULA 03: PRÁTICAS COMERCIAIS. Prof. Thiago Gomes

AULA 03: PRÁTICAS COMERCIAIS. Prof. Thiago Gomes AULA 03: PRÁTICAS COMERCIAIS Prof. Thiago Gomes 1. CONTEXTUALIZAÇÃO 2. CONCEITO DE OFERTA (Art.30,CDC) Toda informação ou publicidade, suficientemente precisa, veiculada por qualquer forma ou meio de comunicação

Leia mais

Tema 5. Proteção Contratual no Direito do Consumidor. Pablo Jiménez Serrano*

Tema 5. Proteção Contratual no Direito do Consumidor. Pablo Jiménez Serrano* 1 Tema 5. Proteção Contratual no Direito do Consumidor. Pablo Jiménez Serrano* Conteúdo: 1. Proteção Contratual. 2. Tipo de contrato: o contrato de adesão. 3. Fundamento principiológico da contratação

Leia mais

Direito do Consumidor

Direito do Consumidor Direito do Consumidor (Lei n. 8.078 de 11 de setembro de 1990) Fernanda Theophilo Carmona Kincheski nandatc@terra.com.br Partes na Relação de Consumo Consumidor: Art. 2. Consumidor é toda pessoa física

Leia mais

Tropa de Elite - Polícia Civil Legislação Penal Especial Código de Defesa do Consumidor - Parte Criminal Liana Ximenes

Tropa de Elite - Polícia Civil Legislação Penal Especial Código de Defesa do Consumidor - Parte Criminal Liana Ximenes Tropa de Elite - Polícia Civil Legislação Penal Especial Código de Defesa do Consumidor - Parte Criminal Liana Ximenes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Código

Leia mais

Art. 2º. Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final.

Art. 2º. Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final. LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990 Nota: Lei regulamentada pelo Decreto nº 2.181, de 20.03.1997. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. Faço saber

Leia mais

SELEÇÃO DE ESTÁGIO PROCON ESTADUAL DA PARAÍBA PROCON/PB FACULDADE REINALDO RAMOS - CESREI. Informações gerais

SELEÇÃO DE ESTÁGIO PROCON ESTADUAL DA PARAÍBA PROCON/PB FACULDADE REINALDO RAMOS - CESREI. Informações gerais SELEÇÃO DE ESTÁGIO PROCON ESTADUAL DA PARAÍBA PROCON/PB FACULDADE REINALDO RAMOS - CESREI Informações gerais Você receberá do fiscal de sala o material descrito a seguir: a) uma folha destinada às respostas

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Visões Gerais acerca do Código de Defesa do Consumidor Fernanda Maria Gundes Salazar* O que é? O Código de Defesa do Consumidor, na verdade Código de Proteção e Defesa do Consumidor

Leia mais

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Questões Comentadas Segue às questões da Vunesp do concurso de procurador municipal, devidamente comentada. Cargo de confiança 1) A determinação do empregador para que

Leia mais

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO

Prof. Me. Edson Guedes. Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO Prof. Me. Edson Guedes Unidade II INSTITUIÇÕES DE DIREITO 5. Direito Civil Unidade II 5.1 Da validade dos negócios jurídicos; 5.2 Responsabilidade civil e ato ilícito; 5. Direito Civil 5.1 Da validade

Leia mais

SUMÁRIO. 1.ª Parte DIREITO MATERIAL. Flávio Tartuce 1. O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR E SUA POSIÇÃO NO ORDENA- MENTO JURÍDICO BRASILEIRO

SUMÁRIO. 1.ª Parte DIREITO MATERIAL. Flávio Tartuce 1. O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR E SUA POSIÇÃO NO ORDENA- MENTO JURÍDICO BRASILEIRO SUMÁRIO 1.ª Parte DIREITO MATERIAL Flávio Tartuce 1. O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR E SUA POSIÇÃO NO ORDENA- MENTO JURÍDICO BRASILEIRO 1.1. Primeiras palavras sobre o Código de Defesa do Consumidor.

Leia mais

Prova de ª Questão:. Assinale, dentre as proposições abaixo, a correta:

Prova de ª Questão:. Assinale, dentre as proposições abaixo, a correta: Prova de 2006 1ª Questão:. Assinale, dentre as proposições abaixo, a correta: I. Nas relações de consumo entre o fornecedor e o consumidor-pessoa jurídica, a indenização poderá ser limitada, em situações

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS DO INSTITUTO ENSINAR DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

REGULAMENTO DE COMPRAS DO INSTITUTO ENSINAR DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL REGULAMENTO DE COMPRAS DO INSTITUTO ENSINAR DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento tem por objetivo definir os critérios e as condições a serem observados

Leia mais

CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO

CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO Contrato individual de trabalho é o acordo, tácito ou expresso, correspondente à relação de emprego. Relação de emprego entre EMPREGADOR e EMPREGADO. DEFINIÇÃO LEGAL: O

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0007597-30.2014.8.19.0000 Agravante: EDUARDO DE JESUS CARDOSO Agravado: BANCO MERCANTIL DO BRASIL S/A

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A LEALDADE NO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR QUANTO AOS CONTRATOS DE ADESÃO. IVENS SÁ DE CASTRO SOUSA* SUMÁRIO. INTRODUÇÃO 1. MUDANÇAS TRAZIDAS PELO CDC 2. INTERPRETAÇÃO À LUZ DO

Leia mais

ESTRUTURA RELAÇÃO OBRIGACIONAL RELAÇÃO OBRIGACIONAL RELAÇÃO JURIDICA DE DIREITO REAL SUJ. ATIVO VINC SUJ. PASSIVO = VINCULO

ESTRUTURA RELAÇÃO OBRIGACIONAL RELAÇÃO OBRIGACIONAL RELAÇÃO JURIDICA DE DIREITO REAL SUJ. ATIVO VINC SUJ. PASSIVO = VINCULO 1 PONTO 1: OBRIGAÇÕES PONTO 2: a) ESTRUTURA DA RELAÇÃO OBRIGACIONAL PONTO 3: b) PRINCÍPIOS DO DIREITO OBRIGACIONAL ESTRUTURA RELAÇÃO OBRIGACIONAL RELAÇÃO OBRIGACIONAL RELAÇÃO JURIDICA DE DIREITO REAL SUJ.

Leia mais

LEI Nº , DE 20 DE JULHO DE 2010.

LEI Nº , DE 20 DE JULHO DE 2010. LEI Nº 12.291, DE 20 DE JULHO DE 2010. Torna obrigatória a manutenção de exemplar do Código de Defesa do Consumidor nos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Leia mais

Direito e legislação. Tópico III Direito das obrigações Contratos

Direito e legislação. Tópico III Direito das obrigações Contratos Direito e legislação Tópico III Direito das obrigações Contratos Direito das Obrigações Credor Devedor Espécies das Obrigações Obrigação de dar (certa e incerta) Coisa Certa é aquela em que o devedor se

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. Texto compilado Mensagem de veto Regulamento Regulamento Regulamento Vigência (Vide Decreto

Leia mais

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR LEI N.º 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. Faço saber que o Congresso Nacional decreta

Leia mais

O SUPERENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR. Professora Maria Eugênia Finkelstein

O SUPERENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR. Professora Maria Eugênia Finkelstein O SUPERENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR Professora Maria Eugênia Finkelstein SUPERENDIVIDAMENTO A relação entre a concessão de crédito e a inadimplência do consumidor pode ser vislumbrada neste gráfico elaborado

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM A PROTEÇAO CONTRATUAL NAS RELAÇÕES DE CONSUMO

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM A PROTEÇAO CONTRATUAL NAS RELAÇÕES DE CONSUMO UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM A PROTEÇAO CONTRATUAL NAS RELAÇÕES DE CONSUMO Por: RAIMUNDO SILVA RODRIGUES Orientador Prof. WILLIAM ROCHA Rio de Janeiro 2012

Leia mais

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR Código de Defesa Do Consumidor Regulamentado em 1990, o Código de Defesa do Consumidor CDC se tornou um marco nas relações entre clientes e empresas. A Oi reconhece a importância

Leia mais

A APLICABILIDADE DO CÓDIGO CIVIL E DO CÓDIGO DE DEFESA CONSUMIDOR NOS CONTRATOS DE COMPRA E VENDA.

A APLICABILIDADE DO CÓDIGO CIVIL E DO CÓDIGO DE DEFESA CONSUMIDOR NOS CONTRATOS DE COMPRA E VENDA. A APLICABILIDADE DO CÓDIGO CIVIL E DO CÓDIGO DE DEFESA CONSUMIDOR NOS CONTRATOS DE COMPRA E VENDA. Daiele dos Santos KAIZER Danuza Aguiar AFFONSO Fernanda Barbosa RAMIRES INTRODUÇÃO Este trabalho possui

Leia mais

Atendimento Legislação. Ricardo M. Rico Nunes

Atendimento Legislação. Ricardo M. Rico Nunes Atendimento Legislação Ricardo M. Rico Nunes Lei nº 8.078/90 - Código de Defesa do Consumidor Definições básicas Art. 1º a 3º Consumidor = PF ou PJ que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário

Leia mais

Direitos Básicos do Consumidor

Direitos Básicos do Consumidor AULA 04: DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR Prof. Thiago Gomes QUESTÃO DO DIA Idineltiston Pereira, durante o tempo que morou Cruzeiro/SP, contraiu a dengue. Considerando a elevação dos casos da doença e receoso

Leia mais

Aspectos de proteção contratual, administrativa e criminal.

Aspectos de proteção contratual, administrativa e criminal. Defesa do Consumidor em Juízo. Ações de responsabilidade e Coisa Julgada. Nas unidades anteriores verificamos as implicações da lei no dia a dia do consumidor, como as garantias, o cadastro de inadimplentes

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica A RESPONSABILIDADE DO COMERCIANTE POR ACIDENTES DE CONSUMO. Letícia Mariz de Oliveira Advogada

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica A RESPONSABILIDADE DO COMERCIANTE POR ACIDENTES DE CONSUMO. Letícia Mariz de Oliveira Advogada TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica A RESPONSABILIDADE DO COMERCIANTE POR ACIDENTES DE CONSUMO Letícia Mariz de Oliveira Advogada A Seção II (Da Responsabilidade pelo Fato do Produto e do Serviço), do

Leia mais

Dos Direitos do Consumidor

Dos Direitos do Consumidor Disposições Gerais TÍTULO I Dos Direitos do Consumidor CAPÍTULO I Art. 1º O presente código estabelece normas de proteção e defesa do consumidor, de ordem pública e interesse social, nos termos dos arts.

Leia mais

Código de Proteção e Defesa do Consumidor

Código de Proteção e Defesa do Consumidor Código de Proteção e Defesa do Consumidor E Legislação Correlata Senado Federal Senador ACIR GURGACZ Código de Proteção e Defesa do Consumidor e Legislação Correlata Dispositivos Constitucionais Pertinentes

Leia mais

Exercícios CDC Banco do Brasil

Exercícios CDC Banco do Brasil Exercícios CDC Banco do Brasil 1. (CESPE/BB/Escriturário/2008/002) Julgue os itens seguintes, acerca do Código de Defesa do Consumidor O consumidor que sofrer dano físico grave por manusear objeto que

Leia mais

TERMO DE ADESÃO ASSINATURA JORNAL CORREIO BRAZILIENSE

TERMO DE ADESÃO ASSINATURA JORNAL CORREIO BRAZILIENSE TERMO DE ADESÃO ASSINATURA JORNAL CORREIO BRAZILIENSE Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de Direito, a S/A CORREIO BRAZILIENSE, com sede no SIG Q 02 lote 304, CEP 70610-901, Brasília/DF,

Leia mais

Contrato de Mediação de Exportação

Contrato de Mediação de Exportação Contrato de Mediação de Exportação IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATANTE: (Nome da Contratante), com sede em (xxx), na Rua (xxx), nº (xxx), bairro (xxx), Cep (xxx), no Estado (xxx), inscrita

Leia mais

CONTRATO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS SOBRE OBRA LITERÁRIA QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO QUALIFICADAS.

CONTRATO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS SOBRE OBRA LITERÁRIA QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO QUALIFICADAS. CONTRATO DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS SOBRE OBRA LITERÁRIA QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO QUALIFICADAS. Pelo presente instrumento particular de CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS, de um lado, pessoa jurídica

Leia mais

DIREITO CIVIL III - CONTRATOS CONTRATOS TEORIA GERAL DOS. Interpretação Contratual (Hermenêutica) 24/09/09 Prof a. Esp.

DIREITO CIVIL III - CONTRATOS CONTRATOS TEORIA GERAL DOS. Interpretação Contratual (Hermenêutica) 24/09/09 Prof a. Esp. DIREITO CIVIL III - CONTRATOS TEORIA GERAL DOS CONTRATOS Interpretação Contratual (Hermenêutica) 24/09/09 Prof a. Esp. Helisia Góes CONCEITOS RELEVANTES INTERPRETAR é estender ou explicar o sentido, as

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. Regulamento (Vide Decreto nº 6.523, de 2008). Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras

Leia mais

Código de Defesa do Consumidor

Código de Defesa do Consumidor Código de Defesa do Consumidor Fortalecendo o Comércio de Bens, Serviços e Turismo Código de Defesa do Consumidor A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais FECOMÉRCIO

Leia mais

Noções do Código da Defesa do Consumidor

Noções do Código da Defesa do Consumidor Professor Luiz Antonio de Carvalho Noções do Código da Defesa do Consumidor Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. Dispõe sobre a

Leia mais

Contrato de Trabalho Prazo Indeterminado e Prazo Determinado. Prof.ª Rosana Abbud

Contrato de Trabalho Prazo Indeterminado e Prazo Determinado. Prof.ª Rosana Abbud Contrato de Trabalho Prazo Indeterminado e Prazo Determinado Prof.ª Rosana Abbud Contrato de Trabalho Contrato É o acordo de vontades, seja ele tácito ou expresso, por meio do qual as partes contratantes

Leia mais

pcdlegal.com.br Código de defesa do consumidor

pcdlegal.com.br Código de defesa do consumidor pcdlegal.com.br Código de defesa do consumidor Código de defesa do consumidor Coordenação do Projeto: Ministério Público do Trabalho no Espírito Santo Revisão: Mauro Lúcio Nascimento e Wendell Luís Táboas

Leia mais

CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL, que entre sim fazem, como. Representada...,e como REPRESENTANTE...,QUALIFICADOS NA FORMA

CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL, que entre sim fazem, como. Representada...,e como REPRESENTANTE...,QUALIFICADOS NA FORMA MODELO DE CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL, que entre sim fazem, como Representada...,e como REPRESENTANTE...,QUALIFICADOS NA FORMA ABAIXO: Pelo presente instrumento

Leia mais

CONTRATO Nº. 264/2015

CONTRATO Nº. 264/2015 CONTRATO Nº. 264/2015 LOCAÇÃO DE VEÍCULOS PARA TRANSPORTE ESCOLAR, QUE NA FORMA ABAIXO FAZEM ENTRE SI: A FIMES FUNDAÇÃO INTEGRADA MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR, fundação pública municipal criada pela Lei

Leia mais

DIREITO DO CONSUMIDOR II

DIREITO DO CONSUMIDOR II DIREITO DO CONSUMIDOR II PRÁTICAS COMERCIAIS: PUBLICIDADE Prof. Thiago Gomes Conceito Considera-se propaganda qualquer forma remunerada de difusão de ideias, mercadorias, produtos ou serviços, por parte

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DO PRAZO O prazo de vigência do presente instrumento é de 8 (oito) meses, a partir de sua data de assinatura.

CLÁUSULA SEGUNDA - DO PRAZO O prazo de vigência do presente instrumento é de 8 (oito) meses, a partir de sua data de assinatura. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICAÇÕES, QUE ENTRE SI CELEBRAM a CÂMARA MUNICIPAL DE ARAXÁ E A IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS, SOB O Nº: 08/2015. A Câmara Municipal de Araxá, inscrita

Leia mais

Pelo presente instrumento, são partes, de um lado

Pelo presente instrumento, são partes, de um lado CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA, CONSULTORIA E INTERMEDIAÇÃO Pelo presente instrumento, são partes, de um lado LOCADORA DE VEICULOS LTDA. LOCADORA RENT, pessoa jurídica de direito privado,

Leia mais

REGULAMENTO DUX COWORKING E FREELANCER PARCERIA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS São Paulo, 03 de dezembro de TÍTULO I GENERALIDADES

REGULAMENTO DUX COWORKING E FREELANCER PARCERIA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS São Paulo, 03 de dezembro de TÍTULO I GENERALIDADES REGULAMENTO DUX COWORKING E FREELANCER PARCERIA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS São Paulo, 03 de dezembro de 2012. TÍTULO I GENERALIDADES CONSIDERANDO a intenção de atender, com excelência, as demandas do

Leia mais

Concessão, Permissão e Autorização de Serviço Público. Diana Pinto e Pinheiro da Silva

Concessão, Permissão e Autorização de Serviço Público. Diana Pinto e Pinheiro da Silva Concessão, Permissão e Autorização de Serviço Público Diana Pinto e Pinheiro da Silva 1. Execução de Serviço Público Execução de serviço público Dificuldade de definição [...] o conceito de serviço público

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires LEI Nº 5.369, DE 04 DE SETEMBRO DE 2013 Autoriza o Poder Executivo a celebrar convênio para repasse de recursos financeiros, constituído de Contribuição à Instituição Sinodal de Assistência, Educação e

Leia mais

Contratação de Agente Comercial no Exterior

Contratação de Agente Comercial no Exterior Unidade de Projetos Termo de Referência sobre Contratação de Agente Comercial no Exterior REVISTO E ATUALIZADO Março de 2013 Elaborado por: Apex-Brasil Pág: 1 GESTOR DE PROJETO Richard Sabah COORDENADOR

Leia mais

Tribunais Direito do Consumidor Paulo Ellery Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Tribunais Direito do Consumidor Paulo Ellery Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Direito do Consumidor Paulo Ellery 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. DIREITO DO CONSUMIDOR Tribunais 2012 - FCC PROF. PAULO ELLERY ORGANIZANDO O CONTEÚDO

Leia mais

Caminho Jurídico do Empreendedor

Caminho Jurídico do Empreendedor Caminho Jurídico do Empreendedor Introdução Início de Atividade Empresária requer: Modelo de empresas/tipos societários; Contrato social, Registro de marcas e patentes; Elaboração e estudo de contratos

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DO INSTITUTO ODEON CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DO INSTITUTO ODEON CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DO INSTITUTO ODEON CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento tem por objetivo definir os critérios e as condições a serem observados pelo INSTITUTO

Leia mais

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO

ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO ANEXO I MINUTA DE CONTRATO ADMINISTRATIVO O MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA URTIGA-RS, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ sob nº 90.483.082/0001-65, com sede na Avenida Professor Zeferino, n.

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº.: 019/2014 CONTRATO Nº 033/2014

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº.: 019/2014 CONTRATO Nº 033/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº.: 019/2014 CONTRATO Nº 033/2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE, Estado de Pernambuco,

Leia mais

COLETA DE PREÇOS nº 01/2014

COLETA DE PREÇOS nº 01/2014 COLETA DE PREÇOS nº 01/2014 1. PREÂMBULO 1.1. A ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL, torna pública a realização de Seleção de Fornecedores na modalidade Coleta de Preços, pelo critério de menor preço, objetivando

Leia mais

DOS NEGÓCIOS JURÍDICOS

DOS NEGÓCIOS JURÍDICOS DOS NEGÓCIOS JURÍDICOS CLASSIFICAÇÃO DOS NEGÓCIOS JURÍDICOS: (a) unilaterais bilaterais e plurilaterais; (b) gratuitos e onerosos neutros e bifrontes; (c) inter vivos e mortis causa ; (d) principais e

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte

Leia mais

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990.

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. http://direitodeconsumir.wordpress.com/ Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDIAÇÃO E CORRETAGEM IMOBILIÁRIA COM EXCLUSIVIDADE

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDIAÇÃO E CORRETAGEM IMOBILIÁRIA COM EXCLUSIVIDADE CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDIAÇÃO E CORRETAGEM IMOBILIÁRIA COM EXCLUSIVIDADE Pelo presente instrumento particular de CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDIAÇÃO E CORRETAGEM

Leia mais

LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE

LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE Sumário Apresentação...07 LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990;...09 TÍTULO I Dos Direitos do Consumidor...09 CAPÍTULO I Disposições Gerais...09 CAPÍTULO II Da Política Nacional de Relações de Consumo...10

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE LÁBREA PREÂMBULO CLÁUSULA PRIMEIRA: DO OBJETO:

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE LÁBREA PREÂMBULO CLÁUSULA PRIMEIRA: DO OBJETO: CARTA CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE FORNECIMENTO DE COMBUSTIVEIS PARA VEICULOS AUTOMOTORES Nº 003/2014 PREÂMBULO Contratante:, pessoa jurídica de direito público interno, com sede administrativa situada na

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Introdução ao direito do ConsumIdor Introdução... 1

Sumário Capítulo 1 Introdução ao direito do ConsumIdor Introdução... 1 Sumário Capítulo 1 Introdução ao Direito do Consumidor... 1 1.1. Introdução... 1 1.1.1. Origem histórica... 2 1.1.2. A proteção constitucional do direito do consumidor... 5 Capítulo 2 A Relação Jurídica

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA PARA AS INSTALAÇÕES DA DGSS PARTE I CÁUSULAS JURÍDICAS

CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA PARA AS INSTALAÇÕES DA DGSS PARTE I CÁUSULAS JURÍDICAS CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA PARA AS INSTALAÇÕES DA DGSS Referência: Manutenção das instalações - DGSS/2014 PARTE I CÁUSULAS JURÍDICAS Cláusula 1ª Objeto

Leia mais

42) Quanto aos elementos ou requisitos de validade dos atos administrativos não podemos afirmar:

42) Quanto aos elementos ou requisitos de validade dos atos administrativos não podemos afirmar: Finalmente, hoje, terminaremos os comentários ao simulado da 2ª Feira do Concurso. 41) Analise as situações abaixo e assinale a alternativa correta: I Ronaldo é Auditor Fiscal da Receita Federal aposentado

Leia mais

ACORDO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE

ACORDO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE ACORDO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE Entre: 1. José de Mello Saúde Sociedade Gestora de Participações Sociais, S.A., com sede na Avenida Infante Santo, nº 34, 8º andar, em Lisboa, com o capital social

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 14/0003-PG REGISTRO DE PREÇOS ANEXO III MINUTA DO TERMO DE REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 14/0003-PG REGISTRO DE PREÇOS ANEXO III MINUTA DO TERMO DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL /MA Nº 14/0003-PG REGISTRO DE PREÇOS ANEXO III MINUTA DO TERMO DE REGISTRO DE PREÇOS Aos... dias do mês de... do ano de dois mil e quatorze no Serviço Social do Comércio Sesc-MA, localizado

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DEPARTAMENTO DE DIREITO PEDRO HENRIQUE SILVA E SILVA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DEPARTAMENTO DE DIREITO PEDRO HENRIQUE SILVA E SILVA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DEPARTAMENTO DE DIREITO PEDRO HENRIQUE SILVA E SILVA AS CLÁUSULAS ABUSIVAS NOS CONTRATOS DE ADESÃO ANTE O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

Leia mais

COMPRA E VENDA INTERNACIONAL DE MERCADORIAS

COMPRA E VENDA INTERNACIONAL DE MERCADORIAS Autores Paulo Nalin Renata C. Steiner COMPRA E VENDA INTERNACIONAL DE MERCADORIAS A convenção das Nações unidas sobre compra e venda internacional de mercadorias (CISG) Área específica Direito Internacional

Leia mais

CONTRATO DE PARCERIA DE NEGÓCIOS MEMBROS ASSOCIADOS DE CURSOS EAD

CONTRATO DE PARCERIA DE NEGÓCIOS MEMBROS ASSOCIADOS DE CURSOS EAD MEMBROS ASSOCIADOS DE CURSOS EAD 2016 CONTRATO NÚMERO: Pelo presente instrumento particular, de um lado: PORTAL EAD BRASIL, pessoa jurídica de direito privado, com sede estabelecida à, devidamente inscrita

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE FORNECIMENTO DE JORNAIS E REVISTAS. TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº 03/2012, QUE FAZEM ENTRE SI O(A) SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO DEPARTAMENTO

Leia mais

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º CONTRATO DE CREDENCIAMENTO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS, QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO, O INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Por este instrumento particular de Prestação de Serviços, que fazem entre si, de um lado a NETWORK TELECOMUNICAÇÕES LTDA., empresa comercial, devidamente inscrita no CNPJ sob nº 05.262.383/0001-90, com

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO MOBILIÁRIO ADMINISTRATIVO E DE ESCRITÓRIO PARA A UCCI BENTO XVI

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO MOBILIÁRIO ADMINISTRATIVO E DE ESCRITÓRIO PARA A UCCI BENTO XVI CONTRATO DE FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO MOBILIÁRIO ADMINISTRATIVO E DE ESCRITÓRIO PARA A UCCI BENTO XVI ENTRE: Primeiro Contraente: União das Misericórdias Portuguesas, com sede na Rua de Entrecampos,

Leia mais

CONTRATO Nº 135/2012

CONTRATO Nº 135/2012 CONTRATO Nº 135/2012 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE VALE REFEIÇÃO ATRAVÉS DE TICKET IMPRESSO. Pelo presente instrumento particular, o MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA, Pessoa Jurídica de Direito Público,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DAS LAJES DAS FLORES CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE COMBUSTÍVEIS

CÂMARA MUNICIPAL DAS LAJES DAS FLORES CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE COMBUSTÍVEIS CÂMARA MUNICIPAL DAS LAJES DAS FLORES CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE COMBUSTÍVEIS CADERNO DE ENCARGOS PARTE I CLÁUSULAS JURÍDICAS Artigo 1.º Objeto O objecto do contrato consiste, de acordo com as cláusulas

Leia mais

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Questões Comentadas (Aula 3) Segue às questões da Vunesp do concurso de procurador municipal, devidamente comentada. Alteração do contrato 1. Complete a frase: A mudança

Leia mais

Direito Civil. Da Extinção do Contrato. Professora Tatiana Marcello.

Direito Civil. Da Extinção do Contrato. Professora Tatiana Marcello. Direito Civil Da Extinção do Contrato Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Aula Civil XX LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002 Institui o Código Civil. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Leia mais