Técnicas de Expressão de Jornalismo de Imprensa - Prática. Análise comparativa da sua estrutura

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Técnicas de Expressão de Jornalismo de Imprensa - Prática. Análise comparativa da sua estrutura"

Transcrição

1 Jornalismo e Ciências da Comunicação Técnicas de Expressão de Jornalismo de Imprensa - Prática Análise comparativa da sua estrutura Joana Isadora Pinto de Castro Porto, 2 de Fevereiro de 2001

2 I Introdução Neste pequeno trabalho será feita uma pequena investigação comparativa dos dois jornais de referência portugueses, o Público e o Diário de Notícias, a qual incidirá sobre os aspectos formais dos mesmos. Este simples estudo surgiu no âmbito da disciplina de Técnicas de Expressão de Jornalismo de Imprensa e o seu objectivo consiste em apurar se os jornais de referência portugueses apresentam uma similitude estrutural significativa e própria deste tipo de periódicos. Desta forma, será feita uma análise de três publicações dos referidos exemplares da imprensa portuguesa, nomeadamente no que diz respeito à sua estrutura. Focar-se-ão posteriormente as primeiras e últimas páginas destes jornais, uma vez que estas representam bem a imagem e os valores que cada um destes jornais pretende fazer passar aos leitores. As publicações analisadas serão as dos dias 21, 22 e 23 de Janeiro de 2001 domingo, segunda-feira e terça-feira, respectivamente.

3 II Desenvolvimento Classificação dos jornais Os jornais Diário de Notícias e Público são, quanto ao conteúdo, ambos informativos gerais, bem como de referência. Em relação à periodicidade, estes jornais são diários matutinos. Os referidos jornais são ainda, relativamente à sua difusão, nacionais. No entanto, os jornais D.N. e Público diferem no que diz respeito ao seu formato, uma vez que o primeiro adopta o formato de 295x450, enquanto que o segundo adopta o de 280x400. Em comum, naquilo que se refere a este aspecto, têm o facto de não adoptarem nenhum dos formatos mais usados o grande ou standard, o intermédio, o tablóide ou o pequeno. Verifica-se, no entanto, que se aproximam do formato tablóide, tendência que, de resto, se verifica a nível nacional. Estrutura Geral dos jornais Considerando as três publicações analisadas de cada um dos jornais, verifiquei que o corpo do Diário de Notícias é constituído por 56 páginas, enquanto que o Público tem uma média de 44 páginas por publicação. Para além das páginas anteriormente referidas, os jornais em estudo englobam ainda suplementos, magazines e coleccionáveis. Desta forma, o Diário de Notícias engloba a habitual Notícias Magazine de domingo, bem como os suplementos Seguros e Negócios. Este jornal é oferece ainda aos seus leitores as Fichas de Saúde DN coleccionáveis (desde segunda-feira, dia vinte e dois) e os diários Classificados. Quanto ao Público edição Porto, a publicação de domingo é também composto pela habitual magazine a Pública e por um fascículo do coleccionável A vida nos Mares. Nos restantes dias analisados, este jornal comportou ainda o diário

4 suplemento Local (de que constam os Classificados), bem como os suplementos de segunda-feira Economia e Computadores. No que diz respeito ao corpo do jornal, verifica-se que cada publicação de cada um dos diários da imprensa portuguesa em estudo alberga várias secções, as quais nem sempre são comuns aos dois jornais, como se pode observar nas tabelas 1 e 2. Diário de Notícias Nº de páginas ocupadas Secção domingo segunda terça média Impressões ,3 Provedor ,3 Reportagem ,7 Nacional Opinião Internacional ,3 Educação ,7 Ciência e Ambiente ,3 Regional ,7 Desporto ,3 Negócios ,3 Artes e Multimedia Utilidades - Hoje Boa Vida Estilos ,3 Pessoas ,7 Net Media Tabela 1 Secções que constituem o Diário de Notícias e páginas que ocupam. O Diário de Notícias é, então, constituído por quinze secções habituais: Impressões, Nacional, Opinião, Internacional,, Educação, Ciência e Ambiente, Regional, Desporto, Negócios, Artes e Multimédia, Utilidades Hoje, Boa Vida, Net e Media. A estas secções juntam-se secções não-diárias, como Provedor e Reportagem e outras que trocam de nome (o caso da secção que ora se denomina Estilos, ora já se chama Pessoas).

5 Público Nº de páginas ocupadas Secção domingo segunda terça média Destaque ,7 Política Espaço Público Internacional ,7 Educação ,7 Ciência e Ambiente ,3 Cultura ,7 Desporto ,7 Economia Media ½ 2 e ½ 1 e ½ 1,5 Jogos ,7 Tempo ½ ½ ½ 0,5 Tabela 2 Secções que constituem o Público e páginas que ocupam. Já o Público é constituído por secções habituais: Destaque, Política, Espaço Público, Internacional,, Cultura, Desporto, Media, Jogos e Tempo. Para além disso, engloba também secções para as quais nem sempre é seleccionado material informativo para noticiar. É o caso de Educação, Ciência e Ambiente e Economia (se bem que haja um suplemento de economia). Verifica-se, pois, que os dois jornais não têm em comum apenas as principais secções, visto que as secções comuns aos dois jornais são: Internacional,, Educação, Ciência e Ambiente, Desporto e Media. Note-se ainda que, apesar dos diferentes nomes, a secção Artes e Multimedia do DN e a secção Cultura do Público se revelam idênticas no que diz respeito ao tipo de notícias que apresentam. Relativamente à importância atribuída pelos dois jornais de referência às secções que os constituem, verifica-se que o Público e o DN não privilegiam exactamente as mesmas secções (ver tabela 3). No entanto, verifica-se que - para além dos suplementos (que o são precisamente por haver grandes quantidades de informação respeitantes à mesma área) -, estes dois jornais têm em comum o facto considerarem do maior interesse público as notícias internacionais, sociais e desportivas.

6 Diário de Notícias Público Negócios (secção + suplemento) 13,3 Local (suplemento diário) 9,7 5,3 Economia (secção + suplemento) 9,3 Internacional 5 Desporto 7,7 Utilidades - Hoje 5 Internacional 6 Desporto 4,3 4,7 Artes e Multimedia 4 Política 4 Media 4 Regional 3,7 Tabela 3 Média de páginas ocupadas pelas secções de maior destaque. Verifica-se, pois, que o Diário de Notícias não só abrange um maior número de secções, como também atribui maior importância a um maior número de secções que o Público. No entanto, não há dúvidas de que os dois jornais em análise são bons exemplos da sociedade acontecedora de Tudescq, caracterizada pelo conhecimento de um crescente número de acontecimentos, o que gera uma maior diversidade de temas. Este facto deve-se não só aos progressos tecnológicos e aos desenvolvimentos das agências noticiosas de todo o mundo, como também ao facto de estes jornais terem um carácter geral no que diz respeito ao seu conteúdo. A Primeira Página A primeira página é, em geral, um bom espelho dos conteúdos dos jornais. Atendendo ao objectivo deste simples estudo, revela-se de extrema importância uma análise da capa dos jornais Público e Diário de Notícias (tabelas 4 e 5). Domingo Diário de Notícias Títulos da Primeira Página Projecto DN: DN Estrada Viva Coleccionável: Fichas de Saúde DN Opinião: Carta ao Presidente Consumo: Fiscalização ineficaz nos rótulos da carne Ciência: O Sol também destrói a camada de ozono Futebol: Benfica e Porto voltam hoje ao local do empate Secção Publicidade coleccionável + Opinião Ciência e Ambiente Reportagem

7 Segunda-feira Terça-feira Notícias Magazine: Racismo Notícias Magazine Coragem [discurso da tomada de posse de George W Bush] Internacional Projecto do Elevador: Hoje respondem Baptista Bastos, Vasco Regional Massapina e Nunes da Silva nove títulos nove secções Suplemento: Seguros Suplemento Seguros Coleccionável: Fichas de Saúde DN coleccionável + Publicidade Nacional: PSD: Marcelo rejeita Lisboa e ataca Durão e Lopes Nacional BSE: Portugal abate 20 mil vacas Benfica [vitória sobre FC Porto] Desporto Paris-Dacar: Jutta entra na história e Carlos Sousa é quinto Desporto Noites: Lisboa com sexo, drogas e rock na Net Santa Maria: Henrique Galvão assaltou navio há 40 anos Nacional Cardeais: D. José Policarpo e Saraiva Martins nomeados pelo Papa Projecto do Elevador: Hoje respondem José Hermano Saraiva, João Regional Braga e José Lamas dez títulos sete secções Projecto DN: DN Estrada Viva Publicidade Coleccionável: Fichas de Saúde DN coleccionável Media: Televisão: TVI esmaga 'Acorrentados' da SIC Imigração: Espanha proíbe Portugueses Síndrome dos Balcãs: Cabos espanhóis com plutónio Media Nacional Negócio: Lisboa pediu ajuda a Madrid para salvar empresa nacional Última página: A fechar Projecto do Elevador: Hoje respondem Francisco Ferreira, Lauro Regional António e Isabel Castro sete títulos sete secções Tabela 4 Títulos da primeira página do Diário de Notícias. Verifica-se que o Diário de Notícias tem, nas três publicações analisadas, um total de vinte e seis artigos distribuídos por onze secções, uma revista (Notícias Magazine), um coleccionável (Fichas de Saúde DN) e um suplemento (Seguros). Os títulos publicados na primeira página foram desenvolvidos nas secções Publicidade,, Opinião, Ciência e Ambiente, Reportagem, Internacional, Regional, Nacional, Desporto, Media e A fechar (última página). Aquela que teve mais títulos na capa foi, de longe, a secção, à qual se seguir a Nacional. Com o mesmo número de títulos, na primeira página, que a secção Nacional, aparecem as secções Publicidade e Regional, bem como o coleccionável Fichas de Saúde DN. Notese, porém, que os títulos correspondentes à secção Regional correspondem todos ao mesmo caso (o caso do Projecto do Elevador).

8 Domingo Segunda-feira Público Títulos da Primeira Página Secção Mulheres mudam polícias Bush apela à unidade Internacional Porto 2001: Um terço dos lugares são para convidados Cultura Futebol: Benfica e FC Proto escondem o jogo Desporto Destaque: Vitória: A mulher que deu o nome a um século Destaque Pública: Cartier-Bresson: Um olhar libertário Pública seis títulos cinco secções Pescadores portugueses acusados de traficar pessoas FC Porto perde segundo 'round' Desporto PSD leva violência nas escolas à AR Destaque EUA: Bush bloqueia decisões de Clinton Internacional Paris-Dacar: Primeira vitória no feminino Desporto Burla: Famílias lesadas em mais de 200 mil contos Economia: Presidente do Montepio Geral pede intervenção do suplemento Economia Estado Computadores: Apple em dificuldades suplemento Computadores oito títulos quatro secções Vaga de legalizações na imigração clandestina Religião: Sucessão do Papa: América Latina com mais influência França: Roland Dumas julgado por corrupção no caso Elf-Aquitaine Internacional Crime: Empresário da noite chefiava rede de roubo de diamantes Ambiente: Temperatura da Terra sobe até 5,8 graus Destaque Andebol: Portugal estreia-se hoje no Mundial Desporto Porto: Câmara leva 60 pessoas a Roterdão suplemento Local sete títulos quatro secções Tabela 5 Títulos da primeira página do Público. Terça-feira Quanto ao Público, é possível constar-se que, nas três publicações analisadas, há um total de vinte e um artigos distribuídos por cinco secções, uma revista (Pública) três suplementos (Economia, Computadores e Local). Os títulos publicados na primeira página foram desenvolvidos nas secções, Internacional, Cultura, Desporto e Destaque. A secção que obteve o mérito de ter mais títulos na capa foi, tal como no DN, a secção, seguida pela secção de Desporto e, só depois, pelas Internacional e Destaque, com igual peso. Comparando os dois jornais, constata-se não só que o DN publica na capa um maior número de títulos por publicação, como também que esses títulos correspondem a uma maior variedade de secções.

9 Pelo contrário, a capa do Público concentra-se mais em determinadas secções, pelo que é mais regular, na medida em que nela figuram sempre artigos das secções, Internacional, Desporto e Destaque, bem como um suplemento ou revista. No geral, verifica-se que a importância atribuída às diferentes notícias não se coaduna com aquela que é atribuída às correspondentes secções, nem mesmo no que diz respeito àquelas que não constituem manchetes dos jornais. No entanto, constata-se que as notícias de carácter social são aquelas que mais vezes aparecem na capa dos jornais de referência portugueses. A Última Página Apesar das muitas similitudes no que diz respeito à forma do Diário de Notícias e do Público, as suas contracapas não têm quase nada em comum. O Diário de Notícias apresenta uma última página constituída por pequenos artigos (geralmente dois), aos quais se juntam as mini-secções A fechar e O DN num minuto. Nesta última mini-secção figuram resumos de notícias desenvolvidas no interior do jornal, bem como o índice geral da respectiva publicação (tendência que os jornais portugueses estão a perder cada vez mais, a de incluir um índice em cada publicação). A contracapa do Público é composta por breves notícias, para além dos habituais cartoons Calvin & Hobbes. Durante a semana, há ainda a coluna de Eduardo Prado Coelho, O Fio do Horizonte.

10 III Conclusão Apesar de os jornais analisados se enquadrarem dentro do mesmo género, no que diz respeito ao conteúdo, periodicidade, difusão e até mesmo formato, o Público e o Diário de Notícias têm uma estrutura que em muito difere, espelhando, muitas vezes, os valores-notícia que predominam nas suas redacções. Desta forma, o Público apresenta se como uma alternativa mais arejada ao diário que marca o início da imprensa portuguesa, o Diário de Notícias. Para isso, serve-se de um visual menos compacto, em que os temas da actualidade são distribuídos por um menor número de secções. Pelo contrário, o Diário de Notícias procura só dar a entender ao leitor que é capaz de estar em todo o lado ao mesmo tempo, nomeadamente através da verificada multiplicidade de secções. Por outro lado, reúne também esforços no sentido de concentrar o essencial da informação considerada mais importante nas primeira e última páginas.

11 IV Bibliografia CAZENEUVE, Jean Guia Alfabético das Comunicações de Massas, Edições 70, Lisboa, Fevereiro de 1996 FONTCUBERTA, Mar de A Notícia pistas para compreender o mundo, Notícias Editorial, Lisboa, 1999 RODRIGUES, Adriano Duarte Dicionário Breve da Informação e da Comunicação, Editorial Presença, Lisboa, Agosto de 2000

Comunicação social Jornalismo, Relações Públicas, Assessoria e Comunicação de Marketing.

Comunicação social Jornalismo, Relações Públicas, Assessoria e Comunicação de Marketing. Comunicação social Comunicação social A Comunicação Social é um campo de conhecimento académico que estuda a comunicação humana e as questões que envolvem a interação entre os sujeitos em sociedade. Os

Leia mais

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS 9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS conceito O futebol, fonte de paixão e emoção, continua a potenciar extremismos

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA. Decreto n.º 29/2002 Acordo entre a República Portuguesa e a República da Letónia sobre Cooperação nos Domínios da Educação, da Cultura e da Ciência e da Tecnologia, assinado em Lisboa em 17 de Outubro

Leia mais

Escola Secundária 3º Quinta das Palmeiras Educação Visual Ano Lectivo 2011/2012

Escola Secundária 3º Quinta das Palmeiras Educação Visual Ano Lectivo 2011/2012 Escola Secundária 3º Quinta das Palmeiras Educação Visual Ano Lectivo 2011/2012 Relatório Individual de cada aluno Breve síntese [1º Período] Nome Ana Carolina Fernandes Oliveira Nº 1 A aluna, Ana Carolina,

Leia mais

mediakit JORNAL de LEITORES PAPEL + DIGITAL v300315

mediakit JORNAL de LEITORES PAPEL + DIGITAL v300315 mediakit LEITORES PAPEL + DIGITAL FONTE: MARKTEST, ESTUDO CROSSMEDIA v300315 Os prémios atribuídos de valor superior a 5.000 estão sujeitos a imposto do selo à taxa legal de 20%, nos termos da legislação

Leia mais

Exmos. Senhores Membros do Governo (Sr. Ministro da Saúde - Prof. Correia de Campos e Sr. Secretário de Estado da Saúde -Dr.

Exmos. Senhores Membros do Governo (Sr. Ministro da Saúde - Prof. Correia de Campos e Sr. Secretário de Estado da Saúde -Dr. Exmos. Senhores Membros do Governo (Sr. Ministro da Saúde - Prof. Correia de Campos e Sr. Secretário de Estado da Saúde -Dr. Francisco Ramos) Ex.mo Senhor Presidente da Comissão Parlamentar da Saúde, representado

Leia mais

MEDIA TRAINNING. Programa

MEDIA TRAINNING. Programa MEDIA TRAINNING Comunicar em saúde Local HUC Centro de Simulação Biomédica dos Hospitais da Universidade de Coimbra Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE Data 5 de Maio, 2012 Horário Manhã

Leia mais

Síntese de Resultados Janeiro de 2004

Síntese de Resultados Janeiro de 2004 A Imprensa na Internet Síntese de Resultados Janeiro de 2004 Netsonda - Consultadoria, Sondagens e Estudos de Mercado, Lda. Travessa. do Jasmim, 10, 1º Tel: 213 429 318 netsonda@netsonda.pt 1200-230 Lisboa

Leia mais

O consumo de conteúdos noticiosos dos estudantes de Ciências da Comunicação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto

O consumo de conteúdos noticiosos dos estudantes de Ciências da Comunicação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto Ciências da Comunicação: Jornalismo, Assessoria e Multimédia O consumo de conteúdos noticiosos dos estudantes de Ciências da Comunicação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto Metodologia da Investigaça

Leia mais

MEDIA TRAINNING. Programa

MEDIA TRAINNING. Programa MEDIA TRAINNING Comunicar em saúde Local HUC Centro de Simulação Biomédica dos Hospitais da Universidade de Coimbra Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE Data 5 de Maio, 2012 Horário Manhã

Leia mais

Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo 2015/2016

Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo 2015/2016 PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo 2015/2016 Componente Específica de Economia para

Leia mais

Revista de Imprensa 10-10-2013 1. Bola, 10-10-2013, Polícia e Ministério Público querem mais condenações no futebol 1 2. Diário de Notícias,

Revista de Imprensa 10-10-2013 1. Bola, 10-10-2013, Polícia e Ministério Público querem mais condenações no futebol 1 2. Diário de Notícias, Estádios de Sítio Revista de Imprensa 10-10-2013 1. Bola, 10-10-2013, Polícia e Ministério Público querem mais condenações no futebol 1 2. Diário de Notícias, 10-10-2013, Necessários polícias especialistas

Leia mais

(Prática) 1º Ano da Licenciatura em. Medicina Dentária Análises Clínicas Fisioterapia Terapia da Fala Ciências Farmacêuticas. Ano Lectivo de 2002/2003

(Prática) 1º Ano da Licenciatura em. Medicina Dentária Análises Clínicas Fisioterapia Terapia da Fala Ciências Farmacêuticas. Ano Lectivo de 2002/2003 MÉTODOS E TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO (Prática) 1º Ano da Licenciatura em Medicina Dentária Análises Clínicas Fisioterapia Terapia da Fala Ciências Farmacêuticas Ano Lectivo de 2002/2003 Paulo Rurato (Cacifo

Leia mais

Clipping de Imprensa Pesquisa UPP: O que pensam os policiais Outubro de 2015

Clipping de Imprensa Pesquisa UPP: O que pensam os policiais Outubro de 2015 Clipping de Imprensa Pesquisa UPP: O que pensam os policiais Outubro de 2015 A relevância e credibilidade dos resultados da pesquisa UPP: O que pensam os policiais foram, sem dúvida, pontos de partida

Leia mais

Dossier Liga Escolhas 2014/15

Dossier Liga Escolhas 2014/15 A Liga Escolhas é uma atividade desenvolvida no âmbito do Projeto Espaço Jovem de Quinta do Lavrado E5G promovido pela Fundação de Solidariedade Social Aragão Pinto, e financiado pelo Programa Escolhas

Leia mais

XIII Encontro Nacional do Árbitro Jovem 2014

XIII Encontro Nacional do Árbitro Jovem 2014 XIII Encontro Nacional do Árbitro Jovem 2014 Batalha - 17, 18 e 19 de Outubro de 2014 PROGRAMA 17 de Outubro ( sexta-feira ) 18:00 Receção aos participantes e acompanhantes. Distribuição dos Kit`s de equipamentos

Leia mais

http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/

http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/ Construir.pt ID: 58821467 15-04-2015 Visitas diárias: 532 Âmbito: Outros Assuntos OCS: Construir.pt Arquitecto Nuno Teotónio Pereira recebe Prémio Universidade de Lisboa http://www.construir.pt/2015/04/14/arquitecto-nuno-teotonio-pereira-recebe-premiouniversidade-de-lisboa/

Leia mais

Aspectos Sócio-Profissionais da Informática

Aspectos Sócio-Profissionais da Informática ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA I N S T I T U T O P O L I T É C N I C O D E C A S T E L O B R A N C O ENGENHARIA INFORMÁTICA Aspectos Sócio-Profissionais da Informática Jovens Empresários de Sucesso e Tendências

Leia mais

10. Equipamentos e Serviços Sociais

10. Equipamentos e Serviços Sociais 68 10. Equipamentos e Serviços Sociais A rede de equipamentos e serviços sociais existentes no concelho de Vidigueira constitui uma realidade resultante do esforço e envolvimento de entidades de diversa

Leia mais

relatório trabalhar com arquitectos campanha out 13

relatório trabalhar com arquitectos campanha out 13 relatório trabalhar arquitectos campanha out 13 / 2 índice introdução a campanha unicação análise anexos 4 5 7 8 9 14 15 16 18 22 28 33 34 36 37 3 introdução 4 a campanha Mass Media performance de unicação

Leia mais

Interacções número 5. pp. 179-188. do Autor 2003 CONSUMO DE ÁLCOOL NA ADOLESCÊNCIA E RELAÇÕES PARENTAIS. Maria Manuela Pereira

Interacções número 5. pp. 179-188. do Autor 2003 CONSUMO DE ÁLCOOL NA ADOLESCÊNCIA E RELAÇÕES PARENTAIS. Maria Manuela Pereira Escola Superior de Altos Estudos 179 CONSUMO DE ÁLCOOL NA ADOLESCÊNCIA E RELAÇÕES PARENTAIS Maria Manuela Pereira Dissertação de Mestrado em Sociopsicologia da Saúde - Consumo de Álcool na Adolescência

Leia mais

Geografia A. * Análise de Notícias. Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007

Geografia A. * Análise de Notícias. Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007 Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007 Geografia A * Análise de Notícias Natureza das notícias: socio-económica Localização temporal: actualidade Localização espacial: Europa Jornal: Expresso Data de edição:

Leia mais

Decreto n.º 43/2003 de 24 de Setembro

Decreto n.º 43/2003 de 24 de Setembro Decreto n.º 43/2003 de 24 de Setembro Tendo presente o Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta entre Portugal e a República Federativa do Brasil, de 22 de Abril de 2000; Considerando a importância do

Leia mais

Género e Actividades com as TIC

Género e Actividades com as TIC Género, Cidadania e Intervenção Educativa: Sugestões Práticas q Actividade Género e Actividades com as TIC Objectivos Sugestões Reconhecer que a interpretação da realidade é influenciada por expectativas

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 1/PUB/2008

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 1/PUB/2008 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 1/PUB/2008 Queixa de Joana Leal contra o jornal Diário de Notícias e a SIC, a propósito de uma notícia sobre o modelo Scirocco

Leia mais

L 343/10 Jornal Oficial da União Europeia 29.12.2010

L 343/10 Jornal Oficial da União Europeia 29.12.2010 L 343/10 Jornal Oficial da União Europeia 29.12.2010 REGULAMENTO (UE) N. o 1259/2010 DO CONSELHO de 20 de Dezembro de 2010 que cria uma cooperação reforçada no domínio da lei aplicável em matéria de divórcio

Leia mais

1. (PT) - Jornal de Notícias, 28/06/2012, Autarca exorta câmaras a contestarem saída do "heli" 1

1. (PT) - Jornal de Notícias, 28/06/2012, Autarca exorta câmaras a contestarem saída do heli 1 28-06-2012 Revista de Imprensa 28-06-2012 1. (PT) - Jornal de Notícias, 28/06/2012, Autarca exorta câmaras a contestarem saída do "heli" 1 2. (PT) - Jornal de Notícias, 28/06/2012, Enfermeiros contra fim

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO SOCIAL

AVALIAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO SOCIAL AVALIAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO SOCIAL Dezembro ÍNDICE 1. Introdução 4 2. População e Amostra 4 3. Questionário de Satisfação dos Alunos 5 3.1. Caracterização dos inquiridos 5 3.2. Apresentação

Leia mais

PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH/NOVA/SANTANDER TOTTA. Melhores Planos de Negócio

PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH/NOVA/SANTANDER TOTTA. Melhores Planos de Negócio PRÉMIO DE EMPREENDEDORISMO FCSH/NOVA/SANTANDER TOTTA Melhores Planos de Negócio 2014 REGULAMENTO Preâmbulo Consciente dos novos cenários económicos, que se observam à escala global, e atenta ao papel que

Leia mais

Observatório da Criação de Empresas. Observatório da Criação de Empresas

Observatório da Criação de Empresas. Observatório da Criação de Empresas Observatório da Criação de Empresas O Observatório da Criação de Empresas é um projecto desenvolvido pelo IAPMEI, com a colaboração da Rede Portuguesa de Centros de Formalidades das Empresas (CFE), que

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) http://curriculum.degois.pt Março de 2012 Versão 1.5 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador

Leia mais

EUROBARÓMETRO 68 OPINIÃO PÚBLICA NA UNIÃO EUROPEIA OUTONO

EUROBARÓMETRO 68 OPINIÃO PÚBLICA NA UNIÃO EUROPEIA OUTONO Standard Eurobarometer European Commission EUROBARÓMETRO 68 OPINIÃO PÚBLICA NA UNIÃO EUROPEIA OUTONO 2007 RELATÓRIO NACIONAL Standard Eurobarometer 68 / Autumn 2007 TNS Opinion & Social SUMÁRIO EXECUTIVO

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES

PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES 2006 [aprovado em reunião do CC em 11 de Novembro 2005] Introdução O IPRI-UNL definiu como objectivo fundamental para a sua actividade constituir-se como uma estrutura institucional

Leia mais

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Diário de noticias, por Hugo Filipe Coelho 17-10-11 Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Dinheiro público. PSD e CDS

Leia mais

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO A Direcção da Secção Regional de Lisboa da Ordem dos Farmacêuticos, reunida em sessão de 18 de Julho de 2012, deliberou instituir uma Bolsa, destinada a apoiar projectos de investigação e projectos profissionais

Leia mais

24 O uso dos manuais de Matemática pelos alunos de 9.º ano

24 O uso dos manuais de Matemática pelos alunos de 9.º ano 24 O uso dos manuais de Matemática pelos alunos de 9.º ano Mariana Tavares Colégio Camões, Rio Tinto João Pedro da Ponte Departamento de Educação e Centro de Investigação em Educação Faculdade de Ciências

Leia mais

EVENTOS. INCENTIVOS. CONVENÇÕES. FEIRAS. CONGRESSOS

EVENTOS. INCENTIVOS. CONVENÇÕES. FEIRAS. CONGRESSOS EVENTOS. INCENTIVOS. CONVENÇÕES. FEIRAS. CONGRESSOS Morada Largo Eng. António de Almeida, 70, 10º - sala 429, 4100-065 Porto, Portugal Telefone +351 226 053 936 Fax +351 226 053 938 E-mail info@festaseeventos.net

Leia mais

2ª Fase da 1ª Competição Internacional de Literacia Estatística do ISLP. Santo Tirso, 28 de Março de 2009 NOME COMPLETO DO ALUNO:

2ª Fase da 1ª Competição Internacional de Literacia Estatística do ISLP. Santo Tirso, 28 de Março de 2009 NOME COMPLETO DO ALUNO: International Statistical Literacy Competition of the ISLP 2ª Fase da 1ª Competição Internacional de Literacia Estatística do ISLP Santo Tirso, 28 de Março de 2009 NOME COMPLETO DO ALUNO: Ano de Escolaridade:

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL 6910 Diário da República, 1.ª série N.º 187 25 de Setembro de 2009 Artigo 110.º Entrada em vigor 1 O presente decreto -lei entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação. 2 O certificado de conformidade

Leia mais

Complementos de Base de Dados Enunciados de Exercícios

Complementos de Base de Dados Enunciados de Exercícios INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Pós Graduação em Desenvolvimento de Sistemas de Informação 2006 2007 Complementos de Base de

Leia mais

Universidade Aberta. Mestrado em Supervisão Pedagógica 2007/2009. Projecto de Dissertação de Mestrado

Universidade Aberta. Mestrado em Supervisão Pedagógica 2007/2009. Projecto de Dissertação de Mestrado Universidade Aberta Mestrado em Supervisão Pedagógica 2007/2009 Projecto de Dissertação de Mestrado Aprender a «viver juntos»: Que significado curricular no 1º. Ano? 30 de Setembro de 2008 Projecto de

Leia mais

REGULAMENTO DAS BOLSAS DE ESTUDO FUNDAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL ARAGÃO PINTO E INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO

REGULAMENTO DAS BOLSAS DE ESTUDO FUNDAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL ARAGÃO PINTO E INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO REGULAMENTO DAS BOLSAS DE ESTUDO FUNDAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL ARAGÃO PINTO E INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º Objecto O presente Regulamento de Bolsas de Estudo

Leia mais

DECISÃO DO CONSELHO DA AUTORIDADE DA CONCORRÊNCIA CCENT. 01/2005: IMPRESA / SIC / BPI I INTRODUÇÃO

DECISÃO DO CONSELHO DA AUTORIDADE DA CONCORRÊNCIA CCENT. 01/2005: IMPRESA / SIC / BPI I INTRODUÇÃO DECISÃO DO CONSELHO DA AUTORIDADE DA CONCORRÊNCIA CCENT. 01/2005: IMPRESA / SIC / BPI I INTRODUÇÃO 1. Em 3 de Janeiro de 2005, a Autoridade da Concorrência recebeu uma notificação relativa a uma projecto

Leia mais

Estatutos da Sociedade Portuguesa de Ciências Farmacêuticas. Capítulo I Fins, Sede e Ano Social Primeiro

Estatutos da Sociedade Portuguesa de Ciências Farmacêuticas. Capítulo I Fins, Sede e Ano Social Primeiro Estatutos da Sociedade Portuguesa de Ciências Farmacêuticas Capítulo I Fins, Sede e Ano Social Primeiro 1. A Sociedade Portuguesa de Ciências Farmacêuticas tem por objectivo promover, desenvolver e divulgar

Leia mais

A INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA E A SUA EVOLUÇÃO

A INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA E A SUA EVOLUÇÃO A INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA E A SUA EVOLUÇÃO Alexandre Homem de Cristo A ciência política cresceu e afirmou-se enquanto disciplina científica em Portugal, desde os anos 1990, sendo a face mais evidente

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO AUCV ASSOCIAÇÃO UNIDOS DE CABO VERDE, IPSS 96/85. Número de Pessoa Colectiva: 501 417 303 TELEFONE: 21 492 41 77

IDENTIFICAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO AUCV ASSOCIAÇÃO UNIDOS DE CABO VERDE, IPSS 96/85. Número de Pessoa Colectiva: 501 417 303 TELEFONE: 21 492 41 77 1 IDENTIFICAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO AUCV ASSOCIAÇÃO UNIDOS DE CABO VERDE, IPSS 96/85 SEDE RUA MÁRIO VIEGAS, Nº 1 CASAL DE SÃO BRÁS 2700-899 AMADORA TELEFONE: 21 492 70 71 FAX: 21 492 70 71 E-MAIL: unidoscaboverde@gmail.com

Leia mais

I Curso Pós-Graduado de Atualização sobre. Direito e Interioridade PROGRAMA

I Curso Pós-Graduado de Atualização sobre. Direito e Interioridade PROGRAMA I Curso Pós-Graduado de Atualização sobre Direito e Interioridade da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em colaboração com a Câmara Municipal de Bragança 2011-2012 PROGRAMA Abertura (4 Novembro

Leia mais

Newsletter Junho 2012

Newsletter Junho 2012 Newsletter Junho 2012 O início do próximo ano letivo traz dois grandes desafios para os docentes e investigadores do Instituto Politécnico de Santarém: 1. Vai decorrer no próximo dia 10 de Outubro de 2012,

Leia mais

ÍNDICE: Novembro de 2009

ÍNDICE: Novembro de 2009 ÍNDICE: 1. Início Ano Lectivo 2. Portugal Tecnológico 3. Gripe A Plano Contingência 4. Espaço de Leitura 5. Sonangol 6. Novos Órgãos Sociais da ETLA 7. Medalha de Mérito Concelho de Santiago do Cacém 8.

Leia mais

Memorando V. Conclusão dos principais inquéritos por corrupção desportiva relativos às certidões extraídas do denominado Processo Apito Dourado

Memorando V. Conclusão dos principais inquéritos por corrupção desportiva relativos às certidões extraídas do denominado Processo Apito Dourado Memorando V Conclusão dos principais inquéritos por corrupção desportiva relativos às certidões extraídas do denominado Processo Apito Dourado Relativamente à conclusão dos inquéritos originados no denominado

Leia mais

Portugal. 2. Quadro institucional e jurídico 2.1 Legislação

Portugal. 2. Quadro institucional e jurídico 2.1 Legislação Portugal 1. Informações gerais Em finais dos anos 90, algumas organizações não-governamentais começaram a detectar mudanças na prostituição de rua no norte de Portugal. Novos projectos tentaram identificar

Leia mais

FASCÍCULO VII BIBLIOGRAFIA E WEBGRAFIA DE REFERÊNCIA

FASCÍCULO VII BIBLIOGRAFIA E WEBGRAFIA DE REFERÊNCIA BIBLIOGRAFIA E WEBGRAFIA DE REFERÊNCIA Com a colaboração de: BIBLIOGRAFIA AMÂNCIO, Lígia, Masculino e feminino: a construção social da diferença. Porto, Edições Afrontamento, 1994 ALMEIDA, Ana Nunes et

Leia mais

Eólicas aceitam mudanças, solares na expecativa

Eólicas aceitam mudanças, solares na expecativa Eólicas aceitam mudanças, solares na expecativa Tiragem: 14985 Pág: 4 Área: 27,11 x 32,99 cm² Corte: 1 de 5 São conhecidas algumas medidas, mas não todas. O sector sente-se parado, mas tem esperança que

Leia mais

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park.

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park. NEWSLETTER 0 JULHO 2009 O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou a comemoração do seu 33º Aniversário com a inauguração das novas instalações da Sede do Serviço no Tagus Park. As novas instalações

Leia mais

INFORMAÇÃO COMERCIAL 218/14 Liga dos Campeões 2014/2015

INFORMAÇÃO COMERCIAL 218/14 Liga dos Campeões 2014/2015 INFORMAÇÃO COMERCIAL 218/14 Liga dos Campeões 2014/2015 DIREÇÃO COMERCIAL 04.07.2014 A melhor Liga de Futebol do Mundo está na TVI e na TVI24 Depois de mais uma temporada de sucesso, em 2013-2014, com

Leia mais

Notas Biobibliográficas

Notas Biobibliográficas Guião de educação. Género e cidadania. Notas Biobibliográficas 333 Guião de Educação. Género e Cidadania 3 ciclo 334 Lisboa, CIG, 2009 NOTAS BIOBIBLIOGRÁFICAS Ângela Rodrigues é doutorada em Ciências da

Leia mais

GUIÃO DE TRABALHOS DE PESQUISA

GUIÃO DE TRABALHOS DE PESQUISA GUIÃO DE TRABALHOS DE PESQUISA ORIENTAÇÕES PARA A ORGANIZAÇÃO E APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE PESQUISA O trabalho deverá conter os seguintes elementos: 1. Capa 2. Índice 3. Introdução 4. Desenvolvimento

Leia mais

Gramática do Português, Maria Fernanda Bacelar do Nascimento (Centro de Linguística da Universidade de Lisboa)

Gramática do Português, Maria Fernanda Bacelar do Nascimento (Centro de Linguística da Universidade de Lisboa) A publicação da Gramática do Português resulta de um projecto realizado a convite e sob o patrocínio da Fundação Calouste Gulbenkian. Consiste numa obra em três volumes, de que apresentamos hoje os dois

Leia mais

O novo projeto do Diario de Pernambuco

O novo projeto do Diario de Pernambuco O novo projeto do Diario de Pernambuco Na mais radical mudança de sua história, jornal faz reforma gráfica, unifica redações, lança novo site, cria blogs e se renova para o futuro. O Diario de Pernambuco

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO CIENTÍFICO DO INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA TROPICAL. Artigo 1. Composição

REGULAMENTO DO CONSELHO CIENTÍFICO DO INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA TROPICAL. Artigo 1. Composição REGULAMENTO DO CONSELHO CIENTÍFICO DO INSTITUTO DE INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA TROPICAL Artigo 1. Composição A composição do conselho científico do Instituto de Investigação Científica Tropical, I.P., abreviadamente

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 124/IX ALTERA AS REGRAS DO SIGILO BANCÁRIO E GARANTE A TRANSPARÊNCIA FISCAL. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 124/IX ALTERA AS REGRAS DO SIGILO BANCÁRIO E GARANTE A TRANSPARÊNCIA FISCAL. Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 124/IX ALTERA AS REGRAS DO SIGILO BANCÁRIO E GARANTE A TRANSPARÊNCIA FISCAL Exposição de motivos O sigilo bancário foi instituído em Portugal, como noutros países, como uma garantia

Leia mais

A Ambição de Deputar

A Ambição de Deputar A Ambição de Deputar Antes de qualquer avanço, é preciso que compreendamos o assunto que estamos a tratar. Falo-vos de deputação, a delegação dos poderes e da representação de muitos num só ou em poucos;

Leia mais

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES PROVA 25m Livres femininos Class Escola Nome Escalão Tempo Obs. EBS Vieira de Araújo Mariana Fonseca Infantis A 20:2 2 EBS

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOS DOCENTES DO ENSINO PORTUGUÊS NO ESTRANGEIRO. CAPÍTULO I Disposições Comuns

REGULAMENTO INTERNO DA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOS DOCENTES DO ENSINO PORTUGUÊS NO ESTRANGEIRO. CAPÍTULO I Disposições Comuns REGULAMENTO INTERNO DA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOS DOCENTES DO ENSINO PORTUGUÊS NO ESTRANGEIRO CAPÍTULO I Disposições Comuns SECÇÃO I Disposições gerais Artigo 1.º Objecto O presente regulamento procede

Leia mais

GereComSaber. Disciplina de Desenvolvimento de Sistemas de Software. Sistema de Gestão de Serviços em Condomínios

GereComSaber. Disciplina de Desenvolvimento de Sistemas de Software. Sistema de Gestão de Serviços em Condomínios Universidade do Minho Conselho de Cursos de Engenharia Licenciatura em Engenharia Informática 3ºAno Disciplina de Desenvolvimento de Sistemas de Software Ano Lectivo de 2009/2010 GereComSaber Sistema de

Leia mais

Evento. Âmbito. Regulamento

Evento. Âmbito. Regulamento Evento Decorrerá nas ruas de Leiria e terá lugar no dia 17 de Setembro de 2006 com a distância de 3.000 metros. Dado o cariz social e de lazer deste evento, realizarse-á, em simultâneo com a corrida, um

Leia mais

Ficha de Identificação. Nome: Sónia Joaquim Empresa: Universidade de Aveiro Cargo/Função: Produtora Programa: 3810-UA. Questões. 1.

Ficha de Identificação. Nome: Sónia Joaquim Empresa: Universidade de Aveiro Cargo/Função: Produtora Programa: 3810-UA. Questões. 1. Ficha de Identificação Nome: Sónia Joaquim Empresa: Universidade de Aveiro Cargo/Função: Produtora Programa: 3810-UA Questões 1. O Programa Com a reestruturação da televisão pública portuguesa em 2003,

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia 30.4.2004

Jornal Oficial da União Europeia 30.4.2004 L 150/12 PT Jornal Oficial da União Europeia 30.4.2004 REGULAMENTO (CE) N.º 812/2004 DO CONSELHO de 26.4.2004 que estabelece medidas relativas às capturas acidentais de cetáceos no exercício das actividades

Leia mais

REGIME FISCAL DOS RENDIMENTOS OBTIDOS PELOS ÁRBITROS

REGIME FISCAL DOS RENDIMENTOS OBTIDOS PELOS ÁRBITROS REGIME FISCAL DOS RENDIMENTOS OBTIDOS PELOS ÁRBITROS 1. Qual é a natureza das importâncias atribuídas aos árbitros pela Federação Portuguesa de Futebol? As importâncias em causa são consideradas rendimentos

Leia mais

GUIA DE NOTAS, CITAÇÕES E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

GUIA DE NOTAS, CITAÇÕES E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS GUIA DE NOTAS, CITAÇÕES E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS A elaboração de uma bibliografia é, normalmente, fonte de dúvidas na execução de trabalhos uma vez que existem várias formas de as realizar (Normas).

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado : A 137 1 Adriana Manuela Gomes Pinheiro 14 S S 20 2 Alexandra Pereira Ferreira 28 3 Ângelo Rafael Araújo Gomes S 28 4 Beatriz da Costa Oliveira S 2 5 Domingos Gonçalo Ferreira

Leia mais

CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS

CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS NOMES Raquel Alexandra de Jesus Gil Martins Brízida Castro DATA DE NASCIMENTO 13 de Setembro de 1968 NACIONALIDADE Portuguesa Estado Civil Casada raquelalexandraster@gmail.com;

Leia mais

Centro de Competência de Ciências Sociais. Departamento de Ciências da Educação. 1.º Ciclo em Educação Básica. Programa. Unidade Curricular

Centro de Competência de Ciências Sociais. Departamento de Ciências da Educação. 1.º Ciclo em Educação Básica. Programa. Unidade Curricular Centro de Competência de Ciências Sociais Departamento de Ciências da Educação 1.º Ciclo em Educação Básica Programa Unidade Curricular Teoria e Desenvolvimento Curricular Área Científica Educação Regente

Leia mais

Índice. CAPÍTULO III - Regime Financeiro Artigo 17.º Gestão Financeira do CICF Artigo 18.º Verbas do CICF

Índice. CAPÍTULO III - Regime Financeiro Artigo 17.º Gestão Financeira do CICF Artigo 18.º Verbas do CICF Regulamento do Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade (CICF) Homologado na reunião do Conselho Científico em 23 de Junho de 2010 1 Índice CAPÍTULO I - Disposições Gerais Artigo 1.º Natureza

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

Seminário de Empreendedorismo nos Países de. Língua Oficial Portuguesa

Seminário de Empreendedorismo nos Países de. Língua Oficial Portuguesa Seminário de Empreendedorismo nos Países de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Brasil Empreendedorismo Língua Oficial Portuguesa Dia 22 de Novembro de 2011

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE, REALIZADA NO DIA DEZASSETE DE SETEMBRO DE DOIS MIL E QUINZE

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE, REALIZADA NO DIA DEZASSETE DE SETEMBRO DE DOIS MIL E QUINZE 17-09-2015 1 Acta número dezoito ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE, REALIZADA NO DIA DEZASSETE DE SETEMBRO DE DOIS MIL E QUINZE Aos dezassete dias do mês de Setembro do ano dois

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS BÁSICOS DE MATEMÁTICA Cargos 01 a 05

PROVA DE CONHECIMENTOS BÁSICOS DE MATEMÁTICA Cargos 01 a 05 9 PROVA DE CONHECIMENTOS BÁSICOS DE MATEMÁTICA Cargos 01 a 05 QUESTÃO 26 José tem um sítio e lá ele colheu 25 laranjas. Vai reparti-las entre seus amigos João e Maria, de tal modo que Maria receba 5 laranjas

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA

EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA Ano lectivo 2014/2015 Introdução A Educação para a Cidadania é um processo ao longo da vida. Começa em casa e no meio próximo das crianças com as questões da identidade, relações

Leia mais

Decreto n.º 22/95 Acordo de Cooperação Cultural e Científica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Federação da Rússia

Decreto n.º 22/95 Acordo de Cooperação Cultural e Científica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Federação da Rússia Decreto n.º 22/95 Acordo de Cooperação Cultural e Científica entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Federação da Rússia Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição,

Leia mais

Decisão do Conselho da Autoridade da Concorrência. PROCESSO AC-I-Ccent-54/2003-SACYR/SOMAGUE

Decisão do Conselho da Autoridade da Concorrência. PROCESSO AC-I-Ccent-54/2003-SACYR/SOMAGUE Decisão do Conselho da Autoridade da Concorrência PROCESSO AC-I-Ccent-54/2003-SACYR/SOMAGUE 1 -INTRODUÇÃO No dia 30 de Dezembro, a Autoridade da Concorrência recebeu uma notificação relativa a um projecto

Leia mais

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS E ACORDO DE ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RELATIVO À COBERTURA DE PROCESSOS JUDICIAIS. 27 de Novembro de 2003

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS E ACORDO DE ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RELATIVO À COBERTURA DE PROCESSOS JUDICIAIS. 27 de Novembro de 2003 Nota Prévia Este documento foi elaborado pela ex-alta Autoridade para a Comunicação Social (AACS) e apresentado no dia 27 de Novembro de 2003 em cerimónia pública, tendo sido subscrito por diversos órgãos

Leia mais

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14)

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14) RESUMO DE IMPRENSA Domingo, 01 de Maio de 2011 PÚBLICO (DOMINGO, 01) 1. Uma multidão em nome de João Paulo II. A beatificação de um papa obscurantista, ou do obreiro de um renascimento católico? (manchete,

Leia mais

Clássica do Caminho dos Pretos

Clássica do Caminho dos Pretos Clássica do Caminho dos Pretos 22 de Novembro 2014 VISA FPAK Nº 234/REG/2014 22.10.2104 1 Índice PROGRAMA Art.1 Organização e Definição 4 Art.2 Desenvolvimento da Prova 5 Art.3 Admissão e Classificação

Leia mais

Estrutura da Prova. Classificação Final

Estrutura da Prova. Classificação Final Estrutura da Prova 1. A Prova (P) é constituída por duas componentes: a) Cultura Geral e Expressão Escrita (CG) - esta parte (escrita) da prova é comum a todos os candidatos e vale 30% da classificação

Leia mais

01 JULHO 2014 LISBOA GJ AIP-CCI

01 JULHO 2014 LISBOA GJ AIP-CCI 01 JULHO 2014 LISBOA GJ AIP-CCI 1 CENTRO DE MEDIAÇÃO, CONCILIAÇÃO E ARBITRAGEM 2 PONTOS DA INTERVENÇÃO: SOBRE O CENTRO DE ARBITRAGEM PROPRIAMENTE DITO: GÉNESE LEGAL DESTE CENTRO ESTRUTURA ORGÂNICA ÂMBITO

Leia mais

E A VIOLÊNCIA NO DESPORTO

E A VIOLÊNCIA NO DESPORTO 10ª Edição INICIATIVA SEMANA CONTRA O RACISMO E A VIOLÊNCIA NO DESPORTO 25 FEV - 5 MARÇO PARCEIROS INSTITUCIONAIS ÍNDICE pág. 3 pág. 4 pág. 5 pág. 6 pág. 7 pág. 8 pág. 9 pág. 10 pág. 11 e 12 pág. 13 pág.

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÉMIO ULISBOA UNIVERSIDADE DE LISBOA

REGULAMENTO DO PRÉMIO ULISBOA UNIVERSIDADE DE LISBOA REGULAMENTO DO PRÉMIO ULISBOA UNIVERSIDADE DE LISBOA (Instituído com o apoio da Caixa Geral de Depósitos) 1. FINALIDADE O Prémio Universidade de Lisboa, adiante também designado por Prémio, tem por objectivo

Leia mais

Importância geoestratégica de Portugal

Importância geoestratégica de Portugal GRANDE REPORTAGEM CLUBE EUROPEU AEVILELA Importância geoestratégica de Portugal PORTO DE SINES Porta ideal de entrada num conjunto de mercados CIDADE DA HORTA Telegraph Construction and Maintenance Company

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 739 /1.ª Chamada 1.ª Fase / 2008 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012 APCP Newsletter Editorial A APCP lança agora, pela primeira vez, a sua Newsletter. Será distribuída em formato digital e também em papel, uma vez por ano. É mais uma forma de tornar públicas as actividades

Leia mais

Federação Académica do Desporto Universitário Utilidade Pública Desportiva Fundada a 2 de Março de 1990

Federação Académica do Desporto Universitário Utilidade Pública Desportiva Fundada a 2 de Março de 1990 11º Campeonato Mundial Universitário Taekwondo 29 de Junho a 4 de Julho de 2010 Vigo, Espanha Sumário: 1. RESUMO DIA 1 2. PERFIL DOS ATLETAS 3. ENTREVISTA: TIAGO FRANCISCO 1. RESUMO DIA 1 O dia começou

Leia mais

O que acontece quando o Código Deontológico dos Jornalistas é violado

O que acontece quando o Código Deontológico dos Jornalistas é violado O que acontece quando o Código Deontológico dos Jornalistas é violado Florbela Batalha Ramiro Marques (Orientação) 1. Introdução O Código Deontológico é um documento que reúne um conjunto de regras que

Leia mais

Recurso extraordinário para fixação de jurisprudência. Juízes: Song Man Lei (Relatora), Sam Hou Fai e Viriato Manuel Pinheiro de Lima

Recurso extraordinário para fixação de jurisprudência. Juízes: Song Man Lei (Relatora), Sam Hou Fai e Viriato Manuel Pinheiro de Lima Processo n.º 78/2015 Recurso extraordinário para fixação de jurisprudência Recorrente: A Recorrido: Ministério Público Data da conferência: 13 de Janeiro de 2016 Juízes: Song Man Lei (Relatora), Sam Hou

Leia mais

MEDIA KIT. ÚTIL TRENDY REALISTA. A Saber Viver é uma revista do grupo editorial

MEDIA KIT. ÚTIL TRENDY REALISTA. A Saber Viver é uma revista do grupo editorial ÚTIL TRENDY REALISTA A Saber Viver é uma revista do grupo editorial PLOT - Content Agency A PLOT é o grupo editorial líder na criação de Content Marketing Revistas de Quiosque Revistas de Custom Líderes

Leia mais

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Ensino Superior Regulamento n.º 319/2013 Regulamento do Programa de Apoio Social a Estudantes através de atividades de tempo Parcial (PASEP) da Universidade

Leia mais

Notas sobre a população a propósito da evolução recente do número de nascimentos

Notas sobre a população a propósito da evolução recente do número de nascimentos Maria João Valente Rosa* Análise Social, vol. xxxiii (145), 1998 (1. ), 183-188 Notas sobre a população a propósito da evolução recente do número de nascimentos O número de nascimentos em Portugal tem

Leia mais

Concurso de Ideias para Logótipo. ONGD Leigos para o Desenvolvimento REGULAMENTO

Concurso de Ideias para Logótipo. ONGD Leigos para o Desenvolvimento REGULAMENTO Concurso de Ideias para Logótipo ONGD Leigos para o Desenvolvimento REGULAMENTO 1. Promotor A ONGD Leigos para o Desenvolvimento (LD) leva a efeito um concurso para apresentação de propostas de logótipo.

Leia mais

PNAI NA IMPRENSA. 2008-11-07 em Público. ONG questionam plano nacional de inclusão

PNAI NA IMPRENSA. 2008-11-07 em Público. ONG questionam plano nacional de inclusão PNAI NA IMPRENSA 2008-11-07 em Público ONG questionam plano nacional de inclusão A estrutura responsável pela coordenação do Plano Nacional de Acção para a Inclusão (PNAI) tem uma "preocupante escassez

Leia mais