Sumário. Editorial. Sociedade Brasileira de Dermatologia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário. Editorial. Sociedade Brasileira de Dermatologia"

Transcrição

1 Sociedade Brasileira de Dermatologia Afi liada à Associação Médica Brasileira Diretoria Presidente - Bogdana Victória Kadunc Vice-presidente - Sarita Maria F. Martins C. Bezerra Secretária-geral - Leandra D Orsi Metsavaht Primeira secretária - Eliandre Costa Palermo Segunda secretária - Luciana Silveira Rabello de Oliveira Tesoureiro - Carlos Baptista Barcaui Jornal da SBD Esta é uma publicação da Sociedade Brasileira de Dermatologia, dirigida a seus associados e órgãos de imprensa. Publicação bimestral - Ano XV - n. 1 - janeiro-fevereiro Coordenador médico - Paulo R. Cunha Conselho Editorial - Bogdana Victória Kadunc, Sarita Maria F. Martins C. Bezerra, Leandra D Orsi Metsavaht, Eliandre Costa Palermo, Luciana Silveira Rabello de Oliveira e Carlos Baptista Barcaui Jornalista responsável - Erika Drumond - Reg. MT n o Redação - Erika Drumond Editoração eletrônica - Nazareno N. de Souza e Maurício Pacheco Versão Online - Samuel Peixoto e Victor Gimenes Contato publicitário - Priscila Rudge Simões A equipe editorial do Jornal da SBD e a Sociedade Brasileira de Dermatologia não garantem nem endossam os produtos ou serviços anunciados, sendo as propagandas de responsabilidade única e exclusiva dos anunciantes. As matérias e textos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. Correspondência para a redação do Jornal da SBD Av. Rio Branco, 39/17 o andar - Centro - Rio de Janeiro CEP: Assinatura anual: R$ 120,00 Número avulso: R$ 20,00 Tiragem: exemplares Impressão: Sol Gráfi ca Sumário Editorial A nova diretoria da SBD gestão 2011/2012 traz a partir desta edição de nosso jornal linha editorial mais enxuta, mas sempre procurando cobrir assuntos de interesse dos leitores e, principalmente, despertar a motivação para a leitura. Sabemos que o Jornal da SBD é o principal meio de comunicação entre a entidade e seus associados. É ele que registra todas as atividades institucionais, informa e atualiza, por isso o faremos com todo o cuidado. A publicação continuará sendo referência em assuntos de interesse sobre a dermatologia nacional e internacional, com densidade de informações em mescla de interesses acadêmicos e assuntos atuais, eventos e ações políticas. Nesta edição, chamamos a atenção para a coluna Palavra do Presidente, em que a Dra. Bogdana Victória Kadunc ressalta a importância de atuar intensamente junto às instituições que regem as especialidades médicas do país com objetivo de fortalecimento da dermatologia. Leia também na coluna Fronteiras do conhecimento dermatológico a reportagem imperdível que comenta dois artigos publicados na edição de fevereiro do Journal Investigative of Dermatology, o primeiro sobre psoríase, o segundo abordando a relação entre a acne e os transtornos psicológicos. Na coluna Ética em pauta (p.23), fi que a par das cobranças de honorários médicos e periodicidade de retorno do paciente por meio do artigo elaborado por Francisca Estrela, do Departamento de Defesa Profi ssional e Ética da SBD. Nossa reportagem de capa focaliza o Fórum de Trabalho e Integração realizado nos dias 18 e 19 de fevereiro, no Rio de Janeiro, e traz informações importantes sobre os novos rumos da SBD sob o comando da Dra. Bogdana Victória Kadunc nos próximos dois anos. Outra reportagem que merece destaque trata do 22 o Congresso Mundial de Dermatologia, em Seul, Coreia do Sul, de 24 a 29 de maio. Ainda há tempo para participar. Informe-se na p.10. A opinião do leitor é determinante, por isso as colunas Painel do Leitor e Ouvidoria são canais abertos para que tenhamos feedback por meio dos endereços e respectivamente. Para encerrar nossos comentários sobre esta edição, destaco a repercussão internacional do Summer Meeting (p.15), que ganhou menção na mídia internacional com publicação no International Journal of Dermatology, contribuindo para projetar positivamente a SBD no âmbito internacional, o que merece ser festejado. 2 Palavra da Presidente 5 69 o Meeting da AAD 9 Microscopia confocal permite o diagnóstico de doenças graves sem dor o Congresso Mundial de Dermatologia em Seul 14 Terceiro Teraderm 16 Validação do registro de título de especialista 17 TED Você sabia? 20 SUS poderá distribuir fi ltro solar a trabalhadores expostos ao sol 21 Fronteiras do conhecimento dermatológico 23 Ouvidoria 25 Regionais 27 Departamentos 28 Serviços Credenciados Boa leitura! Paulo R. Cunha Coordenador médico do Jornal da SBD Capa: SBD inicia planejamento para a próxima gestão - 13 Jornal da SBD Ano XV n.1 1 Foto: Sergio de Castro Freitas

2 Palavra da Presidente Este espaço é tradicionalmente reservado ao presidente da SBD. Procurarei utilizá-lo de forma curta, direta e didática, abordando alguns assuntos de relevante interesse dos dermatologistas especialistas brasileiros nos quais a SBD estará envolvida ao longo de 2011 e A tarefa que nos foi atribuída pelos associados da SBD é bastante complexa e trabalhosa, porém extre mamente fascinante, e gostaria de transmitir a todos meu entusiasmo em abraçá-la. As primeiras palavras são diretamente dedicadas à diretoria desta gestão: Dras. Sarita, Leandra, Eliandre e Luciana, e Dr. Carlos Barcaui. Considero-me uma pessoa de verdadeira sorte por estarmos juntos nessa empreitada, envolvidos em clima de energia e confiança. Uma de nossas principais metas é divulgar a dermatologia junto às instituições que regem as especialidades médicas no país. Fazem parte do Conselho Científi co da AMB, que realiza reuniões mensais, os presidentes das 52 especialidades reconhecidas pelo CFM no Brasil. Estaremos sempre presentes nesses encontros, porque muito se aprende, principalmente sobre os mecanismos de fortalecimento da especialidade e do encaminhamento de nossas questões. Tem emanado desses órgãos a tendência de não mais aumentar o número de áreas de atuação, além de enfática recomendação de fortalecimento dos departamentos eles devem abrigar os interesses científi cos específi cos, evitando a fragmentação das especialidades. Passando o conceito para a prática, já estamos promovendo ampla modifi cação estrutural em nossos departamentos. Requisitamos também à Comissão Mista de Especialidades a aprovação de um novo currículo da residência médica em dermatologia, que abranja as modernas tendências mundiais sem, no entanto, prejudicar a clínica, base soberana de nossa formação. Com a carga horária bem dividida e a presença da cirurgia dermatológica, da cosmiatria, das novas tecnologias e da dermatoscopia no conteúdo programático, poderemos, enfi m, caracterizar nossa especialidade em toda a sua abrangência clínica, cirúrgica e cosmiátrica. Esse processo de renovação do currículo, que se prolonga por mais de um ano, tem sido bastante trabalhoso. Durante esse tempo, participamos de dois fóruns de discussão, nos quais fomos representados pelos doutores Julio Empinotti, Flávio Luz e Eliandre Palermo, tendo sido nossa proposta exposta e criticada por membros de diversas especialidades. Por duas vezes, as modifi cações sugeridas foram feitas e, no momento, aguardamos ansiosamente poder dar a notícia da ofi cialização de nosso novo currículo. Outras tarefas e desafi os serão encampados ao longo dos próximos dois anos. E nesta coluna de nosso jornal, os associados poderão acompanhar de perto o que está sendo feito em nome da nossa SBD. Bogdana Victória Kadunc Presidente da SBD Notas curtas e atuais Foto: Milton Michida Bolsa de residência em No dia 1º de março, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, esteve na sede da Associação Médica Brasileira (AMB) para anunciar a ampliação do número de vagas de residência médica no estado de para e o aumento no valor da bolsa paga aos médicos residentes de R$ 1.916,00 para R$ 2.338,00. Na ocasião, foi anunciado pelo secretário estadual de Saúde, Giovanni Guido Cerri, que será renovado o acordo de educação médica continuada e de distribuição de diretrizes assinado pela a AMB e pela Secretaria de Saúde, em de abril: Dia Nacional de Paralisação do Atendimento aos Planos de Saúde O Conselho Federal de Medicina (CFM), a Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e a Associação Médica Brasileira (AMB), defi niram a paralisação dos médicos que prestam serviços às seguradoras e operadoras de planos de saúde, no próximo 7 de abril, quando se comemora o Dia Mundial da Saúde. Os presidentes das entidades 2 Jornal da SBD Ano XV n.1 médicas nacionais divulgaram carta aos médicos, à população e às entidades (associações médicas, conselhos regionais de medicina, sindicatos e sociedades estaduais de especialidades) esclarecendo as diretrizes do movimento. Na carta aberta aos 160 mil médicos que atuam na saúde suplementar, foram mencionadas as divergências e as difi culdades enfrentadas pelos profi s- sionais no relacionamento com os planos de saúde. O documento afi rma que além dos reajustes insufi - cientes, há interferência na autonomia do médico, e os contratos são irregulares, sem cláusulas de periodicidade e critérios de reajustes, contrariando a determinação de 2004 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Também foi assinado documento destinado aos cidadãos brasileiros que possuem planos de saúde, explicando os motivos da paralisação e alertando a sociedade sobre os riscos de prejuízos à saúde em decorrência do descaso das empresas do setor com os médicos.

3 Notas curtas e atuais 66 o Congresso Brasileiro já contabiliza mais de 2 mil inscrições Cláudio Chaves (presidente da Academia Amazonense de Medicina), Robert Schwartz (prof. titular de dermatologia da Universidade de Nova Jersey-EUA), Valeska Francesconi (presidente da SBD-AM) e Simão A. Pecher (presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia-Reg.do Amazonas) Médico estrangeiro é homenageado em Manaus A Academia Amazonense de Medicina, a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia- -Regional do Amazonas e a SBD-AM, em 13 de dezembro do ano passado, homenagearam o professor titular de dermatologia da Universidade de Nova Jersey (EUA), Robert Schwartz, com o título de correspondente internacional da Academia. Depois da cerimônia, realizada no auditório da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual do Amazonas, Schwartz proferiu conferências sobre dermatite atópica e sarcomas em Aids, para os docentes, residentes e estudantes de medicina, ambas em memória do renomado professor de dermatologia Jean-Claude Bystryn. Ele aproveitou a visita a Manaus para entregar diploma de membro honorário da Sociedade de Pesquisas Científi cas da Universidade de Nova Jersey ao professor titular de dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Amazonas e atual presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia-Regional do Amazonas, Simão Arão Pecher. O Congresso Brasileiro de Florianópolis havia recebido até o fechamento desta edição cerca de inscrições. A fi m de evitar a superlotação, até o dia 30 de junho estará aberto o sistema de pré- -inscrição para que todos possam garantir sua presença nas diferentes atividades científi cas. Depois desse prazo será iniciado o processo de envio pelo correio dos tíquetes que vão garantir o acesso preferencial às palestras. O evento, limitado a inscrições, terá o total de 147 atividades, sendo 20 conferências, 21 fóruns, 66 simpósios, 17 cursos, dois painéis de procedimentos e 21 sessões Tire suas dúvidas. O presidente do 66 o Congresso da SBD, Roberto Amorim, ressalta que os painéis de procedimentos ao vivo e em vídeo, bem como os cursos teóricos, serão restritos aos associados da SBD e aos residentes de Serviços Credenciados. Segundo o coordenador de Comunicações do 66 o Congresso da SBD, Maurício Conti, as atividades do evento se desenvolverão integralmente nas dependências do Centro de Convenções de Florianópolis (CentroSul), com exceção da festa de confraternização, marcada para o dia 5 de setembro, que será realizada no Clube Pachá, localizado na Estrada de Jurerê. SBD cria perfil no Facebook A SBD reconhece a importância de estar associada às grandes redes sociais. Prova disso é que desde o ano passado a entidade vem interagindo com o público leigo nos canais YouTube e Twitter. E, no último mês de janeiro, o Departamento de Comunicação da SBD, lançou um perfi l em outro site de relacionamento, o Facebook. Em sua página ofi cial, as pessoas podem ler o mural e informações e ver fotos. O endereço da SBD no Facebook é Download Rotinas O associado da SBD pode baixar gratuitamente a versão eletrônica do livro Rotinas de diagnóstico e tratamento da SBD até o dia 30 de abril. Para detalhes sobre como proceder, acesse Queda de cabelo antes dos 30 anos pode ser sinal de câncer A revista Annals of Oncology acaba de publicar estudo apontando a relação entre a queda de cabelo precoce e o risco de desenvolvimento do câncer de próstata. Segundo os autores da pesquisa são necessários mais estudos para encontrar as ligações desconhecidas entre hormônios androgênicos, calvície precoce e câncer de próstata, além da possibilidade de prevenção por meio de drogas antiandrogênicas. Os pesquisadores compararam 388 portadores de tumores de próstata e 281 homens saudáveis e constataram que, entre os que têm a doença, a porcentagem dos que começaram a fi car calvos aos 20 anos era duas vezes maior do que nos demais. Eles não verifi caram o mesmo risco em homens cuja calvície teve início depois dos 30 ou dos 40 anos. O estudo Male pattern baldness and the risk of prostate câncer foi realizado na França pelos professores Michael Yassa (Universidade de Montreal), Phillipe Giraud (Universidade de Paris Descartes), entre outros, e pode ser lido por assinantes da Annals of Oncology no endereço eletrônico: Jornal da SBD Ano XV n.1 3

4 Foto: Julia Garcez Dermatologistas brasileiros e estrangeiros aproveiram a visita ao estande da SBD para se inscrever no Congresso Dermatológico, em Florianópolis Nova Orleans é palco do Congresso da AAD de 2011 O69o Meeting Anual da Academia Americana de Dermatologia (AAD) reuniu pessoas entre as quais, médicos. O evento anual mais importante da dermatologia ocorreu de 4 a 8 de fevereiro, em Nova Orleans (EUA), a maior cidade do estado de Luisiana, conhecida pelo multiculturalismo e pela música e culinária diversifi cadas. No encontro deste ano, a comunidade brasileira manteve a liderança de participação como membros estrangeiros. Ao todo, 625 médicos assistiram às aulas, discutiram novos temas da especialidade e trocaram ideias com experts da área. Os americanos já estão acostumados com nossa presença. Considero muito importante esse intercâmbio e, sobretudo, o fato de que a dermatologia brasileira seja conhecida e reconhecida fora do Brasil, salienta a presidente da SBD, Bogdana Kadunc. Como vem ocorrendo há algum tempo, a SBD e a SBCD montaram mais uma vez um estande conjunto na área de exposições, no qual puderam dar apoio institucional, apresentar as sociedades e suas respectivas ações aos profi ssionais do exterior. No local, foram distribuídos folhetos trilíngues (português, inglês e espanhol) com informações sobre as entidades, as únicas sociedades médicas latino-americanas presentes no evento, e realizadas inscrições para o Congresso Brasileiro de Dermatologia e do Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica. Temos fortalecido ainda mais nossa presença no cenário institucional e contribuído para apresentar ao mundo a dermatologia praticada no Brasil, atesta o presidente da SBCD, Ricardo Shiratsu. Essa também foi a primeira participação da Procter & Gamble do Brasil dentro do estande da P&G EUA no Meeting da AAD. Nos foi disponibilizada uma mesa para atender a dermatologistas brasileiros e de qualquer outra nacionalidade interessados em saber mais sobre a SBD. Distribuímos os fôlderes da SBD, da SBCD e do Congresso Brasileiro da SBD deste ano. Oferecemos ainda uma bandeirinha do Brasil que fez bastante sucesso, conta a diretora científi ca da P&G, Lais Koelle. A delegação dermatológica brasileira esteve representada por diversos associados da SBD, entre eles o coordenador do Vitiligo Latin American Task Force, Caio César Silva de Castro, que destaca algumas novidades em sua área: Na palestra de vitiligo ministrada pelo Dr. James Nordlund, um dos expoentes mundiais em pesquisa da doença, foram apresentados interessantes dados sobre os danos térmicos, mas não epidérmicos, causados pela exposição solar em vitiligo. O Dr. Nordlund também causou polêmica ao defender que vitiligo segmentar não tem distribuição dermatomal e deveria ser chamado de unilateral, ressalta. Caio Castro complementa que na aula Non-cultured Epidermal Suspension in Vitiligo: from Lab to Clinic, o médico indiano D. Parsad mostrou interessantes estudos randomizados com diferentes modifi cações nas técnicas de transplante de melanócitos a fi m de Jornal da SBD Ano XV n.1 5

5 Médicos que passaram pelo estande receberam fôlderes institucionais da SBD simplifi car e baratear essas técnicas ou melhorar a repigmentação, como, por exemplo, o uso do soro dos próprios pacientes em vez de solução salina normal, que aumenta signifi cativamente a repigmentação pós-transplante. Em relação aos aparelhos para o tratamento da gordura localizada por meio da criolipólise, o dermatologista de São Paulo Nuno Osório menciona o aparelho Zeltig, que, em sua opinião, é a primeira tecnologia não invasiva aprovada pelo FDA para redução de gordura. Proveniente de estudos feitos pela equipe do Dr. Rox Anderson, o tratamento parece ser promissor para aqueles pacientes que desejam livrar-se de pequenas áreas de gordura localizada. A administração dura uma hora e é feita com a aplicação de placas que produzem sucção e resfriam a pele. Essa diminuição de temperatura leva à apoptose das células do tecido adiposo, que diminuem cerca de 20% por aplicação. Podem ser feitas outras sessões após período de no mínimo 30 dias, e os resultados são mais visíveis no prazo de dois meses. O tratamento é bem tolerável e raramente produz desconforto, não necessitando de qualquer tipo de anestesia, além de ter poucas contraindicações. Já tem a aprovação da Anvisa e deve estar disponível no Brasil em abril, informa. Leia a seguir outras novidades apresentadas no Congresso e registradas pelos dermatologistas da SBD. O fórum sobre alergia alimentar teve a coordenação do Prof. Jon Hanifi n, considerado uma das maiores autoridades em dermatite atópica. Um dos pontos mais discutidos foi a confusão feita entre verdadeira alergia alimentar e intolerância alimentar. As reações consideradas alergia são imediatas, caracterizadas por urticária e/ou sintomas de anafi - laxia. Também ganhou destaque o uso de epinefrina nos casos de risco de anafi laxia, que deve preceder a administração de anti-histamínicos. A dosagem de IgE total não é considerada necessária para diagnóstico de alergia alimentar. Sobre os testes, foram apresentadas várias evidências de que o melhor é o desafi o duplo cego placebo controlado. Os testes cutâneos e os sorológicos específi cos apresentam pouca correlação com o desafi o oral. Crianças com dermatite atópica que não respondem ao tratamento devem ser investigadas para alergia alimentar, e, em casos moderados a graves, percentual variável de 30 a 40% delas apresentam essa sensibilidade. Alergia alimentar - Mario Cezar Pires Como perspectivas futuras, foram apresentadas a possibilidade de imunoterapia oral, melhores meios de pesquisar e potencial para dessensibilizar para alimentos específi cos. Estudo publicado no JACI 2010; 126(6) mostrou que a medicação herbal bloqueou anafi laxia por amendoim em ratos alérgicos. Um guia sobre alergia alimentar pode ser encontrado em: 6 Jornal da SBD Ano XV n.1

6 Hidrosadenite supurativa e dermatoscopia - Luis Kopke Atualização em hidrosadenite supurativa: Das associações antibióticas, a que mais tem dado bons resultados é o uso concomitante de clindamicina e rifampicina, embora a duração do tempo de tratamento ainda não esteja muito bem estabelecida. Embora a isotretinoína possa dar bons resultados em alguns casos, relatos mais consistentes de melhora têm ocorrido com a acitretina. A utilização do infl iximab tem sido guardada para casos muito adiantados, assim como o uso do zinco na terapia tem sido considerado experimental. O mais surpreendente nesse tema foi a utilização do Nd-Yag Laser, de 1064nm (Cutera), no tratamento de casos avançados, induzindo a drenagem e cicatrização dos trajetos fi stulosos. Bons resulta- dos foram obtidos com apenas quatro sessões de periodicidade mensal. Curso de dermatoscopia avançada e microscopia confocal: A quantidade de novas informações foi muito grande, a ponto de, além de as palestras terem aumentado o interesse pelo assunto, a profusão de trabalhos científi cos publicados nos convidarem a estudá-lo ainda mais profundamente. O Prof. Robert Bissonnette (Montreal, Canadá) apresentou interessante palestra intitulada Dermatoses infl amatórias crônicas das mãos e pés, afi rmando que dermatoses infl amatórias crônicas, como psoríase, dermatite atópica e dermatite de contato, não raro envolvem mãos e pés. Infelizmente, contudo, a morfologia dessas condições costuma ser diferente nas palmas e nas plantas em relação à de outras áreas do corpo, o que torna o diagnóstico mais desafi ador. O diagnóstico diferencial das dermatoses de mãos e pés é amplo e inclui doenças frequentes, como psoríase, dermatite de contato alérgica e irritativa, pustulose palmoplantar Dermatoses inflamatórias crônicas das mãos e pés - José Accioly-Filho e infecções por dermatófi tos. O tratamento da psoríase palmoplantar é mais difícil do que em outras áreas do corpo. Tratamentos tópicos são frequentemente decepcionantes devido à pouca penetração dos agentes no estrato córneo. Puva tópico e UVB podem ser efetivos, mas implicam difi culdades relativas ao acesso à terapia e ao comparecimento regular ao consultório médico. Acitretin pode trazer resultados satisfatórios. Há relatos de sucesso e insucessos com o uso de inibidores do TNF-alfa (infl iximab, etanecerpt e adalimumab). Exacerbação ou indução de lesões pustulosas palmoplantares podem ser desencade- adas pelo uso de inibidores do TNF-alfa. Mais recentemente, a alitretinoína foi aprovada em alguns países da Europa e no Canadá para tratamento de dermatite crônica de mãos e pés (dermatite de contato irritativa, dermatite atópica com envolvimento palmoplantar, pomfólix e dermatite palmoplantar idiopática) em doses 10-30mg/dia. Efeitos colaterais comuns: dor de cabeça e fl ushing. Efeitos incomuns: alterações no TSH e T4. Conclusões: O diagnóstico diferencial de dermatoses palmoplantares é amplo; as lesões palmoplantares podem ter mais de uma causa; estudos recentes têm avaliado a efi cácia e segurança de novos agentes terapêuticos. Lasers e preenchimento cutâneo - Célia Kalil Apresentação do uso de laser fracionado para pigmentação moteada e cicatriz hipertrófi ca (região frontal) pós-tratamento com PDL, com ótimos resultados. Mencionou-se ainda o crescente aparecimento de pontos escurecidos na pele pós- -tratamento com laser fracionado, devido à hiperpigmentação pós-infl amatória do tratamento. Em relação às lesões pigmentares, observou-se grande preocupação em relação ao uso de lasers e LIP no tratamento de melasma; conforme o aparelho utilizado e a falta de conhecimento a respeito de seu manuseio por parte dos operadores, pode haver grande risco de piora. Outro ponto importante é que, com a evolução dos aparelhos de laser na dermatologia, já se vislumbra sua efetividade associada à ultrassonografi a, principalmente em tratamento de tumores cutâneos para sua remoção segura. A respeito dos preenchedores cutâneos, em diversas apresentações o ácido hialurônico (AH) foi citado, sendo bastante usado na dermatologia em várias situações com excelentes níveis de correção. No último ano, observou-se o crescimento do uso do AH associado, no mesmo frasco de apresentação, com anestésico (lidocaína). Além disso, a associação de métodos como lasers, LIP, radiofrequência, preenchedores e toxina botulínica tem-se consolidado como excelente opção terapêutica na cosmiatria dermatológica, muitas vezes sendo feita durante a mesma sessão terapêutica, conforme a indicação do tratamento ao paciente e a necessidade de resposta mais rápida. É importante lembrar que isso depende da indicação dos métodos e da avaliação pelo dermatologista de tal necessidade. Foi salientada no 69 o Meeting da AAD a importância da vitamina D na saúde e na doença do indivíduo. É preocupação constante (principalmente entre clínicos gerais) o fato de que a fotoproteção pode causar diminuição da vitamina D no organismo. Seus níveis sofrem infl uência sazonal, e, sobre isso, o Prof. Richard Gallo sugere que a infl uência genética talvez seja mais importante do que a exposição ao sol. A ingestão dessa vitamina está associada à redução de risco de câncer gastrintestinal e de mama, além de modifi car o sistema imune (imunidade inata), aumentando a resistência Vitamina D - Maurício Martins a infecções. A suplementação oral de vitamina D necessária varia com a idade, e suas controvérsias são frequentes, principalmente após a publicação do livro Vitamina D em dermatologia, de autoria do Prof. Knud Kragballe (Universidade de Aarhus- -Dinamarca/2000). Jornal da SBD Ano XV n.1 7

7 Microscopia confocal evita biópsias desnecessárias Nova tecnologia também detecta lesões malignas em fases iniciais Décima segunda CNPCP De acordo com as estatísticas parciais da empresa GN1, em 2010, a Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele (CNPCP) atendeu a pessoas, sendo que as mulheres foram a maioria, com mais de 20 mil atendimentos (62%). Participaram da ação de conscientização da SBD quase 4 mil médicos em 168 postos de saúde do país. O Estado de São Paulo fi cou à frente em número de assistências, com consultas. Desse total, pessoas (10,77%) apresentaram câncer da pele. Já, a cidade de Manaus teve o maior índice de incidência da doença, 35,19%, o equivalente a 57 casos de um total de 162 atendimentos. O Tour de Prevenção assistiu a pessoas, e delas 207 foram diagnosticadas com câncer da pele. A campanha itinerante ocorreu de 11 de setembro a 5 de dezembro em dez cidades brasileiras. Incidência de Câncer da Pele CNPCP 2010 A microscopia confocal tem sido uma técnica bem aceita entre os dermatologistas Estado Total de Câncer da pele atendimentos (Sim/Não) Desde janeiro de 2011, a clínica de dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo utiliza o microscópio confocal na prática diária assistencial e acadêmica. A microscopia confocal reflectante a laser é nova técnica para o estudo histológico da pele e importante ferramenta na pesquisa biológica, na análise química e de materiais. Ela permite a visualização das estruturas da pele com resolução celular comparável à histopatologia convencional, porém de forma não invasiva, in vivo e em tempo real. Sua aplicação para o diagnóstico não invasivo de tumores cutâneos e doenças inflamatórias é realizada há alguns anos em diversas partes do mundo, explica Rute Lellis, dermopatologista do Serviço. Segundo Alessandra Marta, dermatologista da SCM, o aparelho (VivaScope, Lucid), importado dos Estados Unidos, utiliza um laser com comprimento de onda de 830nm como fonte geradora de luz. Essa luz incide sobre determinado ponto no tecido, é refl etida pelas diversas estruturas da pele que possuem índices de refrações diferentes entre si, e, a seguir, forma uma imagem com diferentes tons de brilho. O alcance desse microscópio em relação à profundidade da pele varia de 200 a 500μm, o que possibilita a visualização da epiderme e derme superior. O procedimento dura em média cinco minutos. O médico dermatologista Marcus Maia, chefe do Serviço de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e coordenador do Programa Nacional de Controle do Câncer da Pele (PNCCP) da SBD, destaca que o aparelho antecipa o diagnóstico do câncer da pele, dispensando a biópsia mas, sobretudo, representa uma nova abordagem para o estudo in vivo da pele. Na literatura foi demonstrado o impacto dessa técnica no aumento da sensibilidade e especifi cidade diagnóstica do melanoma. Entretanto, mais relevante é o fato de que estamos vivenciando, pela primeira vez na história da medicina, a possibilidade de acompanhar de forma dinâmica e in vivo os fenômenos celulares determinantes dos processos fi siológicos e patológicos da pele. Fonte: GN1 São Paulo / Curitiba / Campo Grande / 879 Fortaleza / 831 Belo Horizonte / 806 Porto Alegre / 765 Recife / 666 Rio de Janeiro / 728 Salvador / 553 Goiânia / 515 Brasília / 451 Florianópolis / 400 S.J.do Rio Preto / 400 Belém / 413 Maceió / 378 Teresina / 339 João Pessoa / 281 Cuiabá / 225 Manaus / 105 Natal / 124 Jornal da SBD Ano XV n.1 9

8 22 o Congresso Mundial de Dermatologia será do outro lado do mundo Seul foi a cidade escolhida para sediar a vigésima segunda edição do maior encontro da dermatologia mundial. A SBD participa efetivamente de várias atividades desenvolvidas pela comissão organizadora A cada quatro anos os maiores especialistas se encontram no Congresso Mundial de Dermatologia (World Congress of Dermatology), um dos mais importantes eventos da área, para atualização e troca de conhecimentos. Nesta 22 a edição, que vai ocorrer de 24 a 29 de maio em Seul, na Coreia do Sul, a SBD estará bem representada. Cerca de 40 dermatologistas da Sociedade (ver quadro na p.12) desenvolverão atividades que vão desde a coordenação de simpósios e workshops a apresentações em cursos e sessões plenárias. O professor titular de dermatologia da Faculdade de Medicina de Jundiaí, Paulo R. Cunha, será o coordenador do simpósio intitulado Infestações cutâneas e picadas de insetos (Infestations and bites). A seu lado, vão compor a mesa de debates experientes profi ssionais da Coreia (Baik Kee Cho), Egito (Mohamed Amer, Amin Mohamed Amer), França (Olivier Chosidow e Pascal Delaunay), Austrália (Andrew Steer) e Estados Unidos (Larry Millikan) e Brasil (Omar Lupi). A vice-presidente da SBD, Sarita Martins, ministrará aula durante o workshop Tratamento de cicatrizes e queloides (Scars and keloids treatment). Vou enfatizar minha experiência pessoal utilizando várias técnicas, como infi ltração intralesional com 10 Jornal da SBD Ano XV n.1 corticoides, criocirurgia, subincisão, microdermabrasão e carboxiterapia, informa. Sua expectativa é a melhor possível para o encontro que será realizado pela primeira vez no continente asiático. Não só no aspecto de importantes contatos que se faz num congresso desse porte, mas na abrangência e na riqueza de temas com que um congresso mundial nos brinda. Além do rico conteúdo científi co, teremos a oportunidade de conviver com a exuberância, o exotismo e a cultura de uma civilização que está em pleno crescimento, completa Sarita Martins. Um dos membros da Comissão Científi ca da SBD, Vidal Haddad, vai coordenar workshop sobre dermatologia aquática ao lado de três médicos brasileiros. Esse será o único evento dentro do Congresso que reunirá apenas debatedores de nosso país. Além de Vidal, vão compor a mesa os dermatologistas da Unesp Vinícius Souza, Hamilton Stolf e Hélio Miot, todos com trabalhos publicados na área. O primeiro dará aula sobre infecções bacterianas e fúngicas em ambiente aquático e os dois últimos vão expor temas desenvolvidos em conjunto na Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB). O Dr. Stolf falará sobre aplicação da cirurgia em acidentes por animais aquáticos, e o Dr. Miot sobre a conduta médica quando de agravos por ouriços- -do-mar. É verdade que uma série de fatores contribuiu para essa formação fi nal, mas é motivo de satisfação ter uma atividade no Congresso Mundial só com brasileiros, o que mostra o domínio que temos na área, ressalta Vidal, que também vai coordenar workshop sobre dermatologia aquática no Encontro da Academia Europeia de Dermatologia (EADV), em outubro, em Lisboa. O desenvolvimento dessa ofi cina será mais um importante passo para a formação da associação de estudos sobre dermatologia aquática, algo que pretendemos consolidar no congresso europeu, endossa. Participação de bolsistas Ao longo do ano passado, a SBD realizou uma série de concursos científi cos, premiando 21 dermatologistas com bolsas para participar do evento. O coordenador médico de Mídia Eletrônica da SBD-, Ivan Semenovitch, foi um dos contemplados com o trabalho intitulado Avaliação da microcirculação dos carcinomas basocelulares pela técnica de imagem espectral obtida através da polarização ortogonal, tema de sua tese de doutorado defendida em Durante o mundial, ele pretende comparar o que é

9 Por ter sido uma das três contempladas pela comissão julgadora do Summer Meeting Of Dermatology 2010 como autora do melhor trabalho científi co, Daniela Ventin de Oliveira Prates, de 27 anos, natural de Salvador (BA), embarcará para Seul onde participará da vigésima segunda edição do maior congresso da especialidade. Além da inscrição, a jovem receberá da Liga Internacional de Sociedades de Dermatologia (ILDS) a quantia de dois mil dólares pelo artigo sobre granuloma anular. Daniela concluiu em janeiro a residência de dermatologia da Universidade Federal do Ceará (UFC), no Hospital Walter Cantídio, e se prepara para o início do mestrado em dermatopatologia na mesma universidade. A orientação do chefe do Serviço em que atuo, Prof. Dr. José Wilson Accioly Filho, foi de fundamental importância não apenas por sua vasta experiência clínica, mas, principalmente, por seu constante estímulo à produção científi ca, explica a dermatologista que tem diversos relatos de caso publicados nos Anais Brasileiros de Dermatologia. Além dela, também embarcarão para Seul as médicas Lana Bezerra Fernandes, do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás, e Aurenita de Assis Formiga, nascida na Paraíba e residente do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), localizado no Hospital Universitário Prof. Edgard Santos. Daniela Prates ladeada pelos dermatologistas Paulo Cunha e Jesus Rodriguez Santamaria feito no Brasil com a experiência dos colegas estrangeiros. Além disso, também desejo conhecer um país bastante diferente do Brasil, como é o caso da Coreia do Sul, afi rma Semenovitch, que participou do Congresso Mundial em Buenos Aires (2007). O dermatologista da rede pública do Amazonas e professor de clínica dermatológica da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) Leandro Ourives Neves Um pouco de Seul também teve escolhido o trabalho Tratamento da leishmaniose cutânea em centro de referência de Manaus, Amazonas: estudo clínico randomizado de efi cácia e segurança, que apresenta os resultados de sua dissertação de mestrado, realizada na Fundação de Medicina Tropical do Amazonas (FMT-AM), sob a orientação dos doutores Sinésio e Anette Talhari. Ourives que também é preceptor da residência Foto: Maristela do Valle em dermatologia e pesquisador da FMT-AM, onde também cursa o doutorado, com área de atuação em dermatologia infecciosa, lembra que o amplo desenvolvimento da Coreia do Sul combina perfeitamente com a dermatologia, especialidade ávida por inovações científi cas e tecnológicas. Para embarcar rumo à Coreia, basta o passaporte. Para inscrições e outras informações acesse o site: wcd2011.org. Gyeongbokgung Palace Com mais de 11 milhões de habitantes, Seul, capital da Coreia do Sul há mais de 600 anos, se destaca por unir diversidade cultural com moderno turismo de negócios. Lá é comum encontrar áreas com construções tradicionais representando sua cultura em contraste com edifícios arrojados, refl exos da forte economia do país. Alguns dos atrativos turísticos que mais chamam a atenção dos visitantes são as riquezas antigas, como os palácios gigantescos das dinastias que comanda- ram a Coreia do Sul no passado. O Gyeongbokgung, por exemplo, abriga um museu folclórico, sendo um dos locais mais interessantes a visitar. Os templos budistas também atraem estrangeiros de todas as partes do mundo, como o Inwang Temple (Inwangsa) e o mais famoso santuário xamanista, o Guksadang, instalados no Mont Inwang, de 336 metros de altura. Para quem quer ver a cidade em 360 graus, vale conferir a Seoul Tower (Namsan Tower), a maior da As lojas de Namdaemun, com inúmeros produtos a preços baixos, lembra a rua 25 de Março, em São Paulo Ásia, com incrível vista panorâmica. Outros pontos interessantes são os mercados de rua, cheios de barracas com uma infi nidade de produtos a preços baixos. Os mais conhecidos são o Namdaemun e o Dongdaemun. A variedade é enorme e vai de roupas a eletrônicos, passando pelas comidas. Já os amantes de futebol poderão conhecer a vila olímpica e um estádio de futebol de última geração, o Sang-am, locais que abrigaram as Olimpíadas de 1988 e a Copa do Mundo de 2002, respectivamente. Jornal da SBD Ano XV n.1 11

10 Cursos Bogdana Kadunc Davi de Lacerda Doris Maria Hexsel Flavio Barbosa Luz Gabriella Campos do Carmo Márcia Ramos-e-Silva Mirian Sotto Omar Lupi Samuel Mandelbaum RS Palácio de Changdeokgung - Datado do século XV, foi declarado patrimônio da humanidade pela Unesco em Era o principal lar da família real e ainda preserva tesouros da época da construção, como uma ponte de pedra de 1411 Aeroportos e transporte urbano Foto: Maristela do Valle O Aeroporto Internacional de Incheon é considerado um dos melhores da Ásia, e o trajeto até o Centro de Seul demanda cerca de uma hora. Grande parte dos taxistas que operam 24 horas por dia no aeroporto fala inglês, mas é recomendado ter o destino anotado em papel, em coreano. A cidade tem sistemas de metrô e ônibus extensos e efi cientes, com sinalização de destinos e estações identifi cadas em coreano e em inglês. As oito linhas de metrô chegam a todos os pontos turísticos da cidade e funcionam entre 5h30 e meia-noite. Os táxis representam boa opção para trajetos curtos nos mais baratos, automóveis brancos e prateados, difi cilmente os motoristas falam inglês; os de luxo custam o dobro do preço, mas seus motoristas têm fl uência na língua inglesa e conhecem bem os hotéis da cidade. Fonte: Ig Turismo Simpósios Alice Alchorne Beatriz Moritz Trope Bogdana Kadunc Carolina Talhari Davi de Lacerda Ediléia Bagatin Flavio Queiroz Telles Gerson Penna José Antônio Sanches Luna Azulay Márcia Ramos-e-Silva Nilton Di Chiacchio Omar Lupi Paulo Cunha Regina Schechtman Ricardo Romiti Sessão plenária sobre envelhecimento da pele Márcia Ramos-e-Silva Workshops Ada Regina Trindade Bernardo Gontijo Bogdana Kadunc Cristiane Benvenuto-Andrade Emerson de Andrade Lima Francisco Le Voci Gabriella Campos do Carmo Hamilton Stolf Hélio Amante Miot Ida Duarte Jackson Machado-Pinto Karime Hassun Luciana de Matos Lourenço Luis Fernando Tovo Luiz Guilherme de Castro Márcia Ramos-e-Silva Marcio Serra Mariana Lima Omar Lupi Roberto Takaoka Sarita Martins Bezerra Silvio Alencar Marques Sinésio Talhari Vidal Haddad Jr. Vinicius Souza AM PR DF MG PE MG PE PE AM 12 Jornal da SBD Ano XV n.1

11 Foto: Paulo Verardo SBD inicia planejamento para a próxima gestão A SBD deu início às discussões envolvendo o planejamento da entidade para a gestão 2011/2012 por meio do Fórum de Trabalho e Integração, ocorrido nos dias 18 e 19 de fevereiro, no Hotel Windsor, no Rio de Janeiro. O assunto foi pauta de reuniões conjuntas entre a nova diretoria, capitaneada pela presidente Bogdana Victória Kadunc, membros das quatro comissões da SBD (Ensino, TED, Científi ca e Ética), coordenadores dos departamentos e presidentes das regionais. Participaram também os coordenadores de mídia, do Jornal da SBD, da Educação Médica Continuada (EMC), dos programas de câncer da pele e de psoríase, os presidentes de eventos ligados à SBD em 2011 e 2012 e os editores dos Anais Brasileiros de Dermatologia (ABD) e da Surgical & Cosmetic Dermatology. O Fórum teve o apoio da Aché. Ao longo das várias atividades, houve espaço para discussões específi cas de cada grupo, reuniões gerais para troca de ideias e, no fi nal, um encontro com a presença de todos os grupos para apresentação das principais decisões tomadas no Fórum. Para a presidente Bogdana Kadunc, essa troca de ideias é fundamental para o debate das questões que vão permear o próximo biênio. Há vasto material para trabalhar e organizar a SBD nos próximos dois anos. Alguns projetos e ações discutidos na reunião e que já estão em andamento são: criação de uma comissão de atualização da Classifi cação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), com elementos de várias regiões do Brasil. Os doutores Ramon Blanco (), Gustavo Gonçalves Costa Pinto Corrêa (RS), Sílvia da Costa Carvalho (PE) e Aldo Toschi () estão à frente das discussões e em pleno contato com o grupo da Associação Médica Brasileira (AMB) que trabalha no assunto; ampla reforma nos Departamentos da SBD, articulada pelo coordenador de Departamentos, Paulo Criado, com a fi nalidade de torná-los maiores, mais atuantes e abrangentes, abrindo a um maior número de associados e dando oportunidade de participação a quem se interessar em aprofundar o conhecimento em áreas especifi cas da dermatologia; redução na quantidade de eventos dermatológicos em geral, por meio de acordos entre coordenadores dos departamentos e presidentes das regionais; criação de um jornal eletrônico (e-news dermatológico) mensal que englobe um resumo das participações da SBD junto a instituições de política médica do país, notícias gerais de interesse do dermatologista e atualização científi ca fornecida pelos departamentos. O e-news está sendo capitaneado pelo coordenador de Mídia Eletrônica da SBD, Aldo Toschi, e o responsável pela web da instituição, Samuel Peixoto, e quer atingir o fi lão de associados (hoje mais de 70%) que utilizam o site da SBD; amplo projeto de comunicação com a mídia, com porta-vozes específi cos por assunto, gerenciado pela primeira secretária, Eliandre Palermo; implementação de ações de sustentabilidade organizadas pela vice-presidente da SBD, Sarita Martins, e a segunda secretária, Luciana Rabello. Dia do Dermatologista Quando a bossa nova ditou o tom da MPB, nós já cuidávamos dos tons da pele brasileira. Elaborado pelo Departamento de Comunicação, o slogan estampa as capas dos CDs de bossa nova que foram distribuídos pela entidade em parceria com a La Roche-Posay aos associados da SBD em homenagem ao Dia do Dermatologista, celebrado em 5 de fevereiro. O repertório traz 12 canções, todas de autoria do maestro soberano, Tom Jobim. Wave, Águas de março e Insensatez são alguns dos grandes clássicos imortalizados pelo compositor, cantor, maestro, pianista e precursor do movimento musical que conquistou o mundo e que faz a música popular brasileira ainda mais rica e bela. Jornal da SBD Ano XV n.1 13

12 Capa Apresentação da diretoria 2011/2012 Anova diretoria da SBD gestão 2011/2012, que tomou posse em 1 o de janeiro de 2011, vem com a missão especial de representar a direção de uma das sociedades médicas mais antigas do país. A entidade, fundada em 5 de fevereiro de 1912, completará no próximo ano 100 anos de atuação. A dermatologia cresceu, se fortaleceu, amadureceu e está cada vez mais atuante. É preciso que congreguemos o novo e valorizemos o antigo para que, no desenvolvimento crescente como especialidade, a dermatologia não perca sua essência, que é o atendimento ao paciente dermatológico. Se hoje os pacientes anseiam tanto por tratamentos estéticos, ainda existem muitos que sofrem com doenças crônicas, incapacitantes e estigmatizantes. É nesse contexto de ambiguidade e ambivalência que nossa função como dermatologistas precisa prevalecer-se da ética e da competência. Não precisamos apenas disputar mercado com outras sociedades, mas assegurar o lugar já conquistado pelo dermatologista ao longo de toda uma sólida trajetória como especialidade. A diretoria da SBD traz como mote desta gestão a valorização do dermatologista e a defesa profi ssional. Não é apenas fazer campanha publicitária e conquistar espaço na mídia. É preciso que se resgate o respeito ao profi ssional da área médica, pois é inadmissível que ainda hoje existam pessoas que perguntem dermatologista é médico?. Com a fi nalidade de agregar associados para entrar nessa luta conosco, a nova diretoria propõe trabalho conjunto e integrado com todos os Departamentos da SBD, Regionais, e chefes de Serviços Credenciados, visando ao fortalecimento nacional da dermatologia e à ação coesa e mais objetiva de cada departamento e suas áreas de interface. É preciso que congreguemos o novo e valorizemos o antigo para que, no desenvolvimento crescente como especialidade, a dermatologia não perca sua essência, que é o atendimento ao paciente dermatológico. 14 Jornal da SBD Ano XV n.1 Na imprensa, iniciaremos campanha de esclarecimento sobre a especialidade, junto a jornalistas, profi ssionais da área de saúde, estudantes de medicina, professores, advogados, e outros formadores de opinião. É importante para a especialidade que tenhamos espaço também nas esferas governamentais, educacionais e administrativas e na área de saúde, como CFM, MEC, CNRM, Anvisa, etc. Os dermatologistas precisam participar dos conselhos regionais de medicina, de associações médicas interdisciplinares e de comissões de ética de seus hospitais. Enfi m, precisamos ocupar espaços estratégicos, pois estamos sofrendo constante pressão. De um lado, com os planos de saúde e com a permanente desvalorização dos honorários médicos. De Diretoria executiva biênio 2011/2012 Presidente Bogdana Victória Kadunc Vice-presidente Sarita M. F. Martins C. Bezerra Secretária-geral Leandra D Orsi Metsavaht Tesoureiro Carlos Baptista Barcaui Primeira secretária Eliandre Costa Palermo Segunda secretária Luciana S. Rabello de Oliveira outro, com a invasão desenfreada de outras especialidades e a multiplicação de curso de pós-graduação, e também de profi ssionais não médicos em nossa especialidade. Por isso, é constante também nossa briga em fazer valer a ainda não sancionada lei do ato médico. A dermatologia é de todos nós, precisamos de apoio e união para conseguir realizar essas metas; não é apenas o trabalho de uma diretoria ou de outra que fará a diferença, mas a percepção consensual de que, se não estivermos unidos e fortalecidos, perderemos nosso espaço conquistado arduamente há tantos anos pelos fundadores desta sociedade centenária. Eliandre Palermo Primeira Secretária da SBD Diretoria estendida biênio 2011/2012 Coordenadora de Biblioteca: Denise Steiner Anais Brasileiros de Dermatologia: Editora Científica: Izelda Maria Carvalho Costa Editores Associados: Vitor Manoel Silva dos Reis, Renan Rangel Bonamigo e Andrelou Fralete Ayres Vallarelli Surgical & Cosmetic Dermatology: Editora Científica: Bogdana Victória Kadunc Editores Associados: Ediléia Bagatin, Hamilton Ometto Stolf, Mônica Manela Azulay Jornal da SBD: Coordenador médico: Paulo Rowilson Cunha Mídia Eletrônica da SBD: Coordenador médico: AldoToschi Educação Médica Continuada (EMC): Coordenador médico: Emerson Vasconcelos de A. Lima Coordenador Associado da EMC-D: João Roberto Antonio Ouvidoria: Andréa Machado Coelho Ramos Coordenador de Negociações: Dilhermando Augusto Calil Coordenadora de Ações Institucionais: Cláudia Pires Amaral Maia Coordenador da Campanha Câncer da Pele: Marcus Antonio Maia de Olivas Ferreira Coordenadora da Campanha da Psoríase: Luna Azulay Abulafi a Coordenadora do Terceiro Teraderm: Clarisse Zaitz Presidente do Congresso 2011: Roberto Moreira Amorim Presidente do Congresso 2012: Márcia-Ramos-e-Silva Coordenador geral dos Departamentos: Paulo Ricardo Criado

13 1 st Summer Meeting of Dermatology ganha registro internacional Pela qualidade dos temas tratados em palestras ministradas pelos mais renomados dermatologistas brasileiros e estrangeiros, a primeira edição do Summer Meeting da Sociedade Brasileira de Dermatologia ganha repercussão internacional e contribui para projetar positivamente a SBD em todos os continentes. Publicado em fevereiro, o volume 50 do International Journal of Dermatology, revista de investigação dermatológica com impacto mundial, reconheceu o sucesso do encontro realizado no último mês de dezembro, nos dias 9 a 11, em Salvador, Bahia. O texto, escrito pelo professor titular de dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Nova Jersey (EUA), Robert Schwartz, destacou algumas das aulas proferidas por grandes nomes da área. O presidente do Summer Meeting, Paulo Cunha, gostou da menção e acrescenta: Ficamos muito satisfeitos ao ler o relato do Prof. Schwartz, que de maneira sucinta mostrou o conteúdo científi co de alto nível e a participação de notáveis palestrantes estrangeiros. Assim como os demais países do mundo, o Brasil também precisa estar no foco da dermatologia internacional. Desta forma, ele colabora para o crescimento da especialidade e para a formação de profi ssionais gabaritados. Todos, sem exceção, têm de estar nesse universo cosmopolita da dermatologia, assinala. O texto na íntegra está disponível para assinantes no endereço eletrônico: ijd issue-2/issuetoc. Estatísticas do Google mostram comportamento do associado no site da SBD Oportal da SBD vem se fi rmando como referência médica para os associados. Os números do Google Analytics (ferramenta de monitoramento de sites) indicam crescimento do número de acessos. Em 30 dias entre dezembro de 2010 e janeiro de 2011, o site da SBD destinado ao público médico recebeu o total de visitantes, dentre eles dermatologistas, o que representa 73% do número de associados da entidade (Gráfi co 1). Durante o mesmo período, cerca de médicos (54%) acessaram áreas restritas do site, como Cadastro, Palestras Online, Biblioteca, Site Gratuito para o Sócio, Manual de Conduta, entre outros serviços. Por outro lado, associados (46%) navegaram apenas nas áreas abertas (que não exigem login e senha), sem visitar o conteúdo direcionado restrito para uso exclusivo dos sócios (Gráfi co 2). Gráfico 1 2 Gráfico Nos dias 10 e 11 de junho o Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, será palco do Terceiro Teraderm, que este ano ocorrerá junto com a XVII Reunião Internacional de Terapêutica Dermatológica. A coordenação do evento, formada pelos dermatologistas Clarisse Zaitz, Humberto Ponzio e Jayme de Oliveira Filho, optou por novo formato de apresentação, com 28 blocos de 30 minutos cada, sendo oito minutos reservados para palestra, e os outros 22 para discussão. Além disso, o coordenador será responsável pela orientação da discussão por meio de recursos audiovisuais, que deverão ser enviados com antecedência para a organização, afi rma Clarisse Zaitz. A programação científi ca contemplará temas como infecções virais, fúngicas e bacterianas, fotoproteção, fototerapia e terapia fotodinâmica, colagenoses, eczemas e farmacodermias, distúrbios da cicatrização e da pigmentação, entre outros. Informações atualizadas e períodos de inscrição serão divulgados em breve no site da SBD (www.sbd.org.br). Jornal da SBD Ano XV n.1 15

14 Presidente do Cremesp alerta para a importância do registro do título de especialista para sua validação No dia 15 de janeiro, no auditório da sede da SBD-RE, dermatologistas de São Paulo assistiram à palestra do presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Luiz Alberto Bacheschi, sobre a importância do registro do título e os possíveis problemas decorrentes da falta de titulação. Participaram do encontro a presidente da SBD, Bogdana Victória Kadunc, o presidente da SBD-RE, Mauro Enokihara, o coordenador de comunicações da SBD-RE e coordenador de mídias eletrônicas da SBD, Aldo Toschi, entre outros. Embora seja providência simples que pode ser realizada pelo médico junto ao Conselho Regional, muitos ainda deixam de cumpri-la apenas um terço dos médicos em atividade no Estado de São Paulo são registrados como especialistas no Cremesp. Entre eles, estão 825 dermatologistas, o que representa menos de 45% dos que atuam no estado. A especialidade faz parte da identidade profissional. É de crucial importância que os dermatologistas de todo o país façam o registro do documento para que possamos ter um planejamento efetivo de ações, com programas de educação continuada, de valorização e de defesa profissional, explica Bogdana Kadunc. Bacheschi realçou o fato de o novo Código de Ética Médica, em vigor desde abril de 2010, incluir artigo sobre a publicidade médica, estabelecendo 16 Jornal da SBD Ano XV n.1 que o anúncio de especialidade, sem comprovação mediante o registro, constitui grave contravenção. Lei promulgada em 1939, e não revogada, autoriza o uso de expressões como doenças da pele, doenças de crianças, entre outras, para caracterizar o foco da atividade do médico. Esse é um dos espaços que ainda permite o anúncio de áreas de atuação sem titulação. No entanto, o presidente do Cremesp lembrou que os conselhos estão atuando para fechar essa brecha. Aproximação com o Cremesp Segundo Aldo Toschi, foi cordial a conversa entre a SBD- -RE e o Cremesp. Na ocasião, Bacheschi ressaltou a necessidade de todo especialista em dermatologia, ainda que titulado pela SBD, registrar o título no CRM de seu estado. Isso garante que em casos de processos médicos o profi ssional seja reconhecido e amparado. Como o Cremesp só atesta título de especialidade reconhecida pelo CFM, ter registro ajudaria o público a identifi car o verdadeiro dermatologista, titulado pelo site do Cremesp ou dos CRMs, diferenciando-o de tantos outros profi ssionais que trabalham na especialidade sem a necessária e devida habilitação, relata Toschi. Ele lembra que para o registro o dermatologista deve consultar o site do CRM de seu estado e procurar o serviço. São necessários documentos originais que serão levados ao CRM e o posterior reconhecimento do título. Infração ética A atividade não registrada impede a menção a título em cartões de visita, receituário e em todo tipo de materiais de divulgação. Sua falta em caso de processo de apuração de infrações à ética médica ou ao exercício profi ssional pode ser condição complicadora para a parte envolvida. Nos casos em que houver danos ao paciente, essa penalidade também poderá ocorrer por via judicial. Regularização dos títulos de especialista anteriores a 1989 A residência médica e os exames de títulos conduzidos pelas sociedades médicas após o profi ssional ter concluído um curso, um estágio ou outra forma de capacitação são os meios legais existentes para chancelar o título de especialista. A única exceção refere-se aos médicos que possuem títulos de especialistas não registrados antes de 15 de abril de 1989, que podem regularizar sua situação nos conselhos regionais graças a uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) publicada recentemente no Diário Ofi cial da União. Os profi ssionais devem solicitar seus títulos mediante a comprovação de ação como livre-docente ou posse de título de doutor ou de doutor na área da especialidade ou título de especialista conferido por entidade acreditada pelo CFM, ocupar cargo na carreira de magistério superior na especialidade, com exercício por mais de dez anos, e possuir títulos que, submetidos à consideração do CFM em instância recursal, sejam julgados sufi cientes para o reconhecimento da qualifi cação pleiteada.

15 TED 2011 em março na capital paulista Depois de três anos, São Paulo volta a sediar a prova de Título de Especialista em Dermatologia (TED) da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A mudança se deve às melhores condições de logística que o estado oferece, com maior frequência de voos para médicos de outras cidades, a grande quantidade de voos diretos, além da farta disponibilidade de hotéis e transportes públicos. Os dermatologistas farão o exame no dia 27 de março. Serão aprovados os candidatos que atingirem 60% dos acertos. A estrutura das provas repetirá a que foi observada nos últimos dois anos. No período da manhã (8h-12h) haverá prova teórica com 80 questões de múltipla escolha. No mesmo dia, à tarde (14h-17h), os candidatos farão a prova de conteúdo teórico- -prático no computador. Nessa etapa haverá 40 situações clínicas, clínico-cirúrgicas, clínico-histopatológicas e clínico-micológicas sob a forma de enunciado e de imagens. O candidato terá que buscar a resposta em uma base de dados, exemplo: o caso clínico é X, e a pergunta é Qual o diagnóstico?. O candidato terá que buscar, usando a barra de rolamentos, o diagnóstico que corresponda (diagnóstico X ou sinonimia). No caso da prova de múltipla escolha, a questão oferecerá quatro alternativas, e a correta deverá ser marcada, informa Silvio Marques, presidente da Comissão do TED. Segundo ele, diferentemente dos anos anteriores, a prova teórico- -prática abrangerá 40 questões em vez de 30. Com a aprovação no TED o médico terá validada sua capacitação profi ssional, estando apto a conduzir qualquer caso de sua especialidade. Espero que cumpra seu objetivo maior, ou seja, identifi car e aprovar aqueles candidatos que possuem o mínimo de conhecimentos ao menos do ponto de vista teórico e teórico-prático necessários para fazer jus ao Título de Especialista em Dermatologia. O que o modelo de exame que utilizamos ainda não faz é avaliar competência em termos de atitudes e habilidades, itens absolutamente necessários à profi ssão. Creio que está na hora de discutirmos essa ampliação na quantidade de itens que com- Os Certificados do Título de Especialista em Dermatologia terão validade de cinco anos, sendo renováveis segundo as normas estabelecidas pela Comissão Nacional de Acreditação AMB/CFM. A cada edição, em média 300 médicos se inscrevem para a realização da prova, 65% dos quais aproximadamente costumam ser aprovados. põem nossa avaliação, completa. As inscrições foram abertas no dia 25 de janeiro, e a divulgação do gabarito ofi cial, bem como da relação dos aprovados, está prevista para 12 de abril no endereço eletrônico e no site da SBD: A prova teve organização da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep). Apartir de abril, os Anais Brasileiros de Dermatologia (ABD) só receberão originais em inglês. A ideia é que em 2012 o conteúdo integral seja publicado na língua inglesa. Com isso, o maior periódico da dermatologia brasileira pretende expandir ainda mais sua visibilidade no âmbito internacional, permitindo que leitores de todo o mundo tenham acesso aos artigos. Ao tornar a língua inglesa ofi cial, poderemos ampliar nosso banco de revisores internacionais e gerar troca de conhecimentos científi cos extremamente saudável e en- ABD em inglês riquecedora. Além disso, no longo prazo, visamos aumentar nosso fator de impacto, salienta Izelda Costa, editora científi ca dos ABD. Para garantir a qualidade do conteúdo publicado, os Anais contarão com revisores da área (dermatologistas fl uentes na língua inglesa). Izelda explica que, embora haja tradução da versão fi nal dos artigos em português para o inglês, a base de dados Pubmed/Medline considera apenas a língua ofi cial da revista impressa, no caso atual, a língua portuguesa. Esse fator, no entanto, limita a abrangência dos artigos no mundo científi co. De acordo com a editora dos Anais, o período é de transição, e a revista não virá integralmente em inglês neste ano, pois ainda há quantidade considerável de artigos recebidos em português em revisão e revisados aprovados para publicação. Ela destaca que os trabalhos submetidos de 2011 também poderão vir acompanhados de arquivos de vídeo para melhor ilustração. Os médicos dermatologistas Vitor Manoel Silva dos Reis, Renan Rangel Bonamigo e Andrelou Fralete Ayres Vallarelli são os editores associados dos Anais Brasileiros de Dermatologia. Erramos: O primeiro texto da seção Falecimentos da edição de novembro/dezembro de 2010, apresentava foto de Gabriel Veiga Santos, encaminhada por Camila Souza, quando, na verdade, a notícia refere-se a Vagner Amaro Padroeiro. Segue abaixo a foto correta. Jornal da SBD Ano XV n.1 17

16 História Você sabia? Durante 2007 e 2008, por meio da coluna Linha do Tempo, elaborada por Paulo R. Cunha, a SBD mostrou ao leitor alguns dos principais fatos científicos, políticos e sociais ocorridos ao longo de quase 100 anos da existência da SBD. Este ano, na seção História, vamos retroceder um século para recordar os acontecimentos que modificaram a história da dermatologia brasileira Fundada a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), sendo dermatologistas apenas oito dos 18 médicos participantes. Sob a presidência de Fernando Terra inicia-se a formação dos médicos especialistas, a partir do que se constata gradual aumento dos médicos que passaram a se dedicar às doenças da pele Sedes da SBD e da Clínica Dermatológica e Sifi ligráfi ca são transferidas do Pavilhão Central da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro para o Pavilhão São Miguel Inaugurada em outubro, nas novas dependências, a Biblioteca da Clínica, que por muitos anos também serviria à SBD e para cujo acervo seria transferida defi nitivamente, no fi nal dos anos 70, quando a dermatologia da Faculdade Nacional de Medicina se mudou para a Ilha do Fundão Os Anais Brasileiros de Dermatologia assumem forma mais abrangente adotando identidade científi ca como revista trimestral e tendo como redator-chefe Eduardo Rabello Em 8 de agosto falece Eduardo Rabello, sucessor de Fernando Terra na Clínica de Dermatologia da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro e na presidência da SBD. Painel do leitor Queremos saber sua opinião sobre o Jornal da SBD. Envie suas opiniões, sugestões e críticas para o e ajude-nos a fazer um jornal cada vez melhor.

17 Projeto garante distribuição de fi ltro solar pelo SUS Trabalhadores expostos ao ar livre também serão beneficiados. Protetor solar evita manchas, envelhecimento precoce e, principalmente, o câncer da pele Uma boa notícia para a saúde da pele da população brasileira: a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) aprovou em dezembro do ano passado projeto que garante a distribuição gratuita de fi ltro solar com fator de proteção 12 pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, o texto obriga o empregador a entregar protetor solar a trabalhadores que entre 7h e 18h se exponham à radiação solar direta no exercício de suas atividades. Os profi ssionais que mais desenvolvem o câncer da pele são trabalhadores rurais, pescadores, carteiros e lixeiros, e o uso do produto é um componente a mais na saúde e na segurança do trabalhador. A SBD apoia a medida que incentiva proteger a pele de pessoas que muitas vezes não têm conhecimento do risco que correm ao se expor ao sol a trabalho. A distribuição desses produtos vai gerar uma cultura de prevenção entre os trabalhadores, analisa a presidente da SBD, Bogdana Kadunc. Será multado em R$ o empregador que descumprir a determinação. Acredito que a Câmara está no caminho certo na defesa dos trabalhadores que se expõem à radiação solar no exercício de sua labuta. O bloqueador solar deve ser considerado item de segurança para esses profi ssionais, assim como é a luva para os profi ssionais da saúde. O resultado positivo dessa ação, certamente, será visto no futuro, salienta o coordenador do Departamento de Oncologia da SBD, Otávio Sérgio Lopes. Segundo Sérgio Schalka, dermatologista da Universidade de São Paulo (U) e ex-tesoureiro da SBD- -RE gestão 2009/2010, existe relação direta entre o uso de protetores solares na exposição não intencional e a redução da incidência de câncer da pele não melanoma (CCNM). Apesar de se tratar de tumores com baixa letalidade, o custo de seu tratamento na rede pública é signifi cativo, pois são bastante prevalentes. A literatura já demonstra com clareza que o uso adequado de fotoprotetores em situações de exposição não intencional, como no dia a dia de trabalhadores externos, reduz de forma signifi cativa o desenvolvimento do CCNM e, potencialmente, do melanoma. Assim, a oferta de protetores solares pelo SUS, em particular aos trabalhadores externos, é medida de grande impacto na dermatologia preventiva, realça. Outro projeto aprovado na comissão altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para incluir a exposição ao sol como fator de risco do trabalhador. A exposição solar sem a adequada proteção constitui real fator de risco para o desenvolvimento de algumas alterações cutâneas, entre elas o câncer da pele. É bom lembrar também que, quando se trata da questão de saúde do trabalhador, outras interpretações podem ser levantadas, e ao invés de ajudar a sociedade a estaremos prejudicando, pois alguém arcará com despesas indenizatórias que podem ser vultosas, complementa. Em tempos de altos índices de radiação solar, usar protetor é questão de saúde. Mas apenas a aplicação do fi ltro não confere proteção absoluta contra queimaduras ou câncer da pele. A proteção solar é a ação mais marcante na prevenção do câncer da pele, e essa ação não deve ser tomada simplesmente pela perspectiva do uso de bloqueadores solares, mas sim, pelo uso de roupas adequadas, chapéu e boné, orienta Otávio Sérgio Lopes. Os três projetos têm caráter terminativo, ou seja, podem seguir para votação no Senado, sem passar pelo plenário da Câmara, o que só ocorrerá se houver recurso. Uso da benzofenona Em 2009, a Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor), colocou em dúvida a formulação e a efi ciência de oito marcas de protetores solares entre dez comercializados no Brasil. A pesquisa reprovou parte dos produtos testados porque eles contêm em sua composição a benzofenona-3, que, segundo a associação, é substância potencialmente cancerígena. A Anvisa contestou o teste comparativo alegando que o ingrediente benzophenone-3 é permitido em concentrações de até 10% conforme consta da RDC 47/06 (N. de Ordem 17). A substância foi estudada por grupos de especialistas tanto na Europa como nos Estados Unidos e considerada segura em ambas as avaliações. Após tomar conhecimento da notícia, a SBD também contestou os resultados obtidos ao publicar anúncio no jornal O Estado de S. Paulo. Além disso, a entidade se colocou à disposição da Proteste para analisar os resultados da pesquisa. A benzofenona-3, também chamada de oxybenzona, é um fi ltro UVA utilizado em todo o mundo há muitos anos. Não há nenhuma evidência epidemiológica que relacione o uso de B-3 e o desenvolvimento de câncer. Os estudos que fi zeram essa afi rmação foram feitos em ratos com doses de exposição muito maiores do que as utilizadas em condições normais. As entidades para avaliação da segurança de produtos, tanto na Europa quanto nos EUA, avaliaram através de painéis de experts e concluíram que não há nenhuma evidência desse risco. O texto apresentado pela Proteste contém vários vieses metodológicos e já foi contestado pela SBD e pela Anvisa. Não pode ser considerado estudo de base científi ca, reforça Schalka. 20 Jornal da SBD Ano XV n.1

18 Fronteiras do conhecimento dermatológico Neste espaço você vai ler comentários e opiniões de dermatologistas da Sociedade Brasileira de Dermatologia sobre artigos de impacto publicados recentemente nos principais jornais dermatológicos do mundo. Na primeira edição do ano, o diretor de Estratégias Ligadas à Informática do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM), Maurício Paixão, falará sobre a psoríase, e Luciana Conrado, coordenadora do Departamento de Psicodermatologia da SBD, abordará a relação entre a acne e os transtornos psicológicos. Os artigos foram publicados na edição de fevereiro do Journal of Investigative Dermatology. Psoríase A psoríase é doença infl amatória complexa. Mesmo com os diversos avanços que favorecem sua maior compreensão, diversos mecanismos envolvidos em sua patogenia permanecem pouco esclarecidos. Uma publicação bastante recente traz novas contribuições na busca do entendimento mais amplo da doença (ver referência abaixo). Os autores ressaltam que já foi demonstrado o fato de o tratamento adequado reduzir a espessura da epiderme, o infi ltrado infl amatório e a expressão de determinados genes relacionados. Através da técnica de microarray, diversos genes foram analisados em pacientes que apresentaram melhora clínica signifi cativa. Todavia, os autores constataram que, apesar da melhora clínica e histológica alcançada nas lesões, determinados genes permaneciam com menor grau de resposta. Dessa forma, eles criaram o conceito de perfi l genômico de doença residual, pelo qual verifi caram a persistência de alterações em locais com melhora clínica das lesões mesmo após uso do medicamento etarnecept. Embora muitos marcadores celulares tenham retornado a valores próximos aos de áreas não lesionadas, cinco genes envolvidos com a infl amação (IL-12p35, MX-1,IL-22, IL-17 e IFN-gama) apresentaram melhora inferior (defi nida arbitrariamente como inferior a 75%). Genes de interesse em tecidos afetados pela psoríase persistiram alterados (LYVE-1, WNT5A, RAB31 e AQ9). Tais achados sugerem a persistência de alterações, mesmo após a melhora clínica e histológica (presença de cicatriz molecular, do inglês molecular scar). Segundo os autores, as alterações genéticas encontradas são de impacto para o melhor entendimento da patogenia da doença e de seu tratamento. Como exemplo, o trabalho demonstra que a alteração na leptina pode representar possível base genética que correlaciona psoríase, obesidade e síndrome metabólica. Maurício Paixão Diretor de Estratégias Ligadas à Informática do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM) Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) Cicatriz molecular Em geral, o tratamento da psoríase leva à resolução das características clínicas e histopatológicas das lesões. No entanto, as lesões sofrem recidiva em algumas semanas ou meses após a interrupção do tratamento. Suárez- Fariñas e seus colaboradores usaram a análise de microarray para descrever o perfi l genômico residual da doença na pele lesionada de pacientes psoriáticos que responderam ao tratamento com etanercept. A infl amação não foi completamente resolvida nas lesões tratadas, as células CD8+ dérmicas residuais foram mantidas, e as células estruturais na pele continuaram a expressar alterações moleculares. Assim, a resolução histológica das lesões não está acompanhada de resolução molecular completa, sugerindo que o remanescente de uma cicatriz molecular possa ser parte da causa da recorrência das lesões no mesmo local.. Referência Suárez-Fariñas M, Fuentes-Duculan J, Lowes MA, Krueger JG. Resolved psoriasis lesions retain expression of a subset of disease-related genes. Journal Investigative of Dermatology Feb;131(2) Acne e distúrbios psicológicos A acne é a afecção de maior prevalência nos pacientes dermatológicos e afeta mais de 85% da população geral ao longo da vida. Sabe-se que a acne tem impacto negativo na qualidade de vida, e sua magnitude é comparável a condições como asma, diabetes e artrite. Estudo de corte transversal publicado em fevereiro pelo Journal of Investigative Dermatology baseado na aplicação de questionários a uma população de estudantes noruegueses entre 18 e 19 anos de idade buscou estabelecer correlações entre a gravidade da acne e alterações no funcionamento social e da saúde mental, bem como a presença de ideação suicida. Foram comparados estudantes que afi rmaram não ter ou ter pouca acne e 14% (n= 529) dos que relataram ter quadros mais importantes (em níveis variáveis). No grupo que apresentava acne severa, foram mais prevalentes os relatos de baixo desempenho escolar, inexistência de relacionamento romântico ou sexual e menor vínculo com amigos. Nas moças, a vivência de ideação suicida foi duas vezes mais frequente no grupo que tinha acne severa em relação ao grupo sem acne ou com quadros mais leves (25,5% x 11,9%), e entre os rapazes essa frequência foi três vezes maior (22,6% x 6,3%). A ideação suicida se manteve associada signifi cativamente com a acne (odds ratio 1.80, IC 95%) em modelo multivariado que incluiu ajustes para a depressão, etnia e renda familiar. A acne frequentemente está associada a confl itos psíquicos e questões relacionadas ao ajuste social. Esse estudo mostra que é possível que eventos adversos como depressão e ideação suicida (que ainda mantém controversa relação de associação com a isotretinoína) possam estar mais vinculados à presença da acne do que aos efeitos da medicação. Luciana Conrado Coordenadora do Departamento de Psicodermatologia da SBD Impacto da acne Apesar da associação proposta entre terapia com isotretinoína e aumento do risco de depressão, ideação suicida e suicídio, não há dados sufi cientes que apoiem essa proposta. A conexão entre esses problemas psicológicos e a acne severa tampouco foi devidamente investigada. Assim, Halvorsen e seus colaboradores realizaram estudo transversal com base em questionário aplicado a adolescentes. Os resultados sugeriram que as maiores taxas de ideação suicida, problemas de saúde mental e comprometimento social em adolescentes candidatos ao tratamento com isotretinoína se deram em função da sobrecarga da própria acne e não necessariamente ao tratamento. Referência Jon A Halvorsen, Robert S Stern, Florence Dalgard, Magne Thoresen, Espen Bjertness and Lars Lien Suicidal Ideation, Mental Health Problems, and Social Impairment Are Increased in Adolescents with Acne: A Population-Based Study. Journal of Investigative Dermatology Feb; 131, Jornal da SBD Ano XV n.1 21

19 Francisca Estrela * Ouvidoria Andréa Machado Coelho Ramos Ouvidora da SBD Cobrança de honorários médicos e periodicidade de retorno A cobrança de honorários médicos e a periodicidade de retorno do paciente constituem prerrogativas facultadas ao médico. Cabe a ele estabelecer valores que não sejam extorsivos e a limitação do período para retorno às consultas que realiza. O profi ssional médico deve saber valorizar-se e se manter no caminho ético preconizado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pelo Conselho Regional de Medicina (CRM). A consulta médica bem realizada demanda tempo, pois inclui anamnese bem feita, bem apurada, em que o médico vai formar sua opinião a respeito do diagnóstico, que poderá ou não ser feito em um primeiro encontro, necessitando quase sempre de solicitação de exames complementares. O ato médico terá continuidade em um segundo momento, estipulado pelo profi ssional, que verifi cará, então, os resultados e chegará ou não a um diagnóstico, para que seja adotada a conduta terapêutica adequada ao caso. Eventualmente, é facultado ao médico cobrar nova consulta, mesmo que ainda esteja no prazo de retorno, como, por exemplo, se o paciente apresentar outra patologia que não seja a diagnosticada na primeira consulta. Sendo a mesma, a nova consulta não poderá ser cobrada, pois é considerada retorno. Nos casos de doenças que exijam tratamentos prolongados com reavaliações frequentes e modifi cações terapêuticas, as consultas subsequentes poderão ser cobradas a critério médico, sem constituir infração ética. Caberá ao médico indicar livremente os prazos do retorno, e essa determinação deverá seguir critérios técnicos e médicos e não administrativos das operadoras de saúde. As empresas de assistência hospitalar ou ambulatorial e empresas que atuam na saúde não poderão interferir na autonomia do profi ssional, na relação médico/paciente, nem estabelecer prazos de intervalos entre as consultas. Os diretores técnicos dessas instituições serão eticamente responsáveis em casos de desobediência à resolução do CFM. Constitui infração ética interferir na autonomia do médico para especifi - car prazos de retorno. Em nossa opinião, o médico tem todo o direito de cobrar seus honorários médicos, bem como de determinar o retorno do paciente. O profi ssional deve ser ético, não se aproveitar dos pacientes com fi m de obter lucro, e procurar não onerar os planos de saúde com solicitações de exames desnecessários. Por outro lado, ele também não se deve deixar ser explorado pelos seguros de saúde. Prezamos relação amigável e ética com os pacientes e com as empresas que atuam no segmento da saúde. * Membro do Departamento de Defesa Profi ssional e Ética da SBD Nos países de língua portuguesa as palavras ouvidor e provedor (bem como ouvidoria e provedoria ) são mais utilizadas como substitutas do termo estrangeiro Ombudsman (ou Ombudswoman), usado até então no Jornal da SBD. A partir de agora, este espaço passa a se intitular Coluna da Ouvidoria. Por defi nição, o ouvidor é o profi ssional de órgão, instituição ou empresa que tem a função de receber críticas, sugestões, reivindicações e reclamações, encaminhando-as às instâncias competentes para tomada de providências cabíveis. O ouvidor deve agir com independência, em defesa imparcial da comunidade. Foi com muita satisfação que aceitei o honroso convite da presidente da SBD, Bogdana Victória Kadunc, para exercer a função de ouvidora da SBD. Ocupei alguns cargos na diretoria da SBD-Regional Minas Gerais e, por duas vezes, na diretoria da SBD nacional; já fui membro de comissões e estou no Conselho Deliberativo da SBD. Conheço, portanto, alguns dos problemas, dúvidas e mudanças relativos a nossa especialidade. Gostaria de incentivar minhas colegas e meus colegas dermatologistas a tecer comentários, sugestões, críticas e indagações sobre nossa Sociedade e os caminhos de nossa especialidade, que serão bem-vindos e encaminhados aos setores competentes. Vou intermediar, com zelo, a comunicação entre os associados e a diretoria da SBD. Quando necessário, darei respostas diretas aos associados ou nesta Coluna da Ouvidoria no Jornal da SBD. O contato comigo pode ser feito pelo endereço: Recebam meu cordial abraço. Jornal da SBD Ano ox XV Vn n.1 n1 23

20 Regionais Sergipe Rio de Janeiro Fluminense Pernambuco Bahia Mato Grosso Pará Amazonas São Paulo São Paulo O Centro de Convenções do World Trade Center, em São Paulo, foi palco do Simpósio de Cosmiatria, Laser e outras Tecnologias, nos dias 25 e 26 de fevereiro. O presidente da SBD-RE, Mauro Enokihara e o coordenador de Promoções Científi cas, Francisco Macedo Paschoal, abriram o evento. Estiveram em pauta temas como laser, cosmiatria na gravidez e no puerpério, fotoenvelhecimento de moderado a intenso, toxina botulínica e estrias. A programação englobou aulas teóricas, painel com transmissão ao vivo (PTV), conferências além da sessão Tire suas dúvidas. Além disso, durante o Simpósio de Cosmiatria, Laser e outras Tecnologias foram apresentadas aos médicos paulistas as novidades do Congresso Americano de Dermatologia ocorrido em fevereiro, em Nova Orleans, o que indica a ênfase que tem sido dada à soma de técnicas diversas para melhora de resultados na prática da dermatologia. Pernambuco Pela primeira vez em sua história, a SBD-PE realizou a campanha contra a hanseníase em parceria com as coordenações das secretarias municipal e estadual do Programa de Controle da Hanseníase. A ação, voltada para a intensifi cação do diagnóstico, ocorreu no dia 5 de fevereiro, quando 20 dermatologistas voluntários orientaram a população em três consultórios montados na Praça do Diário, a mais movimentada de Recife. Foram feitos cerca de 500 atendimentos e diagnosticados 30 novos casos da doença, com o encaminhamento para o tratamento já fornecido no momento do diagnóstico para a unidade de saúde mais próxima da residência do paciente. As pessoas ainda foram alertadas em relação aos sintomas principais e ao modo de transmissão da enfermidade e receberam panfl etos educativos, comenta o presidente da SBD-PE, Sérgio Palma. Na ocasião, também foram desenvolvidas ações de cunho informativo, com a participação de arte-educadores e representantes do Movimento de Reintegração de Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan). Três dias antes, a SBD-PE promoveu o Fórum de Atualização Hanseníase direcionado a médicos da rede de atenção básica em saúde de Recife. O evento, realizado na Faculdade Pernambucana de Saúde (IMIP), contou com a presença de 180 médicos dos programas de saúde do estado. Sergipe A nova diretoria da SBD-SE gestão 2011/2012 é composta por Bruno de Santana Filho (presidente), Lenise de Albuquerque Franco (vice-presidente), Sônia Maria de Santana (secretária-geral), Vera Angélica Oliveira Menezes Macedo (segunda secretária), além de Fedro Menezes Portugal, José Hunaldo Trindade Amorim, Larissa Sobral Bispo e Magna Dantas Bispo, todos da comissão científi ca. A Regional informa que a 30 a edição da consagrada Jornada Norte-Nordeste de Dermatologia será realizada no período de 7 a 9 de julho. Jornal da SBD Ano XV n.1 25

Os Rumos da Dermatologia no Brasil:

Os Rumos da Dermatologia no Brasil: Fóruns SBD RELATÓRIO FINAL Relator: Gabriel Gontijo, Vice-Presidente e Presidente Eleito da SBD São Paulo - 5 de abril de 2014 São Paulo - 5 de abril de 2014 Promoção Diretoria da Sociedade Brasileira

Leia mais

1º CEMC-D 2º CEMC-D CURSO DE EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA EM DERMATOLOGIA. Data: 13/02/2009 e 14/02/2009

1º CEMC-D 2º CEMC-D CURSO DE EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA EM DERMATOLOGIA. Data: 13/02/2009 e 14/02/2009 1º CEMC-D CURSO DE EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA EM DERMATOLOGIA Boas Vindas aos Residentes Recepção de Confraternização 2º CEMC-D Sessão Interativa Qual o seu Diagnóstico? Qual a sua Conduta? Data: 13/02/2009

Leia mais

Boletim Informativo SIERJ. Continuação da Programação do I Congresso. de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro

Boletim Informativo SIERJ. Continuação da Programação do I Congresso. de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro Ano 07 Nº 20 Out/Nov/Dez de 2006 Boletim Informativo SIERJ Continuação da Programação do I Congresso de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro 04 Congresso promove atualização e troca de experiência

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA - XXI Jornada Pernambucana de Dermatologia. 08:50/09:05 Laboratório na Dermatologia - Flávia Melo Alves (PE)

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA - XXI Jornada Pernambucana de Dermatologia. 08:50/09:05 Laboratório na Dermatologia - Flávia Melo Alves (PE) PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA - XXI Jornada Pernambucana de Dermatologia 19 de outubro de 2012 (sexta) Local: Golden Tulip Recife Palace Salão Panorâmico 08:40/08:50 Abertura Exames complementares em Dermatologia

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por:

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por: PRÊMIO ABF- AFRAS Destaque em Responsabilidade Social Elaborado por: Depyl Action Franchising Av. Bias Fortes, 932 sl. 304 Lourdes CEP: 30170-011 Belo Horizonte / MG Fone: 31 3222-7701 Belo Horizonte,

Leia mais

Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção. Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30

Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção. Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30 Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30 31 Rio Pesquisa - nº 18 - Ano V SAÚDE Conhecer o passado para cuidar do

Leia mais

book de comercialização

book de comercialização book de comercialização realização mensagem do presidente Caro parceiro, estamos abrindo oficialmente o XXVIII Congresso de Cirurgia Dermatológica da SBCD, que se realizará na cidade do Rio de Janeiro,

Leia mais

REGULAMENTO. Prêmio INCA - Ary Frauzino de Jornalismo

REGULAMENTO. Prêmio INCA - Ary Frauzino de Jornalismo REGULAMENTO Prêmio INCA - Ary Frauzino de Jornalismo O Prêmio INCA Ary Frauzino de Jornalismo 2007 será regido pelo presente Regulamento que se encontra arquivado no Cartório de Registro de Títulos e Documentos

Leia mais

Ministério do Esporte. Cartilha do. Voluntário

Ministério do Esporte. Cartilha do. Voluntário Ministério do Esporte Cartilha do Voluntário O Programa O Brasil Voluntário é um programa de voluntariado coordenado pelo Governo Federal, criado para atender à Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013

Leia mais

2. Da fundamentação e análise

2. Da fundamentação e análise PARECER COREN-SP 001/2013 CT PRCI n 100.546 e Ticket n 256.298 Assunto: Manuseio de equipamento de fototerapia em dermatologia por Auxiliar de Enfermagem. 1. Do fato A profissional questiona se o Auxiliar

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO PROGRAMA DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL (PCTI) GESTÃO REGIONAL RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014 www.trt7.jus.br/trabalhoinfantil SEMANA CEARENSE

Leia mais

Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014

Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014 Resultados da Movimentação de Viagens Organizadas na Temporada de Inverno 2014 EQUIPE TÉCNICA DO IPETURIS Coordenação: Mariana Nery Pesquisadores: César Melo Tamiris Martins Viviane Silva Suporte: Gerson

Leia mais

Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia CREMEB III Fórum de Publicidade Médica 24 de agosto de 2012 Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia CREMEB Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos

Leia mais

Eventos Fehosp. Promovendo e fortalecendo as relações para o aprimoramento das ações na saúde.

Eventos Fehosp. Promovendo e fortalecendo as relações para o aprimoramento das ações na saúde. Eventos Fehosp. Promovendo e fortalecendo as relações para o aprimoramento das ações na saúde. Quem Somos A Fehosp Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo, é uma instituição

Leia mais

Quinta-feira, 26 de março de 2015

Quinta-feira, 26 de março de 2015 Quinta-feira, 26 de março de 2015 TRT-CE e Ministério Público realizam ação contra o trabalho infantil O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará, em parceria com o Ministério Público do Trabalho e diversas

Leia mais

Débora Teresa da Silva Ormond Curriculum Vitae

Débora Teresa da Silva Ormond Curriculum Vitae Débora Teresa da Silva Ormond Curriculum Vitae Janeiro/2014 Débora Teresa da Silva Ormond Curriculum Vitae Dados pessoais Nome Débora Teresa da Silva Ormond Nome em citações bibliográficas ORMOND, D T

Leia mais

Residência Médica. Equivalência da Residência Médica com Curso de Especialização e Título de Especialista

Residência Médica. Equivalência da Residência Médica com Curso de Especialização e Título de Especialista Residência Médica A Residência Médica foi instituída no Brasil pela Lei nº. 6.932 de 07 de julho de 1981 e regulamentada pelo Decreto nº. 80.281, de 05 de setembro de 1977. Equivalência da Residência Médica

Leia mais

Avaliação do Evento. 23 SET a 26 SET de 2012 São Luís - MA

Avaliação do Evento. 23 SET a 26 SET de 2012 São Luís - MA Avaliação do Evento 23 SET a 26 SET de 2012 São Luís - MA Realização Aspectos desta Avaliação Opinião dos Participantes sobre o Evento Carga Horária por Atividade Opiniões, Sugestões e Comentários Opinião

Leia mais

Informativo Especial da ABEM. Abril de 2014

Informativo Especial da ABEM. Abril de 2014 Informativo Especial da ABEM Abril de 2014 Prezados(as) Sócios(as) da ABEM, Neste informativo, abordamos de maneira especial os eventos organizados pela International Society of Music Education (ISME)

Leia mais

CALENDÁRIO DE EVENTOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA 2012

CALENDÁRIO DE EVENTOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA 2012 CALENDÁRIO DE EVENTOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA 2012 D i a S e m a n a J A N E I R O 16 a 20 2ª a sexta-feira Curso de Micoses Superficiais e Profundas - Sta. Casa de Misericórdia de São

Leia mais

Hotelaria Hospitalar. Comunicação e Treinamentos Histórico da Empresa e Sua Sócia Fundadora

Hotelaria Hospitalar. Comunicação e Treinamentos Histórico da Empresa e Sua Sócia Fundadora Hotelaria Hospitalar Comunicação e Treinamentos Histórico da Empresa e Sua Sócia Fundadora Hotelaria Hospitalar Comunicação e Treinamentos Histórico da Empresa Data da Fundação e Público Alvo; Missão,

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CANCEROLOGIA Ato de Oficialização: Ata de 21/12/1981 Conselho Departamental

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CANCEROLOGIA Ato de Oficialização: Ata de 21/12/1981 Conselho Departamental PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CANCEROLOGIA Ato de Oficialização: Ata de 21/12/1981 Conselho Departamental 1. Nome do Curso e Área de Conhecimento: Curso de Especialização em

Leia mais

DOUTORADO EM SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE 2010 (com alteração na aplicação da prova de inglês)

DOUTORADO EM SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE 2010 (com alteração na aplicação da prova de inglês) DOUTORADO EM SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE 2010 (com alteração na aplicação da prova de inglês) COORDENAÇÃO: Dr. Sergio Koifman (koifman@ensp.fiocruz.br) Dr. Aldo Pacheco Ferreira (aldoferreira@ensp.fiocruz.br)

Leia mais

Congresso dos 35 anos das Relações Públicas no Amazonas 1. Luciana Gomes TRAVASSOS 2 Marion Litaiff Azize GOMES 3 Inara Regina Batista da COSTA 4

Congresso dos 35 anos das Relações Públicas no Amazonas 1. Luciana Gomes TRAVASSOS 2 Marion Litaiff Azize GOMES 3 Inara Regina Batista da COSTA 4 Congresso dos 35 anos das Relações Públicas no Amazonas 1 Luciana Gomes TRAVASSOS 2 Marion Litaiff Azize GOMES 3 Inara Regina Batista da COSTA 4 Universidade Federal do Amazonas (UFAM) Manaus/AM RESUMO

Leia mais

A REVISTA DA. FAMília brasileira

A REVISTA DA. FAMília brasileira A REVISTA DA FAMília brasileira 80 anos presente na cultura brasileira Uma revista muito especial que faz sucesso entre seus leitores desde 1934 Um público numeroso e qualificado, comprovado pelos números:

Leia mais

EDITAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDOCRINOLOGIA - 2016

EDITAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDOCRINOLOGIA - 2016 EDITAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDOCRINOLOGIA - 2016 O Serviço de do Hospital Nossa Senhora das Graças, vem por meio deste edital, tornar pública a abertura de processo seletivo para Curso de Especialização

Leia mais

Eventos Fehosp 2012. Congresso Anual Audhosp Encontros Regionais

Eventos Fehosp 2012. Congresso Anual Audhosp Encontros Regionais Eventos Fehosp 2012 Congresso Anual Audhosp Encontros Regionais Hotel Palm Plaza Resort em Campinas 24 a 27 de abril de 2012 www.fehosp.com.br / eventos@fehosp.com.br FEHOSP Fundada em 1959, a Federação

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº13 13-19/05 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº13 13-19/05 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional VII Colóquio Internacional Do dia 25 de maio até o dia 1º de junho, a Universidade Vila Velha-ES receberá

Leia mais

Apresentação do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS)

Apresentação do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS) Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 Apresentação do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS) Arthur Chioro Ministro da Saúde Preparação conjunta com as cidades-sede Brasília DF Cuiabá MT Curitiba

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº10 22-28/04 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº10 22-28/04 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional FOMENTO À PESQUISA Estão abertas as inscrições de propostas provenientes dos Programas de Pós-Graduação

Leia mais

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP DIRETORIA NACIONAL Presidente: JOÃO DE MORAES PRADO NETO - SP 1º Vice-Presidente: NÍVEO STEFFEN - RS 2º Vice-Presidente: DENIS CALAZANS LOMA - SP Secretário

Leia mais

UVV POST Nº74 10 a 16/11 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº74 10 a 16/11 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional 15 ANOS DE NACOM Agência experimental da UVV-ES faz aniversário e comemora sua história vitoriosa com

Leia mais

O PROJETO. Exercícios físicos, boa alimentação, cuidados com o corpo e a mente. A busca. por um estilo de vida saudável é o atual

O PROJETO. Exercícios físicos, boa alimentação, cuidados com o corpo e a mente. A busca. por um estilo de vida saudável é o atual Exercícios físicos, boa alimentação, O PROJETO cuidados com o corpo e a mente. A busca por um estilo de vida saudável é o atual desafio da humanidade, que vive um cotidiano cada vez mais caótico. Na correria

Leia mais

Caro Aluno, Seja bem-vindo!

Caro Aluno, Seja bem-vindo! Manual do Aluno Caro Aluno, Seja bem-vindo! Este manual é um guia que irá orientá-lo em sua vida acadêmica. Aqui você encontrará informações sobre as atividades educacionais, documentação, matrícula, avaliações

Leia mais

Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação

Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação pública (Projeto) PPG-AU/UFBA Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo 1 Contexto e justificativa Odesenvolvimento

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 8 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DOR Unidade Dias e Horários

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO

APRESENTAÇÃO DO CURSO FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS HOSPITAL INFANTOJUVENIL PRESIDENTE LUIS INÁCIO LULA DA SILVA APRIMORAMENTO EM CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA Edital de seleção para o ano de 2014 EDITAL N.º 02/2014-IEP/HCB

Leia mais

GRADUAÇÃO FGV EM SÃO PAULO. Administração de Empresas. fgv.br/vestibular

GRADUAÇÃO FGV EM SÃO PAULO. Administração de Empresas. fgv.br/vestibular GRADUAÇÃO FGV EM SÃO PAULO Administração de Empresas fgv.br/vestibular Idealismo, Excelência e Credibilidade A Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944, com o objetivo de preparar profissionais

Leia mais

Edital de 18 de janeiro de 2010 Bolsão Curso Clio Concurso de Bolsas por Desempenho

Edital de 18 de janeiro de 2010 Bolsão Curso Clio Concurso de Bolsas por Desempenho Edital de 18 de janeiro de 2010 Bolsão Curso Clio Concurso de Bolsas por Desempenho 1. Das disposições preliminares 1.1 O Concurso de Bolsas do Curso Clio será organizado por esta mesma instituição e o

Leia mais

Mulheres em rede pela humanização da assistência ao parto. O trabalho da Rede Parto do Princípio

Mulheres em rede pela humanização da assistência ao parto. O trabalho da Rede Parto do Princípio Mulheres em rede pela humanização da assistência ao parto O trabalho da Rede Parto do Princípio Enfª Marisol Figueiredo Almeida Bacharel em enfermagem UCB Pós Graduanda em atenção integral à saúde materno-infantil

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ INSTITUTO FERNANDES FIGUEIRA - IFF SOCIEDADE BRASILEIRA DE MASTOLOGIA ESCOLA BRASILEIRA DE MASTOLOGIA

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ INSTITUTO FERNANDES FIGUEIRA - IFF SOCIEDADE BRASILEIRA DE MASTOLOGIA ESCOLA BRASILEIRA DE MASTOLOGIA Ministério da Saúde Fundação Oswaldo Cruz Instituto Fernandes Figueira Projeto Câncer de Mama e Genética MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ INSTITUTO FERNANDES FIGUEIRA - IFF SOCIEDADE BRASILEIRA

Leia mais

a) Os candidatos deverão inscrever-se em apenas uma especialidade médica ou subespecialidade.

a) Os candidatos deverão inscrever-se em apenas uma especialidade médica ou subespecialidade. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO MÜLLER EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

Como elaborar Memorial e Curriculum Vitae

Como elaborar Memorial e Curriculum Vitae Como elaborar Memorial e Curriculum Vitae Luciana Pizzani Rosemary Cristina da Silva Memorial Memorial é o relatório circunstanciado que se apresenta à comissão de progressão funcional, o qual inclui a

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PATOLOGIA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Porto Alegre, março de 2009. 1. O Programa O Programa de Pós-Graduação em Patologia (PPG-Patol) foi criado com o objetivo de formar pessoal

Leia mais

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Sobre a FNQ História Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ)

Leia mais

SIG RUTE: Residência Médica e Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem

SIG RUTE: Residência Médica e Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem ARTIGO SIG RUTE: Residência Médica e Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem AUTORES Ênio Rogacheski Especialista e Mestre em Radiologia e Diagnóstico por Imagem. Médico Radiologista do Hospital

Leia mais

CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA ONCOLOGIA CUTÂNEA

CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA ONCOLOGIA CUTÂNEA CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO ESPECIALIZADA ONCOLOGIA CUTÂNEA Período de Seleção 10 de outubro a 07 de novembro de 2014 Taxa de Inscrição R$ 100,00 Taxa de Matrícula R$ 400,00 Mensalidade R$ 724,00 Forma(s)

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Analista de Correios / Administrador AC / Rio Branco 123 1 123,00 Analista de Correios / Técnico em Comunicação Social Atuação: Jornalismo AC / Rio Branco 27 1 27,00 Médico do Trabalho Formação: Medicina

Leia mais

Endereços das Secretarias Estaduais de Educação

Endereços das Secretarias Estaduais de Educação Endereços das Secretarias Estaduais de Educação ACRE MARIA CORRÊA DA SILVA Secretária de Estado da Educação do Acre Rua Rio Grande do Sul, 1907- Aeroporto Velho CEP: 69903-420 - Rio Branco - AC Fone: (68)

Leia mais

Gestão do Esporte no Brasil

Gestão do Esporte no Brasil Leandro Carlos Mazzei Flávia da Cunha Bastos Gestão do Esporte no Brasil Desafi os e perspectivas Coautores Fernando Castro Maroni José Arthur Fernandes Barros Luís Carlos Santana Michel Fauze Mattar Ricardo

Leia mais

PROCESSO. para RECONHECIMENTO. SERVIÇOS ou PROGRAMAS. ANGIOLOGIA e CIRURGIA VASCULAR. pela S B A C V

PROCESSO. para RECONHECIMENTO. SERVIÇOS ou PROGRAMAS. ANGIOLOGIA e CIRURGIA VASCULAR. pela S B A C V PROCESSO para RECONHECIMENTO de SERVIÇOS ou PROGRAMAS de ANGIOLOGIA e CIRURGIA VASCULAR pela S B A C V 1 Procedimento ETAPA I: O processo do solicitante, com o requerimento dirigido ao Presidente da SBACV,

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CIRURGIA DERMATOLÓGICA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CIRURGIA DERMATOLÓGICA CHEFE DO SERVIÇO: DR. SÉRGIO COSTA LIMA DA SILVA COORDENADORES: DRª ANDRÉA MYCHELAYNE E RAPHAEL C. PERYASSÚ SETOR DE CIRURGIA DERMATOLÓGICA Local: Hospital da Gamboa/RJ Nível: Pós-Graduação Lato Sensu

Leia mais

REGULAMENTO BOLSA FIDE (FOUNDATION FOR INTERNATIONAL DERMATOLOGICAL EDUCATION) 2015/2016.

REGULAMENTO BOLSA FIDE (FOUNDATION FOR INTERNATIONAL DERMATOLOGICAL EDUCATION) 2015/2016. REGULAMENTO BOLSA FIDE (FOUNDATION FOR INTERNATIONAL DERMATOLOGICAL EDUCATION) 2015/2016. 1. DA BOLSA FIDE Art. 1º A Sociedade Brasileira de Dermatologia, por meio do presente Regulamento, torna público

Leia mais

Boletim Informativo. O ano de 2013. Informe RH - Redução da Jornada de Trabalho. Próxima edição C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I

Boletim Informativo. O ano de 2013. Informe RH - Redução da Jornada de Trabalho. Próxima edição C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I Boletim Informativo Nossa Missão: Promover assistência segura à saúde, com respeito e ética aos usuários, desenvolvendo o ensino e pesquisa na busca

Leia mais

REGULAMENTO 1º FESTIVAL IGUASSU DE COMUNICAÇÃO FIC 2015.

REGULAMENTO 1º FESTIVAL IGUASSU DE COMUNICAÇÃO FIC 2015. REGULAMENTO 1º FESTIVAL IGUASSU DE COMUNICAÇÃO FIC 2015. OBJETIVO: O FIC - Festival Iguassu de Comunicação tem o objetivo de incentivar a COMUNICAÇÃO criativa na região. Trazendo profissionais gabaritados

Leia mais

Presidente da Terra Brasis faz críticas às mudanças na regulamentação do resseguro

Presidente da Terra Brasis faz críticas às mudanças na regulamentação do resseguro Presidente da Terra Brasis faz críticas às mudanças na regulamentação do resseguro Por Paulo Botti, presidente da Terra Brasis, resseguradora local Nascido em 2008 após árduo trabalho e amplo diálogo entre

Leia mais

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário XXI EDIÇÃO DO CONGRESSO FENABRAVE TERMINA COM PREVISÃO OTIMISTA PARA

Leia mais

Sociedade de Estudos Astronômicos de Sergipe XV EANE

Sociedade de Estudos Astronômicos de Sergipe XV EANE Sociedade de Estudos Astronômicos de Sergipe CNPJ: 08.281.098/0001-04 Contato: sease_astronomia@yahoo.com.br www.sease.org.br PROJETO 15 ENCONTRO DE ASTRONOMIA DO NORDESTE XV EANE São Cristóvão - SE 2015

Leia mais

TECNOLOGIA PARA UM MUNDO MELHOR

TECNOLOGIA PARA UM MUNDO MELHOR TECNOLOGIA PARA UM MUNDO MELHOR Garantir que todas as pessoas tenham oportunidade de utilizar equipamentos e redes de comunicação digital é uma das principais formas de contribuir para o desenvolvimento

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

UVV POST Nº56 02-08/06 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº56 02-08/06 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional Evento reuniu 15 cursos da área de Tecnologia da Universidade Entre os dias 26 e 28 do último mês (maio),

Leia mais

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Mídia Kit 2015 Publicidade Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Multiplataforma A Prazeres da Mesa é hoje a mais dinâmica produtora de conteúdo de gastronomia em várias

Leia mais

Plano de trabalho ABMES 2013

Plano de trabalho ABMES 2013 1. Apoio às IES de pequeno porte (eventos presenciais e a distância) Diretoria, Assessoria, Consultores e IES apoiadoras Realizar seminário na com o objetivo de identificar a situação atual das PMIES Contratar

Leia mais

Plano Estratégico de Comunicação Integrada

Plano Estratégico de Comunicação Integrada Plano Estratégico de Comunicação Integrada 2015 2016 SBN 2015-2016 1 - Plano Estratégico de Comunicação Integrada Comunicação Imprensa Publicidade Marketing Cursos Eventos Ações pontuais 1 - Plano Estratégico

Leia mais

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DA LIGA ACADÊMICA DE REABILITAÇÃO EM ORTOPEDIA DA FACULDADE MONTES BELOS Francisco Dimitre Rodrigo Pereira Santos Marillia Pereira Cintra Sintia

Leia mais

PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL

PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO O Prêmio OAB-GO de Jornalismo é um concurso jornalístico instituído pela Seção de Goiás da Ordem dos Advogados do Brasil para premiar matérias

Leia mais

PRÊMIO DE INCENTIVO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA O SUS X EDIÇÃO ANO

PRÊMIO DE INCENTIVO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA O SUS X EDIÇÃO ANO 1 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA EM SAÚDE COORDENAÇÃO-GERAL DE LICITAÇÕES E CONTRATOS DE INSUMOS ESTRATÉGICOS PARA SAÚDE EDITAL DE CONCURSO Nº 01/2011 PRÊMIO DE INCENTIVO

Leia mais

COLÉGIO BRSILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE RELATÓRIO DE GESTÃO DIREÇÃO NACIONAL BIÊNIO 2007-2009 2009 Fernando Mascarenhas Presidente Dinah Vasconcellos Terra Vice-Presidente Yara Maria de Carvalho Diretora

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Faculdade de Educação/Departamento de Estudos Especializados

Universidade Federal do Ceará Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Faculdade de Educação/Departamento de Estudos Especializados 1 Universidade Federal do Ceará Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Faculdade de Educação/Departamento de Estudos Especializados EDITAL Nº 05/2009 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS

Leia mais

O Amarelinho mantém liderança

O Amarelinho mantém liderança Mídia Kit O CAMPEÃO DAS BANCAS! O melhor jornal de empregos mídia exclusiva Empregos, estágios, cursos e concursos Páginas 6, 7 e 8 perfil do leitor Instituto define quem é o leitor do Amarelinho Página

Leia mais

Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviços RN nº 267/2011

Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviços RN nº 267/2011 Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviços RN nº 267/2011 Instrução Normativa sobre a divulgação da qualificação Primeira reunião do GT de Divulgação 07/02/2012 Quem divulgar? Todos

Leia mais

FACULDADE DE ARQUITETURA, ARTES E COMUNICAÇÃO Edital nº 02/14 DTA/STPG/FAAC Comunicado

FACULDADE DE ARQUITETURA, ARTES E COMUNICAÇÃO Edital nº 02/14 DTA/STPG/FAAC Comunicado FACULDADE DE ARQUITETURA, ARTES E COMUNICAÇÃO Edital nº 02/14 DTA/STPG/FAAC Comunicado Estão abertas no período de 6 de janeiro a 8 de fevereiro de 2014, as inscrições para o processo seletivo do curso

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DOS TRABALHOS NO 1 SEMESTRE DE 2012.

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DOS TRABALHOS NO 1 SEMESTRE DE 2012. PROJETO: 13 - VOLUNTÁRIOS PARA A COPA DO MUNDO 2014. Objetivo: Acompanhar junto ao COL/FIFA (Comitê Organizador Local da FIFA) a seleção e recrutamento dos voluntários para atuarem na Copa do Mundo 2014.

Leia mais

Informativo www.unicred.com.br

Informativo www.unicred.com.br Informativo www.unicred.com.br ano 5 nº 40 2011 Editorial Unicred do Brasil Definido o tema da IX Convenção Nacional Unicred A Comissão Organizadora da Convenção Nacional Unicred, que se realizará na cidade

Leia mais

Processo Seletivo para Residência Médica INC. Edital de Convocação ANO 2015

Processo Seletivo para Residência Médica INC. Edital de Convocação ANO 2015 1 Instituto de Neurologia de Curitiba (INC) Rua Jeremias Maciel Perretto, 300 Campo Comprido Curitiba PR 81210-310 Fone/fax: (41) 3028-8580 http://www.inc-neuro.com.br E-mail: residenciamedica@inc-neuro.com.br

Leia mais

UVV POST Nº68 29/09 a 05/10 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº68 29/09 a 05/10 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional Prova acontece no dia 23/11, às 13h No dia 23/11, às 13h deste ano, será aplicada mais uma prova do

Leia mais

Campanha Multimédia de Promoção e Educação

Campanha Multimédia de Promoção e Educação Campanha Multimédia de Promoção e Educação O seguinte é uma campanha anual de promoção usando variedade de táticas para alcançar grandes grupos de dentistas através de técnicas sofisticadas de publicidade,

Leia mais

O SR. RAUL CUTAIT - Ministro Gilmar Mendes, estimado. caro Ministro Gilmar Mendes que seu convite, para mim, foi

O SR. RAUL CUTAIT - Ministro Gilmar Mendes, estimado. caro Ministro Gilmar Mendes que seu convite, para mim, foi O SR. RAUL CUTAIT - Ministro Gilmar Mendes, estimado Ministro Cezar Peluso, senhoras e senhores. Inicialmente, quero dizer ao meu caro Ministro Gilmar Mendes que seu convite, para mim, foi uma convocação.

Leia mais

PROPONENTE. Razão Social: ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO PARÁ. ANTONIO REIS GRAIM NETO (Presidente da Comissão de Jovens Advogados)

PROPONENTE. Razão Social: ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO PARÁ. ANTONIO REIS GRAIM NETO (Presidente da Comissão de Jovens Advogados) PROPONENTE Razão Social: ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO PARÁ Nome de Fantasia - OAB-PA CNPJ 05.070.008/0001-48 Endereço: Praça Barão do Rio Branco, 93 CEP 66015-060 Fone: (91) 40068600 Email: gabinetediretoria@oabpa.com.br

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais

Clipping de Notícias Educacionais Os resultados do Enade são utilizados pelo MEC na elaboração do Índice Geral de Cursos (IGC) e do Conceito Preliminar de Curso (CPC), indicadores de qualidade de instituições de ensino e de seus cursos

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIREÇÃO ACADÊMICA CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE SÃO LUIS MA 2009 DIRETORIA ACADÊMICA Diretor

Leia mais

TÍTULO DE ESPECIALISTA EM CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO

TÍTULO DE ESPECIALISTA EM CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO EDITAL 2010 TÍTULO DE ESPECIALISTA EM CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO A Secretaria do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (C.B.C.D.) informa que do estarão abertas as inscrições para obtenção do Título

Leia mais

Regulamento Prêmio Sebrae de Jornalismo 6ª edição Nacional

Regulamento Prêmio Sebrae de Jornalismo 6ª edição Nacional Regulamento Prêmio Sebrae de Jornalismo 6ª edição Nacional 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO 1.1. O Prêmio Sebrae de Jornalismo (PSJ) é um concurso jornalístico instituído pelo Sebrae Nacional Serviço Brasileiro

Leia mais

Thursday, October 18, 12

Thursday, October 18, 12 O Site Legado do IFP é uma comunidade online e global dos ex-bolsistas do programa. É um recurso e um lugar para você publicar notícias profissionais, recursos e teses para a comunidade global do IFP,

Leia mais

CCS CHAMADA PÚBLICA DE SELEÇÃO Nº 24/ 2015. Processo Seletivo para BOLSISTA PARA APOIO A FORMAÇÃO EM SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - MARANHÃO

CCS CHAMADA PÚBLICA DE SELEÇÃO Nº 24/ 2015. Processo Seletivo para BOLSISTA PARA APOIO A FORMAÇÃO EM SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - MARANHÃO 1 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS CHAMADA PÚBLICA DE SELEÇÃO Nº 24/ 2015 Processo Seletivo para BOLSISTA PARA APOIO A FORMAÇÃO EM SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO DE HUMANIZAÇÃO

GRUPO DE TRABALHO DE HUMANIZAÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização GRUPO DE TRABALHO DE HUMANIZAÇÃO 2.ª edição Série B. Textos Básicos de Saúde Brasília DF 2006 2004 Ministério

Leia mais

COMUNICAÇÃO COORDENADA UM OLHAR SOBRE O CONHECIMENTO E A DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA NO EIXO RIO/SÃO PAULO: O CASO CÂNCER

COMUNICAÇÃO COORDENADA UM OLHAR SOBRE O CONHECIMENTO E A DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA NO EIXO RIO/SÃO PAULO: O CASO CÂNCER II ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES EM JORNALISMO SOCIEDADE BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM JORNALISMO SBPJor FACULDADE DE COMUNICAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA 26 E 27 DE NOVEMBRO DE 2004 SALVADOR

Leia mais

FUNDAMENTOS E HISTÓRIA DA NUTRIÇÃO. Profª Omara Machado Araujo de Oliveira

FUNDAMENTOS E HISTÓRIA DA NUTRIÇÃO. Profª Omara Machado Araujo de Oliveira FUNDAMENTOS E HISTÓRIA DA NUTRIÇÃO Profª Omara Machado Araujo de Oliveira Nutricionista (UFF) Mestre em Saúde Coletiva (UFF) Pós-Graduada em Nutrição Clínica ( UFF) Surgimento da Nutrição O campo da Nutrição

Leia mais

5ª Edição Salão Bike Show - O Salão de Motos que mais Cresce no Brasil. 29 de Janeiro a 01 de Fevereiro de 2015 Riocentro - Rio de Janeiro - RJ

5ª Edição Salão Bike Show - O Salão de Motos que mais Cresce no Brasil. 29 de Janeiro a 01 de Fevereiro de 2015 Riocentro - Rio de Janeiro - RJ 5ª Edição Salão Bike Show - O Salão de Motos que mais Cresce no Brasil Organização e Promoção Apoio Institucional 29 de Janeiro a 01 de Fevereiro de 2015 Riocentro - Rio de Janeiro - RJ 01 Ficha Técnica

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos E D I T A L Nº 04/2007 Seleção ao II Curso de Especialização em Mastologia A Coordenação do, extensão do Departamento de Cirurgia da da Universidade Federal do Ceará FAZ SABER aos interessados que estarão

Leia mais

Dr. Hans Smola Germany - Heidnheim Germany Especialista em Dermatologia Médico e Professor da Universidade de Cologne

Dr. Hans Smola Germany - Heidnheim Germany Especialista em Dermatologia Médico e Professor da Universidade de Cologne Coordenação Prof. Dr. Marcus Castro Ferreira Professor Titular de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Chefe da Divisão de Cirurgia Plástica do Hospital das Clínicas

Leia mais

Local: Salvador - Bahia Data: 09/10/2015 às 11:45h

Local: Salvador - Bahia Data: 09/10/2015 às 11:45h PUBLICIDADE MÉDICA QUAIS SÃO OS LIMITES ÉTICOS? Local: Salvador - Bahia Data: 09/10/2015 às 11:45h DR. LAVÍNIO NILTON CAMARIM Salvador - Bahia A melhor cidade para se viver do mundo Na Medicina seria ético

Leia mais

Guia das Ligas Acadêmicas do Curso de Medicina da USFCar

Guia das Ligas Acadêmicas do Curso de Medicina da USFCar Guia das Ligas Acadêmicas do Curso de Medicina da USFCar Organizado e escrito pelo Grupo de Trabalho das Ligas Acadêmicas do Curso de Medicina da UFSCar em Setembro de 2010 sendo baseado no Guia para Construção

Leia mais

MÍDIA KIT 2014/2015 C O M U N I C A Ç Ã O I N T E G R A D A CONTEÚDOS INTEGRADOS EM TODOS OS CANAIS DE COMUNICAÇÃO: Redes Sociais

MÍDIA KIT 2014/2015 C O M U N I C A Ç Ã O I N T E G R A D A CONTEÚDOS INTEGRADOS EM TODOS OS CANAIS DE COMUNICAÇÃO: Redes Sociais C O M U N I C A Ç Ã O I N T E G R A D A MÍDIA KIT 2014/2015 CONTEÚDOS INTEGRADOS EM TODOS OS CANAIS DE COMUNICAÇÃO: Impresso Web Tablets Smartphones Apps Parceiros Estratégicos Portal da ABF Mailing Exclusivo

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM ENSINO DE BIOLOGIA Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM ENSINO DE BIOLOGIA Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM ENSINO DE BIOLOGIA Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO Regulamentação de Pós-Graduação Lato-Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº51 14-20/04 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº51 14-20/04 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS Seis alunos da Universidade zeram intercâmbio em vários países Recém-chegados

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM PNEUMOLOGIA 2015/1

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM PNEUMOLOGIA 2015/1 EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM PNEUMOLOGIA 2015/1 HOSPITAL GERAL DE GOIÂNIA Diretoria Ensino e Pesquisa PROGRAMA DE TREINAMENTO AVANÇADO EM PNEUMOLOGIA EDITAL

Leia mais

APRESENTAMOS A REVISTA JOYTCE PASCOWITCH

APRESENTAMOS A REVISTA JOYTCE PASCOWITCH APRESENTAMOS A REVISTA JOYTCE PASCOWITCH /REVISTA JOYCE PASCOWITCH Comportamento, notícias exclusivas, tendências e personagens marcantes sempre passaram pelo olhar afiado e inteligente de Joyce Pascowitch.

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais