PORTARIA SG/MPF N.º 143, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PORTARIA SG/MPF N.º 143, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2014"

Transcrição

1 PORTARIA SG/MPF N.º 143, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2014 Aprova o Plano Diretor de Tecnologia da Informação do Ministério Público Federal para o biênio 2013/2014. O Secretário-Geral do Ministério Público Federal, no uso das atribuições que lhe conferem o art. 8º, parágrafo único, da Portaria PGR/MPF nº 560, de 14 de agosto de 2013 e considerando o que consta no Processo Administrativo / , resolve: Art 1º. Aprovar o Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI), para o biênio 2013/2014, na forma do Anexo desta Portaria. LAURO PINTO CARDOSO NETO Publicado no DMPF-e nº 29 de 12/02/2014, Administrativo, página 01.

2 Ministério Público Federal Secretaria Geral Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação P l a n o D i r e t o r de Tecnologia da Informação Desdobramento da estratégia de tecnologia da informação do Ministério Público Federal, para o biênio 2013/2014, com base no Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação e no Planejamento Estratégico Institucional. ii

3 Rodrigo Janot Monteiro de Barros Procurador-Geral da República Ela Wiecko Volkmer de Castilho Vice-Procuradora-Geral da República Eugênio José Guilherme de Aragão Vice-Procurador-Geral Eleitoral Lauro Pinto Cardoso Neto Secretário-Geral Danilo Pinheiro Dias Secretário-Geral Adjunto Márcio Lima Medeiros Assessor-Chefe de Modernização e Gestão Estratégica iii

4 P l a n o D i r e t o r de Tecnologia da Informação Secretaria Geral Assessoria de Modernização e Gestão Estratégica Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Brasília DF 2013 iv

5 Coordenação da Elaboração Wagner Silva de Araújo Secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação Mauro César Sobrinho Secretário Adjunto de Tecnologia da Informação e Comunicação Gustavo Fonseca Gonçalves de Almeida Assessor de Governança/STIC Cristiane Almeida de Freitas Subsecretária de Sistemas Negociais/STIC Tiago César Moronte Subsecretário de Sistemas Corporativos/STIC Vinícius Maia Pacheco Subsecretário de Infraestrutura/STIC Luciana Miranda Bittencourt Tannús Coordenadora de Atendimento e Relacionamento/STIC Proposição Grupo Técnico de Tecnologia da Informação Encaminhamento para Aprovação Subcomitê Estratégico de Tecnologia da Informação Aprovação Lauro Pinto Cardoso Neto Secretário Geral do Ministério Público Federal v

6 Controle de Versões Versão Término da Modificação Principais Alterações V2 26/12/2012 Primeira versão formatada. V3 09/01/2013 Revisão textual de todo o documento. V4 15/01/2013 Reformatação do documento. V5 05/02/2013 Versão para envio aos coordenadores de informática. V6 22/02/2013 Inclusão das alterações encaminhadas pelos coordenadores. V7 31/05/2013 Inclusão das alterações encaminhadas pelos procuradores-chefes e aplicação dos critérios de consolidação definidos pelo Escritório de Projetos de TI e ratificados pelo GTTI. V8 06/08/2013 Inclusão das alterações conforme regras estabelecidas na Ata da 3ª Reunião Ordinária do Grupo Técnico de TI - GTTI (27 e 28/05/2013). Inclusão das alterações conforme reunião entre a STIC/SG e representantes das Câmaras e PFDC (05/08/2013). V9 08/11/2013 Apresentação do portfólio de ações como Anexo II e definição do relatório de acompanhamento do PDTI. V10 03/02/2014 Versão para aprovação pelo Secretário-Geral. vi

7 Sumário 1. Apresentação Histórico PETI Análise SWOT Missão, Visão e Valores Mapa Estratégico de TI Objetivos Estratégicos de TI Iniciativas Estratégicas de TI Metodologia Arquitetura de Dados e Informações Entidades Arquitetura Tecnológica Perfil dos Recursos Humanos de TI Resultados Cenários propositivos de alocação Catálogo de serviços de TI Catálogo de Serviços Impresso Análise de Defasagem Defasagem Dados e Informações Defasagem Arquitetura Tecnológica Defasagem Recursos Humanos Defasagem Catálogo de Serviços Situação Atual da TI do MPF Estrutura Organizacional Diagnóstico Iniciativas de TI Iniciativas Derivadas do PEI Iniciativas Derivadas dos Mapas Temáticos Painel de Contribuição da SG às CCRs e PFDC Iniciativas para a Corregedoria-Geral do MPF Iniciativas para a Alta Administração Iniciativas Derivadas dos Painéis de Contribuição Secretaria de Planos e Orçamento Secretaria de Gestão de Pessoas Iniciativas para a Secretaria de Administração Iniciativas para a Secretaria Jurídica e de Documentação Iniciativas para o Plan-Assiste Iniciativas Derivadas do PETI Ações Planejadas ou em Andamento Por Unidade Gestora Iniciativas Derivadas dos Inventários de TI Ações Finalizadas Síntese das Iniciativas vii

8 Percentual de Iniciativas por Abrangência Percentual de Iniciativas por Finalidade Quantidade de Iniciativas por Tipo Quantidade e Percentual de Iniciativas por Unidade Gestora Gestão de Demandas Formulário de Apresentação de Demandas de TIC Fluxo de Aprovação de Demandas de TIC Execução do PDTI Acompanhamento do PDTI Revisão do PDTI Documentos de Referência Glossário Anexo I - Detalhamento das iniciativas Critérios para as estimativas das fichas de iniciativas Figuras Figura 1 - Relação entre PEI, PETI e PDTI... 1 Figura 2 - Etapas do PMGA... 2 Figura 3 - Matriz SWOT da área de TIC do MPF... 4 Figura 4 - Mapa Estratégico de TI... 6 Figura 5 - Iniciativas Estratégicas de TI Figura 6 - Atividades principais para elaboração do PDTI Figura 7 - Planilha de levantamento de dados e informações Figura 8 - Abordagem do levantamento do perfil de RH Figura 9 - Notas para o escritório e projetos Figura 10 - Notas para o escritório de governança Figura 11 - Notas da área de segurança da informação Figura 12 - Notas do CSC/Suporte Local/Central de Serviços Figura 13 - Notas da área de relacionamento Figura 14 - Notas de desenvolvimento de sistemas Figura 15 - Modelo impresso do Catálogo de Serviços de TI Figura 16 - Organograma da STIC Figura 17 - Organograma das áreas de TI das procuradorias regionais da República Figura 18 - Organograma das áreas de TI das procuradorias da República do 1º grupo (RJ e SP) Figura 19 - Organograma das áreas de TI das procuradorias da República do 2º grupo (BA, DF, MG, PE, PR, RS e SC) Figura 20 - Organograma das áreas de TI das procuradorias da República do 3º (AM, CE, ES, GO, MA, MS, MT e PA) e 4º (AC, AL, AP, PB, PI, RN, RO, RR, SE e TO) grupos Figura 21 - Resultados do tema Estratégia Figura 22 - Resultados do tema Relacionamento Figura 23 - Resultados do tema Transformação Figura 24 - Resultados do tema Operação Figura 25 - Resultados do tema Gestão Figura 26 - Beneficiários das iniciativas Figura 27 - Fontes das iniciativas do PDTI Figura 28 - Critérios de priorização e distribuição das iniciativas Figura 29 - Formulário de Apresentação de Demandas de TIC Figura 30 - Fluxo de aprovação de demandas de TIC viii

9 Tabelas Tabela 1 - Objetivos estratégicos de TI... 9 Tabela 2 - Iniciativas estratégicas de TI Tabela 3 - Entidades de dados e informações Tabela 4 - Quantitativo de ativos por tipo Tabela 5 - Iniciativas Derivadas do PEI Tabela 6 - Iniciativas do Painel de Contribuição da SG às CCRs e PFDC Tabela 7 - Iniciativas para a Corregedoria-Geral do MPF Tabela 8 - Iniciativas para a Alta Administração Tabela 9 - Iniciativas para a Secretaria de Planos e Orçamento Tabela 10 - Iniciativas para a Secretaria de Gestão de Pessoas Tabela 11 - Iniciativas para a Secretaria de Administração Tabela 12 - Iniciativas para a Secretaria Jurídica e de Documentação Tabela 13 - Iniciativas para o Plan-Assiste Tabela 14 - Iniciativas Derivadas do PETI Tabela 15 - Ações por Unidade Gestora Tabela 16 - Iniciativas Derivadas dos Inventários de TI Tabela 17 - Iniciativas Finalizadas Tabela 18 - Quantidade e Percentual de Iniciativas por Unidade Gestora Tabela 19 - Percentual de aderência aos critérios de cadastramento de projetos Gráficos Gráfico 1 - Tempo médio dos servidores de TI no MPF Gráfico 2 - Percentual dos técnicos de TI com pós-graduação Gráfico 3 - Percentual de servidores de TI que atuam em tarefas atribuídas ao cargo Gráfico 4 - Percentual de Iniciativas por Abrangência Gráfico 5 - Percentual de Iniciativas por Finalidade Gráfico 6 - Quantidade de Iniciativas por Tipo ix

10 1. Apresentação O principal propósito do presente relatório é apresentar o Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) do Ministério Público Federal (MPF) para o biênio 2013/2014, compreendendo as ações da área de tecnologia da informação e comunicação da Instituição, composta pelo órgão central de coordenação da área, a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, situada na Procuradoria Geral da República, e pelas coordenadorias de tecnologia da informação e comunicação situadas nas procuradorias regionais da República e procuradorias da República nas unidades da federação. O PDTI ora apresentado é o primeiro documento dessa natureza produzido no âmbito do Ministério Público Federal e a sua principal qualidade é a de reunir em um único instrumento todas as ações de tecnologia da informação e comunicação desenvolvidas na Instituição. A elaboração do PDTI fez parte do escopo do Projeto de Modernização da Gestão Administrativa (PMGA) do Ministério Público Federal que, em sua primeira fase, teve como principal produto o Planejamento Estratégico Institucional (PEI) 2011/2020. A fase seguinte, denominada de Desdobramento da Estratégia Institucional, foi marcada pela elaboração dos planejamentos temáticos para o MPF, no qual duas etapas foram dedicadas à área de tecnologia da informação. A primeira foi destinada à construção do Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação (PETI), sucedida pela elaboração do presente documento, o PDTI. A estratégia de tecnologia da informação, materializada no PETI, apresenta os direcionadores tecnológicos da instituição, entretanto, há a necessidade de traduzir a estratégia em ação. Com essa função surge o PDTI, com o propósito de desdobrar a estratégia em ações e projetos para um horizonte de dois anos, com revisões anuais. O PDTI representa para a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação o mesmo que os painéis de contribuição para as demais secretarias nacionais do MPF, e sua publicação anual representa um acordo de resultados permanente da área de tecnologia da informação com a Instituição. Figura 1 - Relação entre PEI, PETI e PDTI Uma síntese do caminho percorrido até a produção do PDTI do MPF está apresentada no próximo capítulo, intitulado Histórico. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/2014 1

11 2. Histórico Iniciado em agosto de 2010, o Projeto de Modernização da Gestão Administrativa (PGMA) foi coordenado pela Secretaria Geral, com o auxílio da Assessoria de Modernização e Gestão Estratégica (AMGE). O projeto teve como foco principal a elaboração do Planejamento Estratégico Institucional 2011/2020, construído a partir do debate entre membros e servidores de todas as unidades do país. Foram 10 meses de trabalhos intensos onde foram discutidos a missão e os valores da instituição, além de terem sido definidos, de forma conjunta, a visão de futuro e os objetivos estratégicos do MPF. A construção do planejamento teve como base metodológica o sistema gerencial conhecido como Balanced Scorecard (BSC), e a realização de seminários específicos, buscando proporcionar um ambiente favorável para a exposição da diversidade e variedade de ideias, experiências e funções. A metodologia auxiliou na tradução dos direcionamentos estratégicos explicitados pela missão e pela visão em objetivos estratégicos, indicadores, metas e iniciativas estratégicas. A partir de 2012, a Modernização do MPF ganha uma nova dimensão: passa a englobar também a área finalística. Essa mudança se deve ao aprendizado decorrente do PMGA, em que, durante sua execução, percebeu-se a necessidade de trabalhar conjuntamente a modernização da área finalística e da área administrativa. Para a realização dos objetivos estratégicos nacionais, as unidades elaboraram em 2012 seu painel de contribuição ou mapa estratégico temático. Esse é o objetivo do Projeto de Desdobramento do Planejamento Estratégico Institucional (DEPEI), voltado para o alinhamento estratégico de todo o Ministério Público Federal. No escopo do DEPEI, duas etapas foram dedicadas especificamente para a área de tecnologia da informação, 7 e 8, para a elaboração, respectivamente, do Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação (PETI) e do Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI). O PETI foi elaborado com base no PEI e contou com a participação dos principais atores da área de tecnologia da informação e comunicação do MPF durante todo o primeiro semestre de O segundo semestre do mesmo ano foi dedicado à confecção do PDTI que, por sua vez, teve como principal direcionador o PETI. A função de um PETI é o de explicitar o papel da área na execução da estratégia definida pelo PEI. O capítulo seguinte, PETI, apresenta o processo de construção e os principais produtos derivados da etapa de elaboração do PETI. Figura 2 - Etapas do PMGA Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/2014 2

12 3. PETI O Planejamento Estratégico de TI (PETI) foi produto de um processo de construção coletiva, que contou com a participação dos coordenadores de tecnologia da informação das procuradorias da República e procuradorias regionais da República, e dos coordenadores, chefes de divisão e secretários da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação. Os principais líderes da área de TI do MPF reuniram-se em 4 eventos em Brasília/DF, durante o primeiro semestre de 2012: Seminário de Sensibilização Apresentação da metodologia para a elaboração do PETI; conceitos de PEI, PETI e PDTI; e elaboração de matriz SWOT (forças, fraquezas, oportunidades e ameaças). 1ª Oficina de Trabalho Definição da missão, visão e valores da área de TI; e elaboração mapa estratégico de TI. 2ª Oficina de Trabalho Construção da matriz responsabilidades x processos (RACI); definição da estratégia de prestação dos serviços(sourcing); e proposta de um modelo funcional de atuação. 3ª Oficina de Trabalho Elaboração do plano de ação; estabelecimento das prioridades para as iniciativas do plano de ação; e definição dos indicadores para os objetivos estratégicos do mapa. Os clientes e toda a equipe técnica de TI do MPF tiveram a oportunidade de contribuir para a construção do PETI por meio de uma ampla pesquisa de percepção da área, que contou com a participação de 466 respondentes, divididos em três grupos: Alta administração; clientes externos à área de TI; e equipe de TI. Os resultados da pesquisa foram um dos principais insumos para a elaboração do diagnóstico da área de TI do MPF. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/2014 3

13 3.1. Análise SWOT Técnica utilizada para análises de cenário, na qual uma instituição é estimulada a reconhecer seus pontos fracos e fortes e vislumbrar as ameaças e as oportunidades que podem afetar seu desenvolvimento. O resultado da análise é apresentado na forma de uma matriz. Figura 3 - Matriz SWOT da área de TIC do MPF Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/2014 4

14 3.2. Missão, Visão e Valores Missão A missão da TI foi construída com base na missão institucional do MPF e esmerou-se em associar a sua existência aos propósitos maiores da instituição. Prover com excelência soluções de tecnologia da informação e comunicação para o cumprimento da missão institucional do Ministério Público Federal. Visão A TI, como um dos principais meios de suporte às estratégias da instituição, deve igualmente propor suas próprias estratégias para o alinhamento com os direcionadores estratégicos da instituição. Até 2020, ser reconhecida pela excelência de seus serviços e soluções de tecnologia da informação e comunicação, com atuação nacional unificada e consolidar-se como área estratégica para o Ministério Público Federal. Valores Os valores traduzem os princípios e compromissos que norteiam a conduta dos integrantes da área de TI do MPF. Ética Excelência Efetividade Integração Transparência Compromisso Inovação Sustentabilidade Respeito às pessoas Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/2014 5

15 3.3. Mapa Estratégico de TI Figura 4 - Mapa Estratégico de TI 3.4. Objetivos Estratégicos de TI Código Nome do Indicador Fórmula Meta OETI 1 - Prover soluções de tecnologia da informação e comunicação alinhadas com a estratégia. Assegurar o aprimoramento dos serviços de TI e de comunicação, orientados para a realização dos objetivos estratégicos, valorizando a inovação e a qualidade, por meio da institucionalização de comitê estratégico de TI integrado por membros e servidores. OETI 1.1 Implementação do Planejamento Estratégico de TI. (Nº de metas cumpridas do PETI/Nº total de metas do PETI)* % em 2012; 60% em 2014; 100% em Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/2014 6

16 Código Nome do Indicador Fórmula Meta OETI 2 - Atender as expectativas de tempo e qualidade acordadas com o cliente. Criar mecanismos objetivos de medição do atendimento das expectativas do usuário em relação às suas solicitações à área de TI. OETI 02.1 Percentual de Acordos de Nível de Serviço (ANS) definidos. (Número de serviços com ANS definido/total de serviços do catálogo de serviços)* % dos serviços prioritários em OETI 02.2 Percentual de atendimentos dentro do ANS definido. (Número de serviços atendidos dentro do ANS definido/total de atendimentos realizados)* % a cada ano. OETI 02.3 Percentual de projetos finalizados dentro do prazo previsto e com os requisitos atendidos. (Número de projetos finalizados dentro do prazo previsto e com requisitos atendidos/número total de projetos finalizados)* % em 2013, + 5 pp a cada ano, alcançando 95% em OETI 3 - Prover soluções tecnológicas para viabilizar parcerias com instituições públicas e privadas. Garantir as soluções tecnológicas necessárias para viabilizar as parcerias com instituições públicas e privadas. OETI 03.1 Percentual de demandas atendidas por meio de parcerias com outros órgãos. Número de demandas que exigem parcerias com outros órgãos atendidas / Número total de demandas que exigem parcerias com outros órgãos* % até OETI 4 - Garantir um processo de gestão de demandas eficiente e transparente. Definir um processo de gestão de demandas célere e transparente, que permita o acompanhamento das solicitações, e que estabeleça as responsabilidades dos atores envolvidos e nivele as expectativas da área de TI e dos clientes internos. OETI 04.1 Percentual de demandas atendidas de acordo com os critérios definidos no processo de gestão de demandas. (Número de demandas atendidas de acordo com critérios definidos/ Número total de demandas atendidas)* % até 2014 e 95% até OETI 5 - Assegurar a transparência do orçamento de TI e sua aplicação em projetos alinhados à estratégia institucional. Orientar os gastos de tecnologia da informação prioritariamente para as ações alinhadas com o planejamento estratégico institucional e para os investimentos definidos em políticas aprovadas e publicadas. OETI 05.1 Percentual de orçamento para iniciativas definidas em políticas ou projetos estratégicos. (Orçamento para iniciativas definidas em políticas ou projetos estratégicos / Orçamento total)* % em 2013, + 5 pp a cada ano, alcançando 90% em OETI 05.2 Percentual de cumprimento do orçamento previsto sobre o realizado. (Orçamento realizado / orçamento previsto)* ,5% a cada ano. OETI 6 - Fortalecer a imagem de integração da TI Nacional. Disseminar e sedimentar a política de integração da área de tecnologia da informação (TI Nacional) por todas as unidades do MPF, com o objetivo de proporcionar um ambiente de trabalho favorável à colaboração e à unificação. OETI 06.1 Índice de adoção de soluções nacionais de TI do MPF. Somatório do número de soluções nacionais adotadas pelas unidades gestoras/número total de soluções nacionais de TI / número total de unidades gestoras. 50% até 2015, + 10 pp a cada ano, alcançando 100% em OETI 06.2 Percentual de respostas positivas da pesquisa de percepção da TI Nacional. Número de respondentes com percepção positiva/total de respondentes* % em 2013, + 5 pp a cada ano, alcançando 90% em OETI 7 - Assegurar um processo de comunicação ágil e eficaz que favoreça a atuação integrada. Comunicar as informações de TI de forma ágil e objetiva que permita a sinergia e a integração entre as equipes de TI de todo o MPF e promova o fortalecimento da ideia da TI Nacional. OETI 07.1 Percentual de implementação do processo de comunicação integrada. (Quantidade de itens implantados do processo de comunicação integrada/total de itens do processo de comunicação integrada)* % até 2015, + 10 pp a cada ano, alcançando 100% em Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/2014 7

17 Código Nome do Indicador Fórmula Meta OETI 8 - Promover a evolução contínua de processos e soluções de TI, agregando valor à atuação institucional. Assegurar que a evolução contínua dos processos e soluções de TI esteja voltado para o aperfeiçoamento da atuação institucional e para a preservação da continuidade dos serviços. OETI 08.1 Percentual de satisfação dos clientes de TI com os serviços prestados pela TI. (Número de clientes satisfeitos/total de clientes consultados)* % em 2013, + 5 pp a cada ano, alcançando 90% em OETI 9 - Desenvolver soluções de forma unificada e colaborativa. Empreender esforços para que as novas soluções de tecnologia da informação possam contemplar as necessidades de um maior número de unidades do MPF e tenham seu uso disseminado pela instituição. OETI 09.1 Percentual de projetos nacionais em relação ao total de projetos. (Total de projetos nacionais/total de projetos)* % até 2014, + 5 pp a cada ano, alcançando 70% em OETI 10 - Otimizar a relação custo/benefício de TI. Reduzir sistematicamente o custo de sustentação das soluções de tecnologia da informação, de forma que ele passe a representar uma fatia menor sobre o orçamento total da área, restando mais recursos para investimento em inovação. OETI 10.1 Percentual do custo de sustentação das soluções de TI. (Custos total de sustentação das soluções de TI/Orçamento total de TI)*100. Reduzir em 10% a cada ano. OETI 11 - Garantir a segurança da informação integral. Promover o conceito de que a segurança da informação é de responsabilidade de todos na instituição e difundir e implantar as melhores práticas voltadas para a preservação da continuidade dos serviços e da confidencialidade e da integridade das informações. OETI 11.1 Percentual de implementação de normas e procedimentos de Segurança da Informação (PSI) previstos. (Total de recomendações do PSI implantadas/total de recomendações do PSI)* % até 2014, + 5 pp a cada ano, alcançando 100% em OETI 12 - Promover a gestão da TI integrada em âmbito nacional. Desenvolver e implementar processos, controles e padrões, adotando as práticas consagradas de governança, para realizar a gestão de TI em âmbito nacional, garantindo o uso de recursos alinhado aos objetivos estratégicos institucionais. OETI 12.1 Índice de adoção dos processos de governança nas unidades gestoras. Somatório do número de processos implantados nas unidades/total de processos definidos pelo Escritório de Governança/ número total de unidades. OETI13 - Promover e garantir a arquitetura de TI de forma unificada. Propor um modelo de arquitetura de TI para a instituição e promover a sua adoção por todas as unidades gestoras do MPF. OETI 13.1 Índice de adesão aos padrões de arquitetura definidos. Somatório dos padrões de arquitetura implantados nas unidades/total de padrões de arquitetura definidos/ número total de unidades. 0,4(40%) até 2014, + 10 pp a cada ano, alcançando 100% em ,4(40%) até 2014, + 10 pp a cada ano, alcançando 100% em OETI14 - Fomentar uma estrutura organizacional que possibilite uma atuação estratégica da TI. Estabelecer uma estrutura organizacional que favoreça a proximidade da equipe técnica com os clientes internos e a agilidade na prestação dos serviços, sem prejuízo da centralização das diretrizes estratégicas e de uma governança nacional. OETI 14.1 Percentual de implantação da nova estrutura. (Total de itens da nova estrutura implantados da nova estrutura/total de itens da nova estrutura)*100. OETI 14.2 Percentual de profissionais de TI atuando em suas atribuições definitivas na nova estrutura. (Total de funcionários de TI atuando na nova estrutura organizacional/ total de funcionários de TI)* % em 2013, + 10 pp a cada ano, alcançando 100% em % em 2013, + 10 pp a cada ano, alcançando 100% em OETI 15 - Atrair, capacitar, motivar e reter talentos. Prestar permanente atenção ao clima organizacional, mantendo um ambiente que estimule o crescimento profissional e pessoal, por meio da capacitação, da valorização da carreira e do envolvimento e da participação constantes. OETI 15.1 Índice de rotatividade de funcionários de TI. Nº de servidores de TI que se desligaram do MPF/Nº de servidores de TI do quadro efetivo do MPF no final do período. OETI 15.2 Média de horas oferecidas de treinamento por servidor de TI. Número total de horas de treinamento/número total de servidores de TI. Menor ou igual a 0,05(5%) a cada ano. 15 horas por servidor em 2013, + 5 horas a cada ano, alcançando 50 horas em OETI 16 - Construir, reter e compartilhar o conhecimento na instituição. Implementar e prover ferramentas e metodologias de retenção de informações que agreguem valor ao conhecimento na instituição. OETI 16.1 Índice de publicação de documentação das soluções nacionais de TI. OETI 16.2 Percentual de horas de treinamento com instrutoria interna realizada. Total de soluções nacionais de TI com documentação publicada/total de soluções nacionais de TI. (Número total de horas de treinamento realizadas com instrutoria interna/número total de horas de treinamento)*100. 0,6(60%) em 2013, + 0,05(5 pp) a cada ano, alcançando 0,95(95%) em ,5% em 2013, +2,5 pp a cada ano, alcançando 40% em Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/2014 8

18 Tabela 1 - Objetivos estratégicos de TI 3.5. Novo Modelo de Atuação Uma das principais preocupações apontadas pela área de tecnologia da informação do MPF foi a de conceber um modelo de atuação que aproveitasse ao máximo os recursos humanos e tecnológicos da Instituição. Esta sinergia trará maior contribuição dos profissionais, uniformização do parque tecnológico, utilização das melhores práticas de uso da tecnologia e de governança de TI, e uma perspectiva favorável a uma atuação voltada para o âmbito nacional Direcionadores O planejamento da área de TI deve ser centralizado, propiciando para o MPF uma prestação de serviços uniforme e igualitária. O relacionamento com o cliente deve ser gerido por meio de uma única área, permitindo, porém, que equipes locais mantenham a proximidade com os clientes, para a prestação de serviços ágeis e suporte local às operações. O organograma projetado deverá refletir a necessidade de desenvolvimento de soluções nacionais e locais, mantendo, no entanto, o controle centralizado da gestão de demandas de TI da Instituição. Sedimentação do conceito de TI Nacional, baseado em governança de TI, com ênfase na padronização e normatização da atuação da área Dimensões O modelo de atuação está organizado por meio de 3 dimensões principais: Gestão Nacional Políticas nacionais para desempenho uniforme dos profissionais da TI, gestão segura e democrática de projetos que agreguem valor no âmbito nacional, central de serviços unificada para a gestão do atendimento, processo contínuo de saneamento de problemas e um Centro de Serviços Compartilhados CSC que consolide a infraestrutura tecnológica de toda a instituição no menor número possível de localidades, propiciando redução de custos e continuidade da operação nos casos de contingências. Centros de Excelência Estrutura com especialização em diferentes segmentos da TI, propiciando a sinergia dos profissionais da área e agilidade no desenvolvimento de soluções inovadoras relacionadas às competências de cada área. Unidades Modelo que preserve a autonomia de atuação das unidades, mas em consonância com as políticas estabelecidas pela Gestão Nacional. O modelo de atendimento será dimensionado de acordo com a característica das unidades. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/2014 9

19 Elementos Os principais elementos do modelo de atuação são: Secretário de TIC Promover o alinhamento estratégico entre a área de TI e a Instituição e a agregação de valor à atuação institucional. Escritório de projetos Responsável por concentrar todas as demandas de novos serviços/sistemas ou mudanças nos serviços/sistema existentes, priorização da execução dessas solicitações, gerenciamento da execução dessas solicitações e reporte do andamento ao Secretário de TIC. Central de Serviços Catalisar, através de um único ponto de entrada, todos os registros de incidentes, requisições, dúvidas e canalizar para os meios competentes de solução. Gerir os problemas conhecidos e encaminhar para que as áreas competentes viabilizem as soluções necessárias. Centro de Serviços Compartilhados Área responsável por promover o aumento da eficiência operacional, a geração de valor, a redução de custos e a melhoria dos serviços de infraestrutura para os clientes do MPF. Gerencia a operação e atualização da infraestrutura tecnológica do MPF. Fornece maior controle devido à normalização de processos, práticas e definições. Escritório de Governança Define os processos, métodos, métricas, indicadores e padrões, orientando e validando sua adoção. Trata da gestão financeira, de fornecedores, de contratos e da qualidade dos serviços prestados. Garante o alinhamento da TI com os objetivos estratégicos da Instituição. Permite à área de TI ter um posicionamento mais claro na Instituição. Centros de Excelência Estrutura com qualificação em determinados tipos de operação, linguagem de desenvolvimento ou metodologias. Voltados para a otimização de recursos e competências, evitando duplicidade de atividades e aumentando a proximidade das unidades à gestão nacional. Coordenador de TI Coordenação da estrutura local e comunicação com a gestão nacional da TI. Relacionamento Área de relacionamento, responsável por gerir o relacionamento da TI com os clientes, entender as necessidades do negócio e propor soluções. Fornece maior agilidade e qualidade na prestação de serviços e entrega dos produtos, melhor comunicação com os clientes através de informações precisas sobre o andamento dos projetos e sobre serviços prestados pela TI. Desenvolvimento de soluções Local Responsável pelo atendimento local para flexibilidade das demandas locais, desenvolvimento de relatórios e pequenas solicitações locais. Desenvolvimento de soluções Nacional Fornece maior sinergia entre os profissionais, aumenta a qualidade dos produtos entregues pela TI com maior foco e aderência aos padrões. Infraestrutura e suporte local Infraestrutura e suporte local básicos, para atendimento ágil e garantia de alinhamento com as diretrizes do CSC. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

20 Fatores Críticos A seguir são destacados aspectos importantes deste novo modelo e os principais fatores críticos para sua implementação: Especialistas de infraestrutura de TI das unidades gestoras poderão ser vinculados ao CSC (Centro de Serviços Compartilhados). Os responsáveis pelos Centros de Excelência serão indicados pela STIC. A equipe técnica dos Centros de Excelência ficará tecnicamente vinculada à STIC. Embora o modelo estabeleça desenvolvimento de soluções nacional e local, o processo de gestão de demandas deverá ser único e nacional, coordenado pela STIC. A STIC terá influência na definição dos perfis e na avaliação de desempenho dos Coordenadores de Tecnologia da Informação das unidades gestoras. Embora o modelo proposto acomode a dispersão atual de recursos humanos, poderão haver eventuais necessidades de movimentação de pessoal. O indispensável patrocínio da Alta Administração para viabilização do novo modelo e absorção dos impactos gerados por ele. O modelo de atuação proposto deverá ser implementado na íntegra. Figura 5 - Estrutura funcional do novo modelo de atuação Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

21 3.6. Iniciativas Estratégicas de TI Figura 6 - Iniciativas Estratégicas de TI Iniciativas Institucionais - iniciativas com abrangência institucional, derivadas do planejamento estratégico da instituição. Sistema Único Implementar e manter o sistema. Garantir a disponibilidade do sistema. Manter equipe capacitada para a gestão do sistema. MPF Digital Fornecimento de infraestrutura e soluções para suportar a integração. WIKI do MPF Fornecimento de infraestrutura e soluções para suportar o WIKI. Portal da Transparência Fornecimento de infraestrutura e soluções para suportar o portal. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

22 Iniciativas Institucionais - iniciativas com abrangência institucional, derivadas do planejamento estratégico da instituição. Sistema de Ouvidoria Fornecer infraestrutura de TIC e soluções que apóiem a implantação da ouvidoria e das salas de atendimento. Processo Eletrônico Aquisição de infraestrutura e soluções que garantam a atuação institucional no trâmite dos processos eletrônicos. Portal Único Fornecimento de infraestrutura e de soluções para suportar os ambientes necessários à institucionalização da política de comunicação. Sistema de Informações Fornecer infraestrutura, desenvolver e manter a solução. Gerenciais Sistema de RH Adequar e manter o sistema de pessoal para utilização no modelo de gestão de pessoas por competência. Gestão da Informação Elaborar notas técnicas que exponham as especificidades no que se refere à troca de informações utilizando os recursos de TI. e-mpf Fornecimento de infraestrutura e soluções para implementação. Iniciativas Potencializadoras - iniciativas que potencializam a área de TI e organizam as ações para atender às demandas e agregar valor ao negócio. Comunicação Criar a cultura de comunicação da área de TI com seus clientes. Selecionar os conteúdos e criar os meios de comunicação com os clientes. Definir o público alvo e prazo de duração da comunicação. Revisar e aprovar as comunicações. Monitorar a efetividade e abrangência das comunicações. Garantir aderência aos padrões visuais e orientações da área de comunicação institucional. Relacionamento Criar e estruturar uma área de relacionamento junto às unidades, responsável por gerir o relacionamento da TI com os clientes, entender as necessidades do negócio e propor soluções. Centros de Excelência Preparar Centros de Excelência por meio de profissionais qualificados em determinados tipos de operação, linguagem de desenvolvimento, metodologia e demais temas elegíveis. Suporte Local Gerenciar a infraestrutura local nas unidades do MPF. Fornecer suporte local para garantir agilidade de atendimento. Implementar os procedimentos técnicos e realizar as atualizações tecnológicas locais definidas pelo CSC. Iniciativas Racionalizadoras - iniciativas que de alguma forma atuam como racionalizadoras para a área de TI. A racionalização esta diretamente ligada à otimização dos recursos para realizar uma determinada atividade. Centro de Serviços Compartilhados Gestão de Pessoas Criar e estruturar uma área responsável pela infraestrutura de TI de uso comum, com o propósito de promover o aumento da eficiência operacional, a geração de valor, a redução de custos e a melhoria dos serviços para os clientes internos do MPF. Gerenciar a atualização da infraestrutura tecnológica do MPF e unidades. Estabelecer escala de plantão nacional com as normas e padrões definidos. Estruturar a área de gestão de pessoas específica para os profissionais da área de TI. Gerir e disseminar os treinamentos para as equipes de TI. Criar e implementar um curso de Boas-Vindas" na TI do MPF. Elaborar treinamentos voltados para a utilização dos recursos de TI no MPF (políticas, normas, atendimento aos usuários, SLA) Promover a utilização dos recursos de TI na realização dos treinamentos institucionais. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

23 Iniciativas Racionalizadoras - iniciativas que de alguma forma atuam como racionalizadoras para a área de TI. A racionalização esta diretamente ligada à otimização dos recursos para realizar uma determinada atividade. Desenvolvimento de Soluções Iniciativas Desenvolver soluções nacionais ou locais. Gerir no âmbito nacional o modelo de informação institucional. Arquitetar soluções para cada tipo de demanda que envolva diferentes especialidades. Reter o conhecimento por meio de processos e ferramentas. Acompanhar os Centros de Excelência para desenvolvimento conjunto de soluções. Utilizar modelo de atuação nacional. Estruturantes - iniciativas que permitem à organização estabelecer mecanismos de melhoria contínua em sua gestão. Acompanhamento do PETI / Capacitar e implementar o acompanhamento dos planos definidos no PETI e PDTI. PDTI Escritório de Governança Definir processos, métodos, métricas, indicadores e padrões, orientando e validando sua adoção. Promover a gestão do catálogo de serviços e de níveis de serviços e indicadores de desempenho de TI. Promover a gestão financeira, de fornecedores e contratos. Promover a gestão da qualidade dos serviços prestados. Gerir o ciclo de vida dos ativos de TI. Escritório de Projetos Concentrar todas as demandas de novos serviços/sistemas ou mudanças nos serviços/sistema atuais, priorizar a execução dessas solicitações, gerenciar a execução dessas solicitações e reportar andamento ao Secretário de TI. Aprovar, criar e acompanhar a evolução de projetos de TI. Apoiar os gerentes de projeto na utilização dos artefatos e metodologia de gestão de projetos, de forma alinhada à metodologia adotada pela instituição. Central de Serviços Catalisar (através de um único ponto de entrada) todos os registros de incidentes, requisições, dúvidas e canalizar para os meios competentes de solução. Contar com a presença local da TI nas unidades para contribuição com o processo de gestão e atendimentos nos níveis iniciais. Gerir os problemas conhecidos e encaminhar para que as áreas competentes viabilizem as soluções necessárias. Arquitetura e Inovação Definir o modelo de arquitetura nacional para o MPF. Garantir a utilização, pelas áreas técnicas, dos padrões de arquitetura definidos. Monitorar a evolução tecnológica e propor inovações na arquitetura que agreguem valor aos serviços prestados. Segurança da Informação Elaborar e dar manutenção em políticas, processos e procedimentos relacionados à segurança da informação. Estruturar o processo de gestão dos riscos e conformidade. Definir e dar manutenção nos processos e plano de continuidade do negócio. Garantir o cumprimento e execução das políticas de segurança da informação. Criar e gerir um grupo de segurança da informação. Estruturação do grupo de resposta a incidentes de segurança da informação. Fornecimento de infraestrutura e soluções de segurança da informação. Tabela 2 - Iniciativas estratégicas de TI Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

24 4. Metodologia Foram definidas oito atividades principais para a elaboração do documento do Plano Diretor de Tecnologia da Informação. Figura 7 - Atividades principais para elaboração do PDTI Além das atividades apresentadas na figura anterior, o diagnóstico da área de tecnologia da informação do MPF, elaborado com base na matriz SWOT, na pesquisa de percepção da área e nas entrevistas com a alta administração; serviu de base para a construção do conjunto de iniciativas que compõem o presente PDTI. O resultado completo do diagnóstico da área de TI está apresentado em documento próprio, entretanto, uma síntese das principais observações faz parte do capítulo Situação Atual da TI do MPF Arquitetura de Dados e Informações O propósito do levantamento de dados e informações foi o de identificar as principais entidades em uso no MPF. O conceito de entidade é um ente qualquer sobre o qual há a necessidade de se guardar e de se manipular dados e informações, ou seja, os processos de trabalho da instituição fazem uso desses dados e informações. A partir deste levantamento, obteve-se um resultado que proporciona uma visão abrangente das informações corporativas e suas relações, além de identificar duplicidade de informações e problemas de falta de integridade e de consistência. A planilha de levantamento e de documentação de informações foi estruturada da seguinte forma: Figura 8 - Planilha de levantamento de dados e informações Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

25 1. Entidade - entidade elegível a compor o modelo de dados corporativo. 2. Descrição - descrição do que representa a entidade no contexto do MPF. 3. Chave única de identificação - informação única de identificação de cada entidade. 4. Formatação / regra de preenchimento - regra de sintaxe utilizada para nomeação das entidades. 5. Dono da informação (Secretaria) secretaria responsável pela informação. 6. Alimentação (Divisão) - divisão responsável pela alimentação inicial da informação. 7. Automatizado/Manual - modo como a informação é inserida. 8. Edição - divisão responsável pela edição da informação. 9. Consulta - áreas com permissão de consulta à informação. 10. Macroprocesso - macroprocesso de negócio que de alguma forma manipula a informação. 11. Processo - processo de negócio que de alguma forma manipula a informação. 12. Alimentação - o processo faz alimentação da informação. 13. Consulta - o processo faz consulta à informação. 14. Edição - o processo faz edição da informação. 15. Sistemas - Nome dos sistemas que têm acesso à informação Entidades Entidades Descrição ESTAGIARIO - Cadastro Pessoa física com vínculo de estágio - Informações cadastrais. ESTAGIARIO - Pagamento Pessoa física com vínculo de estágio - Informação relacionada ao recebimento da bolsa auxílio. MEMBRO - Cadastro Pessoa física com vínculo de membro - Informações cadastrais. MEMBRO - Benefícios Pessoa física com vínculo de membro - Informações de todos os benefícios que não estão vinculados ao pagamento. Ex: Diárias, Ajudas de Custo entre outros. MEMBRO - Capacitação Pessoa física com vínculo de membro - Informações relacionadas a cursos e treinamentos. MEMBRO - Pagamento Pessoa física com vínculo de membro - Informações relacionadas ao recebimento dos proventos. MEMBRO - Saúde (afastamento) Pessoa física com vínculo de membro - Informações referentes à assistência médica. SERVIDOR - Cadastro Pessoa física com vínculo de servidor. Podendo ser concursado, contratado ou requisitado - Informações cadastrais. SERVIDOR - Benefícios Pessoa física com vínculo de servidor. Podendo ser concursado, contratado ou requisitado - Informações de todos os benefícios que não estão vinculados ao pagamento. Ex: Diárias, Ajudas de Custo entre outros. SERVIDOR - Capacitação Pessoa física com vínculo de servidor. Podendo ser concursado, contratado ou requisitado - Informações relacionadas a cursos e treinamentos. SERVIDOR - Pagamento Pessoa física com vínculo de servidor. Podendo ser concursado, contratado ou requisitado - Informações relacionadas ao recebimento dos proventos. SERVIDOR - Saúde (afastamento) Pessoa física com vínculo de servidor. Podendo ser concursado, contratado ou requisitado - Informações referentes à assistência médica. TERCEIRIZADO Pessoa física sem vínculo empregatício com o MPF, que presta serviço através de uma empresa contratada (pessoa jurídica) MENOR APRENDIZ - Cadastro Pessoa física com vínculo de aprendiz - Informações cadastrais. MENOR APRENDIZ - Capacitação Pessoa física com vínculo de aprendiz - Informações relacionadas a cursos e treinamentos. MENOR APRENDIZ - Pagamento Pessoa física com vínculo de aprendiz - Informações relacionadas ao recebimento da bolsa auxílio. COLABORADOR EVENTUAL - Cadastro Pessoa física com vínculo provisório com o MPF para uma finalidade específica - Informações cadastrais. COLABORADOR EVENTUAL - Pagamento Pessoa física com vínculo provisório com o MPF para uma finalidade específica - Informações de todos os benefícios que não estão vinculados ao pagamento. COLABORADOR EVENTUAL - Benefícios Pessoa física com vínculo provisório com o MPF para uma finalidade específica - Informações relacionadas ao recebimento dos proventos. Ex: Diárias, Ajudas de Custo entre outros. INSTITUICAO EXTERNA Associação, instituição, órgão púbico ou entidades da sociedade civil com existência jurídica, que se relacionam com o MPF FORNECEDOR Pessoa jurídica que estabelece um contrato de fornecimento de produtos e/ou prestação de serviços. UNIDADE ORGANICA - Unidades Formais Unidades administrativas formais pertencentes ao MPF. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

26 Entidades UNIDADE ORGANICA - Unidades Informais DOCUMENTO - PROCESSOS ADMINISTRATIVOS DOCUMENTO - PROCESSOS JUDICIAIS/IPL DOCUMENTO - PROCESSOS EXTRA JUDICIAIS DOCUMENTO - DOCUMENTOS ADMINISTRATIVOS MANIFESTAÇÃO CONTRATOS LICITAÇÃO ESTRUTURA REMUNERATÓRIA PATRIMÔNIO SEDE FINANÇAS ORÇAMENTO RAMOS MPU PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Planejamento Estratégico Institucional PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Painéis de Contribuição e Mapas Temáticos PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Planejamento Estratégico de TI PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Plano Diretor de TI LEGISLAÇÃO - Infraconstitucional LEGISLAÇÃO - Constitucional LEGISLAÇÃO - Normativos Internos LEGISLAÇÃO - Internacional Descrição Unidades administrativas informais pertencentes ao MPF. Documentos administrativos criados pelo MPF e que permanecem na instituição até serem finalizados. Sem interação com instituições externas. Seu ciclo de tramitação envolve algumas atividades formais. (Ex: Processos de licitações) São documentos judiciais ou inquéritos policiais que tem origem externa ao MPF. São documentos administrativos que têm finalidade investigatória. Documentos administrativos que tramitam pelo MPF e que podem ter interação com Entidades externas. (Ex: Memorando, oficios, envelopes) Pronunciamento com força legal de um membro com relação a determinado tema, que pode ou não estar agregado a um processo. Instrumento dado à Administração pública para dirigir-se e atuar perante seus administrados sempre que necessite adquirir bens ou serviços dos particulares. Procedimento administrativo para contratação de serviços ou aquisição de produtos. Representa a estrutura salarial do MPF, ou seja, a política de cargos, funções e salários que a instituição utiliza para assegurar que será pago para cada servidor os valores acordados. Representa todos os bens patrimoniais do MPF. São as estruturas físicas onde existem unidades do MPF instaladas. Compreende a execução do orçamento do MPF. Compreende a elaboração da programação orçamentária do MPF. Entidades que junto ao MPF constituem o Ministério Público da União. Informações que traduzem as principais diretrizes estratégicas em objetivos, indicadores e metas - Esforços que as unidades buscarão desenvolver para o alcance dos objetivos estratégicos. Informações que traduzem a contribuição das diversas áreas do MPF para o alcance dos objetivos estratégicos. Informações que traduzem as principais diretrizes estratégicas em objetivos, indicadores e metas - Informações referentes ao planejamento estratégico da área de TI. Informações referentes ao Plano Diretor de TI - Plano de ações de curto prazo para alcançar os objetivos planejados. Informações referentes às leis, assim como suas decisões e interpretações - Leis que estão hierarquicamente abaixo da Constituição Federal. Informações referentes aos dispositivos constitucionais. Informações referentes às normas internas do MPF. Informações referentes ao normativo internacional, assim como suas decisões e interpretações. Tabela 3 - Entidades de dados e informações 4.2. Arquitetura Tecnológica O objetivo desse levantamento foi o de identificar o parque de equipamentos e softwares disponível no MPF. As informações foram extraídas do sistema de registro patrimonial da instituição, e complementadas pelos responsáveis da área de TI das unidades. O inventário levou em consideração os seguintes tipos de ativos: Access Point Aparelho duplicador Biblioteca Canais de comunicação Contratos Desktop e Notebook Hardwares de Videoconferência Impressora Monitor de Vídeo No-break Rack Roteador Scanner Servidor Software Storage Switch Switch fibre channel Wireless Switch Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

27 A tabela a seguir apresenta uma síntese dos resultados do levantamento, com o quantitativo de ativos por tipo. Ativo Access Point 250 Aparelho duplicador 5 Biblioteca 31 Contratos 139 Desktop e Notebook Hardware de videoconferência 29 Impressora 5327 Monitor de Video No-break 914 Rack 420 Roteador 165 Scanner 1238 Servidor 696 Software 113 Storage 86 Switch 1278 Switch fibre channel 85 Wireless Switch 4 Tabela 4 - Quantitativo de ativos por tipo Total 4.3. Perfil dos Recursos Humanos de TI Visando melhorar o aproveitamento dos recursos humanos da área de TI do MPF, foi realizado o levantamento do perfil dos recursos humanos de TI envolvendo todos os servidores ocupantes de cargos de tecnologia da informação ou lotados em setores de tecnologia da informação. Foi enviado para cada um dos servidores um questionário com perguntas referentes aos seus conhecimentos técnicos e de idiomas, certificações, funções exercidas anteriormente e funções exercidas atualmente. Essa abordagem teve como objetivo mapear o conhecimento e as habilidades dos servidores de TI que participaram da pesquisa. O colaborador em situação ideal é aquele que se encontra na interseção dessas duas competências, ou seja, possui tanto habilidades como conhecimento para agregar o máximo de valor para a instituição. Figura 9 - Abordagem do levantamento do perfil de RH Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

28 Resultados O levantamento de RH ocorreu através de uma pesquisa individual sobre os conhecimentos e habilidades de cada servidor. O resultado dessa pesquisa foi um montante de 495 respostas de um total de 690 servidores. Observa-se que 37% dos servidores de TI possuem até 5 anos de trabalho no MPF. Servidores que ficam mais de 5 anos na instituição significam servidores estáveis em suas funções e com baixa probabilidade de saída para outras instituições. Um plano de ação deve existir para manter talentos e motivar a permanência com oportunidades em projetos e treinamentos de servidores com menos de 5 anos no MPF. Servidores com menos de 5 anos de MPF 37% Servidores com mais de 5 anos de MPF 63% Gráfico 1 - Tempo médio dos servidores de TI no MPF Dentre os 357 técnicos que responderam ao questionário, 157 possuem pós-graduação (especialização, MBA, mestrado e doutorado). Isto significa que existem técnicos com grau de conhecimento maior não somente em matérias de tecnologia da informação, mas em outras áreas de conhecimento que podem agregar valor à área de TI se forem alocados em atividades ou projetos que necessitem maior conhecimento de outros assuntos. Técnicos com Pós-Graduação 44% Técnicos sem Pós-Graduação 56% Gráfico 2 - Percentual dos técnicos de TI com pós-graduação Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

29 Dentro dos 495 respondentes, existem 138 funcionários que não atuam em tarefas atribuídas ao cargo, representando um total significativo de 28%. Gráfico 3 - Percentual de servidores de TI que atuam em tarefas atribuídas ao cargo Cenários propositivos de alocação Os cenários de alocação foram identificados conforme as respostas de cada um dos servidores de TI. Para cada uma das questões atribuiu-se nota de valor 1 para o cálculo das notas. Dessa forma, foram utilizadas essas pontuações por questão para calcular as porcentagens de respostas em cada área para cada um dos servidores. Os temas como certificação e conhecimento técnico foram abordados exaustivamente com o máximo de opções existentes atualmente no mercado de TI. Dessa forma, um resultado com valor próximo a 70 pode ser considerado uma nota alta (relativa a uma nota com valor de 100). Figura 10 - Notas para o escritório e projetos Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

30 Figura 11 - Notas para o escritório de governança Figura 12 - Notas da área de segurança da informação Figura 13 - Notas do CSC/Suporte Local/Central de Serviços Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

31 Figura 14 - Notas da área de relacionamento Figura 15 - Notas de desenvolvimento de sistemas 4.4. Catálogo de serviços de TI Serviço de tecnologia da informação é o resultado da união de pessoas, processos e produtos, agrupados para entregar valor aos clientes e auxiliar no desempenho de suas funções. O catálogo de serviços de TI do MPF é um documento de comunicação com informação sobre todos os serviços de TI em operação na instituição. O Catálogo de serviços de TI do MPF está dividido nas seguintes categorias: 1. Correio Eletrônico e Comunicação manutenção do serviço de correio eletrônico, criação de caixa postal e suporte a serviços de comunicação. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

32 2. Rede Nacional do Ministério Público da União - uso e manutenção dos recursos da rede nacional do Ministério Público da União. 3. Sistemas de Informação em produção - relação dos sistemas de informação disponíveis para os usuários do Ministério Público Federal. 4. Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas de Informação - solicitação de acesso a sistemas de informação em produção, de desenvolvimento de novos sistemas ou de manutenção em sistemas existentes. 5. Segurança da Informação - emissão de certificados digitais, configuração de acesso remoto seguro e demais serviços relacionados à proteção da informação. 6. Suporte de Serviços - manutenção da infraestrutura de suporte aos serviços disponíveis nas redes locais do Ministério Público Federal. 7. Suporte Operacional - solução de dúvidas e comunicação de problemas relacionados ao uso de equipamentos, sistemas e softwares aplicativos disponíveis para os usuários das redes locais do Ministério Público Federal. 8. Suporte Técnico-administrativo - serviços de gestão de contratos; elaboração de projetos básicos, termos de referência e relatórios técnicos; gestão do orçamento de tecnologia da informação do Ministério Público Federal e outras atividades de natureza técnico-administrativa; 9. Treinamentos - cursos oferecidos aos usuários finais da Procuradoria Geral da República e aos usuários técnicos das unidades do Ministério Público Federal Catálogo de Serviços Impresso Figura 16 - Modelo impresso do Catálogo de Serviços de TI Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

33 Descrição do Serviço - informações sobre o serviço, suas características e aplicabilidade. Escopo do Serviço - explica o que é contemplado e o que não é contemplado pelo serviço. Forma de Solicitação - informações sobre o mecanismo de solicitação do serviço. Responsabilidades do cliente - informações sobre as responsabilidades do usuário na utilização do serviço. Normas Aplicáveis - informações sobre as regulamentações aplicáveis para a utilização do serviço. Contratos - informações sobre se o serviço é prestado com o apoio de contratos ou convênios. Acordo de Nível de Serviço - Informações sobre o tempo de entrega, disponibilidade e desempenho do serviço, divididos em quatro critérios: Horário de atendimento - descrição do horário que o serviço pode ser solicitado em condições normais. Tempo de atendimento - tempo máximo de atendimento à solicitação do serviço. Prazo de conclusão - após registro indica o tempo máximo de atendimento à solicitação do serviço. Disponibilidade - metas de disponibilidade dentro do horário de serviço acordado. Serviços por Unidades e respectivas formas de solicitação indica quais unidades do MPF prestam o serviço e a respectiva forma de solicitação deste serviço em cada unidade Análise de Defasagem Esta seção apresenta alguns pontos de atenção após a apuração dos resultados dos levantamentos de dados e informações, arquitetura tecnológica, perfil de recursos humanos e catálogo de serviços Defasagem Dados e Informações A área de TI do MPF possui uma estrutura descentralizada, onde as informações corporativas estão distribuídas em diferentes esquemas relacionais de bancos de dados, manipuladas por um ou mais sistemas de informação. Dentre os principais problemas encontrados na instituição destacam-se: Há falta da figura do Administrador de Dados para o MPF. Falta de um repositório de tabelas acessíveis ao MPF como um todo Defasagem Arquitetura Tecnológica Após o levantamento da arquitetura tecnológica junto às unidades do MPF, foi identificada a ausência do processo de gerenciamento de configuração. Essa ausência tem como consequência para o MPF: Ausência de um modelo lógico de infraestrutura, o que acarreta em versões diferentes do mesmo software em diferentes unidades do MPF. impossibilidade de determinar quem, porque e quando foram efetuadas modificações. maior dificuldade na resolução de incidentes e problemas devido à falta de informações acerca da infraestrutura. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

34 Defasagem Recursos Humanos Os principais pontos de atenção identificados foram: Necessidade de maior entendimento das necessidades do negócio para propor soluções; melhor comunicação com os usuários, treinamento e capacitação dos servidores; e criação e atualização de um banco de talentos e coordenação de recursos humanos de TI para alocação dos servidores em projetos Defasagem Catálogo de Serviços A falta de um catálogo de serviços no MPF permitiu identificar a falta de informação dos usuários acerca das atividades executadas pela área de TI. Estas informações são necessárias para comunicar como a TI pode ajudar os clientes internos na execução de suas atividades. Por tratar-se de uma estrutura descentralizada de TI, verificou-se também a desinformação dos usuários acerca dos serviços prestados por outras unidades. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

35 5. Situação Atual da TI do MPF 5.1. Estrutura Organizacional A Secretaria Geral é responsável por todos os serviços auxiliares de apoio técnico e administrativo da instituição e coordena o trabalho das demais secretarias do Ministério Público Federal. A Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação está diretamente subordinada à Secretaria Geral e conta com a estrutura organizacional apresentada a seguir. Figura 17 - Organograma da STIC Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

36 A proposta para o novo regimento interno da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação estabelece as seguintes atribuições principais. À Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação compete planejar, definir, coordenar e monitorar as atividades relacionadas à tecnologia da informação e comunicação no âmbito do Ministério Público Federal, incumbindo-lhe, especialmente: I - Participar da elaboração, atualização e execução do Planejamento Estratégico do MPF; II - coordenar as atividades de elaboração, atualização, execução e acompanhamento do Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação do MPF, em alinhamento com o Planejamento Estratégico Institucional; III - coordenar as atividades de elaboração, atualização, execução e acompanhamento do Plano Diretor de Tecnologia da Informação do MPF, em alinhamento com o Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação do MPF; IV - planejar e elaborar a proposta orçamentária da área de tecnologia da informação e comunicação do MPF, em consonância com o Plano Diretor de Tecnologia da Informação; V - gerir a aplicação dos recursos orçamentários alocados à área de tecnologia da informação e comunicação do MPF, em consonância com o Plano Diretor de Tecnologia da Informação; VI - cumprir suas atribuições específicas no Sistema Integrado de Gestão Estratégica e Governança do MPF; VII - avaliar, definir, desenvolver, contratar, implantar, operar, monitorar e manter soluções e serviços relacionados à área de tecnologia da informação e comunicação do MPF; VIII - acompanhar a evolução do segmento de produtos e serviços de tecnologia da informação e comunicação; IX - fomentar a adoção das melhores práticas voltadas para a governança de tecnologia da informação e comunicação e para a segurança da informação; X - promover o compartilhamento de práticas e soluções de tecnologia da informação e comunicação entre instituições congêneres; e XI - desenvolver outras atividades inerentes a sua finalidade determinadas pela autoridade superior. Conforme se depreende do trecho anterior, extraído da proposta de regimento interno para a STIC, a Secretaria é o órgão central de tecnologia da informação no MPF, e é sua função coordenar as atividades relacionadas à área em âmbito nacional. Todas as unidades gestoras do MPF, aí incluídas as procuradorias regionais da República e as procuradorias da República nas unidades da federação, possuem áreas de informática em seus organogramas, com as estruturas demonstradas a seguir. Figura 18 - Organograma das áreas de TI das procuradorias regionais da República Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

37 Figura 19 - Organograma das áreas de TI das procuradorias da República do 1º grupo (RJ e SP) Figura 20 - Organograma das áreas de TI das procuradorias da República do 2º grupo (BA, DF, MG, PE, PR, RS e SC) Figura 21 - Organograma das áreas de TI das procuradorias da República do 3º (AM, CE, ES, GO, MA, MS, MT e PA) e 4º (AC, AL, AP, PB, PI, RN, RO, RR, SE e TO) grupos Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

38 5.2. Diagnóstico O diagnóstico da área de TI compreendeu o estudo e levantamento das informações das expectativas sobre a TI do Ministério Público Federal, sob a ótica da alta administração do MPF, dos clientes externos à área de tecnologia da informação do MPF e da própria equipe de tecnologia da informação do MPF. Este diagnóstico teve como objetivo principal levantar a situação atual da área de TI do MPF por meio de entrevistas e pesquisa de percepção. A pesquisa de percepção foi estruturada nas seguintes funções e temas de análise: 1. Estratégia da área de tecnologia da informação. 2. Relacionamento com o cliente da TI (áreas de negócio). 3. Transformação, evolução do negócio suportado pela TI. 4. Operação dos Serviços com o desempenho e o nível de atendimento adequados. 5. Gestão da TI através de planejamentos e controles eficientes. As questões do tema Estratégia de TI, abordam processos relacionados à inovação tecnológica e continuidade do negócio. Neste tema, a maioria dos respondentes discordou da existência de um Planejamento Estratégico de TI e de um Plano Diretor de TI. Ambos os instrumentos são objeto do Desdobramento do Planejamento Estratégico Institucional do qual este diagnóstico faz parte. Os principais resultados obtidos nesse tema encontram-se na figura a seguir. Figura 22 - Resultados do tema Estratégia As questões do tema Relacionamento entre a área de TI e seus clientes abordam o alinhamento da TI com o negócio, processos de relacionamento como gestão de demandas e comunicação, estruturação de catálogo de serviços e acordo de nível de serviço. Os principais resultados obtidos nesse tema encontram-se na figura a seguir. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

39 Figura 23 - Resultados do tema Relacionamento A Transformação da TI está relacionada à capacidade de evolução do negócio suportado pela TI. Tem como objetivo estabelecer a prestação de serviço de forma unificada e colaborativa por meio da implantação do processo de desenvolvimento de soluções, gestão da entrega de projetos e programas com base na metodologia vigente, um modelo padrão de arquitetura de soluções e um modelo de informações institucional incluindo dicionários de dados, classificação da informação, níveis de acesso, identificação, entre outros. Fazem parte deste tema também processos de suporte ao serviço como gestão de mudanças, gestão de liberação e gestão da configuração. Os principais resultados obtidos nesse tema encontram-se na figura a seguir. Figura 24 - Resultados do tema Transformação Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

40 O tema Operação da TI contempla os processos de gestão e operação da infraestrutura, com a gestão eficiente da capacidade e disponibilidade dos serviços, a gestão dos incidentes e problemas assim como o suporte ao usuário. Abrange também a função Central de Serviços e o correto permissionamento dos usuários para cada tipo de perfil, com o gerenciamento de identidades e acessos. Os principais resultados obtidos nesse tema encontram-se na figura a seguir. Figura 25 - Resultados do tema Operação O tema Gestão abrange processos que permitem o planejamento e controles eficientes da TI. Dentre eles estão o processo de governança de TI, a definição de políticas e normas, a gestão financeira e de pessoas. Fazem parte também deste tema a segurança da informação e os processos de gestão de qualidade, riscos e conformidade. Acerca dos sistemas do MPF, a Equipe de TI, em sua maioria, discordou de que estes forneçam informações gerenciais para a tomada de decisão. Os principais resultados obtidos no tema Gestão encontram-se na figura a seguir. Figura 26 - Resultados do tema Gestão Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

41 Os aspectos operacionais foram avaliados de maneira positiva, e os pontos críticos encontrados recaem sobre a ausência de padrão de metodologias, processos e arquitetura de TI para toda a Instituição. Especificamente, nota-se uma grande expectativa acerca do sistema Único, que tem como objetivo integrar, padronizar e consolidar as informações processuais e administrativas da Instituição. Fatores que vão além da atuação da área de TI, e tem o envolvimento de outras áreas do MPF também devem ser consideradas como pontos de atenção. De acordo com as informações levantadas, a Instituição possui material humano de qualidade, porém há ausência de uma gestão de pessoas que promova a retenção destes talentos e que valorize os servidores de TI. Em síntese, os aspectos críticos identificados estão relacionados a seguir: Priorizar as iniciativas de TI e alinhá-las aos objetivos estratégicos da Instituição; permitir a TI ter um posicionamento claro em relação aos clientes; alinhar a arquitetura de TI às necessidades da Instituição; definir políticas, normas e procedimentos de TI comuns às unidades do MPF, proporcionando maior padronização e garantindo o alinhamento das ações de TI aos objetivos estratégicos do MPF; definir um modelo que determine regras claras para a atuação dos servidores de TI no âmbito do MPF. Este modelo deverá proporcionar maior integração entre as unidades, priorizando ações nacionais alinhadas com os objetivos estratégicos da Instituição. Todos os resultados encontrados na pesquisa de percepção de TI e suas conclusões estão apresentadas em documento próprio, denominado Diagnóstico da Área de Tecnologia da Informação do MPF, disponível na página da STIC no WIKI do MPF. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

42 6. Iniciativas de TI As necessidades de TI são atendidas por meio de iniciativas de TI. As iniciativas de TI foram categorizadas de acordo com o beneficiário principal da iniciativa, se a própria TI, no caso de iniciativas estruturantes, racionalizadoras e potencializadoras; ou as demais áreas do MPF, no caso de iniciativas estratégicas ou voltadas para atender as demais secretarias e órgãos da Instituição. TI para o MPF TI para a TI Iniciativas estratégicas ou voltadas para atender necessidades das demais secretaria e órgãos do MPF Iniciativas estruturantes, racionalizadoras ou potencializadoras para gestão e melhoria dos serviços prestados pela área de TI PDTI Figura 27 - Beneficiários das iniciativas Para construção e organização das iniciativas foram utilizadas, inicialmente, as seis principais fontes de informação sobre as necessidades de TI, conforme mostra a figura a seguir. Planejamento Estratégico Institucional. Mapas Temáticos das câmaras de coordenação e revisão, função eleitoral e Corregedoria. Painéis de Contribuição das Secretarias e Assessorias. Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação. Ações planejadas ou em andamento nas unidades do MPF quando da elaboração do PDTI. Inventários de dados e informações, arquitetura tecnológica, recursos humanos e serviços. PEI Mapas Temáticos Painéis de Contribuição PDTI Inventários de TI Ações planejadas ou em andamento PETI Figura 28 - Fontes das iniciativas do PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

43 6.1. Iniciativas Derivadas do PEI Iniciativas derivadas do PEI E1 E2 E3 E4 E5 E6 E7 Sistema Único O Único é um sistema para agilizar e unificar o trâmite de documentos judiciais e administrativos visando proporcionar uma visão consolidada para a alta administração, de forma a proporcionar meios de responder a questões estratégicas e a melhoria qualitativa da gestão do MPF. Sistema de Ouvidoria Sistema destinado a auxiliar à implantação de política de atendimento ao cidadão nas unidades do MPF. A primeira etapa do sistema já está em produção, mas deverá evoluir para atender aos seguintes órgãos do MPF: PFDC, Corregedoria, SADP e Ouvidoria, passando a denominar-se Portal do Cidadão. Processo Eletrônico Implementação do processo eletrônico nas unidades do MPF, bem como a tramitação desses processos entre a Instituição e os órgãos do Poder Judiciário. Portal da Transparência Projeto destinado a aperfeiçoar o Portal da Transparência do MPF, disponibilizando dados de ordem administrativa e de atuação institucional de seus membros. Wiki do MPF Projeto voltado à implantação da tecnologia Wiki no MPF, que busca organizar, gerenciar e compartilhar o conhecimento acerca das atribuições, atividades e rotinas. MPF Digital Viabilizar a preservação da informação jurídica e administrativa, por meio de um repositório institucional, onde estarão contemplados documentos originários do MPF e de demais instituições. Sistemas de Informações Gerenciais Fornecer informações gerenciais para diversas áreas do MPF, com vistas a subsidiar a tomada de decisão e facilitar o andamento de atividades de gestão. Tabela 5 - Iniciativas Derivadas do PEI 6.2. Iniciativas Derivadas dos Mapas Temáticos Em sua primeira versão, do final do ano de 2012, o PDTI apresentava nesta seção as iniciativas derivadas dos mapas temáticos das câmaras de coordenação e revisão, função eleitoral e Corregedoria. Ao longo do ano de 2013 a Secretaria Geral criou o Painel de Contribuição da SG às Câmaras e PFDC e foram identificadas 19 iniciativas com a participação da área de TI. Nesta seção estão apresentadas as iniciativas de TI do Painel de Contribuição da SG às Câmaras e PFDC, bem como as iniciativas de TI para a Corregedoria-Geral do MPF e demais órgãos da altaadministração do MPF. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

44 Painel de Contribuição da SG às CCRs e PFDC Iniciativas Período Concluído (%) PFDC - Implementar solução que permita a medição dos indicadores do planejamento temático da PFDC PFDC - Aprimoramento do sistema único - disponibilizar um campo pré-tabelado dentro do documento intitulado - Promoção de Arquivamento - para preenchimento do motivo que fundamentou o arquivamento do auto administrativo (Memo nº 45/2013/PFDC - Único 04/10/2013 à 30/04/2014 0,00 04/10/2013 à 31/03/2014 0,00 PFDC - Implementar solução para automatizar a sistemática de recomentações da PFDC 04/10/2013 à 30/04/2014 0,00 PFDC - realizar levantamento da necessidade para utilização do BI com a PFDC 05/10/2013 à 30/11/ ,00 1CCR - realizar levantamento da necessidade para utilização do BI com a 1CCR 05/10/2013 à 30/11/ ,00 2CCR - Implementar para a 2CCR a tramitação eletrônica dos procedimentos investigatórios criminais e dos inquéritos policiais eletrônicos 2CCR - Implementar para a 2CCR solução para automatizar a sistemática de publicação de andamentos de procedimentos extrajudiciais 05/10/2013 à 30/03/2014 0,00 04/10/2013 à 31/12/ ,00 2CCR - realizar levantamento da necessidade para utilização do BI com a 2CCR 05/10/2013 à 30/11/ ,00 3CCR - realizar levantamento da necessidade para utilização do BI com a 3CCR 05/10/2013 à 30/11/ ,00 3CCR - Realizar reunião de avaliação com a 3CCR sobre o modelo de informação estruturado para apoio da atuação finalistica e para divulgação para o público externo. 3CCR - realizar reunião de trabalho com a 3CCR para apresentar a ferramenta de BI quanto à estruturação da informação e disponibilização delas. 3CCR - realizar reunião de trabalho com a 3CCR para: (1) apresentar modelo de estruturação de informações (Banco de dados); (2) apresentar modelo de estruturação de informações a serem disponibilizadas para apoiar a atuação de membros e servidores; 4CCR - implementar sistema de perícia nacional, garantindo a possibilidade de obtenção de informações como demanda/assunto/estado, a fim de avaliar a qualquer tempo a demanda e ao atendimento das perícias nacionalmente(4ccr). 4CCR - desenvolver solução para 4CCR que permita o cadastramento e o controle da participação nas políticas públicas, por meio de participação em Conselhos do Poder Executivo ou participação em audiências públicas no Congresso Nacional sobre Projeto 4CCR - Implementar solução da 4CCR para automatizar a sistemática de acesso ao cidadão, através da internet, às fases do procedimento administrativo (PA, IC, PI). 08/09/2014 à 12/09/2014 0,00 07/10/2013 à 11/10/ ,00 24/03/2014 à 28/03/2014 0,00 04/10/2013 à 30/03/ ,00 04/10/2013 à 31/03/2014 0,00 04/10/2013 à 31/03/ ,00 4CCR - realizar levantamento da necessidade para utilização do BI com a 4CCR 05/10/2013 à 30/11/ ,00 5CCR - realizar levantamento da necessidade para utilização do BI com a 5CCR 05/10/2013 à 30/11/ ,00 6CCR - Criação de um Push para acompanhamento dos processos na temática da 6CCR 05/10/2013 à 30/11/2013 0,00 6CCR - realizar levantamento da necessidade para utilização do BI com a 6CCR 04/10/2013 à 30/11/ ,00 Tabela 6 - Iniciativas do Painel de Contribuição da SG às CCRs e PFDC Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

45 Iniciativas para a Corregedoria-Geral do MPF Iniciativas % Concluído Corregedoria - Correição 2ª Instância 0 Corregedoria - Correição PGR 0 CORREGEDORIA - Novas demandas APEX (Módulo Gestão) 0 Sistema de Acompanhamento de Cumprimento de Indicações de Correição nas unidades 50 Sistema de Requisição de Perícias 27,5 Tabela 7 - Iniciativas para a Corregedoria-Geral do MPF Iniciativas para a Alta Administração Iniciativa % Concluído Compra da ferramenta I2/Analyst Notebook - cliente: ASSPA 0 Concurso de membros: 27º concurso 5 Consulta Encontro Nacional da ANPR 25 Contratação de ferramenta e de empresa de desenvolvimento de portais (Cliente: Secretaria Geral) (1ª 7,5 fase) Eleição Lista tríplice CNMP 0 SIG - Sistemas de Informações Gerenciais (Fase 2) 0 SIG - Sistemas de Informações Gerenciais (Fase 3) 0 SIG - Sistemas de Informações Gerenciais (Fase 4) 0 Sistema de cadastramento e gerenciamento de eventos e autoridades: gabinete PGR 0 Tabela 8 - Iniciativas para a Alta Administração 6.3. Iniciativas Derivadas dos Painéis de Contribuição Secretaria de Planos e Orçamento Iniciativas % Concluído Apex - STI - Cronograma Orçamentário 0 Sistema de Cronograma Orçamentário - cliente: SPO 12,5 SPO - Informações Financeiras - versão ,5 Tabela 9 - Iniciativas para a Secretaria de Planos e Orçamento Secretaria de Gestão de Pessoas Iniciativas % Concluído Ajustes no sistema Grifo para tratar das horas extras eleitorais 0 Alteração do Sistema Grifo para atendimento de nova portaria 0 Banco de Talentos (Parceria com a PR-PR) - Funpresp - cadastramento de novos servidores e envio das informações 0 GPS - 7º concurso de servidores 15 GPS - 8º concurso de servidores 0 GPS Afastamentos - Controle da compensação por serviço eleitoral homologado em outros órgãos 87,5 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

46 Iniciativas % Concluído GPSNet - Formulários Autenticados 10 Histórico de cálculo dos auxílios transporte, para auditoria 5 Homologação SGP: Certidões no Hórus desenvolvidas em parceria com a PR/PR 87,5 Homologação SGP: Férias de membros - habilitar GPS para lançamentos parcelados 87,5 Homologação SGP: Flexibilização de datas limites para inclusão de férias (sincronizado com o 87,5 pagamento) Homologação SGP: integração do GPS com a Centralização do GroupWise 87,5 Homologação SGP: Módulo de mandados judiciais do Concurso de Servidores 87,5 Homologação SGP: Reengenharia do módulo da GFIP 87,5 Homologação SGP: Retroativos do afastamento 35 e do reenquadramento 87,5 Módulo de consignatárias web 10 SGP - demandas APEX 0 Tabela 10 - Iniciativas para a Secretaria de Gestão de Pessoas Iniciativas para a Secretaria de Administração Ação % Concluído ASI WEB - Contratação da manutenção - cliente: SA 10 Descentralização do DEXTER 90 Descentralização do e-asv 90 Melhoria do Sistema ASI 0 PDSTID - Consultoria e Prospecção - SA - AFS (acompanhamento de formulários de solicitação) Solicitação Eletrônica de Contratação (SEC) SA - novas demanda APEX 0 SGV - Confirmação de Deslocamento 90 Sistema de Controle de Veículos - e-asv 22,5 Tabela 11 - Iniciativas para a Secretaria de Administração Iniciativas para a Secretaria Jurídica e de Documentação Iniciativa % Concluído Análise de integração com a Polícia Federal 12,5 Apex - SEJUD - Push Processual 0 Atualização da rotina de distribuição automática de processos judiciais no Único 0 PDSTID - Consultoria e Prospecção - SEJUD - Solicitação de cópias de periódicos 52,5 Projeto Único - Versão PRR's Comum 100 SEJUD - novas demandas APEX 0 Tabela 12 - Iniciativas para a Secretaria Jurídica e de Documentação Iniciativas para o Plan-Assiste Ação % Concluído Benner - Adequação ao novo regulamento - Contratação 17,5 Benner - Contratação da manutenção - cliente: PLAN-ASSISTE 17,5 Benner - Implantação nos ramos 17,5 Tabela 13 - Iniciativas para o Plan-Assiste Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

47 6.4. Iniciativas Derivadas do PETI Para priorização e distribuição das iniciativas derivadas do PETI nos dois anos do PDTI, foram utilizados os critérios de complexidade e benefício. Complexidade Benefício Figura 29 - Critérios de priorização e distribuição das iniciativas Iniciativas oriundas dos Projetos do PETI T1.1 Estruturar um Escritório de Projetos Estruturação da área responsável por concentrar todas as demandas de novos serviços/sistemas ou mudanças nos serviços/sistema atuais, priorização da execução dessas solicitações, gerenciamento da execução dessas solicitações e reporte do andamento ao Secretário de TI. T1.2 Padronizar o processo de gestão de demandas Implementação do processo de gestão de demandas com o objetivo de controlar as demandas originadas pelas áreas de negócio e usuários, definindo sua priorização, consolidação e escalonamento. O processo deverá compreender a análise do ambiente, definição do ciclo e classificação das demandas, definição dos papéis e responsabilidades e definição das métricas e relatórios gerenciais. T1.3 Revisão do processo de gerenciamento de projetos Revisar e aprimorar o processo de gerenciamento de projetos de TI iniciado a partir da estruturação do escritório de projetos (Iniciativa T1.1). T2.1 Estruturar as áreas de desenvolvimento de soluções nacionais e locais Implementação das áreas de desenvolvimento de soluções nacionais e locais, como objetivo de aumentar a sinergia e a qualidade dos produtos entregues pela TI e reduzir os custos decorrentes de retrabalho. T2.2 Implantar o processo de desenvolvimento de soluções nacionais Implantação do processo de desenvolvimento de soluções nacionais de acordo com o estabelecido na iniciativa de estruturar as áreas de desenvolvimento de soluções nacionais e locais(iniciativa T2.1.). T2.3 Implantar o processo de desenvolvimento de soluções locais Implantação do processo de desenvolvimento de soluções locais de acordo com o estabelecido na iniciativa de estruturar as áreas de desenvolvimento de soluções nacionais e locais(iniciativa T2.1.). T2.4 Estruturar uma função de gestão da informação e seus processos Estruturação da função responsável por organizar a coleta, processamento, armazenamento e distribuição das informações com o objetivo de disseminar as informações para as equipes de desenvolvimento de soluções, garantindo que o conhecimento vital para o negócio estará resguardado. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

48 Iniciativas oriundas dos Projetos do PETI T2.5 Estruturar o processo de homologação de soluções nacionais e locais Implementação de um processo de homologação de soluções nacionais e locais de forma a padronizar os trabalhos, ampliar a organização e controlar a execução dos testes de aceite funcional. T2.6 Estruturar o processo de manutenção de soluções nacionais e locais Implantação de um processo de manutenção das soluções nacionais e locais, incluindo novas funcionalidades ou correção de erros e/ou incidentes. T2.7 Revisitar estratégia de sourcing da TI Reavaliar o nível de maturidade da área de TI do MPF para terceirização de serviços. T3.1 Criar uma central de serviços de TI Criação de uma central de serviços de TI responsável por ser o ponto único de contato dos usuários para solicitação de serviços, registro de incidentes e esclarecimento de dúvidas. T3.3 Gerir incidentes e problemas Implementação do processo de acompanhamento das interrupções não programadas ou redução de qualidade dos serviços de TI, com objetivo principal de retornar à operação normal no menor tempo possível, identificar as causas dos incidentes e evitar a recorrência de incidentes de mesma natureza. T4.1 Estruturar um Centro de Serviços Compartilhados Criação de uma área responsável por prestar serviços de infraestrutura de TI para as unidades do MPF. T4.2 Gerenciar a operação nacional Iniciar as operações do Centro de Serviços Compartilhados. T4.3 Gerir a operação local Definir os parâmetros e iniciar a operação das áreas de infraestrutura locais. T4.4 Definir modelo de arquitetura de infraestrutura e monitoramento Definição do modelo padrão de arquitetura de infraestrutura e de monitoramento dos serviços prestados pelo Centro de Serviços Compartilhados e pelas áreas de infraestrutura locais. T4.5 Implementar o processo de gerenciamento de Disponibilidade Implementação do processo de gerenciamento de disponibilidade com o objetivo de garantir que os serviços estejam disponíveis em conformidade com os acordos de níveis de serviço vigentes. T4.6 Implementar o processo de gerenciamento de Capacidade Implementação do processo de gerenciamento de capacidade, com o objetivo de assegurar que a capacidade de TI do MPF atenda as necessidades atuais e futuras da instituição. T4.7 Implementar o processo de gerenciamento de Liberação Implementação do processo de gerenciamento de liberação, com o objetivo de promover maior controle e segurança na implantação de novos serviços ou componentes de serviços no ambiente de produção. T4.8 Implementar o processo de gerenciamento de Configuração Implementação do processo de gerenciamento de configuração, identificando todos os itens de configuração necessários para entregar os serviços de TI e como estes itens se relacionam. T4.9 Implementar o processo de gerenciamento de Mudança Implementação do processo de gerenciamento de mudança, com o objetivo de reduzir o impacto negativo no ambiente operacional decorrentes de mudanças nos serviços e em seus elementos. T5.1 Criar o escritório de Governança de TI Criar o escritório de governança de TI no âmbito do MPF, com foco em garantir o alinhamento estratégico com a instituição e promover a cultura do controle, da responsabilização e da transparência dos processos de TI. T5.2 Revisar níveis de serviço e atualizar catálogo Revisar o catálogo de serviços e definir acordo de nível de serviços para todos os serviços. T5.3 Revisar as políticas de TI Revisão das políticas de TI formalizadas no âmbito do MPF e identificação dos temas que exigem a formalização de novas políticas. T5.4 Gerenciar o ciclo de vida dos ativos de TI Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

49 Iniciativas oriundas dos Projetos do PETI Implementação do gerenciamento de todo o ciclo de vida do parque de ativos de TI, desde a solicitação, aquisição, recebimento do equipamento, instalação, movimentações e descarte. T5.5 Estruturar o processo de gestão financeira de TI Implementação de um processo de revisão do modelo de custeio atual da TI com o objetivo de prestar contas de todas as despesas com serviços de TI e atribuir os custos aos serviços prestados para os clientes do MPF. T5.6 Revisar e implementar o gerenciamento de identidades Revisão do processo de autenticação e autorização de acesso e implementação de melhorias que compreendam todo o ciclo de permanência do usuário no MPF. T5.7 Implementar o gerenciamento da qualidade Implementação de processo para monitorar a qualidade dos serviços de TI em operação e da entrega de novos serviços. T5.8 Implantar o escritório de gerenciamento de fornecedores de TI Implantação do processo de gerenciamento de fornecedores de TI para pesquisar, homologar, selecionar, contratar e gerenciar o relacionamento com fornecedores. T5.9 Estrutura aquisições e distribuições Estruturar processo de coordenação e padronização das atividades relacionadas à aquisição e contratação de bens e serviços de TI. T5.10 Gestão de conhecimento - iniciativa piloto Fomentar o uso do Wiki do MPF pelas área de TI da Instituição. T6.1 Estruturar área de relacionamento com as unidades Implementação da área de relacionamento com as áreas de TI das unidades gestoras do MPF, com a responsabilidade de estreitar o relacionamento da TI com os clientes, entender as necessidades do negócio e propor soluções. T7.1 Criar estrutura de comunicação Implementação de uma estrutura para divulgação das ações de TI para as equipes técnicas e para os clientes. T8.1 Implementar os indicadores de acompanhamento do PETI e PDTI Cadastrar e iniciar o acompanhamento dos indicadores do PETI e do PDTI no Sistema Channel. T9.1 Criar estrutura de gestão de pessoas Estruturar uma área de gestão dos profissionais da área de TI do MPF. Tabela 14 - Iniciativas Derivadas do PETI 6.5. Ações Planejadas ou em Andamento Por Unidade Gestora Unidade Ação Tipo % Concluído PGR AMGE - Banco de Gerente de projetos Governança 0 PGR AMGE - Catálogo de boas práticas Governança 0 PGR AMGE - Contratação do Channel Governança 0 PGR Arquitetura de Dados e Informações Governança 0 PGR Arquitetura Tecnológica Governança 0 PGR Catálogo de Serviços Governança 0 PGR Criar estrutura de comunicação Governança 0 PGR Criar estrutura de Gestão de Pessoas Governança 0 PGR Criar o escritório de Governança de TI Governança 70 PGR Estruturar aquisições e distribuições Governança 37,14 PGR Estruturar o processo de gestão financeira de TI Governança 0 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

50 Unidade Ação Tipo % Concluído PGR Estruturar um Centro de Serviços Compartilhados Governança 0 PGR Estruturar um Escritório de Projetos Governança 83,33 PGR Gerenciar o ciclo de vida dos ativos de TI Governança 0 PGR Gestão de conhecimento - iniciativa piloto Governança 18,75 PGR Implantar o gerenciamento de fornecedores de TI Governança 0 PGR Implementar o gerenciamento da qualidade Governança 0 PGR Implementar os indicadores de acompanhamento do PETI e PDTI Governança 93,75 PGR Perfil de Recursos Humanos Governança 0 PGR Plano de Contingência PPP Governança 56,79 PGR Revisar as políticas de TI Governança 25 PGR Revisar e implementar o gerenciamento de identidades Governança 0 PGR Revisar níveis de serviço e atualizar catálogo Governança 0 PGR Revisitar estratégia de sourcing da TI Governança 0 PGR SUBSINE - Portifólio - versão 1.0 Governança 22,5 PGR Aquisição de Infraestrutura tecnológica para PRMs Infraestrutura de TIC 100 PGR Avaliação de soluções de serviços e de rede corporativa do MPF Infraestrutura de TIC 20 PGR Centralização da infraestrutura e do domínio de correio eletrônico do MPF Infraestrutura de TIC 66,55 PGR Contratação da Nova Rede de Dados MPF Infraestrutura de TIC 50 PGR Contratação da Nova Rede de Voz MPF Infraestrutura de TIC 5 PGR Contratação de uma Solução de Rede de Contingência para o MPF Infraestrutura de TIC 25 PGR Definir modelo de arquitetura de infraestrutura e monitoramento Infraestrutura de TIC 0 PGR Gerenciar Operação Local Infraestrutura de TIC 0 PGR Gerenciar Operação Nacional Infraestrutura de TIC 0 PGR Implantação de solução de monitoramento e resposta a incidentes de Infraestrutura de TIC 2,5 segurança PGR Infraestrutura de Servidores e Armazenamento - Implantação da nova Infraestrutura de TIC 85 estrutura de servidores e de armazenamento e migração dos serviços na PGR PGR Migração da Rede Nacional de Dados e Voz Infraestrutura de TIC 52,89 PGR Criar uma central de serviços de TI Melhoria de processo 0 PGR Estruturar as áreas de Desenvolvimento de Soluções Nacionais e Locais Melhoria de processo 12,5 PGR Estruturar o processo de homologação de soluções nacionais e locais Melhoria de processo 0 PGR Estruturar o processo de manutenção de soluções nacionais e locais Melhoria de processo 0 PGR Estruturar uma área de Relacionamento com as Unidades Melhoria de processo 0 PGR Estruturar uma função de gestão da informação e seus processos Melhoria de processo 0 PGR Gerir incidentes e problemas Melhoria de processo 0 PGR Implantar o Processo de Desenvolvimento de Soluções Locais Melhoria de processo 0 PGR Implantar o Processo de Desenvolvimento de Soluções Nacionais Melhoria de processo 0 PGR Implementar o processo de gerenciamento de Capacidade Melhoria de processo 0 PGR Implementar o processo de gerenciamento de Configuração Melhoria de processo 0 PGR Implementar o processo de gerenciamento de Disponibilidade Melhoria de processo 0 PGR Implementar o processo de gerenciamento de Liberação Melhoria de processo 0 PGR Implementar o processo de gerenciamento de Mudança Melhoria de processo 0 PGR Revisão do Processo de Gerenciamento de Projetos Melhoria de processo 0 PGR Contratação de Empresa de Desenvolvimento de Sistemas Sistema de TIC - Geral 0 PGR Contratação de Fábrica de Métricas Sistema de TIC - Geral 0 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

51 Unidade Ação Tipo % Concluído PGR Descentralização do AUTORIZA Sistema de TIC - Geral 0 PGR Implantação do laboratório de pesquisa computacional Sistema de TIC - Geral 25 PGR Processo de DW Sistema de TIC - Geral 0 PGR SIG - Contratação de ETL Sistema de TIC - Geral 90 PR-AC Revisar a portaria PRAC Nr 35/2005, de política de uso dos recursos de Governança 100 tecnologia da informação. PR-AC Implantação do Novell iprint Infraestrutura de TIC 75 PR-AC Implantação do Novell ZENWORKS Infraestrutura de TIC 72,5 PR-AC Emissão dos novos certificados digitais dos membros e servidores da PR/AC Infraestrutura de TIC 50 PR-AC Impressão Corporativa (outsourcing de impressão) Infraestrutura de TIC 95 PR-AC Instalação da PRM/ Cruzeiro do Sul Infraestrutura de TIC 50 PR-AC Instalação do ARCSERVE Infraestrutura de TIC 95 PR-AC Instalação do NETSTORAGE NOVELL Infraestrutura de TIC 0 PR-AC Instalação e configuração de Storage Infraestrutura de TIC 50 PR-AC Migração de servidores edir e aplicações web Infraestrutura de TIC 0 PR-AC Plano de Contingência Infraestrutura de TIC 62,5 PR-AC Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Sistema de TIC - Geral 75 postais do MPF PR-AC Atualização da rotina de distribuição automática de processos judiciais no Sistema de TIC - Geral 40 Único PR-AC Desenvolvimento de sistema de Controle de Cópias Sistema de TIC - Geral - PR-AC Implantação de sistema de monitoramento de servidores Sistema de TIC - Geral 8,33 PR-AC Implantação do Sistema de Coleta Automática dos Registros de Ponto do Grifo Sistema de TIC - Geral 16 PR-AL Implantação da Rede Infraestrutura de TIC 0 PR-AL Instalação do Storage Infraestrutura de TIC 37,5 PR-AL Outsourcing De Impressao Infraestrutura de TIC 59,17 PR-AL Projeto de Rede Infraestrutura de TIC 50 PR-AM Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 75 postais do MPF PR-AM Atualização tecnológica da infraestrutura de rede da PR/AM Infraestrutura de TIC 5 PR-AM Instalação da PRM/Tefé Infraestrutura de TIC 37,5 PR-AM Instalação do storage Infraestrutura de TIC 25 PR-AM Instalação e configuração da biblioteca de fitas Infraestrutura de TIC 25 PR-AM Mudança da PRM/Tabatinga após reforma Infraestrutura de TIC 0 PR-AM Projeto de rede para o edifício anexo Infraestrutura de TIC 0 PR-AM Rede de contingência Infraestrutura de TIC 0 PR-AM Gerenciamento de Conteúdo Sistema de TIC - Geral 27,5 PR-AM Implantar painéis eletrônicos na PR/AM Sistema de TIC - Geral 0 PR-BA Planejamento de aquisições previstas pela restruturação do CTTI. Governança 0 PR-BA Atualização do parque computacional Infraestrutura de TIC 0 PR-BA Criação de imagens nos modelos de microcomputadores em uso e politica de Infraestrutura de TIC 0 atualização PR-BA Implantação da sede da PRM de Irecê Infraestrutura de TIC 0 PR-BA Implantação da sede da PRM/Teixeira de Freitas. Infraestrutura de TIC 0 PR-BA Implantação do serviço de versionamento de arquivos da rede local (Novell Infraestrutura de TIC 0 Archive and Version Services) PR-BA Instalação de catracas para controle de acesso Infraestrutura de TIC 95 PR-BA Instalação de netbooks. Infraestrutura de TIC 0 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

52 Unidade Ação Tipo % Concluído PR-BA Mudança da sede da PRM/Campo Formoso. Infraestrutura de TIC 0 PR-BA Mudança da sede da PRM/Feira de Santana. Infraestrutura de TIC 0 PR-BA Padronização de sistemas operacionais Linux dos servidores da rede. Infraestrutura de TIC 0 PR-BA Reestruturação do Novell da PR/BA e PRMs. Infraestrutura de TIC 0 PR-BA Implantação de base de currículos de servidores Sistema de TIC - Geral 0 PR-BA Sistema para rodízio de estagiários. Sistema de TIC - Geral 0 PR-BA Substituição do sistema de controle de acesso Sistema de TIC - Geral 0 PR-CE Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 50 postais do MPF PR-CE Instalação da PRM de Itapipoca (Servidores e Rede de Dados) Infraestrutura de TIC 25 PR-CE Instalação de Servidores e Storages nas PRMs Vinculadas Infraestrutura de TIC 90 PR-CE Instalação de Servidores Virtuais. Infraestrutura de TIC 100 PR-CE Instalação do Zenworks na PR/CE Sede Infraestrutura de TIC 77,5 PR-CE Conversão para Java da Rotina de Distribuição de Processos da PR/CE Sistema de TIC - Geral 57,5 Integrada ao Único PR-CE Remodelagem do Sistema de Seleção de Estágio Sistema de TIC - Geral 0 PR-CE Sistema de Acompanhamento de Processos Vinculados ao TSH Sistema de TIC - Geral 60 PR-CE Sistema de Cobrança de Ligações Telefônicas Particulares Sistema de TIC - Geral 0 PR-CE Sistema de Controle de Requisições de Fotocópias Sistema de TIC - Geral 0 PR-CE Sistema de Ponto dos Estagiários Sistema de TIC - Geral 0 PR-DF Dar continuidade ao processo de modernização da seção de atendimento ao Governança 32,5 usuário. PR-DF Instalação dos novos servidores de rede adquiridos em 2012 pela STI/PGR. Infraestrutura de TIC 67,5 PR-DF Participação no projeto nacional da centralização do correio eletrônico. Infraestrutura de TIC 65,75 PR-DF Atualização da rotina de distribuição automática de processos judiciais no Sistema de TIC - Geral 40 Único. PR-DF Portal do Cidadão Sistema de TIC - Geral 89,55 PR-DF Sistema de transparência das distribuições de processos. Sistema de TIC - Geral 17,5 PR-ES Migração do sistema Legado "Apoio à Licitação/Pregão" para Java Sistema de TIC - Geral 100 PR-ES Migração do sistema Legado "SisAdmin" para Java Sistema de TIC - Geral 65 PR-GO Centralização das Bases de Dados em Novo Servidor de BD Infraestrutura de TIC 50 PR-GO Criação de diretrizes de hardening de servidores Linux Infraestrutura de TIC 40 PR-GO Implantação da infraestrutura tecnológica para a PRM/Luziânia Infraestrutura de TIC 0 PR-GO Implantação da infraestrutura tecnológica para a PRM/Rio Verde/jataí Infraestrutura de TIC 0 PR-GO Implantação da PRM de Jataí Infraestrutura de TIC 0 PR-GO Implantação do GLPI Nacional Infraestrutura de TIC 0 PR-GO Instalação e configuração da storage Infraestrutura de TIC 35 PR-GO Modificação do topologia da rede lógica Infraestrutura de TIC 95 PR-GO Reestruturação dos diretórios de dados Infraestrutura de TIC 60 PR-GO Renovação do parque de impressoras Infraestrutura de TIC 85 PR-GO Reorganização de servidores e serviços Infraestrutura de TIC 90 PR-GO Sitema de Controle de Visitantes - Nova Versão Melhoria de processo 90 PR-GO Confecção de Nova Intranet PRGO Sistema de TIC - Geral 20 PR-MA Plano de Continuidade de negócios Governança 55 PR-MA Atividade local de apoio à migração para o domínio mpf.mp.br Infraestrutura de TIC 100 PR-MA Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas postais do MPF Infraestrutura de TIC 100 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

53 Unidade Ação Tipo % Concluído PR-MA Instalação de Rack e Servidores HP nas PRMs Infraestrutura de TIC 57,58 PR-MA Instalação e Operacionalização da Tape Library Infraestrutura de TIC 0 PR-MA Instalação e Operacionalização de Novos Servidores HP Infraestrutura de TIC 48,48 PR-MA Rede de Contingência Infraestrutura de TIC 100 PR-MA Chronos Sistema de TIC - Geral 50 PR-MA Guardian Sistema de TIC - Geral 65 PR-MA SPESAT - Sistema de Pesquisa de Satisfação Sistema de TIC - Geral 67,5 PR-MG Elaboração de Plano de Metas 2015 Governança 38 PR-MG Aquisição de equipamentos de TI - Aprovados no Plano de Metas 2013 Infraestrutura de TIC 81,82 PR-MG Centralização das caixas postais do MPF - Atividade local de apoio ao projeto Infraestrutura de TIC 88,17 nacional PR-MG Distribuição e Instalação de microcomputadores adquiridos em 2013 Infraestrutura de TIC 97,71 PR-MG Distribuição e Instalação de notebooks adquiridos em 2013 Infraestrutura de TIC 940,61 PR-MG Implantação de serviço de auditoria de acesso ao sistema de arquivos da rede Infraestrutura de TIC 0 local da PR/MG PR-MG Implantação de storages nas PRMs de Minas Gerais Infraestrutura de TIC 20 PR-MG Infraestrutura de TI: Implantação de redundância de backup das PRMs na Infraestrutura de TIC 11,67 PR/MG PR-MG Infraestrutura de TI: Projeto e instalação de rede lógica - Mudança de sede - Infraestrutura de TIC 69,7 Sete Lagoas PR-MG Infraestrutura de TI: Projeto e instalação de rede lógica - Unidade em Infraestrutura de TIC 69,7 implantação - Viçosa PR-MG Migração de soluções desenvolvidas em ATENA para frameworks modernos e Sistema de TIC - Geral 40 suportados PR-MS Adaptação da Imagem Nacional Windows 7 x64 para atender necessidades Infraestrutura de TIC 65 locais PR-MS Aquisição de equipamentos e materiais de informática aprovados no Plano de Infraestrutura de TIC 100 Metas 2013 e PI Infoest1, com elaboração de termos de referência e pesquisas de mercado PR-MS Atividade local de apoio à migração para o domínio mpf.mp.br Infraestrutura de TIC 100 PR-MS Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 57,5 postais do MPF PR-MS Atividade local de apoio às votações eletrônicas que acontecem no site de Infraestrutura de TIC 100 Intranet da PGR PR-MS Atualização do parque computacional Infraestrutura de TIC 47,5 PR-MS Configuração e troca de iphones 4S e Blackberry por iphones 5 para uso Infraestrutura de TIC 100 institucional de membros e servidores PR-MS Elaboração de projeto básico para contratação de manutenção corretiva (com Infraestrutura de TIC 100 fornecimento de peças) em Central Telefônica usada anteriormente em outra unidade do MPF/MS, além de instalação e configuração na PRM/Coxim-MS PR-MS Elaboração de projeto básico para nova contratação de serviço de impressão Infraestrutura de TIC 100 corporativa (outsourcing de impressão) PR-MS Elaboração de projeto básico para nova contratação de serviço de telefonia Infraestrutura de TIC 100 fixa comutada, local e longa distância PR-MS Elaboração do Plano de Metas 2014 Infraestrutura de TIC 100 PR-MS Emissão de certificados digitais para membros, servidores e equipamentos Infraestrutura de TIC 100 PR-MS Implantação da infraestrutura de TI da PRM/Coxim-MS Infraestrutura de TIC 65 PR-MS Implantação do sistema de coleta automática dos registros de ponto da marca Infraestrutura de TIC 100 DIMEP e envio ao sistema Grifo PR-MS Instalação e configuração de servidor Blackberry Enterprise Server 5 Infraestrutura de TIC 100 PR-MS Instalação e configuração de servidor Groupwise 2012 Infraestrutura de TIC 100 PR-MS Instalação e configuração de servidor Wordpress para atender solicitação da Infraestrutura de TIC 100 ASCOM/PR/MS PR-MS Atualização do assinador de documentos para BrOffice que gera documentos Sistema de TIC - Geral 100 PDF assinados digitalmente PR-MS Criação de novos módulos no Sistema Administrativo Sistema de TIC - Geral 100 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

54 Unidade Ação Tipo % Concluído PR-MS Desenvolvimento do sistema de coleta automática dos registros de ponto em Sistema de TIC - Geral 100 relógios da marca Henry e envio ao Sistema Grifo PR-MS Elaboração de provas objetivas e subjetivas para concurso de estagiários na Sistema de TIC - Gestão de 100 área de informática Pessoas PR-PA Adequação do sistema de impressão corporativa (outsourcing de impressão) Infraestrutura de TIC 65 PR-PA Alteração do modo de operação dos UTMs de bridge para router na PRMs Infraestrutura de TIC 0 PR-PA Ativação do link de contingência da PR/PA integrado ao UTM Infraestrutura de TIC 57,5 PR-PA Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 57,5 postais do MPF PR-PA Configuração e seccionamento de rede Infraestrutura de TIC 55 PR-PA Funcionamento do serviço de service desk na CI/PRPA Infraestrutura de TIC 0 PR-PA Implantação da nova solução de backup Infraestrutura de TIC 67,5 PR-PA Implantação da solução de virtualização de servidores Infraestrutura de TIC 55 PR-PA Implantação de infraestrutura de rede estruturada da PRM/Altamira Infraestrutura de TIC 0 PR-PA Implantação de infraestrutura de rede estruturada da PRM/Paragominas Infraestrutura de TIC 0 PR-PA Implantação de infraestrutura de rede estruturada da PRM/Redenção Infraestrutura de TIC 0 PR-PA Implantação de infraestrutura de rede estruturada da PRM/Tucuruí Infraestrutura de TIC 0 PR-PA Implantação de links de contingência nas PRMs Marabá, Santarém e Altamira Infraestrutura de TIC 55 PR-PA Implantação de links de contingência nas PRMs Paragominas, Redenção e Infraestrutura de TIC 55 Tucuruí PR-PA Implantação do GLPI na Coordenadoria de Administração Infraestrutura de TIC 37,5 PR-PA Implantação do GLPI no MPF - fase II (segunda fase do Projeto Nacional de Infraestrutura de TIC - Tecnologia da Informação - PNTI-01/2011): Implantação na PRPA e PRMs do estado do Pará. PR-PA Implantação do servidor storage Infraestrutura de TIC 60 PR-PA Mudança de sede e implantação da infraestrutura básica da PRM/Marabá Infraestrutura de TIC 72,5 PR-PA Mudança de sede e implantação da infraestrutura básica da PRM/Santarém Infraestrutura de TIC 70 PR-PA Mudança de sede e implantação de infraestrutura básica da PR/PA - prédio Infraestrutura de TIC 65 Evolution PR-PA Readequação da infraestrutura de rede da PR/PA Infraestrutura de TIC 70 PR-PA Programa de treinamentos em segurança da informação e uso de certificados Melhoria de processo 55 digitais PR-PA Alteração do modo de operação dos UTMs de bridge para router na PR/PA Sistema de TIC - Geral 0 PR-PA Projeto Olha aí! (Painéis Eletrônicos - PRMs) Sistema de TIC - Geral 0 PR-PA Projeto Olha aí! (Painéis Eletrônicos - PRPA) Sistema de TIC - Geral 0 PR-PA Projeto Pesquisa Pará II Sistema de TIC - Geral 60 PR-PB Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 67,5 postais do MPF PR-PB Elaborar Projeto Básico para avaliar nova contratação do serviço de impressão Infraestrutura de TIC 0 corporativa PR-PB Elaborar Projeto Básico para nova contratação de link de contingência Infraestrutura de TIC 0 PR-PB Implementar plano de atualização de softwares Infraestrutura de TIC 0 PR-PB Implementar plano de backup Infraestrutura de TIC 0 PR-PB Implementar plano de contingência de TI Infraestrutura de TIC 0 PR-PB Carga automática dos dados da Justiça Federal Sistema de TIC - Geral 36,82 PR-PB Carga automática dos dados do TRE Sistema de TIC - Geral 0 PR-PB Desenvolver consultas no GCONS para efetivo controle dos prazos e Sistema de TIC - Geral 61,11 diligências nos inquéritos policiais PR-PE Auditoria CNMP Governança 0 PR-PE Convênio - Importação de Dados da Justiça Federal em Pernambuco Governança 0 PR-PE Ampliação dos equipamentos servidores PRMs Infraestrutura de TIC 87,5 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

55 Unidade Ação Tipo % Concluído PR-PE Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 55 postais do MPF PR-PE TI NACIONAL: Unificação dos serviços de correio eletrônico do MPF Infraestrutura de TIC 50 PR-PE Adquirir dispositivos móveis para registro de movimentações, para diminuir a Melhoria de processo 0 utilização de papéis, especialmente na impressão de guias e outros documentos PR-PE Aplicação - Importação de Dados da Justiça Federal em Pernambuco. Sistema de TIC - Geral 0 PR-PE GCONS Administrativo Sistema de TIC - Geral 56,11 PR-PE SIOFI Sistema de TIC - Geral 0 PR-PE TI NACIONAL: GCONS - Gerador de Relatórios do Sistema ÚNICO - Fase 2 Sistema de TIC - Geral 0 PR-PE TI NACIONAL: Nova Versão do Cliente do Aptus Sistema de TIC - Geral 50 PR-PE TI NACIONAL: Único - manifestação e providência em lote Sistema de TIC - Geral 0 PR-PI Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 72,5 postais do MPF PR-PI Configuração e distribuição de microcomputadores (política 2013) Infraestrutura de TIC 60 PR-PI Implantação do Novell iprint Infraestrutura de TIC 10 PR-PI Implantação do Novell Zenworks Infraestrutura de TIC 50 PR-PI Instalação da nova Sede da PRPI Infraestrutura de TIC 50 PR-PI Instalação e configuração de novos servidores da PRPI (política 2013) Infraestrutura de TIC 60 PR-PI Instalação e configuração de novos servidores nas PRMs (política 2013) Infraestrutura de TIC 52,5 PR-PI Instalação e configuração de storage Infraestrutura de TIC 55 PR-PI Passar para plataforma OES 2 em 100% dos servidores NDS da PR/PI e Infraestrutura de TIC 62,5 PRM/Picos PR-PI Reconfiguração (vlans) de todas as switches em uso e as novas para atender à Infraestrutura de TIC 0,25 nova sede PR-PI Desenvolvimento da nova Internet da PRPI e PRMs Sistema de TIC - Geral 52,5 PR-PI Implantação do GLPI Sistema de TIC - Geral 2,5 PR-PR Alocação de arquivos dos servidores no NAS Infraestrutura de TIC 65 PR-PR Atualização dos servidores de Internet e Intranet (desenvolvimento e Infraestrutura de TIC 60,63 produção) PR-PR Backup da capital em uma unidade do Interior Infraestrutura de TIC 37,5 PR-PR Centralização Correio Eletrônico - Procuradores Infraestrutura de TIC 100 PR-PR Centralização Correio Eletrônico - Servidores, Institucionais, Estagiários e Infraestrutura de TIC 72,5 Terceirizados PR-PR Configuração de Iphones Infraestrutura de TIC 100 PR-PR Configuração dos novos servidores de rede na PRPR e PRMs Infraestrutura de TIC 65,83 PR-PR Configuração e distribuição de microcomputadores (política 2013) Infraestrutura de TIC 67,92 PR-PR Configuração e troca de iphones 4S por iphones 5 Infraestrutura de TIC 50,91 PR-PR Definição do modelo tecnológico e operacional de redes sem fio para o MPF Infraestrutura de TIC 22,86 PR-PR DHCP/DNS (não novell) para PR/PR e PRMs Infraestrutura de TIC 45,83 PR-PR Implantação de sistema de helpdesk Infraestrutura de TIC 31,25 PR-PR Implantação do Zenworks na PR Infraestrutura de TIC 97,5 PR-PR Implantação do Zenworks nas PRMs Infraestrutura de TIC 4,23 PR-PR Implantação WSUS PR e PRMs Infraestrutura de TIC 90 PR-PR Implementação servidor WSUS Infraestrutura de TIC 100 PR-PR Instalação Cluster na PRPR e PRMs Infraestrutura de TIC 58,33 PR-PR Instalação do servidor Arcserv Infraestrutura de TIC 75 PR-PR Mudança de sede da PRM/Paranaguá Infraestrutura de TIC 85 PR-PR Nova estrutura de rede para gabinete PR/PR Infraestrutura de TIC 37,5 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

56 Unidade Ação Tipo % Concluído PR-PR Outsourcing de impressão para a nova IN nacional Infraestrutura de TIC 36,67 PR-PR Ramal da PR/PR nas PRMs Infraestrutura de TIC 100 PR-PR Segundo Ramal da PR/PR nas PRMs Infraestrutura de TIC 33,33 PR-PR Virtualização dos servidores de arquivos das PRMs Infraestrutura de TIC 62,5 PR-PR Máquina virtual com pacote Office para acesso remoto Sistema de TIC - Geral 95 PR-PR SISTEL - Sistema de Telefonia Sistema de TIC - Geral 85 PR-PR Sistema Banco de Talentos Sistema de TIC - Geral 61,32 PR-PR Sistema de Estagiários Sistema de TIC - Geral 45 PR-PR Sistema IPL Sistema de TIC - Geral 70 PR-PR Video de tutorial para Único Sistema de TIC - Geral 55 PR-PR Video de tutorial para E-proc Sistema de TIC - Gestão de 80 Pessoas PR-RJ Aumentar capacidade de armazenamento de dados do storage da PR/RJ Infraestrutura de TIC 52,5 PR-RJ Contratar extensão de garantia do SWITCH ENTERASYS Infraestrutura de TIC 55 PR-RJ Disaster recovery Infraestrutura de TIC 52,5 PR-RJ Finalização da obra da rede estruturada Infraestrutura de TIC 65 PR-RJ Implantação do Convênio PR/RJ-Light. Infraestrutura de TIC 90 PR-RJ Implantação do ponto automático nas PRMs. Infraestrutura de TIC 58,75 PR-RJ Implantação dos storages e dos novos servidores de rede das PRMs Infraestrutura de TIC 55 PR-RJ Implantação e configuração do novo nó do cluster Infraestrutura de TIC 51,25 PR-RJ Implantar o Service Desk para atender a PRRJ e PRMs Infraestrutura de TIC 52,5 PR-RJ Migração da Coordenadoria de Informática e CPD para o 13º andar do prédio Infraestrutura de TIC 62,5 da PR/RJ PR-RJ Migração do servidor de réplica da PRM Niterói para PRM Macaé Infraestrutura de TIC 52,5 PR-RJ Modificação da topologia da rede lógica Infraestrutura de TIC 52,5 PR-RJ Substituição dos switches de todas as PRMs Infraestrutura de TIC 55 PR-RJ Implementação do Sistema de Perícia (importado da PR/SP) Sistema de TIC - Geral 71,25 PR-RN Política de segurança. ação planejada em andamento - CNMP Governança 0 PR-RN Atualização do plano de contigência Governança 90 PR-RN Implementar acordo de nível de serviços para o setor de TI - CNMP Governança 53,33 PR-RN Adequação da infraestrutura - CNMP Infraestrutura de TIC 90 PR-RN Atividade Local de apoio ao projeto nacional de de centralização das caixas Infraestrutura de TIC 96,67 postais do MPF PR-RN Implementação da PRM/Assú Infraestrutura de TIC 76,67 PR-RN Rede wireless no Edifício Sede Infraestrutura de TIC 80 PR-RN Tokens e certificados digitais Infraestrutura de TIC 86,67 PR-RN Alarme de Documentos Pendentes Sistema de TIC - Geral 46,67 PR-RN Correções de erros no banco de dados do Sistema Único Sistema de TIC - Geral 0 PR-RN Decentralização do DEXTER Sistema de TIC - Geral 43,33 PR-RO Criação de uma Política de Segurança da Informação no âmbito do MPF/RO Governança 42,86 PR-RO Adequações das caixas de correio local para migração de Domínio Infraestrutura de TIC 51,85 PR-RO Atualização da versão 10.5 para a 10.6 do Trend Antivirus Infraestrutura de TIC 57,69 PR-RR Aquisição de itens de informática conforme Plano de Metas 2013 Infraestrutura de TIC 60 PR-RR Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 57,5 postais do MPF PR-RR Atualização do parque computacional Infraestrutura de TIC 60 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

57 Unidade Ação Tipo % Concluído PR-RR Certificação Digital dos Membros e Servidores Infraestrutura de TIC 44,85 PR-RR Contratação da rede ADSL Infraestrutura de TIC 45 PR-RR Instalação de No-break Central no Prédio Anexo da PR/RR Infraestrutura de TIC 55 PR-RR Instalação de novos servidores e migração de serviços Infraestrutura de TIC 30 PR-RR Instalação e configuração da solução de storage Infraestrutura de TIC 50,4 PR-RR Plano de contingência Melhoria de processo 55,38 PR-RR Indexação automática de arquivos de rede Sistema de TIC - Geral 55 PR-RS Adequação dos CPDs de PRMs Infraestrutura de TIC 62,5 PR-RS Ampliação da monitoria de rede Infraestrutura de TIC 60 PR-RS Análise do projeto de TI do novo prédio da PR/RS Infraestrutura de TIC 55 PR-RS Doação de equipamentos Infraestrutura de TIC 70 PR-RS Implantação de CPDs nas 19 PRMs Infraestrutura de TIC 57,5 PR-RS Implantação do serviço WSUS Infraestrutura de TIC 62,5 PR-RS Instalação de servidores HP em 18 PRMs Infraestrutura de TIC 27,5 PR-RS Projeto de Virtualização e Atualização dos Servidores Infraestrutura de TIC 0 PR-RS Rede de Contingência para o RS Infraestrutura de TIC 27,5 PR-RS Reformulação do cabeamento da PR/RS Infraestrutura de TIC 50 PR-RS Sistema Único - suporte Infraestrutura de TIC 70 PR-RS Substituição de equipamentos Infraestrutura de TIC 60 PR-RS Substituição dos servidores Pentium IV 3.0 por servidores IBM x3400 para o Infraestrutura de TIC 0 Sistema Minuano PR-RS Virtualização de servidores da PR/RS Infraestrutura de TIC 37,5 PR-RS Certificados digitais Sistema de TIC - Geral 67,5 PR-RS Processo Eletrônico - Integração do Sistema E-Proc, Sistema Minuano e Sistema de TIC - Geral 62,5 Sistema Único PR-RS Projeto de implantação do GLPI na Procuradoria da República no RS Sistema de TIC - Geral 52,5 PR-RS Projeto e-book - Geração de único arquivo com todos os eventos do processo Sistema de TIC - Geral 67,5 eletrônico, em formato e-book PR-SC Alteração de sede da PRE/SC Infraestrutura de TIC 25 PR-SC Alteração de sede da PRM de Blumenau. Infraestrutura de TIC 25 PR-SC Alteração de sede da PRM de Chapecó Infraestrutura de TIC 50 PR-SC Alteração de sede da PRM de São Miguel do Oeste Infraestrutura de TIC 87,5 PR-SC Instalação do WSUS Infraestrutura de TIC 65 PR-SC Rede de contingência Infraestrutura de TIC 32,5 PR-SC Upgrade dos servidores de rede Infraestrutura de TIC 65 PR-SC Upgrade microcomputadores CORE DUO e CORE 2DUO Infraestrutura de TIC 70 PR-SC Virtualização dos servidores de rede. Infraestrutura de TIC 56,25 PR-SC Alteração de sede da PRM de Criciúma Sistema de TIC - Geral 40 PR-SC Alteração de sede da PRM de Mafra Sistema de TIC - Geral 2,5 PR-SC Centrais telefônicas Sistema de TIC - Geral 37,5 PR-SC Circuito fechado de TV - CFTV Sistema de TIC - Geral 7,5 PR-SC Interligação da rede de dados com a Justiça Federal Sistema de TIC - Geral 87,5 PR-SC Rede estabilizada Sistema de TIC - Geral 35 PR-SC Telefonia fixa e móvel Sistema de TIC - Geral 30 PR-SE Atividade local de apoio ao Projeto Nacional de centralização das caixas postais do MPF Infraestrutura de TIC 85 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

58 Unidade Ação Tipo % Concluído PR-SE Substituição do Sistema de Controle de Acesso Sistema de TIC - Geral 97,5 PR-SP Sistema Plano de Metas - Melhorias Governança - PR-SP Atualização dos servidores SLES/OES Infraestrutura de TIC 100 PR-SP Contratar manutenção do Switch Enterasys Infraestrutura de TIC 10 PR-SP Participação no projeto nacional da centralização do correio eletrônico Infraestrutura de TIC 82,5 PR-SP Projeto de Rede - PRM Caraguatatuba Infraestrutura de TIC 100 PR-SP Projeto de Rede - PRM Itapeva Infraestrutura de TIC 100 PR-SP Projeto de Rede - PRM Jundiaí Infraestrutura de TIC 100 PR-SP Projeto de Rede - PRM Osasco Infraestrutura de TIC 100 PR-SP Treinamento Novell para PRMs Infraestrutura de TIC 50 PR-SP Ampliação de Equipamentos de Outsourcing de Impressão Sistema de TIC - Geral 75 PR-SP Contratação de Link de Contingência para PRSP e PRM de São Paulo Sistema de TIC - Geral 100 PR-SP Criação de Imagem do Sistema Operacional para microcomputadores da Sistema de TIC - Geral 77,5 PR/SP PR-SP Participação no PNTI - GCONS ADMINISTRATIVO Sistema de TIC - Geral - PR-SP Sistema Gastos Telefônicos Sistema de TIC - Geral 87,5 PR-SP Sistema Pericial - Melhorias Sistema de TIC - Geral - PR-TO Aquisição equipamentos de TI da PRM/Gurupi Infraestrutura de TIC 65 PR-TO Implantação solução de backup com ferramenta CA Arcserver e biblioteca de Infraestrutura de TIC 68,75 fitas na PRTO PR-TO Substituição de servidor de rede da árvore da PRTO por novo equipamento Infraestrutura de TIC 70 PR-TO Adaptação da infraestrutura elétrica e lógica para a PRM Gurupi Sistema de TIC - Geral 72,5 PRR1ª Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 84,81 postais do MPF PRR1ª Documentação dos processos do NUSA Infraestrutura de TIC 57,5 PRR1ª Webservice de integração entre o MPF e o TRF1 para as operações 1, 2 e 4 Sistema de TIC - Geral 30 PRR2ª Atualização do parque computacional (276 micros) Infraestrutura de TIC 55,25 PRR2ª Instalação de novo servidor de banco de dados de testes, idêntico ao Infraestrutura de TIC - ambiente de produção PRR2ª Instalação de rede sem fio no auditório, na instrutoria, na sala de Infraestrutura de TIC 50 videoconferência e na coordenadoria de informática PRR2ª Projeto de cabeamento de rede estruturado (dados e telefonia) para a nova Infraestrutura de TIC 36,75 sede da PRR2 PRR2ª Projeto de rede corporativa (switches) para nova sede da PRR2 Infraestrutura de TIC 43 PRR2ª Projeto de Rede Elétrica Estabilizada para nova sede Infraestrutura de TIC 36,25 PRR2ª Projeto de rede sem fio para a nova sede da PRR2 Infraestrutura de TIC 43,25 PRR2ª Projeto de sistema de prevenção precoce e monitoramento antiincêndio para Infraestrutura de TIC 48,25 o CPD da nova sede PRR2ª GLPI Implantação - Fase 1 Sistema de TIC - Geral - PRR2ª Projeto de site migration para nova sede Sistema de TIC - Geral - PRR2ª Projeto de CFTV para nova sede Sistema de TIC - Geral - PRR3ª Aquisição - (02) servidores de rede - HP Infraestrutura de TIC 75 PRR3ª Aquisição - PABX Infraestrutura de TIC 0 PRR3ª Certificados digitais Sistema de TIC - Geral 87,5 PRR3ª Integração TRF3 com o Sistema Único Sistema de TIC - Geral 0 PRR3ª Manifestação processual eletrônica - TRF3 Sistema de TIC - Geral 90 PRR3ª Prescrição - PRR3 Sistema de TIC - Geral 0 PRR3ª Processo Eletrônico - TRF3 Sistema de TIC - Geral 0 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

59 Unidade Ação Tipo % Concluído PRR3ª Webservice - PRR3 Sistema de TIC - Geral 0 PRR4ª Gestão de Demandas de TI 10 Governança - PRR4ª PETI e PDTI da Coordenadoria de Informática da PRR4 Governança 0 PRR4ª Aquisição de Ativos de Rede para nova Sede da PRR4 - Dados e Voz Infraestrutura de TIC 30 PRR4ª Atualização do parque computacional - Coordenadoria Jurídica Infraestrutura de TIC - PRR4ª Migração dos s dos Procuradores para domínio mpf.mp.br Infraestrutura de TIC - PRR4ª Renovação dos Certificados Digitais para tipo AC-JUS Infraestrutura de TIC - PRR4ª Conversor PDF - Ferramenta para converter manifestações para PDF e enviar Sistema de TIC - Geral - por PRR4ª Ferramenta para controle da distribuição Sistema de TIC - Geral 0 PRR4ª Novo Site da PRR4 Sistema de TIC - Geral 0 PRR4ª Rotina de Distribuição Automática para Operações Especiais Sistema de TIC - Geral 26,67 PRR5ª Acordo com o TRF-5ª Região para carga automática dos dados de 1ª e 2ª Governança 100 instância PRR5ª Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC 57,5 postais do MPF PRR5ª Atualizar a rotina de distribuição automática de processos judiciais PRR5 Sistema de TIC - Geral 71,25 PRR5ª Migração de dados Sistema Eleitoral para o Sistema ÚNICO Sistema de TIC - Geral - PRR5ª Sistema de controle do processo seletivo de estagiários Sistema de TIC - Geral - PRR5ª Sistema para acompanhamento de matérias Sistema de TIC - Geral - Tabela 15 - Ações por Unidade Gestora 6.6. Iniciativas Derivadas dos Inventários de TI Iniciativas derivadas da atividade 1 Dados e Informações I1 Evolução dos resultados obtidos com a atividade 1 de elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação. Iniciativas derivadas da atividade 2 Arquitetura Tecnológica I2 Evolução dos resultados obtidos com a atividade 2 de elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação. Iniciativas derivadas da atividade 3 Perfil de Recursos Humanos I3 Evolução dos resultados obtidos com a atividade 3 de elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação. Iniciativas derivadas da atividade 6 Catálogo de Serviços I4 Evolução dos resultados obtidos com a atividade 6 de elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação. Tabela 16 - Iniciativas Derivadas dos Inventários de TI 6.7. Ações Finalizadas Unidade Ações Tipo PGR Criação de Metodologia de Contratação, Processo e Métricas Governança PGR Padronizar o processo de gestão de demandas Governança PGR Aquisição da infraestrutura de transmissão de eventos e videoconferência Infraestrutura de TIC PGR Aquisição da infraestrutura de transmissão de eventos e videoconferência Infraestrutura de TIC PGR Segurança de Perímetro Infraestrutura de TIC PGR Concurso de membros: 25º e 26º concursos Sistema de TIC - Alta Administração PGR Eleição - Consulta Lista tríplice PGR pela ANPR Sistema de TIC - Alta Administração PGR Eleição - Procurador Eleitoral RJ dez/2013 Sistema de TIC - Alta Administração PGR Eleição da Diretoria e Colégio de Delegados ANPR (2013/2014) Sistema de TIC - Alta Administração PGR Eleição Lista tríplice CNMP -13/11/2013) Sistema de TIC - Alta Administração PGR Eleição para Conselho Superior do MPF - Colégio de Procuradores Sistema de TIC - Alta Administração Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

60 Unidade Ações Tipo PGR Eleição para Conselho Superior do MPF - Pares Sistema de TIC - Alta Administração PGR Eleição para diretoria da ANPR e lista tríplice PGR Sistema de TIC - Alta Administração PGR Eleição para Procurador-Chefe SP Sistema de TIC - Alta Administração PGR Eleição PRDC/SP para Biênio 2013/2014 Sistema de TIC - Alta Administração PGR Escolha da atuação de Subprocuradores nos moldes da remoção Sistema de TIC - Alta Administração PGR PARLAMENTO - demandas APEX da SG Sistema de TIC - Alta Administração PGR Sistema de Informações Gerenciais - Fase 1 Sistema de TIC - Alta Administração PGR Votação para promoção de membros Sistema de TIC - Alta Administração PGR Apex - Sistema de Acompanhamento de Correições - CORREG/MPF Sistema de TIC - Câmaras/PFDC/Corregedoria PGR Mapa de atuação das Câmaras de Coordenação e da PFDC - Sistema de TIC - Câmaras/PFDC/Corregedoria Georeferenciamento PGR PDSTID - Consultoria e Prospecção - CMPF - Correição 1ª Instância Sistema de TIC - Câmaras/PFDC/Corregedoria PGR Sistema para controle de magistério de membros - cliente: CORREG/MPF Sistema de TIC - Câmaras/PFDC/Corregedoria PGR Adaptação dos Sistemas Sistema de TIC - Geral PGR Contratação de catracas Sistema de TIC - Geral PGR Desenvolvimento Aplicações Descentralizadas - DAD Sistema de TIC - Geral PGR E4 Portal da Transparência do MPF Sistema de TIC - Geral PGR Emissão dos novos certificados digitais dos membros e servidores do MPF Sistema de TIC - Geral PGR PDSTID - Consultoria e Prospecção - STIC - Disseminação Sistema de TIC - Geral PGR Processo de Desenvolvimento Descentralizado - Projeto Piloto Sistema de TIC - Geral PGR Adaptações para progressão e reenquadramento funcional Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR Arquitetura em Ambiente PHP / Descentralização Unidades Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR Automação do fechamento do Sistema Grifo Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR Calculo da progressão funcional de acordo com a portaria atual (que alterou a Sistema de TIC - Gestão de Pessoas regra de contagem dos afastamentos para tratamento de saúde de familiar) PGR GPS - Contracheque em pdf Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR GPS - Descentralização (Metaframe) Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR GPS - Módulo de licença-prêmio - cliente: SGP Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR GPS/Hórus - Seleção de estagiários Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR GPSNet (nova versão) - cliente: SGP Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR Independência tecnológica do CNMP (GPS, Grifo e SGV) cliente: SGP e CNMP Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR PDSTID - Consultoria e Prospecção - SGP - Consulta cadastral de pessoas e Sistema de TIC - Gestão de Pessoas unidades do MPF (antiga lista telefônica) (PIN) PGR PDSTID - Consultoria e Prospecção - SGP - Remuneração dos Servidores Sistema de TIC - Gestão de Pessoas PGR Ajustes do sistema ASI (depreciação e fechamento mensal) Sistema de TIC - SA PGR Sistema de Controle de Terceirizados - cliente: SA e USI Sistema de TIC - SA PGR Sistema de prontuário eletrônico (implantação em diversas unidades do MPF) Sistema de TIC - Saúde PGR Mapa da Improbidade Administrativa Sistema de TIC - SEJUD PGR Mapas de Atuação Sistema de TIC - SEJUD PGR PDSTID - Consultoria e Prospecção - SEJUD - Diário Eletrônico - DMPF-e Sistema de TIC - SEJUD PGR PDSTID - Consultoria e Prospecção - SEJUD - Localização das unidades (Atlas Sistema de TIC - SEJUD do MPF) - Portal da Transparência PGR Resolução conjunta CNMP/CNJ nº 2 - MP Pró Cidadão Sistema de TIC - SEJUD PR-AC Instalação de novos microcomputadores Infraestrutura de TIC PR-AC Planejamento da Infraestrutura da PRM de Cruzeiro do Sul Infraestrutura de TIC PR-AC Desenvolvimento de cadastrador automático de s a partir do cadastro Sistema de TIC - Geral edir PR-BA Aquisição de equipamentos e materiais de informática para atender às Infraestrutura de TIC necessidades de PR-BA Implantação da rede nacional Embratel Infraestrutura de TIC PR-BA Implantação de novos recursos no sistema de reserva de salas (ECAD) Sistema de TIC - Geral PR-BA Implementação de novos recursos no Sistema de Concursos de Estagiários Sistema de TIC - Geral (STAG) PR-CE Estruturação de Serviços Web em Servidores da PR/CE Infraestrutura de TIC PR-CE Instalação da PRM de Crateús (Servidores e Rede de Dados) Infraestrutura de TIC PR-CE Reestruturação da Árvore Novell na PR/CE e PRMs Vinculadas Infraestrutura de TIC PR-CE Mapa Visual da Área de Abrangência das Unidades do MPF no Ceará Sistema de TIC - Geral PR-CE Remodelagem do Sítio Internet - PR/CE Sistema de TIC - Geral PR-CE Sistema de Coleta de Denúncias Sistema de TIC - Geral PR-CE Sistema de Gerenciamento e Acompanhamento em Medidas Alternativas Sistema de TIC - Geral PR-CE Sistema de Impressão de Termo de Autuação Sistema de TIC - Geral PR-CE Sistema de Termos de Declaração e Representação Sistema de TIC - Geral PR-CE Sistema VOTAX Sistema de TIC - Geral PR-CE Sítio Focco Sistema de TIC - Geral Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

61 Unidade Ações Tipo PR-DF Estudo de softwares Novell para compartilhamento de arquivos remoto. Infraestrutura de TIC PR-DF Instalações de novos microcomputadores Infraestrutura de TIC PR-DF Implantação de sistema de controle de contratos e garantia de equipamentos. Sistema de TIC - Geral PR-DF Sistema de Ouvidoria Sistema de TIC - Geral PR-ES Atividade local de apoio ao projeto nacional de Centralização das caixas Infraestrutura de TIC postais do MPF PR-ES Implantação da infraestrutura tecnológica da PRM de Linhares. Infraestrutura de TIC PR-ES Instalação/configuração de novos servidores de rede Infraestrutura de TIC PR-ES Migração do sistema Legado "Escala de Plantão de Procuradores" para Java Sistema de TIC - Geral PR-ES Migração do sistema Legado "SisAcesso" para Java Sistema de TIC - Geral PR-GO Implantação da rede de contingência Infraestrutura de TIC PR-GO Instalação e configuração da biblioteca de fitas Infraestrutura de TIC PR-GO Migração do servidor de dados da PR/GO para VM Infraestrutura de TIC PR-GO Mudança da PRM de Luziânia Infraestrutura de TIC PR-GO Virtualização e atualização dos servidores da PR/GO Infraestrutura de TIC PR-GO Confecção de formulário de denúncias Sistema de TIC - Geral PR-GO Confecção de software de clipping eletrônico Sistema de TIC - Geral PR-GO Migração de site do Focco para Joomla Sistema de TIC - Geral PR-GO Sistema de leitura automática do Grifo Sistema de TIC - Geral PR-MG Elaboração do Plano de Metas Reprogramação Governança PR-PA Implantação de infraestrutura básica da PRM/Tucuruí Infraestrutura de TIC PR-PA Reformulação da Intranet da PRPA Sistema de TIC - Geral PR-PB Elaboração de Projeto básico para contratação de manutenção dos switches Infraestrutura de TIC H3C do MPF (TI nacional) PR-PB Implantação storage PRMs Infraestrutura de TIC PR-PB Migração de ambiente de virtualização na PR/PB Infraestrutura de TIC PR-PB Capacitação Sistema Único Melhoria de processo PR-PB Atualização da rotina de distribuição automática de processos judiciais no Sistema de TIC - Geral Único PR-PE Implementação de infraestrutura de TIC PRM Salgueiro Infraestrutura de TIC PR-PE PM Aquisição de itens de TI Infraestrutura de TIC PR-PE Rede de contingência PR/PE e PRMs Infraestrutura de TIC PR-PE PM Instalação e Treinamento da Solução de Gravação de Audiências Melhoria de processo PR-PE Atualização da rotina de distribuição automática de processos judiciais no Sistema de TIC - Geral Único PR-PE Implantação de Distribuição Judicial em PRMS: Caruaru e Garanhuns Sistema de TIC - Geral PR-PE Rotina de distribuição judicial afastamento e suspensão de membros Sistema de TIC - Geral PR-PE SIG - Sistema de Informações Gerenciais Sistema de TIC - Geral PR-PE Sistema de controle de ponto de estagiários. Sistema de TIC - Geral PR-PE TI NACIONAL: Servidor SOLR APTUS Web Sistema de TIC - Geral PR-PE TI NACIONAL: Servidor SOLR Único - Documentos administrativos Sistema de TIC - Geral PR-PE TI NACIONAL: Servidor SORL Único - Melhoria na performance de pesquisa por Sistema de TIC - Geral etiqueta e concentrador PR-PI Implantação da nova política de backup dos dados dos servidores Governança PR-PI Implantação do BES 5 (Blackberry Enterprise Server), para uso pelos Infraestrutura de TIC servidores. PR-PI Instalação e configuração da biblioteca de fitas (tape library) Infraestrutura de TIC PR-PI Transferência do DNS e DHCP para servidor novo Infraestrutura de TIC PR-PI Implantação do Sistema DotProject Sistema de TIC - Geral PR-PR Groupwise 2012 Infraestrutura de TIC PR-PR Instrutoria Interna Infraestrutura de TIC PR-PR Ramal IP da PR/PR nas PRMs Infraestrutura de TIC PR-PR Rede de contingência de dados Infraestrutura de TIC PR-PR Serviço Beagle Infraestrutura de TIC PR-PR Implantação do sistema LOCUS Sistema de TIC - Geral PR-PR Implantação do sistema Pericial Sistema de TIC - Geral PR-RJ Implantação de servidor para máquinas virtuais Infraestrutura de TIC PR-RJ Implantação do BES 5 Infraestrutura de TIC PR-RJ Implantação do Netstorage Infraestrutura de TIC PR-RJ Implantação do sistema Autoatendimento na PR/RJ e PRMs Infraestrutura de TIC PR-RN Anel de Réplicas da NOVELL Infraestrutura de TIC PR-RN Atualização do parque Infraestrutura de TIC PR-RN Cofre para fitas - CNMP Infraestrutura de TIC PR-RN LAN do prédio anexo Infraestrutura de TIC Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

62 Unidade Ações Tipo PR-RN PRM/Pau dos Ferros Infraestrutura de TIC PR-RN Rede de contingência Infraestrutura de TIC PR-RN SAMBA com AUDIT Infraestrutura de TIC PR-RN STORAGE PR/RN Infraestrutura de TIC PR-RO Migração do Servidor Groupwise Novell para a versão 2012 Infraestrutura de TIC PR-RR Reforma da rede de cabeamento estruturado do Bloco 3 e Sala do Cidadão Infraestrutura de TIC PR-RS Ativação dos NAS Infraestrutura de TIC PR-RS Instalação da PRM Capão da Canoa Infraestrutura de TIC PR-RS Mudança de sede da PRM Cruz Alta - RS Infraestrutura de TIC PR-RS Preparação e atualização de matriz Infraestrutura de TIC PR-RS Implantação do Sistema e-asv Sistema de TIC - Geral PR-SC Alteração de sede da PRM de Joinville Sistema de TIC - Geral PR-SE Aquisição de Equipamentos Diversos - Plano de Metas 2013 Infraestrutura de TIC PR-SE Atualização Tecnológica da Infraestrutura de Rede da PR/SE: implantar Infraestrutura de TIC Storage PR-SE Atualização Tecnológica da Infraestrutura de Rede da PR/SE: instalar Infraestrutura de TIC servidores de rede PR-SE Distribuição e Instalação de Equipamentos Infraestrutura de TIC PR-SE Ajustes na Distribuição Automática de Autos Judiciais Sistema de TIC - Geral PR-SE Criação de um Hot Site para acompanhamento da Obra da Nova Sede da Sistema de TIC - Geral PR/SE PR-TO Centralização das caixas de correio de Membros servidores e Estagiários Infraestrutura de TIC PR-TO Configuração de unidade Storage/iScsi para centralização do armazenamento Infraestrutura de TIC de dados da PRTO PR-TO Implantação dos projetos eletricos e lógico da sede da PRM Araguaína Infraestrutura de TIC PR-TO Instalação de serviços de DNS e Proxy no servidor de rede da prm de Infraestrutura de TIC araguaína PR-TO Instalação de servidor de rede da PRM/Araguaína em ambiente novell Infraestrutura de TIC integrado à árvore da PRTO PRR1ª Configuração e instalação de novas máquinas adquiridas em 2012/2013. Infraestrutura de TIC PRR1ª Renovação dos certificados digitais de todos os membros e servidores que já Infraestrutura de TIC os possuem. PRR1ª Atualização da rotina de distribuição automática de processos judiciais no Sistema de TIC - Geral Único PRR1ª Importação dos dados processuais do TRF1 para o sistema Único Sistema de TIC - Geral PRR1ª Integração do sistema SCP com o TRF1 via webservices (operações 1,3 e 4) Sistema de TIC - Geral PRR1ª Migração dos dados do sistema SCP para módulo judicial do sistema Único Sistema de TIC - Geral PRR2ª Instalação de cluster de servidor iprint Infraestrutura de TIC PRR2ª Instalação de nova solução de backup ARCSERVE Infraestrutura de TIC PRR2ª Instalação de novo servidor de banco de dados Oracle Infraestrutura de TIC PRR2ª Inclusão de melhorias no SISLIC - Sistema de Licitações e Contratos Sistema de TIC - Geral PRR2ª Inclusão de novas funcionalidades no sistema de execução orçamentária Sistema de TIC - Geral EXOF PRR2ª Portal de Gestão Processual Estatísticas Sistema de TIC - Geral PRR2ª Reformulação da página da PRR2 na Internet Sistema de TIC - Geral PRR3ª Aquisição - sistema de CFTV Infraestrutura de TIC PRR3ª Aquisição - (01) servidor de backup - DELL Infraestrutura de TIC PRR3ª Aquisição - impressão corporativa Infraestrutura de TIC PRR3ª Aquisição - rede estruturada Infraestrutura de TIC PRR3ª Instalação de (271) microcomputadores Itautec Infraestrutura de TIC PRR3ª Brasil Nunca Mais Digital Sistema de TIC - Geral PRR3ª Único - implantação e migração Sistema de TIC - Geral PRR3ª Único - rotina de distribuição Sistema de TIC - Geral PRR4ª Ajuste no sistema de pautas processamento de autos do tipo "em mesa" Sistema de TIC - Geral PRR4ª Envio Automático de Pareceres para o TRE-RS Sistema de TIC - Geral PRR4ª Exportar Dados da Pauta de Julgamento para site externo contendo dados Sistema de TIC - Geral sigilosos, porém com acesso mediante usuário e senha PRR4ª Implantação de Sistema de Banco de Currículos Sistema de TIC - Geral PRR4ª Solução de envio de votos das sessões da PFDC ao site da PRR4 Sistema de TIC - Geral PRR5ª Implementar o portal eletrônico de acompanhamento das APOs Sistema de TIC - Geral Tabela 17 - Iniciativas Finalizadas Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

63 6.8. Síntese das Iniciativas Percentual de Iniciativas por Abrangência Local % Nacional % Abrangência nacional: iniciativa, ação ou projeto cujo resultado direto seja para atender ou beneficiar mais de uma unidade do MPF. Abrangência local: ações realizadas por uma unidade para atender suas próprias necessidades. Gráfico 4 - Percentual de Iniciativas por Abrangência Percentual de Iniciativas por Finalidade Área Fim % Área Fim: ações nas quais o cliente é da atividade finalística do MPF. Área Meio: ações nas quais o cliente é da atividade meio do MPF. Área Meio % Gráfico 5 - Percentual de Iniciativas por Finalidade Quantidade de Iniciativas por Tipo Gráfico 6 - Quantidade de Iniciativas por Tipo Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

64 Quantidade e Percentual de Iniciativas por Unidade Gestora Unidade Quantidade Percentual PGR - PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA ,56 PR-AC PROCURADORIA DA REPUBLICA - ACRE 19 3,04 PR-AL PROCURADORIA DA REPUBLICA - ALAGOAS 4 0,64 PR-AM PROCURADORIA DA REPUBLICA - AMAZONAS 10 1,60 PR-BA PROCURADORIA DA REPUBLICA - BAHIA 19 3,04 PR-CE PROCURADORIA DA REPUBLICA - CEARA 22 3,51 PR-DF PROCURADORIA DA REPUBLICA - DISTRITO FEDERAL 10 1,60 PR-ES PROCURADORIA DA REPUBLICA - ESPIRITO SANTO 7 1,12 PR-GO PROCURADORIA DA REPUBLICA - GOIAS 22 3,51 PR-MA PROCURADORIA DA REPUBLICA - MARANHAO 10 1,60 PR-MG PROCURADORIA DA REPUBLICA - MINAS GERAIS 12 1,92 PR-MS PROCURADORIA DA REPUBLICA - MATO GROSSO DO SUL 21 3,35 PR-PA PROCURADORIA DA REPUBLICA - PARA 28 4,47 PR-PB PROCURADORIA DA REPUBLICA - PARAIBA 14 2,24 PR-PE PROCURADORIA DA REPUBLICA - PERNAMBUCO 24 3,83 PR-PI PROCURADORIA DA REPUBLICA - PIAUI 17 2,72 PR-PR PROCURADORIA DA REPUBLICA - PARANA 38 6,07 PR-RJ PROCURADORIA DA REPUBLICA - RIO DE JANEIRO 18 2,88 PR-RN PROCURADORIA DA REPUBLICA - RIO GRANDE DO NORTE 19 3,04 PR-RO PROCURADORIA DA REPUBLICA - RONDONIA 4 0,64 PR-RR PROCURADORIA DA REPUBLICA - RORAIMA 11 1,76 PR-RS PROCURADORIA DA REPUBLICA - RIO GRANDE DO SUL 23 3,67 PR-SC PROCURADORIA DA REPUBLICA - SANTA CATARINA 17 2,72 PR-SE PROCURADORIA DA REPUBLICA - SERGIPE 8 1,28 PR-SP PROCURADORIA DA REPUBLICA - SAO PAULO 15 2,40 PR-TO PROCURADORIA DA REPUBLICA - TOCANTINS 9 1,44 PRR1ª REGIÃO PRR/1ª REGIÃO - BRASÍLIA 9 1,44 PRR2ª REGIÃO PRR/2ª REGIÃO - RIO DE JANEIRO 18 2,88 PRR3ª REGIÃO PRR/3ª REGIÃO - SÃO PAULO 16 2,56 PRR4ª REGIÃO PRR/4ª REGIÃO - PORTO ALEGRE 15 2,40 PRR5ª REGIÃO PRR/5ª REGIÃO - RECIFE 7 1, ,00 Tabela 18 - Quantidade e Percentual de Iniciativas por Unidade Gestora Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

65 7. Gestão de Demandas Essa primeira versão de Plano Diretor de Tecnologia da Informação do Ministério Público Federal teve como principal qualidade a possibilidade de se reunir, pela primeira vez, todas as iniciativas e ações de tecnologia da informação em curso na Instituição. Para tal, todas as necessidades de TI constantes do Planejamento Estratégico Institucional, dos mapas temáticos, dos painéis de contribuição, bem como as ações planejadas e/ou em andamento nas unidades gestoras, foram incluídas no PDTI, sem que houvesse a possibilidade de se confrontar as demandas com a capacidade de entrega da área ou de se aplicar algum critério de priorização. Apenas para as demandas derivadas do Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação, sobre as quais a área de TI teve maior controle, foi possível estabelecer um critério baseado em complexidade e benefício, e distribuí-las ao longo dos dois anos de PDTI de uma forma mais equilibrada, levandose em consideração a relevância das iniciativas. Essa estratégia de construção do PDTI, embora tenha sido considerada apropriada para a produção de uma primeira versão do documento, prestou-se apenas para tal, e não poderá ser aplicada nas próximas revisões do Plano. Nessa primeira versão, como forma de fazer com que todas as unidades gestoras se reconhecessem no PDTI, e considerando que quando da elaboração do Plano uma série de ações já estava em curso, optou-se por incluí-las todas no documento, sem qualquer análise de pertinência ou de alinhamento, tendo tão somente sido suprimidas as duplicidades e as sobreposições de esforços. Para a primeira revisão do Plano, e para as revisões posteriores, o MPF precisará enfrentar uma questão crucial para a área de TI de qualquer organização, seja ela pública ou privada, de pequeno, médio ou grande porte. A avalanche de demandas sobre a área de TI é sempre superior a sua capacidade de entrega e o enfrentamento dessa questão se dá pelo estabelecimento de um processo de gestão de demandas formal e conhecido por toda a Instituição, que exima a área de TI da responsabilidade sobre a decisão do que fazer e do que não fazer, e com qual prioridade fazer. Essa questão é ainda mais crucial para o MPF, que tem abrangência nacional, e uma equipe de TI geograficamente dispersa e administrativamente vinculada a várias estruturas. Essa preocupação está expressa no mapa estratégico de TI do MPF, no objetivo estratégico de TI nº 4, cuja declaração é garantir um processo de gestão de demandas eficiente e transparente. O referido objetivo estratégico deu origem a iniciativa T1.2 - Padronizar o processo de gestão de demandas. A responsabilidade pela condução da iniciativa é do escritório de projetos de TI, cuja criação foi também foi objeto de uma iniciativa derivada do PETI, a T1.1 - Estruturar um Escritório de Projetos. Oportuno mencionar que as duas iniciativas citadas, pela sua relevância, são as primeiras derivadas do PETI para o PDTI. Para fazer frente à questão da gestão de demandas de TI, a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, por intermédio de seu escritório de projetos, propôs um método para apresentação e aprovação de demandas de TI no âmbito do MPF, baseado em um formulário e um fluxo de tramitação de solicitações. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

66 7.1. Formulário de Apresentação de Demandas de TIC Demandante Responsável pela demanda Secretaria Nacional ligada ao assunto da demanda Priorização do Demandante Expectativa de Prazo para a demanda APRESENTAÇÃO DE DEMANDA DE TIC Coordenadorias / subsecretarias /PRRs /PR. Nome, matrícula, cargo. Telefone: ( ) SGP ( ) SEJUD ( ) SSI ( ) SA ( ) SPO ( ) SECOM ( ) STIC ( ) 1 - Normal ( ) 2 Urgente ( ) 3 Muito Urgente ( ) 4 Crítica estabeleça as suas expectativas de prazos Justificativa: (descreva as prováveis causas que justificam a apresentação da demanda (problemas a serem sanados, oportunidades que devem ser exploradas, determinação legal/normativa ou de autoridade.) Finalidade: (apresente quais os resultados/benefícios esperados.) Alinhamento com o Planejamento Estratégico Institucional- PEI: (apresente de forma clara como a demanda alinha-se com o PEI.) Nome de Cadastro no sistema Channel: (apenas se a proposta já tiver sido cadastrada no Sistema Channel.) Descrição da Demanda Podem ser utilizados anexos para descrever a demanda. Impacto positivo: (descreva sucintamente o impacto positivo caso a demanda seja atendida.) Impacto negativo: (descreva sucintamente o impacto negativo caso a demanda não seja atendida.) Público-alvo Clientes: (quem utilizará o serviço ou produto.) Beneficiários: (quem será beneficiado com ao atendimento da demanda.) Parecer da Secretaria Nacional Aceito ( ) Recusado ( ) Ressalvas: Local, data e assinatura do Demandante Local, data e assinatura do Secretário(a) Figura 30 - Formulário de Apresentação de Demandas de TIC Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

67 7.2. Fluxo de Aprovação de Demandas de TIC Figura 31 - Fluxo de aprovação de demandas de TIC Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

68 8. Execução do PDTI 8.1. Acompanhamento do PDTI O acompanhamento do Plano Diretor de Tecnologia da Informação é de responsabilidade do Escritório de Projetos de TI, subordinado diretamente ao Secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação. A metodologia estabelecida pelo Escritório de Projetos de TI estabelece um conjunto mínimo de informações que deverão ser cadastradas para cada um dos projetos: 1. Cadastro dos projetos no Sistema Channel, com previsão de início e término para os projetos; 2. identificação da fase em que cada projeto se encontra; 3. cadastro marcos para os projetos, com previsão de início e término para cada marco; e 4. padronização de nomes, dados classificatórios e lançamentos no Sistema Channel. Para o ano de 2013, a meta do Escritório de Projetos de TI era que todos os projetos estivessem cadastrados no Sistema Channel e com o conjunto mínimo de informações cadastrais devidamente atualizadas. Para tal, foi desenvolvida uma rotina automática de verificação da qualidade das informações de preenchimento dos projetos de TI. O índice de aderência à metodologia estabelecida alcançou 84,82% em dezembro de 2013, conforme tabela a seguir: Unidade Projetos Abrangência NI Finalidade NI Percentual NI Finalizado e % < 100 Status Inadequado % Aderência ao EP PGR ,13 PRR1ª PRR2ª PRR3ª PRR4ª PRR5ª ,86 PR-AC ,89 PR-AL PR-AM PR-BA ,95 PR-CE PR-DF PR-ES PR-GO ,36 PR-MA PR-MG PR-MS PR-PA ,29 PR-PB PR-PE PR-PI PR-PR PR-RJ PR-RN ,89 PR-RO PR-RR ,36 PR-RS ,61 PR-SC ,94 PR-SE ,5 PR-SP ,67 PR-TO ,82 Tabela 19 - Percentual de aderência aos critérios de cadastramento de projetos Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

69 A rotina automática de verificação do percentual de aderência das unidades gestoras aos padrões estabelecidos pelo Escritório de Projetos de TI utiliza os seguintes critérios: Abrangência NI - projetos com o campo "Abrangência" sem preenchimento. Finalidade NI - projetos com o campo "Finalidade" sem preenchimento. Percentual NI - projetos com o percentual de conclusão não informado. Finalizado e % < projetos com o status 'Finalizado' mas com o percentual de conclusão menor que 100%. Status Inadequado - projetos com status 'Em iniciação','em aprovação' ou 'Em planejamento' e com percentual de conclusão maior que 0%. Com base nas informações acima, é calculado o % de Aderência ao EP (percentual de correção de preenchimento das informações dos projetos), calculado pela fórmula: ((("Abrangência NI"*0.5) + ("Finalidade NI"*0.5)+ ("Percentual NI") + ("Finalizado e % < 100") + ("Status Inadequado")) / "Projetos") * Revisão do PDTI Cada edição do Plano Diretor de Tecnologia da Informação contempla um biênio. A presente edição contempla o biênio 2013/2014. Até o final de cada exercício, a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC) deverá apresentar para discussão no âmbito do Sistema de Gestão Estratégica e Governança (SIGE) a sua proposta de inclusão de iniciativas para adicionar mais um ano ao documento do PDTI. Após o referendo no âmbito do SIGE, a STIC deverá submeter a nova edição do PDTI para aprovação pelo Secretário Geral do MPF e obter, preferencialmente, uma edição aprovada até o término do primeiro trimestre do ano anterior ao ano que se pretende incluir no documento do PDTI. Dessa forma, torna-se possível compatibilizar o PDTI com a proposta orçamentária para o exercício em tela. Em análise do caso prático, a STIC deverá, preferencialmente, obter a aprovação da edição 2014/2015 do PDTI até o término do primeiro trimestre de 2014, de forma que eventuais necessidades orçamentárias possam ser refletidas em tempo na reprogramação orçamentária do exercício de 2014 e na programação orçamentária do exercício de Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

70 Documentos de Referência Planejamento Estratégico Institucional , do Ministério Público Federal, disponível na página da Modernização do MPF, no endereço Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação , do Ministério Público Federal, disponível na página da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação no WIKI do MPF, no endereço https://wiki.mpf.gov.br/images/8/8b/mpf_tec_peti_v7_alterado_sti.pdf. Diagnóstico da Área de Tecnologia da Informação do Ministério Público Federal, disponível na página da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação no WIKI do MPF, no endereço https://wiki.mpf.gov.br/images/9/9a/mpf_tec_diagnostico_v6.pdf. Carta de Brasília de Tecnologia da Informação, do Ministério Público Federal, disponível na página da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação no WIKI do MPF, no endereço https://wiki.mpf.gov.br/images/2/21/mpf_ti_carta_de_brasilia_v14.pdf. Relatório da Etapa 7 do Projeto de Desdobramento do Planejamento Estratégico Institucional do Ministério Público Federal, disponível na página da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação no WIKI do MPF, no endereço https://wiki.mpf.gov.br/images/a/a4/mpf_ti_relatorioetapa7_v10.pdf. Portaria PGR/MPF nº 472, de 24/09/2010, institui o Projeto de Modernização da Gestão Administrativa e designa os servidores para atuar na Comissão de Gestão de Projeto, no âmbito do Ministério Público Federal, disponível na página da Modernização do MPF, no endereço Regimento Interno do Ministério Público Federal, disponível no Portal da Transparência do MPF, no endereço Portaria PGR/MPF nº 687, de 20/12/2011, institui o Planejamento Estratégico do Ministério Público Federal para o decênio , disponível na página da Modernização do MPF, no endereço Portaria PGR/MPF nº 725, de 22/12/2011, institui o Projeto de Desdobramento do Planejamento Estratégico no âmbito do Ministério Público Federal, disponível na página da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação no WIKI do MPF, no endereço https://wiki.mpf.gov.br/images/1/13/portaria_pgr_no_ _desdobramento.pdf. Portaria PGR/MPF nº 733, de 28/12/2011, institui o Sistema Integrado de Gestão Estratégica e Governança no âmbito do Ministério Público Federal, disponível na página da Modernização do MPF, no endereço o_ _sige.pdf. Portaria PGR/MPF nº 811, de 27/12/2012, estabelece a estrutura organizacional das procuradorias regionais da República. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

71 Portaria PGR/MPF nº 865, de 02/12/2013, altera a Portaria PGR/MPF nº 733, que institui o Sistema Integrado de Gestão Estratégica e Governança no âmbito do Ministério Público Federal, disponível na página da Modernização do MPF, no endereço Portaria PGR/MPF nº 560, de 2013, institui o Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação do Ministério Público Federal para período , disponível na página da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação no WIKI do MPF, no endereço https://wiki.mpf.gov.br/images/c/c6/portaria_pgr_peti_ pdf. Proposta de estrutura organizacional para as procuradorias da República, conforme Processo Administrativo / Proposta de nova redação para o regimento interno da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, conforme Processo Administrativo / Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

72 Glossário Acordo de Nível de Serviço (ANS) Define um acordo que deve ser necessariamente documentado, entre um prestador de serviço e o cliente/usuário, no qual se define o nível de qualidade da prestação do serviço, necessário para sustentar adequadamente as operações do negócio. Administrador de Dados É o responsável na organização por desenvolver e administrar de modo centralizado as estratégias, procedimentos e práticas para o processo de gerência dos recursos de dados e aplicativos, incluindo planos para sua definição, padronização, organização, proteção e utilização. Alta Administração O presidente e os diretores de organização do setor privado. No setor público, compõem a Alta Administração as principais autoridades dirigentes da organização. Como exemplos mais conhecidos, temos Ministros, Secretários de Estado, o Procurador-Geral da República, Secretários-Gerais, Diretores-Gerais, Secretários-Executivos. ANS Acordo de Nível de Serviço. Balanced Scorecard Balance Scorecard. é uma metodologia de medição e gestão de desempenho desenvolvida pelos professores da Harvard Business School, Robert Kaplan e David Norton, em O principal objetivo do BSC é o alinhamento do planejamento estratégico com as ações operacionais da empresa. BSC Balanced Scorecard. Catálogo de Serviços de TI É um catálogo com informações sobre todos os serviços de TI em produção, incluindo aqueles disponíveis para implantação. Central de Serviços Estrutura responsável por catalisar todos os registros de incidentes, requisições, dúvidas e canalizar para os meios competentes de solução. Centro de Serviços Compartilhados No MPF, área responsável pela operação e pela gerência da infraestrutura corporativa de tecnologia da informação, bem como pela padronização e atualização da infraestrutura tecnológica das unidades gestoras da Instituição. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

73 Centros de Excelência No MPF, estrutura com especialização em diferentes segmentos da TI, propiciando a sinergia dos profissionais da área e agilidade no desenvolvimento de soluções inovadoras relacionadas às competências de cada área. Confidencialidade Propriedade de que a informação não esteja disponível nem seja revelada a pessoas, entidades ou processos não autorizados, conforme definido pelo seu proprietário CSC Centro de Serviços Compartilhados. DEPEI Projeto de Desdobramento do Planejamento Estratégico Institucional Desenvolvimento de Soluções Local No MPF, área responsável pelo desenvolvimento local de soluções de tecnologia da informação, para atendimento de necessidades específicas e de baixa complexidade, em alinhamento com o Desenvolvimento Nacional. Desenvolvimento de Soluções Nacional No MPF, área responsável pelo desenvolvimento de soluções corporativas e pela padronização de metodologia e de ferramental para a sua atuação e a atuação do Desenvolvimento Local. Disponibilidade Propriedade de que a informação esteja acessível e pronta para ser utilizada por pessoas, processos ou entidades autorizadas, sempre que necessário, conforme definido pelo seu proprietário. Escritório de Governança (de TI) No MPF, área responsável pelo acompanhamento do PETI, supervisão dos processos de aquisição, gestão de contratos e do orçamento de TI, e pela definição de processos, métodos, métricas, indicadores e padrões, orientando e validando sua adoção. Escritório de Projetos (de TI) No MPF, área responsável pela gestão de demandas por novas soluções ou mudanças nas soluções atuais, acompanhamento dos resultados dos projetos em andamento e apoio técnico e metodológico às equipes de projeto. Gestão de TI Conjunto de processos realizados pelas unidades provedoras de TI, visando ao planejamento e à realização das atividades necessárias ao provimento ou entrega de soluções e serviços de TI. Gestão do Conhecimento Conjunto de técnicas que permitem controlar, facilitar o acesso e manter um gerenciamento integrado sobre as informações em seus diversos meios, transformando essa informação em valor agregado para a organização. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

74 Gestão Nacional (TI Nacional) No MPF, políticas nacionais, gestão segura e democrática de projetos que agreguem valor no âmbito nacional, desenvolvimento de soluções padronizado e integrado, central de serviços unificada, processo contínuo de saneamento de problemas e um centro de serviços compartilhados (CSC), que consolide a infraestrutura tecnológica de toda a instituição no menor número possível de localidades. Governança Corporativa Segundo o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC): "Governança Corporativa é o sistema pelo qual as organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre proprietários, Conselho de Administração, Diretoria e órgãos de controle. As boas práticas de Governança Corporativa convertem princípios em recomendações objetivas, alinhando interesses com a finalidade de preservar e otimizar o valor da organização, facilitando seu acesso a recursos e contribuindo para sua longevidade." Governança de TI Para o Ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União, Governança de TI é o conjunto estruturado de políticas, normas, métodos e procedimentos destinados a permitir à alta administração e aos executivos o planejamento, a direção e o controle da utilização atual e futura de tecnologia da informação, de modo a assegurar, a um nível aceitável de risco, eficiente utilização de recursos, apoio aos processos da organização e alinhamento estratégico com objetivos desta última. Seu objetivo, pois, é garantir que o uso da TI agregue valor ao negócio da organização. (Voto do Ministro Relator Acórdão 2.308/2010 Plenário) Incidente Qualquer evento que não faz parte da operação padrão de um serviço e que causa, ou pode causar, uma interrupção do serviço ou uma redução da sua qualidade. Indicador Como será medido e acompanhado o sucesso do alcance de um objetivo. Infraestrutura e Suporte Local No MPF, área responsável pela operação e pela gerência da infraestrutura local de tecnologia da informação de uma unidade gestora, bem como pela adoção dos padrões e orientações disseminados pelo Centro de Serviços Compartilhados. Integridade Propriedade de que a informação esteja exata e completa para os propósitos definidos pelo seu proprietário. Mapa Estratégico É a representação gráfica da estratégia. Descreve a estratégia da empresa através de objetivos relacionados entre si e distribuídos em dimensões (perspectivas). Mapa Temático Mapa estratégico específico para um tema de atuação. No Ministério Público Federal foram construídos mapas temáticos para as seguintes áreas: Constiticional, Criminal e Controle Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

75 Externo da Atividade Policial, Consumidor e Ordem Econômica, Meio Ambiente e Patrimônio Cultural, Patrimônio Público e Social, Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais e Direitos do Cidadão. Metas Valores esperados ou desejados em um marco temporário específico para um indicador estabelecido. Missão A missão corresponde à finalidade da existência de uma organização. Objetivo estratégico O que deve ser alcançado e o que é crítico para o sucesso da organização. Painel de Contribuição Ferramenta que permite visualizar e identificar, de forma clara e direta, as iniciativas que as unidades e setores do Ministério Público Federal irão desenvolver para o alcance dos objetivos estratégicos institucionais. PDTI PEI PETI Plano Diretor de Tecnologia da Informação. Planejamento Estratégico Institucional. Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação. Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Conjunto de estratégias e diretrizes de tecnologia da informação para auxiliar uma instituição no alcance dos objetivos definidos em seu Planejamento Estratégico. Planejamento Estratégico Institucional Processo gerencial para a formulação de objetivos e definição de planos de ação para o alcance dos objetivos, levando em conta as condições internas e externas à instituição e sua evolução esperada. Plano de ação Conjunto de iniciativas (programas ou projetos) necessário para o alcance dos objetivos. Plano Diretor de Tecnologia da Informação Desdobramento da estratégia de tecnologia da informação em projetos de curto e médio prazo, nos níveis tático e operacional. PMGA Projeto de Modernização da Gestão Administrativa Política Instruções claras e mensuráveis de direção e comportamento desejado que condicionem as decisões tomadas dentro de uma organização. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

76 Processos Conjunto sequencial e particular de ações com objetivo comum. Programa Grupo de projetos relacionados, gerenciados de modo coordenado, para a obtenção de benefícios e controle que não estariam disponíveis se eles fossem gerenciados individualmente. Projeto Esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. Projeto de Desdobramento do Planejamento Estratégico Institucional Projeto com o objetivo de promover o desdobramento da estratégia institucional e o alinhamento estratégico com as unidades setoriais do Ministério Público Federal. Projeto de Modernização da Gestão Administrativa Projeto que tem como objetivo geral implantar Modelo de Gestão integrado para o Ministério Público Federal em suas diversas unidades, por meio da formulação do Plano Estratégico Institucional. RACI Matriz de definição de responsabilidades. A sigla é o acrônimo de Responsável (Responsable), Aprovador (Accountable), Consultado (Consulted) e Informado (Informed). Relacionamento No MPF, área responsável por gerir o relacionamento da TI com os clientes, entender as necessidades do negócio e propor soluções. Service Level Agreement Acordo de Nível de Serviço. SLA Service Level Agreement. SWOT A análise SWOT, do inglês Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) and Threats (Ameaças); dá origem a uma matriz, que é uma ferramenta utilizada para fazer análise de cenário, sendo usada para gestão e planejamento estratégico. Tecnologia da Informação Engloba todos os recursos necessários para adquirir, processar, armazenar e disseminar informações. Tecnologia da Informação e Comunicação Engloba todos os recursos necessários para adquirir, processar, armazenar e disseminar informações. TI Tecnologia da Informação. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

77 TI Nacional Gestão Nacional. TIC Tecnologia da Informação e Comunicação. Valores Os valores traduzem os princípios e compromissos que simbolizam os atos da maioria dos integrantes de uma instituição. Visão A visão descreve como a instituição deseja ser em um futuro determinado. Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

78 Anexo I - Detalhamento das iniciativas Critérios para as estimativas das fichas de iniciativas Nas páginas seguintes estão relacionadas as fichas das iniciativas derivadas do Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação(Tn) e dos inventários de tecnologia da informação(in). O conteúdo das fichas não é exaustivo, e sim ilustrativo, das principais atividades, benefícios, riscos e recursos alocados para as iniciativas. Quando não foi possível estimar com mais precisão os recursos necessários, os seguintes parâmetros foram utilizados: Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

79 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

80 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

81 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

82 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

83 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

84 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

85 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

86 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

87 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

88 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

89 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

90 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

91 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

92 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

93 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

94 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

95 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

96 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

97 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2013/

P l a n o D i r e t o r de Tecnologia da Informação

P l a n o D i r e t o r de Tecnologia da Informação Ministério Público Federal Secretaria Geral Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação P l a n o D i r e t o r de Tecnologia da Informação 2013 2014 Desdobramento da estratégia de tecnologia

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2012/2020 Ministério Público Federal Rodrigo Janot Monteiro de Barros Procurador-Geral da República Ela Wiecko Volkmer de

Leia mais

Ministério Público Federal. Secretaria de Tecnologia da Informação

Ministério Público Federal. Secretaria de Tecnologia da Informação Ministério Público Federal Outubro de 2012 Secretaria de Tecnologia da Informação Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação 2012-2020 Sumário Executivo Ao Sr. Márcio Medeiros, Ministério Público

Leia mais

A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Pablo Sandin Amaral Renato Machado Albert

Leia mais

ANEXO X DIAGNÓSTICO GERAL

ANEXO X DIAGNÓSTICO GERAL ANEXO X DIAGNÓSTICO GERAL 1 SUMÁRIO DIAGNÓSTICO GERAL...3 1. PREMISSAS...3 2. CHECKLIST...4 3. ITENS NÃO PREVISTOS NO MODELO DE REFERÊNCIA...11 4. GLOSSÁRIO...13 2 DIAGNÓSTICO GERAL Este diagnóstico é

Leia mais

Questionário de Governança de TI 2014

Questionário de Governança de TI 2014 Questionário de Governança de TI 2014 De acordo com o Referencial Básico de Governança do Tribunal de Contas da União, a governança no setor público compreende essencialmente os mecanismos de liderança,

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação (PETI) Secretaria de Tecnologia da Informação Florianópolis, março de 2010. Apresentação A informatização crescente vem impactando diretamente

Leia mais

A Estratégia do Conselho da Justiça Federal 2015/2020 CJF-POR-2015/00359, de 26 de agosto de 2015

A Estratégia do Conselho da Justiça Federal 2015/2020 CJF-POR-2015/00359, de 26 de agosto de 2015 A Estratégia do Conselho da Justiça Federal CJF-POR-2015/00359, de 26 de agosto de 2015 SUEST/SEG 2015 A estratégia do CJF 3 APRESENTAÇÃO O Plano Estratégico do Conselho da Justiça Federal - CJF resume

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO Controle de Versões Autor da Solicitação: Subseção de Governança de TIC Email:dtic.governanca@trt3.jus.br Ramal: 7966 Versão Data Notas da Revisão 1 03.02.2015 Versão atualizada de acordo com os novos

Leia mais

Relatório de Consultoria PD.33.10.83A.0080A/RT-05-AA. Levantamento da Gestão de TIC

Relatório de Consultoria PD.33.10.83A.0080A/RT-05-AA. Levantamento da Gestão de TIC Relatório de Consultoria PD.33.10.83A.0080A/RT-05-AA Levantamento da Gestão de TIC Cotação: 23424/09 Cliente: PRODABEL Contato: Carlos Bizzoto E-mail: cbizz@pbh.gov.br Endereço: Avenida Presidente Carlos

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC

Planejamento Estratégico de TIC Planejamento Estratégico de TIC Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe 2010 a 2014 Versão 1.1 Sumário 2 Mapa Estratégico O mapa estratégico tem como premissa de mostrar a representação visual o Plano

Leia mais

INDICADORES ESTRATÉGICOS EVOLUÇÃO E STATUS. Indicadores com monitoramento implementado e com resultado satisfatório de acordo com a meta.

INDICADORES ESTRATÉGICOS EVOLUÇÃO E STATUS. Indicadores com monitoramento implementado e com resultado satisfatório de acordo com a meta. Implantação do Planejamento Estratégico AMGE 100% até 2016 O Projeto Desdobramento do Planejamento Estratégico Institucional foi instituído por meio da Portaria PGR nº 725/2011 e finalizado em dezembro

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Art. 1º - A Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação DTIC da Universidade FEDERAL DO ESTADO DO RIO

Leia mais

Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas Diretoria Executiva PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas Diretoria Executiva PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas Diretoria Executiva PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2012 2015 Controle de Revisão Ver. Natureza Data Elaborador Revisor

Leia mais

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC Incentivar a inovação em processos funcionais Aprendizagem e conhecimento Adotar práticas de gestão participativa para garantir maior envolvimento e adoção de soluções de TI e processos funcionais. Promover

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA Fabiana Alves de Souza dos Santos Diretora de Gestão Estratégica do TRT 10 1/29 O TRT da 10ª Região Criado em 1982 32 Varas do Trabalho

Leia mais

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o Planejamento Estratégico de TIC no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências. ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário Planejamento

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 13/06/2014 14:08:02 Endereço IP: 177.1.81.29 1. Liderança da alta administração 1.1. Com

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 506, DE 28 DE JUNHO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº 506, DE 28 DE JUNHO DE 2013 Publicada no DJE/STF, n. 127, p. 1-3 em 3/7/2013. RESOLUÇÃO Nº 506, DE 28 DE JUNHO DE 2013 Dispõe sobre a Governança Corporativa de Tecnologia da Informação no âmbito do Supremo Tribunal Federal e dá outras

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Institui o Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação no âmbito do Poder Judiciário. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

Dados de Identificação. Dirigente máximo da instituição. Nome/Sigla da instituição pública. Nome do dirigente máximo. Nome/Cargo do dirigente de TI

Dados de Identificação. Dirigente máximo da instituição. Nome/Sigla da instituição pública. Nome do dirigente máximo. Nome/Cargo do dirigente de TI Dados de Identificação Dirigente máximo da instituição Nome/Sigla da instituição pública Nome do dirigente máximo Nome/Cargo do dirigente de TI Endereço do setor de TI 1 Apresentação O Tribunal de Contas

Leia mais

Ângela F. Brodbeck. Ana Maria Rizzo Silva

Ângela F. Brodbeck. Ana Maria Rizzo Silva Alinhamento Estratégico entre TI e Negócio Alinhamento entre Ações Estratégicas, Processos e iniciativas de Tecnologia de Informação Novembro, 2013 Ângela F. Brodbeck Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação. Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região

Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação. Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região Dezembro/2010 2 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Missão: Prover soluções efetivas de tecnologia

Leia mais

Administração Judiciária

Administração Judiciária Administração Judiciária Planejamento e Gestão Estratégica Claudio Oliveira Assessor de Planejamento e Gestão Estratégica Conselho Superior da Justiça do Trabalho Gestão Estratégica Comunicação da Estratégia

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Institui o Programa de Fortalecimento Institucional da ANAC. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC, no exercício das competências

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO PLANO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TRIÊNIO /2015 DSI/CGU-PR Publicação - Internet 1 Sumário 1. RESULTADOS

Leia mais

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional.

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Tema 1: Eficiência Operacional Buscar a excelência na gestão de custos operacionais. Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Agilizar

Leia mais

Coordenadoria de Tecnologia da Informação Documentos Formais. Governança Catálogo de Entrega de Valor de TI com AGIL-GPR

Coordenadoria de Tecnologia da Informação Documentos Formais. Governança Catálogo de Entrega de Valor de TI com AGIL-GPR Coordenadoria de Tecnologia da Informação Documentos Formais Governança Catálogo de Entrega de Valor de TI com AGIL-GPR Sumário 1 Introdução... 03 2 Políticas de Governança de Entrega de Valor de TI...

Leia mais

PORTARIA PGR Nº 198 DE 15 DE ABRIL DE 2011. Regulamenta o Programa de Treinamento, Desenvolvimento e Educação do Ministério Público da União.

PORTARIA PGR Nº 198 DE 15 DE ABRIL DE 2011. Regulamenta o Programa de Treinamento, Desenvolvimento e Educação do Ministério Público da União. PORTARIA PGR Nº 198 DE 15 DE ABRIL DE 2011 Regulamenta o Programa de Treinamento, Desenvolvimento e Educação do Ministério Público da União. O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, no uso de suas atribuições,

Leia mais

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 1 Missão 2 Exercer o controle externo da administração pública municipal, contribuindo para o seu aperfeiçoamento, em benefício da sociedade. Visão Ser reconhecida

Leia mais

Oficina 1: CUSTOS. Ocorrência Desafio Ocorrências Lições Aprendidas Melhorias Considerações SGE. Procurar parceiros que dividam ou arquem com custos

Oficina 1: CUSTOS. Ocorrência Desafio Ocorrências Lições Aprendidas Melhorias Considerações SGE. Procurar parceiros que dividam ou arquem com custos Oficina : CUSTOS 2 Orçamento sem financeiro (Cronograma X Desembolso) Comunicação quanto ao Risco de não execução do projeto Procurar parceiros que dividam ou arquem com custos Negociação com SPOA/Secr.

Leia mais

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COORDENADORIA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SÍNTESE DE RELATORIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E DE AVALIAÇÃO EXTERNA PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 12/06/2014 13:58:56 Endereço IP: 200.252.42.196 1. Liderança da alta administração 1.1. Com

Leia mais

Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação

Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DA SUPERINTENDÊNCIA Capítulo I - DA

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 08/08/2014 19:53:40 Endereço IP: 150.164.72.183 1. Liderança da alta administração 1.1. Com

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE TI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE TI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE TI Plano de Trabalho Elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação

Leia mais

Número do Recibo:83500042

Número do Recibo:83500042 1 de 21 06/06/2012 18:25 Número do Recibo:83500042 Data de Preenchimento do Questionário: 06/06/2012. Comitête Gestor de Informática do Judiciário - Recibo de Preenchimento do Questionário: GOVERNANÇA

Leia mais

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplica...

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplica... 1 de 1 19/4/212 17:17 EGTI 211/212 - Autodiagnostico 21 Imprimir Identificação 1. Qual a identificação do órgão? AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS 2. Qual o âmbito de preenchimento do formulário?

Leia mais

Modelo de Referência. Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI 2010

Modelo de Referência. Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI 2010 Modelo de Referência Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI 2010 Versão 1.0 Premissas do modelo 1. Este modelo foi extraído do material didático do curso Elaboração do Plano Diretor de Tecnologia

Leia mais

RESULTADOS FINAIS DO ENCONTRO NACIONAL - ÁREA MEIO - ESTRATÉGIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

RESULTADOS FINAIS DO ENCONTRO NACIONAL - ÁREA MEIO - ESTRATÉGIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RESULTADOS FINAIS DO ENCONTRO NACIONAL - ÁREA MEIO - ESTRATÉGIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SISTEMATIZAÇÃO DOS RESULTADOS Atendendo a solicitação do CNMP, o presente documento organiza os resultados

Leia mais

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS 43 Considerando os Objetivos Estratégicos, Indicadores e Metas, foram elaboradas para cada Objetivo, as Ações e indicados Projetos com uma concepção corporativa. O Plano Operacional possui um caráter sistêmico,

Leia mais

RESOLUÇÃO CNJ nº 90/09

RESOLUÇÃO CNJ nº 90/09 RESOLUÇÃO CNJ nº 90/09 29 de setembro de 2009 PLANO DE TRABALHO - PDTI O presente Plano de Trabalho objetiva o nivelamento do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima aos requisitos de tecnologia da informação

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA até 28/08/2009. até a data acima mencionada

CONSULTA PÚBLICA até 28/08/2009. até a data acima mencionada CONSULTA PÚBLICA O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES está preparando processo licitatório para contratação de serviços de consultoria técnica especializada, conforme detalhado

Leia mais

1 APRESENTAÇÃO. Página 3 de 16

1 APRESENTAÇÃO. Página 3 de 16 Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 OBJETIVOS... 4 3 PÚBLICO-ALVO DA GESTÃO ESTRATÉGICA... 4 4 INFORMAÇÕES SOBRE O MODELO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DO TCE/RN... 5 4.1 DIRECIONADORES ESTRATÉGICOS... 5 4.2 OBJETIVOS

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

PDTI UFLA: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Segundo Modelo de Referência da SLTI/MPOG

PDTI UFLA: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Segundo Modelo de Referência da SLTI/MPOG PDTI UFLA: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Segundo Modelo de Referência da SLTI/MPOG Forplad Regional Sudeste 22 de Maio de 2013 Erasmo Evangelista de Oliveira erasmo@dgti.ufla.br Diretor de

Leia mais

GESPÚBLICA. Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012

GESPÚBLICA. Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012 GESPÚBLICA Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012 Resultados Decisões Estratégicas Informações / Análises O PROCESSO DE GESTÃO ESTRATÉGICA Ideologia Organizacional Missão, Visão,Valores Análise do Ambiente

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 06/06/2014 18:22:39 Endereço IP: 189.9.1.20 1. Liderança da alta administração 1.1. Com relação

Leia mais

Coordenadoria de Tecnologia da Informação. Documentos Formais. Governança de Auditoria Interna de TI com AGIL-GPR

Coordenadoria de Tecnologia da Informação. Documentos Formais. Governança de Auditoria Interna de TI com AGIL-GPR Coordenadoria de Tecnologia da Informação Documentos Formais Governança de Auditoria Interna de TI com AGIL-GPR NOV/2011 1 Sumário 1 Introdução... 03 2 Políticas de Governança de Auditoria Interna de TI...

Leia mais

SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS

SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS 1 FINALIDADE DO PROJETO ESTRATÉGICO Simplificar e padronizar os processos internos, incrementando o atendimento ao usuário. Especificamente o projeto tem o objetivo de: Permitir

Leia mais

Diagnóstico da Governança - Práticas de Gestão Recomendadas v02

Diagnóstico da Governança - Práticas de Gestão Recomendadas v02 1 de 30 16/11/2015 15:16 Diagnóstico da Governança - Práticas de Gestão Recomendadas v02 Prezado(a) Como o OBJETIVO de apurar o nível de maturidade em governança da Justiça Federal, foi desenvolvido instrumento

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS 8 - Política de segurança da informação 8.1 Introdução A informação é um ativo que possui grande valor para a COOPERFEMSA, devendo ser adequadamente utilizada e protegida contra ameaças e riscos. A adoção

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROGRAMAS E PROJETOS

SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROGRAMAS E PROJETOS SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROGRAMAS E PROJETOS GERÊNCIA DE PROGRAMAS E PROJETOS - GPP COMISSÃO DE ORGANIZAÇÃO, NORMAS E PROCEDIMENTOS TERMO DE ABERTURA PROJETO: Centro de Treinamento e Capacitação

Leia mais

Marcelo Narvaes Fiadeiro Subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração

Marcelo Narvaes Fiadeiro Subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração Marta Suplicy Ministra da Cultura Ana Cristina Wanzeler Secretária-Executiva Marcelo Narvaes Fiadeiro Subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração Paulo Cesar Kluge Coordenador-Geral de Tecnologia

Leia mais

Garantir efetividade na tramitação dos processos judiciais e administrativos e assegurar a razoável duração do processo.

Garantir efetividade na tramitação dos processos judiciais e administrativos e assegurar a razoável duração do processo. Eficiência Operacional. Buscar a efetividade nos trâmites judiciais e administrativos. Garantir efetividade na tramitação dos processos judiciais e administrativos e assegurar a razoável duração do processo.

Leia mais

Lista de Exercícios - COBIT 5

Lista de Exercícios - COBIT 5 Lista de Exercícios - COBIT 5 1. O COBIT 5 possui: a) 3 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios b) 3 volumes, 5 habilitadores, 7 princípios c) 5 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios d) 5 volumes, 5 habilitadores,

Leia mais

Política da Segurança da Informação

Política da Segurança da Informação Política da Segurança da Informação POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DA BM&FBOVESPA 1. INTRODUÇÃO A informação é um ativo que possui grande valor para a BM&FBOVESPA, devendo ser adequadamente utilizada

Leia mais

Planejamento Estratégico da Tecnologia da Informação (PETI)

Planejamento Estratégico da Tecnologia da Informação (PETI) 00 dd/mm/aaaa 1/15 ORIGEM Instituto Federal da Bahia Comitê de Tecnologia da Informação ABRANGÊNCIA Este da Informação abrange todo o IFBA. SUMÁRIO 1. Escopo 2. Documentos de referência 3. Metodologia

Leia mais

Coordenadoria de Tecnologia da Informação. Plano de Continuidade de Negócios PCN

Coordenadoria de Tecnologia da Informação. Plano de Continuidade de Negócios PCN Coordenadoria de Tecnologia da Informação Plano de Continuidade de Negócios PCN Sumário 1. Introdução... 03 2. Políticas do Plano de Continuidade de Negócios... 04 3. Comitê de Plano de Continuidade de

Leia mais

Modelo de Referência 2011-2012

Modelo de Referência 2011-2012 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação - SLTI Modelo de Referência 2011-2012 Plano Diretor de Tecnologia de Informação Ministério do Planejamento,

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II POLÍTICAS CORPORATIVAS 1 Política de segurança da informação 1.1 Introdução A informação é um ativo que possui grande valor para a COGEM, devendo ser adequadamente utilizada e protegida contra ameaças e riscos. A adoção de políticas

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Grupo PETRA S.A. Departamento de Tecnologia da Informação POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Início da Vigência: 01/Maio/2010 Propriedade do Grupo PETRA S.A. 1. INTRODUÇÃO Este documento foi elaborado

Leia mais

PROGRAMA PROREDES BIRD - RS

PROGRAMA PROREDES BIRD - RS PROGRAMA PROREDES BIRD - RS TERMO DE REFERÊNCIA Nº TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA COM VISTAS À DEFINIÇÃO, ELABORAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE GESTÃO ESTRATÉGICA PARA O DEPARTAMENTO

Leia mais

Relatório de Gestão DGTI

Relatório de Gestão DGTI Relatório de Gestão DGTI 1.Contextualização Histórico Administrativa Com o projeto de expansão do Governo Federal que criou os Institutos Federais em todo o Brasil, o antigo Centro Federal de Educação

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 017/2014

SUMÁRIO EXECUTIVO RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 017/2014 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO AUDITORIA INTERNA SUMÁRIO EXECUTIVO RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 017/2014 Tema: EXAME DAS ATIVIDADES DE TI SOB A RESPONSABILIDADE DA SUCOM. Tipo de Auditoria:

Leia mais

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII)

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII) PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO Secretaria-Executiva Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Plano de Integridade Institucional (PII) 2012-2015 Apresentação Como

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT O que é? Um framework contendo boas práticas para

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DE CANOAS CANOASTEC

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DE CANOAS CANOASTEC PLANO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DE CANOAS CANOASTEC Institui o Plano de Desenvolvimento de Recursos Humanos criando o Quadro

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) Plano de Trabalho

Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) Plano de Trabalho Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) Plano de Trabalho Versão 1.0 Superintendência da Gestão Técnica da Informação SGI Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Índice INTRODUÇÃO... 3 FINALIDADE...

Leia mais

ÍNDICE. Introdução 2. Missão 4. Visão de Futuro 5. Objetivos Estratégicos 6. Mapa Estratégico 7. Metas, Indicadores e Ações 8. Considerações Finais 22

ÍNDICE. Introdução 2. Missão 4. Visão de Futuro 5. Objetivos Estratégicos 6. Mapa Estratégico 7. Metas, Indicadores e Ações 8. Considerações Finais 22 ÍNDICE Introdução 2 Missão 4 Visão de Futuro 5 Objetivos Estratégicos 6 Mapa Estratégico 7 Metas, Indicadores e Ações 8 Considerações Finais 22 1 INTRODUÇÃO O Plano Estratégico do Supremo Tribunal de Federal,

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2011-2015 ANEXO II À RESOLUÇÃO N O 02/2011

PLANO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2011-2015 ANEXO II À RESOLUÇÃO N O 02/2011 PLANO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2011-2015 ANEXO II À RESOLUÇÃO N O 02/2011 A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo." Peter Drucker (1909-2005)

Leia mais

Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais, regimentais e regulamentares,

Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais, regimentais e regulamentares, PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24ª REGIÃO PORTARIA TRT/GP/DGCA Nº 630/2011 Define a Política de Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicações

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente Natal, 2011 1. Quem somos 2. Histórico da Gestão Estratégica 3. Resultados práticos 4. Revisão

Leia mais

PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. SAUDE VAGAS: 08 (OITO)

PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. SAUDE VAGAS: 08 (OITO) PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. SAUDE VAGAS: 08 (OITO) Os currículos e as fichas de cadastro deverão ser encaminhados para o endereço eletrônico seguranca.cidada@mj.gov.br

Leia mais

Noções Básicas Versão II Maio / 2011

Noções Básicas Versão II Maio / 2011 Noções Básicas Versão II Maio / 2011 ÍNDICE PARAÍBA 13ª REGIÃO Tribunal Regional do Trabalho 13ª Região Paraíba Paulo Maia Filho Desembargador Presidente Carlos Coelho de Miranda Freire Desembargador Vice-Presidente

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador,

Leia mais

Resoluções nº 90 e nº 99 de 2009 CNJ

Resoluções nº 90 e nº 99 de 2009 CNJ Resoluções nº 90 e nº 99 de 2009 CNJ Março COMITÊ GESTOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - CGTIC 2 ÍNDICE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO... 3 Apresentação...

Leia mais

I Pesquisa de Segurança da Rede Acadêmica Brasileira

I Pesquisa de Segurança da Rede Acadêmica Brasileira I Pesquisa de Segurança da Rede Acadêmica Brasileira Análise de Resultados Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança 1 I Pesquisa de Segurança da Rede Acadêmica Brasileira Análise de Resultados

Leia mais

Plano de Ação 2015: Objetivos estratégicos, Indicadores, Metas e Projetos priorizados

Plano de Ação 2015: Objetivos estratégicos, Indicadores, Metas e Projetos priorizados E77p Espírito Santo. Tribunal de Contas do Estado. Plano de Ação 2015: Objetivos estratégicos, Indicadores, Metas e Projetos priorizados / Tribunal de Contas do Estado. Vitória/ES: TCEES, 2015. 13p. 1.Tribunal

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU/BR

PROGRAMAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU/BR COMISSÃO DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS ----------------------------------------------------------------------------------------------------------- PROGRAMAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU/BR EXERCÍCIO

Leia mais

CIGAM SOFTWARE CORPORATIVA LTDA.

CIGAM SOFTWARE CORPORATIVA LTDA. CIGAM SOFTWARE CORPORATIVA LTDA. Raquel Engeroff Neusa Cristina Schnorenberger Novo Hamburgo RS Vídeo Institucional Estratégia Visão Missão Ser uma das 5 maiores empresas de software de gestão empresarial

Leia mais

Política da Segurança da Tecnologia da Informação

Política da Segurança da Tecnologia da Informação Política da Segurança da Tecnologia da Informação INTRODUÇÃO A informação é um ativo que possui grande valor para a CREMER S/A, devendo ser adequadamente utilizada e protegida contra ameaças e riscos.

Leia mais

Planejamento Estratégico de Comunicação Institucional para o IBAMETRO: uma experiência governamental 1

Planejamento Estratégico de Comunicação Institucional para o IBAMETRO: uma experiência governamental 1 Planejamento Estratégico de Comunicação Institucional para o IBAMETRO: uma experiência governamental 1 Gustavo Figueiredo 2 Resumo O IBAMETRO - Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade, autarquia ligada

Leia mais

GRUPO 3 - TRABALHO e REABILITAÇÃO PROFISSIONAL

GRUPO 3 - TRABALHO e REABILITAÇÃO PROFISSIONAL GRUPO 3 - TRABALHO e REABILITAÇÃO PROFISSIONAL Nº PROPOSTA UF e Nº Original da Proposta 01 Garantir os 20% das vagas, e a efetivação das condições de acesso e permanência AC/08 necessárias para pessoas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº 022/2015 CONSELHO UNIVERSITÁRIO EM 09 DE OUTUBRO DE 2015 Dispõe sobre o

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

MARIA CAETANA CINTRA SANTOS SUBPROCURADORA-GERAL DA REPÚBLICA COORDENADORA DO SETI

MARIA CAETANA CINTRA SANTOS SUBPROCURADORA-GERAL DA REPÚBLICA COORDENADORA DO SETI MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL SECRETARIA-GERAL SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E GOVERNANÇA SUBCOMITÊ ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - SETI EDITAL Ficam os senhores membros do Subcomitê Estratégico

Leia mais

RESOLUÇÃO GPGJ Nº 1.943 DE 13 DE OUTUBRO DE 2014.

RESOLUÇÃO GPGJ Nº 1.943 DE 13 DE OUTUBRO DE 2014. RESOLUÇÃO GPGJ Nº 1.943 DE 13 DE OUTUBRO DE 2014. Dispõe sobre o Modelo de Governança do Planejamento Estratégico do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

Leia mais

Plano de Ação Política de Gestão de Pessoas

Plano de Ação Política de Gestão de Pessoas Plano de Ação Política de Gestão de Pessoas (Produto 1) TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DA BAHIA PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA DE CONTROLE EXTERNO DOS ESTADOS, DISTRITO FEDERAL E MUNICÍPIOS

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TIC PETIC 2015-2020

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TIC PETIC 2015-2020 Tribunal de Justiça do Estado de Roraima Secretaria de Tecnologia da Informação Divisão de Governança e Modernização Seção de Governança de TIC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TIC PETIC 2015-2020 Abril / 2015

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES DESENHO DE SERVIÇO Este estágio do ciclo de vida tem como foco o desenho e a criação de serviços de TI cujo propósito será realizar a estratégia concebida anteriormente. Através do uso das práticas, processos

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais