Voltando às nossas raízes LENDO A PALAVRA DE DEUS COM INTEGRIDADE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Voltando às nossas raízes LENDO A PALAVRA DE DEUS COM INTEGRIDADE"

Transcrição

1

2 Voltando às nossas raízes LENDO A PALAVRA DE DEUS COM INTEGRIDADE

3 Voltando às nossas raízes A Bíblia é o nosso ponto de partida. A Bíblia substituída Para nossos problemas interiores auto-ajuda Para o casamento, filhos e relacionamentos psicologia Para o crescimento da igreja técnicas, modelos, marketing e as ciências sociais Para tudo existe um remédio fora das Escrituras, e com isso abandonamos o que as Escrituras tem a nos dizer sobre a essência da vida, do nosso interior, da própria Igreja.

4 Por que estudar a Bíblia? Timóteo 2:15 Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. 1 Pedro antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós...

5 PRINCÍPIOS DE INTERPRETAÇÃO BÍBLICA

6 PRESSUPOSTOS PARA A INTERPRETAÇÃO BÍBLICA 1- A Bíblia tem autoridade 2- A Bíblia contém as suas próprias leis de interpretação, que quando aplicadas, produzem o sentido correto de determinada passagem. 3- O objetivo primário da interpretação é descobrir o sentido que a passagem tinha para o autor. 4- A língua pode comunicar verdades espirituais.

7 QUATRO PASSOS BÁSICOS NO ESTUDO DA BÍBLIA 1- Observação - O que vejo? 2- Interpretação - Que significa? 3- Correlação - Como isto se relaciona com o restante daquilo que a Bíblia diz? 4- Aplicação - Como isto se aplica a mim?

8 PRINCÍPIOS GERAIS DE INTERPRETAÇÃO 1- Trabalhe partindo da pressuposição de que a Bíblia tem autoridade; o supremo tribunal de recursos. A Bíblia é a Palavra de Deus, de tal forma, que quando ela fala, Deus fala. (B. Warfield)

9 PRINCÍPIOS GERAIS DE INTERPRETAÇÃO 2- A Bíblia é seu intérprete: A Escritura explica melhor a Escritura. Quando você estudar a Bíblia, deixe-a falar por si mesma. não lhe acrescente nem lhe subtraia nada. Deixe que a Bíblia seja o seu próprio comentário. Compare Escritura com Escritura. ( Is 7:14-Mt 1:23; Sl 22:18-Mt27:35).

10 PRINCÍPIOS GERAIS DE INTERPRETAÇÃO 2- A Bíblia é seu intérprete: A Escritura explica melhor a Escritura. A confissão de fé de Westminster diz: IX. A regra infalível de interpretação da Escritura é a mesma Escritura; portanto, quando houver qualquer questão sobre o verdadeiro e pleno sentido de qualquer texto da Escritura (sentido que não é múltiplo, mas único), esse texto pode ser estudado e compreendido por outros textos que falam mais claramente. (Ref. At 15:15; João 5:46; 2 Pd 1:20-21)

11 PRINCÍPIOS GERAIS DE INTERPRETAÇÃO 3- A Fé salvadora e o Espírito Santo são necessários para compreender e interpretar bem as Escrituras. - Quem não é salvo não acolhe a verdade das Escrituras porque ela atinge em cheio sua natureza pecaminosa ( 1 Co 2:14; At 17:11; 1 Ts 1:6) - O intérprete também precisa depender do Espírito Santo (Jo 16:13).

12 PRINCÍPIOS GERAIS DE INTERPRETAÇÃO 4- Interprete a experiência pessoal à luz da Escritura, e não a Escritura à luz da experiência pessoal. - Ex: o entendimento do batismo do Espírito no livro de Atos

13 PRINCÍPIOS GERAIS DE INTERPRETAÇÃO 5- O Propósito primário da Bíblia é mudar as nossas vidas, não aumentar o nosso conhecimento intelectual, se não, nosso conhecimento de Deus. ( 1 Co 10:6; 2 Tm 3:16-17) A interpretação deve apoiar-se primeiramente na observação e, depois conduzir à aplicação. Ela é um meio que visa um fim, não um fim em si mesmo. Se não aplicarmos as Escrituras, estaremos encurtando o processo como um todo e deixando incompleto o que Deus deseja que façamos.

14 PRINCÍPIOS GERAIS DE INTERPRETAÇÃO 6- Cada cristão tem o direito e a responsabilidade de investigar e interpretar pessoalmente a Palavra de Deus. Livre exame das Escrituras. (Jo 8:31; Cl 3:16; 2 Tm 3:15; At 17:11) Jo 8:31 Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos At 17:11 11 Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim.

15 PRINCÍPIOS GERAIS DE INTERPRETAÇÃO 7- A História da Igreja é importante, mas não decisiva na interpretação bíblica. 8- As promessas de Deus na Bíblia são aplicadas pelo Espírito Santo a favor dos crentes de todas as gerações.

16 Na prática!

17 1. Use diferentes traduções Use diferentes traduções para compreender melhor o texto Traduções: Almeida, Revista e Atualizada Almeida, Revista e Corrigida Nova Tradução na Linguagem de Hoje Nova Versão Internacional Bíblia de Jerusalém Sociedade Bíblica Trinitariana Várias outras traduções católicas

18 Exemplo: Efésios desvendando-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo (ARA) descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo (ARC) Dando-nos conhecer o mistério de sua vontade, conforme decisão prévia que lhe aprouve tomar (BJ) E nos revelou o mistério da sua vontade, de acordo com o seu bom propósito que ele estabeleceu em Cristo. (NVI) beneplácito = consentimento, aprovação, propósito

19 2. Use o dicionário Redenção Será que é importante saber? Lucas 2:38 E, chegando naquela hora, dava graças a Deus e falava a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém. Lucas 21:28 Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei a vossa cabeça; porque a vossa redenção se aproxima.

20 2. Use o dicionário (a) Redenção Será que é importante saber? Romanos 3:24...sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus... Romanos 8:23 E não somente ela, mas também nós, que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, a redenção do nosso corpo.

21 2. Use o dicionário (b) Redenção Será que é importante saber? Efésios 1:7...no qual temos a redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo a riqueza da sua graça, Colossenses 1:14...no qual temos a redenção, a remissão dos pecados. Hebreus 9:12...não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção. Redenção = libertação da escravidão = transferência de propriedade = valor pago

22 Dicionário: excelente ferramenta Gálatas 1.9 Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema. Anátema = maldito, amaldiçoado

23 Já tentou ler Efésios 1 sem o dicionário?? Efésios 1.5, 7, 9, 14 Beneplácito boa vontade, consentimento redenção libertação da escravidão remissão compensação, paga Penhor garantia, segurança, prova

24 Exemplo Salmo 116:15 Tradução Almeida Revista e Atualizada Preciosa é aos olhos do Senhor a morte dos seus santos. Nova Tradução na Linguagem de Hoje O Senhor Deus sente pesar quando vê morrerem os que são fiéis a ele.

25 3. Gramática Observação dos elementos: Sujeito quem é o sujeito? Verbo qual é a ação? / qual é o tempo? / qual é o modo? Complementos quem sofre a ação? Nós, vós, eles, o povo? Elementos de ligação, divisão e contraste: E, então, entretanto, portanto, porém, se, mas, porque...

26 Divisão dos parágrafos Almeida Revista e Atualizada: Marcados pela primeira letra em negrito Nova Versão Internacional Divisão normal em parágrafos Nem sempre ideal Melhor com elas do que sem elas... Cuidado com os títulos!!!

27 4. Outros elementos Tempo depois daqueles dias... Geografia indo para a região de... Cultura os judeus não se dão com os samaritanos... Gêneros literários Parábolas, narrativas, poesias, profecias, apocalípticos, sabedoria, ironia, humor. Teologia pacto (aliança), reino, mediador, salvação, perdição, etc.

28 Livros de Interpretação Para Ler a Bíblia (Cultura Cristã) Como Obter o Máximo da Palavra de Deus (Cultura Cristã) Princípios de Interpretação Bíblica (Cultura Cristã) Introdução à Hermenêutica Bíblica (Cultura Cristã)

29 Outros Teologia Bíblica Da Criação a Consumação (Cultura Cristã) Geografia: A Terra de Deus (Cultura Cristã) Comentários Bíblicos: Série de Hendriksen (Cultura Cristã) Doutrina prática: A Doutrina da Graça na Vida Prática (Cultura Cristã) Perguntas e respostas: Boa Pergunta (Cultura Cristã)

30 Mas é difícil!!! Ninguém disse que seria fácil Mas você já sabe ler, não?? É possível... Você tem os meios. Tenha perseverança, paciência, procure os meios, leia com outras pessoas, participe de grupos de estudos.

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef. 1: 1-14 Slide 1 O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef.1 : 1-14 1. Paulo, apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus, aos santos que vivem em Éfeso e fiéis em Cristo

Leia mais

NO PERDÃO DOS PECADOS

NO PERDÃO DOS PECADOS CREMOS IEADEM NO PERDÃO DOS PECADOS, NA SALVAÇÃO PRESENTE E PERFEITA E NA ETERNA JUSTIFICAÇÃO DA ALMA RECEBIDOS GRATUITAMENTE DE DEUS PELA FÉ NO SACRIFÍCIO EFETUADO POR JESUS CRISTO EM NOSSO FAVOR (AT

Leia mais

Ano Litúrgico Ano C

Ano Litúrgico Ano C Ano Litúrgico 2009-2010 Ano C TEMPO DO ADVENTO 29/11 1º Domingo do Advento A redenção está próxima. Jeremias 33,14-16; Salmo 25(24); 1 Tessalonicenses 3,12-4,2; Lucas 21,25-28. 34-36 6/12 2º Domingo do

Leia mais

Apêndice 2. A Atuação do Homem na Conversão

Apêndice 2. A Atuação do Homem na Conversão 191 Apêndice 2 A Atuação do Homem na Conversão Todos concordam que é necessária uma resposta por parte do homem para que ele receba a graça de Deus. Alguns discordam de que seja necessária uma reposta.

Leia mais

Éfeso Século 1 Efésios 1.3-14 3. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. 4. Porque Deus nos escolheu

Leia mais

CREMOS NA NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO CURSO DE FORMAÇÃO DE LÍDERANÇA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ

CREMOS NA NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO CURSO DE FORMAÇÃO DE LÍDERANÇA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ CREMOS NA NECESSIDADE DO NOVO CURSO DE FORMAÇÃO DE LÍDERANÇA NASCIMENTO Pb. Márcio Tarcísio Mendonça Ferreira 5º) NA NECESSIDADE ABSOLUTA DO PELA GRAÇA DE

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas North A meric an Divisio n Portuguese Mi nistry Treinamento de Instrutores Bíblicos Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Objetivo Uma compreensão clara

Leia mais

Pressupostos iniciais (1) Desejai ardentemente como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento

Pressupostos iniciais (1) Desejai ardentemente como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento Estudo bíblico Pressupostos iniciais (1) Desejai ardentemente como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para a salvação 1 Pedro 2.2 2 Pressupostos

Leia mais

Eu coloquei A Força no filme por uma razão: despertar um certo tipo de espiritualidade nos jovens. ~ George Lucas

Eu coloquei A Força no filme por uma razão: despertar um certo tipo de espiritualidade nos jovens. ~ George Lucas Eu coloquei A Força no filme por uma razão: despertar um certo tipo de espiritualidade nos jovens. ~ George Lucas A Força nem se compara com o que a Bíblia revela a respeito do Espírito Santo ATOS ESSENCIAIS

Leia mais

EFÉSIOS Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus,

EFÉSIOS Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus, Éfeso Século 1 EFÉSIOS 1.3-14 3. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celesbais em Cristo. 4. Porque Deus nos escolheu

Leia mais

A leitura da Bíblia. questões centrais

A leitura da Bíblia. questões centrais questões centrais O que é a Bíblia? Quem é o autor e como escreveu? O que é o tema central? Por quê devo lê-la? Quando devo lê-la? Como? Requisitos? Como? Ajuda? Um novo propósito! o que é a Bíblia (1)

Leia mais

QUAL O TEMPLO QUE DEUS HABITA AGORA?

QUAL O TEMPLO QUE DEUS HABITA AGORA? SÉRIE Por que precisamos ser cheios do Espírito Santo mais do que tudo? QUAL O TEMPLO QUE DEUS HABITA AGORA? Espírito Santo grego: parakletos CONSOLADOR CONSELHEIRO AUXILIADOR AMIGO Aquele que está ao

Leia mais

O Plano de Deus para Salvação, 2ª Parte

O Plano de Deus para Salvação, 2ª Parte A ESSÊNCIA DE TUDO, Nº6 O Plano de Deus para Salvação, 2ª Parte Em A Essência de Tudo, Nº5: O Plano de Deus para Salvação, 1ª Parte, vimos quatro conceitos que ilustram como funciona o plano de Deus para

Leia mais

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos O que são os sacramentos? Sacramento é derivado do latim sacramentum, era utilizado no meio militar correspondendo a juramento

Leia mais

ESTUDO 1: VOCÊ PODE TER CERTEZA DA SUA SALVAÇÃO

ESTUDO 1: VOCÊ PODE TER CERTEZA DA SUA SALVAÇÃO VIDA FRUTÍFERA ESTUDO 1: VOCÊ PODE TER CERTEZA DA SUA SALVAÇÃO O homem sabe que algo está errado com a humanidade. Criado à imagem de Deus, parece incapaz de comportar-se como filho Dele e sua tendência

Leia mais

IGREJA. Sua Natureza

IGREJA. Sua Natureza IGREJA Sua Natureza A igreja é a comunidade de todos os cristãos de todos os tempos. Wayne Grudem A igreja é o novo Israel de Deus que revela nesse tempo Sua glória Thiessen A igreja é a a assembléia dos

Leia mais

DOMINGO VI DA PÁSCOA

DOMINGO VI DA PÁSCOA 237 DOMINGO VI DA PÁSCOA LEITURA I Actos 10, 25-26.34-35.44-48 «O Espírito Santo difundia-se também sobre os pagãos» Leitura dos Actos dos Apóstolos Naqueles dias, Pedro chegou a casa de Cornélio. Este

Leia mais

Conhecer Deus Pessoalmente

Conhecer Deus Pessoalmente 1 2 Conhecer Deus Pessoalmente Introdução Conhecer Jesus.. p. 4 Lição 1 Conhecer a Salvação p. 12 Lição 2 Conhecer a Comunhão.. p. 17 Lição 3 Conhecer o Espírito Santo. p. 22 Lição 4 Conhecer o Crescimento.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLA BÍBLICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO CRISTÃ

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLA BÍBLICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO CRISTÃ A IMPORTÂNCIA DA ESCOLA BÍBLICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO CRISTÃ PORQUE FREQUENTAR Instrumento de formação e aperfeiçoamento do caráter cristão A EB é a maior agência de ensino da Igreja. programa de estudo

Leia mais

Importância da Ressurreição de Cristo

Importância da Ressurreição de Cristo Introdução à 22/08/2011 A doutrina de Cristo segundo as escrituras Importância da Ressurreição de Cristo O que as escrituras afirmam sobre a ressurreição de Cristo? 1. Doutrina fundamental do Cristianismo:

Leia mais

1. DUAS SEMANAS SOBRE A VIDA E OS ENSINOS DE JESUS

1. DUAS SEMANAS SOBRE A VIDA E OS ENSINOS DE JESUS PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA PRIMEIRA SEQUÊNCIA: INTRODUÇÃO À BÍBLIA TEMPO NECESSÁRIO: Duas semanas OBJETIVO: Obter um conhecimento geral dos fundamentos bíblicos A Primeira Sequência é para quem está começando

Leia mais

APÓCRIFOS LIVROS APÓCRIFOS. Aula 1 Introdução. Guilherme A. Wood. Guilherme Wood

APÓCRIFOS LIVROS APÓCRIFOS. Aula 1 Introdução. Guilherme A. Wood. Guilherme Wood LIVROS APÓCRIFOS Aula 1 Introdução Guilherme A. Wood Perguntas: Por que a Bíblia contém estes livros? Por que a Bíblia Católica contém alguns livros a mais? Por que alguns outros livros despertam o interesse

Leia mais

Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL. 18 jan Pr. Adriano Diniz

Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL. 18 jan Pr. Adriano Diniz Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL Pr. Adriano Diniz 18 jan 2015 TEXTO ÁUREO O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar

Leia mais

Índice. Apresentação... 3

Índice. Apresentação... 3 Índice Apresentação... 3 Tempo do Advento 1. O Ano Litúrgico... 9 2. Origem do Ano Litúrgico... 10 3. O que quer dizer Advento?... 11 4. O que fazer no Advento?... 12 Primeiro Domingo do Advento... 14

Leia mais

LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19

LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19 LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19 1. Antes de entregar a lei, Deus já havia feito uma aliança com o povo. Em Êxodo 19.1-4, Deus lembra o povo do seu pacto, confirmado demonstrado em um fato. Qual é o

Leia mais

Preparado por: Pr. Wellington Almeida LIÇÃO. O Evangelho. Mateus

Preparado por: Pr. Wellington Almeida LIÇÃO. O Evangelho. Mateus Preparado por: Pr. Wellington Almeida JERUSALÉM10 LIÇÃO JESUS EM O Evangelho Mateus de LIÇÃO - II TRI 2016 10 INTRODUÇÃO esboço Os títulos de cada dia foram ajustados a proposta de termos uma idéia essencial

Leia mais

13 Perguntas que você precisa responder antes de crer na Trindade

13 Perguntas que você precisa responder antes de crer na Trindade 13 Perguntas que você precisa responder antes de crer na Trindade Por Paulo Freri Nos últimos dias têm surgido inúmeros questionamentos quanto à autenticidade da doutrina da Trindade. Somos constantemente

Leia mais

1- Salvação Senhor, deixe a Salvação. 3 Amor Permita, Senhor, que meus filhos

1- Salvação Senhor, deixe a Salvação. 3 Amor Permita, Senhor, que meus filhos 1- Salvação Senhor, deixe a Salvação florescer dentro dos meus filhos, para que eles obtenham a Salvação de Cristo Jesus, com glória eterna. (2 Timóteo 2:10) 2 Crescimento na Graça Eu oro para que eles

Leia mais

A unção com óleo OBJETIVO

A unção com óleo OBJETIVO A unção com óleo Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se

Leia mais

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO I - A ORIGEM DO PECADO 1. Em relação a Deus. Em Seu plano permitiu que suas criaturas (anjos e homens) tivessem a liberdade (livre arbítrio) de viver em amor e obediência

Leia mais

O amor O faz diferente!

O amor O faz diferente! O amor O faz diferente! Quem eu deveria ser? Que as escrituras apresentam o homem como criatura de Deus Criado diretamente por Deus Colocado em posição exaltada Que o homem foi feito a imagem e semelhança

Leia mais

PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ

PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ Material Estudo Bíblico Parte I Apresentação Pe Antônio 24/08 A BÍBLIA SAGRADA Palavra de Deus. Deus fala ao seu povo Deus se revela, se manifesta, intervém

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sábado da 3ª Semana da Quaresma Ó Deus, alegrando

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Quarta-feira da 5ª Semana da Quaresma Ó Deus de

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração 30 DE DEZEMBRO Deus eterno e todo-poderoso, que

Leia mais

História e Ministério

História e Ministério História e Ministério 1 - Ministério e propósito 2 - Resumo da história da Igreja 3 - Responsabilidades espirituais e oficiais 4 - Documentos relevantes 1. MINISTERIO E PROPÓSITO O Ministério da Igreja

Leia mais

«Vai, profeta, ao meu povo»

«Vai, profeta, ao meu povo» Perdão, Senhor. «Vai, profeta, ao meu povo» Leitura da Profecia de Amós Amós 7, 12-15 Naqueles dias, Amasias, sacerdote de Betel, disse a Amós: «Vai-te daqui, vidente. Foge para a terra de Judá. Aí ganharás

Leia mais

A suficiência da Bíblia

A suficiência da Bíblia A suficiência da Bíblia Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente

Leia mais

O Apocalipse de João foi feito para incitar a esperança, e não o pavor.

O Apocalipse de João foi feito para incitar a esperança, e não o pavor. LIÇÃO 01 O PONTO DE PARTIDA Texto Bíblico: Apocalipse 1.1-3 Objetivos: Desenvolver interesse em estudar o livro de Apocalipse. Entender que o objetivo do livro do Apocalipse não é trazer medo, mas esperança

Leia mais

Apêndice 1. A Atuação de Deus na Conversão

Apêndice 1. A Atuação de Deus na Conversão APÊNDICE 1 181 Apêndice 1 A Atuação de Deus na Conversão Todas as coisas, essencialmente, dependem da graça de Deus. É a Sua graça que dá origem à salvação, ao poder que a sustenta e à motivação para ser

Leia mais

BIBLIOLOGIA IV Epístolas e Apocalipse. Prof. Eloi Pereira dos Santos Faesp Extensão Mairiporã

BIBLIOLOGIA IV Epístolas e Apocalipse. Prof. Eloi Pereira dos Santos Faesp Extensão Mairiporã BIBLIOLOGIA IV Epístolas e Apocalipse Prof. Eloi Pereira dos Santos Faesp Extensão Mairiporã Objetivos da Disciplina Facilitar o estudo, compreensão e o uso adequado da Bíblia. Familiarizar o aluno com

Leia mais

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS Movendo Pessoas da Congregação para os Comprometidos para que não mais sejamos como meninos Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Leia mais

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA At 9.31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se

Leia mais

DISCIPULADO DE BATISMO I.P. A MENSAGEM DA ULTIMA HORA

DISCIPULADO DE BATISMO I.P. A MENSAGEM DA ULTIMA HORA DISCIPULADO DE BATISMO I.P. A MENSAGEM DA ULTIMA HORA LIÇÃO N 01 Batismo nas Águas O batismo nas águas não é opcional: é um mandamento deixado por Jesus. Aquele que aceita Jesus como Senhor e Salvador

Leia mais

Os 5 Pontos do Calvinismo. Aula 13/07/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os 5 Pontos do Calvinismo. Aula 13/07/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os 5 Pontos do Calvinismo Aula 13/07/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Origem Foi uma reação de discípulos de João Calvino (1509-1564) a um protesto dos seguidores de James Arminus (Jacob Hermann

Leia mais

ESTUDO SOBRE O CRESCIMENTO DA IGRJEA, CRESCIMENTO QUANTITATIVO, QUALITATIVO E ORGANICO

ESTUDO SOBRE O CRESCIMENTO DA IGRJEA, CRESCIMENTO QUANTITATIVO, QUALITATIVO E ORGANICO ESTUDO SOBRE O CRESCIMENTO DA IGRJEA, CRESCIMENTO QUANTITATIVO, QUALITATIVO E ORGANICO 01. Por que se pode dizer que o crescimento da igreja é um conceito Bíblico? Porque a Bíblia revela que para a igreja

Leia mais

Síntese do Novo Testamento (Curso de Formação Ministerial, 2014) Prof. Marco Aurélio Correa

Síntese do Novo Testamento (Curso de Formação Ministerial, 2014) Prof. Marco Aurélio Correa 1 Evangelho de João Este evangelho tem 21 capítulos. Evangelho do Filho de Deus / Divino. 1 - Autor: João, o apóstolo, ele foi o último dos apóstolos a morrer. 2 - Data: Alguns escritores acreditam que

Leia mais

domingo, 10 de novembro de 13

domingo, 10 de novembro de 13 A n é s i o R o d r i g u e s João 14:26,27 Livres da religião do medo e das maldições João 14:26,27 Mas o Conselheiro, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas João

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático O Reino de Deus Estudo Bíblico e Sistemático Antigo Testamento Sl 103.19 Deus é visto como o rei da criação, tendo domínio sobre todos os aspectos da criação (inanimados, animados e humanos). Ao criar

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Recapitulando Nas aulas passadas vimos que muitas vezes a fé tem horário e local específico, na Igreja, no domingo, e no horário

Leia mais

O Novo Testamento nos fala do batismo do Espírito Santo e de como este é derramado sobre os crentes. Quais são as condições para que ocorram estes

O Novo Testamento nos fala do batismo do Espírito Santo e de como este é derramado sobre os crentes. Quais são as condições para que ocorram estes Lição 5 para 4 de fevereiro de 2017 O Novo Testamento nos fala do batismo do Espírito Santo e de como este é derramado sobre os crentes. Quais são as condições para que ocorram estes acontecimentos em

Leia mais

Maria e o mistério de Cristo. Prof. Thiago Onofre

Maria e o mistério de Cristo. Prof. Thiago Onofre Maria e o mistério de Cristo Prof. Thiago Onofre A realidade da Encarnação A Encarnação do Verbo de Deus é obra do Espírito Santo; Não é vontade humana, mas divina; São Lucas apresenta Maria como mediação

Leia mais

O que é leitura fundamentalista?

O que é leitura fundamentalista? O que é leitura fundamentalista? O problema de base dessa leitura fundamentalista é que recusando levar em consideração o caráter histórico da revelação bíblica, ela se torna incapaz de aceitar plenamente

Leia mais

9ª Palavra. Não darás falso testemunho contra o teu próximo. Êxodo 20:16. Caso Escola Base São Paulo - Março/1994

9ª Palavra. Não darás falso testemunho contra o teu próximo. Êxodo 20:16. Caso Escola Base São Paulo - Março/1994 9ª Palavra Não darás falso testemunho contra o teu próximo. Êxodo 20:16 Caso Escola Base São Paulo - Março/1994 9ª Palavra Não darás falso testemunho contra o teu próximo. Êxodo 20:16 1 Intrínseca relação

Leia mais

LIÇÃO 3 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO O ARREBATAMENTO DA IGREJA. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 3 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO O ARREBATAMENTO DA IGREJA. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 3 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO O ARREBATAMENTO DA IGREJA Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O ARREBATAMENTO DA IGREJA O arrebatamento da igreja do Senhor Jesus, será o mais extraordinário

Leia mais

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes BÍBLIA Devocional Céus Abertos Pastor Carlito Paes 2 ROTEIRO BÍBLIA: ENTENDENDO A PALAVRA DE DEUS O que devo conhecer sobre a bíblia? Diversidade dos Autores Condições de alguns autores quando foram inspirados

Leia mais

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização.

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. - O trabalho de ganhar almas é de iniciativa divina e somente quem tem comunhão com o Senhor

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

Marcos 9,11: E interrogaram-no, dizendo: Por que dizem os escribas ser necessário que Elias venha primeiro?.

Marcos 9,11: E interrogaram-no, dizendo: Por que dizem os escribas ser necessário que Elias venha primeiro?. MARCOS 9,11 JOÃO BATISTA E ELIAS vivendopelapalavra.com Revisão e comentários: Helio Clemente Marcos 9,11: E interrogaram-no, dizendo: Por que dizem os escribas ser necessário que Elias venha primeiro?.

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9

LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9 LIÇÃO 1 Por que liderança masculina? Atos 14.23; Tito 1.5-9 1. Considerando as grandes mudanças ocorridas na sociedade, como a igreja deve responder a elas à luz do ensino do NT? A resposta é se adequar

Leia mais

Propedêutica Bíblica. 11 de Novembro de 2013 Texto Bíblico

Propedêutica Bíblica. 11 de Novembro de 2013 Texto Bíblico Propedêutica Bíblica 11 de Novembro de 2013 Texto Bíblico 24* Este é o discípulo que dá testemunho destas coisas e que as escreveu. E nós sabemos bem que o seu testemunho é verdadeiro. 25 Há ainda muitas

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Terça-feira da 4ª Semana da Páscoa Concedei, ó

Leia mais

Lição n.º 6 - A UNIDADE DA BÍBLIA

Lição n.º 6 - A UNIDADE DA BÍBLIA Lição n.º 6 - A UNIDADE DA BÍBLIA Lição n.º 6 (Início) Objeto de estudo: Reconhecer o fato de que a unidade da Bíblia é uma das provas de sua autenticidade! 1 Versículo-chave: Cl 1.26-27 O ministério que

Leia mais

Lição 11. Garotos Adultos & É o Coração. Page 1

Lição 11. Garotos Adultos & É o Coração. Page 1 Lição 11 Garotos Adultos & É o Coração Page 1 LIÇÃO 11 GAROTOS ADULTOS & É O CORAÇÃO I. Garotos Adultos (capítulo 16) A. A maldição de nossos dias é. Mais do que estar ausente da família, existe a ausência

Leia mais

MANUAL DE CÉLULAS PASTOR TONY SILVEIRA

MANUAL DE CÉLULAS PASTOR TONY SILVEIRA MANUAL DE CÉLULAS PASTOR TONY SILVEIRA 2000 Tony Silveira Todos os Direitos reservados. Proibida a Reprodução não Autorizada PRINCÍPIOS DE ORAÇÃO INDICE 1. ORAÇÃO EFICAZ 3 2. ORAÇÃO POR NÓS PRÓPRIOS 4

Leia mais

1ª edição Projeto Timóteo Como Pregar Mensagens Bíblicas Apostila do Orientador

1ª edição Projeto Timóteo Como Pregar Mensagens Bíblicas Apostila do Orientador Como Pregar Mensagens Bíblicas Projeto Timóteo Apostila do Orientador Como Pregar Mensagens Bíblicas Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

5ª LIÇÃO III. A REVELAÇÃO DA SABEDORIA DE DEUS

5ª LIÇÃO III. A REVELAÇÃO DA SABEDORIA DE DEUS Estudo de I Coríntios 5ª lição. 1 5ª LIÇÃO III. A REVELAÇÃO DA SABEDORIA DE DEUS (2:6-16). A. Esboço geral: A Sabedoria de Deus. 1. Não é deste século (2:6). 2. Era oculta (2:7-9). 3. É revelada pelo Espírito

Leia mais

AULA 2 A NOIVA DE CRISTO

AULA 2 A NOIVA DE CRISTO AULA 2 A NOIVA DE CRISTO A Noiva de Cristo A parábola das dez virgens (Mt 25:1-13) i. O reino dos céus é semelhante isto nos mostra como o reino de Deus deve ser em sua plenitude. 1. Não o reino dos céus

Leia mais

Por que e para que Jesus morreu na cruz? Evangelho de João

Por que e para que Jesus morreu na cruz? Evangelho de João Por que e para que Jesus morreu na cruz? Evangelho de João 3.16-17 INTRODUÇÃO Do texto lido, faço à igreja duas perguntas: Por quejesus morreu na cruz? Para que Jesus morreu na cruz? O por que e o para

Leia mais

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra. Casas Abertas Estudos Diversos Batismo O batismo cristão é uma de duas ordenanças que Jesus instituiu para a igreja: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

Leia mais

LIÇÃO 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA

LIÇÃO 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA INTRODUÇÃO - Concluindo o estudo deste trimestre sobre evangelização, estudaremos a necessária integralidade desta atividade mais importante, da razão de ser da igreja. - A evangelização tem de ser integral.

Leia mais

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor ORAR É AÇÃO EBA Aprendendo a ORAR com Paulo Ef. 1:15-19. Por isso também eu, tendo ouvido da fé que há entre vós no Senhor Jesus e o amor para com todos os santos, não cesso de dar graças por vós, fazendo

Leia mais

1º Técnicas e Regras para Entender a Palavra de Deus. 2º Lendo a Palavra Tirando Entendimento Dela Geografia Bíblica da Interpretação.

1º Técnicas e Regras para Entender a Palavra de Deus. 2º Lendo a Palavra Tirando Entendimento Dela Geografia Bíblica da Interpretação. Introdução 1º Técnicas e Regras para Entender a Palavra de Deus. 2º Lendo a Palavra Tirando Entendimento Dela Geografia Bíblica da Interpretação. 4º A Regra Espiritual da Interpretação 5º O que disse Jesus

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Quarta-feira da 4ª Semana da Páscoa 1) Oração Ó Deus, vida

Leia mais

ÍNDICE GERAL. i PARTE

ÍNDICE GERAL. i PARTE ÍNDICE GERAL i DEUS NO ANTIGO TESTAMENTO 15 Procedimento metódico 15 I. A História 20 1. O género histórico no Antigo Testamento 20 2. História da salvação 22 II. A Palavra de Deus no Antigo Testamento

Leia mais

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem?

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? O Batismo nas Águas O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? É UMA ORDENANÇA DE JESUS O batismo é uma ordenança clara de Jesus para todo aquele que

Leia mais

NATAL DO SENHOR DE 2015 MISSA DO DIA

NATAL DO SENHOR DE 2015 MISSA DO DIA NATAL DO SENHOR DE 2015 MISSA DO DIA Caríssimos Irmãos e Irmãs: O Catecismo da Igreja Católica em seu artigo terceiro, parágrafo primeiro, faz uma pergunta: Por que o Verbo se fez carne O texto do Documento

Leia mais

Preparado por: Pr. Wellington Almeida LIÇÃO SENHOR DE JUDEUS E. O Evangelho. Mateus

Preparado por: Pr. Wellington Almeida LIÇÃO SENHOR DE JUDEUS E. O Evangelho. Mateus Preparado por: Pr. Wellington Almeida GENTIOS07 LIÇÃO SENHOR DE JUDEUS E O Evangelho Mateus de LIÇÃO - II TRI 2016 07 INTRODUÇÃO esboço Israel não era o único povo com o qual Deus Se importava.seria por

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sexta-feira da 4ª Semana da Quaresma Ó Deus, que

Leia mais

RELEMBRANDO : a restauração do indivíduo 2.10: fomos criados em Cristo Jesus para a prática de boas obras

RELEMBRANDO : a restauração do indivíduo 2.10: fomos criados em Cristo Jesus para a prática de boas obras RELEMBRANDO... 2.1-10: a restauração do indivíduo 2.10: fomos criados em Cristo Jesus para a prática de boas obras O ARGUMENTO SEGUINTE... 2.11-22: A humanidade como um todo. Judeus e gentios unidos em

Leia mais

Dia de Festa, de alegria, de agradecer ao Senhor nosso Deus.

Dia de Festa, de alegria, de agradecer ao Senhor nosso Deus. Dia de Festa, de alegria, de agradecer ao Senhor nosso Deus. Referência Bíblica João: Capitulo 2. 1-12. INTRODUÇÃO Hoje é dia de festa, estamos comemorando 10 anos desta Igreja tradicionalmente chamado

Leia mais

AS OBRAS DE JESUS CRISTO NO MEIO DE SUA IGREJA Introdução. Sexta-feira, 22 de julho de 2016 Bogotá, Colômbia

AS OBRAS DE JESUS CRISTO NO MEIO DE SUA IGREJA Introdução. Sexta-feira, 22 de julho de 2016 Bogotá, Colômbia AS OBRAS DE JESUS CRISTO NO MEIO DE SUA IGREJA Introdução Sexta-feira, 22 de julho de 2016 Bogotá, Colômbia NOTA AO LEITOR Nossa intenção é fazer uma transcrição fiel e exata desta Mensagem, tal como foi

Leia mais

ASCENSÃO DO SENHOR. LEITURA I Actos 1, Leitura dos Actos dos Apóstolos. No meu primeiro livro, ó Teófilo,

ASCENSÃO DO SENHOR. LEITURA I Actos 1, Leitura dos Actos dos Apóstolos. No meu primeiro livro, ó Teófilo, ASCENSÃO DO SENHOR LEITURA I Actos 1, 1-11 Leitura dos Actos dos Apóstolos No meu primeiro livro, ó Teófilo, narrei todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar, até ao dia em que foi elevado

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM arta-feira da 3ª Semana da Páscoa Qu 1) Oração Permanecei,

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

Cuidados divinos sobre a elaboração das Escrituras

Cuidados divinos sobre a elaboração das Escrituras Lição 6 Cuidados divinos sobre a elaboração das Escrituras Pr. José Tomaz Rodrigues Lima Texto Áureo Vocês estudam cuidadosamente as Escrituras, porque pensam que nelas vocês têm a vida eterna. E são as

Leia mais

VINDE A MIM TODOS VÓS QUE ESTAIS FATIGADOS, QUE EU VOS ALIVIAREI

VINDE A MIM TODOS VÓS QUE ESTAIS FATIGADOS, QUE EU VOS ALIVIAREI O CRISTO CONSOLADOR O JUGO DO CRISTO Vinde a mim todos os que estais cansados sob o peso do vosso fardo e vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ MINISTÉRIO BÍBLICO PALAVRA VIVA

DECLARAÇÃO DE FÉ MINISTÉRIO BÍBLICO PALAVRA VIVA DECLARAÇÃO DE FÉ MINISTÉRIO BÍBLICO PALAVRA VIVA A Igreja de Jesus Cristo está comprometida somente com o Antigo e Novo Testamentos como a única autoridade escrita de fé e conduta. A fé e conduta dos crentes

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

O BAPTISMO NO ESPIRITO SANTO

O BAPTISMO NO ESPIRITO SANTO O BAPTISMO NO ESPIRITO SANTO I. Introdução Ele vos batizará no Espírito Santo Mt. 3: 11b Jesus veio ao mundo, não como Deus, mas como homem. Em tudo Jesus foi igual a nós, teve frio, calor, sentiu fome,

Leia mais

A RESPOSTA DO HOMEM A DEUS: EU CREIO. NÓS CREMOS Catequese com adultos Chave de Bronze

A RESPOSTA DO HOMEM A DEUS: EU CREIO. NÓS CREMOS Catequese com adultos Chave de Bronze A RESPOSTA DO HOMEM A DEUS: EU CREIO. NÓS CREMOS. 26-11-2011 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Eu creio Como podemos responder a Deus quando Ele nos aborda? Responder a Deus significa crer n

Leia mais

Carta aos Filipenses. Carta aos Filipenses:

Carta aos Filipenses. Carta aos Filipenses: : Filipos: cidade na Macedônia que recebeu seu nome de Filipe II, pai de Alexandre o Grande, que a conquistou no 4 século a.c. Tornou-se colônia romana no 2 século a.c. A segunda das chamadas Cartas da

Leia mais

3- Mas ao entrarmos nesse caminho de conhecer ao Senhor, enfrentamos questões cruciais na vida que nos leva a pensar em nosso relacionamento com Deus.

3- Mas ao entrarmos nesse caminho de conhecer ao Senhor, enfrentamos questões cruciais na vida que nos leva a pensar em nosso relacionamento com Deus. SUGESTÃO DE QUEBRA GELO / DINÂMICA: MÍMICA Objetivo: Descontrair o grupo, quebrar o gelo. Material: Um prêmio (Caixa de bombom, balas, pirulitos, etc.). Desenvolvimento: 1. Divida a célula em grupos (dois

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus RELEMBRAR A MISSÃO NOS EVANGELHOS 1. Jesus Cristo homem é o exemplo padrão para o exercício da Missão de Deus (intimidade

Leia mais

2ª LIÇÃO. Estudo De Colossenses

2ª LIÇÃO. Estudo De Colossenses Colossenses 2 1 2ª LIÇÃO Estudo De Colossenses O TEXTO INTRODUÇÃO: 1:1-8 I. A SAUDAÇÃO DE PAULO (1:1,2). A. Apresenta a autoridade da epístola. É a autoridade do apóstolo de Jesus Cristo, não por vontade

Leia mais

Interpretação Bíblica

Interpretação Bíblica IGREJA ALIANÇA EVANGÉLICA MISSIONÁRIA Interpretação Bíblica Disciplina 17/03/2011 Este material didático, é de grande importância para o estudo em seminário, visando a formação dos futuros líderes e obreiros

Leia mais

Solenidade de Nossa Senhora Aparecida

Solenidade de Nossa Senhora Aparecida Solenidade de Nossa Senhora Aparecida A Aparecida das Águas está entre nós! 12 - outubro Leituras da Liturgia Eucarística: Est 5, 1b-2; 7, 2b-3 Sl 44 Ap 12, 1. 5. 13a. 15-16a Jo 2, 1-11 (Bodas de Caná)

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DECLARAÇÃO DE FÉ CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DAI-AMTB Departamento de Assuntos Indígenas, Associação de Missões Transculturais Brasileiras Campo Grande, MS: 2016

Leia mais