desenvolvido em regime de gestao compartilhada entre A FUNDACAO UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSAO E PESQUISA a UNIVERSIDADE FEDERAL DE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "desenvolvido em regime de gestao compartilhada entre A FUNDACAO UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSAO E PESQUISA a UNIVERSIDADE FEDERAL DE"

Transcrição

1 PODHR, JUDICIARIO DE ALAGOAS TERMO DE COOPERACAO N. Qjb_ TJ/AL Praga Marechal Deodoro, 319, Centro CEP: , Maceio-AL Fone: (82) TERMO DE COOPERACAO QUE ENTRE SI CELEBRAM O PODER JUDICIARIO DO ESTADO DE ALAGOAS, E A UFAL- UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS, COM A INTERVENIENCIA DA FUNDEPES- FUNADACAO UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSAO E PESQUISA. O TRIBUNAL DE JUSTICA DO ESTADO DE ALAGOAS, pessoa juridica de direito publico interno, inscrito no CNPJ sob o n / , estabelecido na Praca Marechal Deodoro da Fonseca, 319, Centro, Maceio/AL, neste ato representado pelo seu Presidente, Desembargador SEBASTIAO COSTA FILHO, doravante denominado TRIBUNAL DE JUSTICA, e a UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL, Autarquia em Regime especial, com sede no Campus A. C. Simoes, Avenida Lourival de Melo Mota, s/n, Tabuleiro dos Martins, Maceio/AL, inscrita no CNPJ/MF sob o n / , neste ato representada por seu Reitor, Prof. EURICO DE BARROS LOBO FILHO,e a FUNDACAO UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSAO E PESQUISA - FUNDEPES, doravante denominada INTERVENIENTE EXECUTORA, pessoa juridica de direito privado', sediada a Rua do Livramento, 148, Ed. Walmap, 6 andar, Centro - Maceio/AL., inscrita no C.G.C/MF sob o n / , neste ato representada par seu Diretor-Presidente PROF. DR. ROBERTO JORGE VASCONCELOS DOS SANTOS, RESOLVEM celebrar o presente termo de cooperacao em conformidade com as clausulas e condigoes seguintes: CLAUSULA PRIMEIRA- DA FUNDAMENTA AO LEGAL 0 presente Termo de Cooperacjao e proveniente do Processo Administrative n , cuja celebragao e amparada pela autorizagao de fls. e Parecer GPGPJ n da Procuradoria Geral do Poder Judiciario. CLAUSULA SEGUNDA- DO OBJETO 0 presente instrumento tem como objetivo o desenvolvimento de ac,oes conjuntas visando dar suporte ao Programa de Estudo da Variabilidade Genetica pela Analise do DNA, desenvolvido em regime de gestao compartilhada entre A FUNDACAO UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSAO E PESQUISA a UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS, bem como, efetivar o prinefpio do acesso universal a justica, de forma a possibilitar as partes hipossuficientes, beneficiarias da assistencia judiciaria gratuita, a realizagao do exame de DNA para o reconhecimento de paternidade nos procedimentos administrativos e judiciais. Paragrafo unico. 0 presente instrumento dara suporte a execugao do Programa de Estudo da Variabilidade Genetica pela Analise do DNA, desenvolvido pelo Laboratorio de DNA Forense e Diagnostics Molecular, vinculado a UFAL e a INTERVENIENTE EXECUTORA. CLAUSULA TERCEIRA - DAS METAS Para consecugao do objeto serao realizados, durante a vigencia do presente instrumento, (Dois mil, oitocentos e oitenta) exames laboratoriais para identificacao de paternidade pela analise de DNA, na modalidade trio mae, filho e suposto pai, bem como exames envolvendo pessoas falecidas, pela INTERVENIENTE EXECUTORA, atraves de seu Laboratorio de DNA Forense e Diagnostico Molecular, na forma e condicoes que se segue: J'rnccsMi Adminhti-iilivu n" 0155H-2.2III 1.1)111 Pdgina I de 11 %#9

2 PODER. t [UDICIARIO DEALAGOAS Prat:a Marechal Deodoro, 319, Centro CEP: , Maceio-AL Fone: (82) Ite Instituicao Describe do Servigo/ Exame Cota Cota m Global Mensal 1 2 Varas de familia da capital, centro judiciario de solugoes de conflitos e cidadania/ CJUS e comarca do interior. Niicleo de Promocao da Filiagao - NPF Exames de comprovagao de paternidade pela analise de DNA, modalidade trio mae, filho e suposto pai, destinados aos procedimentos administrativos e judiciais. Exames envolvendo pessoas falecidas, destinados aos procedimentos administrativos e iudidais. Exames de comprovagao de paternidade pela analise de DNA, modalidade trio mae, filho e suposto pai. TOTAL Paragrafo primeiro. Os exames laboratoriais, para as acoes que envolvam investigagao de paternidade, sem qualquer custo para as partes do processo judicial ou administrativo, serao solicitados pelo Tribunal de Justiga e Nucleo de Promogao da Filiagao - NPF, sendo respeitadas as respectivas cotas acima descritas. Paragrafo segundo. 0 Nucleo de Promogao da Filiacao - NPF tera autonomia para solicitar os exames de paternidade, quando pertinente, respeitando sempre a cota de 30 (trinta) exames mensais de comprovagao de paternidade pela analise de DNA, modalidade trio mae, filho e suposto pai. CLAUSULA QUARTA - DAS OBRIGAgOES I. Compete ao TRIBUNAL DE JUSTigA: a) Articular com o Nucleo de Promogao da Filiacao e o Laboratorio de DNA Forense e Diagnostico Molecular as agoes para monitoramento da demanda de procedimentos administrativos e judiciais para reconhecimento de paternidade, visando o seu atendimento integral, mediante ampliacao da oferta, de forma progressiva. b) Realizar campanhas de conscientizacao social e das comunidades acerca da importancia do reconhecimento do estado de filiagao para garantia dos direitos das criangas e adolescentes, bem como para fortalecimento dos vinculos familiares e planejamento familiar, podendo para tanto desenvolver projetos e agoes especificas nesse sentido. c) Informar ao Laboratorio de DNA Forense e Diagnostico Molecular a demanda media mensal por Comarca para distribuigao do material de coleta de amostras (kit de coleta). d) Orientar os Juizes de Direito das Varas de Famflia da Capital e demais comarcas de la e 2a Entrandas, bem como os Registros Publicos, sobre a necessidade de uniform!zacao e adequacao do procedimento de coleta do material genetico durante a audiencia de conciliacao ou Instrugao e julgamento das acoes de investigagao de paternidade e declaragoes oficiosas de paternidade (Lei n 8.560/92). e) Disciplinar os procedimentos de encaminhamento dos beneficiarios da assistencia judiciaria gratuita para coleta de material genetico no Laboratorio de DNA Forense e Diagnostico Molecular, situado em Maceio/AL, bem como, viabilizar o envio do laudo do exame de DNA, as Comarcas e Jufzes de Direito requisitantes. Process Admmi.'itralivii n" (HS5H-2.2IH [.1)01 Pagina 2 de 11 Will ( 'i i ; fv 0

3 rwrtiwrxni a Pra9a Marechal Deodoro, 319, Centro JU1JIUARIO CEP: , Maceio-AL Dh ALAOQAS Fone: (82) g) Executar, atraves do Laboratorio de DNA Forense e Diagnostic Molecular, os estudos de paternidade pela analise direta do DNA, em numero maximo de 120 (cento e vinte) por mes, conforme definido no quadro da Clausula Terceira. h) Elaborar laudo conclusivo dos estudos efetuados, com a probabiiidade de paternidade minima de 99,9%. i) Manter sigiio tecnico e comercial sobre as tarefas abrangidas por este contrato, abrigandose por si, seus funcionarios, prepostos e sucessores, ficando os direitos autorais. )) Fomecer os resultados dos estudos de paternidade, com laudo conclusivo, num prazo maximo de 60 (sessenta) dias apos ser feita a coleta das amostras; k) Divulgar o nome dos participes em textos e documentos relacionados com o objeto deste instrumento. CLAUSULA QUINTA - DA VIGENCIA 0 prazo de vigencia do presente Termo de Cooperacao sera de 24 (vinte quatro} meses, contados da data de sua assinatura, podendo ser renovado por igual periodo, mediante acordo previo entre as partes, formalizado por Termo Aditivo. CLAUSULA SEXTA - DO VALOR E FORMA DE REPASSE Pela execucao das atividades previstas neste instrumento o TRIBUNAL DE JUSTICA repassara a FUNDEPES a importancia global de R$ ,00( Seiscentos e cinqiienta e tres mil, setecentos e sessenta reais) para custear as atividades, realizadas pelo Programa de Estudo da Variabilidade Genetica pela Analise de DNA. Paragrafo primeiro. 0 TRIBUNAL DE JUSTICA pagara os valores unitarios correspondentes a: a) R$ 227,00 ( duzentos e vinte e sete reais), por exame realizado de comprovacao de paternidade pela analise de DNA, modalidade trio mae, filho e suposto pal; e, b) R$ 454,00 (quatrocentos e cinqiienta e quatro reais) pelos Exames envolvendo pessoas falecidas. Paragrafo segundo. Considerar-se-a realizado o exame quanta o mesmo tenha sido efetivamente entregue a Instituicao solicitante (descritas nos itens 1,2 e 3 da Clausula Terceira), mediante apresenr.ac.ao de AR (Aviso de recebimento de correspondencia), de copia do Protocolo devidamente assinado ou de outro meio idoneo comprobatorio da execugao total do servico. Paragrafo terceiro. Os comprovantes de entrega dos exames as Instituigoes solicitantes deverao ser apresentadas ao gestor do Termo de Cooperacao ou a comissao especialmente designada para este fim, juntamente com a nota fiscal dos servicos. Paragrafo quarto. Os pagamentos mensais nao poderao suplantar a importancia de R$ ,00(Vinte e sete mil, duzentos e quarenta reais), que perfaz a quantia de R$ ,00 (Seiscentos e cinquenta e tres mil, setecentos e sessenta reais) para a vigencia de 24 (vinte e quatro) meses, conforme dor.ac.ao orgamenriria descrita na dausula setima e clausula quinta do presente instrumento. Paragrafo quinto. Os pagamentos dos exames prestados no mes serao efetuados ate o 5 dia util do mes subsequente ao vencido, atraves de deposito bancario, na conta corrente n , agenda , Banco do Brasil, de dtularidade da FUNDEPES, mediante solicitatpao I'roccsso.Adniinisir-iirivu n" QI5S8-2.2QI I.lllll Pfieina 5 de II

4 ~ PODER, 1U1MCIARIO DE AlAGOAS Praga Marechal Deodoro, 319, Centra CEP: , Maceio-AL Fone: (82) g) Prestar o apoio tecnico e financeiro para as acoes de estabelecimento dos padroes exigidos pela ISO (Normatizagao referente a qualidade dos laboratories- identificacao humana) e credenciamento do Laboratorio, bem como fiscalizar a aplicacao dos recursos e o cumprimento do presente Termo de Cooperacao. h) Promover os pagamentos diversos de passagens, concessao de diarias e contratacao de servicos de terceiros necessarios a execucao do objeto mediante solicitagao expressa de seu Coordenador, Prof0 Dr. Luiz Antonio Ferreira da Silva, por meio de dacumentacao especifica e de acordo com a fmalidade do presente instrumento; i) Responder pelo pagamento dos encargos fiscais, sociais, trabalhistas, previdenciarios e outros inerentes a eventual contratacao de pessoal, e por todo o onus resultante da execucao do objeto deste contrato, obrigando-se ainda a, periodicamente, fornecer certidoes comprobatorias do cumprimento dessas obrigacoes ao TRIBUNAL DE JUSTICA. j) Conceder bolsas academicas com base na Lei n , de 20 de dezembro de k) Divulgar os nomes dos demais participes em textos e documentos relacionados ao objeto deste instrumento; I) Manter sigilo tecnico e comercial sobre as tarefas abrangidas por este termo, obrigando-se por si, seus funcionarios, prepostos e sucessores, ficando os direitos autorais. IV. Compete a INTERVENIENTE EXECUTORA, Variabilidade Genetica pela Anaiise de DNA: atraves do Programa de Estudo da a) Remeter ao Poder Judiciario de Alagoas relatorio pormenorizado dos exames requisitados, realizados e laudos emitidos, com as respectivas datas de recebimento pelo Laboratorio de DNA Forense e Diagnostico Molecular, com as datas de recebimento e reenvio ao Juizo Requisitante, b) Realizar os exames de vinculo genetico pelo DNA para reconhecimento de paternidade determinada por decisao judicial e/ou Niideo de Promogao da Filiagao, de acordo com a ordem cronologica de entrada, apresentando o laudo respectivo em ate 60 (sessenta) dias apos o recebimento as coleta das amostras, as quais devem ser distribuidas ao longo do ano. c) Executar o Programa de Estudo da Variabilidade Genetica pela Anaiise de DNA objetivando o desenvolvimento de pesquisas cientificas basicas e aplicadas, para tester, desenvolver e aplicar metodologias relacionadas a tipagem por DNA atraves de marcadores molecular, visando contribuir com a implantagao de novas tecnoiogias e com isto atender as demandas da sociedade no que se refere a tipagem genetica humana, animal, vegetal e de microorganismos. d) Controlar, mediante monitoramento permanente, a execucao das atividades especificadas no presente instrumento. e) Certificar o cumprimento do Termo de Cooperacao. f) Coletar as amostras para os estudos de paternidade, o que se fara no Laboratorio de DNA Forense e Diagnostico Molecular da Universidade Federal de Alagoas, estabelecido na Capital de Maceio/AL. iwi) Administrative n" i.mil Pfigina 4 tie 11. :..

5 II rrw^ta n ir\ Pra?a Marecha] Deodoro, 319, Centro AW JU1JIUAKJU CEP: , Maceio-AL DE ALAGOAS Fone: (82) JOO TERMO DE COOPERACAO N. Qj TJ/AL TERMO DE COOPERACAO QUE ENTRE SI CELEBRAM 0 PODER JUDICIARIO DO ESTADO DE ALAGOAS, E A UFAL- UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS, COM A INTERVENIENCIA DA FUNDEPES- FUNADACAO UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSAO E PESQUISA. 0 TRIBUNAL DE JUSTICA DO ESTADO DE ALAGOAS, pessoa jundica de direito publico interno, inscrito no CNPJ sob o n / , estabelecido na Praga Marechal Deodoro da Fonseca, 319, Centro, Maceio/AL., neste ato representado pelo seu Presidente, Desembargador SEBASTIAO COSTA FILHO, doravante denominado TRIBUNAL DE JUSTICA, e a UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL, Autarquia em Regime especial, com sede no Campus A. C. Simoes, Avenida Lourival de Melo Mota, s/n, Tabuleiro dos Martins, Maceio/AL, inscrita no CNPJ/MF sob o n / , neste ato representada por seu Reitor, Prof. EURICO DE BARROS LOBO FILHO,e a FUNDACAO UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSAO E PESQUISA - FUNDEPES, doravante denominada INTERVENIENTE EXECUTORA, pessoa juridica de direito privado' sediada a Rua do Livramento, 148, Ed. Walmap, 6 andar, Centro - Maceio/AL., inscrita no C.G.C/MF sob o n / , neste ato representada por seu Diretor-Presidente PROF. DR. ROBERTO JORGE VASCONCELOS DOS SANTOS, RESOLVEM celebrar o presente termo de cooperacao em conformidade com as clausulas e condigoes seguintes: CLAUSULA PRIMEIRA- DA FUNDAMENTACAO LEGAL O presente Termo de Cooperacao e proveniente do Processo Administrativo n , cuja celebragao e amparada pela autorizagao de fis. e Parecer GPGPJ n. da Procuradoria Geral do Poder Judiciario. CLAUSULA SEGUNDA - DO OBJETO O presente instrumento tern como objetivo o desenvolvimento de acoes conjuntas visando dar suporte ao Programa de Estudo da Variabilidade Genetica pela Analise do DNA, desenvolvido em regime de gestao compartilhada entre A FUNDACAO UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSAO E PESQUISA a UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS, bem como, efetivar o principle do acesso universal a justiga, de forma a possibilitar as partes hipossuficientes, beneficiarias da assistencia judiciaria gratuita, a realizagao do exame de DNA para o reconhecimento de paternidade nos procedimentos administrativos e judidais. Paragrafo unrco. O presente instrumento dara suporte a execugao do Programa de Estudo da Variabilidade Genetica pela Analise do DNA, desenvolvido pelo Laboratorio de DNA Forense e Diagnostico Molecular, vinculado a UFAL e a INTERVENIENTE EXECUTORA. CLAUSULA TERCEIRA - DAS METAS Para consecugao do objeto serao realizados, durante a vigencia do presente instrumento, (Dois mil, oitocentos e oitenta) exames laboratoriais para identificagao de paternidade pela analise de DNA, na modalidade trio mae, filho e suposto pai, bem como exames envolvendo pessoas falecidas, pela INTERVENIENTE EXECUTORA, atraves de seu Laboratorio de DNA Forense e Diagnostico Molecular, na forma e condicoes que se segue: Processo Administrative n" 0l55S-2.2llll.fl0l P;igina 1 de II

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

CONVÊNIO N. 36/07. ack 1

CONVÊNIO N. 36/07. ack 1 CONVÊNIO N. 36/07 TERMO DE CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA; O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA; A SECRETARIA DE ESTADO

Leia mais

Praça Marechal Deodoro, 319, Centro CEP: 57020-919, Maceió-AL Fone: (82) 4009-3100

Praça Marechal Deodoro, 319, Centro CEP: 57020-919, Maceió-AL Fone: (82) 4009-3100 PO I) R CO JUDICIAM lor DE ALAGOAS Praça Marechal Deodoro, 319, Centro CEP: 57020-919, Maceió-AL Fone: (82) 4009-3100 3" Termo Aditivo ao Contrato n 074/2012 TERCEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATii 074/2012,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 279/2002-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 279/2002-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 279/2002-CAD/UNICENTRO Celebra Termo de Convênio firmado entre a UNICENTRO e a Universidade de São Paulo, USP. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço saber que

Leia mais

ANO XXVI-DIÁRIO DA JUSTIÇA N 3459 PALMAS-TO, QUARTA-FEIRA, 29 DE OUTUBRO DE 2014 97

ANO XXVI-DIÁRIO DA JUSTIÇA N 3459 PALMAS-TO, QUARTA-FEIRA, 29 DE OUTUBRO DE 2014 97 ANO XXVI-DIÁRIO DA JUSTIÇA N 3459 PALMAS-TO, QUARTA-FEIRA, 29 DE OUTUBRO DE 2014 97 Valor total acrescido R$ 5.184,60 VALOR: O valor total do Contrato em epígrafe passará de R$ 49.840,00 (quarenta e nove

Leia mais

CONVÊNIO Nº 015/2009

CONVÊNIO Nº 015/2009 ESTADO DE SERGIPE PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE CONVÊNIO Nº 015/2009 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SERGIPE E A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. O

Leia mais

PODER, [UDICIARIO DH ALAGOAS

PODER, [UDICIARIO DH ALAGOAS PODER, [UDICIARIO DH ALAGOAS Banco do Brasil CONTRATO N 99/2012 - TJ/AL CONTRATO DE PRESTAQAO DE SERVICOS FINANCEIROS E OUTRAS AVENCAS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTICA DE ALAGOAS E O BANCO

Leia mais

a PODER, L S'aL JUDICIAHO «a'- 1 DE ALAGOAS

a PODER, L S'aL JUDICIAHO «a'- 1 DE ALAGOAS a PODER, L S'aL JUDICIAHO «a'- 1 DE ALAGOAS Praça Marechal Deodoro, 319, Centro CEP: 57020-919, Maceió-AL Fone: (82) 4009-3.100 3 Termo Aditivo ao Contrato n" 095/2014 TERCEIRO TERMO ADITIVO AO CONnZATO

Leia mais

CLÁUSULA QUARTA DA RATIFICAÇÃO. Ficam mantidas as demais cláusulas e condições do contrato originário, naquilo que não contrariem o presente aditivo.

CLÁUSULA QUARTA DA RATIFICAÇÃO. Ficam mantidas as demais cláusulas e condições do contrato originário, naquilo que não contrariem o presente aditivo. 9 PODER, IUDICIARIO DE ALAGOAS Praça Marechal Deodoro, 319, Centro CEP: 57020-919, Maceió-AL Fone: (82) 4009-3100 3 Termo Aditivo ao Convenio n 10/2011 TERCEIRO TERMO ADITIVO AO CONVÊNIO N 10/2011, CELEBRADO

Leia mais

São convenentes neste instrumento:

São convenentes neste instrumento: CONVÊNIO PARA A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES DE MOBILIDADE NACIONAL FIRMADO ENTRE A UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA E O BANCO SANTANDER S/A São convenentes neste instrumento: A UNIVERSIDADE

Leia mais

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Chamada Pública 11/2014 Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Acordo CAPES/FA A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA) em parceria com a Coordenação

Leia mais

TERMO DE ADESÃO A ANTECIPAÇÃO DE PREMIAÇÃO PARA INVESTIMENTO EM MÍDIA

TERMO DE ADESÃO A ANTECIPAÇÃO DE PREMIAÇÃO PARA INVESTIMENTO EM MÍDIA TERMO DE ADESÃO A ANTECIPAÇÃO DE PREMIAÇÃO PARA INVESTIMENTO EM MÍDIA A FAEL E O POLO (NOME FANTASIA) CELEBRAM O PRESENTE TERMO VISANDO A ANTECIPAÇÃO DE VALORES, PARA UTILIZAÇÃO EXCLUSIVA EM MÍDIA, COMO

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE INDAIATUBA

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE INDAIATUBA SECRETARIA GERAL DO MUNICIP/O ASSESSORIA TECNICA LEC,ISLATIVA LEI N2 5.906 DE 28 DE JUNHO DE 2011. Aut. N P.L. NO Pubi.: 7^,;'9f r3' "Autoriza repasse de recursos financeiros, em favor da Associacao de

Leia mais

LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER SUBVENÇÃO SOCIAL À ASSOCIAÇÃO AMIGOS DE SANTA RITA PROVENIENTE DO FUNDO MUNICIPAL DO IDOSO, FIRMAR CONVÊNIO, SUPLEMENTAR DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 01/13 SERVIÇOS MÉDICOS

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 01/13 SERVIÇOS MÉDICOS EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 01/13 SERVIÇOS MÉDICOS O Município de Não-Me-Toque comunica aos interessados que está procedendo ao CHAMAMENTO PÚBLICO no horário das 8:15 às 11:33h e das 13:30h às 17:00h

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Pareci Novo

Estado do Rio Grande do Sul Município de Pareci Novo LEI Nº 2.147, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2014. Autoriza o Executivo Municipal de Pareci Novo a conceder auxílio financeiro ao Grupo da Terceira Idade Bem Viver. O PREFEITO MUNICIPAL DE PARECI NOVO, RS, no uso

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES O Município de Não-Me-Toque comunica aos interessados que está procedendo ao CHAMAMENTO PÚBLICO no horário das 8:15 às 11:33h e das

Leia mais

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, SEBRAE E ACISA 049/2006 - SEPLAN

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, SEBRAE E ACISA 049/2006 - SEPLAN CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, SEBRAE E ACISA 049/2006 - SEPLAN MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ/MF sob o n. 87612537/0001-90,

Leia mais

LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER CONTRIBUIÇÃO AO CLUBE DA MAIOR IDADE ALEGRIA DE VIVER, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA Secretaria de Estado de Gestão Estratégica e Administração Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA Secretaria de Estado de Gestão Estratégica e Administração Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros TERMO DE COMPROMISSO Nº 007/2015 que entre si celebram o ESTADO DE RORAIMA, por meio da ESCOLA DE GOVERNO DE RORAIMA, ea FACULDADE RORAIMENSE DE ENSINO SUPERIOR FARES. O ESTADO DE RORAIMA, pessoa jurídica

Leia mais

LEI N.º 3.587. Assegura ajuda financeira a estudantes de cursos superiores, à guisa de bolsas de estudo, dando outras providências.

LEI N.º 3.587. Assegura ajuda financeira a estudantes de cursos superiores, à guisa de bolsas de estudo, dando outras providências. 1 LEI N.º 3.587 Assegura ajuda financeira a estudantes de cursos superiores, à guisa de bolsas de estudo, dando outras providências. A Câmara Municipal de Araguari, Estado de Minas Gerais, aprova e eu,

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO À PUBLICAÇÃO QUALIFICADA - PAPQ

PROGRAMA DE APOIO À PUBLICAÇÃO QUALIFICADA - PAPQ EDITAL 01/2015 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À PUBLICAÇÃO QUALIFICADA - PAPQ A Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação (PROPESP) e a Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (FADESP) tornam

Leia mais

TERMO Nº 003/541/2007.

TERMO Nº 003/541/2007. PUBLICADO no D.O. Em 05/07/07 Fls. 03 TERMO Nº 003/541/2007. CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE AJUSTAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E A UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA, MANTIDA PELA

Leia mais

LEI Nº 3671/2015, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2015.

LEI Nº 3671/2015, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2015. LEI Nº 3671/2015, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER SUBVENÇÃO SOCIAL À ASSOCIAÇÃO AMIGOS DE SANTA RITA, FIRMAR CONVÊNIO, ABRIR CRÉDITO ESPECIAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS O PREFEITO

Leia mais

2. - Recebimento das propostas: de 16 de Fevereiro de 2012 até 25 de Fevereiro de 2012 através do e-mail: rcarnevalli@reprolatina.org.

2. - Recebimento das propostas: de 16 de Fevereiro de 2012 até 25 de Fevereiro de 2012 através do e-mail: rcarnevalli@reprolatina.org. Reprolatina Soluções Inovadoras em Saúde Sexual e Reprodutiva CNPJ nº 03.416.439/0001-98 Rua Maria Teresa Dias da Silva, 740 Cidade Universitária Campinas SP CEP 13083-820 Telefone (19) 3289-1735 EDITAL

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires PROJETO-DE-LEI Nº 006, DE 09 DE JANEIRO DE 2013 Poder Executivo Autoriza o Poder Executivo a conceder repasse de subvenção social à ASBERV ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE EVANGÉLICA RESTAURANDO VIDAS. Art. 1º Fica

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG001633/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/04/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR017942/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.001682/2013-16 DATA DO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Goiatuba

Prefeitura Municipal de Goiatuba Prefeitura Municipal de Goiatuba CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE GOIATUBA, ESTADO DE GOIÁS E A FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DE GOIATUBA Aos dois dias de janeiro do ano de dois

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 O Município de Vale do Sol, RS, através do Prefeito Municipal. Sr. Clécio Halmenschlager, comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2014

EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2014 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2014 O Presidente do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e suas

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 105/PGM/2011 - PROCESSO Nº 06.3467-00/2011

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 105/PGM/2011 - PROCESSO Nº 06.3467-00/2011 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA - SEMFAZ, DE UM LADO, E DO OUTRO O BANCO DO BRASIL S.A., PARA OS FINS QUE ESPECIFICAM. Aos vinte

Leia mais

TERMO DE CREDENCIAMENTO N. 003/2015

TERMO DE CREDENCIAMENTO N. 003/2015 TERMO DE CREDENCIAMENTO N. 003/2015 Por este Instrumento de Credenciamento, que entre si celebram o FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DE MONTIVIDIU DO NORTE FMS,, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 004/2015, 12 de Janeiro de 2015

PROJETO DE LEI Nº 004/2015, 12 de Janeiro de 2015 PROJETO DE LEI Nº 004/2015, 12 de Janeiro de 2015 Autoriza firmar convênio com a Associação dos Estabelecimentos de Hotéis Restaurantes e Similares. O Prefeito Municipal de Piratuba, Estado de Santa Catarina,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA Secretaria de Estado de Gestão Estratégica e Administração Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros INTEGRADOS/CCAA.

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA Secretaria de Estado de Gestão Estratégica e Administração Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros INTEGRADOS/CCAA. TERMO COMPROMISSO Nº 004/2015 que entre si celebram o ESTADO RORAIMA, por meio da ESCOLA GOVERNO RORAIMA, e C.I.I. CURSOS IDIOMAS INTEGRADOS/CCAA. O ESTADO RORAIMA, pessoa jurídica de direito público interno,

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA Referente: PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 6622AD/2009, V.1 a 12. Interessado: COORDENADORIA DE ENGENHARIA DA PGJ/MA. Assunto: LICITAÇÃO CONSTRUÇÃO SEDE DA PGJ/MA. RELATÓRIO DA MOVIMENTAÇÃO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO

Leia mais

Art. 3º Para concretização do disposto nesta Lei fica o Poder Executivo autorizado a suplementar a seguinte dotação orçamentária:

Art. 3º Para concretização do disposto nesta Lei fica o Poder Executivo autorizado a suplementar a seguinte dotação orçamentária: LEI Nº 3570/2014, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER CONTRIBUIÇÃO À ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES DO BAIRRO SÃO CRISTÓVÃO, SUPLEMENTAR DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 278/2002-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 278/2002-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 278/2002-CAD/UNICENTRO Celebra Termo Aditivo de Gestão financeira do Curso de Mestrado Interinstitucional em Métodos Numéricos em Engenharia, firmado entre a UNICENTRO e a FAU. O REITOR DA

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO ANEXO 6 MINUTA DE CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO/ LIMPEZA, HIGIENIZAÇÃO E DE USO DOMÉSTICO QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO PROJETO COOPERAR

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO PROJETO COOPERAR PROCESSO N?: 164/2011 CONVÉNIO N : 256/2012 CONVÉNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O DO ESTADO DA PARAÍBA, E A ASSOCIAÇÃO RURAL COMUNITÁRIA DE ÍTAPECIRICA, MAMANGUAPE / PB, PARA OS FINS ABAIXO ESPECIFICADOS. O

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA Nº 14/2013

COTAÇÃO PRÉVIA Nº 14/2013 COTAÇÃO PRÉVIA Nº 14/23 TERMO DE REFERÊNCIA O Instituto Aliança com o Adolescente, associação civil sem fins lucrativos e qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público OSCIP, MJ

Leia mais

MINUTA. Expediente nº

MINUTA. Expediente nº MINUTA PROTOCOLO DE INTENÇÕES QUE CELEBRAM A FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS - FDRH -, E XXXXX -, VISANDO O ESTABELECIMENTO DE PARCERIA NOS SETORES DE ATUAÇÃO DA FDRH, QUAIS SEJAM,

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO IFMA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO IFMA CONVENIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICO- CIENTIFICO QUE ENTRE SI CELEBRAM O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIENCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO IFMA E A UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO, PARA OS FINS QUE ESPECIFICA.

Leia mais

CONTRATO Nº 104/2014

CONTRATO Nº 104/2014 CONTRATO Nº 104/2014 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE CELEBRAM O MUNICÍPIO DE SANTANA DA BOA VISTA/RS E A EMPRESA POLYTEK COMERCIO E SERVIÇOS DE INFORMATICA LTDA. O MUNICÍPIO DE SANTANA

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO Nº 003/2015

TERMO DE CONVÊNIO Nº 003/2015 TERMO DE CONVÊNIO Nº 003/2015 TERMO DE CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE ALTO GARÇAS/MT E O CONSÓRCIO REGIONAL DE SAÚDE SUL DE MATO GROSSO - CORESS/MT, PARA OS FINS QUE ESPECIFICAM. O MUNICÍPIO

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe

Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe CONVÊNIO Nº 005/07 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE SERGIPE E SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO TIRADENTES S/S LTDA. O PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE SERGIPE, sediado na Praça Fausto Cardoso,

Leia mais

ANEXO 6 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

ANEXO 6 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ANEXO 6 MINUTA DE CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO LABORATORIAL/ FRASCOS DE VIDRO, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES E A EMPRESA,

Leia mais

A proposta técnico-comercial nº 23.CP.XXX/2013 passa a fazer parte integrante deste Contrato, doravante designada apenas como Proposta.

A proposta técnico-comercial nº 23.CP.XXX/2013 passa a fazer parte integrante deste Contrato, doravante designada apenas como Proposta. A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, entidade privada sem fins lucrativos, reconhecida de utilidade com sede nesta Cidade de São Paulo, à Rua Minas Gerais nº 190 - Higienópolis, inscrita no CNPJ

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE CONTRATO DE COMPRA E VENDA PROCESSO LICITATÓRIO Nº.: 037/2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº.: 025/2014 CONTRATO Nº 067/2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE IGREJINHA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE IGREJINHA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE IGREJINHA EXTRATOS DE CONTRATOS Nº 001 - CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NA ÁREA DE INFORMÁTIA PARA HOSPEDAGEM DE SITE.

Leia mais

CONVITE Nº 11/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 13 / 05 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 11/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 13 / 05 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 11/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 13 / 05 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO Nº 05/2014

EDITAL DE CHAMAMENTO Nº 05/2014 EDITAL DE CHAMAMENTO Nº 05/2014 O Presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste de Santa Catarina CIS-AMOSC, com sede na Avenida Getúlio Vargas, 571-S, no município de Chapecó, Estado de Santa

Leia mais

CONTRATO Nº 017/2015

CONTRATO Nº 017/2015 CONTRATO Nº 017/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDICINA E SEGURANÇA DO TRABALHO. Pelo presente Instrumento Particular, de um lado o MUNICIPIO DE ALFREDO VASCONCELOS, pessoa jurídica de Direito

Leia mais

Contrato de Parceria FAPAN- Faculdade do Pantanal e Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

Contrato de Parceria FAPAN- Faculdade do Pantanal e Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. Contrato de Parceria FAPAN- Faculdade do Pantanal e Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. São Partes no presente instrumento Particular: I - FACULDADE DO PANTANAL FAPAN, regularmente inscrita no

Leia mais

RESOLVEM: CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

RESOLVEM: CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICO- CIENTÍFICA QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FAPERJ E INSTITUIÇÃO SIGLA, NA FORMA ABAIXO. A INSTITUIÇÃO,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE FAZEM ENTRE SI A XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX E XXXXXXXXXXXXXXXXXX.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE FAZEM ENTRE SI A XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX E XXXXXXXXXXXXXXXXXX. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE FAZEM ENTRE SI A XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX E XXXXXXXXXXXXXXXXXX. AXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX, entidade sindical de grau superior, com sede XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX,na

Leia mais

CONTRATO DE CONVÊNIO EDUCACIONAL

CONTRATO DE CONVÊNIO EDUCACIONAL CONTRATO DE CONVÊNIO EDUCACIONAL CONVENENTE: FACULDADE PADRÃO DE APARECIDA DE GOIÂNIA, instituição de ensino superior, com fins lucrativos, credenciada pela Portaria MEC 2623/01, reconhecida pela Portaria

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO Nº. 002/2012 VISANDO O CREDENCIAMENTO DE QUIROPRAXISTA, MÉDICO GINECOLOGISTA, MÉDICO PSIQUIATRA E MÉDICO OFTALMOLOGISTA

CHAMAMENTO PÚBLICO Nº. 002/2012 VISANDO O CREDENCIAMENTO DE QUIROPRAXISTA, MÉDICO GINECOLOGISTA, MÉDICO PSIQUIATRA E MÉDICO OFTALMOLOGISTA CHAMAMENTO PÚBLICO Nº. 002/2012 VISANDO O CREDENCIAMENTO DE QUIROPRAXISTA, MÉDICO GINECOLOGISTA, MÉDICO PSIQUIATRA E MÉDICO OFTALMOLOGISTA O Município de IPÊ RS, através do presente Edital, comunica a

Leia mais

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 1. PREÂMBULO O CEADEC - Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento,

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2008/2009 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PI000036/2008 DATA DE REGISTRO NO MTE: 11/09/2008 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR015042/2008 NÚMERO DO PROCESSO: 46214.002894/2008-23 DATA DO

Leia mais

Estado de Santa Catarina FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO CARLOS Departamento Jurídico

Estado de Santa Catarina FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO CARLOS Departamento Jurídico Estado de Santa Catarina FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO CARLOS Departamento Jurídico CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº. 07/2015 TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM DE UM LADO A PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO CARLOS

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO CONVÊNIO QUE ENTRE SI REALIZAM A JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU - SEÇÃO JUDICIÁRIA DO MARANHÃO E A FUNDAÇÃO HABITACIONAL DO EXÉRCITO FHE PARA ACESSO A PRODUTOS E SERVIÇOS. A Justiça Federal de Primeiro

Leia mais

TERMO DE CREDENCIAMENTO N.º 514/2014

TERMO DE CREDENCIAMENTO N.º 514/2014 TERMO DE CREDENCIAMENTO N.º 514/2014 Termo de credenciamento para contratação de instituições financeiras oficiais com agência estabelecida no território do Município de Não-Me-Toque para prestação de

Leia mais

OS CARTÓRIOS VÃO ACABAR

OS CARTÓRIOS VÃO ACABAR VOCÊ SEMPRE OUVIU DIZER QUE... OS CARTÓRIOS VÃO ACABAR O QUE VOCÊ VAI FAZER A RESPEITO? QUAL O FUTURO DOS REGISTROS PÚBLICOS O QUE QUEREMOS? A QUEM INTERESSA? COMO FAZER? CRISE OPORTUNIDADE Lei nº 11.977,

Leia mais

PREFEITURA DO ALEGRETE-RS ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE GOVERNO SEÇÃO DE LEGISLAÇÃO

PREFEITURA DO ALEGRETE-RS ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE GOVERNO SEÇÃO DE LEGISLAÇÃO LEI Nº 5.485, DE 10 DE MARÇO DE 2015. Autoriza o Poder Executivo a firmar convênio com o Lar Santa Terezinha de Alegrete Creche Menino Jesus. O PREFEITO MUNICIPAL Faz saber, em cumprimento ao disposto

Leia mais

As partes acima qualificadas celebram entre si o presente convênio de estágio para estudantes, mediante as seguintes condições:

As partes acima qualificadas celebram entre si o presente convênio de estágio para estudantes, mediante as seguintes condições: CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO PROFISSIONAL, DE ACORDO COM A LEI Nº 11.788 DE 25 DE SETEMBRO DE 2008, COM A LEI Nº 9.394 DE 20 DE DEZEMBRO DE 1996 LEI DE DIRETRIZES

Leia mais

Lote Item Descrição do produto Unidade de Quantidad Preço Preço total

Lote Item Descrição do produto Unidade de Quantidad Preço Preço total CONTRATO Nº. 154/2011 Licitação Processo dispensa N 012/2011 Contrato que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE SÃO JORGE D`OESTE e de outro a empresa ANDRESSA CRISTINA KREMER Pelo presente instrumento,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS Pelo presente instrumento particular de Contrato de Prestação de Serviços Jurídicos, a empresa... (razão social da empresa), inscrita do CNPJ/MF sob o nº...,

Leia mais

TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 034/2011 F

TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 034/2011 F TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº. 034/2011 F Pelo presente instrumento, de um lado o Município de Alvorada - RS, pessoa jurídica de Direito Público Interno, inscrito no CPNJ sob o nº. 88.000.906/0001-57, com

Leia mais

EDITAL N.º 020/2015 PROCESSO DE INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO

EDITAL N.º 020/2015 PROCESSO DE INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO EDITAL N.º 020/2015 PROCESSO DE INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO O Reitor do Centro Universitário La Salle - UNILASALLE, no exercício

Leia mais

TERMO ADITIVO Nº XX/2012 SES/GO

TERMO ADITIVO Nº XX/2012 SES/GO TERMO ADITIVO Nº XX/2012 SES/GO Primeiro Termo Aditivo de Exclusão, Acréscimo e Revisão de Cláusulas do Contrato de Gestão nº 170/2011-SES/GO, firmado entre o Estado de Goiás, por meio da Secretaria de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SURUBIM

PREFEITURA MUNICIPAL DE SURUBIM CONTRATO Nº 028/2014 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS SEM LICITAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA A ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Contrato de Fornecimento Parcelado que firmam, como Contratante, o MUNICÍPIO

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER 1 ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES (A.A.C.C.) DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO: ATIVIDADES

Leia mais

Art. 2 o Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Art. 2 o Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Reitoria da Universidade Estadual de Ponta Grossa. RESOLUÇÃO CA N o 220 DE 9 DE JUNHO DE 2014. Aprova a assinatura do Convênio a ser celebrado entre a Universidade Estadual de Ponta Grossa e a Barigui S/A- Crédito, Financiamento e Investimentos. O CONSELHO

Leia mais

CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP

CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP CONVÊNIO Nº 004/2011-TJAP CONVÊNIO DE PARCERIA PARA CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ E O BANCO GERADOR S.A. O, com sede em Macapá, Capital

Leia mais

o ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, com sede na Praça Marechal Deodoro, S/N,

o ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, com sede na Praça Marechal Deodoro, S/N, ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA Acordo de Cooperação Técnica que entre si celebram o Ministério Público Federal e o Estado do Rio Grande do Sul, por intermédio da Secretaria de Segurança Pública, com a interveniência

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO 1. DO OBJETO

TERMO DE COMPROMISSO 1. DO OBJETO CEP: 74.230-030 TERMO DE COMPROMISSO O Instituto de Organização de Eventos, Ensino e Consultoria S/S Ltda. - IPECON FIRMA O PRESENTE TERMO DE COMPROMISSO COM O ESTADO DE GOIÁS E A SECRETARIA DE ESTADO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0115/2006

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0115/2006 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0115/2006 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA Pelo presente instrumento de prestação de serviços de Assessoria e Consultoria Jurídica, de um lado o CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº. 006/2015 INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº. 0615001/2015

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº. 006/2015 INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº. 0615001/2015 CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº. 006/2015 INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº. 0615001/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL E FINANCEIRA que entre si celebram o INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DA FRAÇÃO SECA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS: DOMICILIAR, COMERCIAL E INDUSTRIAL RECICLÁVEIS OU

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DA FRAÇÃO SECA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS: DOMICILIAR, COMERCIAL E INDUSTRIAL RECICLÁVEIS OU CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DA FRAÇÃO SECA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS: DOMICILIAR, COMERCIAL E INDUSTRIAL RECICLÁVEIS OU REUTILIZÁVEL. Abril de 2014 1 CONTRATO DE PRESTAÇÃO

Leia mais

CONVÊNIO DE RECIPROCIDADE E COOPERAÇÃO TÉCNICA OFERTA DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA

CONVÊNIO DE RECIPROCIDADE E COOPERAÇÃO TÉCNICA OFERTA DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA CONVÊNIO DE RECIPROCIDADE E COOPERAÇÃO TÉCNICA OFERTA DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA BELO DENTE FAMILIAR E INDIVIDUAL Registro Produto nº. 455.668/06-2. SINCOR-MG, Sindicato dos Corretores

Leia mais

MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP

MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP CONVÊNIO DE PARCERIA PARA CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ E O BANCO BMG S/A O, com sede em Macapá, Capital

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira DÉCIMA SELEÇÃO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE DIREITO JUDICIÁRIO E MAGISTRATURA DO TRABALHO (PÓS - GRADUAÇÃO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0082/2007

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0082/2007 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0082/2007 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO ANEXO 6 MINUTA DE CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO/ MATERIAL PARA MANUTENÇÃO DE BENS IMÓVEIS/ TUBOS DE METALON E DE INOX, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado

Leia mais

MINUTA DE TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA - BOLSA FAMÍLIA

MINUTA DE TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA - BOLSA FAMÍLIA MINUTA DE TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA - BOLSA FAMÍLIA Pelo presente instrumento, na forma do artigo 5º, 6º, da lei n.º 7.347/85, alterado pelo artigo 113 da Lei n.º 8.078/90, o MINISTÉRIO PÚBLICO DO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO O IESPE INSTITUTO DE ESPECIALIZAÇÃO E PÓS

TERMO DE COMPROMISSO O IESPE INSTITUTO DE ESPECIALIZAÇÃO E PÓS TERMO DE COMPROMISSO O IESPE INSTITUTO DE ESPECIALIZAÇÃO E PÓS GRADUAÇÃO FIRMA O PRESENTE TERMO DE COMPROMISSO COM O ESTADO DE GOIÁS E A SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA SECTEC. O IESPE INSTITUTO DE

Leia mais

1.3 Os serviços elencadas na tabela acima devem apresentar-se dentro das normas de qualidade exigidas pelas legislações aplicáveis.

1.3 Os serviços elencadas na tabela acima devem apresentar-se dentro das normas de qualidade exigidas pelas legislações aplicáveis. CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARE CONTRATO QUE ENTRE SI FIRMAM O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE MINEIROS E A EMPRESA BATISTA E MULLER TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA-ME, PARA IMPLANTAÇÃO, TREINAMENTO,

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa PUBLICENTER INFORMÁTICA COMÉRCIO E LOCAÇÃO LTDA-ME CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO,

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ANEXO 7 MINUTA DE CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE SALAS, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES E A EMPRESA, NA FORMA ABAIXO:

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira DÉCIMA SELEÇÃO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE DIREITO JUDICIÁRIO E MAGISTRATURA DO TRABALHO (PÓS - GRADUAÇÃO

Leia mais

1)O interesse comum de manter, aprofundar e desenvolver em conjunto atividades de ensino, científicas, técnicas, culturais e comunitárias;

1)O interesse comum de manter, aprofundar e desenvolver em conjunto atividades de ensino, científicas, técnicas, culturais e comunitárias; INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONVÊNIO ENTRE A UNIVERSIDADE GUARULHOS - UnG E A ASSOCIAÇÃO DOS EMPRESÁRIOS DE CUMBICA ASEC A Universidade Guarulhos - UnG, com o CNPJ nº 49.094.048/0002-86, Situada a Praça

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0162/2006

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0162/2006 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0162/2006 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito Of. GP/CM/501/09 Canoas, 3 de novembro de 2009. Senhor Presidente, Vimos respeitosamente encaminhar a essa egrégia Casa Legislativa a minuta, de Convênio que O Município de Canoas, o Conselho Comunitário

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 098/2006-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 098/2006-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 098/2006-CAD/UNICENTRO Celebra Termo de Convênio firmado entre a UNICENTRO e o Banco UNIBANCO. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço saber que o Conselho de Administração,

Leia mais

Regulamento do Bradesco - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento - Golden Profit - Conservador Capítulo I - Do Fundo

Regulamento do Bradesco - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento - Golden Profit - Conservador Capítulo I - Do Fundo Regulamento do Bradesco - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento - Golden Profit - Conservador Capítulo I - Do Fundo Artigo 1º) O Bradesco - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento

Leia mais

Vilmar. TlromP, Presidenteda APESC.

Vilmar. TlromP, Presidenteda APESC. OUTORGANTE: ASSOCIAÇÁO PRÓ-ENSINO EM SANTA CRUZ DO SUL - APESC, pessoajuridica de direito privado, mantenedora da Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC, da Escola de Educação B4sica EDUCAR-SE, do Hospital

Leia mais

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE ALAGOAS TERMO DE DEPÓSITO DE EQUIPAMENTOS

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE ALAGOAS TERMO DE DEPÓSITO DE EQUIPAMENTOS TERMO DE DEPÓSITO DE EQUIPAMENTOS Pelo presente instrumento, tendo como partes, de um lado a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas - FAPEAL, com sede à Rua Melo Moraes, 354, Centro, Maceió-Alagoas,

Leia mais

CONVÊNIO. Convênio n 027/2010 MPGO DAS PARTES:

CONVÊNIO. Convênio n 027/2010 MPGO DAS PARTES: Convênio n 027/2010 MPGO CONVÊNIO CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS E A FACULDADE MONTES BELOS FMB, POR INTERMÉDIO DA PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA, VISANDO A CONCESSÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO DECOLANDO COM GUARULHOS DO GRU AIRPORT - AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO.

REGULAMENTO DO PRÊMIO DECOLANDO COM GUARULHOS DO GRU AIRPORT - AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO. REGULAMENTO DO PRÊMIO DECOLANDO COM GUARULHOS DO GRU AIRPORT - AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO. Artigo 1º - O PROJETO DECOLANDO COM GUARULHOS O Projeto Decolando com Guarulhos é uma parceria entre

Leia mais