Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Poĺıgonos Regulares. 9 o ano E.F.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Poĺıgonos Regulares. 9 o ano E.F."

Transcrição

1 Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e ossenos, Poĺıgonos Regulares. Relações Métricas em Poĺıgonos Regulares 9 o ano..

2 Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e ossenos, Polígonos Regulares. Relações Métricas em Polígonos Regulares 1 xercícios Introdutórios xercício 4. Observando o triângulo equilátero da figura abaixo, determine a medida do seu lado em função do seu circunraio M. xercício 1. Na figura 1, estabeleça uma relação entre: H M igura 4 M xercício 5. Prove que, num triângulo equilátero, o raio R da circunferência circunscrita é o dobro do raio r da circunferência inscrita. igura 1 a o lado do triângulo equilátero e sua diagonal. b o lado do quadrado e sua diagonal. xercício. Julgue a afirmação abaixo como ou verdadeira ou falsa. Todas as diagonais de um hexágono regular têm medidas iguas. xercício. Na figura, temos o equilátero. Lembrando que o incentro, centro da circunferência inscrita, é o encontro das bissetrizes dos ângulos internos de um triângulo, responda: I igura 5 xercício 6. alcule a medida do lado de um quadrado: a inscrito em uma circunferência de raio 0 cm. I I igura a Se raio da circunferência inscrita (inraio vale 6 cm, qual o valor da medida do lado desse triângulo? b Se raio da circunferência inscrita (inraio vale r, qual o valor da medida do lado do triângulo em função de r? igura 6 b inscrito em uma circunferência de raio R cm. c inscrito em uma circunferência de raio r cm. 1

3 xercício 7. igura 7 No hexágono inscrito da figura 9 determine: b Qual a soma dos ângulos internos do polígono formado pelas marcas? xercício 10. alcule o lado de um triângulo equilátero inscrito em um círculo, sabendo que o lado do hexágono inscrito nesse círculo mede 5 cm. xercício 11. É dado um quadrado de lado a. etermine o raio da circunferência que contém os vértices e e é tangente ao lado. xercício 1. etermine o raio da circunferência circunscrita ao triângulo cujos lados medem 6 cm, 6 cm e 4 cm. xercício 1. Na figura 15, o é um triângulo equilátero e é tanto uma altura do triângulo quanto um diâmetro do círculo. Se = 10cm, determine a área sombreada. igura 9 a a medida do lado para o circunraio igual cm. b a medida do lado em função do circunraio igual a R. xercício 8. No hexágono inscrito da figura 11, determine a medida do lado para o inraio igual a cm. igura 15 xercício 14. Os vértices 1,,..., n pertencem a um polígono regular convexo de n lados que está inscrito em um circunferência. Se o vértice 15 é diametralmente oposto ao vértice 46, qual o valor de n? xercícios de profundamento e de xames H xercício 15. Na figura abaixo, temos um hexágono regular de centro 1 e é o ponto médio de um dos seus lados. Qual a medida de ˆ 1? igura 11 xercícios de ixação 1 xercício 9. partir do meio-dia, João faz, a cada 80 minutos, uma marca na posição do ponteiro das horas do seu relógio. a epois de quanto tempo não será mais necessário fazer novas marcas no relógio?

4 xercício 16. Na figura abaixo, temos dois hexágonos regulares de centros 1 e. Prove que o segmento 1 está contido na mediatriz do segmento igura 18 xercício 17. Na figura 0, temos três hexágonos regulares de centros 1, e. Prove que os pontos,, e são colineares. igura xercício 19. Um dodecágono regular foi inscrito numa circunferência de raio igual a cm. Pergunta-se: a qual a área desse polígono? b qual o valor do lado desse dodecágono regular? xercício 0. Um octógono regular inscrito está numa circunferência de raio igual a 1 cm. Pergunta-se: igura 0 1 a qual a área desse polígono? b qual o valor do lado desse octógono regular? xercício 1. Seja l n a medida do lado de um polígono regular de n lados, inscrito em um círculo de raio R. Qual das afirmações abaixo está correta para todo valor de n? a sen ( = l n n R. ( 180 b sen = l n n R. ( 180 c sen = l n n R. d cos ( = l n n R. ( 60 e sen = l n n R. xercício 18. Na figura, temos oito hexágonos regulares inscritos em circunferências de centros i, i {1,,..., 8}, e raios unitários. Qual a distância de 5 a 8?

5 xercício. Um hexágono é chamado equiângulo quando possui os seis ângulos internos iguais. onsidere o hexágono equiângulo com lados, y, 5, 4, 1 e x, da figura a seguir. etermine os comprimentos x e y desconhecidos.. igura 4 4

6 Respostas e Soluções. 1. Uma boa estratégia é construir triângulos, de preferência retângulos, que nos permitam utilizar o Teorema de Pitágoras, as Leis dos Senos ou a Lei dos ossenos. gora, observe a igura 1. H M igura 1 a Sejam = l e M = h. omo é um triângulo equilátero e M é uma altura, segue que M = l. Pelo Teorema de Pitágoras, temos M + M = ( l + h = l h = l l 4 h = l 4 h = l. b No caso do H, temos = = l e a diagonal = d. plicando o Teorema de Pitágoras no triângulo, retângulo em, obteremos. Observe que: + = l + l = d d = l d = l. i todo polígono regular é inscritível, isto é, existe uma circunferência que contém todos os seus vértices; e ii o centro do polígono regular coincide com o circuncentro e com o incentro; onsidere a igura a as duas diagonais traçadas. igura omo a maior corda de uma circunferência é o diâmetro, podemos concluir que > e consequentemente a proposição do problema é falsa.. Sejam I o ponto de encontro das bissetrizes e I a sua projeção em. Teremos que II = 90 e I = I = l. O II, retângulo em I, possui IÂI = 0. gora, utilizando a tg 0 =, temos: a = 6, ou seja, l = 1 cm; l b = r, ou seja, l = r. l 4. Seja M a projeção de M sobre o lado. omo M = 0, segue que M M = cos 0 =. Portanto, como M é ponto médio de, = M = M. 5. Pelo Teorema da issetriz Interna, temos que r l = R l R = r 5. Outro método: Se I é a projeção de I sobre, como I = 0, II = r e I = R/, segue que sen 0 = r R 1 = r R R = r. 5

7 6. a Na figura 8, temos = = 5 cm e Ê = 90. e concluímos assim que o triângulo é equilátero. Portanto, = = = cm. b m virtude da análise anterior, o lado será igual à R. 8. O inraio coincide com altura do triângulo equilátero. igura 8 ssim, pelo Teorema de Pitágoras, obtemos + = = l l = 0 cm. b plicando o método do item anterior + = R + R = l l = R. c Se é a projeção de no lado, temos = = /. Portanto, o lado do quadrado mede r. 7. Na figura 10, temos o ângulo central do hexágono é igual a 60 = H igura 1 Portanto, r =. Substituindo r =, obtemos = cm 9. (xtraído do anco de Questões da OMP 015. a O ponteiro das horas concluirá uma volta completa após 1 60 = 70 minutos e ao longo dela nenhuma marca será repetida. omo 70 é múltiplo de 80, durante esse período são feitas exatamente = marcas no relógio e, além disso, os dois ponteiros voltam às suas posições iniciais. aí, como as próximas marcas serão repetidas, o tempo desejado é 70 minutos. b soma dos ângulos internos de um polígono de 9 lados é 180 (9 = 160. igura Se l e l 6 denotam os lados do triângulo equilátero e do hexágono e R o circunraio, temos l = R e l 6 = R. Se l 6 = 5, temos l = 5 = 15. a O é isósceles pois = = cm. omo Ĝ = 60, os ângulos da base serão iguais a = (xtraído do material do PI. Observe na figura 1 que, a partir das condições do enunciado, foi traçado, pelo centro O da circunferência, o segmento MN perpendicular a. 6

8 igura 1 omo M é médio de temos, no triângulo retângulo OM, O = R, M = a e OM = a R. plicando o Teorema de Pitágoras no triângulo OM, encontramos R = 5a (xtraído do material do PI. Traçamos a altura M que passa pelo centro O da circunferência circunscrita ao triângulo (figura 14. igura 16 omo IH = HJ = 0 e IH = H = HJ, segue que os triângulos HI e HJ são isósceles com ângulo do vértice igual à 10. Se l é o raio do círculo, como a altura do triângulo e o diâmetro do círculo coincidem, l = 10 cm e consequentemente l = 5 cm. ada uma das regiões sombreadas corresponde a área de um setor circular de 10 = π/ subtraída de um triângulo isósceles, ou seja, (π/l l sen 10 = πl l 4 = (4π 1 = 100π 75 4 ( cm Se 15 está oposto a 46, então 1 é diametralmente oposto a. Logo, há 0 vértices entre eles eles em cada metade da circunferência na qual o polígono está inscrito e, portanto, há = 6 lados. 15. onsidere o quadrilátero 1 na figura 17. igura 14 No triângulo retângulo M, pelo Teorema de Pitágoras, temos M = 6 4 = 4. Sendo R o raio da circunferência, aplicando novamente o Teorema de Pitágorna no triângulo OM, temos R = + (4 R. aí, R = (xtraído do anco de Questões da OMP 015. omo é diâmetro, o seu ponto médio H é o centro do círculo. Sejam I e J as outras interseções da circunferência com os lados e. 1 igura 17 Temos 1 ˆ = 60, ˆ = 10 e Ĝ 1 = 90, logo 1 ˆ + ˆ + Ĝ 1 + ˆ 1 = ˆ 1 = 60 ˆ 1 =

9 16. Teorema de Pitágoras, obtemos ( 5 8 = 5 8 = 1 u.c.. ( + e O dodecágono regular inscrito numa circunferência possui ângulo central igual a 0. a onsidere um triângulo isósceles formado pelo centro do círculo e dois vértices consecutivos. omo o raio mede cm e o ângulo entre eles é 0, a área de tal triângulo é S O = sen 0 = 1 cm. igura 19 Os triângulos 1 e são equiláteros de lado. onsequentemente 1 e 1 são congruentes e 1 = 1. aí, 1 é a bissetriz do ângulo 1 do triângulo isósceles 1 e, portanto, também altura. 17. Observe a figura 1 e perceba que ˆ =  = 60. lém disso, ˆ e  são ângulos internos em um hexágono regular e, portanto, medem 10. omo são 1 triângulos congruentes, então a área total do dodecágono é 1 cm. b Vamos utilizar a lei dos cossenos para calcularmos o lado l do dodecágono: l = + cos 0 l = l = ± 8 4. omo l > 0, ficamos com l = 8 4 cm. 0. O octógono regular inscrito numa circunferência possui ângulo central igual a 45. a onsidere um triângulo isósceles formado pelo centro do círculo e dois vértices consecutivos. omo o raio mede 1 cm e o ângulo entre eles é 45, a área de tal triângulo é 1 S O = 1 1 sen 45 = 4 cm. omo são 8 triângulos congruentes, ficaremos com S...H = 8 4 = cm. igura 1 aí, ˆ + ˆ = 180, e consequentemente, e são colineares. nalogamente,, e são colineares. 18. Usando o que foi provado nos problemas 15, 16 e 17, teremos que 5 8 é retângulo em, com catetos medindo 8 = 4 = e 5 =. plicando o b Vamos utilizar a lei dos cossenos para calcularmos o lado l do octógono: l = cos 45 l = l = ±. omo l > 0, ficamos com l = cm. 8

10 1. (xtraído do exame de acesso do PROMT 014 Na figura, o ângulo central do n-ágono é 60 n. igura 5 omo os lados do triângulo XYZ são iguais, temos + y + 5 = = 1 + x +. Logo, x = 6 e y =. igura Sendo O é o centro do polígono, o O é isósceles, pois os lados O e O são raios da circunferência. om isso, a altura M é também bissetriz, e então MÔ = 1 60 = 180. No MO, retângulo em n n M = l ( n 180. Portanto, sen = n na letra. M, o cateto M mede metade do lado do polígono, isto é l n R = l n. Que está R. (xtraído do anco de Questões da OMP 015. omo um hexágono pode ser dividido em 4 triângulos por meio de suas diagonais, a soma de seus ângulos internos é 180 (6 = 70. ado que ele é equiângulo, cada um dos ângulos internos medirá 70 6 = 10. Sabendo disso, ao prolongarmos os lados formaremos, como indicado abaixo, triângulos equiláteros menores externos a três de seus lados e um triângulo equilátero maior XYZ que o conterá. laborado por Tiago Miranda e leber ssis Produzido por rquimedes urso de nsino 9

GEOMETRIA PLANA. 1) (UFRGS) Na figura abaixo, o vértice A do retângulo OABC está a 6 cm do vértice C. O raio do círculo mede

GEOMETRIA PLANA. 1) (UFRGS) Na figura abaixo, o vértice A do retângulo OABC está a 6 cm do vértice C. O raio do círculo mede GEOMETRI PLN 1) (UFRGS) Na figura abaixo, o vértice do retângulo O está a 6 cm do vértice. O raio do círculo mede O (a) 5 cm (b) 6 cm (c) 8 cm (d) 9 cm (e) 10 cm ) (UFRGS) Na figura abaixo, é o centro

Leia mais

C A r. GABARITO MA13 Geometria I - Avaliação /2. A área de um triângulo ABC será denotada por (ABC).

C A r. GABARITO MA13 Geometria I - Avaliação /2. A área de um triângulo ABC será denotada por (ABC). GRITO 13 Geometria I - valiação 3-01/ área de um triângulo será denotada por (). Questão 1. (pontuação: ) figura abaio mostra as semirretas perpendiculares r e s, três circunferências pequenas cada uma

Leia mais

. Calcule a medida do segmento CD. 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, BC = 13m

. Calcule a medida do segmento CD. 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, BC = 13m 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, = 1m, D = 8m e D = 4m. alcule a medida do segmento D. LIST DE EXERÍIOS GEOMETRI PLN PROF. ROGERINHO 1º Ensino Médio Triângulo retângulo, razões trigonométricas,

Leia mais

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA VSTIULR UFP UFRP / 1999 2ª TP NOM O LUNO: SOL: SÉRI: TURM: MTMÁTI 2 01. O triângulo da ilustração abaixo é isósceles ( = ) e = = (isto é,, trissectam ): nalise as afirmações: 0-0) Os ângulos, e são congruentes.

Leia mais

Geometria Básica. Bruno Holanda. 12 de novembro de 2011

Geometria Básica. Bruno Holanda. 12 de novembro de 2011 eometria ásica runo Holanda 12 de novembro de 2011 Resumo ste trabalho representa um conjunto de notas de aulas de um curso inicial em eometria uclidiana Plana para alunos do ensino fundamental. principal

Leia mais

CIRCUNFERÊNCIA E CÍRCULO

CIRCUNFERÊNCIA E CÍRCULO IRUNFRÊNI ÍRUL 01 ( FUVST) medida do ângulo ˆ inscrito na circunferência de centro é, em graus, ) 100 ) 110 ) 10 ) 15 35º 0 0 ( U ) bserve a figura. la mostra dois círculos de mesmo raio com centros em

Leia mais

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. 3 ano/e.m.

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. 3 ano/e.m. Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides Pirâmide ano/em Pirâmide Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides 1 Exercícios Introdutórios Exercício 1 Determine

Leia mais

Geometria plana. Índice. Polígonos. Triângulos. Congruência de triângulos. Semelhança de triângulos. Relações métricas no triângulo retângulo

Geometria plana. Índice. Polígonos. Triângulos. Congruência de triângulos. Semelhança de triângulos. Relações métricas no triângulo retângulo Índice Geometria plana Polígonos Triângulos Congruência de triângulos Semelhança de triângulos Relações métricas no triângulo retângulo Quadriláteros Teorema de Tales Esquadros de madeira www.ser.com.br

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) Propostas de resolução MTEMÁTI - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) Propostas de resolução Exercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. omo a base do prisma é um quadrado, os lados adjacentes são perpendiculares,

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo I Aula 04 TRIÂNGULOS Triângulo é um polígono de três lados. É o polígono que possui o menor número de lados. Talvez seja o polígono mais importante

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução MTMÁT - 3o ciclo sometrias (8 o ano) Propostas de resolução xercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. omo a reflexão do ponto e eixo é o ponto a imagem do ponto pela translação associada ao

Leia mais

PREPARATÓRIO PROFMAT/ AULA 8 Geometria

PREPARATÓRIO PROFMAT/ AULA 8 Geometria PREPARATÓRIO PROFMAT/ AULA 8 Geometria QUESTÕES DISCURSIVAS Questão 1. (PROFMAT-2012) As figuras a seguir mostram duas circunferências distintas, com centros C 1 e C 2 que se intersectam nos pontos A e

Leia mais

Módulo de Leis dos Senos e dos Cossenos. Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. 1 a série E.M.

Módulo de Leis dos Senos e dos Cossenos. Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. 1 a série E.M. Módulo de Leis dos Senos e dos ossenos Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. a série E.M. Leis dos Senos e dos ossenos Razões trigonométricas no triângulo retângulo. Eercícios Introdutórios Eercício.

Leia mais

Módulo de Leis dos Senos e dos Cossenos. Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. 1 a série E.M.

Módulo de Leis dos Senos e dos Cossenos. Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. 1 a série E.M. Módulo de Leis dos Senos e dos ossenos Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. a série E.M. Leis dos Senos e dos ossenos Razões trigonométricas no triângulo retângulo. Eercícios Introdutórios Eercício.

Leia mais

MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON

MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON PROFJWPS@GMAIL.COM DEFINIÇÕES GEOMETRIA PLANA Ponto: Um elemento do espaço que define uma posição. Reta: Conjunto infinito de pontos. Dois pontos são

Leia mais

Propriedades do ortocentro

Propriedades do ortocentro Programa límpico de Treinamento Curso de Geometria - Nível 3 Prof. Rodrigo ula 4 Propriedades do ortocentro ortocentro é o ponto de encontro das três alturas de um triângulo arbitrário. Se o triângulo

Leia mais

Circunferência. MA092 Geometria plana e analítica. Interior e exterior. Circunferência e círculo. Francisco A. M. Gomes

Circunferência. MA092 Geometria plana e analítica. Interior e exterior. Circunferência e círculo. Francisco A. M. Gomes Circunferência MA092 Geometria plana e analítica Francisco A. M. Gomes UNICAMP - IMECC Setembro de 2016 A circunferência é o conjunto dos pontos de um plano que estão a uma mesma distância (denominada

Leia mais

Ficha de Trabalho nº 1

Ficha de Trabalho nº 1 Matemática Nome: Setembro 0 º no Nº Turma: Parte I Escolha Múltipla No triângulo, 5 cm Sabemos ainda que 60 área do triângulo é: e 0 cm () 75 cm () 75 cm () 7, 5 cm () 50 cm No referencial on está representado

Leia mais

Módulo de Círculo Trigonométrico. Relação Fundamental da Trigonometria. 1 a série E.M.

Módulo de Círculo Trigonométrico. Relação Fundamental da Trigonometria. 1 a série E.M. Módulo de Círculo Trigonométrico Relação Fundamental da Trigonometria a série EM Círculo Trigonométrico Relação Fundamental da Trigonometria Exercícios Introdutórios Exercício Se sen x /, determine Exercício

Leia mais

Aula 11 Polígonos Regulares

Aula 11 Polígonos Regulares MODULO 1 - AULA 11 Aula 11 Polígonos Regulares Na Aula 3, em que apresentamos os polígonos convexos, vimos que um polígono regular é um polígono convexo tal que: a) todos os lados são congruentes entre

Leia mais

Professor Alexandre Assis. Lista de exercícios de Geometria

Professor Alexandre Assis. Lista de exercícios de Geometria 1. A figura representa três círculos idênticos no interior do triângulo retângulo isósceles ABC. 3. Observando a figura a seguir, determine (em cm): a) o valor de x. b) a medida do segmento AN, sabendo

Leia mais

MATEMÁTICA - 1 o ANO MÓDULO 52 POLÍGONOS E QUADRILÁTEROS

MATEMÁTICA - 1 o ANO MÓDULO 52 POLÍGONOS E QUADRILÁTEROS MTEMÁTI - 1 o NO MÓULO 52 POLÍGONOS E QURILÁTEROS B b a c d B E B E B β X γ Y W α Z θ B B B B B B B B B M N B M N Fixação 1) Qual o polígono convexo que tem 90 diagonais? Fixação F 2) diferença entre

Leia mais

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 4 Professor Marco Costa

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 4 Professor Marco Costa 1 Projeto Jovem Nota 10 1. (Ufscar 2001) Considere o triângulo de vértices A, B, C, representado a seguir. a) Dê a expressão da altura h em função de c (comprimento do lado AB) e do ângulo A (formado pelos

Leia mais

Grupo de exercícios I.2 - Geometria plana- Professor Xanchão

Grupo de exercícios I.2 - Geometria plana- Professor Xanchão Grupo de exercícios I - Geometria plana- Professor Xanchão 1 (G1 - utfpr 013) Um triângulo isósceles tem dois lados congruentes (de medidas iguais) e o outro lado é chamado de base Se em um triângulo isósceles

Leia mais

TERCEIRA SÉRIE ENSINO MÉDIO INTEGRADO

TERCEIRA SÉRIE ENSINO MÉDIO INTEGRADO 1 TEREIR SÉRIE ENSINO MÉDIO INTEGRDO TRIÂNGULOS E POLÍGONOS ONVEXOS Prof. Rogério Rodrigues NOME :... NÚMERO :... TURM :... 2 III - TRIÂNGULOS E POLÍGONOS ONVEXOS III. 1 ) DEFINIÇÃO E ELEMENTOS : Todo

Leia mais

UNICAMP Você na elite das universidades! MATEMÁTICA ELITE SEGUNDA FASE

UNICAMP Você na elite das universidades! MATEMÁTICA ELITE SEGUNDA FASE www.elitecampinas.com.br Fone: (19) -71 O ELITE RESOLVE IME 004 PORTUGUÊS/INGLÊS Você na elite das universidades! UNICAMP 004 SEGUNDA FASE MATEMÁTICA www.elitecampinas.com.br Fone: (19) 51-101 O ELITE

Leia mais

Aula 3 Polígonos Convexos

Aula 3 Polígonos Convexos MODULO 1 - AULA 3 Aula 3 Polígonos Convexos Conjunto convexo Definição: Um conjunto de pontos chama-se convexo se, quaisquer que sejam dois pontos distintos desse conjunto, o segmento que tem esses pontos

Leia mais

1. Área do triângulo

1. Área do triângulo UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE MATEMÁTICA Geometria Plana II Prof.:

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Professor: João Carmo

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Professor: João Carmo INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Professor: João Carmo DEFINIÇÃO Triângulo ou trilátero é um polígono de três lados. Observações: a) O triângulo não possui diagonais;

Leia mais

GEOMETRIA: POLÍGONOS

GEOMETRIA: POLÍGONOS Atividade: Polígonos (ECA 05 Atividade para 13/04/2015) Série: 1ª Série do Ensino Médio Etapa: 1ª Etapa 2014 Professor: Cadu Pimentel GEOMETRIA: POLÍGONOS ATENÇÃO: Estimados alunos, venho lembrar que somente

Leia mais

1. Considere os pontos notáveis de um triângulo, sendo: B Baricentro C Circuncentro I Incentro O Ortocentro

1. Considere os pontos notáveis de um triângulo, sendo: B Baricentro C Circuncentro I Incentro O Ortocentro Lista de Exercícios Geometria Plana - loco I - Pontos notáveis do triângulo 1. Considere os pontos notáveis de um triângulo, sendo: aricentro C Circuncentro I Incentro rtocentro Preencha os parênteses:

Leia mais

Módulo Elementos Básicos de Geometria - Parte 3. Quadriláteros. Professores: Cleber Assis e Tiago Miranda

Módulo Elementos Básicos de Geometria - Parte 3. Quadriláteros. Professores: Cleber Assis e Tiago Miranda Módulo Elementos Básicos de Geometria - Parte 3 Quadriláteros. 8 ano/e.f. Professores: Cleber Assis e Tiago Miranda Elementos Básicos de Geometria - Parte 3. Quadriláteros. 1 Exercícios Introdutórios Exercício

Leia mais

NOME: ANO: 3º Nº: PROFESSOR(A):

NOME: ANO: 3º Nº: PROFESSOR(A): NOME: ANO: º Nº: PROFESSOR(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições Triângulos: REVISÃO Lista 06 Triângulos e Quadriláteros Classificação quanto aos lados: Escaleno (todos os lados diferentes), Isósceles

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano)

MATEMÁTICA - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) MTMÁTI - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) xercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. Na figura ao lado, estão representados um cilindro e um prisma quadrangular regular [ ] de bases []

Leia mais

Unidade 6 Geometria: polígonos e circunferências

Unidade 6 Geometria: polígonos e circunferências Sugestões de atividades Unidade 6 Geometria: polígonos e circunferências 9 MATEMÁTICA Matemática. Considere um decágono regular dividido em 0 triângulos isósceles congruentes, conforme a figura a seguir..

Leia mais

1ª Aula. Introdução à Geometria Plana GEOMETRIA. 3- Ângulos Consecutivos: 1- Conceitos Primitivos: a) Ponto A. b) Reta c) Semi-reta

1ª Aula. Introdução à Geometria Plana GEOMETRIA. 3- Ângulos Consecutivos: 1- Conceitos Primitivos: a) Ponto A. b) Reta c) Semi-reta 1ª Aula 3- Ângulos Consecutivos: Introdução à Geometria Plana 1- Conceitos Primitivos: a) Ponto A Na figura, os ângulos AÔB e BÔC são consecutivos, portanto AÔC=AÔB+AÔC b) Reta c) Semi-reta d) Segmento

Leia mais

Grupo de exercícios I - Geometria plana- Professor Xanchão

Grupo de exercícios I - Geometria plana- Professor Xanchão Grupo de exercícios I - Geometria plana- 1. (G1 - ifce 01) Na figura abaixo, R, S e T são pontos sobre a circunferência de centro O. Se x é o número real, tal que a = 5x e b = 3x + 4 são as medidas dos

Leia mais

Unidade 6 Geometria: quadriláteros

Unidade 6 Geometria: quadriláteros Sugestões de atividades Unidade 6 Geometria: quadriláteros 8 MTEMÁTI 1 Matemática 1. onsidere o retângulo representado a seguir. Indique o valor da medida do ângulo correspondente a α 1 β. 40 β 4. onsidere

Leia mais

Módulo Quadriláteros. Quadriláteros Inscritos e Circunscritos. 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda

Módulo Quadriláteros. Quadriláteros Inscritos e Circunscritos. 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Módulo Quadriláteros Quadriláteros Inscritos e Circunscritos 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Quadriláteros Quadriláteros Incritos e Circunscritos Exercício 5. Determine o valor de x

Leia mais

Área das figuras planas

Área das figuras planas AS ESPOSTAS ESTÃO NO FINAL DOS EXECÍCIOS. ) Calcule as áreas dos retângulos de base b e altura h nos seguintes casos: a) b = cm e h = 7cm b) b =,dm e h = dm c) b = m e h = m d) b =,m e h =,m ) Determine:

Leia mais

Circunferências ex - inscritas

Circunferências ex - inscritas Polos Olímpicos de Treinamento urso de Geometria - Nível Prof. ícero Thiago ula 18 ircunferências ex - inscritas Teorema 1. Seja XOY umângulodadoep umpontoemseuinterior. ntão, adistância de P a XO é igual

Leia mais

DESENHO GEOMÉTRICO Matemática - Unioeste Definição 1. Poligonal é uma figura formada por uma sequência de pontos (vértices)

DESENHO GEOMÉTRICO Matemática - Unioeste Definição 1. Poligonal é uma figura formada por uma sequência de pontos (vértices) DESENHO GEOMÉTRICO Matemática - Unioeste - 2010 1 Polígonos Definição 1. Poligonal é uma figura formada por uma sequência de pontos (vértices) A 1, A 2,..., A n e pelos segmentos (lados) A 1 A 2, A 2 A

Leia mais

Pontos notáveis de um triângulo

Pontos notáveis de um triângulo Pontos notáveis de um triângulo Sadao Massago Maio de 2010 Sumário 1 onceitos preliminares................................. 1 2 Incentro......................................... 2 3 ircuncentro.......................................

Leia mais

Módulo Geometria Espacial 3 - Volumes e Áreas de Cilindro, Cone e Esfera. Esfera. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda

Módulo Geometria Espacial 3 - Volumes e Áreas de Cilindro, Cone e Esfera. Esfera. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Módulo Geometria Espacial - Volumes e Áreas de Cilindro, Cone e Esfera Esfera. a série E.M. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Geometria Espacial - Volumes e Áreas de Cilindro, Cone e Esfera. Esfera.

Leia mais

SAGRADO REDE DE EDUCAÇÃO PROFESSORA :MÁRCIA CONTE 3º ANO ENSINO MÉDIO 2012

SAGRADO REDE DE EDUCAÇÃO PROFESSORA :MÁRCIA CONTE 3º ANO ENSINO MÉDIO 2012 SAGRADO REDE DE EDUCAÇÃO PROFESSORA :MÁRCIA CONTE 3º ANO ENSINO MÉDIO 2012 -POLÍGONOS REGULARES -APÓTEMAS DE BASES REGULARES -PONTOS NOTÁVEIS NO TRIÂNGULO -COMPRIMENTO DA CIRCUNFERÊNCIA -ÁREA DO CÍRCULO

Leia mais

Geometria Analítica - AFA

Geometria Analítica - AFA Geometria Analítica - AFA x = v + (AFA) Considerando no plano cartesiano ortogonal as retas r, s e t, tais que (r) :, (s) : mx + y + m = 0 e (t) : x = 0, y = v analise as proposições abaixo, classificando-

Leia mais

2. (Fgv 2005) a) Obtenha a área de um triângulo eqüilátero em função da medida h da altura.

2. (Fgv 2005) a) Obtenha a área de um triângulo eqüilátero em função da medida h da altura. 1 Projeto Jovem Nota 10 1. (Uerj 2004) No triângulo ABC abaixo, os lados BC, AC e AB medem, respectivamente, a, b e c. As medianas AE e BD relativas aos lados BC e AC interceptam-se ortogonalmente no ponto

Leia mais

Módulo de Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales. Semelhanças entre Figuras e Poĺıgonos. 8 o ano/9 a série E.F.

Módulo de Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales. Semelhanças entre Figuras e Poĺıgonos. 8 o ano/9 a série E.F. Módulo de Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales Semelhanças entre Figuras e Poĺıgonos. 8 o ano/9 a série E.F. Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales Semelhanças entre Figuras e Polígonos. 1

Leia mais

Geometria. Nome: N.ª: Ano: Turma: POLÍGONOS = POLI (muitos) + GONOS (ângulos)

Geometria. Nome: N.ª: Ano: Turma: POLÍGONOS = POLI (muitos) + GONOS (ângulos) MATEMÁTICA 3º CICLO FICHA 16 Geometria regular inscrito numa circunferência Nome: N.ª: Ano: Turma: Data: / / 20 POLÍGONOS = POLI (muitos) + GONOS (ângulos) é uma figura plana limitada por segmentos de

Leia mais

CURSO DE GEOMETRIA LISTA

CURSO DE GEOMETRIA LISTA GEOMETRI Ângulos Obs.: Dois ângulos são congruentes quando têm a mesma abertura. Exemplos: Ângulos complementares Soma (medida) 90º Ângulos suplementares Soma (medida) 180º issetriz bissetriz de um ângulo

Leia mais

Congruência de triângulos II

Congruência de triângulos II ongruência de triângulos II M13 - Unidade 2 Resumo elaborado por Eduardo Wagner baseado no texto:. aminha M. Neto. Geometria. oleção PROFMT Triângulo isósceles Os ângulos da base de um triângulo isósceles

Leia mais

1 - POLÍGONOS REGULARES E CIRCUNFERÊNCIAS

1 - POLÍGONOS REGULARES E CIRCUNFERÊNCIAS Matemática 2 Pedro Paulo GEOMETRIA PLANA X 1 - POLÍGONOS REGULARES E CIRCUNFERÊNCIAS 1.2 Triângulo equilátero circunscrito A seguir, nós vamos analisar a relação entre alguns polígonos regulares e as circunferências.

Leia mais

1. (Uece) Se, em um polígono convexo, o número de lados n é um terço do número de diagonais, então o valor de n é a) 9. b) 11. c) 13. d) 15.

1. (Uece) Se, em um polígono convexo, o número de lados n é um terço do número de diagonais, então o valor de n é a) 9. b) 11. c) 13. d) 15. 1. (Uece) Se, em um polígono convexo, o número de lados n é um terço do número de diagonais, então o valor de n é a) 9. b) 11. c) 13. d) 15. 2. (Espm) Na figura abaixo, ABCD é um quadrado, BDE é um triângulo

Leia mais

esquerda e repetia esse processo até chegar ao ponto A novamente. a) Faça um esboço dessa figura com os três primeiros segmentos.

esquerda e repetia esse processo até chegar ao ponto A novamente. a) Faça um esboço dessa figura com os três primeiros segmentos. ATIVIDADES PARA RECUPERAÇÃO PARALELA - MATEMÁTICA PROFESSOR: CLAUZIR PAIVA NASCIMENTO TURMA: 8º ANO REVISÃO 1) A medida de um ângulo interno de um polígono é o dobro da medida do seu ângulo externo. Qual

Leia mais

2 ÁREAS E VOLUME DO TETRAEDRO REGULAR 1 TETRAEDRO REGULAR. 2.1 Área lateral. 2.2 Área da base. 2.3 Área total. 2.4 Volume

2 ÁREAS E VOLUME DO TETRAEDRO REGULAR 1 TETRAEDRO REGULAR. 2.1 Área lateral. 2.2 Área da base. 2.3 Área total. 2.4 Volume Matemática Pedro Paulo GEOMETRIA ESPACIAL VI são 1 TETRAEDRO REGULAR É uma piramide regular triangular, cujas faces triângulos equiláteros de lado 2 ÁREAS E VOLUME DO TETRAEDRO REGULAR 2.1 Área lateral

Leia mais

2 CILINDRO E ESFERA 1 CUBO E ESFERA. 2.1 Cilindro inscrito. 1.1 Cubo inscrito. 2.2 Cilindro circunscrito. 1.2 Cubo circunscrito

2 CILINDRO E ESFERA 1 CUBO E ESFERA. 2.1 Cilindro inscrito. 1.1 Cubo inscrito. 2.2 Cilindro circunscrito. 1.2 Cubo circunscrito Matemática Pedro Paulo GEOMETRIA ESPACIAL XI A seguir, nós vamos analisar a relação entre alguns sólidos e as esferas. Os sólidos podem estar inscritos ou circunscritos a uma esfera. Lembrando: A figura

Leia mais

AULA 01 GEOMETRIA PLANA 25º 130º. AB é paralelo a CG. a) 115 b) 65 c) 130 d) 95 e) 125

AULA 01 GEOMETRIA PLANA 25º 130º. AB é paralelo a CG. a) 115 b) 65 c) 130 d) 95 e) 125 UL 01 GEOMETRI PLN 01) Determine o valor de x na figura abaixo: 5º r// s a) 115 b) 65 c) 10 d) 95 e) 15 05) ( OM-006 ). Três quadrados são colados pelos seus vértices entre si e a dois bastões verticais,

Leia mais

Exercícios Extras-Relações Métricas no Triângulo Retângulo-Lei dos Cossenos e Senos- 1 s anos-2015

Exercícios Extras-Relações Métricas no Triângulo Retângulo-Lei dos Cossenos e Senos- 1 s anos-2015 Exercícios Extras-Relações Métricas no Triângulo Retângulo-Lei dos Cossenos e Senos- 1 s anos-015 1. (Ufsj 013) Um triângulo isósceles inscrito em um círculo de raio igual a 8 cm possui um lado que mede

Leia mais

Geometria Plana - Aula 05

Geometria Plana - Aula 05 Geometria Plana - Aula 05 Elaine Pimentel Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Matemática Geometria Plana Especialização 2008 - p. 1 Esquema da aula Quadrilátero - definição e. Quadriláteros

Leia mais

Geometria Plana 03 Prof. Valdir

Geometria Plana 03 Prof. Valdir Geometria lana 03 rof. Valdir TS TÁVEIS E U TRIÂGUL 1. RIETR É o ponto de equilíbrio ou centro de gravidade do triângulo. baricentro coincide com o ponto de intersecção das medianas do triângulo (na figura

Leia mais

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA MTMÁTI - 2 VSTIULR UP URP / 2000 2ª TP NOM O LUNO: SOL: SÉRI: TURM: 01. Uma embarcação está presa ao cais por um cabo horizontal de comprimento 2,9m. Quando a maré baixar 2,0m, qual será a distância (em

Leia mais

MATEMÁTICA. Lucro = x x 11 1, = x. (19) O ELITE RESOLVE FUVEST 2006 SEGUNDA FASE - MATEMÁTICA.

MATEMÁTICA. Lucro = x x 11 1, = x. (19) O ELITE RESOLVE FUVEST 2006 SEGUNDA FASE - MATEMÁTICA. () 5- O ELITE RESOLVE FUVEST SEGUND FSE - MTEMÁTIC MTEMÁTIC QUESTÃO Um tapete deve ser bordado sobre uma tela de m por m, com as cores marrom, mostarda, verde e laranja, da seguinte forma: o padrão quadrado

Leia mais

PARTE 1. 1) Calcule a soma dos catetos do triângulo retângulo da figura, sabendo que AB = 10 e 4 cosx 5

PARTE 1. 1) Calcule a soma dos catetos do triângulo retângulo da figura, sabendo que AB = 10 e 4 cosx 5 ENSINO FUNDAMENTAL 9º ano LISTA DE EXERCÍCIOS PT 3º TRIM PROF. MARCELO DISCIPLINA : MATEMÁTICA PARTE 1 1) Calcule a soma dos catetos do triângulo retângulo da figura, sabendo que AB = 10 e 4 cosx 5 ) Para

Leia mais

01- Assunto: Equação do 2º grau. Se do quadrado de um número real positivo x subtrairmos 4 unidades, vamos obter o número 140. Qual é o número x?

01- Assunto: Equação do 2º grau. Se do quadrado de um número real positivo x subtrairmos 4 unidades, vamos obter o número 140. Qual é o número x? EXERCÍCIO COMPLEMENTARES - MATEMÁTICA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ª ETAPA ============================================================================================== 01- Assunto: Equação do º grau.

Leia mais

ASSUNTO: ÂNGULOS e TRIÂNGULOS. 2) A soma de dois ângulos é 140º e um deles vale 1/3 do suplemento do outro. Determine esses ângulos.

ASSUNTO: ÂNGULOS e TRIÂNGULOS. 2) A soma de dois ângulos é 140º e um deles vale 1/3 do suplemento do outro. Determine esses ângulos. ASSUNTO: ÂNGULOS e TRIÂNGULOS 1) Determine: a) O complemento de 47º Resp: 43º b) O suplemento de 12º Resp: 168º c) O replemento de 3º Resp: 357º 2) A soma de dois ângulos é 140º e um deles vale 1/3 do

Leia mais

Av. João Pessoa, 100 Magalhães Laguna / Santa Catarina CEP

Av. João Pessoa, 100 Magalhães Laguna / Santa Catarina CEP Disciplina: Matemática Curso: Ensino Médio Professor(a): Flávio Calônico Júnior Turma: 3ª Série E M E N T A II Trimestre 2013 Conteúdos Programáticos Data 21/maio 28/maio Conteúdo FUNÇÃO MODULAR Interpretação

Leia mais

ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR

ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR Observações. Os pinos do geoplano quadrangular são chamados de pontos. A distância horizontal ou vertical entre dois pontos consecutivos é estabelecida como a unidade

Leia mais

Relembrando: Ângulos, Triângulos e Trigonometria...

Relembrando: Ângulos, Triângulos e Trigonometria... Relembrando: Ângulos, Triângulos e Trigonometria... Este texto é apenas um resumo. Procure estudar esses assuntos em um livro apropriado. Ângulo é a região de um plano delimitada pelo encontro de duas

Leia mais

Semelhança de triângulos

Semelhança de triângulos Semelhança de triângulos As três proposições a seguir estabelecem as condições suficientes usuais para que dois triângulos sejam semelhantes. Por tal razão, as mesmas são conhecidas como os casos de

Leia mais

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 8. Curso de Geometria - Nível 2. Quadriláteros inscritíveis. Prof. Cícero Thiago

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 8. Curso de Geometria - Nível 2. Quadriláteros inscritíveis. Prof. Cícero Thiago Polos Olímpicos de Treinamento urso de Geometria - Nível 2 Prof. ícero Thiago ula 8 Quadriláteros inscritíveis Teorema 1. Um quadrilátero é inscritível se, e somente se, a soma dos ângulos opostos é 180.

Leia mais

MATEMÁTICA BÁSICA II TRIGONOMETRIA Aula 03

MATEMÁTICA BÁSICA II TRIGONOMETRIA Aula 03 UNIVERSIDDE ESTDUL VLE DO CRÚ CENTRO DE CIÊNCIS EXTS E TECNOLOGI CURSO DE LICENCITUR EM MTEMÁTIC MTEMÁTIC ÁSIC II TRIGONOMETRI ula 03 Prof. Márcio Nascimento marcio@matematicauva.org 204. Razões Trigonométricas

Leia mais

RETAS PARALELAS INTERCEPTADAS POR UMA TRANSVERSAL

RETAS PARALELAS INTERCEPTADAS POR UMA TRANSVERSAL GEOMETRIA PLANA MEDIDAS DE ÂNGULOS: Raso, se é igual a 180º; Nulo, se, é igual a 0º; Reto:é igual a 90 ; Agudo: é maior que 0 e menor que 90 ; Obtuso: é maior que 90 e menor que 180. IMPORTANTE: se a soma

Leia mais

Módulo Quadriláteros. Relação de Euler para Quadrilátero. 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda

Módulo Quadriláteros. Relação de Euler para Quadrilátero. 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Módulo Quadriláteros Relação de Euler para Quadrilátero 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Quadriláteros Relação de Euler para Quadriláteros Exercícios de Fixação Exercício 6. No triângulo

Leia mais

3ª Ficha de Trabalho

3ª Ficha de Trabalho SOL SUNÁRI LRTO SMPIO 3ª icha de Trabalho MTMÁTI - 10º no 01/013 1ª. Parte : ( Questões Múltiplas ) 1. O perímetro do retângulo é igual a: ( ) 0 8 ( ) 10 8 ( ) 5 3 10 ( ) 100 15 15 75. diagonal de um quadrado

Leia mais

GEOMETRIA MÉTRICA. As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases.

GEOMETRIA MÉTRICA. As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases. GEOMETRIA MÉTRICA 1- I- PRISMA 1- ELEMENTOS E CLASSIFICAÇÃO Considere o prisma: As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases. BASES

Leia mais

TERCEIRA SÉRIE ENSINO MÉDIO INTEGRADO. PROPRIEDADES DOS QUADRILÁTEROS Prof. Rogério Rodrigues NOME :... NÚMERO :... TURMA :...

TERCEIRA SÉRIE ENSINO MÉDIO INTEGRADO. PROPRIEDADES DOS QUADRILÁTEROS Prof. Rogério Rodrigues NOME :... NÚMERO :... TURMA :... 1 TRIR SÉRI NSINO MÉIO INTGRO PROPRIS OS QURILÁTROS Prof. Rogério Rodrigues NOM :... NÚMRO :... TURM :... 2 IV - QURILÁTROS IV. 1) Quadriláteros Notáveis - lassificação : hamamos de Quadrilátero todo polígono

Leia mais

Lista de exercícios sobre triângulos. (Comitê olímpico)

Lista de exercícios sobre triângulos. (Comitê olímpico) Lista de exercícios sobre triângulos. (Comitê olímpico) 1. (Ufpe) Na figura ilustrada abaixo, os segmentos AB, BC, CD, DE e EA são congruentes. Determine, em graus, a medida do ângulo CAD. 2. (Ufrj) O

Leia mais

Módulo de Geometria Espacial I - Fundamentos. Pontos, Retas e Planos. 3 ano/e.m.

Módulo de Geometria Espacial I - Fundamentos. Pontos, Retas e Planos. 3 ano/e.m. Módulo de Geometria Espacial I - Fundamentos Pontos, Retas e Planos. 3 ano/e.m. Geometria Espacial I - Fundamentos Pontos, Retas e Planos. 1 Exercícios Introdutórios 2 Exercícios de Fixação Exercício 4.

Leia mais

Matemática. 3-3) As diagonais do cubo medem x / ) As diagonais da face do cubo medem 2 y 1/3. Resposta: VFFVV.

Matemática. 3-3) As diagonais do cubo medem x / ) As diagonais da face do cubo medem 2 y 1/3. Resposta: VFFVV. Matemática 01. Seja x a área total da superfície de um cubo, e y, o volume do mesmo cubo. Analise as afirmações a seguir, considerando essas informações. 0-0) Se x = 54 então y = 27. 1-1) 6y = x 3 2-2)

Leia mais

Exercícios de Revisão 1º Ano Ensino Médio Prof. Osmar

Exercícios de Revisão 1º Ano Ensino Médio Prof. Osmar Exercícios de Revisão 1º no Ensino Médio Prof. Osmar 1.- Sendo = { x Z / 0 x 2 } e = { y Z / 0 x 5}. esboce o gráfico da função f : tal que y = 2 x + 1 e dê seu conjunto imagem. 2.- No gráfico abaixo de

Leia mais

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III 0 Dois círculos de centros A e B são tangentes exteriormente e tangenciam interiormente um círculo de centro C. Se AB = cm, AC = 7 cm e BC = 3 cm, então o raio

Leia mais

Teorema de Ceva e Teorema de Menelaus. [ ACD] [ CPD] = [ APB] . Assim, BD FB = K C K A

Teorema de Ceva e Teorema de Menelaus. [ ACD] [ CPD] = [ APB] . Assim, BD FB = K C K A Polos Olímpicos de Treinamento urso de Geometria - Nível 2 Prof. ícero Thiago ula 14 Teorema de eva e Teorema de Menelaus. Teorema 1. (eva) Sejam D, E e F pontos sobre os lados, e, respectivamente, do

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR UFBA FASE 2 Profa. Maria Antônia Conceição Gouveia.

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR UFBA FASE 2 Profa. Maria Antônia Conceição Gouveia. RESOLUÇÃO PROV E MTEMÁTI VESTIBULR UFB-8 - FSE Profa. Maria ntônia onceição Gouveia. Questão. Para estudar o desenvolvimento de um grupo de bactérias, um laboratório realiou uma pesquisa durante 5 semanas.

Leia mais

Inscrição e circunscrição de sólidos geométricos. Esfera e cubo Esfera e cilindro Esfera e cone reto Cilindro e cone reto

Inscrição e circunscrição de sólidos geométricos. Esfera e cubo Esfera e cilindro Esfera e cone reto Cilindro e cone reto Inscrição e circunscrição de sólidos geométricos Esfera e cubo Esfera e cilindro Esfera e cone reto Cilindro e cone reto Introdução Nosso último estudo em Geometria será destinado aos sólidos inscritos

Leia mais

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. Volumes e o Princípio de Cavalieri. 3 ano/e.m.

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. Volumes e o Princípio de Cavalieri. 3 ano/e.m. Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides Volumes e o Princípio de Cavalieri. 3 ano/e.m. Volumes e o Princípio de Cavalieri. Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas

Leia mais

Revisional 3 Bim - MARCELO

Revisional 3 Bim - MARCELO 6º Ano Revisional 3 Bim - MARCELO 1) Represente no papel quatro pontos distintos e, por eles, determine dois segmentos de reta distintos. 2) Observe os segmentos de reta na figura. Escreva quantos são

Leia mais

NOTAÇÕES. R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos

NOTAÇÕES. R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos NOTAÇÕES R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos i : unidade imaginária: i = 1 z : módulo do número z C Re(z) : parte real do número z C Im(z) : parte imaginária do número z C

Leia mais

V = 12 A = 18 F = = 2 V=8 A=12 F= = 2

V = 12 A = 18 F = = 2 V=8 A=12 F= = 2 Por: Belchior, Ismaigna e Jannine Relação de Euler Em todo poliedro convexo é válida a relação seguinte: V - A + F = 2 em que V é o número de vértices, A é o número de arestas e F, o número de faces. Observe

Leia mais

1 SEMELHANÇA EM TRIÂNGULOS RETÂNGULOS DICA DO MINGUADO. Matemática 2 Pedro Paulo. Semelhança entre e :

1 SEMELHANÇA EM TRIÂNGULOS RETÂNGULOS DICA DO MINGUADO. Matemática 2 Pedro Paulo. Semelhança entre e : Matemática 2 Pedro Paulo GEOMETRIA PLANA XIII 1 SEMELHANÇA EM TRIÂNGULOS RETÂNGULOS Seja um triângulo retângulo, com ângulos agudos e. Traçando a altura relativa à hipotenusa, formamos os triângulos retângulos

Leia mais

Aula 09 (material didático produzido por Paula Rigo)

Aula 09 (material didático produzido por Paula Rigo) EMBAP ESCOLA DE MÚSICA E BELAS ARTES DO PARANÁ DISCIPLINA DE DESENHO GEOMÉTRICO E GEOMETRIA DESCRITIVA Profª Eliane Dumke e-mail: eliane.dumke@gmail.com Aula 09 (material didático produzido por Paula Rigo)

Leia mais

MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: Observe os dados do quadro a seguir.

MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: Observe os dados do quadro a seguir. MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: sen x : seno de x cos x : cosseno de x x : módulo de x log x : logaritmo de x na base 10 6. Um

Leia mais

Definição da pirâmide. Seja D uma superfície poligonal contida em um plano α, e V um ponto não pertencente a esse plano.

Definição da pirâmide. Seja D uma superfície poligonal contida em um plano α, e V um ponto não pertencente a esse plano. Unidade 9 - Pirâmide Introdução Definição de pirâmide Denominação de Pirâmides Pirâmide regular Medida da superfície (área) de uma pirâmide regular Volume da pirâmide Introdução A palavra pirâmide, normalmente,

Leia mais

Grupo de exercícios II.2 - Geometria plana- Professor Xanchão

Grupo de exercícios II.2 - Geometria plana- Professor Xanchão Grupo de exercícios II. - Geometria plana- Professor Xanchão 1. (Pucrj 015) A medida da área, em círculo de raio igual a 5 cm é? a) 0 b) 5 c) 5 d) 50 e) 50 cm, de um quadrado que pode ser inscrito em um.

Leia mais

Programa Olímpico de Treinamento. Aula 1. Curso de Geometria - Nível 2. Prof. Rodrigo Pinheiro

Programa Olímpico de Treinamento. Aula 1. Curso de Geometria - Nível 2. Prof. Rodrigo Pinheiro Programa Olímpico de Treinamento urso de Geometria - Nível 2 Prof. Rodrigo Pinheiro ula 1 Introdução Nesta aula, aprenderemos conceitos iniciais de geometria e alguns teoremas básicos que utilizaremos

Leia mais

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR Observações. Os pinos do geoplano quadrangular são chamados de pontos. A distância horizontal ou vertical entre dois pontos consecutivos é estabelecida

Leia mais

Matemática Régis Cortes GEOMETRIA PLANA

Matemática Régis Cortes GEOMETRIA PLANA GEOMETRIA PLANA 1 GEOMETRIA PLANA Congruência: dois segmentos ou ângulos são congruentes quando têm as mesmas medidas.  + Î = 180 graus Ê + Ô = 180 graus  + Ê + Î + Ô = 360 graus Quadrado l A = l 2 d

Leia mais

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Triângulo retângulo é todo triângulo que tem um ângulo reto. O triângulo ABC é retângulo em A e seus elementos são:

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Triângulo retângulo é todo triângulo que tem um ângulo reto. O triângulo ABC é retângulo em A e seus elementos são: TRIÂNGULO RETÂNGULO Triângulo retângulo é todo triângulo que tem um ângulo reto. O triângulo ABC é retângulo em A e seus elementos são: a: hipotenusa b e c: catetos h: altura relativa a hipotenusa m e

Leia mais

AB AC BC. k PQ PR QR GEOMETRIA PLANA CONCEITOS BÁSICOS SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS. Triângulos isósceles

AB AC BC. k PQ PR QR GEOMETRIA PLANA CONCEITOS BÁSICOS SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS. Triângulos isósceles GEOMETRIA PLANA Triângulos isósceles CONCEITOS BÁSICOS Retas paralelas cortadas por uma transversal São aqueles que possuem dois lados iguais. Ligando o vértice A ao ponto médio da base BC, geramos dois

Leia mais

A área construída da bandeirinha APBCD, em cm 2, é igual a: a) b) c) d)

A área construída da bandeirinha APBCD, em cm 2, é igual a: a) b) c) d) 1 Para confeccionar uma bandeirinha de festa junina, utilizou-se um pedaço de papel com 10 cm de largura e 15 cm de comprimento, obedecendo-se às instruções abaixo 1 Dobrar o papel ao meio, Dobrar a ponta

Leia mais

Bissetrizes e suas propriedades.

Bissetrizes e suas propriedades. Semana Olímpica 013 - Prof. ícero Thiago - olégio ETP/SP issetrizes e suas propriedades. Teorema 1. Seja XOY umângulodadoep umpontoemseuinterior. Então, adistância de P a XO é igual à distância de P a

Leia mais