Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Poĺıgonos Regulares. 9 o ano E.F.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Poĺıgonos Regulares. 9 o ano E.F."

Transcrição

1 Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e ossenos, Poĺıgonos Regulares. Relações Métricas em Poĺıgonos Regulares 9 o ano..

2 Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e ossenos, Polígonos Regulares. Relações Métricas em Polígonos Regulares 1 xercícios Introdutórios xercício 4. Observando o triângulo equilátero da figura abaixo, determine a medida do seu lado em função do seu circunraio M. xercício 1. Na figura 1, estabeleça uma relação entre: H M igura 4 M xercício 5. Prove que, num triângulo equilátero, o raio R da circunferência circunscrita é o dobro do raio r da circunferência inscrita. igura 1 a o lado do triângulo equilátero e sua diagonal. b o lado do quadrado e sua diagonal. xercício. Julgue a afirmação abaixo como ou verdadeira ou falsa. Todas as diagonais de um hexágono regular têm medidas iguas. xercício. Na figura, temos o equilátero. Lembrando que o incentro, centro da circunferência inscrita, é o encontro das bissetrizes dos ângulos internos de um triângulo, responda: I igura 5 xercício 6. alcule a medida do lado de um quadrado: a inscrito em uma circunferência de raio 0 cm. I I igura a Se raio da circunferência inscrita (inraio vale 6 cm, qual o valor da medida do lado desse triângulo? b Se raio da circunferência inscrita (inraio vale r, qual o valor da medida do lado do triângulo em função de r? igura 6 b inscrito em uma circunferência de raio R cm. c inscrito em uma circunferência de raio r cm. 1

3 xercício 7. igura 7 No hexágono inscrito da figura 9 determine: b Qual a soma dos ângulos internos do polígono formado pelas marcas? xercício 10. alcule o lado de um triângulo equilátero inscrito em um círculo, sabendo que o lado do hexágono inscrito nesse círculo mede 5 cm. xercício 11. É dado um quadrado de lado a. etermine o raio da circunferência que contém os vértices e e é tangente ao lado. xercício 1. etermine o raio da circunferência circunscrita ao triângulo cujos lados medem 6 cm, 6 cm e 4 cm. xercício 1. Na figura 15, o é um triângulo equilátero e é tanto uma altura do triângulo quanto um diâmetro do círculo. Se = 10cm, determine a área sombreada. igura 9 a a medida do lado para o circunraio igual cm. b a medida do lado em função do circunraio igual a R. xercício 8. No hexágono inscrito da figura 11, determine a medida do lado para o inraio igual a cm. igura 15 xercício 14. Os vértices 1,,..., n pertencem a um polígono regular convexo de n lados que está inscrito em um circunferência. Se o vértice 15 é diametralmente oposto ao vértice 46, qual o valor de n? xercícios de profundamento e de xames H xercício 15. Na figura abaixo, temos um hexágono regular de centro 1 e é o ponto médio de um dos seus lados. Qual a medida de ˆ 1? igura 11 xercícios de ixação 1 xercício 9. partir do meio-dia, João faz, a cada 80 minutos, uma marca na posição do ponteiro das horas do seu relógio. a epois de quanto tempo não será mais necessário fazer novas marcas no relógio?

4 xercício 16. Na figura abaixo, temos dois hexágonos regulares de centros 1 e. Prove que o segmento 1 está contido na mediatriz do segmento igura 18 xercício 17. Na figura 0, temos três hexágonos regulares de centros 1, e. Prove que os pontos,, e são colineares. igura xercício 19. Um dodecágono regular foi inscrito numa circunferência de raio igual a cm. Pergunta-se: a qual a área desse polígono? b qual o valor do lado desse dodecágono regular? xercício 0. Um octógono regular inscrito está numa circunferência de raio igual a 1 cm. Pergunta-se: igura 0 1 a qual a área desse polígono? b qual o valor do lado desse octógono regular? xercício 1. Seja l n a medida do lado de um polígono regular de n lados, inscrito em um círculo de raio R. Qual das afirmações abaixo está correta para todo valor de n? a sen ( = l n n R. ( 180 b sen = l n n R. ( 180 c sen = l n n R. d cos ( = l n n R. ( 60 e sen = l n n R. xercício 18. Na figura, temos oito hexágonos regulares inscritos em circunferências de centros i, i {1,,..., 8}, e raios unitários. Qual a distância de 5 a 8?

5 xercício. Um hexágono é chamado equiângulo quando possui os seis ângulos internos iguais. onsidere o hexágono equiângulo com lados, y, 5, 4, 1 e x, da figura a seguir. etermine os comprimentos x e y desconhecidos.. igura

6 Respostas e Soluções. 1. Uma boa estratégia é construir triângulos, de preferência retângulos, que nos permitam utilizar o Teorema de Pitágoras, as Leis dos Senos ou a Lei dos ossenos. gora, observe a igura 1. H M igura 1 a Sejam = l e M = h. omo é um triângulo equilátero e M é uma altura, segue que M = l. Pelo Teorema de Pitágoras, temos M + M = ( l + h = l h = l l 4 h = l 4 h = l. b No caso do H, temos = = l e a diagonal = d. plicando o Teorema de Pitágoras no triângulo, retângulo em, obteremos. Observe que: + = l + l = d d = l d = l. i todo polígono regular é inscritível, isto é, existe uma circunferência que contém todos os seus vértices; e ii o centro do polígono regular coincide com o circuncentro e com o incentro; onsidere a igura a as duas diagonais traçadas. igura omo a maior corda de uma circunferência é o diâmetro, podemos concluir que > e consequentemente a proposição do problema é falsa.. Sejam I o ponto de encontro das bissetrizes e I a sua projeção em. Teremos que II = 90 e I = I = l. O II, retângulo em I, possui IÂI = 0. gora, utilizando a tg 0 =, temos: a = 6, ou seja, l = 1 cm; l b = r, ou seja, l = r. l 4. Seja M a projeção de M sobre o lado. omo M = 0, segue que M M = cos 0 =. Portanto, como M é ponto médio de, = M = M. 5. Pelo Teorema da issetriz Interna, temos que r l = R l R = r 5. Outro método: Se I é a projeção de I sobre, como I = 0, II = r e I = R/, segue que sen 0 = r R 1 = r R R = r. 5

7 6. a Na figura 8, temos = = 5 cm e Ê = 90. e concluímos assim que o triângulo é equilátero. Portanto, = = = cm. b m virtude da análise anterior, o lado será igual à R. 8. O inraio coincide com altura do triângulo equilátero. igura 8 ssim, pelo Teorema de Pitágoras, obtemos + = = l l = 0 cm. b plicando o método do item anterior + = R + R = l l = R. c Se é a projeção de no lado, temos = = /. Portanto, o lado do quadrado mede r. 7. Na figura 10, temos o ângulo central do hexágono é igual a 60 = H igura 1 Portanto, r =. Substituindo r =, obtemos = cm 9. (xtraído do anco de Questões da OMP 015. a O ponteiro das horas concluirá uma volta completa após 1 60 = 70 minutos e ao longo dela nenhuma marca será repetida. omo 70 é múltiplo de 80, durante esse período são feitas exatamente = marcas no relógio e, além disso, os dois ponteiros voltam às suas posições iniciais. aí, como as próximas marcas serão repetidas, o tempo desejado é 70 minutos. b soma dos ângulos internos de um polígono de 9 lados é 180 (9 = 160. igura Se l e l 6 denotam os lados do triângulo equilátero e do hexágono e R o circunraio, temos l = R e l 6 = R. Se l 6 = 5, temos l = 5 = 15. a O é isósceles pois = = cm. omo Ĝ = 60, os ângulos da base serão iguais a = (xtraído do material do PI. Observe na figura 1 que, a partir das condições do enunciado, foi traçado, pelo centro O da circunferência, o segmento MN perpendicular a. 6

8 igura 1 omo M é médio de temos, no triângulo retângulo OM, O = R, M = a e OM = a R. plicando o Teorema de Pitágoras no triângulo OM, encontramos R = 5a (xtraído do material do PI. Traçamos a altura M que passa pelo centro O da circunferência circunscrita ao triângulo (figura 14. igura 16 omo IH = HJ = 0 e IH = H = HJ, segue que os triângulos HI e HJ são isósceles com ângulo do vértice igual à 10. Se l é o raio do círculo, como a altura do triângulo e o diâmetro do círculo coincidem, l = 10 cm e consequentemente l = 5 cm. ada uma das regiões sombreadas corresponde a área de um setor circular de 10 = π/ subtraída de um triângulo isósceles, ou seja, (π/l l sen 10 = πl l 4 = (4π 1 = 100π 75 4 ( cm Se 15 está oposto a 46, então 1 é diametralmente oposto a. Logo, há 0 vértices entre eles eles em cada metade da circunferência na qual o polígono está inscrito e, portanto, há = 6 lados. 15. onsidere o quadrilátero 1 na figura 17. igura 14 No triângulo retângulo M, pelo Teorema de Pitágoras, temos M = 6 4 = 4. Sendo R o raio da circunferência, aplicando novamente o Teorema de Pitágorna no triângulo OM, temos R = + (4 R. aí, R = (xtraído do anco de Questões da OMP 015. omo é diâmetro, o seu ponto médio H é o centro do círculo. Sejam I e J as outras interseções da circunferência com os lados e. 1 igura 17 Temos 1 ˆ = 60, ˆ = 10 e Ĝ 1 = 90, logo 1 ˆ + ˆ + Ĝ 1 + ˆ 1 = ˆ 1 = 60 ˆ 1 =

9 16. Teorema de Pitágoras, obtemos ( 5 8 = 5 8 = 1 u.c.. ( + e O dodecágono regular inscrito numa circunferência possui ângulo central igual a 0. a onsidere um triângulo isósceles formado pelo centro do círculo e dois vértices consecutivos. omo o raio mede cm e o ângulo entre eles é 0, a área de tal triângulo é S O = sen 0 = 1 cm. igura 19 Os triângulos 1 e são equiláteros de lado. onsequentemente 1 e 1 são congruentes e 1 = 1. aí, 1 é a bissetriz do ângulo 1 do triângulo isósceles 1 e, portanto, também altura. 17. Observe a figura 1 e perceba que ˆ =  = 60. lém disso, ˆ e  são ângulos internos em um hexágono regular e, portanto, medem 10. omo são 1 triângulos congruentes, então a área total do dodecágono é 1 cm. b Vamos utilizar a lei dos cossenos para calcularmos o lado l do dodecágono: l = + cos 0 l = l = ± 8 4. omo l > 0, ficamos com l = 8 4 cm. 0. O octógono regular inscrito numa circunferência possui ângulo central igual a 45. a onsidere um triângulo isósceles formado pelo centro do círculo e dois vértices consecutivos. omo o raio mede 1 cm e o ângulo entre eles é 45, a área de tal triângulo é 1 S O = 1 1 sen 45 = 4 cm. omo são 8 triângulos congruentes, ficaremos com S...H = 8 4 = cm. igura 1 aí, ˆ + ˆ = 180, e consequentemente, e são colineares. nalogamente,, e são colineares. 18. Usando o que foi provado nos problemas 15, 16 e 17, teremos que 5 8 é retângulo em, com catetos medindo 8 = 4 = e 5 =. plicando o b Vamos utilizar a lei dos cossenos para calcularmos o lado l do octógono: l = cos 45 l = l = ±. omo l > 0, ficamos com l = cm. 8

10 1. (xtraído do exame de acesso do PROMT 014 Na figura, o ângulo central do n-ágono é 60 n. igura 5 omo os lados do triângulo XYZ são iguais, temos + y + 5 = = 1 + x +. Logo, x = 6 e y =. igura Sendo O é o centro do polígono, o O é isósceles, pois os lados O e O são raios da circunferência. om isso, a altura M é também bissetriz, e então MÔ = 1 60 = 180. No MO, retângulo em n n M = l ( n 180. Portanto, sen = n na letra. M, o cateto M mede metade do lado do polígono, isto é l n R = l n. Que está R. (xtraído do anco de Questões da OMP 015. omo um hexágono pode ser dividido em 4 triângulos por meio de suas diagonais, a soma de seus ângulos internos é 180 (6 = 70. ado que ele é equiângulo, cada um dos ângulos internos medirá 70 6 = 10. Sabendo disso, ao prolongarmos os lados formaremos, como indicado abaixo, triângulos equiláteros menores externos a três de seus lados e um triângulo equilátero maior XYZ que o conterá. laborado por Tiago Miranda e leber ssis Produzido por rquimedes urso de nsino 9

GEOMETRIA PLANA. 1) (UFRGS) Na figura abaixo, o vértice A do retângulo OABC está a 6 cm do vértice C. O raio do círculo mede

GEOMETRIA PLANA. 1) (UFRGS) Na figura abaixo, o vértice A do retângulo OABC está a 6 cm do vértice C. O raio do círculo mede GEOMETRI PLN 1) (UFRGS) Na figura abaixo, o vértice do retângulo O está a 6 cm do vértice. O raio do círculo mede O (a) 5 cm (b) 6 cm (c) 8 cm (d) 9 cm (e) 10 cm ) (UFRGS) Na figura abaixo, é o centro

Leia mais

Módulo de Plano Cartesiano e Sistemas de Equações. O Plano Cartesiano. Professores: Tiago Miranda e Cleber Assis

Módulo de Plano Cartesiano e Sistemas de Equações. O Plano Cartesiano. Professores: Tiago Miranda e Cleber Assis Módulo de Plano artesiano e Sistemas de Equações O Plano artesiano 7 ano E.F. Professores: Tiago Miranda e leber ssis Plano artesiano e Sistemas de Equações O Plano artesiano Eercícios Introdutórios Eercício.

Leia mais

Aula 9 Triângulos Semelhantes

Aula 9 Triângulos Semelhantes MUL 1 - UL 9 ula 9 Triângulos Semelhantes efinição: ois triângulos são semelhantes se os três ângulos são ordenadamente congruentes e se os lados homólogos são proporcionais. figura mostra dois triângulos

Leia mais

C A r. GABARITO MA13 Geometria I - Avaliação /2. A área de um triângulo ABC será denotada por (ABC).

C A r. GABARITO MA13 Geometria I - Avaliação /2. A área de um triângulo ABC será denotada por (ABC). GRITO 13 Geometria I - valiação 3-01/ área de um triângulo será denotada por (). Questão 1. (pontuação: ) figura abaio mostra as semirretas perpendiculares r e s, três circunferências pequenas cada uma

Leia mais

Aula 10 Semelhança de triângulos

Aula 10 Semelhança de triângulos MÓULO 1 - UL 10 ula 10 Semelhança de triângulos Objetivos Introduzir a noção de semelhança de triângulos eterminar as condições mínimas que permitem dizer que dois triângulos são semelhantes. Introdução

Leia mais

MA13 Geometria I Avaliação

MA13 Geometria I Avaliação 13 eometria I valiação 011 abarito Questão 1 (,0) figura abaixo mostra um triângulo equilátero e suas circunferências inscrita e circunscrita. circunferência menor tem raio 1. alcule a área da região sombreada.

Leia mais

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 16. Curso de Geometria - Nível 2. Pontos Notáveis 2: Incentro. Prof. Cícero Thiago

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 16. Curso de Geometria - Nível 2. Pontos Notáveis 2: Incentro. Prof. Cícero Thiago Polos Olímpicos de Treinamento urso de Geometria - Nível Prof. ícero Thiago ula 16 Pontos Notáveis : ncentro Teorema 1. Seja XOY umângulodadoep umpontoemseuinterior. Então, adistância de P a XO é igual

Leia mais

. Calcule a medida do segmento CD. 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, BC = 13m

. Calcule a medida do segmento CD. 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, BC = 13m 05. No triângulo retângulo da figura ao lado, = 1m, D = 8m e D = 4m. alcule a medida do segmento D. LIST DE EXERÍIOS GEOMETRI PLN PROF. ROGERINHO 1º Ensino Médio Triângulo retângulo, razões trigonométricas,

Leia mais

Geometria Plana. Exterior do ângulo Ô:

Geometria Plana. Exterior do ângulo Ô: Geometria Plana Ângulo é a união de duas semiretas de mesma origem, não sendo colineares. Interior do ângulo Ô: Exterior do ângulo Ô: Dois ângulos são consecutivos se, e somente se, apresentarem um lado

Leia mais

Ortocentro, Reta de Euler e a Circunferência dos 9 pontos

Ortocentro, Reta de Euler e a Circunferência dos 9 pontos Prof. ícero Thiago - cicerothmg@gmail.com rtocentro, Reta de uler e a ircunferência dos 9 pontos Propriedade 1. Seja o centro da circunferência circunscrita ao triângulo acutângulo e seja a projeção de

Leia mais

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA

VESTIBULAR UFPE UFRPE / ª ETAPA VSTIULR UFP UFRP / 1999 2ª TP NOM O LUNO: SOL: SÉRI: TURM: MTMÁTI 2 01. O triângulo da ilustração abaixo é isósceles ( = ) e = = (isto é,, trissectam ): nalise as afirmações: 0-0) Os ângulos, e são congruentes.

Leia mais

CIRCUNFERÊNCIA E CÍRCULO

CIRCUNFERÊNCIA E CÍRCULO IRUNFRÊNI ÍRUL 01 ( FUVST) medida do ângulo ˆ inscrito na circunferência de centro é, em graus, ) 100 ) 110 ) 10 ) 15 35º 0 0 ( U ) bserve a figura. la mostra dois círculos de mesmo raio com centros em

Leia mais

Matemática B Extensivo V. 7

Matemática B Extensivo V. 7 GRITO Matemática Etensivo V. 7 Eercícios ) D ) D ) I. Falso. O diâmetro é dado por. r. cm. II. Verdadeiro. o volume é dado por π. r² π. ² π cm² III. Verdadeiro. (, ) (, ) e assim, ( )² + ( )² r² fica ²

Leia mais

Geometria Plana 03 Prof. Valdir

Geometria Plana 03 Prof. Valdir eometria lana 03 rof. Valdir TS TÁVEIS E U TRIÂUL 1. RIETR É o ponto de equilíbrio ou centro de gravidade do triângulo. baricentro coincide com o ponto de intersecção das medianas do triângulo (na figura

Leia mais

Aula 21 - Baiano GEOMETRIA PLANA

Aula 21 - Baiano GEOMETRIA PLANA Aula 21 - Baiano GEOMETRIA PLANA Definição: Polígono de quatro lados formado por quatro vértices não colineares dois a dois. A D S i = 180º (n 2)= 180º (4 2)= 360º S e = 360º B C d = n. (n - 3) 2 = 4.

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) Propostas de resolução MTEMÁTI - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) Propostas de resolução Exercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. omo a base do prisma é um quadrado, os lados adjacentes são perpendiculares,

Leia mais

Módulo de Geometria Anaĺıtica Parte 2. Circunferência. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis

Módulo de Geometria Anaĺıtica Parte 2. Circunferência. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis Módulo de Geometria Anaĺıtica Parte Circunferência a série E.M. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis Geometria Analítica Parte Circunferência 1 Exercícios Introdutórios Exercício 1. Em cada item abaixo,

Leia mais

Material Teórico - Módulo de Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales. Teorema de Tales - Parte II. Nono Ano do Ensino Fundamental

Material Teórico - Módulo de Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales. Teorema de Tales - Parte II. Nono Ano do Ensino Fundamental Material Teórico - Módulo de Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales Teorema de Tales - Parte II Nono no do Ensino Fundamental Prof. Marcelo Mendes de Oliveira Prof. ntonio aminha Muniz Neto Portal

Leia mais

Geometria plana. Índice. Polígonos. Triângulos. Congruência de triângulos. Semelhança de triângulos. Relações métricas no triângulo retângulo

Geometria plana. Índice. Polígonos. Triângulos. Congruência de triângulos. Semelhança de triângulos. Relações métricas no triângulo retângulo Índice Geometria plana Polígonos Triângulos Congruência de triângulos Semelhança de triângulos Relações métricas no triângulo retângulo Quadriláteros Teorema de Tales Esquadros de madeira www.ser.com.br

Leia mais

Geometria Básica. Bruno Holanda. 12 de novembro de 2011

Geometria Básica. Bruno Holanda. 12 de novembro de 2011 eometria ásica runo Holanda 12 de novembro de 2011 Resumo ste trabalho representa um conjunto de notas de aulas de um curso inicial em eometria uclidiana Plana para alunos do ensino fundamental. principal

Leia mais

Aula 11 Conseqüências da semelhança de

Aula 11 Conseqüências da semelhança de onseqüências da semelhança de triângulos MÓULO 1 - UL 11 ula 11 onseqüências da semelhança de triângulos Objetivos presentar o Teorema de Pitágoras presentar o teorema da bissetriz interna. O Teorema de

Leia mais

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 TEOREMA DE TALES 1. Na figura abaixo as retas r, s e t são (A) 0 (B) 6 (C) 00 (E) 0. Três retas paralelas são cortadas por duas Se AB = cm; BC = 6 cm e XY = 10 cm a medida, em cm, de XZ é: (A) 0 (B) 10

Leia mais

NÍVEL 3. x + 2. x + 1

NÍVEL 3. x + 2. x + 1 009 www.cursoanglo.com.br Treinamento para Olimpíadas de Matemática NÍVL esoluções ULS 6 9 m lasse. Seja H = h a altura relativa a e =, comprimento do lado. esde que os comprimentos dos lados, e, nessa

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) Propostas de resolução MTEMÁTI - 3o ciclo Teorema de Pitágoras (8 o ano) Propostas de resolução Exercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. omo a reta T P é tangente à circunferência no ponto T é perpendicular ao

Leia mais

Exercícios Propostos. Exercício 1: Cinco retas distintas em um plano cortam-se em n pontos. Determine o maior valor que n pode assumir.

Exercícios Propostos. Exercício 1: Cinco retas distintas em um plano cortam-se em n pontos. Determine o maior valor que n pode assumir. Exercícios Propostos Exercício 1: Cinco retas distintas em um plano cortam-se em n pontos. Determine o maior valor que n pode assumir. Exercício 2: As bissetrizes de dois ângulos adjacentes AÔB e BÔC são,

Leia mais

Questões da 1ª avaliação de MA 13 Geometria, 2016

Questões da 1ª avaliação de MA 13 Geometria, 2016 uestões da 1ª avaliação de M 13 Geometria, 26 1. região na figura abaixo representa um lago. Descreva um processo pelo qual será possível medir a distância entre os pontos e (só medição fora do lago é

Leia mais

Circunferência e círculo. Posições relativas de ponto e circunferência. Posições relativas de reta e circunferência

Circunferência e círculo. Posições relativas de ponto e circunferência. Posições relativas de reta e circunferência Circunferência e círculo Circunferência de centro O e raio r é o lugar geométrico dos pontos do plano que estão a uma distância r do ponto O. Observação O conjunto constituído dos pontos de uma circunferência

Leia mais

GABARITO. Matemática D 11) B. Como β = C C = 3β.

GABARITO. Matemática D 11) B. Como β = C C = 3β. GRITO Matemática Semietensivo V. ercícios 0) Logo, = 0 + 0 + 0 = 70 Observe a figura: 9 6 0 X 0 gora considerando os dois relógios: 0) O relógio é uma circunferência, o ponteiro dos minutos leva ora para

Leia mais

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. 3 ano/e.m.

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. 3 ano/e.m. Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides Pirâmide ano/em Pirâmide Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides 1 Exercícios Introdutórios Exercício 1 Determine

Leia mais

Geometria plana. Índice. Polígonos. Triângulos. Congruência de triângulos. Semelhança de triângulos. Relações métricas no triângulo retângulo

Geometria plana. Índice. Polígonos. Triângulos. Congruência de triângulos. Semelhança de triângulos. Relações métricas no triângulo retângulo Índice Geometria plana Polígonos Triângulos Congruência de triângulos Semelhança de triângulos Relações métricas no triângulo retângulo Quadriláteros Teorema de Tales Esquadros de madeira www.ser.com.br

Leia mais

Plano de Aulas. Matemática. Módulo 9 Trigonometria no triângulo retângulo

Plano de Aulas. Matemática. Módulo 9 Trigonometria no triângulo retângulo Plano de ulas Matemática Módulo 9 Trigonometria no triângulo retângulo Resolução dos eercícios propostos Retomada dos conceitos PÍTULO 1 1 Os catetos medem 1 e 16 u.c. e o ilustrar esta situação, nota-se

Leia mais

Ângulos, Triângulos e Quadriláteros. Prof Carlos

Ângulos, Triângulos e Quadriláteros. Prof Carlos Ângulos, Triângulos e Quadriláteros. Prof Carlos RECORDANDO... Ângulos formados por duas retas paralelas cortadas por uma transversal 2 1 3 4 6 5 7 8 Correspondentes: 1 e 5, 2 e 6, 3 e 7, 4 e 8. Alternos

Leia mais

Material Teórico - Módulo Elementos básicos de geometria plana - Parte 3. Quadriláteros Inscritíveis e Circunscritíveis

Material Teórico - Módulo Elementos básicos de geometria plana - Parte 3. Quadriláteros Inscritíveis e Circunscritíveis Material Teórico - Módulo lementos básicos de geometria plana - Parte 3 Quadriláteros Inscritíveis e ircunscritíveis itavo ano do nsino Fundamental utor: Prof. Jocelino Sato evisor: Prof. ntonio aminha

Leia mais

Quadriláteros Inscritíveis II. Nesta aula, trataremos de três teoremas muito utilizados em problemas de quadriláteros inscritíveis.

Quadriláteros Inscritíveis II. Nesta aula, trataremos de três teoremas muito utilizados em problemas de quadriláteros inscritíveis. Programa Olímpico de Treinamento urso de Geometria - Nível 3 Prof. Rodrigo ula 2 Quadriláteros Inscritíveis II Nesta aula, trataremos de três teoremas muito utilizados em problemas de quadriláteros inscritíveis.

Leia mais

Axiomas e Proposições

Axiomas e Proposições Axiomas e Proposições Axiomas: I Incidência I.1 Existem infinitos pontos no plano. I.2 Por dois pontos distintos (ou seja, diferentes) passa uma única reta. I.3 Dada uma reta, existem infinitos pontos

Leia mais

Treino Matemático. 1. Em qual das figuras podes observar um polígono inscrito numa circunferência? (A) (B) (C) (D)

Treino Matemático. 1. Em qual das figuras podes observar um polígono inscrito numa circunferência? (A) (B) (C) (D) Treino Matemático ssunto: ircunferência e círculo. 6º ano Ficha de trabalho 1. Em qual das figuras podes observar um polígono inscrito numa circunferência? () () () (). Na figura sabe-se a reta é tangente

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução MTMÁT - 3o ciclo sometrias (8 o ano) Propostas de resolução xercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. Temos que: a reflexão do ponto relativamente ao eixo r é o ponto a translação do ponto

Leia mais

Triângulos classificação

Triângulos classificação Triângulos classificação Quanto aos ângulos Acutângulo: possui três ângulos agudos. Quanto aos lados Equilátero: três lados de mesma medida. Obs.: os três ângulos internos têm medidas de 60º. Retângulo:

Leia mais

Módulo de Leis dos Senos e dos Cossenos. Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. 1 a série E.M.

Módulo de Leis dos Senos e dos Cossenos. Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. 1 a série E.M. Módulo de Leis dos Senos e dos ossenos Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. a série E.M. Leis dos Senos e dos ossenos Razões trigonométricas no triângulo retângulo. Eercícios Introdutórios Eercício.

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução MTMÁT - 3o ciclo sometrias (8 o ano) Propostas de resolução xercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. omo a reflexão do ponto e eixo é o ponto a imagem do ponto pela translação associada ao

Leia mais

GAD = 180º 75º 60º = 45º

GAD = 180º 75º 60º = 45º 009 www.cursoanglo.com.br Treinamento para Olimpíadas de Matemática NÍVL 3 Resoluções ULS 4 a 6 m lasse. omo e são triângulos eqüiláteros, cada um de seus ângulos internos mede 60º. No triângulo G temos

Leia mais

Circunferência. MA092 Geometria plana e analítica. Interior e exterior. Circunferência e círculo. Francisco A. M. Gomes

Circunferência. MA092 Geometria plana e analítica. Interior e exterior. Circunferência e círculo. Francisco A. M. Gomes Circunferência MA092 Geometria plana e analítica Francisco A. M. Gomes UNICAMP - IMECC Setembro de 2016 A circunferência é o conjunto dos pontos de um plano que estão a uma mesma distância (denominada

Leia mais

MATEMÁTICA 3 GEOMETRIA PLANA Professor Renato Madeira. MÓDULO 5 Quadriláteros

MATEMÁTICA 3 GEOMETRIA PLANA Professor Renato Madeira. MÓDULO 5 Quadriláteros MATEMÁTICA 3 GEOMETRIA PLANA Professor Renato Madeira MÓDULO 5 Quadriláteros Os dois dias mais importantes da sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que você descobre o porquê. (Mark Twain) SUMÁRIO

Leia mais

GEOMETRIA PLANA. Segmentos congruentes: Dois segmentos ou ângulos são congruentes quando têm as mesmas medidas.

GEOMETRIA PLANA. Segmentos congruentes: Dois segmentos ou ângulos são congruentes quando têm as mesmas medidas. PARTE 01 GEOMETRIA PLANA Introdução A Geometria está apoiada sobre alguns postulados, axiomas, definições e teoremas, sendo que essas definições e postulados são usados para demonstrar a validade de cada

Leia mais

Exemplo Aplicando a proporcionalidade existente no Teorema de Tales, determine o valor dos segmentos AB e BC na ilustração a seguir:

Exemplo Aplicando a proporcionalidade existente no Teorema de Tales, determine o valor dos segmentos AB e BC na ilustração a seguir: GEOMETRIA PLANA TEOREMA DE TALES O Teorema de Tales pode ser determinado pela seguinte lei de correspondência: Se duas retas transversais são cortadas por um feixe de retas paralelas, então a razão entre

Leia mais

PREPARATÓRIO PROFMAT/ AULA 8 Geometria

PREPARATÓRIO PROFMAT/ AULA 8 Geometria PREPARATÓRIO PROFMAT/ AULA 8 Geometria QUESTÕES DISCURSIVAS Questão 1. (PROFMAT-2012) As figuras a seguir mostram duas circunferências distintas, com centros C 1 e C 2 que se intersectam nos pontos A e

Leia mais

Aula 11 Polígonos Regulares

Aula 11 Polígonos Regulares MODULO 1 - AULA 11 Aula 11 Polígonos Regulares Na Aula 3, em que apresentamos os polígonos convexos, vimos que um polígono regular é um polígono convexo tal que: a) todos os lados são congruentes entre

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - GEOMETRIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL

BANCO DE QUESTÕES - GEOMETRIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL PROFESSOR: EQUIPE E TEÁTI O E QUESTÕES - GEOETRI - 8º O - ESIO FUETL ============================================================================ 01- Um polígono de 4 lados chama-se: () quadrado. () paralelogramo.

Leia mais

Módulo de Leis dos Senos e dos Cossenos. Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. 1 a série E.M.

Módulo de Leis dos Senos e dos Cossenos. Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. 1 a série E.M. Módulo de Leis dos Senos e dos ossenos Razões Trigonométricas no Triângulo Retângulo. a série E.M. Leis dos Senos e dos ossenos Razões trigonométricas no triângulo retângulo. Eercícios Introdutórios Eercício.

Leia mais

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 17. Curso de Geometria - Nível 2. Pontos Notáveis 3: Circuncentro e Ortocentro. Prof.

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 17. Curso de Geometria - Nível 2. Pontos Notáveis 3: Circuncentro e Ortocentro. Prof. Polos Olímpicos de Treinamento urso de Geometria - Nível 2 Prof. ícero Thiago ula 17 Pontos Notáveis 3: ircuncentro e Ortocentro Teorema 1. Sejam, e P três pontos distintos no plano. Temos que P = P se,

Leia mais

Polígonos PROFESSOR RANILDO LOPES 11.1

Polígonos PROFESSOR RANILDO LOPES 11.1 Polígonos PROFESSOR RANILDO LOPES 11.1 Polígonos Polígono é uma figura geométrica plana e fechada formada apenas por segmentos de reta que não se cruzam no mesmo plano. Exemplos 11.1 Elementos de um polígono

Leia mais

Os problemas em Desenho Geométrico resumem-se em encontrar pontos. E para determinar um ponto basta obter o cruzamento entre duas linhas.

Os problemas em Desenho Geométrico resumem-se em encontrar pontos. E para determinar um ponto basta obter o cruzamento entre duas linhas. 31 4 LUGARES GEOMÉTRICOS Os problemas em Desenho Geométrico resumem-se em encontrar pontos. E para determinar um ponto basta obter o cruzamento entre duas linhas. Definição: Um conjunto de pontos do plano

Leia mais

Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Poĺıgonos Regulares. Lei dos Cossenos e Lei dos Senos. 9 o ano E.F.

Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Poĺıgonos Regulares. Lei dos Cossenos e Lei dos Senos. 9 o ano E.F. Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Poĺıgonos Regulares. Lei dos Cossenos e Lei dos Senos. 9 o ano E.F. Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Polígonos Regulares. Leis dos

Leia mais

Lugares geométricos básicos I

Lugares geométricos básicos I Lugares geométricos básicos I M13 - Unidade 5 Resumo elaborado por Eduardo Wagner baseado no texto:. Caminha M. Neto. Geometria. Coleção PROFMT Definição Lugar Geométrico da propriedade P é o conjunto

Leia mais

Professores: Elson Rodrigues Marcelo Almeida Gabriel Carvalho Paulo Luiz Ramos

Professores: Elson Rodrigues Marcelo Almeida Gabriel Carvalho Paulo Luiz Ramos Definição; Número de diagonais de um polígono convexo; Soma das medidas dos ângulos internos e externos; Polígonos Regulares; Relações Métricas em um polígono regular; Professores: Elson Rodrigues Marcelo

Leia mais

Aula 12 Introdução ao conceito de área

Aula 12 Introdução ao conceito de área MÓULO 1 - UL 1 ula 1 Introdução ao conceito de área Objetivos Introduzir o conceito de área de uma figura plana presentar as fórmulas para o cálculo da área de algumas figuras planas Introdução entre as

Leia mais

Matemática Cada quadrado pequeno ilustrado na figura tem lado 2. Qual é a área do polígono ABCDE?

Matemática Cada quadrado pequeno ilustrado na figura tem lado 2. Qual é a área do polígono ABCDE? Matemática 01. ada quadrado pequeno ilustrado na figura tem lado. Qual é a área do polígono E? E Resposta: 64 O polígono pode ser decomposto no triângulo E e no quadrado E que tem lado 4 + 6. Logo, a área

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo I Aula 04 TRIÂNGULOS Triângulo é um polígono de três lados. É o polígono que possui o menor número de lados. Talvez seja o polígono mais importante

Leia mais

MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON

MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON PROFJWPS@GMAIL.COM DEFINIÇÕES GEOMETRIA PLANA Ponto: Um elemento do espaço que define uma posição. Reta: Conjunto infinito de pontos. Dois pontos são

Leia mais

Propriedades do ortocentro

Propriedades do ortocentro Programa límpico de Treinamento Curso de Geometria - Nível 3 Prof. Rodrigo ula 4 Propriedades do ortocentro ortocentro é o ponto de encontro das três alturas de um triângulo arbitrário. Se o triângulo

Leia mais

Módulo de Círculo Trigonométrico. Relação Fundamental da Trigonometria. 1 a série E.M.

Módulo de Círculo Trigonométrico. Relação Fundamental da Trigonometria. 1 a série E.M. Módulo de Círculo Trigonométrico Relação Fundamental da Trigonometria a série EM Círculo Trigonométrico Relação Fundamental da Trigonometria Exercícios Introdutórios Exercício Se sen x /, determine Exercício

Leia mais

Ficha de Trabalho nº 1

Ficha de Trabalho nº 1 Matemática Nome: Setembro 0 º no Nº Turma: Parte I Escolha Múltipla No triângulo, 5 cm Sabemos ainda que 60 área do triângulo é: e 0 cm () 75 cm () 75 cm () 7, 5 cm () 50 cm No referencial on está representado

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Professor: João Carmo

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Professor: João Carmo INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Professor: João Carmo DEFINIÇÃO Triângulo ou trilátero é um polígono de três lados. Observações: a) O triângulo não possui diagonais;

Leia mais

Semi-Reta: é uma parte da reta limitada por apenas um ponto. É representada como mostra a figura acima.

Semi-Reta: é uma parte da reta limitada por apenas um ponto. É representada como mostra a figura acima. 01. Conceitos Primitivos: Ponto: é representado por uma letra maiúscula do nosso alfabeto. Reta: é representado por uma letra minúscula do nosso alfabeto. Plano: é representado por uma letra grega. 0.

Leia mais

Aula 6 Polígonos. Objetivos. Introduzir o conceito de polígono. Estabelecer alguns resultados sobre paralelogramos.

Aula 6 Polígonos. Objetivos. Introduzir o conceito de polígono. Estabelecer alguns resultados sobre paralelogramos. MÓULO 1 - UL 6 ula 6 Polígonos Objetivos Introduzir o conceito de polígono. Estabelecer alguns resultados sobre paralelogramos. Introdução efinição 14 hamamos de polígono uma figura plana formada por um

Leia mais

Professor: Júnior ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO:

Professor: Júnior ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: TC E MTEMÁTIC 7 a SÉRIE OLÍMPIC ENSINO FUNMENTL CLICK PROFESSOR Professor: Júnior LUNO(): Nº TURM: TURNO: T: / / COLÉGIO: 1. Faça o que se pede: I. Uma tira de papel retangular é dobrada ao longo da linha

Leia mais

Matemática D Superintensivo

Matemática D Superintensivo GRITO Matemática Superintensivo ercícios 01) 03) R Q 60 0 0) Sendo = P Q + Q + R e = 90 + 90 + 60 = 0 R ntão P Q = 0 = 80 e 3 a = 80 = 0 o desenho temos que: a = 90 3 = 30 Portanto, 30 = π π 180 6 0) *

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Circunferência - ângulos e arcos (9 o ano)

MATEMÁTICA - 3o ciclo Circunferência - ângulos e arcos (9 o ano) MTMÁTI - 3o ciclo ircunferência - ângulos e arcos (9 o ano) xercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. Na figura ao lado, estão representados a circunferência de centro no ponto e diâmetro []

Leia mais

POTÊNCIA DE PONTO, EIXO RADICAL, CENTRO RADICAL E APLICAÇÕES Yuri Gomes Lima, Fortaleza - CE

POTÊNCIA DE PONTO, EIXO RADICAL, CENTRO RADICAL E APLICAÇÕES Yuri Gomes Lima, Fortaleza - CE PTÊNI PNT, IX RIL, NTR RIL PLIÇÕS Yuri Gomes Lima, Fortaleza - Nível INTRUÇÃ Muitas vezes na Geometria Plana nos deparamos com problemas em que não temos muitas informações a respeito de ângulos e comprimentos,

Leia mais

Pontos notáveis de um triângulo

Pontos notáveis de um triângulo MÓULO 1 - UL 9 ula 9 ontos notáveis de um triângulo Objetivos presentar os pontos notáveis de um triângulo. stabelecer alguns resultados envolvendo esses elementos. ontos notáveis de um triângulo Nesta

Leia mais

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 4 Professor Marco Costa

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 4 Professor Marco Costa 1 Projeto Jovem Nota 10 1. (Ufscar 2001) Considere o triângulo de vértices A, B, C, representado a seguir. a) Dê a expressão da altura h em função de c (comprimento do lado AB) e do ângulo A (formado pelos

Leia mais

Resoluções NÍVEL 3. Classe

Resoluções NÍVEL 3. Classe 00 www.cursoanglo.com.br Treinamento para Olimpíadas de atemática NÍVL 3 Resoluções ULS 4 6 m lasse. as paralelas traçadas aos bastões pelos pontos,,, e (ver figura) e da propriedade dos ângulos alternos

Leia mais

Matemática GEOMETRIA PLANA. Professor Dudan

Matemática GEOMETRIA PLANA. Professor Dudan Matemática GEOMETRIA PLANA Professor Dudan Ângulos Geometria Plana Ângulo é a região de um plano concebida pelo encontro de duas semirretas que possuem uma origem em comum, chamada vértice do ângulo. A

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 3º ANO

LISTA DE EXERCÍCIOS 3º ANO Questão 0 a) Soma dos ângulos internos de um pentágono: 180 ( 5 ) = 540 Sendo o ângulo FPG = α, temos: α + 90 + 10 + 90 = 360 => α = 60. Como os lados adjacentes ao ângulo α são os lados de quadrados congruentes,

Leia mais

Módulo Quadriláteros. Relação de Euler para Quadriláteros. 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda

Módulo Quadriláteros. Relação de Euler para Quadriláteros. 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Módulo Quadriláteros Relação de Euler para Quadriláteros 9 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Quadriláteros Relação de Euler para Quadriláteros 2 Exercícios de Fixação Exercício 5. Seja

Leia mais

NOÇÕES DE GEOMETRIA PLANA

NOÇÕES DE GEOMETRIA PLANA NOÇÕES DE GEOMETRIA PLANA Polígonos são figuras planas fechadas com lados retos. Todo polígono possui os seguintes elementos: ângulos, vértices, diagonais e lados. Altura de um triângulo é o segmento de

Leia mais

Testes Propostos 15B e 16B: Triângulos e Quadriláteros

Testes Propostos 15B e 16B: Triângulos e Quadriláteros urso de Matemática Testes Propostos 15 e 16: Triângulos e Quadriláteros 01. om três segmentos e comprimentos iguais a 10cm, 12cm e 23cm... é possível apenas formar um triângulo retângulo é possível formar

Leia mais

CAPÍTULO 5 POLÍGONOS. é denominada linha poligonal. A 3 D B A 2 A 4 A 5 A 1. A n-1. A n

CAPÍTULO 5 POLÍGONOS. é denominada linha poligonal. A 3 D B A 2 A 4 A 5 A 1. A n-1. A n PÍTULO 5 POLÍGONOS efinição 5.1: Sejam 1, 2,..., n n pontos coplanares dos quais três quaisquer deles não são colineares. união dos segmentos, 1 2 2 3, 3 4,..., n 1 n é denominada linha poligonal. 3 2

Leia mais

Pontos notáveis de um triângulo

Pontos notáveis de um triângulo Pontos notáveis de um triângulo Sadao Massago Maio de 2010 Sumário 1 onceitos preliminares................................. 1 2 Incentro......................................... 2 3 ircuncentro.......................................

Leia mais

1. Área do triângulo

1. Área do triângulo UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE MATEMÁTICA Geometria Plana II Prof.:

Leia mais

MATEMÁTICA A - 11o Ano Geometria -Trigonometria Propostas de resolução

MATEMÁTICA A - 11o Ano Geometria -Trigonometria Propostas de resolução MTEMÁTI - o no Geometria -Trigonometria ropostas de resolução Eercícios de eames e testes intermédios. bservando que os ângulos e RQ têm a mesma amplitude porque são ângulos de lados paralelos), relativamente

Leia mais

MATEMÁTICA A - 11o Ano Geometria -Trigonometria Propostas de resolução

MATEMÁTICA A - 11o Ano Geometria -Trigonometria Propostas de resolução MTEMÁTI - o no Geometria -Trigonometria ropostas de resolução Eercícios de eames e testes intermédios. bservando que os ângulos e RQ têm a mesma amplitude porque são ângulos de lados paralelos), relativamente

Leia mais

Matemática B Intensivo V. 2

Matemática B Intensivo V. 2 Matemática Intensivo V. Eercícios ) ) C ( ) (5 7) Usando a fórmula do ponto médio: X + X Y + Y C + 5 + 7 6 8 ( ) ERRT: considere (6 ). Temos d () d (C). ssim: ( 6) + ( b ) ( ) + ( 6 b) 9 + b 9 + b b +

Leia mais

Polígonos Regulares. UFPEL-DME Geometria Plana Prof Lisandra Sauer

Polígonos Regulares. UFPEL-DME Geometria Plana Prof Lisandra Sauer Polígonos Regulares UFPEL-DME Geometria Plana Prof Lisandra Sauer Hora da Piadinha Por que um polígono regular foi ao psicólogo? Porque ele é Iso-lado . Polígonos regulares Um polígono é chamado de regular

Leia mais

Módulo Elementos Básicos de Geometria Plana - Parte 3. Quadriláteros Inscritíveis e Circunscritíveis. 8 ano E.F.

Módulo Elementos Básicos de Geometria Plana - Parte 3. Quadriláteros Inscritíveis e Circunscritíveis. 8 ano E.F. Módulo Elementos Básicos de Geometria Plana - Parte 3 Quadriláteros Inscritíveis e Circunscritíveis 8 ano E.F. Professores Cleber Assis e Tiago Miranda Elementos Básicos de Geometria Plana - Parte 3 Quadriláteros

Leia mais

Escola Secundária com 3º ciclo D. Dinis 10º Ano de Matemática A. Módulo Inicial

Escola Secundária com 3º ciclo D. Dinis 10º Ano de Matemática A. Módulo Inicial Escola Secundária com º ciclo D. Dinis 10º no de Matemática TPC nº Entregar no dia de outubro 1. Medidas importantes: 1.1. Considere um quadrado com lado, exprima em função de a medida da diagonal do quadrado.

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Diogo Cão, Vila Real

Agrupamento de Escolas de Diogo Cão, Vila Real grupamento de scolas de iogo ão, Vila Real 2015/2016 MTMÁTI FIH TRLHO Nº 8 º PRÍOO MIO Nome: Nº Turma: 7º ata: 1 Observa o polígono da figura 2. fig. 2 1. 1) Indica o número de ângulos internos. 1. 2)

Leia mais

NOÇÕES DE GEOMETRIA PLANA

NOÇÕES DE GEOMETRIA PLANA NOÇÕES DE GEOMETRIA PLANA Polígonos são figuras planas fechadas com lados retos. Todo polígono possui os seguintes elementos: ângulos, vértices, diagonais e lados. De acordo com o número de lados o polígono

Leia mais

rapazes presentes. Achar a porcentagem das moças que estudam nessa Universidade, em relação ao efetivo da Universidade.

rapazes presentes. Achar a porcentagem das moças que estudam nessa Universidade, em relação ao efetivo da Universidade. 01 Marcar a frase certa: (A) Todo número terminado em 0 é divisível por e por 5. (B) Todo número cuja soma de seus algarismos é 4 ou múltiplo de 4, é divisível por 4 (C) O produto de dois números é igual

Leia mais

UNICAMP Você na elite das universidades! MATEMÁTICA ELITE SEGUNDA FASE

UNICAMP Você na elite das universidades! MATEMÁTICA ELITE SEGUNDA FASE www.elitecampinas.com.br Fone: (19) -71 O ELITE RESOLVE IME 004 PORTUGUÊS/INGLÊS Você na elite das universidades! UNICAMP 004 SEGUNDA FASE MATEMÁTICA www.elitecampinas.com.br Fone: (19) 51-101 O ELITE

Leia mais

Geometria Plana 1 (UEM-2013) Em um dia, em uma determinada região plana, o Sol nasce às 7 horas e se põe às 19 horas. Um observador, nessa região, deseja comparar a altura de determinados objetos com o

Leia mais

GGM Geometria Básica - UFF Lista 4 Profa. Lhaylla Crissaff. 1. Encontre a área de um losango qualquer em função de suas diagonais. = k 2.

GGM Geometria Básica - UFF Lista 4 Profa. Lhaylla Crissaff. 1. Encontre a área de um losango qualquer em função de suas diagonais. = k 2. 1. Encontre a área de um losango qualquer em função de suas diagonais. 2. Se dois triângulos ABC e DEF são semelhantes com razão de semelhança k, mostre que A ABC A DEF = k 2. 3. Na figura 1, ABCD e EF

Leia mais

a) 64. b) 32. c) 16. d) 8. e) 4.

a) 64. b) 32. c) 16. d) 8. e) 4. GEOMETRIA PLANA 1 1) (UFRGS) Observe com atenção o retângulo ABCD, na figura abaixo. Considerando as relações existentes entre as sua dimensões e a diagonal, a área desse retângulo será igual a ) (UFRGS)

Leia mais

MA13 Geometria I Avaliação

MA13 Geometria I Avaliação 13 Geometria I valiação 1 2012 SOLUÇÕS Questão 1. (pontuação: 2) O ponto pertence ao lado do triângulo. Sabe-se que = = e que o ângulo mede 21 o. etermine a medida do ângulo. 21 o omo =, seja = =. O ângulo

Leia mais

Matemática D Semi-Extensivo V. 2

Matemática D Semi-Extensivo V. 2 Matemática D Semi-Etensivo V. Eercícios 0) 0) D 60 60 P y z y y z D 6 P é semelante a DP. 6 z ssim: D + z tg 60º z 6 0) P E 0) D y 0 y + y 00 y 9y + y 00 6 9y + 6y 00 6 y 00 6 y 6 y 8 6 Perímetro: 6 +

Leia mais

GGM Geometria Básica - UFF Lista 4 Profa. Lhaylla Crissaff. 1. Encontre a área de um losango qualquer em função de suas diagonais. = k 2.

GGM Geometria Básica - UFF Lista 4 Profa. Lhaylla Crissaff. 1. Encontre a área de um losango qualquer em função de suas diagonais. = k 2. 1. Encontre a área de um losango qualquer em função de suas diagonais. 2. Se dois triângulos ABC e DEF são semelhantes com razão de semelhança k, mostre que A ABC A DEF = k 2. 3. Na figura 1, ABCD e EF

Leia mais

Lista 5. Geometria, Coleção Profmat, SBM. Problemas selecionados da seção 4.1, pág. 147 em diante.

Lista 5. Geometria, Coleção Profmat, SBM. Problemas selecionados da seção 4.1, pág. 147 em diante. MA13 Exercícios das Unidades 8, 9 e 10 2014 Lista 5 Geometria, Coleção Profmat, SBM. Problemas selecionados da seção 4.1, pág. 147 em diante. 1) As retas r, s e t são paralelas com s entre r e t. As transversais

Leia mais

1. Considere os pontos notáveis de um triângulo, sendo: B Baricentro C Circuncentro I Incentro O Ortocentro

1. Considere os pontos notáveis de um triângulo, sendo: B Baricentro C Circuncentro I Incentro O Ortocentro Lista de Exercícios Geometria Plana - loco I - Pontos notáveis do triângulo 1. Considere os pontos notáveis de um triângulo, sendo: aricentro C Circuncentro I Incentro rtocentro Preencha os parênteses:

Leia mais