Conheça os classificados para a Copa Africana de Nações

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conheça os classificados para a Copa Africana de Nações"

Transcrição

1 Conheça os classificados para a Copa Africana de Nações por Por Dentro da África - domingo, setembro 04, [:pb] UGANDA - Foto - CAF André Carlos Zorzi, Por dentro da África Chegou ao fim o processo de Eliminatórias para a próxima edição da Copa Africana de Nações, que será disputada em Burkina Faso, Uganda, República Democrática do Congo, Costa do Marfim, Tunísia e Togo se juntaram a Camarões, Mali, Marrocos, Egito, Gana, Argélia, Senegal, Zimbábue e Gabão, que já haviam se classificado com antecedência. Vale lembrar que 13 vagas foram destinadas às seleções que lideraram seus grupos, outras duas vagas aos melhores segundos colocados, e, porfim, uma vaga para o Gabão, país-sede. 1 / 13

2 Gabão - Foto - FIFA À exceção da Guiné-Bissau, que conquistou uma histórica vaga inédita no torneio,os países lusófonos não se saíram bem. Moçambique conquistou a vice-liderança de seu grupo, assim como o Cabo Verde, mas foi o pior segundo colocado geral. Os caboverdianos deixaram a classificação escapar ao perder seu último jogo. Angolanos somaram apenas cinco pontos no torneio, e por pouco não seguraram a lanterna de seu grupo. Por fim, São Tomé e Príncipe fez apenas três pontos (extremamente valorosos se considerada a pouca tradição da equipe no esporte). Vale ressaltar a ausência de equipes que vinham em boa fase, como Nigéria, África do Sul, Zâmbia e Cabo Verde da fase final da competição, que começará em janeiro do ano que vem. Além delas, CongoBrazzaville, Guiné-Conacri e Guiné Equatorial, que passaram de fase na última CAN, também estarão ausentes. Os Jogos O grande destaque fica para o retorno de Uganda ao principal torneio do continente, do qual ficou 38 anos ausente. Em sua última participação, em 1978, a equipe foi vice-campeã, perdendo a final para os anfitriões ganeses. Os ugandenses se classificaram graças a uma vitória por 1 x 0, com gol de Farouk Miya, diante de Comores, em Campala, o que lhes garantiu o posto de melhor segundo colocado geral. Na outra partida do Grupo C, a Burkina garantiu a classificação graças a uma vitória em um jogo polêmico, que teve acréscimos de dez minutos no segundo tempo por conta das duas expulsões dos visitantes de Botsuana, e uma dos donos da casa. O gol veio pelos pés de Diawara, somente aos 54 da 2 / 13

3 etapa final, para delírio geral da torcida. No Grupo A, o mais indefinido da qualificação, já que três das equipes ainda tinham chances de classificação, a Tunísia deixou para sacramentar a sua vaga apenas na última rodada, por conta de tropeços diante de Togo e Libéria ao longo da campanha. Golearam os liberianos por 4 x 1, sem sustos, e se garantiram na primeira colocação. Já os togoleses foram os responsáveis pela conquista mais difícil, uma vez que dependiam diretamente de outros cinco resultados, e foram a única equipe a começar a derradeira rodada na 3ª colocação de seu grupo com chances de classificação. A inesperada derrota de Cabo Verde diante da Líbia no sábado já interessava ao país. Na manhã de domingo, a vitória de Uganda forçava que outros quatro resultados ocorressem para a classificação togolesa, todas de jogos simultâneos à sua goleada por 5 x 0 diante do Djibouti: derrota do Benin (perdeu para o Mali por 5 x 2), tropeço da República Centro-Africana (perdeu para a R. D. Do Congo por 4 x 1) e que o jogo entre Tunísia e Libéria não findasse empatado. 3 / 13

4 TOGOxARGÉLIA - Foto - CAF Ao terminar a partida, e tomar ciência dos outros placares, os togoleses fizeram muita festa, e a torcida da casa inclusive invadiu o campo para comemorar. A República Democrática do Congo dependia apenas de um empate para assegurar sua vaga, mas acabou goleando seu adversário, como dito acima. A Guiné Equatorial conseguiu sua primeira vitória no torneio ao golear o Sudão do Sul por 4 x 0, e deixou a lanterna do Grupo C, vencido por Mali, para seu adversário. A Guiné-Bissau, que já estava classificada, perdeu para o Congo-Brazzaville por 1 x 0, fora de casa, enquanto Zâmbia e Quênia empataram por 1 x 1 no outro amistoso de luxo do Grupo E. No Grupo F, a Líbia já eliminada venceu os caboverdianos, que estariam classificados caso tivessem sido vitoriosos. Os já assegurados marroquinos jogaram apenas o suficiente para vencer São Tomé e Príncipe por 2 x 0. 4 / 13

5 NIGÉRIA X TANZÂNIA - Foto - CAF Na única partida do Grupo G, a Nigéria venceu a Tanzânia pelo placar mínimo, obtendo sua primeira vitória válida no torneio, uma vez que, com a desistência do Chade, todos os resultados contra aquela seleção foram invalidados, o que inclusive impossibilitou que o melhor vice-líder viesse deste grupo. O Grupo I também contou apenas com três equipes, já que existia um número ímpar de participantes, com as desistências de Eritreia e Somália, e a ausência do Gabão, como país-sede. A Costa do Marfim recebeu a Serra Leoa, com a vantagem do empate, e a certeza de eliminação em caso de uma derrota. Após sair à frente com gol de Kodijia, levou o empate pelos pés de Kamara na metade do segundo tempo e segurou o placar. Curiosamente, o Gabão foi sorteado neste grupo, e disputou amistosos nas datas oficiais, contra as equipes que folgavam, simulando como se tivessem feito parte das eliminatórias. No total, conquistaram 10 pontos, o que lhes daria a vice-liderança do grupo, perdendo para a Costa do Marfim somente no confronto direto. A equipe conquistou uma virada contra o Sudão por 2 x 1, na casa do adversário, na última partida. 5 / 13

6 NIGERIA - Foto - CAF No Grupo H, Gana não se esforçou muito e apenas empatou com Ruanda por 1 x 1 em Accra. Manjate marcou o gol que deu a vitória ao Moçambique na outra partida, já nos acréscimos de jogo, deixando a equipe na segunda colocação. Com chances baixíssimas de classificação, por conta de seu baixo saldo, a Etiópia venceu Lesoto de virada por 2 x 1 no Grupo J, enquanto a já classificada Argélia não teve dificuldades para golear Seychelles por 6 x 0. O Senegal venceu a Namíbia por 2 x 0 e se consolidou como a única equipe com 100% de aproveitamento das Eliminatórias. Na outra partida do Grupo K, o Níger empatou com o Burundi sem gols. 6 / 13

7 Sarr Sally of Mauritania is challenged by Thamsanqa Gabuza of South Africa during the AFCON Qualifier match between South Africa and Mauritania 02 September 2016 at Mbombela Stadium Pic Sydney Mahlangu/ BackpagePix Já no grupo L, a Suazilândia, que também possuía chances apenas matemáticas de avançar de fase, perdeu para o Malauí, fora de casa, por 1 x 0. O Zimbábue, já classificado, perdeu para a Guiné-Conacri pelo mesmo placar. Por fim, no grupo M, a África do Sul recebeu a Mauritânia, saiu atrás no placar e apenas empatou por 1 x 1, enquanto Camarões não sofreu para bater a Gâmbia por 2 x 0.[:en] 7 / 13

8 UGANDA - Foto - CAF André Carlos Zorzi, Por dentro da África Chegou ao fim o processo de Eliminatórias para a próxima edição da Copa Africana de Nações, que será disputada em Burkina Faso, Uganda, República Democrática do Congo, Costa do Marfim, Tunísia e Togo se juntaram a Camarões, Mali, Marrocos, Egito, Gana, Argélia, Senegal, Zimbábue e Gabão, que já haviam se classificado com antecedência. Vale lembrar que 13 vagas foram destinadas às seleções que lideraram seus grupos, outras duas vagas aos melhores segundos colocados, e, por fim, uma vaga para o Gabão, país-sede. À exceção da Guiné-Bissau, que conquistou uma histórica vaga inédita no torneio (Link: ),os países lusófonos não se saíram bem. Moçambique conquistou a vice-liderança de seu grupo, assim como o Cabo Verde, mas foi o pior segundo colocado geral. Os caboverdianos deixaram a classificação escapar ao perder seu último jogo. Angolanos somaram apenas cinco pontos no torneio, e por pouco não seguraram a lanterna de seu grupo. Por fim, São Tomé e Príncipe fez apenas três pontos (extremamente valorosos se considerada a pouca tradição da equipe no esporte). Vale ressaltar a ausência de equipes que vinham em boa fase, como Nigéria, África do Sul, Zâmbia e Cabo Verde da fase final da competição, que começará em janeiro do ano que vem. Além delas, CongoBrazzaville, Guiné-Conacri e Guiné Equatorial, que passaram de fase na última CAN, também estarão ausentes. Os Jogos 8 / 13

9 UGANDA - Foto - CAF O grande destaque fica para o retorno de Uganda ao principal torneio do continente, do qual ficou 38 anos ausente. Em sua última participação, em 1978, a equipe foi vice-campeã, perdendo a final para os anfitriões ganeses. Os ugandenses se classificaram graças a uma vitória por 1 x 0, com gol de Farouk Miya, diante de Comores, em Campala, o que lhes garantiu o posto de melhor segundo colocado geral. Na outra partida do Grupo C, a Burkina garantiu a classificação graças a uma vitória em um jogo polêmico, que teve acréscimos de dez minutos no segundo tempo por conta das duas expulsões dos visitantes de Botsuana, e uma dos donos da casa. O gol veio pelos pés de Diawara, somente aos 54 da etapa final, para delírio geral da torcida. No Grupo A, o mais indefinido da qualificação, já que três das equipes ainda tinham chances de classificação, a Tunísia deixou para sacramentar a sua vaga apenas na última rodada, por conta de tropeços diante de Togo e Libéria ao longo da campanha. Golearam os liberianos por 4 x 1, sem sustos, e se garantiram na primeira colocação. 9 / 13

10 Já os togoleses foram os responsáveis pela conquista mais difícil, uma vez que dependiam diretamente de outros cinco resultados, e foram a única equipe a começar a derradeira rodada na 3ª colocação de seu grupo com chances de classificação. A inesperada derrota de Cabo Verde diante da Líbia no sábado já interessava ao país. Na manhã de domingo, a vitória de Uganda forçava que outros quatro resultados ocorressem para a classificação togolesa, todas de jogos simultâneos à sua goleada por 5 x 0 diante do Djibouti: derrota do Benin (perdeu para o Mali por 5 x 2), tropeço da República Centro-Africana (perdeu para a R. D. Do Congo por 4 x 1) e que o jogo entre Tunísia e Libéria não findasse empatado. TOGOxARGÉLIA - Foto - CAF Ao terminar a partida, e tomar ciência dos outros placares, os togoleses fizeram muita festa, e a torcida da casa inclusive invadiu o campo para comemorar. A República Democrática do Congo dependia apenas de um empate para assegurar sua vaga, mas acabou goleando seu adversário, como dito acima. A Guiné Equatorial conseguiu sua primeira vitória no torneio ao golear o Sudão do Sul por 4 x 0, e deixou a lanterna do Grupo C, vencido por Mali, para seu adversário. A Guiné-Bissau, que já estava classificada, perdeu para o Congo-Brazzaville por 1 x 0, fora de casa, enquanto Zâmbia e Quênia empataram por 1 x 1 no outro amistoso de luxo do Grupo E. No Grupo F, a Líbia já eliminada venceu os caboverdianos, que estariam classificados caso tivessem sido vitoriosos. Os já assegurados marroquinos jogaram apenas o suficiente para vencer São Tomé e Príncipe por 2 x / 13

11 NIGÉRIA X TANZÂNIA - Foto - CAF Na única partida do Grupo G, a Nigéria venceu a Tanzânia pelo placar mínimo, obtendo sua primeira vitória válida no torneio, uma vez que, com a desistência do Chade, todos os resultados contra aquela seleção foram invalidados, o que inclusive impossibilitou que o melhor vice-líder viesse deste grupo. O Grupo I também contou apenas com três equipes, já que existia um número ímpar de participantes, com as desistências de Eritreia e Somália, e a ausência do Gabão, como país-sede. A Costa do Marfim recebeu a Serra Leoa, com a vantagem do empate, e a certeza de eliminação em caso de uma derrota. Após sair à frente com gol de Kodijia, levou o empate pelos pés de Kamara na metade do segundo tempo e segurou o placar. Curiosamente, o Gabão foi sorteado neste grupo, e disputou amistosos nas datas oficiais, contra as equipes que folgavam, simulando como se tivessem feito parte das eliminatórias. No total, conquistaram 10 pontos, o que lhes daria a vice-liderança do grupo, perdendo para a Costa do Marfim somente no confronto direto. A equipe conquistou uma virada contra o Sudão por 2 x 1, na casa do adversário, na última partida. 11 / 13

12 GANA - Foto - CAF No Grupo H, Gana não se esforçou muito e apenas empatou com Ruanda por 1 x 1 em Accra. Manjate marcou o gol que deu a vitória ao Moçambique na outra partida, já nos acréscimos de jogo, deixando a equipe na segunda colocação. Com chances baixíssimas de classificação, por conta de seu baixo saldo, a Etiópia venceu Lesoto de virada por 2 x 1 no Grupo J, enquanto a já classificada Argélia não teve dificuldades para golear Seychelles por 6 x 0. O Senegal venceu a Namíbia por 2 x 0 e se consolidou como a única equipe com 100% de aproveitamento das Eliminatórias. Na outra partida do Grupo K, o Níger empatou com o Burundi sem gols. 12 / 13

13 Sarr Sally of Mauritania is challenged by Thamsanqa Gabuza of South Africa during the AFCON Qualifier match between South Africa and Mauritania 02 September 2016 at Mbombela Stadium Pic Sydney Mahlangu/ BackpagePix Já no grupo L, a Suazilândia, que também possuía chances apenas matemáticas de avançar de fase, perdeu para o Malauí, fora de casa, por 1 x 0. O Zimbábue, já classificado, perdeu para a Guiné-Conacri pelo mesmo placar. Por fim, no grupo M, a África do Sul recebeu a Mauritânia, saiu atrás no placar e apenas empatou por 1 x 1, enquanto Camarões não sofreu para bater a Gâmbia por 2 x 0. [:] 13 / 13 Powered by TCPDF (www.tcpdf.org)

Membros da MIGA. Agência Multilateral de Garantia de Investimentos. Data de afiliação

Membros da MIGA. Agência Multilateral de Garantia de Investimentos. Data de afiliação Membros da MIGA Agência Multilateral de Garantia de Investimentos Membro Data de afiliação África do Sul 10 de março de 1994 Albânia 15 de outubro de 1991 Alemanha 12 de abril de 1988 Angola 19 de setembro

Leia mais

Banda Larga - Definià à o Tecnica

Banda Larga - Definià à o Tecnica Banda Larga - Definià à o Tecnica O que e Banda Larga? (Broadband) Banda Larga refere-se à telecomunicação que fornece múltiplos canais de dados por cima de um meio de comunicações único, tipicamente usando

Leia mais

Construção do Espaço Africano

Construção do Espaço Africano Construção do Espaço Africano Aula 1 Que imagem você tem quando se fala em África? Pense rápido! O modo como a África é vista ou a imagem que dela nos é dada para consumo constitui uma África dos quatro

Leia mais

Copas do Mundo. Das Eliminatórias ao Título. novera. José Renato Sátiro Santiago Jr. Gustavo Longhi de Carvalho

Copas do Mundo. Das Eliminatórias ao Título. novera. José Renato Sátiro Santiago Jr. Gustavo Longhi de Carvalho Copas do Mundo Das Eliminatórias ao Título José Renato Sátiro Santiago Jr. Gustavo Longhi de Carvalho novera Apresentação 13...Mas a cultura é, sobretudo, um sistema de símbolos que as pessoas criam para

Leia mais

NOMES DE PAÌSES EM PORTUGUÊS. Lista da ONU

NOMES DE PAÌSES EM PORTUGUÊS. Lista da ONU NOMES DE PAÌSES EM PORTUGUÊS Lista da ONU Países-membros das Nações Unidas Segue-se a lista dos 192 países-membros das Nações Unidas, de acordo com a ordem alfabética de seus nomes em português, com as

Leia mais

Africanidades: alguns aspectos da História Africana dos Negros no Brasil

Africanidades: alguns aspectos da História Africana dos Negros no Brasil Africanidades: alguns aspectos da História Africana dos Negros no Brasil, travessia dos escravizados e o constrangimento de seres humanos à condição de objetos Africanidades: alguns aspectos da História

Leia mais

Aumenta o número de países democráticos na África

Aumenta o número de países democráticos na África Planejamento Aumenta o número de países democráticos na África Em dez anos, subiu de 11 para 48 o número de países africanos democráticos. Esse avanço fez com que alguns países começassem a atuar com maior

Leia mais

Nome: N.º: telefone: PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM Disciplina:

Nome: N.º: telefone:   PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM Disciplina: Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2015 Disciplina: MateMática Prova: desafio nota: QUESTÃO 11 Reutilizando embalagens que provavelmente iriam para o lio,

Leia mais

Política de Escopo Geográfico de Certificação de Produtor para o Comércio Justo Fairtrade

Política de Escopo Geográfico de Certificação de Produtor para o Comércio Justo Fairtrade Política de Escopo Geográfico de Certificação de Produtor para o Comércio Justo Fairtrade 19.01.2015 Objetivo O objetivo do escopo geográfico da Fairtrade International é determinar em quais países as

Leia mais

Voltagens e Configurações de Tomadas

Voltagens e Configurações de Tomadas Afeganistão C, D, F 240 V África Central C, E 220 V África do Sul C, M, 230 V Albânia C, F, L 230 V Alemanha C, F 230 V American Samoa A, B, F, I 120 V Andorra C, F 230 V Angola C 220 V Anguilla A, B 110

Leia mais

Organização Regional da qual faz parte Estados Membros

Organização Regional da qual faz parte Estados Membros Sistema AFRICANO INTERAMERICANO EUROPEU Organização Regional da qual faz parte Estados Membros Organização da Unidade Africana (OUA) (54) África do Sul, Angola, Argélia, Benim, Botswana, Burkina Faso,

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 07/12/2016) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 07/12/2016) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Desenvolvimento financeiro e crescimento sustentado. Perspetivas Económicas Regionais para a África Subsariana. Abril de 2016

Desenvolvimento financeiro e crescimento sustentado. Perspetivas Económicas Regionais para a África Subsariana. Abril de 2016 Desenvolvimento financeiro e crescimento sustentado Perspetivas Económicas Regionais para a África Subsariana Abril de 2016 Perguntas essenciais 1. Como o setor financeiro da África Subsariana desenvolveu-se

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 08/04/2016) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 08/04/2016) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE A ELEIÇÃO DOS DEZ (10) MEMBROS DO CONSELHO DE PAZ E SEGURANÇA DA UNIÃO AFRICANA

RELATÓRIO SOBRE A ELEIÇÃO DOS DEZ (10) MEMBROS DO CONSELHO DE PAZ E SEGURANÇA DA UNIÃO AFRICANA AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis-Abeba (ETHIOPIE) P. O. Box 3243 Téléphone (251-11) 5517 700 Fax : 551 78 44 Website : www.africa-union.org CONSELHO EXECUTIVO Décima Segunda Sessão Ordinária

Leia mais

Níveis de Desenvolvimento Global (Extremos da Distribuição dos Países - 10/10)

Níveis de Desenvolvimento Global (Extremos da Distribuição dos Países - 10/10) Níveis de Desenvolvimento Global (Extremos da Distribuição dos Países - 10/10) IDH País Pontuação Esperança de vida (anos) Média de anos de Anos de esperados RNBpc PPC em USD 2008 Posição no RNBpc menos

Leia mais

[:pb]veja o que esperar da Copa Africana de Nações 2017[:]

[:pb]veja o que esperar da Copa Africana de Nações 2017[:] [:pb]veja o que esperar da Copa Africana de Nações 2017[:] por Por Dentro da África - sábado, janeiro 14, 2017 http://www.pordentrodaafrica.com/esporte/veja-o-que-esperar-da-copa-africana-de-nacoes-2017

Leia mais

Fazendo Negócios em Cabo Verde

Fazendo Negócios em Cabo Verde Fazendo Negócios em Cabo Verde Svetlana Bagaudinova Especialista Sênior em Desenvolvimento do Sector Privado Leonardo Iacovone Economista Cabo Verde November 23-24, 2010 1 O que mede o Doing Business?

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso das

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso das Resolução nº 1.818, de 19 de setembro de 2009. Altera o valor das diárias definidos pela Resolução nº 1.745, de 26 de janeiro de 2005, e dispõe sobre demais assuntos. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no

Leia mais

DDI VIA EMBRATEL Relação de países e seus respectivos códigos de acesso

DDI VIA EMBRATEL Relação de países e seus respectivos códigos de acesso PAIS CODIGO ACESSO DDI AFEGANISTAO 93 N AFRICA DO SUL 27 S ALASCA 1 S ALBANIA 355 S ALEMANHA 49 S ANDORRA 376 S ANGOLA 244 S ANGUILLA 1 S ANT.HOLANDESAS 599 S ANTIGUA 1 S ARABIA SAUDITA 966 S ARGELIA 213

Leia mais

A DEMOGRAFIA E AS LEIS FUNDAMENTAIS DA ECONOMIA NÃO RESPEITAM A CONSTITUIÇÃO NENHUMA CONSTITUIÇÃO

A DEMOGRAFIA E AS LEIS FUNDAMENTAIS DA ECONOMIA NÃO RESPEITAM A CONSTITUIÇÃO NENHUMA CONSTITUIÇÃO Envelhecimento Populacional e seus impactos sobre a Previdência e considerações sobre incentivos (regras) e seus impactos nos gastos, na poupança e na produtividade Paulo Tafner INTITUTO TEOTONIO VILLELA

Leia mais

África e Oriente Médio Perspectivas para 2013

África e Oriente Médio Perspectivas para 2013 África e Oriente Médio Perspectivas para 13 Janeiro - 13 Resumo Executivo As economias do Oriente Médio, Norte da África e África Subsaariana vêm apresentando um desempenho bastante favorável desde o começo

Leia mais

Telefone. operador. 1,70 1,70 Grátis Grátis Grátis Grátis Qualquer montante Permanentes

Telefone. operador. 1,70 1,70 Grátis Grátis Grátis Grátis Qualquer montante Permanentes Entrada em vigor: 01out2016 5.1. Ordens de transferência C/ operador Telefone S/ Internet e Mobile ATM Maq. Rede Interna 1. Transferências Internas / Nacionais Emitidas em euros 1.1 Para conta domiciliada

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJC - POLÍCIA FEDERAL SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO Brasília

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJC - POLÍCIA FEDERAL SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO Brasília SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJC - POLÍCIA FEDERAL SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO Brasília Mensagem eletrônica n. º 206/2016-SIC/DIREX/PF Prezada Senhora, 1. Trata-se de requerimento de informação protocolado

Leia mais

16 de maio de Gráfico 1 Total das Exportações Brasileiras /2001(f.o.b.)*

16 de maio de Gráfico 1 Total das Exportações Brasileiras /2001(f.o.b.)* 16 de maio de 22 As exportações brasileiras têm crescido substancialmente desde 1981 com diversificação observada no período de 1995 a 2. Baseado em dados anuais obtidos da aliceweb (http://aliceweb.desenvolvimento.gov.br/default.asp),

Leia mais

A fiscalização legislativa orçamental e consequências na qualidade da democracia e governação actores objectivos e percepções

A fiscalização legislativa orçamental e consequências na qualidade da democracia e governação actores objectivos e percepções A fiscalização legislativa orçamental e consequências na qualidade da democracia e governação actores objectivos e percepções Elisabete Azevedo-Harman (PhD) Especialista Parlamentar Senior/ Pro PALOP TL

Leia mais

Parceria global quer erradicar o casamento precoce na África

Parceria global quer erradicar o casamento precoce na África Parceria global quer erradicar o casamento precoce na África por Por Dentro da África - segunda-feira, novembro 09, 2015 http://www.pordentrodaafrica.com/cultura/parceria-global-quer-erradicar-o-casamento-precoce-na-africa

Leia mais

Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana

Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana Temos uma abordagem singular

Leia mais

Relatório sobre o Desenvolvimento Humano 2002

Relatório sobre o Desenvolvimento Humano 2002 a Página da Educação www.apagina.pt Relatório sobre o Desenvolvimento Humano 2002 O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) acaba de publicar o seu Relatório sobre o Desenvolvimento Humano

Leia mais

Desafios e oportunidades da Graduação de PMA: O PNUD como Parceiro Estratégico no Processo de Graduação

Desafios e oportunidades da Graduação de PMA: O PNUD como Parceiro Estratégico no Processo de Graduação Desafios e oportunidades da Graduação de PMA: O PNUD como Parceiro Estratégico no Processo de Graduação Prof. Dr. Ayodele Odusola Economista-Chefe e Chefe da Equipa de Estratégia e Análise Escritório Regional

Leia mais

DOU 04/10/1995. Art. 1 Os arts. 2, 6 e 13 do Decreto n 343, de 19 de novembro de 1991, passam a vigorar com as seguinte redação:

DOU 04/10/1995. Art. 1 Os arts. 2, 6 e 13 do Decreto n 343, de 19 de novembro de 1991, passam a vigorar com as seguinte redação: DECRETO Nº 1.656, DE 03 DE OUTUBRO DE 1995. (Obs.: Os artigos 2º ao 5º e os anexos deste Decreto foram revogados pelo Decreto nº 3.643, de 29 de outubro de 2000.) DOU 04/10/1995 Dá nova redação aos Artigos

Leia mais

AMNISTIA INTERNACIONAL. LISTA DOS PAÍSES ABOLICIONISTAS E RETENCIONISTAS (31 de Dezembro de 2008) Embargado para 24 de Março de 2009

AMNISTIA INTERNACIONAL. LISTA DOS PAÍSES ABOLICIONISTAS E RETENCIONISTAS (31 de Dezembro de 2008) Embargado para 24 de Março de 2009 Embargado para 24 de Março de 2009 Público AMNISTIA INTERNACIONAL LISTA DOS PAÍSES ABOLICIONISTAS E RETENCIONISTAS (31 de Dezembro de 2008) 24 de Março de 2009 ACT 50/002/2009 SECRETARIADO INTERNACIONAL,

Leia mais

Conheça as seleções africanas que participarão da Copa 2014

Conheça as seleções africanas que participarão da Copa 2014 Conheça as seleções africanas que participarão da Copa 2014 por Por Dentro da África - segunda-feira, junho 09, 2014 http://www.pordentrodaafrica.com/esporte/conheca-as-selecoes-africanas-que-participarao-da-copa-2014

Leia mais

2015 ÍNDICE DE PROGRESSO SOCIAL

2015 ÍNDICE DE PROGRESSO SOCIAL 2015 ÍNDICE DE PROGRESSO SOCIAL O QUE É O ÍNDICE DE PROGRESSO SOCIAL? Substituir pela versão em português 2 POR QUE USAR O ÍNDICE DE PROGRESSO SOCIAL? Substituir pela versão em português 3 DEFINIÇÃO DE

Leia mais

Edital n. 07/2016 SRI Para concessão de apoio à participação de Docentes da UFRN em atividades docentes no exterior A Secretaria de Relações

Edital n. 07/2016 SRI Para concessão de apoio à participação de Docentes da UFRN em atividades docentes no exterior A Secretaria de Relações Edital n. 07/2016 SRI Para concessão de apoio à participação de Docentes da UFRN em atividades docentes no exterior A Secretaria de Relações Internacionais e Interinstitucionais da Universidade Federal

Leia mais

Nós, Chefes de Estado e de Governo dos Estados Membros da Organização da Unidade Africana (OUA);

Nós, Chefes de Estado e de Governo dos Estados Membros da Organização da Unidade Africana (OUA); ACTO CONSTITUTIVO DA UNIÃO AFRICANA Nós, Chefes de Estado e de Governo dos Estados Membros da Organização da Unidade Africana (OUA); 1. Presidente da República Popular e Democrática da Argélia 2. Presidente

Leia mais

Declaração de Ouagadougou sobre Cuidados de Saúde Primários e Sistemas de Saúde em África: Melhorar a Saúde em África no Novo Milénio

Declaração de Ouagadougou sobre Cuidados de Saúde Primários e Sistemas de Saúde em África: Melhorar a Saúde em África no Novo Milénio Declaração de Ouagadougou sobre Cuidados de Saúde Primários e Sistemas de Saúde em África: Melhorar a Saúde em África no Novo Milénio Uma declaração dos Estados-Membros da Região Africana da OMS Organização

Leia mais

Anexo estatístico do desenvolvimento humano

Anexo estatístico do desenvolvimento humano Anexo Estatístico Anexo estatístico do desenvolvimento humano Guia do leitor 129 Legenda dos países e classificações do IDH, 2011 132 Tabelas estatísticas 133 Notas técnicas Cálculo dos índices de desenvolvimento

Leia mais

Preçário UNICAMBIO - AGENCIA DE CAMBIOS, SA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 05-set-2016

Preçário UNICAMBIO - AGENCIA DE CAMBIOS, SA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 05-set-2016 Preçário UNICAMBIO AGENCIA DE CAMBIOS, SA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 05set2016 O Preçário completo [Unicâmbio Agência de Câmbios. S.A], contém

Leia mais

Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO N o 3.643, DE 26 DE OUTUBRO DE 2000. Dispõe sobre diárias do pessoal civil da Administração Pública Federal direta, indireta e fundacional,

Leia mais

Embaixadas do Brasil no Mundo - Alemanha

Embaixadas do Brasil no Mundo - Alemanha 1. edestinos.com.br 2. Dicas de viagem Última atualização: 30.09.2016 Passagens aéreas Bagagem Check-in e serviço de bordo Como reservar passagens aéreas Saúde durante a viagem FAQ Passageiras grávidas

Leia mais

Boletim Informativo VOLEIBOL MASCULINO

Boletim Informativo VOLEIBOL MASCULINO Boletim Informativo VOLEIBOL MASCULINO Blumenau / Pomerode 2016 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO VOLEIBOL MASCULINO EMPRESAS

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL. 62ª Sessão do Comité Executivo da União Parlamentar Africana RELATÓRIO

REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL. 62ª Sessão do Comité Executivo da União Parlamentar Africana RELATÓRIO REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL 62ª Sessão do Comité Executivo da União Parlamentar Africana RELATÓRIO INTRODUÇÃO Em obediência ao despacho de missão número 0164/03/GPAN/2013, exarado por Sua Excelência

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LONGA DISTÂNCIA INTERNACIONAL

CONTRATO DE ADESÃO PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LONGA DISTÂNCIA INTERNACIONAL CONTRATO DE ADESÃO PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LONGA DISTÂNCIA INTERNACIONAL A INTELIG TELECOMUNICAÇÕES LTDA., com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 486, DE 30 DE SETEMBRO DE 2016

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 486, DE 30 DE SETEMBRO DE 2016 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 486, DE 30 DE SETEMBRO DE 2016 Dispõe sobre o pagamento de Diárias Nacionais e Internacionais, de Adicional de Deslocamento, de Indenização de Deslocamento e Alimentação, de

Leia mais

Torneio de Futebol Suíço dos Moveleiros 2016

Torneio de Futebol Suíço dos Moveleiros 2016 Torneio de Futebol Suíço dos Moveleiros 2016 8 equipes participantes FA CD FA Bordados Martinucci do Brasil Nipponflex Nipponflex B Persianas D Lux Persianas Requinte TN Móveis Sorteio dos jogos No domingo,

Leia mais

SUMÁRIO. Prefácio Introdução... 13

SUMÁRIO. Prefácio Introdução... 13 SUMÁRIO Prefácio... 11 Introdução... 13 1 O OLHAR IMPERIAL E A INVENÇÃO DA ÁFRICA... 17 A África inventada... 17 Repensando o continente africano... 23 África: um continente em movimento... 33 2 O PROCESSO

Leia mais

ATIVIDADE Nº 23 SITE PADOGEO.COM/8ºANOS EXERCÍCIOS 2 - CONTINENTE AFRICANO - POPULAÇÃO. A sua pontuação é 100%. Resposta Correta Verificar

ATIVIDADE Nº 23 SITE PADOGEO.COM/8ºANOS EXERCÍCIOS 2 - CONTINENTE AFRICANO - POPULAÇÃO. A sua pontuação é 100%. Resposta Correta Verificar ATIVIDADE º 23 SITE PADOGEO.COM/8ºAOS EXERCÍCIOS 2 - COTIETE AFRICAO - POPULAÇÃO Resposta Correta Analise as frases se Verdadeiras ou Falsas a partir do texto "E a população africana? Como está distribuída?"

Leia mais

Bases Sólidas: S Alfabetização para a vida. Destaques do Relatório EPT 2006

Bases Sólidas: S Alfabetização para a vida. Destaques do Relatório EPT 2006 Bases Sólidas: S Alfabetização para a vida Destaques do Relatório EPT 2006 A alfabetização é: Um direito que ainda é negado; Essencial para atingir a Educação para todos; Fenómeno social e individual;

Leia mais

Trabalho de Geografia

Trabalho de Geografia INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO CRISTO REDENTOR Trabalho de Geografia Nomes: Acsiel, Cristian, Tiago, Volmir Nºs: 01,08,21,22 Cândido Godói, 17 de março de 2014 Introdução A África é um continente com,

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O N.º 007, DE 08 DE JUNHO DE 2009

R E S O L U Ç Ã O N.º 007, DE 08 DE JUNHO DE 2009 R E S O L U Ç Ã O N.º 007, DE 08 DE JUNHO DE 2009 Normatiza critérios e define procedimentos relativos a autorização de viagem, ao adiantamento de numerário e à prestação de contas com deslocamento à serviço

Leia mais

Os Imperialismos. Prof. Thiago História 1 Aula 35

Os Imperialismos. Prof. Thiago História 1 Aula 35 Os Imperialismos Prof. Thiago História 1 Aula 35 TECNOLOGIA x TRABALHADORES DIMINUIÇÃO DO CUSTO MENOR Nº DE TRABALHADORES MENOS CONSUMO 1ª GRANDE DEPRESSÃO DO CAPITALISMO SOLUÇÕES PARA CRISE A) Concentração

Leia mais

PEP/2012 6ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA

PEP/2012 6ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA PEP/2012 6ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1 HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Estudar o declínio dos Impérios Inglês, Português e Francês na África (1945-1975), concluindo sobre o processo

Leia mais

Unidade 4 O mundo contemporâneo

Unidade 4 O mundo contemporâneo Sugestões de atividades Unidade 4 O mundo contemporâneo 9 HISTÓRIA Globalização 1. Leia o texto a seguir e responda às questões. As pessoas se alimentam, se vestem, moram, são transportadas, se comunicam,

Leia mais

8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY 2016

8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY 2016 8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY 2016 REGULAMENTO GERAL I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 01 - Este regulamento é o conjunto das disposições preliminares que regem a 8ª LIGA INTERNA DE FUTEBOL SOCIETY

Leia mais

A mesma equipe que mostrou frieza para ganhar o Sul-Americano Sub-20 em pleno

A mesma equipe que mostrou frieza para ganhar o Sul-Americano Sub-20 em pleno Brasil 100%, Argentina eliminada... A primeira fase do Mundial Sub-20 Seleção brasileira se une a Alemanha e Portugal como equipes que venceram os três jogos, enquanto Albiceleste dá vexame. Confira resumo

Leia mais

Confronto final: Bonsucesso x Peirópolis

Confronto final: Bonsucesso x Peirópolis Confronto final: x Maior campeão ou primeiro título? O é o papa-títulos das temporadas recentes. Nas últimas dez finais, esteve em oito, e foi campeão em cinco delas. Busca o nono título para a galeria.

Leia mais

13 e 14 de novembro de Universidade Federal do Espírito Santo

13 e 14 de novembro de Universidade Federal do Espírito Santo 1 I Feira Literária Brasil-África (FLIBAV) - Feira Literária Brasil-África Vitória, Espírito Santo 13 e 14 de novembro de 2013 Universidade Federal do Espírito Santo Vertentes da literatura contra hegemônica

Leia mais

SISTEMA DEDISPUTAS. Para esta etapa, cada duas microrregiões formarão uma região, que terá uma sede onde ocorrerão as disputas:

SISTEMA DEDISPUTAS. Para esta etapa, cada duas microrregiões formarão uma região, que terá uma sede onde ocorrerão as disputas: 1 - CRITÉRIOS PARA CLASSIFICAÇÃO O XXIII JIMI será disputado em 03 (três) etapas: SISTEMA DEDISPUTAS 1.1-1ª ETAPA - JOGOS MICRORREGIONAIS Esta etapa será realizada em duas datas sendo: 1ª data Microrregionais

Leia mais

Principais Descobertas e Recomendações

Principais Descobertas e Recomendações Principais Descobertas e Recomendações A Pesquisa do Orçamento Aberto 2008, uma avaliação compreensiva da transparência orçamentária em 85 países, revela que o estado da transparência orçamentária ao redor

Leia mais

A sua capacidade jurídica e o estatuto internacional da organização são reconhecidos por um acordo de sede celebrado com o Conselho Federal Suíço.

A sua capacidade jurídica e o estatuto internacional da organização são reconhecidos por um acordo de sede celebrado com o Conselho Federal Suíço. UNIÃO INTERPARLAMENTAR A União Interparlamentar foi criada em 1894 mas as suas origens remontam a 1889, quando, por iniciativa do Reino Unido e da França, se celebrou a primeira Conferência Interparlamentar

Leia mais

Declaração de Sharm El Sheikh de Lançamento da Zona de Comércio Livre Tripartida da COMESA-EAC-SADC

Declaração de Sharm El Sheikh de Lançamento da Zona de Comércio Livre Tripartida da COMESA-EAC-SADC Declaração de Sharm El Sheikh de Lançamento da Zona de Comércio Livre Tripartida da COMESA-EAC-SADC 1 DECLARAÇÃO PREÂMBULO NÓS, os Chefes de Estado e de Governo ou os Representantes devidamente Autorizados

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo IV O Socialismo no Mundo Contemporâneo. Aula 4 O Socialismo Depois da Queda do Muro de Berlim

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo IV O Socialismo no Mundo Contemporâneo. Aula 4 O Socialismo Depois da Queda do Muro de Berlim LINHA DO TEMPO Módulo IV O Socialismo no Mundo Contemporâneo Aula 4 O Socialismo Depois da Queda do Muro de Berlim Antecedentes: O Socialismo Depois da Terceira Internacional O Socialismo no Terceiro Mundo

Leia mais

African Economic Outlook 2005/2006. Perspectivas Econômicas da África 2005/2006. Sumário. Summary in Portuguese. Sumário em Português

African Economic Outlook 2005/2006. Perspectivas Econômicas da África 2005/2006. Sumário. Summary in Portuguese. Sumário em Português [ African Economic Outlook 2005/2006 Summary in Portuguese Perspectivas Econômicas da África 2005/2006 Sumário em Português Sumário Os 30 países analisados nesta quinta edição das Perspectivas Econômicas

Leia mais

Pontos essenciais. Fundamento e contexto

Pontos essenciais. Fundamento e contexto Resumo Em 2006, os casos de paludismo estavam avaliados em 247 milhões entre 3,3 biliões de pessoas a risco, causando quase um milhão de mortes, na sua maioria crianças menores de 5 anos. Em 2008, havia

Leia mais

GUIA PRÁTICO. Quadro Integrado Reforçado (QIR) para o Desenvolvimento do Comércio nos Países Menos Avançados

GUIA PRÁTICO. Quadro Integrado Reforçado (QIR) para o Desenvolvimento do Comércio nos Países Menos Avançados GUIA PRÁTICO Quadro Integrado Reforçado (QIR) para o Desenvolvimento do Comércio nos Países Menos Avançados Onde trabalhamos Países : Afeganistão Angola Bangladeche Benim Burquina Faso Burundi Butão Cabo

Leia mais

A CONQUISTA DA AMÉRICA O ano de 2015 foi de reestruturação para a Ferroviária/Fundesport.

A CONQUISTA DA AMÉRICA O ano de 2015 foi de reestruturação para a Ferroviária/Fundesport. 1 TÍTULOS Tetê Viviani A CONQUISTA DA AMÉRICA O ano de 2015 foi de reestruturação para a Ferroviária/Fundesport. Logo no início da temporada, o time perdeu parte do vitorioso elenco de 2014: 10 atletas

Leia mais

IX-5 Lista de Consulado Geral e Embaixadas em Kansai

IX-5 Lista de Consulado Geral e Embaixadas em Kansai IX-5 Lista de Consulado Geral e s em Kansai 1. Consulado Geral, e consulado em Kansai Consulado Geral Endereço Telefone Australia Ed. Twin 21 MID Tower 16º andar, 06-6941-9271 Consulado Geral da Austrália

Leia mais

TABELA INTERNACIONAL DE DESTINOS TABELA PADRÃO SP

TABELA INTERNACIONAL DE DESTINOS TABELA PADRÃO SP Afeganistão R$ 0,64 Bangladesh, Chittagong R$ 1,41 Catar R$ 0,97 África do Sul R$ 0,64 Bangladesh, Dhaka R$ 1,41 Cazaquistão R$ 0,64 África do Sul Celular R$ 1,30 Bangladesh, Sylhet R$ 1,41 Chad R$ 4,26

Leia mais

Visa Application Form with two photos (Impresso para pedido de visto com duas fotos) Last Name Apelido First Name Primeiro Nome

Visa Application Form with two photos (Impresso para pedido de visto com duas fotos) Last Name Apelido First Name Primeiro Nome Visa Form Part A - Parte A Visa Application Form with two photos (Impresso para pedido de visto com duas fotos) TO BE FILLED BY ALL APPLICANTS FOR VISA, TYPE WRITTEN OR CAPITAL LETTERS (A ser preenchido

Leia mais

2º Campeoanto SINTTEL de Futebol de 8

2º Campeoanto SINTTEL de Futebol de 8 2º Campeoanto SINTTEL de Futebol de 8 REGULAMENTO 02 de julho a 27 de agosto de 2016 1 CAPITULO I Disposições Prliminares Art. 1º - O 2º Campeonato SINTTEL de Futebol de 8 será promovido pelo Sinditcato

Leia mais

EPIDEMIAS RECORRENTES NA REGIÃO AFRICANA DA OMS: ANÁLISE DA SITUAÇÃO, PREPARAÇÃO E RESPOSTA. Relatório do Director Regional ÍNDICE

EPIDEMIAS RECORRENTES NA REGIÃO AFRICANA DA OMS: ANÁLISE DA SITUAÇÃO, PREPARAÇÃO E RESPOSTA. Relatório do Director Regional ÍNDICE 22 de Junho de 2010 COMITÉ REGIONAL AFRICANO ORIGINAL: INGLÊS Sexagésima sessão Malabo, Guiné Equatorial, 30 de Agosto-3 de Setembro de 2010 Ponto 7.10 da ordem do dia provisória EPIDEMIAS RECORRENTES

Leia mais

Portal Society no Campeonato Brasileiro de Base 2013 CATEGORIA SUB 13

Portal Society no Campeonato Brasileiro de Base 2013 CATEGORIA SUB 13 Portal Society no Campeonato Brasileiro de Base 2013 CATEGORIA SUB 13 O campeonato Brasileiro de Futebol de Society, chegou este ano a sua 5 edição e trouxe pela 1 vez um representante do Nordeste A desconhecida,

Leia mais

Declaração de Garantia Limitada Lenovo Parte 1 - Termos Gerais

Declaração de Garantia Limitada Lenovo Parte 1 - Termos Gerais Declaração de Garantia Limitada Lenovo Parte 1 - Termos Gerais Esta Declaração de Garantia Limitada inclui a Parte 1 - Termos Gerais, a Parte 2 - Termos Exclusivos do País, e a Parte 3 - Informações de

Leia mais

Rank Equipe Jogos nos quais não sofreu gol Jogos disputados 53.85%

Rank Equipe Jogos nos quais não sofreu gol Jogos disputados 53.85% Classificação geral Desempenho em 6 rodadas Rank Pontos J V SG Aprov Rank Pontos em 6 rodadas V SG GP Aprov 8 3 9 6 7.79 3 4 9 5 7. 5 3 8 64.0 3 4 5 7. 3 4 3 7 7 6.54 3 4 8 4 66.67 4 3 7 56.4 4 4 7 66.67

Leia mais

REGULAMENTO GERAL I- ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO GERAL I- ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO GERAL I- ORGANIZAÇÃO Artigo 1 - Os jogos do CAMPEONATO ABERTO serão promovidos, dirigidos e organizados pelo Departamento de Esportes, do Centro Esportivo Multi Esporte. A inscrição do campeonato

Leia mais

Regulamento da. 3ª Copa UniBH de Futsal

Regulamento da. 3ª Copa UniBH de Futsal Regulamento da 3ª Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 3ª Copa Futsal UniBH, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

Working Paper Nº 04 POSIÇÃO DE ANGOLA EM VÁRIOS ÍNDICES INTERNACIONAIS

Working Paper Nº 04 POSIÇÃO DE ANGOLA EM VÁRIOS ÍNDICES INTERNACIONAIS Working Paper Nº 04 POSIÇÃO DE ANGOLA EM VÁRIOS ÍNDICES INTERNACIONAIS 2016 Autor Wilson Silva, Assistente de Investigação CEIC-UCAN CENTRO DE ESTUDOS E INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVRESIDADE CATÓLICA

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA

REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA Art. 1º - A liga tem por finalidade: A confraternização entre os times, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem sadiamente disputada. I - DA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

O Cisco Networking Academy NetRiders Competição de habilidades de CCNA para a África 2017 Termos e Condições

O Cisco Networking Academy NetRiders Competição de habilidades de CCNA para a África 2017 Termos e Condições O Cisco Networking Academy NetRiders Competição de habilidades de CCNA para a África 2017 Termos e Condições A competição de habilidades do Cisco Networking Academy NetRiders CCNA para a África 2017 (a

Leia mais

REFORÇAR O PAPEL DA MEDICINA TRADICIONAL NOS SISTEMAS DE SAÚDE: UMA ESTRATÉGIA PARA A REGIÃO AFRICANA. Relatório do Secretariado RESUMO

REFORÇAR O PAPEL DA MEDICINA TRADICIONAL NOS SISTEMAS DE SAÚDE: UMA ESTRATÉGIA PARA A REGIÃO AFRICANA. Relatório do Secretariado RESUMO 3 de Setembro de 2013 COMITÉ REGIONAL AFRICANO ORIGINAL: INGLÊS Sexagésima terceira sessão Brazzaville, República do Congo, 2-6 de Setembro de 2013 Ponto 10 da Ordem do Dia Provisória REFORÇAR O PAPEL

Leia mais

O Cisco Networking Academy NetRiders Competição de habilidades de IT Essentials para a África 2017 Termos e Condições

O Cisco Networking Academy NetRiders Competição de habilidades de IT Essentials para a África 2017 Termos e Condições O Cisco Networking Academy NetRiders Competição de habilidades de IT Essentials para a África 2017 Termos e Condições A competição de habilidades do Cisco Networking Academy NetRiders IT Essentials para

Leia mais

ANÁLISE DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE EM TORNEIOS DE XADREZ por Wendel Rodrigo de Assis

ANÁLISE DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE EM TORNEIOS DE XADREZ por Wendel Rodrigo de Assis ANÁLISE DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE EM TORNEIOS DE XADREZ por Wendel Rodrigo de Assis Pessoal, nas etapas do Circuito Solidário de Xadrez é comum, ao término de todas as rodadas, que alguns jogadores terminem

Leia mais

Hora de Decidir

Hora de Decidir Brasil encara Croácia, México e Camarões; finalistas de 2010 à vista Seleção estreia contra os croatas no dia 12 de junho, em São Paulo. Na próxima fase, pode pegar Espanha ou Holanda. Grupo da Morte tem

Leia mais

Argélia empata com a Rússia e vai às oitavas da Copa Argélia passa para a próxima fase da Copa pela primeira vez na história

Argélia empata com a Rússia e vai às oitavas da Copa Argélia passa para a próxima fase da Copa pela primeira vez na história Argélia empata com a Rússia e vai às oitavas da Copa Argélia passa para a próxima fase da Copa pela primeira vez na história Matéria publicada em 27 de Junho de 2014 A Argélia está pela primeira vez na

Leia mais

PREFEITURA MUN. DE SÃO MIGUEL DO TAPUIO SECRETARIA MUN. DE ESPORTE, LAZER E TURISMO 1ª COPA NOVOS TALENTOS INFANTIL DE FUTEBOL SOCIETY 2010

PREFEITURA MUN. DE SÃO MIGUEL DO TAPUIO SECRETARIA MUN. DE ESPORTE, LAZER E TURISMO 1ª COPA NOVOS TALENTOS INFANTIL DE FUTEBOL SOCIETY 2010 1ª COPA NOVOS TALENTOS INFANTIL DE FUTEBOL SOCIETY 2010 REGULAMENTO GERAL 1.0 DA ORGANIZAÇÃO E PARCERIAS: Art.01 - A I COPA NOVOS TALENTOS INFANTIL DE FUTEBOL SOCIETY 2010 será uma promoção da Prefeitura

Leia mais

Campeonato Arena Transamérica

Campeonato Arena Transamérica Campeonato Arena Transamérica REGULAMENTO 19 de Março a 18 de Junho de 2016 1 CAPITULO I Disposições Prliminares Art. 1º - O Campeonato Arena Transamérica promovido pelo programa de rádio Arena Transamérica,

Leia mais

RESULTADOS, CRONOGRAMA E CONTROLE GERAL - RESULTADOS II Campeonato Mineiro de Seven Etapa Lavras. Cronograma: JOGOS DE SÁBADO 26/11/2011

RESULTADOS, CRONOGRAMA E CONTROLE GERAL - RESULTADOS II Campeonato Mineiro de Seven Etapa Lavras. Cronograma: JOGOS DE SÁBADO 26/11/2011 RESULTADOS, CRONOGRAMA E CONTROLE GERAL - RESULTADOS II Campeonato Mineiro de Seven - 2011 - Etapa Lavras GRUPO MINAS GRUPO GERAIS VARGINHA "A" VARGINHA "B" UBERLÂNDIA RUGBY TAURUS RUGBY INCONFIDENTES

Leia mais

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas na África Subsaariana

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas na África Subsaariana Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas na África Subsaariana Angola reduziu o tempo de comércio internacional fazendo investimentos em infraestrutura e administração portuárias. Áreas

Leia mais

DECRETO Nº , de 21 de dezembro de DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DE DIÁRIAS, AJUDA DE CUSTO E PASSAGENS NO SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL, INCLUSIVE

DECRETO Nº , de 21 de dezembro de DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DE DIÁRIAS, AJUDA DE CUSTO E PASSAGENS NO SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL, INCLUSIVE DECRETO Nº 26.478, de 21 de dezembro de 2001. DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DE DIÁRIAS, AJUDA DE CUSTO E PASSAGENS NO SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL, INCLUSIVE NAS AUTARQUIAS, FUNDAÇÕES PÚBLICAS, SOCIEDADES DE ECONOMIA

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

Confederação Brasileira de Futebol

Confederação Brasileira de Futebol Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Copa do Nordeste Sub 20 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO... 4 CAPÍTULO

Leia mais

CLUBE COMERCIAL DE LORENA

CLUBE COMERCIAL DE LORENA TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2014 I - Dos Objetivos: REGULAMENTO Art. 1 - O evento tem por finalidade promover o intercambio social e esportivo entre os associados do Clube Comercial de Lorena e desenvolver

Leia mais

A Geografia da África: Caminhos e descaminhos no século XXI

A Geografia da África: Caminhos e descaminhos no século XXI A Geografia da África: Caminhos e descaminhos no século XXI Vandeir Robson da Silva Matias Dr. Geografia UFMG Prof. Cefet-MG e-mail: vandeir@deii.cefetmg.br RESUMO O continente africano é uma região que

Leia mais

1246253 Barbados-All-Cell 0,4612. 1246254 Barbados-All-Cell 0,4612. 1246250 Barbados-All-Cell 0,4612. 1246251 Barbados-All-Cell 0,4612

1246253 Barbados-All-Cell 0,4612. 1246254 Barbados-All-Cell 0,4612. 1246250 Barbados-All-Cell 0,4612. 1246251 Barbados-All-Cell 0,4612 1 United States-All-Fixed 0,09 1204 Canada-Manitoba-Fixed 0,09 1242 Bahamas-All-Fixed 0,1575 1242357 Bahamas-All-Cell 0,1575 1242359 Bahamas-All-Cell 0,1575 1242424 Bahamas-All-Cell 0,1575 1242426 Bahamas-All-Cell

Leia mais

REGULAMENTO DA LIGA CARTOLA PREMIERE FC

REGULAMENTO DA LIGA CARTOLA PREMIERE FC REGULAMENTO DA LIGA CARTOLA PREMIERE FC Cartoleiros e cartoleiras confiram as Regras da LIGA CARTOLA PREMIERE FC 2016, para que não haja nenhuma dúvida e para que você possa evitar qualquer punição. 1)

Leia mais

1. Direitos de Cidadania:

1. Direitos de Cidadania: 1 Colégio Pedro II Campus São Cristóvão II Ciências Sociais 3ª Certificação 8º ano do Ensino Fundamental II - 2015 Nome: nº Equipe Docente: Alline Torres, Marília Márcia Silva, Paulo Victor Aniceto, Raquel

Leia mais

Homossexualidade é crime em 75 países (actualizado) 22-Jun-2007

Homossexualidade é crime em 75 países (actualizado) 22-Jun-2007 Homossexualidade é crime em 75 países (actualizado) 22-Jun-2007 A homossexualidade é ainda punida por lei em cerca de 75 Estados. Em muitos países, a condenação pode ir além de dez anos de prisão; por

Leia mais

Tabela de Tarifas BRASIL Em vigor a partir de 31 de dezembro de 2007* *Versão atualizada: 5 de Maio de 2008

Tabela de Tarifas BRASIL Em vigor a partir de 31 de dezembro de 2007* *Versão atualizada: 5 de Maio de 2008 Tabela de Tarifas BRASIL Em vigor a partir de 31 de dezembro de 2007* *Versão atualizada: 5 de Maio de 2008 ÍNDICE 1 Índice Como Preparar suas Remessas Selecione o Serviço..........................................

Leia mais

[:pb]surpresas marcam 1ª rodada da Copa Africana de Nações[:]

[:pb]surpresas marcam 1ª rodada da Copa Africana de Nações[:] [:pb]surpresas marcam 1ª rodada da Copa Africana de Nações[:] por Por Dentro da África - quarta-feira, janeiro 18, 2017 http://www.pordentrodaafrica.com/esporte/surpresas-marcam-1a-rodada-da-copa-africana-de-nacoes

Leia mais