PROGRAMA DAS DISCIPLINAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DAS DISCIPLINAS"

Transcrição

1 PROGRAMA DAS DISCIPLINAS LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA (Para primeira e segunda línguas) ORIENTAÇÃO GERAL A prova de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira da UFSC baseia-se nas recomendações dos Parâmetros Curriculares Nacionais e pretende verificar a capacidade de leitura, compreensão e interpretação, bem como a capacidade de análise de fatos linguísticos em diferentes contextos de uso. 1 Compreensão e Interpretação de Texto(s) As questões de compreensão e interpretação visam a averiguar a capacidade do vestibulando, relativamente aos seguintes aspectos: a preensão do significado global do texto; estabelecimento de relações intertextuais e intratextuais; reconhecimento das ideias principais e secundárias; dedução de ideias e pontos de vista implícitos no texto; percepção da linha argumentativa do autor; diferenciação entre fatos e opiniões; reconhecimento das diferentes vozes dentro de um texto; apreensão do significado de palavras, expressões ou estruturas frasais em determinados contextos; análise do texto, do ponto de vista da unidade temática e estrutural; reconhecimento da natureza dominante de um texto (gênero: conto, artigo, carta, etc.; tipo: dissertativo, descritivo, narrativo, etc.; registro: formal, informal; variedade: padrão, não padrão; modalidade: oral, escrita). 2 Aspectos Linguísticos As questões sobre fatos da língua visam a aferir o potencial de: reflexão e análise sobre o funcionamento linguístico, privilegiando o raciocínio em lugar da memorização de nomenclaturas e definições; estabelecimento de relações entre os fenômenos gramaticais de diferentes tipos; reconhecimento da função desempenhada por diferentes recursos gramaticais no texto (níveis: fonológico, morfológico, sintático, semântico e textual/discursivo); adequação de recursos linguísticos ao contexto; domínio da variedade padrão escrita.

2 3 Literatura Brasileira Com a prova de Literatura Brasileira a UFSC pretende valorizar o candidato pela experiência de leitura do texto literário, mais do que pela memorização de informações descontextualizadas sobre autores, obras, datas, etc. Assim, procura-se, prioritariamente, verificar a capacidade do vestibulando, relativamente aos seguintes aspectos: entendimento da especificidade da obra literária como produto regido por padrões estéticos que ultrapassam os limites da observação fatual; estabelecimento de relações do texto com o contexto sociocultural, com o movimento literário a que se vincula e com outros textos; compreensão da organização e da estrutura de textos literários, estabelecendo relações pertinentes entre seus elementos constitutivos; percepção das possibilidades de leitura, reconhecendo as singularidades e propriedades linguísticas que caracterizam um texto literário. Além de conhecimentos acerca da Literatura Brasileira e de seus autores mais expressivos, pretende-se verificar a leitura e a compreensão das obras e autores abaixo relacionados. Obras e autores para o Concurso Vestibular/2015: Autor Obra Editora 1 - Franklin Cascaes O fantástico na ilha de Santa Catarina 2 - Machado de Assis Várias histórias 3 - Rubem Fonseca Agosto Saraiva de Bolso 4 - Milton Hatoun 5 - João Cabral de Melo Neto 6 - Antônio Olivieri e Marco A. Villa (Org.) Relato de um certo oriente Melhores poemas Cronistas do descobrimento UFSC (Coleção Repertório 2012 ou edição antiga volumes 1 e 2) Disponível no Acervo Digital da Editora UFSC entos/?id= Cia das Letras Global Editora Ática 7 - Martins Pena Juiz de paz na roça 8- Fernando Gabeira O que é isso, companheiro? Cia das Letras OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: a) Recomenda-se a leitura integral das obras. b) O conhecimento dessas obras supõe capacidade de análise e interpretação de textos, bem como o reconhecimento de aspectos próprios aos diferentes gêneros. c) Entende-se que é necessário conhecer também o contexto histórico, social, cultural e estético de cada obra.

3 LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS (Para primeira língua) ORIENTAÇÃO GERAL A prova de Língua Brasileira de Sinais LIBRAS da UFSC pretende verificar a capacidade de leitura, compreensão e interpretação, bem como a capacidade de análise de fatos linguísticos em diferentes contextos de uso. 1 Compreensão e Interpretação de Texto(s) As questões de compreensão e interpretação visam a averiguar a capacidade do vestibulando, relativamente aos seguintes aspectos: a preensão do significado global do texto; estabelecimento de relações intertextuais e intratextuais; reconhecimento das ideias principais e secundárias; dedução de ideias e pontos de vista implícitos no texto; percepção da linha argumentativa do autor; diferenciação entre fatos e opiniões; reconhecimento das diferentes vozes dentro de um texto; apreensão do significado de palavras, expressões ou estruturas frasais em determinados contextos; análise do texto, do ponto de vista da unidade temática e estrutural; reconhecimento da natureza dominante de um texto (gênero: conto, artigo, carta, etc.; tipo: dissertativo, descritivo, narrativo, etc.; registro: formal, informal; variedade: padrão, não padrão; modalidade: oral, escrita). 2 Aspectos Linguísticos As questões sobre fatos da língua visam a aferir o potencial de: reflexão e análise sobre o funcionamento linguístico, privilegiando o raciocínio em lugar da memorização de nomenclaturas e definições; estabelecimento de relações entre os fenômenos gramaticais de diferentes tipos; reconhecimento da função desempenhada por diferentes recursos gramaticais no texto (níveis: fonológico, morfológico, sintático, semântico e textual/discursivo); adequação de recursos linguísticos ao contexto;

4 LIBRAS 01. CAPOVILLA, F.; RAPHAEL, Walkíria Duarte. Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngue da Língua de Sinais. Imprensa Oficial. São Paulo: FELIPE, Tanya; MONTEIRO, Myrna S. LIBRAS em contexto. Curso Básico. MEC/FENEIS: Rio de Janeiro ttp://www.feneis.org.br/page/libasemcontexto.asp 03. PIMENTA, N. e QUADROS, R. M. Curso de Libras I. LSBVideo: Rio de Janeiro PIMENTA, N. e QUADROS, R. M. Curso de Libras II. LSBVideo: Rio de Janeiro PIMENTA, N. Números na língua de sinais brasileira (DVD). LSBVideo: Rio de Janeiro QUADROS, R. M.; KARNOPP, L. Estudos Lingüísticos: a língua de sinais brasileira. Editora ArtMed: Porto Alegre WILCOX, S; WILCOX, Phyllis Perrin. Aprender a Ver. Editora Arara Azul. Petrópolis: Disponível em Obs: As questões da prova de Libras não serão apresentadas no formato impresso. Somente serão visualizadas na Língua Brasileira de Sinais.

5 REDAÇÃO (PRODUÇÃO TEXTUAL) Com a Redação objetiva-se avaliar a expressão escrita do candidato, que deve escrever sobre determinado tema a partir de um título, de imagens ou de leitura e compreensão de texto(s) oferecido(s) como motivação. Diante da(s) proposta(s) apresentada(s), cabe ao candidato examinar criteriosamente os aspectos que envolvem o(s) tema(s) e definir a melhor perspectiva de abordagem, mobilizando os recursos linguísticos que lhe permitam mostrar sua competência comunicativa nesta situação específica de produção: a redação de vestibular. Espera-se que o vestibulando não só identifique e desenvolva o tema de acordo com o comando proposto, mas também demonstre capacidade de organizar as ideias, estabelecer relações, fazer uso de dados/informações, elaborar argumentos. Alguns critérios básicos, que dizem respeito à: 1 Adequação À proposta: o candidato deve mostrar que sabe interpretar adequadamente as propostas apresentadas, a partir das quais escolherá uma para elaborar seu texto. Quanto melhor o candidato contemplar a proposta escolhida, maior será a pontuação atribuída a esse critério. A fuga total à proposta implicará nota zero. À modalidade escrita na variedade padrão: o vestibulando deve apresentar domínio das regras gramaticais, das normas ortográficas e dos recursos de pontuação, que propiciem um texto adequado à variedade padrão da língua. Do vocabulário: seu uso deve ser rico, variado e apropriado ao tema/gênero escolhido. 2 Coerência e coesão Para produzir um texto coerente e coeso, o candidato deve observar os seguintes aspectos: Organização: as partes do texto devem estar articuladas entre si e ao todo de maneira clara e coerente, distribuídas adequadamente em parágrafos. Encadeamento de ideias com continuidade (retomada de elementos no decorrer do texto) e progressão temática (sem circularidade ou redundâncias inexpressivas). Uso de recursos coesivos: elementos anafóricos não ambíguos (pronomes, advérbios, elipses, reiterações, substituições lexicais); articuladores apropriados (conjunções, operadores discursivos); correlação de tempos e modos verbais. Estabelecimento de relações semânticas pertinentes entre palavras, frases e parágrafos, sem contradições. 3 Informação e argumentação Nível de informação: o candidato precisa mostrar um nível de informação, em relação ao mundo em que vive, condizente com seu nível de escolaridade. As informações apresentadas devem ser pertinentes às ideias que está desenvolvendo. Nível de argumentação: o vestibulando deve mostrar que sabe selecionar argumentos e organizá-los de modo consistente, em função do ponto de vista adotado, revelando espírito crítico, situando-se em um universo de referências concretas, sem apresentar noções generalizantes, indeterminadas ou vagas, e fazendo uso de recursos expressivos.

6 Sugestões bibliográficas 01. CEREJA, W. Roberto; MAGALHÃES, Thereza. A literatura brasileira. São Paulo: Atual, FARACO, Carlos Emílio; MOURA, Francisco Marto de; MARUXO JÚNIOR, José Hamilton. Língua Portuguesa: linguagem & interação. São Paulo: Ática, FARACO, Carlos E.; MOURA, Francisco. Língua e literatura. São Paulo: Ática, FARACO, Carlos Alberto; TEZZA, Cristóvão. Prática de texto: língua portuguesa para nossos estudantes. 9 a. ed. Petrópolis: Vozes, Oficina de texto. Petrópolis/RJ: Vozes, GARCIA, Othon Moacir. Comunicação em prosa moderna. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, ILARI, Rodolfo. Introdução à semântica: brincando com a gramática. 2a. ed. São Paulo: Contexto, KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender: os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, NICOLA, José de. Literatura brasileira. São Paulo: Scipione, TERRA, Ernani. Práticas de linguagem. Leitura e produção de textos. São Paulo: Scipione, PLATÃO, Francisco; FIORIN, J. Luiz. Para entender o texto. 16. ed. São Paulo: Ática, FERRARO, Maria Luiza et al. Experiência e Prática de Redação. Florianópolis: Editora da UFSC, Gramáticas normativas, em geral.

7 SEGUNDA LÍNGUA ORIENTAÇÃO GERAL A prova da segunda língua procurará priorizar o uso da linguagem através de textos autênticos e/ou didáticos; em diferentes níveis de compreensão: global e detalhada; de fontes variadas podendo incluir material jornalístico, publicitário, científico e literário. Tendo em vista a prioridade dada à compreensão textual, o candidato deverá mostrar domínio do vocabulário e da estrutura da língua. Os aspectos gramaticais serão avaliados preferencialmente através da compreensão dos textos. Assim sendo, as questões serão elaboradas de forma a exigir do candidato capacidade de: 1. identificar tipos de textos; 2. utilizar estratégias para identificar informações específicas e para obter o significado geral do texto; 3. reconhecer temas centrais e secundários; 4. identificar ideias desenvolvidas nos textos e as relações existentes entre elas; 5. reconhecer palavras-chave; 6. utilizar-se de informações visuais que auxiliem na compreensão textual; 7. relacionar palavras e expressões com sentido equivalente na segunda língua; 8. reconhecer palavras e expressões equivalentes entre a segunda língua e a língua portuguesa; 9. identificar elementos de referência, dentro de um mesmo texto; 10. fazer uma leitura detalhada, buscando chegar a conclusões lógicas; 11. associar informações, visando à complementação de textos; 12. demonstrar conhecimento básico de aspectos morfossintáticos e de vocabulário; 13. reconhecer diferentes gêneros textuais; 14. distinguir diferentes registros de uso da língua.

8 Sugestões bibliográficas ALEMÃO 01. AUFDERSTRAßE, H.; BOCK, H. et al. Themen neu. Lehrwerk für Deutsch als Fremdsprache. Max Hueber Verlag, München, AUFDERSTRAßE, H.; MÜLLER, J.; STORZ, T. Delfin. Lehrwerk für Deutsch als Fremdsprache. Max Hueber Verlag, Ismaning, DALLAPIAZZA, R. M.; JAN, E. von; SCHÖNHERR, T. Tangram. Deutsch als Fremdsprache. Max Hueber Verlag, Ismaning, Deutschland. Zeitschrift für Politik, Kultur und Wissenschaft. Frankfurter Societäts- Druckerei GmbH, Frankfurt am Main. 05. DREYER, H., SCHMITT, R. Lehr-und Übungsbuch der deutschen Grammatik. Neubearbeitung. Verlag für Deutsch, Ismaning bei München, EUNEN, K. van; GERIGHAUSEN, J. et al. Deutsch aktiv neu. Ein Lehrwerk für Erwachsene. Langenscheidt, München, GICK, C. Von; GRAFFMANN, H. et al. Moment mal! Lehrwerk für Deutsch als Fremdsprache. Langenscheidt, München, GÖTZ, D.; HAENSCH, G.; WELLMANN, H. (Hg.) Langenscheidts Grobwörterbuch Deutsch als Frendsprache. Langenscheidt, München, Juma. DasJugendmagazin. TSB Tiefdruck Schwann-Bagel GmbH & Co. KG., Mönchengladbach. 10. KAMINSKI, D. Hägar der Schreckliche im Kampf mit der deutschen Grammatik. Verlag für Deutsch, Ismaning bei München, KOPP, G.; FRÖLICH, K. Pingpong. Dein Deutschbuch. Max Hueber Verlag, Ismaning, LUSCHER, R. Übungsgrammatik DaF für Anfänger. Verlag für Deutsch. Ismaning bei München, MEBUS, G.; PAULDRACH, A. et al. Sprachbrücke. Deutsch als Fremdsprache. Ernst Klett Verlag, Stuttgart, SEEGER, H. Wer? Wie? Was? Mega. VUB-Gilde Verlag, Köln, VIETH, T. Wer? Wie? Was? Vorwärts International. Gilde-Buchhandlung Carl Kayser, Bonn.

9 ESPANHOL 01. ALCINA FRANCH, Juan; BLECUA, J. M. Gramática española. Barcelona: Ariel, ALONSO, Martín. Gramática del Español Contemporáneo. Madrid: Guadarrama, EL PEQUEÑO LAROUSSE ILUSTRADO Barcelona: Círculo de Lectores, FANJUL, Adrian. Gramática de Español paso a paso. Madrid: Ed. Santillana, MATEO, F. et al. Bescherelle El arte de conjugar en Español. Paris: Hatier, MOLINER, María. Diccionario de uso del español, Editorial Gredos, Madrid. 07. MORENO, Concha; ERES FERNÁNDEZ, Gretel. Gramática contrastiva del español para brasileños. Madrid: Sgel, REAL ACADEMIA ESPAÑOLA. Diccionario de la lengua española. Madrid: Espasa Calpe, REAL ACADEMIA ESPAÑOLA. Esbozo de una nueva gramática de la lengua española. Madrid: Espasa Calpe, Obras de autores hispânicos: Arguedas, Arreola, Azuela, Benedetti, Baroja, María Luisa Bombal, Borges, Carpentier, Cabrera Infante, Cortázar, Elena Garro, Galdós, García Márquez, Felisberto Hernández, Icaza, Quiroga, Roa Bastos, Rulfo, Sábato e outros.

10 FRANCÊS 01. AZEVEDO, D. Grande Dicionário de Francês/Português. Lisboa: Bertrand Editora, BESCHERELLE. L art de conjuguer. Paris: Hatier, BESCHERELLE. La grammaire pour tous. Paris: Hatier, BÉRARD, E.; CANIER, Y.; LAVENNE, C. Tempo 1 et 2, Méthode de français. Paris: Didier, Hatier, CICUREL, F. Lectures interactives en langue étrangère. Paris: Hachette, COURTILLON, J.; de SALINS, G. D. Libre Echange 1, Méthode de français. Paris: Hatier/Didier, GIRARDET, J.; CRIDILIG, J. M. Panorama 1. Paris: CLE International, LAROUSSE. Dictionnaire de Poche/Dicionário de bolso Français-Portugais, Portugais/Français. Paris: Larousse, REY, A. (Org.) Le Robert Micro. Paris: Ed. Le Robert, 1998.

11 INGLÊS 01. AGA, Gisele. Upgrade. Richmond, AZAR, Betty Schamper. Basic English Grammar. Longman do Brasil, Coleção Freeway to English (3 volumes). Editora Richmond, COSTA, Marcelo Baccarin. Globetrekker. v. 1, 2 e 3. Macmillan, s/d. 05. JUCÁ, Leina; FARIA, Raquel; DIAS, Reinildes. Prime Inglês para o ensino médio. Macmillan, MARQUES, Amadeu. On stage. v. 1, 2 e 3. Ática, MOLINSKY, Steven J.; BLISS, Bill. Word by Word-English / Portuguese. Longman do Brasil, MURPHY, Raymond. Grammar in Use Intermediate. Cambridge University Brazil, MURPHY, Raymond. Essential Grammar in Use. Martins Fontes, SANTOS, Denise. Take over. v. 1, 2 e 3. Lafonte/Larousse Brasil, Speak Up (Revista Mensal). Rickdan. 12. TORRES, Nelson. Gramática Prática da Língua Inglesa O Inglês Descomplicado. São Paulo: Saraiva, WATCYN-JONES, Peter. Test your Vocabulary (four books). Penguin English, 2002.

12 ITALIANO 01. BALBONI, P; CARDONA, M. Storia e testi di letteratura italiana. Perugia: Guerra, BALBONI, P; SANTIPOLO, M. Profilo di storia italiana per stranieri. Perugia: Guerra, BARECCA, A. M.; CONGLIANDRO, C; MURGIA, G. Palestra italiana. Roma: Bonacci Editore, BLOK-BOAS, A; MATERASSI, E; VEDDER, I. Letture in corso 1 e 2. Roma: Bonacci, CESARINI, R; DE FEDERICIS, L. Il materiale e l immaginario. Firenze: Loescher Editore, DARDANO, M.; TRIFONE, P. La nuova grammatica della lingua italiana. Bologna: Zanichelli, SENSINI, M. La grammatica della lingua italiana. Milano: Mondadori, CHIUCHIU, A.; FAZI, M. C. I verbi italiani: regolari e irregolari. Perugia: Guerra, KATERINOV, K. Il tutto verbi. Milano: Mondadori, DEVOTO, G; OLI, G. Il dizionario della lingua italiana. Firenze: Le Monnier, ZINGARELLI, N. Vocabolario della lingua italiana. Bologna: Zanichelli, MEA, G. Dicionário Português. Dizionario Portoghese-Italiano/Italiano-Portoghese. Bologna: Zanichelli-Porto Editora, Textos de autores italianos séculos XX e XXI.

13 LIBRAS 01. CAPOVILLA, F.; RAPHAEL, Walkíria Duarte. Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngue da Língua de Sinais. Imprensa Oficial. São Paulo: FELIPE, Tanya; MONTEIRO, Myrna S. LIBRAS em contexto. Curso Básico. MEC/FENEIS: Rio de Janeiro ttp://www.feneis.org.br/page/libasemcontexto.asp 03. PIMENTA, N. e QUADROS, R. M. Curso de Libras I. LSBVideo: Rio de Janeiro PIMENTA, N. e QUADROS, R. M. Curso de Libras II. LSBVideo: Rio de Janeiro PIMENTA, N. Números na língua de sinais brasileira (DVD). LSBVideo: Rio de Janeiro QUADROS, R. M.; KARNOPP, L. Estudos Lingüísticos: a língua de sinais brasileira. Editora ArtMed: Porto Alegre WILCOX, S; WILCOX, Phyllis Perrin. Aprender a Ver. Editora Arara Azul. Petrópolis: Disponível em Obs: As questões da prova de Libras não serão apresentadas no formato impresso. Somente serão visualizadas na Língua Brasileira de Sinais.

14 BIOLOGIA ORIENTAÇÃO GERAL É objeto de estudo da Biologia o fenômeno vida em toda a sua diversidade de manifestações. Esse fenômeno se caracteriza por um conjunto de processos organizados e integrados, em nível de uma célula de um indivíduo, ou ainda de organismos no seu meio. A partir dessa interpretação, e baseando-se na análise dos Parâmetros Curriculares Nacionais PCN, o aprendizado em Biologia deve permitir a compreensão da natureza viva e dos limites dos diferentes sistemas explicativos, a contraposição entre os mesmos e a compreensão de que a ciência não tem respostas definitivas para tudo, sendo uma de suas características a possibilidade de ser questionada e de se transformar. Desse modo, na Prova de Biologia, o vestibulando deverá demonstrar capacidade de: Reconhecer terminologias, convenções e símbolos. Identificar estruturas biológicas. Descrever funções biológicas. Interpretar dados e gráficos em Biologia. Interpretar leis e princípios relacionados com a Biologia. Aplicar conceitos, leis e princípios biológicos na manutenção da saúde individual e ambiental. Utilizar elementos e conhecimentos científicos e tecnológicos para diagnosticar e equacionar questões sociais e ambientais. Compreender a Biologia e as outras ciências como construções humanas, entendendo que elas se desenvolveram por acumulação, continuidade ou ruptura de paradigmas, relacionando o desenvolvimento científico com a transformação da sociedade. 1. A Investigação nas Ciências Biológicas 1.1 Metodologias de trabalho dos cientistas. 1.2 Biologia e suas implicações na sociedade. 1.3 A origem da Biologia e as bases do pensamento científico. 1.4 Teoria, Hipótese e Leis em ciência. 1.5 Conceito de vida. 2. Biologia Celular e Molecular 2.1 Bioquímica das células (compostos orgânicos e inorgânicos) Estrutura Composição Funções Características gerais Importância e vias de atuação no metabolismo celular. 2.2 Métodos de estudo das células Microscopia óptica e eletrônica Fracionamento celular utilização de substâncias radioativas. 2.3 Estruturas celulares Características morfológicas e de funcionamento Membranas celulares Citoplasma Organelas citoplasmáticas Núcleo Cromossomos Genes bacterianos e eucarióticos.

15 2.4 Ciclo Celular Divisão celular e interfase Tipos de divisão, etapas e eventos Pontos de checagem do Ciclo Celular. 2.5 Metabolismo celular Respiração celular Fermentação e Fotossíntese Controle gênico do metabolismo celular Estrutura do DNA e sua duplicação Síntese protéica Transcrição Tradução. 3. Histologia 3.1 Tecidos animais e vegetais características morfológicas e funções 4. Reprodução e Desenvolvimento dos Seres Vivos 4.1. Aspectos gerais 4.2. Formação de tecidos e órgãos 5. Os Seres Vivos 5.1 Características, classificação, morfologia e fisiologia dos diferentes grupos Vírus Monera Protista Fungi Plante Animália. 5.2 Relações ambientais entre os grupos e destes com os seres humanos 5.3 Bases biológicas da classificação 6. Genética 6.1 Histórico 6.2 Terminologia básica. 6.3 Probabilidade na genética. 6.4 Os princípios de Mendel 6.5 Herança recessiva, dominante e codominante 6.6 Dominância completa e incompleta 6.7 Alelos múltiplos 6.8 Alelos letais 6.9 Penetrância, Expressividade, Norma de Reação e Pleiotropia 6.10 Genes com segregação independente Interações Gênicas Herança Poligênica Herança e Sexo 6.14 Ligação Gênica e Mapeamento Cromossômico Alterações cromossômicas numéricas e estruturais. 7. Biotecnologia 7.1 A genética molecular e suas aplicações 7.2 Tecnologia do DNA Recombinante. 7.3 Transgênicos. 7.4 Terapia Gênica 7.5 Clonagem Gênica e Clonagem de organismos 7.6 Células Tronco

16 7.7 Produção de insumos biológicos aplicados à alimentação e saúde humana 8. Origem da Vida e Evolução 8.1 Teorias sobre a origem da vida 8.2 Teorias evolutivas e seus pressupostos 8.3 Bases genéticas da evolução 8.4 Processos evolutivos. 8.5 Origem dos grandes grupos de animais e vegetais 8.6 Eventos biológicos no tempo geológico 8.7 Origem de estruturas celulares 8.8 Evolução humana 9. Ecologia 9.1 Conceitos básicos 9.2 Organização nos ecossistemas 9.3 Relações ecológicas 9.4 Dinâmica das populações 9.5 Ciclos biogeoquímicos 9.6 Sucessão ecológica 9.7 Biomas do Mundo e do Brasil 9.8 Desequilíbrios nos ecossistemas 9.9 Ação humana nos ecossistemas 9.10 Fluxo de matéria e energia 10. Biologia e Saúde Humana 10.1 Conceitos básicos Enfermidades infecciosas ou não infecciosas causas, sintomas, profilaxia e tratamento Enfermidades parasitárias ou não parasitárias Causas, sintomas, profilaxia e tratamento Drogas (principais tipos e seus efeitos). Sugestões Bibliográficas 1. AMABIS, J.M.; MARTHO, G.R. Biologia. Volumes 1, 2 e 3. 3ª ed. São Paulo: Moderna, LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje. V. 1, 2 e 3. São Paulo: Ática, LOPES, S. Bio. V. 1, 2 e 3. São Paulo: Saraiva, PAULINO, W. R. Biologia. V. 1, 2 e 3. São Paulo: Ática, Revistas: Ciência Hoje, Scientific American Brasil e Pesquisa Fapesp.

17 GEOGRAFIA ORIENTAÇÃO GERAL Os conhecimentos apresentados têm como objetivo básico permitir a compreensão da gênese e das transformações das diferentes organizações territoriais e os múltiplos fatores que neles intervêm, como produto das relações de poder. O domínio dos saberes fundamentais da Geografia deve contribuir para analisar e comparar, interdisciplinarmente, as relações entre a preservação e degradação da vida na Terra, tendo em vista o conhecimento da sua dinâmica e a mundialização dos fenômenos nas diferentes escalas. As competências em Geografia são alinhadas a partir de três perspectivas: representação e comunicação, investigação e à compreensão e a contextualização sociocultural. Dessa forma, o vestibulando deverá demonstrar capacidade de observação, de análise e interpretação dos códigos específicos da Geografia e ao mesmo tempo possuir uma visão interdisciplinar, global e diferenciada de realidades distintas da geopolítica mundial, dos espaços brasileiro e catarinense, identificando generalidades e singularidades. 1 O Globo Terrestre e a Situação Geográfica do Brasil e de Santa Catarina 1.1. O planeta Terra: movimentos e projeções cartográficas 1.2. Orientação e coordenadas geográficas 1.3. Posição geográfica, fronteiras e limites do Brasil e de Santa Catarina 2 A Dinâmica da Natureza e Sua Importância na Organização do Espaço 2.1. Litosfera 2.2. Atmosfera 2.3. Hidrosfera 2.4. Biosfera As grandes paisagens naturais e a globalização dos problemas ambientais 3 A Formação Econômico-Social e Espacial do Brasil e de Santa Catarina 3.1. Aspectos naturais: Estrutura geológica Relevo Clima Hidrografia Vegetação Domínios morfoclimáticos Ecossistemas Problemas Ambientais 3.2. Aspectos humanos: Dinâmica demográfica Crescimento vegetativo Política demográfica Indicadores socioeconômicos 3.3. Estrutura da população: Estrutura etária e sexos Setores de atividade Distribuição de renda Etnias Uma questão contemporânea: as minorias Migrações Urbanização A questão da pobreza e da violência urbana Atividades econômicas e (re)organização do espaço geográfico:

18 Atividade industrial Energia Transporte e comércio Serviços e Inovações técnicas O espaço agrário Agricultura Pecuária Extrativismo 3.5. Complexos regionais nacionais e catarinenses 4 O Espaço Mundial Contemporâneo 4.1 Os polos de poder na economia globalizada: Da Guerra Fria à nova ordem mundial: geopolítica e economia Conflitos regionais As relações de trabalho e de produção Blocos econômicos regionais 4.2. Países e regiões emergentes: América Latina, África e Ásia 4.3. As recentes mudanças no mundo atual Sugestões bibliográficas 01. ADAS, Melhem. Panorama Geográfico do Brasil: contradições, impasses e desafios socioespaciais. 3a. ed. São Paulo: Moderna, AB SABER, Aziz N. Litoral do Brasil. São Paulo: Metalivros, ALMEIDA, Lúcia M. Alves de; RIGOLIN, Tércio B. Geografia: ensino médio. Volumes 1, 2 e 3. São Paulo: Ática, BIGARELLA, João José et alii. Rochas do Brasil. Rio de Janeiro: LTC, COIMBRA, Pedro J.; TIBÚRCIO, José Arnaldo M. Geografia. Uma análise do espaço geográfico. 2. ed. São Paulo: Harbra, COSTA, Cristina. Sociologia: introdução à ciência da sociedade. 2. ed. São Paulo: Moderna, CRUZ, Olga. A Ilha de Santa Catarina e o continente próximo. Florianópolis: Ed. da UFSC, CUNHA, Idaulo J. O salto da indústria catarinense: um exemplo para o Brasil. Florianópolis: Paralelo, GONÇALVES, Maria F. et alii (Org.). Regiões e cidades, cidades nas regiões: o desafio urbano regional. São Paulo: Ed. da Unesp/Anpur, INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Atlas geográfico escolar. Rio de Janeiro: IBGE, INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Brasil em números. Centro de Documentação e Disseminação de Informações. Rio de Janeiro: FIBGE, 2000, v INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Diretoria de Geociências. Indicadores de desenvolvimento sustentável: Brasil Rio de Janeiro: IBGE, FERREIRA, Graça Maria Lemos. Moderno Atlas Geográfico. 1. ed. revista. São Paulo: Moderna, GOULARTI FILHO, Alcides. Formação Econômica de Santa Catarina. Florianópolis: Cidade Futura, GUIMARÃES, Samuel Pinheiro. Quinhentos anos de periferia: uma contribuição ao estudo da política internacional. Porto Alegre/Rio de Janeiro: Ed. da Universidade/UFRGS/Contraponto, LINS, Hoyedo Nunes (Org.). Ensaios sobre Santa Catarina. Florianópolis: Letras Contemporâneas MAGNOLI, Demétrio. O novo mapa do mundo. São Paulo: Moderna, 1999.

19 18. MAGNOLI, Demétrio; ARAÚJO, Regina. A Nova Geografia: estudos de geografia do Brasil. São Paulo: Moderna, MOREIRA, Igor A.C. O Espaço Geográfico: geografia geral e do Brasil. São Paulo: Ática, PELUSO, Victor A. Jr. Estudos de Geografia Urbana em Santa Catarina. Florianópolis: FCC/UFSC, ROMARIZ, Dora de A. Aspectos da vegetação do Brasil. São Paulo: Aurora, ROSS, Jurandyr S. et al. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, SAMPAIO, Fernando dos Santos. Geografia. Volumes 1, 2 e 3. São Paulo: SM Edições, SANTA CATARINA. Secretaria de Estado de Coordenação Geral e Planejamento. Subsecretaria de Estudos Geográficos e Estatísticos. Atlas escolar de Santa Catarina. Rio de Janeiro: Aerofoto Cruzeiro, SANTOS, Milton. O país distorcido: o Brasil, a globalização e a cidadania. São Paulo: Publifolha, SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, SANTOS, Sílvio Coelho dos (Org.). Santa Catarina no século XX. Florianópolis: UFSC, FCC Edições, SENE, Eustáquio de; MOREIRA, João Carlos. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. Volumes 1, 2 e 3. São Paulo: Scipione, Terra, Lygia. Conexões: estudos de Geografia Geral e do Brasil. Volumes 1, 2 e 3. São Paulo: Moderna, SIMIELLI, Maria Elena. Geoatlas. São Paulo: Ática, TAMDJIAN, James O; MENDES Ivan M. Geografia geral e do Brasil: estudos para a compreensão do espaço: ensino médio. São Paulo: FTD, VESENTINI, José W. Geografia: o mundo em transformação. Volumes 1, 2 e 3. São Paulo: Ática, Jornais e revistas.

20 MATEMÁTICA ORIENTAÇÃO GERAL A prova de Matemática visa a avaliar o domínio da linguagem básica e a compreensão dos conceitos fundamentais da Matemática, assim como sua aplicação em situaçõesproblema diversas, o relacionamento entre eles e com outras áreas de conhecimento. Assim sendo, as questões serão elaboradas de forma a exigir do vestibulando a capacidade de: ler e interpretar textos matemáticos; ler, interpretar e utilizar as diversas representações matemáticas; reconhecer representações equivalentes de um mesmo conceito, relacionando procedimentos associados às diferentes representações; transcrever mensagens matemáticas da linguagem corrente para a linguagem simbólica e vice-versa; exprimir-se com correção e clareza, tanto na língua materna, como na linguagem matemática, usando a terminologia adequada; ler, compreender, interpretar e resolver situações-problema; utilizar o pensamento dedutivo e indutivo, o pensamento numérico, o pensamento algébrico, o pensamento geométrico, o raciocínio proporcional, o raciocínio combinatório, o raciocínio estatístico e probabilístico e a competência métrica, entre outros, para resolver problemas e estabelecer conexões entre várias áreas dentro da própria Matemática; estabelecer conexões entre diferentes temas matemáticos e entre esses temas e outras áreas de conhecimento; aplicar conhecimentos e métodos matemáticos a situações diversas e a outras áreas de conhecimento. 1 Conjuntos Numéricos 1.1. Números naturais e números inteiros: divisibilidade, mínimo múltiplo comum, máximo divisor comum, decomposição em fatores primos Números racionais: operações com frações, com representações decimal e em notação científica; razões, proporções, regra de três simples e composta, porcentagem e juros Números reais: operações e propriedades; simplificação de expressões numéricas e algébricas; relação de ordem, valor absoluto e desigualdades. Intervalos. 2 Funções 2.1. Definição, notação, domínio, contra domínio e imagem de uma função. Gráficos. Função par e função ímpar. Funções crescentes e funções decrescentes. Função definida por mais de uma sentença. Composição e inversão de funções Função linear e função afim: expressão algébrica; construção e interpretação de gráficos; resoluções algébrica e gráfica de equações e inequações do 1º grau Função quadrática: expressão algébrica; construção e interpretação de gráficos; resoluções algébrica e gráfica de equações e inequações do 2º grau Funções exponenciais e funções logarítmicas: expressão algébrica; construção e interpretação de gráficos; propriedades; resoluções algébrica e gráfica de equações e inequações exponenciais e logarítmicas. 3 Sequências e Progressões 3.1. Sequências numéricas: descrição pelo termo geral e por recorrência; construção e interpretação de gráficos Progressões Aritméticas: termo geral; interpolação e soma dos termos Progressões Geométricas: termo geral; interpolação e soma dos termos.

M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS

M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS O conteúdo programático de Matemática dos processos seletivos da UFU tem como objetivo identificar a habilidade do estudante em resolver problemas, fazer conexões

Leia mais

TÉCNICO DE LABORATÓRIO/FÍSICA

TÉCNICO DE LABORATÓRIO/FÍSICA TÉCNICO DE LABORATÓRIO/FÍSICA REQUISITO DE QUALIFICAÇÃO PARA INGRESSO NO CARGO: ESCOLARIDADE: Ensino Médio Profissionalizante nas áreas de Eletricidade, Eletrônica, Eletrotécnica ou Mecânica ou Ensino

Leia mais

Física Interação e Tecnologia

Física Interação e Tecnologia Apontamentos das obras LeYa em relação as Orientações Teórico-Metodológicas para o Ensino Médio do estado de PERNAMBUCO Física Interação e Tecnologia 2 Caro professor, Este guia foi desenvolvido para ser

Leia mais

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Matemática - (1ª série)

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Matemática - (1ª série) Relacionar e resolver problemas que envolvem conjuntos; Reconhecer, operar e resolver problemas com conjuntos numéricos; Compreender os conceitos e propriedades aritméticas; Resolver problemas de porcentagem,

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

Centro de Educação Integrada

Centro de Educação Integrada Centro de Educação Integrada 1º ANO BIOLOGIA Origem da vida Citologia Teoria da geração espontânea e biogênese. Teoria de Oparin e Haldane. Panspermia. Criacionismo. Os primeiros seres vivos. Água. Sais

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Programa para a 1ª ETAPA

Programa para a 1ª ETAPA PROGRAMA DE FÍSICA Comissão de Processos Orientação Geral : Este programa apresenta os conteúdos básicos da Física ensinados no Ensino Médio. Para a realização da prova, espera-se que o Candidato ou a

Leia mais

Concurso da AFA. Anexo E Programa de Matérias

Concurso da AFA. Anexo E Programa de Matérias Concurso da AFA Anexo E Programa de Matérias A bibliografia sugerida não limita nem esgota o programa. Serve apenas como orientação para as bancas elaboradoras de provas e para os candidatos. 1 FÍSICA

Leia mais

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 2ª ETAPA 2014 ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE BIOLOGIA 2ª ETAPA 2014

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 2ª ETAPA 2014 ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE BIOLOGIA 2ª ETAPA 2014 CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE BIOLOGIA 2ª ETAPA 2014 1ª SÉRIE - 06/ 08/ 2014 - Capítulo 6 Citoplasma e organelas citoplasmáticas; - Capítulo 7 Núcleo e cromossomos; - Capítulo 8 Divisão celular:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE

CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE PROGRAMA DAS PROVAS 1- REDAÇÃO Construção de textos dissertativos objetivos e/ou subjetivos abordando temas da atualidade. 2- LINGUA PORTUGUESA 2.1- Literatura Brasileira Literatura: conceito e funções,

Leia mais

ANEXO 1 CONTEÚDOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO

ANEXO 1 CONTEÚDOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO ANEXO 1 S PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO S PRÉVIOS DO 5º ANO PARA CANDIDATOS A BOLSA NO 6 ANO PORTUGUÊS Leitura e interpretação textual Artigo Substantivo (comum,

Leia mais

Como nosso Vestibular é vocacionado, o aluno pode dedicar a maior parte do tempo para o estudo das matérias que mais têm relação com seu curso.

Como nosso Vestibular é vocacionado, o aluno pode dedicar a maior parte do tempo para o estudo das matérias que mais têm relação com seu curso. O Que Estudar? Como nosso Vestibular é vocacionado, o aluno pode dedicar a maior parte do tempo para o estudo das matérias que mais têm relação com seu curso. Cursos Provas Disciplinas - Engenharia de

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Conteúdo Programático Teste Seletivo 2014 - Edital 4º Ano Ensino Fundamental I 1. Interpretação de texto; 2. Redação; 3. Operações Fundamentais (probleminhas). 5º Ano Ensino Fundamental I 1. Interpretação

Leia mais

2. Produção de texto escrito, utilizando a organização e as estruturas linguísticas adequadas ao gênero proposto.

2. Produção de texto escrito, utilizando a organização e as estruturas linguísticas adequadas ao gênero proposto. LÍNGUA PORTUGUESA 1. Compreensão e interpretação de textos de diferentes gêneros textuais e literários, verbais e não verbais, realizando inferências, e comparando-os, considerando os recursos expressivos

Leia mais

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE -2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE DISCURSIVA OBJETIVA QUÍMICA FÍSICA QUÍMICA FÍSICA Matéria e energia Propriedades da matéria Mudanças de estado físico

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO PRÓ-REITORIA DE ENSINO - PROEN

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO PRÓ-REITORIA DE ENSINO - PROEN SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO PRÓ-REITORIA DE ENSINO - PROEN EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 049, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2014 O Reitor do Instituto

Leia mais

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PORTUGUÊS PRIMEIRO ANO Programa da 1ª série: Interpretação de texto Linguagem figurada Trovadorismo Humanismo "Auto da barca do inferno" BIOLOGIA Características gerais

Leia mais

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA ORIENTAÇÃO GERAL

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA ORIENTAÇÃO GERAL 1 PROGRAMA DAS DISCIPLINAS LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA ORIENTAÇÃO GERAL A prova de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira da UFSC baseia-se nas recomendações dos Parâmetros Curriculares

Leia mais

PROGRAMA DO EXAME DE ESCOLARIDADE PARA INGRESSO NO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA - ITA VESTIBULAR 2016

PROGRAMA DO EXAME DE ESCOLARIDADE PARA INGRESSO NO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA - ITA VESTIBULAR 2016 I FÍSICA PROGRAMA DO EXAME DE ESCOLARIDADE PARA INGRESSO NO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA - ITA VESTIBULAR 2016 1. Noções sobre medidas físicas: algarismos significativos. Desvios e erros. Análise

Leia mais

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA ORIENTAÇÃO GERAL

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA ORIENTAÇÃO GERAL 1 PROGRAMA DAS DISCIPLINAS LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA ORIENTAÇÃO GERAL A prova de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira da UFSC baseia-se nas recomendações dos Parâmetros Curriculares

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE PROCESSO SELETIVO 2012

CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE PROCESSO SELETIVO 2012 PROCESSO SELETIVO 2012 PROGRAMA DAS PROVAS 1- REDAÇÃO Construção de textos dissertativos objetivos e/ou subjetivos abordando temas da atualidade. 2- LINGUA PORTUGUESA 2.1- Literatura Brasileira Literatura:

Leia mais

DATAS E CONTEÚDOS EXAME FINAL ENSINO MÉDIO

DATAS E CONTEÚDOS EXAME FINAL ENSINO MÉDIO COLÉGIO E CURSO COLÉGIO PAROQUIAL NOSSA SENHORA DO CARMO Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Antônio Felipe, 780 Fone/Fax (44) 3421-8250 Paranavaí PR e-mail: paroquial@colegioparoquial.com.br

Leia mais

Centro de Educação Integrada

Centro de Educação Integrada Centro de Educação Integrada 2º ANO BIOLOGIA Sistemática e classificação biológica Biodiversidade Vírus Reino Monera: bactérias e arqueas Reino Protoctistas: Algas e protozoários Reino Fungi: Fungos Fundamentos

Leia mais

MATRIZ GEEKIE 1º Ano 1ª Aplicação Área Matéria Assunto

MATRIZ GEEKIE 1º Ano 1ª Aplicação Área Matéria Assunto MATRIZ GEEKIE 1º Ano 1ª Aplicação Estrutura celular Impactos ambientais da ação humana Método científico e o estudo da Tratamento de resíduos Estudo do movimento: aceleração Estudo do movimento: velocidade

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO VESTIBULAR 2009

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO VESTIBULAR 2009 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO VESTIBULAR 2009 REDAÇÃO Produção de um texto dissertativo, texto narrativo ou correspondência. A redação será avaliada segundo: adequação ao tema proposto, ao tipo de texto solicitado,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA O PRÉ - IFES

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA O PRÉ - IFES CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA O PRÉ - IFES Instituição: Escola São Francisco de Assis - Unidade de Ibiraçu Turno de funcionamento: Noturno Dias da semana: segunda, terça e quarta-feira. Horário das aulas:

Leia mais

EDITAL 2015 Testes de Português e Matemática - Material: com foto PORTUGUÊS Indicação bibliográfica: Na ponta da língua MATEMÁTICA

EDITAL 2015 Testes de Português e Matemática - Material: com foto PORTUGUÊS Indicação bibliográfica: Na ponta da língua MATEMÁTICA EDITAL 2015 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Testes de Português e Matemática - Material: o candidato deverá trazer: lápis apontados, apontador, borracha e o Compreensão e interpretação de textos; exploração

Leia mais

Lançamento oblíquo Leis de Newton ÓPTICA

Lançamento oblíquo Leis de Newton ÓPTICA 2015 Ensino Médio ------Conteúdo e Datas 2ª PARCIAL /3ª Etapa Disciplina Data Série Conteúdo 25/09 1º A Lançamento horizontal 29/09 1 B Lançamento oblíquo Leis de Newton ÓPTICA Física 29/09 2º ano Fundamentos

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1º Ano do Ensino Fundamental (Alunos concluintes do 2º Período da Educação Infantil) Escrita do nome completo; Identificar e reconhecer as letras do alfabeto; Identificar e diferenciar

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIA DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: MATEMÁTICA I SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:.

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa. Campus UFV Florestal. Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Universidade Federal de Viçosa. Campus UFV Florestal. Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal Universidade Federal de Viçosa Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal Conteúdo programático para prova do Exame de Seleção 2015 Curso Técnico em Agropecuária subsequente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS FLORESTAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS FLORESTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS FLORESTAL DIRETORIA DE ENSINO Campus Universitário Florestal - MG - 35690-000 Telefax (31) 3536-3361 Email:die@ufv.br EXAME DE SELEÇÃO CEDAF - 2014 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Leia mais

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PRIMEIRA FASE

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PRIMEIRA FASE PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PRIMEIRA FASE LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Compreensão e uso adequado da língua Construção de diferentes discursos Respeito às variações linguísticas Conhecimento

Leia mais

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014.

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Classes de palavras: - Substantivo - Adjetivo - Artigo - Numeral

Leia mais

PRÉ REQUISITOS ENSINO MÉDIO 2015

PRÉ REQUISITOS ENSINO MÉDIO 2015 PRÉ REQUISITOS ENSINO MÉDIO 2015 Matérias 1º MÉDIO 2º MÉDIO 3º MÉDIO Português Figuras de Linguagem Linguagem Coloquial Normativa Formal Informal -Conectivos -Gêneros textuais Literatura: Barroco,Arcadismo,Romantismo

Leia mais

REDE DE ENSINO FARIA BRITO COORDENAÇÃO DE ENSINO MÉDIO. 1º Ano

REDE DE ENSINO FARIA BRITO COORDENAÇÃO DE ENSINO MÉDIO. 1º Ano Língua Portuguesa - Perceber as modificações realizadas nas antigas regras de acentuação, fixando as que permanecem inalteradas pelo novo acordo ortográfico; - Conhecer as classes gramaticais; - Apresentar

Leia mais

Análise dos Vestibulares

Análise dos Vestibulares Análise dos Vestibulares

Leia mais

CONTEÚDOS DO 1º ANO/FUND. I - PARA QUEM VAI CONCORRER ÀS BOLSAS PARA O 2º ANO/FUND. I / 2016

CONTEÚDOS DO 1º ANO/FUND. I - PARA QUEM VAI CONCORRER ÀS BOLSAS PARA O 2º ANO/FUND. I / 2016 CONTEÚDOS DO 1º ANO/FUND. I - PARA QUEM VAI CONCORRER ÀS BOLSAS PARA O 2º ANO/FUND. I / 2016 ALFABETO; LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTO; SINAIS DE PONTUAÇÃO (EXCLAMAÇÃO E INTERROGAÇÃO); PLURAL; SEPARAÇÃO

Leia mais

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 6ºANO CONTEÚDOS-1º TRIMESTRE Números naturais; Diferença entre número e algarismos; Posição relativa do algarismo dentro do número; Leitura do número; Sucessor e antecessor;

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ FÍSICA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA 1 MECÂNICA COMPETÊNCIAS

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ FÍSICA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA 1 MECÂNICA COMPETÊNCIAS 1.1 Conceitos fundamentais: Posição, deslocamento, velocidade e aceleração. 1.2 Leis de Newton e suas Aplicações. 1.3 Trabalho, energia e potência. 1.4 Momento linear e impulso. UNIVERSIDADE DO ESTADO

Leia mais

X Olimpíada Santa Cecília de Ciências da Natureza, Matemática e Redação 6º ANO

X Olimpíada Santa Cecília de Ciências da Natureza, Matemática e Redação 6º ANO 6º ANO 3933_3ªET/14-Circular Olimp.(6º)CP_ARIS369 6º ANO Olimpíada Santa Cecília de Ciências, na(s) seguinte(s) disciplina(s): ( ) ( ) Ciências ( ) Redação Ciências de 05, e terá a duração de 4 As provas

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA COMPONENTE CURRICULAR:

MATRIZ DE REFERÊNCIA COMPONENTE CURRICULAR: I. MECÂNICA Conteúdo 1. Introdução à Física - Sistemas métricos. Conversão de unidades de medida. Notação científica. Ordem de grandeza. Operações com algarismos significativos. Regras de arredondamento.

Leia mais

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental 3 o Ano Textos Ler, entender e interpretar contos infantis e textos informativos. Gramática Será dada ênfase à aplicação, pois ela é entendida como instrumento para que o aluno se expresse de maneira adequada

Leia mais

COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais. 1º ano D. Arte

COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais. 1º ano D. Arte COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais Arte -Resumo Arte feminino plural Função pragmática ou utilitária Função naturalista As linguagens artísticas

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Física 12.º ano homologado em 21/10/2004 ENSINO SECUNDÁRIO FÍSICA 12.º ANO TEMAS/DOMÍNIOS

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 83/2014 TRADUTOR E INTÉRPRETE DE LINGUAGEM DE SINAIS

CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 83/2014 TRADUTOR E INTÉRPRETE DE LINGUAGEM DE SINAIS CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 83/2014 TRADUTOR E INTÉRPRETE DE LINGUAGEM DE SINAIS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA, LEGISLAÇÃO E CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Será avaliada

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE ESTUDO PARA SIMULADO. 4º Simulado - 4º bimestre - 1ª série do Ensino Médio Enem - 2013

ORIENTAÇÃO DE ESTUDO PARA SIMULADO. 4º Simulado - 4º bimestre - 1ª série do Ensino Médio Enem - 2013 Prezado Coordenador Pedagógico, 4º Simulado - 4º bimestre - 1ª série do Ensino Médio Enem - 2013 Unidade 6- Pronome 2ª parte Unidade 1- Preposições - Conjunções Unidade 2- Verbos 1ª parte Unidade 3- Verbos

Leia mais

Programa de Provas Módulo I

Programa de Provas Módulo I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo I O programa das matérias do 1º módulo do PAS relaciona-se aos conteúdos curriculares indicados pelos

Leia mais

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I ANEXO I As Faculdades Senac Minas, com o intuito de atender às diversas demandas, oferece à comunidade dois processos vestibular: o vestibular e o vestibular agendado. Ambos os processos buscam selecionar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo I

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo I O programa das matérias do 1º módulo do PAS relaciona-se aos conteúdos curriculares indicados pelos

Leia mais

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Avaliação do Desenvolvimento e Desempenho da Criança nos aspectos cognitivo, afetivo, socialização e psicomotor, através de atividades compatíveis com

Leia mais

SUBÁREA DE FÍSICA E QUÍMICA PLANEJAMENTO ANUAL PARA A DISCIPLINA DE FÍSICA 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 2014. Identificação e Conteúdo Programático

SUBÁREA DE FÍSICA E QUÍMICA PLANEJAMENTO ANUAL PARA A DISCIPLINA DE FÍSICA 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 2014. Identificação e Conteúdo Programático UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO - CEPAE ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E MATEMÁTICA SUBÁREA DE FÍSICA E QUÍMICA PLANEJAMENTO ANUAL

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo II UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo II O programa das matérias do 2º módulo do PAS relaciona-se aos conteúdos curriculares indicados pelos

Leia mais

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS

PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PROGRAMA DAS DISCIPLINAS PRODUÇÃO DE TEXTO O texto elaborado pelo candidato deve atender à situação de produção apresentada na prova, obedecendo para tanto à tipologia e ao gênero textual solicitados.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (UFSC) PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (PROGRAD) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (COPERVE)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (UFSC) PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (PROGRAD) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (COPERVE) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (UFSC) PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (PROGRAD) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (COPERVE) PROGRAMA DAS DISCIPLINAS VESTIBULAR UFSC 2016 O Programa das Disciplinas segue

Leia mais

Disciplina: BIOLOGIA Turma: 301

Disciplina: BIOLOGIA Turma: 301 Professor: Marcos A. Loureiro Nº de aulas: 03 Disciplina: BIOLOGIA Turma: 301 1ºaula: data: 27/ 11 /2013 nº de aulas no dia ( 02 ) Esclarecer dúvidas referentes aos capítulos estudados no 1º trimestre.

Leia mais

CONTEÚDOS DE FÍSICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE FÍSICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE FÍSICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Ricardo Dantas SECRETÁRIA

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA DISCIPLINA QUIMICA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA DISCIPLINA QUIMICA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO - Compreender as transformações químicas em linguagem discursivas. - Compreender os códigos

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2013

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2013 PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2013 FÍSICA CARLOS 3ª MÉDIO Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Encaminhamos a Programação de Etapa, material de apoio para o acompanhamento dos conteúdos e habilidades que

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo II UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo II O programa das matérias do 2º módulo do PAS relaciona-se aos conteúdos curriculares indicados pelos

Leia mais

GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA - 2013. Plano de Ensino

GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE PLANALTINA CENTRO DE ENSINO FUNDAMENTAL 02 COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA - 2013. Plano de Ensino Plano de Ensino 1. IDENTIFICAÇÃO: DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS Turma: A / B / C / D /E SÉRIE/ANO: 8ª / 9º Turno: MATUTINO Bimestral: 1º / 2º / 3º / 4º Anual: 2013 Professor: MÁRIO CÉSAR CASTRO E-mail:

Leia mais

EDITAL N 10/2012 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR TECNOLÓGICO

EDITAL N 10/2012 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR TECNOLÓGICO EDITAL N 10/2012 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR TECNOLÓGICO A COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSOS SELETIVOS, no uso das atribuições que lhe confere a Portaria n 07, de 07 de março de 2012, comunica aos interessados,

Leia mais

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO Ano: 3º ANO Disciplina: História Professor Responsável: Wladson Quiozine OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO 1. Retomar os aspectos essenciais do conteúdo programático da disciplina de História do Ensino

Leia mais

O primeiro beijo e outros contos Clarice Lispector

O primeiro beijo e outros contos Clarice Lispector CONTEÚDO DE RECUPERAÇÃO ESPECIAL 1º ANO QUÍMICA PROVA: Matéria: Funções inorgânicas(ácidos, bases, sais e óxidos); balanceamento de equações químicas; Massa atômica, Massa molecular; Constante de Avogadro;

Leia mais

PROGRAMA DAS MATÉRIAS

PROGRAMA DAS MATÉRIAS PROGRAMA DAS MATÉRIAS 1-LÍNGUA PORTUGUESA I - OBJETIVOS - Apreender os significados (ler, interpretar) de textos verbais e não-verbais; - Entender os mecanismos de funcionamento da Língua Portuguesa na

Leia mais

História América Restauração e movimentos nativistas Ilustrações e Reformas Pombalinas Crise do sistema colonial e tentativas de emancipação

História América Restauração e movimentos nativistas Ilustrações e Reformas Pombalinas Crise do sistema colonial e tentativas de emancipação Matemática e suas tecnologias Álgebra Logarítimos Logarítimos Decimais Função Logarítmica (Resumo) Equações e Inequações Logarítmicas Módulo de um Número Real Função Módulo, Propriedades e Gráficos Progressões

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

EDITAL CED/RTR N.º 003/2008, 05 de março de 2008. PROCESSO SELETIVO ESPECIAL Retificação do Edital n 002/2008 de 25 de fevereiro de 2008

EDITAL CED/RTR N.º 003/2008, 05 de março de 2008. PROCESSO SELETIVO ESPECIAL Retificação do Edital n 002/2008 de 25 de fevereiro de 2008 EDITAL CED/RTR N.º 003/2008, 05 de março de 2008. OCESSO SELETIVO ESPECIAL Retificação do Edital n 002/2008 de 25 de fevereiro de 2008 A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições,

Leia mais

EDUCANDÁRIO SANTA MARIA GORETTI

EDUCANDÁRIO SANTA MARIA GORETTI EDUCANDÁRIO SANTA MARIA GORETTI 2015 CONTEÚDOS PARA OS TESTES DE SONDAGEM DE ADMISSÃO EM 2015 DO 2º AO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Os conteúdos selecionados para esta programação assinalam pontos fundamentais

Leia mais

Matriz Curricular de Matemática 6º ao 9º ano 6º ano 6º Ano Conteúdo Sistemas de Numeração Sistema de numeração Egípcio Sistema de numeração Romano Sistema de numeração Indo-arábico 1º Trimestre Conjunto

Leia mais

6ª Série/Ensino Fundamental

6ª Série/Ensino Fundamental 6ª Série/Ensino Fundamental ROTEIRO DE ESTUDO PARA AS PROVAS DE RECUPERAÇÃO /DEZEMBRO 2013 CIÊNCIAS NATURAIS: 16/12/13 SEGUNDA FEIRA répteis; mamíferos. REDAÇÃO: 16/12/13 SEGUNDA FEIRA Leitura e interpretação

Leia mais

3. Conjuntos numéricos: 3.1. Naturais (N), Inteiros (Z), Racionais (Q), Reais (R): representação, ordenação,

3. Conjuntos numéricos: 3.1. Naturais (N), Inteiros (Z), Racionais (Q), Reais (R): representação, ordenação, MATEMÁTICA ORIENTAÇÃO GERAL O conteúdo programático apresentado foi elaborado com a finalidade de fornecer às escolas de Ensino Fundamental e Médio, e aos vestibulandos, uma orientação a respeito dos principais

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx - DEPA. (2) Atlas: Geoatlas SIMIELLI, Maria Helena

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx - DEPA. (2) Atlas: Geoatlas SIMIELLI, Maria Helena MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx - DEPA COLÉGIO MILITAR DE FORTALEZA (Es M do Ceará/1889) CASA DE EUDORO CORRÊA ANEXO F (RELAÇÃO DOS LIVROS DIDÁTICOS PARA OS COLÉGIOS MILITARES) AO PGE/CMF-

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santo Ângelo A N E XO II. (Do Conteúdo Programático)

Prefeitura Municipal de Santo Ângelo A N E XO II. (Do Conteúdo Programático) 1 A N E XO II (Do Conteúdo Programático) 2 Cargos: CARPINTEIRO, COZINHEIRA, PADEIRO, PINTOR (LETRISTA). Português: Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica.

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município:Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas

Leia mais

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO Ricardo

Leia mais

Conteúdos Básicos do Exame de Qualificação

Conteúdos Básicos do Exame de Qualificação UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UERJ SUB-REITORIA DE GRADUAÇÃO SR-1 DEPARTAMENTO DE SELEÇÃO ACADÊMICA DSEA VESTIBULAR ESTADUAL 2010POVESTIBULAR ESTADUAL 2010 Vestibular Estadual 2014 Conteúdos

Leia mais

RELAÇÃO DOS LIVROS DIDÁTICOS - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO LÍNGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS INGLÊS - ENSINO FUNDAMENTAL

RELAÇÃO DOS LIVROS DIDÁTICOS - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO LÍNGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS INGLÊS - ENSINO FUNDAMENTAL RELAÇÃO DOS LIVROS DIDÁTICOS - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO LÍNGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS INGLÊS - ENSINO FUNDAMENTAL NÍVEL TÍTULO AUTOR(ES) EDITORA A1A English ID started (combo edition) A1B A2A A2B English

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA PLANO DE ENSINO

COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA PLANO DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA 1 - IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO CURSO: Técnico Subsequente em Agricultura DISCIPLINA/ COMPONENTE CURRICULAR: Matemática Aplicada a Agricultura ANO/ CARGA

Leia mais

Conteúdos do 1º Bimestre Ensino Médio

Conteúdos do 1º Bimestre Ensino Médio São Paulo, 6 de abril de 2015. Conteúdos do 1º Bimestre Ensino Médio 1 a Série A Matemática - Profa. Silvia - (Setor A) Resolução de problemas com conjuntos (diagramas); propriedades da potenciação e da

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE QUÍMICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE QUÍMICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 134, Toledo PR Fone: 377-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE QUÍMICA SÉRIE: 1ª SÉRIE E.M. PROFESSOR: Paulo

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1 ano EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1 ano EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Manutenção e Suporte em Informática - Integrado FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( )

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014)

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS DIRETORIA DE ENSINO Colégio Tiradentes - CPM CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) 4º ano Texto e interpretação; As quatro operações: Adição, subtração, Substantivo:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROEN

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROEN Curso Tutoria de nivelamento em Biologia Campus Centro Carga horária: 30h Tutor: Karoline Marques Cabral (e-mail: karol.m.cabral@gmail.com) Orientadores: Profª Kyria Cilene de Andrade Bortoleti (e-mail:

Leia mais

CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO

CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO IMPORTANTE!!! O ALUNO DEVE ESTUDAR ALÉM DOS CONTEÚDOS ABAIXO, O DO CADERNO, LIVRO E CADERNO DE ATIVIDADES. Disciplina Data da prova Conteúdo Apresentação

Leia mais

Conteúdos para Exames Finais. 1º ano

Conteúdos para Exames Finais. 1º ano Conteúdos para Exames Finais 1º ano Matemática: Teoria de Conjuntos; Funções particulares (Função quadrática, Funções exponencial, logarítmica e modular); Progressões aritméticas e geométricas. Artes:

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE FÍSICA

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE FÍSICA PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE FÍSICA 9 ano 1 volume CONTEÚDOS OBJETIVOS 1.Movimento Grandezas e unidades - Unidades de medida - Conversão de unidades Conceitos iniciais - Movimento e repouso - Trajetória Posição

Leia mais

ENSINO MÉDIO CONTEÚDO DE RECUPERAÇÃO FINAL PERÍODO DE 04 A 12 DE DEZEMBRO DE 2013

ENSINO MÉDIO CONTEÚDO DE RECUPERAÇÃO FINAL PERÍODO DE 04 A 12 DE DEZEMBRO DE 2013 ENSINO MÉDIO CONTEÚDO DE RECUPERAÇÃO FINAL PERÍODO DE 04 A 12 DE DEZEMBRO DE 2013 1 A 1 B Ricardo Funções de 1 Grau (afim) - Função do 2 Grau (quadrática) Equações do 1 e 2 Graus Inequações do 1 e 2 Graus

Leia mais

29/11/2013 15:17-Conteudo-Prova-Final-2-ano

29/11/2013 15:17-Conteudo-Prova-Final-2-ano 2 CONTÉUDOS DA PROVA FINAL ÁREA DE CONHECIMENTO: LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS COORDENADOR: Professora Tatiana Lantyer DISCIPLINA: Literatura PROFESSORA: Anna Carvalho Indianismo Modernismo (primeira

Leia mais

Geografia: O Planeta Terra: apresentação, localização e movimentos; A organização política do Brasil; O relevo do Brasil; Os climas do Brasil.

Geografia: O Planeta Terra: apresentação, localização e movimentos; A organização política do Brasil; O relevo do Brasil; Os climas do Brasil. 2º Ano E.F. em 2013 Cursar 3º Ano E.F. em 2014 Português: Leitura, compreensão e interpretação de textos verbais e não-verbais; Uso da letra maiúscula; Ordem alfabética; Letra, sílaba e palavra; Divisão

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br PLANEJAMENTO DE AÇÕES DA 2 ª ETAPA 2015 PERÍODO DA ETAPA: 01/09/2015 á 04/12/2015 TURMA: 9º Ano EF II DISCIPLINA: CIÊNCIAS / QUÍMICA 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Interações elétricas e

Leia mais

Enem, fantasias e verdades. Rommel Fernandes

Enem, fantasias e verdades. Rommel Fernandes 2014 Enem, fantasias e verdades. Rommel Fernandes Enem, fantasias e verdades. 3 Eu sou Rommel Fernandes, Diretor de Ensino do Bernoulli, e vou expor um tema interessantíssimo, que envolve o Enem. O exame

Leia mais

Programas PS-EDUCAMPO/UFES 2015

Programas PS-EDUCAMPO/UFES 2015 Programas PS-EDUCAMPO/UFES 2015 Matemática Conjuntos: caracterização de conjuntos, igualdade, inclusão, reunião, interseção, representação por diagramas e aplicações em soluções de problemas. Conjuntos

Leia mais

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80 PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80 EMENTA DA DISCIPLINA O Estudo das funções e suas aplicações

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE TURMA: 3º ano - 231 PERÍODO: 24/02 a 24/05 DISCIPLINA/PROFESSOR/A OBJETIVO CONTEÚDOS Biologia Cláucia Brentano Diferenciar os principais tipos de reprodução existentes entre os

Leia mais