PLANO DIRETOR JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO VOLUME 3

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DIRETOR JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO - 2014 2023 VOLUME 3"

Transcrição

1 PLANO DIRETOR JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO VOLUME 3

2

3 Memorial Técnico e Diagnósticos Preliminares anexos ao Plano Diretor do Jockey Club de São Paulo RESTARQ Restauração e Arte Ltda Arq. responsável Luis Magnani Arq. Ana Paula Soida Estag. Arq. Claudia Muniz Volume 3 Club: Arq. Ana Paula Soida e Estag. Arq. Claudia Muniz Dezembro

4 Área do Projeto de Sustentação do Turfe 46 - Conjunto de Cocheiras e Alojamentos - de 71 a Cabine de Geradores dos Trolleybus da CMTC Área do Projeto de Sustentação do Turfe Identificação dos edifícios que fazem parte da Área Projeto de Sustentação do Turfe RESTARQ Restauração e Arte Ltda

5 CONJUNTO DE COCHEIRAS E ALOJAMENTOS - DE 71 A 86 Usos e estado de conservação atual As cocheiras desta área tem capacidade aproximada para 24 cavalos, sendo que os alojamentos para os cavalariços estão localizados na entrada, ou seja, ao entrar nas cocheiras passamos por debaixo destes alojamentos. Nestes alojamentos são colocados os beliches para os funcionários residentes. Nos fundos das cocheiras 82 e 83 deste bloco, que tem pequena redução em profundidade, é onde está situada a antiga cabine de geradores da CMTC. Estas cocheiras foram as últimas a serem construídas no Jockey (por volta da década de 1970), no local onde originalmente se estendia o trecho da reta da pista de corrida de cavalos, que possuía 1200m e foi então encurtada para os 1000m atuais. Uma particularidade deste grupo é que a entrada é feita somente pela frente das cocheiras, diferente das outras que tem entradas pelas duas ruas limítrofes. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

6 CONJUNTO DE COCHEIRAS E ALOJAMENTOS - DE 71 A 86 Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Planta de situação do Projeto para substituição de plantas de 16 grupos de cocheiras, de autoria da Construtora Tosato Ltda. Datado de (Caixa Cocheiras 46 - fl. 02) RESTARQ Restauração e Arte Ltda

7 CONJUNTO DE COCHEIRAS E ALOJAMENTOS - DE 71 A 86 Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Projeto completo para substituição de plantas de 16 grupos de cocheiras, de autoria da Construtora Tosato Ltda. Datado de (Caixa Cocheiras 46 - fl. 01) RESTARQ Restauração e Arte Ltda

8 CONJUNTO DE COCHEIRAS E ALOJAMENTOS - DE 71 A 86 Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 Entradas dos grupos de cocheiras (da esquerda para a direita): 71, 72, 73, 74, 75 e 76. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

9 CONJUNTO DE COCHEIRAS E ALOJAMENTOS - DE 71 A 86 Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 Entradas dos grupos de cocheiras (da esquerda para a direita): 77, 78, 79, 80, 81 e 82. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

10 CONJUNTO DE COCHEIRAS E ALOJAMENTOS - DE 71 A 86 Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 Entradas dos grupos de cocheiras (da esquerda para a direita): 83, 84, 85 e 86. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

11 CABINE DE GERADORES DOS TROLLEYBUS DA CMTC Usos e estado de conservação atual Usos Estado de conservação atual / Diagnóstico preliminar do edifício Uso Original Cabine de geradores dos Trolleybus da CMTC. Uso Atual Desativada. Uso futuro O mesmo. Desde sua criação, a maioria dos turfistas que vinham ao Hipódromo (em torno de pessoas por dia de corrida), usava o transporte público da CMPC - os trolleybus (ônibus elétricos) - por isso havia interesse do Jockey em colaborar com a CMTC para facilitação do transporte na região. Então o Jockey cedeu parte do seu espaço interno para a construção da cabine de geradores para o abastecimento destes veículos. Quando os trolleybus saíram de circulação o Jockey retomou a edificação refazendo o muro de divisa no antigo alinhamento envolvendo a cabine. Hoje a pequena construção é usada como depósito de objetos gerais. Sua constituição é em alvenaria de tijolos e laje de cobertura, com as bordas salientes configurando beiral acimalhado, nos moldes de outras edificações do Jockey, coroada com platibanda com pingadeira superior. Para as fachadas internas estão voltados os vitrôs altos e porta de enrolar. Pelo fato do nível do terreno do Jockey estar abaixo do da avenida, o acesso à cabine era feito através de escada com gradil metálico, ainda presentes. Também estão preservados os muros e portões que delimitavam o espaço utilizado pela CMTC. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

12 CABINE DE GERADORES DOS TROLLEYBUS DA CMTC Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Projeto completo para construção de prédio para instalação de Sub-estação Retificadora de Energia Elétrica, com assinatura do engenheiro responsável do Jockey Club Octávio da Graça Martins. Prancha não datada. (Caixa CMTC - fl. 01) RESTARQ Restauração e Arte Ltda

13 CABINE DE GERADORES DOS TROLLEYBUS DA CMTC Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

14 Área do Stud Book 28 - Atual Stud Book / Antigo Departamento de Pessoal dos Profissionais do Turfe Identificação do edifício que faz parte da Área do Stud Book Área do Stud Book RESTARQ Restauração e Arte Ltda

15 ATUAL STUD BOOK / ANTIGO DEPARTAMENTO DE PESSOAL DOS PROFISSIONAIS DO TURFE Usos e estado de conservação atual Usos Uso original Após a construção do edifício vizinho (27), com o aumento da demanda de serviços da Associação dos Criadores, foi construída esta edificação para funcionar como local de registro dos profissionais do turfe. Uso atual Com a desocupação deste espaço,(27 e 28), o Jockey Club propôs, no início de 2013, ao Stud Book (instituição que faz o registro dos cavalos de puro sangue inglês) e a Associação Brasileira dos Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida / ABCPCC, reformassem e ocupassem estas edificações. O edifício 28 é hoje ocupado pelo Stud Book. Estado de conservação atual / Diagnóstico preliminar do edifício Construção simples com platibanda e beiral avançado (provavelmente não seja de concreto como nos edifícios que lhe serviram de inspiração), similar a outras edificações do Jockey, no entanto é uma edificação dos anos As janelas circundantes são vitrôs de dimensões variadas; Os maiores são voltados para a pista. A cobertura é em telhas industriais sobre estrutura metálica, com forro para isolamento do calor e condutores externos. Sobre as paredes externas foi aplicada pintura texturizada. Internamente as instalações foram adaptadas para funcionamento de escritório. Foi criada uma pavimentação com acessibilidade para os dois edifícios (27 e 28). Uso futuro O mesmo. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

16 ATUAL STUD BOOK / ANTIGO DEPARTAMENTO DE PESSOAL DOS PROFISSIONAIS DO TURFE Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Projeto para construção de um prédio para escritórios da Sociedade dos Criadores, de autoria da Comissão de Manutenção e Obras do Jockey Club. Datado de (Caixa Stud Book - fl.01). RESTARQ Restauração e Arte Ltda

17 ATUAL STUD BOOK / ANTIGO DEPARTAMENTO DE PESSOAL DOS PROFISSIONAIS DO TURFE Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

18 Área da ABCPCC 27 - Antiga Casa do Diretor / Atual Associação Brasileira dos Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida (ABCPCC) Área da ABCPCC RESTARQ Restauração e Arte Ltda

19 ANTIGA CASA DO DIRETOR / ATUAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CRIADORES E PROPRIETÁRIOS DE CAVALOS DE CORRIDA (ABCPCC) Usos e estado de conservação atual Usos Estado de conservação atual / Diagnóstico preliminar do edifício Uso original A edificação de alvenaria, estrutura de concreto armado e telhado com estrutura de madeira e telhas de barro tipo capa e canal, foi construída para ser a casa do Diretor Geral do Hipódromo, mas devido ao desuso como tal, na década de 1970 foi assumida pela Sociedade de Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida de São Paulo (entidade criada por proprietários de cavalos, com intuito de diminuir custos de compras de ração e outros materiais). Num segundo momento, ainda na década de 1970, como os proprietários de cavalos precisavam dos serviços de profissionais como cavalariços, treinadores, jóqueis, cotejadores, ferradores, construíram ao lado outra edificação (edif. 28) para funcionar como local de registro destes profissionais do turfe. De dez anos para cá a associação deixou de existir por não haver mais a necessidade destes recursos, hoje facilitados pelos serviços de Internet. Atualmente poucos funcionários podem suprir as demandas, ocupando espaços muito menores. Uso atual Com a desocupação destes espaços, o Jockey Club propôs, no início de 2013, ao Stud Book (instituição que faz o registro dos cavalos de puro sangue inglês) e a Associação Brasileira dos Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida / ABCPCC, reformassem e ocupassem estas edificações. Com a vinda, após as reformas feitas, estas entidades desocuparam os espaços anteriores (ao lado do Ambulatório edifícios 19a, 19b e 20 - o Jockey já ocupou dois destes prédios (edifs. 19a, 19b), e deverá num futuro próximo, ocupar o outro, que é a antiga casa do administrador (edif. 20). A Associação Brasileira dos Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida / ABCPCC (que originalmente se chamava Sociedade de Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida ) ocupa hoje o edifício 27. O edifício 28 é hoje ocupado pelo Stud Book. Uso futuro O mesmo. Edificação com partido arquitetônico diferente das demais construções do Jockey, com telhado de telhas de barro e beirais alongados pela presença de mísulas de concreto e terças estendidas que se destacam da estrutura no sentido longitudinal e vigas de madeira prolongadas (para sustentar os beirais) no sentido transversal. As portas de estrutura de madeira e vidro externas possuem folhas de venezianas de madeira. Existem ainda algumas portas externas que reproduzem o padrão de outras edificações do Jockey, com estrutura de madeira e ferragens em forma de X como proteção das áreas de vidro e uma janela com proteção de estrutura de concreto na forma da bandeira inglesa, como as do Tattersall. Estas esquadrias, atualmente se encontram em bom estado de conservação. Nas fachadas laterais foram recuperadas duas pérgolas com pilares de alvenaria e estrutura em madeira. Hoje existem vários aparelhos externos de ar condicionado fixados nestas laterais. A área circundante apresenta piso de arenito amarelo em peças retangulares irregulares originais desta construção, com alguns remendos em cimento. No interior, foram feitas algumas adaptações funcionais com aproveitamento dos pisos originais de madeira, lareira, armários embutidos, lambris, tendo sido preservada a maioria das portas. A porta voltada para a pista e a janela ao seu lado, aparentemente tiveram suas folhas de correr substituídas (visto que, as portas dos fundos são quadriculadas e as janelas são basculantes, ambos em madeira). Não houve, nessa reforma, acréscimo de área e o entorno imediato recebeu tratamento de paisagismo aproveitando a vegetação preexistente, com colocação de banquetas e mesas de concreto pré-moldado. Foi colocada no gramado posterior uma escultura em bronze, propriedade do Jockey, que foi doada pela rainha da Inglaterra que apresenta uma casal de tigres em namoro. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

20 ANTIGA CASA DO DIRETOR / ATUAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CRIADORES E PROPRIETÁRIOS DE CAVALOS DE CORRIDA (ABCPCC) Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Planta térrea e de cobertura da antiga Residência do Diretor, do projeto de autoria de D.P.LG.. Datado de (Caixa Diretor - fl. 05). RESTARQ Restauração e Arte Ltda

21 ANTIGA CASA DO DIRETOR / ATUAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CRIADORES E PROPRIETÁRIOS DE CAVALOS DE CORRIDA (ABCPCC) Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Cortes e Fachadas da antiga Residência do Diretor, do projeto de autoria de D.P.LG.. Datado de (Caixa Diretor - fl. 06). RESTARQ Restauração e Arte Ltda

22 ANTIGA CASA DO DIRETOR / ATUAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CRIADORES E PROPRIETÁRIOS DE CAVALOS DE CORRIDA (ABCPCC) Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Ilustração da situação pretendida da antiga Residência do Diretor, do projeto de autoria de D.P.LG.. Prancha sem data. (Caixa Diretor - fl. 01). RESTARQ Restauração e Arte Ltda

23 ANTIGA CASA DO DIRETOR / ATUAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CRIADORES E PROPRIETÁRIOS DE CAVALOS DE CORRIDA (ABCPCC) Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

24 ANTIGA CASA DO DIRETOR / ATUAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CRIADORES E PROPRIETÁRIOS DE CAVALOS DE CORRIDA (ABCPCC) Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

25 Área da Garagem 25 - Garagem / Lava Rápido / Alojamento de motoristas Identificação do edifício que faz parte da Área da Garagem Área da Garagem RESTARQ Restauração e Arte Ltda

26 GARAGEM / LAVA RÁPIDO / ALOJAMENTO DE MOTORISTAS Usos e estado de conservação atual Usos Estado de conservação atual / Diagnóstico preliminar do edifício Uso Original O edifício foi construído para servir como garagem, oficinas mecânicas, borracharia e lava rápido para atendimento de todos os veículos do Jockey, tendo área para alojamento para os motoristas em trânsito que cuidavam do transporte de cavalos. No pavimento superior, existe, desde sua construção, uma grande caixa d água. Uso Atual O uso como garagem permanece, mas com a diminuição da demanda e a facilidade de terceirização dos serviços mecânicos, parte do edifício foi destinada a outras atividades. O térreo e parte do pavimento superior abrigam o Almoxarifado do Jockey e seu escritório e um Armazém ( originalmente nesta área funcionava a central de troca de óleo dos veículos). A ala dos alojamentos é utilizada como vestiário e área de descanso dos funcionários. A caixa d água permanece em atividade. O grande galpão abriga os veículos do Jockey. As oficinas mecânicas, que ocupam dois espaços voltados para a fachada próxima ao portão 6, têm uso esporádico para pequenos reparos e lavagem de veículos. O andar superior é acessado a partir de uma escada de madeira mais recente que serve o lado dos antigos alojamentos. Do lado oposto, existe outra escada que dá acesso a um espaço de guarda de materiais. Uso futuro O mesmo. Construído em estrutura de concreto armado e alvenaria de tijolos, acabamento externo em pastilhas beges nas paredes e mármore Travertino nos cunhais, pilares externos e em antigos portais internos, barrado perimetral e parapeito das janelas. Estes portais internos foram fechados com alvenaria mantendo passagens (bem menores do que as originais) para os escritórios. O beiral em concreto acimalhado repete a solução usual de outras edificações do Jockey (com pingadeira de cobre em estado razoável). O edifício é arrematado por platibanda com pingadeira. O revestimento de pastilhas, muito cuidadoso na sua construção, apresenta estado de conservação bastante ruim. Todos os panos de parede apresentam problemas nas pastilhas como trincas na alvenaria que se expressam no revestimento; estufamento da ferragem do concreto causando despregamento localizado do revestimento; soltura de pastilhas com áreas de perda; Áreas de substituição ou reposição de pastilhas com outras de tons mais claros ou mais escuros; áreas de abertura ou fechamento de novos vãos, às vezes com remendos em cimento. Existe também encardimento das superfícies por respingos ou escorrimentos de água de chuva. As janelas altas são basculantes de madeira e vidro (originais), distribuindo-se em grupos de quatro, exceto na fachada posterior, que se agrupam em grupos de três. Na fachada voltada pata a pista, no lado esquerdo de quem olha a garagem, hoje existe um grupo de janelas baixas que podem ter sido abertas posteriormente à construção, pois fogem do padrão e apresentam reposição de pastilhas ao seu redor com diferença de tom e assentamento. As intervenções posteriores mais óbvias são de abertura de portas na fachada voltada para as arquibancadas, onde se vê claramente os remendos mal executados. Todas estas situações, somadas às tentativas mal sucedidas de reposição de pastilhas nas bordas da platibanda e outros lugares, somadas às quebras de quinas nas áreas baixas dos revestimentos de mármore, dão ao edifício um aspecto de descuido. As duas primeiras portas (mais próximas à fachada) levam a uma pequena sala onde ficam os relógios de ponto dos funcionários; A última porta dá acesso a uma sala hoje desocupada, que, no passado abrigava a equipe técnica de telefonia do Jockey. Na parte dos fundos existe um conjunto de puxados que ocupa toda a extensão desta fachada. Na extremidade, em ambos os lados, foram construídos pequenos anexos que parecem ter sido contemporâneos ao edifício - por conter os mesmos materiais de acabamento e certo cuidado construtivo. Entre estes dois, foram anexados puxadinhos de materiais e época diversos (nos últimos 30 anos) RESTARQ Restauração e Arte Ltda

27 GARAGEM / LAVA RÁPIDO / ALOJAMENTO DE MOTORISTAS Usos e estado de conservação atual tomando todo o fundo desta edificação e hoje servem para a guarda de materiais do Jockey. Esta fachada, apesar destas interferências, é a mais conservada de todas, justamente por ser mais distanciada do movimento de pessoas e veículos. Na fachada voltada para as arquibancadas existem portas que podem ter sido trazidas de outras áreas para cá, pois embora tenham aspecto semelhante às demais do Jockey, estão inseridas em posições não conformes à geometria original da fachada. Na fachada principal, as colunas de mármore apresentam pequenos danos mecânicos na parte baixa, por conta da constante movimentação de veículos e ainda ostentam as guias das portas de correr que já foram removidas e soleiras de granito. Na quina direita do prédio existe um pequeno telhado de estrutura metálica e policarbonato fixada diretamente nas paredes (inclusive sobre o mármore), que protege uma catraca de funcionários. A fachada voltada para o portão 6a é a pior de todas, apresentando perdas de áreas de pastilhas, várias áreas de substituições com tons diferentes, sujeira impregnada. As antigas oficinas do Lava Rápido (uma delas possuindo um macaco hidráulico) eram revestidas por barrado alto de azulejos brancos, assentados com capricho característico do período, tendo quadros altos fechados com blocos de vidro para garantir luminosidade. Todo este conjunto se encontra danificado por áreas de perdas, quebras, pinturas sobrepostas, sujeira impregnada e outros danos. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

28 GARAGEM / LAVA RÁPIDO / ALOJAMENTO DE MOTORISTAS Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Planta de Situação da Garage, de autoria de D.P.L.G.. Datado de (Caixa Garagem - fl. 01). RESTARQ Restauração e Arte Ltda

29 GARAGEM / LAVA RÁPIDO / ALOJAMENTO DE MOTORISTAS Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Planta de Execução das Fachadas da Garage, de autoria de D.P.L.G.. Datado de (Caixa Garagem - fl. 07). RESTARQ Restauração e Arte Ltda

30 GARAGEM / LAVA RÁPIDO / ALOJAMENTO DE MOTORISTAS Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Plantas dos pavimentos térreo e superior e Cortes do edifício da Garagem, de autoria da Comissão de Manutenção e Obras do Jockey Club. Datado de (Caixa Garagem - fl. 08). RESTARQ Restauração e Arte Ltda

31 GARAGEM / LAVA RÁPIDO / ALOJAMENTO DE MOTORISTAS Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

32 GARAGEM / LAVA RÁPIDO / ALOJAMENTO DE MOTORISTAS Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

33 GARAGEM / LAVA RÁPIDO / ALOJAMENTO DE MOTORISTAS Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

34 Área do CPD / Teleturfe 20 - Antiga Casa do Administrador / ex- Stud Book Identificação do edifício que faz parte da Área do CPD / Teleturfe Área do CPD / Teleturfe RESTARQ Restauração e Arte Ltda

35 ANTIGA CASA DO ADMINISTRADOR / EX- STUD BOOK Usos e estado de conservação atual Usos Uso original Quando da criação do Jockey, foi construída a Casa do Administrador, pois havia a necessidade de ter um administrador residente. Uso atual Na década de 1970, com esta casa já desocupada, pois a região do Jockey já havia sido envolvida pela cidade e não havia mais dificuldade de acesso, neste imóvel passou a funcionar o Stud Book Brasileiro, que é uma espécie de cartório onde são registrados os cavalos de puro sangue inglês. Neste mesmo período, a casa sofreu uma ampliação lateral para melhor abrigar esta função. No momento, depois de ser desocupada pelo Stud Book, este imóvel se encontra desocupado. Estado de conservação atual / Diagnóstico preliminar do edifício Esta casa foi construída em estrutura de concreto armado e alvenaria com revestimento em argamassa pintada, com toques Art Deco como o volume curvo destacado da fachada e janela redonda na lateral. A volumetria original foi comprometida pela ampliação e adaptação para uso como Stud Book, época em que foi anexado um extenso prolongamento lateral e várias adaptações que desfiguraram também o espaço interno com remoção de paredes, substituição de pisos, forros, colocação de divisórias, telhados de fibrocimento, etc. Hoje a edificação se encontra desocupada, com vazamentos no telhado, infiltrações nas paredes externas e internas. Uso futuro CPD, Teleturfe (escritórios e centrais de trabalho). RESTARQ Restauração e Arte Ltda

36 ANTIGA CASA DO ADMINISTRADOR / EX- STUD BOOK Projetos encontrados na pesquisa em arquivo do Jockey Club Projeto de reforma com acréscimo de um salão e sanitários no prédio residencial, de autoria de Sheldon Moraes Abreu Engenharia e Administração Ltda. Datado de (Caixa Stud - fl. 01) RESTARQ Restauração e Arte Ltda

37 ANTIGA CASA DO ADMINISTRADOR / EX- STUD BOOK Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

38 ANTIGA CASA DO ADMINISTRADOR / EX- STUD BOOK Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

39 ANTIGA CASA DO ADMINISTRADOR / EX- STUD BOOK Fotografias de vistorias realizadas entre Outubro e Novembro de 2013 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

40 Eventos 01 (Casa Cor até 2015) Edificações: 11a - Tribuna Especial nº 1 11d - Pagadoria 4 11e - Refeitório dos Funcionários 11f - Vestiários + Sanitários Comissão de Turfe (hoje em desuso) (sob área curva de calçada, do lado esquerdo do Passadiço 2) 12a - Tribuna Especial nº 2 12b - Pagadoria 6 12c - Pagadoria 7 12d - Arrimo da calçada sem edificação 12e - Escadaria e Abrigos de gás junto ao Portão Pagadoria Bar do Relógio 15a- Antiga Bilheteria 15b- Antiga Bilheteria e sanitário para funcionários + escritório da equipe de Segurança 15c - Antiga Bilheteria / atual depósito de materiais e sanitário feminino 15d - Antiga Bilheteria + vestiário / atual QG Casa Cor 15e - Atual sanitário de funcionários 18a.1 / 18a.2 / 18a.3 - Conjunto de edificações do antigo Biotério e Pérgolas 18a.4 - Antigo Laboratório de Autópsias 18a.5 - Antigo abrigo para animais 18b.1 - Antiga residência para funcionários do setor de Antidopping / atual área de exposições 18b.2 - Antiga residência para funcionários do setor de Tratamento de Águas / atual lanchonete para servidores da Casa Cor 18c - Escritório central Casa Cor 18d.1 - Reservatório de água + sala de bombas 18d.2 - Caixa d água enterrada 18d.3 - Antigo filtro de entrada da água 18d.4 - Tratamento de água 18d.5 - Caixa d água enterrada 18d.6 - Abrigo de bombas + captação da mina + reservatório enterrado 18d.7 - Caixa d água da torre 18d.8 - Caixa d água enterrada 18d.9 - Abrigo da mina d água 18d.10 - Antiga Sala de apoio ao TA 18e.1 - Subestação de Energia 18e.2 - Subestação de Energia Identificação dos edifícios e áreas que fazem parte da Área de Eventos 01 Área de Eventos 01 RESTARQ Restauração e Arte Ltda

41 333 11a. TRIBUNA ESPECIAL nº 1 Usos e estado de conservação atual Usos Uso original Foi construída para atender o público em geral, pois, no início, a arquibancada social era usada apenas para os sócios. Os demais frequentadores deveriam ter a sua própria arquibancada. Composta de três pavimentos (térreo mais dois andares) abrigava, no térreo, de 80 a 100 guichês de apostas. No primeiro andar ficava uma extensa lanchonete com balcão de mármore, apenas interrompido nas proximidades do passadiço central e diversos guichês para atender o público apostador. Deste andar saiam três lances de escadas para as arquibancadas. No segundo pavimento, havia guichês de apostas e Lanchonete. Voltada para a pista, fica a arquibancada propriamente dita. Uso futuro À luz da parceria que o Jockey está desenvolvendo com a Codere (Empresa espanhola gestora de jogos) e com a TV Bandeirantes, muito provavelmente o CPD deverá ser deslocado para o edifício do antigo Stud Book, próximo ao antigo Ambulatório, para desocupar esta área nobre (que será utilizada para eventos). Para esta mudança, deverá ser restaurada a nova sede, com a colocação de novas e complexas instalações de fibra ótica e cabeamento de computadores. Uso atual Grande parte do térreo desta arquibancada está ocupado pelos eventos da CasaCor. Para atender as solicitações municipais de acessibilidade, a CasaCor teve de instalar um elevador externo que leva ao primeiro andar, com estrutura compatível e fechamento em alvenaria. Para esta instalação, foi necessária a remoção temporária do gradil da porta balcão, que foi armazenado para futura recolocação. A parte interna do primeiro andar tem uma parte ociosa (lado esquerdo de quem olha a arquibancada), outra parte também ocupada pela CasaCor e na extremidade direita, está instalado o CPD do Jockey, onde ficam os servidores, o gerenciamento de todo o processamento de apostas tanto para o hipódromo como para todas as agências credenciadas. Do lado esquerdo do térreo existe uma sala utilizada pelo setor de manutenção do CPD, onde ficam os profissionais que consertam os equipamentos durante as corridas e fazem manutenção dos equipamentos das agências fora do Jockey também. Nesta lateral esquerda (de quem olha para a arquibancada) existe também uma pequena sala que é usada como vestiário para as pessoas da empresa de limpeza contratada (Arcolimp). Como a arquibancada social hoje é usada pelos sócios e não sócios, vem ocupar esta Arquibancada Social 1, somente as pessoas não trajadas adequadamente para assistirem os páreos (portando chinelos, sandálias, calças de moleton, bermudas). No segundo andar das arquibancadas ainda permanecem os guichês de apostas e uma Lanchonete para atendimento de um pequeno público, que atualmente gira em torno de 30 pessoas por dia de corrida. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

42 335 11a. TRIBUNA ESPECIAL nº 1 Usos e estado de conservação atual Estado de conservação atual / Diagnóstico preliminar do edifício Saguão, Passadiço e Escadaria de entrada Grandes estruturas de concreto armado com laje superior sustentada por pilares dos dois lados. São usados hoje como a entrada principal para os eventos da CasaCor, na escadaria principal (que é original) foram instalados três corrimões por exigência do órgão municipal de acessibilidade. As paredes destes ambientes, revestidas de pastilhas, apresentam algumas áreas de perda e substituição inadequada, principalmente nos pilares, motivadas por interferências mecânicas ou por enfraquecimento da consistência da argamassa de fixação. As paredes do saguão foram recobertas com Drywall pelos expositores. No saguão foi instalado um elevador ligando a calçada da avenida ao térreo do Jockey. Para esta instalação foi removido um pequeno trecho do gradil externo (que futuramente será recolocado) e foram construídas as paredes de proteção do elevador. O piso do saguão se encontra parcialmente encoberto por um sobrepiso temporário, aplicado pelos expositores. O teto é de laje plana de concreto, apresentando superfície com parafusos devido a fixações de elementos diversos em várias épocas. Ao término da escadaria, foram construídos cômodos temporários (em Drywall) para atendimento dos visitantes das exposições, fazendo a ligação com o edifício da antiga Pagadoria 4. O forro do passadiço se encontra recoberto por tecido, sendo impossível, no momento, observar seu estado. Existem pequenas áreas de soltura ou perda das cantoneiras que protegem as quinas dos pilares do passadiço, principalmente próximo à entrada do edifício. Estes pilares ainda preservam seus rodapés feitos em mármore Travertino. Toda a área aqui mencionada carece de conservação, recomposição de danos, apresentando aspecto descuidado. O piso que recobre toda a extensão do saguão até e entrada do edifício é original e em mosaico português, portando desenhos geométricos coincidentes com o ritmo dos pilares em pedras pretas e amarelas, mas apresenta muitos problemas de afundamentos, perdas de material, substituições descuidadas em toda a extensão, inclusive e principalmente junto à porta principal. A fachada do prédio voltada para a avenida, que possui revestimento de argamassa com aplicação de mármore Travertino no barrado (aprox. 1m de altura) e nas colunas, apresenta pequenos problemas localizados de desagregação da argamassa (lado direito do passadiço), aplicação de pregos e parafusos e perfurações e pequenos danos nos mármores que revestem as colunas, principalmente do lado direito do edifício, onde se vê algumas trincas e perdas de superfície por degradação das ferragens embutidas ou descolamento. As pingadeiras de cobre da fachada aparecem pequenas áreas com necessidade de ajustes devido a deformações. O portal de entrada ao edifício, que abrange a porta de entrada, guarda-corpo e porta balcão no piso superior, estão íntegros mas muito sujos, sem conservação adequada. A última porta da direita do edifício apresenta o fechamento original em grade fixa e esquadria metálica para vidros (perdidos na lateral oposta) que poderá ser usado como modelo para recomposição das peças faltantes. As portas do térreo carecem de conservação básica. As portas-balcão do pavimento superior apresentam problemas generalizados de apodrecimento das bases, com perdas de superfície e aumento de volume por ferrugem. Para garantir a acessibilidade ao pavimento superior, foi instalado um elevador externo em estrutura metálica revestida com Drywall, encaixado em um vão de janela. Para isto foi necessária a remoção do gradil do guarda-corpo da porta balcão, que hoje se encontra armazenada na área de depósito do térreo para futura reposição. As laterais do edifício, nas paredes das escadas, apresentam problemas semelhantes de trincamentos de superfície (por acomodação das estruturas) com danos à superfície de pastilhas. Nestas áreas, o rodapé é em granito. A área das arquibancadas desta tribuna sofreu muitas modificações nas últimas décadas: o piso e o balcão da Lanchonete foram substituídos por ladrilhos cerâmicos inadequados. Os pilares foram pintados. Os materiais originais seguiam os padrões da arquibancada social, com grades de ferro, pastilhas, etc. As escadas e os revestimentos de superfície das muretas são de granito, que se encontra preservado nas arquibancadas, mas apresenta várias quebras nas bordas dos degraus dos cinco pequenos lances de acesso do piso externo frontal para os primeiros patamares (em geral nos convites ). Os patamares das arquibancadas tem acabamento em granito nas bordas, sendo que o restante das áreas (pisos e espelhos) são em pastilhas nesta área da arquibancada as pastilhas são pigmentadas em cor cinza pigmentado, assemelhando-se aos granitos circundantes, exceto nos três saguões das entradas para a parte interna do prédio (fechadas por grades pantográficas circundadas por portais de mármore Travertino) e na empena do terraço da lanchonete e guichês de apostas, onde apresentam ao cor padrão bege claro. Existe um paravento na lateral voltada para a arquibancada social, bem conservado, tendo apenas um vidro quebrado. Todo este conjunto apresenta aspecto ruim de sujeira por falta de conservação. Os bancos de madeira sobrepostos aos patamares, tem estado de conservação irregular, mais danificados nos limites externos, onde recebem mais chuva. RESTARQ Restauração e Arte Ltda

DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Dispõe sobre a atualização do artigo 1º, da Lei da Lei Complementar nº 241 de 24 de Fevereiro de 2015, onde trata da Tabela nº 05, Anexo II - Planta Genérica

Leia mais

EDIFÍCIO AFONSO PENA 2300

EDIFÍCIO AFONSO PENA 2300 EDIFÍCIO AFONSO PENA 2300 BELO HORIZONTE MG Apresentação: Condomínio Edifício Afonso Pena, 2.300 Endereço: Afonso Pena, 2.300 Bairro: Centro Esquina com Rio Grande do Norte Belo Horizonte BH Localização:

Leia mais

LEI Nº 1822, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. Revoga o Anexo I, e altera os Anexos II e III da Lei Municipal n 1.215/2009, e dá outras providências.

LEI Nº 1822, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. Revoga o Anexo I, e altera os Anexos II e III da Lei Municipal n 1.215/2009, e dá outras providências. LEI Nº 1822, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. Revoga o Anexo I, e altera os Anexos II e III da Lei Municipal n 1.215/2009, e dá outras providências. O Sr. Adriano Xavier Pivetta, Prefeito de Nova Mutum, Estado

Leia mais

VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS:

VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS: Á PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO EM ANEXO. VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS: - 12 EDIFICIOS COM 10

Leia mais

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREDIAL

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREDIAL RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREDIAL Agosto/2011 CONDOMÍNIO VISION Engº Claudio Eduardo Alves da Silva CREA nº: 0682580395 F o n e / F a x : ( 1 1 ) 2 6 5 1-5918 R. C e l. B e n to J o s é d e C a r v a lh o,

Leia mais

PLANO DIRETOR JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO - 2014 2023 VOLUME 2

PLANO DIRETOR JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO - 2014 2023 VOLUME 2 PLANO DIRETOR JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO - 2014 2023 VOLUME 2 Memorial Técnico e Diagnósticos Preliminares anexos ao Plano Diretor do Jockey Club de São Paulo Arq. responsável Luis Magnani Arq. Ana Paula

Leia mais

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL 57 5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL O conjunto arquitetônico da residência de Antônio de Rezende Costa, que hoje abriga a Escola Estadual Enéas de Oliveira Guimarães foi pelos autores do presente

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase Este Memorial Descritivo tem por finalidade especificar os materiais e serviços a serem executados na REFORMA DA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE. Julho 2011 Revisão 02

RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE. Julho 2011 Revisão 02 RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE Julho 2011 Revisão 02 2 INTRODUÇÃO Os Centros de Saúde incluídos nesta categoria são unidades que foram construídas recentemente e que

Leia mais

PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BELO HORIZONTE

PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BELO HORIZONTE DOCUMENTO COMPLEMENTAR 05 PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BELO HORIZONTE RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTROS DE SAÚDE ÍNDICE A. INTRODUÇÃO...

Leia mais

Teatro e Bar no Morro da Urca 1986

Teatro e Bar no Morro da Urca 1986 Anexo 1.12 Teatro e Bar no Morro da Urca 1986 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rio de Janeiro RJ, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: 1912. Data da Construção: 1913. Área do Terreno: não foram

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DE MERITI MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DE MERITI MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DE MERITI MEMORIAL DESCRITIVO Objeto: Reforma e Adequação sem acréscimo de área construída do Posto de Saúde de Eden. End.: Rua Roberto Silveira s/n Éden - São João de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Tipologia Construtiva. Prefeitura Municipal de Uruguaiana (RS), Maio de 2015.

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Tipologia Construtiva. Prefeitura Municipal de Uruguaiana (RS), Maio de 2015. PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Tipologia Construtiva Prefeitura Municipal de Uruguaiana (RS), Maio de 2015. TIPOLOGIA CONSTRUTIVA 1 SUB HABITAÇÃO 1.1- Sub-habitação Compostos

Leia mais

RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE

RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE 1 Estrutura Acabamento externo SUMÁRIO DO PROJETO TORRE 5: 100% executado 95% executado - Revestimento fachada; - 100% concluído - Aplicação de textura; - 95% concluído -

Leia mais

RELATÓRIO DE VISTORIA DE REFORMA Programa de Ação Cooperativa - Estado Município

RELATÓRIO DE VISTORIA DE REFORMA Programa de Ação Cooperativa - Estado Município RELATÓRIO DE VISTORIA DE REFORMA Programa de Ação Cooperativa - Estado Município EE JARDIM XXXXX XXXXXXXXXXX - XXXXXXX MUNICÍPIO CÓDIGO 00.00.000 OBJETO DO CONVÊNIO: Xxxxxxx DATA: 00.00.2008 Profissional

Leia mais

com 45 mil De roupa nova Antes antes e depois

com 45 mil De roupa nova Antes antes e depois antes e depois Texto: M.N.Nunes Fotos: divulgação (antes)/jomar Bragança (depois) De roupa nova com 45 mil A ardósia deu lugar ao porcelanato e ao mármore, as esquadrias de ferro desapareceram e o vidro

Leia mais

RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE

RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE 1 Estrutura Acabamento externo: TORRE 5 100% executado 98% executado - Revestimento fachada; 100% concluído - Aplicação de textura; 100% concluído - Execução do telhado; 100%

Leia mais

Memorial Descritivo. Prédio: Residencial 25 de Julho

Memorial Descritivo. Prédio: Residencial 25 de Julho Memorial Descritivo Prédio: Residencial 25 de Julho 1. Descrição do prédio. O prédio a ser construído compõe-se de 16 pavimentos mais casa de máquinas, constituído de 46 (quarenta e seis) unidades autônomas

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA Reforma da Câmara dos Vereadores de Jataí GO DADOS DA OBRA OBRA: Câmara Municipal de Jataí LOCAL: Praça da Bandeira S/N SERVIÇOS: Projeto de reforma NÚMERO DE PAVIMENTOS:

Leia mais

Sede da Light 1911, Mortimer

Sede da Light 1911, Mortimer Sede da Light 1911, Mortimer Quando chegou ao Rio de Janeiro, em 1905, a Light instalou seu escritório no prédio de números 76, 78 e 80 da então Avenida Central, atual Rio Branco. E,no dia 13 de abril

Leia mais

ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E URBANÍSTICAS

ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E URBANÍSTICAS ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E URBANÍSTICAS 01. Município: Uberlândia 02. Distrito: Sede 03. Designação: Estabelecimento de Uso Misto Comércio e Residência 04. Endereço: Rua Coronel Antônio Alves, nº 9.151

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO.

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO CASTANHAL (PA) MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. ABRIL/2014 REFORMA

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bom Despacho Estado de Minas Gerais Secretaria Municipal de Administração

Prefeitura Municipal de Bom Despacho Estado de Minas Gerais Secretaria Municipal de Administração 1. INTRODUÇÃO: Prefeitura Municipal de Bom Despacho Anexo V Laudo de Vistoria Predial Terminal Rodoviário de Passageiros de Bom Despacho O presente Laudo Técnico de Vistoria Predial foi solicitado pela

Leia mais

Edifícios Consolação I e II

Edifícios Consolação I e II Edifícios Consolação I e II Os edifícios Consolação I e II estão localizados na Rua da Consolação, 2.403/2.411/2387, na quadra delimitada Rua Bela Cintra e Antonio Carlos, Bela Vista - São Paulo, SP. Trata-se

Leia mais

Projeto Arquitetônico: AUTOR: Arq. Lilian Camargo Ferreira de Godoy CREA GO 1352/D

Projeto Arquitetônico: AUTOR: Arq. Lilian Camargo Ferreira de Godoy CREA GO 1352/D MEMORIAL DESCRITIVO INFORMAÇÕES GERAIS Nome do empreendimento: Residencial Jardim das Tulipas Incorporação: SC Parque Oeste Industrial Residence SPE LTDA. Realização e Construção: SERCA CONSTRUTORA LTDA.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO PROPRIETÁRIO: Prefeitura Municipal de Carmo de Minas. ENDEREÇO: Rua Luiz Gomes, nº. 150, Bairro: Centro, CEP: 37472-000. CNPJ: 18.188.243/0001-60. ENDEREÇO DA OBRA: Rua Euclides

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA MURO CERCA

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Este informativo foi elaborado visando a padronização para a Apresentação de Projetos junto ao da Associação, para que a análise e a aprovação de projetos transcorram de forma mais rápida e eficiente.

Leia mais

situação e ambiência códice AII - F01 - PF denominação Fazenda Todos os Santos localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº.

situação e ambiência códice AII - F01 - PF denominação Fazenda Todos os Santos localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº. Parceria: denominação Fazenda Todos os Santos códice AII - F01 - PF localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº. 300 Graminha município Engenheiro Paulo de Frontin época de construção século XIX estado

Leia mais

Para o desenvolvimento dos trabalhos e elaboração do presente laudo, foram executados os seguintes passos:

Para o desenvolvimento dos trabalhos e elaboração do presente laudo, foram executados os seguintes passos: 1. PRELIMINARES 1.1 Objetivo Constitui objetivo do presente trabalho a constatação do estado de conservação do Apartamento n 82 do Edifício Vivien Tereza, situado à Rua Domingos de Moraes, nº 348, Vila

Leia mais

DEPENDÊNCIA DE USO PRIVATIVO

DEPENDÊNCIA DE USO PRIVATIVO DEPENDÊNCIA DE USO PRIVATIVO 1 APARTAMENTO TIPO. 1.1 Salas de Estar/Jantar/Lareira/Almoço/Estar Íntimo (Family Room) Piso: Tacão. Rodapé: Madeira. 1.2 - Varanda Estar/Varanda Family Room (Churrasqueira)

Leia mais

Estação Guanabara 2001

Estação Guanabara 2001 Anexo 1.30 Estação Guanabara 2001 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rua Mário Siqueira, Campinas SP, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: desconhecida. Data da Construção: 1915. Área do Terreno:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO O

MEMORIAL DESCRITIVO O MEMORIAL DESCRITIVO O presente memorial tem por objetivo estabelecer requisitos técnicos, definir materiais e padronizar os projetos e execuções da obra localizada na Rua Jorge Marcelino Coelho, s/n, Bairro

Leia mais

FUNCIONAL TOPOGRAFIA SOLAR/ PRIMEIRA METADE DO TERRENO E O INFERIOR LOCADO MAIS A

FUNCIONAL TOPOGRAFIA SOLAR/ PRIMEIRA METADE DO TERRENO E O INFERIOR LOCADO MAIS A FUNCIONAL IMPLANTAÇÃO IDENTIFICAR COMO SE DÁ A OCUPAÇÃO DA PARCELA DO LOTE, A DISPOSIÇÃO DO(S) ACESSO(S) AO LOTE; COMO SE ORGANIZA O AGENCIAMENTO, UMA LEITURA DA RUA PARA O LOTE ACESSO SOCIAL ACESSO ÍNTIMO

Leia mais

Fugindo do tradicional

Fugindo do tradicional construção Fugindo do tradicional Distante do padrão das casas colonial-americanas que predominam no condomínio, o projeto ganhou linhas diferenciadas e muita iluminação natural, com janelas amplas por

Leia mais

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS

DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS DICAS PARA PREVENIR PROBLEMAS Impermeabilização adequada das fundações de estruturas da obra. Todas as fundações e estruturas da obra com infiltração ou impermeabilização inadequada, principalmente no

Leia mais

Condomínio Villa Oberoi

Condomínio Villa Oberoi 1. CASA TIPO A Com área construída de 251m², exceto passeios externos, possui dois pavimentos, contendo no pavimento térreo terraços, jardim interno, sala de estar, espaço para refeições, cozinha, área

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS RODRIGUES & AGUINAGA PROJETOS LTDA. Av. Francisco Talaia de Moura, 545 CEP: 91170-090 - Porto Alegre/RS. CNPJ: 09.077.763/0001-05 MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS 1 1.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 Arquitetônico Hidrossanitário EMPREENDIMENTO: Edifício Residencial ÁREA CONSTRUIDA: 2.323,60 m² ÁREA DO TERRENO: 1.474,00 m² LOCALIZAÇÃO: Rua Ianne Thorstemberg, n 344 Bairro

Leia mais

End. Rua Gonçalves Dias, 1075 MEMORIAL DO EMPREENDIMENTO

End. Rua Gonçalves Dias, 1075 MEMORIAL DO EMPREENDIMENTO End. Rua Gonçalves Dias, 1075 MEMORIAL DO EMPREENDIMENTO INFORMAÇÕES GERAIS Endereço do Empreendimento Rua Gonçalves Dias, N 1075 Menino Deus - Porto Alegre RS Composição do Apartamento Tipo 03 Dormitórios

Leia mais

EQUIPE PROJETOS CONSTRUÇÕES LTDA

EQUIPE PROJETOS CONSTRUÇÕES LTDA CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO EQUIPE PROJETOS CONSTRUÇÕES LTDA INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O EMPREENDIMENTO Nome: Endereço: Porto Oceânico Rua "C", Lote 13, Quadra 28, Lot. Cidade Balneária de Itaipu, Itaipu,

Leia mais

ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU. VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL

ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU. VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL TABELA DOS TIPOS E PADRÕES DE CONSTRUÇÃO TIPO 1 - RESIDENCIAL - PADRÃO "E"

Leia mais

Residencial Recanto do Horizonte

Residencial Recanto do Horizonte MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Recanto do Horizonte FUNDAÇÃO E ESTRUTURA As Fundações serão executadas de acordo com o projeto estrutural, elaborado de acordo com as normas técnicas pertinentes e baseadas

Leia mais

CONDOMÍNIO RESIDENCIAL FORTALEZA. ANEXO II Memorial Descritivo

CONDOMÍNIO RESIDENCIAL FORTALEZA. ANEXO II Memorial Descritivo CONDOMÍNIO RESIDENCIAL FORTALEZA ANEXO II Memorial Descritivo 1. DESCRIÇÃO GERAL DO EMPREENDIMENTO. O Empreendimento, comercializado sob Condomínio Residencial Viva Bem, é composto por 04 (quatro) blocos,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS LOCAL: SETOR/ENDEREÇO: PERÍODO: RESPONSÁVEL PELAS INFORMAÇÕES: LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS SISTEMAS HIDROSSANITÁRIOS PERÍODICIDADE SERVIÇOS PREVENTIVOS STATUS SEMANA 01 DIÁRIO Verificação

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES PROJETO ARQUITETÔNICO ADEQUAÇÕES NA USINA DE TRIAGEM DE LIXO LINHA ESTRELA MEMORIAL DESCRITIVO 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1. OBJETIVO: USINA DE TRIAGEM DE LIXO A presente especificação tem por objetivo estabelecer

Leia mais

Termo de Referência. Anexo A DESCRIÇÃO FÍSICA CARACTERÍSTICAS DO EQUIPAMENTO

Termo de Referência. Anexo A DESCRIÇÃO FÍSICA CARACTERÍSTICAS DO EQUIPAMENTO Termo de Referência Anexo A DESCRIÇÃO FÍSICA CARACTERÍSTICAS DO EQUIPAMENTO A. Arena Carioca da Penha e seu entorno O edifício principal, em forma de hexágono com 15m em cada lado possui 1.083 m 2 de área

Leia mais

RESIDENCIAL PINHEIROS

RESIDENCIAL PINHEIROS RESIDENCIAL PINHEIROS O Residencial Pinheiros é um empreendimento financiado pela Caixa Econômica Federal, no programa Minha Casa, Minha Vida, localizado na cidade de Pelotas, no bairro Fragata situado

Leia mais

Memorial Descritivo. Prédio: Villa Ravenna Rua São Simão 99

Memorial Descritivo. Prédio: Villa Ravenna Rua São Simão 99 Memorial Descritivo Prédio: Villa Ravenna Rua São Simão 99 1. Descrição do prédio O prédio a ser construído compõe-se de 12 pavimentos, mais reservatório e casa de máquinas, constituído de 36 (trinta e

Leia mais

SPLENDIDO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO

SPLENDIDO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO CONDIÇÕES GERAIS: Estas especificações fazem parte integrante dos Contratos de Compra e Venda, das unidades do Prédio Residencial denominado Splendido 1 DADOS INICIAIS: 1.1 ENDEREÇO:

Leia mais

PROJETO BÁSICO I - DISPOSIÇÕES GERAIS I.1 - INTRODUÇÃO

PROJETO BÁSICO I - DISPOSIÇÕES GERAIS I.1 - INTRODUÇÃO PROJETO BÁSICO OBJETO: Obras de Engenharia para Reforma e Ampliação do CAIC THEOPHILO DE SOUZA PINTO. Localizado na Rua Praça do Terço, s/nº - Nova Brasília - Bonsucesso Rio de Janeiro. I- DISPOSIÇÕES

Leia mais

CHECK LIST DAS OBRAS DO BLOCO DE LABORATÓRIOS 25/09/2013 BLOCO DE LABORATÓRIOS OK => pendência já resolvida 1. LABORATORIO DE TELECOMUNICAÇÕES

CHECK LIST DAS OBRAS DO BLOCO DE LABORATÓRIOS 25/09/2013 BLOCO DE LABORATÓRIOS OK => pendência já resolvida 1. LABORATORIO DE TELECOMUNICAÇÕES CHECK LIST DAS OBRAS DO BLOCO DE LABORATÓRIOS 25/09/2013 BLOCO DE LABORATÓRIOS OK => pendência já resolvida TELHADO Término de serviço de montagem do telhado Finalizar montagem dos rufos e vedação Montar

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA CASA VIZINHA

Leia mais

Memorial Descritivo Rua dos Templários, 335 São Paulo

Memorial Descritivo Rua dos Templários, 335 São Paulo Rua dos Templários, 335 São Paulo ÍNDICE CAPÍTULO I Subsolos página 04 Acesso Veículos e Rampas Acesso de Pedestres na Portaria Portaria WC Portaria Hall Social Escadas Externas Depósitos Pressurização

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERLÂNDIA PREFEITO MUNICIPAL: ODELMO LEÃO SECRETÁRIA DE CULTURA: MÔNICA DEBS DINIZ

PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERLÂNDIA PREFEITO MUNICIPAL: ODELMO LEÃO SECRETÁRIA DE CULTURA: MÔNICA DEBS DINIZ Página 42 de 108 BENS IMÓVEIS IPAC Nº 3 / 2013 MUNICÍPIO: Uberlândia. DISTRITO: Sede. DESIGNAÇÃO: Residência. ENDEREÇO: Rua Vigário Dantas, 495 Bairro Fundinho Uberlândia MG. USO ATUAL: A casa se encontra

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA BAIRRO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ÁREAS DE LAZER

MEMORIAL DESCRITIVO ÁREAS DE LAZER MEMORIAL DESCRITIVO ÁREAS DE LAZER Ficam na cobertura, 9º andar. Esta composta por Salão de festas, Espaço gourmet, Fitness center, Sala de jogos e web, Piscina borda infinita e Solarium. - Salão Festas:

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO. # Os apartamentos TIPO DOIS QUARTOS e TRÊS QUARTOS terão direito a uma vaga de estacionamento para cada unidade.

ESPECIFICAÇÃO. # Os apartamentos TIPO DOIS QUARTOS e TRÊS QUARTOS terão direito a uma vaga de estacionamento para cada unidade. ESPECIFICAÇÃO 1. INFORMAÇÕES GERAIS. 1.1 EMPREENDIMENTO...: Edifício RACE; 1.2 CONSTRUÇÃO...: Reycon Empreendimentos Ltda; 1.3 INCORPORAÇÃO...: Reycon Empreendimentos Ltda; 1.4 LOCALIZAÇÃO...:Confluência

Leia mais

Paulista Corporate Avenida Paulista, nº 1.636 São Paulo - SP

Paulista Corporate Avenida Paulista, nº 1.636 São Paulo - SP Paulista Corporate Avenida Paulista, nº 1.636 São Paulo - SP Outubro, 2009 Versão Final A. DESCRIÇÃO DO PROJETO Este memorial trata da descrição e especificação básica dos elementos que deverão compor

Leia mais

Relatório de reforma. Edifício XXXXX

Relatório de reforma. Edifício XXXXX Laudo Relatório de reforma Edifício XXXXX Elaborado por: Luís Ricardo Pinheiro Lima Página 1 de 8 1. IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO PRESTADORA DO SERVIÇO (CONTRATADA) Empresa: Pinheiro Lima Engenharia Ltda.

Leia mais

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V Prefeitura da Estância de Atibaia 201 Comércio - Precário Definição: Edificações inacabadas, deficiências aparentes, construídas com tijolos ou blocos. Coberta de telha ou laje pré moldada sem acabamento,

Leia mais

ESSENCIAL FLEX HOUSE

ESSENCIAL FLEX HOUSE ESSENCIAL FLEX HOUSE ESPECIFICAÇÕES BÁSICAS DE MATERIAIS R4 A PAVIMENTO TIPO 1 PISOS 1.1 Porcellanato Pana Natural 50x50cm, Tratado da Eliane. No Estar, Jantar, Varandas e Circulação. 1.2 Porcelanato polido

Leia mais

DESCRIÇÃO DAS CONSTRUÇÕES (ÁREAS CONSTRUÍDAS) NO IFSULDEMINAS CÂMPUS MACHADO Término Nº de

DESCRIÇÃO DAS CONSTRUÇÕES (ÁREAS CONSTRUÍDAS) NO IFSULDEMINAS CÂMPUS MACHADO Término Nº de DESCRIÇÃO DAS CONSTRUÇÕES (ÁREAS CONSTRUÍDAS) NO IFSULDEMINAS CÂMPUS MACHADO Término Nº de Área Valor da Obra Valor do M² Nome da Obra Início da Obra Programado Obras Construída M² R$ R$ da Obra Descrição

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.281

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.281 Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.281 Estabelece normas e procedimentos para recuperação, manutenção e valorização de edifícios, obras e monumentos tombados, sujeitos ao tombamento vizinho ou identificados

Leia mais

CIRURGIA DE CASAS. Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010

CIRURGIA DE CASAS. Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010 CIRURGIA DE CASAS Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010 Entrevista com o cliente Quatro moradores: Cândida : 45 anos Petra: 22 anos Bárbara : 16 anos Gabriel: 2 anos,

Leia mais

situação e ambiência denominação Fazenda Santana códice AIII - F15 - Val localização Rodovia RJ-151, 3º distrito, Santa Isabel do Rio Preto

situação e ambiência denominação Fazenda Santana códice AIII - F15 - Val localização Rodovia RJ-151, 3º distrito, Santa Isabel do Rio Preto Parceria: denominação Fazenda Santana códice AIII - F15 - Val localização Rodovia RJ-151, 3º distrito, Santa Isabel do Rio Preto município Valença época de construção séc. XIX detalhamento do estado de

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 - ENDEREÇO: Rua Aurélio Francisco Gomes, nºs. 96/102 - Bairro Flamboyant - Campos dos Goytacazes- RJ.

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 - ENDEREÇO: Rua Aurélio Francisco Gomes, nºs. 96/102 - Bairro Flamboyant - Campos dos Goytacazes- RJ. MEMORIAL DESCRITIVO CONDIÇÕES GERAIS: Estas especificações fazem parte integrante dos Contratos de Compra e Venda das unidades do Prédio Residencial denominado ARBORETTO. 1- DADOS INICIAIS: 1.1 - ENDEREÇO:

Leia mais

CASAS DO CAMPO (Rua Rosada Campo Grande)

CASAS DO CAMPO (Rua Rosada Campo Grande) CHL Desenvolvimento Imobiliário S/A CASAS DO CAMPO (Rua Rosada Campo Grande) MEMORIAL DESCRITIVO DE CONSTRUÇÃO (28/10/10) 1- ACABAMENTO DAS UNIDADES AUTÔNOMAS 1.1 SALA / QUARTOS / CIRCULAÇÃO Piso: Concreto

Leia mais

Legendas. Térreo. 16 17 Ocupando um terreno de esquina, a construção evidencia a volumetria e o balanço. Superior

Legendas. Térreo. 16 17 Ocupando um terreno de esquina, a construção evidencia a volumetria e o balanço. Superior Detalhes Balanços arrojados Moderna, a fachada tem importante função estética, mas também é uma grande aliada para minimizar a incidência de raios solares e garantir mais privacidade do projeto Arquiteto:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS RODRIGUES & AGUINAGA PROJETOS LTDA. Av. Francisco Talaia de Moura, 545 CEP: 91170-090 - Porto Alegre/RS. CNPJ: 09.077.763/0001-05 MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS 1 1.

Leia mais

VIAÇÃO AÉREA SÃO PAULO S/A VASP EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL E SOB INTERVENÇÃO

VIAÇÃO AÉREA SÃO PAULO S/A VASP EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL E SOB INTERVENÇÃO LAUDO TÉCNICO - AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Solicitante: VIAÇÃO AÉREA SÃO PAULO S/A VASP Data Base: MAIO 2006 Endereço do Imóvel: Praça Comandante Lineu Gomes,s/n Edifício Sede - Campo Belo - São Paulo SP 1. Este

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Hall de Acesso: Piso: pedra natural do tipo granito, mármore ou similar; Rodapé: cerâmico e/ou pedra natural;

MEMORIAL DESCRITIVO. Hall de Acesso: Piso: pedra natural do tipo granito, mármore ou similar; Rodapé: cerâmico e/ou pedra natural; MEMORIAL DESCRITIVO A seguir sucintamente descreveremos os materiais de acabamento de cada dependência de uso privativo e de uso comum do Edifício Comercial a ser construído na Rua Dr. Valle, 553, bairro

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS

MEMORIAL DESCRITIVO. Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS 1. LOCALIZAÇÃO: O empreendimento localiza-se à Rua Aragão Bozano,131 Lotes 2, Quadra 57, Praia Grande, Torres/RS.

Leia mais

ESPAÇO CORPORATIVO SILVA BUENO - CSB 261

ESPAÇO CORPORATIVO SILVA BUENO - CSB 261 ESPAÇO CORPORATIVO SILVA BUENO - CSB 261 RELATÓRIO DE ANDAMENTO DAS OBRAS PERÍODO MAIO DE 2015 Andamento das obras no período Obras no Ático: Início da instalação de luminárias iniciado; Conclusão das

Leia mais

ANEXO I-B. Descrição dos Serviços Material Mão de Obra Quant. Unid. Unitário Total Unitário Total PAVIMENTO TÉRREO. Item. Total

ANEXO I-B. Descrição dos Serviços Material Mão de Obra Quant. Unid. Unitário Total Unitário Total PAVIMENTO TÉRREO. Item. Total ANEXO I-B PLANILHA DE PREÇOS, COM OS SERVIÇOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA A COMPLETA EXECUÇÃO DO OBJETO, DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES DO MEMORIAL DESCRITIVO Item 1 Descrição dos Serviços Material Mão

Leia mais

4.2. Instalação de água: Já existe ramal de ligação do concessionário autorizado (CORSAN) até a edificação.

4.2. Instalação de água: Já existe ramal de ligação do concessionário autorizado (CORSAN) até a edificação. MEMORIAL DESCRITIVO Proprietário (a): PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DAS MISSÕES; Obra: Projeto Arquitetônico de Reforma do Centro Administrativo; Cadastro Matrícula: Local: Rua 29 de Abril, nº 165

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA

CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA REFORMA DO PRÉDIO DA CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO Introdução O presente memorial descritivo tem por finalidade definir os trabalhos de Reforma Câmara

Leia mais

CAIXA CULTURAL SALVADOR

CAIXA CULTURAL SALVADOR PÁTIO EXTERNO Espaço multiuso, alternativo para espetáculos musicais, teatrais e programas educativos. Não possui cobertura fixa. Acesso pela rampa lateral externa. Possui dois níveis de piso que se integram

Leia mais

CONDOMÍNIO JARDIM SHANGRI-LÁ. Empreendimento Incorporado no Cartório do 5º Ofício sob a Matrícula 77.068

CONDOMÍNIO JARDIM SHANGRI-LÁ. Empreendimento Incorporado no Cartório do 5º Ofício sob a Matrícula 77.068 MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO JARDIM SHANGRI-LÁ. Empreendimento Incorporado no Cartório do 5º Ofício sob a Matrícula 77.068 1 - Descrição Geral 1.1 - Descrição Geral do Empreendimento Condomínio Residencial

Leia mais

ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO

ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO TIPO 10 - EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS TÉRREAS E ASSOBRADADAS, COM OU SEM SUBSOLO 10.1 - Padrão Rústico Arquitetura: Construídas

Leia mais

Plano de Manutenção e Conservação de Edificações

Plano de Manutenção e Conservação de Edificações Plano de Manutenção e Conservação de Edificações PLANO DE MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE EDIFICAÇÕES Apresentação Este plano, preparado pela União das Faculdades de Alta Floresta, mantenedora da Faculdade

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO TORRE RESIDENCIAL PROPRIETÁRIO

MEMORIAL DESCRITIVO TORRE RESIDENCIAL PROPRIETÁRIO MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE ACABAMENTOS TORRE RESIDENCIAL PROPRIETÁRIO VERSÃO: 02 ÍNDICE 1- DESCRIÇÃO DOS ACABAMENTOS DAS UNIDADES... 3 1.1. APARTAMENTOS... 3 1.1.1. ESTAR/JANTAR...

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida)

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida) MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida) TAMANHO E DEPENDÊNCIAS DO IMÓVEL Definido com o Corretor de Imóveis da negociação em conjunto com nosso Escritório de Arquitetura parceiro: FRAN Arquitetura

Leia mais

ADEQUAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES E DO MOBILIÁRIO URBANO À PESSOA DEFICIENTE

ADEQUAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES E DO MOBILIÁRIO URBANO À PESSOA DEFICIENTE Esta norma aplica-se atodas as edificações de uso público e/ou mobiliário urbano, tanto em condições temporárias como em condições permanentes. É sempre necessário consultar o REGULAMENTO DO CÓDIGO NACIONAL

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE VENDAS RESIDENCIAL PHOENIX ANA COSTA. Av. Ana Costa nº 24 SANTOS

MEMORIAL DESCRITIVO DE VENDAS RESIDENCIAL PHOENIX ANA COSTA. Av. Ana Costa nº 24 SANTOS MEMORIAL DESCRITIVO DE VENDAS RESIDENCIAL PHOENIX ANA COSTA Av. Ana Costa nº 24 SANTOS 1. Fundações Serão do tipo profunda, de acordo com o projeto de fundações. 2. Estrutura Será em concreto armado, de

Leia mais

EDIFÍCIO MAXIM S. 1.5 Cozinha e Sala de Almoço Em cerâmica esmaltada das marcas Cecrisa, Eliane, Portobello ou similar.

EDIFÍCIO MAXIM S. 1.5 Cozinha e Sala de Almoço Em cerâmica esmaltada das marcas Cecrisa, Eliane, Portobello ou similar. 1 EDIFÍCIO MAXIM S LOCALIZAÇÃO: AV. SÍLVIO VIANNA, BAIRRO PONTA VERDE, MACEIÓ - AL. EMPREENDIMENTO: Composto por 12(doze) pavimentos, sendo, 01(um) subsolos, 01(um) pilotis, 9(nove) pavimentos tipos, 02(duas)

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Objeto: Ampliação e Reforma Escola Municipal Maria Cassiano Município: Bom Jesus de Goiás - GO Elaborado em: Junho de 2015

MEMORIAL DESCRITIVO. Objeto: Ampliação e Reforma Escola Municipal Maria Cassiano Município: Bom Jesus de Goiás - GO Elaborado em: Junho de 2015 MEMORIAL DESCRITIVO Objeto: Ampliação e Reforma Escola Municipal Maria Cassiano Município: Bom Jesus de Goiás - GO Elaborado em: Junho de 2015 1. DESCRIÇÃO DA OBRA As presentes especificações, bem como

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALÃO SECRETARIA DE 0BRAS 1.0 INTRODUÇÃO 2.0 DISPOSIÇÕES GERAIS

MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALÃO SECRETARIA DE 0BRAS 1.0 INTRODUÇÃO 2.0 DISPOSIÇÕES GERAIS MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: Nova Instalação da SEMMAC LOCAL: Rua Dr. Lamartine Pinto de Avelar, 2338. Setor Ipanema. Catalão GO TIPO DE SERVIÇO: Reforma e Ampliação. 1.0 INTRODUÇÃO A finalidade do presente

Leia mais

Rua Dante Francisco Zattera, Quadra 4907, lote 14, Loteamento Cidade Nova II. Bairro Distrito Industrial Caxias do Sul RS

Rua Dante Francisco Zattera, Quadra 4907, lote 14, Loteamento Cidade Nova II. Bairro Distrito Industrial Caxias do Sul RS MEMORIAL DESCRITIVO: APRESENTAÇÃO DO EMPREENDIMENTO: LOCALIZAÇÃO: Rua Dante Francisco Zattera, Quadra 4907, lote 14, Loteamento Cidade Nova II. Bairro Distrito Industrial Caxias do Sul RS DESCRIÇÃO: Edifício

Leia mais

O prédio em construção, denominado Residencial Ana Lins, tem 12 pavimentos, sendo 01 subsolo,01 pavimento garagem, 01 pilotis e 09 pavimentos tipo.

O prédio em construção, denominado Residencial Ana Lins, tem 12 pavimentos, sendo 01 subsolo,01 pavimento garagem, 01 pilotis e 09 pavimentos tipo. DESCRIÇÕES PRELIMINARES O prédio em construção, denominado Residencial Ana Lins, tem 12 pavimentos, sendo 01 subsolo,01 pavimento garagem, 01 pilotis e 09 pavimentos tipo. Subsolo - Pavimento Garagem -

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Ministério Público do Trabalho Procuradoria Regional da 23 ª Região Anteprojeto do novo Edifício-Sede Cuiabá MT Memorial Descritivo Terreno localizado no CPA (Centro Político-Administrativo) da cidade

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada:

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada: PROJETO Nº 051/2013 Solicitação: Memorial Descritivo Tipo da Obra: Reforma, ampliação e adequação acesso Posto de Saúde Santa Rita Área existente: 146,95 m² Área ampliar: 7,00 m² Área calçadas e passeio:

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO O objeto desta licitação é a recuperação, requalificação e manutenção da área, hoje degradada, na Avenida Rio de Janeiro, sob o viaduto Elevado de conexão da Via Perimetral

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL TORRES DO VALLE

MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL TORRES DO VALLE MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL TORRES DO VALLE 1- IDENTIFICAÇÃO Empreendimento: Condomínio Residencial Torres do Valle Local: Rua Helvino de Moraes, 1385 Vila São José Taubaté- SP Proprietário:

Leia mais

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP.

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP. MEMORIAL DESCRITIVO RECONSTRUÇÃO DO ALBERGUE JUNTO AO PRESIDIO ESTADUAL DE VACARIA RS. VACARIA RS. GENERALIDADES: Este Memorial Descritivo tem a função de propiciar a perfeita compreensão do projeto e

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DO EMPREENDIMENTO TÉRREO

ESPECIFICAÇÕES DO EMPREENDIMENTO TÉRREO ESPECIFICAÇÕES DO EMPREENDIMENTO TÉRREO HALL SOCIAL DO TÉRREO Portas corta-fogo Placas de e cerâmica Forro de gesso com pintura PVA sobre massas Ferro c/pintura esmalte sintético acetinado vermelha HALL

Leia mais

Rua Inê Targino Puppim Praia de Itapoã Vila Velha/ES MEMORIAL DESCRITIVO

Rua Inê Targino Puppim Praia de Itapoã Vila Velha/ES MEMORIAL DESCRITIVO 1 Rua Inê Targino Puppim Praia de Itapoã Vila Velha/ES MEMORIAL DESCRITIVO 1. DESCRIÇÃO GERAL Térreo O acesso ao conjunto dos três edifícios, sendo edifícios A, B e C, que serão implantados no terreno,

Leia mais

CONDOMÍNIO CASAS DA BAFUREIRA

CONDOMÍNIO CASAS DA BAFUREIRA CONDOMÍNIO CASAS DA BAFUREIRA 26.FEV.2011 05.MAR.2011 12.MAR.2011 VISTORIAS ÀS ZONAS DE USO COMUM DO CONDOMÍNIO PARA REGISTO DE ANOMALIAS ENCONTRADOS NA CONSTRUÇÃO: 1. INTERIOR DOS BLOCOS 1.1. BLOCO A:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE MATERIAIS E SERVIÇOS.

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE MATERIAIS E SERVIÇOS. EMPREENDIMENTO: CONSTRUÇÃO DE QUADRA POLIESPORTlVA COBERTA PROPONENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUIZ GONZAGA. ÁREA DA UNIDADE: 906,06 m². LOCAL: Rua Gen. Portinho, Qd. 196 Bairro Duque de Caxias São

Leia mais