Os líderes como eles são

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os líderes como eles são"

Transcrição

1

2

3

4 NOSSAVISÃO Os líderes como eles são Aprincipalmente, a função da liderança neste s experiências que vivenciei durante toda a minha carreira profissional sempre me propiciaram aprendizagens importantes, fundamentais para o meu modo atual de ver o mundo corporativo e, mundo. Conheci muitos líderes. Líderes de organizações grandes e pequenas, empresários e profissionais contratados, empresas com diferentes atividades econômicas e culturas diversas, nacionais e multinacionais. Conheci líderes maduros que se destacaram por sua capacidade de conduzir equipes e tomar decisões e líderes ainda em processo de crescimento, declaradamente disponíveis para novas aprendizagens. Com todos tive a oportunidade de grandes lições, mesmo quando a relação com eles tenha sido uma breve conversa para a formatação do escopo de uma matéria que seria posteriormente desenvolvida. Em todos pude observar padrões comportamentais característicos de suas personalidades, mas nunca encontrei um padrão que pudesse caracterizar uma personalidade de liderança. Você pode entender melhor a minha afirmação pensando em todos os tipos de líderes que conhece. Alguns são considerados pessoas legais, sorridentes e amáveis, enquanto outros são autoritários, sisudos e rígidos em suas atitudes. Uns são lentos no seu processo decisório, pensam muitas vezes antes de decidir, enquanto outros são impulsivos e excessivamente rápidos, muitas vezes até inconseqüentes. Alguns têm um ego imenso, sempre autovalorizando e autopromovendo-se, enquanto outros nunca falam deles mesmos. Uns gostam de trabalhar sozinhos e outros querem suas salas sempre com muitas pessoas, discutindo e trabalhando em equipe. Alguns são organizados, com rotinas bem estabelecidas, enquanto outros parecem verdadeiros furacões com suas iniciativas inovadoras e projetos criativos a cada semana. Alguns veem os erros como oportunidades de aprendizagem, enquanto 4 T.D 163 / 2010

5 E x p e d i e n t e Publisher Marcos Baumgartner Editor-Chefe Carlos Neves Reportagem e Redação Juarez D. Colaborador Ken Blanchard outros têm tolerância zero para erros, massacrando os que os cometem. Existem líderes que ensinam e líderes que cobram. Líderes que empurram suas equipes para os resultados e líderes que motivam seus liderados para os resultados. Líderes que se contentam em atingir as metas e líderes que são obcecados em superá-las sempre. Enfim, muitas são as diferenças, e parece não existir um padrão de personalidade que possa ser considerado característico e revelador da competência de liderar. Entretanto, respeitadas as diferenças individuais e humanas, sempre haverá um jeito de pensar e desenvolver o potencial de liderança que todos os seres humanos possuem. Daí a proposta desta edição: pensar a liderança por diferentes ângulos e aspectos e propiciar aos leitores a possibilidade de criarem seus próprios caminhos para o desenvolvimento da liderança em suas organizações. Por isso eu os convido a ler e a refletir aqui. Com certeza, muito há para aprender e, conseqüentemente, aplicar, de forma inteligente, em suas organizações. Boa leitura, Marcos Baumgartner Diagramação e Produção Gráfica Gerson Gamon Redação Obvio Comunicação Rua Saguairu, 853, São Paulo, SP CEP: Telefone: (11) Publicidade T&D Editora Marcos Baumgartner (11) Relações com o cliente Thelma S. Alexandre (11) Assinaturas e Atendimento (11) Rua Oscar Bressane, 299 São Paulo, SP CEP T&D Online Thelma S. Alexandre Agradecimentos Alfredo Castro, Paulo Alvarenga, Peter Barth, Arthur Diniz Impressão Editora Referência Projeto Gráfico Carlos Neves / Obvio Comunicação Realização T&D Editora T.D 163 /

6 UMÁRIO Seções :: Editorial OS LÍDERES COMO ELES SÃO 4 Por Marcos Baumgartner :: Entrevista APRENDER SEMPRE 7 Com Roberto Shinyashiki :: Conversando com Ken VALORIZAÇÃO DE PESSOAS 12 Por Ken Blanchard Artigos e idéias LIDERANÇAS ENVOLVIMENTO TOTAL 14 Por Paulo Alvarenga DAR O PEIXE OU ENSINAR A PESCAR? 24 Por Peter Barth O NOVO PAPEL DO LÍDER 32 Por Arthur Diniz MITOS E REALIDADES 38 Por Alfredo Castro Capa CREPÚSCULO DOS LIDERES 44 Por Carlos Neves 6 T.D /

7 ENTREVISTA Roberto Shinyashiki Aprender sempre Um dos mais prestigiados palestrantes do Brasil na área de desenvolvimento humano nas empresas, Roberto Shinyashiki acaba de se doutorar em Administração pela FEA-USP. O fato é relevante para empresas e profissionais interessados em ouvir suas análises e conselhos. O que um profissional acostumado a enfrentar grandes audiências de executivos, autor de mais de uma dezena de livros, poderia aprender num doutorado em Administração? A pergunta talvez passe pela cabeça de alguns de seus fãs. Shinyashiki não se esquiva dela, e responde com os pés no chão: Como palestrante e escritor, sempre penso que tenho de dar mais conteúdo ao meu publico. A resposta tem ainda um viés de homenagem, que Shinyashiki lembra ao mencionar uma lição de um antigo professor de cirurgia chamado Celio Gayer: O grande cirurgião usa somente 10% do seu conhecimento nas cirurgias normais, mas ele tem para onde recorrer quando os problemas aparecem. O cirurgião comum usa 100% do seu conhecimento, e quando os grandes problemas aparecem, ele não tem para onde correr, e o paciente paga essa limitação com a vida. O mesmo se dá, como diz Shinyahsuki que também é psiquiatra, com o palestrante. Mas, afinal, o que é que Shinyashiki foi estudar? Resposta: crises, gestão de crises. A razão, ele diz: Conhecer como os indivíduos reagem quando submetidos à pressão. Saber quais os profissionais que crescem na hora da verdade. É instigante, sem dúvida, ainda mais nos dias de hoje. Em sua tese, o palestrante põe em evidência um importante recurso de análise em situações de crise: a autoeficácia, um conceito desenvolvido por Albert Bandura, um psicólogo de Stanford. A autoeficácia, diz ele, é um instrumento que ajuda a entender como funciona a capacidade de uma pessoa entregar resultados, independentemente de eventuais ocorrências que possam surgir nesse processo de entrega. Nesta entrevista à T&D/IC, Roberto Shinyashiki explica como funciona esse conceito e fala também sobre sua visão do Brasil e desafios para o futuro. Acompanhe. Por Carlos Neves Agora doutor em Administração, o médico e palestrante Roberto Shinyashiki fala sobre crises e como funciona o conceito de autoeficácia T.D 163 /

8 ENTREVISTA Roberto Shinyashiki Por que o senhor resolveu fazer um doutorado em Administração neste momento da sua vida? Quando entrei para o programa de doutorado da FEA-USP, o meu objetivo maior foi desenvolver a capacidade de realizar uma pesquisa em alto nível. Eu sempre fui um estudioso dedicado, fiz muitas leituras, participei de congressos e cursos, mas chegou um momento em que decidi aprender a seguir uma sistemática de pesquisa. Além do mais, como palestrante e escritor, sempre penso que tenho de dar mais conteúdo ao meu publico. O que o levou a pesquisar o tema gestão de crises em sua tese? Tenho uma curiosidade na minha carreira: conhecer como os indivíduos reagem quando submetidos à pressão. Saber quais os profissionais que crescem na hora da verdade. Certamente, um dos maiores desafios da atualidade na gestão das pessoas é saber quais são as pessoas que trabalham bem debaixo de cobranças. Quando fiz a faculdade de medicina, teve um fenômeno que me chamou muito a atenção. Ótimos alunos durante o curso sucumbiram durante o estágio porque não tinham a habilidade psicológica para produzir debaixo da pressão de uma enfermaria do hospital ou de um pronto socorro. Toda a minha carreira tenho estudado esse fenômeno, e por isso pensei: onde estão os profissionais que mais recebem pressão? Uma das respostas que mais me tocaram foi: administrando as crises em suas empresas. Por que as crises se tornaram tão frequentes? A competição feroz obriga muitas empresas a lançarem produtos sem terem sido adequadamente testados, e essa pressão por lucros leva muitas delas a cortarem custos muitas vezes sem um controle de qualidade adequado. Quando a Toyota adia um recall, por exemplo, não está fazendo isso porque não sabe do problema, mas está evitando um gasto para entregar o lucro. Perceba o dilema ético que se cria nos executivos: colocam em risco a vida dos clientes para não colocar em risco o lucro dos acionistas. Esse panorama coloca as empresas em frequentes situações de crise, o que cria a necessidade de que sua administração conte com um quadro de gestores preparados para enfrentar e solucionar esses problemas. Napoleão Bonaparte afirmou: Nada é mais difícil e talvez mais precioso do que a habilidade de decidir em meio à batalha. A vida dos gestores hoje é um permanente campo de batalha. Durante as crises, todo planejamento Toda a minha carreira tenho estudado esse fenômeno, e por isso pensei: onde estão os profissionais que mais recebem pressão? estratégico e a estrutura organizacional podem ser insuficientes se os gestores não forem capazes de decidir e agir diante de pressões. Em sua tese o senhor trabalha com o conceito de autoeficácia como instrumento para analisar a capacidade de administrar as crises. Por que esta opção? Primeiro porque eu quis estudar como o gestor responde psicologicamente às pressões profissionais. As pessoas estão no centro da crise, pois toda crise é uma crise humana. O maior erro que uma empresa pode fazer na 8 T.D 163 / 2010

9 administração de uma crise é o de se concentrar em sistemas, operações, infraestrutura e relações públicas, e ignorar as pessoas. Não há nenhuma recuperação do negócio sem profissionais saudáveis o bastante para serem produtivos durante as pressões que aparecem durante as crises. A capacidade do gestor de manter o equilíbrio mental e emocional é tão importante que na gestão de uma crise o profissional será julgado muito mais por suas reações emocionais do que por sua inteligência racional. Os profissionais da gestão de pessoas têm de saber reconhecer, portanto, quais gestores têm condições psicológicas de enfrentar as crises organizacionais. As práticas de recursos humanos têm de se aprimorar para poder atrair, selecionar, desenvolver, motivar e reter nas organizações os profissionais que têm condições psicológicas para administrar crises. Depois que decidi fazer uma abordagem psicológica da gestão de crises, fui procurar um instrumento para estudar as reações desses profissionais. Dentre os diferentes modelos existentes para analisar as perspectivas de performance do profissional, foi escolhido o conceito de autoeficácia como o instrumento adequado para vir a ser incorporado nos processos de avaliação de gestores nas organizações, bem como para analisar atitudes diferenciadas que podem apresentar diante das crises. O que é e como funciona o conceito de autoeficácia? A autoeficácia é um instrumento que oferece muitos recursos para conhecer a capacidade de produzir resultados de um profissional. Quando analisamos os procedimentos da gestão de pessoas, podemos observar a influência da autoestima nesses procedimentos. Mas esse conceito pode ser perigoso, porque a autoestima é o conceito do individuo sobre si mesmo, independentemente dos resultados. Somente com alta autoestima um professor pode ficar contente com a sua aula, e não dar atenção se o aluno aprendeu ou não. O mesmo fenômeno pode acontecer com um gerente de vendas que esta sempre contente com a sua atuação, independentemente do seus resultados. Albert Bandura, um psicólogo de Stanford, desenvolveu a autoeficácia como um instrumento para conhecer como essa capacidade do individuo entregar resultados funciona, apesar de todas as ocorrências que podem surgir nesse processo de entrega. Como define Bandura: a autoeficácia é a crença que a pessoa tem em sua capacidade de organizar e executar uma sequência de ações necessárias para produzir um determinado resultado. Outra maneira de definir autoeficácia é esta: tratase da confiança do indivíduo em sua capacidade de mobilizar a motivação, a energia, e realizar a sequência de ações necessárias O conceito de autoeficácia é adequado para vir a ser incorporado nos processos de avaliação de gestores T.D 163 /

10 ENTREVISTA Roberto Shinyashiki para atingir com sucesso um objetivo específico em um determinado contexto. Para que um indivíduo tenha uma ótima performance, é fundamental acreditar na própria eficácia, pois as crenças nas suas capacidades influenciam as escolhas das metas e as aspirações e as expectativas de resultados. Qual a empresa escolhida para estudo de caso em sua pesquisa? Foi a TAM, uma das empresas brasileiras que tem enfrentado crises. Queda de aviões, acidentes, morte do presidente em um acidente aéreo e, alem do mais, ela sempre administrou positivamente as suas crises. A primeira empresa que pensei em estudar foi essa companhia, e felizmente os seus executivos deram a permissão necessária para eu fizesse a pesquisa com todos os gerentes e depois entrevistasse aqueles que foram necessários para encontrar pontos em comum. Ampliando a análise feita em sua tese, e partindo, também, de sua experiência, como o senhor vê as empresas brasileiras (e seus profissionais) no que se refere à capacidade de desenvolvimento de padrões de autoeficácia? É necessária uma revisão nos conceitos dos métodos de avaliação dos profissionais para escolhermos aqueles capazes de produzir resultados. Temos falado muito de network, mas os profissionais que revolucionam a empresa frequentemente ficam em seus escritórios encontrando soluções para os problemas da empresa, e não participando das reuniões sociais. Na hora da avaliação, os gerentes precisam estar atentos para valorizar aqueles que produzem resultados, e não simplesmente aqueles profissionais que fazem parte da panela. Às vezes, as pessoas quietas e introvertidas são as mais importantes para a empresa, e não aparecem para os chefes. Infelizmente, muitas empresas valorizam a capacidade de fazer política em detrimento da entrega dos objetivos almejados. Resultado: depois de algum tempo, aquele funcionário que trabalha com garra e compromisso deixa o seu projeto de lado para ficar nas rodas do cafezinho. Esse trabalho tem sido reconhecido? De uma maneira formal, não. Esta é a primeira entrevista sobre minha pesquisa. O reconhecimento vem indiretamente, quando converso com um empresário e ele me pede um programa de coaching, ou na venda dos livros ou na procura das palestras. Embora eu não tenha, usualmente, um fórum para discutir as minhas pesquisas, Vejo como a insegurança leva o profissional a não decidir, como a sede de poder faz com que os gestores sabotem um processo de mudança 10 T.D 163 / 2010

11 os jornalistas sabem que sempre tem um estudo embasando as minhas respostas. Eu tive um professor de cirurgia chamado Celio Gayer, que me marcou profundamente, e ele nos dizia para estudar mais do que precisávamos para trabalhar em nosso dia a dia. Ele dizia: O grande cirurgião usa somente 10% do seu conhecimento nas cirurgias normais, mas ele tem para onde recorrer quando os problemas aparecem. O cirurgião comum usa 100% do seu conhecimento, e quando os grandes problemas aparecem ele não tem para onde correr, e o paciente paga essa limitação com a vida. Ele tem razão. Um palestrante tem de usar somente 10% do seu conhecimento nas palestras rotineiras, mas quando um problema aparece, ele tem onde buscar recursos. O cliente sente isso e paga por essa segurança. Apesar dos recursos teóricos, o senhor diria que o fator humano ainda é decisivo em suas análises? Minha tendência é analisar os fenômenos de uma organização sempre a partir do ser humano. O meio acadêmico procura fazer da administração de empresas uma ciência exata, mas nestes 32 anos estudando as organizações eu percebo que são os sentimentos que acabam definindo a atuação dos gestores.vejo como a insegurança leva o profissional a não decidir, como a sede de poder faz com que os gestores sabotem um processo de mudança e, por outro lado, como um individuo bem resolvido cria uma gestão participativa. Uma análise global: Brasil, ano de Copa do Mundo, eleições, crescimento. Avançamos? Estamos devendo? Quais suas expectativas para a próxima década? Estamos avançando, mas ainda falta muita coisa. Temos falado da necessidade da infraestrutura para o crescimento do país, mas precisamos de um outro tipo de fundamento, que são os valores.políticos corruptos, empresas sem principio, executivos mesquinhos e cidadãos passivos representam obstáculos imensos a serem superados. É preciso que as pessoas de consciência tenham a coragem de enfrentar esses desafios para que o nosso país consiga, verdadeiramente, dar continente para os projetos nacionais, empresariais e profissionais. Qual o seu próximo desafio? Continuo querendo conhecer e ajudar profissionais em situações de pressão e desafios. Atualmente, alem dos livros e palestras, estou cuidando da preparação mental dos atletas olímpicos do Esporte Clube Pinheiros. Trata-se de um grupo comprometido com os seus Os gerentes precisam estar atentos para valorizar aqueles que produzem resultados, e não simplesmente aqueles que fazem parte da panela objetivos, lutando para estar entre os melhores do mundo. Vou fazer pós-doutorado pesquisando sobre atletas de alto rendimento em competições olímpicas. Certamente, uma das situações onde o ser humano é submetido às maiores pressões. T.D 163 /

12 CONVERSANDO COM KEN Por Ken Blanchard Valorização de pessoas Não seja mesquinho quando se trata de recompensar e reconhecer seu pessoal Nos dias atuais, a maioria dos líderes está preocupada com a contenção dos custos e o crescimento das receitas. Todos estão focados no sucesso do esforço de recuperação. Mas, mesmo que você esteja fazendo tudo o que é necessário, do ponto de vista estratégico e operacional, para ajudar sua empresa a atravessar este período de turbulência econômica, lembre-se de dedicar um minuto para reconhecer a contribuição das pessoas que batalham ao seu lado. Uma cultura de elogios e reconhecimento tem de ser criada a partir do topo. As pessoas em todos os níveis da organização precisam sentir-se apreciadas e reconhecidas pelo trabalho que estão fazendo. Esta é uma das chaves mestras na criação de uma cultura motivadora e é um dos diferenciais que distinguem as organizações bem-sucedidas das que não o são, à medida que trilhamos a jornada da recuperação econômica. Racionalmente, os líderes não sentem dificuldade de entender a importância de dar reconhecimento às pessoas. No entanto, no mundo real, o reconhecimento ocorre com muito menos freqüência do que deveria. Por exemplo, se você perguntar a um grupo de pessoas quem se lembra de ter sido elogiado excessivamente no ambiente de trabalho, ninguém levantará a mão. O que impede os líderes de flagrar as pessoas fazendo as coisas certas com mais frequência? Na verdade, trata-se de uma combinação de falta de tempo e prioridades conflitantes. A maioria dos gerentes sabe que dar reconhecimento ao seu pessoal é importante, mas estão sempre se debatendo entre fazer o que é importante e o que é urgente. Para gerentes já sobrecarregados de demandas, o foco está na execução e no desempenho, enquanto recompensas e reconhecimento passam para o banco de trás. Contudo, deixar de dedicar o tempo para reconhecer e recompensar as pessoas é sinal de miopia. O reconhecimento é uma necessidade humana profundamente arraigada. Se as pessoas não estiverem obtendo o reconhecimento de que necessitam, a confiança, a credibilidade e o sentido de conexão com os líderes diminui. Quando isso ocorre, o desempenho é afetado, de forma quase imperceptível, no começo e de modo crescente depois. Chega-se a um ponto em que as pessoas estão presentes no trabalho fisicamente, enquanto que, emocionalmente, já pediram demissão. Há uma grande diferença entre apenas comparecer no horário de expediente e dar o melhor de si no trabalho. Para ilustrar este aspecto, pedimos às pessoas que participam dos nossos cursos para lembrar-se do melhor e do pior líder que já tiveram. Ao descrever o relacionamento com o melhor líder, as pessoas, consistentemente, relatam que se sentiam valorizadas e reconhecidas. Outros fatores também são citados, mas é o sentimento de valorização e reconhecimento ser tratado como uma pessoa importante que aparece com maior freqüência nos depoimentos. O que as pessoas querem? Para tornar-se um desses melhores líderes, um gerente precisa entender, antes de mais nada, a diferença entre motivação extrínseca e intrínseca. A motivação extrínseca depende 12 T.D 163 / 2010

13 de recompensas ou incentivos tangíveis que decorrem da realização de determinada tarefa. A motivação intrínseca depende do significado interno do trabalho e do sentimento de satisfação e realização que o trabalho proporciona. Incentivos e recompensas monetárias podem impulsionar comportamentos no curto prazo, mas para criar um impacto de efeito prolongado, os líderes precisam recorrer aos fatores que promovem a motivação intrínseca que podem variar de uma pessoa para outra. Os líderes precisam descobrir o que motiva cada um de seus colaboradores diretos, o que requer conhecê-los em maior profundidade. É preciso dedicar tempo a conversar com as pessoas e descobrir o que gostam de fazer. Pergunte-se Como posso melhorar este relacionamento?. Você precisa demonstrar que está genuinamente interessado nas pessoas. Bom para as pessoas, bom para os negócios Quando um líder consegue impactar positivamente os aspectos internos, impactará também os aspectos externos. Quando os colaboradores percebem que o líder está lhes proporcionando oportunidades para o desenvolvimento de suas habilidades, está criando Chega-se a um ponto em que as pessoas estão presentes no trabalho fisicamente, enquanto que, emocionalmente, já pediram demissão. Há uma grande diferença entre apenas comparecer no horário de expediente e dar o melhor de si no trabalho condições para que possam minutos apenas, porém atuar com autonomia cada vez disponibilizados com maior e age muito mais como regularidade, podem fazer uma coach, mentor e orientador de grande diferença. desenvolvimento de carreira do Para líderes dispostos a que como chefe, isto cria uma investir tempo e esforço, os conexão forte. E é esta conexão resultados serão significativos. que impacta positivamente o Hoje em dia, precisamos das nível de engajamento do melhores idéias e contribuições colaborador e todos os aspectos do nosso pessoal, com destaque do seu desempenho. para a inovação e a criatividade. Avaliar corretamente as As organizações precisam de necessidades das pessoas requer pessoas capazes de criar e vender um considerável investimento de soluções. Quando as pessoas trabalho por parte do líder, além percebem que são importantes de elevado grau de inteligência para você, elas darão o melhor emocional. Requer, também, de si. Reconhecer e valorizar as manter contacto diário com seu pessoas gera um retorno direto pessoal para conhecer seus tanto sobre os relacionamentos hábitos e saber como são e o que quanto sobre os investimentos. os faz vibrar. Se bem que isto leve tempo, não necessariamente será preciso gastar muito tempo. As pessoas se sentem muito carentes de dispor de algum tempo de interação com seus O livro do Dr. Ken Blanchard, Liderança de Alto Nível no qual se baseiam os conceitos acima apresentados, está disponível através do telefone ou líderes. Querem uma Para oportunidade de ser ouvidas e maiores informações sobre o Dr. Ken Blanchard e sobre palestras e seminários de para sentir-se envolvidas com o liderança, entre em contato com a que está acontecendo na Intercultural através do telefone citado ou organização. Uns poucos visite T.D 163 /

14 LIDERANÇA Envolvimento TOTAL Há muito tempo que pesquiso, estudo, exerço e ensino liderança, e, cada vez mais, percebo que a busca pela alta performance é imprescindível para se tornar um líder extraordinário. Pude constatar isso em Orlando, nos Estados Unidos, no Managing Energy Executive Course do Human Performance Institute, onde eu e meu sócio participamos do programa de Alta Performance, baseado no livro The Power Para ser um atleta corporativo, é preciso estar fisicamente energizado, emocionalmente conectado, mentalmente focado e espiritualmente alinhado of Full Engagement, de Tony Schwartz e James E. Loehr. Esse treinamento tem como objetivo maior tornar os profissionais em atletas corporativos. O conceito é treinar como os atletas esportivos treinam, buscar superar os limites com o estresse positivo, sair realmente da zona de conforto e promover a zona de desconforto para se tornar o que os autores chamam de fully engaged. Fully engaged, para nós, quer dizer envolvido totalmente, ou seja, fisicamente energizado, emocionalmente conectado, mentalmente focado e espiritualmente alinhado. Se refletirmos, os atletas buscam a alta performance para competirem de forma extraordinária e vencer. Os líderes também. Trabalham para vencer e alcançar resultados extraordinários. A diferença é que não treinam como deveriam para isso. Por gerenciarem muito mal sua energia, os líderes precisam trabalhar muito mais para alcançar os resultados que deles se espera. É por aí que começa o desequilíbrio e a terceirização da culpa, ensejando frases como: eu não tenho tempo ; eu não tenho recursos ; já cheguei no meu limite ; etc. Os líderes devem superar seus limites e se tornarem atletas corporativos para alcançarem resultados extraordinários. Isso é possível se for utilizado os quatro princípios básicos do gerenciamento da energia: Por Paulo Alvarenga 1º. Princípio A alta performance é conseqüência de uma gerência hábil da energia nas quatro dimensões distintas: física, emocional, mental e espiritual, 14 T.D 163 / 2010

15 O autor, sócio-diretor da Crescimentum, é um dos autores do livro Gigantes da Liderança e professor de pós-graduação e MBA em Gestão de Marketing na Gama Filho. Figura 1 mas conectadas. Vamos entender o que refletem as quatro fontes de energia (observe a Figura 1): A capacidade física se reflete na habilidade de gastar e recuperar a energia no nível físico, e é definida em quantidade; A capacidade emocional se reflete na habilidade de gastar e recuperar a energia no nível emocional, e é definida em termos de qualidade; A capacidade mental se reflete na habilidade de gastar e recuperar a energia no nível mental, e é definida em termos de foco; A capacidade espiritual se reflete na habilidade de gastar e recuperar a energia no nível espiritual, e é definida em termos de força. 2º Princípio Como a capacidade energética diminui tanto com o uso como com a falta de uso, devemos equilibrar o consumo de energia com a renovação energética (Veja a Figura 2) Figura 2 Devemos buscar o nosso ritmo Flavius Philostratus treinou atletas na antiga Grécia. Ele foi o primeiro a descobrir, ou pelo menos a escrever, sobre os benefícios de um padrão rítmico para treinamentos exaustão seguida de descanso. A idéia é simples: o corpo usa seus recursos bioquímicos quando trabalha e deve descansar para se reabastecer. Quando atletas apresentam algum problema, isso ocorre geralmente porque treinaram demais ou de menos. O mesmo princípio aplica-se à vida diária. Muita energia gasta, sem descanso suficiente, pode resultar em problemas. Muito descanso, sem utilizar energia, também resulta em problemas. O envolvimento total depende de balancear, ou oscilar, descanso e recuperação, recuperação e descanso. Sem grandes novidades. O universo inteiro segue um ritmo e oscila: nascer do sol, pôr do sol; maré cheia, maré baixa; lua cheia, lua nova. Nossa pulsação é rítmica. Até mesmo o sono segue um ritmo. Jogadores profissionais de tênis seguem rotinas, hábitos que permitem que se recuperem entre os sets de uma partida. Seu ritmo cardíaco pode diminuir cerca de 20 batidas por minuto entre os games. Eles recobrem energia nesses rituais de recuperação. Profissionais do mundo empresarial fazem a mesma coisa. Vários executivos, saem à caça, rondando o seu pessoal do escritório, perguntando o que estão fazendo. Isto os deixa relaxados e conectados com os funcionários. Outros executivos não utilizam correio de voz ou celular, e, nas horas vagas, atuam como fotógrafos amadores, pintam quadros, fazem teatro e afirmam que em seu tempo livre desenvolvem a intuição. Uma outra executiva costuma levar seu almoço, faz a refeição em um parque perto de seu escritório e, assim, consegue um período de recuperação em contato com a natureza para quebrar o dia de trabalho. Embora descanso e relaxamento T.D 163 /

16 LIDERANÇA Por gerenciarem muito mal sua energia, os líderes precisam trabalhar muito mais para alcançar os resultados que deles se espera sejam necessários, nosso mundo contemporâneo os condena e exalta realizar qualquer missão em que esteja o destrutivo esquema 24/7 (vinte e quatro horas, sete dias por semana). envolvido. A mudança ocorre, Nossos corpos não são máquinas, mas nós os tratamos como se fossem. O é particularmente traiçoeiro. Uma pesquisa conduzida principalmente, através da mudança de paradigmas: pela America Online, no ano 2000, revelou que 47% de seus clientes levam seus laptops nas férias e ficam conectados durante grande parte do dia para checar seus s. Nós necessitamos de um Sabbath. Excesso de trabalho pode viciar. A adrenalina elevada fascina, VELHO PARADIGMA Administrar o tempo. Evitar o estresse. A vida é uma maratona. Tempo parado é tempo perdido. As recompensas alimentam o NOVO PARADIGMA Administrar a energia. Buscar o estresse. A vida é uma série de corridas. Tempo parado é tempo produtivo. Um propósito alimenta o porém pode ser fatal. A palavra japonesa karoshi significa desempenho. desempenho. morte pelo excesso de trabalho. O primeiro caso relatado ocorreu em 1969; atualmente, o Japão reporta Regras de autodisciplina. Pensamento positivo. Regras de rituais. Engajamento Total. cerca de casos ao ano. São cinco as causas mais freqüentes em casos de karoshi: muitas horas de trabalho sem o descanso regular; trabalho noturno; cancelamento de férias e folgas; pressão intermitente e estresse físico e mental no trabalho. Tal estresse não é inteiramente mau, naturalmente. Para desenvolver um músculo, você tem que forçá-lo além de suas atividades usuais. Porém, a oscilação entre o estresse e o descanso é saudável. Para o envolvimento total, devemos ter em mente que a fonte de energia mais importante é a física, e a mais significativa é a espiritual. Em vários treinamentos que ministramos, colocamos de forma pragmática a importância da prática de exercícios físicos para todos os profissionais, principalmente para os 3º Princípio Para acumular nossa capacidade energética, devemos ir além dos nossos limites normais, treinando da mesma forma sistemática que os atletas de elite treinam. líderes. Estes devem ser exemplos de atitude e comportamento. Nesse conceito do Envolvimento Total, eu vi a importância dada à energia física, que é a fonte Estresse é uma oportunidade para o crescimento; fundamental de combustível, pois ela afeta Se proteger do estresse desgasta a sua capacidade; a nossa capacidade de administrar nossas As coisas que fazem a gente se esforçar são as coisas que mais nos emoções, sustentar a concentração, pensar ajudam; criativamente e, até mesmo, manter nosso Desconforto acompanha o estresse. envolvimento em qualquer missão da qual estejamos imbuídos. 4º Princípio Rituais positivos de energia e rotinas altamente específicas para Em um estudo com 80 executivos durante nove meses, foi observado que 16 T.D 163 / 2010 administrar a energia são a chave para o engajamento total e para a alta performance sustentada. Envolvimento total requer rituais positivos, comportamento preciso que se torna automático com o tempo. Os rituais asseguram que você faça a coisa certa no tempo certo com a sua energia, para assim

17 aqueles que faziam exercícios físicos regularmente demonstraram uma melhora de 70% em sua capacidade de tomar decisões complexas, comparados aos que não faziam exercícios. Qualquer desequilíbrio emocional pode afetar consideravelmente as outras áreas da nossa vida. Ao trabalhar nossas ações físicas e nossos pensamentos conscientes podemos controlar as emoções que nos levam a uma alta performance. Alta performance leva ao estado emocional positivo. Estado emocional positivo leva a alta performance. Há 12 sentimentos que sempre se manifestarão durante uma alta performance: calma mental; relaxamento físico; livre da ansiedade; energia se sente acelerado ; otimismo; divertimento; pouco esforço; ação automática; agilidade; foco; confiança e controle da situação. Vamos colocar em prática o processo para o envolvimento total: Muita energia gasta, sem descanso suficiente, pode resultar em problemas. Muito descanso, sem utilizar energia, também resulta em problemas especificando onde é gasta atualmente a sua energia. O mais importante aqui é encarar as verdades da sua vida nas quatro dimensões de energia. Segue um check-list para situar onde você está agora: Verdade Física (Marque o que não faz parte dos seus hábitos.) Faz três refeições e dois lanches diariamente. Toma café da manhã todos os dias. Normalmente se alimenta de forma balanceada; segue uma dieta saudável. Regula de forma apropriada o tamanho das porções das suas refeições. Nunca passa mais de 4 horas sem comer. Bebe água regularmente durante o dia. Consome mais de duas doses de álcool por dia. Consome álcool com as refeições. Acorda e dorme constantemente nos mesmos horários. Acorda cedo e dorme cedo. Levanta e se movimenta ou se alonga a cada 90 minutos. Se envolve em alguma atividade física diariamente. Completa, no mínimo, dois intervalos de exercícios cardiovasculares por semana. Conduz um treino firme de, no mínimo, duas vezes por semana. Verdade Emocional (Marque o que é emocionalmente problemático para você.) Passo 1 Encarando a verdade Estabelecer a situação atual, Administrando a adversidade Se intimida com mudança. Demora para se recuperar emocionalmente. Reage de forma emocionalmente exagerada. Primeiro foca o problema para depois focar na solução. T.D 163 /

18 LIDERANÇA Embora descanso e relaxamento sejam necessários, o mundo contemporâneo os condena ao destrutivo esquema 24/7 Excessivamente frustrado e irritado com os problemas no trabalho. Nunca fica calmo sob pressão. Negativo e pessimista Confiança e segurança pessoal Constantemente em busca de elogio. Não está disposto a correr risco. Defensivo. Falta humildade. Excessivamente perdido em meditações. Autoconfiança baixa. Se debate com sentimentos de insegurança. Efetividade interpessoal Poucas habilidades de comunicação. Falta de simpatia. Péssimo ouvinte. Julga excessivamente. Não mantém os outros informados. Péssimo no trabalho em equipe. Falta compaixão. Mal humorado. Falta confiança. Raramente elogia os outros. Impaciente. Verdade Mental (Marque o que é mentalmente problemático para você.) Pensamento lógico e realista Fraco em resolver problemas. Sob pressão, o pensamento se torna ilógico e sem clareza. Exagera ou distorce os fatos. Surto irracional. Processo fraco para tomar decisões. Indeciso. Foco e concentração Frequentemente não está ligado no que está acontecendo. Realiza diversas tarefas constantemente. Se distrai facilmente. Falha em se manter focado nas prioridades. Atenção curta. Raramente focado. Preparação mental Frequentemente não está preparado mentalmente para realizar um trabalho extraordinário. Não é suficientemente bem organizado. Se culpa por improvisar muitas vezes. Não ensaia o suficiente antes de um evento importante. Autoconhecimento Falta autoconhecimento. Desconhece o seu efeito sobre as outras pessoas. Distraído. Diversas vezes não tem conhecimento do que vai acontecer. Administrando o tempo Uso ineficiente do tempo. Perda de tempo. Constantemente atrasado para as reuniões e obrigações. Falha ao priorizar as coisas de forma inteligente. Aparenta estar constantemente com pressa e sem tempo. Necessita seguir um sistema de administração de tempo mais preciso. 18 T.D 163 / 2010

19 Os rituais asseguram que você faça a coisa certa no tempo certo com a sua energia, para assim realizar qualquer missão em que esteja envolvido Criatividade/Curiosidade É um problema pensar fora da caixa. Baixa criatividade no trabalho. Não valoriza ideias ou pensamentos originais. Falha na criação de um senso de diversão e prazer no trabalho. Mostra pouca curiosidade pelas coisas. Verdade Espiritual (Marque o que se aplica de forma espiritual em você.) Comprometimento/paixão Não é totalmente comprometido. Não está disposto a ir além para realizar uma tarefa. Falta perseverança. Falta paixão pelo trabalho. Não está disposto para investir de forma extraordinária sua energia no trabalho. Visão/determinação Falha em comunicar de forma clara a visão e a missão. Falha em definir a visão e missão no trabalho. Toma decisões com base no que é mais oportuno do que com base em valores. Minhas ações refletem as pressões externas mais do que meus valores. Falta um senso forte de determinação no meu trabalho. Meus valores não estão conectados com a minha missão do trabalho. Princípio/ética Falho em fazer o que eu disse que ia fazer. Não sou sempre confiável. Falta coragem nas minhas convicções. T.D 163 /

20 LIDERANÇA A palavra japonesa karoshi significa morte pelo excesso de trabalho. O primeiro caso relatado ocorreu em 1969; atualmente, o Japão reporta cerca de casos ao ano Missão final Ser um pai extraordinário para minhas duas filhas, extraordinário filho para os meus pais, extraordinário marido, extraordinário líder no trabalho e na minha comunidade. Meu caráter, honestidade e compaixão pelos outros vai além de repreensão. Treinamento para a missão Me tornar mais comprometido com a minha mulher em casa e me comunicar de forma mais direta no trabalho. Não me coloco na linha pelo o que eu acredito. Minhas ações no trabalho não são compatíveis com os meus valores. Meus valores e os da minha organização não estão alinhados. A ética pessoal necessita de atenção. Após fazer uma autoavaliação, podemos definir o que chamamos de Velha História, que é a descrição de como você funciona e os porquês. Segue o exemplo de Alex D. Péssimo físico. Fora de forma. Baixa energia constante. Sua história: O trabalho é desgastante. Não tem tempo ou energia para se exercitar. Gasta a energia restante com a família. Se sente desconfortável em academias. Malhar é luxo. Trabalho e família vêm primeiro. Passo 2 Definindo o Propósito Criar um propósito, uma missão e como você treinará a sua missão de forma conectada com os seus valores. Nesse momento se define aquilo que fará você querer fazer mais, ter mais atitude. É quando nos conectamos verdadeiramente com nossos valores, e nenhum desafio será maior do que o nosso propósito. Segue o exemplo de J. Appleton. Passo 3 Agindo Descrever a sua Nova História, clarificando os benefícios, a mensagem e os custos. Este é o momento que você irá criar a sua visão de futuro. Criar um plano de ação, com rituais positivos que sustentem a sua Nova História. Seguem alguns exemplos de rituais (os mais importantes), que darão suporte ao seu treinamento para a missão e para a sua nova história: 1. Ler minha missão todos os dias, pela manhã e antes de dormir. 2. Comer estrategicamente a cada 2 ou 3 horas, e não passar mais de horas sem comer. 3. Beliscar alimentos com pouco açúcar. 4. Hidratar-se a toda hora (carregar uma garrafa de água em todos os lugares). 5. A cada 90 minuto de trabalho, tirar de 10 a 15 minutos de descanso para recuperar a energia. 6. Exercitar-se por 30 minutos (a cada dia), 5 vezes por semana. 7. Sair à noite com o meu marido/esposa no mínimo uma vez por mês. 20 T.D 163 / 2010

Módulo IV. Delegação e Liderança

Módulo IV. Delegação e Liderança Módulo IV Delegação e Liderança "As pessoas perguntam qual é a diferença entre um líder e um chefe. O líder trabalha a descoberto, o chefe trabalha encapotado. O líder lidera, o chefe guia. Franklin Roosevelt

Leia mais

O ABC da gestão do desempenho

O ABC da gestão do desempenho Por Peter Barth O ABC da gestão do desempenho Uma ferramenta útil e prática para aprimorar o desempenho de pessoas e organizações 32 T&D INTELIGÊNCIA CORPORATIVA ED. 170 / 2011 Peter Barth é psicólogo

Leia mais

Faça amizades no trabalho

Faça amizades no trabalho 1 Faça amizades no trabalho Amigos verdadeiros ajudam a melhorar a saúde, tornam a vida melhor e aumentam a satisfação profissional. Você tem um grande amigo no local em que trabalha? A resposta para essa

Leia mais

Personal and Professional Coaching

Personal and Professional Coaching Personal and Professional Coaching Seu salto para a excelência pessoal e profissional 1 O novo caminho para o sucesso e a realização pessoal! Todos sabem que para ser médico, advogado, dentista ou engenheiro

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

PAP (Perfil de Avanço Profissional)

PAP (Perfil de Avanço Profissional) PAP (Perfil de Avanço Profissional) Relatório para: Suzanne Example Data concluida: 14 de junho de 2012 14:03:23 2012 PsychTests AIM Inc. Índice analítico Índice analítico 1/10 Índice analítico Índice

Leia mais

II. NOSSA MISSÃO, VISÃO E VALORES

II. NOSSA MISSÃO, VISÃO E VALORES I. NOSSA HISTÓRIA A história da Crescimentum começou em 2003, quando o então executivo do Grupo Santander, Arthur Diniz, decidiu jogar tudo para o alto e investir em uma nova carreira. Ele optou por se

Leia mais

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A palavra liderança é uma palavra grávida, tem vários significados. Desde os primórdios dos tempos a humanidade vivenciou exemplos de grandes líderes. Verdadeiros

Leia mais

Honrar os valores, uma questão de integridade

Honrar os valores, uma questão de integridade Honrar os valores, uma questão de integridade Por: P.A. (Paulo Alvarenga) Nos últimos congressos de desenvolvimento profissional que participei, o que mais tenho escutado é sobre a importância dos valores.

Leia mais

PRO PERFORMANCE EMPRESAS

PRO PERFORMANCE EMPRESAS Uma proposta cultural única aprimore o seu potencial Crie um versão melhor de is mesmo Conheça, pratique, supere-se, aprimore-se PRO PERFORMANCE EMPRESAS Programa de Excelência e Alta Performance para

Leia mais

Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja.

Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja. Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja. O primeiro passo para conquistar algo é acreditar que é possível. Se não, a pessoa

Leia mais

Os Sete Níveis de Consciência da Liderança

Os Sete Níveis de Consciência da Liderança Os Sete Níveis de Consciência da Liderança Existem sete níveis bem definidos de liderança, que correspondem aos sete níveis de consciência organizacional. Cada nível de liderança se relaciona com a satisfação

Leia mais

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Comunicação empresarial eficiente: Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Sumário 01 Introdução 02 02 03 A comunicação dentro das empresas nos dias de hoje Como garantir uma comunicação

Leia mais

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade...

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade... Entrevista com PEDRO MANDELLI Consultor na área de mudança organizacional, Pedro Mandelli é um dos maiores especialistas em desenho e condução de processos de mudança em organizações. É professor da Fundação

Leia mais

CONDUZINDO MUDANÇAS TRANSFORMADORAS

CONDUZINDO MUDANÇAS TRANSFORMADORAS CONDUZINDO MUDANÇAS TRANSFORMADORAS por David Miller The European Business Review, março/abril 2012 As mudanças estão se tornando mais frequentes, radicais e complexas. Os índices de falha em projetos

Leia mais

31 descobertas sobre liderança

31 descobertas sobre liderança ALTA GERÊNCIA 31 descobertas sobre liderança Estudo Leadership Forecast 2005-2006, realizado pela firma de consultoria Development Dimensions International (DDI), buscou analisar como são percebidas em

Leia mais

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. Outra característica marcante: Cada palestra é um projeto

Leia mais

AGT (Avaliação de Gerenciamento de Tempo)

AGT (Avaliação de Gerenciamento de Tempo) AGT (Avaliação de Gerenciamento de Tempo) Relatório para: Suzanne Example Data concluida: 14 de junho de 2012 11:14:46 2012 PsychTests AIM Inc. Índice analítico Índice analítico 1/9 Índice analítico Índice

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

Tomada de Decisão uma arte a ser estudada Por: Arthur Diniz

Tomada de Decisão uma arte a ser estudada Por: Arthur Diniz Tomada de Decisão uma arte a ser estudada Por: Arthur Diniz Tomar decisões é uma atividade que praticamos diariamente, de uma forma ou de outra. Podemos até mesmo tomar a decisão de não tomar nenhuma decisão.

Leia mais

Rafael Siqueira 0 SUCESSO. é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso!

Rafael Siqueira 0 SUCESSO. é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso! 0 SUCESSO é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso! 0 SUCESSO é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso! Versão 1.0 Introdução: Acredito que o processo

Leia mais

O CAMINHO PARA REFLEXÃO

O CAMINHO PARA REFLEXÃO O CAMINHO PARA REFLEXÃO a 1 Semana EMPREENDER É DAR A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE No mudo dos negócios existe a diferença visível do acomodado que nunca quer aprender a mesma coisa duas vezes e o

Leia mais

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende Como transformar a sua empresa numa organização que aprende É muito interessante quando se fala hoje com profissionais de Recursos Humanos sobre organizações que aprendem. Todos querem trabalhar em organizações

Leia mais

Minha lista de sonhos

Minha lista de sonhos Licença No: # 122314/LS Fone: +55-11 5539-4719 E mail: vagner@programavirandoojogo.com.br Web: www.programavirandoojogo.com.br 2015 Minha lista de sonhos Com visão 2025 PREPARADO POR VAGNER MOLINA Rua

Leia mais

Como contratar de forma eficaz

Como contratar de forma eficaz Como contratar de forma eficaz Todos nós, de uma forma ou de outra, somos imperfeitos. Mesmo assim, procuramos contratar as pessoas perfeitas. A Robert Half fornece profissionais altamente qualificados

Leia mais

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É Descobrindo-se... Fácil é olhar à sua volta e descobrir o que há de

Leia mais

CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL EM COACHING 5 a 12 de Setembro, Belo Horizonte Brasil. www.criscarvalho.com

CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL EM COACHING 5 a 12 de Setembro, Belo Horizonte Brasil. www.criscarvalho.com CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL EM COACHING 5 a 12 de Setembro, Belo Horizonte Brasil O processo de Certificação tem como finalidade formar e preparar os participantes para serem capazes de compreender e atuar

Leia mais

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE Por que se importar 3 O melhor representante de atendimento 4 SUMÁRIO Escrevendo um anúncio de vaga de emprego Carta de apresentação

Leia mais

O QUE É COACHING? O QUE É COACHING? INSTRUMENTO PODEROSO PARA MELHOR PERFORMANC E RESULTADOS QUAIS CONTEXTOS PODEMOS UTLIZAR O COACHING?

O QUE É COACHING? O QUE É COACHING? INSTRUMENTO PODEROSO PARA MELHOR PERFORMANC E RESULTADOS QUAIS CONTEXTOS PODEMOS UTLIZAR O COACHING? O QUE É COACHING? INSTRUMENTO PODEROSO PARA MELHOR PERFORMANC E RESULTADOS QUAIS CONTEXTOS PODEMOS UTLIZAR O COACHING? COMO SURGIU E ESTÁ EVOLUINDO O COACHING? QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS? IMPORTÂNCIA

Leia mais

ALGUMAS DICAS SOBRE COMO ALCANÇAR O EMPREGO DOS SEUS SONHOS

ALGUMAS DICAS SOBRE COMO ALCANÇAR O EMPREGO DOS SEUS SONHOS ALGUMAS DICAS SOBRE COMO ALCANÇAR O EMPREGO DOS SEUS SONHOS Ao se levantar para trabalhar, pela manhã, todos enfrentamos, sentados na beira da cama, a mesma questão: eu seria mais feliz e satisfeito fazendo

Leia mais

www.verriveritatis.com.br

www.verriveritatis.com.br INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL EM PROJETOS Por quê? Esta é uma pergunta com um infinito número de respostas, dependendo do contexto. Quando um membro da Equipe pergunta por que um determinado desafio corporativo

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

7 INICIATIVAS FUNDAMENTAIS PARA O SEU NEGÓCIO

7 INICIATIVAS FUNDAMENTAIS PARA O SEU NEGÓCIO 7 INICIATIVAS FUNDAMENTAIS PARA O SEU NEGÓCIO 1. Aprenda a gerir sua ENERGIA e não apenas o seu TEMPO A longo prazo, nada pode lhe trazer maior retorno ou beneficiar mais o seu negócio do que você, proprietário

Leia mais

Liderança com foco em resultados

Liderança com foco em resultados Liderança com foco em resultados Como produzir mais, em menos tempo e com maior qualidade de vida. Introdução O subtítulo deste texto parece mais uma daquelas promessas de milagres. Independentemente de

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

USE A LEI DA ATRAÇÃO PARA TER UMA VIDA FÁCIL. Facilitando a Vida. Este exercício foi desenhado para ajuda-lo a atingir seus objetivos na vida.

USE A LEI DA ATRAÇÃO PARA TER UMA VIDA FÁCIL. Facilitando a Vida. Este exercício foi desenhado para ajuda-lo a atingir seus objetivos na vida. 1 USE A LEI DA ATRAÇÃO PARA TER UMA VIDA FÁCIL Facilitando a Vida Este exercício foi desenhado para ajuda-lo a atingir seus objetivos na vida. É um exercício muito simples e uma poderosa ferramenta para

Leia mais

claro que o emprego existe enquanto houver trabalho para cada empregado.

claro que o emprego existe enquanto houver trabalho para cada empregado. Automotivação Antes de abordarmos a importância da motivação dentro do universo corporativo, vale a pena iniciarmos esta série de artigos com uma definição sobre esta palavra tão em voga nos dias atuais.

Leia mais

Título de apresentação principal em Calibri tamanho 18

Título de apresentação principal em Calibri tamanho 18 COACHING Título de apresentação principal em Calibri tamanho 18 O novo caminho para o sucesso e a realização pessoal! Todos sabem que para ser médico, advogado, dentista ou engenheiro são necessários anos

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB!

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! A história da Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para Analista Tributário da Receita Federal do Brasil, é mais uma das histórias

Leia mais

Evento técnico mensal

Evento técnico mensal Evento técnico mensal GERENCIAMENTO DE CARREIRA PARA O SUCESSO DO GESTOR DE PROJETOS Fernanda Schröder Gonçalves Organização Apoio 1 de xx APRESENTAÇÃO Fernanda Schröder Gonçalves Coordenadora do Ibmec

Leia mais

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. A maioria absoluta das avaliações obtêm excelentes resultados,

Leia mais

Formulário de Avaliação de Desempenho

Formulário de Avaliação de Desempenho Formulário de Avaliação de Desempenho Objetivos da Avaliação de Desempenho: A avaliação de desempenho será um processo anual e sistemático que, enquanto processo de aferição individual do mérito do funcionário

Leia mais

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 PROJETO MEU TEMPO DE CRIANÇA Missão Visão Valores Colaborar com a importante tarefa de educar as crianças, nesse momento único de suas jovens vidas, onde os

Leia mais

Oito passos para uma carreira extraordinária

Oito passos para uma carreira extraordinária Oito passos para uma carreira extraordinária Procurar tornar-se apto para o mercado de trabalho sem saber qual o objetivo desejado é a melhor forma de conseguir bons empregos e uma eterna infelicidade.

Leia mais

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa Educação Corporativa Liderança Estratégia Gestão O que é Educação corporativa? Educação corporativa pode ser definida como uma prática coordenada de gestão de pessoas e de gestão do conhecimento tendo

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 PRIMEIRA PARTE A RELAÇÃO CONSIGO MESMO. 1. AUTOCONHECIMENTO... 15 1.1 Processos... 16 1.2 Dificuldades...

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 PRIMEIRA PARTE A RELAÇÃO CONSIGO MESMO. 1. AUTOCONHECIMENTO... 15 1.1 Processos... 16 1.2 Dificuldades... ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 PRIMEIRA PARTE A RELAÇÃO CONSIGO MESMO 1. AUTOCONHECIMENTO... 15 1.1 Processos... 16 1.2 Dificuldades... 19 2. AUTOESTIMA... 23 2.1 Autoaceitação... 24 2.2 Apreço por si... 26

Leia mais

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Proatividade Uma questão de escolha

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Proatividade Uma questão de escolha - GUIA DO EMPRESÁRIO - Proatividade Uma questão de escolha Planeta Contábil 2008 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/7 Proatividade Uma questão de escolha Você chega sempre atrasado

Leia mais

Parceria RH & Coaching: Soluções à organização pessoal e profissional Marcia Toscano

Parceria RH & Coaching: Soluções à organização pessoal e profissional Marcia Toscano Parceria RH & Coaching: Soluções à organização pessoal e profissional Marcia Toscano Socióloga - Consultora em Gestão de Pessoas - Personal & Professional Coach 1. Cenários organizacionais: Como delimitar

Leia mais

O Processo de Coaching*

O Processo de Coaching* O Processo de Coaching* Por Adriana Preto Rutzen** O Coaching surgiu no mundo dos esportes, através do trabalho do técnico de tênis Thimoty Gallwey, que escreveu e publicou, em meados dos anos 70, o livro

Leia mais

Como contratar staff de Projetos...

Como contratar staff de Projetos... Como contratar staff de Projetos... Que qualidades estou buscando no profissional de Projetos, e como identificá-las...? Alguns exemplos do que podemos buscar..! 1. Visão 2. Orientação estratégica 3. Inovação

Leia mais

Como Eu Começo meu A3?

Como Eu Começo meu A3? Como Eu Começo meu A3? David Verble O pensamento A3 é um pensamento lento. Você está tendo problemas para começar seu A3? Quando ministro treinamentos sobre o pensamento, criação e uso do A3, este assunto

Leia mais

www.dalecarnegie.com.br Como Impulsionar o Engajamento de Colaboradores em PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Dale Carnegie Training White Paper

www.dalecarnegie.com.br Como Impulsionar o Engajamento de Colaboradores em PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Dale Carnegie Training White Paper Como Impulsionar o Engajamento de Colaboradores em PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Dale Carnegie Training White Paper www.dalecarnegie.com.br Copyright 2014 Dale Carnegie & Associates, Inc. All rights reserved.

Leia mais

Disciplinas Liderança Organizacional Inteligência de Execução Produtividade em Gestão

Disciplinas Liderança Organizacional Inteligência de Execução Produtividade em Gestão Disciplinas Liderança Organizacional O processo de formação e desenvolvimento de líderes. Experiências com aprendizagem ativa focalizando os conceitos e fundamentos da liderança. Liderança compartilhada.

Leia mais

Palestra 1 Mudança Organizacional. Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças

Palestra 1 Mudança Organizacional. Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças Palestra 1 Mudança Organizacional Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças 02 de Dezembro de 2009 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças

Leia mais

Desperdiçadores Psicológicos de Tempo. Procrastinação, Perfeccionismo, Desorganização e Falta de disciplina.

Desperdiçadores Psicológicos de Tempo. Procrastinação, Perfeccionismo, Desorganização e Falta de disciplina. Desperdiçadores Psicológicos de Tempo Procrastinação, Perfeccionismo, Desorganização e Falta de disciplina. Desperdiçadores Psicológicos de Tempo Marciliana Corrêa (CRP 06 6519-5) Master Coach pelo International

Leia mais

A APLICAÇÃO FOI DRASTICAMENTE REDUZIDA

A APLICAÇÃO FOI DRASTICAMENTE REDUZIDA Bernardo Leite AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO HÁ TEMPOS... Objetivos principais: Aumento de salário Demissão CONCLUSÃO: A APLICAÇÃO FOI DRASTICAMENTE REDUZIDA A AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO É um processo natural e

Leia mais

PRINCÍPIOS PARA VOCÊ LEVAR SUA VIDA AO PRÓXIMO NÍVEL LUIZ FELIPE CARVALHO

PRINCÍPIOS PARA VOCÊ LEVAR SUA VIDA AO PRÓXIMO NÍVEL LUIZ FELIPE CARVALHO 6 PRINCÍPIOS PARA VOCÊ LEVAR SUA VIDA AO PRÓXIMO NÍVEL LUIZ FELIPE CARVALHO Súmario Introdução 03 #1 Desenvolva-se Pessoalmente 05 #2 Pratique Autoconhecimento 07 #3 Seja Líder de Si Mesmo 08 #4 Controle

Leia mais

P R O P O S TA C O M E R C I A L

P R O P O S TA C O M E R C I A L P R O P O S TA C O M E R C I A L Joinville, 03 de setembro de 2014. Proposta para: treinamento líder coach Prezado, Temos o prazer de enviar a proposta do Treinamento Líder Coach, para sua análise e apreciação.

Leia mais

A Qualidade Fundamental do Vendedor Altamente Eficaz

A Qualidade Fundamental do Vendedor Altamente Eficaz Em abril de 2.000 Jack Welch - o executivo do século foi entrevistado pela Executive Focus International. Essa entrevista foi coberta com exclusividade pela revista brasileira HSM Management, edição de

Leia mais

Coaching Útil? Parte Um: Quem Diz o que É Útil?

Coaching Útil? Parte Um: Quem Diz o que É Útil? Coaching Útil? Parte Um: Quem Diz o que É Útil? David Verble Coaching é um tópico na moda na comunidade de melhoria contínua/lean esses dias. Há um crescente interesse no desenvolvimento de culturas de

Leia mais

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE COACHING EDUCATION By José Roberto Marques Diretor Presidente - Instituto Brasileiro de Coaching Denominamos de Coaching Education a explicação, orientação e aproximação

Leia mais

O CAMINHO PARA REFLEXÃO

O CAMINHO PARA REFLEXÃO O CAMINHO PARA REFLEXÃO a 3 Semana EMPREENDER É DAR A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE No mudo dos negócios existe a diferença visível do acomodado que nunca quer aprender a mesma coisa duas vezes e o

Leia mais

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas?

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? 2 Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? É SOBRE ISSO QUE VOU FALAR NESTE TEXTO. A maioria das empresas e profissionais

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE

ATENDIMENTO AO CLIENTE ATENDIMENTO AO CLIENTE 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 PROBLEMAS PARA CLIENTES SÃO PROVOCADOS POR: PROPRIETÁRIOS GERENTES SUPERVISORES SINTOMAS DE MAU ATENDIMENTO VOCÊ PODE TER CERTEZA

Leia mais

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO DEFINIÇÕES OPERACIONAIS E INDICADORES COMPORTAMENTAIS Pag. 1 Elaborada por Central Business Abril 2006 para o ABRIL/2006 2 COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

Leia mais

Curso Introdução ao Secretariado Empresarial

Curso Introdução ao Secretariado Empresarial Seja bem Vindo! Curso Introdução ao Secretariado Empresarial CursosOnlineSP.com.br Carga horária: 20hs Conteúdo Programático: 1. Um novo perfil 2. Da era da máquina datilográfica à internet 3. Um perfil

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

George Vittorio Szenészi

George Vittorio Szenészi A Semana > Entrevista N Edição: 2173 01.Jul.11-21:00 Atualizado em 07.Jul.11-15:47 George Vittorio Szenészi "Inteligência sem emoção não funciona" O psicoterapeuta diz como a capacidade de lidar bem com

Leia mais

Para Salman Khan ensino requer menos academia e mais prática

Para Salman Khan ensino requer menos academia e mais prática Para Salman Khan ensino requer menos academia e mais prática O americano Salman Khan, de 38 anos, é hoje a figura mais influente do mundo em tecnologia da educação. Ex-analista de fundo de hedge, ele criou,

Leia mais

CURSO ONLINE LIDERANÇA

CURSO ONLINE LIDERANÇA CURSO ONLINE LIDERANÇA 1 2 ESSE CURSO FOI CRIADO E É PROMOVIDO PELA INSTITUIÇÃO Todos os Direitos Reservados 3 1 LIDERANÇA _O que é Liderança _Liderança Formal e Informal _Funções do Líder 4 O QUE É LIDERANÇA?

Leia mais

Disciplina:COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Aula 1

Disciplina:COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Aula 1 Sejam bem vindos!! Disciplina:COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Aula 1 Dinâmica de apresentação dos Alunos. Informações relevantes. Apresentação dos Objetivos da Disciplina e Metodologia. Mini Currículo Luciana

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

UNESP - Botucatu. Gestão da Carreira e do Desenvolvimento Profissional. Prof. Joel Dutra

UNESP - Botucatu. Gestão da Carreira e do Desenvolvimento Profissional. Prof. Joel Dutra UNESP - Botucatu Gestão da Carreira e do Desenvolvimento Profissional Prof. Joel Dutra Prof. Joel Dutra Professor-Livre Docente da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo FEA-USP,

Leia mais

Tudo parece impossível até que seja feito. - Nelson Mandela

Tudo parece impossível até que seja feito. - Nelson Mandela 0 1 Tudo parece impossível até que seja feito. - Nelson Mandela Este é um guia que pode realmente transformar a vida das pessoas. É uma revolução sem violência e que estamos lutando contra um grande inimigo

Leia mais

PROGRAMA DE TREINAMENTO DE DESENVOLVIMENTO PARA EMPRESAS

PROGRAMA DE TREINAMENTO DE DESENVOLVIMENTO PARA EMPRESAS PROGRAMA DE TREINAMENTO DE DESENVOLVIMENTO PARA EMPRESAS SÃO PAULO 2014 Prezados; Apresentamo-nos como uma empresa no segmento de turismo que organiza e gerencia cursos e palestras fechados ás empresas,

Leia mais

Por que Clientes de Coaching Desistem E como a Definição Efetiva de Metas pode fazer uma Diferença Positiva Marshall Goldsmith e Kelly Goldsmith

Por que Clientes de Coaching Desistem E como a Definição Efetiva de Metas pode fazer uma Diferença Positiva Marshall Goldsmith e Kelly Goldsmith Por que Clientes de Coaching Desistem E como a Definição Efetiva de Metas pode fazer uma Diferença Positiva Marshall Goldsmith e Kelly Goldsmith Uma revisão de pesquisas sobre o estabelecimento de metas

Leia mais

Perfil de estilos de personalidade

Perfil de estilos de personalidade Relatório confidencial de Maria D. Apresentando Estilos de venda Administrador: Juan P., (Sample) de conclusão do teste: 2014 Versão do teste: Perfil de estilos de personalidade caracterizando estilos

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS SEÇÃO 7 Desenvolvimento de É importante pensar sobre como desenvolver os funcionários a fim de melhorar o trabalho da organização. O desenvolvimento de poderia consistir em ensino, oportunidades para adquirir

Leia mais

h u m a n i t y. c o m. b r A vida acontece quando você realiza os seus sonhos

h u m a n i t y. c o m. b r A vida acontece quando você realiza os seus sonhos h u m a n i t y. c o m. b r A vida acontece quando você realiza os seus sonhos Desenvolva sua capacidade de Liderança. Seja um LÍDER DE ELITE! A vida é feita de momentos e são esses momentos que fazem

Leia mais

Discutir liderança feminina em pleno século

Discutir liderança feminina em pleno século Liderança feminina Discutir liderança feminina em pleno século XXI parece ultrapassado, mas apenas agora as mulheres começam a ser reconhecidas como líderes eficazes. Somente neste século o reconhecimento

Leia mais

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você.

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. A HR Academy e a NextView realizaram uma pesquisa focada em geração y, com executivos de RH das principais

Leia mais

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1 Página 1 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL As pessoas que supervisionam as atividades das outras e que são responsáveis pelo alcance dos objetivos nessas organizações são os administradores. Eles tomam decisões,

Leia mais

Mobilização de Equipes para Alta Performance

Mobilização de Equipes para Alta Performance Mobilização de Equipes para Alta Performance Mobilização de Pessoas liderar é influenciar pessoas para que desenvolvam motivação para fazer o que "deve" ser feito com vontade e com o máximo de seu potencial

Leia mais

Resiliência. Ana Paula Alcantara Maio de 2013. 4º CAFÉ DA GESTÃO Seplag/TJCE

Resiliência. Ana Paula Alcantara Maio de 2013. 4º CAFÉ DA GESTÃO Seplag/TJCE Resiliência Conceito Emprestado pela física à psicologia do trabalho, a resiliência é a capacidade de resistir às adversidades e reagir diante de uma nova situação. O conceito de resiliência tem origem

Leia mais

5 Níveis de Liderança. Série Liderança Básica Volume 2

5 Níveis de Liderança. Série Liderança Básica Volume 2 5 Níveis de Liderança Série Liderança Básica Volume 2 Liderança eficaz para execução de Alta Performance Telefone: 11-3172-9040 www.portway.com.br contato@portway.com.br Sobre o Autor Marcelo Assumpção

Leia mais

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES 202 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ALGUNS COMENTÁRIOS ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO: a) Os blocos a seguir visam obter as impressões do ENTREVISTADO quanto aos processos de gestão da Policarbonatos,

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Apresentação O programa de MBA em Estratégia e Liderança Empresarial tem por objetivo preparar profissionais para

Leia mais

Trabalho padrão do líder: uma das chaves para sustentar os ganhos de desempenho. Joe Murli

Trabalho padrão do líder: uma das chaves para sustentar os ganhos de desempenho. Joe Murli Trabalho padrão do líder: uma das chaves para sustentar os ganhos de desempenho Joe Murli O trabalho padrão do líder, incluindo o comportamento de liderança lean, é um elemento integral de um sistema de

Leia mais

COACHING. Imagem Evolução do Coaching por Coach Douglas Ferreira. Veja um pouco de sua evolução.

COACHING. Imagem Evolução do Coaching por Coach Douglas Ferreira. Veja um pouco de sua evolução. Faculdade Tecnologia Senac. Goiania,29 de maio de 2014. Nome: Thiago Pereira Profº Itair Pereira da Silva GTI 1 - Matutino COACHING O Coaching é um processo, com início, meio e fim, definido em comum acordo

Leia mais

C A R R E I R A H O G A N D E S E N V O L V E R DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA. Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264

C A R R E I R A H O G A N D E S E N V O L V E R DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA. Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A N D E S E N V O L V E R C A R R E I R A DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 Data: 12,

Leia mais

APL (Avaliação de Potencial para Liderança)

APL (Avaliação de Potencial para Liderança) APL (Avaliação de Potencial para Liderança) Relatório para: Suzanne Example Data concluida: 14 de junho de 2012 14:41:14 2012 PsychTests AIM Inc. Índice analítico Índice analítico 1/13 Índice analítico

Leia mais

GESTOR DE SEGURANÇA. CBO 2526-05 - Gestor em segurança

GESTOR DE SEGURANÇA. CBO 2526-05 - Gestor em segurança GESTOR DE SEGURANÇA CBO 2526-05 - Gestor em segurança mirianbazote@portseg.com.br Mirian Bazote Graduada em Administração de Empresas Graduada em Direito Pós Graduada em Direito do Trabalho e Previdência

Leia mais

Conflitos. Conflitos, como superá-los com eficácia? por Alexandre Cristiano Rosaneli

Conflitos. Conflitos, como superá-los com eficácia? por Alexandre Cristiano Rosaneli Conflitos Conflitos, como superá-los com eficácia? por Alexandre Cristiano Rosaneli Conflitos, quem nunca passou por um momento de conflito? A palavra CONFLITO possui uma conotação negativa, sempre imaginamos

Leia mais

20 DICAS ESSENCIAIS PARA UM LÍDER DE SUCESSO

20 DICAS ESSENCIAIS PARA UM LÍDER DE SUCESSO E-BOOK DA SÉRIE SEU FUTURO,SUAS ATITUDES 20 DICAS ESSENCIAIS PARA UM LÍDER DE SUCESSO PARTE 1 Fernando Italiani 1) CONHECIMENTO As atividades que ocupam o lugar central nas organizações da sociedade do

Leia mais

O caminho para conquistar Equipes de Alto Desempenho

O caminho para conquistar Equipes de Alto Desempenho 27 O caminho para conquistar Equipes de Alto Desempenho 233 Um líder conquista uma equipe de Alto de Desempenho, primeiramente por meio de suas atitudes como pessoa, e depois conquista pela Visão de um

Leia mais

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual Por: Rosana Rodrigues Quando comecei a escrever esse artigo, inevitavelmente fiz uma viagem ao meu passado. Lembrei-me do meu processo de escolha de carreira e me dei conta de que minha trajetória foi

Leia mais

METODOLOGIA A.I.D.A.: SIMPLES E EFICIENTE

METODOLOGIA A.I.D.A.: SIMPLES E EFICIENTE 1 Sumário METODOLOGIA A.I.D.A.: SIMPLES E EFICIENTE... 3 Passo Um: OBTER A ATENÇÃO DO COMPRADOR... 4 Passo Dois: MANTER O INTERESSE NA MENSAGEM... 8 Passo Três: DESPERTAR NO CLIENTE O DESEJO DE COMPRAR

Leia mais

AUTORAS ROSANGELA SOUZA

AUTORAS ROSANGELA SOUZA AUTORAS ROSANGELA SOUZA Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Professora de Estratégia na Pós-Graduação da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico

Leia mais