TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DAS SESSÕES ATA Nº 11, DE 2 DE ABRIL DE SESSÃO ORDINÁRIA - PLENÁRIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DAS SESSÕES ATA Nº 11, DE 2 DE ABRIL DE 2003 - SESSÃO ORDINÁRIA - PLENÁRIO"

Transcrição

1 1 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DAS SESSÕES ATA Nº 11, DE 2 DE ABRIL DE SESSÃO ORDINÁRIA - PLENÁRIO APROVADA EM 9 DE ABRIL DE 2003 PUBLICADA EM 11 DE ABRIL DE 2003 ACÓRDÃOS DE NºS 288 a 328 e 330

2 2 ATA Nº 11, DE 2 DE ABRIL DE 2003 (Sessão Ordinária do Plenário) Presidência do Ministro Valmir Campelo Repr. do Ministério Público: Dr. Lucas Rocha Furtado Secretário-Geral das Sessões: Dr. Eugênio Lisboa Vilar de Melo Secretária do Plenário: Dra. Elenir Teodoro Gonçalves dos Santos Com a presença dos Ministros Marcos Vinicios Vilaça, Humberto Guimarães Souto, Adylson Motta, Walton Alencar Rodrigues, Guilherme Palmeira, Ubiratan Aguiar, Benjamin Zymler, do Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti (convocado para substituir o Ministro Iram Saraiva) e dos Auditores Lincoln Magalhães da Rocha e Marcos Bemquerer Costa, bem como do Representante do Ministério Público, Dr. Lucas Rocha Furtado, Procurador-Geral, o Presidente, Ministro Valmir Campelo, invocando a proteção de Deus, declarou aberta a Sessão Ordinária do Plenário, às quatorze horas e trinta minutos, havendo registrado a ausência do Ministro Iram Saraiva, por motivo de férias (Regimento Interno, artigos 92 a 95, 99, 133, incisos I a V, e 28, incisos I e VI, e 55, incisos I, b e III). HOMOLOGAÇÃO DE ATAS O Tribunal Pleno homologou as Atas nºs 9 e 10, das Sessões Extraordinária e Ordinária realizada em 26 de março último, cujas cópias autenticadas haviam sido previamente distribuídas aos Ministros e ao Representante do Ministério Público (Regimento Interno, artigo 101). COMUNICAÇÕES DA PRESIDÊNCIA O Presidente, Ministro Valmir Campelo, fez em Plenário as seguintes comunicações: 1ª) EXPEDIENTE DO TCU NA SEMANA SANTA Senhores Ministros, Senhor Procurador-Geral, Comunico ao Plenário que não haverá expediente nesta Corte de Contas nos dias 17 e 18 de abril próximos, dedicados à Semana Santa. No dia 16 de abril, quarta-feira, haverá Sessão Ordinária do Tribunal Pleno. 2ª) PLANO DE FISCALIZAÇÃO Senhores Ministros, Senhor Procurador-Geral, Com o objetivo de dar transparência à execução do Plano de Fiscalização, comunico a Vossas Excelências que, consoante dados do Sistema FISCALIS, tiveram início, no período de 24/3/2003 a 28/3/2003, 65 fiscalizações, conforme quadro que transmito ao domínio de Vossas Excelências. Merecem destaque os seguintes trabalhos: a) auditoria de tecnologia da informação no Instituto Nacional do Seguro Social INSS, coordenada pela ADFIS, com participação da SEFIP e da 4ª SECEX, tendo por fim avaliar a ocorrência de fraudes nas bases de dados de benefícios da Previdência Social, utilizando-se de informações apuradas no âmbito da Força-Tarefa que atua junto ao INSS, composta por membros do Ministério Público Federal e pela Polícia Federal, bem como de outras fornecidas pelo Controle Interno; b) 40 levantamentos em obras públicas, no âmbito do Sistema FISCOBRAS, totalizando, até o momento, 102 dos 381 previstos. Até o dia 31 de março, já haviam sido executados Homens-Dia de Fiscalização-HDF, que correspondem a 20% dos HDF definidos como meta institucional para o corrente ano.

3 3 SORTEIO ELETRÔNICO DE RELATOR DE PROCESSOS De acordo com o artigo 2º da Resolução nº 064/96, o Presidente, Ministro Valmir Campelo, realizou, nesta data, sorteio eletrônico dos seguintes processos: SORTEIO DE PROCESSOS AOS MINISTROS INTEGRANTES DO PLENÁRIO Processo: TC / Interessado: Tribunal Regional Federal 5ª Região/PE, AL, CE, PB, RN, SE Resp.: Francisco Cândido de Melo Falcão Neto Motivo do Sorteio: Recurso de Revisão ao Plenário contra Deliberação em Relação Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Ministro Adylson Motta Processo: TC / Interessado: Maria José Venturelli dos Reis, Rosélia dos Reis, Rogério dos Reis, Rosângela dos Res Motivo do Sorteio: Processo Remanescente - Art. 1º, par. único da Res. 64/96 Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Ministro Adylson Motta Processo: TC / Interessado: Gerência Regional do Patrimônio da União no Estado de Pernambuco - GRPU/PE Motivo do Sorteio: Impedimento - Art. 111 e 151, inciso II do R.I. Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Auditor Augusto Sherman Cavalcanti Processo: TC / Interessado: Universidade Federal de Itajubá Motivo do Sorteio: Recurso de Revisão ao Plenário contra Decisão Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Ministro Benjamin Zymler Processo: TC / Interessado: Superintendência Regional da Receita Federal - PR (9A. RF) Motivo do Sorteio: Pedido de Reexame (Decisão) Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Ministro Benjamin Zymler Processo: TC / Interessado: NORTELDATA AL Teleinformática LTDA Motivo do Sorteio: Impedimento - Art. 111 e 151, inciso II do R.I. Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Ministro Humberto Guimarães Souto Processo: TC / Interessado: Secretaria de Controle Externo em Goiás Motivo do Sorteio: Pedido de Reexame (Acórdão) Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Ministro Iram Saraiva Processo: TC / Interessado: Pereira Maria da Graça

4 4 Motivo do Sorteio: Pedido de Reexame (Decisão) Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Ministro Iram Saraiva Processo: TC / Interessado: Maria Laurentina dos Santos Motivo do Sorteio: Processo Remanescente - Art. 1º, par. único da Res. 64/96 Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Auditor Lincoln Magalhães da Rocha Processo: TC / Interessado: Tribunal Regional Federal 5ª Região AL, CE, PB, RN e SE Resp.: José Lázaro Alfredo Guimarãesd Motivo do Sorteio: Recurso de Revisão ao Plenário contra Deliberação em Relação Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Auditor Lincoln Magalhães da Rocha Processo: TC / Interessado: Prefeitura Municipal de Maraã - AM Motivo do Sorteio: Recurso de Revisão ao Plenário contra Acórdão Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Auditor Marcos Bemquerer Costa Processo: TC / Interessado: Tribunal Regional do Trabalho - 6ª Região Resp.: Ricardo Rangel de Araújo Motivo do Sorteio: Recurso de Revisão ao Plenário contra Deliberação em Relação Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Ministro Walton Alencar Rodrigues SORTEIO DE PROCESSO ADMINISTRATIVO AOS MINISTROS INTEGRANTES DO PLENÁRIO Processo: TC / Interessado: Secretaria de Controle Externo-MT Motivo do Sorteio: Processo Administrativo - Art. 28, inciso XIV do R.I. Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Auditor Augusto Sherman Cavalcanti SORTEIO DE PROCESSOS AOS MINISTROS INTEGRANTES DA 1ª CÂMARA Processo: TC / Interessado: Coordenação de Orçamento e Finanças - MAS Motivo do Sorteio: Recurso de Reconsideração (Acórdão) Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Auditor Augusto Sherman Cavalcanti Processo: TC / Interessado: Motivo do Sorteio: Pedido de Reexame (Acórdão) Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Auditor Augusto Sherman Cavalcanti Processo: TC /1999-3

5 5 Interessado: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPQ Motivo do Sorteio: Recurso de Reconsideração (Acórdão) Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Ministro Humberto Guimarães Souto Processo: TC / Interessado: Coordenação Regional da Fundação Nacional de Saúde - AC Motivo do Sorteio: Recurso de Reconsideração (Acórdão) Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Ministro Iram Saraiva Processo: TC / Interessado: Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia-AC Motivo do Sorteio: Recurso de Reconsideração (Acórdão) Classificação: Recurso e pedido de reexame Relator Sorteado: Ministro Walton Alencar Rodrigues Processo: TC / Interessado: Hilda Fernandes da Graça Motivo do Sorteio: Pedido de Reexame (Decisão) Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Ministro Walton Alencar Rodrigues SORTEIO DE PROCESSO AOS MINISTROS INTEGRANTES DA 2ª CÂMARA Processo: TC / Interessado: Fundação Universidade Federal de Pelotas Motivo do Sorteio: Pedido de Reexame (Decisão) Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Auditor Lincoln Magalhães da Rocha PROCESSOS COMPENSADOS ( 3º do art. 11 da Portaria nº 519/1996, alterada pelas Portarias nºs 171/1997 e 174/1999) Processo: TC / Interessado: Prefeitura Municipal de Alegre - ES Motivo do Sorteio: Pedido de Reexame (Acórdão) Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Ministro Marcos Vinicios Vilaça Processo: TC / Interessado: Maria Benedicta Marcondes dos Santos Motivo do Sorteio: Processo Remanescente - Art. 1º, par. único da Res. 64/96 Classificação: Outros assuntos Relator Sorteado: Ministro Marcos Vinicios Vilaça PROCESSOS CONSTANTES DE RELAÇÕES O Tribunal Pleno aprovou as Relações de Processos organizadas pelos respectivos Relatores e proferiu os Acórdãos nºs 288 a 295, que se inserem no Anexo I desta Ata (Regimento Interno, artigos 93, 94, 95, inciso V, 105 e 143). PROCESSOS INCLUÍDOS EM PAUTA

6 6 Passou-se, em seguida, à apreciação dos processos incluídos na Pauta de nº 10, organizada em 18 de março último, havendo o Tribunal Pleno aprovado os Acórdãos de nºs 296 a 328, que se inserem no Anexo II desta Ata, acompanhados dos correspondentes Relatórios, Votos e Propostas de Decisão, bem como de Pareceres em que se fundamentaram (Regimento Interno, artigos 15, 16, 95, inciso VI, 105 a 109, 133, incisos VI e VII, 141, 1º a 6º e 8º, 67, inciso V e 126): a) Procs. nºs /1998-6, /2002-8, /2002-0, /2002-9, / e /2002-3, relatados pelo Ministro Marcos Vinicios Vilaça; b) Procs. nºs / e /2001-6, relatados pelo Humberto Guimarães Souto; c) Procs. nºs /2001-5, / e /2002-2, relatados pelo Ministro Adylson Motta d) Procs. nºs /1999-2, / e /2001-0, relatados pelo Ministro Walton Alencar Rodrigues; e) Procs. nºs / e /1998-9, relatados pelo Ministro Guilherme Palmeira; f) Procs. nºs / e /2003-1, relatados pelo Ministro Ubiratan Aguiar; g) Procs. nºs /1991-0, /1996-2, / e /2002-0, relatados pelo Ministro Benjamin Zymler; h) Procs. nºs /1994-5, /1996-7, /1999-7, /1999-3, /2000-3, / e /2001-5, relatados pelo Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti; i) Procs. nºs / e /2002-5, relatados pelo Auditor Lincoln Magalhães da Rocha; e j) Procs. nºs / e /2001-3, relatados pelo Auditor Marcos Bemquerer Costa. SUSTENTAÇÕES ORAIS Quando da apreciação do processo nº /2002-7, referente a aposentadoria do Sr. Inésio Domingues Carneiro, por invalidez, no cargo em comissão de Secretário Parlamentar da Câmara dos Deputados, sem vínculo efetivo com a Administração Pública, com fundamento no art. 40, inciso I e 4º da Constituição Federal c/c os arts. 183, 185, item I, alínea a, 1º, 186, item I, da Lei nº 8.112/1990, de relatoria do Ministro Ubiratan Aguiar, o Sr. Inésio Domingues Carneiro, apresentou sustentação oral em seu prório nome. O representante do Ministério Público, Dr. Lucas Rocha Furtado, manifestou-se, oralmente no referido processo. Quando da apreciação do processo nº /1996-2, referente ao Recurso de Revisão interposto pelo Sr. Francisco de Assis Rodrigues da Silva contra o Acórdão nº 203/2000 2ª Câmara, de relatoria do Ministro Benjamin Zymler, o Presidente, Ministro Valmir Campelo, informou ao Plenário que o Sr. Lucílio Rodrigues dos Santos requereu e teve deferido seu pedido para promover sustentação oral em nome de Francisco de Assis Rodrigues da Silva. E, que devidamente notificado, por meio da publicação da Pauta no Diário Oficial da União, não compareceu para fazer a referida sustentação. Quando da apreciação do processo nº /1999-7, referente à Tomada de Contas Especial instaurada pela então Secretaria de Controle Interno do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão em decorrência de cumprimento apenas parcial do objeto do Convênio nº 22/95, firmado em 28/09/1995, entre a União por meio do mencionado Ministério e de sua Secretaria Especial de Políticas Regionais e o Estado do Maranhão, de relatoria do Ministro- Substituto Augusto Sherman Cavalcanti, o Presidente, Ministro Valmir Campelo, informou ao Plenário que o Sr. Walter Costa Porto requereu e teve deferido seu pedido para promover sustentação oral em seu próprio nome. E, que devidamente notificado, por meio da publicação da Pauta no Diário Oficial da União, não compareceu para fazer a referida sustentação. O Dr. Eduardo Benedito Lima Gomes, apresentou sustentação oral em nome do Estado do Maranhão, tendo, na

7 7 oportunidade, levantado questão preliminar no sentido de que o Estado do Maranhão não seria parte dos autos e sim os Municípios, à qual foi rejeitada pelo Plenário. O representante do Ministério Público, Dr. Lucas Rocha Furtado, manifestou-se, oralmente no referido processo. SUSPENSÃO DE VOTAÇÃO ANTE PEDIDO DE VISTA Foi suspensa a votação do processo nº /1997-8, em face de novo Pedido de Vista formulado pelo Ministro Walton Alencar Rodrigues (art. 119 do Regimento Interno), logo após haver o 1º Revisor, Ministro Humberto Guimarães Souto, anunciado o número do referido processo. PROCESSO TC Nº / Quando da apreciação do TC nº /2002-0, o Ministro Marcos Vinicios Vilaça fez os seguintes comentários: Trago à consideração deste Plenário relatório de auditoria de natureza operacional no Programa Saneamento Básico (PSB), gerenciado pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa). O objetivo precípuo do Programa Saneamento Básico é investir no abastecimento de água, coleta de esgotos e de lixo em municípios com até trinta mil habitantes, de forma a melhorar as condições ambientais e de saúde da população, grandemente afetada pela qualidade do saneamento básico a ela ofertado. Para atingir essa finalidade, o Plano Plurianual destinou ao Programa recursos da ordem de R$ 2,2 bilhões. A materialidade dos recursos envolvidos, associada à relevância das ações a serem empreendidas e à análise do risco presente levaram à inclusão do PSB no Plano de Auditorias do TCU, no âmbito do Projeto TCU/Reino Unido, destinado ao desenvolvimento de técnicas de auditoria de natureza operacional nesta Casa, por meio da cooperação técnica entre os governos dos dois países. Uma das três questões de auditoria formuladas visava apurar se os municípios estariam sendo contemplados com recursos do Programa por ordem de elegibilidade e prioridade, de acordo com a metodologia definida pela Funasa. A esse respeito, a equipe de auditoria constatou a observância parcial dos critérios estabelecidos. Assim, 17,5% dos convênios firmados em 2001 atenderam municípios não-elegíveis; além disso, 29,4 dos municípios de maior prioridade não receberam recursos no mesmo exercício, o que indica haver oportunidades de melhoria no gerenciamento do programa. Outra questão de auditoria investigada pela equipe refere-se à sustentabilidade dos sistemas de saneamento implementados, assim entendida a capacidade de manutenção dos serviços decorrentes da implementação dos sistemas. Quanto a esse aspecto, são propostas medidas destinadas a corrigir atrasos na liberação de recursos e a ausência de integração das políticas públicas de saúde e saneamento. Com relação ao impacto provocado pelo Programa terceira questão de auditoria -, a equipe concluiu que as ações de saneamento como um todo contribuem para a melhoria dos indicadores de saúde referentes a doenças de veiculação hídrica, mas não logrou êxito em quantificar os benefícios exclusivamente atribuíveis ao PSB. No entanto, foi possível constatar que nos municípios atendidos somente pelo Programa houve estabilização dos indicadores de internação por diarréia e esquistossomose, ao contrário do ocorrido nas municipalidades que dele não se beneficiaram. Destaco, por fim, a profundidade do trabalho realizado pelos técnicos deste Tribunal e louvo o potencial do relatório produzido para enriquecer o debate e apresentar contribuições para a melhoria continuada das iniciativas de governo na área de saneamento. PROCESSO TRANSFERIDO PARA A PAUTA DA SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DE CARÁTER RESERVADO

8 8 Por solicitação do Relator, Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti foi transferido para a Pauta da Sessão Extraordinária de Caráter Reservado, a ser realizada, nesta data, o processo nº /1999-0, que havia sido incluído na Pauta da Sessão Ordinária realizada nesta data. PROCESSOS EXCLUÍDOS DE PAUTA A requerimento do Relator, Ministro Adylson Motta, foram excluídos da Pauta nº 10/2003 citada, nos termos do artigo 142 do Regimento Interno, os seguintes processos: a) nº / (Ministro Marcos Vinicios Vilaça); e b) nºs / e / (Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti). PROCESSO ORIUNDO DA SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DE CARÁTER RESERVADO Faz parte desta Ata, em seu Anexo III, ante o disposto no parágrafo único do artigo 133 do Regimento Interno, o Acórdão de nº 330, acompanhado do correspondente Relatório e Voto em que se fundamentou, adotado no processo nº /2000-3, relatado pelo Ministro Marcos Vinicios Vilaça, na Sessão Extraordinária de Caráter Reservado, realizada nesta data. Por solicitação da Presidência os trabalhos em Plenário foram interrompidos às dezessete horas e cinqüenta e oito minutos e reiniciados às dezoito horas e vinte minutos. ENCERRAMENTO O Presidente, Ministro Valmir Campelo ao convocar Sessão Extraordinária de Caráter Reservado para ser realizada a seguir deu por encerrada às dezoito horas e quarenta minutos, a Sessão Ordinária, e, para constar eu, Elenir Teodoro Gonçalves dos Santos, Secretária do Plenário, lavrei e subscrevi a presente Ata que, depois de homologada, será assinada pelo Presidente do Tribunal. ELENIR TEODORO GONÇALVES DOS SANTOS Secretária do Plenário Aprovada em 9 de abril de VALMIR CAMPELO Presidente ANEXO I DA ATA Nº 11, DE 2 DE ABRIL DE 2003 (Sessão Ordinária do Plenário) PROCESSOS CONSTANTES DE RELAÇÕES Relações de Processos organizadas pelos respectivos Relatores e aprovadas pelo Tribunal Pleno, bem como os Acórdãos nºs 288 a 295 (Regimento Interno, artigos 93, 94, 95, inciso V, 105 e 143). RELAÇÃO Nº 2/ Plenário Relator: Ministro Marcos Vinicios Vilaça Relação de processos submetidos a Sessão do Plenário, para votação, na forma do art. 143 do Regimento Interno.

9 9 DENÚNCIA ACÓRDÃO Nº 288/2003 TCU - Plenário Os Ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos em Sessão do Plenário, com fundamento no art. 143, inciso V, alínea a, c/c o art. 169, IV e 218 do Regimento Interno/TCU, ACORDAM em deferir o arquivamento do presente processo, com quitação do débito, ante o recolhimento da multa imposta ao(s) responsável(eis) pelo Acórdão nº 217/97-Plenário, modificado pelo Acórdão nº 121/2001-Plenário. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO 01 - TC / Classe de Assunto : VII Responsável(eis) : Ivone Terezinha Cogo, CPF , Beatriz de Mattos Cunha, CPF e Nilma Garcia Pettengill, CPF Entidade(s)/Orgão(s): Instituto Nacional de Desenvolvimento do Desporto - INDESP Ata nº 11/ Plenário TCU, Sala das Sessões Ministro Luciano Brandão Alves de Souza, em 02 de abril de VALMIR CAMPELO Presidente MARCOS VINICIOS VILAÇA Ministro Relator Fui presente: LUCAS ROCHA FURTADO Procurador-Geral RELAÇÃO Nº 012/2003 Gabinete do Ministro Humberto Guimarães Souto Relação de processos submetidos ao Plenário, para votação na forma do Regimento Interno, arts. 93, 94 e 95, inciso V e 105. Relator: Ministro Humberto Guimarães Souto RELATÓRIO DE AUDITORIA ACÓRDÃO Nº 289/ TCU PLENÁRIO Os Ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos em Sessão Plenária em 02/04/2003, ACORDAM, por unanimidade, com fundamento no art. 27 da Lei nº 8.443, de 16 de julho de 1992, c/c o art. 218 do Regimento Interno, em dar quitação ao responsável ante o recolhimento integral da multa que lhe foi imputada de acordo com os pareceres emitidos nos autos: 01 - TC / (c/ 03 volumes) Juntados: TCs / e / Classe de Assunto: V Responsável: JOSÉ FRANCISCO DOS SANTOS, CPF nº

10 10 Entidade: Governo do Estado do Tocantins/ Secretaria da Infra-Estrutura Período: 01/01/95 a 31/12/98 Valor original da multa: R$ 7.000,00Data de origem da multa: 23/05/2001 Valor recolhido: R$ 8.143,80Data do recolhimento da multa: 30/12/2002 ACÓRDÃO Nº 290/ TCU PLENÁRIO Os Ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos em Sessão Plenária, em 02/04/2003, com fundamento no art. 143, inciso V, alínea "d", do Regimento Interno, c/c o Enunciado nº 145 da Súmula de Jurisprudência predominante no Tribunal de Contas da União, ACORDAM, por unanimidade, em retificar, por inexatidão material, a Decisão nº 1.509/ TCU - Plenário, Sessão de 06/11/2002, Ata nº 41/2002, relativamente ao subitem 8.2, onde se lê: Secretaria de Estado do Emprego e Relações do Trabalho do Estado do Paraná, leia-se: Secretaria de Políticas Públicas de Emprego, do Ministério do Trabalho e Emprego, de acordo com os pareceres emitidos nos autos: MINISTÉRIO DO TRABALHO 01 - TC / (c/ 01 volume) Classe de Assunto: V Responsáveis: JOSÉ CARLOS GOMES CARVALHO, CPF nº , NEWTON SÉRGIO RIBEIRO GREIN, CPF nº , NASSIM GABRIEL MEHEDFF, CPF e GEMA FONTANA CORTEZ FIGUEIREDO, CPF nº Entidade: Governo do Estado do Paraná/Secretaria de Estado do Emprego e Relações do Trabalho SERT-PR Ata nº 11/2003 Plenário T.C.U, Sala das Sessões Ministro Luciano Brandão Alves de Souza, em 02 de abril de VALMIR CAMPELO Presidente HUMBERTO GUIMARÃES SOUTO Ministro Relator Fui presente: LUCAS ROCHA FURTADO Procurador-Geral RELAÇÃO Nº 025/2003 Gabinete do Ministro Adylson Motta Relação de processos submetidos ao Plenário, para votação na forma do Regimento Interno/TCU, arts. 93, 94, 95, inciso V, 105 e 143. Relator: Ministro Adylson Motta TOMADA DE CONTAS ESPECIAL ACÓRDÃO nº 291/2003 TCU Plenário

11 11 Os Ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos em Sessão do Plenário, em 02/04/2003, com fundamento no art. 143, inciso V, alínea d, do Regimento Interno/TCU, c/c o Enunciado nº 145 da Súmula de Jurisprudência predominante no Tribunal de Contas da União, ACORDAM, por unanimidade, em retificar, por inexatidão material, a Decisão nº 1.156/2002- TCU- Plenário, constante da Ata nº 032/2002, Sessão de 04/09/2002, nos autos do TC /2000-5, para fins de correção de erro material, fazendo-se inserir o nome do Sr. Luiz Carniel e excluir o nome do Sr. José Menezes Neto, mantendo-se os demais termos do instrumento legal, ora ratificado, de acordo com os pareceres emitidos nos autos: MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA E ASSITÊNCIA SOCIAL - MPAS 1.TC / Apenso: TC / Classe de Assunto: IV Tomada de Contas Especial Responsável: Jairo Assis Bandeira, CPF Entidade: Prefeitura de Marmeleiro/PR Ata nº 11/2003 Plenário TCU, Sala das Sessões Ministro Luciano Brandão Alves de Souza, em 02 de abril de VALMIR CAMPELO Presidente ADYLSON MOTTA Ministro-Relator Fui presente: LUCAS ROCHA FURTADO Procurador-Geral RELAÇÃO Nº 5/2003 TCU Gab. Min. Walton Alencar Rodrigues Processos submetidos ao Plenário, para votação na forma do Regimento Interno, arts. 143, inciso IV, alínea b, e 3º, e 288. Relator: Ministro Walton Alencar Rodrigues. RELATÓRIO DE AUDITORIA ACÓRDÃO Nº 292/2003 TCU PLENÁRIO Os Ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos no Plenário, em Sessão de , ACORDAM, por unanimidade, com fundamento no art. 26 da Lei nº 8.443/92 c/c a alínea b do inciso V do art. 143 do Regimento Interno, em autorizar o parcelamento da multa, de acordo com os pareceres emitidos nos autos: 1 TC / (com 3 anexos) Apenso TC / Classe de Assunto: V Entidade: Prefeitura de Esperantina/PI. Responsável: José Ivaldo Franco, CPF

12 12 Advogado constituído nos autos: José Danilo G. Rocha, OAB/PI 1678/86. Ata nº 11/2003 Plenário. T.C.U., Sala das Sessões Ministro Luciano Brandão Alves de Souza, em 2 de abril de VALMIR CAMPELO Presidente WALTON ALENCAR RODRIGUES Ministro-Relator Fui presente: LUCAS ROCHA FURTADO Procurador-Geral RELAÇÃO Nº 08/2003 Gabinete do Ministro Augusto Sherman Cavalcanti Relação de processos submetidos ao Plenário, para votação na forma do Regimento Interno, arts. 93, 94 e 95, inciso V e 105. Relator: Augusto Sherman Cavalcanti REPRESENTAÇÃO ACÓRDÃO nº 293/ TCU - Plenário Os Ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos em Sessão do Plenário, em 02/04/2003, quanto ao(s) processo(s) a seguir relacionado(s), com fundamento nos arts. 15, inciso I, alínea ''L''; 143, inciso III; 234, 2º, 2ª parte; 237, e 250, incisos I e II, todos do Regimento Interno ACORDAM, por unanimidade, em conhecer da(s) representação(ões) e considerá-la(s) improcedente(s), fazendo-se a(s) recomendação(ões) e/ou determinação(ões) proposta(s), de acordo com os pareceres emitidos nos autos: MINISTÉRIO DA JUSTIÇA 1 - TC / Classe de Assunto : VII Entidade(s)/Órgão(s): Imprensa Nacional 1.1. Determinar o apensamento deste processo às contas da Imprensa Nacional referente ao exercício de Dar conhecimento desta decisão aos representantes. Ata nº 11/ Plenário TCU, Sala das Sessões Ministro Luciano Brandão Alves de Souza, em 02 de abril de VALMIR CAMPELO Presidente AUGUSTO SHERMAN CAVALCANTI

13 13 Ministro-Relator Fui presente: LUCAS ROCHA FURTADO Procurador-Geral RELAÇÃO nº 09/2003 Gabinete do Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti (Gab. Pres. Portaria nº 95, de 18/03/2003 Relação de processos submetidos ao Plenário, para votação na forma dos arts. 93, 94, 95, inciso V e 105, do Regimento Interno. Relator: Augusto Sherman Cavalcanti RECURSO DE REVISÃO ACÓRDÃO nº 294/2003 TCU Plenário 1. Processo nº TC / Grupo I - Classe de assunto: I Recurso de Revisão em Tomada de Contas Especial 3. Responsável: Antônio Thadeu Tardin Giuberti - CPF nº Entidade: Prefeitura Municipal de Colatina - ES 5. Relator: Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti 5.1. Relator da deliberação recorrida: Ministro Walton Alencar Rodrigues 6. Representante do Ministério Público: Procurador-Geral Lucas Rocha Furtado 7. Unidade técnica: SERUR - SECEX/ES 8. Advogado constituído nos autos: não consta 9. Acórdão: VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Tomada de Contas Especial relativa aos recursos repassados à Prefeitura Municipal de Colatina ES, mediante o Convênio nº 174/95-MPO, para a construção de 94 casas populares. Considerando que a 1ª Câmara, ao adotar o Acórdão nº 5432/2001, julgou irregulares as contas do ex-prefeito Antônio Thadeu Tardin Giuberti; Considerando que o responsável interpôs, tempestivamente, o recurso de revisão ora em exame ; Considerando que o recorrente restringe sua defesa ao simples relato de fatos e apresentação de fotos, sem nenhuma comprovação documental de que os recursos repassados foram, de fato, utilizados na execução do objeto pactuado; Considerando a jurisprudência pacífica no âmbito desta Corte, no sentido de que a mera apresentação de fotografias não demonstram, por si só, a correta aplicação de recursos geridos; Considerando que a peça recursal não traz elementos novos com eficácia sobre a prova produzida; e Considerando os pareceres uniformes da unidade técnica e do Ministério Público; ACORDAM os Ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos em Sessão Plenária em: 9.1 não conhecer do presente recurso de revisão, por não preencher os requisitos dispostos no inciso III do art. 35 da lei nº 8.443/92; 9.2 dar ciência ao recorrente. Ata nº 11/2003 Plenário

14 14 TCU, Sala das Sessões Ministro Luciano Brandão Alves de Souza, em 02 de abril de VALMIR CAMPELO Presidente AUGUSTO SHERMAN CAVALCANTI Ministro-Relator Fui presente: LUCAS ROCHA FURTADO Procurador-Geral RELAÇÃO Nº 9/2003 TCU Gab. Min. Lincoln Magalhães da Rocha Relação de processos submetidos ao Plenário, para votação, na forma dos arts. 93, 94 e 95, inciso V, e 105 do Regimento Interno. Relator: Lincoln Magalhães da Rocha DENÚNCIA ACÓRDÃO Nº 295/2003 TCU Plenário ACÓRDÃO: Os Ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos em Sessão Plenária, em 2/04/2003, ACORDAM, por unanimidade, com fundamento nos artigos 1º, inciso I e II, e 47 da Lei 8.443/92, de 16 de Julho de 1992, c/c os artigos 1º, incisos I e II, 143, inciso V, alínea g, e 252 do Regimento Interno, em determinar a conversão do processo adiante relacionado em tomada de contas especial, de acordo com os pareceres emitidos nos autos, sem prejuízo do Tribunal cientificar, conforme o disposto no artigo 198, parágrafo único do Regimento Interno, o ministro de Estado supervisor da área ou a autoridade equivalente, e mandar fazer as seguintes determinações: GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO 1 TC / (com 6 volumes) Apensos: TC /1999-5, TC / e TC / Classe de Assunto: VII. Responsáveis: Maurício Hasenclever Borges, CPF nº ; Sérgio Navarro Vieira, CPF nº ; Zanete Ferreira Cardinal, CPF nº ; Vitor Cândia, CPF nº ; José Carlos Novelli, CPF nº ; Construtora Triunfo S/A, CNPJ / ; e Construtora Andrade Gutierrez S/A, CNPJ nº / Entidade: Secretaria de Transporte do Governo do Estado de Mato Grosso. Determinações: 1.1. ao Governo do Estado de Mato Grosso, por intermédio da Secretaria de Transportes, que adote, se ainda não o fez, no prazo de 30 (trinta) dias, providências com vistas à imediata reversão aos cofres do Tesouro Nacional dos valores referentes às cauções e respectivos reforços retidos em cumprimento ao estipulado na cláusula VII dos instrumentos contratuais nº 065/89/00/00 e 066/89/00/00, informando a esta Corte de Contas o montante da importância revertida;

15 à Secretaria de Controle Externo do Mato Grosso para que seja encaminhada cópia da presente deliberação, bem como da instrução de f. 396 a 403 do volume VI dos autos, ao Procurador Regional dos Direitos do Cidadão da Procuradoria da República em Mato Grosso, ao Presidente da Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso, ao Governador do Estado de Mato Grosso, ao Ministro de Estado dos Transportes, à Direção-Geral do DNIT, à 11ª UNIT/MT, ao Secretário de Estado de Transportes e ao Departamento de Polícia Federal em Mato Grosso, para conhecimento; e 1.3. à Secretaria Geral das Sessões para que remeta, de igual forma, cópia da presente deliberação, bem como da instrução de f. 396 a 403 do volume VI dos autos, à Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização do Congresso Nacional, informando-a de que não mais subsistem óbices à liberação de recursos para o empreendimento em tela, uma vez haver se dado a rescisão dos ajustes inquinados de irregulares, aliado ao fato de que a responsabilidade pela execução dos serviços haverá de ser perpassada ao DNIT - Departamento Nacional de Infra- Estrutura de Transportes, o que desembocará na realização de novo certame licitatório para tanto. Ata 11/2003 Plenário T.C.U., Sala das Sessões Ministro Luciano Brandão Alves de Souza, em 2 de abril de VALMIR CAMPELO Presidente LINCOLN MAGALHÃES DA ROCHA Relator Fui presente: LUCAR ROCHA FURTADO Procurador-Geral ANEXO II DA ATA Nº 11, DE 2 DE ABRIL DE 2003 (Sessão Ordinária do Plenário) PROCESSOS INCLUÍDOS EM PAUTA Relatórios, Votos e Propostas de Decisão, emitidos pelos respectivos Relatores, bem como os Acórdãos nºs 296 a 328, aprovados pelo Tribunal Pleno em 2 de abril de 2003, acompanhados de Pareceres em que se fundamentaram (Regimento Interno, artigos 15, 16, 95, inciso VI, 105 a 109, 133, incisos VI e VII, 141, 1º a 6º e 8º, 67, inciso V e 126). GRUPO II - CLASSE I - PLENÁRIO TC / (c/ 31 volumes) Natureza: Pedido de Reexame Entidade: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Recorrente: José Pio Borges ex-presidente Sumário: Pedido de Reexame da Decisão nº 359/99 Plenário. Preenchimento dos requisitos de admissibilidade. Conhecimento. Provimento parcial. Alteração da redação da alínea b do item 8.2 da decisão recorrida. Determinações. Notificação ao recorrente. RELATÓRIO Este processo tem por objeto o acompanhamento da desestatização da Datamec S.A. Sistemas e Processamento de Dados.

16 16 Parecer da Unidade Técnica 2. Na Sessão de 16/06/99, o Tribunal decidiu, entre outras medidas (Decisão nº 359/99 Plenário, Ata nº 25/99): 8.1. aprovar, com ressalvas, os procedimentos adotados no processo de desestatização da Datamec S.A. - Sistemas e Processamento de Dados, relativos ao quarto e quinto estágios, correspondentes à segunda etapa, previstos nos arts. 3? e 4?, inciso II, da Instrução Normativa TCU n? 7/94, de 29/11/94, por considerar que os referidos procedimentos estão em conformidade com a legislação aplicável à espécie; 8.2. determinar ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES que: a)inclua em futuros editais de alienação de ações informações mais detalhadas a respeito dos estudos de avaliação econômico-financeira e dos critérios de fixação do valor da alienação, conforme as alíneas f e g do art. 11 da Lei n? 9.491/97; b)aplique as penalidades cabíveis previstas na Cláusula Décima Quarta do Contrato PND/CN-04/98-A (fls. 308/309, vol.2) e na Cláusula Décima Quinta do Contrato PND/CN-04/98-B (fl. 274, vol 2) às respectivas entidades consorciadas; c) efetue rigoroso acompanhamento da execução dos contratos dos consultores, notadamente no que concerne à correção dos cálculos inclusos nas planilhas eletrônicas e à compatibilidade entre a metodologia prevista na proposta técnica apresentada na licitação e a efetivamente empregada pelas empresas consultoras; (...) 3. Nesta etapa, analisa-se pedido de reexame daquela decisão, interposto pelo Sr. José Pio Borges, ex-presidente do BNDES. 4. Após esclarecer que o pedido de reexame pode ser conhecido, por preencher os requisitos de admissibilidade previstos nos arts. 32, inciso I, e 33, da Lei n? 8.443/92, o analista da Serur pronunciou-se nos seguintes termos (fls. 20/26): (...) 4.O recorrente alega que as razões para a determinação de aplicação de penalidades estipulada pela decisão ora atacada são de duas naturezas. A primeira refere-se a equívocos nas montagens dos fluxos de caixa de avaliação da Datamec, elaborados pelos Consórcios A e B. A segunda diz respeito ao descumprimento de proposta técnica pelo Consórcio B. Em defesa dos consórcios, o recorrente argumenta que o processo de avaliação de empresas não é simplesmente um trabalho técnico, mas também um exercício de bom senso e sensibilidade mercadológica e, ainda, que não existe uma vinculação imutável entre a proposta técnica e a execução dos serviços, visto que os proponentes não sabem de antemão as restrições que as condições financeiras da empresa avaliada impõem à aplicação de determinadas metodologias. Assim, o recorrente encaminhou esclarecimentos dos respectivos consórcios. 5.Abaixo, o recorrente apresenta os argumentos dos consórcios por assunto, seguidos das respectivas análises. 6.Argumento: Relativamente à perda de receitas oriunda do término de contrato com o Ministério do Trabalho (fls. 121 e 122, vol. principal), o Consórcio A alega que a previsão de perda do referido contrato foi baseada em discussões com a Caixa Econômica Federal e na constatação de que sua renovação, à época dos estudos de avaliação, já havia sido limitada a dois anos. Outrossim, alega que foram incluídas, em sua planilha de avaliação, receitas adicionais compensatórias. 7.Sobre o mesmo ponto, o Consórcio B alega que a premissa de avaliação adotada foi privilegiar a clientela da Datamec já existente, tendo em vista a dificuldade de se elaborar previsões quantitativas confiáveis para produtos de um setor econômico não convencional como o de serviços de informática. 8.Análise: A despeito da alegação do Consórcio A de que foi prevista uma receita adicional para compensar a perda do contrato com o Ministério do Trabalho, há que se ponderar que essa previsão não foi suficiente para impedir a queda vertiginosa de receitas da Datamec. A alegação do Consórcio B, por seu turno, é baseada em impossibilidade de projeção de resultados dada a imprevisibilidade do setor em que opera a empresa privatizada. Tomando-se o fato de que o

17 17 consórcio A realizou uma previsão de receitas adicionais, resta a possibilidade de falta de confiabilidade dessa previsão ou negligência do Consórcio B. A elucidação dessa questão requereria a avaliação por especialista da área de negócios em informática. De qualquer forma, ficou revelada a discrepância dos procedimentos adotados pelos dois consórcios. 9.Importante para a análise aqui empreendida é a caracterização do descumprimento das cláusulas contratuais referidas na alínea a, do item 1 retro, a seguir transcritas: DÉCIMA QUARTA PENALIDADES Em caso de descumprimento de exigências expressamente formuladas pelo BNDES ou inobservância de quaisquer das demais obrigações contratuais ou legais, sem motivo justificado, as CONTRATADAS ficarão sujeitas às seguintes penalidades: I.advertência; II.multa de 0,1% (um décimo por cento), por dia de atraso, calculada sobre o preço total deste Contrato; III.suspensão do direito de licitar e de contratar com o BNDES, pelo prazo de até 2 (dois) anos. Parágrafo Primeiro As penalidades previstas poderão ser aplicadas conjuntamente. (...) 10.Cumpre, então, examinar o Edital de Licitação n? PND/CN 04/98, fls. 09 a 26, vol. 2, a fim de determinar se o procedimento em discussão feriu alguma obrigação contratual ou legal. 11.O exame das cláusulas do referido edital relativamente às disposições específicas sobre o serviço A não revela qualquer discrepância de caráter objetivo entre a premissa de variação de receitas apresentada pelo consórcio e o que foi previamente vinculado como sua atribuição na execução dos serviços técnicos. Com efeito, o citado edital, em seu item 3.2, determina, genericamente, que a avaliação econômico-financeira da Datamec contemplasse, entre outros itens, evolução das receitas e dos custos em diferentes cenários, identificação de contratos comerciais e perspectivas de renovação e demais itens considerados relevantes. O mesmo se observa para as condições da avaliação que foi executada pelo serviço B, item 4.2 do supracitado edital. 12.É importante recordar que as variações da receita líquida ora em questão foram consideradas como não passíveis de avaliação objetiva pelo Relatório do Sr. Ministro-Relator, fl. 129, vol. principal, a seguir transcrito: 132. Analisando-se as influências dessas variações da receita líquida no valor econômico final da empresa, pode-se perceber que o aumento de 20% da receita implica um aumento de 59% no valor econômico total Não há nos autos nada que possa servir de base para uma estimativa de qual seria a receita mais provável para a Datamec, em função de novos clientes ou produtos, pois não há uma análise detalhada de demanda ou de participação no mercado. Qualquer definição de receita adicional seria resultado de opiniões e subjetivismos, sem qualquer defesa técnica. Não obstante, entendemos ser razoável supor um aumento de receita da ordem de 20%, e um preço final próximo a R$ 105 milhões Não compete ao TCU refazer por completo os trabalhos dos Serviços A e B, nem tampouco cabe a esta Casa determinar o valor econômico da empresa. O papel do Tribunal é verificar, entre outras coisas, a confiabilidade e consistência do preço mínimo de venda da empresa O preço mínimo fixado foi o equivalente a R$ 90 milhões. Trata-se de um preço cerca de 16% inferior ao que reputamos mais provável. O decreto que institui o PND define que diferenças maiores que 20% deveriam exigir nova avaliação. Portanto, nos termos do PND, o preço mínimo de R$ 90 milhões pode ser aceito. 13.Na medida em que, mesmo reputando como improvável a perda de 20% da receita líquida, se considerou aceitável o preço mínimo fixado pelo CND para a Datamec, tornar-se-ia apenas aplicável sanção aos dois consórcios no caso de descumprimento de cláusulas contratuais, o que não parece ser o caso. 14.A análise da avaliação econômico-financeira, com a devida vênia, deve ser abrangente e permitir convicção sobre sua adequação e aceitabilidade. No caso da Datamec, a conclusão foi

18 18 pela aceitabilidade dos estudos apresentados, em que pesem as restrições feitas ao trabalho. Assim, fica elidida qualquer penalidade relativamente aos aspectos subjetivos do trabalho apresentado. De outra forma, quando for firmada convicção pela inadequação, em termos gerais, dos estudos de avaliação, deve a irregularidade do processo ser a proposta apresentada. 15.Portanto, relativamente à questão das receitas da Datamec, ficam afastados os motivos que ensejaram a determinação de punição aos Consórcios A e B. 16Argumento: A segunda argumentação trazida pelos Consórcios B e A, respectivamente, refere-se à correlação entre o faturamento e os custos diretos e à inconsistência entre as projeções de custos/despesas de mesma natureza apresentadas em planilhas distintas com valores diferentes. O Consórcio B alega que empreendeu estudo estatístico da correlação entre o custo e o faturamento, sendo que foi evidenciada uma correlação positiva bastante significativa entre o faturamento e o custo direto da empresa. Já o Consórcio A assegura que, do arquivo de cálculo, constam diversas rubricas que aparecem em mais de uma planilha com valores diversos sem, contudo, comprometer o trabalho, tendo em vista que os valores usados nas projeções são absolutamente corretos. 17.Análise: Neste quesito, valem as considerações tecidas nos itens 9 a 15 acima, ficando, assim, elididas as causas que ensejaram a determinação ora atacada. No entanto, cabe ressaltar que a Decisão n 359/1999 TCU Plenário determinou que o BNDES examinasse rigorosamente os estudos de avaliação a fim de evitar que, no futuro, eventuais erros ou inconsistências dessa natureza pudessem ter impacto material no preço mínimo proposto pelos dois Consórcios. Portanto, deve permanecer referida determinação. 18.Argumento: Em relação ao fluxo de caixa e à perpetuidade utilizada, o Consórcio B alega que a formação do saldo de caixa acontece de forma constante durante o ano todo e que, assim, o desconto do fluxo de caixa para o mês de julho repararia quaisquer distorções quanto à argumentação de inexistência de sazonalidade. Para a definição da perpetuidade, foi adotado o mesmo raciocínio. No tocante à não-adição do excesso de caixa ao valor da empresa, o Consórcio B argumenta que a boa teoria reza que o desconto seja feito com montantes de natureza apenas operacional. O Consórcio A, por seu turno, alega que foram feitos ajustes ao fluxo de caixa do último período para que a depreciação projetada não fosse maior do que os investimentos, de forma que os balanços projetados não apresentassem no futuro valores de imobilizado negativos. 19.Análise: De pronto, há que se reiterar as considerações tecidas nos itens 9 a 15 acima a fim de acolher as alegações apresentadas pelos dois consórcios. Entretanto, deve-se ressaltar que a justificativa apresentada pelo Consórcio B relativamente ao desconto do fluxo de caixa e da perpetuidade não afasta o fato de que o procedimento de adicionar dois valores valor presente do fluxo de caixa e perpetuidade referenciados a datas-base distintas é incorreto sob a ótica da matemática financeira. Além do mais, a argumentação de que o fluxo de caixa deve ser composto por montantes operacionais não ilide a inclusão do excesso de caixa como parte dos ativos não operacionais que devem compor o valor econômico final da empresa. 20.As argumentações apresentadas pelo Consórcio A não puderam ser constatadas porque a planilha de cálculos enviada ao TCU, à época de instrução do processo, não permite que se observem os ajustes no cálculo da perpetuidade. Torna-se, então, evidente que, mesmo em se tratando de valores considerados imateriais, é de suma importância que se proceda a uma conferência da planilha de dados que fundamentou o trabalho, a fim de que o BNDES possa estar seguro da consistência e da confiabilidade da avaliação da empresa. 21.Argumento: Em relação à taxa de desconto da projeção, o Consórcio B alegou uma série de dificuldades para implementar o modelo CAPM no caso da Datamec. Entre as dificuldades, estariam a identificação de empresas de capital aberto que atuem no mesmo setor e o histórico de baixa liquidez das ações da Datamec. Assim, o consórcio não aderiu ao que havia inicialmente proposto com a intenção de preservar o interesse público na negociação da Datamec. O Consórcio A, por sua vez, alega que a adição de uma taxa de 1,7% a título de risco específico do negócio é amparada pela teoria financeira, tendo, inclusive, baseado seu cálculo num estudo publicado pela empresa de consultoria McKinsey que aplica duas metodologias distintas: o CAPM e o APT.

19 19 22.Análise: As alegações do Consórcio B não trazem quaisquer novos fatos à discussão empreendida, visto a pública e notória incipiência do mercado de capitais brasileiro. Entretanto, é inconcebível, devido à qualificação profissional dos executores do Serviço B, que o estado do mercado de capitais brasileiro fosse desconhecido ou não adequadamente dimensionado no momento de elaboração e apresentação da proposta de avaliação econômico-financeira da Datamec. 23.A apresentação da proposta pelo Consórcio B de serviço com metodologia que, provavelmente, antevia inexeqüível gerou conseqüências danosas para o processo licitatório de contratação para execução do Serviço B. A leitura do parecer de avaliação técnica relativo às propostas técnicas para seleção de empresas especializadas para prestação de serviços técnicos, visando à desestatização da Datamec S.A. (fl. 124, vol. 2), é indicativa. Especificamente sobre a proposta do consórcio liderado pela Máxima Consultoria e Finanças Corporativas, o parecer comentou: Proposta muito boa, tendo como ponto de destaque a experiência demonstrada pela proponente em serviços de assessoria, consultoria e assistência jurídica em processos de desestatização. Destaque-se, também, o tratamento bem adequado conferido aos serviços de procedimentos de modelagem de venda, condução do processo de alienação e os demais serviços propostos. (foi grifado) 24.Quando se refere a procedimentos de modelagem de venda, o grupo de trabalho encarregado de julgar as propostas técnicas leva em consideração os procedimentos para definição da taxa de desconto. Não se trata aqui de conjecturas sobre o modus operandi da comissão julgadora, mas sim de constatação de que as peculiaridades das metodologias apresentadas sofrem escrutínio, podendo tanto prejudicar quanto elevar a nota técnica da proposta, conforme o Adendo ao Parecer Técnico (fls. 150 e 151, vol. 2), a seguir transcrito: À página 7, a licitante conceitua erroneamente a taxa de desconto para um comprador como sendo aquela que reflete o seu custo de oportunidade para outras aplicações, mais o risco específico da empresa e do setor em que atua. A taxa de desconto reflete o custo de oportunidade para outras aplicações de mesmo nível de risco. O risco não é adicionado ao custo de oportunidade, e sim está refletido nele. (...) À página 8, referindo-se ao fator denominado Beta Equity, afirma de forma equivocada que Este fator será desenvolvido em termos internacionais sem consideração de custo de capitais de terceiros por não ser aplicável à empresa. O fator alavancagem, isto é, a contribuição da presença de capitais de terceiros, é extraído com a finalidade de calcular o fator de risco determinado pelo mercado sobre os riscos operacionais inerentes ao negócio. Com base neste equívoco, a licitante não faz qualquer menção a respeito da estrutura de capital da empresa. O método do fluxo de caixa descontado consiste na melhor prática para a avaliação de ativos, e vem sendo utilizado para esta finalidade há quase 30 anos. A maioria das companhias utilizam uma versão particular do método: projeta-se o fluxo de caixa da firma e desconta-se ao Custo Médio Ponderado de Capital CMPC, já que o fluxo de caixa da firma deverá remunerar diferentes financiadores, que possuem expectativas de retorno distintas. Com exceção da Balman, todas as demais licitantes utilizaram este método. A Balman apresentou método alternativo, que projeta um fluxo de caixa inteiramente disponível para os acionistas, descontado-o, portanto ao custo de oportunidade dos fornecedores de capital de risco ( cost of equity ). O método, embora conceitualmente correto, traz dificuldades, já que para manter o grau de alavancagem ao longo do tempo, tem-se que variar o nível da dívida. Essas dificuldades levam a ter de se fazer simplificações, com possível perda de rigor nos resultados. Ao contrário, o método do CMPC não possui este complicador, por assumir a alavancagem na própria taxa de desconto. 25.Observe-se que o julgador penaliza a nota da Balman por esta não adotar o procedimento considerado padrão para a avaliação de empresas. Segundo sua ótica, o procedimento, ainda que correto conceitualmente, ensejaria perda de rigor nos resultados. Veja-se que o BNDES, neste particular, procede de forma incoerente ao prejudicar a nota de um licitante em nome do rigor técnico da proposta e permitir que o licitante vencedor, executor dos serviços, utilize método

20 20 heterodoxo, pouco rigoroso, de determinação da taxa de desconto da Datamec e, assim, descumpra cláusula de sua proposta. Portanto, não se deve acolher a justificativa do Consórcio B em relação à determinação da taxa de desconto. 26.Relativamente às alegações do Consórcio A, deve-se notar que a teoria de finanças já, há muito tempo, distingue concentração e diversificação de riscos. Markowitz e Sharpe, nos anos 50 e 60, respectivamente, delinearam os conceitos de risco sistemático e não-sistemático e ofereceram o arcabouço matemático para suas estimações. Esses conceitos e arcabouços, apesar de elusivos, são amplamente difundidos e utilizados cotidianamente pelas corporações nas suas decisões de investimento. 27.A alegação de que o risco da Datamec é menos diversificável, tendo em vista possuir um único cliente, é perfeitamente defensável sob a ótica da teoria de finanças. Pode-se até, com propriedade, especular sobre a dimensão desse risco adicional suportado pela Datamec. Difícil é estimá-lo devido às limitações dos dados disponíveis no mercado brasileiro e do estágio atual da teoria de finanças no que concerne à definição de taxas de retorno requeridas. 28.A alegação do consórcio A de que utilizou duas metodologias distintas Capital Asset Pricing Model (CAPM) e Arbitrage Pricing Theory (APT) para definir o risco adicional da Datamec não empresta maior rigor ao procedimento. Ao contrário, sem ter apresentado detalhes de como processou seu estudo, deixa a impressão de ter utilizado metodologia não reconhecida pelo meio acadêmico a despeito de ser, segundo sua alegação, empregada por empresa de consultoria financeira. 29.Não obstante os comentários acima, há que se ressaltar que a parcela adicional de risco embutida na taxa de desconto adotada pelo Consórcio A teve efeito imaterial sobre o valor econômico da empresa, nos termos dos itens 132 a 135, do Relatório do Sr. Ministro-Relator, à fl. 129, do vol. principal. Dessa forma, conforme discutido nos itens 9 a 15 acima, devem-se acolher as alegações do Consórcio A. 30.Argumento: Quanto à forma de projeção de gastos com salários, o Consórcio A esclareceu que os valores do mês de julho de 1998 representavam a média efetiva da empresa já ajustados pelas reestruturações internas realizadas no período pré-privatização. Em relação à não-inclusão de custos e despesas relativos a férias e décimo terceiro nas despesas de pessoal, o Consórcio A alega que a análise das despesas de pessoal precisa ser feita conjuntamente com as despesas gerais. Para reforçar sua argumentação, apresenta os dados das referidas rubricas e assevera que ambos devem ser observados complementarmente. 31.Análise: As alegações apresentadas devem ser acolhidas com base na análise empreendida nos itens 9 a 15 acima. CONCLUSÃO 32.Ante o exposto e considerando que apenas não foram elididas as razões para a nãoaplicação do modelo do CAPM, por parte do Consórcio B, na determinação da taxa de desconto da Datamec, submetemos os autos à consideração superior, propondo: a) conhecer do Pedido de Reexame interposto pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES, com fulcro no art. 48, parágrafo único, combinado com o art. 33, da Lei n 8.443/92, para, no mérito, dar-lhe provimento parcial, reformando a alínea b, do item 8.2, da Decisão n? 359/99-TCU-Plenário, nos seguintes termos: a.1) aplique as penalidades cabíveis previstas na Cláusula Décima Quinta do Contrato PND/CN-04/98-B (fl. 274, vol. 2) à respectiva entidade consorciada; b) dar ciência ao recorrente da decisão a que vier ser proferida. 5. Em seguida, o diretor pronunciou-se nos seguintes termos (fl. 27): 2.Quanto ao mérito, divirjo do encaminhamento sugerido na instrução pelas razões que passo a expor. Apesar de ambos os consórcios admitirem a potencialidade da Datamec de alavancar novos negócios e ampliar a participação no mercado, tendo em vista a sua estrutura logística, profissionais com larga experiência, capacidade ociosa de seus equipamentos e a possibilidade de desenvolvimento de novos produtos e serviços, não projetaram receita compatível com a realidade, principalmente diante da perspectiva de significativa perda de faturamento da empresa com a finalização dos contratos mantidos com a Caixa Econômica Federal. Contribui, ainda, para uma certa margem de subjetivismo na estimativa das variações de receita, a ausência

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Assunto: Representação Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação formulada pelo Tribunal de Contas do Espado de Pernambuco versando sobre possíveis irregularidades

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Solicitação do Congresso Nacional. Colegiado: Plenário. Classe: Classe II

Tribunal de Contas da União. Assunto: Solicitação do Congresso Nacional. Colegiado: Plenário. Classe: Classe II Tribunal de Contas da União Assunto: Solicitação do Congresso Nacional. Colegiado: Plenário Classe: Classe II Sumário: Solicitação de Auditoria na Prefeitura Municipal de Cajuri - MG, para esclarecer questões

Leia mais

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS;

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Dados Materiais: c/ 01 volume Assunto: Recurso de Reconsideração Acórdão: VISTOS, relatados e discutidos estes autos

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO ACÓRDÃO Nº 1.358/2004-TCU-Plenário

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO ACÓRDÃO Nº 1.358/2004-TCU-Plenário TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO ACÓRDÃO Nº 1.358/2004-TCU-Plenário 1. Processo TC 003.181/2004-0 2. Grupo: I - Classe de Assunto: V - Relatório de Levantamento de Auditoria (Fiscobras 2004). 3. Partes: 3.1.

Leia mais

Representante do Ministério Público: MARINUS EDUARDO DE VRIES MARSICO

Representante do Ministério Público: MARINUS EDUARDO DE VRIES MARSICO Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: MARINUS EDUARDO DE VRIES MARSICO Assunto: Tomada de Contas Especial Acórdão: Vistos, relatados e discutidos estes autos de Tomada de Contas

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0337-31/99-1. Identidade do documento: Acórdão 337/1999 - Primeira Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0337-31/99-1. Identidade do documento: Acórdão 337/1999 - Primeira Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0337-31/99-1 Identidade do documento: Acórdão 337/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Convênio. FAE. Prefeitura Municipal de Magé

Leia mais

Relação de processos submetidos ao Plenário, para votação, na forma do art. 143 do Regimento Interno.

Relação de processos submetidos ao Plenário, para votação, na forma do art. 143 do Regimento Interno. Tribunal de Contas da União Data DOU: 10/03/2005 Colegiado: Plenário Número da Ata: 06/2005 Texto do Documento: RELAÇÃO Nº 01/2005 - Plenário Gabinete do Ministro Marcos Vinicios Vilaça Relação de processos

Leia mais

Outros Representantes do Ministério Público: Dra. Maria Alzira Ferreira e Dr. Paulo Soares Bugarin.

Outros Representantes do Ministério Público: Dra. Maria Alzira Ferreira e Dr. Paulo Soares Bugarin. Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0569-42/00-1 Identidade do documento: Acórdão 569/2000 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Convênio. FNDE. Prefeitura Municipal de Bom

Leia mais

Entidade: Órgão de Origem: Secretaria do Estado da Justiça e Cidadania de Santa Catarina

Entidade: Órgão de Origem: Secretaria do Estado da Justiça e Cidadania de Santa Catarina Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0776-48/99-P Identidade do documento: Decisão 776/1999 - Plenário Ementa: Inspeção. Secretaria de Justiça de Santa Catarina. Pedido de reexame de decisão

Leia mais

Entidade: Unidade: Coordenação de Serviços Gerais da Secretaria de Administração-Geral do Ministério da Educação e do Desporto

Entidade: Unidade: Coordenação de Serviços Gerais da Secretaria de Administração-Geral do Ministério da Educação e do Desporto Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0237-21/99-1 Identidade do documento: Acórdão 237/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas. Coordenação de Serviços Gerais da Secretaria de Administração-Geral

Leia mais

Interessados: Interessado: Ministério das Comunicações, Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Interessados: Interessado: Ministério das Comunicações, Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0483-30/01-P Identidade do documento: Decisão 483/2001 - Plenário Ementa: Acompanhamento. ANATEL. Licitação. Outorga de direito de concessão para a exploração

Leia mais

Sumário: ACOMPANHAMENTO. PARCERIA PÚBLICO- PRIVADA. CONSÓRCIO DATACENTER. APROVAÇÃO DO 5º ESTÁGIO. ARQUIVAMENTO. RELATÓRIO

Sumário: ACOMPANHAMENTO. PARCERIA PÚBLICO- PRIVADA. CONSÓRCIO DATACENTER. APROVAÇÃO DO 5º ESTÁGIO. ARQUIVAMENTO. RELATÓRIO GRUPO I CLASSE VII Plenário TC 026.755/2008-7 Apensos: TCs 9.004/2006-0, 25.763/2006-8, 25.914/2006-4, TC 25.926/2006-5, 17.059/2009-7 Natureza: Acompanhamento Entidades: Banco do Brasil S.A - BB e Caixa

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0407-23/01-1. Identidade do documento: Acórdão 407/2001 - Primeira Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0407-23/01-1. Identidade do documento: Acórdão 407/2001 - Primeira Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0407-23/01-1 Identidade do documento: Acórdão 407/2001 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Termo de Cooperação. Ministério da Saúde.

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0145-41/98-P. Identidade do documento: Acórdão 145/1998 - Plenário

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0145-41/98-P. Identidade do documento: Acórdão 145/1998 - Plenário Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0145-41/98-P Identidade do documento: Acórdão 145/1998 - Plenário Ementa: Tomada de Contas Especial. Convênio. MINTER. Prefeitura Municipal de Cravolândia

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 563/97 - Plenário - Ata 35/97 Processo nº TC 003.561/94-1 Interessado: Murílio de Avellar Hingel, Ministro de Estado da Educação e do Desporto Órgão:

Leia mais

INDEXAÇÃO Representação; MRE; Contrato; Pagamento Antecipado; Auditoria; Diárias; Passagem Aérea;

INDEXAÇÃO Representação; MRE; Contrato; Pagamento Antecipado; Auditoria; Diárias; Passagem Aérea; Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0245-12/00-P Identidade do documento: Decisão 245/2000 - Plenário Ementa: Representação formulada por Equipe de Auditoria do TCU. Possíveis irregularidades

Leia mais

INDEXAÇÃO Tomada de Contas Especial; Convênio; FNDE; Prefeitura Municipal; Paço do Lumiar MA; Inexecução de Convênio; Material; Multa;

INDEXAÇÃO Tomada de Contas Especial; Convênio; FNDE; Prefeitura Municipal; Paço do Lumiar MA; Inexecução de Convênio; Material; Multa; Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0613-45/00-1 Identidade do documento: Acórdão 613/2000 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Convênio. FNDE. Prefeitura Municipal de Paço

Leia mais

Responsável (CPF): Nelson Monteiro da Rocha (549.133.147-34)

Responsável (CPF): Nelson Monteiro da Rocha (549.133.147-34) Tribunal de Contas da União Data DOU: 19/07/2004 Colegiado: Segunda Câmara Número da Ata: 25/2004 Texto do Documento: RELAÇÃO Nº 58/2004 - Segunda Câmara - TCU Gabinete do Ministro Benjamin Zymler Relação

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Assunto: Representação Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação contra dispensa de licitação fundamentada no inciso XIII do art. 24 da Lei nº 8.666/93.

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0054-04/00-P. Identidade do documento: Decisão 54/2000 - Plenário

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0054-04/00-P. Identidade do documento: Decisão 54/2000 - Plenário Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0054-04/00-P Identidade do documento: Decisão 54/2000 - Plenário Ementa: Representação formulada por licitante. Possíveis irregularidades praticadas

Leia mais

b) da análise procedida na prestação de contas apresentada constatou-se: b.1) ausência da documentação fiscal de despesa (notas fiscais);

b) da análise procedida na prestação de contas apresentada constatou-se: b.1) ausência da documentação fiscal de despesa (notas fiscais); GRUPO: I - CLASSE IV - Plenário TC-017.273/2003-8 NATUREZA: Tomada de Contas Especial. ENTIDADE: Município de Socorro do Piauí/PI. RESPONSÁVEL: Manoel Dionísio Ribeiro Neto (ex-prefeito). SUMÁRIO: Tomada

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 885/97 - Plenário - Ata 53/97 Processo nº TC 017.843/93-6 Interessado: Adyr da Silva, Presidente. Entidade: Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária

Leia mais

GRUPO I CLASSE II 2ª Câmara TC-031.085/2013-0

GRUPO I CLASSE II 2ª Câmara TC-031.085/2013-0 GRUPO I CLASSE II 2ª Câmara TC-031.085/2013-0 Natureza: Tomada de Contas Especial. Entidade: Município de Flores/PE. Responsável: Arnaldo Pedro da Silva, CPF n. 093.945.404-15. SUMÁRIO: TOMADA DE CONTAS

Leia mais

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS;

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Dados Materiais: c/ 01 volume Assunto: Recurso de Reconsideração Acórdão: VISTOS, relatados e discutidos estes autos

Leia mais

Interessados: Responsável: Antonio Dernival Queiroz Dantas, ex-prefeito. CPF: 220.512.014-04

Interessados: Responsável: Antonio Dernival Queiroz Dantas, ex-prefeito. CPF: 220.512.014-04 Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0330-30/99-1 Identidade do documento: Acórdão 330/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Transferência de Recursos. MAS. Prefeitura

Leia mais

Interessados: Interessado: Ministério das Comunicações, Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Interessados: Interessado: Ministério das Comunicações, Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0182-12/01-P Identidade do documento: Decisão 182/2001 - Plenário Ementa: Acompanhamento. Licitação para outorga de Direito de Exploração de Serviço

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 236/97 - Plenário - Ata 42/97 Processo nº TC 299.048/93-4. Interessados: Byron Costa Queiroz, Presidente, e Osmundo Evangelista Rebouças, Presidente

Leia mais

Interessados: INTERESSADA: ELESERVICE do Brasil - Componentes Eletrônicos Ltda.

Interessados: INTERESSADA: ELESERVICE do Brasil - Componentes Eletrônicos Ltda. Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0255-19/99-P Identidade do documento: Decisão 255/1999 - Plenário Ementa: Representação formulada por licitante. Possíveis irregularidades praticadas

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0208-34/00-P. Identidade do documento: Acórdão 208/2000 - Plenário

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0208-34/00-P. Identidade do documento: Acórdão 208/2000 - Plenário Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0208-34/00-P Identidade do documento: Acórdão 208/2000 - Plenário Ementa: Representação formulada por Equipe de Auditoria do TCU. Possíveis irregularidades

Leia mais

Acórdão 2066/2006 - Plenário

Acórdão 2066/2006 - Plenário Acórdão 2066/2006 - Plenário Acórdão VISTOS, relatados e discutidos estes autos que cuidam de Relatório Consolidado das auditorias realizadas em ajustes celebrados entre Organizações Não-Governamentais

Leia mais

ACÓRDÃO 897/2004 - Plenário - TCU

ACÓRDÃO 897/2004 - Plenário - TCU ACÓRDÃO 897/2004 - Plenário - TCU 1. Processo nº TC 003.159/2001-5 (com 11 volumes) 1.1. Apensos: TC 004.168/2002-7 e TC 010.074/2003-2 2. Grupo I - Classe de Assunto V - Relatório de Auditoria 3. Responsáveis:

Leia mais

Relação de processos submetidos à 2ª Câmara, para votação na forma do Regimento Interno, arts. 134, 135, 137, 138 e 140

Relação de processos submetidos à 2ª Câmara, para votação na forma do Regimento Interno, arts. 134, 135, 137, 138 e 140 Tribunal de Contas da União Data DOU: 10/11/2003 Colegiado: Segunda Câmara Número da Ata: 41/2003 Texto do Documento: RELAÇÃO Nº 125/2003 Gab. do Ministro Guilherme Palmeira Relação de processos submetidos

Leia mais

ACÓRDÃO Nº 1.081/2004 - TCU - Plenário

ACÓRDÃO Nº 1.081/2004 - TCU - Plenário ACÓRDÃO Nº 1.081/004 - TCU - Plenário 1. Processo TC-006.936/004-.. Grupo I - Classe V: Levantamento. 3. Entidade: Companhia Energética do Amazonas CEAM. 4. Interessado: Congresso Nacional. 5. Relator:

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 004.507/2015-0

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 004.507/2015-0 GRUPO I CLASSE II Plenário TC 004.507/2015-0 Natureza(s): Solicitação do Congresso Nacional Órgão/Entidade/Unidade: Agência Nacional de Telecomunicações Representação legal: Daniel Andrade Fonseca e outros,

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0538-44/99-2. Identidade do documento: Acórdão 538/1999 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0538-44/99-2. Identidade do documento: Acórdão 538/1999 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0538-44/99-2 Identidade do documento: Acórdão 538/1999 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Convênio. MAS. Prefeitura Municipal de Jardim

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Assunto: Representação. Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação de equipe de auditoria. Convênio firmado entre o governo do estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

ACÓRDÃO Nº 250/2005 - TCU - PLENÁRIO

ACÓRDÃO Nº 250/2005 - TCU - PLENÁRIO ACÓRDÃO Nº 250/2005 - TCU - PLENÁRIO 1. Processo nº TC-004.750/2001-7 (com 02 volumes); Apenso: TC-009.958/2004-3 (com 01 anexo) 2. Grupo I, Classe de Assunto V Levantamento de Auditoria 3. Entidade: Governo

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 668/96 - Plenário - Ata 42/96 Processo nº TC 015.702/95-2 Responsável: Eufrásio Mathias Sousa Neto, Diretor-Geral. Órgão: Superior Tribunal Militar

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0397-24/01-2. Identidade do documento: Acórdão 397/2001 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0397-24/01-2. Identidade do documento: Acórdão 397/2001 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0397-24/01-2 Identidade do documento: Acórdão 397/2001 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. CEF. Ilícito praticado por ex-servidor. Responsável

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 006.064/2009-9 Fiscalização nº 259/2009 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 345/2009 - Plenário Objeto da fiscalização: Obras de

Leia mais

Representante do Ministério Público: LUCAS ROCHA FURTADO;

Representante do Ministério Público: LUCAS ROCHA FURTADO; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: LUCAS ROCHA FURTADO; Dados Materiais: (com 02 volumes) Assunto: Recurso de Revisão Acórdão: VISTOS, relatados e discutidos estes autos de

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0122-08/00-P. Identidade do documento: Decisão 122/2000 - Plenário

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0122-08/00-P. Identidade do documento: Decisão 122/2000 - Plenário Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0122-08/00-P Identidade do documento: Decisão 122/2000 - Plenário Ementa: Auditoria. CBTU. Obra de implantação do metrô de Belo Horizonte, trecho Calafate-Barreiro.

Leia mais

Assunto: Inspeção realizada por solicitação de Senador, aprovada pelo Senado Federal (Ofício nº 1.451-SF, de 23/10/96).

Assunto: Inspeção realizada por solicitação de Senador, aprovada pelo Senado Federal (Ofício nº 1.451-SF, de 23/10/96). Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 126/97 - Plenário - Ata 10/97 Processo nº TC 016.583/96-5 Interessado: Senador Teotonio Vilela Filho, Primeiro Vice-Presidente do Senado Federal, no

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0317-18/01-2. Identidade do documento: Acórdão 317/2001 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0317-18/01-2. Identidade do documento: Acórdão 317/2001 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0317-18/01-2 Identidade do documento: Acórdão 317/2001 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Fundação Nacional de Saúde - Distrito Sanitário

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0148-17/00-2. Identidade do documento: Decisão 148/2000 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0148-17/00-2. Identidade do documento: Decisão 148/2000 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0148-17/00-2 Identidade do documento: Decisão 148/2000 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Convênio. Fundo Nacional de Saúde. Prefeitura

Leia mais

Entidade: Superintendência Regional da Receita Federal da 10ª Região Fiscal

Entidade: Superintendência Regional da Receita Federal da 10ª Região Fiscal Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0285-19/01-P Identidade do documento: Decisão 285/2001 - Plenário Ementa: Acompanhamento. Outorga de permissão da Estação Aduaneira em Novo Hamburgo

Leia mais

Assunto: Tomada de Contas Especial instaurada em razão da omissão no dever de prestar contas.

Assunto: Tomada de Contas Especial instaurada em razão da omissão no dever de prestar contas. Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 309/96 - Primeira Câmara - Ata 31/96 Processo nº TC 450.133/95-8 Responsável: Raimundo Pereira Barbosa, Prefeito. Unidade: Prefeitura Municipal de Palestina

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0349-33/99-1. Identidade do documento: Acórdão 349/1999 - Primeira Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0349-33/99-1. Identidade do documento: Acórdão 349/1999 - Primeira Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0349-33/99-1 Identidade do documento: Acórdão 349/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Transferência de recursos. MAS. Prefeitura

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 470/93 - Plenário - Ata 53/93 Processo nº TC 014.861/93-3 Entidade: Ministério da Justiça Relator: Ministra Élvia L. Castello Branco Redator da Decisão

Leia mais

Assunto: Tomada de Contas Especial instaurada em decorrência da omissão no dever de prestar contas de recursos federais recebidos mediante convênio.

Assunto: Tomada de Contas Especial instaurada em decorrência da omissão no dever de prestar contas de recursos federais recebidos mediante convênio. Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 130/96 - Primeira Câmara - Ata 21/96 Processo nº TC 499.074/92-0 Responsável: José Felix de Brito (ex-prefeito). Entidade: Prefeitura Municipal de Itapororoca/PB.

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 641/94 - Segunda Câmara - Ata 32/94 Processo nº TC 249.035/92-8 - Apenso: TC 225.172/91-7 (c/1 vol. anexo) R.I.O. Interessado: Juiz Antônio Carlos Marinho

Leia mais

Interessados: Interessado: Identidade preservada (art. 55, 1º, da Lei n.º 8.443/92, c/c o art. 66 da Resolução n.º 136/2000 TCU)

Interessados: Interessado: Identidade preservada (art. 55, 1º, da Lei n.º 8.443/92, c/c o art. 66 da Resolução n.º 136/2000 TCU) Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0011-01/01-P Identidade do documento: Decisão 11/2001 - Plenário Ementa: Denúncia. Possíveis irregularidades praticadas pela ECT PE. Contratação ilegal

Leia mais

RELAÇÃO Nº 165/2008-2ª CÂMARA - TCU Gabinete do Auditor Augusto Sherman Cavalcanti PRESTAÇÃO DE CONTAS ACÓRDÃO Nº 2829/2008 - TCU - 2ª CÂMARA

RELAÇÃO Nº 165/2008-2ª CÂMARA - TCU Gabinete do Auditor Augusto Sherman Cavalcanti PRESTAÇÃO DE CONTAS ACÓRDÃO Nº 2829/2008 - TCU - 2ª CÂMARA RELAÇÃO Nº 165/2008-2ª CÂMARA - TCU Gabinete do Auditor Augusto Sherman Cavalcanti Processos submetidos à Segunda Câmara, para votação na forma do Regimento Interno, arts. 134, 135, 137, 138, 140 e 143.

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 008.130/2009-5

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 008.130/2009-5 GRUPO I CLASSE V Plenário TC-008.130/2009-5. Natureza: Levantamento de Auditoria. Entidade: Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Estado do Piauí. Interessado: Congresso Nacional. Advogado

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 79/94 - Plenário - Ata 35/94 Processo nº TC 649.118/92-8 Responsáveis: Telmo Marques Weber, Paulo Schuller Maciel, Alexandre Tesheiner Bessil, Luiz

Leia mais

Ministro-Relator José Antonio Barreto de Macedo RELATÓRIO. Grupo II Classe II 1ª Câmara

Ministro-Relator José Antonio Barreto de Macedo RELATÓRIO. Grupo II Classe II 1ª Câmara MUNICÍPIO DE SANTOS DUMONT/MG - DOAÇÃO À ENTIDADE PÚBLICA DE DIREITO PRIVADO DE PRÉDIO CONSTRUÍDO COM RECURSOS FEDERAIS REPASSADOS A PREFEITURA MUNICIPAL MEDIANTE CONVÊNIOS Tomada de Contas Especial Grupo

Leia mais

Relação de processos submetidos à 1ª Câmara, para votação, na forma do art. 143 do Regimento Interno.

Relação de processos submetidos à 1ª Câmara, para votação, na forma do art. 143 do Regimento Interno. Tribunal de Contas da União Data DOU: 23/07/2004 Colegiado: Primeira Câmara Número da Ata: 24/2004 Texto do Documento: RELAÇÃO Nº 31/2004 - Primeira Câmara Relação de processos submetidos à 1ª Câmara,

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0180-15/99-P. Identidade do documento: Decisão 180/1999 - Plenário

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0180-15/99-P. Identidade do documento: Decisão 180/1999 - Plenário Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0180-15/99-P Identidade do documento: Decisão 180/1999 - Plenário Ementa: Representação formulada por parlamentar. Possíveis irregularidades na FUNAI.

Leia mais

Entidade: Fundação Nacional de Saúde - Distrito Técnico Administrativo de Nortelândia - MT

Entidade: Fundação Nacional de Saúde - Distrito Técnico Administrativo de Nortelândia - MT Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0097-06/00-P Identidade do documento: Decisão 97/2000 - Plenário Ementa: Denúncia. Possíveis irregularidades praticadas pela Fundação Nacional de Saúde

Leia mais

INDEXAÇÃO Representação; Licitação; INPI; Concorrência; Edital; Capacidade Técnica; Atestado; Prestação de Serviços; Assistência Médica;

INDEXAÇÃO Representação; Licitação; INPI; Concorrência; Edital; Capacidade Técnica; Atestado; Prestação de Serviços; Assistência Médica; Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-1027-47/00-P Identidade do documento: Decisão 1027/2000 - Plenário Ementa: Representação formulada por licitante. Possíveis irregularidades praticadas

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0199-14/00-2. Identidade do documento: Acórdão 199/2000 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0199-14/00-2. Identidade do documento: Acórdão 199/2000 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0199-14/00-2 Identidade do documento: Acórdão 199/2000 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Auxílio financeiro. MEC. Liga Parnaibana de

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Dados Materiais: Apenso: TC-009.212/1999-0. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Dados Materiais: Apenso: TC-009.212/1999-0. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Apenso: TC-009.212/1999-0 Assunto: Representação. Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação formulada pelo Ministério Público Federal. Inquérito

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 18/98 - Plenário - Ata 07/98 Processo nº TC 014.945/95-9 Interessados: Vânia Regina Soares Marques, Francisco Eduardo Pereira, Sérgio Eduardo Langkjer

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 217/94 - Plenário - Ata 12/94 Processo nº TC 014.056/93-3 Interessado: Dante Martins de Oliveira - Prefeito Entidade: Prefeitura Municipal de Cuiabá/MT

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0360-34/99-1. Identidade do documento: Acórdão 360/1999 - Primeira Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0360-34/99-1. Identidade do documento: Acórdão 360/1999 - Primeira Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0360-34/99-1 Identidade do documento: Acórdão 360/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Convênio. FNS. Prefeitura Municipal de Guapimirim

Leia mais

Entidade: Órgão de Origem: Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região/PB

Entidade: Órgão de Origem: Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região/PB Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0414-27/01-P Identidade do documento: Decisão 414/2001 - Plenário Ementa: Representação formulada pela Procuradoria Regional do Trabalho 13ª Região PB.

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Levantamento de Auditoria. Colegiado: Plenário. Classe: Classe V

Tribunal de Contas da União. Assunto: Levantamento de Auditoria. Colegiado: Plenário. Classe: Classe V Tribunal de Contas da União Assunto: Levantamento de Auditoria Colegiado: Plenário Classe: Classe V Sumário: Fiscobras 2001. Obras de construção de contornos rodoviários no corredor Leste/BR- 259/ES. Irregularidades.

Leia mais

Entidade: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq

Entidade: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0348-20/01-2 Identidade do documento: Acórdão 348/2001 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Pessoa física. CNPq. Concessão de bolsa de

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 243/95 - Primeira Câmara - Ata 36/95 Processo nº TC 625.046/94-3 Responsáveis: José Alcides Marques Menezes, Antonio Carlos Menna Barreto Filho, Cléber

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DAS SESSÕES ATA Nº 10, DE 26 DE MARÇO DE 2003 - SESSÃO ORDINÁRIA - PLENÁRIO

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DAS SESSÕES ATA Nº 10, DE 26 DE MARÇO DE 2003 - SESSÃO ORDINÁRIA - PLENÁRIO 1 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DAS SESSÕES ATA Nº 10, DE 26 DE MARÇO DE 2003 - SESSÃO ORDINÁRIA - PLENÁRIO APROVADA EM 2 DE ABRIL DE 2003 PUBLICADA EM 7 DE ABRIL DE 2003 ACÓRDÃOS DE NºS

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0393-35/98-2. Identidade do documento: Acórdão 393/1998 - Segunda Câmara

Tribunal de Contas da União. Número do documento: AC-0393-35/98-2. Identidade do documento: Acórdão 393/1998 - Segunda Câmara Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0393-35/98-2 Identidade do documento: Acórdão 393/1998 - Segunda Câmara Ementa: Tomada de Contas Especial. Subvenção social. MBES. Prefeitura Municipal

Leia mais

Identificação Acórdão 2.471/2008- Plenário

Identificação Acórdão 2.471/2008- Plenário Identificação Acórdão 2.471/2008- Plenário Acórdão Vistos, relatados e discutidos estes autos que tratam de fiscalizações de orientação centralizada, realizadas no âmbito do Tema de Maior Significância

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 004.687/2013-2

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 004.687/2013-2 GRUPO II CLASSE IV Primeira Câmara. TC-004.687/2013-2 Natureza: Admissão. Entidade: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas. Interessada: Rose Mary Soares de Lima Gonzaga (CPF 663.237.894-34).

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 8657/2007-0 Ano Orçamento: 2007 UF: PI Nome do PT: CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM RANGEL REDENÇÃO DO

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 315/96 - Primeira Câmara - Ata 32/96 Processo nº TC 000.303/93-3 Responsáveis: Markus Mozes Katz (ex-liquidante); David Preciado, Jandir de Moraes Feitosa

Leia mais

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA;

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; Assunto: Recurso de Reconsideração. Acórdão: VISTOS, relatados e discutidos estes autos de recurso de reconsideração

Leia mais

Interessados: Responsáveis: Francisco das Chagas de Mariz Fernandes (Diretor-Geral)..

Interessados: Responsáveis: Francisco das Chagas de Mariz Fernandes (Diretor-Geral).. Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0142-40/98-P Identidade do documento: Acórdão 142/1998 - Plenário Ementa: Prestação de Contas. Escola Técnica Federal do Rio Grande do Norte. Exercício

Leia mais

Interessados: Interessada: Maria Antonieta dos Santos ex-secretária de Estado de Educação de Rondônia

Interessados: Interessada: Maria Antonieta dos Santos ex-secretária de Estado de Educação de Rondônia Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0178-47/98-P Identidade do documento: Acórdão 178/1998 - Plenário Ementa: Inspeção. Governo do Estado de Rondônia. Convênio. FNDE. Pedido de reexame

Leia mais

Interessados: Interessada: Procuradoria da República no Estado do Espírito Santo

Interessados: Interessada: Procuradoria da República no Estado do Espírito Santo Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0305-20/01-P Identidade do documento: Decisão 305/2001 - Plenário Ementa: Representação formulada pela Procuradoria da República ES. Contratação irregular

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 528/96 - Plenário - Ata 33/96 Processo nº TC 575.337/93-1 c/ 13 Volumes anexos Apensos: TC 016.272/92-7 (Representação da Procuradoria da República

Leia mais

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS Dados Materiais: (c/ 2 volumes). Assunto: Tomada de Contas Especial. Acórdão: Vistos, relatados e discutidos estes autos

Leia mais

Interessados: INTERESSADO: Neilton Araújo de Oliveira Secretário Municipal de Saúde

Interessados: INTERESSADO: Neilton Araújo de Oliveira Secretário Municipal de Saúde Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0175-10/00-P Identidade do documento: Decisão 175/2000 - Plenário Ementa: Consulta formulada pelo Secretário Municipal de Saúde de Palmas TO. Solicitação

Leia mais

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; WALTON ALENCAR RODRIGUES; CRISTINA MACHADO DA COSTA E SILVA;

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; WALTON ALENCAR RODRIGUES; CRISTINA MACHADO DA COSTA E SILVA; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA; WALTON ALENCAR RODRIGUES; CRISTINA MACHADO DA COSTA E SILVA; Assunto: Tomada de Contas Especial Acórdão: VISTOS,

Leia mais

- Obrigatoriedade do órgão público realizar licitação para contratação de seguros nas operações com garantia de bens de terceiros. Considerações.

- Obrigatoriedade do órgão público realizar licitação para contratação de seguros nas operações com garantia de bens de terceiros. Considerações. Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0587-36/98-P Identidade do documento: Decisão 587/1998 - Plenário Ementa: Representação formulada por licitante contra o Banco do Brasil. Contratação

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0230-12/00-P. Identidade do documento: Decisão 230/2000 - Plenário

Tribunal de Contas da União. Número do documento: DC-0230-12/00-P. Identidade do documento: Decisão 230/2000 - Plenário Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0230-12/00-P Identidade do documento: Decisão 230/2000 - Plenário Ementa: Acompanhamento. Programa Nacional de Desestatização. Outorga de concessões

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 007.924/2007-0

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 007.924/2007-0 GRUPO I CLASSE I Plenário TC-007.924/2007-0 (com 1 volume e 2 anexos) Natureza: Pedido de Reexame em Auditoria Recorrente/Unidade: Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. (Eletronorte) SUMÁRIO: PEDIDO

Leia mais

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA

Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: JATIR BATISTA DA CUNHA Assunto: Tomada de Contas Especial Acórdão: Vistos, relatados e discutidos estes autos de Tomada de Contas Especial

Leia mais

RELATÓRIO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 016.760/2013-1

RELATÓRIO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 016.760/2013-1 GRUPO I - CLASSE V - PLENÁRIO TC 016.760/2013-1 Natureza: Auditoria de Conformidade Interessado: Tribunal de Contas da União Unidade: Banco Central do Brasil - Bacen Sumário: AUDITORIA DE CONFORMIDADE

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 41/96 - Plenário - Ata 05/96 Processo nº TC 010.652/95-7 Interessado: Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul - Dr.

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 6/96 - Segunda Câmara - Ata 02/96 Processo nº TC 011.074/94-9 Responsáveis : Francisco das Chagas Alves (Diretor) e Raimundo Ivanildo de Sena Entidade:

Leia mais

Entidade: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - Ibama

Entidade: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - Ibama Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0372-38/00-2 Identidade do documento: Decisão 372/2000 - Segunda Câmara Ementa: Representação formulada por Unidade Técnica do TCU. IBAMA. Possíveis

Leia mais

RELATÓRIO. (*) Pesquisa realizada em 17/6/2013 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 006.368/2013-1

RELATÓRIO. (*) Pesquisa realizada em 17/6/2013 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 006.368/2013-1 GRUPO I CLASSE V PLENÁRIO TC 006.368/2013-1 Natureza: Relatório de Auditoria. Unidades: Governo do Estado do Piauí, Ministério da Integração Nacional e Ministério do Meio Ambiente. Responsável: Dalton

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 021.938/2015-6

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 021.938/2015-6 GRUPO II CLASSE V Segunda Câmara TC 021.938/2015-6. Natureza: Pensão Civil. Órgão: Gerência Executiva do INSS - Joinville/SC. Interessados: Carmem Lucia Schmalz (248.508.709-10); Ceres Maria Burgardt Muller

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Renovação de Licitação

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Renovação de Licitação 15/10/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 4. Conclusão... 8 5. Referências... 8 6. Histórico de alterações... 8 2 1.

Leia mais

Art. 40. (...) 2º. Constituem anexos do edital, dele fazendo parte integrante:

Art. 40. (...) 2º. Constituem anexos do edital, dele fazendo parte integrante: EM LICITAÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS COM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DE MÃO DE OBRA É DEVIDA A INCLUSÃO DE ITEM A TÍTULO DE RESERVA TÉCNICA NA PLANILHA DE ESTIMATIVA DE CUSTOS E FORMAÇÃO

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Assunto: Representação Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação formulada com base no art. 113 da Lei nº 8.666/93 contra possíveis irregularidades em convite.

Leia mais

2 - Autuado como Representação em conformidade com o Despacho de fl. 114 vieram os autos à esta Unidade Técnica para exame.

2 - Autuado como Representação em conformidade com o Despacho de fl. 114 vieram os autos à esta Unidade Técnica para exame. Tribunal de Contas da União Assunto: Representação Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação com fulcro no art. 113, 1º, da Lei nº 8.666/93. Irregularidade em procedimento licitatório

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 008.336/2015-6

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 008.336/2015-6 GRUPO I CLASSE II Plenário TC 008.336/2015-6 Natureza: Solicitação do Congresso Nacional Entidade: Agência Nacional de Telecomunicações Representação legal: Daniel Andrade Fonseca e outros, representando

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Acórdão 64/96 - Plenário - Ata 18/96 Processo nº TC 030.818/91-5 Interessada: Deputada Federal Jandira Feghali. Órgão: Hospital Geral de Bonsucesso - HGB/RJ.

Leia mais

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS;

Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Tribunal de Contas da União Representante do Ministério Público: UBALDO ALVES CALDAS; Assunto: Aposentadoria Colegiado: Primeira Câmara Classe: Classe V Sumário: Aposentadoria. Erro na apuração do tempo

Leia mais