FÉRIAS. no Aruã. Assembleia Motos. aprova nova taxa. Aventuras em duas rodas. Aruã em Revista

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FÉRIAS. no Aruã. Assembleia Motos. aprova nova taxa. Aventuras em duas rodas. www.condominioarua.com.br. Aruã em Revista"

Transcrição

1 Realização Diretoria Walter 100% Aruã Gestão 2010/2012 Ano VI - n 35 FÉRIAS no Aruã Assembleia Motos aprova nova taxa Aventuras em duas rodas Aruã em Revista 1

2 carta ao associado Associação dos Adquirentes de Lotes em Aruã Diretoria Walter 100% Aruã Walter Bolzani Júnior - Diretor Presidente 07 Benedito Marques Bollouk Filho - Vice-Presidente José Eduardo Mashki - Diretor Tesoureiro Mauricio Pereira Pissaro - Diretor Secretário Prezado Associado: A assembleia realizada em fevereiro definiu a nova taxa associativa. É muito importante a participação dos associados nas reuniões para que as decisões atendam a todos os interesses. Todos ganham e a satisfação tende a ser maior. Nesta edição, além das ações da diretoria, retratadas diariamente no site do condomínio, conselhos para economizar a água, bem da natureza que não é renovável, e o que os moradores podem fazer para se prevenir dos efeitos das fortes chuvas de todo verão. Dois moradores, e respectivas esposas, viajaram de moto do Aruã a Buenos Aires, na Argentina. Aqui estão fotos e relatos desta aventura Gerson Miranda - Diretoria Administrativa Moacyr Gois - Diretoria de Manutenção Laércio Civali - Diretoria de Comunicação Luiz Pequeno - Diretoria de Meio Ambiente Marcos Bertoloto - Diretoria de Lazer Ione Gama - Diretoria Social Marcelo Ranieri - Diretoria de Esportes Aruã em Revista é uma publicação com distribuição gratuita para a Associação dos Adquirentes de Lotes em Aruã Informações Administração: e Representante comercial: Pedros dos Santos tel.: Impressão: Gráfica e Editora Mack Paper Ltda Tel.: (11) / Tiragem: exemplares Também nesta edição, como foi o Réveillon no Aruã e a Semana de Recreação realizada em janeiro para a criançada. A Redação Fixado novo valor da taxa associativa 07 Situação real da água em nosso condomínio 09 Passos importantes para consumo e conservação da água 11 Administrando na era da informação 13 Cuidados com o solo e as construções 15 Gatinhos abandonados no Aruã 16 Do Aruã a Buenos Aires: uma aventura sobre duas rodas 21 Natureza e diversão 24 Baile do Hawai 25 Fim de ano no Aruã Produção e Desenvolvimento Em Pauta Tel.: / Jornalistas responsáveis: Fátima Gagliotti (MTb ) e Natália Gagliotti Projeto gráfico e diagramação: Denny Tel.: Capa: Foto Fátima Gagliotti 2 Aruã em Revista Aruã em Revista 3

3 Assembleia geral Fixado novo valor da taxa associativa Moradores que compareceram à assembleia aprovaram as contas da administração Texto: Fátima Gagliotti Fotos: Laércio Civalli Dia 26 de fevereiro, cerca de 150 moradores participaram da Assembleia Geral Ordinária, convocada pelo diretor-presidente da Associação dos Moradores, Walter Bolzani Jr, nas dependências do Galpão de Eventos do Aruã. Foram aprovadas as contas referentes ao período de junho/2009 a julho/2010 da gestão anterior, com 127 votos a favor, 57 contra e duas abstenções. As contas de agosto/2010 a dezembro/2010, gestão atual, também foram aprovadas, com 187 votos favoráveis e 22 abstenções. Taxa única Com uma proposta orçamentária que prevê em torno de R$ 470 mil de despesas mensais, o estabelecimento do valor da taxa de contribuição associativa mensal, para fazer frente às despesas ordinárias e melhorias diversas, provocou muitas dúvidas. Finalmente chegou-se ao consenso de que, em média, lotes pagam em dia as contribuições associativas, com estimativa de 15% de inadimplência mensal. Além do valor da contribuição mensal, tabela de consumo de água e novos membros do Conselho Fiscal foram definidos 4 Aruã em Revista Aruã em Revista 5

4 O novo valor aprovado é de R$ 300,00, taxa associativa ordinária, que não inclui o consumo da água. Houve mudança para a cobrança de lotes unificados. Quem reside em dois lotes contíguos pagará uma só taxa, desde que o projeto de arquitetura esteja de acordo com as normas da Administração do condomínio. Na votação, 145 votos foram a favor da cobrança da nova taxa e 53 foram contra. Tabela Sabesp Seguindo o acordo inicial estabelecido entre a Associação dos Moradores e a Sabesp, e para honrar os investimentos de água, a tabela de consumo proposta pela diretoria foi CONSUMO POR RESIDÊNCIA de 0 a 50m³ = R$ 5,54 /m³ maior de 50m³ = R$ 6,10 /m³ a seguinte: Novamente depois de muito debate, a tabela foi aprovada por 136 votantes, com 25 contra. No entanto, todos estão conscientes de que a tabela Sabesp começa com valores altos Complementação da rede Sabesp: honrando os investimentos na água (já prevista em contrato) e que só o consumo muito racional pode diminuir as contas (leia nesta edição texto sobre a situação da água). Conselho Fiscal Finalmente, foram eleitos os novos membros para o Conselho Fiscal até o fim do mandato de São eles: Alexandre Ripamonti, Carlos Conte e Olavo Silva de Assis. São suplentes: Cássio Costa de Oliveira e Régis Renzi. Elizabeth Neves Cardoso não faz mais parte do Conselho. Também foi ratificado o Regimento Interno para o funcionamento do conjunto da Diretoria e do Conselho Deliberativo, conforme Estatuto Social, Artigo 14, alínea b. Diretoria de Manutenção Situação real da água em nosso condomínio Com a vinda da Sabesp, aumenta a responsabilidade coletiva pelo uso consciente da água, pois agora o consumo será tarifado por escalonamento Por Ronaldo A. Moro, gerente-geral Fotos: Manutenção Para entender melhor este assunto, temos que explicar aos moradores o quanto é difícil captar, tratar e distribuir este que é o produto mais importante para a sobrevivência do ser humano. Temos em nosso condomínio 14 poços, dois reservatórios e duas caixas elevadas. Ao assumirmos a administração, o volume de captação dos poços não ultrapassava os 32m³/hora, mas por causa das pressões das reclamações de falta d água os poços funcionavam 24hs/dia. Após levantamento das informações, e para eliminar as falhas existentes, iniciamos algumas manutenções corretivas / preventivas e criamos rotina de paradas dos poços (visto que tecnicamente um poço deve trabalhar apenas 18hs ao máximo por dia para recuperação de seu nível e curva dinâmica, e não 24hs como vinha ocorrendo, trazendo prejuízos para as bombas e qualidade da água, além do consumo de energia elétrica). Com isto conseguimos uma maior vazão/m³, o que dobrou nossa capacidade de captação, quando conseguimos 70m³/hora. Porém, com a falta de manutenção e previsão de investimento das tubulações, este volume de água não chega ao reservatório de abastecimento das torres 1 e 2. Devido a tubos antigos e obstruídos por sujeiras e elementos químicos da própria água depositados ao longo dos anos. Realizamos a interligação de nossa rede de ferro fundido com a de PEAD (polietileno) com o intuito de aumentar a vazão ao máximo de nossa produção e estabilizar o sistema. Isto melhorou muito as condições de abastecimento, pois o consumo médio de água por pessoa por dia, conhecido por consumo per capita, de uma comunidade é obtido dividindo-se o total de seu consumo de água por dia pelo número de pessoas servidas. O consumo de água depende de vários fatores, sendo complicada a determinação do gasto mais provável por consumidor. No Brasil, costuma-se adotar quotas médias per capita diárias de 120 a 200 litros por pessoa. A interligação da nossa rede de ferro fundido com a de polietileno aumentou a vazão ao máximo Considerando residências com litros em média, precisamos de 1.500m³/dia, e com os trabalhos realizados nos equipamentos e mão-de-obra alcançamos esta demanda para abastecimento do nosso condomínio. Porém, a topografia do condomínio e o uso inconsciente da água favorecem alguns e A topografia do condomínio favorece alguns e prejudica outros prejudicam outros. Como isto acontece? A parte mais baixa do condomínio sempre será favorecida, pois é abastecida com mais facilidade, por isto há necessidade de instalação de válvulas, que fechem o abastecimento de alguns setores, para que os moradores da parte alta possam ser abastecidos também. Por isto sempre solicitamos às pessoas, principalmente às auxiliares do lar, não ligarem as mangueiras para lavar a frente das casas, pois com a água saindo nas torneiras dos hidrômetros, além de prejudicar o abastecimento da própria casa, prejudica quem mora na parte alta. Aqui há uma expressão bem conhecida por todos: não tem pressão, e não sobe água em minha caixa. Por esses e outros fatores, o sistema não se estabelece e sempre temos reclamações. E o preço pago por todos é muito alto, tanto pelo social como pelo operacional, pois os custos de manutenção, análise, limpeza e outorga destes poços são relativamente altos. Mesmo com a chegada do sistema Sabesp, resolvendo nossa situação de falta de água, algumas pessoas continuam a usá-la sem consciência, desperdiçando incondicionalmente e jogando-a pelo ralo. No entanto, com a Sabesp também veio o fator cobrança. Agora iremos verificar que muitos, principalmente os moradores que não têm consciência do uso da água, é que começam a reclamar do seu valor. E à proporção que utilizamos mais água, a concessionária cobrará mais caro ainda, pois o consumo é tarifado por escalonamento. Quanto mais se usa, mais se paga. Temos ainda dentro destes custos, vazamentos, ligações clandestinas e hidrômetros adulterados. E ainda temos de manter 6 Aruã em Revista Aruã em Revista 7

5 Passos importantes para consumo e conservação da água Para que o abastecimento seja feito da melhor forma possível, a equipe de manutenção instalou tubos PEAD (polietileno) no reservatório 01 os poços de stand-by, pois na ausência da água Sabesp, temos que abastecer a todos. Desta reserva de água dos poços, também teremos que pagar, pois a partir de 2010 começou a cobrança pelo uso dos recursos hídricos. Como temos poços, seremos cobrados pelo uso da água que extraímos do recurso hídrico natural, além das análises mensais e das devidas manutenções que temos que fazer mesmo com os poços parados. Vale lembrar que, independentemente de utilizarmos água Sabesp, não podemos parar a utilização dos poços, por dois motivos simples: para não perdermos esta produção de água quando houver falta da Sabesp, e com o poço parado corremos o risco de perdê-lo por degradação de seus componentes, sem falar do custo para desativação. Diante do explicado, temos que ter em mente que o uso consciente não é apenas pensando no custo que gera para extrair, tratar e levar a água até o consumidor final, e o quanto isto vai pesar em nosso bolso. Mas é saber que o mau uso desta água vai fazer falta para futuras gerações. Podemos não estar agindo corretamente agora, mas se iniciamos mudanças, garantiremos um novo amanhã. Com a vinda da Sabesp, veio o fator cobrança. Quanto mais se usa, mais se paga. 1. Primeiro Passo: Economizar Avalie seus hábitos de gasto de água. Grande parte da água escorre pelo ralo, porque sempre pensamos na água como um produto farto e barato. O banheiro consome cerca de 75% de toda a água que usamos. 2. Segundo Passo: Repare vazamentos Um vazamento de apenas uma gota por segundo gasta cerca de galões de água por ano. 3. Terceiro Passo: Instale dispositivos que economizam água Existem dispositivos que podem ser comprados e instalados, que reduzem facilmente o consumo de água: controladores de fluxo de água com aeradores nas torneiras e nos chuveiros, vasos sanitários com mecanismos econômicos de descarga. Investindo um pouco mais de dinheiro, tempo e trabalho pode-se garantir grandes avanços na conservação da água. 4. Quarto Passo: Reutilize a água Grande parte da água escorre pelo ralo porque sempre pensamos na água como um produto farto e barato A água não usada ou levemente usada pode ser facilmente empregada com outros propósitos, mesmo sem tratamento ou filtração. Faça o máximo que puder com a água, antes de deixá-la escorrer pelo ralo. Como Conservar Água no Dia a Dia? No banheiro: Barreiras ou reservatórios contendo rochas: esses dispositivos reduzem a quantidade de água que flui pelo vaso sanitário em até 25%, sem afetar sua capacidade de limpeza. Chuveiros de b a i x o fluxo: reduzem a quantidade de água que flui através do chuveiro em até 50%, mas aumenta sua velocidade de forma que a sensação do banho é a mesma. Esses dispositivos ajudam a economizar água quente também. Controladores de fluxo com aerador: reduzem a quantidade de água nas torneiras em até 50%, mas adiciona bolhas de ar, de forma que o fluxo parece o mesmo. O uso de água fora da casa: Instale um dispositivo de aspersão na extremidade da mangueira, que permite o ajuste do fluxo de água e impede a água de drenar continuamente nos curtos momentos em que a mangueira é deixada de lado, sem se desligar a torneira. Lave o terreno apenas quando necessário. A quantidade de água necessária pode chegar àquela usada para abastecer a casa por uma semana inteira! Não se reco- 8 Aruã em Revista Aruã em Revista 9

6 menda a lavagem em um esquema fixo de tantas vezes por semana ou mês. No interior da casa, recomenda-se: Tome banhos curtos. Um banho de quatro minutos gasta cerca 8 galões de água, ao passo que banhos mais longos chegam a gastar de 50 a 60 galões. Evite acionar desnecessariamente a descarga do vaso sanitário. Nunca jogue pontas de cigarro ou papel no vaso sanitário. Feche a torneira enquanto estiver se barbeando, escovando os dentes ou ensaboando a louça. Evite deixar o chuveiro aberto enquanto estiver se ensaboando ou seus cabelos. A maioria das pessoas sai do jato de água enquanto faz isso. Fora da casa, tente isso: Use adubo em árvores e outras plantas em seu jardim. Isso reduz de maneira importante a quantidade de água perdida por meio da evaporação e diminui a necessidade de se regar freqüentemente as plantas. Considere a utilização de um sistema de irrigação para o jardim. Esse tipo de sistema fornece água apenas às raízes das plantas. Além de economizar água, reduz a quantidade de ervas daninhas. Evite aguar demais o solo e a grama. Durante o verão, o solo e a grama podem tornar-se amarronzados, o que não significa que morreram. Estão apenas dormentes e renascerão quando as chuvas voltarem. Utilize a água das calhas de chuva para aguar o jardim. Fonte: Diretoria de Manutenção Administrando na era da informação Por Fátima Gagliotti Fotos: arquivo manutenção Desde agosto, não há descanso para a equipe de manutenção da nova diretoria. Adotando de vez os recursos proporcionados pela informática, a diretoria optou por fotografar e publicar no site do condomínio todas as ações feitas. Assim, qualquer morador tem à disposição, em tempo real, as informações mais importantes para a sua vida no condomínio. A seguir, enfatizamos algumas destas obras. O relatório detalhado está à disposição em com.br A diretoria da Associação dos Moradores de Aruá está realizando uma série de atividades para dar continuidade à manutenção e conservação do condomínio. Segundo Walter Bolzani Jr, diretor-presidente, é muito trabalho sendo feito para tirar o atraso de anos e para dar ao Aruã um status de condomínio que prioriza a qualidade de vida. E todo o esforço tem sido documentado. Os resultados dos esforços vêm na forma de melhorias e valorização do residencial. Os serviços de manutenção do condomínio visam, principalmente, cuidar do meio ambiente -- com cuidados no lago, onde continuam os serviços de canalização e desassoreamento --, das áreas verdes e das ruas, com a construção de lombadas e reparos dos buracos. As fortes chuvas deste verão também têm castigado o condomínio, e aumentado os trabalhos, mas muitos danos têm sido evitados. A equipe de manutenção abriu valas para desvio de águas pluviais nas quadras 44, 10, 18, 88, 16 e na principal, e construiu uma escada hidráulica na quadra 18 e uma caixa pluvial nas quadras 44 e 10. A diretoria de Manutenção também serviu de mediador de vizinhos em questão envolvendo erosão e drenagem na quadra 26. No entanto, a manutenção teve de atuar em obra por queda Tudo documentado: desassoreamento do lago, cuidados com as áreas verdes e novas valas para desvio de águas pluviais de muro de vizinho, conseqüência de forte chuva. (Leia também nesta edição texto sobre cuidados com a chuva.) Sobre o abastecimento de água, mesmo com a chegada da Sabesp continuam os serviços de limpeza e manutenção nos reservatórios. Foi realizado serviço de interligação da rede de ferro fundido com a rede de PEAD Sabesp. Segundo apurou a equipe de manutenção, a situação de nossa 10 Aruã em Revista Aruã em Revista 11

7 Equipe de manutenção constatou que a situação de nossa rede de ferro fundido (linha reta) pode estar pior também em outros pontos rede de ferro fundido (linha reta) pode estar pior em outros pontos. Por causa de rompimento, comprometendo o abastecimento de água por mais de 10 dias, foi substituída tubulação, construída caixa de passagem de válvulas e reinstalada válvula de retenção, melhorando o fluxo na parte alta do condomínio. Melhorias também foram feitas nas áreas da pista de cooper (pintura e iluminação), e no clube, com a instalação de novos brinquedos e início do projeto de cobertura da quadra poliesportiva CHUVAS Cuidados com o solo e as construções Por Engª Ieda Corrêa de Andrade Fotos: arquivo Manutenção A abertura de valas para fluxo de água diminui o impacto das fortes chuvas Devido ao período de chuvas torrenciais, o deslizamento de materiais sólidos, como vegetação, rochas, solos e/ou edificações, temse tornado um constante desastre para a população. Com uma frequência alarmante, os deslizamentos de terra são responsáveis por inúmeras vítimas fatais e grandes prejuízos materiais. Principais causas dos deslizamentos de terra a) As águas não direcionadas infiltram-se no solo desmatado desestabilizando o barranco de corte e/ou aterro. b) Corte excessivamente inclinado do terreno. Sinais que indicam risco iminente: Aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas, inclinação de árvores e postes, surgimento de minas d água (comunicar imediatamente a Defesa Civil pelo telefone ). Como forma preventiva, novos procedimentos e recomendações estão sendo adotados no Loteamento Aruã/Ecopark Lagos: 1. As construções e terrenos com terraplanagem deverão executar muro de divisa do lote, prever arrimo, impermeabilização e drenagem. 2. Direcionar e canalizar as águas pluviais, servidas e/ou tratadas, até a caixa de captação mais próxima do loteamento. O(s) Associado(s) obriga(m)-se a permitir a passagem das canalizações em seus lotes, em uma faixa de 1,50 m de suas divisas laterais e fundos. 3. Manter os taludes de corte e aterro, valetas para infiltração de águas pluviais, bem como locais erosíveis com cobertura vegetal (grama), de forma a impedir a erosão. 4. Obras paralisadas a mais de 90 dias deverão ser fechadas com tapumes; se a obra não for iniciada em 90 dias o barracão deverá ser demolido. 5. Calçadas e valetas (rebaixo de escoamento e infiltração das águas pluviais) devem ser permeáveis, pavimentar apenas o acesso para auto e pedestre ou 50 % do recuo frontal do lote. 6. Materiais de construção, c a ç a m b a s, equipamentos e outros, devem ser descarregados dentro dos limites do lote (após o recuo o b r i g a t ó r i o frontal de 6,00 m). 7. Barracão e banheiro provisórios devem ser executados nos fundos do lote ou após o recuo frontal de 6,00 m para evitar obstrução do passeio e valeta provocando o assoreamento dos lagos. As inundações repentinas estão relacionadas com a redução da infiltração natural das águas no solo 12 Aruã em Revista Aruã em Revista 13

8 8. Manter os lotes limpos, não jogar lixo e entulho nas vias do loteamento, em lotes vazios ou na reserva, não amontoá-los em locais inclinados. Fixar em frente ao lote suporte para lixo, pois em dias de chuva, os sacos de lixo direcionam-se para as bocas-de-lobo entupindo as tubulações. 9. Evitar o desmatamento desnecessário. 10. Colocar lonas plásticas sobre os serviços de terraplanagem executados nos lotes. 11. Não plantar nas encostas: bananeiras, mamão, jambo, jaca, coco e árvores grandes, porque acumulam água no solo e provocam a queda de barreira. 12. Plantar: Perto das residências: goiaba, pitanga, carambola, laranja, limão, pinha, acerola, urucum, jasmim, rosa, pata de vaca, hortelã, capim cidreira, boldo, pata de vaca. Para evitar as inundações das vias do condomínio todos nós podemos colaborar: Nas encostas: capim: braquiária, gordura de burro, sândalo, gengibre, germuda, chorão, pé de galinha, forquilha, batatais. DICAS IMPORTANTES As inundações repentinas que vêm ocorrendo com frequência nos condomínios estão relacionadas com a redução da infiltração natural das águas nos solos. O fenômeno, ou desastre melhor seria dizer, é provocado pela: MUROS DE ARRIMO: cuidados Ao construir muros de divisa, direcione corretamente as águas pluviais que incidem sobre a base do mesmo com tubos de drenagem, canaletas impermeabilizadas, etc. É importante contratar serviços de um profissional da área de engenharia para projetar e acompanhar a execução do muro de contenção. a) compactação e impermeabilização do solo b) pavimentação de passeio (calçadas) e valetas reduzindo a superfície de infiltração c) concentração do escoamento das águas d) assoreamento dos lagos e) acumulação de detritos em galerias pluviais, canais de drenagem e curso d água provocado pelos restos de materiais provenientes das obras. Não encoste a casa em nenhum talude, seja de corte e ou aterro, não encoste a casa em nenhum muro de arrimo, não apóie viga e lajes nestes muros. Os muros de contenção não podem ser paredes de casa. Ao construir sapatas, pilares, vigas e lajes, procures sempre vibrar o concreto no momento da concretagem. Ajuda para o Rio de Janeiro solidariedade Gatinhos abandonados no Aruã Texto e fotos Sandra Vuequer O abandono ainda é o meio que algumas pessoas encontram para se livrar dos animais de estimação. Alguns destes animais, felizmente, encontram carinho e solidariedade Nascemos dia 24 de janeiro e infelizmente nossa mamãe escolheu o lugar errado. O dono da casa em que nascemos, mal informado, nos viu como um problema. Apesar de ter sido orientado, ele escolheu deixar-nos em uma caixa no meio da rua. Estávamos com apenas um dia de vida e fomos retirados violentamente de nossa mamãe. Uma senhora nos adotou com carinho enquanto nossa mamãe nos observava com desespero, sem ter para onde nos levar. Foi o último dia que a vimos. Desde então estamos nesse lar provisório. Já abrimos nossos olhinhos para o mundo mas ainda temos muitos desafios por vencer. Sem o leite e o cuidado de nossa mamãe fica muito difícil. Nossa mamãe do coração cuida de nós com muita dedicação e coragem. Sabemos também que muitas pessoas torcem por nós. Estamos bem mas se estivéssemos com nossa mamãe gata nossa vida estaria com menos risco e ela não estaria sofrendo com nossa ausência. Mãezinha, se pudéssemos te avisar, diríamos que estamos sendo bem tratados e pediríamos que não sofra. Nota do dia 10 de fevereiro: infelizmente 3 dos 4 filhotes não sobreviveram sem o crescimento ao lado de sua mãe biológica, apesar de todo carinho e dedicação da Sandra. Esperamos que essa história não se repita. 1. Não jogue lixo, entulhos, sedimentos, restos de obras em lotes vazios, nas ruas e áreas de reserva 2. Não jogue sedimentos, materiais, entulhos, restos de obras ou qualquer outra coisa, que impeçam os cursos d água, provocando transbordamentos; 3. Não jogue lixo nas caixas de captação de água e bocas-de-lobo para não obstruir o escoamento d água. 4. Limpe as calhas e canaletas de águas para evitar entupimentos; 5. Captar as águas pluviais provenientes dos telhados e lajes, conduzindo-as por tubulações, até a rua situada em nível inferior; 6. Não jogue águas pluviais na rede de esgoto; 7. Verificar periodicamente se existem vazamentos nas tubulações de esgoto e fossas. Na primeira quinzena de fevereiro, a Diretoria da Associação dos Moradores convocou os moradores para que ajudassem as populações que foram prejudicadas com as fortes tempestades que assolaram a região serrana do Rio de Janeiro, especialmente as cidades de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo. Foram arrecadados três caminhões com alimentos, água, material de limpeza, roupas, produtos de higiene e brinquedos. A Diretoria agradece os moradores que contribuíram com este belo gesto de solidariedade. 14 Aruã em Revista Aruã em Revista 15

9 viagem Texto: Natália Gagliotti Fotos: Arquivo pessoal Aventuras e motocicletas sempre fazem grandes parcerias. Foi com este pensamento que os três amigos Guilherme Landolfi, Moacyr Braz e Arini de Almeida (Ari), moradores do Condomínio Aruã, planejaram viajar de moto até Buenos Aires, Argentina. Depois do planejamento e de tudo organizado, quando os batimentos cardíacos já estavam no compasso dos motores aquecidos, infelizmente houve um imprevisto. Ari, um dos componentes do grupo, teve que adiar seus planos, mas a viagem continuou para os outros dois aventureiros. O funcionário público Guilherme estava com uma moto modelo BMW R1150R, e o dentista Moacyr, com uma Ducati Monster 695. Do Aruã a Buenos Aires: uma aventura sobre duas rodas Porto Madero, saída de Buenos Aires com destino a Mogi (em frente ao hotel) No dia 27 de outubro de 2010, às 5 horas, deu-se início a aventura. A viagem teve duração de 4 dias, e a primeira parada foi em Mafra (SC) e em seguida em Porto Alegre (RS), onde Rosana (esposa do Guilherme) se juntou a eles, e por sorte, pegou um dos trechos mais bonitos da viagem, a Reserva do Taim. São 16 km de pura beleza, conta Rosana. Neste local podem ser avistados jacarés, capivaras, ratões-do-banhado e inúmeras aves que fazem dali um repouso de suas rotas migratórias. A última parada no Brasil foi na cidade de Chuí (RS). Posso garantir que ali é literalmente o final do nosso país, afirma Guilherme, referindo-se às condições precárias da cidade. E foi atravessando o Uruguai que enfrentaram o momento mais tenso da viagem. Praticamente cruzaram o país com fortes rajadas de vento e uma chuva intensa, o que, por muitas vezes, os obrigou a inclinar a moto contra o vento lateral. Um dos momentos que eu me assustei foi quando a moto do Guilherme foi jogada de lado pelo vento, comentou Moacyr. Mas isso não impediu que a alegria estivesse sempre presente. Durante a viagem acabaram levando o amigo Ari, em homenagem ao amigo ausente. Guilherme e Moacyr pintaram um rosto em uma bexiga que foi batizada carinhosamente de Ari, que foi carregada durante a viagem inteira, além de estar sempre presente na maioria das fotos. Zoo Lujan Conforme recomendações dos argentinos, os aventureiros deixaram as motos de lado e seguiram até o Zoo Lujan de metrô e ônibus. Chegando à estação eles contam que ficaram boquiabertos com as condições precárias dos trens. Embarcamos em um metrô todo de madeira, parecia trem de filmes antigos, achamos que o Jesse James poderia saquear o trem, fantasmas poderiam assombrar o vagão ou que tudo não se passava de uma refilmagem do filme O Assalto ao trem pagador, brinca Guilherme. Fora que as estações não tinham nome, precisávamos descer na estação Carabobo, e foram os argentinos que nos ajudaram na identificação, complementa. 16 Aruã em Revista Aruã em Revista 17

10 No Zoo Lujan ficaram encantados com os animais. Quem vai a um zoológico fica imaginando qual seria a sensação de passar a mão na cabeça de um tigre ou de um leão, quem sabe até alimentar um leão-marinho, há quem sonhe em deitar do lado de um tigre ou passear no lombo de um elefante ou de um dromedário, e por incrível que pareça, para quem sonha com estes contatos mais diretos com os animais selvagens, isso é possível no Zoo Lujan!, comenta Guilherme. Guilherme conta que quando estava fazendo o passeio de dromedário, o tratador do animal perguntou se Pelé tinha sido melhor jogador do que Maradona. Imagina você em cima de um dromedário e tratador argentino... você falaria que era o Pelé?, brinca o aventureiro e afirma que procurou sair pela tangente até descer do animal. Durante o caminho eles puderam apreciar vários pontos famosos do Brasil, entre eles: o Portal da Serra da Graciosa (PR) Na jaula dos tigres adultos, Rosana foi mais corajosa, entrou primeiro. Quando Guilherme entrou e foi orientado a agradar somente o dorso do tigre, pensou que até o momento estava tranquilo, mas percebeu que atrás havia uma leoa, além de cinco tigres, e a única arma que o tratador carregava em suas mãos era uma mamadeira. Naquele momento, pensou: o que eu estou fazendo aqui!?. Conceição se deslumbrou na jaula dos filhotes de tigres. Um deles, por sinal, simpatizou-se com ela. Durante a brincadeira os filhotes até pareciam gatinhos inofensivos, conta a esposa de Moacyr. Um fato interessante: um cão é deixado nas jaulas dos animais com idade de aproximadamente um ano e seis meses, o que serve para ajudar no adestramento dos animais, a fim de torná-los mais dóceis. El Caminito e La Bombonera Guilherme e Rosana foram visitar o bairro El Caminito, onde está localizado o La Bombonera (Estádio do Club Atlético Boca Juniors). Desta vez, Moacyr e Conceição resolveram descansar. O casal pegou a moto e seguiu seu destino. O trânsito em Buenos Aires é complicado, diz Guilherme, explicando que lá não existe a preferência, sempre a preferência é dos dois. No Uruguai os motociclistas visitaram alguns pontos turísticos que cabe ressaltar aqui para quem quiser fazer esta viagem: Fortaleza de Santa Teresa localizada na cidade de Castillos, no Uruguai. Foi construída em 1762 por portugueses e brasileiros que ocuparam a região do Chuí. Atualmente a fortaleza está dentro do Parque Nacional de Santa Teresa. Punta del Diablo é um povoado de pescadores uruguaios situado ao lado do Parque Nacional de Santa Teresa, no Departamento de Rocha, localizado a 298 km da capital do país, Montevidéu. No verão transforma-se em um dos principais balneários do país, recebendo grande número de turistas argentinos, brasileiros e europeus. Cabo Polonio é um balneário uruguaio localizado também no Departamento de Rocha. Próximo a sua costa localizam-se três pequenas ilhas que servem de morada para lobos marinhos, são elas: La Rosa, La Encantada e El Islote. O balneário possui uma paisagem singular, com enormes dunas. O passeio de caminhão é imperdível. Punta del Este localizada no Departamento de Maldonado. Está entre os dez Guilherme e Moacyr em Punta del Este, no Uruguai. Ao fundo o cartão-postal da cidade, é a obra do escultor chileno Mario Irarrazabal: La Mano. São dedos saindo da areia cujo significado é a presença do homem surgindo na natureza Ambos conseguiram chegar sem nenhum problema de percurso. Chegando ao estádio do Boca Juniors, o casal pediu informações a um policial sobre onde poderiam estacionar a moto. De pronto ele disse para estacionar em cima da calçada. Até achei que ele estava brincando. Em Buenos Aires as motos não são estacionadas na via pública, mas em cima da calçada. Ele estacionou bem na frente da bilheteria balneários de luxo mais famosos do mundo e é um dos mais charmosos da América Latina, oferecendo tanto praias oceânicas (Oceano Atlântico) quanto de rio (Rio da Prata). Colonia del Sacramento é uma antiga cidade portuguesa do século XVII, visitada anualmente por milhares de turistas que ficam encantados por sua conservada riqueza arquitetônica. Foi tombada pelo Patrimônio Histórico da Humanidade e as suas principais atrações são o bairro histórico, sua bela Orla, o Porto, o real de San Carlos, (antiga praça de touros), o Cassino e principalmente as ruas e seus moradores alegres. De Colonia del Sacramento para a Argentina (Buenos Aires) a travessia é feita pelo ferry boat (um tipo de balsa). É recomendável fazer a reserva com antecedência. Após esse percurso, enfim eles puderam chegar à Cidade do Tango, um dos lugares mais românticos do mundo. Lugar onde Moacyr se encontrou com a esposa Conceição, e que agora também fazia parte desta aventura. Os casais ficaram quatro dias em Buenos Aires onde fizeram grandes amizades com nossos hermanos portenhos e inúmeros passeios: do estádio e logo um policial os abordou, quando disseram que tinham vindo do Brasil, e de moto, o policial abriu um sorriso e começou a elogiá-los. Enquanto Guilherme entrou no Museo Boquense, sua esposa, que ficou esperando do lado de fora, pôde perceber que o policial estava fazendo a maior propaganda da viagem a todos que ali passavam e olhavam a moto, além disso, antes de partirem o policial solicitou uma foto com os dois, de recordação. Via Via Café Próximo ao hotel em que ficaram hospedados em Porto Madero, os viajantes puderam conhecer um ótimo restaurante, o Via Via Café, onde acabaram fazendo amizade com os funcionários. Todas as noites os dois casais já tinham endereço certo para a hora do jantar. Jéssica, a garçonete, sempre atenciosa e paciente dava as melhores sugestões do cardápio. Em uma das noites, contam que o amigo Ari os acompanhou. Imaginem um restaurante lotado em que, em uma das mesas, havia uma bexiga jantando. A nossa mesa virou o centro das atrações, ou melhor, o Ari!, recorda Moacyr. Rosana com um filhote de leão de 40 dias Nesta mesma noite a garçonete Jéssica sugeriu um prato com espinaca. Você não faz ideia o que é um prato com pollo e espinaca, que delícia!, afirma Guilherme. Pollo é frango, mas chegar à conclusão sobre o que era a tal da espinaca foi difícil. Foi aí que uma luz iluminou a minha mente Restaurante Via Via Café em Buenos Aires Os três amigos inseparáveis: Moacyr, Guilherme e Ari (representado pelo balão), em Punta del Este, Uruguai fértil e perguntei a Jéssica se espinaca é o que o marinheiro Popeye come, ela sorriu e disse que sim. Guilherme, sempre com o senso de humor apuradíssimo, ainda conta que diante da situação não pôde perder a oportunidade de cantar, junto com o amigo Ari, a musiquinha do Popeye. Informações da viagem Foram percorridos km Cerca de 283 litros de gasolina foram gastos Documentos exigidos: CNH, RG com emissão menor que 10 anos e/ ou passaporte, documento do veículo em nome do condutor ou autorização da financeira (se o veículo for alienado) e o Seguro Internacional (Carta Verde) Agora é só se programar, fazer as malas, abastecer sua moto e boa viagem! 18 Aruã em Revista Aruã em Revista 19

11 EVENTOS Natureza e Diversão Durante uma semana, as crianças aprenderam que há muitas formas de se divertir no Aruã Texto e fotos: Fátima Gagliotti Guilherme, Rosana, Conceição e Moacyr no recinto dos elefantes - Zoo Lujan As esposas resolveram voltar mais cedo ao Brasil e fizeram o retorno de avião. Os aventureiros pegaram suas fiéis escudeiras, as motos, e seguiram para o Chuí. Com céu ainda claro os dois amigos resolveram esticar um pouco mais até a cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul. Acontece que neste trecho existem poucos postos de combustível, e eles passaram por um que aparentemente não estava funcionando, mas seguiram sem preocupações. No entanto, quando anoiteceu, o medo de alguma capivara atravessar a pista começou a tomar conta, por causa da pouca visibilidade. O que poderia ficar pior?, pensaram. Mas claro que sempre pode ficar pior, então o temporal começou a castigá-los, acompanhado do clarão dos relâmpagos que cortavam o céu. Logo à frente passaram por um congestionamento devido a um acidente que envolveu dois caminhões. Seguiram devagar e conseguiram passar pelo acidente. Quando tudo estava aparentemente resolvido, eles puderam seguir felizes, conta Moacyr. Porém, pouco tempo depois, a luz que indica a reserva de combustível da moto do Moacyr acendeu e os dois sabiam que não havia mais nenhum posto até Rio Grande. Por sorte, conseguiram chegar até a cidade sem nenhum problema. Chegamos em Rio Grande com as graças da Nossa Senhora do Tanque Cheio!, brinca Guilherme. Guilherme na jaula dos tigres adultos - Zoo Lujan O regresso foi feito em três dias, chegando ao condomínio no dia 6 de novembro de Resolvemos fazer a viagem para Buenos Aires no intuito de conhecer o país vizinho e sua cultura. Optamos em ir de moto para termos um contato maior com as pessoas e a natureza, além de atender nossa paixão pelas duas rodas. Garantimos que a viagem foi maravilhosa!, finalizam os dois amigos e aventureiros. Guilherme e Moacyr afirmam que há cerca de 10 anos tiveram a ideia de montar um Moacyr e Conceição na jaula dos tigres de 6 meses - Zoo Lujan Moto Clube no Aruã, e que houve um único passeio até Guararema. O grupo não teve muita procura pelos moradores, talvez por falta de divulgação, porém, hoje eles mantêm um grupo há 8 anos, chamado Vale dos Lobos Moto Clube. Trata-se de um grupo de amigos que combinam e viajam juntos. O grupo funciona com uma boa comunicação boca a boca, e que dá muito certo!, pois já foram para vários lugares lindos, como Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná... Os participantes são diversos, e qualquer modelo de moto acima de 250cc é muito bem-vindo. Gostaríamos de aproveitar esta oportunidade que tivemos de contar nossa viagem, por meio da Revista Aruã, para tentar integrar todos os motociclistas do condomínio, e assim montarmos juntos grupos de passeios curtos e grandes viagens, com calendários e planejamentos específicos, finaliza Guilherme. Serviço Entre em contato você também e faça parte desta e de outras aventuras, junto aos seus amigos e vizinhos de condomínio. Além disso, eles estão propondo, como ideia de integração entre os interessados, um encontro aos domingos, no estacionamento do Boulevard, às 8 horas, para quem tiver moto e vontade de dar passeios curtos. Lá poderão bater um papo, trocar ideias sobre o assunto, além de definirem o programa do domingo. Guilherme Moacyr Em janeiro, a diversão tomou conta da criançada do Aruã. Durante uma semana, de 24 a 29 de janeiro, a diretora de Eventos da Associação dos Moradores, Ione Gama, organizou algumas atividades para que as crianças, com idades que variavam de 3 a 14 anos, pudessem aproveitar um pouco mais toda a natureza, além das quadras e galpão de eventos -- onde foram realizadas as atividades -- que o condomínio oferece. Brigadeiro de colher, corrida de sacos, leitura de gibis, jogos de carta, stop, peteca, além de muitas brincadeiras esportivas (taco, queimada e rebatida), fizeram parte do cardápio. As crianças também plantaram no terreno acima do galpão da chácara mudas de árvores típicas da Mata Atlântica, como ipê, pau-brasil, pitangueira. As mudas foram trazidas pelo diretor de Meio Ambiente Luiz Pequeno. Segundo ele, há no condomínio 4 mil mudas de árvores nativas da região, que fazem parte de um projeto de plantio em todo o condomínio. Meu sonho, diz Pequeno, era plantar uma árvore na frente de cada casa do Aruã. Mesmo que pareça apenas um sonho, Pequeno avisa: quem quiser solicitar mudas, é só entrar em contato com a administração do condomínio. Diversificação: as crianças fizeram brigadeiro de colher, tiveram contato com a natureza e um tempinho só para ler gibis Aruã em Revista Aruã em Revista 21

12 Muito esporte, como taco, rebatida e queimada. E pausa para o sorvete... Colaboradores As crianças também ouviram histórias, contadas pelas professoras Cíntia e Suzana, do Pueri Domus. O brigadeiro ficou por conta de Vitória Gama, e as atividades físicas contaram com o apoio do prof. de Educação Física Walker e Paulo Gama, membro da Diretoria de Esportes. No último dia da recreação, as crianças participaram de uma divertida caça ao tesouro, organizado pela jornalista Natália Gagliotti e pela estudante Mariana Gagliotti. À noite, uma balada no galpão de eventos fechou a semana da criançada. 22 Aruã em Revista Aruã em Revista 23

13 EVENTOS Baile do Hawai Encerramento do Campeonato de Futebol Infanto-Juvenil foi comemorado com uma balada EVENTOS Fim de ano no Aruã Fotos: Laércio Civali O morador que optou por passar o reveillon no Aruã não se arrependeu. A festa de fim de ano teve fogos, ceia e muita música. Além dos fogos, soltos próximos à área dos lagos para festejar a passagem do ano, uma banda animou a festa na chácara, preparada para receber em torno de 800 convidados, além de um bufê com a tradicional ceia. Para comemorar o encerramento do III Campeonato de Futebol Infanto-Juvenil foi realizada uma Festa do Hawai, dia 10 de dezembro, no galpão da chácara. O evento contou com a participação dos atletas e seus convidados, DJ e muita animação. Lá ocorreu a entrega das premiações. (FG) Organizado pela Diretoria de Esportes, o baile premiou os atletas do futebol infantojuvenil 24 Aruã em Revista Aruã em Revista 25

14 26 Aruã em Revista Aruã em Revista 27

15 28 Aruã em Revista Aruã em Revista 29

16 30 Aruã em Revista Aruã em Revista 31

17 32 Aruã em Revista

RELATÓRIO (outubro à dezembro)

RELATÓRIO (outubro à dezembro) RELATÓRIO (outubro à dezembro) Dando continuidade aos serviços de manutenção e conservação do condomínio, observa-se o proveito dos resultados dos esforços de toda a equipe de colaboradores, através da

Leia mais

18APOSTILA SEGURANÇA DAS MÃOS E CONSUMO CONSCIENTE DA ÁGUA

18APOSTILA SEGURANÇA DAS MÃOS E CONSUMO CONSCIENTE DA ÁGUA 18APOSTILA SEGURANÇA DAS MÃOS E CONSUMO CONSCIENTE DA ÁGUA Caros Colegas, Em Abril faremos mais uma prova da Olimpíadas de Segurança. Divulgaremos mais uma apostila das Olimpíadas da Segurança, a de número

Leia mais

Nossa Terra. Episódio 5 Erosão

Nossa Terra. Episódio 5 Erosão Nossa Terra Episódio 5 Erosão Resumo A Série Nossa Terra é composta por sete documentários de 15 minutos cada um, em que a Geologia é explorada de forma dinâmica por meio de questionamentos, experimentos,

Leia mais

8- O que você poderia fazer para contribuir com a preservação desse recurso (água)?

8- O que você poderia fazer para contribuir com a preservação desse recurso (água)? Resultado da Enquete Resposta aberta 8- O que você poderia fazer para contribuir com a preservação desse recurso (água)? Reduzir o tempo do banho. Reaproveitar mais a água que utilizo em casa, evitar desperdícios,

Leia mais

RELATÓRIO DE MANUTENÇÃO JULHO Á SETEMBRO 2011

RELATÓRIO DE MANUTENÇÃO JULHO Á SETEMBRO 2011 RELATÓRIO DE MANUTENÇÃO JULHO Á SETEMBRO 2011 Preparação de aterro para colocação de tubos (erosão do lago) Limpeza de asfalto devido materiais de obras Corte de barranco e preparação de piso para acesso

Leia mais

RELATÓRIO DE MANUTENÇÃO JANEIRO Á MARÇO 2011

RELATÓRIO DE MANUTENÇÃO JANEIRO Á MARÇO 2011 RELATÓRIO DE MANUTENÇÃO JANEIRO Á MARÇO 2011 Situação de caixa de águas pluviais Desobstrução da vala Limpeza da caixa Situação das valetas de águas pluviais 1 Corte, Limpeza e desobstrução das valas Corte

Leia mais

PROGRAMA VIVA O MORRO. uma nova forma para ocupar, construir, administrar e viver nos morros

PROGRAMA VIVA O MORRO. uma nova forma para ocupar, construir, administrar e viver nos morros GUIA DE OCUPAÇÃO DOS MORROS Região Metropolitana do Recife PROGRAMA VIVA O MORRO PROGRAMA VIVA O MORRO uma nova forma para ocupar, construir, administrar e viver nos morros Morar no morro pode ser agradável

Leia mais

SANEAMENTO BÁSICO Água Esgoto

SANEAMENTO BÁSICO Água Esgoto SANEAMENTO BÁSICO Água Esgoto Direitos e Deveres do Usuário Publicado e distribuído pela: Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro - RJ 2014 MENSAGEM

Leia mais

RELATÓRIO DE MANUTENÇÃO OUTUBRO Á DEZEMBRO. Fechamento e Termino da churrasqueira da Bocha. Colocação de rachão no canal de água

RELATÓRIO DE MANUTENÇÃO OUTUBRO Á DEZEMBRO. Fechamento e Termino da churrasqueira da Bocha. Colocação de rachão no canal de água RELATÓRIO DE MANUTENÇÃO OUTUBRO Á DEZEMBRO Fechamento e Termino da churrasqueira da Bocha Colocação de rachão no canal de água Captura de espécie da fauna Plantação de mudas 1 Reparo no muro do condomínio

Leia mais

Limpando a Caixa D'água

Limpando a Caixa D'água Limpando a Caixa D'água É muito importante que se faça a limpeza no mínimo 2 (duas) vezes ao ano. Caixas mal fechadas/tampadas permitem a entrada de pequenos animais e insetos que propiciam sua contaminação.

Leia mais

DRENAGEM URBANA SUSTENTÁVEL

DRENAGEM URBANA SUSTENTÁVEL Fabiana Y. Kobayashi 3695130 Flávio H. M. Faggion 4912391 Lara M. Del Bosco 4913019 Maria Letícia B. Chirinéa 4912241 Marília Fernandes 4912683 DRENAGEM URBANA SUSTENTÁVEL escola politécnica - USP Novembro

Leia mais

MANUAL DO CONSTRUTOR

MANUAL DO CONSTRUTOR 1. SOLICITAÇÕES PARA INÍCIO DA OBRA 01 jogo do projeto de arquitetura aprovado; Autorização para Construção emitida pela Associação Jardins Ibiza. 2. IMPLANTAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA 2.1 Fechamento do canteiro

Leia mais

Orientação ao Usuário dos Serviços de Água e Esgoto:

Orientação ao Usuário dos Serviços de Água e Esgoto: Orientação ao Usuário dos Serviços de Água e Esgoto: Todo cidadão tem direitos e deveres para com a sociedade e se cada um fizer sua parte, todos irão ganhar. São direitos de todos os cidadãos, referentes

Leia mais

RELATORIO DE MANUTENÇÃO JANEIRO A MARÇO 2012

RELATORIO DE MANUTENÇÃO JANEIRO A MARÇO 2012 RELATORIO DE MANUTENÇÃO JANEIRO A MARÇO 2012 Interdição quadra 44 após aterro Conserto de vala na Q18 Aquisição de novos armários Limpeza de areia em final de rua Colocação de grelha e pintura de guias

Leia mais

MANUAL DO CONSTRUTOR

MANUAL DO CONSTRUTOR 1. SOLICITAÇÕES PARA INÍCIO DA OBRA 01 jogo do projeto de arquitetura aprovado; Autorização para Construção emitida pelo CONDOMÍNIO RESIDENCIAL JARDINS COIMBRA. 2. IMPLANTAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA 2.1 Fechamento

Leia mais

TEXTO DE APOIO II PERCURSO ÁGUA

TEXTO DE APOIO II PERCURSO ÁGUA TEXTO DE APOIO II PERCURSO ÁGUA Economia no dia a dia Segundo pesquisa do Akatu 1, 67% dos consumidores brasileiros declaram fechar a torneira quando escovam os dentes. Você é um deles? E no banho, você

Leia mais

20 dicas especiais para quem vem a Buenos Aires de cruzeiro

20 dicas especiais para quem vem a Buenos Aires de cruzeiro 20 dicas especiais para quem vem a Buenos Aires de cruzeiro 20 dicas especiais para quem vem a Buenos Aires de cruzeiro Quando a chega a temporada de cruzeiros, nossa caixa de emails começa a lotar com

Leia mais

O que é saneamento básico?

O que é saneamento básico? O que é saneamento básico? Primeiramente, começaremos entendendo o real significado de saneamento. A palavra saneamento deriva do verbo sanear, que significa higienizar, limpar e tornar habitável. Portanto,

Leia mais

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES Este regulamento sem prejuízo das Restrições Convencionais, tem como objetivo normatizar o direito de utilização e aproveitamento dos lotes, sendo que tais limitações são supletivas

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA INÍCIO DE OBRA

ORIENTAÇÕES PARA INÍCIO DE OBRA ORIENTAÇÕES PARA INÍCIO DE OBRA Associação Alphaville Salvador Residencial 1 PROCEDIMENTOS PARA INÍCIO DE OBRA 1. Entregar uma cópia do jogo de Plantas Aprovadas pela Prefeitura Municipal de Salvador e

Leia mais

O que você pode fazer...

O que você pode fazer... O que você pode fazer... Colaborar é muito simples Não é preciso sacrificar o organismo ou o conforto individual e familiar com medidas drásticas de economia de água. O equilíbrio das condições ambientais

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Este informativo foi elaborado visando a padronização para a Apresentação de Projetos junto ao da Associação, para que a análise e a aprovação de projetos transcorram de forma mais rápida e eficiente.

Leia mais

REDUÇÃO DE DESPERDÍCIO DE RECURSOS NATURAIS

REDUÇÃO DE DESPERDÍCIO DE RECURSOS NATURAIS CONSUMO CONSCIENTE REDUÇÃO DE DESPERDÍCIO DE RECURSOS NATURAIS ÁGUA ENERGIA INSUMOS Desenvolvimento Sustentável A ÁGUA NOSSO BEM MAIS PRECIOSO Distribuição de toda água doce 1,8 % 0,96 % 0,02 % 0,001 %

Leia mais

Acumular roupas para lavar na máquina. Assim aproveitamos melhor a água e economizamos energia elétrica também.

Acumular roupas para lavar na máquina. Assim aproveitamos melhor a água e economizamos energia elétrica também. Guilherme - 1º ano B No dia a dia ensinamos nosso filho com nosso exemplo, como os da foto; utilizando a caneca para escovar os dentes e utilizar cascas de ovos para adubar as plantas. Este final de semana

Leia mais

Projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água

Projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água Projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água Projeto Tecnologias Sociais para a Gestão da Água www.tsga.ufsc.br O QUE É E COMO FUNCIONA? Trata-se de um sistema desenvolvido para captar e armazenar

Leia mais

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Consumo Consciente Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Uma mudança do bem Para nós da Rossi, o consumo consciente é algo vital para a sustentabilidade da sociedade e para o futuro do nosso

Leia mais

ÁGUA QUE BRILHA E ILUMINA A VIDA Aos Educadores:

ÁGUA QUE BRILHA E ILUMINA A VIDA Aos Educadores: ÁGUA QUE BRILHA E ILUMINA A VIDA Aos Educadores: A consciência ecológica levanta-nos um problema de profundidade e vastidão extraordinárias. Temos que defrontar ao mesmo tempo o problema da Vida na Terra,

Leia mais

VAMOS CUIDAR DA ÁGUA!

VAMOS CUIDAR DA ÁGUA! VAMOS CUIDAR DA ÁGUA! OLÁ! TUDO BEM? Prepare-se! Nas próximas páginas você vai aprender ainda mais sobre a água e entender porque economizar cada gotinha dela é tão importante. Veja a seguir algumas dicas

Leia mais

Localização Estoques Hídricos

Localização Estoques Hídricos ÁGUA USO RACIONAL FUNDAÇÃO RELICTOS Ciclo da Água Estado Físico da Água. Localização Estoques Hídricos Água no Mundo Água no Nosso Corpo 74% do nosso corpo também é constituído de água. Assim como a água

Leia mais

Profa. Ana Luiza Veltri

Profa. Ana Luiza Veltri Profa. Ana Luiza Veltri EJA Educação de Jovens e Adultos Água de beber Como está distribuída a água no mundo? A Terra, assim como o corpo humano, é constituída por dois terços de água; Apenas 1% da quantidade

Leia mais

Modelos de Mostradores de Hidrômetros

Modelos de Mostradores de Hidrômetros O hidrômetro é um aparelho utilizado para medir o consumo de água. Assim toda vez que você abrir a torneira, o chuveiro ou der descarga, o hidrômetro entra em ação. É ele que indica a quantidade de água

Leia mais

Práticas Verdes Para Condomínios

Práticas Verdes Para Condomínios Guia de Práticas Verdes Para Condomínios A economia que faz bem para o seu bolso e para o meio ambiente Com o objetivo de incentivar e disseminar práticas sustentáveis em condomínios, o Secovi Rio criou

Leia mais

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES (Consta da Ata de Constituição da Associação Residencial Morada do Engenho, registrada sob n 51.758 )

REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES (Consta da Ata de Constituição da Associação Residencial Morada do Engenho, registrada sob n 51.758 ) REGULAMENTO DE EDIFICAÇÕES (Consta da Ata de Constituição da Associação Residencial Morada do Engenho, registrada sob n 51.758 ) Este regulamento sem prejuízo das Restrições Convencionais, tem como objetivo

Leia mais

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS E ADQUIRENTES DE LOTES VILLAGE DA SERRA, REALIZADA NO DIA 15 DE SETEMBRO DE

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS E ADQUIRENTES DE LOTES VILLAGE DA SERRA, REALIZADA NO DIA 15 DE SETEMBRO DE ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS E ADQUIRENTES DE LOTES VILLAGE DA SERRA, REALIZADA NO DIA 15 DE SETEMBRO DE 2013. Aos quinze dias do mês de setembro do ano de 2013,

Leia mais

Calle Florida: esta é a famosa rua de pedestres do centro, com o comércio mais tradicional da cidade, como a famosa Galeria Pacífico.

Calle Florida: esta é a famosa rua de pedestres do centro, com o comércio mais tradicional da cidade, como a famosa Galeria Pacífico. BIENVENIDOS A BUENOS AIRES! Ir a Buenos Aires é uma experiência única! A cidade possui lindos parques, inúmeras livrarias, restaurantes, sorveterias e boates. Não se pode conhecer Buenos Aires sem ir a

Leia mais

Eco Dicas - Construir ou Reformar

Eco Dicas - Construir ou Reformar Eco Dicas - Construir ou Reformar São dicas de como preservar e economizar os recursos naturais quando se pensa em obras. Praticando-as, nosso bolso também agradece. É bom saber que: a fabricação de PVC

Leia mais

A Importância da reciclagem

A Importância da reciclagem Texto 1 A Importância da reciclagem Vanessa Minuzzi Bidinoto Reciclar é economizar energia, poupar recursos naturais e trazer de volta ao ciclo produtivo o que jogamos fora. Para compreendermos a reciclagem

Leia mais

DEFESA DEFESA CIVIL CIVIL

DEFESA DEFESA CIVIL CIVIL DEFESA CIVIL Dicas de Segurança Governo do Estado do Rio Grande do Sul Gabinete de Governo - Casa Militar Prefeitura Municipal de Balneário Pinhal Coordenadoria Estadual de Defesa Civil Coordenadoria Municipal

Leia mais

Destacando a importância do uso adequado dos recursos hídricos.

Destacando a importância do uso adequado dos recursos hídricos. Destacando a importância do uso adequado dos recursos hídricos. Leomir Silvestre e Rui Junior Captação, uso e reuso da água Vocês sabem como é feito o processo de captação de água? Captação, uso e reuso

Leia mais

O Cerrado esta em festa: E o dia da Agua!

O Cerrado esta em festa: E o dia da Agua! GestAo Ambiental da BR 080-GO apresenta: A produção do presente material foi realizada pela equipe da MPB Engenharia, responsável pela gestão ambiental das obras da rodovia BR-080/GO. O Cerrado esta em

Leia mais

AR-CONDICIONADO 8 H / DIA = 35,3% / MÊS

AR-CONDICIONADO 8 H / DIA = 35,3% / MÊS O Brasil vive uma crise hídrica e energética que está afetando a distribuição de ambos os recursos no país todo, em maior ou menor intensidade. O Estado de São Paulo, em especial a capital, vem sofrendo

Leia mais

Laudo de Vistoria Ambiental ÁREA DE ESTUDO

Laudo de Vistoria Ambiental ÁREA DE ESTUDO Laudo de Vistoria Ambiental I Identificação da Propriedade: Associação Condomínio Parque Primavera CNPJ 60.549.656/0001-90 Rua Eurico Gaspar Dutra 255 - Carapicuíba CEP 06342-200 ÁREA DE ESTUDO II Característica

Leia mais

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA NO SEU DIA A DIA

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA NO SEU DIA A DIA ÁGUA Economizar água é uma necessidade urgente em todo o mundo. Se não houver mudanças de hábitos no curto prazo, em poucos anos, teremos grandes problemas de abastecimento, sem contar com os 768 milhões

Leia mais

Estiagem é tema de edição especial deste mês Instituições contam as medidas adotadas para atravessar o período de crise

Estiagem é tema de edição especial deste mês Instituições contam as medidas adotadas para atravessar o período de crise Estiagem é tema de edição especial deste mês Instituições contam as medidas adotadas para atravessar o período de crise O forte período de estiagem que assola a região é o tema desta edição especial do

Leia mais

Caixa d Água. Materiais necessários. Anotações. 0800 771 0001 odebrechtambiental.com odebrecht.amb

Caixa d Água. Materiais necessários. Anotações. 0800 771 0001 odebrechtambiental.com odebrecht.amb Materiais necessários Separe todo o material que será utilizado para a limpeza do seu reservatório. Anotações Papai, precisamos separar o material de limpeza. Claro, filha! Caixa d Água SAIBA COMO LIMPAR

Leia mais

Economia de água. Ao usar o vaso sanitário

Economia de água. Ao usar o vaso sanitário Economia de água Economizar água não é mais só um hábito saudável. Atualmente, é uma grande responsabilidade com o futuro. Se não mudarmos nossos hábitos, a escassez de água para o consumo vai nos afetar

Leia mais

Água... fonte da vida!

Água... fonte da vida! Água... fonte da vida! O Projeto Saúde e Prevenção na 20ª Regional de Saúde promovido pelo CISCOPAR, CRESEMS (Conselho Regional de Secretarias Municipais de Saúde) e pela 20ª Regional de Saúde visa orientar

Leia mais

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental Eco Houses / Casas ecológicas Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental IDHEA - INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO DA HABITAÇÃO ECOLÓGICA Conceito:

Leia mais

CARTILHA. INSTITUTO FEDERAL SÃO PAULO Campus Caraguatatuba. Uso Racional da Água nas Edificações

CARTILHA. INSTITUTO FEDERAL SÃO PAULO Campus Caraguatatuba. Uso Racional da Água nas Edificações CARTILHA INSTITUTO FEDERAL SÃO PAULO Campus Caraguatatuba Uso Racional da Água nas Edificações 1 Sobre a Cartilha Esta cartilha é parte integrante do projeto de extensão USO RACIONAL DA ÁGUA NAS EDIFICAÇÕES

Leia mais

Consumo Consciente Água

Consumo Consciente Água Consumo Consciente Água A maior parte da água doce existente no mundo, está concentrada em apenas 19 países. E o Brasil é uma das nações privilegiadas, pois possui 13,7% da água doce do planeta, embora

Leia mais

SUSTENTABILIDADE? COMO ASSIM?

SUSTENTABILIDADE? COMO ASSIM? SUSTENTABILIDADE? COMO ASSIM? 1. Matéria Bruta Representa a vontade de melhorar o 6. Reciclagem mundo e construir um futuro mais próspero. É o equilíbrio econômico, social e ambiental que garante a qualidade

Leia mais

Conteúdo: A água. O ciclo da água. Estados físicos da água. Tecnologia de tratamento. Combate ao desperdício. CIÊNCIAS DA NATUREZA

Conteúdo: A água. O ciclo da água. Estados físicos da água. Tecnologia de tratamento. Combate ao desperdício. CIÊNCIAS DA NATUREZA 2 Conteúdo: A água. O ciclo da água. Estados físicos da água. Tecnologia de tratamento. Combate ao desperdício. 3 Habilidades: Refletir sobre a importância da água para o Planeta Terra, para a vida e o

Leia mais

Melhorias Construtivas. Sustentáveis

Melhorias Construtivas. Sustentáveis Melhorias Construtivas Sustentáveis O que é sustentabilidade? O Projeto Melhorias Habitacionais Sustentáveis na Bomba do Hemetério, foi criado com o objetivo de reduzir o consumo e melhor aproveitar os

Leia mais

INVESTIMENTOS DA GERÊNCIA REGIONAL 07

INVESTIMENTOS DA GERÊNCIA REGIONAL 07 INVESTIMENTOS DA GERÊNCIA REGIONAL 07 CONSTRUÇÃO E RECUPERAÇÃO DE DE REDE DE DRENAGEM REFORMA E MANUTENÇÃO DE ÁREAS DE LAZER REPARO E INSTALAÇÃO DE REDE DE ESGOTO CONSTRUÇÃO DE ESCADAS, ACERTOS DE PAVIMENTO

Leia mais

ATA N.º 16/2011 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 01/02/2011

ATA N.º 16/2011 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 01/02/2011 ATA N.º 16/2011 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 01/02/2011 Nos Termos do art.º 91.º da Lei nº.169/99, de 18/09, as atas são publicitadas na íntegra, mediante edital afixado durante 5 dos 10 dias subsequentes à sua

Leia mais

APÊNDICE M-1 CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS DO SETOR DE SANEAMENTO MODELO DE QUESTIONÁRIO

APÊNDICE M-1 CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS DO SETOR DE SANEAMENTO MODELO DE QUESTIONÁRIO CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS DO SETOR DE SANEAMENTO MODELO DE QUESTIONÁRIO 1 CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS DO SETOR DE SANEAMENTO MODELO DE QUESTIONÁRIO Recomenda-se,

Leia mais

Estrada do Sol (ou da Petrobrás)

Estrada do Sol (ou da Petrobrás) Estrada do Sol (ou da Petrobrás) Abril de 2000 2 ou 3 dias por Rodrigo Telles Esta viagem é uma das mais conhecidas dos cicloturistas de São Paulo. E realmente é uma das descidas de serra mais bonitas.

Leia mais

Os projetos de habitação de interesse social adotados nesta pesquisa encontram-se caracterizados na tabela 1.

Os projetos de habitação de interesse social adotados nesta pesquisa encontram-se caracterizados na tabela 1. DETERMINAÇÃO DOS CUSTOS DIRETOS E DA VIABILIDADE ECONÔMICA PARA UM SISTEMA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL E EQUIPAMENTOS SANITÁRIOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA: ESTUDO DE CASO PARA HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL

Leia mais

ATITUDES QUE DEVES DE TOMAR: Economizar Reciclar e Reutilizar

ATITUDES QUE DEVES DE TOMAR: Economizar Reciclar e Reutilizar A Crise da Água ATITUDES QUE DEVES DE TOMAR: Economizar Reciclar e Reutilizar ÁGUA A água é um recurso natural que depende da maneira como o Homem a utiliza para ser renovável ou não. Quando se pensa que

Leia mais

Luigi - 1º ano A. A família Pimentel é consciente da necessidade da preservação do meio ambiente, contribuímos com pequenos atos como:

Luigi - 1º ano A. A família Pimentel é consciente da necessidade da preservação do meio ambiente, contribuímos com pequenos atos como: Luigi - 1º ano A A família Pimentel é consciente da necessidade da preservação do meio ambiente, contribuímos com pequenos atos como: Coleta seletiva, economia de água (banhos mais curtos, fechar a torneira

Leia mais

DESCRITIVO BUENOS AIRES - AR

DESCRITIVO BUENOS AIRES - AR DESCRITIVO BUENOS AIRES - AR Agradando aos mais diversos públicos, desde grupos de jovens, casais, famílias e até viajantes solitários, Buenos Aires é uma das cidades mais visitadas pelos brasileiros,

Leia mais

Guia para compra de imóveis

Guia para compra de imóveis Guia para compra de imóveis Para a maioria das pessoas, a casa própria é o bem mais valioso que irão adquirir ao longo da vida. Valioso não apenas pelo valor financeiro, mas sobretudo pelo valor inestimável

Leia mais

GB ECO Solutions. especialista em soluções ambientais para um PLANETA SUSTENTÁVEL. Reuso e Aproveitamento de Água da Chuva

GB ECO Solutions. especialista em soluções ambientais para um PLANETA SUSTENTÁVEL. Reuso e Aproveitamento de Água da Chuva GB ECO Solutions especialista em soluções ambientais para um PLANETA SUSTENTÁVEL GB ECO Solutions www.gb-ecosolutions.com.br info@gb-ecosolutions.com.br + 55 11 4702-4619 Cotia/SP Sistemas de Remediação

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DE ORIENTAÇÕES PARA PROJETOS E OBRAS 2015

MANUAL TÉCNICO DE ORIENTAÇÕES PARA PROJETOS E OBRAS 2015 I. OBRAS I.1. I.1.1 1.1. ORIENTAÇÃO PARA INÍCIO DAS OBRAS Documentos necessários Para o início da obra será necessária a apresentação ao, dos seguintes documentos que devem permanecer na obra durante sua

Leia mais

cisternas para os convênios municipais Cartilha do programa

cisternas para os convênios municipais Cartilha do programa cisternas para os convênios municipais Cartilha do programa 1 Prefácio Esta cartilha se propõe a ser uma companheira útil e simples. É voltada, principalmente, para as comunidades do semi-árido brasileiro

Leia mais

COLÔNIA DO SACRAMENTO

COLÔNIA DO SACRAMENTO COLÔNIA DO SACRAMENTO Esta é uma viagem para: Voltar aos anos 20, Comer queijo colonial, Caminhar bastante pelas ruas de pedra, sentir vontade de fotografar cada esquina. Há várias formas de incluir Colônia

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA

MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA Esquema de Instalação Hidráulica RESIDENCIAL Atenção: Modelo meramente ilustrativo em casas térreas. Para sua segurança e garantia do bom funcionamento das tubulações de

Leia mais

Orientações para Economia Energia Elétrica, Água e Telefonia nas dependências da Unidade

Orientações para Economia Energia Elétrica, Água e Telefonia nas dependências da Unidade Orientações para Economia Energia Elétrica, Água e Telefonia nas dependências da Unidade Faculdade de Tecnologia de Campinas Prof.ª Dr.ª Haydée Siqueira Santos - Diretora Aos Ilmos. Srs. Membros do Corpo

Leia mais

Réveillon em Buenos Aires: Cores e Sabores da Capital Portenha

Réveillon em Buenos Aires: Cores e Sabores da Capital Portenha Réveillon em Buenos Aires: Cores e Sabores da Capital Portenha Série Cultura e Lazer Roteiro rodoviário 27-Dez-2015 a 03-Jan/2016-8 Dias 6 Noites - R$ 1 890,00 por pessoa em apto triplo 1 O tango, a arquitetura,

Leia mais

10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA

10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA Maldivas - Brasil DAS MALDIVAS AO BRASIL A CÂMARA DE MAURÍCIO MATOS PARTIU DA EUROPA, ATRAVESSOU A ÁSIA, PASSOU UNS DIAS NAS MALDIVAS, DEPOIS VOOU SOBRE ÁFRICA

Leia mais

Os serviços que serão executados na FNS são brevemente resumidos a seguir:

Os serviços que serão executados na FNS são brevemente resumidos a seguir: SUBPROGRAMA DE MANUTENÇÃO E CAPINA NA VIA FÉRREA Este Subprograma trata do gerenciamento e planejamento da execução dos serviços de manutenção e capina da via férrea que será executado em toda a extensão

Leia mais

RELATÓRIO DE VIAGEM ITAIPU BINACIONAL 17 A 20/10/2014 AUTOR: MARIO KENJI TAMURA DIA 17 PARA DIA 18/10

RELATÓRIO DE VIAGEM ITAIPU BINACIONAL 17 A 20/10/2014 AUTOR: MARIO KENJI TAMURA DIA 17 PARA DIA 18/10 RELATÓRIO DE VIAGEM ITAIPU BINACIONAL 17 A 20/10/2014 AUTOR: MARIO KENJI TAMURA DIA 17 PARA DIA 18/10 Iniciamos nossa viagem às 19h30 minutos em frente à ETEC e chegamos no dia 18/10 sábado às 09h45min.

Leia mais

SANTA BÁRBARA RESORT RESIDENCE REGULAMENTO PARA CONSTRUÇÕES E ALTERAÇÕES DE CONSTRUÇÕES

SANTA BÁRBARA RESORT RESIDENCE REGULAMENTO PARA CONSTRUÇÕES E ALTERAÇÕES DE CONSTRUÇÕES SANTA BÁRBARA RESORT RESIDENCE REGULAMENTO PARA CONSTRUÇÕES E ALTERAÇÕES DE CONSTRUÇÕES 1. Considerações Gerais 1.1. O presente Regulamento estabelece regras gerais para as construções e alterações que

Leia mais

CONVOCAÇÃO: Dispensada nos termos do 2º do artigo 71, e do 4º do artigo 124, da Lei nº 6.404/76.

CONVOCAÇÃO: Dispensada nos termos do 2º do artigo 71, e do 4º do artigo 124, da Lei nº 6.404/76. ATA DA SEGUNDA ASSEMBLEIA GERAL DE TITULARES DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS DA 267ª SÉRIE DA 1ª EMISSÃO DA BRAZILIAN SECURITIES COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO ("CRI"), REALIZADA EM 03 DE JULHO

Leia mais

MARK CARVALHO. Capítulo 1

MARK CARVALHO. Capítulo 1 MARK CARVALHO Capítulo 1 Mark era um menino com altura média, pele clara, pequenos olhos verdes, cabelos com a cor de avelãs. Um dia estava em casa vendo televisão, até que ouviu: Filho, venha aqui na

Leia mais

Receita infalível para uma boa viagem

Receita infalível para uma boa viagem Receita infalível para uma boa viagem Para que a tão sonhada viagem de férias não se transforme em um pesadelo, alguns cuidados básicos devem ser tomados. Pensando no seu conforto e na sua segurança nesse

Leia mais

Capitulo 3. Previsão de consumo de água não potável

Capitulo 3. Previsão de consumo de água não potável Capitulo 3 Previsão de consumo de água não potável Em 1851 Mulvaney descreveu pela primeira vez o conceito de tempo de concentração David Maidment, 1993 3-1 Índice Capítulo 3- Previsão de consumo de água

Leia mais

Estilo e qualidade de vida em um endereço único.

Estilo e qualidade de vida em um endereço único. Estilo e qualidade de vida em um endereço único. Faça a melhor escolha. Mude-se para este charmoso residencial e desfrute de muito verde, um belíssimo projeto paisagístico e inúmeras opções de lazer. Tudo

Leia mais

guia de instalação cisterna vertical

guia de instalação cisterna vertical guia de instalação cisterna vertical FORTLEV CARACTERÍSTICAS FUNÇÃO Armazenar água pluvial ou água potável à temperatura ambiente. APLICAÇÃO Residências, instalações comerciais, fazendas, escolas ou qualquer

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

Esta é a pesquisa de satisfação

Esta é a pesquisa de satisfação Esta é a pesquisa de satisfação dos usuários de saneamento básico realizada entre a categoria residencial dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário regulados pela Agência em 244 municípios

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO SOCIEDADE RESIDENCIAL ECOVILLE

REGULAMENTO INTERNO SOCIEDADE RESIDENCIAL ECOVILLE Sociedade Residencial REGULAMENTO INTERNO SOCIEDADE RESIDENCIAL ECOVILLE Aqui a vida se renova. 1) APRESENTAÇÃO: 1.1 A filosofia deste Regulamento é apresentar limitações supletivas, ou seja, prevalecem

Leia mais

Guia do Morador - Mod.065.03 2

Guia do Morador - Mod.065.03 2 Guia do Morador 2 Índice Cascais Envolvente. Pág.04 1. Recomendações para uso e manutenção 2.1 A sua Casa..... Pág.05 2.2 Espaços Comuns...... Pág.06 2.3 Espaços Exteriores.....Pág.07 2. Cuidados Especiais

Leia mais

RIO DE JANEIRO - RJ (BRASIL)

RIO DE JANEIRO - RJ (BRASIL) RIO DE JANEIRO - RJ (BRASIL) A Cidade Maravilhosa Rio de Janeiro, também conhecida como a Cidade Maravilhosa, é a segunda maior cidade do Brasil, e com certeza faremos com que você tenha um maravilhoso

Leia mais

Concurso de Motorista - 2014

Concurso de Motorista - 2014 PORTUGUÊS MATEMÁTICA 01 QUESTÃO Analise as alternativas abaixo e assinale a alternativa correta na divisão silábica. A ( ) par aná; sá-ba-do. B ( ) ó cu-los; sa-la-da. C ( ) ci-garro; ca-na. D ( ) Todas

Leia mais

Vamos fazer um mundo melhor?

Vamos fazer um mundo melhor? Vamos fazer um mundo melhor? infanto-junvenil No mundo em que vivemos há quase 9 milhões de espécies de seres vivos, que andam, voam, nadam, vivem sobre a terra ou nos oceanos, são minúsculos ou enormes.

Leia mais

Moradia para aqueles com salário baixo e dificuldades para pagar aluguel. Os requisitos para inscrição variam grandemente.

Moradia para aqueles com salário baixo e dificuldades para pagar aluguel. Os requisitos para inscrição variam grandemente. Informações sobre o cotidiano Moradia >> Transporte >> Eletricidade, combustível e sistema de abastecimento de águas >> Coleta de lixo e reciclagem Em caso de emergência Guia para serviços de consulta

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing Jun/13 APRESENTAÇÃO Sustentabilidade é um projeto que visa conscientizar a população a preservar o meio ambiente, buscando

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

ESTUDO DE CASO. São Paulo, novembro de 2009

ESTUDO DE CASO. São Paulo, novembro de 2009 ESTUDO DE CASO São Paulo, novembro de 2009 O PROJETO PATRIMÔNIO DO CARMO Local: residência em condomínio fechado em São Roque / SP Área: 2.700 m² (que se unem às áreas de reserva, comuns a todos os condôminos)

Leia mais

REGULAMENTO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DA DISPOSIÇÃO DOS EFLUENTES SANITÁRIOS DO LOTEAMENTO NINHO VERDE I

REGULAMENTO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DA DISPOSIÇÃO DOS EFLUENTES SANITÁRIOS DO LOTEAMENTO NINHO VERDE I REGULAMENTO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DA DISPOSIÇÃO DOS EFLUENTES SANITÁRIOS DO LOTEAMENTO NINHO VERDE I 1. O presente Regulamento objetiva estabelecer regras gerais de uso do sistema de abastecimento

Leia mais

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente.

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente. Implementar ações voltadas ao uso racional de recursos sustentabilidade naturais para promover a ambiental e socioeconômica na Administração Pública Federal. A Esplanada terá metas de racionalização do

Leia mais

Elevatórias de Esgoto Sanitário. Profª Gersina N.R.C. Junior

Elevatórias de Esgoto Sanitário. Profª Gersina N.R.C. Junior Elevatórias de Esgoto Sanitário Profª Gersina N.R.C. Junior Estações Elevatórias de Esgoto Todas as vezes que por algum motivo não seja possível, sob o ponto de vista técnico e econômico, o escoamento

Leia mais

Sustentabilidade do Planeta. Todo mundo deve colaborar!

Sustentabilidade do Planeta. Todo mundo deve colaborar! Sustentabilidade do Planeta Todo mundo deve colaborar! Situação no mundo atual O Planeta pede socorro!!!! A atividade humana tem impactado negativamente o meio ambiente. Os padrões atuais de consumo exploram

Leia mais

DESCRITIVO DE PASSEIOS

DESCRITIVO DE PASSEIOS DESCRITIVO DE PASSEIOS BEACH PARK Localizada 25 km de Fortaleza, está a praia de Porto das Dunas, onde fica o Complexo Turístico do Beach park, composto do maior parque aquático da América Latina, com

Leia mais

Manual de Construção: Fossa ECOLÓGICA E Sumidouro

Manual de Construção: Fossa ECOLÓGICA E Sumidouro Manual de Construção: Fossa ECOLÓGICA E Sumidouro Introdução Este manual destina a fornecer informações sobre a construção e dimensionamento do sistema individual de tratamento de esgotos, especialmente

Leia mais

Departamento de Água e Esgoto de Bauru

Departamento de Água e Esgoto de Bauru Língua Portuguesa Leia a tirinha abaixo para responder às questões de 1 a 5: a) O novo papel de parede do quarto da personagem Mônica; b) O antigo papel de parede do quarto da personagem Mônica; c) O novo

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE DO APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL NO ESTADO DE RONDÔNIA

ESTUDO DA VIABILIDADE DO APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL NO ESTADO DE RONDÔNIA ISSN 1984-9354 ESTUDO DA VIABILIDADE DO APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL NO ESTADO DE RONDÔNIA Sérgio Luiz Souza Nazário (UNESC) Natália Sanchez Molina (UNESC) Rafael Germano Pires (UNESC) Débora Pereira

Leia mais

As fotos a seguir são tristemente verdadeiras...

As fotos a seguir são tristemente verdadeiras... As fotos a seguir são tristemente verdadeiras... Quem é responsável por enfrentar esta situação? Prefeitura? Entidades de defesa do ambiente?? Governo? Meios de comunicação? Cientistas? Organizações

Leia mais

Grupo WTB Experiência e solidez

Grupo WTB Experiência e solidez Grupo WTB Experiência e solidez Fundado em 1999, o Grupo WTB teve um crescimento sustentado e prosperou ao longo dos anos. Hoje, sua marca está presente em vários empreendimentos de sucesso, contando com

Leia mais