Supremo Tribunal Federal

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Supremo Tribunal Federal"

Transcrição

1 Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 28/08/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO RIO GRANDE DO SUL RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI :MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL :PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL :FELIPE DE OLIVEIRA LOPES :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL EMENTA: RECURSO EXTRADORDINÁRIO. MANIFESTAÇÃO SOBRE REPERCUSSÃO GERAL. PROCESSUAL PENAL. EXECUÇÃO PENAL. ART. 52 DA LEP. FALTA GRAVE. NECESSIDADE DO TRÂNSITO EM JULGADO DA CONDENAÇÃO POR CRIME DOLOSO PARA CARACTERIZAÇÃO DA FALTA GRAVE. APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA NÃO CULPABILIDADE. RELEVÂNCIA JURÍDICO- SOCIAL DA QUESTÃO CONSTITUCIONAL DISCUTIDA NOS AUTOS. EXISTÊNCIA DE REPERCUSSÃO GERAL. Decisão: O Tribunal, por unanimidade, reputou constitucional a questão. O Tribunal, por unanimidade, reconheceu a existência de repercussão geral da questão constitucional suscitada. Ministro RICARDO LEWANDOWSKI Relator documento pode ser acessado no endereço eletrônico sob o número

2 Inteiro Teor do Acórdão - Página 2 de 10 REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO RIO GRANDE DO SUL Trata-se de recurso extraordinário interposto contra acórdão proferido pela Quinta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, assim ementado: Agravo em execução penal. Falta grave. Art. 52, da LEP: apenas a condenação com trânsito em julgado faz presente a prática de crime doloso, pena de agredir o princípio da presunção de inocência. Negaram provimento ao agravo ministerial (unânime) (página 43 do documento eletrônico 1 grifos no original). Este RE tem fundamento no art. 102, III, a, da Constituição Federal. Em preliminar formal de repercussão geral, o Recorrente aduz que: (...) a matéria levada ao conhecimento do Supremo Tribunal Federal diz com a constitucionalidade da imposição da falta grave pela prática de fato definido como crime doloso, prevista nos artigos 52, caput, e 118, inciso I, da LEP [Lei de Execuções Penais], em face do princípio constitucional da presunção de inocência, o que se trata de questão capaz de influir concretamente e de maneira generalizada, em uma grande quantidade de casos. Cuida-se, assim, de questão apta a influir em todas as decisões em execução penal pertinentes à prática de crimes dolosos por apenados, sendo manifesta a sua relevância jurídica (página 57 do documento eletrônico 1 grifos no original). Quanto ao mérito, apenas no que interessa, alega o seguinte: A prática de fato definido como crime doloso, independentemente da existência de sentença condenatória transitada em julgado, constitui falta grave, o que não viola o princípio da presunção de inocência. (...) documento pode ser acessado no endereço eletrônico sob o número

3 Inteiro Teor do Acórdão - Página 3 de 10 Ora, a falta grave cometida pelo apenado prática de crime doloso não precisa de sentença condenatória para ser punida no âmbito administrativo, pois decorre de expressa previsão na Lei de Execução Penal e alcança as condutas de forma autônoma e independentemente de possível tipificação penal; eventual sentença condenatória em virtude do mesmo fato viria como um plus, resultando em nova pena a ser cumprida. Dessa maneira, a prática de fato previsto como crime doloso constitui falta grave e, nos termos do artigo 52, caput, da LEP, sujeita o apenado à sanção disciplinar, sendo certo que, em tal hipótese, não ocorre violação ao princípio constitucional da presunção de inocência, pois o apenado não sofrerá aplicação de sanção penal sem a decisão transitar em julgado. Destarte, o Tribunal de Justiça Sul-rio-grandense, ao exigir o trânsito em julgado da sentença penal condenatória, com suporte no princípio da presunção de inocência, no caso dos autos, aplicou de forma equivocada o inciso LVII do art. 5º da Magna Carta (páginas do documento eletrônico 1). Bem analisados os autos, verifico que os pressupostos de admissibilidade do recurso extraordinário estão preenchidos. Quanto à questão constitucional trazida na espécie, entendo possuir repercussão geral. A Quinta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul reputou indispensável à aplicação do art. 52 da Lei de Execuções Penais sentença condenatória, transitada em julgado, do fato previsto como crime doloso, sob pena de contrariedade ao princípio da presunção de inocência. Cumpre ao Poder Judiciário concluir sobre a ocorrência, ou não, da prática de fato previsto em lei como crime doloso e determinar as consequências da conduta delituosa, que, a depender da situação, refletirão como falta grave também na via administrativa. 2 documento pode ser acessado no endereço eletrônico sob o número

4 Inteiro Teor do Acórdão - Página 4 de 10 Logo, a tese sustentada neste processo possui relevância jurídica, pois, além da observância ao princípio da presunção de inocência, a meu ver, imbrica-se com a aplicação dos princípios constitucionais do devido processo legal, do contraditório e da ampla defesa. Também tem relevância social, uma vez que alcança qualquer cidadão que esteja cumprindo pena. Por fim, cabe o registro de que a questão ora controvertida tem sido objeto de diversas reclamações nesta Corte, por alegada violação da Súmula Vinculante 10. Cito alguns casos: RCL /RS e RCL /RS, ambos de minha relatoria; RCL /RS, Rel. Min. Gilmar Mendes; RCL /RS, Rel. Min. Celso de Mello; RCL /RS, Rel. Min. Cármen Lúcia; RCL /RS, Rel. Min. Luiz Fux; RCL /RS, Rel. Min. Dias Toffoli, entre outras. Isso posto, manifesto-me pela existência de repercussão geral da matéria constitucional versada neste recurso extraordinário, nos termos do art. 543-A, 1º, do Código de Processo Civil, combinado com o art. 323 do RISTF. Brasília, 8 de agosto Ministro RICARDO LEWANDOWSKI - Relator - 3 documento pode ser acessado no endereço eletrônico sob o número

5 Inteiro Teor do Acórdão - Página 5 de 10 REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO RIO GRANDE DO SUL PRONUNCIAMENTO EXECUÇÃO PENAL FALTA GRAVE PRINCÍPIO DA NÃO CULPABILIDADE OBSERVÂNCIA NA ORIGEM RECURSO EXTRAORDINÁRIO REPERCUSSÃO GERAL CONFIGURADA. 1. O assessor Dr. Diogo Lopes de Barbosa Leite prestou as seguintes informações: Eis a síntese do que discutido no Recurso Extraordinário nº /RS, da relatoria do ministro Ricardo Lewandowski, inserido no sistema eletrônico da repercussão geral em 8 de agosto de A Quinta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul negou provimento ao agravo em execução penal interposto pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul contra a decisão do Juízo da Vara de Execuções Criminais da Comarca de Santa Maria mediante a qual foi indeferido pedido de instauração de processo administrativo visando apurar o cometimento de falta grave pelo apenado. Conferindo interpretação conforme à Constituição aos artigos 52, cabeça, e 118, inciso I, da Lei nº 7.210/84 Lei de Execuções Penais, assentou que apenas o pronunciamento condenatório com trânsito em julgado faz presente a prática de crime doloso prevista nos dispositivos, sob pena de violação do princípio da não culpabilidade, afastando, desde logo, qualquer articulação relativa à ofensa ao Verbete Vinculante nº 10.

6 Inteiro Teor do Acórdão - Página 6 de 10 Não houve a interposição de embargos declaratórios. No extraordinário, protocolado com alegada base na alínea a do permissivo constitucional, o Ministério Público argui desrespeito aos artigos 5º, inciso LVII, e 97 do Diploma Maior. Sustenta haver-se declarado a inconstitucionalidade dos referidos artigos da Lei de Execuções Penais sem a instauração do devido incidente. Ressalta que, no caso, não se procedeu à interpretação conforme à Carta Federal, mas à proclamação de inconstitucionalidade parcial, com redução de texto, porquanto se deixou de aplicar parte de dispositivo legal. Entende constituir falta grave o cometimento de fato definido como crime doloso, independentemente do trânsito em julgado da sentença penal condenatória, não sendo observável o princípio da não culpabilidade, uma vez que se trata de sanção de natureza administrativa e não penal. Consoante afirma, a punição disciplinar independe de ser o fato objeto de inquérito ou de ação penal, bastando apenas a instauração de procedimento voltado à apuração do ocorrido, de acordo com o disposto na lei e no respectivo regulamento. Sob o ângulo da repercussão geral, salienta que o tema versado no recurso ultrapassa os limites subjetivos da lide, possuindo transcendência apta a ensejar a sequência do extraordinário. Aduz que a questão debatida no extraordinário influirá em diversas decisões alusivas à prática de crimes dolosos por apenados. A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, nas contrarrazões, articula, incialmente, com a impossibilidade de conhecimento do recurso em virtude da ausência de prequestionamento e da inviabilidade de exame de matéria infraconstitucional. No mérito, aponta o acerto do acórdão recorrido. O extraordinário não foi admitido na origem. Seguiu-se a 2

7 Inteiro Teor do Acórdão - Página 7 de 10 interposição de agravo, no qual se defendeu a admissibilidade do extraordinário e reiteraram-se os argumentos veiculados no recurso. Na contraminuta, anotou-se o acerto do ato atacado. O ministro Ricardo Lewandowski, em 23 de dezembro de 2013, proveu o agravo e determinou a reautuação do processo. A Procuradoria Geral da República, em parecer, opina pelo provimento do processo. Eis o pronunciamento do relator: Trata-se de recurso extraordinário interposto contra acórdão proferido pela Quinta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, assim ementado: Agravo em execução penal. Falta grave. Art. 52, da LEP: apenas a condenação com trânsito em julgado faz presente a prática de crime doloso, pena de agredir o princípio da presunção de inocência. Negaram provimento ao agravo ministerial (unânime) (página 43 do documento eletrônico 1 grifos no original). Este RE tem fundamento no art. 102, III, a, da Constituição Federal. Em preliminar formal de repercussão geral, o Recorrente aduz que: (...) a matéria levada ao conhecimento do Supremo Tribunal Federal diz com a constitucionalidade da imposição da falta grave pela prática de fato definido como crime doloso, prevista nos artigos 52, caput, e 118, inciso I, da LEP [Lei de Execuções Penais], em face do princípio constitucional da presunção de inocência, o que se trata de questão capaz de influir concretamente e de maneira generalizada, em uma grande quantidade de casos. 3

8 Inteiro Teor do Acórdão - Página 8 de 10 Cuida-se, assim, de questão apta a influir em todas as decisões em execução penal pertinentes à prática de crimes dolosos por apenados, sendo manifesta a sua relevância jurídica (página 57 do documento eletrônico 1 grifos no original). Quanto ao mérito, apenas no que interessa, alega o seguinte: A prática de fato definido como crime doloso, independentemente da existência de sentença condenatória transitada em julgado, constitui falta grave, o que não viola o princípio da presunção de inocência. ( ) Ora, a falta grave cometida pelo apenado prática de crime doloso não precisa de sentença condenatória para ser punida no âmbito administrativo, pois decorre de expressa previsão na Lei de Execução Penal e alcança as condutas de forma autônoma e independentemente de possível tipificação penal; eventual sentença condenatória em virtude do mesmo fato viria como um plus, resultando em nova pena a ser cumprida. Dessa maneira, a prática de fato previsto como crime doloso constitui falta grave e, nos termos do artigo 52, caput, da LEP, sujeita o apenado à sanção disciplinar, sendo certo que, em tal hipótese, não ocorre violação ao princípio constitucional da presunção de inocência, pois o apenado não sofrerá aplicação de sanção penal sem a decisão transitar em julgado. Destarte, o Tribunal de Justiça Sul-rio-grandense, ao exigir o trânsito em julgado da sentença penal condenatória, com suporte no princípio da presunção de inocência, no caso dos autos, aplicou de forma equivocada o inciso LVII do art. 5º da Magna Carta (páginas do 4

9 Inteiro Teor do Acórdão - Página 9 de 10 documento eletrônico 1). Bem analisados os autos, verifico que os pressupostos de admissibilidade do recurso extraordinário estão preenchidos. Quanto à questão constitucional trazida na espécie, entendo possuir repercussão geral. A Quinta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul reputou indispensável à aplicação do art. 52 da Lei de Execuções Penais sentença condenatória, transitada em julgado, do fato previsto como crime doloso, sob pena de contrariedade ao princípio da presunção de inocência. Cumpre ao Poder Judiciário concluir sobre a ocorrência, ou não, da prática de fato previsto em lei como crime doloso e determinar as consequências da conduta delituosa, que, a depender da situação, refletirão como falta grave também na via administrativa. Logo, a tese sustentada neste processo possui relevância jurídica, pois, além da observância ao princípio da presunção de inocência, a meu ver, imbrica-se com a aplicação dos princípios constitucionais do devido processo legal, do contraditório e da ampla defesa. Também tem relevância social, uma vez que alcança qualquer cidadão que esteja cumprindo pena. Por fim, cabe o registro de que a questão ora controvertida tem sido objeto de diversas reclamações nesta Corte, por alegada violação da Súmula Vinculante 10. Cito alguns casos: RCL /RS e RCL /RS, ambos de minha relatoria; RCL /RS, Rel. Min. Gilmar Mendes; RCL /RS, Rel. Min. Celso de Mello; RCL /RS, Rel. Min. Cármen Lúcia; RCL /RS, 5

10 Inteiro Teor do Acórdão - Página 10 de 10 Rel. Min. Luiz Fux; RCL /RS, Rel. Min. Dias Toffoli, entre outras. Isso posto, manifesto-me pela existência de repercussão geral da matéria constitucional versada neste recurso extraordinário, nos termos do art. 543-A, 1º, do Código de Processo Civil, combinado com o art. 323 do RISTF. Brasília, 8 de agosto Ministro Ricardo Lewandowski - Relator - 2. Teve início o julgamento de controvérsia sobre o alcance do princípio da não culpabilidade Recurso Extraordinário nº /SC, sob a minha relatoria. Cabe ao Supremo manifestar-se a respeito, ante a circunstância de a matéria poder estar veiculada em um número indeterminado de processos. 3. Pronuncio-me no sentido da configuração da repercussão geral. 4. À Assessoria, para acompanhar a tramitação do incidente. 5. Publiquem. Brasília residência, 22 de agosto de 2014, às 13h10. Ministro MARCO AURÉLIO 6

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 12/09/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 9 30/08/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 581.488 RIO GRANDE DO SUL RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI

Leia mais

25/06/2015 PLENÁRIO : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

25/06/2015 PLENÁRIO : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 11 25/06/2015 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 851.108 SÃO PAULO RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 16/12/2011 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 06/10/2011 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 607.107 MINAS GERAIS RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 23/02/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 11 02/02/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 632.783 RONDÔNIA RELATOR : MIN. JOAQUIM BARBOSA RECTE.(S)

Leia mais

01/05/2014 PLENÁRIO : MIN. GILMAR MENDES

01/05/2014 PLENÁRIO : MIN. GILMAR MENDES Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 01/05/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 799.908 RIO DE JANEIRO RELATOR : MIN. GILMAR MENDES RECTE.(S)

Leia mais

11/12/2014 PLENÁRIO : MIN. DIAS TOFFOLI TERRITÓRIOS FEDERAL E TERRITÓRIOS EMENTA

11/12/2014 PLENÁRIO : MIN. DIAS TOFFOLI TERRITÓRIOS FEDERAL E TERRITÓRIOS EMENTA Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 15 11/12/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 848.107 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

14/04/2016 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI

14/04/2016 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 14 14/04/2016 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 954.408 RIO GRANDE DO SUL RELATOR : MIN. TEORI ZAVASCKI

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 01/12/2011 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 21/04/2011 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 636.562 SANTA CATARINA RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 12 18/06/2015 PLENÁRIO

Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 12 18/06/2015 PLENÁRIO Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 12 18/06/2015 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 883.642 ALAGOAS REGISTRADO : MINISTRO PRESIDENTE RECTE.(S) :UNIÃO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 12/04/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 29/09/2011 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 652.777 SÃO PAULO RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

22/09/2015 SEGUNDA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

22/09/2015 SEGUNDA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 22/09/2015 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 567.276 SANTA CATARINA RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS

Leia mais

28/10/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

28/10/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 28/10/2014 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 736.365 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. DIAS

Leia mais

09/09/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI

09/09/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 09/09/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 961.319 MATO GROSSO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) :

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI SÃO PAULO

: MIN. DIAS TOFFOLI SÃO PAULO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 731.194 SÃO PAULO RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :MUNICÍPIO DE SÃO CARLOS :PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 28/10/2016 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 935.145 RIO GRANDE DO NORTE RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 07/11/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 22/03/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 660.861 MINAS GERAIS RELATOR RECTE.(S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 913.836 SÃO PAULO RELATORA RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROSA WEBER :PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO :PROCURADOR-GERAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 19/08/2016 PLENÁRIO EMB.DECL. NO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 936.384 SÃO PAULO RELATOR EMBTE.(S) EMBDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE

Leia mais

11/09/2014 PLENÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL EMENTA

11/09/2014 PLENÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL EMENTA Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 11 11/09/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 670.422 RIO GRANDE DO SUL RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :UNIÃO :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO :INOCENCIO GOMES COELHO :ROUSE CLEIDE

Leia mais

11/11/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI

11/11/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 11/11/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NA RECLAMAÇÃO 24.575 RIO DE JANEIRO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 16/10/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 08/03/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 669.465 ESPÍRITO SANTO RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 13/12/2011 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 22/11/2011 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 850.589 RIO GRANDE DO SUL RELATOR : MIN. CELSO DE MELLO AGTE.(S) : INSTITUTO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 943.918 SÃO PAULO RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. EDSON FACHIN :IVO JOSE DA SILVA :NEFERTITI REGINA WEIMER VIANINI :UNIÃO :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO DECISÃO:

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 17 20/11/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 837.311 PIAUÍ RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

03/09/2015 PLENÁRIO : ADRIANO DIGIÁCOMO E OUTRO(A/S) :UNIÃO :PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA NACIONAL

03/09/2015 PLENÁRIO : ADRIANO DIGIÁCOMO E OUTRO(A/S) :UNIÃO :PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA NACIONAL Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 9 03/09/2015 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 878.313 SANTA CATARINA RELATOR : MIN. MARCO AURÉLIO RECTE.(S) :INTELBRÁS

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 689.501 RIO GRANDE DO SUL RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL FEDERAL RECDO.(A/S) :ANTONINO

Leia mais

06/03/2014 PLENÁRIO : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

06/03/2014 PLENÁRIO : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 11 06/03/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 603.116 RIO GRANDE DO SUL RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S)

Leia mais

16/04/2015 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI

16/04/2015 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR EMBTE.(S) ADV.(A/S) : MIN. TEORI ZAVASCKI :MULTIPLIC LTDA. : LUIZ ALFREDO TAUNAY E OUTRO(A/S) EMENTA: CONSTITUCIONAL E PROCESSUAL CIVIL.

Leia mais

20/11/2014 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI

20/11/2014 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 14 20/11/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 843.455 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S)

Leia mais

10/11/2015 PRIMEIRA TURMA : MIN. MARCO AURÉLIO

10/11/2015 PRIMEIRA TURMA : MIN. MARCO AURÉLIO Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 10/11/2015 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 457.792 RIO DE JANEIRO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. MARCO

Leia mais

: MIN. GILMAR MENDES

: MIN. GILMAR MENDES RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 949.410 RIO DE JANEIRO RELATOR RECTE.(S) : MIN. GILMAR MENDES :JANDIRA COSTA VIEIRA :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL FEDERAL :UNIÃO :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO :ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 847.705 RIO GRANDE DO NORTE RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :ELIANA APOLONIA DE SIQUEIRA : ADEILSON FERREIRA DE ANDRADE E OUTRO(A/S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 03/06/2014 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 808.142 DISTRITO FEDERAL RELATORA AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

23/09/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

23/09/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 23/09/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 972.904 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 858.952 RIO GRANDE DO SUL RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL RECDO.(A/S) :MARIA JUCIELI

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 03/05/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 17/04/2012 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 662.125 RIO DE JANEIRO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 769.059 SANTA CATARINA RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :SUPERMERCADOS XANDE LTDA : JULIANO GOMES GARCIA E OUTRO(A/S) :UNIÃO :PROCURADOR-GERAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 900.389 RIO GRANDE DO SUL RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL - DETRAN/RS PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :DOUGLAS VICTOR DA SILVA :GIOVANNI CHARLES PARAÍZO :BV FINANCEIRA S/A CRÉDITO, FINANCIAMENTO E

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :MÓVEIS SANDRIN LTDA : ALESSANDRO MAMBRINI E OUTRO(A/S) :LUCIANA FERNANDES SOARES :ROBERTO BERNARDES

Leia mais

28/10/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI MATO GROSSO DO SUL

28/10/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI MATO GROSSO DO SUL Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 28/10/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 930.636 MATO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. RICARDO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 28/10/2014 SEGUNDA TURMA AG.REG. NA RECLAMAÇÃO 18.758 DISTRITO FEDERAL RELATORA AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 753.503 RIO DE JANEIRO RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. LUIZ FUX :ANDREA DE ALMEIDA ANDRE : CRISTIANO DA COSTA DE MORAES E OUTRO(A/S) :FUNDO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 05/04/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 940.470 BAHIA RELATORA AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA

Leia mais

10/06/2014 SEGUNDA TURMA : MIN. GILMAR MENDES

10/06/2014 SEGUNDA TURMA : MIN. GILMAR MENDES Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) : MIN. GILMAR MENDES :SALVAR TREINAMENTOS REPRESENTAÇÕES E CONSULTORIA EM SEGURANÇA DO TRABALHO LTDA ADV.(A/S) :CARLOS GUILHERME

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 17/09/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 28/08/2012 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 856.071 MINAS GERAIS RELATOR : MIN. GILMAR MENDES AGTE.(S) :VALDIR DO CARMO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 03/03/2015 SEGUNDA TURMA DISTRITO FEDERAL RELATORA EMBTE.(S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :MUNICÍPIO DE GARIBALDI ADV.(A/S) :CLÁUDIO ROBERTO NUNES GOLGO

Leia mais

26/08/2014 SEGUNDA TURMA : MIN. GILMAR MENDES

26/08/2014 SEGUNDA TURMA : MIN. GILMAR MENDES Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 26/08/2014 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 685.871 MINAS GERAIS RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI TRABALHO MEDICO

: MIN. DIAS TOFFOLI TRABALHO MEDICO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 714.204 MINAS GERAIS RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :UNIMED BELO HORIZONTE COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO : SABRINA DINIZ REZENDE VIEIRA E

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO ESPÍRITO :JOSE PORFIRIO DE BESSA :EVANDRO DE CASTRO BASTOS

: MIN. DIAS TOFFOLI :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO ESPÍRITO :JOSE PORFIRIO DE BESSA :EVANDRO DE CASTRO BASTOS AGRAVO DE INSTRUMENTO 822.235 ESPÍRITO SANTO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :ESTADO DO ESPÍRITO SANTO :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO :JOSE PORFIRIO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :CRED - SYSTEM ADMINISTRADORA DE CARTOES DE CREDITO LTDA :FRANCISCO ANTONIO FRAGATA JUNIOR :MARIANA

Leia mais

25/08/2015 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI ESPECIAIS DO ESTADO DO ACRE

25/08/2015 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI ESPECIAIS DO ESTADO DO ACRE Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 25/08/2015 SEGUNDA TURMA AG.REG. NA RECLAMAÇÃO 19.720 ACRE RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) INTDO.(A/S) : MIN. TEORI ZAVASCKI :ESTADO

Leia mais

24/02/2015 PRIMEIRA TURMA : MIN. MARCO AURÉLIO

24/02/2015 PRIMEIRA TURMA : MIN. MARCO AURÉLIO Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 24/02/2015 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 843.182 RIO GRANDE DO SUL RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 28/04/2015 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 864.945 PARANÁ RELATOR : MIN. ROBERTO BARROSO AGTE.(S) :UNIÃO PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI PETRÓLEO LTDA CATARINA SANTA CATARINA

: MIN. DIAS TOFFOLI PETRÓLEO LTDA CATARINA SANTA CATARINA RECURSO EXTRAORDINÁRIO 696.458 SANTA CATARINA RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. DIAS TOFFOLI :ROYAL FIC DISTRIBUIDORA DE DERIVADOS DE PETRÓLEO LTDA : BEATRIZ SOARES DE JESUS

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 9 19/09/2013 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 759.244 SÃO PAULO RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 600.549 RIO GRANDE DO SUL RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. LUIZ FUX :ADALTO BIANCHINI : LÉO IOLOVITCH E OUTRO(A/S) :FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 25/10/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 25/09/2012 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 596.429 RIO GRANDE DO SUL RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) :

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 767.136 CEARÁ RELATOR : MIN. LUIZ FUX :MARIA AURINETE CHAVES :MARTHA MARIA ALBUQUERQUE MONTENEGRO :MARIA MARLENE DE CARVALHO CASTRO :MARIA OLIVEIRA DE CARVALHO :JOSEFA CAVALCANTE

Leia mais

Referente às Petições n /2010, /2011, /2011 e /2011.

Referente às Petições n /2010, /2011, /2011 e /2011. Referente às Petições n. 53.247/2010, 13.453/2011, 20.958/2011 e 30.631/2011. Decisão: O Banco Nossa Caixa S.A. interpôs o Agravo de Instrumento 754.745 contra despacho denegatório de recurso extraordinário.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 910.603 MINAS GERAIS RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :MARLUCIA BARBOSA OTONI ADV.(A/S) :ALESSANDRA COIMBRA DE CASTRO E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S) :MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 28/03/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. AYRES BRITTO :GELOPAR REFRIGERAÇÃO PARANAENSE LTDA : FRANCISCO DERADI

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS RECLAMAÇÃO 24.163 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :MINISTÉRIO PÚBLICO JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

Leia mais

02/08/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI

02/08/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 02/08/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 946.340 MATO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. TEORI

Leia mais

02/02/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI ESTADUAIS

02/02/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI ESTADUAIS Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. TEORI ZAVASCKI :ABLE- ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LOTERIAS ESTADUAIS :AGUSTINHO FERNANDES

Leia mais

05/06/2014 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI

05/06/2014 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 15 05/06/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 791.932 DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. TEORI ZAVASCKI

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 688.978 RIO GRANDE DO SUL RELATORA RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE :PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DE PORTO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 13/09/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 11 22/03/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 662.186 MINAS GERAIS RELATOR RECTE.(S)

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº / DF

RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº / DF Procuradoria Geral da República Nº 6584 RJMB / pc RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº 639.566 / DF RELATOR : Ministro LUIZ FUX RECORRENTE: Companhia Vale do Rio Santo Antônio de Minérios VALERISA RECORRIDA : União

Leia mais

28/05/2015 PLENÁRIO : MINISTRO PRESIDENTE

28/05/2015 PLENÁRIO : MINISTRO PRESIDENTE Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :BRASIL TELECOM S/A : SANDRA REGINA RODRIGUES E OUTRO(A/S) : JIRO UGUMA E OUTRO(A/S) :VILMA THOMAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 23/02/2016 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 783.522 SANTA RELATOR : MIN. ROBERTO BARROSO AGTE.(S) :CENTRO DE FORMAÇÃO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 28/10/2016 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 806.607 PIAUÍ RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :ESTADO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 08/03/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 14/02/2012 SEGUNDA TURMA PERNAMBUCO RELATOR AGTE.(S) ADV. AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. AYRES BRITTO :ESTADO DE PERNAMBUCO :SERGIO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 25.662/CS HABEAS CORPUS N. 135.921 SANTA CATARINA IMPETRANTE: EUNICE ANISETE DE SOUZA TRAJANO E OUTRO(A/S) PACIENTE: PEDRO FERNANDES GUERREIRO JUNIOR COATOR: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RELATORA: MINISTRA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 02/02/2016 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 895.972 RIO DE RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 770.723 AMAZONAS RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI :UNIÃO :PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA NACIONAL :SAMSUNG SDI

Leia mais

28/10/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI MARÍLIA

28/10/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI MARÍLIA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 28/10/2016 SEGUNDA TURMA EMB.DECL. NOS EMB.DECL. NO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 927.136 DISTRITO FEDERAL RELATOR EMBTE.(S) INTDO.(A/S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 10/11/2015 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 644.563 RIO GRANDE DO SUL RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. EDSON FACHIN :MUNICÍPIO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 869.727 PARANÁ RELATORA RECTE.(S) RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :ROZILI DE ANDRADE :IRACI ALVES DE ANDRADE :ADAIR JOSÉ ALTÍSSIMO :COOPERATIVA DE CRÉDITO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 20.315 - MT (2005/0111638-6) RELATOR : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA RECORRENTE : ROZENIL PEREIRA IBANHEZ ADVOGADO : WESLEY LEANDRO DE CAMPOS E OUTRO T. ORIGEM : TRIBUNAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 01/08/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 RELATOR EMBTE.(S) EMBDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :PEDRO FRANCO DE CAMARGO FILHO :MAURÍCIO TAVARES :UNIMED SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 09/08/2016 PRIMEIRA TURMA EMB.DECL. NO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 925.332 BAHIA RELATOR EMBTE.(S) ADV.(A/S) EMBDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

4 PODER LEGISLATIVO 4.1 PERDA DOS MANDATOS DOS PARLAMENTARES CONDENADOS CRIMINALMENTE 14, 3º, II,

4 PODER LEGISLATIVO 4.1 PERDA DOS MANDATOS DOS PARLAMENTARES CONDENADOS CRIMINALMENTE 14, 3º, II, 4 PODER LEGISLATIVO 4.1 PERDA DOS MANDATOS DOS PARLAMENTARES CONDENADOS CRIMINALMENTE Se uma pessoa perde ou tem suspensos seus direitos políticos, a consequência disso é que ela perderá o mandato eletivo

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 831.699 DISTRITO FEDERAL RELATORA RECTE.(S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :EDVALDO BORGES DE ARAÚJO ADV.(A/S) :ANTONIO DANIEL CUNHA RODRIGUES DE SOUZA E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S) :CELIO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 9 06/12/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 701.511 SÃO PAULO RELATOR RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) : MIN.

Leia mais

: MIN. MARCO AURÉLIO DECISÃO

: MIN. MARCO AURÉLIO DECISÃO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 810.089 RIO DE JANEIRO RELATOR : MIN. MARCO AURÉLIO :RODRIGO LIMA KLEM :ELISA MILLER VAZ :CLEBER GOMES TINOCO :MÁRCIO LUIZ GOMES NUNES :MARCUS VINÍCIUS FILGUEIRAS JUNIOR

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 744.732 RIO GRANDE DO SUL RELATOR : MIN. LUIZ FUX RECTE.(S) :CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S/A - ADV.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) ELETROBRÁS : LEANDRO BARATA SILVA BRASIL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 9 12/03/2013 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 724.104 SÃO PAULO RELATOR : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI AGTE.(S) :APARECIDO DONIZETE BEZZÃO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 19/12/2011 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 29/11/2011 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 785.459 RIO GRANDE DO SUL RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.435.489 - DF (2014/0032955-0) RELATORA : MINISTRA REGINA HELENA COSTA RECORRENTE : ANVISA AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA REPR. POR : PROCURADORIA-GERAL FEDERAL RECORRIDO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 09/09/2014 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 720.945 SÃO PAULO RELATOR : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI AGTE.(S) :AGROPECUÁRIA DOMINGOS

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 886.439 DISTRITO FEDERAL RELATORA RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :UNIÃO :PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA NACIONAL :VICENTE ANDRELINO DA ROCHA :CARLOS

Leia mais

Quesito avaliado. 5. Fundamentos: Cabimento do recurso: art. 102, III, a e foi interposto tempestivamente (art. 508 do CPC) (0,30);

Quesito avaliado. 5. Fundamentos: Cabimento do recurso: art. 102, III, a e foi interposto tempestivamente (art. 508 do CPC) (0,30); Peça prática Foi proposta uma ação direta de inconstitucionalidade pelo prefeito de um município do Estado X. O Tribunal de Justiça do Estado X julgou tal ação improcedente, tendo o acórdão declarado constitucional

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Decisão sobre Repercussão Geral DJe 04/10/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 12 20/09/2012 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 688.223 PARANÁ RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) : MIN.

Leia mais

06/08/2013 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI

06/08/2013 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 06/08/2013 SEGUNDA TURMA SEGUNDO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 329.527 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 16/10/2014 PLENÁRIO EMB.DECL. NOS EMB.DECL. NO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 638.500 PERNAMBUCO RELATOR : MINISTRO PRESIDENTE EMBTE.(S)

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 730.896 SANTA CATARINA RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :ERLON NATALINO CANTELLI : VANESSA REGIANINI SCHMITZ E OUTRO(A/S) :ESTADO DE SANTA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 22/09/2015 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 906.026 BAHIA RELATORA AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN

Leia mais

02/12/2015 PLENÁRIO : MINISTRO PRESIDENTE EDUCAÇÃO - FNDE

02/12/2015 PLENÁRIO : MINISTRO PRESIDENTE EDUCAÇÃO - FNDE Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 02/12/2015 PLENÁRIO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 876.358 RIO GRANDE DO NORTE RELATOR AGTE.(S) : MINISTRO PRESIDENTE :RAIMUNDO LOPES

Leia mais