RELATÓRIO DE. Expandir a atuação a partir de um planejamento inteligente

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE. Expandir a atuação a partir de um planejamento inteligente"

Transcrição

1 RELATÓRIO DE Sustentabilidade Expandir a atuação a partir de um planejamento inteligente

2 Índice Sobre o relatório 03 Construção da materialidade 04 Matriz de materialidade 09 Mensagem da presidência do Conselho de Administração 10 Mensagem do diretor-presidente 12 Cenário e perspectivas Linx 16 Principais indicadores 17 Destaques Um ano de IPO 19 Aquisições complementam expertises 20 Missão Visão Valores 21 Sobre a Linx 22 Estrutura organizacional 22 A Linx no Brasil 23 Visão geral da Linx 24 Linha do tempo Governança 26 Estrutura de governança 28 Gestão de riscos 29 Risco operacional 29 Ética e integridade 30 Relação com investidores 31 Composição acionária 32 Mercado de capitais 33 Distribuição de dividendos Estratégia e gestão 34 Estratégia de ampliação 35 Modelo de negócios 36 Estratégia de aquisições 36 Diferenciais competitivos Operações 38 Soluções de negócios 39 Softwares 40 Conectividade 42 Fonte de inspiração permanente 43 Inovação em doses maciças 43 A comunidade de clientes Públicos estratégicos 45 Canais de diálogo com os públicos de relacionamento 46 Gestão de pessoas 47 Pacote de benefícios 49 Inclusão e diversidade 50 Relações trabalhistas 50 Capacitação em direitos humanos 50 Canais indiretos 51 Fornecedores 51 Sociedade e Governo 51 Comunidade Desempenho sustentável 52 Desempenho social 53 Desempenho econômico geração de riqueza 54 Desempenho econômico financeiro 56 Anexos 58 Sumário de conteúdo da GRI 62 Informações corporativas 66 Créditos 66 Relatório de Sustentabilidade

3 Sobre o relatório G4 18, 22, 23, 24, 25 As informações deste relatório retratam as operações e o modo de atuar da Linx S.A. no Brasil e foram organizadas com a finalidade de serem claras e úteis para os seus públicos estratégicos. Com sede em São Paulo, a Companhia se estrutura em filiais em seis estados e todas estas operações estão cobertas pelo relato. O primeiro relatório de sustentabilidade publicado pela Companhia, referente a 2012, seguiu as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), versão G3.1. Nesta segunda publicação, a Linx optou por adotar a versão atual - G4 - desenvolvida pela GRI e aplicada em conjunto com o teste de materialidade. A escolha destas ferramentas condicionou a seleção dos indicadores respondidos. Segundo as orientações da G4, devido à autodeclaração de acordo Essencial escolhida pela Companhia, o Relatório de Sustentabilidade 2013 deve ter pelo menos um indicador reportado por tema relevante. G4 23 O relato cobre o período de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2013 e inclui os dados relativos à abertura de capital da Linx, ocorrida em fevereiro de 2013, e as aquisições realizadas no período. G4 23 As operações cobertas neste relatório são as mesmas que constam das Demonstrações Financeiras. Desenvolvido com o apoio de uma consultoria externa, o levantamento resultante não foi submetido à avaliação externa. Além da definição dos temas materiais, a escolha dos assuntos contemplou o interesse demonstrado pelos públicos estratégicos clientes, investidores, acionistas, colaboradores, fornecedores -, cuja percepção a Linx procura captar por meio de contatos pessoais, consultas, negociações e canais formais de comunicação. G4 18, 25 As informações apresentadas na publicação foram apuradas com base em entrevistas com a alta liderança da Companhia, em informes corporativos e na coleta de dados para os indicadores. Os dados econômico-financeiros seguem o padrão da International Financial Reporting Standards (IFRS) e foram apresentados com base nas demonstrações financeiras de 2013, auditadas pela KPMG. No final do relatório, está publicado o Sumário de Conteúdo da GRI, com as respostas demandadas pelos indicadores, seja com uma descrição literal ou por indicação da página em que está reportada. A Linx respondeu 34 conteúdos padrão gerais e 33 conteúdos padrão específicos. Para a Linx, a experiência de produzir um relatório de sustentabilidade tem a dupla finalidade de ampliar o diálogo com seus públicos de interesse e de gerar uma ferramenta estratégica para aprimorar a gestão dos negócios e o processo de relato de desempenho. São bem vindos os comentários, críticas, dúvidas e sugestões. As manifestações podem ser encaminhadas para o endereço: ou para o telefone 55 (11) Relatório de Sustentabilidade

4 Construção da materialidade GRI DMA, GRI 18, 19, 20, 21, 26, 27 Em seu processo de avaliação de desempenho sob as diretrizes da sustentabilidade, a Linx incluiu pela primeira vez o teste de materialidade. O método tem a finalidade de identificar os temas mais relevantes para uma empresa segundo sua estratégia de negócios, área de atuação e a percepção de impactos dos públicos com quem se relaciona. Com o apoio de consultoria externa, foi convidado um grupo de pessoas representativas de seus públicos, internos e externos, para responder a uma consulta on-line sobre o conjunto de temas importantes para a Companhia. G4 18, 26, 27 De um total de 26 pessoas que responderam às duas questões propostas, 16 eram do Brasil e dez do exterior, assim distribuídas: 11 colaboradores; cinco clientes; e dez investidores. No processo, os stakeholders envolvidos indicaram temas de interesse para compor o relato do último exercício. Cruzado o resultado dessa consulta à visão paralela da Linx com relação à relevância dos assuntos na aplicação do teste de materialidade -, os temas foram classificados como Muito relevante, Relevante, Pouco relevante ou Irrelevante. Assim, apenas os temas classificados como Muito relevante e Relevante no teste foram incorporados à matriz de materialidade. A compilação dos resultados foi marcada em um gráfico com um eixo identificado como Percepção dos Stakeholders e outro Importância dos impactos econômicos, ambientais e sociais no setor (ver quadros Matriz de Materialidade e Aspectos a serem reportados). Os temas foram colocados no gráfico conforme a pontuação geral que receberam. Cada aspecto GRI relacionado mereceu cobertura específica, na qual foram relatados os dados da forma de gestão e os indicadores de desempenho. Os 11 temas apontados como relevantes pelos stakeholders consultados estão descritos segundo seus impactos para as atividades da Linx. G4 20, 21 Relatório de Sustentabilidade

5 Desempenho econômico GRI DMA Presença no mercado GRI DMA A saúde financeira da Linx tem grande peso sobre o equilíbrio econômico de sua cadeia produtiva e, por extensão, a geração de valores para os seus stakeholders. Como empresa aberta, com ações negociadas na Bolsa de Valores, tem o desempenho econômico e retorno dos investimentos monitorados por investidores e acionistas. A gestão da Companhia, conduzida por executivos com grande experiência no mercado de tecnologia, conta também com um alto nível de governança corporativa, liderada por um Conselho de Administração eleito em assembleia geral de acionistas. Periodicamente, são monitorados diversos indicadores de desempenho operacional e financeiro. Cada departamento possui suas metas financeiras e operacionais e o desempenho dessas metas está atrelado à remuneração variável (PPR). A partir do IPO, em fevereiro de 2013, o desempenho econômico, auditado, é divulgado por meio dos releases de resultados trimestrais. Impactos econômicos indiretos GRI DMA A Linx procura complementar suas atividades com ações em benefício da sociedade. O seu know-how em TI é disponibilizado voluntariamente para duas organizações beneficentes, com grande impacto sobre a captação de recursos e eficiência operacional. Em relação ao uso consciente dos recursos naturais, a empresa mantém um sistema de coleta seletiva de lixo em suas instalações na matriz e, em parceria com uma cooperativa, dá destino adequado aos materiais coletados e contribui para o aumento de renda dos catadores. Atualmente, a Companhia não é signatária de protocolos ou referência externa em relação a impactos econômicos, sociais ou ambientais. Está em planejamento a adoção de medidas neste sentido. Além da busca permanente de inovação para atingir novos segmentos de varejo, a Linx tem na expansão geográfica um pilar estratégico para estar pronta para as oportunidades de mercado. A Companhia concentra seus esforços comerciais na venda de produtos e serviços para o varejo, a partir de sua matriz e de nove filiais próprias nos principais estados brasileiros. Como forma de complementar geograficamente sua atuação, especialmente em Estados menos representativos, também se utiliza de canais indiretos, como distribuidores e representantes comerciais. Ao aproveitar as oportunidades de mercado trazidas pela interiorização da geração de riqueza no País, a Linx contribui com o desenvolvimento desses locais, pois seus serviços constituem um importante alicerce para a modernização do setor varejista. A Companhia acredita estar bem posicionada para aproveitar o atual estágio de desenvolvimento do mercado brasileiro de softwares para o varejo, ainda pouco explorado. A eficácia de seus processos de gestão é monitorada a partir do acompanhamento de pesquisas setoriais e de relatórios da área comercial. Relatório de Sustentabilidade

6 Emprego GRI DMA Relações trabalhistas GRI DMA A Companhia considera os recursos humanos o seu principal ativo e o que representa a maior parte de seus custos. A gestão de pessoas pode significar uma oportunidade ou um risco para suas operações, que são dependentes da expertise de membros da administração, especialmente em relação à definição e implantação de suas estratégias e desenvolvimento de negócios. Apenas uma pequena parte das atividades operacionais depende de sua cadeia de fornecedores, o que faz com que a Companhia não a considere como um aspecto material para a sustentabilidade da empresa atualmente. A Linx adota o Código de Ética como principal diretriz para a condução desse aspecto. A área de Recursos Humanos mantém especialistas responsáveis por controlar e administrar esses indicadores propondo melhorias aos líderes da Companhia. Sobre sua cadeia de fornecedores, o relacionamento cabe aos gestores de cada área e segue as políticas internas de compras, assim como o Código de Ética. Além disso, a Linx institui cláusulas sociais, e éticas de trabalho e anticorrupção em seus contratos com fornecedores. Treinamento e educação GRI DMA A Companhia entende ser prioritário contar com profissionais gabaritados e experientes para manter o atendimento de qualidade a seus clientes e garantir a sustentabilidade do negócio. O potencial de crescimento futuro da Linx está na inovação tecnológica de seus produtos, que depende do capital intelectual de seus funcionários. Para seguir competitiva e sustentável, considera extremamente importante a capacitação criativa de seus colaboradores e o desenvolvimento de lideranças. Para isso, oferece programas de capacitação e subsidia cursos aos colaboradores. Além dos empregados, oferece treinamento para clientes e parceiros como parte da missão de acelerar a adoção e uso dos produtos de softwares. Os avanços neste aspecto são orientados por indicadores gerados pelas áreas internas e acompanhados pela Entre os pontos em que a Companhia pode ser impactada, está a ocorrência de sanções ou limitações impostas por órgãos atuantes sob as leis trabalhistas durante os processos de aquisição, fundamentais para sua estratégia de crescimento. Para que possa cumprir os objetivos estratégicos, a Linx gerencia seu quadro de recursos humanos em conformidade com as normas trabalhistas em vigor e com os sindicatos. Os colaboradores são remunerados de maneira competitiva em relação ao mercado de tecnologia da informação através de pesquisas de mercado conduzidas pela área de recursos humanos e pelo comitê executivo de remuneração para enquadramento dos salários. A política de remuneração inclui um programa de incentivo de curto prazo para executivos vinculado ao alcance de metas e um programa de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) para todos os funcionários. A Linx também possui um programa de plano de Diretoria de Gestão de Pessoas. opções de ações da Companhia para seus funcionários chaves. A Companhia acredita ter um bom relacionamento com os seus empregados e o sindicato que os representa e propicia um ambiente de liberdade sindical em todas as operações. Os acordos envolvem 100% dos colaboradores, filiados ou não a sindicatos locais. Em decorrência dos princípios que a Linx adota, não há registros de greves ou paralisações por iniciativa dos colaboradores desde a sua criação. Relatório de Sustentabilidade

7 Investimentos GRI DMA Diversidade e igualdade GRI DMA Atualmente, o tema é contemplado com foco nos portadores de deficiência, em parceria com organizações não-governamentais especializadas, para que a empresa cumpra a Lei de Metas. Regularmente, recebe a auditoria do Ministério do Trabalho e Emprego e possui processos estruturados de acompanhamento pela área de Recursos Humanos. A definição dos investimentos da Linx tem relação direta com sua cadeia produtiva e os impactos sobre os públicos estratégicos. Para lidar com essas questões, a Companhia orienta os colaboradores por meio do Código de Ética e das políticas relativas a direitos humanos e questões socioambientais. E também incentiva a cadeia de fornecedores a incorporar as melhores práticas por meio de cláusulas contratuais, com Conformidade ênfase na legislação e práticas anticorrupção. Nos GRI DMA contratos de aquisição de empresas, a Linx adota cláusula de conformidade com a legislação A eficiência do gerenciamento de conformidade, para em relação a aspectos do produto e a Linx, é fator essencial à sua reputação e segurança ativos e a questões trabalhistas e financeira, seja em relação aos procedimentos internos ambientais. A Companhia não ou exigências regulatórias externas. Além de dispor mensura investimentos em de área jurídica interna e assessoria jurídica externa para aspectos relacionados monitorar esse aspecto, estruturou o Comitê de Auditoria e a direitos o Departamento de Auditoria interna para cuidar da gestão de humanos. conformidade e melhoria contínua dos processos. O Departamento de Auditoria Interna responde ao Comitê de Auditoria, que responde ao Conselho de Administração. Também fazem parte desse sistema o Código de Ética, o canal de denúncias e as políticas internas, desenvolvidos para orientar a condução da operação junto a seus colaboradores e monitorar as manifestações de stakeholders e eventuais processos judiciais. Relatório de Sustentabilidade

8 Comunicação de marketing GRI DMA A Linx acredita que, para o efetivo relacionamento com os seus públicos estratégicos, uma comunicação alinhada e sinérgica é fundamental, da mesma forma que a devida gestão da marca representa um ponto crucial para a gestão sustentável. A empresa dispõe de diversas ferramentas e canais de comunicação que considera adequados à condição de atuação business to business. Por meio desse sistema, procura manter um relacionamento claro, colaborativo e transparente com os clientes, colaboradores e fornecedores. Em suas atividades, a Linx adota as boas práticas de comunicação de marketing. Privacidade de informações dos clientes GRI DMA A privacidade, confidencialidade e segurança das informações são questões de extrema relevância para o varejo, pois expressam a estratégia e tendências de negócios. Pela natureza de suas atividades, a Linx tem amplo acesso a dados estratégicos de seus clientes. Caso a privacidade do cliente seja exposta, os impactos podem acarretar danos à credibilidade e imagem da Linx, além da responsabilização por eventuais danos causados e possíveis problemas legais. A Companhia realiza investimentos contínuos na infraestrutura que suporta a oferta cloud, para manter-se em conformidade com as melhores práticas nesse sentido. Entre as iniciativas, tem contrato com empresa especializada para monitorar periodicamente o ambiente de segurança da informação em todas as áreas de operação. Relatório de Sustentabilidade

9 Matriz de materialidade G4 19, 20, 21 Comunicações de marketing Indicadores: PR6, PR7 Impactos econômicos indiretos Indicadores: EC7, EC8 Privacidade do cliente Indicadores: PR8 Relações trabalhistas Indicadores: LA4 Desempenho econômico Indicadores: EC1, EC2, EC3 Presença no mercado Indicadores: EC6 Emprego Indicadores: LA1, LA2 Investimentos Indicadores: HR1, HR2 Percepção dos stakeholders Treinamento e educação Indicadores: LA9, LA11 Conformidade Indicadores: SO8 Diversidade e igualdade de oportunidades Indicadores:LA12 Importância dos impactos econômicos, ambientais e sociais no setor. Relatório de Sustentabilidade

10 Mensagem da Presidência do Conselho de Administração G4-1 Vivemos na Linx um ano transformador em 2013, seja pela concretização de resultados longamente maturados, seja pelo desenvolvimento de projetos com potencial de direcionar nossa expansão no longo prazo e ter profunda repercussão sobre o futuro do setor de varejo. O sucesso da abertura de capital demonstrou o reconhecimento do mercado à receita da Companhia, de somar a boa gestão financeira, de desenvolvimento de produtos e comercial. Encerramos o ano como o IPO de maior valorização da BM&FBovespa do ano Assim como a Linx, nossos clientes mantiveram a trajetória de crescimento, apesar dos modestos números apresentados pelo PIB e outros indicadores da economia nacional. Mesmo neste cenário, o varejo permanece como um alavancador de consumo, renda e emprego para a população do País e ainda com um amplo espaço para crescer. Representando um mercado de aproximadamente R$ 1,5 trilhão, o setor vive um momento de consolidação e busca da formalização e profissionalização. Para tornar mais consistente seu crescimento, exigirá investimentos intensivos em Tecnologia da Informação, em particular em sistemas de gestão. Nércio Fernandes, presidente do Conselho de Administração Relatório de Sustentabilidade

11 Trabalhamos focados na fatia de varejistas que se destaca pela conquista de eficiência e produtividade Trabalhamos focados na fatia de varejistas que se destaca pela conquista de eficiência e produtividade e cresce mais do que a média, em uma dinâmica que tende a se acelerar. Por isso, e pelo nosso modelo de negócio, consideramos que os percalços que possam ocorrer na economia terão efeito reduzido em nossa expansão. Como fazemos há 28 anos, continuaremos direcionados a apoiar o varejo. e cresce mais do que a média, em uma dinâmica que tende a se acelerar Progredimos significativamente na construção da governança corporativa, buscando o alinhamento paulatino às diretrizes recomendadas pelo Instituto de Governança Corporativa (IBGC) e pela Associação Brasileira de Empresas de Capital Aberto (ABRASCA). Atualmente, temos um Conselho de Administração em pleno funcionamento, com nove membros, sendo quatro independentes. Formalizamos o Código de Ética, o Comitê de Remuneração e o Comitê de Auditoria. Com a criação da área de Relações com Investidores, desenvolvemos as rotinas necessárias para manter os canais permanentemente abertos para os investidores e analistas de mercado. Mantemos nossa convicção no grande potencial de crescimento do mercado brasileiro. E, junto com nossos stakeholders, continuaremos a participar com entusiasmo e espírito inovador desse processo. Nércio Fernandes, presidente do Conselho de Administração Relatório de Sustentabilidade

12 Mensagem do Diretor-Presidente G4-1 A Linx se tornou uma Companhia aberta em 2013, atingiu o número de 16 aquisições em cinco anos, posicionou-se como uma organização de ponta em inovação e consolidou a preferência dos clientes e a larga liderança no mercado de tecnologia para o varejo com indicadores robustos de crescimento. Entre os muitos fatos que fizeram do ano um ponto de inflexão na história da Companhia, um se destaca - o amadurecimento da nossa governança, entendida em seus variados aspectos. Desde 2008, a Companhia vem se preparando para esta mudança de patamar como um projeto de longo prazo, trabalhando para que a geração de valor se torne um princípio da organização e não apenas decisão de um líder. Ao longo desses anos, cuidamos para tornar a operação menos pessoal e mais processual, caminhando naturalmente para a sustentabilidade dos negócios. Uma longa jornada interna aflorou para o mercado em 2013 e obteve o seu reconhecimento, refletido na valorização apresentada pelas ações da Linx no encerramento do ano. Com a abertura de capital, tivemos uma conquista que ultrapassa o seu valor monetário. Somos produtores de um bem intangível, a tecnologia, e uma de nossas principais forças de venda é a credibilidade. A resposta do mercado à nossa oferta de ações, elevando a valorização em 77% no final do ano, nos deu a oportunidade de capturar um valor intangível muito maior para nossos produtos e serviços. Assim como valorizamos o horizonte de longo prazo, atraímos investidores com uma clara percepção de valor semelhante. Alberto Menache, diretor-presidente Relatório de Sustentabilidade

13 Escolhemos ser os melhores no que fazemos. E esta visão se estende a buscar os melhores clientes, os melhores colaboradores, os melhores parceiros de negócios, as melhores empresas para adquirir. Desde cedo, identificamos qual seria nosso mercado alvo e nos concentramos totalmente, sem distração, passando a conhecê-lo com uma profundidade inédita. As conquistas de 2013 são fruto dessa construção de 28 anos. Nas cinco aquisições feitas em 2013, está visível a sinergia com os nossos negócios e o alinhamento com a estratégia, a visão, os valores e a nossa cultura. Todas as áreas da Companhia foram envolvidas nesta avaliação, realizada internamente, para assimilar os fatores-chave do sucesso de cada uma das adquiridas. Elas nos trouxeram expertise para entrarmos em segmentos fundamentais para o nosso modelo de negócio, como postos de combustível e lojas de conveniência, franquias de serviços e TEF para o pequeno varejo. A junção do crescimento orgânico e da expansão por aquisição reverteu em uma carteira de clientes ampliada em mais empresas no ano de 2013, em uma confirmação de que ainda há um amplo espaço de crescimento para a tecnologia do varejo e para empresas com visão de longo prazo. Nossa estratégia contempla algumas tendências claras no mercado brasileiro. O processo de consolidação em grandes redes ainda tem um longo caminho, voltado com muita força para a interiorização do consumo e a formalização da estrutura. Dentro das verticais, a tendência aponta para um avanço das franquias, dos serviços e da verticalização das cadeias, como já ocorreu com as confecções e agora chega ao setor eletroeletrônico. O e-commerce avança devagar, mesmo crescendo 29% ao ano no País em 2013, segundo Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), representou uma receita de R$ 31,1 bilhões diante de um mercado de varejo de aproximadamente R$ 1,5 trilhão e cada vez mais se define como uma ferramenta complementar. Definitivamente, não existe a possibilidade de o varejo físico desaparecer. O que realmente se mostra como o fator dominante no setor é a força das marcas. São elas as geradoras de valor, motivando processos de integração em todas as verticais. A resposta do mercado à oferta de ações nos deu a oportunidade de capturar um valor intangível muito maior para nossos produtos e serviços Relatório de Sustentabilidade

14 Neste cenário, desenvolvemos a nossa própria plataforma de integração de canais, o Omni Channel, antecipando tendências e demandas. Com esta inovação, tornamos a força da marca acessível ao consumidor por todos os meios e disponibilizamos para os clientes a plataforma nos nossos sistemas. O entendimento profundo de cada consumidor que esta tecnologia proporciona contribuirá para que as ações da cadeia varejista sejam muito mais assertivas. Permanece crescente a demanda por soluções tecnológicas de gestão para o varejo. Acreditamos que não há outro caminho para ganhar produtividade a não ser pelos recursos da tecnologia da informação. Ganhar produtividade significa ampliar a renda, otimizar o tempo, conquistar diferenciação em relação à concorrência e, indiretamente, melhorar a competitividade do País. Trata-se de uma grande responsabilidade e temos consciência da grandeza deste impacto. Uma parcela significativa do varejo nacional depende dos softwares da Linx para atender seus clientes todos os dias, para fazer negócios e pagar os tributos devidos. Conquistamos a confiança do mercado de varejo por ter a preocupação permanente com a qualidade de nossos serviços e produtos e com a gestão dos negócios. Estamos aprimorando nossos processos, sistemas de gestão de riscos e controles internos em direção ao aprimoramento contínuo da governança. O caminho para a sustentabilidade passa por este aprendizado, sobre o qual prestamos contas com este relatório. Grande parte dos resultados conquistados pela Linx deve-se a uma equipe brilhante e dedicada de colaboradores. Um exemplo do potencial que representam foram os resultados da campanha de produtividade; recebemos 99 sugestões de melhorias formuladas por eles, das quais 44 foram aprovadas. Destaco também a contribuição de fornecedores e parceiros e o trabalho conjunto com a comunidade de clientes, que têm compartilhado generosamente conosco seus conhecimentos e expectativas. Agradeço a todos. Dou as boas vindas aos investidores e profissionais de mercado, que agora passam a ser nossos interlocutores, e agradeço a confiança demonstrada. Juntos, fazemos da Linx uma Companhia preparada para apoiar a transformação do varejo brasileiro. Alberto Menache, diretor-presidente Permanece crescente a demanda por soluções tecnológicas de gestão para o varejo

15 Cenário e perspectivas A trajetória de desenvolvimento vivida pelo Brasil teve, em 2013, a confirmação de tendências de longo prazo, apesar do desempenho negativo de alguns indicadores macroeconômicos. A manutenção dos índices de inflação, combinada ao controle das taxas de juros, está na base do crescimento e relativa estabilidade econômica, apresentados pelo País na última década. Este cenário resultou, entre outros avanços, no baixo índice de desemprego e redução da taxa de informalidade. Um dos principais fatores a explicar este cenário de enriquecimento do Brasil foi a grande expansão do crédito, que afetou positivamente os principais indicadores socioeconômicos. Como consequência, o País vive um claro avanço de redução da desigualdade social. Entre 2001 e 2011, o salário dos 10% mais pobres cresceu 91,2%; em comparação, a renda dos 10% mais ricos aumentou 16,6% no mesmo período *. A mobilidade social e o aumento de renda da população levaram à expansão da classe média (também chamada de classe C), fenômeno que tem sua maior evidência no aumento expressivo do consumo e na expansão do mercado varejista. Há mais de uma década, o setor vem apresentando uma taxa contínua e ascendente de crescimento. Uma das principais vertentes do fortalecimento do varejo no Brasil tem sido por meio de shopping centers. Os efeitos do aumento do consumo favorecem o crescimento da carteira de clientes da Linx e abrem ainda novas oportunidades de negócios, graças ao fortalecimento e amadurecimento do setor como um todo. Há uma crescente demanda por serviços de tecnologia da informação para acompanhar a profissionalização em curso. Os crescimentos esperados tanto no setor de tecnologia da informação quanto no varejo, combinados, devem impulsionar o mercado da Linx a uma taxa composta de crescimento anual de 11%, segundo estudo do IDC.** Segundo o estudo realizado pelo International Data Corporation (IDC)**, sobre o mercado brasileiro de software de gestão para varejo, com os resultados relativos ao ano de 2012 a penetração dos serviços de TI no varejo subiu de 7,0% para 7,9%. O mercado potencial total de POS+ERP para varejo atingiu R$ 8,2 bilhões; já a receita total de softwares de gestão para varejo em 2012 foi de R$ 644 milhões, crescimento de 18,4% sobre Com estes índices, o market share da Linx atingiu 31,7% em 2012, um crescimento de 240 bps sobre o ano anterior. Este percentual é maior do que a soma do segundo, terceiro, quarto e quinto colocados e quase três vezes maior que o do segundo. O estudo também constatou que a parcela de software no mix de gastos de TI dos varejistas segue aumentando paulatinamente, passando de 23,9% para 26%, em detrimento de hardware e serviços. Esta constatação, associada ao baixo nível de penetração mencionado, reforça o entendimento da Companhia de que o varejo brasileiro se encontra em um estágio inicial de mudança, buscando maior formalização, profissionalização, consolidação e aumento da presença geográfica de suas operações, dinâmicas que em conjunto levam a um aumento nos investimentos em softwares de gestão. A Linx trabalha com a perspectiva de que estas dinâmicas têm uma longa trajetória para atingir a maturidade. Portanto, a oportunidade de crescimento deste mercado é de longo prazo. O momento vivido pelo setor de softwares aliado à conjuntura do setor de varejo ganha contornos ainda mais expressivos em razão da característica do mercado brasileiro de ser ainda bastante fragmentado. Esta conjunção de fatores reforça a posição competitiva da Companhia e seu potencial de ganho de market share, colocando-a numa posição diferenciada para explorar de maneira satisfatória as oportunidades. *Fontes: Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA); Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE); Banco Central do Brasil **IDC: com operações em todo o mundo, a agência atua nos serviços de inteligência de mercado para as indústrias de tecnologia da informação, telecomunicações e mercados de consumo em massa de tecnologia. Relatório de Sustentabilidade

16 01 Linx Relatório de Sustentabilidade

17 Principais indicadores G4-4, 8, 9, 10 Sede São Paulo/SP Cobertura Presença operacional em seis estados e representação em 15 estados. Os softwares são homologados em todos os estados brasileiros. Unidades de negócios Softwares, Conectividade e Soluções Complementares Setores de atuação Nove verticais do Varejo (Vestuários, Concessionárias, Food Services, Materiais de Construção, Mercadorias em geral, Farmácias, Supermercados, Postos de gasolina e lojas de conveniência e Varejo de serviços) Colaboradores Receita líquida (R$) R$ 295,5 Milhões Ebtida*(R$) R$ 82,5 Milhões Margem Ebtida* 27,9% *ajustado à venda de ativos Relatório de Sustentabilidade

18 Destaques 2013 DESEMPENHO NOS NEGÓCIOS Abertura de capital Oferta pública inicial (IPO) da Linx encerra o ano como a mais bem sucedida de 2013 Cinco aquisições A aquisição das empresas Direção, LZT, e dos ativos da Seller, Opus e Ionics, habilitam a entrada em novos segmentos e o domínio de tecnologias complementares Entrada em novos mercados Aquisições e incorporação de tecnologia sustentaram a implantação dos segmentos de negócios Postos de Combustível e Varejo de Serviços. A plataforma Opus Franchising System possibilitou soluções específicas para as redes de franquias de serviços, como escolas de idiomas e clínicas de estética Lançamento do Omni Channel Pioneirismo na nova geração de softwares baseados no conceito de plataforma única de acesso para clientes e consumidores. O conceito permeará todas as soluções oferecidas pela Companhia Filial em Porto Alegre Operações no Sul são unificadas em uma sede única, com 350 colaboradores e fábrica de Conectividade, Postos de Combustível e Concessionárias Tecnologia TEF Aquisição da empresa Direção aumenta o domínio da tecnologia de Transferência Eletrônica de Fundos (TEF), incorporada às plataformas Linx para pequenas redes varejistas DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO Base de clientes cresceu 97,2% em comparação a 2012, atingindo clientes, o que representa uma adição de novos clientes no ano Receita recorrente expandiu 32,4%, passando de R$ 194,3 milhões em 2012 para R$ 257,3 milhões e representando 78% da receita bruta Receita de serviços atingiu R$ 74,0 milhões, 14,1% maior que em 2012, equivalente a 22% da receita bruta Receita operacional líquida totalizou R$ 331,3 milhões, 27,8% superior à de 2012 EBITDA de 2013, excluindo o efeito de alienações de ativos, foi de R$ 82,5 milhões, 27,4% superior ao EBITDA de 2012, de R$ 64,7 milhões Margem EBITDA de 2013, ajustada à alienação de ativos, foi de 27,9%, 10 bps menor que a margem EBITDA do 2012 de 28,0% Lucro líquido, ajustado ao efeito da alienação de ativos, atingiu R$ 59,5 milhões, crescimento de 120,2% sobre o lucro líquido de 2012, de R$ 27,0 milhões Lucro caixa, excluindo o efeito da alienação de ativos, foi de R$ 80,0 milhões, 78,5% maior que o lucro caixa no 2012 de R$ 44,8 milhões Relatório de Sustentabilidade

19 Um ano de IPO G4-7, 13 Vários fatos tornam marcante a entrada da Linx no mercado de capitais, a começar pela reabertura das ofertas depois de quase um ano sem atividades. A Companhia fez sua Oferta Pública Inicial de Ações (IPO) na BM&FBOVESPA no dia 8 de fevereiro de 2013, aderindo ao Novo Mercado, modalidade que atende ao nível máximo das melhores práticas de governança corporativa. A operação envolveu mil ações, incluindo um lote suplementar de mil ações, o que deixou a Companhia com um free float (ações em circulação no mercado) de aproximadamente 67%. A ação alcançou o valor de R$ 27,00, o topo da faixa indicativa sugerida pelos coordenadores da oferta. Considerada uma das ofertas públicas de ações mais demandadas da bolsa paulista em 2013, a ação subiu 18% no primeiro dia de negociação e desde então o papel se valorizou 77%, contra um índice Bovespa em queda de 15% no ano. O IPO captou R$ 527,9 milhões, sendo R$ 343,1 milhões oferta primária e R$ 184,8 milhões oferta secundária. Entre os destaques do evento, está a qualidade dos investidores que compuseram a base acionária, com perfil claramente alinhado aos valores da Linx e interesses de longo prazo. O resultado no final do ano comprovou que a Companhia se manteve extremamente realista nas projeções apresentadas ao mercado. O IPO representou o coroamento de um longo processo de preparação, iniciado anos antes, com a implantação de uma cultura de governança e o aperfeiçoamento da estrutura organizacional. Após o IPO, a mudança mais visível reside na criação da área de Relações com Investidores e na adoção de processos formais e períodicos de reporte. Na fase pós-ipo, a Companhia procurou deixar evidente o cumprimento dos compromissos assumidos frente aos investidores. Um dos objetivos da busca de recursos no mercado de capitais, os investimentos em aquisições, começou a ser executado com a compra de cinco empresas ao longo do ano. O bom desempenho da Linx pôde ser acompanhado na cobertura feita pelas áreas de research de instituições financeiras, que passaram de quatro especialistas para nove, em uma demonstração do estreito relacionamento mantido com o mercado. A percepção positiva do posicionamento da Companhia se refletiu na liquidez da ação, que chegou ao final do ano com um volume financeiro médio de R$ 6 milhões por dia. O IPO captou R$ 527,9 milhões, sendo R$ 343,1 milhões oferta primária e R$ 184,8 milhões oferta secundária Relatório de Sustentabilidade

20 Aquisições complementam expertises G4-13, 22 Principal compromisso assumido com os recursos do IPO, a estratégia de crescimento por aquisições se concretizou com a compra de cinco empresas em Adquirida pelo valor total de R$ 26,5 milhões, a Direção reforça o portfólio de soluções para meios de pagamento eletrônicos (TEF), redes de serviços e automação comercial. A entrada no segmento de postos de combustível e lojas de conveniência se iniciou com a aquisição, por R$ 10 milhões, de alguns ativos da Seller, Companhia de desenvolvimento e comercialização de softwares destinados à gestão e automação de postos de gasolina e lojas de conveniência. A terceira aquisição, da Opus Software, que representou um investimento de R$ 9 milhões, abriu para a Linx as portas da vertical de franquias de serviços com a plataforma Opus Franchising System, de gestão e automação. O movimento para assegurar a liderança na vertical de varejo de postos de gasolina e lojas de conveniência foi reforçado com a compra de duas empresas especializadas de Santa Catarina. A LZT, na qual serão investidos até R$ 30,48 milhões, conta com 11 anos de experiência em desenvolvimento de softwares e consultoria nas áreas de automação comercial e gestão empresarial. Com 27 anos de atividades, a Ionics é pioneira no desenvolvimento de tecnologia de gestão para o segmento e foi adquirida pelo valor de R$ 12 milhões. Relatório de Sustentabilidade

RELATÓRIO DE. Expandir a atuação a partir de um planejamento inteligente

RELATÓRIO DE. Expandir a atuação a partir de um planejamento inteligente RELATÓRIO DE Sustentabilidade Expandir a atuação a partir de um planejamento inteligente Índice Sobre o relatório 03 Construção da materialidade 04 Matriz de materialidade 09 Mensagem da presidência do

Leia mais

Diretrizes de Governança Corporativa

Diretrizes de Governança Corporativa Diretrizes de Governança Corporativa DIRETRIZES DE GOVERNANÇA CORPORATIVA DA BM&FBOVESPA Objetivo do documento: Apresentar, em linguagem simples e de forma concisa, o modelo de governança corporativa da

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Por que abrir o capital?

Por que abrir o capital? Por que abrir capital? Por que abrir o capital? Vantagens e desafios de abrir o capital Roberto Faldini Fortaleza - Agosto de 2015 - PERFIL ABRASCA Associação Brasileira de Companhias Abertas associação

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa Análise XP Fundamentos Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa A Empresa A Senior Solution está presente, há mais de 17 anos, no segmento de Tecnologia da Informação no mercado brasileiro, sendo uma

Leia mais

Práticas Corporativas

Práticas Corporativas Práticas Corporativas Nível 1 de Governança Corporativa Fontes: Estatuto Social Código de Conduta Relatório de Sustentabilidade Formulário de Referência Política de divulgação e negociação Atualizado em

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Geraldo Soares IBRI; Haroldo Reginaldo Levy Neto

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Estrutura de Governança Corporativa

Estrutura de Governança Corporativa Estrutura de Governança Corporativa Conselho de Administração Composto de nove membros, sendo dois independentes (sem vínculos com os acionistas signatários do acordo de acionistas, na forma da regulamentação

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

PROGRAMA COMPLIANCE VC

PROGRAMA COMPLIANCE VC Seguir as leis e regulamentos é ótimo para você e para todos. Caro Colega, É com satisfação que compartilho esta cartilha do Programa Compliance VC. Elaborado com base no nosso Código de Conduta, Valores

Leia mais

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ATA SUMÁRIA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO DE 2014 DATA, HORA E LOCAL: Em 7 de fevereiro de

Leia mais

Soluções inteligentes para o seu negócio.

Soluções inteligentes para o seu negócio. Soluções inteligentes para o seu negócio. BEMATECH HOJE 30% de presença no mercado Presente em 500 mil pontos de venda Alto potencial de mercado Crescimento nos últimos 14 trimestres No 1T15 essa evolução

Leia mais

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA 5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA Os sinais de redução de riscos inflacionários já haviam sido descritos na última Carta de Conjuntura, o que fez com que o Comitê de Política Monetária (Copom) decidisse

Leia mais

Comunicação institucional clara, rigorosa e transparente com o mercado. Business Case

Comunicação institucional clara, rigorosa e transparente com o mercado. Business Case Comunicação institucional clara, rigorosa e transparente com o mercado Business Case 2013 AGENDA ENQUADRAMENTO COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL CLARA, RIGOROSA E TRANSPARENTE COM O MERCADO ENQUADRAMENTO Na economia

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Esta Política tem como objetivos: Apresentar de forma transparente os princípios e as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e direcionam

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Publicado em: 27/02/2015 Válido até: 26/02/2020 Política de Responsabilidade Socioambiental 1. SUMÁRIO 2 2. OBJETIVO 2 3. ABRANGÊNCIA 2 4. IMPLEMENTAÇÃO 2 5. DETALHAMENTO 2 5.1. Definições 3 5.2. Envolvimento

Leia mais

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das Número de empresas brasileiras que procuram se aprimorar em governança corporativa aumentou na última edição do estudo Melhores práticas Estudo aponta que as empresas investem mais no aprimoramento dos

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO)

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO) EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA CAMPINAS GUARULHOS EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA

Leia mais

Contax. Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI. Janeiro de 2011

Contax. Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI. Janeiro de 2011 Contax Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI Janeiro de 2011 SEÇÃO 1 Racional da Transação 2 A Líder no Mercado de Contact Center no Brasil A Contax Líder no mercado com ampla base de clientes Fundada

Leia mais

Política de Produto e Serviço Caixa Geral de Depósitos. Política de Produto e Serviço

Política de Produto e Serviço Caixa Geral de Depósitos. Política de Produto e Serviço Política de Produto e Serviço Publicado em julho 2012 1 Fundada em 1876, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) é o maior grupo financeiro nacional, atuando em diferentes áreas, designadamente na banca comercial,

Leia mais

Bovespa Mais: propiciando o crescimento sustentável das empresas

Bovespa Mais: propiciando o crescimento sustentável das empresas Bovespa Mais: propiciando o crescimento sustentável das empresas O Bovespa Mais, um dos segmentos especiais de listagem administrados pela BM&FBOVESPA, foi idealizado para tornar o mercado acionário brasileiro

Leia mais

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2. ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.008 Aos 17 dias do mês de setembro do ano de dois mil e oito,

Leia mais

Apresentação Investidores

Apresentação Investidores Apresentação Investidores Abril de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos

Leia mais

CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRASCA AMEC ANBIMA ANCORD APIMEC BM&FBOVESPA CFC IBGC IBRACON IBRI)

CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRASCA AMEC ANBIMA ANCORD APIMEC BM&FBOVESPA CFC IBGC IBRACON IBRI) CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRASCA AMEC ANBIMA ANCORD APIMEC BM&FBOVESPA CFC IBGC IBRACON IBRI) PRONUNCIAMENTO DE ORIENTAÇÃO Nº xx, de XX de XXXXXXX de 2011.

Leia mais

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Edina Biava Abrasca; Marco Antonio Muzilli IBRACON;

Leia mais

2T14 CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA

2T14 CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA São Paulo, 7 de agosto de 2014. A Linx S.A. (BOVESPA: LINX3; Bloomberg: LINX3:BZ e Reuters: LINX3.SA), líder em tecnologia de gestão empresarial para

Leia mais

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A.

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REGIMENTO INTERNO DOS COMITÊS COMITÊ DE FINANÇAS E ORÇAMENTO APROVADO PELO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EM 24 DE SETEMBRO DE 2014 SUMÁRIO I INTRODUÇÃO

Leia mais

Sul em ações 26 de novembro de 2008

Sul em ações 26 de novembro de 2008 Sul em ações 26 de novembro de 2008 A Bematech é bi-campeã do prêmio do IBGC de melhor governança Corporativa dentre as empresas listadas na Bovespa. Expansão do Varejo e Necessidade de Investimento em

Leia mais

Sobre este relatório. Sobre este relatório RELATÓRIO ANUAL 2012

Sobre este relatório. Sobre este relatório RELATÓRIO ANUAL 2012 RELATÓRIO ANUAL 2012 Sobre este relatório Sobre este relatório Este relatório tem por objetivo informar aos públicos estratégicos (stakeholders) quem é a Linx e descrever os fatos mais relevantes da operação

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Data da Criação: 09/11/2012 Dara de revisão: 18/12/2012 1 - Sumário - 1. A Instant Solutions... 3 1.1. Perfil da empresa... 3 1.2. Responsabilidade ambiental...

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2013 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 1º Trimestre

Leia mais

Private Equity ADVISORY

Private Equity ADVISORY Private Equity ADVISORY Private Equity Excelentes profissionais que trabalham em equipe, transformando conhecimento em valor, em benefício de nossos clientes. Private Equity 1 Qualidade e integridade são

Leia mais

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COELBA

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COELBA PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COELBA Guia Básico do Proponente Resumo das diretrizes e critérios da Coelba/ Grupo Neoenergia para patrocínios a projetos socioculturais e ambientais. 1 Índice Introdução 2 1.

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Respeitamos o fato de que cada cliente tem diferentes necessidades e demandas. Nosso objetivo é simplificar o complexo mercado de capitais e

Respeitamos o fato de que cada cliente tem diferentes necessidades e demandas. Nosso objetivo é simplificar o complexo mercado de capitais e Respeitamos o fato de que cada cliente tem diferentes necessidades e demandas. Nosso objetivo é simplificar o complexo mercado de capitais e proporcionar atendimento personalizado, sem perder de vista

Leia mais

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA 1 1. APRESENTAÇÃO Esta política estabelece os princípios e práticas de Governança Cooperativa adotadas pelas cooperativas do Sistema Cecred, abordando os aspectos de

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Banco Cooperativo Sicredi S.A. Versão: Julho/2015 Página 1 de 1 1 INTRODUÇÃO O Sicredi é um sistema de crédito cooperativo que valoriza a

Leia mais

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO 2014 GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE O modelo de Gestão da Sustentabilidade do GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE é focado no desenvolvimento de

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 1 ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE (D.O 01 revisão 05, de 22 de março de 2011) 2 SUMÁRIO PARTE I INTRODUÇÃO

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Preâmbulo. resultado econômico, ao mesmo tempo em que protege o meio ambiente e melhora a qualidade de vida das pessoas com as quais interage.

Preâmbulo. resultado econômico, ao mesmo tempo em que protege o meio ambiente e melhora a qualidade de vida das pessoas com as quais interage. Preâmbulo Para a elaboração da Política de Sustentabilidade do Sicredi, foi utilizado o conceito de Sustentabilidade proposto pela abordagem triple bottom line (TBL), expressão que reúne simultaneamente

Leia mais

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Nota de Imprensa Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Presidente mundial do Banco Santander apresenta em São Paulo o Plano Estratégico 2008-2010 para o A integração

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN Resumo das diretrizes e critérios da COSERN/ Grupo Neoenergia para patrocínios a projetos socioculturais e ambientais. Guia Básico do Proponente 1 Índice Introdução 2 1.

Leia mais

Workshops de Revisão Março 2015

Workshops de Revisão Março 2015 Workshops de Revisão Março 2015 Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) GVces Criado em 2003, o GVces é uma iniciativa da

Leia mais

RIO 2016 POLÍTICA DE COMPLIANCE

RIO 2016 POLÍTICA DE COMPLIANCE COMITÊ ORGANIZADOR DOS JOGOS OLÍMPICOS RIO 206 RIO 206 POLÍTICA DE 25/02/205 / 2 Sumário. OBJETIVO... 2 2. DEFINIÇÕES... 2 3. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 5 4. DIRETRIZES... 7 4. Programa Geral de...

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução. Código de Ética. Nossos Valores na prática.

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução. Código de Ética. Nossos Valores na prática. CÓDIGO DE ÉTICA Introdução Nossos Valores Artigo 1º Premissa Artigo 2º Objetivos e Valores Artigo 3º Sistema de Controle Interno Artigo 4º Relação com os Stakeholders / Partes Interessadas 4.1 Acionistas

Leia mais

1T15 CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA

1T15 CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA São Paulo, 07 de maio de 2015. A Linx S.A. (BOVESPA: LINX3; Bloomberg: LINX3:BZ e Reuters: LINX3.SA), líder em tecnologia de gestão empresarial para o

Leia mais

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS Governança Corporativa se faz com Estruturas O Itaú se orgulha de ser um banco essencialmente colegiado. A Diretoria atua de forma integrada e as decisões são tomadas em conjunto, buscando sempre o consenso

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1/9 Sumário 1. Introdução... 3 2. Objetivo... 3 3. Princípios... 4 4. Diretrizes... 4 4.1. Estrutura de Governança... 4 4.2. Relação com as partes interessadas...

Leia mais

A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Pablo Sandin Amaral Renato Machado Albert

Leia mais

Pronta para se tornar uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo

Pronta para se tornar uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo 06 Governança TRANSPARÊNCIA 23 Corporativa e Gestão Conselho de Administração O Conselho de Administração da Camargo Corrêa Cimentos é composto de até seis membros, sendo um presidente, três vice-presidentes

Leia mais

Auditoria Interna e Governança Corporativa

Auditoria Interna e Governança Corporativa Auditoria Interna e Governança Corporativa Clarissa Schüler Pereira da Silva Gerente de Auditoria Interna TUPY S.A. Programa Governança Corporativa Auditoria Interna Desafios para os profissionais de auditoria

Leia mais

Ato Público de Conscientização sobre Assédio Moral no

Ato Público de Conscientização sobre Assédio Moral no Ato Público de Conscientização sobre Assédio Moral no Trabalho AÇÕES DO BB PARA PREVENÇÃO E MITIGAÇÃO DE CONFLITOS CANAIS AÇÕES DE COMUNICAÇÃO CAPACITAÇÃO INDICADORES GERENCIAS PRÁTICAS CORPORATIVAS INTRODUÇÃO

Leia mais

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 1 Missão 2 Exercer o controle externo da administração pública municipal, contribuindo para o seu aperfeiçoamento, em benefício da sociedade. Visão Ser reconhecida

Leia mais

10 Passos para o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa

10 Passos para o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa Curso Prático para Elaboração de Relatório de Sustentabilidade GRI 4.0 Taubaté- São Paulo 10 Passos para o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa 10 Passos para o seu Relatório de Sustentabilidade

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 Aprova a NBC T 11.8 Supervisão e Controle de Qualidade. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Considerando que as Normas

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

RESUMO DO RELATÓRIO DO COMITÊ DE AUDITORIA

RESUMO DO RELATÓRIO DO COMITÊ DE AUDITORIA RESUMO DO RELATÓRIO DO COMITÊ DE AUDITORIA 1- INTRODUÇÃO O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social, por meio do Decreto nº 5.212, de 22 de setembro de 2004, teve o seu Estatuto Social alterado

Leia mais

metanor s.a. METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Metanol do Nordeste

metanor s.a. METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Metanol do Nordeste METANOR S.A. Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Senhores Acionistas, Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, a administração da METANOR S.A. submete à apreciação

Leia mais

CVRD: Governança Corporativa e Diretrizes Estratégicas

CVRD: Governança Corporativa e Diretrizes Estratégicas CVRD: Governança Corporativa e Diretrizes Estratégicas Rio de Janeiro, 25 de outubro de 2001 - O Conselho de Administração da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) aprovou um novo modelo de governança e diretrizes

Leia mais

Índice. 4. Princípios Os seguintes princípios norteiam as ações de Responsabilidade Socioambiental da Chevrolet Serviços Financeiros.

Índice. 4. Princípios Os seguintes princípios norteiam as ações de Responsabilidade Socioambiental da Chevrolet Serviços Financeiros. Índice 1. Objetivo... 1 2. Escopo e Partes Afetadas... 1 3. Definições... 1 4. Princípios... 1 5. Objetivos, metas e programas... 2 6. Papéis e Responsabilidades... 5 7. Regulamentação Aplicável... 6 1.

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda, uma

Leia mais

FRANQUIA HOME OFFICE

FRANQUIA HOME OFFICE FRANQUIA HOME OFFICE SUMÁRIO QUEM SOMOS PREMIAÇÕES ONDE ESTAMOS NOSSO NEGÓCIO MULTIMARCAS MULTISERVIÇOS PERFIL DO FRANQUEADO VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE TURISMO DESCRITIVO DO INVESTIMENTO PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO

GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO O QUE É GOVERNANÇA CORPORATIVA? Conselho de Família GOVERNANÇA SÓCIOS Auditoria Independente Conselho de Administração Conselho Fiscal

Leia mais

Entendendo custos, despesas e preço de venda

Entendendo custos, despesas e preço de venda Demonstrativo de Resultados O empresário e gestor da pequena empresa, mais do que nunca, precisa dedicar-se ao uso de técnicas e instrumentos adequados de gestão financeira, para mapear a situação do empreendimento

Leia mais

Proposta para Formataça o de Franquia

Proposta para Formataça o de Franquia Proposta para Formataça o de Franquia 1- O sistema de franchising para o seu negócio Quando falamos de franchising, não estamos falando de algum modismo e, sim, de um sistema de negócios que veio para

Leia mais

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS ATIVOS INTANGÍVEIS Embora a Organização não registre seus ativos intangíveis, há evidências da percepção de sua magnitude pelos investidores e que pode ser encontrada na expressiva diferença entre o Valor

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais/CVB s 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda,

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2010

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2010 CENÁRIO ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2010 A atividade econômica brasileira apresentou sinais de expansão no primeiro trimestre de 2010, com crescimento da atividade

Leia mais

Critérios e vantagens para as empresas que optam pela abertura de capital 1

Critérios e vantagens para as empresas que optam pela abertura de capital 1 245 Critérios e vantagens para as empresas que optam pela abertura de capital 1 UMINO, Cássia Akiko 2 ALCANTARA NETTO, Dimas de Barros 3 Introdução O presente texto tem como objetivo tratar do trabalho

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO

CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO Elaborado por: Patrícia Amato e Kátia Périco Alberto Couto & Associados Transformando pessoas para vender

Leia mais

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências.

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências. 1 Programa Liderar O Grupo Solvi é um conglomerado de 30 empresas que atua nas áreas de saneamento, valorização energética e resíduos. Como alicerce primordial de seu crescimento encontrase o desenvolvimento

Leia mais

acordo com as diferentes funções, competências e áreas de atuação dos nossos profissionais.

acordo com as diferentes funções, competências e áreas de atuação dos nossos profissionais. sustentabilidade Qualidade em serviços/aprendizagem e desenvolvimento O desenvolvimento profissional é essencial para mantermos a qualidade de nossos serviços, assegurarmos o crescimento da Organização

Leia mais

A Importância do Mercado Secundário

A Importância do Mercado Secundário A Importância do Mercado Secundário Apresentação ao Conselho Superior de Estudos Avançados CONSEA da FIESP Agosto / 2015 Agosto/2015 Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno X Público 1 Sobre a BM&FBOVESPA

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

FRANQUIA MODALIDADE QUIOSQUE

FRANQUIA MODALIDADE QUIOSQUE FRANQUIA MODALIDADE QUIOSQUE SUMÁRIO QUEM SOMOS 02 PREMIAÇÕES 03 ONDE ESTAMOS 04 O MODELO QUIOSQUE 06 NOSSO NEGÓCIO 07 MULTIMARCAS 07 MULTISERVIÇOS 08 PERFIL DO FRANQUEADO 09 VANTAGENS DA FRANQUIA CLUBE

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

APIMEC 1T10. 27 de maio 2010

APIMEC 1T10. 27 de maio 2010 APIMEC 1T10 27 de maio 2010 Aviso Importante O material que segue é uma apresentação de informações gerais de Multiplus S.A. ( Multiplus" ou "Companhia") na data desta apresentação. Este material foi preparado

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

3T15 - DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

3T15 - DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS CONTATOS DE RI Gilsomar Maia (DRI) Tel.: +55 (11) 2099-7105 Relações com Investidores Tel.: +55 (11) 2099-7097 / 7773 ri@totvs.com São Paulo, 28 de outubro de 2015 - A TOTVS S.A. (BM&FBOVESPA: TOTS3),

Leia mais

Especializada em criar soluções competitivas, abrangentes, diferenciadas e inovadoras para a excelência no gerenciamento das informações.

Especializada em criar soluções competitivas, abrangentes, diferenciadas e inovadoras para a excelência no gerenciamento das informações. Histórico da Empresa Transformando tecnologia em soluções DocSystem Corporation, empresa líder de mercado em soluções para Gestão Corporativa. Projetada para atender a qualquer organização, independente

Leia mais

2013 Inventta Todos os direitos reservados.

2013 Inventta Todos os direitos reservados. Agenda Quem Somos Gerindo a Inovação nas Empresas Estímulos Governamentais à Inovação Resultados da pesquisa FDC/Inventta Conclusões O GRUPO A Inventta é uma consultoria especializada em gestão da inovação,

Leia mais

Apresentação dos Resultados 1T06. 12 de Maio de 2006

Apresentação dos Resultados 1T06. 12 de Maio de 2006 Apresentação dos Resultados T06 2 de Maio de 2006 Destaques Receita líquida no T06 foi 2,6% superior ao T05 Desempenho Financeiro Receita líquida de R$62,4 milhões Receita bruta de R$69,9 milhões EBITDA

Leia mais

AGILIDADE E SEGURANÇA Plataforma de negociação de alta tecnologia, que garante rapidez e segurança nas operações.

AGILIDADE E SEGURANÇA Plataforma de negociação de alta tecnologia, que garante rapidez e segurança nas operações. 1.6 Histórico Há 30 anos no mercado, a Futura Corretora iniciou suas atividades nos mercados de derivativos, como sóciafundadora da BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros). Desde sua fundação, vem disseminando

Leia mais

Como o CERNE foi construído?

Como o CERNE foi construído? Por que CERNE? O movimento brasileiro de incubadoras vem crescendo a uma taxa expressiva nos últimos dez anos, alcançando uma média superior a 25% ao ano. Atualmente, as incubadoras brasileiras apóiam

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

A Sustentabilidade no Processo de Decisão Financeira. Indicadores e práticas nos setores de Crédito, Investimentos e Seguros

A Sustentabilidade no Processo de Decisão Financeira. Indicadores e práticas nos setores de Crédito, Investimentos e Seguros A Sustentabilidade no Processo de Decisão Financeira Indicadores e práticas nos setores de Crédito, Investimentos e Seguros 15 de Agosto 2013 Agenda Conceitos e Evolução Atuação do Setor Financeiro O Mercado

Leia mais

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013 Reunião Pública Anual 19 de dezembro de 2013 2 Aviso importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais