Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade"

Transcrição

1 Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Actividade Formativa - Intervenção Comunitária Data 13 e 14 de Maio de 2009 Local Auditório do Edifício Cultural Município de Peniche Participação: - Acompanha Cooperativa de Solidariedade Social, C.R.L. / PRI - ADEPE Associação para o Desenvolvimento de Peniche - Associação de Centro de Dia de Serra D el Rei - Câmara Municipal de Peniche: Acção Social Centro de Convívio GIP, Finicia GPS - Centro Social da Bufarda - Centro de dia da Serra d El Rei - Centro Paroquial e de Bem-estar Social de Atouguia da Baleia - CERCIPENICHE C.R.L. / Projecto Maris - CPCJ - Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Peniche - CRI Oeste - Escola Secundária de Peniche - Hospital S. Pedro Gonçalves Telmo - IEFP - Jardim-de-infância de Ferrel - Junta Freguesia da Ajuda - Junta de Freguesia de Atouguia da Baleia - Junta de Freguesia de Ferrel - Junta de Freguesia de Serra d El Rei - PSP Polícia de Segurança Pública de Peniche - Sporting Clube da Estrada Câmara Municipal de Peniche Página 1

2 Formadoras: - Ana Bandeira - Dúlia Rebocho - Graça Martins Síntese dos trabalhos realizados O presente documento pretende sumariar as actividades realizadas na Acção de Formação dos profissionais/interlocutores abrangidos pela parceria para o trabalho de animação territorial no âmbito da Intervenção Comunitária. Acções 1.ª Parte dos trabalhos 2.ª Parte dos trabalhos - Observação e discussão de dados de diagnóstico, facultados pela Parceria - Relativamente à Organização Comunitária, identificação de: - Reflexão e clarificação dos dados que caracterizam os diversos territórios-alvo de intervenção Problemas Causas Potencialidades Recursos existentes Grupos mais afectados Dados que traduzem o problema Prioridades - Levantamento das mais-valias da sessão Metodologia de Trabalho Expositiva, Activa/Participativa Câmara Municipal de Peniche Página 2

3 Numa lógica de Organização Comunitária foram considerados diversos aspectos orientadores para a intervenção, encontrando-se estes categorizados como sendo os problemas, as causas, as potencialidades, os recursos já existentes, os grupos mais afectados, os dados que traduzem o problema e as prioridades. Os aspectos referidos foram identificados segundo as categorias apresentadas, tendo os grupos de trabalho indicado dentro das mesmas, a sua incidência nos diferentes eixos e territórios de intervenção, sendo estes, a família, a segurança e o desemprego nos bairro Fernão de Magalhães e Edifício COOSOFI, e de um modo geral, as Freguesias de Ferrel, Serra d El Rei e Atouguia da Baleia, podendo os resultados ser observados nos quadros seguintes. FERREL S CAUSAS POTENCIALIDADES AFECTAM O - Desemprego - Emprego precário - Encerramento de fábricas - Défice de postos de trabalho face à comunidade - Associação Local - Jardim-de-infância - Centro de Dia e apoio domiciliário - População activa - Conhecimento pessoal da população activa/proximidade da comunidade - Conhecer melhor o território Câmara Municipal de Peniche Página 3

4 SERRA D EL REI S CAUSAS POTENCIALIDADES - Desconhecimento da população e da realidade local - Toxicodependência - Crescimento e alargamento territorial - Recusa ao tratamento - Apoio da comunidade - Junta de Freguesia - Centro de Dia - Apoio domiciliário - Centro de Saúde - Associação - Ginástica - Rancho infantil e adulto - Filarmónica - Escola de música - Gerações 20 e 30 anos - 12 casos sinalizados - Conhecer melhor o território Câmara Municipal de Peniche Página 4

5 ATOUGUIA DA BALEIA S CAUSAS POTENCIALIDADES - Inadequada rede de transportes - Falta de equipamentos sociais - 17 lugares por toda a Freguesia - Serviços de Saúde e Serviços Públicos Centralizados - Nova Direcção numa Associação Local - Junta de Freguesia - Centro Social - Centro de Dia da Bufarda - Prestação de Serviços alargado à comunidade - Apoio domiciliário - População idosa - Pessoas com fracos recursos económicos - Falta de apoio familiar - Conhecimento dos problemas nas relações informais / feitos sentir pela população - Circuito adequado para os transportes - Rede funcional e regular por toda a freguesia Câmara Municipal de Peniche Página 5

6 FAMÍLIA S CAUSAS POTENCIALIDADES - Má gestão da vida familiar - Má gestão económica - Desresponsabilização face às suas vidas e aos bairros - Baixos rendimentos -Rotinas - Fraco envolvimento na gestão da vida familiar - Fraco envolvimento na educação dos filhos - Reprodução de modelos familiares - Comodismo - Assistencialismo - Abandono e insucesso escolar - Falta de interesse na perspectiva futura e construção do projecto de vida - Novas gerações - Sentimento de pertença - Equipamentos Sociais - Pequenas redes de solidariedade - Prática desportiva - Espaços desocupados - Sporting Clube de Vila Maria - Projecto GPS - Projecto Maris - Projecto Primar - Hospital - Centro de saúde - Escolas - Parque infantil - Campo de futebol - Comércio diverso - Crianças - Baixos rendimentos FM -78% EC 95,6% - Baixas qualificações (até 1º ciclo) FM 44,3% EC 47,3% - Emprego precário 32,4% Contrato inferior a 1 ano 54,3% situação de instabilidade - Promover o aumento da escolaridade e formação profissional - Reabilitar os espaços exteriores e edificado - Acompanhamento de proximidade às famílias sinalizadas Câmara Municipal de Peniche Página 6

7 SEGURANÇA S CAUSAS POTENCIALIDADES - GUETIZAÇÃO - Falta de ligação à malha urbanística - Falta de acompanhamento social no realojamento/ preparação das famílias - Défice de cidadania - Concentração de problemas sociais no contexto do bairro - Más condições urbanísticas/ habitabilidade do bairro - Relações com os serviços (distância e conflitos) - Projecto urbanístico previsto para a zona - População maioritariamente jovem (coosofi) - Know-how em matéria de negociação/criação de negócio - actividades ao ar livre - PRI - Projecto Maris - Projecto GPS - Escolas - CPCJ - Freguesia Ajuda - Sporting Clube de Vila Maria - Equipa de rua Porto+Seguro - Jovens anos 45,2% - Adultos anos 42,9% - Desemprego 17% - Abandono escolar - Moradores referem: - Equipamentos infantis - Espaços verdes - Mais segurança - Actividades de lazer - Requalificação dos espaços exteriores e interiores - Reforço / valorização das competências pessoais e sociais - Aprofundamento do trabalho em parceria - Aprofundamento do conhecimento do fenómeno de guetização - Mobilização dos moradores para processos de decisões dos bairros Câmara Municipal de Peniche Página 7

8 DESEMPREGO S CAUSAS POTENCIALIDADES - Desemprego - Baixos rendimentos - Insucesso escolar - Baixas qualificações académicas - Problemas de saúde/dependências - Défice de competências pessoais e sociais - Rede de transportes - Ausência de qualificação profissional - Sazonalidade do mercado de emprego - Precariedade de contratos - Concelho com potencial desenvolvimento turístico - Crescente oferta de cursos profissionalizantes - Pessoas com percursos diferenciados / liderança / mediação - GIP - Centro de emprego - Escolas - CNO (2) - GPS: Gabinete de proximidade/ orientação e encaminhamento profissional - CLIC: eixo de reinserção - CREAP - 2 currículos alternativos na EBI 6º ano - Mulheres (FM) -Falta de correlacionaridade - Falta de emprego - Desigualdade no género - Dados facultados que retratam os bairros - FM: 18 indivíduos 1º ciclo - 40% 2º ciclo - 23% 3º ciclo - 15% S/escolaridade 11% - Edifício COOSOFI: 1º ciclo - 46% 2º ciclo - 21% 3º ciclo - 9% ensino sec 4% S/escolaridade 9% - Revisitar os bairros -Pormenorização de dados - Mais dados da parceria - Novos instrumentos Câmara Municipal de Peniche Página 8

9 Decorrente da Acção foi ainda produzido um levantamento das mais-valias da 1ª parte dos trabalhos desta Sessão, apresentadas no quadro seguinte. Mais-valias Aprofundamento e melhor conhecimento dos parceiros Conhecimento, partilha, comparação das diferentes realidades dos territórios Sistematização da realidade Contacto pessoal com os parceiros Agilidade das relações Facilitação da parceria Trabalho em grupo Trabalho em parceria Interacção pessoal/interpessoal Interesse / Disponibilidade dos parceiros Envolvimento e bom ambiente entre os participantes Troca de informação e saberes Desenvolvimento e Potencialidade Reflexão sobre a própria estratégia da acção Mudança na forma de elaborar projectos Menos-valias Trabalho mais confuso Metodologia confusa Aprofundamento dos temas (conteúdos) Partilha de estratégias / outras realidades / experiências Clareza dos objectivos Dispersão do objectivo Falta de alguns dados da parceria ou eixo Falta de conhecimento de dados Má gestão do tempo Câmara Municipal de Peniche Página 9

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade. Actividade Formativa Participação e Mobilização Comunitária

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade. Actividade Formativa Participação e Mobilização Comunitária Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Actividade Formativa Participação e Mobilização Comunitária Data 2 de Abril de 2009 Local Auditório do Edifício Cultural Município de Peniche

Leia mais

Promover condições de empregabilidade das pessoas com deficiências e incapacidades, visando a consagração do direito de exercício pleno da cidadania.

Promover condições de empregabilidade das pessoas com deficiências e incapacidades, visando a consagração do direito de exercício pleno da cidadania. Formação Profissional para Pessoas ou Grupos com Necessidades Especiais Práticas do Centro de Reabilitação Profissional da CERCIPENICHE Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de

Leia mais

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Actividade Formativa - Intervenção Comunitária Data - 1 de Abril de 2009 Local Auditório do Edifício Cultural Município de Peniche Participação:

Leia mais

Plano de Acção 2006/2007. Rede Social Concelho da Lourinhã

Plano de Acção 2006/2007. Rede Social Concelho da Lourinhã Plano de Acção 2006/2007 Rede Social Concelho da Lourinhã E I X O I Intervenção Dirigida a Grupos Específicos EIXO I : INTERVENÇÃO DIRIGIDA A GRUPOS ESPECIFICOS OBJECTIVO GERAL: Até Dezembro de 2007 existem

Leia mais

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2015 Refª: 038 DE JOVEM A LIDER Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

Candidatura ao Programa PROHABITA. Programa GPS CÂMARA MUNICIPAL DE PENICHE. Gestão de Proximidade para a Sustentabilidade

Candidatura ao Programa PROHABITA. Programa GPS CÂMARA MUNICIPAL DE PENICHE. Gestão de Proximidade para a Sustentabilidade CÂMARA MUNICIPAL DE PENICHE Candidatura ao Programa PROHABITA Programa GPS Gestão de Proximidade para a Sustentabilidade Convenção Sou de Peniche 12 de Junho de 2009 DIVISÃO DE ACÇÃO SOCIOCULTURAL Sector

Leia mais

Núcleo Executivo do CLAS de Mafra, 28 Maio de

Núcleo Executivo do CLAS de Mafra, 28 Maio de Plano de Ação Rede Social Mafra Eixo I - DEMOGRAFIA E EQUIPAMENTOS (INFRA-ESTRUTURAS DE APOIO) Objectivo geral 1. Reforçar as estruturas de apoio ao idoso Objectivo Específico 1. Aumentar a capacidade

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Soure

Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Soure / Ano 1 ÍNDICE 1 - Introdução 3 Pág. 2- Plano de Acção dos Projectos Estruturantes Transversais do Concelho de 4 2.1. Projecto Estruturante Apoio na Dependência 5 2.2. Projecto Estruturante Criar para

Leia mais

2008 Concelho de Ourique

2008 Concelho de Ourique Plano de Acção 2008 Concelho de Rede Social Programa Rede Social Conselho Local de Acção Social de Janeiro 2008 Ficha Técnica Título: Plano de Acção 2008 do Concelho de Autoria: Núcleo Executivo da Rede

Leia mais

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO DECRETO-LEI Nº190/1991 DE 17 MAIO DECRETO-LEI Nº300/1997 DE 31 OUTUBRO / PORTARIA Nº 63 / 2001 DE 30 DE JANEIRO A escola e seus actores Agrupamento de Escolas de

Leia mais

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2015 Refª: 031 CRIAR MUDANÇA ATRAVÉS ARTE URBANA Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73

Leia mais

Corrida dos Super-Heróis. Multiatividades- Centros de Acolhimento Temporário Quinta dos Fidalgos- ABEI

Corrida dos Super-Heróis. Multiatividades- Centros de Acolhimento Temporário Quinta dos Fidalgos- ABEI Corrida dos Super-Heróis Multiatividades- Centros de Acolhimento Temporário Quinta dos Fidalgos- ABEI ABEI - Enquadramento Geral A Associação para o Bem Estar Infantil da freguesia de Vila Franca de Xira

Leia mais

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida O EXEMPLO DA CÂMARA MUNICIPAL DE VALONGO EUNICE NEVES OBJECTIVOS Igualdade Direitos Humanos Cidadania Activa e Inclusiva Conciliação Novas

Leia mais

Base de dados I. Questionário de levantamento de recursos institucionais/ 2009

Base de dados I. Questionário de levantamento de recursos institucionais/ 2009 Base de dados I Nº de referência da instituição Nº de registo Questionário de levantamento de recursos institucionais/ 2009 Este questionário tem como objectivo proceder à actualização do Diagnóstico Social,

Leia mais

Projecto de Enfermagem para o Prestador de Cuidados

Projecto de Enfermagem para o Prestador de Cuidados Unidade de Cuidados na Comunidade-1º Ano de Vida Projecto de Enfermagem para o Prestador de Cuidados Dilma Pereira Raquel Azevedo Enfermeiras Especialistas em Enfermagem Comunitária Projecto de Enfermagem

Leia mais

PLANO MUNICIPAL PARA A INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES DE CASCAIS Plenário CLAS

PLANO MUNICIPAL PARA A INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES DE CASCAIS Plenário CLAS PLANO MUNICIPAL PARA A INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES DE CASCAIS Plenário CLAS 25.03.2015 Titulo da apresentação 00 mês 2014 Equipa de construção do Plano 1º Módulo Cascais e a Imigração: retrato da realidade

Leia mais

MUNICÍPIO DE OLIVEIRA DE AZEMÉIS

MUNICÍPIO DE OLIVEIRA DE AZEMÉIS REDE SOCIAL MUNICÍPIO DE OLIVEIRA DE AZEMÉIS Diagnóstico Social Freguesia: S. Roque CARACTERIZAÇÃO GEOGRÁFICA DA FREGUESIA INDICADORES FREGUESIA S. Roque Km2 6,8 Lugares 5 480 Vias de unicação EN 227,

Leia mais

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade. Actividade Formativa: Animação, Mediação e Atendimento Integrado

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade. Actividade Formativa: Animação, Mediação e Atendimento Integrado Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Actividade Formativa: Animação, Mediação e Atendimento Integrado Data: 15, 16 e 17 de Abril de 2009 Local: Sala de Formação do Clube Stela Maris

Leia mais

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09 MISSÃO O Serviço Social tem como missão dar suporte psico-social e emocional ao colaborador e sua família. Neste sentido, realiza o estudo de casos, orientando e encaminhando aos recursos sociais da comunidade,

Leia mais

TÓPICOS PARA A APRESENTAÇÃO DA ESCOLA

TÓPICOS PARA A APRESENTAÇÃO DA ESCOLA TÓPICOS PARA A APRESENTAÇÃO DA ESCOLA CAMPOS DE ANÁLISE DE DESEMPENHO Como elemento fundamental de preparação da avaliação, solicita-se a cada escola 1 em processo de avaliação que elabore um texto que:

Leia mais

Ficha de Caracterização de Entidade/Projecto. Vale de Alcântara CLDS +

Ficha de Caracterização de Entidade/Projecto. Vale de Alcântara CLDS + Ficha de Caracterização de Entidade/Projecto Vale de Alcântara CLDS + 1 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto(s) K'CIDADE para a Inclusão - Vale de Alcântara Entidade Coordenadora da Parceria Fundação

Leia mais

DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO

DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO Apresentação do Projecto Escola E.B 2,3 Passos José OBJECTIVOS GERAIS Fomentar a integração dos alunos no contexto escolar, promovendo o sucesso educativo Agir preventiva

Leia mais

Estratégias para a Saúde

Estratégias para a Saúde Estratégias para a Saúde V.1) Cadernos do PNS Acções e Recomendações Promoção da Cidadania em Saúde (Versão Discussão) ESTRATÉGIAS PARA A SAÚDE V.1) CADERNOS DO PNS - ACÇÕES E RECOMENDAÇÕES PROMOÇÃO DA

Leia mais

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2016 Refª: 027 Futuro Jovem Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada Correio(s) electrónico(s) Maria Neves Rua do Passal, Nº 46, 1º D, 9500-096 Ponta Delgada Telemóvel 936602762 / 926592751

Leia mais

Conselho Local de Ação Social

Conselho Local de Ação Social Conselho Local de Ação Social Índice Introdução... 6 Eixo I - Demografia... 7 Eixo II Educação/Nível de Instrução... 8 Eixo III Economia... 11 Eixo IV Grupos Vulneráveis... 13 Avaliação.26 2 Ficha Técnica

Leia mais

ROTA DAS IGREJAS DE PENICHE. 5ª Temporada. Promoção e Valorização do Património Histórico Religioso. 15 de Julho 14 de Outubro de 2013

ROTA DAS IGREJAS DE PENICHE. 5ª Temporada. Promoção e Valorização do Património Histórico Religioso. 15 de Julho 14 de Outubro de 2013 ROTA DAS IGREJAS DO CONCELHO DE PENICHE Promoção e Valorização do Património Histórico Religioso 5ª Temporada 15 de Julho 14 de Outubro de 2013 Peniche dispõe de um volumoso, diversificado e raro património

Leia mais

Apresentação Projeto TASSE. Agrupamento de Escolas José Afonso 7 e 8 de setembro de 2016

Apresentação Projeto TASSE. Agrupamento de Escolas José Afonso 7 e 8 de setembro de 2016 Apresentação Projeto TASSE Agrupamento de Escolas José Afonso 7 e 8 de setembro de 2016 Valências da Fundação Santa Rafaela Maria 1.TASSE 2.SIM 3.PAF 4.CAPAZ 5.CAMPOS DE FÉRIAS http://www.fsantarafaelamaria.org/

Leia mais

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Actividade - Workshop sobre Trabalho em Parceria/Parcerias de Acção/Parcerias de Proximidade (Decisores e Interlocutores) Data - 26 De Março

Leia mais

Lisboa 2014 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2014 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2014 Refª: 039 População com Profissão Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email -

Leia mais

OBJECTIVOS ESPECÍFICOS / COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR PELOS FORMANDOS

OBJECTIVOS ESPECÍFICOS / COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR PELOS FORMANDOS ESTRUTURA PROGRAMÁTICA DO CURSO MÓDULOS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS / COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR PELOS FORMANDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Acolhimento dos formandos e Apresentação do Curso A entidade formadora;

Leia mais

Plano desenvolvimento social

Plano desenvolvimento social Plano desenvolvimento social 2014-2016 Área Intervenção I FAMÍLIA (HABITAÇÃO/EDUCAÇÃO) - Problemas ao nível do parque habitacional; - Falta de expetativas/ objetivos ao nível educativo; - Défice de competências

Leia mais

Plano de Ação Plano de Ação 2012

Plano de Ação Plano de Ação 2012 Plano de Ação PLANO DE AÇÃO DOCUMENTO ELABORADO PELO: da Rede Social do Concelho do CONTACTOS: Câmara Municipal do Rede Social do Concelho do Av. Dr. Francisco Sá Carneiro 2550-103 Tel. 262 690 100/262

Leia mais

Entidade responsável pela Execução

Entidade responsável pela Execução Eixo Estratégico I - Parcerias e Economia Solidária 2009, 3 acções de sensibilização/formação para dirigentes Associativos com vista à melhoria do seu desempenho. 2009, 3 acções de formação para técnicos

Leia mais

Programa BIP/ZIP parcerias locais- A energia dos bairros em tempo de crise

Programa BIP/ZIP parcerias locais- A energia dos bairros em tempo de crise Programa BIP/ZIP parcerias locais- A energia dos bairros em tempo de crise Cidadania para a sustentabilidade OIDP Helena Roseta Vereadora da Habitação, CML Cascais, 3.7.2013 O conceito BIP-ZIP Lisboa é

Leia mais

Desafios da Reabilitação Urbana Sustentável: o caso do Centro Histórico do Porto. Álvaro Santos Presidente Executivo do Conselho de Administração

Desafios da Reabilitação Urbana Sustentável: o caso do Centro Histórico do Porto. Álvaro Santos Presidente Executivo do Conselho de Administração Desafios da Reabilitação Urbana Sustentável: o caso do Centro Histórico do Porto Álvaro Santos Presidente Executivo do Conselho de Administração Funchal, 22 de maio de 2015 Cidade do Porto, Diagnóstico

Leia mais

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso Política de Cidades Polis XXI Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano QREN/ POVT/ Eixo IX Desenvolvimento do Sistema Ub Urbano Nacional 1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações

Leia mais

Faculdade de Economia FEUC Universidade de Coimbra. Workshop Empreendedorismo social: teorias e práticas 30 de Junho 2011 Universidade de Aveiro

Faculdade de Economia FEUC Universidade de Coimbra. Workshop Empreendedorismo social: teorias e práticas 30 de Junho 2011 Universidade de Aveiro Faculdade de Economia FEUC Universidade de Coimbra Workshop Empreendedorismo social: teorias e práticas 30 de Junho Universidade de Aveiro Introdução sobre incubadoras sociais 1. Apresentação: Do ponto

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DA REDE SOCIAL DE LISBOA ANO DE 2010 PRORROGAÇÃO PARA Aprovado em sede de CLAS a 04 de Julho de 2011

PLANO DE ACÇÃO DA REDE SOCIAL DE LISBOA ANO DE 2010 PRORROGAÇÃO PARA Aprovado em sede de CLAS a 04 de Julho de 2011 PLANO DE ACÇÃO DA REDE SOCIAL DE LISBOA ANO DE 2010 PRORROGAÇÃO PARA 2011 Aprovado em sede de CLAS a 04 de Julho de 2011 PLANO DE ACÇÃO PARA 2010 PRORROGAÇÃO PARA 2011 OBJECTIVO ESTRATÉGICO OBJECTIVO ESPECÍFICO

Leia mais

A RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL PARA UMA INCLUSÃO SUSTENTÁVEL

A RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL PARA UMA INCLUSÃO SUSTENTÁVEL A RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL PARA UMA INCLUSÃO SUSTENTÁVEL Seminário 19.Novembro.2012 Amadora, Agência Portuguesa do Ambiente PERCURSOS PELO AMBIENTE Organização: CESIS & COOPERACTIVA Autoras:

Leia mais

Diagnóstico Social Cascais

Diagnóstico Social Cascais Diagnóstico Social Cascais 2015-2016 A coesão social traduz a capacidade de uma sociedade em garantir o bem-estar de todos os seus membros, minimizando as disparidades e evitando a polarização, segundo

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES PARA O ANO FINANCEIRO DE 2007

PLANO DE ACTIVIDADES PARA O ANO FINANCEIRO DE 2007 PARA O ANO FINANCEIRO 2007 SCRIÇÃO DA CLASSIFICAÇÃO FINIDA 01 EDUCAÇÃO 01 01 EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 01 02 ENSINO BÁSICO - 1º CICLO DO PROGRAMA 01 0 0 0 56 Refeitórios escolares 0701-020104/05/06-04050102-040701-05010102

Leia mais

CARTA DE RECOMENDAÇÕES Elaborada pelos participantes do 2º Encontro da Rede Participação Juvenil de Sintra

CARTA DE RECOMENDAÇÕES Elaborada pelos participantes do 2º Encontro da Rede Participação Juvenil de Sintra CARTA DE RECOMENDAÇÕES Elaborada pelos participantes do 2º Encontro da Rede Participação Juvenil de Sintra 03.03.2012 PARTICIPAÇÃO EM ACTIVIDADES JUVENIS 1. Realizar inquéritos, a nível local, para averiguar

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Peniche 2016-2020

Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Peniche 2016-2020 Plano de Desenvolvimento Social aprovado na reunião plenária do Conselho Local de Ação Social de Peniche de 24 de novembro de 2015 Índice Índice... 1 1. Introdução... 2 2. Finalidade do Plano de Desenvolvimento

Leia mais

Iniciativa Novas Oportunidades. Julho de Av. 24 de Julho, nº Lisboa Telf.: Fax:

Iniciativa Novas Oportunidades. Julho de Av. 24 de Julho, nº Lisboa Telf.: Fax: Iniciativa Novas Oportunidades Julho de 2010 1 Índice A. Iniciativa Novas Oportunidades...3 B. A rede nacional de Centros Novas Oportunidades...4 C. Protocolos de cooperação no âmbito da Iniciativa Novas

Leia mais

FAMALICÃO INCLUSIVO. Município de Vila Nova de Famalicão

FAMALICÃO INCLUSIVO. Município de Vila Nova de Famalicão FAMALICÃO INCLUSIVO Município de Vila Nova de Famalicão FAMALICÃO INCLUSIVO O grupo temático Famalicão Inclusivo surge no âmbito das atividades desenvolvidas pela Rede Social de Vila Nova de Famalicão

Leia mais

EIXO I ATRACTIVIDADE TERRITORIAL

EIXO I ATRACTIVIDADE TERRITORIAL Plano de Acção para 2007 1 Um Plano de Acção, mais do que um documento, pretende-se que seja um instrumento de trabalho manuseável, flexível, ajustável à realidade e útil. Neste sentido, considerou-se

Leia mais

3,11% 3,03% 2,82% 2,76% 2,56% 1,92% 1,62% 1,52% 1,48% 0,00% 1,00% 2,00% 3,00% 4,00% 5,00% 6,00%

3,11% 3,03% 2,82% 2,76% 2,56% 1,92% 1,62% 1,52% 1,48% 0,00% 1,00% 2,00% 3,00% 4,00% 5,00% 6,00% Problemáticas Especificas e Respostas Sociais Famílias e comunidade Rendimento Social de Inserção População Beneficiária de RSI (%) Barreiro Montijo Almada Setúbal Peninsula de Setúbal Portugal Continental

Leia mais

Plano de Actividades e Orçamento 2010

Plano de Actividades e Orçamento 2010 Plano de Actividades e Orçamento 2010 1 2 1. Missão A CooLabora é uma cooperativa de consultoria e intervenção social criada em 2008. Tem por missão contribuir para a inovação social no desenvolvimento

Leia mais

Desenvolvimento, Contextos Familiares e Educativos: Resumo de Projectos

Desenvolvimento, Contextos Familiares e Educativos: Resumo de Projectos Desenvolvimento, Contextos Familiares e Educativos: Resumo de Projectos 3- Projecto de Intervenção Socioeducativa para Crianças e Famílias da Cruz de Pau (1995-2002) [ Cruz de Pau Social and Educational

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO REDE SOCIAL MIRANDELA SISTEMA DE INFORMAÇÃO

SISTEMA DE INFORMAÇÃO REDE SOCIAL MIRANDELA SISTEMA DE INFORMAÇÃO SISTEMA DE INFORMAÇÃO 1 TERRITÓRIO Número de Freguesias Tipologia das Freguesias (urbano, rural, semi urbano) Área Total das Freguesias Cidades Estatísticas Total (2001, 2008, 2009) Freguesias Área Média

Leia mais

REDE SOCIAL POEFDS. UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

REDE SOCIAL POEFDS. UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu REDE SOCIAL POEFDS UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Vila Nova ÍNDICE Nota Introdutória ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------3

Leia mais

INTRODUÇÃO. Escola. Comunidade/ Território Local

INTRODUÇÃO. Escola. Comunidade/ Território Local INTRODUÇÃO Este documento foi concetualizado como uma ferramenta para a construção de um território Educador, em que a educação e a formação podem acontecer dentro e fora da escola, através da promoção

Leia mais

INFORMAÇÃO PESSOAL. Teresa Isabel Oliveira Neto

INFORMAÇÃO PESSOAL. Teresa Isabel Oliveira Neto M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Teresa Isabel Oliveira Neto Morada Rua 25 de Abril, 21 Casais Lagartos, 2070-366 Pontével Telefone 966384535 Correio

Leia mais

O que é o programa Liderança Para a Mudança (LPM)?

O que é o programa Liderança Para a Mudança (LPM)? O que é o programa Liderança Para a Mudança (LPM)? O Liderança para a Mudança é um programa de aprendizagem activa para o desenvolvimento dos enfermeiros como líderes e gestores efectivos num ambiente

Leia mais

QUE FUTURO? QUANDO EM CADA 3 JOVENS 1 ESTÁ DESEMPREGADO 1 TEM EMPREGO PRECÁRIO 1 TEM EMPREGO REGULAR

QUE FUTURO? QUANDO EM CADA 3 JOVENS 1 ESTÁ DESEMPREGADO 1 TEM EMPREGO PRECÁRIO 1 TEM EMPREGO REGULAR CONTEXTO DO PROJETO QUE FUTURO? QUE FUTURO? QUANDO EM CADA 3 JOVENS 1 ESTÁ DESEMPREGADO 1 TEM EMPREGO PRECÁRIO 1 TEM EMPREGO REGULAR COM CONSEQUÊNCIAS NA CRESCENTE DESIGUALDADE SOCIAL NA CRIAÇÃO DE UM

Leia mais

1. Animar Sénior 2 2. Refrescar Sénior 3 3. Movimentar Sénior 4. PROJECTOS SUPRAMUNICIPAIS Cuidar de Quem Cuida e cidades Amigas das Pessoas Idosas 9

1. Animar Sénior 2 2. Refrescar Sénior 3 3. Movimentar Sénior 4. PROJECTOS SUPRAMUNICIPAIS Cuidar de Quem Cuida e cidades Amigas das Pessoas Idosas 9 PLANO DE ACÇÃO DE GERONTOLOGIA 2011 1 ÍNDICE PROJECTOS CONCELHIOS Lazer, Cultura e Desporto 2 1. Animar Sénior 2 2. Refrescar Sénior 3 3. Movimentar Sénior 4 Intergeracionalidade 5 4. Troca de Saberes

Leia mais

PLANO DE FORMACÃO PARA A PRÁTICA DE VOLUNTARIADO

PLANO DE FORMACÃO PARA A PRÁTICA DE VOLUNTARIADO BANCO DE VOLUNTARIADO PLANO DE FORMACÃO PARA A PRÁTICA DE VOLUNTARIADO 1 ORGANIZAÇÃO FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO OBSERVATÓRIO DA CIDADANIA E INTERVENÇÃO SOCIAL 1 ABRIL 2014 10 JULHO

Leia mais

INSTITUTO DE FORMAÇÃO PARA O COMÉRCIO, TURISMO E SERVIÇOS

INSTITUTO DE FORMAÇÃO PARA O COMÉRCIO, TURISMO E SERVIÇOS INSTITUTO DE FORMAÇÃO PARA O COMÉRCIO, TURISMO E SERVIÇOS ACTO FUNDACIONAL Acordo entre a: Associação Comercial de Braga Comércio, Turismo e Serviços; Casa Santos de Vila Verde; Instituto de Negociação

Leia mais

1/3 área natural. Área marítima 100x maior do que a terrestre

1/3 área natural. Área marítima 100x maior do que a terrestre 1/3 área natural Área marítima 100x maior do que a terrestre Área 97.100 km + 206.000 habitantes Estratégia de ação que fomente o Desenvolvimento Sustentável do Concelho AUTARQUIA COMUNIDADE ESTUDOS +

Leia mais

APPASSI. Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional (Instituição particular de solidariedade social) PLANO DE A C CÃO PARA 2O17

APPASSI. Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional (Instituição particular de solidariedade social) PLANO DE A C CÃO PARA 2O17 Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional (Instituição particular de solidariedade social) PLANO DE A C CÃO PARA 2O17 ÍNDICE Introdução Enquadramento 1 Estrutura e Organização Interna 2

Leia mais

Centro de Recursos TEIA

Centro de Recursos TEIA Quem somos O Contrato Local Desenvolvimento Social 3ª Geração do Concelho Ourém (CLDS 3G) Centro de Recursos TEIA - iniciou a sua atividade a 2 de Novembro de 2015, tem como Entidade Coordenadora Local

Leia mais

DO CONCELHO DE PROENÇA-A-NOVA

DO CONCELHO DE PROENÇA-A-NOVA PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E PLANO DE AÇÃO DO CONCELHO DE PROENÇA-A-NOVA JUNHO DE 2015 A DEZEMBRO 2017 1 NOTA INTRODUTÓRIA Atualmente torna-se cada vez mais evidente a necessidade de adequar o crescimento

Leia mais

Serra do Saber. Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Serra do Saber. Formação Pedagógica Inicial de Formadores Formação Pedagógica Inicial de Formadores Fundamentação Este curso apresenta de uma forma clara e recorrendo a uma metodologia teórico-prática, os conhecimentos necessários para a formação de formadores

Leia mais

VOLTA DE APOIO AO EMPREGO

VOLTA DE APOIO AO EMPREGO VOLTA DE APOIO AO EMPREGO CIDADE DAS PROFISSÕES A CIDADE DAS PROFISSÕES É UM ESPAÇO GRATUITO DE INFORMAÇÃO E CONSULTORIA SOBRE A VIDA PROFISSIONAL E O MUNDO DO TRABALHO PROMOVIDO PELA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

Informação Escrita. 1. Actividades de Representação e participação externas

Informação Escrita. 1. Actividades de Representação e participação externas Informação Escrita Nos termos da alínea o) do artº.17º da Lei nº.5-a/2002 de 11 de Janeiro, e no âmbito das suas competências, a Junta de Freguesia de Portimão apresenta à Assembleia de Freguesia, a informação

Leia mais

Rede Social de Coimbra

Rede Social de Coimbra Divisão de Acção Social e Família Boletim Informativo Nº. 12 22/07/2009 NOVIDADES: 7, 8, 9 e 10 de Setembro Projecto EluSIDA na Escola Casa Municipal da Cultura Rede Social de Coimbra EDITORIAL A Rede

Leia mais

Paula Cristina Pereira de Azevedo Pamplona Ramos, casada, nascida a , na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, Angra do Heroísmo.

Paula Cristina Pereira de Azevedo Pamplona Ramos, casada, nascida a , na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, Angra do Heroísmo. NOTA BIOGRÁFICA. 1 - Dados Pessoais Paula Cristina Pereira de Azevedo Pamplona Ramos, casada, nascida a 23-08- 1967, na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, Angra do 2 - Habilitações Literárias Ensino

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Social

Plano de Desenvolvimento Social Plano de Desenvolvimento Social 65 6. Planear para Intervir Objectivos e Estratégias Numa fase seguinte, após a consequente identificação das vulnerabilidades concelhias /eixos estratégicos de intervenção

Leia mais

PROTOCOLO. Colaboração entre o Município de Setúbal e Núcleo de Bicross de Setúbal

PROTOCOLO. Colaboração entre o Município de Setúbal e Núcleo de Bicross de Setúbal PROTOCOLO Colaboração entre o Município de Setúbal e Núcleo de Bicross de Setúbal Entre A Câmara Municipal de Setúbal, adiante designada por CMS, na qualidade de 1.º Outorgante, representada pela Presidente,

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) Grupo de Trabalho Pessoas Idosas, Envelhecimento e Intergeracionalidade. ATA nº 1

CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) Grupo de Trabalho Pessoas Idosas, Envelhecimento e Intergeracionalidade. ATA nº 1 CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) Grupo de Trabalho Pessoas Idosas, Envelhecimento e Intergeracionalidade ATA nº 1 Data: 24 de fevereiro de 2012 (sexta-feira) Local: Câmara Municipal de Peniche Hora

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE CERTIFICAÇÃO E ACREDITAÇÃO

EXPERIÊNCIA DE CERTIFICAÇÃO E ACREDITAÇÃO EXPERIÊNCIA DE CERTIFICAÇÃO E ACREDITAÇÃO 18 de Novembro 2016 ENQUADRAMENTO Hospital gerido em regime de Parceria Público-Privada, prestador de cuidados de saúde diferenciados, integrado na rede do SNS

Leia mais

Programa BIP/ZIP de Lisboa

Programa BIP/ZIP de Lisboa Programa BIP/ZIP de Lisboa Objectivos e âmbito O Programa BIP-ZIP Bairros e Zonas de Intervenção prioritária de Lisboa é criado pela Câmara Municipal de Lisboa, no quadro do Programa Local de Habitação

Leia mais

DICAS - Dinâmicas Comunitárias de Ativação Social

DICAS - Dinâmicas Comunitárias de Ativação Social ADILO PLANO DE AÇÃO CLDS 3G Lordelo do Ouro e Massarelos DICAS - Dinâmicas Comunitárias de Ativação Social 2016-2018 Eixo de Intervenção Objetivos Gerais por Eixo de Intervenção N.º Objetivo Descrição

Leia mais

Revisão da Carta Educativa do Concelho de Cascais Elaboração do Plano Estratégico Educativo Municipal. Metodologia e Programa de Trabalhos

Revisão da Carta Educativa do Concelho de Cascais Elaboração do Plano Estratégico Educativo Municipal. Metodologia e Programa de Trabalhos Revisão da Carta Educativa do Concelho de Cascais Elaboração do Plano Estratégico Educativo Municipal Metodologia e Programa de Trabalhos 24 de fevereiro 2016 Agenda 1. Equipa de trabalho 2. Carta Educativa:

Leia mais

EB1/PE DE ÁGUA DE PENA

EB1/PE DE ÁGUA DE PENA EB1/PE DE ÁGUA DE PENA 2010 2014 1.Introdução 2.Enquadramento legal 3.Diagnóstico avaliação do projecto anterior 4.Identificação de prioridades de intervenção 5.Disposições finais 6.Avaliação 1.Introdução

Leia mais

Plano de Ações de Melhoria

Plano de Ações de Melhoria Plano de Ações de Escola Básica Elias Garcia Escola Básica Miquelina Pombo J. I. da Sobreda 2014/2015 1 INTRODUÇÃO O presente plano de ações de melhoria 2014/15 - resulta da avaliação do plano de ações

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES ACÇÃO TIPO: Formação Pedagógica Inicial de Formadores PÚBLICO ALVO: Futuros formadores, formadores sem formação pedagógica. DURAÇÃO: 96 Horas N.º de ACÇÕES: 1

Leia mais

Modelo Unificado do Saber a Desenvolver no Âmbito do ISCE CI.

Modelo Unificado do Saber a Desenvolver no Âmbito do ISCE CI. Modelo Unificado do Saber a Desenvolver no Âmbito do ISCE CI. Com vista a envolver todos os intervenientes institucionais (docentes do quadro, docentes convidados, estudantes dos diversos graus de ensino

Leia mais

Escola Profissional de Desenvolvimento Rural do Rodo PLANO DE INTERVENÇÃO. Avaliação Interna da EPDRR

Escola Profissional de Desenvolvimento Rural do Rodo PLANO DE INTERVENÇÃO. Avaliação Interna da EPDRR Escola Profissional de Desenvolvimento Rural do Rodo PLANO DE INTERVENÇÃO Avaliação Interna da EPDRR Ano Letivo 2015/2016 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 COMISSÃO DE TRABALHO 4 METODOLOGIA DE TRABALHO ADOTADA 4 DOMÍNIOS

Leia mais

Apresentação Programa TEIP3

Apresentação Programa TEIP3 Apresentação Programa TEIP3 Programa TEIP O Programa TEIP visa estabelecer condições para a promoção do sucesso educativo de todos os alunos e, em particular, das crianças e dos jovens que se encontram

Leia mais

JORNAL DA CONSTRUÇÃO. Lisboa, 28 de Maio de 2007

JORNAL DA CONSTRUÇÃO. Lisboa, 28 de Maio de 2007 JORNAL DA CONSTRUÇÃO Lisboa, 28 de Maio de 2007 1. LISBOA OCIDENTAL, SRU (ENQUADRAMENTO) O Município de Lisboa criou a Sociedade de Reabilitação Urbana Lisboa Ocidental, SRU, em Julho de 2004. A Empresa,

Leia mais

OBJECTIVOS: Prevenção Participação Associativismo Reflexão LINHAS DE ACTUAÇÃO:

OBJECTIVOS: Prevenção Participação Associativismo Reflexão LINHAS DE ACTUAÇÃO: LINHAS DE ACTUAÇÃO: OBJECTIVOS: Incentivar a criação das associações de pais e EE, do ensino não superior; Intervir e defender os interesses dos educandos, fomentando a colaboração entre pais, alunos e

Leia mais

II Assembleia da Plataforma Internacional de Orçamento Participativo

II Assembleia da Plataforma Internacional de Orçamento Participativo II Assembleia da Plataforma Internacional de Orçamento Participativo Orçamento Participativo A Experiência de Cabo Verde Dakar Senegal 10 de Fevereiro, de 2011 O Orçamento Participativo no Contexto Cabo-verdiano

Leia mais

Organização do Sistema Nacional de Educação e Formação Técnica Profissional de Cabo Verde

Organização do Sistema Nacional de Educação e Formação Técnica Profissional de Cabo Verde Organização do Sistema Nacional de Educação e Formação Técnica Profissional de Cabo Verde Ministério da Educação e Ensino Superior Ministério da Qualificação e Emprego 1 Ensino Ensino Superior Superior

Leia mais

Conselho Local de Ação Social de. Pinhel. Plano de Ação 2014

Conselho Local de Ação Social de. Pinhel. Plano de Ação 2014 Conselho Local de Ação Social de Pinhel Plano de Ação 2014 Plano de Ação 2014 Enquadramento Legal Objetivo Geral Área Geográfica de Intervenção Eixos de Intervenção Resolução do Conselho de Ministros nº

Leia mais

CURSO DE GESTÃO DA QUALIDADE EM IPSS E PRIVADOS (4ª edição)

CURSO DE GESTÃO DA QUALIDADE EM IPSS E PRIVADOS (4ª edição) CURSO DE GESTÃO DA QUALIDADE EM IPSS E PRIVADOS (4ª edição) A necessidade de renovar as práticas e as metodologias de intervenção social com vista a aumentar a eficácia e a eficiência do trabalho com os

Leia mais

Comissão Nacional. de Protecção das Crianças. e Jovens em Risco (CNPCJR) Que actividade em dois anos. de existência? Junho de 2000

Comissão Nacional. de Protecção das Crianças. e Jovens em Risco (CNPCJR) Que actividade em dois anos. de existência? Junho de 2000 Comissão Nacional de Protecção das Crianças e Jovens em Risco (CNPCJR) Que actividade em dois anos de existência? Junho de 2000 Decorridos dois anos na existência da Comissão Nacional de Protecção das

Leia mais

Designação do Projeto: Divida Zero

Designação do Projeto: Divida Zero Designação do Projeto: Divida Zero Objetivo Geral C5 (PDS) Objetivos Prevenir e apoiar situações de sobre endividamento pessoal e social. Reduzir o peso percentual de utentes com processos em anos anteriores.

Leia mais

Sessão de Divulgação PDR DLBC Terras de Basto

Sessão de Divulgação PDR DLBC Terras de Basto Sessão de Divulgação PDR 2020 - DLBC Terras de Basto Operação 10.2.1.1 - Pequenos investimentos nas explorações agrícolas Promover a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores;

Leia mais

Quadro 1: Listagem dos instrumentos de recolha de informação por Comissão de Protecção

Quadro 1: Listagem dos instrumentos de recolha de informação por Comissão de Protecção Anexo V - Algarve (215-232) 03.10.02 16:25 Página 215 Quadro 1: Listagem dos instrumentos de recolha de informação por Comissão de Protecção REGIÃO DISTRITO CONCELHO CPCJ Envio CPCJ Relatórios Envio Ficha

Leia mais

Boas Práticas de Municípios ECOXXI Ação de Formação. 11 fevereiro 2014

Boas Práticas de Municípios ECOXXI Ação de Formação. 11 fevereiro 2014 Boas Práticas de Municípios ECOXXI Ação de Formação 11 fevereiro 2014 Documento orientador que pretende referenciar, congregar e q p, g g potenciar a ação educativa e formativa do território, no qual as

Leia mais

CARTA DE QUALIDADE DA REDE DE CENTROS DE RECURSOS EM CONHECIMENTO (RCRC)

CARTA DE QUALIDADE DA REDE DE CENTROS DE RECURSOS EM CONHECIMENTO (RCRC) CARTA DE QUALIDADE DA REDE DE CENTROS DE RECURSOS EM CONHECIMENTO (RCRC) 1. Missão A RCRC tem por missão facilitar o acesso a informação estratégica, em vários suportes, aproximar e criar interfaces entre

Leia mais

Lousã a Mexer Orçamento Participativo Jovem Lousã a Mexer! 0

Lousã a Mexer Orçamento Participativo Jovem Lousã a Mexer! 0 Lousã a Mexer! 0 Índice Qual é o nosso projecto?... 2 Onde?... 2 Percurso... 3 Objectivos e Público-alvo... 4 Condições favoráveis à execução deste projecto... 4 Como implementar o projecto... 4 Construir

Leia mais

Lisboa 2013 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2013 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2013 Refª: 049 Escola Solidária + Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

Anexo A. Protocolo do Estudo de Caso

Anexo A. Protocolo do Estudo de Caso Anexo A Protocolo do Estudo de Caso 140 Protocolo do Estudo de Caso - Especificação do Processo de Recolha de Informação O processo de recolha de informação no decorrer do estudo de caso respeita a três

Leia mais

Relatório de Actividades. Ano 2006. Rede Social de Lagos

Relatório de Actividades. Ano 2006. Rede Social de Lagos Relatório de Actividades Ano 2006 Rede Social de Lagos Núcleo Executivo e CLAS- Conselho Local de Acção Social Núcleo Executivo - 27 Reuniões de Trabalho Actividades (Trabalho de planificação, concepção,

Leia mais

SEMINÁRIO A RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL INCLUSÃO SUSTENTÁVEL

SEMINÁRIO A RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL INCLUSÃO SUSTENTÁVEL SEMINÁRIO A RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL PARA UMA INCLUSÃO SUSTENTÁVEL O CATL SIRUGA AS NOSSAS ATIVIDADES EM PROL DUMA CIDADANIA PLENA Rosa Correia Secretariado Diocesano de Lisboa da Pastoral dos

Leia mais

CURRICULUM VITAE Licenciatura em Sociologia, realizada na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, com média final de 15 valores.

CURRICULUM VITAE Licenciatura em Sociologia, realizada na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, com média final de 15 valores. CURRICULUM VITAE ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO Mónica Catarina do Adro Lopes Nacionalidade: Portuguesa Naturalidade: Leiria B.I: 11580295 Contribuinte: 214859487 Data de nascimento: 02/12/78 Estado civil:

Leia mais

Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança

Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança Breve Enquadramento O Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança constitui o resultado do Projeto Tecer a, promovido pela Comissão Nacional de Promoção

Leia mais