FUNCIONAMENTO DOS NÚCLEOS DE ROBÓTICA DO PROJETO NINHO DE PARDAIS E O I DESAFIO PROCOPENSE DE ROBÓTICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FUNCIONAMENTO DOS NÚCLEOS DE ROBÓTICA DO PROJETO NINHO DE PARDAIS E O I DESAFIO PROCOPENSE DE ROBÓTICA"

Transcrição

1 FUNCIONAMENTO DOS NÚCLEOS DE ROBÓTICA DO PROJETO NINHO DE PARDAIS E O I DESAFIO PROCOPENSE DE ROBÓTICA Bruno de Aguiar Silva Miranda*, Marcos Banheti Rabelo Vallim*. *Centro de Experimentação Ninho de Pardais / Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Cornélio Procópio, Brasil. Resumo Este artigo apresenta alguns dos trabalhos realizados pelo Projeto Ninho de Pardais, descrevendo o funcionamento dos núcleos de robótica que foram implantados em algumas escolas públicas de Cornélio Procópio, a organização e realização do I Desafio Procopense de Robótica na Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Cornélio Procópio. Palavras-chave: I Desafio Procopense de Robótica, tecnologia, Robótica Educacional, Nipar. Abstract This paper presents some of the work that the Project Ninho de Pardais has done, describing the operation of robotic nucleus implanted in some public schools in Cornélio Procópio, the realization of the I Desafio Procopense de Robótica in Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Cornélio Procópio. Keywords: I Desafio Procopense de Robótica, technology, Educational Robotics, Nipar. Introdução A escassez de profissionais formados na área tecnológica no Brasil tem se agravado. O país tem se desenvolvido em um nível acelerado, porém a educação superior não tem acompanhado esse ritmo, o que ocasiona a contratação de profissionais estrangeiros. Estudos realizados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada mostram claramente a necessidade que o país tem em formar mais engenheiros. Enquanto o país forma cerca de 40 mil engenheiros por ano, a Rússia, a Índia e a China formam 190 mil, 220 mil e 650 mil, respectivamente. Entidades empresariais, como a Confederação Nacional da Indústria, têm feito estudos sobre o impacto da falta de engenheiros no desenvolvimento econômico 1/6

2 brasileiro. E órgãos governamentais, como a Financiadora de Projetos (FINEP), patrocinam desde 2006 programas de estímulo à formação de mais engenheiros no País [1]. O projeto Ninho de Pardais surgiu em 2007, da oportunidade criada com a abertura da Chamada Pública MCT/FINEP/FNDCT PROMOVE Engenharia no Ensino Médio 05/2006 [2], e tem como objetivo geral despertar o interesse de alunos do ensino médio com potencial nas ciências básicas (Matemática, Física, Química, Biologia) para os cursos superiores na área tecnológica. Com os recursos adquiridos foi construído o centro de experimentação Ninho de Pardais, no qual são desenvolvidas as oficinas de robótica com os alunos das escolas públicas. Até o momento, foi implantado um núcleo local de robótica em cada uma das seguintes escolas: Colégio Estadual Castro Alves (implantação em 12/12/2010); Colégio Estadual Monteiro Lobato (implantação em 12/05/2011); Colégio Estadual André Seugling (implantação em 22/06/2011); Colégio Estadual Vandyr de Almeida (implantação em 09/09/2011); Colégio Estadual Zulmira Marchesi da Silva (implantação em 12/09/2011). Em uma reunião com os alunos de extensão, o coordenador propôs que as escolas fossem visitadas ao menos uma vez por mês e que cada um seria responsável por orientar os alunos dos núcleos das escolas que escolhesse para tal. Sendo assim, este artigo apresentará detalhes do funcionamento e dos trabalhos realizados pelo Colégio Estadual André Seugling e pelo Colégio Estadual Zulmira Marchesi, em seus respectivos núcleos de robótica. Projeto Ninho de Pardais Uma das principais metas físicas do projeto era a construção de uma sede própria para abrigar o centro de experimentação de tecnologias educacionais na UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), Câmpus Cornélio Procópio. Com recursos oriundos da parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) a sede foi construída com 257 m² dispondo de almoxarifado, laboratórios de desenvolvimento e pesquisa, sala de aula, espaço para oficinas de robótica. No centro de experimentação utiliza-se kits de robótica educacional LEGO MINDSTORMS NXT ilustrado na Figura 1, e seu respectivo software LEGO MINDSTORMS Education NXT ilustrado na 2/6

3 Figura 2 - que conta com um sistema de programação em blocos - para despertar o interesse de alunos do ensino médio das escolas públicas para a área tecnológica, desenvolvendo a atitude inovadora e o raciocínio lógico destes através da resolução das tarefas e trabalhos propostos nas oficinas de robótica. Figura 1: Imagem do kit LEGO MINDSTORMS NXT. Para a formação dos núcleos de robótica de cada escola, os 24 alunos do ensino médio que foram indicados pela direção que analisou o rendimento escolar, interesse e disciplina dos mesmos foram divididos em 6 grupos e passaram por oficinas de robótica de nível básico, intermediário e avançado. Os quatro alunos com maior destaque durante as oficinas foram selecionados para compor a equipe do núcleo de robótica de sua escola, e dentre eles foi denominado líder do grupo aquele que demonstrou maior capacidade de liderança. Ao término do processo de seleção dos estudantes, realizou-se a entrega de um kit de robótica educacional LEGO MINDSTORMS NXT e um notebook com o software LEGO MINDSTORMS Education NXT instalado para cada escola, que assinou um termo de compromisso e cuidados com o material disponibilizado. Um professor de cada uma destas escolas foi designado para ser responsável pelo gerenciamento básico do núcleo. Funcionamento dos Núcleos Locais Figura 2: Ambiente de programação LEGO MINDSTORMS Education NXT. Implantação dos Núcleos Locais Ao término do processo de implantação dos núcleos, foi proposto que as equipes de cada escola definissem seus horários nos dias que todos os membros pudessem estar presentes. Ao menos uma vez por mês, realiza-se um encontro com cada equipe para acompanhar o andamento dos trabalhos, sanar dúvidas que os 3/6

4 impedem de progredir em alguma tarefa e apresentar novas tarefas e desafios para serem realizados. Após a conclusão das montagens propostas, os alunos tiram fotos dos robôs para registrar cada tipo de montagem, conforme a Figura 3. a fazer montagens pelo software LDD. Por se tratar de um ambiente virtual simples e prático, a principal dificuldade encontrada foi no manuseio das peças, que ficam distribuídas em grupos distintos de acordo com suas funções. Um exemplo de robô montado no software LEGO Digital Design pode ser visto na Figura 4. Figura 3: Robô montado pela equipe do Colégio Estadual André Seugling. Decidiu-se na primeira reunião mensal de gestão/organização do projeto Ninho de Pardais, realizada após a implantação dos núcleos, que os robôs deveriam ser montados também no software LDD (LEGO Digital Design), que conta com todas as peças disponíveis nos kits LEGO para criação e montagem de robôs virtualmente. Realizando-se a montagem no LDD, o responsável pelo núcleo tem provas que os alunos realmente efetuaram as tarefas. Realizou-se uma oficina de treinamento em todos os núcleos a fim de ensiná-los Figura 4: Ambiente virtual de montagem LEGO Digital Design. I Desafio Procopense de Robótica Uma das metas físicas do projeto era a Competição de robôs para incentivar a formação da rede de núcleos na região [2]. Realizada no mês de novembro de 2011, visava integrar todos os núcleos de robótica e divulgar o projeto como um todo. O I Desafio Procopense de Robótica baseou-se na prova prática da 1ª fase da IV Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) de 2011, realizada em São João Del Rei MG. 4/6

5 A competição era do tipo resgate, no qual a arena simulava um ambiente que foi atingido por um incêndio. O robô que fazia o papel de um bombeiro teria que percorrer a arena que poderia estar com a passagem bloqueada por um obstáculo (Figura 5) para resgatar as vítimas que estariam localizadas sobre as linhas que demarcavam o percurso, ilustrado na Figura 6. Figura 5: Arena da competição com obstáculo. Figura 6: Exemplo de vítima. As equipes foram compostas por quatro alunos, que precisavam estar matriculados na escola que iriam representar. As regras da competição foram discutidas com os líderes das equipes, um mês antes de sua realização, para sanar dúvidas referentes à pontuação, classificação final e restrições dos robôs. Foi acordado que os alunos poderiam treinar na arena que encontrava-se na sede do projeto, nos dias que houvessem alunos vinculados ao projeto. A competição ocorreu no anfiteatro da UTFPR Câmpus Cornélio Procópio e em sua abertura a equipe Nipar Dance realizou uma apresentação de dança do ventre com robôs. Após a leitura das regras, os alunos foram liberados para a fase de testes e ajustes, mais conhecida como warm-up. Ao todo três rodadas foram realizadas, sendo as vítimas e o obstáculo colocados aleatoriamente na arena apenas após as equipes entregarem os robôs para os juízes para garantir a autonomia dos mesmos. Ao fim das três rodadas, foi considerada apenas a maior pontuação de cada equipe para definir a colocação final. As três primeiras equipes foram premiadas com troféus e medalhas por seu destaque no evento. Com o sucesso do evento e suas metas alcançadas, O II Desafio Procopense de Robótica está previsto para ocorrer em novembro deste ano. Conclusão Este artigo descreve brevemente o Projeto Ninho de Pardais e os trabalhos realizados 5/6

6 pelo mesmo. Enfatizando os trabalhos realizados pelos alunos de Extensão Inovadora (EI) e suas contribuições para o alcance das metas físicas e objetivos específicos do projeto, bem como a divulgação do mesmo e seus resultados ao participar de eventos com publicações de artigos e em competições tanto no Brasil quanto no exterior. O projeto Ninho de Pardais, por tudo que têm feito, incentivou e vem incentivando muitos alunos a seguirem a carreira na área tecnológica. Alguns alunos que participaram dos núcleos de robótica implantados nas escolas públicas estão fazendo o Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrado na UTFPR, Câmpus Cornélio Procópio, diretamente influenciados pelo projeto e futuramente pretendem cursar Engenharia no mesmo câmpus. Agradecimentos O trabalho é financiado pela FINEP Financiadora de Estudos e Projetos (ref. 4971/06). O projeto também conta com o apoio da Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA) e da Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da UTFPR (FUNTEF). Referências [1] IPEA, O Estado de S. Paulo (SP): A falta de engenheiros. Disponível em: tion=com_content&view=article&id=13322 &catid=159&itemid=75. Acesso em: 23 jun [2] VALLIM, M. B. R.; HERDEN, A.; GALLO, R.; CARDOSO, L. R.; BITENCOURT, L. C.(2009). Incentivando Carreiras na Área Tecnológica Através da Robótica Educacional. In: 37º Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia, Recife. [3] IEEE, Reglas de la categoría SEK. Disponível em: < %20SEK%202011%20Ver%201.0.pdf>. Acesso em: 23 jun /6

ANÁLISE DE PADRÕES DE INTERFACE HUMANO COMPUTADOR NO MINDSTORMS NXT.

ANÁLISE DE PADRÕES DE INTERFACE HUMANO COMPUTADOR NO MINDSTORMS NXT. ANÁLISE DE PADRÕES DE INTERFACE HUMANO COMPUTADOR NO MINDSTORMS NXT. Giovanna Schimomukai (PIBIC Jr./Fundação Araucária - UTFPR), Adriana Herden (Orientadora), Marcos Banheti Rabello Vallim (Colaborador)

Leia mais

Desde 2012, os alunos do COLÉGIO PORTAL contam com aulas de Robótica na Base Curricular. Semanalmente os alunos do Ensino Fundamental 2 participam

Desde 2012, os alunos do COLÉGIO PORTAL contam com aulas de Robótica na Base Curricular. Semanalmente os alunos do Ensino Fundamental 2 participam Desde 2012, os alunos do COLÉGIO PORTAL contam com aulas de Robótica na Base Curricular. Semanalmente os alunos do Ensino Fundamental 2 participam das aulas de aulas de Robótica onde aprendem sobre Ciências,

Leia mais

EDITAL nº 08/2016, de 06 de Junho de 2016 DIGER/IFAP NORMAS PARA INSCRIÇÃO NO PERÍODO ESPECIAL DE ESTUDOS

EDITAL nº 08/2016, de 06 de Junho de 2016 DIGER/IFAP NORMAS PARA INSCRIÇÃO NO PERÍODO ESPECIAL DE ESTUDOS EDITAL nº 08/2016, de 06 de Junho de 2016 DIGER/IFAP NORMAS PARA INSCRIÇÃO NO PERÍODO ESPECIAL DE ESTUDOS O DIRETOR GERAL DO CAMPUS MACAPÁ DO INSTITUTO FEDERAL DO AMAPÁ DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

ENGENHARIA DE ALIMENTOS: COMPETÊNCIAS E DESAFIOS

ENGENHARIA DE ALIMENTOS: COMPETÊNCIAS E DESAFIOS 8. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO ENGENHARIA DE ALIMENTOS: COMPETÊNCIAS E DESAFIOS GILGEN, Ana Carolina 1 OLIVEIRA, João Guilherme B. de 2 CHIQUETTO, Nelci Catarina

Leia mais

Nossos diferenciais COLÉGIO BILÍNGUE E BICULTURAL COLEGIO BILINGUE Y BICULTURAL FORMAÇÃO INTEGRAL FORMACIÓN INTEGRAL

Nossos diferenciais COLÉGIO BILÍNGUE E BICULTURAL COLEGIO BILINGUE Y BICULTURAL FORMAÇÃO INTEGRAL FORMACIÓN INTEGRAL Ensino Médio 2016 COLÉGIO BILÍNGUE E BICULTURAL COLEGIO BILINGUE Y BICULTURAL FORMAÇÃO INTEGRAL FORMACIÓN INTEGRAL DIPLOMAS E CERTIFICADOS VÁLIDOS NO BRASIL E ESPANHA DIPLOMAS Y ESTUDIOS VÁLIDOS EN BRASIL

Leia mais

III TABUADA ROSEIRA. Secretaria Municipal de Educação

III TABUADA ROSEIRA. Secretaria Municipal de Educação III TABUADA ROSEIRA Secretaria Municipal de Educação Professor(es) Apresentador(es): LEONÁRIA RODRIGUES DE SOUSA CORRÊA MARIA NAZARÉ DE CAMARGO ALVES DOS SANTOS Realização: Foco do Projeto Foco do Projeto

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA Pacajus - CE Maio/2011.1 Sumário Apoio e Parcerias:... 3 Justificativa... 4 Introdução... 5 Objetivos... 6 Objetivo Geral:... 6 Objetivo Específico:... 6 Público Alvo... 7

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OFICINAS 2014 MATRÍCULAS: DE 27 DE FEVEREIRO A 06 DE MARÇO

COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OFICINAS 2014 MATRÍCULAS: DE 27 DE FEVEREIRO A 06 DE MARÇO COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OFICINAS 2014 MATRÍCULAS: DE 27 DE FEVEREIRO A 06 DE MARÇO LÍNGUA ESTRANGEIRA ALEMÃO Profª Lourdes Sufredini Profª Luciane Probst Unidade de Ensino I Prédio João

Leia mais

MANUAL PASSO-A-PASSO DISCIPLINAS ONLINE

MANUAL PASSO-A-PASSO DISCIPLINAS ONLINE MANUAL PASSO-A-PASSO OPERAÇÕES BÁSICAS DISCIPLINAS ONLINE BARBACENA 2014 2º Semestre 1 Sumário Acessando o Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA... 4 Utilizando o Portal Acadêmico... 6 Avaliação de Desempenho...

Leia mais

Sala 14 1ª Sessão. Professor(es) Apresentador(es): Profa. Trézia Ieda Ballerini Bruno

Sala 14 1ª Sessão. Professor(es) Apresentador(es): Profa. Trézia Ieda Ballerini Bruno PARCERIA COM O CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIFAE, DE SÃO JOÃO DABOA VISTA, EM COLABORAÇÃO COM A INICIAÇÃO CIENTÍFICA E MONTAGEM DE EQUIPAMENTOS DE LABORATÓRIO DE FÍSICA E QUÍMICA, DISPONIBILIZADOS PELA FDE DA

Leia mais

FESTIVAL CULTURAL UTFPR 2011 UM PROJETO DAS ALUNAS DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS LONDRINA

FESTIVAL CULTURAL UTFPR 2011 UM PROJETO DAS ALUNAS DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS LONDRINA FESTIVAL CULTURAL UTFPR 2011 UM PROJETO DAS ALUNAS DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS LONDRINA REALIZAÇÃO: DISCENTES DO 6 PERÍODO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM ALIMENTOS FERNANDA PÉRICO ALVES

Leia mais

Edital de seleção de trainees 2015 para a Atomic Júnior

Edital de seleção de trainees 2015 para a Atomic Júnior EDITAL São João del-rei, 08 de Maio de 2015 Edital de seleção de trainees 2015 para a Atomic Júnior A Empresa Júnior Atomic Jr., da Universidade Federal de São João del-rei, torna pública, por meio deste

Leia mais

Nossos diferenciais COLÉGIO BILÍNGUE E BICULTURAL COLEGIO BILINGUE Y BICULTURAL FORMAÇÃO INTEGRAL FORMACIÓN INTEGRAL

Nossos diferenciais COLÉGIO BILÍNGUE E BICULTURAL COLEGIO BILINGUE Y BICULTURAL FORMAÇÃO INTEGRAL FORMACIÓN INTEGRAL Ensino Médio 2016 COLÉGIO BILÍNGUE E BICULTURAL COLEGIO BILINGUE Y BICULTURAL FORMAÇÃO INTEGRAL FORMACIÓN INTEGRAL DIPLOMAS E CERTIFICADOS VÁLIDOS NO BRASIL E ESPANHA DIPLOMAS Y ESTUDIOS VÁLIDOS EN BRASIL

Leia mais

EDITAL 011/2013 CHAMADA DE ESTUDANTES DOS CURSOS DE NÍVEL SUPERIOR DO IF SUDESTE MG, CAMPUS RIO POMBA, PARA PARTICIPAÇÃO DO PROJETO RONDON

EDITAL 011/2013 CHAMADA DE ESTUDANTES DOS CURSOS DE NÍVEL SUPERIOR DO IF SUDESTE MG, CAMPUS RIO POMBA, PARA PARTICIPAÇÃO DO PROJETO RONDON Ministério da Educação. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais. Pró-reitoria de Extensão. Diretoria de Extensão

Leia mais

SISTEMA INDÚSTRIA: atuação, funcionamento e transparência

SISTEMA INDÚSTRIA: atuação, funcionamento e transparência SISTEMA INDÚSTRIA: atuação, funcionamento e transparência O FUTURO DO BRASIL COMEÇA AQUI. A serviço do desenvolvimento da indústria e do Brasil O SENAI e o SESI são instituições privadas, administradas

Leia mais

Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010

Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010 Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010 Angélica/Ipezal MS Março de 2010 Escola Estadual Luis Vaz de Camões Ipezal/Angélica - MS PLANO DE AÇÃO (PSTE) 2010 Plano

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENSINO DE CIÊNCIAS MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS Campus Nilópolis Patrícia

Leia mais

SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO BOLETIM OFICIAL NÚMERO ESPECIAL SUMÁRIO REGIMENTO INTERNO E ESTRUTURA CURRICULAR DO MESTRADO PROFISSIONALIZANTE EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO B. O.

Leia mais

PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA. Apresentação

PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA. Apresentação PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA Apresentação PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NAC NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA NPJ

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NAC NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA NPJ PROJETO VISITAS TÉCNICAS EM BRASÍLIA/DF EDITAL NAC DE SELEÇÃO nº06/2016 A Coordenadoria Geral do Curso de Direito da Universidade Ceuma, através de seu Núcleo de Atividades Complementares NAC e do Núcleo

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA. Curso de Direito. Núcleo de Atividades Complementares NAC

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA. Curso de Direito. Núcleo de Atividades Complementares NAC 1 EDITAL NAC nº01/2016 NÚCLEO DE ESTUDOS EM VIOLÊNCIA E CIDADANIA NEVIC PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC A Coordenação do, através de seu Núcleo de Atividades Complementares

Leia mais

Construção de FANZINE Nuria Meurer

Construção de FANZINE Nuria Meurer Construção de FANZINE Nuria Meurer Agradecimento. Quero agradecer aos professores que participaram deste trabalho, levando novas formas de aprendizagem, iniciando o processo de autoria na produção da Fanzine

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA/CAPES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA/CAPES UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA/CAPES EDITAL Nº 01/2014 Subprojeto PIBID/História /UFOPA SELEÇÃO DE DISCENTES

Leia mais

Universidade Federal do Piauí Centro de Ciências da Natureza PROCESSO SELETIVO 2014 MANUAL DO CANDIDATO

Universidade Federal do Piauí Centro de Ciências da Natureza PROCESSO SELETIVO 2014 MANUAL DO CANDIDATO Universidade Federal do Piauí Centro de Ciências da Natureza PROCESSO SELETIVO 2014 MANUAL DO CANDIDATO PENSE 2014 CENTRO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA(CCN) Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes MAGNÍFICO REITOR

Leia mais

COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO EDITAL Nº 014/2016. São João do Piauí, 21 de outubro de 2016

COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO EDITAL Nº 014/2016. São João do Piauí, 21 de outubro de 2016 COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO EDITAL Nº 014/2016 São João do Piauí, 21 de outubro de 2016 A Diretoria Geral do Campus São João do Piauí, através da Coordenação de Extensão, torna público este Edital que estabelece

Leia mais

LARC/CBR 2016 Latin America Robotics Competition/Competição Brasileira de Robótica Robotino Logistics Competition

LARC/CBR 2016 Latin America Robotics Competition/Competição Brasileira de Robótica Robotino Logistics Competition LARC/CBR 2016 Latin America Robotics Competition/Competição Brasileira de Robótica Robotino Logistics Competition CBR2016 1 of 12 Introdução Estrutura da competição Prova modular 3 dias com 1 módulo a

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA COMO A ESCOLA ME TRANSFORMA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA COMO A ESCOLA ME TRANSFORMA CONCURSO DE FOTOGRAFIA COMO A ESCOLA ME TRANSFORMA REGULAMENTO 1. DO CONCURSO O Concurso Fotográfico Como a escola me transforma desenvolvido pela Escola de Aplicação Dr. Alfredo José Balbi, tem como objetivo

Leia mais

Sidabro automação e colégio farroupilha. ROBÓTICA No COLÉGIO Farroupilha

Sidabro automação e colégio farroupilha. ROBÓTICA No COLÉGIO Farroupilha Sidabro automação e colégio farroupilha ROBÓTICA No COLÉGIO Farroupilha Quando você escuta a palavra robótica, o que passa na sua cabeça? Máquinas complexas, engenheiros loucos, cálculos avançados e por

Leia mais

Instrução Normativa 03/09 - PROGRAD

Instrução Normativa 03/09 - PROGRAD Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Reitoria Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Instrução Normativa 03/09 - PROGRAD

Leia mais

EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA

EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA O Centro Universitário Metodista IPA e a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por

Leia mais

CURSO DE ROBÓTICA PARA ENSINO MÉDIO

CURSO DE ROBÓTICA PARA ENSINO MÉDIO CURSO DE ROBÓTICA PARA ENSINO MÉDIO Autor (1): José Torres Coura Neto; Co-autor (2): Fernando Costa Fernandes Gomes; Orientador (3): Euler Cássio Tavares de Macêdo (1) Universidade Federal da Paraíba,

Leia mais

Edital de Seleção de novos Trainees para ingresso na Tristate 2015/1

Edital de Seleção de novos Trainees para ingresso na Tristate 2015/1 Tristate Consultoria em Mecatrônica Universidade Federal de São João Del-Rei Campus Alto Paraopeba 36420-000 Ouro Branco www.tristatejr.com tristate@ufsj.edu.br Edital de Seleção de novos Trainees para

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Monitoria, mantido pela Faculdade de Medicina de Itajubá,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ

CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ ORIGEM DO UNIVERSO, FORMAÇÃO DA VIDA NA TERRA ESTUDANDO FÓSSEIS: O CAMINHO DA EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES 1º semestre de 201 3ª feira, das 13h30 às 17h30 SANTO ANDRÉ

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE TECNOLOGIAS E CIÊNCIAS Regulamento Olimpíadas Científicas do ISPTEC

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE TECNOLOGIAS E CIÊNCIAS Regulamento Olimpíadas Científicas do ISPTEC INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE TECNOLOGIAS E CIÊNCIAS Regulamento Olimpíadas Científicas do ISPTEC Luanda, Outubro de 2015 ÍNDICE Preâmbulo...3 I. Objectivos...3 II. Elegibilidade...3 III. Comissão

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) Instituto Brasil Solidário

Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) Instituto Brasil Solidário Apresentação Neste ano, sua escola e comunidade receberão diversas atividades com a chegada do Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) no seu município, com o Instituto Brasil Solidário

Leia mais

Prova Brasil e SAEB (Sistema de Avaliação do Ensino Básico) - Parte 1

Prova Brasil e SAEB (Sistema de Avaliação do Ensino Básico) - Parte 1 Prova Brasil e SAEB (Sistema de Avaliação do Ensino Básico) - Parte 1 INEP Ana Djéssika Silva Cruz Vidal Abril 2012 UFJF (Institute) ECONS - Laboratório de Economia 23/04 1 / 10 Introdução Sistema de Avaliação

Leia mais

MOSTRA DE ARTE, CULTURA E DESIGN Regulamento para submissão de trabalhos

MOSTRA DE ARTE, CULTURA E DESIGN Regulamento para submissão de trabalhos MOSTRA DE ARTE, CULTURA E DESIGN Regulamento para submissão de trabalhos A Mostra de Arte, Cultura e Design, propõe o debate e a reflexão sobre a democratização da Arte, da Cultura e do Design em nossa

Leia mais

REGULAMENTO. 3.1 Estimular e promover o estudo da Matemática entre alunos das escolas públicas.

REGULAMENTO. 3.1 Estimular e promover o estudo da Matemática entre alunos das escolas públicas. REGULAMENTO 1. Responsabilidade: A 3ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP 2007) é uma promoção do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência e Tecnologia, em parceria

Leia mais

I FESTIVAL DAS ARTES DO IFRJ CAMPUS NILÓPOLIS REGULAMENTO GERAL Nº01/2016

I FESTIVAL DAS ARTES DO IFRJ CAMPUS NILÓPOLIS REGULAMENTO GERAL Nº01/2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Campus Nilópolis I FESTIVAL DAS ARTES DO IFRJ CAMPUS NILÓPOLIS

Leia mais

Reunião - Encarregados de Educação. 1.º Ciclo. Ano Letivo 2016/ de setembro de 2016

Reunião - Encarregados de Educação. 1.º Ciclo. Ano Letivo 2016/ de setembro de 2016 Reunião - Encarregados de Educação 1.º Ciclo Ano Letivo 2016/2017 09 de setembro de 2016 Ordem de Trabalhos 1 Projeto Educativo 2 Normas de funcionamento 3 Apresentação 4 Plano Anual de Atividades 2 Ordem

Leia mais

DISCIPLINAS MÓDULO 01

DISCIPLINAS MÓDULO 01 Matriz Curricular do Curso Subsequente Técnico em Edificações Educação Profissional Técnica de Nível Médio IFBA - Campus Ilhéus Período de Vigência: 2012.2 ao atual S MÓDULO 01 1º MÓDULO: FUNDAMENTOS Pré-requisito:

Leia mais

DESAFIO DA HORA DO CÓDIGO ESTADO DO PARANÁ

DESAFIO DA HORA DO CÓDIGO ESTADO DO PARANÁ DESAFIO DA HORA DO CÓDIGO ESTADO DO PARANÁ Cascavel, 25 de Novembro de 2016 Versão 5 Organização Apoio Apresentação Saber programar é uma habilidade importante em um mundo digital. Hoje em dia não basta

Leia mais

MUSEU VIRTUAL: DESENVOLVIMENTO DE JOGO EDUCATIVO SOBRE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

MUSEU VIRTUAL: DESENVOLVIMENTO DE JOGO EDUCATIVO SOBRE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE

Leia mais

EDITAL INTERNO Nº 07/2013

EDITAL INTERNO Nº 07/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDITAL INTERNO Nº 07/2013 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA OS PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO TUTORIAL/CONEXÕES DE SABERES

Leia mais

Descritivo Combo 4 (Conjunto de 4 kits Modelix Marte Plus)

Descritivo Combo 4 (Conjunto de 4 kits Modelix Marte Plus) Aspectos Gerais do Produto: Descritivo Combo 4 (Conjunto de 4 kits Modelix Marte Plus) A Modelix Robotics oferece neste kit a maneira mais fácil e econômica para que a escola implante robótica. Ele permite

Leia mais

Edital nº 010/2016 CÂMPUS CURITIBA IFPR. A Direção Geral do Câmpus Curitiba do Instituto Federal do Paraná, no uso de suas atribuições, torna pública:

Edital nº 010/2016 CÂMPUS CURITIBA IFPR. A Direção Geral do Câmpus Curitiba do Instituto Federal do Paraná, no uso de suas atribuições, torna pública: Edital nº 010/2016 CÂMPUS CURITIBA IFPR A Direção Geral do Câmpus Curitiba do Instituto Federal do Paraná, no uso de suas atribuições, torna pública: CHAMADA INTERNA SIMPLIFICADA PARA CONTRATAÇÃO DE BOLSISTA

Leia mais

OBJETÍADAS (OLIMPÍADAS DO COLÉGIO OBJETIVO)

OBJETÍADAS (OLIMPÍADAS DO COLÉGIO OBJETIVO) OBJETÍADAS (OLIMPÍADAS DO COLÉGIO OBJETIVO) REGULAMENTO GERAL - 2015 1 - Do Objetivo 1.1 As OBJETÍADAS visam aproximar os alunos, promover interação dentro e fora da sala de aula, fortalecer a convivência,

Leia mais

ARTES VISUAIS, CIÊNCIA E TECNOLOGIA OU EDUCAÇÃO AMBIENTAL

ARTES VISUAIS, CIÊNCIA E TECNOLOGIA OU EDUCAÇÃO AMBIENTAL 1 ATENÇÃO ESTUDANTES E PROFESSORES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO! NÃO PERCAM AS OPORTUNIDADES DE TEREM SEUS TRABALHOS, PROJETOS E TALENTOS RECONHECIDOS E PREMIADOS. Vários concursos e prêmios, promovidos

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÉMIO

REGULAMENTO DO PRÉMIO REGULAMENTO DO PRÉMIO CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º 1.A Fundação Ilídio Pinho, o Ministério da Educação e o Ministério da Economia celebraram um Protocolo com vista à instituição de um prémio

Leia mais

GEOGEBRA: UMA FERRAMENTA A FAVOR DO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

GEOGEBRA: UMA FERRAMENTA A FAVOR DO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA GEOGEBRA: UMA FERRAMENTA A FAVOR DO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA Prof.ª Me. Rosemeiry de Castro Prado Alunos: Anderson Santana Danilo Siqueira Graciela Reali Juliana Barcelos Mario Azzolini Murilo

Leia mais

DESAFIO ANGLO LONDRINENSE REGULAMENTO

DESAFIO ANGLO LONDRINENSE REGULAMENTO DESAFIO ANGLO LONDRINENSE REGULAMENTO O Colégio Londrinense realiza a 3ª edição do Desafio Anglo Londrinense para alunos do 9º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio de 2016, e também para

Leia mais

OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA 2016

OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA 2016 OBJETIVOS A décima quarta edição da Olimpíada de Matemática do Educacional tem como objetivo principal estimular os alunos do 4.º ao 9.º ano do Ensino Fundamental a renovar o interesse por essa ciência

Leia mais

BEM-VINDO AO SBRC 2016

BEM-VINDO AO SBRC 2016 SBRC 2016 XXXIV Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos Promoção: Sociedade Brasileira de Computação (SBC); Laboratório Nacional de Redes de Computadores (LARC) Organização:

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO. Shell Eco-marathon Americas 2016 EQUIPE PATO A JATO.

PLANO DE PATROCÍNIO. Shell Eco-marathon Americas 2016 EQUIPE PATO A JATO. PLANO DE PATROCÍNIO Shell Eco-marathon Americas 2016 EQUIPE PATO A JATO. Apresentação. A Pato a Jato é uma equipe de eficiência energética formada por acadêmicos dos cursos de engenharia da Universidade

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA. Dispõe sobre a oferta de vagas acadêmicas para monitoria do I Encontro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal da Paraíba.

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA. Dispõe sobre a oferta de vagas acadêmicas para monitoria do I Encontro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal da Paraíba. EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA Dispõe sobre a oferta de vagas acadêmicas para monitoria do I Encontro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal da Paraíba. CONSIDERANDO a realização desta monitoria como uma

Leia mais

ANEXO A PORTARIA Nº 341, DE 02 DE OUTUBRO DE Regulamento de Utilização dos Laboratórios do Ifes campus Cachoeiro

ANEXO A PORTARIA Nº 341, DE 02 DE OUTUBRO DE Regulamento de Utilização dos Laboratórios do Ifes campus Cachoeiro MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo CAMPUS CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM ANEXO A PORTARIA Nº 341, DE 02 DE OUTUBRO DE 2015 Regulamento de Utilização dos

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 CAMPUS FLORESTA/CRUZEIRO DO SUL

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 CAMPUS FLORESTA/CRUZEIRO DO SUL EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 CAMPUS FLORESTA/CRUZEIRO DO SUL EDITAL 15/2015 O Curso Pré-Enem Comunitário to na UFAC do Grupo de Pesquisa em Educação Geração XXI em

Leia mais

A SBC e o Avanço Tecnológico e Social do Brasil

A SBC e o Avanço Tecnológico e Social do Brasil A SBC e o Avanço Tecnológico e Social do Brasil Flávia Maristela Santos Nascimento Professora e Atual Coordenadora de ADS Representante Institucional na SBC Agenda Apresentando a Sociedade Brasileira de

Leia mais

Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio

Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Qual a equipe ideal para minha escola? Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Uma boa estrutura é fator determinante para o sucesso do seu negócio Montar uma escola profissionalizante

Leia mais

PROJETO PRÉ-ENEM. Parceria dos grupos PET da UFOP e da Escola Estadual Dom Silvério

PROJETO PRÉ-ENEM. Parceria dos grupos PET da UFOP e da Escola Estadual Dom Silvério PROJETO PRÉ-ENEM Parceria dos grupos PET da UFOP e da Escola Estadual Dom Silvério ENEM Criado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) - 1998 OBJETIVOS Avaliar os estudantes de escolas públicas e particulares

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015, DE 30 DE SETEMBRO DE 2016.

EDITAL Nº 01/2015, DE 30 DE SETEMBRO DE 2016. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS OURO PRETO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE EXPERIMENTOS

Leia mais

EDITAL DE TUTORIA ACADÊMICA 2016/1 UNIFESP CAMPUS SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

EDITAL DE TUTORIA ACADÊMICA 2016/1 UNIFESP CAMPUS SÃO JOSÉ DOS CAMPOS EDITAL DE TUTORIA ACADÊMICA 2016/1 UNIFESP O Instituto de Ciência e Tecnologia da UNIFESP Campus São José dos Campos TORNA PÚBLICO os requisitos, procedimentos e o funcionamento do Projeto de Tutoria Acadêmica

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 116 DE 08 DE ABRIL DE 2015.

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 116 DE 08 DE ABRIL DE 2015. RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 116 DE 08 DE ABRIL DE 2015. Disciplina a concessão de visto a cientista, pesquisador, professor e ao profissional estrangeiro que pretenda vir ao País para participar das atividades

Leia mais

ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO

ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto: Usabilidade em aplicações web 1.2 Câmpus de Origem: São Borja 1.3

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS

CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS A Direção Geral, a Diretoria de Pesquisa e Inovação e a Diretoria de Extensão do Campus Natal Central, tornam público o presente Edital e convidam os estudantes desta unidade

Leia mais

Nova escola do SESI em Mogi das Cruzes

Nova escola do SESI em Mogi das Cruzes EDUCAÇÃO Nova escola do SESI em Mogi das Cruzes O pontapé inicial para a construção da nova escola do SESI-SP em Mogi das Cruzes já foi dado. A assinatura de escritura de doação de terreno ocorreu no dia

Leia mais

EDITAL N 007/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E/OU TECNOLÓGICA

EDITAL N 007/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E/OU TECNOLÓGICA EDITAL N 007/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E/OU TECNOLÓGICA O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) Câmpus Canoas,

Leia mais

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO

JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO JÚNIOR/2013 Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental REGULAMENTO 1 DENOMINAÇÃO A Mostra de Trabalhos do Ensino Fundamental 2013, neste regulamento denominada MOSTRATEC JUNIOR 2013, é organizada pela Fundação

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM FABRICAÇÃO MECÂNICA. Faculdade SENAI Antônio Adolpho Lobbe São Carlos

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM FABRICAÇÃO MECÂNICA. Faculdade SENAI Antônio Adolpho Lobbe São Carlos CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM FABRICAÇÃO MECÂNICA Faculdade SENAI Antônio Adolpho Lobbe São Carlos SITE MEC CATÁLOGO NACIONAL O QUE É UM CURSO DE TECNOLOGIA? Proposta do CST Formação específica (especializada)

Leia mais

ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO

ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO ENSINO SUPERIOR REGULAMENTO O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Campus João Pessoa, através da Coordenação do Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet

Leia mais

REGULAMENTO DOS BLOCOS MARCHA NICO LOPES 2016

REGULAMENTO DOS BLOCOS MARCHA NICO LOPES 2016 REGULAMENTO DOS BLOCOS MARCHA NICO LOPES 2016 Da composição da Marcha Art. 1º. Os blocos da MARCHA NICO LOPES 2016 serão compostos pela comunidade da região de Viçosa, não necessariamente universitária,

Leia mais

Engenharia de Inovação. Matriz curricular

Engenharia de Inovação. Matriz curricular Engenharia Inovação Matriz curricular O que é o ISITEC? O Instituto Superior Inovação e Tecnologia ISITEC - é uma instituição ensino superior que implementou no ano 2015 a primeira graduação em Engenharia

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSOS DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UTFPR-DV

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSOS DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UTFPR-DV Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSOS DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA UTFPR-DV APROVADO EM REUNIÃO ORDINÁRIA DO COLEGIADO

Leia mais

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS Artigo 1º. O Plano de Qualificação Docente tem por objetivo o aprimoramento profissional dos professores da FACULDADE JAUENSE, de modo a promover a melhoria

Leia mais

Regulamento Geral III Olimpíada de Matemática do Pentágono

Regulamento Geral III Olimpíada de Matemática do Pentágono Regulamento Geral III Olimpíada de Matemática do Pentágono 1. INSCRIÇÕES 1.1. As inscrições são gratuitas e serão feitas, exclusivamente, por meio do site do colégio, de 22 de agosto a 05 de setembro.

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DAS NEVES. Natal/RN

COLÉGIO NOSSA SENHORA DAS NEVES. Natal/RN COLÉGIO NOSSA SENHORA DAS NEVES Natal/RN Apresentação 1932 - Fundação do Colégio Nossa Senhora das Neves Natal/RN Colégio Nossa Senhora das Neves 2014 82 ANOS Número de alunos: 1943 Evolução tecnológica

Leia mais

TecnoFacens Maratona de Desenvolvimento de Jogos

TecnoFacens Maratona de Desenvolvimento de Jogos TecnoFacens 2016 Maratona de Desenvolvimento de Jogos Maratona de Desenvolvimento de Jogos I. Natureza do Concurso A "Maratona de Desenvolvimento de Jogos da FACENS" é um concurso técnico e cultural, que

Leia mais

ESTADO DO ESPIRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACRUZ PROJETO DE LEI Nº. XXXX

ESTADO DO ESPIRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACRUZ PROJETO DE LEI Nº. XXXX ESTADO DO ESPIRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACRUZ PROJETO DE LEI Nº. XXXX DISPÕE SOBRE O PLANO MUNICIPAL DE APOIO E INCENTIVO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO MUNICÍPIO DE ARACRUZ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

PROJETO DE APOIO A AÇÕES DE MELHORIA DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

PROJETO DE APOIO A AÇÕES DE MELHORIA DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Coordenação do Curso de Engenharia Elétrica Câmpus Medianeira PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROJETO DE APOIO A AÇÕES DE

Leia mais

Gincana Estudantil 2016 DFGTIM. Regulamento Geral

Gincana Estudantil 2016 DFGTIM. Regulamento Geral SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CAMPUS TIMÓTEO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO GERAL Timóteo, 30 de maio de 2016 Gincana Estudantil 2016 DFGTIM

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FATEC PINDAMONHANGABA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FATEC PINDAMONHANGABA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FATEC PINDAMONHANGABA 1. INTRODUÇÃO O objetivo de presente regulamento é estabelecer as normas e os procedimentos gerais do programa de iniciação científica-tecnológica

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL II SALÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS. 19 a 23 de outubro de 2015 CAMPUS DO VALE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL II SALÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS. 19 a 23 de outubro de 2015 CAMPUS DO VALE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL II SALÃO DE AÇÕES AFIRMATIVAS 19 a 23 de outubro de 2015 CAMPUS DO VALE REGULAMENTO 1. Objetivo O II Salão de Ações Afirmativas da UFRGS tem como objetivo a divulgação

Leia mais

III Jornada de História da Ciência e Ensino: novas propostas e desafios

III Jornada de História da Ciência e Ensino: novas propostas e desafios III Jornada de História da Ciência e Ensino: novas propostas e desafios Maria Helena Roxo Beltran & Fumikazu Saito Entre os dias 21 e 23 de julho de 2011, realizou-se no campus Consolação da PUCSP a III

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DE PONTA GROSSA AXPG

ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DE PONTA GROSSA AXPG O Circuito Municipal de Xadrez 2016 é uma realização da parceria entre a Associação de Xadrez de Ponta Grossa (),Clube Ponta Lagoa e Fundação Municipal de Esportes (FUNDESP). Capitulo I DOS OBJETIVOS Art.

Leia mais

Edital PRE Nº 07/2016, de 03 de fevereiro de 2016

Edital PRE Nº 07/2016, de 03 de fevereiro de 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE ENSINO Edital PRE Nº 07/2016, de 03 de fevereiro

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Ciências Sociais REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Ciências Sociais REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC Curso de Ciências Sociais REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O Estágio

Leia mais

EDITAL 03/2016 EDUCAÇÃO

EDITAL 03/2016 EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO JOAQUIM NABUCO Diretoria de Formação e Desenvolvimento Profissional Fone: (81) 3073.6629 CNPJ: 09.773.169/0001-59 www.fundaj.gov.br EDITAL 03/2016 CURSO DE FORMAÇÃO DE CONSELHEIROS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL PROFª ESTHER DA SILVA VIRGOLINO

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL PROFª ESTHER DA SILVA VIRGOLINO GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL PROFª ESTHER DA SILVA VIRGOLINO ROBÓTICA ASSISTIVA ROBÓTICA PARA PESSOAS COM POUCA MOBILIDADE Macapá-AP ROBÓTICA ASSISTIVA ROBÓTICA

Leia mais

VI Jornada Severino Sombra Tema: Oportunidades e desafios: como fazer o seu conhecimento campeão?

VI Jornada Severino Sombra Tema: Oportunidades e desafios: como fazer o seu conhecimento campeão? VI Jornada Severino Sombra Tema: Oportunidades e desafios: como fazer o seu conhecimento campeão? 1. Objetivos: Trazer ao conhecimento e à apreciação da comunidade os resultados dos projetos de Extensão

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTA DISCENTES DA REDE CEDES - IFCE 01/2016 REDE CEDES /IFCE

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTA DISCENTES DA REDE CEDES - IFCE 01/2016 REDE CEDES /IFCE INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIENCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ CENTRO DE DESENVOLVIMETO DE PESQUISA EM POLITICAS PUBLICAS DE ESPORTE E LAZER REDE CEDES ESTADO CEARÁ MINISTÉRIO DOS ESPORTES CAMPUS CANINDÉ

Leia mais

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002.

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002. RESOLUÇÃO CONSEPE 44/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL, DO CÂMPUS ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição que

Leia mais

EDITAL Nº. 02/2015 ELEIÇÃO PARA DIRETORIA EXECUTIVA DA EMPRESA JÚNIOR

EDITAL Nº. 02/2015 ELEIÇÃO PARA DIRETORIA EXECUTIVA DA EMPRESA JÚNIOR EDITAL Nº. 02/2015 ELEIÇÃO PARA DIRETORIA EXECUTIVA DA EMPRESA JÚNIOR A Comissão Eleitoral da Empresa Junior de Engenharia Civil da Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC, doravante denominada ENGETEC

Leia mais

Do lugar de cada um, o saber de todos nós 5 a- edição COMISSÃO JULGADORA Municipal orientações para o responsável

Do lugar de cada um, o saber de todos nós 5 a- edição COMISSÃO JULGADORA Municipal orientações para o responsável Do lugar de cada um, o saber de todos nós 5 a- edição 2016 COMISSÃO JULGADORA Municipal orientações para o responsável Prezado(a) responsável pela Comissão Julgadora Municipal (CJM) da Olimpíada de Língua

Leia mais

PROJETO: PARCERIA ESCOLA/EMPRESA TUTORIA I

PROJETO: PARCERIA ESCOLA/EMPRESA TUTORIA I PROJETO: PARCERIA ESCOLA/EMPRESA - 2012 TUTORIA I IDENTIFICAÇÃO: Coordenação: José Edmilson da Silva; Execução: José Edmilson, Ronan Pereira, Eliane Fonseca, Cristina P, Maria Célia, Pedro Eduardo, Leonardo,

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO DO CURSO DE MESTRADO EM ENSINO DE DANÇA ESCOLA SUPERIOR DE DANÇA INSTITUTO POLITÉNICO DE LISBOA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO DO CURSO DE MESTRADO EM ENSINO DE DANÇA ESCOLA SUPERIOR DE DANÇA INSTITUTO POLITÉNICO DE LISBOA REGULAMENTO DO ESTÁGIO DO CURSO DE MESTRADO EM ENSINO DE DANÇA ESCOLA SUPERIOR DE DANÇA INSTITUTO POLITÉNICO DE LISBOA Maio de 2012 REGULAMENTO DO ESTÁGIO Preâmbulo De acordo com o previsto na alínea 3

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO INTERNO PARA BOLSA DE EXTENSÃO N.º 26/2016

EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO INTERNO PARA BOLSA DE EXTENSÃO N.º 26/2016 EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO INTERNO PARA BOLSA DE EXTENSÃO N.º 26/2016 A Faculdade da Serra Gaúcha FSG, no uso de suas atribuições e de acordo com a Diretriz Institucional n.º 03/2014 realizará o Concurso

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO LEÃO SAMPAIO UNILEÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO LIGA ACADÊMICA DE SAÚDE MENTAL - LASAM.

CENTRO UNIVERSITÁRIO LEÃO SAMPAIO UNILEÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO LIGA ACADÊMICA DE SAÚDE MENTAL - LASAM. CENTRO UNIVERSITÁRIO LEÃO SAMPAIO UNILEÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO LIGA ACADÊMICA DE SAÚDE MENTAL - LASAM Edital 31/2016 Dispõe sobre o processo seletivo de membros e colaborador da Liga Acadêmica

Leia mais

BLOG EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS: UMA FERRAMENTA DA INTERNET A SERVIÇO DA EXTENSÃO

BLOG EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS: UMA FERRAMENTA DA INTERNET A SERVIÇO DA EXTENSÃO Anais Eletrônicos VI Semana de Extensão UFS Extensão e Cultura de 03 a 07 de nov. de 2009 BLOG EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS: UMA FERRAMENTA DA INTERNET A SERVIÇO DA EXTENSÃO Roselene S. Araújo 1 Hannah Caroline

Leia mais

CENSO ESCOLAR - EDUCACENSO

CENSO ESCOLAR - EDUCACENSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO BÁSICA CENSO ESCOLAR

Leia mais