Atividade 5: Montando Mosaicos. Resumo da atividade:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Atividade 5: Montando Mosaicos. Resumo da atividade:"

Transcrição

1 Atividade 5: Montando Mosaicos Resumo da atividade: Esta atividade discute o recobrimento de um plano, utilizando apenas um dos polígonos regulares estudados. Para isso, é apresentada uma situação-problema ao educando, para que ele manipule empiricamente os diferentes polígonos, de maneira a construir a relação necessária ao recobrir um plano - entre ângulo interno de um polígono e o ponto de encaixe entre eles - utilizando apenas um tipo de polígono. Dessa maneira, o educando concluirá que apenas três polígonos regulares - triângulo, quadrado e hexágono se prestam para a pavimentação de uma superfície. Número de aulas previstas, distribuídas conforme se segue: - Esta atividade deve ser desenvolvida em laboratório de informática, com o uso do computador; - Sugerimos que seja destinada uma hora/aula de 45 minutos para sua realização. Nesta atividade, o aluno deverá ser capaz de: Construir mosaicos e ladrilhos utilizando apenas um tipo de polígono; Aplicar os conceitos de mosaico, composição e decomposição de figuras; Construir a relação entre ângulo interno de um polígono e o ponto de encaixe entre eles na pavimentação de uma superfície, utilizando apenas um tipo de polígono; Verificar que apenas três polígonos regulares triângulo, quadrado, hexágono - podem pavimentar uma superfície; Competências e habilidades que se pretende desenvolver: Identificar e reconhecer no processo de construção de mosaicos que existe uma relação entre ângulos; Ser capaz de construir diferentes mosaicos utilizando apenas um tipo de polígono, numa combinação de cores, de forma a reconhecer a composição de outros polígonos; Perceber a necessidade de composição e decomposição de figuras na pavimentação de uma superfície, reconhecendo suas aplicações em objetos do dia-a-dia. Conceitos envolvidos: - Polígonos regulares e ângulos; - Composição e decomposição de figuras; - Mosaicos. Pré-requisitos de conhecimentos: Para que o educando alcance os objetivos propostos, esperam-se os seguintes conhecimentos prévios: - Identificar e reconhecer polígonos regulares e seus elementos;

2 - Construir mosaicos; Descrição da tela: Esta tela oportuniza ao educando trabalhar de forma empírica no encaixe de polígonos para construir a relação entre o ângulo interno de um polígono e o ponto de encaixe entre eles na pavimentação de uma superfície, utilizando apenas um tipo de polígono. No menu do site, apresentar-se-á a atividade Revestindo o chão. Ao clicar sobre ela, aparecerá o enunciado da atividade, seguido do quadro de simulação e as questões para o aluno. Você tem um novo problema: precisamos revestir os quartos da casa da Drª Mônica com alguns tipos de cerâmicas. Ela tem uma exigência: são três quartos e em cada um deles deseja um piso diferente, formando mosaicos distintos. Para isso, ela trouxe diversas amostras de cerâmicas para escolhermos quais podem pavimentar os quartos. Mas lembrem: em cada quarto ela quer utilizar apenas um tipo de cerâmica. Por isso, você vai precisar quebrar cerâmicas, em alguns quartos. Então, vamos experimentálas e formar bonitos mosaicos?!. Quadro em branco com funções: é apresentado um quadro em branco, representando um painel para a criação de mosaicos, utilizando apenas um dos polígonos apresentados com combinação de cores. Ele deverá conter um menu na lateral direita com os polígonos regulares de três até doze lados e as funcionalidades: agrupar, girar, limpar, finalizar, instruções, guardar imagem. Abaixo do palco de simulação, haverá as seguintes questões, objetivando instigar à formulação de hipóteses pelos educandos, a fim de estimulá-los a buscar respostas para as possíveis soluções do problema. 1) Crie um mosaico utilizando apenas triângulos perfeitamente encaixados. Nele, faça composições diferentes mudando suas cores, conforme se segue. Registre suas observações no caderno. Utilizando duas cores, crie duas composições diferentes; Utilizando três cores, crie duas composições diferentes. Você consegue enxergar outras figuras formadas na composição com as cores? Quais? Como surgiram essas novas figuras? Elas se repetem? Dentro do que você criou, procure diferentes repetições de figuras. 2) Crie um mosaico com cada amostra de cerâmica. Para aqueles que você conseguir encaixar perfeitamente os polígonos, guarde-os na caixinha ao lado da projeção da tela; 3) No seu mosaico, é possível identificar figuras formadas por polígonos que se encaixam contendo um vértice em comum? 4) Se você identificou, que polígono utilizou para formar esse mosaico? Faça uma tabela no seu caderno comparando o ângulo interno do polígono e o número de polígonos em torno do ponto de encaixe. Conforme o modelo.

3 A relação O número de polígonos no ponto de encaixe multiplicado pelo seu ângulo interno é igual P. A=360. deve ser CONSTRUÍDA PELO ALUNO, primeiramente com suas palavras e, posteriormente, formalizada. Polígonos Ângulo interno (A) N de polígonos (P) Triângulo Quadrado Pentágono Etc Estabeleça uma relação. 5) Agora responda: o que é necessário para que o encaixe entre os polígonos seja perfeito em torno de um ponto, sem que tenha falhas ou sobreposição entre eles? 6) Então, quais os polígonos que podem pavimentar uma superfície, formando mosaicos que obedecem às condições acima? Procedimentos para desenvolver a atividade: Geralmente, a relação que se quer construir com essa atividade é apenas fornecida ao educando, sem que haja compreensão de seu significado. Por isso, propomos uma atividade empírica para que os aluno ao manipular os polígonos para a pavimentação de uma superfície, percebam que existe uma condição necessária para esse encaixe. Sendo ela, a relação entre ângulo interno de um polígono e o ponto de encaixe entre eles, que o próprio aluno irá deduzir e formular. O professor dará início à atividade usando a seguinte abordagem: Solicita aos seus alunos que: Utilize apenas triângulos para criar um mosaico sem deixar falhas e sem sobreposição das peças e nele faça composições diferentes mudando suas cores. Espera-se que o aluno perceba a composição de outras figuras geométricas quando utilizar duas ou três cores diferentes no desenho construído inicialmente, bem como a regularidade presente na construção desse tipo de mosaico; Criem outros mosaicos com cada amostra de cerâmica, de maneira a identificar os polígonos que se encaixam perfeitamente, contendo um vértice em comum. Esses mosaicos deverão ser guardados nas caixinhas que se encontram ao lado da projeção da tela; Peça que observem esses mosaicos e façam um registro no seu caderno comparando o ângulo interno do polígono usado na construção e a quantidade de polígonos em torno do ponto de encaixe. Conforme o modelo o modelo a seguir: Polígonos Ângulo interno (A) N de polígonos (P) Triângulo Quadrado Pentágono Etc O objetivo é que o aluno perceba que o ângulo interno do polígono tem que ser um divisor de relação necessária para que o encaixe entre os polígonos seja perfeito em torno de um ponto e identifique os três polígonos triângulo, quadrado e hexágono - que podem pavimentar uma superfície, formando um ladrilhamento.

4 Faca outra questão: como encontrar o ângulo interno de cada polígono? OBSERVAÇÃO: No momento de registro das informações a respeito do ângulo interno do polígono, o aluno deve estar familiarizado com esse conceito e saber deduzi-lo para cada polígono usado na construção dos mosaicos. Na atividade Divertindo e Aprendendo, o aluno já identificou os elementos dos polígonos e conhece a circunferência. Então, você poderá ajudá-lo a deduzir a relação entre o ângulo interno de um polígono e o número de lados, procedendo como a sugestão abaixo: Inscreva um polígono qualquer na circunferência; A partir do centro O da circunferência, trace segmentos de reta ligando o centro aos vértices AO, OB,..., formando triângulos isósceles; Divida o ângulo central da circunferência pelo número de segmentos traçados; Obtenha o valor do ângulo AÔB ou BÔC ou... do triângulo; Como os triângulos formados são isósceles e a soma dos ângulos internos de um triângulo é 180 0, encontre o valor dos ângulos da base; Sendo os triângulos formados congruentes, obtenha o ângulo interno do polígono e, consequentemente, a soma deles. D C B A E O 360/5 = 72 => DÔE = 72 0 do DOE; Sendo o DOE isósceles, temos: DÊO = E^DO = X 2X + 72 = 180 X = 54 0 Como todos os triângulos são congruentes, temos ^D = Ê = Â = ^C = ^B = Outra maneira de discutir o ângulo interno de um polígono com o seu aluno é deduzindo com ele a relação 180(n 2)/n, sendo n o número de lados do polígono. Sugestões de outras atividades relacionadas ao problema proposto: O professor pode sugerir um desafio aos seus educandos, propondo que eles descubram porque nenhum polígono com mais de seis lados recobre o plano. Sugerimos um trabalho de campo, onde os alunos devem pesquisar no ambiente em que vivem ou na natureza (casca do abacaxi, casco da tartaruga, colméia da abelha, escama do peixe, entre outros) exemplos de mosaicos que utilizem um tipo de polígono e

5 podem ser fotografados para uma exposição na escola, ou ainda, que criem esses mosaicos. Sugestão de avaliação: A avaliação pode ser feita por meio da exposição dos mosaicos encontrados na pesquisa e/ou construídos pelos próprios alunos, verificando o encaixe perfeito dos polígonos e a composição de novas figuras, usando cores diferentes.

3ª Eduardo e Ana. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

3ª Eduardo e Ana. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Matemática 3ª Eduardo e Ana 8 Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Competência 3 Foco: Espaço e Forma Utilizar o conhecimento geométrico para realizar a leitura e a representação da realidade

Leia mais

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 3º BIMESTRE º B - 11 Anos

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 3º BIMESTRE º B - 11 Anos PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/ SEÇÃO DE ENSINO FORMAL Centro de Formação Pedagógica CENFOP MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 3º

Leia mais

ATIVIDADES COM VARETAS

ATIVIDADES COM VARETAS ATIVIDADES COM VARETAS Em todas as atividades é usado o Material: Varetas. Nos casos específicos onde o trabalho é realizado com varetas congruentes será especificado como Material: varetas do mesmo comprimento.

Leia mais

PLANO DE ENSINO Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa

PLANO DE ENSINO Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa PLANO DE ENSINO 2016 Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa Competências e Habilidades Gerais da Disciplina Desenvolver a responsabilidade e o gosto pelo trabalho em equipe; Relacionar

Leia mais

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM MOSAICOS

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM MOSAICOS SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM MOSAICOS. Medidas dos ângulos internos dos polígonos regulares convexos, em graus. Lados Ângulo interno Lados Ângulo interno 2 50 4 90 5 56 5 08 8 6 20 20 62 7 28 4 24 65 7 8

Leia mais

PLANO DE AULA Autora: Descritor: Série: Número de aulas previstas: Conteúdos: Objetivos:

PLANO DE AULA Autora: Descritor: Série: Número de aulas previstas: Conteúdos: Objetivos: PLANO DE AULA Autora: Professora Rosa Descritor: Identificar propriedades de triângulos pela comparação de medidas de lados e ângulos Série: 8º ano Número de aulas previstas: 15 aulas Conteúdos: Elementos

Leia mais

ENSINO Caneta de quadro branco, quadro branco.

ENSINO Caneta de quadro branco, quadro branco. Nome da instituição: Centro estadual de Sesquicentenário Bolsista: Luciene Maria Cantalice Disciplina: Matemática Série: 1 ano do ensino Médio Data: -----07 / 04 /2015 Tema da aula: Geometria Plana OBJETIVOS

Leia mais

PLANO DE ENSINO Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa. Competências Habilidades Conteúdos. I Etapa

PLANO DE ENSINO Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa. Competências Habilidades Conteúdos. I Etapa PLANO DE ENSINO 2015 Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa I Etapa Competências Habilidades Conteúdos Revisão (breve) de conteúdos trabalhados anteriormente Construir significados

Leia mais

DESENHO GEOMÉTRICO 9º ANO Prof. Danilo A. L. Pereira. Atividades básicas no GEOGEBRA. Polígonos Regulares

DESENHO GEOMÉTRICO 9º ANO Prof. Danilo A. L. Pereira. Atividades básicas no GEOGEBRA. Polígonos Regulares Exercícios Polígonos Regulares 1 - Calcular a área de um triângulo. Para construção da figura você irá clicar no ícone que tem um triângulo, para fazer um polígono clique no ícone indicado por polígono,

Leia mais

Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de Matemática de 4ª Série Fundamental

Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de Matemática de 4ª Série Fundamental Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de de 4ª Série Fundamental TEMA I ESPAÇO E FORMA A compreensão do espaço com suas dimensões e formas de constituição são elementos necessários

Leia mais

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 2º BIMESTRE º B - 11 Anos

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 2º BIMESTRE º B - 11 Anos PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/ SEÇÃO DE ENSINO FORMAL Centro de Formação Pedagógica CENFOP MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 2º

Leia mais

Áreas parte 1. Rodrigo Lucio Silva Isabelle Araújo

Áreas parte 1. Rodrigo Lucio Silva Isabelle Araújo Áreas parte 1 Rodrigo Lucio Silva Isabelle Araújo Introdução Desde os egípcios, que procuravam medir e demarcar suas terras, até hoje, quando topógrafos, engenheiros e arquitetos fazem seus mapeamentos

Leia mais

2 a. tela: As fotos se embaralham novamente, mas as propriedades e características se manterão na posição em que foram colocadas, e os alunos que part

2 a. tela: As fotos se embaralham novamente, mas as propriedades e características se manterão na posição em que foram colocadas, e os alunos que part Geometria ª atividade Relacionando formas Número de aulas previstas: 1 hora/aula Local: Laboratório de informática Objetivo geral: Perceber e classificar as formas espaciais nas construções arquitetônicas.

Leia mais

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM VARETAS

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM VARETAS SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM VARETAS Em todas as atividades é usado o Material: Varetas. Nos casos específicos onde o trabalho é realizado com varetas congruentes será especificado como Material: varetas

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL 1 Título: Localizando-se... 2 Autora: Adriana Regina Perez Rech 3 Docente: Lisiane Cristina Amplatz 4 Aplicativo utilizado: Geogebra 5 Disciplina: Matemática 6 Objetivos / Expectativas de aprendizagem:

Leia mais

Geometria. Nome: N.ª: Ano: Turma: POLÍGONOS = POLI (muitos) + GONOS (ângulos)

Geometria. Nome: N.ª: Ano: Turma: POLÍGONOS = POLI (muitos) + GONOS (ângulos) MATEMÁTICA 3º CICLO FICHA 16 Geometria regular inscrito numa circunferência Nome: N.ª: Ano: Turma: Data: / / 20 POLÍGONOS = POLI (muitos) + GONOS (ângulos) é uma figura plana limitada por segmentos de

Leia mais

MINI-CURSO Geometria Espacial com o GeoGebra Profa. Maria Alice Gravina Instituto de Matemática da UFRGS

MINI-CURSO Geometria Espacial com o GeoGebra Profa. Maria Alice Gravina Instituto de Matemática da UFRGS MINI-CURSO Geometria Espacial com o GeoGebra Profa. Maria Alice Gravina gravina@mat.ufrgs.br Instituto de Matemática da UFRGS Neste minicurso vamos trabalhar com os recursos do GeoGebra 3D e discutir possibilidades

Leia mais

Professor-cursista: Nilda de Oliveira Campos Atividade 4.6 Reelaborar o plano de aula da atividade 4.5

Professor-cursista: Nilda de Oliveira Campos Atividade 4.6 Reelaborar o plano de aula da atividade 4.5 Título/ Tema Geometria no cotidiano Professor-cursista: Nilda de Oliveira Campos Reelaborar o plano de aula da atividade 4.5 Estrutura curricular Modalidade/ Nível de ensino: Ensino Fundamental final Componente

Leia mais

Escola E.B. 2,3 General Serpa Pinto Cinfães Proposta de resolução da ficha formativa nº /2013

Escola E.B. 2,3 General Serpa Pinto Cinfães Proposta de resolução da ficha formativa nº /2013 Escola E.B. 2,3 General Serpa Pinto Cinfães Proposta de resolução da ficha formativa nº 2-2012/2013 1. A figura ao lado representa o polígono da base de uma pirâmide. Indica, justificando: 1.1. o nome

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual de Matemática 9º ano Ano Letivo 2014/2015

Leia mais

SISTEMA ANGLO DE ENSINO G A B A R I T O

SISTEMA ANGLO DE ENSINO G A B A R I T O Prova Anglo P-02 Tipo D8-08/200 G A B A R I T O 0. C 07. D 3. C 9. A 02. B 08. A 4. A 20. C 03. D 09. C 5. B 2. B 04. B 0. C 6. C 22. B 05. A. A 7. A 00 06. D 2. B 8. D DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS

Leia mais

CATÁLOGOS DE ATIVIDADES DA TENDÊNCIA TIC S. Alesson e Júlio

CATÁLOGOS DE ATIVIDADES DA TENDÊNCIA TIC S. Alesson e Júlio CATÁLOGOS DE ATIVIDADES DA TENDÊNCIA TIC S Alesson e Júlio CABRI- GEOMETRY TÍTULO SÉRIE OBJETIVOS ASSUNTO Construção de um 6º ano Identificar as triângulo Equilátero características do Construção de um

Leia mais

Mosaicos com o Superlogo

Mosaicos com o Superlogo Mosaicos com o Superlogo Mauri Cunha do Nascimento Depto de Matemática, FC, UNESP 17033-360, Bauru, SP E-mail: mauri@fc.unesp.br Gabriela Baptistella Peres Aluna do Curso de Licenciatura em Matemática,

Leia mais

Revisional 3 Bim - MARCELO

Revisional 3 Bim - MARCELO 6º Ano Revisional 3 Bim - MARCELO 1) Represente no papel quatro pontos distintos e, por eles, determine dois segmentos de reta distintos. 2) Observe os segmentos de reta na figura. Escreva quantos são

Leia mais

1ª Ana e Eduardo. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

1ª Ana e Eduardo. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Matemática 1ª Ana e Eduardo 8º Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Competência 1 Foco: Leitura Compreender e utilizar textos, selecionando dados, tirando conclusões, estabelecendo relações,

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA COMO FERRAMENTA DE ENSINO

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS - RETAS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS - RETAS 1 EXERCÍCIOS RESOLVIDOS - RETAS 1. CONSTRUIR A MEDIATRIZ DE UM SEGMENTO DADO AB = 7 CM: - Utilizando a régua trace o segmento AB de medida igual a 7 cm. - Com a ponta seca do compasso no ponto A, abra

Leia mais

Roteiro de Recuperação 1

Roteiro de Recuperação 1 Roteiro de Recuperação 1 Nome: Nº 8º Ano Data: / /2016 Professores Marcello, Yuri e Décio 1. Apresentação: Prezado aluno, A estrutura da recuperação bimestral paralela do Colégio Pentágono pressupõe uma

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2015/2016 5º Ano de escolaridade

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2015/2016 5º Ano de escolaridade Uma Escola de Cidadania Uma Escola de Qualidade Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 05/06 5º Ano de escolaridade

Leia mais

Aula 33.1 Conteúdo: Ângulos: conceito e classificação dos ângulos; Relação entre ângulos FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 33.1 Conteúdo: Ângulos: conceito e classificação dos ângulos; Relação entre ângulos FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 33.1 Conteúdo: Ângulos: conceito e classificação dos ângulos; Relação entre ângulos 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

1. (Uece) Se, em um polígono convexo, o número de lados n é um terço do número de diagonais, então o valor de n é a) 9. b) 11. c) 13. d) 15.

1. (Uece) Se, em um polígono convexo, o número de lados n é um terço do número de diagonais, então o valor de n é a) 9. b) 11. c) 13. d) 15. 1. (Uece) Se, em um polígono convexo, o número de lados n é um terço do número de diagonais, então o valor de n é a) 9. b) 11. c) 13. d) 15. 2. (Espm) Na figura abaixo, ABCD é um quadrado, BDE é um triângulo

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo I Aula 04 TRIÂNGULOS Triângulo é um polígono de três lados. É o polígono que possui o menor número de lados. Talvez seja o polígono mais importante

Leia mais

Возрастная группа: 6º ano, 5 º ano

Возрастная группа: 6º ano, 5 º ano 1 План урока Classificação, Composição, e Decomposição d e Polígonos Возрастная группа: 6º ano, 5 º ano Онлайн ресурсы: Co pi ar, c o l ar e de sc o bri r Abert ura Professor apresent a Alunos prat icam

Leia mais

DESENHO TÉCNICO ( AULA 02)

DESENHO TÉCNICO ( AULA 02) DESENHO TÉCNICO ( AULA 02) Posições da reta e do plano no espaço A geometria, ramo da Matemática que estuda as figuras geométricas, preocupa-se também com a posição que os objetos ocupam no espaço. A reta

Leia mais

Exercícios Recuperação 2º semestre

Exercícios Recuperação 2º semestre ENSINO FUNDAMENTAL II Aluno: Ano: 6 Turno: Matutino Turma: Data: / / 2014 DG Professor (a):lucimar Exercícios Recuperação 2º semestre QUESTÃO 01 Polígono é uma figura geométrica cuja palavra é proveniente

Leia mais

cubo a partir de sua planificação e nele nomear vértices, arestas e faces, além de verificar as posições das diagonais das faces e da diagonal do cubo

cubo a partir de sua planificação e nele nomear vértices, arestas e faces, além de verificar as posições das diagonais das faces e da diagonal do cubo Guia do Professor CAMINHANDO PELAS FACES DE UM CUBO Introdução O estudo das formas geométricas não planas acompanha os alunos desde as séries iniciais do Ensino Fundamental. Todavia, quando no Ensino Médio

Leia mais

POLÍGONOS. Definição Polígonos Convexos e não-convexos. Professor: Jarbas

POLÍGONOS. Definição Polígonos Convexos e não-convexos. Professor: Jarbas POLÍGONOS Definição Polígonos Convexos e não-convexos Professor: Jarbas Existem dois tipos de linhas: As linhas formadas por CURVAS: As linhas formadas por segmentos de RETAS: Linha Poligonal Linhas Poligonais:

Leia mais

Guia do Professor: Construindo relações trigonométricas

Guia do Professor: Construindo relações trigonométricas Guia do Professor: Construindo relações trigonométricas Introdução Caro professor, Na realidade, a trigonometria é uma ciência muito antiga, mas suas aplicações sempre aparecem no nosso cotidiano. O objeto

Leia mais

6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL INFORMÁTICA

6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL INFORMÁTICA Habilidade Habilidades afins Interdisciplinaridade Conteúdo Conhecer a barra de menus, de formatação, de ícones e de título de um editor de texto; Saber guardar um documento de texto na pasta meus documentos;

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL MATEMÁTICA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL MATEMÁTICA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL MATEMÁTICA Nome: Nº 6ºAno Data: / /2016 Professores: Décio e Leandro Nota: (Valor 2,0) 1. Apresentação: Prezado aluno, A estrutura da recuperação bimestral paralela do Colégio

Leia mais

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 4º BIMESTRE º B - 11 Anos

MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 4º BIMESTRE º B - 11 Anos PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/ SEÇÃO DE ENSINO FORMAL Centro de Formação Pedagógica CENFOP MATEMÁTICA PLANEJAMENTO 4º

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE. DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Grupo 230. Planificação Anual / Critérios de Avaliação

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE. DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Grupo 230. Planificação Anual / Critérios de Avaliação DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Grupo 230 Planificação Anual / Critérios de Avaliação Disciplina: Matemática 6.º ano 2016 / 2017 Domínio (Unidade/ Tema) Subdomínio/ Conteúdos Meta de

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO 4.º ANO DE ESCOLARIDADE MATEMÁTICA

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO 4.º ANO DE ESCOLARIDADE MATEMÁTICA ANO LETIVO 0/06 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO º CICLO.º ANO DE ESCOLARIDADE MATEMÁTICA Números e Operações Números naturais Contar Reconhece, sem falhas, que se poderia prosseguir a contagem indefinidamente introduzindo

Leia mais

Aula 31.1 Conteúdo: Fundamentos da Geometria: Ponto, Reta e Plano. FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA MATEMÁTICA

Aula 31.1 Conteúdo: Fundamentos da Geometria: Ponto, Reta e Plano. FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA MATEMÁTICA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 31.1 Conteúdo: Fundamentos da Geometria: Ponto, Reta e Plano. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidades: Identificar

Leia mais

MATEMÁTICA. 01. Um polígono convexo que possui todos os lados congruentes e todos os ângulos internos congruentes é chamado de...

MATEMÁTICA. 01. Um polígono convexo que possui todos os lados congruentes e todos os ângulos internos congruentes é chamado de... Página 1 de 12 MATEMÁTICA 01. Um polígono convexo que possui todos os lados congruentes e todos os ângulos internos congruentes é chamado de... ( a ) Excêntrico. ( b ) Côncavo. ( c ) Regular. ( d ) Isósceles.

Leia mais

EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2014

EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2014 EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2014 Disciplina: Matemática Professor: Flávio Calônico Júnior Turma: 8 ano do Ensino Fundamental II Data 16/setembro 18/setembro 19/setembro 23/setembro 25/setembro 26/setembro

Leia mais

Com base no texto e assuntos ligados a ele, marque a alternativa correta nas questões 02 e 03.

Com base no texto e assuntos ligados a ele, marque a alternativa correta nas questões 02 e 03. 1º BIM P2 HABILIDADES LISTA DE EXERCÍCIOS MATEMÁTICA 6º ANO Aluno (a): Professor: Turma: Turno:... Data: / /2014 Unidade: ( ) Asa Norte ( ) Águas Lindas ( )Ceilândia ( ) Gama ( )Guará ( ) Pistão Norte

Leia mais

Grupo de exercícios I.2 - Geometria plana- Professor Xanchão

Grupo de exercícios I.2 - Geometria plana- Professor Xanchão Grupo de exercícios I - Geometria plana- Professor Xanchão 1 (G1 - utfpr 013) Um triângulo isósceles tem dois lados congruentes (de medidas iguais) e o outro lado é chamado de base Se em um triângulo isósceles

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: Aula 1: O ponto e a linha Aula 2: Logotipos e símbolos

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: Aula 1: O ponto e a linha Aula 2: Logotipos e símbolos CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Conteúdo: Aula 1: O ponto e a linha Aula 2: Logotipos e símbolos 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA

Leia mais

Unidade 6 Geometria: polígonos e circunferências

Unidade 6 Geometria: polígonos e circunferências Sugestões de atividades Unidade 6 Geometria: polígonos e circunferências 9 MATEMÁTICA Matemática. Considere um decágono regular dividido em 0 triângulos isósceles congruentes, conforme a figura a seguir..

Leia mais

geometria as razões trigonométricas

geometria as razões trigonométricas Manual de Orientações Metodológicas para o Professor 9 o Ano o Bimestre geometria as razões trigonométricas. ABORDAGEM DOS ASSUNTOS As razões trigonométricas nos triângulos retângulos podem ser abordadas

Leia mais

PROPOSTA DIDÁTICA. A atividade será divididas em etapas. Cada etapa e o tempo previsto estão descritos a seguir.

PROPOSTA DIDÁTICA. A atividade será divididas em etapas. Cada etapa e o tempo previsto estão descritos a seguir. PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Tanara da Silva Dicetti 1.2 Público alvo: 6 e 7 anos 1.3 Duração: 2 Horas 1.4 Conteúdo desenvolvido: Áreas de figuras planas 2. Objetivo(s)

Leia mais

Engenharia de Controle e Automação

Engenharia de Controle e Automação ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 2ª Série Cálculo I Engenharia de Controle e Automação A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto

Leia mais

Tarefas de exames. Polígonos - I. Definições e classificações

Tarefas de exames. Polígonos - I. Definições e classificações Tarefas de exames Polígonos - I Definições e classificações Neste caderno de apoio, encontras alguns exemplos de tarefas de exames de países como Portugal, Austrália, Espanha, Inglaterra, entre outros.

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/ º Ano Matemática. METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/ º Ano Matemática. METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho Número e Operações - Números naturais 1. Contar 1.1. Reconhecer que se poderia prosseguir a contagem indefinidamente introduzindo regras de

Leia mais

CÁLCULO DE ÁREA DAS FIGURAS PLANAS. Professor: Marcelo Silva. Natal-RN, agosto de 2013

CÁLCULO DE ÁREA DAS FIGURAS PLANAS. Professor: Marcelo Silva. Natal-RN, agosto de 2013 CÁLCULO DE ÁREA DAS FIGURAS PLANAS Professor: Marcelo Silva Natal-RN, agosto de 013 ÁREA A reunião de um polígono com sua região interior é denominada superfície do polígono. A medida da superfície é expressa

Leia mais

ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016

ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016 ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA 6ºANO 1º Período 2º Período 3º Período Apresentação,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA - UNIPAMPA - BAGÉ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO DE MATEMÁTICA PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA - UNIPAMPA - BAGÉ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO DE MATEMÁTICA PIBID MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA - UNIPAMPA - BAGÉ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO DE MATEMÁTICA PIBID Atividade nº 2 Oficina de Geometria Analítica com uso

Leia mais

4 º Ano Matemática. METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho

4 º Ano Matemática. METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho Ao longo do ano Números e Operações 3. Resolver problemas 3.1. Resolver problemas de vários passos envolvendo as quatro operações. setembro/

Leia mais

XXXV Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase

XXXV Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase XXXV Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase Soluções Nível 2 Segunda Fase Parte A CRITÉRIO DE CORREÇÃO: PARTE A Na parte A serão atribuídos 4 pontos para cada resposta correta e a pontuação

Leia mais

PD15 Geogebra Uma visita aos programas de Matemática dos 2 e 3ºciclos RELATÓRIO. Formanda: Maria Amélia de Jesus Mendes Coelho

PD15 Geogebra Uma visita aos programas de Matemática dos 2 e 3ºciclos RELATÓRIO. Formanda: Maria Amélia de Jesus Mendes Coelho PD15 Geogebra Uma visita aos programas de Matemática dos 2 e 3ºciclos RELATÓRIO Formanda: Maria Amélia de Jesus Mendes Coelho Prof: Titular do Grupo de Recrutamento 230 2º ciclo Agrupamento de Escolas

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA - SPAECE MATEMÁTICA 5 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEMAS E SEUS DESCRITORES

MATRIZ DE REFERÊNCIA - SPAECE MATEMÁTICA 5 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEMAS E SEUS DESCRITORES MATEMÁTICA 5 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I INTERAGINDO COM OS NÚMEROS E FUNÇÕES D1 Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal. Utilizar procedimentos de cálculo para obtenção

Leia mais

ÂNGULOS. Dados dois pontos distintos, a reunião do conjunto desses dois pontos com o conjunto dos pontos que estão entre eles é o segmento de reta.

ÂNGULOS. Dados dois pontos distintos, a reunião do conjunto desses dois pontos com o conjunto dos pontos que estão entre eles é o segmento de reta. ÂNGULOS 1 CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES 1.1 Notação de ponto, reta e plano: a) Letras: Ponto: letras maiúsculas: A, B, C,... Reta: letras minúsculas: a,b,c... Plano: letras gregas minúsculas: α, β, γ,...

Leia mais

Desenho Geométrico e Concordâncias

Desenho Geométrico e Concordâncias UnB - FGA Desenho Geométrico e Concordâncias Disciplina: DIAC-1 Prof a Eneida González Valdés CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS Todas as construções da geometria plana são importantes, há, entretanto algumas, que

Leia mais

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016 Professora : Cristiane Fernandes Pirâmide A pirâmide é uma figura geométrica espacial, um poliedro composto por uma base (triangular, pentagonal, quadrada, retangular,

Leia mais

Visite o blog:

Visite o blog: ESCOLA Aluno: Data: / /2011 Professor: 5 ano Descritor 3 1. Um artista plástico está construindo um painel com ladrilhos decorados. Ele fez um esquema desse painel mostrado na figura e utilizou as formas

Leia mais

MOSAICOS, FAIXAS E ROSETAS NO GEOGEBRA

MOSAICOS, FAIXAS E ROSETAS NO GEOGEBRA MOSAICOS, FAIXAS E ROSETAS NO GEOGEBRA Sérgio Carrazedo Dantas Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR) sergio@maismatematica.com.br Guilherme Francisco Ferreira Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Leia mais

Numa circunferência está inscrito um triângulo equilátero cujo apótema mede 3cm. A medida do diâmetro dessa circunferência é:

Numa circunferência está inscrito um triângulo equilátero cujo apótema mede 3cm. A medida do diâmetro dessa circunferência é: EXERCÍCIO COMPLEMENTARES - MATEMÁTICA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - 3ª ETAPA ============================================================================================== 01- Assunto: Função Polinomial

Leia mais

7 Comandos e Estruturas de Controle

7 Comandos e Estruturas de Controle Lógica para a Programação - 1º semestre AULA 03 Prof. André Moraes 7 Comandos e Estruturas de Controle Na criação de algoritmos é comum utilizar conceitos de bloco lógico, entrada e saída de dados, constantes,

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÂO VISUAL 5ºANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÂO VISUAL 5ºANO PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÂO VISUAL 5ºANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO O aluno é capaz de: Distinguir características de vários materiais riscadores (lápis de grafite, lápis de cor, lápis de cera,

Leia mais

A COMPREENSÃO DE CONCEITOS GEOMÉTRICOS UTILIZANDO O LADRILHAMENTO

A COMPREENSÃO DE CONCEITOS GEOMÉTRICOS UTILIZANDO O LADRILHAMENTO A COMPREENSÃO DE CONCEITOS GEOMÉTRICOS UTILIZANDO O LADRILHAMENTO Camila Macedo Lima Nagamine Universidade Estadual de Santa Cruz cmlnagamine@uesc.br Ueslei Hiure da Silva Andrade Universidade Estadual

Leia mais

Professor Alexandre Assis. Lista de exercícios de Geometria

Professor Alexandre Assis. Lista de exercícios de Geometria 1. A figura representa três círculos idênticos no interior do triângulo retângulo isósceles ABC. 3. Observando a figura a seguir, determine (em cm): a) o valor de x. b) a medida do segmento AN, sabendo

Leia mais

Números naturais (NO6)

Números naturais (NO6) Planificação anual - Matemática 6º Ano Ano letivo:2014/2015 Domínios e Subdomínios Conteúdos Objetivo Geral Metas Tempo s Letivo s (45 ) Modalidades / Instrumentos de Avaliação CAPÍTULO 1 DOMÍNIO Números

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução MTMÁT - 3o ciclo sometrias (8 o ano) Propostas de resolução xercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. omo a reflexão do ponto e eixo é o ponto a imagem do ponto pela translação associada ao

Leia mais

Aula 3 Polígonos Convexos

Aula 3 Polígonos Convexos MODULO 1 - AULA 3 Aula 3 Polígonos Convexos Conjunto convexo Definição: Um conjunto de pontos chama-se convexo se, quaisquer que sejam dois pontos distintos desse conjunto, o segmento que tem esses pontos

Leia mais

Ordenar ou identificar a localização de números racionais na reta numérica.

Ordenar ou identificar a localização de números racionais na reta numérica. Ordenar ou identificar a localização de números racionais na reta numérica. Estabelecer relações entre representações fracionárias e decimais dos números racionais. Resolver situação-problema utilizando

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

1 POLIEDROS 2 ELEMENTOS 4 POLIEDROS REGULARES 3 CLASSIFICAÇÃO. 3.2 Quanto ao número de faces. 4.1 Tetraedro regular. 3.

1 POLIEDROS 2 ELEMENTOS 4 POLIEDROS REGULARES 3 CLASSIFICAÇÃO. 3.2 Quanto ao número de faces. 4.1 Tetraedro regular. 3. Matemática 2 Pedro Paulo GEOMETRIA ESPACIAL II 1 POLIEDROS Na Geometria Espacial, como o nome diz, o nosso assunto são as figuras espaciais (no espaço). Vamos estudar sólidos e corpos geométricos que possuem

Leia mais

5º ano do Ensino Fundamental 1º BIMESTRE EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES

5º ano do Ensino Fundamental 1º BIMESTRE EIXO: NÚMEROS E OPERAÇÕES 5º ano do Ensino Fundamental 1º BIMESTRE Compor e decompor números naturais e racionais na forma decimal. Reconhecer ordens e classes numa escrita numérica. Arredondar números na precisão desejada. Ordenar

Leia mais

Resolva os exercícios utilizando a linguagem de programação C

Resolva os exercícios utilizando a linguagem de programação C MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS DE PRESIDENTE EPITÁCIO Resolva os exercícios utilizando a linguagem de programação C 1 Manipulação de dados

Leia mais

GEOMETRIA: POLÍGONOS

GEOMETRIA: POLÍGONOS Atividade: Polígonos (ECA 05 Atividade para 13/04/2015) Série: 1ª Série do Ensino Médio Etapa: 1ª Etapa 2014 Professor: Cadu Pimentel GEOMETRIA: POLÍGONOS ATENÇÃO: Estimados alunos, venho lembrar que somente

Leia mais

Polígonos e mosaicos

Polígonos e mosaicos A UUL AL A Polígonos e mosaicos A regularidade de formas encontradas na natureza tem chamado a atenção do ser humano há muitos séculos. Ao observar e estudar essas formas, o homem tem aprendido muitas

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (6º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º PERÍODO - (15 de setembro a 16 de dezembro)

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (6º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º PERÍODO - (15 de setembro a 16 de dezembro) ANO LETIVO 2016/2017 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (6º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º PERÍODO - (15 de setembro a 16 de dezembro) Números e operações - Números

Leia mais

Estudo de Geometria. Iniciação ao. » Passeio no Parque» Circunferências

Estudo de Geometria. Iniciação ao. » Passeio no Parque» Circunferências Iniciação ao Estudo de Geometria com TI-Nspire» Passeio no Parque» Circunferências P Estrada Parque CONTEÚDO ELABORADO PELO GRUPO T 3 PORTUGAL, UTILIZADO NAS SESSÕES PRÁTICAS DOS DIAS T 3 2014 I. Passeio

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa

Universidade Federal de Viçosa Universidade Federal de Viçosa III Semana Acadêmica da Matemática ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM RECURSOS E ADAPTAÇÕES PARA ALUNOS DEFICIENTES VISUAIS E SURDOS Autores: Claudia Segadas, Denise Felippe da Rocha,

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2B

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2B CADERNO DE EXERCÍCIOS 2B Ensino Fundamental Matemática Questão Conteúdo 1 Cálculo de área de circunferência, triângulo e quadrado. Habilidade da Matriz da EJA/FB H21 2 Equação do 1º grau H38 H39 3 Teorema

Leia mais

Área das figuras planas

Área das figuras planas AS ESPOSTAS ESTÃO NO FINAL DOS EXECÍCIOS. ) Calcule as áreas dos retângulos de base b e altura h nos seguintes casos: a) b = cm e h = 7cm b) b =,dm e h = dm c) b = m e h = m d) b =,m e h =,m ) Determine:

Leia mais

TEMA I: Interagindo com os números e funções

TEMA I: Interagindo com os números e funções 31 TEMA I: Interagindo com os números e funções D1 Reconhecer e utilizar característictas do sistema de numeração decimal. D2 Utilizar procedimentos de cálculo para obtenção de resultados na resolução

Leia mais

Tô na área! Dinâmica 6. Professor. 9º Ano 4º Bimestre. DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO DINÂMICA. 9º do Ensino Fundamental

Tô na área! Dinâmica 6. Professor. 9º Ano 4º Bimestre. DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO DINÂMICA. 9º do Ensino Fundamental Tô na área! Reforço escolar M ate mática Dinâmica 6 9º Ano 4º Bimestre DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Matemática 9º do Ensino Fundamental Geométrico. Polígonos regulares e áreas de figuras planas Professor

Leia mais

Oficina Geoplano. As atividades apresentadas têm o objetivo de desenvolver as seguintes habilidades:

Oficina Geoplano. As atividades apresentadas têm o objetivo de desenvolver as seguintes habilidades: Oficina Geoplano 1. Introdução O objetivo desta oficina é trabalhar com os alunos alguns conceitos ligados a medidas de comprimento e área de figuras planas, bem como investigar o Teorema de Pitágoras.

Leia mais

Existem quatro tipos de simetrias de uma figura plana:

Existem quatro tipos de simetrias de uma figura plana: Escola Secundária de Lousada Matemática do 8º ano FT nº11 Data: / 11/ 2011 Assunto: Tipos de simetrias; rosáceas, frisos e padrões Lição nº e SIMETRIA: Quando a imagem de uma figura, através de uma isometria

Leia mais

Geometria Euclidiana Plana Parte I

Geometria Euclidiana Plana Parte I CURSO INTRODUTÓRIO DE MATEMÁTICA PARA ENGENHARIA 2014.2 Geometria Euclidiana Plana Parte I Joyce Danielle de Araújo - Engenharia de Produção Vitor Bruno Santos Pereira - Engenharia Civil CURSO INTRODUTÓRIO

Leia mais

Tarefas de exames. Quadriláteros I. Definições e propriedades gerais. Classificações.

Tarefas de exames. Quadriláteros I. Definições e propriedades gerais. Classificações. Tarefas de exames Quadriláteros I Definições e propriedades gerais. Classificações. Neste caderno de apoio, encontras alguns exemplos de tarefas de exames de países como Portugal, Austrália, Espanha, Inglaterra,

Leia mais

PAVIMENTAÇÕES DO PLANO POR POLÍGONOS REGULARES E VISUALIZAÇÃO EM CALEIDOSCÓPIOS

PAVIMENTAÇÕES DO PLANO POR POLÍGONOS REGULARES E VISUALIZAÇÃO EM CALEIDOSCÓPIOS PAVIMENTAÇÕES DO PLANO POR POLÍGONOS REGULARES E VISUALIZAÇÃO EM CALEIDOSCÓPIOS Marli Regina dos Santos Universidade Federal de Viçosa marliregs@hotmail.com Claudemir Murari Universidade Estadual Paulista

Leia mais

1 Processos Aproximativos

1 Processos Aproximativos Desenho Geométrico Professora: Sandra Maria Tieppo 1 Processos Aproximativos Um processo é chamado aproximativo quando existe nele um erro teórico. Muitas vezes tais processos podem ser convenientes haja

Leia mais

Requerimentos técnicos Para a visualização da simulação é necessário ter instalado nos computadores o Adobe Flash Player

Requerimentos técnicos Para a visualização da simulação é necessário ter instalado nos computadores o Adobe Flash Player Guia do Professor Introdução Uma simulação é um modelo dinâmico que busca representar, tanto quanto possível, o funcionamento real de um sistema, explorando as relações nele presentes. O objeto educacional

Leia mais

>> REVISÕES GERAIS: Transformações rígidas do plano

>> REVISÕES GERAIS: Transformações rígidas do plano GD AULA TEÓRICA 1 Apresentação do programa e objectivos da disciplina, bibliografia, critérios de avaliação e informações gerais. Revisões gerais sobre o tipo de projecções e sistemas de representação.

Leia mais

Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Poĺıgonos Regulares. 9 o ano E.F.

Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e Cossenos, Poĺıgonos Regulares. 9 o ano E.F. Módulo de Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e ossenos, Poĺıgonos Regulares. Relações Métricas em Poĺıgonos Regulares 9 o ano.. Triângulo Retângulo, Lei dos Senos e ossenos, Polígonos Regulares. Relações

Leia mais

AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Tela de acesso ao ambiente Blackboard O acesso ao ambiente ocorre pela página inicial da PUCPR (www.pucpr.br), na área Aluno/Professor, opção Blackboard. Lembre-se de utilizar

Leia mais

deseja refazer a cerca com duas voltas de arame liso ao redor de todo o pasto.

deseja refazer a cerca com duas voltas de arame liso ao redor de todo o pasto. Atividade extra Exercício 1 Uma fazenda tem um pasto em formato retangular, de 95m de comprimento por 65m de largura. O proprietário deseja refazer a cerca com duas voltas de arame liso ao redor de todo

Leia mais