Braskem - Petroquímica Brasileira de Classe Mundial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Braskem - Petroquímica Brasileira de Classe Mundial"

Transcrição

1 Aécio Tenório Alan Mateus André Ricardo Artur da Silva Ayslan Correia Bruno Peralva Cristina Tenório Elton Pereira de Lima Fernando José Loureiro Jair Alves Jamerson da Silva Alves João Miguel Correia Lima José Rodolfo Josimar Alves Leonardo Augusto Lucas Alves Reginaldo Ribeiro Roberto Monteiro Ronildo Santos Thiago Falcão Vitor Tenório Braskem - Petroquímica Brasileira de Classe Mundial Maceió Novembro 2009

2 Aécio Tenório Alan Mateus André Ricardo Artur da Silva Ayslan Correia Bruno Peralva Cristina Tenório Elton Pereira de Lima Fernando José Loureiro Jair Alves Jamerson da Silva Alves João Miguel Correia Lima José Rodolfo Josimar Alves Leonardo Augusto Lucas Alves Reginaldo Ribeiro Roberto Monteiro Ronildo Santos Thiago Falcão Vitor Tenório Braskem - Petroquímica Brasileira de Classe Mundial Trabalho entregue a Faculdade de Alagoas como requisito para obtenção de nota parcial para a segunda avaliação da disciplina de gestão de pessoas FACULDADE DE ALAGOAS

3 Maceió Novembro 2009

4 Sumário Lista de Figuras 1 Histórico p Internacionalização p Inovação e Tecnologia p. 6 2 Produtos e serviços p a Geração Unidade de Petroquímicos Básicos p a Geração Unidade de Polímero p. 8 3 Tecnologia da Informação p Fornecedores p PDVSA p PETROBRAS p CHESF p Algás p Clientes p Tigre p Sansuy p Baxter p Grendene p Karina p. 14

5 6 Concorrentes p Quattor p Solvay p The Dow Chemical Company p Políticas de gestão de pessoas p Definições p Missão p Visão p Objetivos p Estrutura organizacional p Unidade de petroquímicos Básicos p Unidade de polímeros p Unidade Internacional p Unidades de Apoio p Estrutura Societária p Processos de qualidade p Empresa responsável, limpa, segura e saudável p Diretrizes para todos os Integrantes p Transparência com a sociedade p Governança Corporativa p Linha de Ética p Quando utilizar? p Como utilizar? p. 29

6 14 Prêmios e Reconhecimento p SWOTS p Visão holística p. 35

7 Lista de Figuras 8.1 Unidades na Bahia e Rio grande do sul p Unidades em Maceió e Marechal Deodoro - AL p SWOT p Matriz de SWOT p. 34

8 6 1 Histórico Criada, em 16 de agosto de 2002, a partir da integração de seis empresas Copene, OPP Petroquímica, Proppet, Polialden, Nitrocarbono e Trikem, a Braskem é resultado de um dos mais bem-sucedidos projetos de integração societária implementados no Brasil nas últimas décadas e representou uma das etapas mais importantes do processo de consolidação do setor petroquímico brasileiro. A Braskem é uma empresa líder em resinas termoplásticas na América Latina e está situada entre as três maiores companhias industriais de capital privado nacional. Produz anualmente mais de 10 milhões de toneladas de resinas termoplásticas, petroquímicos básicos e intermediários e opera com uma estrutura pioneira na região ao integrar a primeira e segunda gerações petroquímicas. Essa integração resulta em maior competitividade, proporcionando escala de produção, otimização de custos e capacidade para investir em tecnologia. A eficiência da empresa é traduzida pelo faturamento de R$ 23 bilhões, alcançado pela Braskem em Com fábricas localizadas em Alagoas, Bahia, São Paulo e Rio Grande do Sul, a Braskem produz e comercializa resinas termoplásticas como polietileno, polipropileno e PVC 1. Seus negócios incluem também matérias-primas para a cadeia petroquímica como eteno, propeno, xilenos, benzeno, caprolactama e cloro-soda, além de gasolina. Para operar e gerir todos os seus ativos, emprega cerca de 4,8 mil profissionais diretamente e mais de 5 mil indiretamente, e aposta em uma política de gestão de pessoas voltada para o desenvolvimento dos profissionais que atuam na companhia. Para atingir em poucos anos a meta de se tornar uma das dez principais petroquímicas do mundo em termos de valor de mercado, a estratégia de crescimento da Braskem está focada na criação de valor para os acionistas e na consolidação da sua liderança nos principais segmentos de mercado em que atua. Essa estratégia inclui a ampliação de capacidades produtivas já disponíveis e implementação de novas unidades industriais em linha com seu projeto de internacionalização. A inauguração da Unidade Paulínia, uma planta de polipropileno situada 1 Policloreto de Vinila

9 7 no município de Paulínia (SP), em abril de 2008, é um exemplo. 1.1 Internacionalização Na Venezuela, dois projetos estão em construção, fruto de uma aliança estratégica entre a Braskem e a Pequiven. A Polipropileno del Sur Propilsur será responsável pela operação de uma unidade de polipropileno com capacidade de 450 mil t/ano integrada a uma unidade de desidrogenação de propano, o que permite uma maior integração e flexibilidade operacional ao projeto. Deverá entrar em operação em A Polietilenos de America - Polimerica será responsável pela operação de um cracker de etano a partir de gás natural com capacidade de 1,3 milhão de t/ano de eteno, integrado à produção de 1,1 milhão de t/ano de polietileno, que será feita em três unidades: polietileno de alta densidade, polietileno de baixa densidade e polietileno de baixa densidade linear. O projeto integrado está previsto para entrar em operação em Em maio de 2008, a Braskem, a Petrobras e a Petroperú assinaram um acordo para avaliar a viabilidade técnica e econômica da implementação de um projeto integrado para produção de 700 mil a 1,2 milhão de toneladas de polietilenos a partir de gás natural competitivo disponível no Peru. Esse projeto representará a implantação do maior complexo petroquímico da costa Oeste das Américas, combinando escala mundial, tecnologia atualizada e alta competitividade. O Peru detém reservas atuais e potenciais de gás natural rico em etano, com teor superior a 10%. As condições de competitividade e a forte atratividade a novos investimentos hoje existentes no Peru, bem como sua privilegiada posição geográfica, foram pontos relevantes na aproximação das empresas para o estudo do projeto. A realização do empreendimento também contribuirá para o desenvolvimento econômico e social do Peru, gerando condições favoráveis à atração de investimentos por parte de novas indústrias de manufaturas plásticas. 1.2 Inovação e Tecnologia O foco em tecnologia e inovação é um dos eixos estratégicos que impulsionam o crescimento da Braskem e promovem a melhoria da competitividade da cadeia produtiva da petroquímica e dos plásticos. Em 2007, a Braskem lançou o primeiro polietileno certificado mun-

10 8 dialmente produzido a partir de matéria-prima 100% renovável - o etanol de cana-de-açúcar. O Plástico Verde, como ficou conhecido, proporcionou à companhia um dos mais importantes reconhecimentos internacionais do setor relacionados com tecnologia, o Prêmio Bioplastics Awards 2007, na categoria Best Innovation in Bioplastics. A iniciativa comprova ainda o comprometimento da Braskem com as questões relacionadas à sustentabilidade. Em 2008, a Braskem também obteve sucesso ao certificar o primeiro polipropileno de origem exclusivamente vegetal, produzido em bases experimentais.

11 9 2 Produtos e serviços A Braskem possui duas principais linhas de produtos que são produzidos nas industrias de 1 a e 2 a Geração. Abaixo vamos fazer uma breve explanação sobre este produtos a Geração Unidade de Petroquímicos Básicos As Unidades de Petroquímicos Básicos(UNIB), são responsáveis pelas operação de petroquímicos da primeira geração, entre os quais estão o eteno e propeno, utilizados na fabricação de resinas termoplásticas. Produtos aromáticos e outros intermediários químicos também fazem parte de sua área de competência. A produção na UNIB é dividida em duas partes, Olefinas e Aromáticos, com produção de eteno, propeno de grau polímero e de grau químico, butadieno, isopreno e 1-buteno, também com benzeno, tolueno, para-xileno e orto-xileno, respectivamente. A maior parte dos produtos desta unidade são utilizados para a fabricação de resinas termoplásticas por outras UN da Braskem e por seus clientes. As instalações da UNIB estão localizadas nos pólos petroquímicos de Camaçari Bahia e Triunfo Rio Grande do Sul a Geração Unidade de Polímero As Unidade de Polímero, produzem Poliolefinas (Polietileno e Polipropileno) e Vinílicos (PVC, Cloro, Dicloroetano/EDC e Soda Caustica). Poliolefinas São produzidos além do polietileno e polipropileno, o polietileno de baixa densidade/pebd, polietileno de baixa densidade linear/pebdl, polietileno de alta densidade/- PEAD e polietileno de ultra-alto peso molecularpeuapm ou UTEC R. Vinílicos O PVC se destaca como principal produto, porém também são produzidos a

12 10 soda caustica (Utilizadas por fabricantes de papel), dicloroetano (EDC) e cloro, que é utilizado internamente na produção de EDC. A produção de Vinílicos é realizada no polo petroquímico de Camaçari-BA, São Paulo-SP, Maceió e Marechal Deodoro-AL.

13 11 3 Tecnologia da Informação O foco em tecnologia e inovação é um dos eixos estratégicos que impulsionam o crescimento da Braskem e promovem a melhoria da competitividade da cadeia produtiva da petroquímica e dos plásticos. A Braskem faz uso da Tecnologia da Informação como forma de interligar todas as áreas da Empresa, mantendo uma política de segurança da informação robusta e moderna, que atua em todo o seu sistema de informação. O acesso aos ambientes da empresa é feito através de crachás eletrônicos, garantindo assim a restrição de acesso as pessoas não autorizadas. O sistema RONDA é o responsável por essa liberação. Ele controla todas as catracas de acesso seja ela industrial ou administrativa. A Braskem é uma empresa totalmente informatizada, desde a área industrial que possui um sistema de automação de última geração, até toda parte administrativa e de apoio. A intranet Braskem é um centro de informações e recursos disponibilizados aos seus colaboradores através de uma senha única. Através de links dentro da intranet o integrante poderá efetuar consultas tais como contra-cheques, programa férias, lança horas extras, entrar no SAP para realizar transações, acessar site de notícias, solicitar serviços de transporte eventual, adiantamento de viagens, efetuar reserva de vôos e hotéis. As políticas de informação também estão ligadas com a área de RH, quando um novo integrante é contratado ele recebe um perfil básico de acesso que permitirá que o mesmo consulte documentos,visualize contra-cheques entre outros serviços. Um sistema de controle de acesso define os ambientes que podem ser acessados, estes ambientes por sua vez são definidos pela função que colaborador desempenha na empresa. Para simplificar e qualificar os processos, a Braskem adotou um projeto de gestão integrada de negócios. O Projeto Fórmula Braskem fortaleceu o modelo de gestão empresarial, criando as bases para o crescimento e internacionalização da Braskem. O Fórmula desenvolveu diretrizes e implementou controles de segurança, tais como: políticas de segurança, controle de acesso,segurança física, senhas fortes,manutenção de aplicativos, administração de usuários.

14 12 Semelhantemente a outras grandes empresas, a Braskem possui um sistema ERP controlando todos os processos, o SAP é o software que faz todo o sistema de gestão da empresa e dentro dele estão contidos todos os macro processos com seus sub processos. O sistema de informação da Braskem está baseado em sete macro processos: 1. Planejar e gerenciar a empresa; 2. Inovação de produtos e processos; 3. Suprir materiais e serviços; 4. Planejar operações, vendas, estoques e logística; 5. Produzir e gerenciar ciclo de vida dos ativos; 6. QP e SSMA; 7. Comercializar produtos e serviços.

15 13 4 Fornecedores Devido a alta complexidade dos processos internos, não vamos entrar detalhes sobre o uso de cada produto fornecido pelos parceiros da BRASKEM, até porque não tivemos acesso a estes detalhes por medidas de segurança interna da empresa. Gostariamos de deixar claro, que existem muitos outros fornecedores além dos citados neste capítulo, colocamos aqui os maiores e mais conhecidos, além de um regional, como é o caso da Algás. 4.1 PDVSA A PDVSA é uma empresa venezuelana que fornece nafta desde fevereiro de A empresa assinou contrato com a Petrobras em SUAPE-PE na presença dos representes do Brasil Luís Inácio Lula da Silva e Venezuela Hugo Chaves. O contrato prevê a compra mensal de nafta leve em um volume de 600 mil toneladas anuais. O acesso a matéria-prima de boa qualidade e em condições competitivas é essencial no setor petroquímico e a Venezuela possui as maiores reservas de petróleo da América Latina, diz José Carlos Grubisich, presidente da Braskem. A empresa mantém contrato de fornecimento com a Petrobrás para fornecimento local de matéria prima entre 60% e 70% do volume de nafta para sua operação. O restante é fornecido por empresas internacionais oriundas de países como Argélia, Líbia, entre outros. O contrato firmado com a PDVSA permitiu mais flexibilidade na gestão de suprimentos. 4.2 PETROBRAS A Petróleo Brasileiro S/A PETROBRAS foi fundada em 3 de outubro de 1953 e é atualmente uma empresa de capital aberto cujo acionista majoritário é o Governo do Brasil, hoje ela opera em 27 países e autal nas área de: exploração, produção, refino, comercialização e

16 14 transporte de petróleo e seus derivados. O que fornece: Nafta, Uréia e Amônia. 4.3 CHESF A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco CHESF é uma sociedade anônica criada através do Decreto Lei n o 8.031, de 3 de outubro de Seu idealizador foi o engenheiro agrônomo Apolonio Sales, Ministro da Agricultura no governo do presidente Getúlio Vargas. É responsável por produzir e transmitir energia elétrica para todo o nordeste brasileiro. Como praticamente tudo em nosso mundo moderno, a BRASKEM necessidade de energia elétrica e em grande quantidade para realizar suas atividades, e ela é fornecida diretamente pela CHESF. 4.4 Algás A Algás Gás de Alagoas S/A foi fundada em 02 de dezembro de 1993 mas só começou a operar em agosto de 1994, em 1996 ela assume o sistema de distribuição de gás que até então era operado pela PETROBRAS. O que fornece: Gás natural.

17 15 5 Clientes 5.1 Tigre A Tigre S. A. surgiu em 1941 criada por: João Hansen Júnior, com uma pequena fábrica de pentes de chifre de boi chamada Tigre, localizada em Joinville. Hoje é uma empresa líder em tubos, conexões e acessórios de PVC. O que compra da BRASKEM: PVC 5.2 Sansuy Criada em 1966, por imigrantes japoneses dedicados a agricultura e hoje é a empresa líder da América do Sul na transformação de plásticos. O que compra da BRASKEM: PVC 5.3 Baxter A Baxter é uma empresa com mais de 75 anos de mercado e desenvolve, fabrica e comercializa produtos de biotecnologia, terapias especializadas e equipamentos médicos para hemofilia, doença renal, distúrbios imunológicos, trauma e outras condições médicas crônicas e aguda O que compra da BRASKEM: 5.4 Grendene A primeira unidade fabril da Grendene nasceu em Farroupilha, no interior do Rio Grande do Sul, em O que era uma pequena fábrica de embalagens plásticas aos poucos foi se transformando na sede do maior fabricante de calçados do país.

18 16 O que compra da BRASKEM: 5.5 Karina A Karina Indústria e Comércio de Plásticos Ltda produz e comercializa compostos de PVC, masterbatch e compostos de TR desde O que compra da BRASKEM:

19 17 6 Concorrentes Atualmente a Braskem possui três concorrentes fortes no mercado de químicos e petroquímicos, são eles: 6.1 Quattor Fundada no dia 12 de junho de 2008, ela é uma das principais indústrias petroquímicas da América Latina, com faturamento anual estimado em R$ 9 bilhões. A empresa está entre as 20 maiores companhias do país. As cadeias produtivas integradas de primeira e segunda geração envolvem a produção de petroquímicos básicos(etileno, propileno etc.) e resinas termoplásticas(polietilenos e polipropileno). A Quattor é fruto da união de ativos da UNIPAR e da Petrobras, sendo atualmente formada pelo conjunto de 5 empresas, Quattor Participações S.A., Quattor Químicos Básicos S.A.(ex- Petroquímica União S.A.), Quattor Petroquímica S.A.(ex-Suzano Petroquímica S.A.), Polietilenos União S.A. e Rio Polímeros S.A.. Uma companhia grande e forte, que vai se tornar ainda maior a partir da sinergia resultante da integração dessas empresas. 6.2 Solvay A Solvay, é um grupo industrial multinacional completando 140 anos em 2003, com sede na Bélgica, pioneiro mundial na produção de resinas de PVC e de Compostos de PVC, iniciando sua produção nos anos cinqüenta na Europa e no Brasil. Sua fábrica, aqui no brasil, fica situada em Santo André na grande São Paulo. Ela é a maior concorrente da Braskem no mercado de PVC, além dela atuar também na área farmacêutica.

20 The Dow Chemical Company A The Dow Chemical Company foi criada em 1897 por Herbert H. Dow, nos Estados Unidos. Inicialmente fabricante de alvejantes, hoje oferece aos clientes ampla variedade de produtos e serviços fabricados em seus complexos industriais presentes em mais de 160 países. No Brasil, onde inaugurou seu primeiro escritório de vendas em 1956, a Dow emprega mais de pessoas em suas três fábricas, duas localizadas em Camaçari e Aratu na Bahia, e a terceira no Guarujá, em São Paulo. Ela é concorrente da Braskem na produção de Soda Caustica.

21 19 7 Políticas de gestão de pessoas JAIR ALVES

22 20 8 Definições 8.1 Missão Cada Unidade de Negócio possui missões distintas que juntas tem como objetivo final colocar a Braskem entre as 10 maiores empresas petroquímicas mundiais em valor de mercado. Abaixo podemos analisar resumidamente a missão de cada Unidade de Negócios: Unidade de Petroquímicos Básicos Fornecer os petroquímicos básicos para fabricação de resinas termoplásticas. Tais produtos são fornecido para as outras unidades da Braskem e para os seu clientes. Unidade de Polímeros Fornecer para o mercado nacional e internacional os seguintes segmentos de produtos: Poliolefinas: Polietileno e Polipropileno Vinilicos: PVC, Soda Caustica, DCE Unidade Internacional Identificar e conquistar novos mercados para a Braskem. O foco atual de atenção é o desenvolvimento do mercado latino-americano, onde a companhia tem como objetivo manter a sua liderança. Unidade de Apoio Apoiar o direcionamento estratégico da empresa na gestão integrada das Unidades de Negócios. 8.2 Visão Estar entre as 10 Maiores petroquímicas do mundo em valor de mercado.

23 Objetivos Fornecer petroquímicos básicos para as industrias de 2 a geração de acordo com a sua política integrada de qualidade, saúde, segurança, meio ambiente e responsabilidade social. Fornecer resinas termoplásticas para industrias de transformação de acordo com a sua política integrada de qualidade, saúde, segurança, meio ambiente e responsabilidade social. 8.4 Estrutura organizacional O modelo de negócio da Braskem prevê a atuação de três Unidades de Negócios (Petroquímicos Básicos, Polímeros e Negócios Internacionais) para atender o mercado de forma eficiente. As UNs têm autonomia na gestão, atuam em segmentos distintos, coordenam as áreas industriais, comerciais, marketing, suprimentos, exportações, pessoas e orfanização, planejamento e controladoria dos negócios sob sua responsabilidade. Essa autonomia se traduz em mais proximidade com o cliente e flexibilidade para o atendimento e oferta de soluções. No apoio às atividades das Unidades de Negócios estão as Unidades de Apoio, que são estruturadas de acordo com as especialidades funcionais e têm a missão de apoiar o direcionamento estratégico da empresa na gestão integrada das Unidades de Negócios Unidade de petroquímicos Básicos A Unidade de Petroquímicos Básicos, ou Unib, responde pelas operações de petroquímicos da primeira geração, entre os quais eteno e propeno, usados na fabricação de resinas termoplásticas. Produtos aromáticos e outros intermediários químicos também fazem parte de sua área de competência. A produção de produtos na Unib está dividida nas seguintes plantas: Olefinas (eteno, propeno de grau polímero e de grau químico, butadieno, isopreno e 1- buteno); Aromáticos (benzeno, tolueno, para-xileno e orto-xileno). Os produtos dessa unidade são empregados principalmente na fabricação de resinas termoplásticas por outras Unidades de Negócios da Braskem e por seus clientes. As operações da

24 22 Unib são conduzidas em instalações localizadas nos pólos petroquímicos de Camaçari (BA) e Triunfo (RS). (a) UNIB-BA (b) UNIB-RS Figura 8.1: Unidades na Bahia e Rio grande do sul Unidade de polímeros A Unidade de Polímeros é responsável pelos negócios de Poliolefinas (Polietileno e Polipropileno) e Vinílicos (PVC, Cloro, DicloroetanoEDC e Soda Caústica). Em Poliolefinas são produzidos polietileno incluindo polietileno de baixa densidadepebd, polietileno de baixa densidade linearpebdl, polietileno de alta densidadepead e polietileno de ultra-alto peso molecularpeuapm ou UTEC e polipropileno. As bases de produção ficam instaladas nos polos petroquímicos de Camaçari (BA), Triunfo (RS) e Paulínia (SP). Em Vinílicos, o PVC destaca-se como o principal produto. Também são produzidos soda caústica - que é utilizada por fabricantes de alumínio e papel -, dicloroetano (EDC) e cloro, que é utilizado internamente na produção de EDC. A produção de Vinílicos é realizada no polo petroquímico de Camaçari (BA), São Paulo (SP), Maceió(AL) e Marechal Deodoro (AL).

25 23 (a) UCS-Maceió/AL (b) UPVC-Marechal Deodoro/AL Figura 8.2: Unidades em Maceió e Marechal Deodoro - AL Unidade Internacional A Unidade Internacional tem a missão de identificar e conquistar novos mercados para a Braskem. O foco atual de atenção é o desenvolvimento do mercado latino-americano, onde a companhia tem como objetivo manter a sua liderança. Viabilizar os projetos já identificados de expansão da capacidade produtiva na Venezuela é prioridade da equipe responsável pelo escritório da Braskem aberto na capital venezuelana, Caracas Unidades de Apoio No apoio às atividades das Unidades de Negócios estão as Unidades de Apoio (UAs), que são estruturadas de acordo com as especialidades funcionais e têm a missão de apoiar o direcionamento estratégico da empresa na gestão integrada das Unidades de Negócios. As Unidades de Apoio são: Tecnologia, Inovação, Suprimentos e Qualidade Finanças, Tecnologia da Informação e Planejamento Estratégico Jurídico Pessoal e Organização Relações Institucionais e Comunicação Esses centros foram concebidos e dimensionados para apoiar os responsáveis pelas Unidades de Negócios, prestando serviços a custos competitivos, e o Líder Empresarial da Braskem, assegurando suporte funcional para o alcance dos resultados quantitativos e qualitativos definidos em seu Plano de Negócios.

26 Estrutura Societária O acionista controlador da Braskem é o Grupo Odebrecht, que também controla a Construtora Norberto Odebrecht S.A., uma das maiores empresas de engenharia e construção da América Latina. As ações da Braskem estão listadas nas Bolsas de Valores de São Paulo (Bovespa), Nova York (NYSE) e Madri (Latibex). Desde o início de 2003, a Braskem participa do Nível 1 de Governança Corporativa na Bovespa e está se preparando para migrar para o nível 2. O Grupo Odebrecht, um dos dez maiores conglomerados do setor privado detidos por brasileiros, com base em sua receita líquida de vendas. O Grupo Odebrecht, através da Odebrecht S.A., detém diretamente 32,2% do capital social total da Braskem, incluindo 46,8% do capital social com direito a voto. Adicionalmente, o Grupo Odebrecht detém 100% do capital social com direito a voto da Nordeste Química S.A. - Norquisa a qual detém 6,1% do capital social total da Braskem, incluindo 15,6% de seu capital social com direito a voto. O Grupo Odebrecht e a Norquisa celebraram memorando de entendimento com a Petroquisa, referente a direito de veto e transferência das ações da Braskem, entre outros assuntos.

27 25 9 Processos de qualidade A Braskem, empresa brasileira produtora de químicos básicos, petroquímicos e combustíveis, acredita que o desenvolvimento sustentável, a valorização do ser humano e o comportamento ético são essenciais para alcançar níveis crescentes de excelência empresarial. Para transformar essas crenças em atitudes, e baseando-se nos princípios de Qualidade, Saúde, Segurança e Meio Ambiente(QSSMA), assume os seguintes compromissos: Atender as expectativas dos clientes; Assegurar cooperação e parceria aos fornecedores; Promover o desenvolvimento das pessoas; Manter um relacionamento construtivo com as comunidades onde atua; Melhorar continuamente os seus processos, produtos e serviços, estimulando a inovação e atendendo padrões legais e voluntários. Atuar preventivamente: Na saúde e na qualidade de vida das pessoas; Na segurança das pessoas, dos processos, das informações e do patrimônio; Nos aspectos ambientais e no uso racional dos recursos naturais; Na qualidade dos produtos e serviços. Esta política representa o compromisso de todos os integrantes da Empresa e sua prática agrega valor aos negócios.

28 Empresa responsável, limpa, segura e saudável Ao manter como princípios a valorização do ser humano, a responsabilidade social e a ética permanente no relacionamento com clientes, fornecedores, investidores, acionistas e comunidade, a Braskem visa ser reconhecida nas questões de meio ambiente e de responsabilidade social como responsável, limpa, segura e saudável. Dessa maneira, todas as plantas industriais da companhia possuem as certificações ISO 9001, referente ao Sistema de Gestão da Qualidade. As plantas também são certificadas na norma ISO 14001, que atesta sua gestão ambiental, com exceção das unidades PP-3 e PE- 6. Algumas unidades da Braskem, UNIB-RS, UNIB-BA e PE-3, são certificadas na OHSAS 18001, referente ao Sistema de Gestão de Saúde e Segurança.

29 27 10 Diretrizes para todos os Integrantes O Código de Conduta, que todos os Integrantes recebem ao chegar à empresa, é um documento importante para o trabalho na Braskem. Este documento contém as diretrizes gerais para a conduta que deve ser adotada por cada Integrante dentro da companhia e trata de pontos importantes como ambiente de trabalho, responsabilidades do Integrante, relação com clientes, fornecedores e familiares. Fornecedores e Integrantes de sociedades controladas pela Braskem também devem conhecer este código e observar seus termos em todas as negociações com ou em nome da Braskem.

30 28 11 Transparência com a sociedade Desde sua formação, a Braskem privilegia a dimensão humana e o relacionamento ético e transparente com todos os seus públicos. Por isso, em 16 de agosto de 2002, data em que iniciou oficialmente suas operações, a Braskem anunciou seu Compromisso Público. O documento é dirigido aos clientes, acionistas, Integrantes, fornecedores da empresa, autoridades, mercado de capitais e a toda a sociedade brasileira. O Compromisso Público firmado pela Braskem norteia a atuação da empresa e mantém claro para todos os Integrantes quais são os princípios e valores da Organização. O documento descreve a responsabilidade da Braskem junto a seus clientes, às pessoas que trabalham na empresa, sócios, investidores e à comunidade. Nele se destacam os compromissos com o desenvolvimento sustentável pela promoção do crescimento equilibrado entre os aspectos econômicos, social e ambiental, com o aumento da competitividade da cadeia produtiva da petroquímica e dos plásticos, a geração de divisas e a oferta de produtos que contribuam para a melhoria da qualidade de vida da população.

31 29 12 Governança Corporativa A Braskem, de acordo com o Compromisso Público divulgado em 16 de agosto de 2002, reafirma seu compromisso de buscar o alinhamento dos interesses de todos os acionistas, seu comprometimento com a ética, a competitividade e a excelência em todas as suas ações, de forma a garantir o melhor retorno aos acionistas, agregando valor a seu patrimônio e remunerando o seu capital. Com essa visão, a Braskem desenvolveu um modelo para o bom funcionamento da sua Governança Corporativa. Além do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal, com poderes ampliados conforme previsto pela Lei Sarbanes-Oxley, a Companhia possui comitês de apoio ao Conselho de Administração, cuja função básica é a de avaliar assuntos de interesse desse Conselho visando aprimorar em qualidade e velocidade o processo de deliberação. Destacamos algumas práticas de Governança Corporativa na Braskem que a colocam entre as empresas que se destacam mundialmente: Nível 1 de Governança Corporativa da BOVESPA desde 13 de fevereiro de 2003; Tag Along de 100% para todos os acionistas da Braskem em caso de alienação de controle; Conselho Fiscal com poderes ampliados conforme previsto pela Lei Sarbanes-Oxley; Código de Conduta, onde se definem os valores, princípios e práticas que guiam nossa conduta corporativa, revisado periodicamente a fim de mantê-lo constantemente alinhado às exigências legais e melhores práticas; Calendário de Eventos Corporativos, divulgado ao mercado no início de cada ano; Políticas Corporativas, dentre as quais se destaca a de Negociação de Valores Mobiliários, de Gestão Financeira, de Responsabilidade Social, de Seguros e Garantias, de Remuneração e de Saúde, Segurança e Meio Ambiente;

32 30 Divulgação do Relatório de Sustentabilidade Empresarial - RSE - baseado nas diretrizes do GRI Global Reporting Initiatives; Certificação de conformidade com a Lei Sarbanes-Oxley, confirmando o compromisso da Companhia com altos padrões de Governança Corporativa; Plano de incentivo de longo prazo que permite o alinhamento de interesses dos executivos da empresa com a geração de valor para o acionista. Aprovado em setembro de 2005, passou a vigorar a partir de 2006, permitindo vincular a remuneração dos executivos à valorização da ação no longo prazo; Comitê de Ética atuando em conjunto com a Auditoria Interna e o Conselho Fiscal. Sua função é registrar, tratar, recomendar e promover as decisões para solucionar as denúncias recebidas por meio da linha de ética - canal de comunicação com sigilo garantido para denúncias de violação ao Código de Conduta - visando garantir o cumprimento do mesmo e a melhoria contínua dos processos e dos controles internos da Companhia; 4 conselheiros titulares independentes, passo de grande importância para evolução da governança corporativa conforme as melhores práticas, como indicado inclusive nos níveis diferenciados de governança da Bovespa, bem como nas orientações da Lei Sarbanes- Oxley; Sistema de informações do Conselho de Administração que é acessado a partir do Portal Braskem, disponibilizando as informações necessárias para o exercício de seus papéis e responsabilidades com segurança, transparência, equidade e rapidez;

33 31 13 Linha de Ética A Linha de Ética é o canal de comunicação disponibilizado pela Braskem para que seus Integrantes, Parceiros, Fornecedores, Clientes e demais Colaboradores possam, de forma segura e responsável, contribuir com informações para a manutenção de ambientes corporativos seguros, éticos, transparentes e produtivos. O sigilo é absoluto. Este canal foi criado visando consolidar as boas práticas de Governança Corporativa em conformidade com as exigências da Sarbanes Oxley Quando utilizar? A utilização deve ser toda vez que forem identificados possíveis desvios de conduta por parte de Integrantes, Parceiros, Fornecedores e/ou Clientes, representando transgressões ao Código de Conduta, normas e procedimentos internos, princípios éticos e boa prática de governança corporativa, bem como violações à legislação vigente.todos os relatos são analisados, regidos pela confidencialidade, independência, garantindo o anonimato dos relatantes e a segurança na apuração. Os resultados da apuração são encaminhados ao Comitê de Ética, para que a Companhia possa avaliar e priorizar medidas de controles dos riscos e preocupações detectadas Como utilizar? A Linha de Ética possui três meios para acesso: Telefone: Ligar gratuitamente para e gravar o relato. A linha telefônica está disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana. O atendimento, via secretária eletrônica, fornece informações sobre como o integrante deve relatar o desvio de conduta. Internet: Acessar o portal da Braskem na Internet(www.braskem.com.br), clicar em contatos, que está no menu Braskem e selecionar a opção Linha de Ética e preencher o formulário.

34 32 Correspondência: Endereçar o envelope para: Caixa Postal 141 Agência Camaçari CEP Camaçari - BA

35 33 14 Prêmios e Reconhecimento Mercado reconhece iniciativas da Braskem Diversas organizações brasileiras reconheceram em 2007 o mérito da Braskem por sua gestão de pessoas, governança corporativa e sustentabilidade. Os principais prêmios recebidos pela empresa foram: Prêmio Bioplastics Awards 2007, na categoria Best Innovation in Bioplastics um dos mais importantes reconhecimentos internacionais do setor relacionados com tecnologia. Pelo 3 o ano consecutivo a Braskem conquistou uma posição no ranking das 150 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil Guia Você S.A.-Exame. A Braskem foi considerada Empresa Modelo no Guia Exame de Sustentabilidade Prêmio Affinitas, principal prêmio de governança corporativa concedido às empresas da América Latina que negociam ações na Latibex. É o principal prêmio de governança corporativo. Prêmio Análise-FIA de Comércio Exterior, na categoria Maiores Empresas. O prêmio se refere ao desenvolvimento de um dos produtos mais inovadores da Braskem, o UTEC, um polietileno de ultra-alto peso molecular. Troféu Transparência, prêmio concedido pela Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) às empresas que possuem os balanços com melhor qualidade do país. Top 5 IR Websites pelo IR Global Rankings, como destaque na área de transparência financeira. Most Shareholder Friendly Company (A companhia com melhor relacionamento com investidores) no setor de Químicos & Óleo e Gás, de acordo com a pesquisa realizada pela revista Institutional Investor com analistas e investidores em todo o mundo.

36 34 A Braskem foi considerada a empresa brasileira com melhor padrão de Governança Corporativa na Latibex da Bolsa de Madrid. Prêmio ANEFAC 2006, no qual a Braskem está entre as 10 companhias abertas brasileiras que se destacaram pela transparência de seus balanços. Inclusão no ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) pelo 3 o ano consecutivo. Confira os principais prêmios e reconhecimentos concedidos à Braskem nos últimos anos. Certificados Empresa responsável, limpa, segura e saudável Ao manter como princípios a valorização do ser humano, a responsabilidade social e a ética permanente no relacionamento com Clientes, fornecedores, investidores, acionistas e comunidade, a Braskem visa ser reconhecida nas questões de meio ambiente e de responsabilidade social como responsável, limpa, segura e saudável. Dessa maneira, todas as plantas industriais da companhia possuem as certificações ISO 9001, referente ao Sistema de Gestão da Qualidade. As plantas também são certificadas na norma ISO 14001, que atesta sua gestão ambiental, com exceção das unidades PP-3 e PE- 6. Algumas unidades da Braskem, UNIB-RS, UNIB-BA e PE-3, são certificadas na OHSAS 18001, referente ao Sistema de Gestão de Saúde e Segurança.

37 35 15 SWOTS Swot é um acrônimo em inglês que significa: Strenghs, Weakness, Opportunities, Threats Pontos Fortes, Pontos Fracos, Oportunidades e Ameaças que são interelacionados, ou seja colocados em confrontos por exemplo: Quadrante 1: (Pontos Fortes x Oportunidades) visualiza as potencialidades e capacidade de aproveitar as oportunidades mediantes seus atuais pontos fortes; Quadrante 2: (Pontos Fortes x Ameaças) visualiza a capacidade defensiva da instituição de minimizar com seus pontos fortes as ameaças; Quadrante 3: (Pontos Fracos x Oportunidades) visualizada as debilidades da instituição que dificultam o aproveitamento das oportunidades; Quadrante 4: (Pontos Fracos x Ameaças) visualiza as vulnerabilidades da organização que acentuam as possibilidades de concretização das ameaças. Figura 15.1: SWOT Tudo isso tem como objetivo explicitar as interações relevantes entre as oportunidades e ameaças, pontes fortes e pontos fracos, que serviram de base para identificação dos principais objetivos estratégicos.

Braskem - Petroquímica Brasileira de Classe Mundial

Braskem - Petroquímica Brasileira de Classe Mundial Aécio Tenório Alan Mateus André Ricardo Artur da Silva Ayslan Correia Bruno Peralva Cristina Tenório Elton Pereira de Lima Fernando José Loureiro Jair Alves Jamerson da Silva Alves João Miguel Correia

Leia mais

Braskem - Petroquímica Brasileira de Classe Mundial

Braskem - Petroquímica Brasileira de Classe Mundial Aécio Tenório Alan Mateus André Ricardo Artur da Silva Ayslan Correia Bruno Peralva Cristina Tenório Elton Pereira de Lima Fernando José Loureiro Jair Alves Jamerson da Silva Alves João Miguel Correia

Leia mais

Petroquímica Básica Instrutor André Costa

Petroquímica Básica Instrutor André Costa Petroquímica Básica Instrutor André Costa Como é explotado da jazida não possui valor agregado para o homem. É uma mistura complexa de compostos orgânicos e inorgânicos, em que predominam carbono e hidrogênio.

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T14 e 2014. São Paulo, 12 de fevereiro de 2015

Teleconferência de Resultados 4T14 e 2014. São Paulo, 12 de fevereiro de 2015 Teleconferência de Resultados 4T14 e 2014 São Paulo, 12 de fevereiro de 2015 Ressalva sobre declarações futuras Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos

Leia mais

A nova orla da Barra: referência para Salvador

A nova orla da Barra: referência para Salvador nº 339 agosto 2014 A nova orla da Barra: referência para Salvador Odebrecht 70 anos: a trajetória da Odebrecht no ramo da Química e Petroquímica Novo contrato na Colômbia recuperará a navegação no Rio

Leia mais

A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais. Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras

A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais. Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras Visão e Missão da Petrobras Visão 2020 Ser uma das cinco maiores

Leia mais

Edmundo Aires São Paulo Dezembro de 2010

Edmundo Aires São Paulo Dezembro de 2010 Estratégia de Inovação e Tecnologia da Braskem Edmundo Aires São Paulo Dezembro de 2010 Evolução da Braskem Aquisições EUA Sunoco 2002 Trikem Polialden Politeno 2006 Ipiranga / Copesul 2007 Triunfo 2009

Leia mais

Prospecto Preliminar de Oferta Pública de Distribuição Primária de Ações Preferenciais Classe A de Emissão da

Prospecto Preliminar de Oferta Pública de Distribuição Primária de Ações Preferenciais Classe A de Emissão da As informações contidas neste prospecto preliminar estão sob análise da Comissão de Valores Mobiliários, a qual ainda não se manifestou a seu respeito O presente prospecto preliminar está sujeito a complementação

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

Processos de Gerenciamento de Portfólio e Projetos da Braskem

Processos de Gerenciamento de Portfólio e Projetos da Braskem Processos de Gerenciamento de Portfólio e Projetos da Braskem ABEAV Carlos Eduardo Pereira Peninha 07/10/2008 Agenda Apresentação da Braskem Gestão do Portfólio de Investimentos CAPEX Sistemática de Implantação

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável na Braskem Importância da Visão Ampliada

Desenvolvimento Sustentável na Braskem Importância da Visão Ampliada Desenvolvimento Sustentável na Braskem Importância da Visão Ampliada Jorge Soto 08/06/2015 Objetivo Discutir a importância da contribuição empresarial para o Desenvolvimento Sustentável com uma visão que

Leia mais

PUCRS -REGINP -ANPROTEC. Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia

PUCRS -REGINP -ANPROTEC. Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia PUCRS -REGINP -ANPROTEC Experiência da Braskem Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas Porto Alegre, 26 Out 2011 AGENDA A BRASKEM

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

Química Verde e Petroquímica Impactos na Distribuição Décio Oddone Vice-presidente responsável pela quantiq

Química Verde e Petroquímica Impactos na Distribuição Décio Oddone Vice-presidente responsável pela quantiq Química Verde e Petroquímica Impactos na Distribuição Décio Oddone Vice-presidente responsável pela quantiq AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO QUÍMICA PILARES FUTURO FUTURO DA DISTRIBUIÇÃO AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Seminário "Governança Corporativa: Experiências em Empresas Estatais"

Seminário Governança Corporativa: Experiências em Empresas Estatais Seminário "Governança Corporativa: Experiências em Empresas Estatais" Marco Geovanne Tobias da Silva 17 de maio de 2005 O que é Governança Corporativa? Conjunto de normas de conduta a serem adotadas por

Leia mais

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À BRASKEM. PROIBIDA REPRODUÇÃO OU ALTERAÇÃO DO DOCUMENTO.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À BRASKEM. PROIBIDA REPRODUÇÃO OU ALTERAÇÃO DO DOCUMENTO. Agenda A BRASKEM PORQUE INOVAR? A INOVAÇÃO NA BRASKEM A GESTÃO DA INOVAÇÃO E O PLANEJAMENTO TECNOLÓGICO Indústria Petroquímica Brasileira INTEGRAÇÃO COMPETITIVA NAFTA CONDENSADO GÁS VALOR ADICIONADO COMPETITIVIDADE

Leia mais

Diretrizes de Governança Corporativa

Diretrizes de Governança Corporativa Diretrizes de Governança Corporativa DIRETRIZES DE GOVERNANÇA CORPORATIVA DA BM&FBOVESPA Objetivo do documento: Apresentar, em linguagem simples e de forma concisa, o modelo de governança corporativa da

Leia mais

Compliance e a Valorização da Ética. Brasília, outubro de 2014

Compliance e a Valorização da Ética. Brasília, outubro de 2014 Compliance e a Valorização da Ética Brasília, outubro de 2014 Agenda 1 O Sistema de Gestão e Desenvolvimento da Ética Compliance, Sustentabilidade e Governança 2 Corporativa 2 Agenda 1 O Sistema de Gestão

Leia mais

Guia de sustentabilidade para plásticos

Guia de sustentabilidade para plásticos Guia de sustentabilidade para plásticos Maio 2014 1 2 3 4 5 6 7 8 Introdução... 4 Contextualização dos plásticos... 6 Composição dos móveis e utensílios de plásticos...7 Requerimentos para materiais que

Leia mais

PETROQUÍMICO. Potencial de Investimentos no Setor Petroquímico Brasileiro 2007-2010

PETROQUÍMICO. Potencial de Investimentos no Setor Petroquímico Brasileiro 2007-2010 PETROQUÍMICO Potencial de Investimentos no Setor Petroquímico Brasileiro 2007-2010 Cynthia Moreira Eduardo Fernandes Gabriel Lourenço Gomes Peter Dvorsak Tatiana Boavista Barros Heil Valéria Delgado Bastos*

Leia mais

Braskem protege investimentos de R$ 1,6 bilhão com CA Clarity PPM

Braskem protege investimentos de R$ 1,6 bilhão com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY Braskem protege investimentos de R$ 1,6 bilhão com CA Clarity PPM PERFIL DO CLIENTE Indústria: Química Companhia: Braskem EMPRESA A Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas

Leia mais

Mudanças Climáticas Ameaças e Oportunidade para a Braskem. Jorge Soto 11/08/2015

Mudanças Climáticas Ameaças e Oportunidade para a Braskem. Jorge Soto 11/08/2015 Mudanças Climáticas Ameaças e Oportunidade para a Braskem Jorge Soto 11/08/2015 1 Braskem INTEGRAÇÃO COMPETITIVA EXTRAÇÃO Matérias Primas 1 ª GERAÇÃO Petroquímicos Básicos 2 ª GERAÇÃO Resinas Termoplásticas

Leia mais

O Desenvolvimento do Elo da Indústria Química e Petroquímica na Cadeia de Petróleo no Estado de São Paulo

O Desenvolvimento do Elo da Indústria Química e Petroquímica na Cadeia de Petróleo no Estado de São Paulo O Desenvolvimento do Elo da Indústria Química e Petroquímica na Cadeia de Petróleo no Estado de São Paulo Alípio Ferreira Jr. INDÚSTRIA PETROQUÍMICA INTEGRAÇÃO COMPETITIVA EXTRAÇÃO Matérias-Primas 1 ª

Leia mais

Gestão estratégica em processos de mudanças

Gestão estratégica em processos de mudanças Gestão estratégica em processos de mudanças REVISÃO DOS MACRO PONTOS DO PROJETO 1a. ETAPA: BASE PARA IMPLANTAÇÃO DE UM MODELO DE GESTÃO DE PERFORMANCE PROFISSIONAL, que compreenderá o processo de Análise

Leia mais

QUÍMICA SUSTENTÁVEL Carlos Fadigas 24/08/2011

QUÍMICA SUSTENTÁVEL Carlos Fadigas 24/08/2011 QUÍMICA SUSTENTÁVEL Carlos Fadigas 24/08/2011 AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL QUÍMICA SUSTENTÁVEL PILARES BRASKEM FUTURO VISÃO E ESTRATÉGIA AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL QUÍMICA

Leia mais

Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras. Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos

Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras. Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos Sustentabilidade e Competitividade SUSTENTABILIDADE pode ser entendida como

Leia mais

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 1 Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 O Conselho de Administração aprovou o Plano de Negócios 2010-2014, com investimentos totais de US$ 224 bilhões, representando a média de US$ 44,8 bilhões

Leia mais

Preâmbulo. resultado econômico, ao mesmo tempo em que protege o meio ambiente e melhora a qualidade de vida das pessoas com as quais interage.

Preâmbulo. resultado econômico, ao mesmo tempo em que protege o meio ambiente e melhora a qualidade de vida das pessoas com as quais interage. Preâmbulo Para a elaboração da Política de Sustentabilidade do Sicredi, foi utilizado o conceito de Sustentabilidade proposto pela abordagem triple bottom line (TBL), expressão que reúne simultaneamente

Leia mais

Bovespa Mais: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário

Bovespa Mais: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário Bovespa Mais: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário O Bovespa Mais é um dos segmentos especiais de listagem administrados pela Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&FBOVESPA)

Leia mais

Apresentação para Investidores. Março, 2009

Apresentação para Investidores. Março, 2009 Apresentação para Investidores Março, 2009 1 Filosofia Gerdau VISÃO Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO invepar índice Apresentação Visão, Missão, Valores Objetivos Princípios Básicos Pág. 4 Pág. 6 Pág. 7 Pág. 8 Abrangência / Funcionários Empresas do Grupo Sociedade / Comunidade

Leia mais

I - BOVESPA MAIS: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário

I - BOVESPA MAIS: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário I - BOVESPA MAIS: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário O BOVESPA MAIS é o segmento de listagem do mercado de balcão organizado administrado pela BOVESPA idealizado para tornar

Leia mais

O papel da comunicação na formação da reputação corporativa

O papel da comunicação na formação da reputação corporativa O papel da comunicação na formação da reputação corporativa Nelson Letaif Porto Alegre, 22 de janeiro de 2007 1 Grandes Mudanças Contexto Global De regras para valores Da informação para o conhecimento

Leia mais

Código. de Conduta do Fornecedor

Código. de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor 03/2014 Índice 1. Considerações... 03 2. Decisões... 04 3. Diretrizes... 05 3.1. Quanto à Integridade nos Negócios... 05 3.2. Quanto aos Direitos Humanos Universais... 06

Leia mais

Política de Logística de Suprimento

Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento 5 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas Eletrobras, através da integração

Leia mais

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas.

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas. 1. OBJETIVOS Estabelecer diretrizes que norteiem as ações das Empresas Eletrobras quanto à promoção do desenvolvimento sustentável, buscando equilibrar oportunidades de negócio com responsabilidade social,

Leia mais

FUNDAMENTOS DA GESTÃO

FUNDAMENTOS DA GESTÃO A Ultrapar realizou em 2011 um programa de comunicação e disseminação do tema sustentabilidade entre seus colaboradores, com uma série de iniciativas voltadas para o engajamento e treinamento das pessoas.

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL REDE GAZETA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL REDE GAZETA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL REDE GAZETA Vitória, ES Janeiro 2010. 1ª Revisão Janeiro 2011. 2ª Revisão Janeiro 2012. POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA REDE GAZETA IDENTIDADE CORPORATIVA Missão

Leia mais

Práticas Corporativas

Práticas Corporativas Práticas Corporativas Nível 1 de Governança Corporativa Fontes: Estatuto Social Código de Conduta Relatório de Sustentabilidade Formulário de Referência Política de divulgação e negociação Atualizado em

Leia mais

COPENOR Companhia Petroquímica do Nordeste. Relatório da Administração de 2007

COPENOR Companhia Petroquímica do Nordeste. Relatório da Administração de 2007 COPENOR Companhia Petroquímica do Nordeste Relatório da Administração de 2007 Senhores Acionistas, Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, a administração da COPENOR Companhia Petroquímica

Leia mais

Sumário. Atendimento e Qualidade em Manuseio, Transporte e Controle de Fluidos. www.amboretto.com.br. Quem Somos?...4. Política de Qualidade...

Sumário. Atendimento e Qualidade em Manuseio, Transporte e Controle de Fluidos. www.amboretto.com.br. Quem Somos?...4. Política de Qualidade... Atendimento e Qualidade em Manuseio, Transporte e Controle de Fluidos. Sumário Quem Somos?...4 Política de Qualidade...5 Amboretto Bombas...6 Amboretto Corporation...8 Centro de Engenharia e Projetos...

Leia mais

Governança Corporativa. Interesses alinhados

Governança Corporativa. Interesses alinhados Governança Corporativa Interesses alinhados O COMPROMISSO COM A TRANSPARÊNCIA E A AMPLA DIVULGAÇÃO DAS INFORMAÇÕES AOS INVESTIDORES INTEGRAM AS BOAS PRÁTICAS DA ITAUTEC, QUE DESDE 2001 NEGOCIA APENAS AÇÕES

Leia mais

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL APRESENTAÇÃO A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo, com operações em

Leia mais

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS Sistema Eletrobrás Política de Logística de Suprimento do Sistema Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO 4 POLÍTICA DE Logística de Suprimento

Leia mais

PLANO DIRETOR 2014 2019

PLANO DIRETOR 2014 2019 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISA E INOVAÇÃO INDUSTRIAL EMBRAPII PLANO DIRETOR 2014 2019 1 Índice 1. INTRODUÇÃO... 4 2. MISSÃO... 8 3. VISÃO... 8 4. VALORES... 8 5. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS... 8 6. DIFERENCIAIS

Leia mais

FUNDAMENTOS DA GESTÃO

FUNDAMENTOS DA GESTÃO Um dos pilares da Ultrapar está no virtuoso relacionamento que a companhia mantém com os diferentes públicos, graças a uma política baseada na ética, na transparência e no compartilhamento de princípios,

Leia mais

Acordo de Acionistas. Corporativa da CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A.

Acordo de Acionistas. Corporativa da CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. Acordo de Acionistas Diretrizes da CPFL de Energia Governança S.A. Corporativa da CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. 1 Sumário I Introdução 3 II Estrutura Corporativa

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO DE EMPRESAS DE PETRÓLEO & GÁS

ÊNFASE EM GESTÃO DE EMPRESAS DE PETRÓLEO & GÁS MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO DE EMPRESAS DE PETRÓLEO & GÁS O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Fortaleza EVOLUÇÃO NO MODELO DE GESTÃO ATRAVÉS DA VISÃO POR PROCESSOS NA COMPANHIA SIDERÚRGICA

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das Número de empresas brasileiras que procuram se aprimorar em governança corporativa aumentou na última edição do estudo Melhores práticas Estudo aponta que as empresas investem mais no aprimoramento dos

Leia mais

Pessoas são a chave do sucesso

Pessoas são a chave do sucesso Vista aérea da PQU e do Pólo Petroquímico do Grande ABC Pessoas são a chave do sucesso Wilson Matsumoto Diretor-Superintendente da Petroquímica União Para as lideranças da Petroquímica União, são as pessoas

Leia mais

TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUTO BOLÍVIA-BRASIL S.A

TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUTO BOLÍVIA-BRASIL S.A TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUTO BOLÍVIABRASIL S.A. TBG PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO Edital PSPGEPE01/2007 De 16/10/2007 A

Leia mais

Conheça a MRV Engenharia

Conheça a MRV Engenharia Conheça a MRV Engenharia MRV em Números Ficha técnica MRV Engenharia Número de empregados nas obras (média 2014)...23.704 Vendas Contratadas (R$ milhões) (2014)...R$ 6.005 Receita liquida (R$ milhões)

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Geraldo Soares IBRI; Haroldo Reginaldo Levy Neto

Leia mais

Gestão estratégica em finanças

Gestão estratégica em finanças Gestão estratégica em finanças Resulta Consultoria Empresarial Gestão de custos e maximização de resultados A nova realidade do mercado tem feito com que as empresas contratem serviços especializados pelo

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA

GOVERNANÇA CORPORATIVA GOVERNANÇA CORPORATIVA Os valores que lastreiam as práticas da Companhia são: transparência, prestação de contas, conformidade e equidade. Transparência refere-se em particular às informações que têm reflexo

Leia mais

Apresentação...4. Glossário...5. Princípios Éticos Suzano...6. Governança Corporativa...6. Integridade...7. Igualdade...9. Transparência...

Apresentação...4. Glossário...5. Princípios Éticos Suzano...6. Governança Corporativa...6. Integridade...7. Igualdade...9. Transparência... Índice Apresentação...4 Glossário...5 Princípios Éticos Suzano...6 Governança Corporativa...6 Integridade...7 Igualdade...9 Transparência...10 Desenvolvimento Sustentável...10 Valorização Profissional...11

Leia mais

PROPOSTA PARA O AVANÇO DO MODELO DE GESTÃO DA SABESP

PROPOSTA PARA O AVANÇO DO MODELO DE GESTÃO DA SABESP ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS UNIVERSITÁRIOS DA SABESP PROPOSTA PARA O AVANÇO DO MODELO DE GESTÃO DA SABESP OUTUBRO, 2002 ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS UNIVERSITÁRIOS DA SABESP - APU INTRODUÇÃO A Associação

Leia mais

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2. ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.008 Aos 17 dias do mês de setembro do ano de dois mil e oito,

Leia mais

ABDI A 2004 11.080) O

ABDI A 2004 11.080) O Atualizada em 28 de julho de 2010 Atualizado em 28 de julho de 2010 1 ABDI ABDI A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial foi instituída em dezembro de 2004 com a missão de promover a execução

Leia mais

Desenvolvendo a Governança Corporativa. Eduardo Rath Fingerl Diretor

Desenvolvendo a Governança Corporativa. Eduardo Rath Fingerl Diretor Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Área de Mercado de Capitais BNDES Desenvolvendo a Governança Corporativa Eduardo Rath Fingerl Diretor 02/06/2006 www.bndes.gov.br 1 de 23 Atuação

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Publicado em: 27/02/2015 Válido até: 26/02/2020 Política de Responsabilidade Socioambiental 1. SUMÁRIO 2 2. OBJETIVO 2 3. ABRANGÊNCIA 2 4. IMPLEMENTAÇÃO 2 5. DETALHAMENTO 2 5.1. Definições 3 5.2. Envolvimento

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano Estratégico Petrobras 2030 (PE 2030) e o Plano de Negócios

Leia mais

Suzano Petroquímica Divulga Resultado do 1º Semestre de 2005

Suzano Petroquímica Divulga Resultado do 1º Semestre de 2005 Suzano Petroquímica Divulga Resultado do 1º Semestre de 2005 Receita líquida atinge R$ 820 milhões no semestre São Paulo, 10 de agosto de 2005 A Suzano Petroquímica S.A. (a Companhia ) (BOVESPA: SZPQ4;

Leia mais

PRÊMIO GLP DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA. *Edição 2013*

PRÊMIO GLP DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA. *Edição 2013* PRÊMIO GLP DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA *Edição 2013* Participante: Cia Ultragaz S.A. Categoria: Infraestrutura Título Ultragaz na busca da excelência da Gestão Ultragaz na Busca da Excelência da Gestão Uma

Leia mais

PETROQUÍMICA INDÚSTRIA PETROQUÍMICA BRASILEIRA: SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS* Gabriel Gomes Peter Dvorsak Tatiana Heil**

PETROQUÍMICA INDÚSTRIA PETROQUÍMICA BRASILEIRA: SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS* Gabriel Gomes Peter Dvorsak Tatiana Heil** INDÚSTRIA PETROQUÍMICA BRASILEIRA: SITUAÇÃO ATUAL E PERSPECTIVAS* Gabriel Gomes Peter Dvorsak Tatiana Heil** * Fevereiro de 2005. ** Respectivamente, gerente, engenheiro e engenheira do Departamento de

Leia mais

Informação como Fonte de Idéias em Projetos de Tecnologia e Inovação

Informação como Fonte de Idéias em Projetos de Tecnologia e Inovação 8 o Encontro de Propriedade Intelectual e Comercialização de Tecnologia Informação como Fonte de Idéias em Projetos de Tecnologia e Inovação Antonio Morschbacker 1 21 de junho de 2005 A Empresa Petroquímica

Leia mais

Manual do SGI Sistema de Gestão Integrada

Manual do SGI Sistema de Gestão Integrada Manual do SGI Sistema de Gestão Integrada Revisão 02 Manual MN-01.00.00 Requisito Norma ISO 14.001 / OHSAS 18001 / ISO 9001 4.4.4 Página 1 de 14 Índice 1. Objetivo e Abrangência 2. Documentos Referenciados

Leia mais

O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS

O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS A indústria química é relevante para o Brasil... Faturamento da Indústria Química Brasileira (US$ bilhões) +6% a.a. 166 160 162 124 129 101 2008 2009 2010 2011

Leia mais

Plásticos: Novas aplicações no mercado de construção civil. Maceió, mai/2014

Plásticos: Novas aplicações no mercado de construção civil. Maceió, mai/2014 Plásticos: Novas aplicações no mercado de construção civil Maceió, mai/2014 INDÚSTRIA PETROQUÍMICA INTEGRAÇÃO COMPETITIVA EXTRAÇÃO Matérias-Primas 1 ª GERAÇÃO Petroquímicos Básicos 2 ª GERAÇÃO Resinas

Leia mais

Raul Anselmo Randon Presidente do Conselho de Administração das Empresas Randon

Raul Anselmo Randon Presidente do Conselho de Administração das Empresas Randon Palavra do Presidente É com satisfação que editamos o Guia de Conduta Ética das Empresas Randon, um instrumento de comunicação que traduz os nossos valores e dá as diretrizes para as nossas ações profissionais,

Leia mais

Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras

Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras Sumário A Petrobras Os Desafios O Alinhamento Estratégico - Gestão por Competências - A Concepção da Universidade

Leia mais

CVRD: Governança Corporativa e Diretrizes Estratégicas

CVRD: Governança Corporativa e Diretrizes Estratégicas CVRD: Governança Corporativa e Diretrizes Estratégicas Rio de Janeiro, 25 de outubro de 2001 - O Conselho de Administração da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) aprovou um novo modelo de governança e diretrizes

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO

GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO O QUE É GOVERNANÇA CORPORATIVA? Conselho de Família GOVERNANÇA SÓCIOS Auditoria Independente Conselho de Administração Conselho Fiscal

Leia mais

Demonstrações Financeiras 2010

Demonstrações Financeiras 2010 Demonstrações Financeiras 2010 1.1. Econômico-financeiro 1.2. Operacional 1.3. Quattor 1.4. Braskem America 3.1. Investimentos Estratégicos - Projetos de Crescimento Balanço Patrimonial Demonstração do

Leia mais

Randon. Troféu Diamante PQRS 2009

Randon. Troféu Diamante PQRS 2009 Randon Consórcios Troféu Diamante PQRS 2009 Empresas Randon Empresas Randon participação no mercado brasileiro Reboques e semirreboques 35,21% Caminhões fora-de-estrada (até 35 t) 87,00% Freios a ar 53,40%

Leia mais

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo Código de Conduta Índice Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo 3 4 5 6 9 Missão, Visão, Valores e Princípios Missão Visão Princípios Valores

Leia mais

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro.

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. www.accenture.com.br/carreiras www.facebook.com/accenturecarreiras www.twitter.com/accenture_vagas Quem somos A Accenture é uma

Leia mais

Por que abrir o capital?

Por que abrir o capital? Por que abrir capital? Por que abrir o capital? Vantagens e desafios de abrir o capital Roberto Faldini Fortaleza - Agosto de 2015 - PERFIL ABRASCA Associação Brasileira de Companhias Abertas associação

Leia mais

Comunicação Institucional Visão de Futuro

Comunicação Institucional Visão de Futuro Comunicação Institucional Visão de Futuro Organograma Presidente Comunicação Institucional Assistente Imagem Corporativa e Marcas Comitê Estratégico Imprensa Planejamento e Gestão Atendimento e Articulação

Leia mais

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Edina Biava Abrasca; Marco Antonio Muzilli IBRACON;

Leia mais

Bovespa Mais: propiciando o crescimento sustentável das empresas

Bovespa Mais: propiciando o crescimento sustentável das empresas Bovespa Mais: propiciando o crescimento sustentável das empresas O Bovespa Mais, um dos segmentos especiais de listagem administrados pela BM&FBOVESPA, foi idealizado para tornar o mercado acionário brasileiro

Leia mais

Pronta para se tornar uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo

Pronta para se tornar uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo 06 Governança TRANSPARÊNCIA 23 Corporativa e Gestão Conselho de Administração O Conselho de Administração da Camargo Corrêa Cimentos é composto de até seis membros, sendo um presidente, três vice-presidentes

Leia mais

Auditoria Interna e Governança Corporativa

Auditoria Interna e Governança Corporativa Auditoria Interna e Governança Corporativa Clarissa Schüler Pereira da Silva Gerente de Auditoria Interna TUPY S.A. Programa Governança Corporativa Auditoria Interna Desafios para os profissionais de auditoria

Leia mais

ABNT NBR 16001:2004 Os Desafios e Oportunidades da Inovação

ABNT NBR 16001:2004 Os Desafios e Oportunidades da Inovação ABNT NBR 16001:2004 Os Desafios e Oportunidades da Inovação A Dinâmica da Terra é uma empresa onde o maior patrimônio é representado pelo seu capital intelectual. Campo de atuação: Elaboração de estudos,

Leia mais

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ATA SUMÁRIA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO DE 2014 DATA, HORA E LOCAL: Em 7 de fevereiro de

Leia mais

SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL. Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto

SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL. Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto SÉRIE IPO s: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ABERTURA DE CAPITAL Parte 4: Como tornar sua Empresa uma Companhia de Capital Aberto o O que é Abertura de Capital o Vantagens da abertura o Pré-requisitos

Leia mais

180 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004. Fornecedores

180 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004. Fornecedores 180 Telefónica, S.A. Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 09 Fornecedores Relatório Anual de Responsabilidade Corporativa 2004 Telefónica, S.A. 181 09/01 Grande número de fornecedores 09/02

Leia mais

Indústria química no Brasil

Indústria química no Brasil www.pwc.com.br Indústria química no Brasil Um panorama do setor Indústria química no Brasil A indústria química e petroquímica é um dos mais importantes setores da economia brasileira e está entre as

Leia mais

Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade. Augusto Riccio Coordenador de Organização Gestão &Governança

Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade. Augusto Riccio Coordenador de Organização Gestão &Governança Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade Augusto Riccio Coordenador de Organização Gestão &Governança Destaques Petrobras --------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Plano Brasil Maior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer.

Plano Brasil Maior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer. Plano Brasil Maior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer. Foco e Prioridades Contexto Dimensões do Plano Brasil Maior Estrutura de Governança Principais Medidas Objetivos Estratégicos e

Leia mais

Política de Gestão de Pessoas

Política de Gestão de Pessoas julho 2010 5 1. Política No Sistema Eletrobras, as pessoas são agentes e beneficiárias do fortalecimento organizacional, contribuindo para a competitividade, rentabilidade e sustentabilidade empresarial.

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

Excelência em Gestão. PETROBRAS - Abastecimento

Excelência em Gestão. PETROBRAS - Abastecimento Excelência em Gestão PETROBRAS - Abastecimento Programação Visão Geral da Companhia A construção de um novo Modelo de Gestão Práticas de Gestão para a Excelência Resultados Visão Geral da Companhia Panorama

Leia mais

metanor s.a. METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Metanol do Nordeste

metanor s.a. METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Metanol do Nordeste METANOR S.A. Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Senhores Acionistas, Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, a administração da METANOR S.A. submete à apreciação

Leia mais

BRASKEM S.A. POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. FATO RELEVANTE

BRASKEM S.A. POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. FATO RELEVANTE BRASKEM S.A. POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. FATO RELEVANTE BRASKEM S.A. ( Braskem ) e POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. ( Polialden ), em atendimento ao disposto nas Instruções CVM nºs 319/99 e 358/02, vêm informar

Leia mais

Observação: Aqui não esta sendo exposto a questão da estratégia competitiva e os fatores internos e externos à companhia.

Observação: Aqui não esta sendo exposto a questão da estratégia competitiva e os fatores internos e externos à companhia. Avaliação de Desempenho- Professor: Robson Soares Capítulo 2 Alinhamento do desempenho humano ao organizacional Veremos agora o alinhamento do desempenho humano ao organizacional. Segundo Souza (2005),

Leia mais