As normas EIDE / ATAPI e SCSI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "As normas EIDE / ATAPI e SCSI"

Transcrição

1 As normas EIDE / ATAPI e SCSI O padrão ATA (Advanced Technology Attachment) é um interface standard que permite a conexão de periféricos de armazenamento nos computadores de tipo PC; Apesar da denominação oficial ATA, este padrão é mais conhecido sob o termo comercial IDE (Integrated Drive Electronics) ou Enhanced IDE (EIDE ou E-IDe). O padrão ATA foi criado originalmente para ligar discos rígidos, contudo uma extensão nomeada ATAPI (ATA Packet Interface) foi desenvolvida a fim de poder converter outros periféricos de armazenamento sobre uma conversão ATA. Ex. CD- ROM, DVD-ROM, etc. 134 Normas P-ATA e S-ATA Desde a emergência da norma Serial ATA, permitindo transferir os dados em série, o termo Parallel ATA substitui às vezes a denominação ATA a fim de marcar o contraste entre as duas normas

2 Introdução O primeiro disco rígido foi construído pela IBM em 1957; Era formado por 50 discos magnéticos com sectores, em que cada um suportava 100 caracteres alfanuméricos, totalizando uma capacidade de 5 megabytes; Este primeiro disco rígido foi chamado de 305 RAMAC (Random Access Method of Accounting and Control). 136 Disco da IBM 137 2

3 Também designado de HD (derivação de HDD do Inglês hard disk drive); É uma memória não volátil; São organizados em pratos ou cilindro, motor do disco, cabeçote e parte electrónica; Os pratos são compostos por trilhas. As trilhas são divididas em sectores

4 140 Para que o sistema operativo seja capaz de gravar e ler dados num disco rígido, é necessário que antes sejam criadas as estruturas que permitam gravar os dados de maneira organizada. Existem dois tipos de formatação: Formatação física (baixo nível); Formatação lógica (alto nível)

5 A formatação física é realizada na fábrica no fim do processo de fabricação, que consiste em dividir o disco virgem em trilhas, sectores, cilindros e isola os badblocks (danos no HD). Estas marcações funcionam como as faixas de uma estrada, permitindo à cabeça de leitura saber em que parte do disco está, e onde ela deve gravar dados. A formatação física é feita apenas uma vez, e não pode ser desfeita ou refeita através de software. 142 Para ser reconhecido pelo SO é preciso uma formatação lógica. Quando um disco é formatado, ele simplesmente é organizado à maneira do sistema operativo, preparando-o para receber dados. A esta organização damos o nome de sistema de arquivos (NTFS, FAT32, FAT) 143 5

6 Quando a energia é ligada, um pequeno programa gravado na ROM tentará inicializar o SO. O 1º sector do disco (sector de boot) será reservado para armazenar informações sobre a localização do SO O sector de boot também é conhecido como trilha MBR, trilha No Boot está gravado o MBR(Master Boot Record), onde encontramos informações do tipo: Como está dividido o disco (no sentido lógico) O ID de cada tabela de partição do disco O MBR é lido pela BIOS, que interpreta a informação e de seguida ocorre o chamado bootstrap 145 6

7 O MBR é constituído pelo Bootstrap e pela Tabela de Partição. O Bootstrap é o responsável por analisar a Tabela de Partição de forma a encontrar a partição activa. A seguir ele carrega na memória o Sector de Boot da partição. A função do Sector de Boot é a de carregar na memória os arquivos de inicialização do SO. 146 Tecnologia IDE/ATA O IDE, do inglês Integrated Drive Eletronics, foi o primeiro padrão que integrou a controladora com o. Os primeiros HD s com interface IDE foram lançados por volta de 1986 e na época isto já foi uma grande inovação porque os cabos utilizados já eram menores e havia menos problema de sincronismo, o que deixava os processos mais rápidos

8 Tecnologia IDE/ATA Inicialmente, não havia uma definição de padrão e os primeiros dispositivos IDE apresentavam problemas de compatibilidade entre os fabricantes. O ANSI (American National Standards Institute), em 1990, aplicou as devidas correcções para padronização e foi criado o padrão ATA (Advanced Technology Attachment). Porém como o nome IDE já era mais conhecido, ele permaneceu, embora algumas vezes fosse chamado de IDE/ ATA. 148 Tecnologia IDE/ATA A porta IDE transfere os dados de forma paralela. A vantagem da transmissão paralela é que ela é mais rápida do que a transmissão em série, pois transmite vários bits de cada vez. A desvantagem é o ruído. Como terão de existir muitos fios (pelo menos um para cada bit a ser transmitido de cada vez), um fio gera interferência no outro

9 Tecnologia IDE/ATA Um IDE pode suportar dois dispositivos por canal e, como todas as motherboards têm dois canais IDE, podemos ligar quatro dispositivos IDE. Para o sistema diferenciar qual é qual em cada um dos canais, teremos que configurar os dispositivos como Master ou Slave. 150 Tecnologia IDE/ATA 151 9

10 2/5/11 Tecnologia IDE/ATA CD-ROM Disco rígido 152 Recomendações Separar sempre que possível discos rígidos de leitores de CD-ROM; Os gravadores têm sempre prioridade no canal onde estão ligados (são sempre que possível definidos como master); Os discos têm sempre prioridade sobre leitores de CD ou DVD; Quando temos dois discos, o disco que tem prioridade é o disco que possui o sistema operativo

11 Tecnologia SATA O SATA ou Serial ATA, do inglês Serial Advanced Technology Attachment, foi o sucessor do IDE. Os Discos Rígidos que utilizam o padrão SATA transferem os dados em série e não em paralelo como o ATA. Como ele utiliza dois canais separados, um para enviar e outro para receber dados, isto reduz (ou quase elimina) os problemas de sincronização e interferência, permitindo que frequências mais altas sejam usadas nas transferências. 154 Tecnologia SATA Os cabos possuem apenas sete fios, sendo um par para transmissão e outro para recepção de dados e três fios terra. Por eles serem mais finos, permitem inclusive uma melhor ventilação no gabinete. Um cabo SATA pode ter até um metro de comprimento e cada porta SATA suporta um único dispositivo (diferente do padrão master/slave do IDE)

12 Tecnologia SATA 156 Norma S-ATA Neste tipo de dispositivo não precisamos de indicar quem é master ou slave, porque só podemos ter um dispositivo por canal sata

13 Vantagens do SATA O Serial ATA implementa dois caminhos de dados separados, um para a transmissão e outro para recepção dos dados. Utiliza poucos fios no cabo. Portas IDE tradicionais utilizam um conector de 40 pinos e um cabo de 80 vias. As portas Serial ATA utilizam um conector de sete pinos e um cabo com sete fios. A utilização de poucos fios ajuda o fluxo de ar dentro do PC, já que cabos mais finos não obstruem a passagem do ar. 158 SATA 2 É chamado de SATA II ou SATA 2, basicamente todos os produtos da segunda geração do SATA (com especificação de 3.0Gbit/s). A diferença entre o SATA e o SATA 2 é a basicamente a velocidade para transferência de dados

14 ATA e SATA 160 Disco rígido - tecnologia SCSI Sigla de Small Computer System Interface, é uma tecnologia que permite ao utilizador conectar uma larga gama de periféricos, tais como discos rígidos, unidades CD-ROM, impressoras e scanners

15 HD Aspectos a Ter em Conta A ligação de um disco á motherboard pode ser feita através da tecnologia IDE/ATA ou SATA. A tecnologia SATA oferece mais vantagens do que a IDE

1. Como você diferencia na prática os diversos tipos de memória RAM?

1. Como você diferencia na prática os diversos tipos de memória RAM? ALUNO(A): MANUTENÇÃO BÁSICA 1º BIMESTRE DATA: / / PROFESSOR JEAN GALDINO INSTRUÇÕES: RESPONDA INDIVIDUALMENTE E ENTERGUE RESPONDIDA OBJETIVAMENTE. 1. Como você diferencia na prática os diversos tipos de

Leia mais

O DISCO RÍGIDO 1-O INÍCIO

O DISCO RÍGIDO 1-O INÍCIO O DISCO RÍGIDO 1-O INÍCIO O HD ou Disco Rígido é um sistema de armazenamento de alta capacidade que, ao contrário da memória RAM, não perde seus dados quando desligamos o computador, sendo por isso destinado

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Organização de Computadores ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Curso: Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação Ano: 2011 Dentro do disco rígido Os dados são gravados em discos magnéticos, chamados de

Leia mais

Laboratório de Hardware

Laboratório de Hardware Laboratório de Hardware Prof. Marcel Santos Silva O primeiro disco rígido: - IBM 350 (1956) - Com 50 discos (24 ) - Capacidade 4.36 MB 2 - Os dados são gravados em discos magnéticos, chamados de platters.

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores

Montagem e Manutenção de Computadores Montagem e Manutenção de Computadores Organização dos Computadores Aula de 04/03/2016 Professor Alessandro Carneiro Introdução Um computador consiste de vários dispositivos referidos como hardware: o teclado,

Leia mais

Hardware Hard Disk. Prof. Felipe A. Pires

Hardware Hard Disk. Prof. Felipe A. Pires Hardware Hard Disk Prof. Felipe A. Pires O que é HD? HD ou Hard Disk (Disco rígido) é a parte do computador onde estão armazenados todos os dados ou informações do computador. É caracterizado como memória

Leia mais

Divisão do computador

Divisão do computador Divisão do computador Hardware: todo o equipamento, suas peças, isto é, tudo o que "pode ser tocado", denomina-se hardware. Alguns equipamentos, como monitor, teclado e rato são também chamados de periféricos.

Leia mais

Placa Mãe Motherboard`s

Placa Mãe Motherboard`s Placa Mãe Motherboard`s Módulo 01 Ambientação Tecnológica Prof. Felipe A. Pires O que é placa-mãe ou motherboard? É o circuito responsável por conectar e interligar todos os componentes do computador,

Leia mais

Curso Técnico em Informática. Rafael Barros Sales Técnico em Informática CREA/AC Tecnólogo em Redes de Computadores

Curso Técnico em Informática. Rafael Barros Sales Técnico em Informática CREA/AC Tecnólogo em Redes de Computadores Curso Técnico em Informática Rafael Barros Sales Técnico em Informática CREA/AC Tecnólogo em Redes de Computadores História O primeiro disco rígido (o IBM 350) foi construído em 1956, e era formado por

Leia mais

Conceitos sobre Computadores

Conceitos sobre Computadores Conceitos sobre Computadores Prof. UNESP - São José do Rio Preto Linguagem Computacional Neste tópico veremos: Os Componentes físicos dos computadores O hardware: principais partes dos computadores atuais.

Leia mais

DISCOS E CONTROLADORAS

DISCOS E CONTROLADORAS DISCOS E CONTROLADORAS Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM) Escola Técnica Estadual República FAETEC Rio de Janeiro - RJ HD OU DISCO RÍGIDO É um dispositivo eletromecânico usado como a principal

Leia mais

Conhecendo o Disco Rígido

Conhecendo o Disco Rígido Conhecendo o Disco Rígido O disco rígido ou HD (Hard Disk), é o dispositivo de armazenamento de dados mais usado nos computadores. Nele, é possível guardar não só seus arquivos como também todos os dados

Leia mais

Hardware: Componentes Básicos. Sistema de Computador Pessoal. Anatomia de um Teclado. Estrutura do Computador. Arquitetura e Organização

Hardware: Componentes Básicos. Sistema de Computador Pessoal. Anatomia de um Teclado. Estrutura do Computador. Arquitetura e Organização Hardware: Componentes Básicos Arquitetura dos Computadores Dispositivos de Entrada Processamento Dispositivos de Saída Armazenamento Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Sistema de

Leia mais

Arquitetura de Computadores

Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores AULA 4 Organização de Sistemas de Computadores s Bits Sumário de Ordem de Bytes Conceitos Básicos Secundária Códigos de Correção de Erros Prof. Edilberto M. Silva Edilberto

Leia mais

O Interior do Micro. Observe os computadores: Fonte:

O Interior do Micro. Observe os computadores: Fonte: O Interior do Micro Observe os computadores: Fonte: http://www.laercio.com.br 1 Interior do Micro O Interior do PC Componentes 1 2 3 4 - Placa mãe - Placa de vídeo - Processador Memória 5 Disco Rígido

Leia mais

Organização de Computadores

Organização de Computadores Organização de Computadores Aula 19 Barramentos: Estruturas de Interconexão Rodrigo Hausen 14 de outubro de 2011 http://cuco.pro.br/ach2034 1/40 Apresentação 1. Bases Teóricas 2. Organização de computadores

Leia mais

Principais Componentes e Tecnologias

Principais Componentes e Tecnologias Infra-Estrutura de Hardware Principais Componentes e Tecnologias Prof. Edilberto Silva www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Sumário Barramentos Placa Mãe Processadores Armazenamento Vídeo Rede Outras Tecnologias

Leia mais

Processamento de Dados aplicado à Geociências. AULA 1: Introdução à Arquitetura de Computadores

Processamento de Dados aplicado à Geociências. AULA 1: Introdução à Arquitetura de Computadores 1 Processamento de Dados aplicado à Geociências AULA 1: Introdução à Arquitetura de Computadores UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GEOPROCESSAMENTO

Leia mais

Dispositivos de Armazenamento de Dados Cartões Perfurados A mais antiga forma conhecida de armazenamento de dados apareceu partir de 1725 e foi feito

Dispositivos de Armazenamento de Dados Cartões Perfurados A mais antiga forma conhecida de armazenamento de dados apareceu partir de 1725 e foi feito Novembro/2008 - Aula 3 Telecelula Comércio de Equipamentos Eletrônicos ltda. www.teleclula.com.br daniel.santana@telecelula.com.br Dispositivos de Armazenamento de Dados Cartões Perfurados A mais antiga

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Hardware de Computadores 1 O disco rígido, é um sistema de armazenamento de alta

Leia mais

Sistemas de Entrada e Saídas

Sistemas de Entrada e Saídas Sistemas de Entrada e Saídas José Costa Introdução à Arquitetura de Computadores Departamento de Engenharia Informática (DEI) Instituto Superior Técnico 2013-12-06 José Costa (DEI/IST) Sistemas de Entrada

Leia mais

HARDWARE. Objetivo desta aula Detalhar a parte física do computador e seus principais componentes

HARDWARE. Objetivo desta aula Detalhar a parte física do computador e seus principais componentes HARDWARE Objetivo desta aula Detalhar a parte física do computador e seus principais componentes Tópicos abordados Conceito de Hardware Periféricos de entrada Periféricos de saída Periféricos de entrada

Leia mais

Aula 07. Discos e Drives Parte II e III

Aula 07. Discos e Drives Parte II e III Aula 07 Discos e Drives Parte II e III Conectando a fonte no HD A fonte de alimentação tem vários conectores como o mostrado ao lado, que servem para ligar no disco rígido. Você pode ligar qualquer um

Leia mais

Setores, trilhas, cabeças e cilindros.

Setores, trilhas, cabeças e cilindros. Aula 13 Arquitetura de Computadores 03/11/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Curso Sistemas de Informação Prof. Carlos Guerber DISCO RÍGIDO Disco rígido, disco duro ou HD (Hard Disk) é a parte do

Leia mais

MEMÓRIA DE COMPUTADOR

MEMÓRIA DE COMPUTADOR MEMÓRIA DE COMPUTADOR O que é memória de computador? Na informática, memória representa todos os dispositivos que podem armazenar informações, temporária ou permanentemente. Ou seja, são os componentes

Leia mais

DISCO MAGNÉTICO Cabeçote Trilha

DISCO MAGNÉTICO Cabeçote Trilha 1 São os componentes mais importantes da memória externa. É formado por um prato circular coberto de um material que pode ser magnetizado. Os dados são gravados e posteriormente lidos por meio de uma bobina

Leia mais

Introdução a Tecnologia da Informação

Introdução a Tecnologia da Informação Introdução a Tecnologia da Informação Arquitetura de Computadores Aula 03 Prof. Msc Ubirajara Junior biraifba@gmail.com www.ucljunior.com.br Características do computador sistema eletrônico é rápido e

Leia mais

Os computadores ditigais podem ser classificados em 5 grupos distintos:

Os computadores ditigais podem ser classificados em 5 grupos distintos: Informática A informática engloba toda atividade relacionada ao uso dos computadores, permitindo aprimorar e automatizar tarefas em qualquer área de atuação da sociedade. Informática é a "Ciência do tratamento

Leia mais

Hardware Parte III Memória e Disco Rígido. Prof. Bruno Crestani Calegaro

Hardware Parte III Memória e Disco Rígido. Prof. Bruno Crestani Calegaro Hardware Parte III Memória e Disco Rígido Prof. Bruno Crestani Calegaro Roteiro Memória Tipos Memória Principal RAM e ROM Memória Secundária Disco Rígido (HD) e Flash Memória Todo computador precisa de

Leia mais

Comunicação Serial X Paralela. Alunos: Hugo Sampaio Dhiego Fernandez Renato Rios Bruno Victor

Comunicação Serial X Paralela. Alunos: Hugo Sampaio Dhiego Fernandez Renato Rios Bruno Victor Comunicação Serial X Paralela Alunos: Hugo Sampaio Dhiego Fernandez Renato Rios Bruno Victor Serial: transmissão de dados mais simples utiliza apenas um canal de comunicação menor velocidade de transmissão.

Leia mais

AGT0001 Algoritmos Aula 01 O Computador

AGT0001 Algoritmos Aula 01 O Computador AGT0001 Algoritmos Aula 01 O Computador Karina Girardi Roggia karina.roggia@udesc.br Departamento de Ciência da Computação Centro de Ciências Tecnológicas Universidade do Estado de Santa Catarina 2016

Leia mais

Conceitos sobre Computadores

Conceitos sobre Computadores Conceitos sobre Computadores Prof. Adriano Mauro Cansian Prof. Leandro Alves Neves UNESP - São José do Rio Preto Linguagem Computacional Neste tópico veremos: Os Componentes físicos dos computadores O

Leia mais

Hardware Central de Cursos Professor Pimentel

Hardware  Central de Cursos Professor Pimentel Hardware Central de Cursos Professor Pimentel Geral Quem perguntou? X X X 1 --- 2, 3, 4, 5 O que é?... é bastante utilizado, principalmente na área de computação, e se aplica à unidade central de processamento,

Leia mais

COMPUTADORES PC 20/9/2010 CRONOGRAMA INFORMÁTICA PREF. MUNICIPAL DE JAGUARÃO - RS O COMPUTADOR, INDEPENDENTE DO TIPO: MAINFRAME NOTEBOOK PALMTOP

COMPUTADORES PC 20/9/2010 CRONOGRAMA INFORMÁTICA PREF. MUNICIPAL DE JAGUARÃO - RS O COMPUTADOR, INDEPENDENTE DO TIPO: MAINFRAME NOTEBOOK PALMTOP INFORMÁTICA PREF. MUNICIPAL DE JAGUARÃO - RS Prof.: MARCIO HOLLWEG Email: mhollweg@terra.com.br MSN: marciohollweg@hotmail.com Twitter: @mhollweg SMS: (041) 8854-3722 Site: www.marciohollweg.com.br CRONOGRAMA

Leia mais

HD (Hard Disk) DISCO RÍGIDO

HD (Hard Disk) DISCO RÍGIDO HD (Hard Disk) DISCO RÍGIDO HISTÓRIA O primeiro disco rígido (o IBM 350) foi construído em 1956, e era formado por um conjunto de nada menos que 50 discos de 24 polegadas de diâmetro, com uma capacidade

Leia mais

Aula 06. Discos e Drives

Aula 06. Discos e Drives Aula 06 Discos e Drives Disquetes São discos magnéticos usados para armazenar dados dos computadores. Podem armazenar textos, imagens, programas, etc. São vendidos normalmente em caixas com 10 unidades.

Leia mais

Hardware - Processador

Hardware - Processador Hardware - Processador O processador (ou CPU) é uma das partes principais do hardware do computador e é responsável pelos cálculos, execução de tarefas e processamento de dados. A velocidade com que o

Leia mais

Informática Instrumental. Prof. Ana Paula Domingos

Informática Instrumental. Prof. Ana Paula Domingos Informática Instrumental Prof. Ana Paula Domingos 2 3 Hardware Parte Física do computador. Exemplos: Monitor, teclado, mouse, caixas de som, gabinete. 4 Software São os programas do computador, parte lógica.

Leia mais

Informática Instrumental

Informática Instrumental 2 Informática Instrumental Prof. Ana Paula Domingos 3 Hardware 4 Software Parte Física do computador. Exemplos: Monitor, teclado, mouse, caixas de som, gabinete. São os programas do computador, parte lógica.

Leia mais

Merecem atenção por serem o principal dispositivo de armazenamento. Cada disco possui trilhas, que por sua vez são divididas em setores

Merecem atenção por serem o principal dispositivo de armazenamento. Cada disco possui trilhas, que por sua vez são divididas em setores Disco Rígido (HD) Merecem atenção por serem o principal dispositivo de armazenamento Composto por vários discos sobrepostos Cada disco possui trilhas, que por sua vez são divididas em setores Há um mecanismo

Leia mais

Introdução ao Hardware Informática Básica e Aplicada PROFESSOR: DANIEL BRANDÃO

Introdução ao Hardware Informática Básica e Aplicada PROFESSOR: DANIEL BRANDÃO Introdução ao Hardware Informática Básica e Aplicada PROFESSOR: DANIEL BRANDÃO 1 Quem sou eu? Daniel Brandão Graduado em Sistemas para Internet Especialista em Tecnologia Para Aplicações Web Desenvolvedor

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS ABERTOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar

SISTEMAS OPERACIONAIS ABERTOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar - Aula 1-1. ENTRADAS E SAIDAS Uma das principais funções dos sistemas operacionais é controlar os dispositivos de entrada e saída (E/S ou I/O). O Sistema Operacional (SO) deve ser capaz de enviar comando

Leia mais

Aula 04 B. Interfaces. Prof. Ricardo Palma

Aula 04 B. Interfaces. Prof. Ricardo Palma Aula 04 B Interfaces Prof. Ricardo Palma Interface SCSI SCSI é a sigla de Small Computer System Interface. A tecnologia SCSI (pronuncia-se "scuzzy") permite que você conecte uma larga gama de periféricos,

Leia mais

Arquitetura de Computadores (Placa Mãe)

Arquitetura de Computadores (Placa Mãe) Arquitetura de Computadores (Placa Mãe) Agenda Apresentar e explicar as funcionalidades da placa mãe Apresentar e explicar os principais componentes da placa mãe Fonte Interfaces e/ou portas Barramentos

Leia mais

LIC. Organização e Estrutura Básica Computacional. Prof. Marcelo Costa Oliveira 2006, Marcelo Costa oliveira

LIC. Organização e Estrutura Básica Computacional. Prof. Marcelo Costa Oliveira 2006, Marcelo Costa oliveira LIC Organização e Estrutura Básica Computacional Prof. Marcelo Costa Oliveira licufal@gmail.com História 1946 Inventado o 1º computador eletrônico de grande porte ENIAC Universidade da Pensilvania: 18.000

Leia mais

Introdução à Informática. Alexandre Meslin

Introdução à Informática. Alexandre Meslin Introdução à Informática Alexandre Meslin (meslin@nce.ufrj.br) Objetivos Dispositivos de armazenamento Sistemas de arquivos Memória ROM Memória de apenas leitura Utilizada para armazenar programas e dados

Leia mais

HARDWARE. Disciplina: Informática Professor: Gustavo Sabry

HARDWARE. Disciplina: Informática Professor: Gustavo Sabry Disciplina: Informática Professor: Gustavo Sabry MARÇO/2016 O QUE É HARDWARE? É a parte física de um computador; Formado pelos componentes eletrônicos, como por exemplo, circuitos de fios e luz, placas,

Leia mais

Tecnologias. de Informação e Comunicação. 7ºAno. 1.º Período. Aula 5, 6. 1 Magda Lopes

Tecnologias. de Informação e Comunicação. 7ºAno. 1.º Período. Aula 5, 6. 1 Magda Lopes Tecnologias de Informação e Comunicação 7ºAno 1.º Período Aula 5, 6 1 - Introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação. 1.3 Introdução à estrutura e funcionamento de um sistema informático. informático

Leia mais

Estrutura e Funcionamento dos Computadores (Conceitos Básicos)

Estrutura e Funcionamento dos Computadores (Conceitos Básicos) Estrutura e Funcionamento dos Computadores (Conceitos Básicos) Sistema Computacional Peopleware (usuário) Software (programas) Hardware (máquina) Hardware Corresponde à parte material, aos componentes

Leia mais

Barramento. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Barramento. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Barramento Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Componentes do Computador; Funções dos Computadores; Estrutura de Interconexão; Interconexão de Barramentos Elementos de projeto de barramento;

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Arquitetura e Organização de Computadores Memória Externa I Prof. Sílvio Fernandes Discos

Leia mais

08/06/2014. Curso Técnico em Informática. Antiga placa mãe padrão AT. Componentes placa-mãe padrão AT. Professor Fernando Barreira

08/06/2014. Curso Técnico em Informática. Antiga placa mãe padrão AT. Componentes placa-mãe padrão AT. Professor Fernando Barreira Curso Técnico em Informática Fundamentos de Hardware e Software Professor Fernando Barreira fernando.barreira@unimonte.edu.br Padrão AT Antiga placa mãe padrão AT A placa-mãe é uma placa de circuito impresso

Leia mais

FUNDAMENTOS DE ARQUITETURAS DE COMPUTADORES MEMÓRIA PRINCIPAL CAPÍTULO 4. Cristina Boeres

FUNDAMENTOS DE ARQUITETURAS DE COMPUTADORES MEMÓRIA PRINCIPAL CAPÍTULO 4. Cristina Boeres FUNDAMENTOS DE ARQUITETURAS DE COMPUTADORES MEMÓRIA PRINCIPAL CAPÍTULO 4 Cristina Boeres Memória! É um dos componentes de um sistema de computação! Sua função é armazenar informações que são ou serão manipuladas

Leia mais

Informática Sistemas Operacionais Aula 5. Cleverton Hentz

Informática Sistemas Operacionais Aula 5. Cleverton Hentz Informática Sistemas Operacionais Aula 5 Cleverton Hentz Sumário Introdução Fundamentos sobre Sistemas Operacionais Gerenciamento de Recursos Interface Com Usuário Principais Sistemas Operacionais 2 Introdução

Leia mais

Dispositivos de Armazenamento Magnéticos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Dispositivos de Armazenamento Magnéticos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Dispositivos de Armazenamento Magnéticos Prof. Marciano dos Santos Dionizio Dispositivos de Armazenamento Magnéticos Dispositivo magnético ou na situação a ser estudada, dispositivo de armazenamento magnético,

Leia mais

UFCD 0770 Dispositivos e Periféricos Formadora: Sónia Rodrigues

UFCD 0770 Dispositivos e Periféricos Formadora: Sónia Rodrigues UFCD 0770 Dispositivos e Periféricos Formadora: Sónia Rodrigues 0770 Dispositivos e Periféricos Objectivos da UFCD: Instalar e configurar dispositivos internos e externos no computador. Identificar as

Leia mais

Os computadores necessitam de uma memória principal, cujo papel primordial é armazenar dados e programas que estejam a ser utilizados no momento.

Os computadores necessitam de uma memória principal, cujo papel primordial é armazenar dados e programas que estejam a ser utilizados no momento. Memórias Os computadores necessitam de uma memória principal, cujo papel primordial é armazenar dados e programas que estejam a ser utilizados no momento. O computador, além da memória principal, necessita

Leia mais

Computador. Principais Características

Computador. Principais Características Computador Principais Características DISCO RÍGIDO HD SISTEMAS DE ARQUIVOS - WINDOWS IBM 305 RAMAC Ano 1956 Primeiro HD Um disco rígido ou HD, é um dispositivo composto por uma ou várias lâminas rígidas

Leia mais

AULA 2. Prof.: Jadiel Mestre. Introdução à Informática. Introdução à Informática Componentes de um Sistema de Informação

AULA 2. Prof.: Jadiel Mestre. Introdução à Informática. Introdução à Informática Componentes de um Sistema de Informação AULA 2 Prof.: Jadiel Mestre. Componentes de um Sistema de Informação Os componentes de um sistema de informação são divididos em três partes 2 1 Componentes físicos do computador Dispositivos de Entrada/Saída

Leia mais

Administração de Redes em Software Livre Aula 02 Instalando o GNU/Linux (CENTOS Minimal)

Administração de Redes em Software Livre Aula 02 Instalando o GNU/Linux (CENTOS Minimal) Administração de Redes em Software Livre Aula 02 Instalando o GNU/Linux (CENTOS Minimal) Professor: O que precisamos saber antes de iniciar a instalação? 1. Entender a estrutura de diretório do GNU/LINUX;

Leia mais

Manutenção Básica de Computadores. Professor: Francisco Ary Alves de Souza

Manutenção Básica de Computadores. Professor: Francisco Ary Alves de Souza Manutenção Básica de Computadores Professor: Francisco Ary Alves de Souza Sumário Introdução Principais componentes: Gabinete, Fonte de Alimentação, Placa Mãe; Processador, Memória RAM, Hard Disk (HD),

Leia mais

1.3. CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA

1.3. CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA 1.3. CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA Informática pode ser considerada como significando informação automática, ou seja, a utilização de métodos e técnicas no tratamento automático da informação. Para

Leia mais

Programador/a de Informática

Programador/a de Informática 481040 - Programador/a de Informática UFCD - 0770 Dispositivos e periféricos Sessão 4 SUMÁRIO Memórias Primárias RAM ROM Cache Comunicam diretamente com o processador; Armazenam pequenas quantidades de

Leia mais

Redes sem Fio WPANs (IEEE ) Wireless Personal Area Networks. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber

Redes sem Fio WPANs (IEEE ) Wireless Personal Area Networks. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber Redes sem Fio 2016.1 WPANs (IEEE 802.15) Wireless Personal Area Networks Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.5M Redes sem Fio Onde Estamos? Sistemas de comunicação wireless

Leia mais

Organização de Computadores 1

Organização de Computadores 1 Organização de Computadores 1 3.4 SISTEMA DE ENTRADA E SAÍDA Prof. Luiz Gustavo A. Martins Arquitetura de von Newmann: Computadores atuais Componentes estruturais: Memória Principal Unidade de Processamento

Leia mais

DISCOS RÍGIDOS. O interior de um disco rígido

DISCOS RÍGIDOS. O interior de um disco rígido Serve para guardarmos os ficheiros de forma aleatória e de grande tamanho São constituídos por discos magnéticos (pratos) de lâminas metálicas extremamente rígidas (daí o nome de disco rígido). Esses discos

Leia mais

Redes. Redes (Introdução e Tipologias) Introdução às redes. Introdução às redes. Sumário. Equipamento de rede/comunicação. Introdução às redes:

Redes. Redes (Introdução e Tipologias) Introdução às redes. Introdução às redes. Sumário. Equipamento de rede/comunicação. Introdução às redes: Redes (Introdução e Tipologias) Equipamento de rede/comunicação Redes Sumário : Redes de computadores; Sinergias de redes; Hardware e software de rede. : ; 1 Tecnologias Informáticas 10º Ano 2004/2005

Leia mais

Componentes de um PC. Professor Leonardo Cabral da R. Soares

Componentes de um PC. Professor Leonardo Cabral da R. Soares Componentes de um PC Professor Leonardo Cabral da R. Soares Fonte de alimentação A função da fonte é transformar a corrente alternada, que chega em nossas tomadas, em corrente contínua (AC) já nas tensões

Leia mais

INTERFACES PARA DISCO RÍGIDO DISCO RÍGIDO

INTERFACES PARA DISCO RÍGIDO DISCO RÍGIDO INTERFACES PARA DISCO RÍGIDO DISCO RÍGIDO Definições: É um sistema de alta capacidade que guarda dados de forma permanente, sendo utilizado para armazenamento de arquivos e programas. É composto de vários

Leia mais

Componentes de Hardware. Raio X dos Computadores

Componentes de Hardware. Raio X dos Computadores Componentes de Hardware Raio X dos Computadores Resumo da Aula sobre Hardware Hardware: todo o equipamento, suas peças, isto é, tudo o que "pode ser tocado (parte Física), denomina-se hardware. Alguns

Leia mais

ELEMENTOS DE COMPUTADORES

ELEMENTOS DE COMPUTADORES ELEMENTOS DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com PLACA DE VÍDEO Cabe a placa de vídeo gerar tudo o que vai aparecer no dispositivo de saída

Leia mais

CONTEÚDO INFORMÁTICA RECEITA FEDERAL DO BRASIL * E O QUE VEM A SER FIRMWARE? MARCIO HOLLWEG

CONTEÚDO INFORMÁTICA RECEITA FEDERAL DO BRASIL * E O QUE VEM A SER FIRMWARE? MARCIO HOLLWEG INFORMÁTICA RECEITA FEDERAL DO BRASIL MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CONTEÚDO HARDWARE - 2 AULAS 3 QUESTÕES SISTEMA OPERACIONAL - 2 AULAS 3 QUESTÕES APLICATIVOS OFFICE - 3 AULAS 2 QUESTÕES INTERNET

Leia mais

Hardware. Componentes Básicos e Funcionamento

Hardware. Componentes Básicos e Funcionamento 1 Hardware 2 2 Componentes Básicos e Funcionamento 1 Hardware 3 Conjunto de dispositivos elétricos/eletrônicos que englobam a CPU, a memória e os dispositivos de entrada/saída de um sistema de computador

Leia mais

SATA, IDE, RAID o que estas siglas significam?

SATA, IDE, RAID o que estas siglas significam? SATA, IDE, RAID o que estas siglas significam? Estes e outros termos descrevem as várias tecnologias usadas para armazenamento de dados em seu computador. Veja nosso glossário. Termos técnicos podem confundir

Leia mais

Flávia Rodrigues. Silves, 26 de Abril de 2010

Flávia Rodrigues. Silves, 26 de Abril de 2010 Flávia Rodrigues STC5 _ Redes de Informação e Comunicação Silves, 26 de Abril de 2010 Vantagens e Desvantagens da Tecnologia Acessibilidade, quer a nível pessoal quer a nível profissional; Pode-se processar

Leia mais

Hierarquia de Memória (1) Organização de Computadores (Aula 4) Memória. Registradores. Hierarquia de Memória (2)

Hierarquia de Memória (1) Organização de Computadores (Aula 4) Memória. Registradores. Hierarquia de Memória (2) Hierarquia de Memória (1) Organização de Computadores (Aula 4) Velocidade e custo Capacidade de armazenamento Memória Flash memory Magnetic disk Roberta Lima Gomes - LPRM/DI/UFES Sistemas de Programação

Leia mais

Memórias Row Address Strobe Column Address Strobe

Memórias Row Address Strobe Column Address Strobe um chip de memória é um exército de clones, formado por um brutal número de células idênticas, organizadas na forma de linhas e colunas, de forma similar a uma planilha eletrônica. O chip de memória em

Leia mais

Modelo de Von Neumann: conceito do programa armazenado

Modelo de Von Neumann: conceito do programa armazenado Arquitetura de computador Modelo de Von Neumann: conceito do programa armazenado Arquitetura de Von Neuman A arquitetura de computador proposta por Von Neumann é composta basicamente por: Computadores

Leia mais

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Partições e Sist. de Arquivos. Prof. Alex Furtunato

Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Partições e Sist. de Arquivos. Prof. Alex Furtunato Instalação e Configuração de Servidores Linux Server Partições e Sist. de Arquivos Prof. Alex Furtunato alex.furtunato@academico.ifrn.edu.br Roteiro Partições Sistemas de Arquivos Pontos de Montagem Partições

Leia mais

3/14/2012. Programação de Computadores O Computador. Memória Principal representação binária

3/14/2012. Programação de Computadores O Computador. Memória Principal representação binária Programação de Computadores O Computador Memória Principal representação binária Prof. Helton Fábio de Matos hfmatos@dcc.ufmg.br Agenda Memória principal. Memória secundária. O que são bytes e bits. Tecnologias

Leia mais

Microcomputadores. É época de Natal. Um pai sai em busca dos presentes, entre eles o do filho, o tão ansiado videogame.

Microcomputadores. É época de Natal. Um pai sai em busca dos presentes, entre eles o do filho, o tão ansiado videogame. A UU L AL A Microcomputadores É época de Natal. Um pai sai em busca dos presentes, entre eles o do filho, o tão ansiado videogame. Um problema A onda agora são os videogames, os CD-ROMS, equipamentos de

Leia mais

2 Arquitetura de Computadores

2 Arquitetura de Computadores 2 Arquitetura de Computadores Definição 1. Um computador é uma máquina composta de um conjunto de partes eletrônicas e eletromecânicas, com capacidade de coletar, armazenar e manipular dados, além de fornecer

Leia mais

27/02/2012 CEV TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CEV. Prof. OCEAN A. SANTOS. Sistema Binário; Unidades de Medidas; Hardware.

27/02/2012 CEV TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CEV. Prof. OCEAN A. SANTOS. Sistema Binário; Unidades de Medidas; Hardware. CEV 1 CEV TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. OCEAN A. SANTOS Sistema Binário; Unidades de Medidas; Hardware. 1 HARDWARE Sistema Binário Bit Byte Sistema Binário; Unidades de Medidas; Hardware: CPU Placa-Mãe

Leia mais

Fundamentos de Hardware

Fundamentos de Hardware Fundamentos de Hardware Unidade 8 - Periféricos de armazenamento Curso Técnico em Informática SUMÁRIO PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO... 3 DISCO RÍGIDO (HD)... 3 TECNOLOGIAS DE TRANSFERÊNCIA... 3 IDE/ATA/PATA...

Leia mais

FONTES DE ALIMENTAÇÃO PARA COMPUTADORES. Figura 1 - Fonte de Alimentação para Computadores.

FONTES DE ALIMENTAÇÃO PARA COMPUTADORES. Figura 1 - Fonte de Alimentação para Computadores. FONTES DE ALIMENTAÇÃO PARA COMPUTADORES 1. OBJETIVO Figura 1 - Fonte de Alimentação para Computadores. Conhecer as funcionalidades das fontes de alimentação nos computadores trabalhando suas principais

Leia mais

CONECTORES DE VÍDEO. Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM) Escola Técnica Estadual República FAETEC Rio de Janeiro - RJ MM - ETER - FAETEC

CONECTORES DE VÍDEO. Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM) Escola Técnica Estadual República FAETEC Rio de Janeiro - RJ MM - ETER - FAETEC CONECTORES DE VÍDEO Montagem e Manutenção de Microcomputadores (MMM) Escola Técnica Estadual República FAETEC Rio de Janeiro - RJ CONECTORES DE VÍDEO Existem vários tipos de conectores de vídeo que você

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Objetivo Apresentar conceitos gerais utilizados em informática. 2 Estrutura Conceitos de Hardware Conceitos de Software Armazenamento de dados (unidades de medidas) Redes de computadores

Leia mais

Dispositivos de Entrada e Saída

Dispositivos de Entrada e Saída Departamento de Ciência da Computação - UFF Dispositivos de Entrada e Saída Prof. Marcos A. Guerine mguerine@ic.uff.br 1 Dipositivos periféricos ou simplesmente periféricos permitem a comunicação da máquina

Leia mais

Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos

Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO 2 Sistema Operativo Cliente Instalação e configuração de um Sistema Operativo: Particionamento; Formatação; Opções de instalação; Otimização

Leia mais

Introdução aos Sistemas Computacionais

Introdução aos Sistemas Computacionais Introdução aos Sistemas Computacionais Memória de Massa Prof. Fabrício email: fabricio@di.fc.ul.pt 2008/2009 rapidez Memória Hierarquia da Memória Intel : 8, 16, 32, 64 bits 32 KiB a alguns MiB 512 MiB

Leia mais

Sistemas Operacionais I

Sistemas Operacionais I Sistemas Operacionais I Revisão de conceitos Sistemas Operacionais I Dionisio Gava Junior Componentes básicos Componentes Básicos da Tecnologia da Informação Hardware CPU, Memória e Periféricos de E/S.

Leia mais

4.3 - DMA & Chipset. CEFET-RS Curso de Eletrônica. Profs. Roberta Nobre & Sandro Silva. e

4.3 - DMA & Chipset. CEFET-RS Curso de Eletrônica. Profs. Roberta Nobre & Sandro Silva. e CEFET-RS Curso de Eletrônica 4.3 - DMA & Chipset Profs. Roberta Nobre & Sandro Silva robertacnobre@gmail.com e sandro@cefetrs.tche.br Unidade 04.3.1 DMA Dados podem ser transferidos entre dispositivos

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial. E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico. Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial. E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico. Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática NAIELEM BITENCOURTE DE FREITAS MEIOS

Leia mais

Trabalho de Cabeamento Estruturado: Um Modelo de Cabeamento para uma Empresa Fictícia.

Trabalho de Cabeamento Estruturado: Um Modelo de Cabeamento para uma Empresa Fictícia. Akio Tanaka - 1580302 Trabalho de Cabeamento Estruturado: Um Modelo de Cabeamento para uma Empresa Fictícia. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo Campus Presidente Epitácio

Leia mais

Informática Básica Introdução

Informática Básica Introdução Informática Básica Introdução Fundamentos de Hardware É importante saber que o computador não é um único aparelho. É um sistema constituído por diversos dispositivos, cada um deles se encarrega por uma

Leia mais

Aula 06. Discos e Drives

Aula 06. Discos e Drives Aula 06 Discos e Drives Disquetes São discos magnéticos usados para armazenar dados dos computadores. Podem armazenar textos, imagens, programas, etc. São vendidos normalmente em caixas com 10 unidades.

Leia mais

Informações para ligar leitoras nos terminais TR100, TR200 ou TR300

Informações para ligar leitoras nos terminais TR100, TR200 ou TR300 Informações para ligar leitoras nos terminais TR100, TR00 ou TR300 1. Introdução Os terminais da PASSO AUTOMAÇÃO podem ser conectados a leitoras de barras ou magnéticas em suas diversas versões: scanners

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores I

Arquitetura e Organização de Computadores I AULA 09 Estruturas de Interconexão (Barramentos) II Existem algumas questões relacionadas ao desempenho do sistema e os barramentos que merecem ser destacadas. 1. a quantidade de dispositivos conectados

Leia mais

Curso Técnico em Informática Redes TCP/IP 2 o Módulo. Prof. Cristiano da Silveira Colombo

Curso Técnico em Informática Redes TCP/IP 2 o Módulo. Prof. Cristiano da Silveira Colombo Curso Técnico em Informática Redes TCP/IP 2 o Módulo Prof. Cristiano da Silveira Colombo Objetivos da Aula Apresentar os conceitos de tecnologias e padrões de redes de computadores. Agenda da Aula Padronização

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CIÊNCIAS EXATAS E E NATURAIS NATURAIS CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Arquitetura e Organização

Leia mais