Momento CPLP em Guiné-Bissau Conferência: Ensino Superior no espaço CPLP: Que oportunidades?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Momento CPLP em Guiné-Bissau Conferência: Ensino Superior no espaço CPLP: Que oportunidades?"

Transcrição

1 Roberto Bedrikow Fundação de Rotarianos de São Paulo FRSP Momento CPLP em Guiné-Bissau Conferência: Ensino Superior no espaço CPLP: Que oportunidades?

2 Sobre a Fundação Em 1946, num cenário mundial de profundas mudanças pós-guerra, 20 membros do Rotary Club de São Paulo, o segundo mais antigo do Brasil, decidiram criar o que viria a ser a maior obra educacional rotária no mundo, a Fundação de Rotarianos de São Paulo - FRSP.

3 Sobre a Fundação Missão "Servir com excelência, por meio da educação, formando cidadãos éticos, solidários e competentes" Visão "Ser referência nacional e internacional na área de Educação" Valores Ética Responsabilidade Social Ser Humano Gestão Qualidade

4 Sobre a Fundação Unidade Granja Viana Unidade Higienópolis Unidade Lapa

5 Sobre a Fundação

6 Ensino Superior no espaço CPLP: Que oportunidades?

7 Sobre seus Dirigentes Na atual gestão do Dr. Eduardo de Barros Pimentel foi criado o comitê para o desenvolvimento do projeto para criação das Faculdades Integradas Rio Branco - FRB. O Dr. Pimentel trouxe ao projeto da FRB valiosa contribuição por meio de sua experiência na implantação das Universidades Unicamp e Mauá, entidades públicas reconhecidas internacionalmente. Dr. Eduardo de Barros Pimentel Presidente da FRSP/CIP_PLOP Sr. Custório Pereira Diretor Geral da FRB (perfil completo no site da FRB) Sr. Edman Altheman Diretor Acadêmico da FRB (perfil completo no site da FRB)

8 Inauguração, Localização, Área e Acervo Inauguração: 25/11/1999 Campus Oeste: Total de área: Total de área construída: Acervo: Rua José Maria de Faria, 111 Lapa m ,38 m2 - equivalente a um prédio de 20 andares volumes

9 Áreas do Conhecimento Graduação Tecnólogos

10 Reconhecimento Educacional 1) O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) é uma avaliação do ensino brasileiro que substitui o antigo Provão desde ) Revista Guia do Estudante, publicação brasileira. Editora Abril, 2009.

11 Total de alunos matriculados nos cursos regulares, 2009 Graduação Administração 316 CS Radio e TV 183 CS Jornalismo 185 CS Editoração 38 CS Relações Públicas 163 CS Publicidade e Propaganda 162 Direito 454 Pedagogia 90 Relações Internacionais 347 Sistemas de Informação 77 Ciências Econômicas 10 Gestão Comercial 40 Comércio Exterior 18 Tecnológicos 55 Pós Graduação e MBA 90 Extensão Universitária 82 Política de Bolsas de Estudo para PALOPS e Timor Leste 01 bolsa por país Alunos Regulares de Cabo Verde 04 em Administração 02 em Sistemas de Informação 01 em Publicidade e Propaganda 01 em Relações Internacionais Intercambistas de Relações Internacionais 01 da Holanda 01 da África do Sul Fonte: Relatório FRB Quadro Discente de 10/10/09 (base 30/10/09)

12 Parcerias Educacionais e para Eventos Internacionais

13 Parcerias Estratégicas com o Mercado Federação das Indústrias do Estado de São Paulo Federação Nacional das Associações dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil Instituto Empreender Endeavor Brasil

14 Avaliação pelo corpo discente, 2007 Notas de 1 a ,8 1 Média dos professores Média aritmética global

15 Titulação Corpo Docente, 2007 / 2008 Dr e Ms = 70% 45% 43% 40% 35% 30% 27% 25% 20% 16% 14% 15% 10% 5% 0% Graduados Especialistas Mestres Doutores

16 Ranking - Corpo Docente TOTAL 100% USP 35% PUC MACKENZIE ESPM FGV FAC.RIO BRANCO UNICAMP CASPER LÍBERO UNIP DEMAIS COM 1 17,10% 8,90% 3,30% 2,40% 2,40% 2,40% 1,60% 1,60% 1,60% 1,60% 22% 61%

17 Evolução no número de estágios Evolução 2005 a fev 2008 = 205% Total 367 Total Total 132 Total 175 Outros 70 CIEE 168 FRB 129 Outros 84 CIEE FRB Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE

18 Crescimento de Mercado Total de Alunos da Graduação e Pós das FRB 291% % 2005/2 2006/1 2007/ Atual Total Pós Período = 2,5 anos. Obs: Não considera os Cursos de Extensão

19 Biblioteca

20 Auditório

21 Estágios

22 Sala de Aula

23 Aula com intérprete de LIBRAS

24 Laboratório de Informática

25 Laboratório de Cartografia

26 Laboratório de Alimentos e Bebidas

27 Brinquedoteca

28 Estúdio de Foto Digital

29 Laboratório de TV

30 Estúdio de Rádio

31 Jornalismo

32 Jornalismo Antônio Alberto Prado, reconhecido Jornalista e Relações Públicas recebe licença de suas funções como Professor das Faculdades Integradas Rio Branco para fundar o Jornal Economia & Finanças em Angola.

33 Jornalismo O primeiro exemplar do jornal Economia & Finanças é lançado em 19 de agosto de 2008.

34 Destaques na Mídia

35 Visita do Sr. Domingos Simões Pereira, 15/09/08

36 Ensino Superior no espaço CPLP: Que oportunidades? A CIP_PLOP poderá contribuir como importante canal de comunicação entre Brasil, Portugal e a comunidade dos PALOPS e Timor Leste na divulgação de projetos educacionais com potencial de desenvolvimento, expansão e implantação nos países e regiões de língua oficial portuguesa. As Faculdades Integradas Rio Branco contam com uma expertise pedagógica e mercadológica em diversas áreas do conhecimento, podendo contribuir como um importante consultor em projetos de planejamento, implantação e gestão de instituições de ensino superior IES nos países e regiões de língua oficial portuguesa.

37 Ensino Superior no espaço CPLP: Que oportunidades? Intercâmbio de Professores e Alunos Evento Internacional Dia da Língua Portuguesa em maio de 2010 em São Paulo Eventos acadêmicos, educacionais e culturais Projetos conjuntos de mão-dupla Elaboração de materiais didáticos Pesquisas comparadas Ensino à Distância Vídeos Conferências Publicações: artigos, livros, papers Desenvolvimento de novas bibliotecas e integração das já existentes Análise de fontes de financiamento de projetos internacionais

38 Muito Obrigado! Roberto Bedrikow Relações Internacionais Fundação de Rotarianos de São Paulo (www.frsp.org) Tel.: Fax.: Skype: bedrikow.roberto Secretário Executivo Comissão Interpaíses Brasil-Portugal & Países de Língua Oficial Portuguesa - CIP_PLOP

E I X O S

E I X O S 0011 0010 1010 1101 0001 0100 1011 5 E I X O S 10 dimensões 5 eixos 8- Planejamento e Avaliação. 1- Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional. 0011 3- Responsabilidade 0010 1010 1101 Social 0001

Leia mais

Eventos RPPS. Palestra de Investimentos com foco em Bolsa de Valores realizado no auditório do Hotel Brisamar.

Eventos RPPS. Palestra de Investimentos com foco em Bolsa de Valores realizado no auditório do Hotel Brisamar. 1 º Curso de Formação de Gestores RPPS realizado na FAMEM em janeiro de 2013, pela primeira vez na história do Maranhão os gestores dos RPPS se reúnem. I Seminário de Sustentabilidade da Previdência Social

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI -

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Diretrizes para Elaboração Eixos Temáticos Essenciais do PDI Perfil Institucional Avaliação e Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional Gestão Institucional

Leia mais

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS iii LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS Capítulo I Tabela nº 1 Composição da amostragem: professores e alunos em relação às quantidades de questionários enviados/recebidos na pesquisa.. 6 Tabela

Leia mais

O Ibmec Online se reinventando tendo a Blackboard como parceiro estratégico

O Ibmec Online se reinventando tendo a Blackboard como parceiro estratégico O Ibmec Online se reinventando tendo a Blackboard como parceiro estratégico 1 Do começo aos dias de hoje A história do Grupo Ibmec Criação e Desenvolvimento Nasce o Ibmec-RJ, como Instituto para Pesquisa

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 COMISSÃO PROPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 São Luis- MA 2011 1 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA - 2011 Programa de sensibilização de discente, coordenadores

Leia mais

Pró Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRODIN. Estrutura Administrativa IFRR

Pró Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRODIN. Estrutura Administrativa IFRR Pró Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRODIN Estrutura Administrativa IFRR REITORIA CONSELHO SUPERIOR COLÉGIO DE DIRIGENTES PROCURADORIA JURÍDICA AUDITORIA INTERNA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

Indicadores do Ensino Superior

Indicadores do Ensino Superior INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTUDOS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO ÃO-GERAL DE INSTRUMENTOS E MEDIDAS EDUCACIONAIS Indicadores do Ensino Superior SEMINÁRIO

Leia mais

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL EIXO 1 DIMENSÃO 8 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO 1 O plano de desenvolvimento do instituto PDI ( http://www.ufopa.edu.br/arquivo/portarias/2015/pdi20122016.pdf/view ) faz referência a todos os processos internos

Leia mais

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão das

Leia mais

Resolução n 225, de 21 de junho R E S O L V E: Art. 1º - Alterar a redação do parágrafo 2º artigo 12 do Regimento Geral da Universidade:

Resolução n 225, de 21 de junho R E S O L V E: Art. 1º - Alterar a redação do parágrafo 2º artigo 12 do Regimento Geral da Universidade: Resolução n 225, de 21 de junho 2016. Aprova emendas ao Regimento Geral da Universidade, cria setores e dá outras providências. O Conselho Universitário CONSUNI, da Universidade do Planalto Catarinense

Leia mais

Avaliação da Educação Superior

Avaliação da Educação Superior CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA Avaliação da Educação Superior Profa. Dra. Luciane Torezan Viegas luciane.viegas@metodistadosul.edu.br AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO EXTERNA: Coordenadoria de Avaliação

Leia mais

proposta de serviços

proposta de serviços proposta de serviços comunicação marketing político mídia digital www.empirecomunicacao.com.br Apresentação A EMPIRE COMUNICAÇÃO nasceu da junção de parceiros, atuando no mercado de forma socialmente responsável,

Leia mais

MARKETING ESPORTIVO. Ingresso Julho Informações: (51)

MARKETING ESPORTIVO. Ingresso Julho Informações: (51) MARKETING ESPORTIVO Ingresso Julho 2015 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/cursosdeferias MARKETING ESPORTIVO Apresentar os principais conceitos e a realidade do marketing esportivo no país e em

Leia mais

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino

Grade Curricular - Comunicação Social. Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino Grade Curricular - Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda - matutino SEMESTRE 1 CCA0218 Língua Portuguesa - Redação e Expressão Oral I 4 0 4 CCA0258 Fundamentos de Sociologia Geral

Leia mais

REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá

REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá REGIMENTO DO CEDUC Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá Dispõe sobre a constituição e funcionamento do Centro de Educação da Universidade Federal de Itajubá. CAPÍTULO I DO CENTRO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2011-2015 1. PERFIL INSTITUCIONAL Com base no artigo 16 do Decreto Federal nº 5.773, de 09 de maio de 2006. 1.1 Missão (ASPLAN)

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa.

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa. CTC - CENTRO DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS MISSÃO DA UNIDADE: O Centro de Tecnologia e Ciências tem seu objetivo maior consubstanciado nos objetivos gerais de Ensino, Pesquisa e Extensão. No que tange ao objetivo

Leia mais

FUNDAÇÃO SÃO PAULO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP 2005 a 2009

FUNDAÇÃO SÃO PAULO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP 2005 a 2009 FUNDAÇÃO SÃO PAULO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP 2005 a 2009 PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES FLORIANÓPOLIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES FLORIANÓPOLIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES FLORIANÓPOLIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E R N O F E D E

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRPDI Orientação Geral O Plano de Desenvolvimento Institucional -PDI, elaborado para um período de 5

Leia mais

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE GOVERNADOR OZANAM COELHO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2016.1 Prof. João Paulo Ciribeli Coordenador da CPA Ubá Minas Gerais 2016 i SUMÁRIO AVALIAÇÃO GERAL... 1 1. AVALIAÇÃO DA ESTRUTURA FÍSICA...

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA LOCAIS DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS EDITAL Nº 012/2015/GR/UNIR

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA LOCAIS DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS EDITAL Nº 012/2015/GR/UNIR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA LOCAIS DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS EDITAL Nº 012/2015/GR/UNIR INÍCIO DO CONCURSO: Data: 16/11/2015 (exceto para área

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV COMUNICAÇÃO SOCIAL - JORNALISMO. COORDENADORA Mariana Lopes Bretas

Currículos dos Cursos UFV COMUNICAÇÃO SOCIAL - JORNALISMO. COORDENADORA Mariana Lopes Bretas 108 COMUNICAÇÃO SOCIAL - JORNALISMO COORDENADORA Mariana Lopes Bretas marianabretas@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 109 Bacharelado ATUAÇÃO O jornalista é um profissional com qualificação técnica

Leia mais

Instrução Normativa nº 03/ PPGEN

Instrução Normativa nº 03/ PPGEN Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza-PPGEN. Campus

Leia mais

O credenciamento e o recredenciamento de Centros Universitários e. ABMES, Brasília julho/2010

O credenciamento e o recredenciamento de Centros Universitários e. ABMES, Brasília julho/2010 O credenciamento e o recredenciamento de Centros Universitários e Universidades ABMES, Brasília julho/2010 O credenciamento e o recredenciamento de Centros Universitários e Universidades Paulo M. V. B.

Leia mais

A ATUALIDADE DO PLANO ORIENTADOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Timothy Mulholland

A ATUALIDADE DO PLANO ORIENTADOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Timothy Mulholland A ATUALIDADE DO PLANO ORIENTADOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Timothy Mulholland O Plano Orientador de Anísio Teixeira e Darcy Ribeiro e o início da Universidade de Brasília 1962 Universidade de Brasília

Leia mais

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação RECONHECIMENTO DE SABERES E COMPETÊNCIAS RSC I ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO Fator de pontuação Unidade Quantidade Máximas de unidades Quantidade de unidades comprovadas obtida I - Experiência

Leia mais

Profa Dra.: Adriana Azevedo

Profa Dra.: Adriana Azevedo EAD Cenário e Possibilidades Profa Dra.: Adriana Azevedo Definição de EAD A Educação a Distância é a modalidade educacional na qual a mediação didático pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem

Leia mais

Sugestão de Roteiro para Apresentação de Memoriais em Concursos de Livre-Docência e Professor Titular Faculdade de Medicina da USP

Sugestão de Roteiro para Apresentação de Memoriais em Concursos de Livre-Docência e Professor Titular Faculdade de Medicina da USP Sugestão de Roteiro para Apresentação de Memoriais em Concursos de Livre-Docência e Professor Titular Faculdade de Medicina da USP Identificação Resumo do Memorial Apresentação sob forma de tabelas demonstrando

Leia mais

APÊNDICE A Questionários Aplicados

APÊNDICE A Questionários Aplicados APÊNDICE A Questionários Aplicados CPA Comissão Própria de Avaliação 60 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SERTÃOZINHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AUTOAVALIAÇÃO

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

Encontro Técnico Entre Equipes de TI. Campus Universitário de Altamira Igor Bittencourt Loureiro. Analista de Tecnologia de Informação

Encontro Técnico Entre Equipes de TI. Campus Universitário de Altamira Igor Bittencourt Loureiro. Analista de Tecnologia de Informação Encontro Técnico Entre Equipes de TI Campus Universitário de Altamira Igor Bittencourt Loureiro Analista de Tecnologia de Informação Belém Novembro de 2016 Agenda 1.Campus Universitário de Altamira; 2.TI

Leia mais

Atividades executadas durante o mês de Maio

Atividades executadas durante o mês de Maio RELATÓRIO PEDAGÓGICO REFERENTE AO MÊS DE MAIO DE 2016 Atividades executadas durante o mês de Maio EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I Acompanhamento e orientação do processo pedagógico. Acompanhamento

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento Documento de Apoio: Desagregação das medidas e das tipologias de atividades Desagregação das medidas e das tipologias de atividades ESTRATÉGIA NACIONAL

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2017 / 1

PROCESSO SELETIVO 2017 / 1 PROCESSO SELETIVO 2017 / 1 BOLSAS INCENTIVO ACADÊMICO UNIDADE BUTANTÃ CURSO PERÍODO PERCENTUAL QUANTIDADE ADMINISTRAÇÃO - Linha de Formação Específica em Administração de Empresas Bacharelado ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Art. 1º Aprovar, em extrato, o Instrumento de Avaliação para Reconhecimento de Cursos Superiores de Tecnologia, anexo a esta Portaria.

Art. 1º Aprovar, em extrato, o Instrumento de Avaliação para Reconhecimento de Cursos Superiores de Tecnologia, anexo a esta Portaria. SIC 01/09 Belo Horizonte, 06 de janeiro de 2009. RECONHECIMENTO. CURSOS DE TECNOLOGIA, BACHARE- LADO E LICENCIATURA, E DIREITO. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PORTARIAS Nºs 1, 2 E 3, PUBLICADAS DIA 06/01/09

Leia mais

Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes.

Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes. Avaliação do Curso de Engenharia Civil da UTFPR Campus Apucarana por seus Docentes. AVALIAÇÃO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL O processo de autoavaliação do Curso de Engenharia Civil constitui-se

Leia mais

3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo

3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo 3 a CONFERÊNCIA DO CONSÓRCIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO: Políticas e Recursos de Apoio ao Empreendedorismo 1 Mesa 4! New Business Environments! Ambientes para Novos Negócios!

Leia mais

Comunicação e Treinamentos. HotelariaHospitalar.com

Comunicação e Treinamentos. HotelariaHospitalar.com Comunicação e Treinamentos HotelariaHospitalar.com Sobre a Empresa Fundação, Missão, Visão e Valores, Estrutura e Atividades Histórico Constituída em Julho de 2012, após criação do blog Hotelaria Hospitalar

Leia mais

A FCT e a CooperaçãoemCiênciae Tecnologia com ospaísesdo EspaçoCPLP

A FCT e a CooperaçãoemCiênciae Tecnologia com ospaísesdo EspaçoCPLP A FCT e a CooperaçãoemCiênciae Tecnologia com ospaísesdo EspaçoCPLP 2ª CONFERÊNCIA SOBRE O FUTURO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO SISTEMA MUNDIAL 30 de outubro2013 Maria João Maia Departamento das Relações Internacionais,

Leia mais

Mostra de Projetos Educação no Contexto de Segurança Pública

Mostra de Projetos Educação no Contexto de Segurança Pública Mostra de Projetos 2011 Educação no Contexto de Segurança Pública Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: (Campo

Leia mais

Em atendimento ao art. 32 da Portaria MEC 40/2007, publicamos as condições de oferta do Curso de Licenciatura em Pedagogia, conforme segue:

Em atendimento ao art. 32 da Portaria MEC 40/2007, publicamos as condições de oferta do Curso de Licenciatura em Pedagogia, conforme segue: Em atendimento ao art. 32 da Portaria MEC 40/2007, publicamos as condições de oferta do Curso de Licenciatura em Pedagogia, conforme segue: I Ato autorizativo, expedido pelo MEC, com a data de publicação

Leia mais

DIRETOR GERAL DO CAMPUS FEIRA DE SANTANA

DIRETOR GERAL DO CAMPUS FEIRA DE SANTANA Nome do candidato ao cargo de Diretor Geral do Campus Feira de Santana: Juliano Marques de Aguilar Cargo efetivo: Professor EBTT Matrícula Siape: 0268289 Data de admissão no IFBA: 03 de Julho de 1972 Campus

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO

ACORDO DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO ACORDO DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO ----- ENTRE ----- A REPÚBLICA DE ANGOLA, A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, A REPÚBLICA DE CABO VERDE, A REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU, A REPÚBLICA

Leia mais

FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EAD EXPERIÊNCIA DA EAD/UFMS. Prof. MSc. Hercules da Costa Sandim EAD/UFMS

FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EAD EXPERIÊNCIA DA EAD/UFMS. Prof. MSc. Hercules da Costa Sandim EAD/UFMS FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO NA EAD EXPERIÊNCIA DA EAD/UFMS EAD/UFMS Prof. MSc. Hercules da Costa Sandim EAD/UFMS FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM TIC s EXTENSÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO FOMENTO

Leia mais

FRAN 2º Semestre 2016

FRAN 2º Semestre 2016 FRAN 2º Semestre 2016 PROFESSORES FORMAÇÃO ACADÊMICA TITULAÇÃO Tempo de Registro 01 - Adriano Moreno Jardim Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional UNOESTE Especialização em Gestão Ambiental

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COAI COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE I O DOCENTE AVALIA AS AÇÕES DO CURSO Prezado(a)

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL III CONGRESSO DAS ÁREAS HUMANAS E SOCIAIS - 17ª SEMANA DE COMUNICAÇÃO PROGRAMAÇÃO

COORDENAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL III CONGRESSO DAS ÁREAS HUMANAS E SOCIAIS - 17ª SEMANA DE COMUNICAÇÃO PROGRAMAÇÃO III CONGRESSO DAS ÁREAS HUMANAS E SOCIAIS - 17ª SEMANA DE COMUNICAÇÃO PROGRAMAÇÃO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA DIA HORÁRIO ATIVIDADE 24/10 08:30h Esquentando os motores, com Raynayron Silva (Agente

Leia mais

do país. Esse resultado nos faz acreditar que estamos no caminho certo: promovendo o aperfeiçoamento dos programas acadêmicos, investindo na

do país. Esse resultado nos faz acreditar que estamos no caminho certo: promovendo o aperfeiçoamento dos programas acadêmicos, investindo na Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade: estratégias no processo de ensino e aprendizagem em aulas de educação física Programa de preparação para a aposentadoria com ênfase na autonomia pessoal

Leia mais

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009)

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA Av. Bento Gonçalves 9500 - Agronomia - 91509-900 Porto Alegre - RS - BRASIL Tel: (051) 3308-6189/3308-6225 FAX: (051) 3308-7301 e-mail:

Leia mais

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional PDI 2015-2019 Plano de Desenvolvimento Institucional CENÁRIO PDI - 2016 METODOLOGIA DE TRABALHO SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO PAINEL DE BORDO DISPONIBILIDADE NO SITE DA UFERSA PRESENCIAL PAINEL DE BORDO

Leia mais

Instituto Equipav viabiliza ação social em municípios atendidos pela Aegea. Carlos Henrique Paganetto Roma Junior

Instituto Equipav viabiliza ação social em municípios atendidos pela Aegea. Carlos Henrique Paganetto Roma Junior Instituto Equipav viabiliza ação social em municípios atendidos pela Aegea Carlos Henrique Paganetto Roma Junior SUSTENTABILIDADE NA SOCIEDADE Problemas centrais Uso insustentável e predatório dos recursos

Leia mais

AS RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS NA ERA DIGITAL

AS RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS NA ERA DIGITAL CONFIDENCIAL AS RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS NA ERA DIGITAL ESTADO, EMPRESAS, PODER E A OPINIÃO PÚBLICA DIGITAL 1 DATA E LOCAL CONFIDENCIAL REALIZAÇÃO APOIO DATA E HORÁRIO INSCRIÇÕES 17 de novembro de 2015

Leia mais

161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TIPO

161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TIPO PÁGINA: 1 INGRESSOS DE 20041 161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 NÚMERO MÁXIMO DE PERÍODOS 9 CARGA HORÁRIA 3640 1 132 FUNDAMENTOS ÉTICOS DE EDUCAÇÃO 30 OBRIGATORIA

Leia mais

Patrocínio Esportivo 4.6 Prospecção de Patrocinadores

Patrocínio Esportivo 4.6 Prospecção de Patrocinadores Patrocínio Esportivo 4.6 Prospecção de Patrocinadores Patrocínio Esportivo 4.6 Projeto Final Prospecção de Patrocinadores Desenvolvimento do Projeto Esportivo e Plano Comercial (aula 3) Definição de novos

Leia mais

Proposta Pedagógica Institucional da UFOB. Comissão de elaboração do Projeto Político Pedagógico da UFOB

Proposta Pedagógica Institucional da UFOB. Comissão de elaboração do Projeto Político Pedagógico da UFOB Proposta Pedagógica Institucional da UFOB Comissão de elaboração do Projeto Político Pedagógico da UFOB UNIVERSIDADE PÚBLICA Instituição social de formação humana e profissional que, por meio de um conjunto

Leia mais

CPA. Comissão Própria de Avaliação

CPA. Comissão Própria de Avaliação CPA Comissão Própria de Avaliação CPA O espelho da instituição A Avaliação reflete os sentidos, sentimentos e percepções. A consciência é requisito básico para garantir a veracidade do diagnóstico. CPA

Leia mais

RÁDIO UNIVERSIDADE FM

RÁDIO UNIVERSIDADE FM RÁDIO UNIVERSIDADE FM Histórico Criada em 30 de março de 1974, através da Resolução nº 217/74, a Rádio Universidade (UEL) FM, entrou no ar em 06 de junho de 1990. Em 31 de julho de 2009 voltou a ser Órgão

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANEXO II EDITAL N 01/2016, DE 19 DE MAIO DE 2016 PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO A-01 - ASSESSOR TECNICO III COORDENADOR/SUPERVISOR PEDAGOGICO SAÚDE UNIDADE TERESINA; B-01 - ASSESSOR TECNICO

Leia mais

Avaliação Institucional Docentes

Avaliação Institucional Docentes Avaliação Institucional Docentes A avaliação é um processo fundamental para a qualidade do trabalho desenvolvido nas Instituições de Ensino Superior. Nesse sentido, a Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Leia mais

SCIENCES PO A universidade aberta ao mundo

SCIENCES PO A universidade aberta ao mundo SCIENCES PO A universidade aberta ao mundo 25.08.2015 Por quê escolher Sciences Po? Um projecto educativo com base nas ciências sociais, que fornece ferramentas para compreender o mundo contemporâneo e

Leia mais

PDI IFCE/PRPI

PDI IFCE/PRPI PDI 2014-2019 IFCE/PRPI Perspectiva dos Clientes da PRPI Expansão e consolidação da pesquisa científica e tecnológica Captação de recursos externos para Pesquisa e Inovação Cronograma de Metas 01 R$ 34.000.000,00

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO UNIVERSITÁRIO UNILA 2017

CALENDÁRIO ACADÊMICO UNIVERSITÁRIO UNILA 2017 CALENDÁRIO ACADÊMICO UNIVERSITÁRIO UNILA 2017 Dias Mês Datas Atividades Letivos Janeiro 1 2 3 4 5 6 7 6 01 Dia da Confraternização Universal 8 9 10 11 12 13 14 6 9 a 17 Implantação no SIGAA das turmas

Leia mais

PORTARIA Nº 1.323/2011 GR/UERN.

PORTARIA Nº 1.323/2011 GR/UERN. Estado do Rio Grande do Norte PORTARIA Nº 1.323/2011 GR/UERN. Autoriza despesas de custeio dos programas e atividades coordenadas pelo Gabinete da Reitoria, Pró-Reitorias, Direções de Unidades, Departamentos

Leia mais

QUEM SOMOS SUA AGÊNCIA ONLINE DE PRODUÇÃO, MARKETING E CONTEÚDO

QUEM SOMOS SUA AGÊNCIA ONLINE DE PRODUÇÃO, MARKETING E CONTEÚDO QUEM SOMOS SUA AGÊNCIA ONLINE DE PRODUÇÃO, MARKETING E CONTEÚDO Some prática, profissionalismo, inovação e retorno. O resultado da equação é a mistura da Sorella Studio. O conceito de agência online amplia

Leia mais

ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC

ANEXO I TRILHAS DE APRENDIZAGEM DO PFGC 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS JOÃO PESSOA PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE GESTORES

Leia mais

Histórico e Missão da Universidade

Histórico e Missão da Universidade Histórico e Missão da Universidade História da IES; sua criação e trajetória A origem da Universidade Estácio de Sá remonta à criação do Curso de Direito em 1970. Em 1971, foi transformada em Faculdades

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES FUNDAÇÃO FUPAC REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º - As Atividades Complementares integram

Leia mais

Assessoria de Comunicação Social - ASCOM

Assessoria de Comunicação Social - ASCOM UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Assessoria de Comunicação Social - ASCOM Petrolina - PE Julho de 2016 2ª Versão Apresentação A Assessoria de Comunicação Social (Ascom) da Univasf tem como

Leia mais

MBA EM GESTÃO E ESTRATÉGIA EMPRESARIAL

MBA EM GESTÃO E ESTRATÉGIA EMPRESARIAL PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GESTÃO E ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Objetivos do Curso O curso tem por objetivo capacitar os participantes no desenvolvimento de competências relacionadas com a utilização dos

Leia mais

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DO IFMG CAMPUS FORMIGA REFERÊNCIA ANO 2016

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DO IFMG CAMPUS FORMIGA REFERÊNCIA ANO 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS FORMIGA COMISSÃO PRÓPRIA LOCAL DE AUTOAVALIAÇÃO Rua São

Leia mais

UNIFLOR E PREFEITURA DE MATUPÁ: JUNTOS NUMA JORNADA DE CIDADANIA

UNIFLOR E PREFEITURA DE MATUPÁ: JUNTOS NUMA JORNADA DE CIDADANIA UNIFLOR E PREFEITURA DE MATUPÁ: JUNTOS NUMA JORNADA DE CIDADANIA Guarantã do Norte 2013 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO IES: Faculdade de Ciências Sociais de Guarantã do Norte PARCERIA: Prefeitura Municipal de

Leia mais

Evolution News - Edição 4

Evolution News - Edição 4 Evolution News - Edição 4 Publicação Informativa SMG - Share Marketing Group Clube de Marketing O blog Clube de Marketing foi criado no final de 2008, numa iniciativa do SMG Share Marketing Group. Seu

Leia mais

Processo de Rematrículas para 2017/01. Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância

Processo de Rematrículas para 2017/01. Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância Processo de Rematrículas para 2017/01 Informativo para os cursos de graduação: Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância Com base na Portaria 1134/2016 (DOU nº 196, terça-feira, 11 de outubro de

Leia mais

República Federativa do Brasil Governo Federal. Educação a Distância. e as novas tecnologias

República Federativa do Brasil Governo Federal. Educação a Distância. e as novas tecnologias República Federativa do Brasil Governo Federal Ministério da Educação Educação a Distância e as novas tecnologias Educação Personalizada Vencendo as Barreiras Geográficas e Temporais EAD NO ENSINO PRESENCIAL

Leia mais

Faculdade de Direito da Alta Paulista Faculdade da Alta Paulista Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Faculdade de Direito da Alta Paulista Faculdade da Alta Paulista Comissão Própria de Avaliação (CPA) PLANO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FAP 2016 1. Introdução Desde 2004, a avaliação interna da Instituição Dom Bosco de Ensino e Cultura Ltda. está sob as normas do Sistema Nacional de Avaliação dos

Leia mais

EXAME NACIONAL DE CURSOS Relatório-Síntese Anexo. Engenharia Civil

EXAME NACIONAL DE CURSOS Relatório-Síntese Anexo. Engenharia Civil EXAME NACIONAL DE CURSOS Relatório-Síntese 2000 Anexo Engenharia Civil Tiragem: 190 exemplares MEC Esplanada dos Ministérios, Bloco L, Anexo I, 4 o andar, sala 431 CEP 70047-900 Brasília-DF Fone: (61)

Leia mais

Comunicação no Banco Central

Comunicação no Banco Central Comunicação no Banco Central Nossa pauta Por que se comunicar Comunicação corporativa como campo de trabalho Produtos e veículos de comunicação no Banco Central Bons produtos e bons resultados Dificuldades

Leia mais

Ambientes Virtuais de Aprendizagem na Educação Superior. Por: Diana da Silva Alves Santana

Ambientes Virtuais de Aprendizagem na Educação Superior. Por: Diana da Silva Alves Santana Ambientes Virtuais de Aprendizagem na Educação Superior Por: Diana da Silva Alves Santana INTRODUÇÃO A educação superior presencial vem perdendo espaço para o ciberespaço. As plataformas ou ambientes virtuais

Leia mais

Curso: COMUNICAÇÃO SOCIAL: PUBLICIDADE E PROPAGANDA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 2ºº Semestre de NOTURNO

Curso: COMUNICAÇÃO SOCIAL: PUBLICIDADE E PROPAGANDA Curriculo: /13 DISCIPLINAS EM OFERTA 2ºº Semestre de NOTURNO GR02540 GR01193 GR02541 GR01195 GR02542 GR02543 GR02544 1º PERÍODO Carga Horária Docentes Ambiente Econômico 36.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016 Introdução à Publicidade e Propaganda 36.00 Não ofertada

Leia mais

ATIVIDADES DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E DE APOIO AO TRABALHO DOCENTE DE 2002 À 2008.

ATIVIDADES DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E DE APOIO AO TRABALHO DOCENTE DE 2002 À 2008. Nº ATIVIDADE ASSUNTO LOCAL DATA/HORA 1. Planejamento Pedagógico:Qualidade e Excelência do Ensino Superior em Debate 2. Planejamento Pedagógico: Desenvolvimento e planejamento das atividades didático-pedagógicas

Leia mais

3º ANO EM 8h25 às 10h05: Mundo empresarial e Mercado de Trabalho Dado Schneider, professor da ESPM, todas as turmas, no Salão de Atos

3º ANO EM 8h25 às 10h05: Mundo empresarial e Mercado de Trabalho Dado Schneider, professor da ESPM, todas as turmas, no Salão de Atos Programação 02/6 segunda-feira 8h25 às 10h05: Mundo empresarial e Mercado de Trabalho Dado Schneider, professor da ESPM, todas as turmas, no Salão de Atos Teste vocacional Unisinos, no 7º andar do prédio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM IMAGEM E SOM REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR São Carlos, dezembro de 2014. 1 Regulamento de estágio obrigatório do curso de Bacharelado em Imagem

Leia mais

INDICAÇÃO N o, DE 2013 (Da Comissão de Educação)

INDICAÇÃO N o, DE 2013 (Da Comissão de Educação) INDICAÇÃO N o, DE 2013 (Da Comissão de Educação) Sugere ao Ministro de Estado da Educação a criação de um campus da Universidade Federal do Mato Grosso no Município de Lucas do Rio Verde. Excelentíssimo

Leia mais

EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação Institucional* Título da Ação (o que?

EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação Institucional* Título da Ação (o que? ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO CCSH Questão Geral 1.1 Como você percebe a utilização dos resultados da autoavaliação como subsídio à revisão, proposição e implementação das ações

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA - UniCEUB

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA - UniCEUB CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA - UniCEUB EDITAL SIMPLIFICADO DO º PROCESSO SELETIVO DE 04 PARA MUDANÇA DE CURSO O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB faz saber, mediante o presente edital,

Leia mais

capacitação melhorar a gestão seu negócio.

capacitação melhorar a gestão seu negócio. GRÃOS 2013 CONCEITO Projeto de cunho social para promover a capacitação de profissionais do agronegócio visando melhorar a gestão de suas atividades e ganhos em seu negócio. CAUSA Inclusão à educação através

Leia mais

REGULAMENTO DO GABINETE DE GESTÃO DA QUALIDADE DA ESCOLA SUPERIOR DE DANÇA

REGULAMENTO DO GABINETE DE GESTÃO DA QUALIDADE DA ESCOLA SUPERIOR DE DANÇA REGULAMENTO DO GABINETE DE GESTÃO DA QUALIDADE DA ESCOLA SUPERIOR DE DANÇA A integração no espaço europeu de ensino superior das instituições académicas portuguesas trouxe consigo a necessidade de adoptar

Leia mais

EDITAL 01/2013 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA ESTÁGIO EM PARCERIA COM O CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA-ESCOLA

EDITAL 01/2013 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA ESTÁGIO EM PARCERIA COM O CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA-ESCOLA EDITAL 01/2013 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA ESTÁGIO EM PARCERIA COM O CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA-ESCOLA A em parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola torna público que se encontram

Leia mais

ENADE e a proposta curricular do CFC: um estudo em cursos de Ciências Contábeis brasileiros

ENADE e a proposta curricular do CFC: um estudo em cursos de Ciências Contábeis brasileiros ENADE e a proposta curricular do CFC: um estudo em cursos de Ciências Contábeis brasileiros Vanessa Ramos da Silva UFU (vanessaramossilva@hotmail.com) Gilberto José Miranda UFU (gilbertojm@ufu.br) Janser

Leia mais

BOLETIM DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA NÚMERO 3 OUTUBRO 2011 CPA O QUE É ISSO?

BOLETIM DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA NÚMERO 3 OUTUBRO 2011 CPA O QUE É ISSO? BOLETIM DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA NÚMERO 3 OUTUBRO 2011 CPA O QUE É ISSO? A Comissão própria de Avaliação (CPA) tem por objetivo coordenar e articular o processo interno de avaliação da Instituição,

Leia mais

AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Plano de Estratégico de Educação de Jovens e Adultos

AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Plano de Estratégico de Educação de Jovens e Adultos AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Plano de Estratégico de Educação de Jovens e Adultos Vitória ES Março/2010 1.Apresentação A elaboração do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO RESULTADO DA 1ª ETAPA DO PROCESSO SELETIVO EDITAL NPGED/POSGRAP Nº 01/2014 VAGAS INSTITUCIONAIS

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 NATAL/RN MARÇO/2012

Leia mais

Integração da Análise SWOT com o Método ELECTRE TRI na Avaliação do Desempenho dos Programas de Pós-Graduação

Integração da Análise SWOT com o Método ELECTRE TRI na Avaliação do Desempenho dos Programas de Pós-Graduação Integração da Análise SWOT com o Método ELECTRE TRI na Avaliação do Desempenho dos Programas de Pós-Graduação Mestranda: Roberta Braga Neves Orientador: Prof. Dr. Helder Gomes Costa Mestrado em Engenharia

Leia mais

Mercado de Capitais: Aspectos Jurídicos ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013

Mercado de Capitais: Aspectos Jurídicos ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 Mercado de Capitais: Aspectos Jurídicos ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades

Leia mais

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA DO IFMG CAMPUS FORMIGA REFERÊNCIA ANO 2016

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA DO IFMG CAMPUS FORMIGA REFERÊNCIA ANO 2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS FORMIGA COMISSÃO PRÓPRIA LOCAL DE AUTOAVALIAÇÃO Rua São

Leia mais