MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO"

Transcrição

1 Índice pág. 1 INTRODUÇÃO AVISOS E CONDIÇÕES DE GARANTIA AVISOS PARA A SEGURANÇA AVISOS OPERACIONAIS CONDICÕES DE GARANTIA Limites Exclusões A INSTALAÇÃO CONFORME UNI O AMBIENTE DE EXERCÍCIO PRECAUÇÕES LIGAÇÃO À TOMADA DE AR EXTERNA CONEXÃO AO CANO FUMEIRO CANO FUMEIRO Exemplos de canos fumeiros CUMEEIRA DIMENSÕES E CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS INSTALAÇÃO E MONTAGEM PREPARAÇÃO E DESEMBALAGEM ESCOLHA DA MODALIDADE DE FUNCIONAMENTO Convecção natural (Comfort air VN) Convecção forçada (Comfort air VF) TOMADA DE AR EXTERNA E INTERNA Entrada de ar de combustão Entrada de ar para ventilação natural Entrada de ar para ventilação forçada POSICIONAMENTO REGULAÇÃO DA ALTURA E DO NIVELAMENTO CONEXÃO DO CANO FUMEIRO MONTAGEM REVESTIMENTO E CONTRA-COIFA ISOLAMENTO DA TRAVE DE MADEIRA ISOLAMENTO DO RECUPERADOR DE CALOR Bocais de ventilação da coifa KIT COMFORT AIR VENTILAÇÃO NATURAL E VENTILAÇÃO FORÇADA Componentes Kit Ventilação Natural com e sem iluminação Componentes Kit ventilação Forçada com e sem iluminação ACESSÓRIOS Bocas para Kit de ventilação Natural com e sem iluminação Bocas para Kit de ventilação Forçada INSTALACÃO DI KIT COMFORT AIR Versão para boca com gaveta Versão para boca com iluminação Manutenção da boca com iluminação UNIDADE DE CONTROLO Composição da unidade de controlo Posicionamento da unidade de controlo CARACTERÍSTICAS DA UNIDADE DE CONTROLO Ligar/desligar Funcionamento Função segurança Acendimento lâmpada (se presente) Substituição do fusível da unidade de controlo MONTAGEM DA SONDA DE TEMPERATURA INTERRUPTOR DE ABERTURA PORTA...28 Índice

2 Índice pág LIGACÕES SUBSTITUICÃO DO VENTILADOR FUNCIONAMENTO AVISOS ANTES DE LIGAR ENSAIO DE FUNCIONAMENTO Fases para o primeiro acendimento de ensaio ESCOLHA DO COMBUSTÍVEL PRIMEIRO ACENDIMENTO CARREGAMENTO COMBUSTÍVEL CONTROLO DA COMBUSTÃO VARETA DA VÁLVULA DE FUMOS SUBSTITUIÇÃO DA MOLDURA INTERVENÇÃO RÁPIDA MANUTENÇÃO E LIMPEZA LIMPEZAS A CARGO DO UTENTE Limpeza do vidro Limpeza da cinza Limpeza das paredes de refractário (ALUTEC ) LIMPEZAS A CARGO DO TÉCNICO ESPECIALIZADO Limpeza do cano fumeiro...38 Índice

3 Capítulo 1 pág. 3 INTRODUÇÃO Prezado cliente, agradecemos pela sua preferência ao comprar os produtos MCZ, principalmente com relação aos recuperadores de calor da linha Forma. Estamos certos que, com a sua utilização, apreciará a qualidade do produto resultado de projecto e testes minuciosos. O nosso objectivo é unir a tecnologia com a simplicidade de utilização e, sobretudo, com a segurança. Para um funcionamento excelente do recuperador de calor e para poder usufruir totalmente do calor e da sensação de bemestar que pode difundir na sua morada, recomendamos que leia com atenção este manual antes de acender pela primeira vez; contudo se surgirem dúvidas ou problemas, pedimos para que entre em contacto com o revendedor o qual dar-lhe-á a máxima colaboração. Os símbolos presentes assinalam mensagens específicas contidas neste manual. ATENÇÃO: Este símbolo de aviso deslocado nos vários pontos deste manual, indica para ler com atenção e entender a mensagem à qual se refere, pois a falta de observação de quanto escrito, pode causar danos sérios ao recuperador de calor e colocar em risco a integridade de quem o utiliza. INFORMAÇÕES: Com este símbolo pretende-se salientar as informações importantes para o bom funcionamento do recuperador de calor. A falta de observação de quanto prescrito comprometerá a utilização do produto e o funcionamento será insatisfatório Ao felicitá-lo mais uma vez, lembramos que o recuperador de calor NÃO DEVE ser utilizados por crianças as quais devem ser sempre mantidas à distância de segurança! Revisões da publicação A fim de melhorar o produto, para a actualização desta publicação, o Fabricante reserva-se o direito de efectuar alterações sem avisar previamente. É proibida qualquer reprodução, mesmo parcial, do presente manual sem a autorização do Fabricante. Conservação do manual Conserve bem este manual e guarde-o em lugar de fácil e rápido acesso. Se porventura este manual for extraviado ou destruído, ou de qualquer maneira estiver estragado, peça uma cópia ao próprio revendedor ou directamente ao Fabricante, especificando os dados de identificação do produto. Como ler o manual Uma parte fundamental ou que exige uma atenção especial é reproduzida com o texto em negrito. O texto em itálico utiliza-se para eventuais esclarecimentos suplementares. NOTA: a NOTA fornece ao leitor informações adicionais sobre o assunto. Introdução

4 Capítulo 1 pág AVISOS E CONDIÇÕES DE GARANTIA 1.1. AVISOS PARA A SEGURANÇA A instalação, a ligação eléctrica, o controlo do funcionamento e a manutenção devem ser executadas exclusivamente por pessoal qualificado ou autorizado. Instalar o recuperador de calor de acordo com a norma vigente do lugar, região ou país. Para o uso correcto do recuperador de calor e das aparelhagens ligadas ao mesmo e para prevenir acidentes devem ser sempre observadas as indicações contidas no presente manual. Antes de iniciar qualquer operação o utente, ou qualquer pessoa que opere no recuperador de calor, deverá ter lido e entendido todo o conteúdo deste manual de instruções. O recuperador de calor deve ser destinado somente ao uso para o qual é previsto. Qualquer outro uso deve ser considerado impróprio e, portanto, perigoso. Avaliar as condições estáticas do plano onde gravará o peso do recuperador de calor e providenciar um isolamento apropriado se for construído com material inflamável (ex. madeira, alcatifa, plástico). Evitar a instalação em locais com presença de aparelhos a gás tipo B, coifas com ou sem extractor, bombas de calor, condutas de ventilação de tipo colectivo. Evitar a presença no local de mais condutas de fumos em funcionamento, ou a proximidade de uma caixa de escada e controlar que em locais adjacentes ou comunicantes não haja a presença de aparelhagens cujo uso simultâneo crie uma depressão num dos dois locais. Qualquer responsabilidade pelo uso impróprio do produto fica completamente a cargo do utente e exime a MCZ de qualquer responsabilidade civil e penal. Qualquer tipo de adulteração ou de substituição não autorizada de partes não originais do recuperador de calor pode ser perigoso para a integridade do operador e exime a MCZ de qualquer responsabilidade civil e penal. Partes das superfícies do recuperador de calor são muito quentes (porta, maçaneta, vidro). É preciso, portanto, evitar de entrar em contacto com as mesmas sem dispositivos adequados de protecção ou de meios apropriados, como, por exemplo, luvas de protecção térmica ou sistemas de accionamento tipo mão fria. Explicar muito bem este perigo às pessoas idosas, inválidas e sobretudo a todas as crianças, mantendo-as longe do recuperador de calor durante o funcionamento. Uma instalação errada ou uma manutenção ruim (não conformes com quanto descrito neste manual) podem causar danos a pessoas, animais ou coisas. Neste caso MCZ é isenta de qualquer responsabilidade civil ou penal AVISOS OPERACIONAIS Desligar o recuperador de calor em caso de avaria ou mais funcionamento. Não posicionar material inflamável a menos de 150 cm do vidro do recuperador de calor. Se houver pouca tiragem no cano fumeiro (com mau tempo, condições falhas de instalação), trabalhar com a válvula de fumos totalmente aberta extraindo a vareta de fecho do seu alojamento; manter sempre o registo totalmente aberto e utilizar lenha seca e em pedaços pequenos. Se persistem problemas na combustão chamar um técnico especializado. Instalar o recuperador de calor em locais adequados ao combate a incêndio e predispostos com todos os serviços como alimentações (ar, água e eléctricas) e descargas para os fumos. Não acender o lume com substâncias inflamáveis. INFORMAÇÕES: Para qualquer problema contactar o revendedor ou o pessoal qualificado e autorizado por MCZ e em caso de reparação exigir partes sobressalentes originais. Deve-se utilizar exclusivamente o combustível declarado por MCZ. Controlar e limpar periodicamente a conduta de descarga de fumos segundo quanto previsto pela norma vigente no país de instalação Se ocorrer um incêndio do cano fumeiro, manter sempre fechada a porta do recuperador de calor e o registo do ar comburente. Pedir a intervenção das autoridades competentes. Guardar com cuidado este manual de instruções pois deve acompanhar o recuperador de calor durante toda a sua vida. Se porventura for vendido ou cedido a outro utente verificar sempre que o manual acompanhe o produto. No caso de extravio solicitar uma cópia ao revendedor autorizado ou à MCZ. Avisos e condições de garantia

5 Capítulo 1 pág CONDICÕES DE GARANTIA A MCZ garante o produto, com exclusão dos elementos sujeitos a desgaste normal indicados abaixo, pelo prazo de dois anos a partir da data de compra que é comprovada por um documento de prova que contenha o nome do vendedor e a data onde foi efectuada a venda, o envio do certificado de garantia preenchido no prazo de 8 dias e se o produto tiver sido instalado e ensaiado por instalador especializado e segundo as instruções detalhadas indicadas no manual de instruções fornecido com o produto. Por garantia entende-se a substituição ou reparação gratuita das partes reconhecidas defeituosas na origem devido a vícios de fabricação Limites Não estão incluídas na garantia citada as peças relativas a partes eléctricas para as quais o período garantido é de 1 ano da data de compra do produto comprovada segundo quanto estabelecido acima. Não estão incluídas na garantia as partes sujeitas a desgaste normal, tais como: guarnições, vidros e todas as partes do fogão de sala que podem ser removidas. As partes substituídas serão garantidas pelo prazo restante da garantia decorrente a partir da data de compra do produto. A garantia é anulada no caso de danos devido a adulterações do aparelho, agentes atmosféricos, calamidades naturais, descargas eléctricas, incêndios, defeitos da instalação eléctrica e hidráulica e por falta ou incorrecta manutenção de acordo com as instruções do fabricante. PEDIDO DE INTERVENÇÃO O pedido de intervenção deve ser enviado ao revendedor o qual providenciará a enviar a chamada ao serviço de assistência técnica MCZ. MCZ exime-se de qualquer responsabilidade se o produto e qualquer outro acessório forem utilizados indevidamente ou alterados sem autorização. Para qualquer substituição devem ser usadas as peças sobressalentes originais MCZ. Em particular os vidros são garantidos até o momento no qual o assentador autorizado MCZ, atesta a sua perfeita integridade no momento em que a instalação for terminada Exclusões Não são cobertas pela garantia todas as partes que porventura se apresentarem defeituosas por causa de negligência ou uso indevido, manutenção errada, instalação não conforme com quanto especificado pela MCZ ( ver capítulos relativos neste manual de uso). A MCZ exime-se de qualquer responsabilidade por danos que possam, directamente ou indirectamente, ser causados a pessoas, animais ou coisas devido à falta de observação de todas as prescrições indicadas no manual de instruções e concernentes, sobretudo os avisos relativos à instalação, uso e manutenção do aparelho. Em caso de ineficiência do produto contactar o revendedor e/ou o importador de área. Os danos causados por transporte ou movimentação são excluídos da garantia. Para a instalação e o uso do produto, deve-se consultar exclusivamente o manual fornecido. Avisos e condições de garantia

6 Capítulo 2 pág A INSTALAÇÃO CONFORME UNI O AMBIENTE DE EXERCÍCIO Para um bom funcionamento e uma boa distribuição da temperatura o recuperador de calor deve ser colocado num lugar onde possa fluir o ar necessário para a combustão (devem estar disponíveis pelo menos 60 m 3 /h) segundo a norma para a instalação e segundo as normas vigentes no país. O volume do ambiente não deve ser inferior a 60 m 3. O ar deve entrar através de aberturas permanentes efectuadas nas paredes (próximo ao recuperador de calor) que dão para fora com uma secção mínima de 360 cm 2. Tais aberturas (tomadas de ar) devem ser realizadas de maneira a não serem de maneira nenhuma obstruídas. O ar pode ser retirado também de lugares próximos àquele a ventilar desde que estes sejam dotados de tomadas de ar externo e não sejam utilizados como quarto de dormir ou sala de banho ou onde não existe perigo de incêndio como por exemplo: garagem, depósitos de lenha, armazéns de material inflamável, respeitando taxativamente quanto prescrito pelas normas vigentes. Não é admitida a instalação do recuperador de calor nos quartos, nas salas de banho ou duche e onde já esteja instalado outro aparelho de aquecimento sem um fluxo de ar autónomo (lareira, estufa etc.). É proibido o posicionamento do recuperador de calor em ambiente com atmosfera explosiva. O pavimento do local onde será instalado o recuperador de calor deve ser dimensionado adequadamente para suportar o peso do Na presença de pavimento de madeira preparar a superfície de protecção do pavimento e em conformidade com as normas vigentes no próprio país. Se as paredes não são inflamáveis posicionar o recuperador de calor a uma distância mínima traseira de pelo menos 5 cm PRECAUÇÕES A instalação do recuperador de calor deve ser feita em lugar idóneo a permitir as operações normais de abertura e manutenção ordinária. O ambiente deve ser: predisposto às condições ambientais de funcionamento predisposto com sistema adequado de evacuação dos fumos dotado de ventilação externa Noções teóricas para a instalação

7 Capítulo 2 pág. 7 IMPORTANTE! A instalação e a montagem do recuperador de calor devem ser executadas por pessoal qualificado. O recuperador de calor deve ser ligado a um cano fumeiro ou a uma conduta vertical que possa descarregar os fumos no ponto mais alto da morada. O recuperador de calor deve ser ligado ao cano fumeiro ou conduta vertical interna ou externa conforme às normas vigentes. Os fumos são derivados de qualquer forma por combustão de essências da lenha, portanto, se saem em contacto ou próximo a paredes podem sujá-las. Antes de assentar o recuperador de calor deve-se realizar o furo para a tomada de ar externa LIGAÇÃO À TOMADA DE AR EXTERNA É indispensável que no local onde for instalado o recuperador de calor possa fluir pelo menos tanto ar quanto for solicitado pela combustão normal do aparelho e pela ventilação do local. Isto pode ocorrer por meio de aberturas permanentes efectuadas nas paredes do local a ventilar que dão para fora ou ambientes arejados conforme UNI Com essa finalidade realizar um furo de trânsito com secção livre mínima de 360 cm² na parede externa na proximidade do recuperador de calor. (furo diâmetro 22 cm ou rectangular 20x18cm), protegido por uma grelha na parte interna e na parte externa. A tomada de ar deve também: ser comunicante directamente com o ambiente de instalação ser protegida com grelha, rede metálica ou anti-insecto ou uma protecção idónea desde que não reduza o diâmetro mínimo. posicionada de maneira a evitar que possa ser obstruída no caso de canalizações, até 3.5ml aumentar a secção de cerca 5% enquanto para medidas superiores aumentar de 15%. Lembrar que as grelhas de ventilação têm sempre a secção útil em cm 2 num lado da mesma. Na escolha da grelha e da dimensão do furo, verificar que a secção útil da grelha seja maior ou igual à secção exigida pela MCZ para o funcionamento do produto. IMPORTANTE! O fluxo de ar pode ser obtido também de um local adjacente àquele da instalação desde que tal fluxo possa ser executado livremente através de aberturas permanentes comunicantes com o lado externo; deve-se evitar tomadas de ar em ligação com centrais térmicas, garagens, cozinhas ou salas de banho. Noções teóricas para a instalação

8 2.4. CONEXÃO AO CANO FUMEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO Capítulo 2 pág. 8 Cano fumeiro A conexão ao cano fumeiro é um elemento muito importante que deve ser executado com cuidado e atenção porque, no caso de anormalidades ou erros de construção, fica muito difícil uma intervenção para o assentamento sem precisar danificar a contra-coifa. A conexão também encontra-se numa área da lareira onde há temperaturas muito elevadas, portanto é importante a utilização de materiais idóneos resistentes ao calor além da acidez dos fumos produzidos pela combustão. Antes de iniciar os trabalhos é necessário prestar atenção aos pontos a seguir: A conexão pode ter uma inclinação máxima de 45, isto para evitar depósitos excessivos de condensado produzido nas fases iniciais de acendimento do recuperador de calor e/ou a formação excessiva de creosoto e evita também a desaceleração da evacuação dos fumos. As conexões devem ser metálicas de aço inox 316 com espessura mínima 10/10 ou de aço aluminado com espessura mínima 20/10. É proibido usar tubos flexíveis de aço inox ou alumínio pois prejudicam a segurança da própria conexão e estão sujeitos a rupturas ou estrias causando vazamentos de fumo. Os elementos de conexão devem estar perfeitamente vedados. O engate ao cano fumeiro não deve ser nem muito longo, para evitar obstruções, nem muito curto, para evitar o vazamento de fumos. Conexão fumos Isolamento em fibra cerâmica Grelha de coifa 45 max Exemplo de conexão do recuperador de calor Com a utilização de conexões metálicas é indispensável que sejam isolados com materiais idóneos tipo almofadas de fibra cerâmica a fim de evitar deteriorações das alvenarias e da contracapa de decoração. IMPORTANTE! Eventuais aumentos da secção da conexão devem ser executados directamente sobre a coifa do recuperador de calor e não ao longo do cano fumeiro CANO FUMEIRO O cano fumeiro é o elemento fundamental para a eliminação dos fumos e portanto deve ter os requisitos a seguir: Ser impermeável e isolado termicamente. Ser realizado com materiais idóneos para resistir ao calor, à acção dos produtos da combustão e aos eventuais condensados. Ter um andamento vertical com desvios do eixo não superiores a 45 e sem estrangulações. Respeitar os requisitos indicados na tabela técnica, tipo o diâmetro interno da lareira e a altura. Ter diâmetro interno de preferência circular. Se pré-existente, e se tiver funcionado, deve ser limpa. O cano fumeiro tem importância fundamental para o funcionamento correcto e a segurança do recuperador de calor. Representação típica de cano fumeiro executado correctamente tendo colocado no pé do segmento ascendente externo, uma câmara com porta hermética para a recolha e a descarga dos materiais sólidos produzidos pela combustão. Noções teóricas para a instalação

9 Capítulo 2 pág Exemplos de canos fumeiros Cano fumeiro de aço AISI 304 com câmara dupla isolada com fibra cerâmica ou equivalente resistente a 400 C. ÓPTIMA Cano fumeiro em refractário com câmara dupla isolada e camisa externa em cimento aglomerado com peso reduzido por material alveolar tipo argila. BOA Cano fumeiro tradicional de argila com diâmetro quadrado com módulos vazios isolantes. BOA Para os canos fumeiros com diâmetro quadrado ou rectangular os cantos internos devem ser arredondados com raio não inferior a 20mm. Para o diâmetro rectangular a relação entre as dimensões internas deve ser 1,5. O diâmetro recomendado do cano fumeiro em função do seu comprimento é expresso na tabela abaixo: Evitar canos fumeiros com diâmetro rectangular interno cujo lado maior seja o dobro do menor, tipo 20x40 ou 15x30 MEDÍOCRE Altura (m) Secção útil (cm²) Até 5 m Entre 5 e 7 m Mais de 7 m. 600 (20x30 cm ou 22 cm) 400 (20x20 cm ou 20 cm) 324 (18x18 cm ou 18 cm) N.B.: Um diâmetro muito pequeno ou muito grande causa uma diminuição da tiragem assim como pouco isolamento Para diâmetros especiais ou variação do diâmetro ou percurso deverá ser efectuado um controlo de funcionamento do sistema de evacuação de fumos em conformidade com UNI É recomendável que o cano fumeiro tenha uma câmara de recolha de materiais sólidos situada sob a embocadura do canal de fumo, de maneira que se possa abrir com facilidade e inspeccionar por uma tampa com vedação de ar. IMPORTANTE! Se houver dúvidas sobre os rendimentos do próprio cano fumeiro ou as dimensões do mesmo forem diferentes daquelas recomendadas, é recomendada expressamente a execução, por parte de um assentador autorizado MCZ, de uma vistoria preventiva e uma medição instrumental dos rendimentos do cano fumeiro (medição com micromanómetro) MCZ S.p.A. exime-se de qualquer responsabilidade referente ao mau funcionamento do recuperador de calor se for imputável ao uso de um cano fumeiro mal dimensionado e instalado de maneira que não satisfaz os requisitos relacionados. Noções teóricas para a instalação

10 2.6. CUMEEIRA MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO Capítulo 2 pág. 10 Em geral se for subestimada constitui o impedimento terminal para o funcionamento correcto do sistema chaminé. A tiragem do cano fumeiro é também função da sua cumeeira. Portanto é indispensável que, se for construído artesanalmente, o desenvolvimento das quatro partes de alívio correspondam a mais de duas vezes o diâmetro interno do cano fumeiro. Tendo que ultrapassar sempre o cume do tecto, a cumeeira ficará exposta aos quatro ventos, portanto recomenda-se para utilizar uma de tipo industrial. Cumeeira industrial com elementos sobrepostos préfabricados, permite uma óptima eliminação dos fumos. Cumeeira tradicional artesanal. O diâmetro certo de alívio deve ser mínimo 2 vezes o diâmetro interno do cano fumeiro ideal 2,5 vezes. Cumeeira para cano fumeiro de fumos de aço com cone interno deflector dos fumos. A cumeeira deve responder aos requisitos a seguir: Ter diâmetro interno equivalente àquele da chaminé. O diâmetro útil de saída não deve ser menor do dobro daquele interno do cano fumeiro. Ser construído de modo a impedir a infiltração no cano fumeiro de chuva, neve e de qualquer corpo estranho. Estar posicionado de maneira a garantir uma dispersão adequada dos fumos e sempre fora da área de refluxo onde é facilitada a formação de contrapressões. 1 mt 0,5 mt No caso de canos fumeiros emparelhados a cumeeira da combustão sólida ou aquela do plano superior deverá ser mais alta de pelo menos 50cm os outros a fim de evitar transferências de pressão entre canos emparelhados. A cumeeira não deve ter obstáculos no limite de 10ml tipo muros, encostas e árvores. Caso contrário a mesma deverá ser levantada de pelo menos 1ml acima do obstáculos e se houverem outras cumeeiras nas proximidades devem ficar distantes de pelo menos 2ml e de qualquer maneira a cumeeira deve ultrapassar o cume do tecto de pelo menos 1ml. Noções teóricas para a instalação

11 Capítulo 4 pág DIMENSÕES E CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS VIVO Ø Ø150 Ø Características técnicas Tipo de combustível Legna - Tronchetti Consumo horário 2,6 kg/h 1,8 kg/h (carga 2.2kg em 53min) Potência térmica nominal kw 10,8 Kcal 9288 Rendimento 85,5% Volume de aquecimento * 232/40-265/35-310/30 Tiragem mínima 8 Pa / 0,08 mbar Temperatura fumos 270 C Saída de fumos Ø 20 cm Medidas do fogão de sala 55X31 H28 Peso líquido 125 Kg Tomada de ar externa cm² 100 comburente Emissão CO nos fumos (13 %O 2 ) Caudal mássico dos fumos Cano de fumos Até 5 m Entre 5 e 7 m Mais de 7 m. Notas 0,11 % 7,4 g/s 20x30 cm Ø22 20x20 cm Ø20 18x18 cm Ø18 Aparelho com combustão intermitente * Dados que podem variar conforme o combustível utilizado VIVO Ø Ø Ø Características técnicas Tipo de combustível Legna - Tronchetti Consumo horário 2,6 kg/h 1,8 kg/h (carga 2.2kg em 53min) Potência térmica nominal kw 10,8 Kcal 9288 Rendimento 85,5% Volume de aquecimento * 232/40-265/35-310/30 Tiragem mínima 8 Pa / 0,08 mbar Temperatura fumos 270 C Saída de fumos Ø 20 cm Medidas do fogão de sala 72x31 H20 Peso líquido 135 Kg Tomada de ar externa cm² 100 comburente Emissão CO nos fumos (13 %O 2 ) Caudal mássico dos fumos Cano de fumos Até 5 m Entre 5 e 7 m Mais de 7 m. Notas 0,11 % 7,4 g/s 20x30 cm Ø22 20x20 cm Ø20 18x18 cm Ø18 Aparelho com combustão intermitente * Dados que podem variar conforme o combustível utilizado Instalacão e montagem

12 Capítulo 4 pág Instalação e montagem IMPORTANTE! O recuperador de calor deve ser assentado e ligado ao cano fumeiro exclusivamente por um técnico especializado, a fim de respeitar todas as normas locais ou nacionais. A instalação deve ser sempre realizada em conformidade com a norma UNI Quando o recuperador de calor for desembalado, verificar o funcionamento perfeito de todas as suas partes ou de danos que foram porventura causados pelo transporte. Qualquer dado deve ser comunicado imediatamente ao transportador ou ao revendedor. Se o recuperador de calor for instalado num lugar de difícil acesso, é possível reduzir o peso removendo os elementos internos que compõem o fogão de sala, mas recomenda-se de recolocar correctamente cada elemento e estar operação deve ser executada exclusivamente por pessoal especializado. MCZ exime-se de qualquer responsabilidade se o aviso acima não for respeitado PREPARAÇÃO E DESEMBALAGEM Abrir a embalagem, retirar o recuperador de calor do estrado e colocá-lo no lugar escolhido, prestando atenção que esteja conforme quanto previsto. O recuperador de calor deve sempre ser movimentado na posição VERTICAL e exclusivamente com carrinhos. Não arrastar o monobloco que poderá sofrer danos nos pés de suporte. Deve ser prestada muita atenção para que a porta e o seu vidro sejam preservados de batidas mecânicas que comprometem a sua integridade. A movimentação dos produtos deve ser efectuada sempre com cuidado. Se possível, desembalar o recuperador de calor nas proximidades de onde será instalado. Os materiais que compõem a embalagem não são nem tóxicos nem nocivos, portanto, não exigem processos especiais de eliminação. O armazenamento, a eliminação ou eventualmente a reciclagem fica a cargo do utilizador final em conformidade com as leis vigentes em matéria. Exemplo de embalagem do recuperador de calor 4.2. ESCOLHA DA MODALIDADE DE FUNCIONAMENTO IMPORTANTE! Quer com a CONVECÇÃO NATURAL quer com a VENTILAÇÃO FORÇADA é necessário fazer a ligação com a tomada de ar externa. O FORMA VIVO tem a possibilidade de distribuir o ar quente segundo o método da CONVECÇÃO NATURAL (COMFORT AIR VN) ou da CONVECÇÃO FORÇADA (COMFORT AIR VF) mediante o uso de um Instalacão e montagem

13 Capítulo 4 pág. 13 kit de ventilação forçada composta por ventilador, central, controlo remoto e n. 4 pernas Convecção natural (Comfort air VN) Se adoptar este sistema o instalador tem de efectuar uma ligação com o exterior (B), para a entrada do ar comburente (fig2), e uma tomada de ar (A) para a entrada do ar fresco de ventilação para dentro do revestimento. Para a canalização do ar quente C é necessário engatar os tubos flexíveis Ø 150 mm (opcional) às flanges apropriadas, situadas na parte superior do monobloco. ATENÇÃO! A MCZ RECOMENDA VIVAMENTE, PARA UM FUNCIONAMENTO IDEAL, DE LIGAR A TOMADA DE AR COMBURENTE Ø100 DIRECTAMENTE A UMA TOMADA DE AR EXTERNA Convecção forçada (Comfort air VF) Também neste caso é necessário ligar o monobloco a uma tomada de ar externa (B) através de um tubo Ø 100 (opcional) usando a flange situada na parte traseira do recuperador de calor. (figura 1). Se a ligação directa à tomada de ar não for possível, ligue pelo menos a flange ao exterior do revestimento. Esta operação é necessária para garantir um correcto funcionamento do KIT COMFORT AIR. No caso da entrada de ar comburente não estar ligada directamente a uma tomada de ar externa (B), é obrigatório preparar uma tomada de ar (A) que tenha uma superfície livre de passagem não inferior a 150 cm 2 para fazer confluir ar fresco natural para o interior do ambiente de instalação (melhor se no interior do revestimento). Para a canalização do ar quente é necessário instalar, nas conexões superiores do monobloco, uma flange de redução com Ø 100. Em seguida engate nas flanges dos tubos flexíveis Ø 100 as bocas COMFORT AIR (C). Fig.2 Sucessivamente proceda conforme o especificado no parágrafo 5.3 Instalação kit comfort air. ATENÇÃO! A MCZ RECOMENDA VIVAMENTE, PARA UM FUNCIONAMENTO IDEAL, DE LIGAR A TOMADA DE AR COMBURENTE Ø100 DIRECTAMENTE A UMA TOMADA DE AR EXTERNA OU PELO MENOS DE FAZER COM QUE ASPIRE O AR FORA DO REVESTIMENTO. C C Figura 1 Planta: entrada de ar comburente C Figura 2 Convecção Natural C Figura 3 Convecção forçada B A B A Instalacão e montagem

14 Capítulo 4 pág TOMADA DE AR EXTERNA E INTERNA Entrada de ar de combustão O recuperador de calor FORMA VIVO possui um furo traseiro Ø 100 munido de flange para a entrada do ar indispensável para a combustão e para o seu funcionamento correcto. Essa flange tem de ser ligada à tomada de ar externa através das específicas tubagens (opcional). De série a flange para a canalização da tomada de ar comburente é orientada para a parte traseira do monobloco (ver figura ao lado) mas é possível modificar a sua posição e a sua orientação. De facto é possível desmontar o transportador do ar comburente munido de flange Ø 100 e remontá-lo de modo que a própria flange fique virada para baixo; esta possibilidade serve para favorecer a ligação no caso do afluxo de ar ou a canalização passarem por baixo do recuperador de calor. Para efectuar esta operação faça como se segue: 1. remova a moldura desaparafusando os dois parafusos (A) da direita e os dois da esquerda 2. desaparafuse os 16 parafusos (B) que se encontram na parte superior do monobloco e remova a tampa 3. desaparafuse os 6 parafusos (C) que se encontram do lado direito e esquerdo e o parafuso (D) que se encontra na parte traseira e remova todo o invólucro 4. desaparafuse os 6 parafusos (E) do transportador munido de flange (F) Ø rode o transportador (F) de modo que a flange Ø 100 fique virada para baixo 6. Faça as operações citadas nos pontos pela ordem inversa. Na falta desta ligação directa (B), é obrigatório efectuar no próprio ambiente de instalação (melhor se dentro do revestimento) uma tomada de ar externa A que tenha uma superfície livre de passagem não inferior a 150 cm 2. A A E E B E C C C E Figura 4 Desmontagem do transportador do ar comburente D F ATENÇÃO! A MCZ RECOMENDA VIVAMENTE, PARA UM FUNCIONAMENTO IDEAL, DE LIGAR A TOMADA DE AR COMBURENTE Ø100 DIRECTAMENTE A UMA TOMADA DE AR EXTERNA OU PELO MENOS DE FAZER COM QUE ASPIRE O AR FORA DO REVESTIMENTO Entrada de ar para ventilação natural Se o recuperador de calor for instalado com ventilação natural, tem de efectuar uma tomada de ar externa B (150 cm²) que permita o afluxo do ar fresco natural para dentro do revestimento. Esta tomada de ar A (150 cm²) tem de ser realizada no interior do ambiente de instalação do monobloco (figura 5). B A É indispensável que tal disposição seja respeitada rigorosamente, senão a escassez de oxigénio pode prejudicar a segurança da instalação. Figura 5 Tomada de ar externa comburente e de ventilação natural Instalacão e montagem

15 Capítulo 4 pág Entrada de ar para ventilação forçada Se o recuperador de calor for instalado com ventilação forçada, isto é, usufruindo do kit COMFORT AIR, realize as tomadas de ar e as canalizações como se segue: tem de efectuar uma tomada de ar (150 cm²) externa que permita o afluxo do ar fresco natural para dentro do revestimento. Esta tomada de ar A também pode ser realizada no interior do ambiente de instalação do monobloco. Esta modalidade permite uma mistura correcta do ar dentro do ambiente de instalação e um arrefecimento melhor da estrutura do recuperador de calor. (figura 6) B A JUNTAR SEMPRE AS DUAS CANALIZAÇÕES. SE NÃO FOR RESPEITADA ESSA REGRA O VENTILADOR PODERÁ ASPIRAR O AR DESTINADO À COMBUSTÃO Deve ser lembrado que: Todas as tomadas de ar externas devem ser dotadas de persiana de fechamento comandada pelo lado externo e com protecção contra a entrada de insectos. O corte de entrada de ar é considerado livre, portanto deve-se considerar a área de eventuais impedimentos (redes, etc..) É necessário limpar filtros e redes periodicamente para garantir a passagem do ar. Não obstruir de maneira nenhuma as tomadas de ar se o recuperador de calor ou o kit de ventilação estiver a funcionar. Figura 6 Entrada do ar para ventilação forçada (kit comfort air) 4.4. POSICIONAMENTO A O recuperador de calor FORMA VIVO ser colocado de canto ou na parede. Pode ser instalada à altura desejada construindo no local um suporte adequado. Avaliar sempre as condições estáticas do plano onde se apoiará o peso e deixar sempre no mínimo 5 cm de vácuo de ar entre a lareira e as paredes. Executar a montagem a seco da superfície de lume do revestimento deixando uma abertura de 1 cm para o isolamento. No caso de instalação perto de material inflamável respeite as seguintes medidas mínimas de segurança: (Figura 7) A = 100 mm (distância das paredes laterais e traseira) B = 80 mm (material isolante) C = 200 mm (altura do pavimento) B A A B Se o recuperador de calor for posicionado em cima do piso ou próximo a paredes inflamáveis recomenda-se um isolamento apropriado. C Figura 7 Instalação perto de material inflamável Instalacão e montagem

16 Capítulo 4 pág REGULAÇÃO DA ALTURA E DO NIVELAMENTO O recuperador de calor Forma VIVO é fornecido com pés de regulação que estão aparafusados no monobloco, e têm a finalidade de regular o nivelamento do plano lume do recuperador de calor; são dotados assim de uma regulação mínima. (figura 8). Para efectuar a regulação dos pés tem deve elevar ligeiramente o monobloco agarrar com os dedos a parte roscada do parafuso e aparafusar ou desaparafusar, a fim de permitir o nivelamento (a regulação é cerca de 1 cm). De qualquer maneira não eliminar os pés indispensáveis para nivelar. A remoção dos pés é considerado como alteração estrutural do produto e, portanto, causa a anulação da garantia. No caso de pavimento em material inflamável, a parte inferior do recuperador de calor tem de ficar distanciada do pavimento pelo menos 200 mm. Figura 8 Nivelamento dos pés de regulação 4.6. CONEXÃO DO CANO FUMEIRO Recomenda-se então de interligar o recuperador de calor ao cano fumeiro com tubos e curvas em aço aluminado, capaz de resistir às temperaturas elevadas que são atingidas naquele trecho, e à corrosão dos fumos. Essa conexões estão disponíveis a pedido em várias medidas (ver nossa tabela de preços) e simplificam o assentamento efectuando a montagem mediante o encaixe de um no outro. Fig.9 Eventuais aumentos da secção da conexão devem ser executados directamente sobre a coifa do recuperador de calor e não ao longo do cano fumeiro. Depois de efectuada a instalação é obrigatório isolar a conexão de fumos com almofade de fibra cerâmica ou material resistente a pelo menos 600 C. Figura 9 Conexão do cano fumeiro Instalacão e montagem

17 Capítulo 4 pág MONTAGEM REVESTIMENTO E CONTRA-COIFA ANTES DE INICIAR QUALQUER OPERAÇÃO DE REVESTIMENTO DO RECUPERADOR DE CALOR LER O CAPÍTULO 5.2 ENSAIO DE FUNCIONAMENTO O recuperador de calor e as partes do revestimento devem ser fixadas entre si SEM TER CONTACTO COM A ESTRUTURA DE AÇO para evitar a transmissão do calor nos mármores e/ou pedras e para permitir as dilatações térmicas normais; atenção aos acabamentos de madeira, tipo traves ou prateleiras que têm de ser convenientemente isoladas. (figura 12) Em particular as eventuais prateleiras têm de ser posicionadas a uma distância não inferior a 30 cm da parte superior do aparelho. Recomenda-se de realizar a contra-coifa de gesso acartonado tipo ignífugo com espessura 15/20 mm com estrutura autoportante de perfil zincado para não pesar nos componentes do revestimento (traves de madeira ou arquitraves de mármore) que não têm estrutura portante e para poder intervir facilmente no caso de anomalias e/ou manutenções futuras. Executar a montagem a seco do plano lume do revestimento deixando uma abertura de 1 cm entre recuperador de calor e plano lume para executar o isolamento. 1 Passagem de ar 2 10 PROTECÇÃO TERMICA TRAVE 1. Isolante aplicado ou a aplicar 2. Traves de madeira 3. Mármores ou outro material Figura 10 Isolamento trave ISOLAMENTO DA TRAVE DE MADEIRA A trave de madeira deve ser protegida com isolamento adequado das partes quentes para prevenir o risco de incêndio ou a danificação do próprio revestimento.(figura 10) ISOLAMENTO 4.9. ISOLAMENTO DO RECUPERADOR DE CALOR O recuperador de calor deve sempre ser separado das paredes e do tecto adjacentes. Se necessário, utilizar materiais isolantes para isolar as paredes em contacto com o monobloco, no caso em que estas corram o risco de estragar ou até mesmo de pegar fogo (paredes de madeira, gesso acartonado, etc ). (figura 11) As medidas de isolamento são indicadas no cap Figura 11 Isolamento do monobloco das paredes e do revestimento Instalacão e montagem

18 Capítulo 4 pág Bocais de ventilação da coifa É obrigatório instalar os bocais de ventilação da coifa MCZ ou bocais que possam garantir a mesma funcionalidade e a mesma secção de passagem de ar (ver acessórios MCZ). MCZ não responde por eventuais danos à estrutura ou aos componentes eléctricos causados pela falta de observação deste aviso. Para um correcto funcionamento da ventilação do ambiente recorda-se que: Na parte inferior do revestimento tem de ser feita uma abertura de entrada do ar convectiva não inferior a 400 cm 2 Na parte superior tem de ser feita uma abertura de saída de ar (suplementar às bocas canalizadas) de pelo menos 230 cm 2 para libertar no ambiente o calor resíduo que se acumula no interior do revestimento (com o KIT COMFORT AIR esta saída não é necessária, porque o calor dentro do revestimento é aspirado indirectamente pelos próprios ventiladores). 1a Essa praxe, para além de garantir um perfeito funcionamento do produto, permite de recuperar parte do calor da estrutura que se perde se ficar dentro do revestimento. Para um entendimento melhor das quantidades, medidas e função dos bocais de ventilação a instalar no revestimento, a seguir reproduzimos algumas configurações potenciais de instalação com os relativos bocais. 1a) Grade para a saída do ar de convecção 1b) Grade para a entrada do ar de convecção As grades 1a e 1b são indispensáveis para fazer sair o calor que se aninha dentro da coifa e é obrigatório montá-las indiferentemente do tipo de instalação ou de revestimento que será realizado. 1b Instalacão e montagem

19 Capítulo 5 pág KIT COMFORT AIR VENTILAÇÃO NATURAL E VENTILAÇÃO FORÇADA Componentes Kit Ventilação Natural com e sem iluminação Estrutura da boca de ventilação natural de base (2 peças) 2. Grupo suporte de fixação (2 peças) 3. Tubo flexível Ø 150 L=1,5 m (2 peças) 4. Flange Ø 150 (2 peças) 5. Braçadeira para tubo D (4 peças) Componentes Kit ventilação Forçada com e sem iluminação Estrutura da boca com ventilador com e sem iluminação (2 peças) 2. Grupo suporte de fixação (2 peças) 3. Tubo flexível Ø 100 L=1,5 m (2 peças) 4. Flange Ø 100 VF (2 peças) 5. Braçadeira para tubo D (4 peças) 6. Unidade de controlo Kit comfort air

20 Capítulo 5 pág ACESSÓRIOS Bocas para Kit de ventilação Natural com e sem iluminação A B C D E A Boca de ar unidireccional sem iluminação (com gaveta para desumidificação) B Boca de ar unidireccional com iluminação (com lâmpada e gaveta) C Boca de ar bidireccional D Boca de ar multidireccional E Estrutura da boca de ventilação natural para iluminação + Grupo suporte de fixação (2 peças) Kit comfort air

RECUPERADOR DE CALOR AIRSYSTEM. MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO pág. 1 INTRODUÇÃO...3

RECUPERADOR DE CALOR AIRSYSTEM. MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO pág. 1 INTRODUÇÃO...3 RECUPERADOR DE CALOR AIRSYSTEM Índice MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO pág. 1 INTRODUÇÃO...3 1. AVISOS E CONDIÇÕES DE GARANTIA...5 1.1. AVISOS PARA A SEGURANÇA...5 1.2. AVISOS OPERACIONAIS...6 1.3. CONDICÕES

Leia mais

Instruções de instalação

Instruções de instalação Instruções de instalação Acessórios Cabos de ligação do acumulador da caldeira de aquecimento Para técnicos especializados Ler atentamente antes da montagem. Logano plus GB225-Logalux LT300 6 720 642 644

Leia mais

BEDIENUNGSANWEISUNG IKD 943.1. mit Montageanweisungen

BEDIENUNGSANWEISUNG IKD 943.1. mit Montageanweisungen BEDIENUNGSANWEISUNG mit Montageanweisungen GB F NL I E P Instructions for use and installation instructions Instructions d'utilisation et avis de montage Gebruiksaanwijzing en montagehandleiding Istruzioni

Leia mais

Oar contém uma quantidade variável de vapor de água, que determina o grau de umidade de um

Oar contém uma quantidade variável de vapor de água, que determina o grau de umidade de um Algumas noções sobre a umidade relativa do ar Oar contém uma quantidade variável de vapor de água, que determina o grau de umidade de um ambiente. A capacidade do ar de reter vapor de água é tanto maior

Leia mais

AQUECEDOR A GÁS DE CHAMA AZUL ESTUFA A BLU FLAME SBF

AQUECEDOR A GÁS DE CHAMA AZUL ESTUFA A BLU FLAME SBF AQUECEDOR A GÁS DE CHAMA AZUL ESTUFA A BLU FLAME SBF 02 PT ES Dados Técnicos AQUECEDOR A GÁS DE CHAMA AZUL Tipo Categoria Potência Potência Potência Pressão máxima média mínima do gás G30 I3B KW g/h KW

Leia mais

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Manual de instruções para carregadores de acumuladores CCC 405 e CCC 410 24V/5A 24V/10A utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Certified to EN60601-1 3 rd ed. Em conformidade

Leia mais

OFFICINE OROBICHE S.p.A. 1/5

OFFICINE OROBICHE S.p.A. 1/5 OFFICINE OROBICHE S.p.A. 1/5 MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA FLUXÓMETRO SÉRIE RV 1. DESCRIÇÃO O fluxómetro RV é um medidor económico, para débitos grandes e muito grandes, do tipo diafragma. Dotado de um tubo

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS PARA LUMINÁRIAS DE UTILIZAÇÃO DOMÉSTICA

INSTRUÇÕES GERAIS PARA LUMINÁRIAS DE UTILIZAÇÃO DOMÉSTICA INSTRUÇÕES GERAIS PARA LUMINÁRIAS DE UTILIZAÇÃO DOMÉSTICA INSTRUÇÕES GERAIS PARA LUMINÁRIAS DE UTILIZAÇÃO DOMÉSTICA INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA O fabricante aconselha um uso correcto dos aparelhos de iluminação!

Leia mais

PISTÃO ELECTROMECÂNICO PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE PARA COLOCAÇÃO EXTERNA

PISTÃO ELECTROMECÂNICO PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE PARA COLOCAÇÃO EXTERNA PISTÃO ELECTROMECÂNICO PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE PARA COLOCAÇÃO EXTERNA PM/PM1 ATENÇÃO!! Antes de efectuar a instalação, leia atentamente este manual que é parte integrante deste equipamento Nossos

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O UTILIZADOR - SALAMANDRA MADEIRA

INSTRUÇÕES PARA O UTILIZADOR - SALAMANDRA MADEIRA INSTRUÇÕES PARA O UTILIZADOR - SALAMANDRA MADEIRA INDICE: 1. Embalagem...2 2. Dados técnicos...2 3. Instalação..3 3.1. Condições.....3 3.1.1. Ventilação...3 3.1.2. Localização do aparelho...3 3.1.3. Soalhos

Leia mais

Instruções de montagem e de manutenção

Instruções de montagem e de manutenção Instruções de montagem e de manutenção Acumulador combinado Logalux P750 S Para técnicos especializados Ler atentamente antes da montagem e da manutenção 6 720 619 324-03/2001 PT Ficha técnica Para a montagem

Leia mais

CELSIUSNEXT WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31. Manual de instalação e utilização

CELSIUSNEXT WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31. Manual de instalação e utilização Manual de instalação e utilização CELSIUSNEXT 6720608913-00.1AL WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31 Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES ASPIRADOR DE PÓ 800 W COM CABO TELESCÓPICO Equipamento somente para uso doméstico. Obrigado por escolher um produto com a marca Tramontina. Por favor, leia o Manual de Instruções por

Leia mais

INSTRUÇÕES INSTALAÇÃO, USO E MANUTENÇÃO

INSTRUÇÕES INSTALAÇÃO, USO E MANUTENÇÃO INSTRUÇÕES INSTALAÇÃO, USO E MANUTENÇÃO Recuperador inserível 1 INDICE Vantagens sobre outros aparelhos...3 Descrição e características...3 Discrição geral:...3 Dados técnicos:...4 Instalação...4 Cuidados

Leia mais

MOTOR PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE XNODO

MOTOR PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE XNODO MOTOR PARA PORTÕES E PORTAS DE BATENTE XNODO ATENÇÃO!! Antes de efectuar a instalação, leia atentamente este manual que é parte integrante deste equipamento Nossos produtos se instalado por pessoal qualificado,

Leia mais

IKD 976.2 IKDEM 976.2. Εγχειρίδιο οδηγιών

IKD 976.2 IKDEM 976.2. Εγχειρίδιο οδηγιών DE Bedienungsanleitung GB Instructions Booklet FR Mode d emploi IT Libretto Istruzioni NL Gebruiksaanwijzing ES Manual de instrucciones Manual de Instruções GR Εγχειρίδιο οδηγιών IKD 976.2 IKDEM 976.2

Leia mais

SÓ PARA USO DOMÉSTICO!

SÓ PARA USO DOMÉSTICO! - Não o utilize num espaço fechado e cheio de vapores que advenham de óleos, dissolventes, produtos anticaruncho, pó inflamável ou outros vapores explosivos ou tóxicos. - Extraia sempre a ficha do aparelho

Leia mais

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade s relativas às instruções Ao trabalhar em zonas com risco de explosão, a segurança de pessoas e equipamentos depende do cumprimento dos regulamentos de segurança relevantes. As pessoas que são responsáveis

Leia mais

DEPURADOR BUILT MANUAL DE INSTRUÇÕES

DEPURADOR BUILT MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPURADOR BUILT MANUAL DE INSTRUÇÕES ÍNDICE 1. GERAL 2. PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA 3.. CUIDADOS 4.. INSTRUÇÃO PARA INSTALAÇÃO 5.. ATENÇÃO 6.OPERAÇÃO 7 USO E MANUTENÇÃO 8.. ESPECIFICAÇÕES 9............ TERMO

Leia mais

Instruções de montagem e de manutenção

Instruções de montagem e de manutenção Instruções de montagem e de manutenção Termoacumulador para água quente sanitária Logalux LT 35-300 Para os técnicos especializados Leia atentamente antes da montagem e da manutenção 630 337-0/000 PT/BR

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES EXAUSTOR DECORATIVO AD789XE1

MANUAL DE INSTRUÇÕES EXAUSTOR DECORATIVO AD789XE1 MANUAL DE INSTRUÇÕES EXAUSTOR DECORATIVO AD789XE1 BRANDT 2 Caro (a) Cliente; Acaba de adquirir um exaustor BRANDT, o que desde já agradecemos. Colocámos neste aparelho toda a nossa paixão e o nosso saber

Leia mais

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto.

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto. Hottes > hottes tradicionais grande conforto cozinhas Mezzo Compensação hotte de cozinha tradicional Conforto vantagens Compensação integrada. Filtros de choque montados de série. Iluminação encastrada

Leia mais

Recuperador de Calor: Modelos: box 6 box 7 box 10 GUIA DO UTILIZADOR

Recuperador de Calor: Modelos: box 6 box 7 box 10 GUIA DO UTILIZADOR Recuperador de Calor: Modelos: box 6 box 7 box 10 GUIA DO UTILIZADOR Sumário 1 - Introdução 2 - Informação Técnica 2.1 - Considerações para o correcto funcionamento 3 - Utilização 3.1 - Acender e controlar

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Linha de Fornos a gás Modelos: S651/S652/S653/S656/S657/S658/S660/S661/S662/ S665/S666/S667/S670/S671/S672/S675/S676/S677 ATENÇÃO! - Leia e siga rigorosamente as instruções deste manual

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO 7901 A L F A

MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO 7901 A L F A ASPIRADOR SISTEMA CYCLONIC COM DEPÓSITO DUPLO Manual do utilizador MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO 7901 A L F A 1 As Vantagens: 1. Com o seu avançado sistema de limpeza de duplo ciclo, e além disso os 2 filtros

Leia mais

Tecnologia de dados solar POWER MODUL

Tecnologia de dados solar POWER MODUL Tecnologia de dados solar POWER MODUL Manual de instalação PModul-IPT094510 98-0020710 Version 1.0 PT SMA Solar Technology AG Índice Índice 1 Observações relativas ao presente manual........... 4 1.1

Leia mais

INSTRUÇÕES IMPORTANTES PARA A SEGURANÇA PERIGO: ADVERTÊNCIA:

INSTRUÇÕES IMPORTANTES PARA A SEGURANÇA PERIGO: ADVERTÊNCIA: INSTRUÇÕES IMPORTANTES PARA A SEGURANÇA A SUA SEGURANÇA E A DOS OUTROS É MUITO IMPORTANTE Este manual e o próprio aparelho possuem importantes informações relativas à segurança, que devem ser lidas e respeitadas

Leia mais

Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis

Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis Chaminé de tiragem natural Tem como função permitir a evacuação dos gases, produzidos por uma determinada combustão. Aplicado na extracção de gases de combustão provenientes

Leia mais

Instruções para montagem e utilização

Instruções para montagem e utilização PT Instruções para montagem e utilização PT - Instruções para montagem e utilização Consultar também os desenhos nas primeiras páginas com as referências alfabéticas indicadas no texto explicativo.

Leia mais

conforto com estilo radiadores

conforto com estilo radiadores conforto com estilo CLASSIC Toalheiros planos Os toalheiros Classic caracterizam-se por apresentarem um design moderno e harmonioso, permitindo uma perfeita integração em qualquer ambiente. Construção

Leia mais

BEDIENUNGSANWEISUNG EMA 950.0. mit Montageanweisungen

BEDIENUNGSANWEISUNG EMA 950.0. mit Montageanweisungen BEDIENUNGSANWEISUNG mit Montageanweisungen GB F NL I E P Instructions for use and installation instructions Instructions d'utilisation e avis de montage Gebruiksaanwijzing en montagehandleiding Istruzioni

Leia mais

ADVERTÊNCIAS ESPECÍFICAS PARA APARELHO COM GÁS REFRIGERANTE R410A*

ADVERTÊNCIAS ESPECÍFICAS PARA APARELHO COM GÁS REFRIGERANTE R410A* Advertências Utilize o aparelho somente como indicado neste manual. Estas instruções não pretendem abranger todas as condições e situações possíveis. É necessário sempre usar o bom senso e a prudência

Leia mais

Aquecedor Solar Tubos de Vácuo.

Aquecedor Solar Tubos de Vácuo. Aquecedor Solar Tubos de Vácuo. Manual de instalação Ultrasolar Tel: (11) 3361 3328 Fax: (11) 3361 5810 www.ultrasolar.com.br Aquecedor Solar de Agua. Os aquecedores solares de água a vácuo Ultrasolar,

Leia mais

Referência do modelo 3. Especificações 4. Antes de usar 5, 6. Peças e acessórios 7

Referência do modelo 3. Especificações 4. Antes de usar 5, 6. Peças e acessórios 7 Página Referência do modelo 3 Especificações 4 Antes de usar 5, 6 Peças e acessórios 7 Instalação 8, 9 Modo de operação para modelos mecânicos Modo de operação para modelos electrónicos 10, 11 12, 13 Drenagem

Leia mais

Informações e Alertas...1. Lista de Peças...2. Funções...3 Dados Técnicos...3

Informações e Alertas...1. Lista de Peças...2. Funções...3 Dados Técnicos...3 INTRODUÇÃO Parabéns Ao escolher a linha Built de produtos, você optou por um produto de qualidade. A coifa da Built agrega beleza, praticidade e economia. É prático e fácil de limpar. A Built se especializou

Leia mais

Manual de instruções e operação

Manual de instruções e operação Manual de instruções e operação LEIA ATENTAMENTE ESTE MANUAL BEM COMO OS TERMOS GERAIS DA GARANTIA (ITEM VIII) ANTES DA INSTALACAO E OPERACAO Fabricação e Garantia de C.N.P.J. 58.812.421/0001-05 Ind. Brasileira

Leia mais

Sumário ESTAS INSTRUÇÕES SÓ SÃO VÁLIDAS PARA OS PAÍSES DE DESTINAÇÃO CUJOS SÍMBOLOS IDE IDENTIFICAÇÃO SE ENCONTRAM NA CAPA DO PRESENTE MANUAL.

Sumário ESTAS INSTRUÇÕES SÓ SÃO VÁLIDAS PARA OS PAÍSES DE DESTINAÇÃO CUJOS SÍMBOLOS IDE IDENTIFICAÇÃO SE ENCONTRAM NA CAPA DO PRESENTE MANUAL. Sumário 1. AVISOS PARA A SEGURANÇA E USO 56 2. COLOCAÇÃO NA BANCADA TOP 58 3. LIGAÇÃO ELÉCTRICA 60 4. LIGAÇÃO DO GÁS 61 5. ADAPTAÇÃO AOS DIFERENTES TIPOS DE GÁS 63 6. OPERAÇÕES FINAIS 67 7. USO DA PLACA

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Unidade interior de Condutas 774770 7747704 7747705 Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de

Leia mais

Manual de instruções Forno para pizza Mini

Manual de instruções Forno para pizza Mini P Manual de instruções Forno para pizza Mini 203510 203500 V1/0813 PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Antes de iniciar a utilização deve ler o manual de instruções e seguidamente guardá-lo

Leia mais

3 pás. Parabéns! Você acabou de adquirir um ventilador de teto com luminária, especialmente criado para trazer mais conforto e beleza aos ambientes.

3 pás. Parabéns! Você acabou de adquirir um ventilador de teto com luminária, especialmente criado para trazer mais conforto e beleza aos ambientes. 3 pás Parabéns! Você acabou de adquirir um ventilador de teto com luminária, especialmente criado para trazer mais conforto e beleza aos ambientes. Com design diferenciado o Efyx Lunik3 é pré-montado.

Leia mais

Pack Tempérys. Tempérys. Ventilação de conforto com regulação integrada > ventilação. caixas com bateria de aquecimento integrada e auto-regulada

Pack Tempérys. Tempérys. Ventilação de conforto com regulação integrada > ventilação. caixas com bateria de aquecimento integrada e auto-regulada ventilação Tempérys caixa de insuflação com revestimento duplo e bateria de aquecimento eléctrico Pack Tempérys caixa de insuflação + caixa de extracção com revestimento duplo, sistema de comando e de

Leia mais

Motocicleta Elétrica para Crianças TF-840

Motocicleta Elétrica para Crianças TF-840 Motocicleta Elétrica para Crianças TF-840 Manual para Instalação e Operação Design de simulação de motocicleta Funções para frente e para trás Função de reprodução de música na parte frontal O produto

Leia mais

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal Painel de comando e sinalização N.º art. MBT 2424 Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas por electricistas especializados.

Leia mais

Dicas para você e sua família

Dicas para você e sua família Dicas para você e sua família Dicas de Segurança O gás natural Você já sabe que o gás natural é mais leve que o ar e se dissipa rapidamente na atmosfera e que as tubulações de gás possuem dispositivos

Leia mais

Aquecimento Ventilaçгo Ar Condicionado

Aquecimento Ventilaçгo Ar Condicionado Aquecimento Ventilaçгo Ar Condicionado 2015 Esta gama de produtos está destinada às tubagens flexíveis e rígidas para ventilação, ar condicionado e aquecimento. Tubos flexíveis Alumínio Compacto - página

Leia mais

PAINEL ELÉTRICO PARA FRITAR E GRELHAR

PAINEL ELÉTRICO PARA FRITAR E GRELHAR PAINEL ELÉTRICO PARA FRITAR E GRELHAR Mod. BE62TLL, BE62TRR, Mod. FTE-40B, FTE-40B/2 OFTE 40B 115.008 BE62TLC, BE63TLL, BE63TLR, Mod. FTE-60B, FTE-60B/2 OFTE 60B 115.009 BE63TLC, BE65TLL, BE65TMC Mod.

Leia mais

Ler este manual antes da instalação OHMLINE 2009 DOMUS. Motor de correr. Página 1

Ler este manual antes da instalação OHMLINE 2009 DOMUS. Motor de correr. Página 1 Ler este manual antes da instalação OHMLINE 2009 DOMUS Motor de correr Página 1 Na instalação e utilização deve ter muita Atenção 1) Cuidado! Para sua segurança, é importante seguir todas as indicações

Leia mais

Introdução...2. Especificação do produto...2. Dimensionamento...5. Posicionamento do skimmer compact...7. Instalação hidráulica...

Introdução...2. Especificação do produto...2. Dimensionamento...5. Posicionamento do skimmer compact...7. Instalação hidráulica... Introdução...2 Especificação do produto...2 Identificação dos modelos...3 Identificação do produto...4 Dimensionamento...5 Posicionamento do skimmer BL / BP...6 Posicionamento do skimmer compact...7 Instalação

Leia mais

BEDIENUNGSANWEISUNG KD 935.1 / 934.1 / 634.1. mit Montageanweisungen

BEDIENUNGSANWEISUNG KD 935.1 / 934.1 / 634.1. mit Montageanweisungen BEDIENUNGSANWEISUNG mit Montageanweisungen Instructions for use and installation instructions Instructions d utilisation et avis de montage Gebruiksaanwijzing en montagehandleiding Istruzioni di l uso

Leia mais

Instruções para utilização

Instruções para utilização Instruções para utilização MÁQUINA DE LAVAR ROUPA Português AWM 129 Sumário Instalação, 16-17-18-19 Desembalar e nivelar Ligações hidráulicas e eléctricas Primeiro ciclo de lavagem Dados técnicos Instruções

Leia mais

Manual de instruções

Manual de instruções Manual de instruções Doppelkochplatte Dubbele Kookplaat Double réchaud Fogón doble Placa de aquecimento dupla Piastra termica doppia Double Hot Plate Podwójna płyta grzewcza Dupla főzőlap Двокамфорна кухонна

Leia mais

UNIDADES DE SAÚDE com SAÚDE INFANTIL

UNIDADES DE SAÚDE com SAÚDE INFANTIL UCF CRIANÇA e ADOLESCENTE UNIDADES DE SAÚDE com SAÚDE INFANTIL Identificação do Estabelecimento Data: / / Designação: Morada: Freguesia: Concelho: Telefone: Fax: Correio Electrónico: Director / Coordenador

Leia mais

KEYSTONE. Válvulas de Borboleta de elevade performance Winn HiSeal Instruções de funcionamento, instalação e manutenção. www.pentair.

KEYSTONE. Válvulas de Borboleta de elevade performance Winn HiSeal Instruções de funcionamento, instalação e manutenção. www.pentair. KEYSTONE As válvulas de borboleta HiSeal, de elevada perfomance e de dupla excentricidade, estão totalmente de acordo com as classes ANSI 0 e ANSI 300. Índice 1 Armazenagem / Selecção / Protecção 1 2 Instalação

Leia mais

THERMOCUT 230/E. Instruções de Serviço

THERMOCUT 230/E. Instruções de Serviço Instruções de Serviço PT CARO CLIENTE! Para poder manusear o aparelho cortador de arame quente THERMOCUT da PROXXON em segurança e de acordo com as regras de funcionamento, solicitamos-lhe que leia atentamente

Leia mais

CONSELHOS E SUGESTÕES

CONSELHOS E SUGESTÕES CONSELHOS E SUGESTÕES Este manual de instruções de uso se aplica a várias versões do equipamento. É possível encontrar descrições de características que não se aplicam ao seu dispositivo. INSTALAÇÃO O

Leia mais

Manual de Instalação. Unidade de Cassette

Manual de Instalação. Unidade de Cassette Manual de Instalação Unidade de Cassette 771750580 771750581 Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização!

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. SERRA CIRCULAR 1600W Refª.: 70061

MANUAL DE INSTRUÇÕES. SERRA CIRCULAR 1600W Refª.: 70061 MANUAL DE INSTRUÇÕES SERRA CIRCULAR 1600W Refª.: 70061 NOME DAS PEÇAS A G B F C D A - Punho com Interruptor B - Punho C - Interruptor para Laser D - Fixador da Paralela E - Guia Laser para Corte F - Bloqueador

Leia mais

VÁLVULAS DE RETENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R

VÁLVULAS DE RETENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R 22/04/2013 MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R cmo@cmo.es http://www.cmo.es pág. 1 MONTAGEM DESCRIÇÃO Directiva sobre máquinas: DIR 2006/42/CE (MÁQUINAS). Directiva sobre equipamentos sob pressão:

Leia mais

Hotte de cuisine Cooker hood Dunstabzugshaube Cappa da cucina Campana Coifa Wasemkap

Hotte de cuisine Cooker hood Dunstabzugshaube Cappa da cucina Campana Coifa Wasemkap COUV. BRANDT 21/04/04 11:46 Page 1 GUIDE D INSTALLATION & D UTILISATION INSTRUCTIONS FOR INSTALLATION AND USE / MONTAGE- UND GEBRAUCHSANWEISUNG ISTRUZIONI PER L INSTALLAZIONE E L USO / INSTRUCCIONES PARA

Leia mais

INSTRUCCIONES DE EMPLEO Y DE MONTAJE

INSTRUCCIONES DE EMPLEO Y DE MONTAJE INSTRUCCIONES DE EMPLEO Y DE MONTAJE IKD3850.0E IKD4850.0E IKD4850.0GE ÍNDICE Aspectos gerais Índice 37 Os dados do seu aparelho 38 Indicações de segurança 39 Instalação Indicações de montagem 41 Ligação

Leia mais

Manual Instalador e Utilizador Caldeira de Gaseificação a Lenha OFA WOOD GP

Manual Instalador e Utilizador Caldeira de Gaseificação a Lenha OFA WOOD GP Manual Instalador e Utilizador Caldeira de Gaseificação a Lenha OFA WOOD GP ÍNDICE INTRODUÇÃO... 1. DESCRIÇÃO GERAL DA CALDEIRA DE GASEIFICAÇÃO A LENHA OFA WOOD GP... 2. COMPONENTES FORNECIDOS COM A CALDEIRA...

Leia mais

porcelanato interno ficha técnica do produto

porcelanato interno ficha técnica do produto 01 DESCRIÇÃO: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para aplicação de revestimentos cerâmicos e s em áreas internas. 02 CLASSIFICAÇÃO TÉCNICA:

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA [REV.01 14032012] Obrigado por adquirir o ventilador Eros Cadence, um produto de alta tecnologia, seguro e eficiente. É muito importante ler atentamente este manual de instruções, as informações contidas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES * CERTIFICADO DE GARANTIA. Leia todas as instruções antes de utilizar o produto e guarde o manual para futuras referências.

MANUAL DE INSTRUÇÕES * CERTIFICADO DE GARANTIA. Leia todas as instruções antes de utilizar o produto e guarde o manual para futuras referências. MANUAL DE INSTRUÇÕES * CERTIFICADO DE GARANTIA MANUAL DO USUÁRIO Obrigado por escolher a Churrasqueiras Maqui-Rio. Neste manual você encontra todas as informações para a sua segurança e o uso adequado

Leia mais

A iluminação além da imaginação

A iluminação além da imaginação A iluminação além da imaginação 2014 Índice Introdução... 4 Aplicações...5 Conhecendo o Iluminador... 6 Instalação e Uso... 7 Recomendações Elétricas... 8 Solucionando problemas... 13 Especificações técnicas...

Leia mais

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização!

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização! Manual de instalação e utilização Esquentadores a gás minimaxx WRD 11-2.B.. WRD 14-2.B.. WRD 18-2.B.. Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento,

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO PARA MOEDOR DE CARNE

MANUAL DE OPERAÇÃO PARA MOEDOR DE CARNE MANUAL DE OPERAÇÃO PARA MOEDOR DE CARNE 1-8 1 INTRODUÇÃO Neste manual de operação, você encontrará todas as informações necessárias sobre o equipamento para usá-lo corretamente. Ao adquirir um dos modelos

Leia mais

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização!

Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler as instruções de utilização! Manual de instalação e utilização Esquentadores a gás minimaxx WRD 11-2 KME... WRD 14-2 KME... WRD 17-2 KME... Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho

Leia mais

Sensor da temperatura ambiente TEMPSENSOR-AMBIENT

Sensor da temperatura ambiente TEMPSENSOR-AMBIENT Sensor da temperatura ambiente TEMPSENSOR-AMBIENT Manual de instalação TempsensorAmb-IPT110610 98-0042910 Versão 1.0 PT SMA Solar Technology AG Índice Índice 1 Indicações relativas ao presente manual.............

Leia mais

Manual de instruções. Caldeira de condensação a gás Logano plus GB312. Para o utilizador. Leia atentamente antes de utilizar o aparelho.

Manual de instruções. Caldeira de condensação a gás Logano plus GB312. Para o utilizador. Leia atentamente antes de utilizar o aparelho. Manual de instruções Caldeira de condensação a gás Logano plus GB312 Para o utilizador Leia atentamente antes de utilizar o aparelho. 7 747 010 152-01/2007 PT Índice 1 Para a sua segurança...........................................

Leia mais

Seu manual do usuário GAGGENAU AW211190 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3551887

Seu manual do usuário GAGGENAU AW211190 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3551887 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para GAGGENAU AW211190. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

Ensaios de Pressão em Colectores de Águas Residuais Domésticas Especificação Técnica

Ensaios de Pressão em Colectores de Águas Residuais Domésticas Especificação Técnica 1. ÂMBITO Esta especificação diz respeito à instalação de tubagem e realização de ensaios em redes de colectores nos sistemas de drenagem de águas residuais domésticas. Tem por objectivo garantir a boa

Leia mais

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Gama 04 Gama de 2013 O que é Therma V? 06 O que é Therma V? Vantagens Therma V 08 Elevada Eficiência Energética 10 Programação Semanal 12 Instalação

Leia mais

Gamadaric. Indústria de Produtos Metálicos, Lda. Manual de utilização do Fogão a Lenha & GARANTIA

Gamadaric. Indústria de Produtos Metálicos, Lda. Manual de utilização do Fogão a Lenha & GARANTIA Gamadaric Indústria de Produtos Metálicos, Lda Manual de utilização do Fogão a Lenha & GARANTIA Manual de Utilização do Fogão a Lenha pág. 2 Introdução Antes de utilizar pela primeira vez o fogão a lenha,

Leia mais

Filtro de partículas diesel

Filtro de partículas diesel Filtro de partículas diesel 12.07 - anual de instruções P 51145778 DFG 316-320 08.10 DFG 316s-320s DFG 425-435 DFG 425s-435s Prefácio Para obter o melhor e mais seguro rendimento do veículo industrial,

Leia mais

BrewStation. Cafeteira. LEIA ANTES DE USAR Visite o site www.hamiltonbeach.com.br para conhecer a nossa linha de produtos completa.

BrewStation. Cafeteira. LEIA ANTES DE USAR Visite o site www.hamiltonbeach.com.br para conhecer a nossa linha de produtos completa. Cafeteira BrewStation LEIA ANTES DE USAR Visite o site www.hamiltonbeach.com.br para conhecer a nossa linha de produtos completa. Dúvidas? Por Favor, ligue - nossos associados estão prontos para ajudar.

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: AIRES, LUMIAR FÊNIX, FÊNIX CONTR PETIT Obrigado por adquirir o VENTISOL. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura guarde-o

Leia mais

INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO ANTES DE UTILIZAR A MÁQUINA DE LAVAR LOIÇA/LIGAÇÕES CUIDADOS E SUGESTÕES GERAIS COMO ENCHER O DEPÓSITO DO SAL COMO ENCHER O DISTRIBUIDOR DO ABRILHANTADOR COMO ENCHER O DISTRIBUIDOR

Leia mais

HOVAP SÉRIE 9600 BASICFLOW VÁLVULAS DE PROCESSO MANUAL DE INSTRUÇÕES

HOVAP SÉRIE 9600 BASICFLOW VÁLVULAS DE PROCESSO MANUAL DE INSTRUÇÕES 1 ÍNDICE 2 Introdução 2 2.1 Utilização da válvula 2 2.2 Campo de aplicação 2 2.3 Utilização incorrecta 2 3 Segurança 2 4 Transporte e armazenamento 2 5 Instruções de instalação 2 5.1 Montagem 2 5.2 Instalação

Leia mais

150320 150310 V1/0815

150320 150310 V1/0815 150320 150310 V1/0815 P PORTUGUÊS Tradução do manual de instruções original Índice 1. Segurança... 72 1.1 Indicações de segurança... 72 1.2 Explicação dos símbolos... 74 1.3 Fontes de riscos... 74 1.4

Leia mais

Manual de Operação e Manutenção ADVERTÊNCIA

Manual de Operação e Manutenção ADVERTÊNCIA Manual de Operação e Manutenção LG958L/LG959 ADVERTÊNCIA Os operadores e o pessoal de manutenção devem ler este manual com cuidado e entender as instruções antes de usar a carregadeira de rodas, para evitar

Leia mais

Instruções de montagem e de manutenção

Instruções de montagem e de manutenção Instruções de montagem e de manutenção Caldeira de condensação com ventilador Logano plus GB225 Para técnicos especializados Leia atentamente antes da montagem e da manutenção. 6 720 617 160-12/2007 PT

Leia mais

Depurador Slim 60 e 90 cm

Depurador Slim 60 e 90 cm rev. 00 Depurador Slim 60 e 90 cm IRMÃOS S.A. IND. COM. Rodovia Antônio Heil, km 23 - Tel:(47) 3251-2000 - Fax:(47) 3350-1080 - Cx. Postal 255-88352-502 - Brusque - SC - Brasil Rua Inhambú, 1341 - Bairro

Leia mais

ML-6622 CHURRASQUEIRA ELÉTRICA

ML-6622 CHURRASQUEIRA ELÉTRICA ML-6622 CHURRASQUEIRA ELÉTRICA INTRODUÇÃO A Churrasqueira Elétrica ML-6622 NKS Milano é um produto de alta tecnologia e qualidade. Para melhor entender todas as funções deste aparelho, e utilizá-lo com

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

Ex.ma Senhora, Ex.mo Senhor,

Ex.ma Senhora, Ex.mo Senhor, DE Bedienungsanleitung GB Instructions Booklet FR Mode d emploi IT Libretto Istruzioni NL Gebruiksaanwijzing ES Manual de instrucciones Manual de Instruções IKDEM 976.2GE-84 Ex.ma Senhora, Ex.mo Senhor,

Leia mais

ASPIRADOR TURBO RED 1850

ASPIRADOR TURBO RED 1850 06/08 350-04/00 072579 REV.0 Manual de Instruções SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO ASPIRADOR TURBO RED 1850 ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800-6458300 RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS PROBLEMA CAUSA POSSÍVEL SOLUÇÃO POSSÍVEL

Leia mais

Antes de INSTALAR ou UTILIZAR seu equipamento, por favor, leia atentamente este manual. Temos a certeza que lhe será bastante útil. PARABÉNS!

Antes de INSTALAR ou UTILIZAR seu equipamento, por favor, leia atentamente este manual. Temos a certeza que lhe será bastante útil. PARABÉNS! Antes de INSTALAR ou UTILIZAR seu equipamento, por favor, leia atentamente este manual. Temos a certeza que lhe será bastante útil. PARABÉNS! Voce adquiriu um produto testado e aprovado por muitas construtoras

Leia mais

Bomba Circuladora SLX-PMP/6A. Manual do Usuário

Bomba Circuladora SLX-PMP/6A. Manual do Usuário Bomba Circuladora SLX-PMP/6A Manual do Usuário Manual do Usuário SOLX - Bomba Circuladora - SLX-PMP/6A Reservados os direitos de alteração sem prévio aviso. Versão 1 - outubro/2013 Permitida a reprodução

Leia mais

Manual de utilização. No sentido inverso ao da marcha e no sentido da marcha Grupo 0+ - 1. Peso 0-18 kg. Idade 6m-4a

Manual de utilização. No sentido inverso ao da marcha e no sentido da marcha Grupo 0+ - 1. Peso 0-18 kg. Idade 6m-4a 1 26 27 34 35 16 2 4 3 Manual de utilização 5 6 8 9 7 10 11 12 13 14 15 28 29 36 31 17 30 37 No sentido inverso ao da marcha e no sentido da marcha Grupo 0+ - 1 19 20 21 23 Peso 0-18 kg 18 22 38 39 Idade

Leia mais

Desumidificador. Desidrat Plus IV Desidrat Plus V

Desumidificador. Desidrat Plus IV Desidrat Plus V Desumidificador Desidrat Plus IV Desidrat Plus V Obrigado por escolher esse produto. Por favor, leia esse manual de instrução antes de usar o aparelho. Índice: Introdução do Produto... 1 Instrução de Uso...

Leia mais

ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA

ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA ATENÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE A GARANTIA Motor vertical 2 tempos LER O MANUAL DO PROPRIETÁRIO. TRABALHE SEMPRE COM ROTAÇÃO CONSTANTE, NO MÁXIMO 3.600 RPM EVITE ACELERAR E DESACELERAR O EQUIPAMENTO. NÃO TRABALHE

Leia mais

11/06 119-32/00 012807 REV.0. www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções

11/06 119-32/00 012807 REV.0. www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções 11/06 119-32/00 012807 REV.0 www.britania.com.br sac@britania.com.br Manual de Instruções CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS INTRODUÇÃO Tensão Corrente Potência/Consumo Freqüência Rotações Diâmetro Área de ventilação

Leia mais

Motorisation et commande de volets roulants sans fil. Motor y controlo para persianas sin cables

Motorisation et commande de volets roulants sans fil. Motor y controlo para persianas sin cables FR Motorisation et commande de volets roulants sans fil NL Motor en bedienning voor rolluiken draadloos ES Motor y controlo para persianas sin cables PT Motor e comando para persianas sem fios EN Motorisation

Leia mais

Características da Lt408

Características da Lt408 Lt408 Guia Rápido Características da Lt408 A Lt408 a geração de impressoras industriais robustas de alto rendimento com alta resolução. A Lt408 é uma impressora fácil de usar, com um rendimento e velocidade

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Usuário Versão 1.1 BEBEDOUROS TROPICAL. Bebedouros Tropical www.bebedourostropical.com.br. Produtos com Certificação Inmetro

MANUAL DE INSTRUÇÕES Usuário Versão 1.1 BEBEDOUROS TROPICAL. Bebedouros Tropical www.bebedourostropical.com.br. Produtos com Certificação Inmetro MANUAL DE INSTRUÇÕES Usuário Versão 1.1 Bebedouros Tropical www.bebedourostropical.com.br BEBEDOUROS TROPICAL LEIA E SIGA TODAS AS REGRAS DE SEGURANÇA E INSTRUÇÕES OPERACIONAIS ANTES DE USAR. sac@bebedourostropical.com.br

Leia mais

Albicalor, Lda. Rua Comendador Martins Pereira 3850-089 Albergaria-a-Velha

Albicalor, Lda. Rua Comendador Martins Pereira 3850-089 Albergaria-a-Velha Para produzir a cerâmica Majolica são necessárias duas semanas. O resultado é um produto exclusivo que não desgasta e tem propriedades termo condutoras. As imperfeições minusculas, tais como as micro pepitas,

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÕES. Ar Condicionado de Inversor de Sistema FXNQ20A2VEB FXNQ25A2VEB FXNQ32A2VEB FXNQ40A2VEB FXNQ50A2VEB FXNQ63A2VEB

MANUAL DE OPERAÇÕES. Ar Condicionado de Inversor de Sistema FXNQ20A2VEB FXNQ25A2VEB FXNQ32A2VEB FXNQ40A2VEB FXNQ50A2VEB FXNQ63A2VEB MANUAL DE OPERAÇÕES Ar Condicionado de Inversor de Sistema FXNQ20A2VEB FXNQ25A2VEB FXNQ32A2VEB FXNQ40A2VEB FXNQ50A2VEB FXNQ63A2VEB ÍNDICE LER ANTES DE UTILIZAR Nomes e funções das peças...2 Precauções

Leia mais