Exclusão Digital: Desafios no Contexto Internacional e Ações no Contexto Interno

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exclusão Digital: Desafios no Contexto Internacional e Ações no Contexto Interno"

Transcrição

1 Exclusão Digital: Desafios no Contexto Internacional e Ações no Contexto Interno Ivan Moura Campos Coordenador, Comitê Gestor da Internet Brasil Director, ICANN Sócio-Diretor, Akwan Information Technologies Workshop sobre Exclusão Digital BNDES, 9 de julho de 2001

2 Assumindo uma Postura Ereta Na discussão mundial sobre Sociedade da Informação, continuamos nos posicionando como clientes e potenciais compradores, nunca como provedores de tecnologias, produtos e serviços

3 Superando a naïveté: competição, livre comércio & outras mentiras Fatia do mercado doméstico para centrais telefônicas digitais Mercado Fabricante Fatia % EUA Lucent (50), Nortel USA (32) 82 Canadá Nortel 84 Alemanha Siemens(67), Alcatel Germany (31) 98 Suécia Ericsson 97 França Alcatel 88 Itália Italtel 54 Japão Fujitsu (23), NEC(29), Hitachi(22), OKI (19) 93 Brasil Ericsson (17), Siemens (23), NEC (17), Tropico (31) 88 Fonte: Dittberner Associates, Inc. Nov. 1998

4 Dimensões Técnicas e Operacionais Telecomunicações do Desafio Interno Tarifas altas, impostos Universalização de acesso, FUST Estação de trabalho Computador popular, cenário indutor Alternativas de organização em redes Domínio tecnológico sobre a plataforma Conteúdos Moldura conceitual Atores, fatos, mitos, normas indutoras

5 O que já está ocorrendo hardware & software plataforma racional, software aberto, incentivos governo especifica, mercado fabrica, competição acesso: backbones e última milha cenário operacional indutor compra de banda como commodity unificação do backbone do governo recursos do FUST, edital da Anatel criação de numeração 0i00 outras ações estratégicas crédito ao produtor e ao consumidor

6 Computador Popular: (prováveis) tipos e configurações para uso autônomo, linha discada CPU 500 Mhz, 32MB RAM, flash memory 16MB monitor 14", mouse, teclado ABNT drive CD-ROM, modem 56Kbps portos serial, paralelo, USB, flash card SO, navegador, aplicativos básicos à la Star Office para uso como cliente em rede local sai modem e CD-ROM, entra placa de rede

7 Vários Computadores - Interligação com Servidor Opção 3: Programas executados no servidor Somente interface gráfica na máquina-cliente Cliente Cliente Servidor CPU CPU CPU Aplicativos Básicos: StarOffice,..., Interface gráfica Sistema Operacional Livre Dados dos usuários Outros aplicativos especializados

8 Vários Computadores - Interligação com Servidor Opção 4: Clientes Sem Sistema Operacional e Interface Gráfica armazenados em memória flash Cliente Cliente Servidor CPU CPU CPU 16MB Aplicativos Básicos: StarOffice,..., Interface gráfica Sistema Operacional 16MB Livre Dados dos usuários Outros aplicativos especializados

9 Escola 1 Escola 2 Internet Escola N Tele

10 Escola 1 Escola 2 Escola N Tele Internet

11 Educação Baseada na Web: Moldura Conceitual para Reflexão Clientes Professores Autores Conteúdos Serviços Infra-estrutura Aspectos Cognitivos, Abordagens Aspectos Cognitivos Agenda I2 Agenda I2 P&D Revisões Curriculares, Modularização, Tópicos AulaNet LearningSpace Plataformas, Sistemas Operacionais, Redes Tecnologias no Estado-da- Arte Critérios de Avaliação, Revisões Curriculares Critérios de Avaliação, Normas Acadêmicas Requisitos Tecnológicos, Interoperabilidade Marco Normativo

12 Interação entre P&D e mercado Especialistas desenvolvem metodologias Informatas desenvolvem ferramentas de suporte Em geral, ferramentas subentendem metodologias Autores desenvolvem conteúdos Instrutores monitoram cursos Alunos são o foco da atenção

13 Interação entre mercado e marco normativo Publicações têm modelo de avaliação mais maduro Necessidade de métricas adultas Necessidade de marco normativo indutor Just-in-time learning: Conteúdos, avaliação, normas Currículos: reformas, módulos, tópicos

14 Exclusão Digital: Desafios no Contexto Internacional e Ações no Contexto Interno (suporte) Ivan Moura Campos Coordenador, Comitê Gestor da Internet Brasil Director, ICANN Sócio-Diretor, Akwan Information Technologies Workshop sobre Exclusão Digital BNDES, 9 de julho de 2001

15 Universalização de Serviços Para Cidadania

16 Setembro de 2000 Universalização do Acesso à Internet Fatos Recentes Min. Pimenta da Veiga, o desafio, metáfora Outubro de 2000 SEPIN e levantamento junto à ABINEE Novembro de 2000 Identificação de grupo na UFMG Envolvimento do Comitê Gestor, seed money Dezembro de 2000 Apresentação na Casa Civil da Presidência, compromisso

17 Universalização do Acesso à Internet Fatos Recentes Janeiro de 2001 Apresentação para o Presidente e ministros Fevereiro de 2001 Interação com fabricantes de hardware Anatel lança edital para consulta pública Março de 2001 Workshop sobre Universalização de Acesso (UFMG) Encerramento do prazo para consulta pública Julho de 2001 Anatel lança edital definitivo Operadoras preparam propostas

18 Alternativas de Aglomeração de PCs

19 Computador Pessoal: funcionamento Disco rígido Livre (8 GB) 0: desligado 1: ligado 2: início da execução CPU Dados dos usuários (1000 MB) Aplicativos especializados (prog. Educacionais) (300MB) Aplicativos gerais (Office-like) (700MB) Interface gráfica (100MB) Sistema Operacional (100MB)

20 Computador Pessoal: funcionamento Disco rígido 0: desligado 1: ligado 2: início da execução 3: execução CPU Livre (8 GB) Dados dos usuários (1000 MB) Aplicativos especializados (prog. Educacionais) (300MB) Aplicativos gerais (Office) (700MB) Interface gráfica (100MB) Sistema Operacional (100MB)

21 Computador Pessoal: funcionamento Disco rígido Livre (8 GB) 0: desligado 1: ligado 2: início da execução 3: execução 4: fim da execução CPU Dados dos usuários (1000 MB) Aplicativos especializados (prog. Educacionais) (300MB) Aplicativos gerais (Office) (700MB) Interface gráfica (100MB) Sistema Operacional (100MB)

22 Vários Computadores - Interligação Simples Rede Duplicação Desperdício CPU CPU CPU

23 Vários Computadores - Interligação com Servidor Opção 1: Dados do usuário colocados no servidor Cliente Cliente Servidor CPU CPU CPU

24 Vários Computadores - Interligação com Servidor Opção 2: Programas colocados no servidor Cliente Cliente Servidor CPU CPU CPU

25 Vários Computadores - Interligação com Servidor Opção 3: Programas executados no servidor Somente interface gráfica na máquina-cliente Cliente Cliente Servidor CPU CPU CPU

26 Vários Computadores - Interligação com Servidor Opção 4: Clientes Sem Sistema Operacional e Interface Gráfica armazenados em memória flash Cliente Cliente Servidor CPU CPU CPU 16MB 16MB

27 Vários Computadores - Interligação com Servidor Opção 5: Clientes Sem Flash Tudo Via Rede Cliente Cliente Servidor CPU CPU CPU

28 Escola 1 Escola 2 Internet Escola N Tele

29 Escola 1 Escola 2 Escola N Tele Internet

30 Rede Regional Vantagens Maior redução de custos de hardware e de manutenção Uso racional dos servidores (Fust: 4/1 a 29/1) Gerência facilitada Boa tolerância a falhas Melhor conectividade à Internet Desvantagens Exigência de maior conectividade

31 Qual é a mensagem (I) Hardware Servidor não precisa estar na escola Cliente não precisa ter disco rígido Rede regional reduz custos de instalação e manutenção Servidor na escola é substituído por acesso rápido via rede o que importa é a QoS que o usuário final recebe Data Centers de redes regionais podem ser a base de outros tipos de serviços (bibliotecas, postos de saúde)

32 Sistema operacional aberto Serviços baseados em WWW Sistema operacional aberto reduz custos, facilita manutenção e monitoração WWW é interface universal independente de plataforma Demais aplicativos (editor de textos, planilha) são compatíveis com mercado Formação de usuários é garantida pelo paradigma comum Qual é a mensagem (II) Software

33 Qual é a mensagem (III) Cenário Clientes são computadores populares usando Linux e acessando vários serviços via WWW Escolas são conectadas por redes de alta velocidade a centrais regionais (que coincidem com as centrais das teles) Servidores são instalados e operados nestas centrais, e conectados diretamente ao backbone Internet, garantindo boa qualidade de acesso, segurança e tolerância a falhas

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Ø Computador Ø Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Ø Arquiteturas físicas e lógicas de redes de

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Introdução a microinformática William S. Rodrigues HARDWARE BÁSICO O hardware é a parte física do computador. Em complemento ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja,

Leia mais

Informática, Internet e multimídia

Informática, Internet e multimídia Informática, Internet e multimídia 1 Unidades de Armazenamento Dispositivos de armazenamento secundário Disquete Disco compacto Disco rígido Disco de vídeo digital 2 Memória Secundária A MEMÓRIA SECUNDÁRIA

Leia mais

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Perguntas relacionadas com a Aula 2 do Módulo I Aula 2 1. Qual das alíneas encontram-se mencionados todos os tipos de computador por

Leia mais

Atualização de computadores CCE para Windows 8.1 ATUALIZAÇÃO LIMPA

Atualização de computadores CCE para Windows 8.1 ATUALIZAÇÃO LIMPA Atualização de computadores CCE para Windows 8.1 ATUALIZAÇÃO LIMPA INSTALAÇÃO LIMPA O processo de Instalação Limpa irá remover todos os programas e arquivos de dados do seu computador, substituindo-os

Leia mais

AULA TEÓRICA 2 Tema 2. Conceitos básicos de informática, computadores e tecnologias de informação. Sistemas de numeração (continuação)

AULA TEÓRICA 2 Tema 2. Conceitos básicos de informática, computadores e tecnologias de informação. Sistemas de numeração (continuação) AULA TEÓRICA 2 Tema 2. Conceitos básicos de informática, computadores e tecnologias de informação. Sistemas de numeração (continuação) Digitalização. Arquitectura básica do hardware. Input, processamento,

Leia mais

Introdução. O Windows Server 2003 está dividido em quatro versões:

Introdução. O Windows Server 2003 está dividido em quatro versões: Introdução Este é um tutorial de como Instalar o Windows Server 2003, este é o primeiro de alguns tutoriais que farei para ambientes de servidores Windows. A instalação do Windows Server 2003 segue o mesmo

Leia mais

EVOLUÇÃO DOS SIST. DE COMPUTAÇÃO DÉC. DE 50 E 60

EVOLUÇÃO DOS SIST. DE COMPUTAÇÃO DÉC. DE 50 E 60 INTRODUÇÃO REDES EVOLUÇÃO DOS SIST. DE COMPUTAÇÃO DÉC. DE 50 E 60 Computadores eram máquinas grandes e complexas, operadas por pessoas altamente especializadas; Não havia interação direta entre usuários

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS COMPUTADORES

CLASSIFICAÇÃO DOS COMPUTADORES 1 CLASSIFICAÇÃO DOS COMPUTADORES Desktop: São os computadores pessoais, os PC s. São chamados de desktop por serem considerados micros de mesa, veja a figura ao lado. Muito cobrado em concurso é ter uma

Leia mais

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Modulo I INTRODUÇÃO AO EQUIPAMENTO INFORMÁTICO Respostas as perguntas do modulo I Aula 1 1. Qual dos seguintes itens faz parte do kit

Leia mais

Correspondente Bancário A Tecnologia

Correspondente Bancário A Tecnologia Correspondente Bancário A Tecnologia www.procomp.com.br iebold Procomp. ompromisso constante. Correspondente Bancário Aspectos Operacionais Correspondente Bancário Solução tecnológica: q Comunicação Instituição

Leia mais

Processo de Instalação Limpa do Windows 8.1 em Computadores Philco

Processo de Instalação Limpa do Windows 8.1 em Computadores Philco Processo de Instalação Limpa do Windows 8.1 em Computadores Philco O processo de Instalação Limpa irá remover todos os programas e arquivos de dados do seu computador, substituindo eles com uma instalação

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 2 1 OBJETIVOS

Leia mais

XDR. Solução para Big Data.

XDR. Solução para Big Data. XDR Solução para Big Data. ObJetivo Principal O volume de informações com os quais as empresas de telecomunicações/internet têm que lidar é muito grande, e está em constante crescimento devido à franca

Leia mais

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional Arquitetura: Conjunto de elementos que perfazem um todo; estrutura, natureza, organização. Houaiss (internet) Bit- Binary Digit - Número que pode representar apenas dois valores: 0 e 1 (desligado e ligado).

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática. Sistema Operacional Proprietário Windows Prof. Walter Travassos

FTIN Formação Técnica em Informática. Sistema Operacional Proprietário Windows Prof. Walter Travassos FTIN Formação Técnica em Informática Sistema Operacional Proprietário Windows Prof. Walter Travassos Aula 01 SISTEMA OPERACIONAL PROPRIETÁRIO WINDOWS Competências do Módulo Instalação e configuração do

Leia mais

Atualização de computadores para Windows 10 INSTALAÇÃO LIMPA. Windows10. Disponível para os seguintes modelos: CCE AIO A41, A45 e D4030TV.

Atualização de computadores para Windows 10 INSTALAÇÃO LIMPA. Windows10. Disponível para os seguintes modelos: CCE AIO A41, A45 e D4030TV. Atualização de computadores para Windows 10 INSTALAÇÃO LIMPA Windows10 Disponível para os seguintes modelos: CCE AIO A41, A45 e D4030TV. CCE Desktop E365, C23, C43 CM23 e M23. CCE Notebook U25, U25B, HT345TV,

Leia mais

Instalar o MarkVision

Instalar o MarkVision Instalando o 1 contas O apresenta diversos componentes instaláveis: Aplicativo - Instala o Utilitário Printer Management. Este aplicativo requer que o Servidor do esteja disponível na rede. Servidor do

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Definir os conceitos de Hardware e Software Identificar os elementos que compõem um computador

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Conceitos básicos de informática O que é informática? Informática pode ser considerada como significando informação automática, ou seja, a utilização de métodos

Leia mais

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC Sumário Pré-Requisitos de Instalação Física e Lógica do SISLOC...3 Servidores de Dados...3 Servidores de Aplicação (Terminal Service)...3 Estações

Leia mais

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Informática Aulas: 01 e 02/12 Prof. Márcio Hollweg UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO

Leia mais

Tipos de Computadores. Sediane Carmem Lunardi Hernandes

Tipos de Computadores. Sediane Carmem Lunardi Hernandes Tipos de Computadores Sediane Carmem Lunardi Hernandes 1 Introdução Objetivo Apresentar a Lei de Moore e mostrar os vários tipos de computadores 2 a) Lei de Moore Processadores (maioria) são um conjunto

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Hardware e Software Conceitos Básicos ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Conceitos Básicos Hardware É a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos

Leia mais

RESOLUÇÃO POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SOFTWARES.

RESOLUÇÃO POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SOFTWARES. RESOLUÇÃO CAS Nº 39 /2010, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2010 POLÍTICA DE ATUALIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SOFTWARES. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR, face ao disposto no Artigo 5º do Regimento Unificado das

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Engenharia Ambiental Prof.: Maico Petry Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Informática Aplicada O Que éinformação? Dados

Leia mais

02. A extensão padrão para arquivos de áudio digital no ambiente Windows é:

02. A extensão padrão para arquivos de áudio digital no ambiente Windows é: Prova sobre informática para concursos. 01 A definição de Microcomputador é: a) Equipamento com grade capacidade de memória principal (256 Megabytes), vários processadores, alta velocidade de processamento.

Leia mais

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários 2 Partes do Sistema Computacional HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS Software Dados Usuários Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística

Leia mais

V O C Ê N O C O N T R O L E.

V O C Ê N O C O N T R O L E. VOCÊ NO CONTROLE. VOCÊ NO CONTROLE. O que é o Frota Fácil? A Iveco sempre coloca o desejo de seus clientes à frente quando oferece ao mercado novas soluções em transportes. Pensando nisso, foi desenvolvido

Leia mais

KeeP Desenvolvimento e Tecnologia

KeeP Desenvolvimento e Tecnologia KeeP Desenvolvimento e Tecnologia Transformar Necessidade em Realidade! KeeP Integrando Soluções: Conectando pessoas, processos e dados. KeeP-Backup Nós da KeeP desenvolvemos uma solução de backup/clonagem

Leia mais

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios.

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Aplicativos Informatizados da Administração Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Habilidades, Competências e Bases Tecnológicas Bases tecnológicas: Fundamentos de equipamentos

Leia mais

Introdução a Informática

Introdução a Informática Inclusão Projeto Digital do Jovem Agricultor Introdução a Informática Projeto 1/18 Inclusão Projeto Digital do Jovem Agricultor Conteúdo Programático Introdução; História do computador; Hardware, Software

Leia mais

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 4.1 2007 by Prentice Hall Infra-Estrutura de TI: Hardware Componentes da Infra-Estrutura Hardware Software Tecnologia de gerenciamento de dados Tecnologia

Leia mais

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Informática Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Roteiro de Aula Introdução Computador Hardware, Software básico, Software Aplicativo Hardwares

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Professor: Roberto Franciscatto Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware: Gerencia os recursos

Leia mais

MicroPower Presence. Requisitos Técnicos e Roteiro de Acesso

MicroPower Presence. Requisitos Técnicos e Roteiro de Acesso MicroPower Presence Requisitos Técnicos e Roteiro de Acesso Esse documento tem como objetivo explicar o processo de instalação do Client Presence, fornecer as recomendações mínimas de hardware e software

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

Seja Bem-vindo(a)! Neste módulo vamos trabalhar os principais conceitos de informática.

Seja Bem-vindo(a)! Neste módulo vamos trabalhar os principais conceitos de informática. Seja Bem-vindo(a)! Neste módulo vamos trabalhar os principais conceitos de informática. AULA 1 Noções básicas de Informática Componentes básicos Hardware Componentes básicos Software Noções de MS Word

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

QUESTÕES COMENTADAS PROVAS DE INFORMÁTICA BANCO DO BRASIL

QUESTÕES COMENTADAS PROVAS DE INFORMÁTICA BANCO DO BRASIL QUESTÕES COMENTADAS PROVAS DE INFORMÁTICA BANCO DO BRASIL BANCO DO BRASIL (Aplicação: 07/10/2001) CARGO: ESCRITURÁRIO 1 C 2 C ::::... QUESTÃO 33...:::: Outro modo de realizar a mesma operação com sucesso

Leia mais

MICROCOMPUTADOR TIPO I

MICROCOMPUTADOR TIPO I MICROCOMPUTADOR TIPO I Processador...: Processador com memória cache mínima de 1 MB; Tipo...: 1)Intel Pentium IV Prescott com freqüência de 3.0 Ghz ou Superior Memória...: Memória RAM instalada de 512

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO As respostas das atividades deverão ser mais simples e completas possíveis e baseadas nas aulas (vídeo-aula). Acrescentei mais informações para servirem de material de apoio aos estudos para avaliações

Leia mais

EMENTA DA DISCIPLINA Hardware e dispositivos de E/S Sistema Operacional Editor de Texto

EMENTA DA DISCIPLINA Hardware e dispositivos de E/S Sistema Operacional Editor de Texto www.francosampaio.com Informática Curso de Administração de Empresas Prof. Franco Sampaio URCAMP Universidade da Região da Campanha EMENTA DA DISCIPLINA Hardware e dispositivos de E/S Sistema Operacional

Leia mais

Motorola Phone Tools. Início Rápido

Motorola Phone Tools. Início Rápido Motorola Phone Tools Início Rápido Conteúdo Requisitos mínimos... 2 Antes da instalação Motorola Phone Tools... 3 Instalar Motorola Phone Tools... 4 Instalação e configuração do dispositivo móvel... 5

Leia mais

1. CAPÍTULO COMPUTADORES

1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1.1. Computadores Denomina-se computador uma máquina capaz de executar variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Os primeiros eram capazes

Leia mais

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS AEJ - ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE JAÚ CNPJ 05.311.136/0001-36 FACULDADE JAUENSE PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS JAÚ/2012 MANUTENÇÃO E ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS DA FAJAU

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles:

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles: RESUMO Um sistema de informação é composto de três componentes, Hardware, Software e Peopleware. Para quantificar a memória do equipamento é utilizado um sistema de medida, ou seja, o byte, que significa

Leia mais

SINOPSE. Leandro Gomes Matos Diretor da RNC

SINOPSE. Leandro Gomes Matos Diretor da RNC SINOPSE Neste trabalho procurou-se compilar textos de diversos autores de renome, sob uma ótica baseada em experiência profissional em cargos de chefia e como consultor de empresas, durante estes quase

Leia mais

Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin BÁSICO DE COMPUTAÇÃO EM TC

Prof. Dr. Charlie Antoni Miquelin BÁSICO DE COMPUTAÇÃO EM TC BÁSICO DE COMPUTAÇÃO EM TC Definições O computador digital é uma máquina capaz de receber informações, processá-las e devolver resultados. Estes resultados podem ser mostrados em um monitor, armazenados,

Leia mais

Site : Sniperpspg1.besaba.com. Email : profdjair@sniperpspg1.besaba.com

Site : Sniperpspg1.besaba.com. Email : profdjair@sniperpspg1.besaba.com Site : Sniperpspg1.besaba.com Email : profdjair@sniperpspg1.besaba.com Introdução ao PC ( Personal Computer ) Entre as décadas de 1950 e 1970, nós primórdios da disseminação da informática, vários fabricantes

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com

Planejamento Estratégico de TI. Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com Planejamento Estratégico de TI Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com VPN Virtual Private Network Permite acesso aos recursos computacionais da empresa via Internet de forma segura Conexão criptografada

Leia mais

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Requisito Descrição 6.1 - Produtos de Hardware 6.1.1. GRUPO 1 - IMPRESSORA TIPO I (MONOCROMÁTICA 20PPM - A4) 6.1.1.1. TECNOLOGIA DE IMPRESSÃO 6.1.1.1.1.

Leia mais

Treinamento em Alfresco Open Source Enterprise Content Management ( ECM ) - GED Gestão Eletrônica de Documentos

Treinamento em Alfresco Open Source Enterprise Content Management ( ECM ) - GED Gestão Eletrônica de Documentos Treinamento em Alfresco Open Source Enterprise Content Management ( ECM ) - GED Gestão Eletrônica de Documentos Sobre o treinamento Este é um curso para quem precisa conhecer o essencial do produto o Alfresco

Leia mais

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SISUTEC DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO PROF.: RAFAEL PINHEIRO DE SOUSA ALUNO: Exercício 1. Assinale a opção que não corresponde a uma atividade realizada em uma Unidade

Leia mais

Evolução na Comunicação de

Evolução na Comunicação de Evolução na Comunicação de Dados Invenção do telégrafo em 1838 Código Morse. 1º Telégrafo Código Morse Evolução na Comunicação de Dados A evolução da comunicação através de sinais elétricos deu origem

Leia mais

Aquisição de equipamentos de informática

Aquisição de equipamentos de informática CONVITE 010/2008 ANEXO I Aquisição de equipamentos de informática ITEM 1 Nome: Estação de trabalho Quantidade: 1 unidades Processador: (mínimo) Intel core 2 duo E7200 2.53Ghz FSB 1333Mhz 4Mb Cache, 65

Leia mais

Computação em Nuvem. Alunos: Allan e Clayton

Computação em Nuvem. Alunos: Allan e Clayton Computação em Nuvem Alunos: Allan e Clayton 1 - Introdução 2 - Como Funciona? 3 - Sistemas Operacionais na Nuvem 4 - Empresas e a Computação em Nuvem 5 - Segurança da Informação na Nuvem 6 - Dicas de Segurança

Leia mais

www.proinfocamamu.com.br

www.proinfocamamu.com.br www.proinfocamamu.com.br Prof. Miquéias Reale - www.proinfocamamu.com.br Professor: Miquéias Reale Diretor de Tecnologia da Reale Tech Telefone: (75) 3641-0056 / 8838-1300 E-mail: miqueias@realetech.com.br

Leia mais

RECURSOS E ATIVIDADES DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO

RECURSOS E ATIVIDADES DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO RECURSOS E ATIVIDADES DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO COMPONENTES DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO A figura abaixo ilustra os componentes de um Sistema de Informação. 2 Conceitos de Sistema de Informação (SI) vistos

Leia mais

Descomplicando_Informatica_cad_00.indd 14 07/08/2015 14:34:44

Descomplicando_Informatica_cad_00.indd 14 07/08/2015 14:34:44 Descomplicando_Informatica_cad_00.indd 14 07/08/2015 14:34:44 Sumário Capítulo 1 Como usar este Livro?... 1 O que este livro não é?...1 O que este livro é?...1 Como estudar os assuntos...2 Acredite, você

Leia mais

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 3

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 3 REFLEXÃO 3 Módulos 0771, 0773, 0774 e 0775 1/5 18-02-2013 Esta reflexão tem como objectivo partilhar e dar a conhecer o que aprendi nos módulos 0771 - Conexões de rede, 0773 - Rede local - instalação,

Leia mais

Tipos de Computadores

Tipos de Computadores Tipos de Computadores A potência de um computador pessoal é medida Pelo tipo de processador (Pentium IV, Celeron, etc.) Pela dimensão da memória RAM Pela capacidade do disco fixo Pela placa gráfica Pela

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº. 13/2008.

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº. 13/2008. 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS. EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 13/2008. ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 2 1 ESCOPO DO FORNECIMENTO 1.1 - O objeto deste

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO E ORÇAMENTO - PROGEST DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES - DCL COORDENAÇÃO DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE DE COMPRAS E SERVIÇOS

Leia mais

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Informática Básica Conceitos Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Conceitos INFOR MÁTICA Informática INFOR MAÇÃO AUTO MÁTICA Processo de tratamento da informação

Leia mais

Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br

Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br ARMAZENAMENTO DE DADOS Introdução Vários periféricos podem ser usados para permitir o armazenamento e interface do computador.

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

Pesquisa Básica, Recursos Humanos e Inovação Tecnológica

Pesquisa Básica, Recursos Humanos e Inovação Tecnológica Pesquisa Básica, Recursos Humanos e Inovação Tecnológica Ivan Moura Campos Coordenador - Comitê Gestor da Internet no Brasil CEO, Akwan Information Technologies ivanmc@akwan.com.br Rio de Janeiro, 4 de

Leia mais

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informação Hardware: Dispositivos de Entrada, Processamento e Saída

Fundamentos de Sistemas de Informação Hardware: Dispositivos de Entrada, Processamento e Saída Fundamentos de Sistemas de Informação Hardware: Dispositivos de Entrada, Processamento e Saída Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Introdução O uso apropriado da tecnologia pode garantir

Leia mais

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Sumário: 1. Pré-requisitos de instalação física e lógica do Sisloc... 3 Servidores de Dados... 3 Servidores de Aplicação (Terminal Service)... 3

Leia mais

481040 - Programador/a de Informática

481040 - Programador/a de Informática 481040 - Programador/a de Informática UFCD - 0801 ADMINISTRAÇÃO DE REDES LOCAIS Sessão 1 SUMÁRIO Conceito de backups; Backups completos; Backups Incrementais; Backups Diferenciais; Dispositivos de Backups

Leia mais

Leia antes de instalar Mac OS X

Leia antes de instalar Mac OS X Leia antes de instalar Mac OS X Leia este documento antes de instalar o Mac OS X. Ele inclui informações sobre os computadores compatíveis, requisitos do sistema e como instalar o Mac OS X. Para obter

Leia mais

ONDE LEIA SE: LOTE 01

ONDE LEIA SE: LOTE 01 Divinolândia, 21 de Setembro de 2011 Prezados senhores interessados, Esta comissão de Julgamento de Licitação do Conderg Hospital Regional de Divinolândia, esclarece através deste, alteração feita no Edital

Leia mais

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView Sistema de Gerenciamento DmView O DmView é o Sistema de Gerência desenvolvido para supervisionar e configurar os equipamentos DATACOM, disponibilizando funções para gerência de supervisão, falhas, configuração,

Leia mais

FEATI - Faculdade de Educação, Administração e Tecnologia de Ibaiti Mantida pela União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo UNIESP

FEATI - Faculdade de Educação, Administração e Tecnologia de Ibaiti Mantida pela União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo UNIESP PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS IBAITI/PR 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVOS... 3 3 ATUALIZAÇÃO DO PARQUE TECNOLÓGICO... 3 3.1 Laboratório de Informática, Departamentos Acadêmicos

Leia mais

Guia do Usuário. PCtel E1

Guia do Usuário. PCtel E1 Guia do Usuário PCtel E1 Conteúdo Conhecendo o Produto...05 Instalação Física...08 Módulo Supervidor...10 Política de Garantia...12 Aspectos gerais Conhecendo o produto A Pctel desenvolveu uma plataforma

Leia mais

Conteúdo. 1. Requisitos para instalação do PrefSuite 2012 3. 1.1. Cliente 3. 1.2. Servidor 4

Conteúdo. 1. Requisitos para instalação do PrefSuite 2012 3. 1.1. Cliente 3. 1.2. Servidor 4 Requisitos de Instalação PrefSuite 2012 Conteúdo 1. Requisitos para instalação do PrefSuite 2012 3 1.1. Cliente 3 1.1.1. Mínimo 3 1.1.2. Recomendado 3 1.2. Servidor 4 1.2.1. Mínimo 4 1.2.2. Recomendado

Leia mais

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS 1. INTRODUÇÃO As Faculdades mantidas pelo Instituto Educacional de Assis IEDA (Escola de Educação Física de Assis, Faculdade de Administração de Assis,

Leia mais

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Texto Técnico 005/2013 TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Parte 05 0 Vamos finalizar o tema Trabalho com Grandes Montagens apresentando os melhores recursos e configurações de hardware para otimizar a abertura

Leia mais

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução Autor Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data 13/06/2012 Autor Rodrigo Cristiano Descrição

Leia mais

ILHA I GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO CMS DISCIPLINA: Introdução à Computação MÓDULO II Memórias e Processamento

ILHA I GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO CMS DISCIPLINA: Introdução à Computação MÓDULO II Memórias e Processamento MÓDULO II Memórias e Processamento Esse módulo irá relatar sobre as memórias seus tipos e a ligação com os tipos variados de processamento. Leia atentamente todo o conteúdo e participe dos fóruns de discursão,

Leia mais

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. André Dutton EMENTA: Conceitos fundamentais e histórico da ciência da computação; Histórico dos computadores, evolução e tendências; Modalidades de computadores

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 1 OBJETIVOS 1. Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NOTEBOOKS

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NOTEBOOKS DESCRITIVO TÉCNICO Este descritivo técnico visa aquisição de notebooks, caracterizados de Alta Mobilidade, denominado TIPO-1 (item 01) e de Mobilidade com Baixo Custo, denominado TIPO-2 (item 02). 1. Requisitos

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática 04 Organização de Computadores nov/2011 Componentes básicos de um computador Memória Processador Periféricos Barramento Processador (ou microprocessador) responsável pelo tratamento

Leia mais

INICIALIZAÇÃO RÁPIDA. 1 Insira o CD 1 ou DVD do Novell Linux Desktop na unidade e reinicialize o computador para iniciar o programa de instalação.

INICIALIZAÇÃO RÁPIDA. 1 Insira o CD 1 ou DVD do Novell Linux Desktop na unidade e reinicialize o computador para iniciar o programa de instalação. Novell Linux Desktop www.novell.com 27 de setembro de 2004 INICIALIZAÇÃO RÁPIDA Bem-vindo(a) ao Novell Linux Desktop O Novell Linux* Desktop (NLD) oferece um ambiente de trabalho estável e seguro equipado

Leia mais

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Um tarifador fácil de usar e poderoso. Com o tarifador STI Windows Atenas você poderá controlar os gastos com telefone, reduzir custos e otimizar

Leia mais

Introdução. Unisinos. Leandro Tonietto ltonietto@unisinos.br http://www.inf.unisinos.br/~ltonietto ago-08

Introdução. Unisinos. Leandro Tonietto ltonietto@unisinos.br http://www.inf.unisinos.br/~ltonietto ago-08 Introdução à computação e suas Aplicações Curso de Segurança a da Informação Unisinos Leandro Tonietto ltonietto@unisinos.br http://www.inf.unisinos.br/~ltonietto ago-08 Sumário Processamento de informações

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos Ao final desta apostila,

Leia mais

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br QUESTÕES TRE / TJ FCC 2007 CARGO: TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA QUESTÃO 11 -. Com relação a hardware, é correto afirmar que: (A) Computadores com placas-mãe alimentadas por fontes ATX suportam o uso do comando

Leia mais

Hardware e Software. Exemplos de software:

Hardware e Software. Exemplos de software: Hardware e Software O hardware é a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos integrados e placas, que se comunicam através de barramentos. Em complemento ao

Leia mais

Informações e Requisitos para o software NextSoft para 2015

Informações e Requisitos para o software NextSoft para 2015 Informações e Requisitos para o software NextSoft para 2015 Atenção: Neste documento, você encontrará informações sobre: Parte 1 Informações sobre requisitos técnicos do computador, impressoras, e demais

Leia mais