FOTOGRAFIA definições

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FOTOGRAFIA definições"

Transcrição

1 CURSO DE FAG Prof.: Ralph Willians de Camargo Facebook: Ralph Willians Orkut: Ralph Willians luz É uma forma de energia eletromagnética que se propaga em linha reta a partir de uma fonte luminosa Fontes Naturais Fontes Artificiais definições Todos fotografam visando vários objetivos: recordar um momento de vida que passa, documentar um fato ou um fundamento técnico, divulgar uma visão de mundo ou simplesmente expor um conceito, uma idéia. A Fotografia antes de tudo é uma linguagem. Um sistema de códigos, verbais ou visuais, um instrumento visual de comunicação. E toda a linguagem nada mais é do que um suporte, um meio, uma base, que sustenta aquilo que realmente deve ser dito: a mensagem. 1

2 definições A Fotografia, ao contrário do que pensamos não é uma cópia fiel da realidade fotografada. Isto porque a objetiva da câmara filtra essa imagem e o filme ou o sensor digital, por sua vez a distorce, alterando sua cor, luminosidade e a sensação de tridimensionalidade. Contudo, por mais que se queira apreender essa realidade em toda a sua amplitude, qualquer tentativa técnica é inútil, mesmo porque cada um de nós a concebe de modo distinto. definições A imagem fotográfica não é, para começo de conversa, uma forma de arte, em absoluto. Para alguns, ela é o meio pelo qual as obras de arte, entre outras coisas, são realizadas. A Fotografia é sempre uma imagem de algo. Ler uma Fotografia implica reconstituir no tempo um assunto, derivá-lo no passado e conjugá-lo num futuro virtual. NEM TUDO O QUE SE VÊ É REAL! definições A Fotografia não está limitada apenas ao seu referente; ela ultrapassa-o na medida em que o seu tempo presente é reconstituído, que o seu passado não pode deixar de ser considerado, e que o seu futuro também estará em jogo. A sobrevivência de sua imagem está intimamente ligada à genialidade criativa e intelectual de seu autor. Ou do impacto que esta gera sobre as pessoas e a história. 2

3 Grande Câmara Escura em forma de liteira (cadeira usada para transporte) construída em Roma, 1646, por Arthanasius Kirther história Ao longo dos anos, a fotografia passou por diversos processos e diversas transformações. Essas transformações ainda surgem com o passar do tempo. Porém, a base da fotografia que conhecemos hoje é creditada a nome como Joseph Nicéphore Niépce, Louis Jacques Mandé Daguerre, Henry Fox- Talbot, Richar Lear Maddox. No Brasil, o Francês Hércules Florence ( ) pesquisou a possibilidade de se reproduzir imagens usando a luz do sol e descobriu um processo fotográfico que chamou de PHOTOGRAPHIE no ano de 1832, como descreveu em seus diários da época, anos antes de Daguerre. Talbotipo criado por Willian Henry Fox-Talbot em 1844 história Florence aplicou-se a uma série de invenções durante os 55 anos em que viveu no Brasil até sua morte, na Vila de São Carlos (Campinas). Isolado e sem conhecimento do que realizavam seus contemporâneos europeus Niépce, Daguerre e Talbot, obteve resultados fotográficos sem obter lucro ou patente sobre a descoberta. Hércules Florence, 1875 ASSISTIR VÍDEO 3

4 câmeras digitais e analógicas Nos últimos anos, a grande inovação tecnológicas foi a conversão do analógico para o digital. Essa transformação alterou totalmente a informação e nosso cotidiano. A câmera digital é um dos exemplos mais marcantes dessa mudança porque é bem diferente de sua predecessora. As câmeras convencionais dependem totalmente de processos químicos e mecânicos: você nem precisa de eletricidade para utilizá-las. Por outro lado, todas as câmeras digitais possuem um computador embutido e todas elas registram imagens eletronicamente. câmeras digitais e analógicas À medida que as Câmeras Digitais evoluem, elas se tornam cada vez mais populares em todas as classes sociais. O que não acontecia tanto com com o processo analógico. Entretanto, alguns resultados fotográficos e ópticos são obtidos apenas com câmeras analógicas isso faz com que a fotografia analógica ganhe uma conotação mais artística e menos comercial. câmeras digitais - funcionamento A falta de conhecimento sobre as técnicas de ampliação, levaram os fotógrafos do século XIX a desenvolverem CÂMARAS DE GRANDE FORMATO, onde o tamanho do negativo era, na realidade o tamanho da cópia final. Foto de Em seu nível mais básico, uma câmera digital, assim como uma câmera convencional, possui uma série de lentes que focaliza a luz para criar a imagem de uma cena. Mas em vez de focalizar essa luz sobre um pedaço de filme, ela o faz sobre um dispositivo semicondutor que grava a luz eletronicamente. Um computador então decompõe essas informações eletrônicas em dados digitais. Todo o divertimento e os recursos interessantes das câmeras digitais vêm como um resultado direto desse processo. Qual câmera comprar? Canon EOS1D 4

5 CYBER SHOT F717 F=2.2 e V=1000 ISO 100 5h26 Modo manual CYBER SHOT F717 F=2.2 e V=4 ISO 100 5h25 Modo manual fotometria O processo eletrônico ou manual de ajuste do equipamento para se obter a melhor foto ou imagem chama-se FOTOMETRIA. Como a fotografia só funciona com a presença de luz, o equipamento necessita desse elemento para então poder determinar qual a melhor regulagem para as condições de luz do ambiente. Algumas câmeras possuem o modo Manual (M)de regulagem. A partir disso o fotógrafo poderá determinar qual o tipo de iluminação ele deseja. CYBER SHOT F717 F=2.2 e V=4 ISO 100 5h25 Modo manual CYBER SHOT F717 F=2.2 e V=1000 ISO 100 5h26 Modo manual fotometria O processo eletrônico ou manual de ajuste do equipamento para se obter a melhor foto ou imagem chama-se FOTOMETRIA. Como a fotografia só funciona com a presença de luz, o equipamento necessita desse elemento para então poder determinar qual a melhor regulagem para as condições de luz do ambiente. Algumas câmeras possuem o modo Manual (M)de regulagem. A partir disso o fotógrafo poderá determinar qual o tipo de iluminação ele deseja. diafragma e obturador Assim como acontece com o filme, uma câmera digital precisa controlar a quantidade de luz que atinge o sensor. Os dois componentes que ela usa para isso, a abertura e a velocidade do obturador, também estão presentes nas câmeras convencionais. Foto utilizando flash, e foco no primeiro plano. Para o desfoque no fundo foi utilizado f.5.6 Abertura de diafragma: A abertura é automática na maioria das câmeras digitais, mas algumas permitem o ajuste manual para dar aos fotógrafos profissionais e amadores um controle maior sobre a imagem final. 5

6 diafragma e obturador Foto utilizando flash, e foco no primeiro plano. Para o desfoque no fundo foi utilizado f.5.6 Velocidade do obturador: a quantidade de tempo que a luz pode passar através da abertura. Ao contrário do filme, o sensor de luz de uma câmera digital pode ser reajustado eletronicamente, de maneira que as câmeras digitais possuem um obturador digital em vez de um obturador mecânico. Esses dois componentes trabalham juntos para capturar a quantidade de luz necessária para produzir uma boa imagem. Em termos fotográficos, eles ajustam a exposição do sensor. Tipos de sensores: CCD ou CMOS abertura de diafragma Quanto menor for o número da abertura, mais a luz passará através da objetiva Escalas: 2, 2.8, 4, 5.6, 8, 11, 16 e 22. velocidades de obturador A maior parte das máquinas fotográficas permite utilizar os seguintes tempos de exposição: 1, 2, 4, 8, 16, 30, 60, 125, 250, 500 e 1000, 2000, 4000; Foto utilizando velocidade baixa de obturador. Técnica é também conhecida por panning. DUELO DE CÂMERAS 6

7 escala ISO ISO International Standards Organizations. O ISO determina a sensibilidade de um filme (no nosso caso o CCD) e é indicado por números ALTA ISO 600, 800, 1600 MÉDIA ISO 100, 200,400 BAIXA ISO 25, 50 ATENÇÃO: quanto mais alto for o ISO, mais granulada ficará a imagem. Tecnicamente chamamos isso de ruído na imagem. ISO 1600 GRANULAÇÃO APARENTE NA IMAGEM escala ISO ISO 100 GRANULAÇÃO MENOR escala ISO 7

8 áreas de fotometria Medição Central - a medição de luz é calculada no centro e ponderada para o restante do visor. Este modo proporciona a medição do ponto médio entre a luminosidade do assunto e do fundo, dando maior ponderação sobre o assunto que se encontra posicionado no centro do visor. Utilize este modo quando não deseja que o nível de luminosidade do plano do fundo afete o valor de exposição. Medição Parcial: divide a sensibilidade do fotômetro 75% no centro do visor Medição Pontual: leitura concentrada Obs.: os ícones podem mudar de uma câmara para a outra mas a base é a mesma. fotometria Os fotômetros são orientadores para controle de luz. Estão presentes no corpo da câmera e apresentam-se em tipos diferentes de acordo com a marca e modelo da câmera fotográfica O objetivo do fotômetro é fazer uma medição da luz do ambiente e desta forma, regular o equipamento da melhor maneira possível para que a foto saia perfeita. Nos modo automático, a câmera também controla obturador, diafragma e ISO do equipamento. Fotometria incorreta: excesso de luz Fotometria correta: possibilidade de visualizar o branco com os detalhes e outros tons da imagem fotometria tríade fotográfica 8

9 lentes foco e zoom O fotógrafo pode contar com uma série de lentes intercambiáveis para as mais diversas ocasiões e preços que variam de acordo com a tecnologia, alcance e luminosidade e necessidade do amante da fotografia. Lentes de foco fixo e zoom fixo - boas para fotos instantâneas, mas bastante limitadas. Equipamentos de vigilância utilizam este recurso. Lentes de zoom óptico com foco automático - similar à lente de uma câmera de vídeo, possuem opções "grande angular" e "teleobjetiva", além de foco automático. A câmera pode ou não suportar foco manual. Elas realmente mudam a distância focal da lente em vez de apenas ampliar a informação que atinge o sensor. lentes foco e zoom O fotógrafo pode contar com uma série de lentes intercambiáveis para as mais diversas ocasiões e preços que variam de acordo com a tecnologia, alcance e luminosidade e necessidade do amante da fotografia. Lentes de zoom digital - com o zoom digital, a câmera pega pixels do centro do sensor de imagem e os interpola para gerar uma imagem de tamanho completo. Dependendo da resolução da imagem e do sensor, Esta abordagem pode criar uma imagem granulosa ou embaçada. Você pode fazer a mesma coisa manualmente com um software de processamento de imagem: basta recortar a seção central da imagem e ampliá-la. Sistemas de lentes intercambiáveis - são similares às lentes intercambiáveis de uma câmera de 35 mm. Algumas câmeras digitais podem usar lentes de uma câmera 35 mm analógica. lentes distância focal As câmeras profissionais permitem que você troque as lentes para que possa ver a cena com diversas ampliações. A potência de ampliação de uma lente é descrita por sua distância focal. Nas câmeras, a distância focal é definida como a distância entre a lente e a imagem real de um objeto muito distante (a lua, por exemplo). Um número de distância focal maior indica uma maior ampliação da imagem. Os diversos tipos de lentes e os ângulos captados por elas DICA - Para saber o zoom da sua lente faça um simples cálculo: divida o número maior do zoom pelo menor. Ex.: uma lente 18x55 terá aproximadamente 3x de zoom. 9

10 lentes distância focal distorção de objetivas CANON Xti f=8 V=125 lente 10mm ISO 100 brincando com lentes Em muitos casos é possível obter resultado interessantes com determinados tipos de lentes. Como exemplo, temos aqui uma lente grande angular que pelo nome já explica sua função. Porém, se chegarmos muito próximos ao objeto fotografado a lente que possui uma curvatura para aumentar o campo de visão também criará efeitos de distorção na imagem. Um brincadeira que pode ser feita com amigos objetos ou animais de estimação. CANON Xti f=5.6 V=1600 lente 18mm ISO

11 lentes distância focal As lentes também possuem limitações técnicas. Foto feita no modo MACRO: aproximação e visão limitada Até onde podemos fazer o foco com determinada lente? Algumas câmeras possuem a opção MACRO. Ao selecionar esta opção torna-se possível chegar mais próxima do objeto. Em equipamentos profissionais, existem lentes específicas para tal. Na maioria dos casos essa informação sobre a distância do foco está descrita na lente. Para as lentes cambiáveis uma opção criada por um brasileiro é a inversão da lente. Isso aumenta consideravelmente a aproximação do objeto. Porém, a fotometria e demais opções da câmera ficam em segundo plano. Modo macro lentes modelos Existem diferentes tipos de objetivas, que se diferenciam por diversos fatores, como construção ótica, luminosidade e, principalmente, seu ÂNGULO DE ABRANGÊNCIA, que determina a perspectiva da imagem projetada - por sua vez determinada pela DISTÂNCIA FOCAL Diversidade: os modelos variam de acordo com a necessidade do fotógrafo. lentes características Canon L- Contém Elementos Aesféricos. Uma linha premium de vidro ótico adequada para o profissional exigente e para propósitos artísticos IS- Estabilização de Imagem. Um estabilizador giroscópico integrado na lente compensa o tremido da câmera, fornecendo fotos nítidas com velocidades de obturador 2 4 pontos mais lentas do que costuma ser possível USM - Motor Ultrassônico. As lentes com designação USM possuem operação de focagem mais rápida e silenciosa sem qualquer prejuízo EF - Eletro-Foco. Através de uma série de contatos através de uma série de contatos eletrônicos, o controle da focagem da lente é fornecido pelo corpo da câmera 11

12 lentes características Canon EFS - Eletro-Foco (Curto). Montagem EF ligeiramente diferente, que é compatível apenas com as seguintes câmeras digitais dotadas de sensores APS-C: Digital Rebel, XT, XTi, XS, XSi, 20D, 30D, 40D e 50D DO - Uma abordagem alternativa à formulação da lente que fornece lentes telefoto compactas e aberrações cromáticas e esféricas diminuídas Nikon lentes características NIKKOR Tipo D - essas lentes transmitem informações sobre a distância entre assunto e câmera para os corpos de câmera AF Nikon. Isso permite avanços como a Medição 3D Matrix e Fill-flash Balanceado Multi-Sensor 3D. DX - NIKKOR - São lentes compactas e leves, com um círculo de imagem menor projetado e otimizado para câmeras digitais SLR Nikon. AFS NIKKOR - As lentes possuem o Motor Silent Wave da Nikon que converte ondas viajantes em energia giratória para focalizar a ótica. Isso permite autofocagem suave que é extremamente precisa e super silenciosa. VR (Vibration Reduction) - O sistema minimiza o desfoque de imagem causado pela oscilação da câmera e oferece o equivalente à fotografia em uma velocidade de obturador 4 ou 3 pontos mais rápida. Nikon lentes características NIKKOR Tipo G São lentes compactas e leves, com um círculo de imagem menor projetado e otimizado para câmeras digitais SLR Nikon. ED (Dispersão Extrabaixa) - O vidro oferece nitidez e correção de cor superiores, minimizando a aberração cromática. Fornecem incrível nitidez e contraste mesmo nas aberturas maiores. EDIF - Tecnologia de Focagem Interna (IF) permite movimento ótico interno no barril da lente não-extensível. Isso oferece uma construção mais leve e compacta, focagem mais rápida e distância de focagem mais próxima. 12

13 lentes características Sigma HSM - Motor Hipersônico. Permite focagem automática e manual altamente responsiva e virtualmente silenciosa, bem como troca para foco apenas manual. ASP - Lente Aesférica. O complexo de lente aesférica permite liberdade de design, performance melhorada, um número reduzido de lentes componentes e um tamanho compacto. EX - Lente EX. O exterior dessa lente possui acabamento EX para indicar a construção superior e a qualidade ótica, e para melhorar a sua aparência. Função OS - Estabilizador Ótico. Essa função utiliza um mecanismo integrado que compensa o tremor de câmera. Isso expande dramaticamente as possibilidades fotográficas ao aliviar o movimento de câmera ao gravar com câmera na mão. Sigma lentes características APO - Lente APO. Para obter as imagens de qualidade mais elevada, a lente APO possui vidro especial de baixa dispersão (SLD) e foi projetada para minimizar a aberração de cor. IF - Focagem Interna. Para garantir estabilidade na focagem, essa lente move o(s) grupo(s) de lente interno(s) sem mudar o comprimento físico da lente. RF - Focagem Traseira. Essa lente vem equipada com um sistema que move o grupo de lente traseiro para focagem lenta de alta velocidade. RFS - Slot de Filtro Traseiro. Essa lente possui um slot de filtro de gelatina slip-in. Disparos contínuo: em câmeras profissionais é possível fazer de 4 a 10 disparos por segundo. dicas Ajuste seu foco previamente Quando utilizar câmeras de foco automático, pressionar o disparador por metade de seu curso informa à câmera para focalizar seu alvo. Você poderá ter de aguardar alguns segundos com o botão semipressionado, mas quando finalmente tirar a foto, a câmera não terá de perder tempo com a focalização. Use ajustes manuais da exposição Leva tempo para a câmera calcular os ajustes de exposição no modo totalmente automático, então ajuste-os manualmente sempre que pude Não use o flash a menos que seja absolutamente necessário O tempo que leva para o flash ser carregado pode criar um retardo adicional. O flash altera a atmosfera da luz ambiente. Caso precise de um flash, considere usar uma unidade externa de flash. 13

14 Disparos contínuo: em câmeras profissionais é possível fazer de 4 a 10 disparos por segundo. dicas Use o visor em vez da tela LCD Isso economizará suas baterias e reduzirá a quantidade de trabalho que a câmera precisa fazer. Use o modo de disparos múltiplos Se sua câmera oferece este recurso, o modo de disparos múltiplos é uma ótima maneira de conseguir o instante exato que está fotografando. Você poderá tirar uma série de fotos em poucos segundos. Dependendo da câmera, o modo de disparos múltiplos (ou modo contínuo) pode requerer um compromisso com a qualidade da imagem. questões 1) Sua câmara possui objetiva fixa ou zoom? 2) Quais são as especificações impressas no aro de sua objetiva? O que elas representam? 3) É possível ajustar abertura (f), velocidade de obturador (V) e ISO de sua câmara de maneira manual? 4) Qual a máximo e o mínimo de abertura (f) que sua câmera/lente possui? questões 5) Se sua câmera possui o modo manual, descreva o mínimo e o máximo de velocidade de obturador. 6) Descreva a escala de ISO de sua câmera. 8) Para fotografar pessoas correndo, carros e motos em movimento, quais as velocidades mais indicadas? 9) Descreva qual ao melhor sensibilidade ISO para se Fotografar: Praia, Teatros e shows à noite. 14

15 EXERCÍCIOS FOTOGRÁFICOS Faça fotos onde seja possível: Variar o ISO da câmera no mesmo ambiente; Faça fotos com diferentes velocidades de obturador; Fotos com diferentes aberturas de diafragma; Fotos com diferentes fotometrias. profundidade de campo F 5.6 V 1/125 Quando falamos em foto com profundidade de campo, estamos nos referindo à nitidez presente em todos os planos do enquadramento. Profundidade de campo portanto, corresponde a faixa de nitidez no enquadramento Essa faixa de nitidez está diretamente ligada à: F 2.8 V1/640 ABERTURA (f), DISTÂNCIA DE FOCALIZAÇÃO DISTÂNCIA FOCAL DA OBJETIVA (Grande Angular, Normal,Tele, etc) F 11 V 1/30 profundidade de campo Para conseguirmos essa regulagem é necessário utilizarmos aberturas diferenciadas de diafragma nas lentes. QUANTO MAIOR O NÚMERO NO DIAFRAGMA, MAIS NÍTIDA SERÁ A FOTO EM TODOS OS PLANOS. QUANTO MENOR FOR A ABERTURA, MAIS DESFOCADO SERÃO OS PLANOS SECUNDÁRIOS OU NÃO DESTACADOS DA IMAGEM. 15

16 profundidade de campo Geralmente o botão White Balance é representado pela Sigla WB white balance e efeitos criativos É possível ajustar o balanço de brancos selecionando a temperatura de cor apropriada para as condições de luz. É recomendado que se utilize o balanço de brancos automático [AUTO] quando fotografar com duas ou mais diferentes fontes de luz. Na fotografia analógica as câmeras não eram dotadas desse sistema e para que a foto apresentasse resultados inesperados o fotógrafo era obrigado a observar também a iluminação do ambiente e se necessário usar filtros de correção de cor. VER VÍDEO composição É a maneira de ordenar os elementos da linguagem não visual Na fotografia os elementos unem-se para comunicar algo A imagem é lida em seu todo, a partir dos elementos que a compõem VER VÍDEO Casio exilim Z60 F=65 V=250 ISO

17 composição 1º Aprender a observar o mundo em volta com um olhar diferente 2º Explorar as várias possibilidades de enquadramento 3º Excluir detalhes irrelevantes ou perturbadores Casio exilim Z60 F=4.3 V=250 ISO 100 4º Procurar preencher os limites do visor com o que realmente comunica ou interessa para a sua foto 5º Definir o formato da foto de acordo com o tema edição - formato Uma vez feita a foto, é possível reenquadrar a imagem através de programas como o photoshop ou então editá-la de modo que a mesma fique em outros formatos como as fotos panorâmicas mais estreitas que as fotos comuns a que estamos acostumados. As fotos panorâmicas causam a sensação de amplitude entretanto o ambiente deve ajudar. planos fotográficos Planos determinam o distanciamento da câmera em relação ao objeto fotografado, levando-se em conta a organização dos elementos dentro do enquadramento realizado. Os planos dividem-se em três grupos principais (seguindo-se a nomenclatura cinematográfica) Plano Geral, Plano Médio, Primeiro Plano. Uma mesma fotografia pode conter vários planos, sendo classificada por aquele que é responsável por suas características principais. 17

18 planos fotográficos (A) Plano Geral: Enquadramento amplo, abrangendo todo o ambiente ao redor do modelo. (B)Plano americano: Enquadramento do joelho para cima. (C) Plano médio: Modelo e um pouco do ambiente à sua volta. (D) Plano médio fechado: altura do busto (E) Primeiro Plano: enquadra o sujeito dando destaque ao gesto, à emoção, à fisionomia, podendo também ser um plano de detalhe, onde a textura ganha força e pode ser utilizada na criação de fotografias abstratas. planos fotográficos (F) Close ou Primeiríssimo plano: Rosto e ombros (3 x 4) (G) Super Close. Big Close ou Plano Detalhe: Rosto ocupa o primeiro plano. Sem pescoço, cabelos. Usado para detalhes do corpo, fotos de joias. Plongée: De cima para baixo, tende a diminuir o objeto ou modelo. Contra-Plongée: De baixo para cima, tende a aumentar o objeto ou modelo. Aérea: Tirada de avião, helicóptero, prédio ou montanha. Panorâmica: Fotos de paisagem, com o foco no infinito. Algumas câmeras possuem esta opção e já deixam a foto mais retangular. regra dos terços O fato de se colocar o assunto ou o objeto principal no centro do quadro, nem sempre resultará em uma boa imagem. Normalmente qualquer cena, com uma imagem centralizada, torna-se cansativa. A melhor forma de resolver este problema é imaginar que o visor de sua câmara é dividido horizontalmente e verticalmente por duas linhas eqüidistantes, formando nove pequenos quadros. Todos os quatro cruzamentos, ou a posição das linhas são bons lugares para se colocar o elemento principal da cena. 18

19 regra dos terços regra dos terços Não centralizar horizontes também é uma forma de tornar a imagem mais interessante. Valorizando-se o céu, ou o assunto no solo é possível dar dimensões a paisagem, assim como criar linhas de perspectiva que conduzem o olhar. 19

20 figura humana Colocar um elemento humano na composição sempre valoriza a imagem, além de funcionar como forma de dar referência às dimensões do ambiente. Obs.: efeito de névoa da água é obtido usando velocidades baixas de obturados retratos Retratos são uma excelente forma de evidenciar as expressões da pessoa. Diferentes dos outros tipos de fotografia, o retrato pode e deve ser feito em close ou seja o mais fechado possível. No momento certo e com a iluminação certa você pode obter ótimos resultados. 20

21 retratos Para se ter uma foto espontânea, o fotógrafo precisa geralmente estar familiarizado com o ambiente. Em determinado momento sua presença deixa de ser relevante. É nesse momento que você pode capturar momentos mais descontraídos. Muitas vezes, é necessário produzir várias fotos para chegar a atingir este objetivo em uma reunião de amigos por exemplo. isolando o tema Utilizada para valorizar expressões, pessoas e animais Procurar utilizar fundos neutros, sem detalhes, preferencialmente sem foco perspectiva Efeito responsável pela sensação de profundidade Conduz o olhar para um outro plano da fotografia A perspectiva vem desde os primórdios fotográficos herdados dos pintores. 21

22 molduras O objetivo da moldura é criar composições enquadrando o modelo dentro dos limites de um detalhe arquitetônico ou natural. textura Proporciona a sensação do tato. Confere uma qualidade palpável à forma plana. Lembra a maciez, aspereza ou brilho Geralmente, a posição da luz pode evidenciar mais ainda essa sensação. ponto de vista Mude seu ponto de visão, fotografe de um local mais alto, de cima para baixo ou vice-versa. As imagens ganharão uma nova e interessante perspectiva. VER VÍDEO 22

23 usando o flash Um dos principais segredos da fotografia é utilizar o flash corretamente. Existem dois principais tipos de flash: flash embutido: aquele que fica na própria câmera flash de estúdio: montado em tripés e gruas no local onde as fotos serão realizadas. Algumas câmeras amadoras possuem a possibilidade de flashs auxiliares esses mais potentes e com maior variação de posições. Assim é possível utilizá-los de maneira criativa. Uma possibilidade é usar o flash com velocidades diferentes de obturador onde o assunto é iluminado pelo flash e o fundo é captado pela câmera. Em velocidades muito baixas é necessário o uso de um tripé. flash de preenchimento Muitas vezes é possível utilizar o flash não somente quando o local possui pouca luminosidade. Durante o dia também é possível utilizarmos o flash, esse situação acontece quando estamos em locais com sombras ou em situações de contra luz. Nesse caso usamos o flash para iluminar o objeto ou pessoa. VÍDEO SOBRE ILUMINAÇÃO flash -dicas Os flashs embutidos em sua maioria possuem um alcance limitado. Geralmente 3m é a distância máxima que ele chega a iluminar uma cena. Portanto: Não se afaste muito da cena desejada, o resultado pode não ser o esperado. Quando usamos o modo de fotografia noturna a câmera utiliza velocidades baixas de obturador para isso é aconselhado o uso de tripé. Assim a foto não sairá tremida! Dica: o uso do flash auxilia no congelamento do movimento Usa-se também apoiar o equipamento em algum lugar para obter o mesmo resultado ou segurar com firmeza o equipamento. Obs.: o fotografado também não deve se movimentar 23

24 flash - evitando sombras Quando fotografamos como flash muitas vezes a sombra torna-se inevitável. Uma boa dica para fotografarmos com flash embutido é chegar o mais próximo possível do objeto ou pessoa. Outra dica: tire a pessoa perto de paredes ou então deixe-a o mais próximo possível. Isso evita que a sombra se propague. fotografia noturna Para produzirmos ótimas fotografias noturnas um bom tripé é fundamental. Só assim você garantirá fotos nítidas e com um resultado muito bom. Posicione o tripé e faça o enquadramento desejado; Feito isso, ajuste o foco e o self-timer do equipamento. Por mais que o equipamento esteja apoiado em um tripé muita coisa pode acontecer. Faça vários disparos com velocidades de obturador diferentes. Lembre-se que em fotos noturnas o tempo de exposição será grande. Em alguns casos contar com a sorte pode ajudar muito. Self-timer fotografia noturna 24

25 fotografia noturna fotografia noturna shows e espetáculos Para captar boas fotos em shows, peças de teatro, desfiles e demais eventos noturnos é muito importante: Estar próximo ao acontecimento, a menos que seu equipamento tenha um bom alcance; Se estiver longe, observe o uso do flash pois objetos próximos ou pessoas podem aparecer na fotografia e prejudicar sua foto. Elas estarão mais iluminadas em relação ao palco por exemplo; 25

26 fotografia noturna shows e espetáculos Aproveite a iluminação do palco. Geralmente grandes espetáculos contam com excelentes iluminações, isso dará mais destaque para sua fotografia. Se estiver distante do palco, escolha o momento mais iluminado para sacar sua foto, isso vai ajudar. Use ISO acima de Apesar de ruidosa, a foto terá uma melhor iluminação e evita o uso de velocidades muito baixas. modos avançados Algumas câmeras possuem além dos modos automáticos (retrato, paisagem, macro, esporte, retrato noturno, e flash desligado) os modos avançados de fotografia. Modo P (Program AE) AE = Exposição Automática. Exposição = Combinação de abertura-f da objetiva com a velocidade de obturador-v. Para fotos em geral. A câmera ajusta automaticamente a exposição de acordo com as condições de iluminação. Este programa P trabalha como o Programa Automatismo Total [AUTO], porém, pode-se alterar a combinação dos valores de abertura-f e da velocidade de obturador no modo P (Programa AE), mantendo a mesma exposição correta. Este modo também é útil se não desejar utilizar o flash. modos avançados AV - abertura-f do diafragma objetiva e a câmera ajusta automaticamente a velocidade de obturador de acordo com a abertura-f selecionada, o ISO ajustado e das condições de luz. TV ou S (Speedy) = Rápido / Velocidade Neste modo, você seleciona a velocidade de obturador desejada e a câmera ajusta automaticamente a abertura-f do diafragma / objetiva de acordo com a velocidade de obturador selecionada, sensibilidade ISO ajustada e das condições de luz. Ótimo programa para trabalhar com o movimento do assunto a ser fotografado Modo M (Manual) Neste programa, o fotógrafo tem o comando e domínio total da exposição, permitindo-lhe ajustar os valores da velocidade de obturador e da abertura do diafragma / objetiva, enquanto consulta o indicador de nível de exposição. Este modo lhe permite maior controle criativo, efetuando o ajuste que você deseja, independentemente da exposição correta. Também é possível efetuar fotos em B (bulb). 26

CURSO DE FOTOGRAFIA FAG

CURSO DE FOTOGRAFIA FAG CURSO DE FOTOGRAFIA FAG Prof.: Ralph Willians de Camargo ralphwillians@gmail.com Twitter: @Ralphwillians Facebook: Ralph Willians Orkut: Ralph Willians luz É uma forma de energia eletromagnética que se

Leia mais

CÂMERAS. fotográficas

CÂMERAS. fotográficas CÂMERAS fotográficas Quanto ao suporte: Digital Analógico Como classificar e diferenciar os tipos de Câmeras? Quanto a automação: Automáticas Semi-automáticas Auto e manual Quanto ao visor: Visor direto

Leia mais

Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30

Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30 Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30 EMBARGO: 12 de fevereiro de 2014, 04:00 (UCT) Este documento explica as novas tecnologias que não se encontram nos modelos

Leia mais

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico)

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) CÂMERA FOTOGRÁFICA Foto analógica Foto digital Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) O DIAFRAGMA OBJETO DIAFRAGMA EM IRIS OBJETO IRIS RETINA ABERTURA PUPILA LENTE CRISTANILO

Leia mais

TUTORIAL FOTOGRAFIA BÁSICA

TUTORIAL FOTOGRAFIA BÁSICA TUTORIAL FOTOGRAFIA BÁSICA História da Fotografia 1727 - Na Alemanha - John Heinrich. Inventou a fotossensibilidade em sais de prata. 1826 Na França Joseph Nicéphore Nièpce. Inventa a Héliohraphia. Morreu

Leia mais

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos VERSÃO FOTOGRAFIA 10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos Existem várias formas de alterar o resultado final de uma foto, seja através do ISO, da velocidade do obturador, da abertura

Leia mais

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010 Marcus Ramos UNIVASF Engenheiro elétrico (USP/82); Mestre em Sistemas Digitais (USP/91); Professor do curso de Engenharia de Computação da UNIVASF em Juazeiro-BA

Leia mais

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 2 Guia para fotografar com pouca luz Versão 1 Texto e fotografias de Christian Camilo T 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 3 Índice FOTOGRAFANDO EM AMBIENTES

Leia mais

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida!

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida! Introdução e índice Eu sou a Claudia Regina (www.claudiaregina.com) e resolvi criar este pequeno Manual Básico de Fotografia para ajudar quem procura por bom conteúdo para iniciantes, em português. Aprender

Leia mais

Conceito Técnico de Fotografia

Conceito Técnico de Fotografia Fotografia Digital Conceito Técnico de Fotografia Fotografar é, por princípio, registrar a luz refletida pelo assunto (entende-se por assunto o que está sendo fotografado). Na câmara digital, como na convencional,

Leia mais

Introdução à Fotografia Digital

Introdução à Fotografia Digital Introdução à Fotografia Digital Aula 1 Fundamentos, Câmeras, Obje3vas Disponível em www.ecoclics.com/wp- content/pdf/aula_ifd_1.pdf Roteiro da Aula Apresentações Programação do curso Câmeras Objetivas

Leia mais

Sumário do livro 1. APRESENTAÇÃO. 1.1. A Fotografi a é Necessária

Sumário do livro 1. APRESENTAÇÃO. 1.1. A Fotografi a é Necessária Sumário do livro 1. APRESENTAÇÃO 1.1. A Fotografi a é Necessária 1.2. Problema Léxico: Câmera ou Câmara Fotográfica? 1.3. Da Prata ao Silício 2. DICAS 2.1. 25 Questões Básicas sobre Fotografi a Digital

Leia mais

aprenda a fotografar em 7 lições CLAUDIA REGINA dicasdefotografia.com.br

aprenda a fotografar em 7 lições CLAUDIA REGINA dicasdefotografia.com.br aprenda a fotografar em 7 lições CLAUDIA REGINA dicasdefotografia.com.br Prefácio à publicação de 2013 Publiquei este manual pela primeira vez em março de 2009, quando o blog Dicas de Fotografia estava

Leia mais

A câmera fotográfica. 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento

A câmera fotográfica. 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento A câmera fotográfica 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento Definição Câmera fotográfica é uma câmara escura projetada segundo características específicas (quanto a ótica, mecânica

Leia mais

Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza

Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza Câm ara Escura Tipos de Câmeras A Câmera Básica Componentes comuns em todas as câmeras Visor Objetiva Plano do filme Diafragma Obturador Mecanismos de foco

Leia mais

Composição fotográfica

Composição fotográfica 3. Uso de diagonais 4. Regra dos terços 5. O Ponto Dourado Composição fotográfica 15 dicas para ter imagens com harmonia e proporção. Este tutorial vai ajudá-lo a usar melhor uma câmera fotográfica, compacta

Leia mais

Composição fotográfica

Composição fotográfica Composição fotográfica É a seleção e os arranjos agradáveis dos assuntos dentro da área a ser fotografada. Os arranjos são feitos colocando-se figuras ou objetos em determinadas posições. Às vezes, na

Leia mais

Sumário. 1. Imagens de alta resolução com a D800E... 30 2. Abertura e assuntos complexos... 32 3. Graduação Gráfica de cor e ondulado...

Sumário. 1. Imagens de alta resolução com a D800E... 30 2. Abertura e assuntos complexos... 32 3. Graduação Gráfica de cor e ondulado... Guia Técnico Apresentação Este Guia Técnico detalha as principais técnicas usadas para criar duas das fotografias tecnicamente mais avançadas da brochura D800/D800E. Aproveite esta oportunidade para admirar

Leia mais

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas Tirar fotos não é apenas uma ação de apontar a máquina e apertar o botão (a menos que essa seja sua intenção artística). É necessário saber o que vai retratar e como vai

Leia mais

O OBTURADOR 1. FUNCIONAMENTO:

O OBTURADOR 1. FUNCIONAMENTO: Esse anexo é um complemento do material didático exclusivo do Curso de Fotografia Digital - A fotografia sob uma nova óptica e função, com Célio Ricardo, constituindo uma parte que completa o total de

Leia mais

São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados!

São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados! Sua Câmera fotográfica Digital Mód03Bas_Cs00B01 www.fotomboe.com São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados! 2014 Vivaldo Armelin Júnior www.fotomboe.com Lembretes A Proposta do curso Chegamos ao

Leia mais

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL Distância focal DISTÂNCIA FOCAL: Unidade de medida relativa à distância existente entre o centro óptico de uma lente e o plano de foco. A distância focal determina a relação de grandeza de um motivo e

Leia mais

Glossário de Fotopublicidade

Glossário de Fotopublicidade Glossário de Fotopublicidade Câmera analógica: câmera que captura as imagens em filme/película. Câmera digital: câmera que salva imagens como arquivos digitais em algum tipo de disco de memória em vez

Leia mais

O MELHOR É O PRÓXIMO PASSO

O MELHOR É O PRÓXIMO PASSO O MELHOR É O PRÓXIMO PASSO Agarre cada oportunidade you can 2 Começa a nossa viagem Hora de surfar! Vamos à escola de surf A vantagem da DSLR Mude de objetiva, mude de perspetiva Objetivas intermutáveis

Leia mais

Tecnologias IXUS 210. Ecrã Táctil LCD PureColor II

Tecnologias IXUS 210. Ecrã Táctil LCD PureColor II Tecnologias IXUS 210 Interface Táctil Avançada A IXUS 210 inclui o ecrã táctil IXUS com a interface de utilizador mais avançada até hoje, proporcionando acesso ao menu principal da câmara, bem como ícones

Leia mais

Fotografia Digital 1

Fotografia Digital 1 Fotografia Digital 1 Apresentação Constituída em 2007 é referência nacional no ensino da fotografia de paisagem natural 2 Uma das entidades que mais workshops lecciona anualmente em Portugal Cursos de

Leia mais

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br 8 c o i s a s que vocêê precisa saber para FOTOGRAFAR Ana Flor www.anaflor.fot.br Introdução Esta apostila não pretende ser um manual de como ser um ótimo fotógrafo ou como usar sua câmera. Aqui você encontrará

Leia mais

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes?

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? Escolha da Objectiva Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? As lentes, também conhecidas como objectivas, são a parte mais importante do seu

Leia mais

DICAS DE FOTOGRAFIAS Material retirado do curso da National Geographic e de diversos materiais disponibilizados na Internet

DICAS DE FOTOGRAFIAS Material retirado do curso da National Geographic e de diversos materiais disponibilizados na Internet DICAS DE FOTOGRAFIAS Material retirado do curso da National Geographic e de diversos materiais disponibilizados na Internet 1 Usar a regra dos 2 3 da imagem. 2 - Lembre-se que o flash tem um alcance limitado,

Leia mais

Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva

Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva Técnicas de fotografia Objetivos Conhecer a fotografia Reconhecer tipos de câmeras Aprender técnicas Conhecer assessórios

Leia mais

Primeiras Informações

Primeiras Informações Primeiras Informações Para que um trabalho escolar fique com melhor qualidade é importante registrálo, não apenas para ser apresentado aos pais, mas principalmente como arquivo. Guardar o registro de trabalhos

Leia mais

10 Grandes Dicas de Fotografia

10 Grandes Dicas de Fotografia É fácil imprimir suas fotos. KODAK EASYSHARE Gallery*: A maneira mais fácil de imprimir suas fotos. Basta transferir suas fotos para o site www.kodakgallery.com, fazer seu pedido e, em poucos dias, suas

Leia mais

Fotografia digital. Aspectos técnicos

Fotografia digital. Aspectos técnicos Fotografia digital Aspectos técnicos Captura CCD (Charge Coupled Device) CMOS (Complementary Metal OxideSemiconductor) Conversão de luz em cargas elétricas Equilíbrio entre abertura do diafragma e velocidade

Leia mais

Produzindo e divulgando fotos e vídeos. Aula 2 Produzindo uma foto

Produzindo e divulgando fotos e vídeos. Aula 2 Produzindo uma foto Produzindo e divulgando fotos e vídeos Aula 2 Produzindo uma foto Objetivos 1 Entender um pouco da história da fotografia. 2 Identificar o que observar na escolha do equipamento fotográfico. 3 Compreender

Leia mais

Tecnologias PowerShot SX500 IS e PowerShot SX160 IS

Tecnologias PowerShot SX500 IS e PowerShot SX160 IS Tecnologias PowerShot SX500 IS e PowerShot SX160 IS EMBARGO: 21 Agosto 2012, 15:00 (CEST) Objetiva grande angular de 24mm com zoom ótico de 30x (PowerShot SX500 IS) Desenvolvida segundo os mesmos processos

Leia mais

Tecnologias EOS 550D. Sensor CMOS Canon

Tecnologias EOS 550D. Sensor CMOS Canon Tecnologias EOS 550D Sensor CMOS Canon Desenhada pela Canon para se conjugar com os processadores DIGIC, a tecnologia CMOS integra circuitos avançados de redução de ruído em cada pixel proporcionando imagens

Leia mais

Mini Workshop de Fotografia (+60 ) Marcos Semola. DSF BSM Latin America. 23-27 de Novembro de 2009 Shell CIPA Day

Mini Workshop de Fotografia (+60 ) Marcos Semola. DSF BSM Latin America. 23-27 de Novembro de 2009 Shell CIPA Day Mini Workshop de Fotografia (+60 ) Marcos Semola DSF BSM Latin America 23-27 de Novembro de 2009 Shell CIPA Day Agenda 1. Por que esta palestra? 2. Por que o hobby da fotografia 3. O que você precisa para

Leia mais

Guião fotográfico. Instituto Politécnico da Guarda. Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto. Discente: Joana Nunes

Guião fotográfico. Instituto Politécnico da Guarda. Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto. Discente: Joana Nunes Instituto Politécnico da Guarda Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto Guião fotográfico Discente: Joana Nunes Número de Aluno: 5007996 Ano Letivo: 2013/2014 Curso de Especialização Tecnológica

Leia mais

Sumário CAPÍTULO UM 1. Usando o flash como profissional, parte 2. Começando exatamente de onde o último livro parou CAPÍTULO DOIS 33

Sumário CAPÍTULO UM 1. Usando o flash como profissional, parte 2. Começando exatamente de onde o último livro parou CAPÍTULO DOIS 33 CAPÍTULO UM 1 Usando o flash como profissional, parte 2 Começando exatamente de onde o último livro parou Nove coisas que você gostaria de ter aprendido... 2...antes de ler este livro! 3 Foram apenas seis.

Leia mais

CAPÍTULO II A CÂMARA FOTOGRÁFICA

CAPÍTULO II A CÂMARA FOTOGRÁFICA CAPÍTULO II A CÂMARA FOTOGRÁFICA I - Princípios Básicos Toda câmera fotográfica é fundamentalmente uma câmara escura projetada segundo características específicas que envolvem sua óptica, mecânica e formato

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO Módulos 1. Câmaras e Imagens Digitais. 2. Controlar a Exposição. 3. Controlar a Nitidez. 4. Captar Luz e Cor. 5. Compreender as Objectivas. 6. Fotografia com o Flash

Leia mais

Curso Básico de Fotografia Digital. Por Daniel Barboza

Curso Básico de Fotografia Digital. Por Daniel Barboza Curso Básico de Fotografia Digital Por Daniel Barboza Curso Básico de Fotografia Digital 57ª Turma Ementa Objetivos: Aprimorar conhecimentos gerais; Aprender a fazer fotos em viagens; Ter noção de como

Leia mais

FOTOMETRIA E EXPOSIÇÃO

FOTOMETRIA E EXPOSIÇÃO GRAPHOS LABORATÓRIO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM JORNALISMO GRÁFICO FOTOMETRIA E EXPOSIÇÃO FOTOGRAFIA BÁSICA: EQUIPAMENTOS Controles básicos da câmera OBTURADOR Tempo de exposição velocidade de disparo AFETA

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL formação em imagem www.100iso.pt Módulos 1. Câmaras e Imagens Digitais. 2. Controlar a Exposição. 3. Controlar a Nitidez. 4. Captar Luz e Cor. 5. Compreender as Objectivas.

Leia mais

Dicas & Sugestões www.fotomboe.com. São Paulo - SP Brasil 2014

Dicas & Sugestões www.fotomboe.com. São Paulo - SP Brasil 2014 Módulo I Dicas & Sugestões www.fotomboe.com Este é o primeiro módulo do curso Dicas & Sugestões, do Site FotoMBoé, para não perder tempo comecemos com o curso para que seja possível você aprimorar suas

Leia mais

Technologies Explained LEGRIA HF R series

Technologies Explained LEGRIA HF R series Technologies Explained LEGRIA HF R series Sistema de Câmara HD da Canon Para assegurar uma boa qualidade de imagem nas suas câmaras de vídeo HD, a Canon desenvolve e fabrica três componentes de imagem

Leia mais

FOTOGRAFIA O MUNDO FOTOGRAFICO Hoje, as fotografias fazem parte do nosso mundo de uma maneira impressionante. Seja em computadores, smartphones, tablets, câmeras digitais, não importa, aonde olharmos

Leia mais

Lentes Canon EFS. Modelo: EF-S60mm f/2.8 MACRO USM. Manual de Instruções

Lentes Canon EFS. Modelo: EF-S60mm f/2.8 MACRO USM. Manual de Instruções Lentes Canon EFS Modelo: EF-S60mm f/2.8 MACRO USM Manual de Instruções Obrigado por adquirir as lentes USM da Canon. As lentes EF-S60mm/2.8 MACRO USM da Canon são lentes macro que podem ser utilizadas

Leia mais

Projeto Pintando um Sonho. www.fcci.art.br

Projeto Pintando um Sonho. www.fcci.art.br Projeto Pintando um Sonho www.fcci.art.br Foz do Iguaçu, Junho de 2012 Histórico φωτός + γράφειν Fotografia: arte ou processo de reproduzir imagens sobre uma superfície fotossensível, pela ação de energia

Leia mais

FOTOGRAFIA BÁSICA PROFº MIVACYR FILHO

FOTOGRAFIA BÁSICA PROFº MIVACYR FILHO FOTOGRAFIA BÁSICA PROFº MIVACYR FILHO Fotografia: o inicio Contexto Histórico O homem sempre teve a necessidade de se expressar visualmente, de mostrar ao mundo o que seus olhos percebem a as figuras criadas

Leia mais

Foco e profundidade de campo

Foco e profundidade de campo Foco e profundidade de campo Foco Quando tiramos uma foto queremos que nosso destaque, no geral, esteja nítido e visível. O foco pode ser manual ou automático. Manualmente você gira o anel da sua lente.

Leia mais

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA - 1

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA - 1 DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA - 1 Mauricio Baggio ÍRIS / DIAFRAGMA Dispositivo que permite o controle da quantidade de luz que atinge o filme ou o sensor no interior da câmera. Este controle é realizado definindo-se

Leia mais

O QUE É A AURORA BOREAL

O QUE É A AURORA BOREAL E-mail: rudyfav@gmail.com Facebook: Rudy Fávero Instagram: @rudyfavero O QUE É A AURORA BOREAL As luzes se originam no sol, mas precisamente pelo contato de partículas emitidas pelo sol com a atmosfera.

Leia mais

Tecnologias PowerShot G16, PowerShot S120, PowerShot SX170 IS, PowerShot SX510 HS

Tecnologias PowerShot G16, PowerShot S120, PowerShot SX170 IS, PowerShot SX510 HS Tecnologias PowerShot G16, PowerShot S120, PowerShot SX170 IS, PowerShot SX510 HS EMBARGO: 22 Agosto 2013, 06:00 (CEST) Câmara mais fina do mundo 1 com uma objetiva grande angular de 24mm com abertura

Leia mais

DE JOIAS. Guia de Melhores Práticas FOTOGRAFIA. Domine a Técnica de Fotografia de Anéis em Apenas 4 Passos EDIÇÃO Nº 11 GRÁTIS

DE JOIAS. Guia de Melhores Práticas FOTOGRAFIA. Domine a Técnica de Fotografia de Anéis em Apenas 4 Passos EDIÇÃO Nº 11 GRÁTIS FOTOGRAFIA EDIÇÃO Nº 11 GRÁTIS DE JOIAS SOLUÇÕES PARA IMAGENS DE PRODUTO QUE CONQUISTARAM OS LÍDERES DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Guia de Melhores Práticas Domine a Técnica de Fotografia de Anéis em Apenas 4

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Histórico da Fotografia A fotografia surgiu do desejo do homem retratar o mundo a sua volta. Desde os primórdios, com a

Leia mais

A câmera As lentes A exposição

A câmera As lentes A exposição A câmera As lentes A exposição 1 Corpo da câmera: a caixa sem as objetivas e os demais acessórios. Objetiva: as lentes intercambiáveis. Diafragma: dispositivo que controla a quantidade de luz que passa

Leia mais

Tecnologias PowerShot G12

Tecnologias PowerShot G12 Tecnologias PowerShot G12 EMBARGO: 14 th September, 2010, 10:00 (CEST) Objectiva grande angular de 28mm com zoom óptico de 5x Desenvolvida com os mesmos processos e standards de qualidade aplicados no

Leia mais

Astrofotografia com camera fixa

Astrofotografia com camera fixa Astrofotografia com camera fixa José Carlos Diniz - dinizfam@uninet.com.br Ao escrever sobre este tema pretendemos estimular o uso da astrofotografia, desmistificando e apresentando de forma simples e

Leia mais

ENSAIO FOTOGRÁFICO URBANO. Arthur Felipe Pereira Souza UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

ENSAIO FOTOGRÁFICO URBANO. Arthur Felipe Pereira Souza UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS ENSAIO FOTOGRÁFICO URBANO Arthur Felipe Pereira Souza UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS INTRODUÇÃO Apesar de muitos considerarem Joseph Nicéphore Niépce como sendo o inventor da fotografia, ela não é uma

Leia mais

Dia 21 (sábado de manhã, das 10 às 13h00) Saida para exterior Aula práctica de Fotografia num local a escolher)

Dia 21 (sábado de manhã, das 10 às 13h00) Saida para exterior Aula práctica de Fotografia num local a escolher) Local: Évora Hotel Av. Tulio Espanca, Apartado 93 Évora Tel: 266 403 315 Inscrições e Informações: Contactar Pedro Vilhena Site: Pedro Vilhena Fotografia Tm: 96 807 61 81 email: pedrovilhena.fotografo@gmail.com

Leia mais

Fotografia: conceitos e técnicas

Fotografia: conceitos e técnicas ca leo Carlos Leonardo S Mendes wwwcaleocombr caleo Carlos Leonardo dos S Mendes Fotografia: conceitos e técnicas Exposição Setembro de 2008 Versão 10 Nota: os textos ou fotos contidos neste material não

Leia mais

Fotografia Digital Básica

Fotografia Digital Básica Escola de Belas Artes EBA UFMG Cursos de Extensão Alexandre Cruz Leão www.fotodearte.com.br/cursos/fotodigital e-mail: alexandre@fotodearte.com.br Maio 2014 Lançamento de câmeras digitais / ano 178 172

Leia mais

Ficha técnica CANON PowerShot D30

Ficha técnica CANON PowerShot D30 Ficha técnica CANON PowerShot D30 Tipo de produto Tipo de sensor óptico Dimensão do sensor óptico Zoom óptico Zoom digital Processador de Imagem Estabilizador de imagem Auto-foco Controle AE/AF Câmara

Leia mais

energia que vai longe

energia que vai longe Como melhorar seus Clicks energia que vai longe CLICK 2014 Introdução A fotografia é uma das principais ferramentas de comunicação da atualidade. Com o avanço tecnológico das câmeras fotográficas e celulares,

Leia mais

A primeira câmara digital com telémetro do mundo

A primeira câmara digital com telémetro do mundo A primeira câmara digital com telémetro do mundo Você leva a fotografia a sério. E a qualidade da imagem é a nossa paixão. Digitalização, impressão e projecção o processamento de imagens digitais está

Leia mais

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART R818 http://pt.yourpdfguides.com/dref/919751

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART R818 http://pt.yourpdfguides.com/dref/919751 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP PHOTOSMART R818. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

Câmera de Vídeo Útil MPEG-4 de 5,0 mega pixels reais

Câmera de Vídeo Útil MPEG-4 de 5,0 mega pixels reais Câmera de Vídeo Útil MPEG-4 de 5,0 mega pixels reais A Genius agora lança uma câmera de vídeo inovadora de desenho horizontal, a G-Shot DV5122. Este dispositivo oferece clipes de vídeo de 640 x 480 pixels

Leia mais

UM REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO: A ARTE FINAL 1

UM REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO: A ARTE FINAL 1 UM REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO: A ARTE FINAL 1 Luiz Henrique Oliveira Silva Carlos de PAIVA 2 Lamounier Lucas PEREIRA JÚNIOR 3 Centro Universitário Newton Paiva, Belo Horizonte,

Leia mais

Fotografia(Photographia)

Fotografia(Photographia) FOTOGRAFIA Fotografia(Photographia) Photon significa luz, Graphos pincel, em outras palavras fotografia significa desenhar com a luz. É uma técnica de gravação,por meios mecânicos e químicos ou digitais,de

Leia mais

FOTOGRAFIA. Apostila das Oficinas do Projeto Olha a Gente Aqui

FOTOGRAFIA. Apostila das Oficinas do Projeto Olha a Gente Aqui FOTOGRAFIA Apostila das Oficinas do Projeto Olha a Gente Aqui 1500-1800 A evolução da câmera obscura Conhecida pelos árabes desde a antiguidade, a câmera obscura evoluiu de maneira constante a partir do

Leia mais

Eclipse solar observado em Lovania através de uma câmara escura, 1544

Eclipse solar observado em Lovania através de uma câmara escura, 1544 Eclipse solar observado em Lovania através de uma câmara escura, 1544 2 A luz entrava na câmara através de uma pequena abertura (pinhole ou buraco de agulha) projectando a imagem na parede oposta. 3 No

Leia mais

Partes da Câmara. Vantagens. Características mais Importantes. Especificações. Versão Portuguesa. Versão Portuguesa WWW.SWEEX.COM.

Partes da Câmara. Vantagens. Características mais Importantes. Especificações. Versão Portuguesa. Versão Portuguesa WWW.SWEEX.COM. Partes da Câmara JB000120 Sweex 3.2 Megapixel digital camera Frente Flash Visor de imagem Vantagens Câmara multi-funcional 5 em 1: Câmara digital com a possibilidade de efectuar gravações vídeo e áudio,

Leia mais

CÂMERAS DE FILME 35mm BINÓCULOS

CÂMERAS DE FILME 35mm BINÓCULOS LEGENDA *. Às vezes a melhor imagem está muito próxima; outras vezes está muito distante. Você pode capturar ambas rapidamente com a ajuda da versátil função zoom. (*O número no ícone pode mudar para cada

Leia mais

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO. Especial Empresas. www.olhares.com/academia

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO. Especial Empresas. www.olhares.com/academia CATÁLOGO DE FORMAÇÃO Especial Empresas 2013 www.olhares.com/academia CATÁLOGO DE FORMAÇÃO Especial Empresas 2013 www.olhares.com/academia 7 9 11 ÍNDICE Quem somos A nossa oferta formativa Curso Fotografia

Leia mais

A LINGUAGEM DA LUZ Fotografia

A LINGUAGEM DA LUZ Fotografia ILUMINAÇÃO A LINGUAGEM DA LUZ Fotografia a luz vem de várias fontes; tem muitas qualidades; características que afetam todo o processo. A LINGUAGEM DA LUZ Fotografia Medíocre X Fotografia Grandiosa Depende

Leia mais

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART M417 http://pt.yourpdfguides.com/dref/918975

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART M417 http://pt.yourpdfguides.com/dref/918975 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP PHOTOSMART M417. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

no pátio do museu WORKSHOPS 06 PHOTOGRAPHY FESTIVAL (+351) 254 600 230 MUSEU DE LAMEGO Programa Programme museu.de.lamego www.museudelamego.

no pátio do museu WORKSHOPS 06 PHOTOGRAPHY FESTIVAL (+351) 254 600 230 MUSEU DE LAMEGO Programa Programme museu.de.lamego www.museudelamego. no pátio do museu PHOTOGRAPHY FESTIVAL Museum of Lamego Programa Programme www.museudelamego.pt museu.de.lamego Informações Further information MUSEU DE LAMEGO (+351) 254 600 230 organização organization

Leia mais

Material de apoio ao curso de fotografia

Material de apoio ao curso de fotografia Material de apoio ao curso de fotografia Introdução A origem da palavra fotografia vem do grego (foto=luz/grafia=escrita) que significa escrever com a luz. Se ela é um tipo de escrita, então podemos pensar

Leia mais

O Light Painting como Recurso Visual na Fotografia Publicitária 1

O Light Painting como Recurso Visual na Fotografia Publicitária 1 O Light Painting como Recurso Visual na Fotografia Publicitária 1 Isaac Veloso NETO 2 Joseph LIMA 3 Amanda BARROS 4 Micael RODRIGUES 5 João COUTINHO 6 Vitor BRAGA 7 Resumo: Nesse trabalho, busca-se principalmente

Leia mais

HP Photosmart M627. Câmera Digital. Guia do Usuário

HP Photosmart M627. Câmera Digital. Guia do Usuário HP Photosmart M627 Câmera Digital Guia do Usuário Informações e avisos legais Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. As informações aqui contidas estão sujeitas a modificações sem aviso

Leia mais

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Cópia Este capítulo inclui: Cópia básica na página 3-2 Ajustando as opções de cópia na página 3-4 Configuração básica na página 3-5 Ajustes de imagem na página 3-9 Ajustes de posicionamento de imagem na

Leia mais

1/1.7'' CMOS Modo deteção de face / olho Modo focagem (RGB) Exibição de enquadramento Área e rácio de imagem

1/1.7'' CMOS Modo deteção de face / olho Modo focagem (RGB) Exibição de enquadramento Área e rácio de imagem XZ-2 Objetiva i.zuiko DIGITAL 24-112mm 1:1.8-2.5 (equiv. em 35 mm) Processador de TruePic VI Sistema de focagem automática ultra-rápido Filtro ND para controlo da exposição Sensor CMOS de alta sensibilidade

Leia mais

FotoMBoé: Módulo VII PENSAMENTO. Vivaldo Armelin Júnior. O Site! Informação. www.fotomboe.com. São Paulo, SP - Brasil

FotoMBoé: Módulo VII PENSAMENTO. Vivaldo Armelin Júnior. O Site! Informação. www.fotomboe.com. São Paulo, SP - Brasil PENSAMENTO O enquadramento é cinquenta por cento do resultado final, mesmo em temas considerados inócuos ou desinteressantes Módulo VII 2012 Informação Durante suas viagens levar baterias ou pilhas extras

Leia mais

LUZ. Esses três elementos combinados permitem que o fotógrafo escolha como a imagem será feita.

LUZ. Esses três elementos combinados permitem que o fotógrafo escolha como a imagem será feita. FOTOGRAFIA LUZ A luz é o elemento primordial de uma imagem. Para ter controle na entrada de luz na câmera, o fotógrafo controla o ISO, a velocidade da cortina e o diafragma da lente. Esses três elementos

Leia mais

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos stacking focus a técnica de empilhamento de foco Um outro modo de ver o mundo através da macrofotografia texto e fotos Tacio Philip Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos & Imagens,

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Objetivas É uma lente óptica ou conjunto de lentes usada em conjunto com um corpo de câmera e um mecanismo para reproduzir

Leia mais

GUIA PARA FOTOGRAFIA DE PRODUTOS DE LOJA VIRTUAL

GUIA PARA FOTOGRAFIA DE PRODUTOS DE LOJA VIRTUAL GUIA PARA FOTOGRAFIA DE PRODUTOS DE LOJA VIRTUAL Versão 1.1 GUIA PARA FOTOGRAFIA DE PRODUTOS DE LOJA VIRTUAL É comum ouvir que em uma loja virtual não se vende produtos, e sim fotos, por isso é tão importante

Leia mais

Um trabalho fotográfico possui vida própria. É, ou deve ser, justificado por si mesmo.

Um trabalho fotográfico possui vida própria. É, ou deve ser, justificado por si mesmo. Linguagem Fotográfica Artigo de Cláudio Feijó* Introdução Um trabalho fotográfico possui vida própria. É, ou deve ser, justificado por si mesmo. Cada fotógrafo deve estar consciente da ação de fotografar

Leia mais

Foto de Henri Cartier-Bresson, Place de l Europe, 1932.

Foto de Henri Cartier-Bresson, Place de l Europe, 1932. Guia Fotográfico 1 Este guia fornece a base do conhecimento técnico necessário para o aproveitamento deste curso básico de fotografia. A necessária expansão do conhecimento enunciado nestas páginas passa

Leia mais

Os Elementos da máquina Fotográfica

Os Elementos da máquina Fotográfica Os Elementos da máquina Fotográfica Os Elementos da máquina Fotográfica 1. Obturador de velocidade 2. Diafragma 3. Objetiva 4. Visor 5. Sapata 6. Botão disparador 7. Sensor 8. LCD Os Elementos da máquina

Leia mais

Câmera digital HP Photosmart M407 com HP Instant Share. Manual do Usuário

Câmera digital HP Photosmart M407 com HP Instant Share. Manual do Usuário Câmera digital HP Photosmart M407 com HP Instant Share Manual do Usuário Avisos legais Copyright 2004 Hewlett-Packard Development Company, L.P. As informações aqui contidas estão sujeitas a alterações

Leia mais

Brasil. Características da Look 312P. Instalação da Look 312P

Brasil. Características da Look 312P. Instalação da Look 312P Características da Look 312P 1 2 3 Lente Foco manual pelo ajuste da lente. Bolso Você pode colocar o cabo no bolso. Corpo dobrável Ajuste a Look 312P em diferentes posições. Instalação da Look 312P 1.

Leia mais

Zoom potente fácil de utilizar para imagens com grande detalhe

Zoom potente fácil de utilizar para imagens com grande detalhe DSC-H300 Câmara digital compacta Zoom potente fácil de utilizar para imagens com grande detalhe Obtenha facilmente imagens espantosas com um zoom ótico de 35x, sensor de 20 MP, vídeo HD e efeitos criativos

Leia mais

Câmera Digital com sensor CCD de 7,0 mega pixels Super Fina Vantagens Sensor CMOS de 7,0 mega pixels reais

Câmera Digital com sensor CCD de 7,0 mega pixels Super Fina Vantagens Sensor CMOS de 7,0 mega pixels reais Câmera Digital com sensor CCD de 7,0 mega pixels Super Fina A G-Shot P732 é a câmera mais ultra-fina e elegante na série G-Shot da Genius. Sua capa metálica estilosa é fabricada de liga de alumínio, tornando

Leia mais

Profissional. Guia de configuração

Profissional. Guia de configuração Profissional Guia de configuração i Sumário Tirar fotografias 1 Melhorar a resposta da câmera... 2 Configurações por assunto... 8 Corresponder as configurações com seus objetivos...14 Reduzir o desfoque

Leia mais

CLIQUE O TEMA "LUZ, CIÊNCIA E ACÃO NA SUA COMUNIDADE ESCOLAR E PARTICIPE DO MAIOR EVENTO CIENTÍFICO DA AMÉRICA LATINA!

CLIQUE O TEMA LUZ, CIÊNCIA E ACÃO NA SUA COMUNIDADE ESCOLAR E PARTICIPE DO MAIOR EVENTO CIENTÍFICO DA AMÉRICA LATINA! CLIQUE O TEMA "LUZ, CIÊNCIA E ACÃO NA SUA COMUNIDADE ESCOLAR E PARTICIPE DO MAIOR EVENTO CIENTÍFICO DA AMÉRICA LATINA! REUNIÃO ANUAL DA SBPC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS 12 a 18 de julho de 2015

Leia mais

DICAS BÁSICAS DE FOTOGRAFIA DIGITAL ACC ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 4 2. CONCEITOS BÁSICOS... 5

DICAS BÁSICAS DE FOTOGRAFIA DIGITAL ACC ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 4 2. CONCEITOS BÁSICOS... 5 DICAS BÁSICAS DE FOTOGRAFIA DIGITAL ACC (Estou sempre agregando coisas que encontro na rede, livros e anotações minhas) ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 4 2. CONCEITOS BÁSICOS... 5 A) PIXEL... 5 B) MAQUINA COMPACTA

Leia mais

Fotografia avançada para todos com as novas PowerShot A650 IS e PowerShot A720 IS

Fotografia avançada para todos com as novas PowerShot A650 IS e PowerShot A720 IS Fotografia avançada para todos com as novas PowerShot A650 IS e PowerShot A720 IS Hi-res versions of these and other images can be downloaded from www.canon-erc.com/gen Lisboa, 20 de Agosto de 2007 A Canon

Leia mais