O Poder da Integridade. Tyco Electronics Guia de Conduta Ética

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Poder da Integridade. Tyco Electronics Guia de Conduta Ética"

Transcrição

1 O Poder da Integridade Tyco Electronics Guia de Conduta Ética

2 Integridade Devemos exigir de nós mesmos e de cada um de nós os mais altos padrões de integridade individual e corporativa. Protegemos os bens da empresa. Cumprimos todas as leis e as políticas da empresa. Dedicamo-nos à diversidade, ao tratamento justo, ao respeito mútuo e à confiança. Responsabilidade Honraremos os nossos compromissos e assumimos responsabilidade pessoal por todas as ações e resultados. Criamos uma disciplina operacional de melhoria contínua que é parte integral da nossa cultura. Trabalho em equipe Promovemos um ambiente que incentiva a inovação, a criatividade, a excelência e a obtenção de resultados através do trabalho de equipe. Praticamos a liderança que ensina, inspira e promove a total participação e o desenvolvimento de carreira. Incentivamos a interação e a comunicação aberta e eficaz. Inovação Reconhecemos que a inovação é a base do nosso negócio. Temos o desafio de desenvolver idéias novas e aprimoradas para tudo o que fazemos. Incentivamos, esperamos e valorizamos a criatividade, a abertura a mudanças e novas abordagens. Nossos valores Fazer a coisa certa. Assumir responsabilidades. Trabalhar juntos. Inovar. Ao abraçarmos e vivenciarmos esses valores tanto individualmente, quanto pela equipe e pela empresa, teremos condições de fazer com que a Tyco Electronics seja uma empresa realmente excepcional.

3 MENSAGEM DO PRESIDENTE TOM LYNCH Na Tyco Electronics (TE), acreditamos que para construir uma grande empresa não basta apresentar um ótimo desempenho. É preciso que haja também um absoluto compromisso com nossos valores essenciais e com os mais altos padrões de ética e integridade. Como sociedade independente de capital aberto, esse compromisso hoje é mais importante do que nunca. O objetivo deste Guia de Conduta Ética é garantir que todos os funcionários da TE compreendam nossos valores essenciais e, principalmente, demonstrem a aplicação desses valores em nível de indivíduo, de equipe e de empresa. Os quatro valores essenciais, que orientam nossas ações a cada dia como funcionários e responsáveis pelas decisões, são: Integridade Devemos exigir de nós mesmos e de cada um de nós os mais altos padrões de integridade individual e corporativa. Protegemos os bens da empresa. Cumprimos todas as leis e as políticas da empresa. Dedicamo-nos à diversidade, ao tratamento justo, ao respeito mútuo e à confiança. Responsabilidade Honraremos os nossos compromissos e assumimos responsabilidade pessoal por todas as ações e resultados. Criamos uma disciplina operacional de melhoria contínua que é parte integral da nossa cultura. Trabalho em equipe Promovemos um ambiente que incentiva a inovação, a criatividade, a excelência e a obtenção de resultados através do trabalho de equipe. Praticamos a liderança que ensina, inspira e promove a total participação e o desenvolvimento de carreira. Incentivamos a interação e a comunicação aberta e eficaz. Inovação Reconhecemos que a inovação é a base do nosso negócio. Temos o desafio de desenvolver idéias novas e aprimoradas para tudo o que fazemos. Incentivamos, esperamos e valorizamos a criatividade, a abertura a mudanças e novas abordagens. Em outras palavras, espera-se que cada um de nós faça o que é certo, assuma a responsabilidade, trabalhe em conjunto e procure a inovação. Acredito que essa conduta faz com que a TE seja uma empresa realmente extraordinária. Este Guia, juntamente com quaisquer políticas aprovadas que sejam adotadas pela empresa como um todo ou para determinada atividade na sua unidade, constitui uma breve orientação a fim de ajudá-lo a compreender aquilo que se espera da sua parte e ajudá-lo a tomar boas decisões. Todos nós temos em comum o compromisso de fazer com que nossos valores essenciais constituam uma vantagem para a TE. Nossa Diretoria, a administração superior, todos os gerentes e funcionários da TE somos responsáveis pela manutenção dos mais altos padrões de integridade e pelo total cumprimento das normas e das políticas que afetam a conduta de nossos negócios. Nós esperamos isso, e menos do que isso não será admitido. Juntem-se a mim no esforço para fazer com que a TE seja uma grande empresa. O objetivo do Guia de Conduta Ética é garantir que todos os funcionários da Tyco Electronics compreendam nossos valores essenciais e, principalmente, demonstrem a aplicação desses valores tanto individualmente quanto pela equipe e pela empresa. 1

4 2

5 ÍNDICE INTRODUÇÃO COMO BUSCAR ORIENTAÇÃO IGUALDADE DE OPORTUNIDADES NÃO AO ASSÉDIO NO LOCAL DE TRABALHO SAÚDE, SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE NÃO AO ABUSO DE SUBSTÂNCIAS NO LOCAL DE TRABALHO , INTERNET E UTILIZAÇÃO DOS BENS DA EMPRESA PRESENTES E CONVITES FRAUDE PRÁTICAS ANTITRUSTE CONFLITOS DE INTERESSES NEGÓCIOS COM GOVERNOS CONTROLES DE EXPORTAÇÃO/IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS E PROTEGIDAS POR DIREITO AUTORAL INFORMAÇÕES PRIVILEGIADAS E NEGOCIAÇÕES COM TÍTULOS DA TE ATIVIDADES POLÍTICAS RELAÇÕES COM A MÍDIA MANUTENÇÃO DE REGISTROS E CONTROLES FINANCEIROS INSTRUÇÕES PARA USO DO CONCERNLINE (LIGAÇÃO GRATUITA) INSTRUÇÕES PARA USO DO USADIRECT ACCESS/LIGAÇÃO A COBRAR DA AT&T TELEFONES DO USADIRECT ACCESS DA AT&T

6 INTRODUÇÃO Ao manifestarem suas preocupações assim que elas surgem, os funcionários ajudam a TE a resolver os problemas antes que estes assumam dimensões maiores. A empresa não admitirá a adoção de retaliações contra qualquer funcionário por ele ter comunicado a ocorrência de violações ou expressado de boa-fé suas preocupações. Aplicação deste Guia Este Guia se aplica a todos os funcionários, dirigentes da empresa e Diretoria. Perguntas que você pode fazer a si mesmo Espera-se que todos os funcionários compreendam e atuem em conformidade com o disposto no Guia de Conduta Ética da TE (que passaremos a denominar simplesmente Guia), bem como com as políticas, as práticas e as normas aprovadas que afetem seu trabalho, e que comuniquem a ocorrência de qualquer violação. Todas as denúncias de violação serão tratadas com seriedade e verificadas de forma imediata. Caso não se sinta seguro sobre a adequação ou sobre a ética de qualquer procedimento, faça a si mesmo as seguintes perguntas: O procedimento está de acordo com a lei, com o Guia de Conduta Ética da TE e com as políticas e os procedimentos da TE para cumprimento de normas? O que os nossos clientes, acionistas e o público em geral pensariam a respeito? Como expressar uma preocupação Quando estiver em dúvida, solicite orientação. Caso tenha alguma dúvida, deseje discutir uma situação individual ou comunicar uma possível violação às normas contidas neste Guia, procure o seu supervisor, o seu representante local de Recursos Humanos ou entre em contato com: O ConcernLINE da TE (ligação gratuita). Os telefones do ConcernLINE são apresentados na contracapa deste Guia; O site confidencial ConcernNET da TE na Internet O advogado da TE que lhe foi designado. Caso não saiba quem foi designado, procure o Departamento Jurídico; ou O gabinete do ombudsman ( ou por Todas as comunicações recebidas pelo ConcernLINE, pelo ConcernNET ou pelo gabinete do ombudsman serão tratadas de forma confidencial e, se você assim o desejar, sob anonimato. Após o recebimento da chamada, as informações serão encaminhadas ao representante da TE responsável pelo assunto, e a situação será resolvida o mais rápido possível. O dever de informar/a omissão de informações Você tem o dever de informar quaisquer violações às normas constantes neste Guia e, embora possa ter uma relutância inicial em se envolver, é importante perceber que a omissão na informação de violações pode ter sérias conseqüências. Além da possibilidade de ser apontado como pessoalmente responsável pela violação legal ou ética (o que pode acarretar multas ou mesmo pena de prisão), você poderá estar sujeito a medidas punitivas, inclusive demissão. Portanto, quando estiver em dúvida, manifeste-se. 4

7 INTRODUÇÃO Política de não-retaliação Ao manifestarem suas preocupações assim que elas surgem, os funcionários ajudam a TE a resolver os problemas antes que estes assumam dimensões maiores. A empresa não admitirá a adoção de retaliações contra qualquer funcionário por ter comunicado a ocorrência de violações ou expressado de boa-fé suas preocupações. Quando se fala em comunicação da ocorrência de violações ou expressão de uma preocupação de boafé, isso significa que o funcionário realizou uma tentativa legítima de apresentar informações honestas e precisas ainda que posteriormente fique provado que ele se equivocou. A retaliação contra funcionários que informem supostas ocorrências de violações à lei também poderá resultar em indiciamento de ordem criminal e prisão, além de submeter a empresa ao pagamento de multas de valor considerável. O fato de um funcionário ter comunicado de boa-fé a ocorrência de um problema, ou ter colaborado em uma investigação, não pode ser utilizado como fundamento para que lhe seja negado o recebimento de benefícios ou para demissão, rebaixamento, suspensão, ameaças, assédio ou discriminação. Caso considere que uma pessoa foi objeto de retaliação seja você ou outro funcionário você deve denunciar essa situação ao gabinete do ombudsman. Observe que essa política de não-retaliação não visa a criação de imunidades para funcionários diretamente envolvidos em fraudes ou em conduta indevida. Além disso, a TE se reserva o direito de aplicar punições a qualquer pessoa que, de forma deliberada, apresente falsas acusações, forneça informações falsas ou proceda de forma inadequada. O seu compromisso com este Guia Você será convocado para assinar um documento declarando ter lido e compreendido o conteúdo deste Guia. Também será necessário que nesse documento você declare estar cumprindo plenamente as políticas nele descritas. Além disso, o seu gerente, ou outras pessoas da TE, realizarão discussões periódicas com você e com os seus colegas de trabalho a respeito da importância do cumprimento das normas aqui expostas. Exceções Não haverá nenhuma exceção com relação ao cumprimento de qualquer disposição constante deste Guia por parte dos dirigentes executivos e da Diretoria, salvo com a aprovação prévia da comissão de auditoria da Diretoria e tendo havido divulgação aos acionistas com a devida antecedência. As presentes informações serão adotadas como complemento a quaisquer políticas da TE com relação aos assuntos discutidos neste Guia. Este Guia se aplica a nossas unidades em todas as regiões do mundo, tendo sido elaborado levando-se em consideração a legislação vigente na sua unidade. Ele apresenta apenas diretrizes genéricas, prevalecendo a legislação local. Não se destina a tratar de todos os aspectos dos assuntos envolvidos. Para conhecer as políticas da empresa para os locais de trabalho, inclusive detalhes sobre as políticas adotadas com relação aos assuntos tratados neste Guia, visite o site da TE na Intranet. 5

8 COMO BUSCAR ORIENTAÇÃO Todas as comunicações recebidas pelo ConcernLINE, pelo ConcernNET ou pelo gabinete do ombudsman serão tratadas de forma confidencial e, se você assim o desejar, sob anonimato. A sua atuação começa (mas não termina) com a compreensão dos valores adotados pela TE e a respeito do conteúdo deste Guia. Caso ocorra, com relação ao cumprimento de preceitos éticos ou legais, alguma questão que lhe provoque preocupação, constitui responsabilidade sua expressá-la. A empresa espera que todos os funcionários cultivem o bom senso, assumam as responsabilidades e respondam pelas ações por eles praticadas. São oferecidos vários treinamentos sobre o cumprimento das normas da empresa, e você conta com um forte incentivo de nossa parte no sentido de participar dos treinamentos que possam ser aplicados no seu trabalho. Seu supervisor ou gerente: A sua referência básica para orientação deverá ser o seu supervisor ou seu gerente. Porém, nas situações em que desejar conversar com alguma pessoa que não participe da sua unidade de negócios ou do seu local de trabalho, você poderá recorrer a qualquer das alternativas mencionadas nesta seção. Recursos Humanos: Nas questões que envolvam o seu supervisor ou os seus gerentes locais, primeiramente você deverá entrar em contato com o seu representante local de Recursos Humanos ou com qualquer representante de recursos humanos da empresa, se assim o preferir. O Departamento Jurídico: Os advogados da TE poderão orientá-lo quanto a questões relativas a leis, políticas da empresa e práticas comerciais aceitáveis. ConcernLINE da TE: Caso se sinta mais à vontade conversando com outra pessoa além das que foram citadas acima, você poderá ligar para o ConcernLINE confidencial da TE (ligação gratuita). O ConcernLINE permanece à disposição dos funcionários da TE em todo o mundo durante 24 horas por dia, em todos os dias da semana. Os telefones do ConcernLINE são apresentados no final deste Guia. O ConcernLINE é operado por uma empresa externa, e os funcionários da TE que a ele recorrerem podem manter o anonimato. O ConcernLINE também conta com o apoio de intérpretes. O operador não atuará na orientação direta aos funcionários, mas encaminhará a informação ao gabinete do ombudsman, fornecendo ao funcionário um número de registro e uma data para que ele volte a entrar em contato com o ConcernLINE. Nenhuma informação será encaminhada ao ombudsman sem autorização do funcionário. ConcernLINE por via postal: Os funcionários da TE também poderão escrever para o ConcernLINE, no seguinte endereço: ConcernLINE da Tyco Electronics c/o Office of the Ombudsman 1050 Westlakes Drive Berwyn, Pennsylvania EUA O ConcernNET da TE: O ConcernNET é disponibilizado como uma forma segura e confidencial para expressar preocupações através da Internet. Instalado no site esse recurso de informações por meio da Internet é operado por uma empresa externa, e os funcionários da TE podem recorrer a ele para apresentar suas preocupações sob anonimato. 6

9 COMO BUSCAR ORIENTAÇÃO Gabinete do ombudsman: O ombudsman é um funcionário da TE que atua como recurso independente, imparcial e confidencial para que nossos funcionários, fornecedores, investidores e clientes possam apresentar e solucionar questões relativas a infrações a leis, normas, regulamentos ou princípios éticos. O ombudsman procede ao tratamento concreto e justo dos funcionários através da oferta de um canal alternativo a ser por eles utilizado para encaminhamento de preocupações. Ele procura obter em tempo hábil a solução justa e imparcial para todos os problemas relativos ao cumprimento de normas, inclusive condutas incompatíveis com as políticas, as práticas, os valores e os padrões da empresa. O contato com o ombudsman poderá ser realizado através dos seguintes telefones: EUA, Territórios e Canadá China (China Telecom) ou (China Netcom) Em todo o mundo Primeiro siga as instruções do USADirect Access da AT&T e, em seguida, ligue para

10 IGUALDADE DE OPORTUNIDADES Veja algumas situações práticas de tratamento desigual: Henrique, um funcionário cuja deficiência física o obriga a deslocar-se em cadeira de rodas, não foi indicado para realizar a exposição aos clientes a respeito da campanha de marketing que ele mesmo criou. Disseram-lhe que o motivo dessa decisão foi a impressão de que o cliente estaria mais à vontade diante de uma pessoa que não usasse cadeira de rodas. Francisco é analista de computadores. Todos os dias, na hora do almoço, ele sai de sua mesa e se dirige ao sanitário para fazer suas orações. Os colegas reclamaram, e o gerente de Francisco lhe comunicou que ele não podia fazer orações nas instalações da empresa. Oportunidades para todos Como empresa, a TE espera que todos os funcionários tratem uns aos outros com respeito e dignidade. Cada um de nossos funcionários exerce uma função própria, pessoal, no empenho para fazer com que a TE constitua um local estimulante e gratificante para se trabalhar. Nossos valores estão altamente impregnados por esse compromisso, e para isso contamos com o respaldo de muitas das políticas e práticas apresentadas neste Guia. Igualdade de oportunidades e tratamento justo se aplicam a todos os funcionários. A TE proíbe mais especificamente qualquer discriminação que tenha como base uma situação pessoal amparada por leis de proteção a minorias, como etnia, cor, religião, sexo, idade, nacionalidade, cidadania, deficiência física, orientação sexual, situação de ex-combatente ou qualquer outra situação protegida por essas leis; Esses princípios se aplicam a todas as decisões relativas a funcionários, inclusive: Seleção, admissão e treinamento; Promoções, remuneração e benefícios; e Transferências e redução da força de trabalho. Todos esses tipos de decisão são baseados nas qualificações individuais do candidato ou do funcionário na medida em que elas se relacionam com o trabalho em questão, prevalecendo os acordos sindicais coletivos. Além de respeitar as leis norte-americanas sobre igualdade de oportunidades no trabalho, a TE se comporta de acordo com outras leis aplicáveis com relação a direitos civis, direitos humanos e mão-de-obra nas demais regiões do mundo nas quais mantém atividades. A TE adota o compromisso de manter uma cultura que valorize a diversidade da mãode-obra e o trabalho em equipe, com a intenção consciente de obter compreensão, respeito, inclusão e aprendizado contínuo. Nós exigimos que as unidades de negócios da TE ofereçam ambientes e condições limpos e seguros para o trabalho, proibimos a utilização de mão-de-obra infantil em nossas instalações ou nas instalações das terceirizadas e também exigimos que os funcionários recebam todos os benefícios determinados pelas leis aplicáveis. Independentemente de qual seja o seu local de trabalho, a TE proíbe que as unidades de negócios se envolvam em atividades que não preservem a dignidade e o respeito pelo indivíduo, ainda que tais atividades sejam permitidas pela legislação. Um compromisso mundial Nossos valores essenciais demonstram o compromisso de agirmos como bons cidadãos no mundo e atuarmos de forma socialmente responsável nas comunidades em que vivemos e trabalhamos em todo o planeta. 8

11 SEM ASSÉDIO NO LOCAL DE TRABALHO O trabalho em equipe começa com o respeito A realização do trabalho em equipe exige a existência de um ambiente onde não haja discriminação, assédio ou outras condutas pessoais que provoquem intimidação. As unidades da TE em todo o mundo cultivam um ambiente de trabalho profissional, onde não haja ocorrências de assédio são locais onde os funcionários agem com respeito entre si e em relação às demais pessoas com as quais realizamos nossos negócios. Os seguintes tipos de comportamento são absolutamente proibidos: Conduta indesejável seja de natureza verbal, física ou visual baseada em situação pessoal amparada por leis de proteção a minorias, como etnia, cor, religião, sexo, idade, nacionalidade, cidadania, deficiência física, orientação sexual, situação de ex-combatente ou qualquer outra situação protegida por essas leis; Linguagem ofensiva, agressão física, provocação deliberada de lesões em terceiros ou qualquer conduta que envolva a ocorrência de perturbação da ordem ou turbulências resultantes de intenções prejudiciais. Nessa categoria se incluem a intimidação e o assédio; Assédio sexual Abrange as investidas sexuais indesejadas e a solicitação de favores sexuais, bem como outras condutas de natureza física, verbal ou visual que tenham por base o sexo, quando: A participação na conduta constitua exigência ou condição, explícita ou implícita, para a obtenção ou manutenção do emprego; ou A conduta tenha como finalidade ou efeito uma interferência fora dos limites da razoabilidade com relação ao desempenho do trabalho do indivíduo através da criação de um ambiente de trabalho hostil, ofensivo ou de intimidação. O assédio sexual é uma conduta que tem por base o sexo, seja dirigida à pessoa do mesmo sexo ou do sexo oposto. Além de abranger os funcionários, nossa política de oferecer um ambiente de trabalho sem ocorrência de assédio é extensiva a nossos parceiros, tais como representantes externos, profissionais e visitantes, bem como outros fornecedores de bens e serviços para qualquer unidade da TE em todo o mundo. Lembre-se que essa política se aplica a ambientes e atividades profissionais, ainda que externos ao local de trabalho. Veja algumas situações práticas de assédio: Guilherme tem o hábito de contar piadas sobre sexo, nacionalidades, etnias, religiões e outros temas que ele considera engraçados. Ele chegou até a enviar essas piadas por escrito através de para a lista de distribuição da empresa. Toda a equipe faz brincadeiras sobre o fato de Paulo ser gay. Essas gracinhas o constrangem, e ele procura seu supervisor para relatar o problema. O supervisor responde que Paulo está sendo sensível demais e deve parar de fazer esse tipo de reclamação. 9

12 SAÚDE, SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE Nós temos o compromisso de garantir um ambiente de trabalho seguro para todos os funcionários. Prioridade para a segurança no local de trabalho e para a proteção ambiental A possibilidade de contar com um local de trabalho seguro é um dos benefícios mais importantes que podemos oferecer aos nossos funcionários e suas famílias. Nós temos o compromisso de garantir um ambiente de trabalho seguro para todos os funcionários. E fazemos isso através do cumprimento de normas e práticas rígidas com relação ao meio ambiente e à segurança, entre as quais: Exigir que nossos funcionários exerçam um papel ativo na segurança do trabalho, adotando procedimentos de segurança, chamando a atenção imediata da gerência para problemas relacionados com a segurança, inclusive qualquer acidente ou lesão ocorrida durante o trabalho, e adotando uma cautela razoável quanto aos bens e equipamentos da empresa; Exigir que todas as unidades da TE disponham de um programa ativo de segurança, com o apoio de todos os níveis da organização; Exigir a obediência a alertas e restrições divulgados através de cartazes e a utilização do devido equipamento de proteção aprovado pela empresa; Exigir que nossas operações estejam em conformidade com todas as leis e regulamentos ambientais e não permitir a realização de qualquer descarga, emissão ou descarte, salvo quando permitido por lei; Trabalhar para preservar e proteger os recursos naturais; e Proibir permanentemente o porte de armas e de outros instrumentos de risco por parte de funcionários da TE, terceirizados, representantes e visitantes, seja nas instalações da empresa ou em locais de clientes, inclusive estacionamentos e veículos de propriedade da empresa. Embora o cumprimento de todas as leis, regulamentos e exigências de manutenção de registros seja obrigatório, a TE procura manter-se acima dos padrões legais mínimos. O objetivo da empresa é evitar a ocorrência de qualquer lesão e ser reconhecida como um dos líderes do setor em termos de segurança e proteção ambiental. 10

13 SAÚDE, SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE Não à prática do tabagismo O fumo provoca riscos à saúde do fumante e também a pessoas que estejam muito próximas à fumaça, situação conhecida como fumo passivo. Além disso, um cigarro aceso tem a possibilidade de interagir com produtos químicos utilizados no local, com risco de incêndio. A fim de resguardar a saúde e a segurança de todos os funcionários e visitantes, nos locais de trabalho da TE não é permitido o uso de cigarros, charutos, cachimbos ou outra forma de fumo, salvo em determinadas áreas indicadas pela empresa para tal finalidade. Veja algumas situações práticas de falta de cuidado com a saúde, a segurança e o meio ambiente: Elisa, supervisora de produção, instrui um funcionário a não informar o coordenador de segurança da fábrica da ocorrência de um acidente no local de trabalho. O equipamento que há pouco tempo veio transferido de outra fábrica chegou sem o dispositivo de segurança. Como o prazo para atender ao pedido de um cliente está muito próximo, Oscar não informa à gerência que o dispositivo precisa ser instalado. Para facilitar a operação de um aparelho, Artur coloca fita adesiva sobre um interruptor de segurança. Um medidor está indicando que um dos limites da descarga de esgoto permitida na fábrica foi levemente ultrapassado. Sílvia decide não informar o ocorrido porque a fábrica vem respeitando o limite de forma consistente há vários anos e ela desconfia que o medidor possa não estar funcionando corretamente. Se vier a saber de algum risco real ou potencial à segurança ou ao meio ambiente, ou se estiver diante de alguma preocupação relativa à segurança, comunique-o imediatamente ao seu supervisor, coordenador de segurança ou gerente. Você também pode procurar o ConcernLINE da TE, o gabinete do ombudsman ou o Departamento Jurídico. Os telefones do ConcernLINE são apresentados nas últimas páginas deste Guia. 11

14 NÃO AO ABUSO DE SUBSTÂNCIAS NO LOCAL DE TRABALHO Veja algumas situações práticas de abuso de substâncias: Carla, representante de vendas, costuma levar clientes para almoçar. Normalmente, ela toma uns dois ou três drinques e volta para o trabalho ligeiramente alta. Rogério sempre deixa uma garrafa de bebida em sua gaveta para dar umas bicadas ao longo do dia. Cláudio toma o dobro da dose de relaxante muscular receitada pelo médico, apenas pra enfrentar os piores momentos. Pelo bem-estar de todos os funcionários e visitantes O abuso de substâncias seja de álcool ou de outras drogas constitui uma séria ameaça à segurança, à saúde e à produtividade de nossa organização e de nossos funcionários e clientes. A TE mantém uma política contrária ao abuso de substâncias no local de trabalho, a qual abrange suas unidades no mundo inteiro e se aplica a funcionários, representantes, clientes e visitantes. Nossa política contra o abuso de substâncias no local de trabalho proíbe: A utilização ou posse, no local de trabalho, de drogas ilegais ou de outras substâncias controladas. A posse de medicamentos receitados para tratamento médico pessoal conforme instruções médicas é permitida; O uso ou a posse de álcool no local de trabalho, salvo se especificamente aprovado pelo mais alto funcionário da gerência e também pelo gerente de Recursos Humanos da unidade; e A realização de trabalho sob a influência de álcool, drogas ilegais ou quaisquer outras substâncias controladas. Funções que envolvem a ingestão de álcool Em certos eventos patrocinados pela empresa, a gerência admite que sejam servidas bebidas alcoólicas. Nesses casos, é necessário respeitar toda a legislação relativa a bebidas alcoólicas, inclusive a legislação que dispõe sobre o oferecimento de bebidas alcoólicas a pessoas que ainda não atingiram a idade mínima legal para ingeri-las. Em conformidade com nossa política, é proibido intoxicar-se ou beber em excesso em tais eventos. Caso deseje obter maiores informações ou conhecer exigências específicas para tratamento, você conta com nosso incentivo para entrar em contato com o seu representante local de Recursos Humanos, com o seu gerente ou com o programa local de assistência aos funcionários, onde houver. 12

15 , INTERNET E UTILIZAÇÃO DOS BENS DA EMPRESA Utilização restrita às finalidades da empresa Todos os dados e informações constantes de comunicações enviadas ou recebidas com a utilização de equipamentos ou ativos da empresa durante o período em que você mantiver vínculo empregatício com a TE são de propriedade desta última e não constituem comunicação privada. A TE detém e/ou controla o acesso a todos os equipamentos de comunicação, inclusive computadores, programas, , mensagens em tempo real, mensagens de texto, mensagens de voz, equipamentos de conferência, telefones celulares da empresa, computadores manuais e materiais de escritório. A TE se reserva o direito de monitorar todas as comunicações, inclusive a utilização da Internet. Os bens de propriedade da TE, inclusive (mas não somente) suas edificações, estacionamentos, veículos, equipamentos, sobras de produção e suprimentos, existem para que os funcionários possam exercer suas funções relacionadas com as atividades da empresa. A utilização de bens de propriedade da empresa se destina unicamente à realização de tarefas vinculadas a essas atividades. Utilização pessoal eventual A empresa admite que ocasionalmente você possa ter a necessidade de recorrer a esses equipamentos e/ou recursos de comunicação para uso pessoal. Em geral, esse uso é permitido, contanto que: Sua duração ou quantidade seja limitada; Não produza efeitos adversos sobre sua atenção ou seu desempenho quanto às responsabilidades do trabalho; Não produza nenhum custo adicional considerável para a empresa; Não envolva materiais pornográficos ou ofensivos, linguagem discriminatória ou ofensiva ou referências pejorativas a idade, deficiência física, etnia, estado civil ou familiar, nacionalidade, cor, religião, orientação sexual, situação de excombatente ou a qualquer outra característica pessoal amparada por leis de proteção a minorias; Não constitua nenhum outro tipo de violação ao disposto neste Guia ou a qualquer outra política da TE, especialmente quanto às seções que tratam de conflitos de interesses e/ou da revelação de informações confidenciais; e Não envolva o envio de correspondência do tipo corrente, s com numerosos destinatários para fins alheios às atividades da empresa ou para venda de artigos ou serviços por interesse pessoal. Software Em geral, apenas o software que tenha sido aprovado e adquirido pela empresa deverá ser instalado no seu computador. Em muitos casos é ilegal realizar cópia, download ou distribuição de software ou de outros materiais ou arquivos protegidos por direitos autorais. Mesmo os chamados freeware ou shareware" programas e arquivos eletrônicos disponíveis gratuitamente na Internet são proibidos de forma geral, pois poderão atuar como fontes de vírus que poderão danificar os computadores. Veja algumas situações práticas de utilização indevida de , da Internet e de outros bens da empresa: Bruno recebe em seu de trabalho uma piada com insinuações sexuais, enviada por um antigo colega de faculdade. Ele repassa esse para os colegas. A empresa em que Eduardo trabalhava detinha direitos autorais sobre uma planilha utilizada para conferir gratificações aos funcionários. Sem ter obtido permissão dessa empresa, Eduardo utiliza a mesma planilha para criar uma ferramenta semelhante, a ser utilizada por seu novo empregador. Mário utiliza no trabalho e em casa o laptop da empresa, cedido para que ele exerça suas atividades profissionais. Ele utiliza este computador para ter acesso a materiais pornográficos através da Internet, e também para ouvir CDs sem nenhuma relação com a finalidade original. 13

16 PRESENTES E CONVITES Os presentes, convites para atividades sociais e refeições oferecidos a dirigentes e funcionários do governo dos EUA ou de outros países sempre deverão seguir as formalidades legais e o bom senso, jamais visando influenciar de forma inadequada uma decisão oficial. O que pode ser oferecido ou recebido As decisões empresariais devem basear-se em fatores tais como preço, qualidade, entrega, serviços, desempenho e confiabilidade. Não é recomendável aceitar presentes ou ofertas de pessoas com as quais a TE mantenha relações de negócios, ou dar ou oferecer presentes a tais pessoas. Caso o presente ou a oferta envolva um valor significativo, sua aceitação poderá ostentar a aparência de um conflito de interesses. É possível que um observador cogite ou conclua que a pessoa que ofereceu o presente poderá receber um tratamento favorável ou preferencial como pedidos de compra com melhores preços, termos ou condições de venda. Essa política abrange representantes, fornecedores, distribuidores e clientes, bem como entidades ou indivíduos que estejam mantendo ou procurando iniciar relações de negócios com qualquer entidade vinculada à TE. Em geral, os presentes que podem ser aceitos apresentam as seguintes características: Não são freqüentes, não constituem valores monetários e possuem valor simbólico; Seu valor deve ser tão irrisório que tanto você como a empresa poderão falar livremente a respeito. Os presentes, convites para atividades sociais e refeições oferecidos a dirigentes e funcionários do governo dos EUA ou de outros países sempre deverão seguir as formalidades legais e a razoabilidade, jamais visando a influenciar de forma inadequada uma decisão oficial. Os funcionários deverão obter aprovação prévia do Departamento Jurídico para oferecimento de qualquer presente, convite para atividade social ou refeição a dirigentes e funcionários do governo e a seus parentes mais próximos. Os pagamentos referentes a hospedagem, presentes, convites para atividades sociais, transporte ou refeições realizados a dirigentes e funcionários do governo ou a outros, inclusive parentes próximos, devem ser devidamente registrados em conformidade com as políticas da TE e com os requisitos relativos a prestações de contas. Os funcionários da TE atuarão no cumprimento das políticas da empresa com relação ao oferecimento de presentes e aos relatórios financeiros. 14

17 PRESENTES E CONVITES Atenção para as tentativas de suborno Embora a TE seja cautelosa com relação às empresas com as quais mantém relações de negócios, sempre existe o risco de que um colaborador tente comprar seus favores uma forma elegante de se referir a suborno. É proibido receber qualquer suborno ou pagamento indevido. Além de pagamentos em dinheiro, o suborno envolve: Recebimentos de comissões ou participação em esquemas de comissões; Descontos não justificados; e Pagamentos por subvenções ou despesas veladas. Atividades sociais relacionadas com os negócios É importante que os relacionamentos com fornecedores, clientes e outras pessoas se baseiem em práticas comerciais legais, eficientes e justas. É permitido participar de atividades sociais que estejam relacionadas com os negócios e atendam aos interesses da empresa. Deve-se sempre freqüentá-las de forma adequada e legal, em conformidade com as políticas aplicáveis da TE com relação ao reembolso de despesas. A realização de negócios através de terceiros ou agentes Qualquer prática cujo exercício pessoal seja vedada aos funcionários da TE também é proibida quando realizada através de terceiros ou de agentes de vendas que atuem em nosso nome. Os funcionários da TE são responsáveis por garantir que terceiros ou agentes que atuem em nome da empresa o estejam fazendo de forma legal e de acordo com as orientações deste Guia. Veja alguns exemplos de práticas inadequadas relativas a presentes: A representante de vendas Helena recebe seu cliente todos os sábados para jogar tênis no clube do qual é sócia. Frederico, gerente de compras, costuma receber ingressos para jogos de futebol que lhe são presenteados por um dos fornecedores. E vai aos jogos com a família. Um fornecedor que participa de uma concorrência oferece a Teresa um pagamento em dinheiro para que ela lhe forneça os detalhes sobre a oferta mais baixa que recebeu até o momento. Para apresentar dúvidas específicas a respeito de presentes ou detalhes sobre a forma de lidar com clientes pertencentes aos governos municipal, estadual ou federal, entre em contato com o seu gerente, com o representante de Recursos Humanos ou com o Departamento Jurídico. Quando estiver em dúvida, solicite orientação. 15

18 FRAUDE Veja algumas situações práticas de fraude: Jorge realiza uma demonstração de vendas na empresa do cliente que, em seguida, o leva para jantar e paga a conta. Jorge, então, solicita o reembolso do mesmo jantar à TE. A controller Mariana empresta dinheiro da empresa a funcionários por ela chefiados, cobrando juros, que deposita em sua conta bancária pessoal. Sem ter recebido permissão, Fernando retira sobras de materiais e metais da área de carregamento de seu setor, revendendo-os em seguida. Ele não comenta com ninguém sobre essa prática. Saiba como identificar e evitar as fraudes Fraude ou o ato ou a intenção de ludibriar, burlar, furtar, iludir ou mentir é uma atitude desonesta e, na maior parte dos casos, criminosa. Atos intencionais de fraude estão sujeitos a medidas punitivas, inclusive demissão e possível ação civil e/ou criminal. É importante compreender quais são os aspectos que podem estar envolvidos numa fraude, para que você consiga reconhecê-la e evitar equívocos. Eis apenas alguns exemplos de situações: Apresentação de relatórios de despesas que não correspondem à realidade; Emissão de cheques falsificados ou rasurados; Apropriação indébita ou mau uso de bens da empresa; Realização de transações sem autorização; Uso indevido do caixa da empresa; Elevação artificial dos valores das vendas; Realização de lançamentos nos registros ou nos demonstrativos financeiros da empresa sem preocupação com a precisão ou fora dos padrões contábeis corretos (para obter mais informações sobre os registros da empresa, consulte a seção Manutenção de registros e controles financeiros ); ou Envio de produtos aos clientes sabendo que eles não vão adquiri-los e vão devolvê-los em seguida, ou com a intenção de fazer com que sejam devolvidos. Mary, que supervisiona o trabalho de alguns funcionários, decide conceder a estes um bônus remunerando-os por cinco horas extras não trabalhadas. Caso presencie ou esteja envolvido em atividades que a seu ver podem constituir fraude, comunique-as imediatamente ao seu representante local de Recursos Humanos, telefone para o ConcernLINE ou procure o gabinete do ombudsman ( ou por ou o Departamento Jurídico. Os telefones do ConcernLINE são apresentados na contracapa deste Guia. 16

19 ANTITRUSTE O incentivo à concorrência saudável As leis antitruste são criadas a fim de garantir que sempre exista uma concorrência sadia, sem formação de conluios, para que se possa contar com uma economia mundial eficiente e produtiva. As questões relativas às normas antitruste são muito complexas, e se aplicam ao comércio nacional e internacional. É necessário que os funcionários que trabalham com marketing, vendas, compras ou aquisições estejam especialmente conscientes quanto às exigências das normas antitruste e de regulamentação do comércio. Isso também se aplica àqueles que participam de associações comerciais ou de grupos para fixação de padrões em determinado ramo. Muitas vezes a definição das ações a serem consideradas irregulares depende da estrutura do mercado e de diversos outros fatores. A fim de evitar até mesmo a simples aparência de conduta ilegal, os funcionários deverão evitar: Discutir com um concorrente a respeito de preços, custos, produção, produtos e serviços, práticas de licitação, outros assuntos privados de ordem comercial ou termos de venda, territórios de venda, canais de distribuição ou clientes; Impor limitações ao direito de um cliente no sentido de vender ou arrendar um produto ou um serviço por preço igual ou superior a determinado valor; e Depreciar ou descrever de forma deliberadamente errônea um concorrente ou os produtos de qualquer concorrente. Além disso, não se deverão adotar as seguintes práticas sem exame prévio do Departamento Jurídico: Condicionar a venda ou o arrendamento de um produto ou de um serviço à venda ou ao arrendamento de outro produto ou serviço (operação casada ); Condicionar a aquisição, a venda ou o arrendamento de um produto ou de um serviço a acordo com algum cliente ou fornecedor; Estabelecer acordo de exclusividade com cliente, distribuidor ou fornecedor; Impor limitações a algum cliente quanto aos territórios ou a que clientes determinado produto ou serviço poderá ser revendido ou arrendado; ou Instituir tratamento diferenciado quanto a preços ou subvenções oferecidas a clientes concorrentes entre si. Veja algumas situações práticas de violação às normas antitruste: O diretor de marketing de uma unidade da TE e um concorrente concordam em oferecer um desconto na venda de um novo sistema. Depois disso, as duas empresas passam a oferecer esse desconto. No jantar realizado após o encerramento formal de uma reunião, representantes de uma associação do setor começam a discutir sobre políticas de preços e estratégias de vendas. Representantes de vendas de empresas concorrentes se reúnem para beber e acabam concordando em dividir os clientes por território a fim de que cada um preserve a sua área de cobertura. E saem dali com o compromisso de ficar cada um na sua praia. Para conhecer as normas específicas aplicáveis à sua atividade, entre em contato com o Departamento Jurídico. Caso tenha alguma preocupação a respeito, entre em contato com o Departamento Jurídico ou com o gabinete do ombudsman ( ou por ou telefone para o ConcernLINE, cujos números são apresentados na contracapa deste Guia. 17

20 CONFLITOS DE INTERESSES Veja algumas situações práticas de conflitos de interesses: Um executivo sênior da TE também faz parte da Diretoria de uma empresa que presta serviços à TE. Ele não comunicou a esta sua participação na diretoria da outra empresa. Júlio é um funcionário cuja irmã dirige uma empresa fabricante de máquinas de venda automática. Ele fica sabendo que em breve a unidade na qual trabalha vai selecionar um novo fornecedor para essa modalidade de venda. E informa sua irmã dos termos da melhor proposta que foi recebida até agora. Alguns dias depois, ela apresenta uma proposta melhor em nome de sua empresa. A supervisora Maria é responsável pelo preenchimento de uma vaga em seu departamento. Sua prima tem boas qualificações e está procurando emprego. Em vez de transferir para seu gerente a decisão sobre a admissão, Maria contrata a prima para trabalhar diretamente com ela. A lealdade aos interesses da empresa Como funcionário da TE, todos os dias você toma decisões. É importante que todas as decisões e quaisquer ações a elas ligadas se baseiem no verdadeiro interesse e na necessidade da empresa e não em interesses ou relações pessoais. A cada dia, cada um de nós trabalha com fornecedores, clientes, consumidores e outras pessoas que mantém relações de negócios com a TE, de forma direta ou indireta. É fundamental evitarmos que ocorra até mesmo uma aparência de conflito entre os interesses pessoais e os interesses da empresa. Para os fins dessa política, entende-se por conflito de interesses qualquer interesse externo que não coincida com os objetivos, as políticas ou as operações da TE. Entende-se por aparência de conflito tudo aquilo que uma pessoa possa considerar um possível conflito. Os conflitos abrangem tanto os relacionamentos profissionais quanto as atividades pessoais. Outros interesses comerciais e financeiros Os conflitos de interesses não terminam assim que saímos do escritório ou da fábrica. Em todos os seus relacionamentos comerciais você deverá manter em mente as suas responsabilidades diante da TE. Mesmo fora do trabalho, esforce-se para evitar qualquer situação que possa produzir um conflito ou uma aparência de conflito entre você e o seu trabalho na TE. Além disso, caso você, um parente próximo ou qualquer pessoa que resida com você tenha algum interesse financeiro importante em um fornecedor, cliente, distribuidor, consultor ou concorrente da TE, você deverá informar isso ao seu representante local de Recursos Humanos ou ao Departamento Jurídico. A empresa vai trabalhar em conjunto com você para definir a melhor forma de tratamento do assunto. Envolvimento com outras organizações Caso atue como diretor, dirigente, funcionário, agente ou consultor de qualquer organização que mantenha negócios com a TE, você deverá informar seu representante local de Recursos Humanos. E antes de aceitar uma nova posição nessa organização, você deverá informar e receber aprovação por escrito desse representante. Essa política abrange o trabalho voluntário (como, por exemplo, os cargos não remunerados). 18

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc.

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc. DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc. Estes princípios de conduta aplicam-se a todos os funcionários, diretores, empresas e subsidiárias da ITW ao redor do mundo. Espera-se que

Leia mais

POL 004 Rev. A POP, Código de Conduta

POL 004 Rev. A POP, Código de Conduta Página 1 de 7 A LDR é uma empresa de equipamentos médicos comprometida com o desenvolvimento, marketing, distribuição e venda de implantes vertebrais para implantação em seres humanos no tratamento de

Leia mais

ICTSI CÓDIGO DE CONDUTA NOS NEGÓCIOS

ICTSI CÓDIGO DE CONDUTA NOS NEGÓCIOS ICTSI CÓDIGO DE CONDUTA NOS NEGÓCIOS MENSAGEM DO PRESIDENTE A ICTSI tem crescido de forma sólida ao longo dos anos, tornando-se uma empresa líder na gestão de portos, com um alcance global que se estende

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO CÓDIGO DE ÉTICA G UPO 1 Sumário APRESENTAÇÃO... 2 1. APLICABILIDADE... 3 ESCLARECIMENTOS... 3 O COMITÊ DE ÉTICA... 3 ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ... 3,4 2. ASSUNTOS INTERNOS... 4 OUVIDORIA... 4 PRECONCEITO...

Leia mais

ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA

ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA A Eldorado Gold Corporation e suas subsidiárias e afiliadas estão comprometidas com os mais elevados padrões de conduta

Leia mais

Manual Anticorrupção

Manual Anticorrupção Manual Anticorrupção pág. 2 Estrutura do Manual Anticorrupção 1. Introdução pág. 04 2. Definições pág. 06 3. Regras e Procedimentos pág. 08 4. Violações e Sanções Aplicáveis pág. 16 pág. 3 1. Introdução

Leia mais

Código de conduta de parceiros de negócios da Pearson

Código de conduta de parceiros de negócios da Pearson Código de conduta de parceiros de negócios da Pearson Finalidade e escopo Na Pearson (incluindo suas subsidiárias e empresas com controle acionário), acreditamos fortemente que agir de forma ética e responsável

Leia mais

Código de Ética e Conduta do grupo Invepar

Código de Ética e Conduta do grupo Invepar Código de Ética e Conduta do grupo Invepar Edição: agosto/2014 1 ÍNDICE Visão, Missão e Valores 6 Fornecedores e prestadores de serviço 14 Objetivos 7 Brindes, presentes e entretenimento 15 Princípios

Leia mais

Código de Conduta. Os fundamentos

Código de Conduta. Os fundamentos Os fundamentos A ética e a integridade nos negócios asseguram nossa credibilidade. Nem é preciso dizer que todos os colaboradores devem observar as leis e regulamentações dos locais em que trabalham e

Leia mais

A missão da Itapoços é transformar, através da prestação de serviços de qualidade, água em prosperidade e desenvolvimento sustentável, contribuindo

A missão da Itapoços é transformar, através da prestação de serviços de qualidade, água em prosperidade e desenvolvimento sustentável, contribuindo ITAPOÇOS POÇOS ARTESIANOS DE ITABIRA NASCIMENTO LTDA Introdução A missão da Itapoços é transformar, através da prestação de serviços de qualidade, água em prosperidade e desenvolvimento sustentável, contribuindo

Leia mais

Ecology and Environment, Inc. e Subsidiárias

Ecology and Environment, Inc. e Subsidiárias Ecology and Environment, Inc. e Subsidiárias Código de Conduta de Negócios e Ética ECOLOGY BRASIL 1. Princípios Gerais O propósito deste Código é descrever os nossos padrões de ética de conduta de negócios.

Leia mais

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL Setor jurídico N. do documento: 00-LE-P0030 Edição: 5.0 Data da publicação: 09/04/2010 Data da revisão: 16/09/2013 Data de entrada em vigor: 16/09/2013 Página 1 de 8 POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA CORPORAÇÃO DANAHER

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA CORPORAÇÃO DANAHER I. PROPÓSITO POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA CORPORAÇÃO DANAHER A corrupção é proibida pelas leis de quase todas as jurisdições do mundo. A Danaher Corporation ( Danaher ) está comprometida em obedecer as leis

Leia mais

Código. de Conduta do Fornecedor

Código. de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor 03/2014 Índice 1. Considerações... 03 2. Decisões... 04 3. Diretrizes... 05 3.1. Quanto à Integridade nos Negócios... 05 3.2. Quanto aos Direitos Humanos Universais... 06

Leia mais

Nossa política requer que todos os parceiros comerciais revejam este Código de Conduta e aceitem obedecê-lo.

Nossa política requer que todos os parceiros comerciais revejam este Código de Conduta e aceitem obedecê-lo. 7459 South Lima Street Englewood, Colorado 80112 Agosto de 2013 P 303 824 4000 F 303 824 3759 arrow.com CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA PARA PARCEIRO COMERCIAL Prezado fornecedor, O sucesso da Arrow tem sido

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC.

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC. POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO DA ALCOA INC. a JUSTIFICATIVA: A Alcoa Inc. ( Alcoa ) e sua administração têm o compromisso de conduzir todas as suas operações em todo o mundo com ética e em conformidade com todas

Leia mais

Código de Conduta do Fornecedor. Em vigor a partir de 2 de julho de 2012. Ethics. Matters

Código de Conduta do Fornecedor. Em vigor a partir de 2 de julho de 2012. Ethics. Matters Código de Conduta do Fornecedor Em vigor a partir de 2 de julho de 2012 Ethics Matters Mensagem do CPO [Chief Procurement Officer - Diretor de Compras] A Duke Energy está comprometida com a segurança,

Leia mais

Experian plc. Código de Conduta Global. Versão 1.2. Fazendo negócios com integridade

Experian plc. Código de Conduta Global. Versão 1.2. Fazendo negócios com integridade Experian plc Código de Conduta Global Versão 1.2 Fazendo negócios com integridade Adotado em 13 de maio de 2010 Corrigido em 15 de maio de 2011 Código de Conduta Global v 1.2 15 de Maio 2011 Experian Restrito

Leia mais

Conflito de Interesses - Relacionamento pessoal com outros associados. Conflito de Interesses - Relacionamento pessoal com fornecedores

Conflito de Interesses - Relacionamento pessoal com outros associados. Conflito de Interesses - Relacionamento pessoal com fornecedores Conflito de Interesses Geral Conflito de Interesses - Investimentos Financeiros Conflito de Interesses - Brindes e Gratificações Conflito de Interesses - Emprego paralelo ao Walmart Conflito de Interesses

Leia mais

Código de Princípios de Negócios e Ética BTG Pactual

Código de Princípios de Negócios e Ética BTG Pactual Código de Princípios de Negócios e Ética BTG Pactual Nossa Visão e Nossos Valores Compartilhar uma única ambição é a chave para a história de sucesso do BTG Pactual. Ela só poderá ser atingida através

Leia mais

Princípios de Conduta e Ética

Princípios de Conduta e Ética Princípios de Conduta e Ética Índice 2 Visão, Missão e Valores da Alpargatas 4 Apresentação 6 O que são princípios éticos A quem eles se aplicam O Comitê de Ética da Alpargatas 8 Compromisso com nosso

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta O Código de Ética e Conduta do ESA - Externato Santo Antônio estabelece o comportamento esperado de todos aqueles que trabalham na, para e com a instituição, e tem por objetivo

Leia mais

As melhores empresas e os seus funcionários sabem comportar-se

As melhores empresas e os seus funcionários sabem comportar-se Código de conduta As melhores empresas e os seus funcionários sabem comportar-se A nossa visão consiste em ser a melhor empresa de embalagens global para o consumidor. Neste sentido, é importante que actuemos,

Leia mais

2015 Guia do Código de Conduta

2015 Guia do Código de Conduta 2015 Guia do Código de Conduta Comitê de Conformidade Corporativa Joe Puishys Jim Porter Pat Beithon Warren Planitzer Nós, da Apogee, conduzimos nossos negócios com o mais alto padrão de honestidade e

Leia mais

Ivan Drummond Filho C.E.O. International Health Care Offshore CNPJ 07.527.778/0001-00. Sobre o Código

Ivan Drummond Filho C.E.O. International Health Care Offshore CNPJ 07.527.778/0001-00. Sobre o Código Página 1 de 8 International Health Care Offshore CNPJ 07.527.778/0001-00 Sobre o Código As relações interpessoais devem seguir as normas de respeito individual e coletivo sempre considerando o bem estar

Leia mais

Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os

Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os aspectos, os seus direitos e as suas obrigações. O original

Leia mais

C Da Nome D Empr PRO idade epar ta esa tamen T OC to OL O DE ENTRE GA Estado RG A C ssina ar go tur a CÓDIGO DE ÉTICA

C Da Nome D Empr PRO idade epar ta esa tamen T OC to OL O DE ENTRE GA Estado RG A C ssina ar go tur a CÓDIGO DE ÉTICA CÓDIGO DE ÉTICA Prezados, O Código de Ética apresenta os princípios éticos que devem orientar as decisões e a conduta dos funcionários do Ultra e parceiros da companhia. Além de expressar os compromissos

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDOR

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDOR CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDOR É fundamental que os funcionários da Jones Lang LaSalle Incorporated (incluindo a LaSalle Investment Management e suas demais subsidiárias, Jones Lang LaSalle, doravante

Leia mais

Código de Conduta. Data [12-01-2014] Responsável pela política: Departamento de Auditoria Interna Global. Stephan Baars Diretor Financeiro (CFO)

Código de Conduta. Data [12-01-2014] Responsável pela política: Departamento de Auditoria Interna Global. Stephan Baars Diretor Financeiro (CFO) Código de Conduta Data [12-01-2014] Responsável pela política: Departamento de Auditoria Interna Global John Snyder Presidente e Diretor Executivo (CEO) Mike Janssen Diretor de Operações (COO) Stephan

Leia mais

n Mensagem da Diretoria... 3 n Nossa Missão... 4 n Informações Gerais... 4 n Conduta e Diretrizes... 5

n Mensagem da Diretoria... 3 n Nossa Missão... 4 n Informações Gerais... 4 n Conduta e Diretrizes... 5 Código Conduta de ÍNDICE n Mensagem da Diretoria... 3 n Nossa Missão... 4 n Informações Gerais... 4 n Conduta e Diretrizes... 5 n Clientes, Fornecedores e Prestadores de Serviço... 5 n Relação com a Comunidade...

Leia mais

Écom muito prazer que divulgo nosso Código de Ética e Conduta.

Écom muito prazer que divulgo nosso Código de Ética e Conduta. Código de Ética e Conduta Carta do Presidente Écom muito prazer que divulgo nosso Código de Ética e Conduta. Procuramos refletir todos os princípios éticos e padrões de conduta emanados pela nossa fundadora

Leia mais

Código de Conduta da Empresa Global IP Tecnologia da Informação Ltda.

Código de Conduta da Empresa Global IP Tecnologia da Informação Ltda. Código de Conduta da Empresa Global IP Tecnologia da Informação Ltda. APRESENTAÇÃO Este é o Código de Conduta da Global IP Tecnologia da Informação Ltda. e foi instituído por seus sócios para abordar e

Leia mais

Código de Conduta. www.observeseguranca.com.br

Código de Conduta. www.observeseguranca.com.br Código de Conduta www.observeseguranca.com.br Carta de Apresentacao A OBSERVE nasceu com o desafio de preparar profissionais com plena atenção no seu trabalho, com correta compreensão da realidade e com

Leia mais

Princípios de Conduta e Ética

Princípios de Conduta e Ética Princípios de Conduta e Ética Índice 2 Apresentação 4 Visão, Missão e Valores da Alpargatas 6 O que são princípios éticos A quem eles se aplicam O Comitê de Ética da Alpargatas 8 Compromisso com nosso

Leia mais

Código de Ética e Conduta Empresarial

Código de Ética e Conduta Empresarial Código de Ética e Conduta Empresarial Índice 1. Introdução 2. Guia para o uso do Código de Conduta e Ética - O que é o Código? - Onde se aplica o Código? - Onde se pode ser encontrado o Código? - O Código

Leia mais

Código de Conduta OGX

Código de Conduta OGX Código de Conduta OGX Índice Apresentação do Código de Conduta OGX 03 Diretrizes: 05 Relacionamento com Públicos de Interesse 06 Conflito de Interesses 12 Ambiente de Trabalho 14 Fraude e Corrupção 18

Leia mais

ThyssenKrupp Code of Conduct

ThyssenKrupp Code of Conduct ThyssenKrupp Desenvolvendo o futuro. Prefácio Caros colegas, a nossa missão descreve os valores que desejamos compartilhar e como queremos cooperar hoje e no futuro. Ela define um objetivo claro, que temos

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA PARA FORNECEDORES GLOBAIS

NORMAS DE CONDUTA PARA FORNECEDORES GLOBAIS Página 1 de 9 UL NORMAS DE CONDUTA PARA FORNECEDORES GLOBAIS Página 2 de 9 ÍNDICE 1.0 OBJETIVO... 4 2.0 ESCOPO... 4 3.0 DEFINIÇÕES... 4 4.0 PRÁTICAS DE CONTRATAÇÃO... 5 4.1 TRABALHO FORÇADO... 5 4.2 TRABALHO

Leia mais

Código de Conduta. Diretrizes e Padrões de Integridade e Transparência

Código de Conduta. Diretrizes e Padrões de Integridade e Transparência Código de Conduta Diretrizes e Padrões de Integridade e Transparência Sumário Carta da Presidência 3 1. Introdução 2. Implementação deste Código de Conduta 3. Cumprimento deste Código de Conduta 4. Reporte

Leia mais

Código de Ética. Responsabilidades: Lideranças Colaboradores. Aplicação do Código de Ética

Código de Ética. Responsabilidades: Lideranças Colaboradores. Aplicação do Código de Ética Código de Ética Sobre nossos Relacionamentos: Relacionamento com Clientes Relacionamento com Acionistas Relacionamento com Colaboradores Relacionamento com Parceiros de Negócio e Fornecedores Relacionamento

Leia mais

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Revisado em agosto de 2010

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Revisado em agosto de 2010 FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Revisado em agosto de 2010 A. Propósito O propósito desta Política de Uso da Tecnologia da Informação ("Política") é oferecer diretrizes

Leia mais

Código de Conduta. Código de Conduta Schindler 1

Código de Conduta. Código de Conduta Schindler 1 Código de Conduta Código de Conduta Schindler 1 2 Código de Conduta Schindler Código de Conduta da Schindler Os colaboradores do Grupo Schindler no mundo inteiro devem manter o mais alto padrão de conduta

Leia mais

Prezado associado, Atenciosamente, Rick Goings Presidente e CEO - 1 -

Prezado associado, Atenciosamente, Rick Goings Presidente e CEO - 1 - Prezado associado, Há mais de sessenta anos, o nome Tupperware representa os mais altos padrões de qualidade de produto. Também levamos a sério a qualidade e a integridade dos nossos produtos e somos uma

Leia mais

Carpathian Gold Inc.

Carpathian Gold Inc. Carpathian Gold Inc. CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA EM NEGÓCIOS I. PROPÓSITO DESTE CÓDIGO Este Código de Conduta e Ética em Negócios ("Código") da Carpathian Gold Inc. ("Carpathian") é um acréscimo ao Código

Leia mais

Treinamento Anticorrupção para Parceiros da Microsoft

Treinamento Anticorrupção para Parceiros da Microsoft Treinamento Anticorrupção para Parceiros da Microsoft 1 Versão em português Bem-vindo Bem-vindo Bem-vindo ao Treinamento Anticorrupção para Parceiros da Microsoft. Este curso foi desenvolvido para ajudar

Leia mais

Código de Conduta nos Negócios e Ética A MANEIRA WOODBRIDGE honestidade responsabilidade integridade respeito

Código de Conduta nos Negócios e Ética A MANEIRA WOODBRIDGE  honestidade responsabilidade integridade respeito Código de Conduta nos Negócios e Ética A MANEIRA WOODBRIDGE honestidade responsabilidade integridade respeito reeditado 12 junho de 2015 Page 1 of 7 Código de Conduta nos Negócios e Ética A MANEIRA WOODBRIDGE

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA COMERCIAL

CÓDIGO DE ÉTICA COMERCIAL CÓDIGO DE ÉTICA COMERCIAL Os funcionários (incluindo todos os funcionários temporários, de tempo integral ou meio período) da Ag Growth International Inc. e suas entidades correspondentes, incluindo sem

Leia mais

Código de Conduta Ética do Laboratório Sabin. Nossos Princípios, Valores e Crenças

Código de Conduta Ética do Laboratório Sabin. Nossos Princípios, Valores e Crenças Código de Conduta Ética do Laboratório Sabin Nossos Princípios, Valores e Crenças Gestão Empresarial e Práticas Organizacionais 1. Relacionamentos 1.1. Com colaborador 1.2. Com clientes e fornecedores

Leia mais

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo Código de Conduta Índice Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo 3 4 5 6 9 Missão, Visão, Valores e Princípios Missão Visão Princípios Valores

Leia mais

Código de Conduta. Cooper-Standard Holdings Inc. Cooper-Standard Automotive Inc.

Código de Conduta. Cooper-Standard Holdings Inc. Cooper-Standard Automotive Inc. Código de Conduta Cooper-Standard Holdings Inc. Cooper-Standard Automotive Inc. Mensagem de Jeff Edwards Presidente e Diretor executivo Prezado membro da equipe Cooper Standard, É com satisfação que apresento

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO MAGNA INTERNATIONAL INC. DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO Oferecer ou receber presentes e entretenimento é muitas vezes uma

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO invepar índice Apresentação Visão, Missão, Valores Objetivos Princípios Básicos Pág. 4 Pág. 6 Pág. 7 Pág. 8 Abrangência / Funcionários Empresas do Grupo Sociedade / Comunidade

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

Código de Conduta e Ética nos Negócios do Parceiro

Código de Conduta e Ética nos Negócios do Parceiro Oracle PartnerNetwork Código de Conduta e Ética nos Negócios do Parceiro 1 I. ADEQUAÇÃO Este Código aplica-se a você como Oracle Partner, a seus revendedores e a todo o pessoal empregado ou envolvido na

Leia mais

Grupo Sonova CódiGo de Conduta

Grupo Sonova CódiGo de Conduta Grupo Sonova Código de conduta Uma mensagem do CEO Nossos principais valores e crenças em inovação, compromisso e responsabilidade refletem a cultura empresarial que nos define e une como uma empresa muito

Leia mais

Código de Conduta. Nossos princípios e valores em prática

Código de Conduta. Nossos princípios e valores em prática Código de Conduta Nossos princípios e valores em prática Código de Conduta Nossos princípios e valores em prática O Código de Conduta é válido para todas as empresas controladas pela Cosan. Prezados funcionários,

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA MENSAGEM DA PRESIDÊNCIA O Código de Conduta Ética das Empresas Concremat contempla os princípios que devem estar presentes nas relações da companhia com seus colaboradores, clientes,

Leia mais

Código de Conduta Valores Política de Direitos Humanos

Código de Conduta Valores Política de Direitos Humanos Código de Conduta Valores Política de Direitos Humanos Prezado Funcionário, A PepsiCo lidera o setor em que atua com um desempenho financeiro extraordinário, e, certamente, nos orgulha de nossas conquistas.

Leia mais

Código de Conduta. Nossos princípios e valores em prática

Código de Conduta. Nossos princípios e valores em prática Código de Conduta Nossos princípios e valores em prática Nossos princípios e valores em prática O é válido para todas as empresas controladas pela Cosan. Prezados funcionários, A Cosan é uma empresa que

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DA DIRETORIA A todos os dirigentes e empregados A Companhia de Seguros Aliança do Brasil acredita no Respeito aos princípios éticos e à transparência de conduta com as

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA COMERCIAL. Informações confidenciais; Proteção e uso adequado dos ativos da empresa 4

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA COMERCIAL. Informações confidenciais; Proteção e uso adequado dos ativos da empresa 4 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA COMERCIAL CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA COMERCIAL Introdução e Propósito 2 Padrões gerais de ética 2 Conflito de interesses 3 Informações confidenciais; Proteção e uso adequado dos

Leia mais

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética SUMÁRIO CONCEITO OBJETIVO ABRANGÊNCIA PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTOS CONFLITOS DE INTERESSE CONFIDENCIALIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESERVAÇÃO

Leia mais

MOMENTIVE PERFORMANCE MATERIALS CÓDIGO DE CONDUTA

MOMENTIVE PERFORMANCE MATERIALS CÓDIGO DE CONDUTA MOMENTIVE PERFORMANCE MATERIALS CÓDIGO DE CONDUTA Conduzir os negócios de maneira ética e em conformidade com as normas aplicáveis é a base sobre a qual a nossa Empresa está constituída e essencial para

Leia mais

PARCEIRO DE NEGÓCIOS DA MSD CÓDIGO DE CONDUTA

PARCEIRO DE NEGÓCIOS DA MSD CÓDIGO DE CONDUTA PARCEIRO DE NEGÓCIOS DA MSD CÓDIGO DE CONDUTA "Nossos valores e normas" para Parceiros de negócios Código de conduta do parceiro de negócios da MSD [Edição 1] A MSD compromete-se com a sustentabilidade

Leia mais

Código de Conduta de Fornecedor

Código de Conduta de Fornecedor Código de Conduta de Fornecedor www.odfjelldrilling.com A Odfjell Drilling e suas entidades afiliadas mundialmente estão comprometidas em manter os mais altos padrões éticos ao conduzir negócios. Como

Leia mais

Normas e Procedimentos Éticos do Grupo Atlas Atlas Comércio Exterior Ltda ATL Cargo Ltda.

Normas e Procedimentos Éticos do Grupo Atlas Atlas Comércio Exterior Ltda ATL Cargo Ltda. Normas e Procedimentos Éticos do Grupo Atlas Atlas Comércio Exterior Ltda ATL Cargo Ltda. 1 Palavra da Diretoria Desde a sua criação, o Grupo Atlas tem exercido suas atividades fundamentado em quatro pilares:

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE

MENSAGEM DO PRESIDENTE MENSAGEM DO PRESIDENTE A construção de uma empresa sólida e capaz de tornar perene sua marca no mercado só acontece com o esforço conjunto de pessoas comprometidas com a verdade e a ética. Ao longo de

Leia mais

Introdução: Código de Conduta Corporativa

Introdução: Código de Conduta Corporativa Transporte Excelsior Ltda Código de Conduta Corporativa Introdução: A Transporte Excelsior através desse Código Corporativo de Conduta busca alinhar e apoiar o cumprimento de nossa Missão, Visão e Valores,

Leia mais

Normas de Ética e Conduta Empresarial para Terceiros

Normas de Ética e Conduta Empresarial para Terceiros Todas as actividades empresariais na Bristol-Myers Squibb (BMS) apoiam-se no alicerce do nosso compromisso com a integridade e a conformidade com todas as leis, regulamentos, directivas e códigos industriais

Leia mais

HILLENBRAND, INC. E SUBSIDIÁRIAS. Anticorrupção Global Declaração de Política e Manual de Conformidade

HILLENBRAND, INC. E SUBSIDIÁRIAS. Anticorrupção Global Declaração de Política e Manual de Conformidade HILLENBRAND, INC. E SUBSIDIÁRIAS Anticorrupção Global Declaração de Política e Manual de Conformidade A Hillenbrand, Inc., incluindo todas suas subsidiárias (referidas em conjunto como a Empresa ), mantém

Leia mais

CÓDIGO EMPRESARIAL DA MAHLE

CÓDIGO EMPRESARIAL DA MAHLE CÓDIGO EMPRESARIAL DA MAHLE INTRODUÇÃO O nome MAHLE está relacionado ao desempenho, precisão, perfeição e inovação. Buscando performance como fazemos, nosso objetivo primordial é maximizar a satisfação

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Laboratório Weinmann Ltda.

CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Laboratório Weinmann Ltda. CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Laboratório Weinmann Ltda. 1 Objetivo Descrever e comunicar os princípios que norteiam o relacionamento do Laboratório Weinmann Ltda. com as suas partes interessadas

Leia mais

Código de Ética e Conduta Sabesp

Código de Ética e Conduta Sabesp Código de Ética e Conduta Sabesp 1 MENSAGEM DA ALTA ADMINISTRAÇÃO Aos Empregados, Gerentes, Clientes, Acionistas, Investidores, Fornecedores, Parceiros, Terceiros, Governo, Comunidade e toda sociedade,

Leia mais

22 de Dezembro de 2009

22 de Dezembro de 2009 W. L. GORE & ASSOCIATES, INC. 555 PAPER MILL ROAD P.O. BOX 9329 NEWARK, DE 19714-9329 Telefone 302.738.4880 Fax 302.738.7710 22 de Dezembro de 2009 RE: NORMAS DE CONDUTA ÉTICA DOS ASSOCIADOS Caro Associado:

Leia mais

Código de Conduta Eldorado Brasil

Código de Conduta Eldorado Brasil Código de Conduta Eldorado Brasil Eldorado Brasil Celulose S.A. Atualizado em: 14/08/2013 CÓDIGO DE CONDUTA ELDORADO BRASIL Sumário Mensagem do Presidente... 1 Comitê de Pessoas e Desenvolvimento e Ouvidoria

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE

MENSAGEM DO PRESIDENTE CÓDIGO DE CONDUTA 1 MENSAGEM DO PRESIDENTE Caro funcionário, Você recebe agora o novo Código de Conduta da Brasil Kirin. Esse documento, que é alinhado à nossa Visão, à Missão e aos nossos Valores, traduz

Leia mais

Código de. Ética e Conduta. de Fornecedores

Código de. Ética e Conduta. de Fornecedores Código de Ética e Conduta de Fornecedores Fev/2012 Caro Fornecedor, Palavra do Presidente Este Código de Ética e Conduta de Fornecedores busca orientá-lo sobre as diretrizes da relação entre a Cielo e

Leia mais

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 INTRODUÇÃO Desde que foi fundada em 2001, a ética, a transparência nos processos, a honestidade a imparcialidade e o respeito às pessoas são itens adotados pela interação

Leia mais

XEROX GLOBAL ETHICS HELPLINE

XEROX GLOBAL ETHICS HELPLINE ALCANCE: Xerox Corporation e suas subsidiárias. OBJETIVO: Este documento descreve a conduta ética que deve ser adotada durante as negociações pelos empregagos da Xerox Corporation. Todos os empregados

Leia mais

CÓDIGO DE ETICA E CONDUTA

CÓDIGO DE ETICA E CONDUTA CÓDIGO DE ETICA E CONDUTA Outubro de 2010 1 Carta da Diretoria, Prezado (a) colega; Trabalhar em uma empresa acaba se confundindo com a própria identidade pessoal, e poder orgulhar-se dela torna-se um

Leia mais

POLYPORE INTERNATIONAL, INC. CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DE NEGÓCIOS

POLYPORE INTERNATIONAL, INC. CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DE NEGÓCIOS POLYPORE INTERNATIONAL, INC. CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DE NEGÓCIOS 05 de outubro de 2006 APRESENTAÇÃO Este Código de Conduta e Ética de Negócios ("Código") é um recurso importante para orientar os funcionários,

Leia mais

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA CÓDIGO DE ÉTICA SUMÁRIO APRESENTAÇÃO COLABORADORES Princípios éticos funcionais Emprego e Ambiente de trabalho Conflito de interesses Segredos e informações comerciais SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

Leia mais

3. MISSÃO, VALORES, VISÃO, ESTRATÉGIA, POLÍTICA INTEGRADA 1. OBJETIVO E ESCOPO

3. MISSÃO, VALORES, VISÃO, ESTRATÉGIA, POLÍTICA INTEGRADA 1. OBJETIVO E ESCOPO ÍNCIDE 1.Objetivo e Escopo 3 2.Compromisso Rhotoplás 3 3.Missão, Visão, Valores, Estratégia e Política Integrada 4 4.Recursos para Colaboradores 6 5.Comunicação 7 6.Ações Disciplinares 7 7.Leis e Regulamentações

Leia mais

Deutsche Bank. Código de Conduta Empresarial e Ética para o Grupo Deutsche Bank

Deutsche Bank. Código de Conduta Empresarial e Ética para o Grupo Deutsche Bank Deutsche Bank Código de Conduta Empresarial e Ética para o Grupo Deutsche Bank Índice remissivo Visão Geral 2 Capítulo Um: Compromisso com os nossos clientes e com o mercado 4 Capítulo Dois : Compromisso

Leia mais

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM PARTES INTERESSADAS STAKEHOLDERS DO GRUPO MRV

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM PARTES INTERESSADAS STAKEHOLDERS DO GRUPO MRV POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM PARTES INTERESSADAS STAKEHOLDERS DO GRUPO MRV (via original, arquivada na sede da Companhia, em apenso ao livro próprio) *** ABRANGÊNCIA: Este documento é aplicável à holding

Leia mais

EQUIPOMAN. Sistema de Gestão Integrada. Código de Ética

EQUIPOMAN. Sistema de Gestão Integrada. Código de Ética Sistema de Gestão Integrada Código de Ética CE-01/2012 Rev: 01 Data: 11/12/2012 1 Mensagem da Diretoria Prezados (as) Colaboradores (as), É com imensa satisfação que apresentamos o Código de Ética da EQUIPOMAN

Leia mais

Introdução. Observância às leis. Conflitos de interesses. Negociação justa (Fair Dealing) Proteção e utilização adequada dos ativos da Empresa

Introdução. Observância às leis. Conflitos de interesses. Negociação justa (Fair Dealing) Proteção e utilização adequada dos ativos da Empresa Código de Conduta Sumário Introdução 2 Observância às leis 3 Conflitos de interesses 5 Negociação justa (Fair Dealing) 7 Proteção e utilização adequada dos ativos da Empresa 10 Respeito à comunidade ArcelorMittal

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA 1. OBJETIVO

CÓDIGO DE ÉTICA 1. OBJETIVO CÓDIGO DE ÉTICA 1. OBJETIVO 1.1.- Estabelecer normas e procedimentos padronizados, instituindo um Padrão Ético de Conduta, o qual deverá orientar as decisões e atitudes dos funcionários e dirigentes da

Leia mais

Código de Conduta da Dachser

Código de Conduta da Dachser Código de Conduta da Dachser 1. Introdução A fundação de todas as atividades na Dachser é a nossa adesão a regulamentos juridicamente vinculativos em nível nacional e internacional, assim como a quaisquer

Leia mais

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Caro Parceiro de Negócio, A história da nossa empresa inclui um compromisso de longa data em estar de acordo com as leis onde quer que atuemos e realizar nossos

Leia mais

Código de Ética. SPL Consultoria e Informática Ltda.

Código de Ética. SPL Consultoria e Informática Ltda. Código de Ética SPL Consultoria e Informática Ltda. Introdução Segundo o dicionário Aurélio ética é o estudo dos juízos de apreciação que se referem à conduta humana suscetível de qualificação do ponto

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA Para a QUAY, o Código de Ética e Conduta evidencia o propósito da empresa de buscar o constante aperfeiçoamento de seus valores, respeitando a

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA TECNORED

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA TECNORED CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA TECNORED SUMÁRIO Introdução da Diretoria Disposições Gerais Princípios Fundamentais Conformidade com a Lei Confidencialidade das Informações Segurança das Informações da Empresa

Leia mais

CONDUTA nos Negócios e Ética

CONDUTA nos Negócios e Ética Código de CONDUTA nos Negócios e Ética de 2014 Indice INTRODUÇÃO... 03 MISSÃO - VISÃO - PROPÓSITO... 04 1. VALORES E PRINCIPIOS ORIENTADORES... 04 2. COMPROMETENDO-SE COM O CÓDIGO... 05 3. CUMPRIMENTO

Leia mais

CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL

CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL Março de 2015 1ª edição MENSAGEM DO PRESIDENTE O Código de Conduta da RIP ( Código ) é a declaração formal das expectativas que servem

Leia mais

PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS

PROCEDIMENTOS E CONTROLES INTERNOS AGI.01 1ª 1 / 7 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. INTRODUÇÃO... 2 3. ABRANGÊNCIA E APLICABILIDADE... 2 4. PRINCÍPIOS GERAIS... 2 5. COLABORADORES... 3 A Conduta Pessoal e Profissional... 3 B Condutas não Aceitáveis...

Leia mais

Código de Conduta COERÊNCI. Transformando Visão em Valor.

Código de Conduta COERÊNCI. Transformando Visão em Valor. Código de Conduta COERÊNCI Transformando Visão em Valor. Índice Prefácio... 3 Ética empresarial da HOCHTIEF: Princípios... 5 Conflitos de interesse... 7 Confidencialidade... 8 Regras sobre controle de

Leia mais

Código de Conduta Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Brasil Kirin

Código de Conduta Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Brasil Kirin Código de Conduta Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Brasil Kirin 1 Código de Conduta do Fornecedor Brasil Kirin Introdução O objetivo deste Código de Conduta é orientar os nossos fornecedores

Leia mais

Conexão com nossos valores TE CONNECTIVITY GUIA DE CONDUTA ÉTICA

Conexão com nossos valores TE CONNECTIVITY GUIA DE CONDUTA ÉTICA Conexão com nossos valores TE CONNECTIVITY GUIA DE CONDUTA ÉTICA NOSSOS VALORES Esses valores definem o caráter da nossa empresa. INTEGRIDADE Precisamos exigir de nós mesmos e dos demais os mais altos

Leia mais