GOVERNO PROVINCIAL DA CIDADE DE MAPUTO DIRECÇÃO DA JUSTIÇA DE MAPUTO CIDADE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GOVERNO PROVINCIAL DA CIDADE DE MAPUTO DIRECÇÃO DA JUSTIÇA DE MAPUTO CIDADE"

Transcrição

1 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE GOVERNO PROVINCIAL DA CIDADE DE MAPUTO DIRECÇÃO DA JUSTIÇA DE MAPUTO CIDADE O presente documento tem em vista apresentar de forma resumida as realizações da Direcção da Justiça da Cidade de Maputo, durante o primeiros 9 meses de 2013, inscritas no âmbito do Plano Económico e Social 2013 (PES-2013), para constarem no Portal do Governo da Cidade Maputo. A Direcção da Justiça da Cidade de Maputo é um órgão local do Ministério da Justiça criado à luz da Resolução nº. 06/2001 de 12 de Junho, integrando nela as seguintes instituições: Departamento de Assistência Jurídica; Departamento de Registos e Notariados e Assuntos Religiosos; Departamento das Prisões 1 ; Repartição de Administração e Finanças e, Repartição de Recursos Humanos. Esta Direcção possui sob a sua responsabilidade para além do Departamento e Repartições acima mencionados, (05) Cinco Conservatórias de Registo Civil 2, (01) Uma Conservatória de Registo de Propriedade Automóvel, (01) Uma Conservatória do Registo Predial, (01) Uma Conservatória de Registo de Entidades Legais e (04) Quatro Cartórios Notariais. São objectivos da Direcção da Justiça da Cidade de Maputo: Assegurar a nível da Direcção, a realização das atribuições e competências definidas para área da Justiça, Garantir a implementação dos planos de desenvolvimento definidos pelo Governo Provincial para área da Justiça. 1 Temos a Cadeia Civil, mas é de realçar que a mesma não se encontra directamente subordinada a Direcção de Justiça da Cidade de Maputo. 2 Distribuídas pelos respectivos Distritos Municipais.

2 No âmbito do Programa Quinquenal do Governo, o Sector da Justiça é um elemento fundamental na protecção dos direitos e liberdades fundamentais dos cidadãos, na consolidação da paz, da democracia e do Estado de Direito, prosseguindo acções visando a consolidação e o alargamento da assistência jurídica e judiciária e do patrocínio aos cidadãos economicamente desfavorecidos, prosseguir a modernização e expansão da rede dos serviços dos registos e notariado, prosseguir o reforço e consolidação do relacionamento entre o Governo e as diversas confissões religiosas, por forma a garantir a harmonia e paz social. 1. REGISTO CIVIL Na globalidade foram efectuados registos de nascimentos, 1456 registos de casamentos, 71 divórcios e foram registados óbitos. Comparativamente ao igual período do ano passado, o total de nascimentos registados reduziu em 11,8%, os registos de casamentos aumentaram em 14,4% e divórcios reduziram em 16,5%. Do total previsto para o presente ano nos registos de nascimento, casamentos, divórcios e óbitos foram realizados durante os primeiros nove meses 53,3%, 72,8%, 47,3% e 112,8% respectivamente. 2. CARTÓRIO NOTARIAL Durante os primeiros nove meses do presente ano foram realizadas escrituras, procurações, reconheciemtos de assinaturas, conferências de fotocópias e autenticações. Do total previsto para o presente ano nos actos acima referidos, as realizações situaram-se entre 78,2%, 518.6%, 115.4% e 111.5% respectivamente. Em relação aos registos efectuados no período homólogo do ano passado, foram verificados aumentos nos reconhecimentos de assinaturas, conferências de fotocópias e escrituras aumentaram em 30,9%, 17,7% e 3,9% respectivamente.

3 3. REGISTO DE ENTIDADES LEGAIS A Conservatória de Registo de Entidades Legais registou durante os primeiros nove meses deste ano (2013) 750 Matriculas Comercias em Nome Individual, Matriculas de Sociedades, 87 Registos de Associações. Dos registos previstos para o presente ano, foram efectuados até à data 60,0% de Matrículas Individuais, 81,5% de Matriculas de Sociedade e 58,0% de Associações. Em relação ao período homólogo do ano passado, a maioria dos actos apresentaram crescimentos, tendo-se obervado variações de 11,6% nas Matriculas Comerciais em Nome Individual, não havendo variações nas Matriculas de Sociedades e Registo de Associações. 4. REGISTO PREDIAL A Conservatória de Registo Predial da Cidade de Maputo registou 455 Hipotecas e Predios Descritos, que em relação ao igual período do ano passado as variações foram de 13,2% e - 64,9% respectivamente. 5. REGISTO AUTOMÓVEL Foram efecuados Registos Iniciais de Viaturas, Transmissões e Emissões de Segundas Vias, correspondentes a uma realiazação de 110.5%, 81,2% e 76,6% respectivamente do total planificado para o presente ano.. Em termos homólogos, os maiores crescimentos foram observados nos Registos Iniciais e Transmissões, com variações de 26,2% e 10,6% respectivamente.

4 6. ASSISTÊNCIA JURÍDICA O Instituto do patrocinio e assistencia Juridica IPAJ, Instituição do estado subordinado ao ministério da justiça, que tem como função garantir a concretização do direito de defesa proporcionando ao cidadao economocamente carenciado, o patrocinio de assistência de que carecer. É ainda atribuição do IPAJ, realizar campanhas de educação cívica com objectivo de promover a justiça, dando a conhecer aos cidadãos dos seus direitos e deveres. Do número de casos assistidos: Nesse contexto, ao longo do presente ano foram assistidos 4090 casos, a nível da cidade de Maputo. Dos quais 858 Cíveis, 3232 Criminais. Das campanhas de educação cívica: No que tange as campanhas de educação cívica, foram realizadas ao longo do ano 5 Campanhas, a destacar: No dia 22 de Abril corrente ano, das 09 horas às 12 horas, teve lugar no Município da Matola, concretamente na cadeia feminina de Ndlavela, uma campanha com o lema Direitos e deveres dos reclusos, realizada pela Delegação da Cidade de Maputo. A mesma teve como grupo alvo as reclusas, estamos a falar de 135 reclusas. Os objectivos da campanha foram alcançados, pois a mensagem foi transmitida em português, língua local, e houve maior receptividade pelos destinatários. No dia 16 de Maio corrente ano, das 09 horas às 12 horas, teve lugar no Município da Matola, concretamente na Cadeia Central, uma campanha com o lema Direitos e deveres dos reclusos e Assistência jurídica, realizada pela Delegação da Cidade de Maputo. A mesma teve como grupo alvo os reclusos, um pouco mais de 2000, na qual 61 reclusos beneficiaram de assistência jurídica.

5 Constamos que a faixa etária mais predominante nos casos assistidos é dos 18 aos 30 anos de idade, e o crime mais predominante é o do roubo. Os objectivos da campanha foram alcançados, pois a mensagem foi transmitida em português língua local, e houve maior receptividade pelos destinatários. No dia 10 de Junho corrente ano, das 09 horas às 12 horas, teve lugar no Distrito Município de Nhamankulo, na Escola acima citada, uma campanha com o lema Direitos e deveres das crianças, realizada pela Delegação da Cidade de Maputo. A mesma teve como grupo alvo os alunos da 1ª a 7ª classe, abrangeu um pouco mais de 1000 alunos. O objectivo da campanha foi alcançado, pois a mensagem foi transmitida em português e houve maior receptividade pelos destinatários. No âmbito da comemoração da semana do IPAJ, foram realizadas duas (2) campanhas de educação cívica cujo objectivo era: 1. Transmitir aos alunos aquilo que são os seus direitos e deveres; 2. Informar sobre o abuso sexual menores, como se prevenir, riscos; 3. Divulgar a lei, e informar das proporções alarmantes que este fenómeno esta a tomar. 4. Divulgação do papel do IPAJ na sociedade. Assim sendo, foram realizadas campanhas de Educação Cívica na Escola Primária Completa de Kurhula, no Distrito Municipal Kamaxaquene, com seguinte tema. Direitos e deveres das crianças. Abuso sexual de menores. A mesma teve como grupo alvo os alunos da 1ª a 7ª classe, onde abrangeu um pouco mais de 600 alunos.

6 Realizou-se ainda campanha de Educação Cívica, no Distrito Municipal Kamubukwana concretamente no mercado, onde divulgou-se a lei da violência doméstica, onde também prestouse assistência jurídica. A mesma teve como grupo alvo, os vendedores e pessoas que por ali passavam, e abrangeu um pouco mais de 450 pessoas. Abertura da nova delegação A Delegação da Cidade de Maputo, vem por meio desta dar a conhecer que no dia 21 de Outubro de 2013, entrou em funcionamento a delegação do IPAJ no Distrito Municipal de Nhlamanculo, localizada no Bairro de Minkadjuine, Avenida de Angola, nº 39.

Departamento Farmacêutico

Departamento Farmacêutico REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE Departamento Farmacêutico Entidade Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde Tania V. Sitoie Outubro de 2016 Bio Latim America São Paulo 1 Estrutura Departamento

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA Título da Posição: TECNICO DE PROMOÇÃO TURÍSTICA Duração: Local: Instituição: RENOVAÇÃO DEPENDENDO

Leia mais

Comparação dos dados das campanhas de sensibilização (entre 2013 e 2015)

Comparação dos dados das campanhas de sensibilização (entre 2013 e 2015) Comparação dos dados das campanhas de sensibilização (entre 2013 e 2015) I. Divulgação através de visitas à comunidade 1. Cidadãos em geral, idosos e jovens Tema 01/06/2013- residências, Guarde bem os

Leia mais

Parte Geral Comum (05 aulas) LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA E REGIMENTO INTERNO (02 aulas) 3 Tribunal de Justiça: composição, órgãos, competência.

Parte Geral Comum (05 aulas) LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA E REGIMENTO INTERNO (02 aulas) 3 Tribunal de Justiça: composição, órgãos, competência. Parte Geral Comum (05 aulas) LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA E REGIMENTO INTERNO (02 aulas) 1 Divisão e organização judiciária do Estado da Bahia. 2 Comarcas. 2.1 Classificação, sede. 2.2 Distritos judiciários.

Leia mais

República de Moçambique GOVERNO DA PROVÍNCIA DE MAPUTO Direcção Provincial da Justiça de Maputo

República de Moçambique GOVERNO DA PROVÍNCIA DE MAPUTO Direcção Provincial da Justiça de Maputo República de Moçambique GOVERNO DA PROVÍNCIA DE MAPUTO Direcção Provincial da Justiça de Maputo 1. Âmbito de Criação Ao abrigo do disposto na alínea c) do artigo 3 do regulamento aprovado pelo Decreto

Leia mais

A SITUAÇÃO SOBRE OS CASAMENTOS PREMATUROS EM MOÇAMBIQUE E A LEGISLAÇÃO RELACIONADA. Maputo, Dezembro de 2015

A SITUAÇÃO SOBRE OS CASAMENTOS PREMATUROS EM MOÇAMBIQUE E A LEGISLAÇÃO RELACIONADA. Maputo, Dezembro de 2015 MINISTÉRIO DO GÉNERO, CRIANÇA E ACÇÃO SOCIAL A SITUAÇÃO SOBRE OS CASAMENTOS PREMATUROS EM MOÇAMBIQUE E A LEGISLAÇÃO RELACIONADA Maputo, Dezembro de 2015 ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO 1. Introdução; 2. Situação

Leia mais

INFORMACAO CAMPANHA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM MOÇAMBIQUE

INFORMACAO CAMPANHA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM MOÇAMBIQUE INFORMACAO CAMPANHA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM MOÇAMBIQUE (2013-2014) 1 Maputo, October, 2014 CAMPANHA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO NA

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Diário da República, 1.ª série N.º 163 25 de Agosto de 2008 5889 PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Centro Jurídico Declaração de Rectificação n.º 46/2008 Ao abrigo da alínea h) do n.º 1 e do n.º 2 do

Leia mais

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO DA REPUBLICA PORTUGUESA

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO DA REPUBLICA PORTUGUESA MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO DA REPUBLICA PORTUGUESA E O MINISTÉRIO FEDERAL DE TRABALHO E DE ASSUNTOS SOCIAIS DA REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA Considerando a necessidade

Leia mais

LABORATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2015 O ASSOCIATIVISMO E O SEU QUADRO LEGAL

LABORATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2015 O ASSOCIATIVISMO E O SEU QUADRO LEGAL LABORATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2015 O ASSOCIATIVISMO E O SEU QUADRO LEGAL A VIDA ASSOCIATIVA É UM INSTRUMENTO DE EXERCÍCIO DA SOCIABILIDADE. POR MEIO DELA CONQUISTA SE NOVOS AMIGOS, EXPANDE SE CONHECIMENTOS,

Leia mais

Aprovado por Deliberação n.º /2010 ANTEPROJECTO DE LEI SOBRE OS ACTOS PRÓPRIOS DOS ADVOGADOS E SOLICITADORES ASSEMBLEIA NACIONAL. Lei n.

Aprovado por Deliberação n.º /2010 ANTEPROJECTO DE LEI SOBRE OS ACTOS PRÓPRIOS DOS ADVOGADOS E SOLICITADORES ASSEMBLEIA NACIONAL. Lei n. Aprovado por Deliberação n.º /2010 ANTEPROJECTO DE LEI SOBRE OS ACTOS PRÓPRIOS DOS ADVOGADOS E SOLICITADORES ASSEMBLEIA NACIONAL Lei n.º /2010, de de Na sequência da aprovação e entrada em vigor da Lei

Leia mais

CRIAÇÃO DE UMA ASSOCIAÇÃO DE ADMINISTRADORES DE INSOLVÊNCIA FUNDAMENTAÇÃO

CRIAÇÃO DE UMA ASSOCIAÇÃO DE ADMINISTRADORES DE INSOLVÊNCIA FUNDAMENTAÇÃO CRIAÇÃO DE UMA ASSOCIAÇÃO DE ADMINISTRADORES DE INSOLVÊNCIA FUNDAMENTAÇÃO 1. Introdução O Estado Moçambicano encetou um processo de reformas legislativas e administrativas, visando dotar o País de leis

Leia mais

Imposto do selo especial sobre a transmissão de bens imóveis destinados a habitação

Imposto do selo especial sobre a transmissão de bens imóveis destinados a habitação Imposto do selo especial sobre a transmissão de bens imóveis destinados a habitação Grupo de Trabalho para a Promoção do Desenvolvimento Sustentável do Mercado Imobiliário Objectivo da criação do imposto

Leia mais

«pretende abrir um gabinete jurídico na comarca de A Nessa sequência pretende colocar um letreiro no vidro do gabinete com os seguintes dizeres:

«pretende abrir um gabinete jurídico na comarca de A Nessa sequência pretende colocar um letreiro no vidro do gabinete com os seguintes dizeres: 1 Parecer nº 43/PP/2013-P Relator: Sr. Dr. Carlos Vasconcelos I - Por comunicação escrita, datada de 26 de Agosto de 2013, dirigida ao Conselho Distrital do Porto da Ordem dos Advogados, a Senhora Doutora

Leia mais

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida O EXEMPLO DA CÂMARA MUNICIPAL DE VALONGO EUNICE NEVES OBJECTIVOS Igualdade Direitos Humanos Cidadania Activa e Inclusiva Conciliação Novas

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Ministério da Economia e Finanças SISTAFE Orçamento do Estado para o Ano de 2017 Código Designação 01A000141 PRESIDENCIA DA REPUBLICA 44.978,53 0,00 44.978,53 01A000741 CASA MILITAR

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUVENTUDE E DESPORTOS

MINISTÉRIO DA JUVENTUDE E DESPORTOS MINISTÉRIO DA JUVENTUDE E DESPORTOS REGIME JURÍDICO DAS ASSOCIAÇÕES JUVENIS E ESTUDANTIS Decreto nº 15/03 de 22 de Abril (Diário da República I Série nº 31, de 22 de Abril de 2003) A juventude angolana

Leia mais

Encontro Ministerio da Saúde e Segurança Social. Relatório referente aos trabalhos do dia 09/08/2016 5ª Sessão dos Trabalhos

Encontro Ministerio da Saúde e Segurança Social. Relatório referente aos trabalhos do dia 09/08/2016 5ª Sessão dos Trabalhos Encontro Ministerio da Saúde e Segurança Social Relatório referente aos trabalhos do dia 09/08/2016 5ª Sessão dos Trabalhos A saúde mental nos CSP Moderadoras Dra Marina e Dra Raquel Estrela Dr José Teixeira

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Ministério da Economia e Finanças SISTAFE Orçamento do Estado para o Ano de 2016 Código Designação 01A000141 PRESIDENCIA DA REPUBLICA 98.160,00 0,00 98.160,00 01A000741 CASA MILITAR

Leia mais

PARECER. I - Medidas de descongestionamento dos tribunais:

PARECER. I - Medidas de descongestionamento dos tribunais: PARECER REGIME JURÍDICO DO PROCESSO DE INVENTÁRIO E ALTERAÇÃO DOS CÓDIGOS CIVIL, PROCESSO CIVIL, REGISTO PREDIAL E REGISTO CIVIL, E REGIME JURÍDICO NACIONAL DE PESSOAS COLECTIVAS. O Governo solicitou a

Leia mais

Câmara dos Solicitadores Colégio de Especialidade de Agentes de Execução. Portaria 331-A/2009. Versão 3 3 de Dezembro de 2013

Câmara dos Solicitadores Colégio de Especialidade de Agentes de Execução. Portaria 331-A/2009. Versão 3 3 de Dezembro de 2013 Câmara dos Solicitadores Colégio de Especialidade de Agentes de Execução Portaria 331-A/2009 Versão 3 3 de Dezembro de 2013 Com as alterações introduzidas pela Portaria n.º 350/2013 de 3 de dezembro -

Leia mais

Segurança Social Obrigatória em Moçambique

Segurança Social Obrigatória em Moçambique Segurança Social Obrigatória em Moçambique 1 A Segurança social é um direito consagrado no artigo 95 da constituição da república, o qual estabelece que todos oscidadãostemdireitoàassistêncianaincapacidadee

Leia mais

A aplicação da lei de violência doméstica em Moçambique: constrangimentos institucionais e culturais

A aplicação da lei de violência doméstica em Moçambique: constrangimentos institucionais e culturais A aplicação da lei de violência doméstica em Moçambique: constrangimentos institucionais e culturais (Síntese a partir dos slides) Por Joaquim Nhampoca (Departamento da Mulher e da Criança, Ministério

Leia mais

A Tributação do Sector Imobiliário em Angola

A Tributação do Sector Imobiliário em Angola A Tributação do Sector Imobiliário em Angola CIMLOP - Encontro de Primavera 13-15 de Abril de 2015 São Paulo/Brasil 1. Imposto Predial Urbano - IPU Incidência: Rendimentos de prédios urbanos situados no

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE UMA COOPERATIVA ATRAVÉS DE INSTRUMENTO PARTICULAR

CONSTITUIÇÃO DE UMA COOPERATIVA ATRAVÉS DE INSTRUMENTO PARTICULAR CONSTITUIÇÃO DE UMA COOPERATIVA ATRAVÉS DE INSTRUMENTO PARTICULAR (retirado de www.inscoop.pt site do Instituto António Sérgio do Sector Cooperativo) Podem constituir-se por instrumento particular as cooperativas

Leia mais

- Custas verificar pessoalmente no cartório mediante a apresentação da documentação

- Custas verificar pessoalmente no cartório mediante a apresentação da documentação DOCUMENTOS PARA AVERBAÇÕES, INCORPORAÇÕES E REGISTROS Averbação de Construção: * Certificado de conclusão de obra (original ou autenticado pela Prefeitura) * ART do CREA (certidão do engenheiro), original

Leia mais

DECLARAÇÃO FINAL DA II REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DOS MINISTROS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

DECLARAÇÃO FINAL DA II REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DOS MINISTROS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA DECLARAÇÃO FINAL DA II REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DOS MINISTROS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Os Ministros responsáveis pela Ciência e Tecnologia da República de Angola,

Leia mais

Chave de Respostas Tabelionato de Notas Professor: Leandro Corrêa. 1) Qual norma regula a atividade do Tabelião de Notas em Minas Gerais?

Chave de Respostas Tabelionato de Notas Professor: Leandro Corrêa. 1) Qual norma regula a atividade do Tabelião de Notas em Minas Gerais? Chave de Respostas Tabelionato de Notas Professor: Leandro Corrêa 1) Qual norma regula a atividade do Tabelião de Notas em Minas Gerais? Provimento 54/78 Normas Gerais Encontra apoio na Lei 8.935/94 e

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIAS DO IAJ

TERMOS DE REFERÊNCIAS DO IAJ ORDEM DOS DE BIQUE ADVOGADOS TERMOS DE REFERÊNCIAS DO IAJ 1. Introdução Um dos objectivos estratégicos da Ordem dos Advogados de Moçambique (OAM), é a sua actuação na defesa dos direitos dos cidadãos,

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Ceará

Tribunal de Justiça do Estado do Ceará Tribunal de Justiça do Estado do Ceará TABELA I DOS S E VALORES DO OFÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DE PROTESTOS E OUTROS SERVIÇOS PREVISTOS NO ART. 402 DO DE DIVISÃO E ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA 001001 Distribuição

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE VILA DO PORTO

JUNTA DE FREGUESIA DE VILA DO PORTO ANEXO II Formulário de candidatura a Contrato-Programa A preencher pela Junta de Freguesia DATA DE ENTRADA / / A preencher pela Junta de Freguesia DELIBERAÇÃO DA JUNTA: APROVADO NÃO APROVADO DATA / / ASSINATURA

Leia mais

Fundação Escola Gest ESCOLA PROFISSIONAL DE HOTELARIA DE MANTEIGAS Centro De Férias Da Sicó - Senhora De Fátima Manteigas

Fundação Escola Gest ESCOLA PROFISSIONAL DE HOTELARIA DE MANTEIGAS Centro De Férias Da Sicó - Senhora De Fátima Manteigas ESTATUTOS DA EPHM Artigo 1.º A Escola Profissional de Hotelaria de Manteigas, adoptou esta designação aquando da sua criação, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 26/89 de 21 de Janeiro, por Contrato Programa

Leia mais

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária.

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária. PROGRAMA DE ACÇÃO A diversidade e complexidade dos assuntos integrados no programa de acção da OMA permitirá obter soluções eficazes nos cuidados primários de saúde, particularmente na saúde reprodutiva

Leia mais

ONU ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS

ONU ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS 1. A Antecessora da ONU Sociedade das Nações A Sociedade das Nações era também conhecida como Liga das Nações Foi idealizada a partir dos 14 Pontos de Wilson Foi criada na

Leia mais

ESTATUTO ORGÂNICO DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E DOS DIREITOS HUMANOS

ESTATUTO ORGÂNICO DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E DOS DIREITOS HUMANOS 2156 DIÁRIO DA REPÚBLICA Decreto Presidencial n.º 121/13 de 23 de Agosto Considerando que o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos é um Departamento Ministerial, auxiliar do Presidente da República

Leia mais

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ECONOMIA E D I T A L

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ECONOMIA E D I T A L UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE ECONOMIA E D I T A L PROGRAMA DE MESTRADO EM GESTÃO DE POLÍTICAS ECONÓMICAS 4ª EDIÇÃO/2012 BOLSAS DE ESTUDO A Universidade Eduardo Mondlane (UEM), assinou um

Leia mais

Considerando o interesse de medir com regularidade os conteúdos da Web em português de forma a ter uma informação precisa sobre a sua evolução;

Considerando o interesse de medir com regularidade os conteúdos da Web em português de forma a ter uma informação precisa sobre a sua evolução; MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR DA REPÚBLICA PORTUGUESA E O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL em matéria de reforço

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 28, DE 08 DE JUNHO DE 2004.

RESOLUÇÃO Nº 28, DE 08 DE JUNHO DE 2004. MINISTÉRIO DA JUSTIÇA COMISSÃO NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA NOS PORTOS, TERMINAIS E VIAS NAVEGÁVEIS - CONPORTOS RESOLUÇÃO Nº 28, DE 08 DE JUNHO DE 2004. Dispõe sobre a concessão de Declaração de Proteção

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO, DO ANO DE 2005

PLANO DE ACÇÃO, DO ANO DE 2005 PLANO DE ACÇÃO, DO ANO DE 2005 O ano de 2005 é o último ano de vigência do I Plano Estratégico para o Desenvolvimento da. Assim sendo, este Plano de Acção constitui, de certa forma, o encerrar de um ciclo

Leia mais

Maio de 2014 INDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR (IPC) MOÇAMBIQUE, (Base Dez.2010 = 100)

Maio de 2014 INDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR (IPC) MOÇAMBIQUE, (Base Dez.2010 = 100) INDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR Moçambique Maio de 2014 Base Dezembro de 2010 Instituto Nacional de Estatística Índice de Preços no Consumidor Boletim Mensal Reprodução autorizada, excepto para fins comerciais,

Leia mais

e-justiça Eng.ª Júlia Ladeira ( ITIJ )

e-justiça Eng.ª Júlia Ladeira ( ITIJ ) e justiça O que o sector da justiça em Portugal tem a ganhar com o desenvolvimento da SI 12 e 13 de Janeiro de 2004 Fundação Calouste Gulbenkian Eng.ª Júlia Ladeira ( ITIJ ) Patrocínio O que o sector da

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O MUNICÍPIO DE SETÚBAL E A ASSOCIAÇÃO CULTURAL FESTROIA

PROTOCOLO ENTRE O MUNICÍPIO DE SETÚBAL E A ASSOCIAÇÃO CULTURAL FESTROIA PROTOCOLO ENTRE O MUNICÍPIO DE SETÚBAL E A ASSOCIAÇÃO CULTURAL FESTROIA Introdução 1. A Câmara Municipal de Setúbal procedeu à inauguração do Cinema Charlot-Auditório Municipal em 31 de Maio de 2000. O

Leia mais

CÓDIGO DO IMPOSTO DO SELO

CÓDIGO DO IMPOSTO DO SELO CÓDIGO DO IMPOSTO DO SELO (2.ª Edição) Actualização N.º 2 Código do Imposto do Selo 2 TÍTULO: AUTORES: CÓDIGO DO IMPOSTO DO SELO Actualização N.º 2 Texto da Lei EDITOR: EDIÇÕES ALMEDINA, SA RUA DA ESTRELA,

Leia mais

Desenvolvimento Industrial em. Moçambique. African Iron&Steel Conference, de 23 de Juhno de 2015, Hotel Avenida, Maputo, Moçambique

Desenvolvimento Industrial em. Moçambique. African Iron&Steel Conference, de 23 de Juhno de 2015, Hotel Avenida, Maputo, Moçambique República de Moçambique African Iron&Steel Conference, de 23 de Juhno de 2015, Hotel Avenida, Maputo, Moçambique Direcção Nacional da Industria Desenvolvimento Industrial em Moçambique Eng. Mateus Matusse

Leia mais

O Turismo Sexual Infantil: Que Resposta Legal em

O Turismo Sexual Infantil: Que Resposta Legal em O Turismo Sexual Infantil: Que Resposta Legal em Hélder Chambal Advogado Mestre em Direito do Comércio Internacional Email: hchamball@gmail.com Cel: +(258) 84 7015590 Maputo - Moçambique Tópicos 1. Conceito

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. Apresentar as Recomendações saídas da 57.ª Sessão das Nações Unidas sobre a Condição da Mulher;

1. INTRODUÇÃO. Apresentar as Recomendações saídas da 57.ª Sessão das Nações Unidas sobre a Condição da Mulher; 1. INTRODUÇÃO Realizou-se de 25 de Novembro, data em que se comemora o Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, à 10 de Dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, a Campanha Nacional

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LISBOA

DECLARAÇÃO DE LISBOA DECLARAÇÃO DE LISBOA Os Procuradores Gerais dos Estados Membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), reunidos por ocasião e do XIV Encontro, entre 13 e 14 de Outubro de 2016, na cidade

Leia mais

Sistema de Registo Civil

Sistema de Registo Civil Sistema de Registo Civil Junho de 2012 1 Director Geral Camilo Ceita Editor Instituto Nacional de Estatística Rua Ho-Chi-Min Caixa Postal nº 1215 Tel. (+244) 938 217 557 Luanda Angola www.ine.gov.ao Impressão

Leia mais

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016 RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016 1- ATOS DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS VALORES EM R$ ATO VALORES TOTAL BUSCA (POR PERÍODO

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA FAMÍLIA E PROMOÇÃO DA MULHER COMUNICADO FINAL

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA FAMÍLIA E PROMOÇÃO DA MULHER COMUNICADO FINAL REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA FAMÍLIA E PROMOÇÃO DA MULHER 18ª ª SESSÃO DO CONSELHO NACIONAL DA FAMÍLIA COMUNICADO FINAL Realizou-se nos dias 14 e 15 de Maio de 2015, na cidade de Luanda, no Auditório

Leia mais

INFORMAÇÃO. liberdade sindical (cfr. Art. 55º nº 2 al. d) da Constituição da República Portuguesa), concretizado no artigo

INFORMAÇÃO. liberdade sindical (cfr. Art. 55º nº 2 al. d) da Constituição da República Portuguesa), concretizado no artigo INFORMAÇÃO O Direito de reunião dos trabalhadores é uma concretização da garantia constitucionalmente imposta da liberdade sindical (cfr. Art. 55º nº 2 al. d) da Constituição da República Portuguesa),

Leia mais

República de Moçambique Ministério da Educação e Cultura INSTITUTO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

República de Moçambique Ministério da Educação e Cultura INSTITUTO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO República de Moçambique Ministério da Educação e Cultura INSTITUTO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO Síntese Final do I Fórum Nacional de Consulta sobre a Transformação Curricular do Ensino Secundário

Leia mais

TÍTULO VIII PODER LOCAL

TÍTULO VIII PODER LOCAL TÍTULO VIII PODER LOCAL CAPÍTULO I Princípios gerais Artigo 235.º Autarquias locais 1. A organização democrática do Estado compreende a existência de autarquias locais. 2. As autarquias locais são pessoas

Leia mais

Comissão Nacional de Ciência e Tecnologia Combate à Desertificação

Comissão Nacional de Ciência e Tecnologia Combate à Desertificação Comissão Nacional de Ciência e Tecnologia Combate à Desertificação Maria José Roxo O papel do Comité de Ciência e Tecnologia Estabelecido pelo artigo 24 da Convenção Mandato e termos de referência adoptados

Leia mais

Guia de Permuta de Imóveis

Guia de Permuta de Imóveis Guia de Permuta de Imóveis Portal Imobiliário CasaYES Todos os direitos reservados 1 Vai Permutar a sua Casa? Casa? Preste atenção ao seguinte! As normas da compra e venda são aplicáveis aos outros contratos

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Ministério da Economia e Finanças SISTAFE Orçamento do Estado para o Ano de 2016 Código Designação 01A000141 PRESIDENCIA DA REPUBLICA 59.291,02 0,00 59.291,02 01A000741 CASA MILITAR

Leia mais

Mecanismo de Gestão de Relação com as Comunidades

Mecanismo de Gestão de Relação com as Comunidades Mecanismo de Gestão de Relação com as Comunidades Introdução O diálogo constante e regular com as partes interessadas e afectadas pelo projecto florestal é uma prioridade para a Portucel Moçambique. Para

Leia mais

Administração Pública

Administração Pública Administração Pública O direito administrativo é o direito que regula a Administração pública Administração pública: é o objeto do direito administrativo Fernanda Paula Oliveira 1. Administração: gestão

Leia mais

DOSSIER PARA EVENTO. «Construtora da Bairrada - Sociedade de Construções S.A.»

DOSSIER PARA EVENTO. «Construtora da Bairrada - Sociedade de Construções S.A.» DOSSIER PARA EVENTO «Construtora da Bairrada - Sociedade de Construções S.A.» Processo n.º 801/12.7T2AVR Juízo Comércio Aveiro Comarca Baixo Vouga LEILÃO: Data: Sexta-feira, 14 de Outubro de 2016 Hora:

Leia mais

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e a IPSS

MODELO DE PROTOCOLO. Entre a Quercus e a IPSS MODELO DE PROTOCOLO ENTRE QUERCUS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA pessoa colectiva nº 501736492, com sede no Centro Associativo do Calhau, Bairro do Calhau, 1500-045 Lisboa, neste acto representada

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES RELATÓRIO E PARECER SOBRE A PROPOSTA DE LEI QUE APROVA O NOVO REGIME DO ARRENDAMENTO URBANO (NRAU), QUE ESTABELECE UM REGIME ESPECIAL DE ACTUALIZAÇÃO DAS RENDAS ANTIGAS, E PROCEDE À ALTERAÇÃO DO CÓDIGO

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS Considerando que: a) nos termos do disposto no artigo 23º da

Leia mais

EXTRADIÇÃO HIPÓTESE CORRIDA.

EXTRADIÇÃO HIPÓTESE CORRIDA. EXTRADIÇÃO Caso prático de aplicação da Convenção de Extradição entre os Estados Membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP); Praia, 23.11.2005. De acordo com o Aviso n.º 183/2011, de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Distribuição dos tempos letivos disponíveis para o 6 º ano de escolaridade 1º Período 2º Período 3º Período *Início: 15 setembro 2014 *Fim: 16 dezembro 2014 *Início: 5

Leia mais

AVISO N.º 02/2015 FILIPA MARTA TORRES FARIA, Vereadora da Câmara Municipal de Sines, com Competências Delegadas: Nos termos do n.º 2 do artigo 78.º do Decreto-lei n.º 555/99 de 16 de dezembro, na sua atual

Leia mais

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato Legislação Comercial Ficha Técnica Código das Sociedades Comerciais TÍTULO I - Parte geral CAPÍTULO I - Âmbito de aplicação CAPÍTULO II - Personalidade e capacidade CAPÍTULO III - Contrato de sociedade

Leia mais

BOLETIM DA REPÚBLICA PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE. Quarta-feira, 15 de Maio de 2013 I SÉRIE Número 39 SUMÁRIO CONSELHO DE MINISTROS

BOLETIM DA REPÚBLICA PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE. Quarta-feira, 15 de Maio de 2013 I SÉRIE Número 39 SUMÁRIO CONSELHO DE MINISTROS Quarta-feira, 15 de Maio de 2013 I SÉRIE Número 39 BOLETIM DA REPÚBLICA PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. A V I S O A matéria a publicar no «Boletim da

Leia mais

Visto de Curta Duração: Visita Familiar: ( Todas as traduções tem que ser para português ou inglês, autenticadas no notário):

Visto de Curta Duração: Visita Familiar: ( Todas as traduções tem que ser para português ou inglês, autenticadas no notário): Visto de Curta Duração: Visita Familiar: ( Todas as traduções tem que ser para português ou inglês, autenticadas no notário): 1) Convite com termo de responsabilidade (incluindo despesas de alojamento,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO ESCOLA DE MUSICA

REGULAMENTO INTERNO ESCOLA DE MUSICA REGULAMENTO INTERNO DA ESCOLA DE MUSICA Artigo 1º Objecto A Associação Cultural Musimax é uma Escola do Ensino Artístico Especializado em Música, e tem como principal objecto o ensino da música. Artigo

Leia mais

DR. AUGUSTO POMBAL CENTRO POLIVALENTE DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO MAPTSS 26 DE JUNHO DE 2015

DR. AUGUSTO POMBAL CENTRO POLIVALENTE DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO MAPTSS 26 DE JUNHO DE 2015 O REGIME DOS TRABALHADORES DOMÉSTICOS NO ÂMBITO DA CONVENÇÃO E DA RECOMENDAÇÃO SOBRE O TRABALHO DECENTE PARA OS TRBALHADORAS E OS TRABALHADORES DOMÉSTICOS DR. AUGUSTO POMBAL CENTRO POLIVALENTE DE FORMAÇÃO

Leia mais

Radio Comunitaria No Ar Legalmente

Radio Comunitaria No Ar Legalmente Radio Comunitaria No Ar Legalmente Do Licenciamento ao Exercício em Moçambique Junho 2000 1 O Projecto de Desenvolvimento dos Media da UNESCO/PNUD pretende, com a presente brochura, condensar os mecanismos

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA. Situação da epidemia de Cólera em Moçambique em 2009

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA. Situação da epidemia de Cólera em Moçambique em 2009 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA SAÚDE DIRECÇÃO NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA Situação da epidemia de Cólera em Moçambique em 2009 Maputo, Janeiro de 2010 I. Introdução Tradicionalmente, a epidemia de

Leia mais

79/V/98. (Objecto. IUP- Imposto Único sobre o Património

79/V/98. (Objecto. IUP- Imposto Único sobre o Património 1º (Objecto A presente lei cria o Imposto Único sobre o Património (IUP) que se gere pelos princípios e normas previstos nesta lei e pelo respectivo regulamento. 2º IUP- Imposto Único sobre o Património

Leia mais

D E C R E T A: Fica aprovado o Regimento Interno do Centro de Atendimento à Mulher do Município de Dourados, constante no anexo único, deste decreto.

D E C R E T A: Fica aprovado o Regimento Interno do Centro de Atendimento à Mulher do Município de Dourados, constante no anexo único, deste decreto. DECRETO N 1188, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2012. Homologa o regimento interno do Regimento Interno do Centro de Atendimento à Mulher. O PREFEITO MUNICIPAL DE DOURADOS, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso das

Leia mais

Objeto de Aprendizagem. Bases Legais do SUS: Leis Orgânicas da Saúde

Objeto de Aprendizagem. Bases Legais do SUS: Leis Orgânicas da Saúde Objeto de Aprendizagem Bases Legais do SUS: Leis Orgânicas da Saúde Bases Legais do SUS: Leis Orgânicas da Saúde Objetivo: Apresentar sucintamente a Lei Orgânica de Saúde nº 8080 de 19 de setembro de 1990,

Leia mais

Curriculum Vitae HABILITAÇÕES LITERÁRIAS E PROFISSIONAIS DADOS PESSOAIS

Curriculum Vitae HABILITAÇÕES LITERÁRIAS E PROFISSIONAIS DADOS PESSOAIS Curriculum Vitae DADOS PESSOAIS Nome: Paula Maria Sousa da Costa Coelho e Silva Estado Civil: Casada Escritório: Rua Cândido dos Reis, nº.64 R/c Dtº. - 2780-211 Oeiras Contactos: Tel./Fax: 216 031 929

Leia mais

CONVENÇÃO N.º CONVENÇÃO RESPEITANTE À READAPTAÇÃO PROFISSIONAL E AO EMPREGO DE DEFICIENTES

CONVENÇÃO N.º CONVENÇÃO RESPEITANTE À READAPTAÇÃO PROFISSIONAL E AO EMPREGO DE DEFICIENTES Resolução da Assembleia da República n.º 63/98 Convenção n.º 159 da Organização Internacional do Trabalho, respeitante à readaptação profissional e ao emprego de deficientes Aprova, para ratificação, a

Leia mais

SEJA VOLUNTÁRIO! CONTRIBUA PARA O CRESCIMENTO DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA SOCIAL

SEJA VOLUNTÁRIO! CONTRIBUA PARA O CRESCIMENTO DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA SOCIAL SEJA VOLUNTÁRIO! CONTRIBUA PARA O CRESCIMENTO DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA SOCIAL Objectivos: Promover o encontro entre a oferta e a procura de voluntariado; Sensibilizar os cidadãos e as organizações para

Leia mais

A actividade fiscalizadora do agente de execução. 1ª Conferência Internacional Promover a Eficácia das Execuções

A actividade fiscalizadora do agente de execução. 1ª Conferência Internacional Promover a Eficácia das Execuções A actividade fiscalizadora do agente de execução 1ª Conferência Internacional Promover a Eficácia das Execuções A Fiscalização através de meios informáticos A Fiscalização através de meios informáticos

Leia mais

NCE/10/01956 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/01956 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/01956 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Instituto Politécnico Do Porto A.1.a.

Leia mais

(Texto relevante para efeitos do EEE)

(Texto relevante para efeitos do EEE) 17.6.2016 L 160/23 REGULAMENTO DE EXECUÇÃO (UE) 2016/959 DA COMISSÃO de 17 de maio de 2016 que estabelece normas técnicas de execução para as sondagens de mercado no que se refere aos sistemas e modelos

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO REDE SOCIAL MIRANDELA SISTEMA DE INFORMAÇÃO

SISTEMA DE INFORMAÇÃO REDE SOCIAL MIRANDELA SISTEMA DE INFORMAÇÃO SISTEMA DE INFORMAÇÃO 1 TERRITÓRIO Número de Freguesias Tipologia das Freguesias (urbano, rural, semi urbano) Área Total das Freguesias Cidades Estatísticas Total (2001, 2008, 2009) Freguesias Área Média

Leia mais

Europass- Curriculum Vitae

Europass- Curriculum Vitae Europass- Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s). MARTINS ALBUQUERQUE, JAIME MANUEL Emprego pretendido / Área funcional Facultativo (ver instruções) Experiência profissional

Leia mais

O CEPOG é um órgão. 2-Possibilidades de Bolsa de estudo no Brasil;

O CEPOG é um órgão. 2-Possibilidades de Bolsa de estudo no Brasil; BOLETIM INFORMATIVO DO CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO O CEPOG é um órgão que visa monitorar os cursos de pósgraduação da Universidade Pedagógica com as funções de supervisionar e propor as alterações ao currículo

Leia mais

CONTRATO. Aquisição de Viatura para Transportes Especiais para Cadeira de Rodas

CONTRATO. Aquisição de Viatura para Transportes Especiais para Cadeira de Rodas CONTRATO Aquisição de Viatura para Transportes Especiais para Cadeira de Rodas Entre PRIMEIRO OUTORGANTE: Associação Cultural e Recreativa de Travassós, pessoa colectiva n." 501947744, com sede na Rua

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS Considerando que: a) nos termos do disposto no artigo 23º da Lei

Leia mais

MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE. 9 de Janeiro de

MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE. 9 de Janeiro de MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE 9 de Janeiro de 2010 1 Modelo CRITÉRIOS RIOS MEIOS CRITÉRIO 1. LIDERANÇA, PLANEAMENTO E ESTRATÉGIA Como a gestão desenvolve e prossegue a missão, a visão e os valores da

Leia mais

REDE SOCIAL POEFDS. UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

REDE SOCIAL POEFDS. UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu REDE SOCIAL POEFDS UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Vila Nova ÍNDICE Nota Introdutória ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------3

Leia mais

N. o 4 6 de Janeiro de 2000 DIÁRIO DA REPÚBLICA II SÉRIE 261

N. o 4 6 de Janeiro de 2000 DIÁRIO DA REPÚBLICA II SÉRIE 261 N. o 4 6 de Janeiro de 2000 DIÁRIO DA REPÚBLICA II SÉRIE 261 Despacho n. o 378/2000 (2. a série). Com vista à implantação e permanência definitiva do troço entre as caixas 7-E e 7-G do emissário terrestre

Leia mais

ASSOCIAÇÃO MÉDICA DE MOÇAMBIQUE

ASSOCIAÇÃO MÉDICA DE MOÇAMBIQUE ASSOCIAÇÃO MÉDICA DE MOÇAMBIQUE PLANO ESTRATÉGICO E DE ACTIVIDADES 2014-2018 VISÃO: UMA ASSOCIAÇÃO MÉDICA FORTEMENTE ENGAJADA DEFESA DA CLASSE MÉDICA MOÇAMBICA Actividades T1 T2 T3 T4 T1 T2 T3 T4 OE1:

Leia mais

APPASSI. Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional (Instituição particular de solidariedade social) PLANO DE A C CÃO PARA 2O17

APPASSI. Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional (Instituição particular de solidariedade social) PLANO DE A C CÃO PARA 2O17 Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional (Instituição particular de solidariedade social) PLANO DE A C CÃO PARA 2O17 ÍNDICE Introdução Enquadramento 1 Estrutura e Organização Interna 2

Leia mais

O TRANSPORTE FERROVIÁRIO EM ANGOLA - SITUAÇÃO ACTUAL E PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTO

O TRANSPORTE FERROVIÁRIO EM ANGOLA - SITUAÇÃO ACTUAL E PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTO A MISSÃO DO REGULADOR FERROVIÁRIO HOJE E NUM CONTEXTO DE UMA REDE ONDE PODERÃO CIRCULAR MÚLTIPLOS OPERADORES FERROVIÁRIOS DECRETO PRESIDENCIAL 195/10 SEMINÁRIO O TRANSPORTE FERROVIÁRIO EM ANGOLA - SITUAÇÃO

Leia mais

Ex. m.ºs Senhores Subdirectores- Gerais Directores de Serviços Directores de Finanças Representantes da Fazenda Pública. Assunto:

Ex. m.ºs Senhores Subdirectores- Gerais Directores de Serviços Directores de Finanças Representantes da Fazenda Pública. Assunto: Classificação: 000.01.09 DIRECÇÃO DE SERVIÇOS DO IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DAS PESSOAS COLECTIVAS Ofício n.º: Processo: Entrada Geral: N.º Identificação Fiscal (NIF): Sua Ref.ª: Técnico: João Sousa Cód.

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA DAR ENTRADA PROCESSOS DE ESCRITURAS DE TRANSMISSÃO PARA COMPRA E VENDA, QUANDO VENDEDORES CASADOS

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA DAR ENTRADA PROCESSOS DE ESCRITURAS DE TRANSMISSÃO PARA COMPRA E VENDA, QUANDO VENDEDORES CASADOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA DAR ENTRADA PROCESSOS DE ESCRITURAS DE TRANSMISSÃO PARA COMPRA E VENDA, QUANDO VENDEDORES CASADOS (vendedores e compradores) + xerox do comprovante de endereço (vendedores e

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINSITÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS E HABITAÇÃO DIRECÇÃO DE RECURSOS HUMANOS CONTRATAÇÃO DE TÉCNICOS SUPERIORES

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINSITÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS E HABITAÇÃO DIRECÇÃO DE RECURSOS HUMANOS CONTRATAÇÃO DE TÉCNICOS SUPERIORES REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINSITÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS E HABITAÇÃO DIRECÇÃO DE RECURSOS HUMANOS CONTRATAÇÃO DE TÉCNICOS SUPERIORES No âmbito do reforço da capacidade institucional na área de recursos humanos,

Leia mais

Luanda Bairro Cambamba I Um projecto de apoio a crianças e mulheres desfavorecidas

Luanda Bairro Cambamba I Um projecto de apoio a crianças e mulheres desfavorecidas Luanda Bairro Cambamba I Um projecto de apoio a crianças e mulheres desfavorecidas Janeiro Dezembro 2012 Ano I Um Projecto de: SCALABRINIANAS Congregação das Irmãs Missionárias de S. Carlos Borromeu Um

Leia mais

Plano de Actividades e Orçamento 2010

Plano de Actividades e Orçamento 2010 Plano de Actividades e Orçamento 2010 1 2 1. Missão A CooLabora é uma cooperativa de consultoria e intervenção social criada em 2008. Tem por missão contribuir para a inovação social no desenvolvimento

Leia mais

EDINEUSA MARIA.DE ARAÚJO FIGUEIRÊDO Inspeção quanto ao correto recolhimento dos recursos do FDJ R E L A T Ó R I O D E I N S P E Ç Ã O

EDINEUSA MARIA.DE ARAÚJO FIGUEIRÊDO Inspeção quanto ao correto recolhimento dos recursos do FDJ R E L A T Ó R I O D E I N S P E Ç Ã O PROCESSO: COMARCA: CARTÓRIO: TABELIÃ: ASSUNTO: 23482015 (PAV) SÃO JOÃO DO SABUGI OFÍCIO ÚNICO EDINEUSA MARIA.DE ARAÚJO FIGUEIRÊDO Inspeção quanto ao correto recolhimento dos recursos do FDJ R E L A T Ó

Leia mais

do Governo República de Moçambique Governo da Província do Niassa Direcção Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano =Lichinga=

do Governo República de Moçambique Governo da Província do Niassa Direcção Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano =Lichinga= República de Moçambique Governo da Província do Niassa Direcção Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano =Lichinga= Informação hh para o Portal do Governo Educação Solidária e Desenvolvimento Humano

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO

INSTRUÇÃO DE TRABALHO 1. Modo de Proceder Descrição Capítulo I Disposições e regras genéricas 1. No exercício das competências afectas ao Departamento de Suporte Técnico e Administrativo (DSTA), compete à directora do departamento

Leia mais