GERENCIAMENTO DE PROJETOS A DESCENTRALIZAÇÃO NA EMATER MG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GERENCIAMENTO DE PROJETOS A DESCENTRALIZAÇÃO NA EMATER MG"

Transcrição

1

2 GERENCIAMENTO DE PROJETOS A DESCENTRALIZAÇÃO NA EMATER MG

3 PREFÁCIO 4 PREFÁCIO Este documento relata a experiência da EMATER MG em gestão, incluindo Planejamento Estratégico e Gerenciamento de Projetos. É um pequeno documento, mas relata uma experiência que, se detidamente observada, revela ser uma das mais bem-sucedidas em gestão pública no Brasil. A atual administração da EMATER soube enfrentar com determinação, coragem e inteligência um dos maiores desafios de qualquer organização pública ou privada: como tornar realidade seus projetos. Diversos órgãos públicos e privados têm fracassado frente a este desafio, pois o problema não está somente na escolha das metas ou na disponibilidade de recursos ou no planejamento: o problema está, principalmente, na execução. O mundo gerencial tem tomado conhecimento deste fato por meio de artigos de grandes autoridades no assunto, tais como, Ram Charan, Peter Drucker, Tom Peters, Harold Kerzner, etc. Aliás, para Ram Charan este fato é o principal causador da queda de centenas de executivos nas organizações americanas, privadas ou públicas nos últimos anos. Ao se verificar a dificuldade de executar projetos, encontram-se diversas causas, conforme bem tratadas neste documento. Elas vão desde a pouca habilidade de seus líderes até o pouco comprometimento das áreas envolvidas. Não é um desafio simples, pelo contrário, é altamente complexo, pois envolve relacionamentos humanos, estruturas acostumadas com um comportamento diferente do exigido por gerenciamento de projetos, dificuldades em planejar em um ambiente matricial, etc. Estamos falando de uma mudança cultural. A atuação da atual administração da EMATER foi extremamente competente, ao enfrentar estes desafios e, em um tempo muito curto, conseguiu enormes avanços na mudança da cultura da organização. Assim, as metas do planejamento estratégico têm sido adequadamente desdobradas em programas e projetos, e a execução, disciplinada conforme metodologia implementada, tem obtido os resultados esperados. Tudo com responsáveis claramente identificados e com amplo envolvimento de diversos setores da organização. Exatamente por isso a EMATER MG está sendo, cada vez mais, vista e reconhecida como uma referência nacional em gestão e tem sido procurada por outras organizações para conhecer os seus segredos. A toda a diretoria da EMATER MG, seu corpo de executivos e de gerentes de projetos e seu Escritório de Gerenciamento de Projetos o meu reconhecimento de que este foi um trabalho a não deixar nada a dever a nenhum órgão em qualquer país. Ao presidente José Silva os parabéns por liderar com sucesso um dos maiores desafios de um gestor público: utilizar com sucesso os recursos públicos. Darci Prado Consultor Sênior e Sócio INDG S.A. 5

4 APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO Estamos iniciando a publicação da coleção Sistema Integrado de Gestão que retrata o novo modelo de gestão adotado pela Emater MG. O primeiro tema é Gerenciamento de Projetos. Sabe-se que gerenciar uma empresa pública é mais desafiante que gerenciar uma empresa privada, ainda mais uma organização como a EMATER MG, que possui unidades em mais de 780 municípios e cujas ações são realizadas em parceria com o poder público e organizações da sociedade. Diante deste cenário, foi necessária a retomada do Planejamento Estratégico da Empresa numa construção participativa, bem como a decisão de utilizar metodologias e ferramentas modernas de gestão de programas e projetos. Um segundo passo foi fortalecer o foco no capital humano, capacitando um grupo estratégico capaz de alavancar a gestão dos Programas Estruturadores. Em seguida implantamos o Escritório de Gerenciamento de Projetos, nomeando um coordenador para cada Programa, com o objetivo de alcançar metas, prazos e resultados. Hoje a convicção é de que, graças ao gerenciamento de projetos, temos uma gestão mais profissionalizada, com informações estratégicas e abrangentes, mas sem esquecer os detalhes que fazem a diferença para a tomada de decisões. Esse gerenciamento possibilitou também uma nova performance na busca e aplicação de recursos, tornando-se uma marca registrada o fortalecimento da liderança e da participação em todos os níveis da Empresa. Neste trabalho, procuramos registrar a experiência da EMATER MG na gestão de projetos e na descentralização do processo, sempre com a visão de que o mais importante é a formação da cultura do gerenciamento na Empresa. José Silva Soares Presidente 6 7

5 1. HISTÓRICO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS HISTÓRICO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS O Gerenciamento de Projetos não é novidade e nem privilégio dos dias de hoje. Grandes obras da engenharia e da arte, como as Pirâmides do Egito, a Muralha da China, o Teto da Capela Sistina, os Profetas de Aleijadinho e a construção de Brasília, tiveram que ser gerenciadas. Se o fator tempo não era tão restritivo em alguns projetos, a pintura da Capela Sistina levou 16 anos, o gerenciamento adotado na época pelo menos garantiu a conclusão dessas importantes obras. Segundo Prado (2004), foi a partir da Revolução Industrial no século XVIII que o uso de técnicas gerenciais passou a ser adotado na construção de estradas de ferro e de navios. Na primeira metade do século XX, as duas grandes guerras e o surgimento de grandes fábricas motivaram a adoção de técnicas de planejamento, principalmente pelas forças armadas nos Estados Unidos, Canadá e Europa. A Gerência de Projetos ainda não era uma ciência formalizada, e a divulgação do assunto era praticamente nula. A partir da segunda metade do século XX, com a crescente demanda dos consumidores por produtos de melhor qualidade, o uso de técnicas gerenciais foi ficando cada vez menos empírico, e centenas de livros passaram a ser publicados. No início da década de 60, o Gerenciamento de Projetos foi reconhecido como uma ciência e passou a ser ensinado e pesquisado em universidades. Naquela época, surgem instituições preocupadas em divulgar e desenvolver metodologia em Gerenciamento de Projetos, como o Project Management Institute (PMI) que surgiu nos Estados Unidos em Em 1976, Alvin Toffler, citado por Prado (2004), escreveu em seu livro O choque do futuro : Realmente, a Gerência de Projetos tem, por si própria, se tornado reconhecida como uma arte executiva especializada, e existe um pequeno mas crescente grupo de gerentes, tanto nos Estados Unidos como na Europa, que se move de projeto a projeto, de companhia a companhia, nunca se ocupando de operações rotineiras ou de longo 8 9

6 prazo. Em 1987, o PMI publicou um documento denominado The Project Management Body of Knowledge. Esse documento foi revisado e reeditado em 1996, com o nome de A guide to the Project Management Body of Knowledge (PMBOK ). Em 1997, Peters, citado por Prado (2004), escreveu: Se você não despende pelo menos 70% do seu tempo em projetos, você vive no passado. O PMBOK foi atualizado em 2000 e em O PMI publicou, ainda, seis padrões adicionais citados por Xavier (2005): padrão prático para a elaboração de WBS (Practice Standard for Work Breakdown Structures); extensão para a área governamental (Government Extension to the PMBOK Guide); desenvolvimento de competências do gerente de projeto (Project Manager Competency Development Framework); extensão para a área de construção (Construction Extension to the PMBOK Guide); modelo de maturidade de gerenciamento de projetos (Project Management Maturity Model OPM3) e a extensão para o Departamento de Defesa Americano (US DoD Extension to the PMBOK Guide). Os projetos, hoje, são responsáveis pela implementação das estratégias, pelo lançamento de novos produtos, pelo desenvolvimento de novas tecnologias, pela construção de grandes obras e ocorrem em praticamente todas as organizações e em todas as áreas, gerando produtos e serviços para todo tipo de cliente, seja ele interno, seja externo Definição de projeto Muitas são as definições sobre o que é um projeto. Dentre elas, podemse citar: a. PMBOK Terceira Edição - Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. b. ISO Processo único, consistindo de um grupo de atividades coordenadas e controladas com datas para início e término, empreendido para alcance de um objetivo, conforme requisitos específicos, incluindo limitações de tempo, custo e 10 recursos. c. Referencial Brasileiro de Competências em Gerenciamento de Projetos (ABGP) - Um projeto é um conjunto único de atividades coordenadas, com datas de início e fim bem definidas, empreendidas por um indivíduo ou uma organização, para alcançar objetivos específicos, dentro de um calendário determinado, com parâmetro de custos e de desempenho. Nas três definições fica claro que um projeto deve produzir um resultado único e deve ocorrer em um período de tempo determinado. Essas características diferenciam claramente um projeto de um processo rotineiro. Assim, o lançamento de um automóvel é um projeto, porém a produção diária desse mesmo automóvel não é um projeto. Outro exemplo de projeto é a construção de um edifício. A construção de outro edifício utilizando a mesma planta e os mesmos engenheiros, porém com outras condições de terreno, trabalhadores, materiais utilizados e período de construção diferentes o tornam um resultado único e portanto um novo projeto. De maneira geral, os projetos têm algumas características comuns: a. incerteza: em qualquer tipo de projeto, dependendo da experiência da equipe, sempre existe incerteza em menor ou maior nível; b. possibilidade de mudanças: em qualquer fase do projeto podem ocorrer mudanças. O importante é avaliar os impactos dessas mudanças e evitar que elas inviabilizem o projeto; c. evolução do conhecimento com o tempo: quanto maior o envolvimento com o projeto, maior o conhecimento do produto ou serviço que está sendo produzido; d. interfuncionalidade: projetos geralmente envolvem mais de uma área da organização, e é, portanto, necessária uma articulação entre essas áreas, para que seja feita a alocação dos recursos necessários; e. stakeholders: são as pessoas e organizações ativamente envolvidas no projeto ou cujos interesses podem ser afetados como resultado da execução ou do término do projeto. Eles podem também exercer influência sobre os objetivos e resultados do projeto (PMBOK Terceira Edição); 11

7 f. ciclo de vida: o ciclo de vida do projeto é a seqüência de fases pelas quais passa um projeto, desde sua concepção até seus resultados finais, geralmente em ordem seqüencial de execução. 1.2 Projetos sempre dão certo? Uma metodologia formal de Gerenciamento de Projeto habilita a empresa a maximizar a consistência, eficiência, qualidade e produtividade em projetos. Segundo o Standish Group, em seu relatório Extreme CHAOS 2001, citada por Xavier (2005), graças ao uso de melhores métodos de gerenciamento, o percentual de sucesso em projetos nos EUA cresceu de 34% em 1994 para 55% em 2000, o que pode ser verificado no gráfico da figura abaixo. 4. falha em adequadamente identificar, documentar e acompanhar equisitos (escopo); 5. planos e processos de planejamento pobres; 6. estimativas de esforço pobres; 7. falta de alinhamento cultural e ético; 8. não-alinhamento entre a equipe do projeto e o negócio ou outra organização cliente; 9. métodos inadequados ou mal empregados; 10.comunicação inadequada, inclusive acompanhamento e relato de progresso. Da mesma forma, o Estudo de Benchmarking em Gestão de Projetos 2004, iniciativa pioneira do Project Management Institute do Rio de Janeiro, citado por Xavier (2005), revela que as mudanças constantes de escopo, escopo do projeto com nível de detalhe insuficiente, produtos mal especificados e expectativa do cliente desalinhada com a realidade do projeto são problemas freqüentes enfrentados em projetos, conforme pode ser visto na figura abaixo. A evolução do sucesso e fracasso de projetos ( ) Pesquisa realizada pela gantthead.co, em agosto de 2003, citada por Xavier (2005), levantou as dez maiores razões para o insucesso de projetos, na qual o escopo tem papel destacado: 1. gerentes de projeto inexperientes ou inadequadamente treinados; 2. falha na identificação ou gerenciamento de expectativas; 3. liderança pobre em vários níveis; 12 13

8 2. O GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA EMATER MG 2.1 Desdobramento de Projetos em Programas O GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA EMATER MG O processo de implantação da metodologia de gerenciamento de projetos na EMATER MG teve início em janeiro de O trabalho foi focado nos Programas Estruturadores, com o objetivo de desdobrálos em projetos, de forma a serem priorizados para posterior planejamento e controle. O desdobramento dos onze Programas Estruturadores foi realizado ao longo dos meses de janeiro e fevereiro pelo Escritório de Gerenciamento de Projetos EGP, em conjunto com os coordenadores de programas, quando foram obtidos quarenta e dois projetos. O portifólio de projetos, constantemente revisado, atualmente conta com um total de dezoito projetos. 2.2 Planejamento e Controle Uma vez estabelecidos e priorizados os projetos, iniciou-se o planejamento daqueles que possuíam recursos financeiros assegurados e escopo claramente definido. Estas condições foram fundamentais para que os recursos disponíveis para o planejamento dos projetos fossem mais bem utilizados. A obtenção de recursos na área pública pode ser um processo demorado e com pouco controle por parte da Empresa. Logo, a decisão de considerar esta etapa do projeto como uma premissa para o seu início. Todos os programas, uma vez planejados, passaram a ser controlados sistematicamente. As reuniões de controle são realizadas periodicamente, envolvem os coordenadores de programas e projetos e alguns membros das equipes e são coordenadas pelo EGP. A metodologia utilizada no Planejamento e Controle dos projetos da EMATER foi a MEPCP, Metodologia Estruturada de Planejamento e Controle de Projetos, de PRADO, D.S

9 * Sistema Informatizado Todas as informações de planejamento, controle, desempenho e lições aprendidas dos programas e projetos estão hospedadas em um sistema de gerenciamento de projetos. * Treinamento Um aspecto fundamental no processo de implantação da metodologia de gerenciamento de projetos na EMATER MG foi o treinamento de todos os coordenadores de programas, projetos, membros do Escritório de Projetos e gerentes de Regionais. Destes últimos, alguns foram nomeados como coordenadores de projetos. O treinamento abordou todas as áreas de conhecimento do PMBOK (2000) e foi ministrado em dois dias para três turmas de vinte participantes. * Estrutura Organizacional A Estrutura Organizacional implantada na EMATER MG é representada pela figura a seguir: 16 Figura 1 Estrutura Organizacional implantada na EMATER MG A estrutura matricial implantada funciona para os projetos, enquanto a estrutura hierárquica tradicional é a responsável pelas ações de rotina. Duas estruturas de gerenciamento de projetos foram implantadas na EMATER MG. O Comitê de Projetos e o Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP). As funções do Comitê de Projetos são descritas por PRADO (2004) como sendo: * Ser informado sobre projetos com problemas críticos. * Decidir a respeito de prioridades e conflitos. * Dar visibilidade de que se deseja um ambiente de profissionalismo e seriedade. O Comitê de Projetos exerce as funções acima por meio de reuniões formais e mensais conduzidas pelo EGP. O papel do Escritório de Gerenciamento de Projetos Para DINSMORE (2005), a missão do EGP é identificar, estimular e apoiar a utilização das melhores práticas de Gerenciamento de Projetos, de tal forma que a organização possa implementar suas estratégias e alcançar seus objetivos. Segundo o PMBOK, a atuação do escritório de projetos pode ser descrita como um continuum que vai desde o suporte ao gerente de projetos na forma de treinamento, softwares, templates, etc. até a responsabilidade pelos resultados dos projetos. Na EMATER MG, o EGP é a estrutura responsável pelo desenvolvimento e disseminação dos conhecimentos de gerenciamento de projetos na Empresa, dando suporte relacionado aos seguintes aspectos: aplicação e padronização da metodologia, treinamento dos coordenadores de programas, utilização dos sistemas informatizados, planejamento e acompanhamento dos projetos. O EGP exerce outras funções menos explícitas, mas não menos importantes: SUPORTE À ALTA ADMINISTRAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DAS EQUIPES DOS PROJETOS Durante a fase de planejamento, quando a equipe do EGP teve grande contato com as equipes, foi possível identificar inconsistências relativas aos recursos humanos dos projetos. Nessa fase, foram identificadas necessidades de aumento de recursos em projetos ou de ajustes na coordenação deles. O papel do EGP foi fundamental nessas questões, pois, por meio dele, foi possível detectar tais inconsistências. O desenvolvimento das equipes dos projetos também envolveu atividades para auxiliar a Empresa a assimilar características específicas da estrutura matricial, principalmente no que se refere a conflitos de autoridade e responsabilidade. 17

10 AVALIAÇÃO DO MATERIAL PRODUZIDO PELOS COORDENADORES DE PROGRAMAS Todo o material produzido durante o planejamento e acompanhamento dos projetos é acompanhado pelo EGP. Neste sentido, os planos de projeto, cronogramas e demais documentos de planejamento são validados antes de serem obtidas as linhas de base. Com relação ao acompanhamento, as reuniões são realizadas periodicamente, de maneira formal e sob a supervisão do escritório. da estrutura organizacional, à difusão de metodologia, à implantação de um sistema informatizado de gerenciamento de projetos e ao treinamento dos coordenadores de programas e principais envolvidos na execução deles. Em Setembro de 2006, nova avaliação foi feita e o resultado obtido foi de 2,98. A maturidade da EMATER-MG em gerenciamento de projetos encontrase no nível padronizado. O EGP COMO OPERADOR DAS MELHORES PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS O EGP, além de estar vinculado à Unidade de Gestão de Negócios, responsável pela condução da Formulação Estratégica, possui a visão da situação atual de toda a carteira de programas da EMATER MG. As informações de andamento, conjugadas às estratégias, foram decisivas na avaliação do portifólio e na tomada de decisões. Estas decisões envolveram desde a modificação na forma de utilização dos recursos financeiros e humanos até o cancelamento ou paralisação de um determinado programa. Outras questões estratégicas são identificadas pelo EGP e formalizadas por relatórios executivos, permitindo a tomada de decisão mais rápida por parte da alta administração. *Maturidade em gerenciamento de projetos Durante a implantação da metodologia na EMATER MG, houve duas avaliações do nível de maturidade da Empresa em gerenciamento de projetos. Uma em janeiro e outra em agosto de O modelo utilizado foi o proposto por PRADO (2004) e possui cinco níveis, a saber: 1. Inicial 2. Conhecido 3. Padronizado 4. Gerenciado 5. Otimizado Na avaliação de janeiro de 2005, foi obtida a pontuação de 1,1, sendo este o valor considerado como a situação de 2004, pois nenhum esforço formal com relação a gerenciamento de projetos havia sido feito antes dessa avaliação. Já na avaliação realizada em agosto de 2005, o resultado obtido foi 2,5, refletindo os avanços, devido à implantação 18 19

11 3. A DESCENTRALIZAÇÃO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA EMATER-MG Após a consolidação do Gerenciamento de Projetos na EMATER MG, com a metodologia implantada, a gestão dos Programas Estruturadores e dos contratos e convênios em andamento e a nova cultura disseminada, estamos implementando a descentralização da gestão de projetos nas Unidades Regionais. Assim como foi implantado o projeto na Empresa, estamos seguindo uma metodologia para descentralização do gerenciamento. A forma de transferência desse conhecimento se dá da seguinte forma: 3.1 Definição dos Projetos A DESCENTRALIZAÇÃO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA EMATER-MG Cada Unidade Regional participante selecionou dois projetos a serem desenvolvidos dentro da metodologia de Gerenciamento de Projetos preenchendo o modelo abaixo: 20 21

12 3.2 Capacitação de Equipes Para prestar apoio às Unidades Regionais, são realizadas duas capacitações, que têm os objetivos de apresentar ferramentas de gestão e desenvolver os processos de Planejamento e Acompanhamento dos projetos selecionados. Na primeira capacitação, destinada às equipes de apoio regional, são apresentadas as ferramentas de gestão de projetos, que serão usadas nas fases de Planejamento e Controle. Na segunda capacitação, além das equipes de apoio, participam os gerentes Regionais, que já foram treinados quando a metodologia foi implantada na Empresa. Nessa oportunidade, são feitos o Planejamento e o Acompanhamento de um projeto, completando o ciclo de transferência da metodologia. momento, está sendo criado um sistema informatizado para monitorar o status desses projetos, no que se refere ao nível de execução e atraso. Essas informações subsidiarão a Diretoria Executiva, que eventualmente pode convidar gerentes Regionais para as reuniões do Comitê de Projetos. 3.5 Estrutura Organizacional Até 2008 as Unidades Regionais irão estruturar Escritórios de Projetos Regionais, capazes de desenvolver esse processo com os Escritórios Municipais. A ilustração abaixo mostra o modelo preconizado: 3.3 Monitoramento do Processo Para garantir a qualidade do processo, o Escritório de Projetos analisa os documentos de Planejamento e retorna com as observações para ajuste nas Unidades Regionais. O mesmo processo é utilizado na fase de Acompanhamento dos projetos, na qual o Escritório de Projetos será o responsável pela garantia da qualidade da metodologia. Após esse ciclo, a equipe do Escritório de Projetos tira as dúvidas das equipes regionais, por meio de um processo interativo que abrange apoio virtual e presencial, quando necessário. 3.4 Acompanhamento dos Projetos Regionais Figura 2 EGP Corporativo e EGP Regional O objetivo da descentralização do Gerenciamento de Projetos na EMATER MG é fazer com que essa cultura permeie por toda a Empresa e no médio prazo esteja presente nos níveis estratégico, tático e operacional. Não deve ser tarefa do Escritório de Projetos corporativo acompanhar o andamento de tarefas dos projetos regionais, porém, nesse primeiro 22 23

13 4. CONCLUSÃO Inspirados pelo Choque de Gestão, estamos fazendo parte do processo que transformará Minas no melhor Estado para se viver. A EMATER MG, com o Gerenciamento de Projetos, consolida um importante pilar de seu modelo de gestão e alinha-se às melhores práticas das empresas modernas. O desafio de realizar gestão pública com ferramentas da iniciativa privada avança em nosso Estado, e a EMATER MG, cada vez mais, compartilha a visão de que é necessário gastar mais com o cidadão e menos com a própria máquina pública. O compromisso de respeito aos recursos públicos é premissa em nossa Empresa, pois trabalhamos dentro da filosofia de que o público é de todos e não de que o público não tem dono. CONCLUSÃO 24 25

14 5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS * CAMPOS, F. S.; OLIVEIRA, S. B. ; MIGLIOLI, J. R. - Aplicando seis sigma em Gerenciamento de Projetos. TCC de MBA em Gerência de Projetos, Belo Horizonte, * DINSMORE, P.C. PMO & Best practices um papel fundamental nas organizações. Revista Mundo PM Número 3. Ano 1. (pg. 39). * FERNANDES, F.L. ; MIGLIOLI, J.R. Gestão de Portfolio na EMATER MG: Eficiência na gestão de recursos públicos. Trabalho premiado no 1º Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos. Florianópolis SC * PETERS, T. Career survival guide. Revista Exame, p.109, agosto 1997 apud PRADO, D. S. Planejamento e controle de projetos. Nova Lima (MG): INDG TecS, * PRADO, D.S. Gerenciamento de programas e projetos nas Organizações. Nova Lima Editora INDG Tecnologia e Serviços Ltda. * PRADO, D.S. Planejamento e controle de projetos. Nova Lima Editora INDG Tecnologia e Serviços Ltda. * Project Management Institute A Guide to the Project Management Body of Knowledge (PMBOK guide) ed. Newton Square, Pensylvania USA. * Project Management Institute A guide to the project management body of knowledge (PMBOK guide) ed. Newton Square, Pensylvania USA. * SANTOS, J. A.; CARVALHO, H. G.; CARVALHO, A. N. P. Referencial brasileiro de competências em gerenciamento de projetos. Curitiba, Brasil: ABGP, * TOFFLER, A. Future shock. New York: Ramdom House, 1976, 133p apud PRADO,D. S. Planejamento e controle de projetos. Nova Lima (MG): INDG TecS, * XAVIER, C. M. S. Gerenciamento de projetos. São Paulo: Saraiva, * XAVIER, C.M.S. Apostila Gerência de Escopo MBA Gerência de Projetos Fundação Getúlio Vargas. Rio de Janeiro,

15 6. EQUIPE EGP ESCRITÓRIO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EGP EQUIPE EGP José Ricardo Miglioli Coordenador Nauto Martins Mário Fernando Pasquel Tejada Júnior Edson Rodrigues Pereira Heitor de Oliveira Filho (Estagiário) 28 29

16 FICHA TÉCNICA Governador do Estado de Minas Gerais Aécio Neves da Cunha Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento Marco Antonio Rodrigues da Cunha Diretoria Executiva da EMATER MG Presidente José Silva Soares Diretor Técnico Roberval Juarês de Andrade Diretor Administrativo e Financeiro Vicente José Gamarano Diretor de Promoção e Articulação Institucional Fernando José Aguiar Mendes Equipe de Produção Unidade de Gestão de Negócios UNEG Escritório de Gerenciamento de Projetos EGP Edição José Ricardo Miglioli Nauto Martins Revisão Lizete Dias Ruth Navarro Projeto Gráfico / Publicitário Cézar Hemétrio Iara Marques Fotografia: Alexandre Souza Soares Outubro / 2006

17

PADRÃO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS

PADRÃO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS PADRÃO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO 1 METODOLOGIA 1.1 Programa e Projeto 1.2 Gerenciamento de Projetos 1.2.1 Metodologia EMATER-MG de Gerenciamento de Projetos 1.2.2 Grupos

Leia mais

Como concluir um projeto com sucesso?

Como concluir um projeto com sucesso? Como concluir um projeto com sucesso? Luiz Eduardo Cunha, Eng. Professor da FAAP e do IMT 1 Luiz Eduardo Cunha Graduado em Engenharia de Produção EPUSP Pós-Graduado em Gestão do Conhecimento e Inteligência

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Como realizar inúmeros projetos potenciais com recursos limitados? Nós lhe mostraremos a solução para este e outros

Leia mais

OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA

OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Alcance melhores resultados através da gestão integrada de projetos relacionados ou que compartilham

Leia mais

Portifólio de Serviços

Portifólio de Serviços Portifólio de Serviços A PM11K conta com uma abrangência de mercado muito grande graças ao seu modelo inovador. Aqui você contrata um consultor e, junto dele, mais centenas de outros consultores em rede,

Leia mais

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Assegure melhores resultados em seus projetos com uma estrutura de comunicação simples, efetiva,

Leia mais

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Minimize os impactos de um projeto em crise com a expertise de quem realmente conhece o assunto. A Macrosolutions

Leia mais

ONDE OS PROJETOS FALHAM? Manuel da Rocha Fiúza BRANCO, Jr 1

ONDE OS PROJETOS FALHAM? Manuel da Rocha Fiúza BRANCO, Jr 1 ONDE OS PROJETOS FALHAM? Manuel da Rocha Fiúza BRANCO, Jr 1 RESUMO Diversos profissionais relatam dificuldades em coordenar adequadamente projetos sob sua responsabilidade. Muitos fatores que influenciam

Leia mais

COACHING E MENTORING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA

COACHING E MENTORING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA COACHING E MENTORING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Assegure resultados superiores do seu time de projetos e dos executivos com o coaching e mentoring exclusivo da Macrosolutions.

Leia mais

Cartilha. Gestão de Projetos. Superintendência de Planejamento e Gestão SUPLAN Ministério Público do Estado de Goiás

Cartilha. Gestão de Projetos. Superintendência de Planejamento e Gestão SUPLAN Ministério Público do Estado de Goiás Cartilha Gestão de Projetos SUPLAN Ministério Público do Estado de Goiás Esta cartilha tem como objetivo transmitir os conceitos básicos relacionados ao Gerenciamento de Projetos e compartilhar da metodologia

Leia mais

GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge)

GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge) GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge) Governança de TI AULA 08 2011-1sem Governança de TI 1 Introdução ao Gerenciamento de Projetos HISTÓRIA PMI Project Management Institute: Associação

Leia mais

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1.

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1. Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Gestão de Projetos de TI Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 1.1 2 Introdução ao Gerenciamento de Projetos 3 1 Leitura

Leia mais

Ministério Público do Estado de Goiás

Ministério Público do Estado de Goiás Ministério Público do Estado de Goiás Apresentação Inicial PMO Institucional MP-GO 1 Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. Em muitos casos

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

Tutorial de Gerenciamento de Projetos. Erika Yamagishi Semana de Qualidade e Gestão Unicamp/FT 13 de maio de 2011

Tutorial de Gerenciamento de Projetos. Erika Yamagishi Semana de Qualidade e Gestão Unicamp/FT 13 de maio de 2011 Tutorial de Gerenciamento de Projetos Erika Yamagishi Semana de Qualidade e Gestão Unicamp/FT 13 de maio de 2011 Apresentação Erika Yamagishi Engenheira de Computação pela UNICAMP Consultora associada

Leia mais

O Gerenciamento de Projetos na abordagem do

O Gerenciamento de Projetos na abordagem do Seminário de Desenvolvimento de Gestores de Programas e Projetos Fórum QPC O Gerenciamento de Projetos na abordagem do PMI - Project Management Institute Marco Antônio Kappel Ribeiro Presidente do PMI-RS

Leia mais

Carlos Henrique Santos da Silva

Carlos Henrique Santos da Silva GOVERNANÇA DE TI Carlos Henrique Santos da Silva Mestre em Informática em Sistemas de Informação UFRJ/IM Certificado em Project Management Professional (PMP) PMI Certificado em IT Services Management ITIL

Leia mais

Gerenciamento de Projetos. Prática essencial para gerar negócios sustentáveis

Gerenciamento de Projetos. Prática essencial para gerar negócios sustentáveis MBA em Gestão de Projetos Gerenciamento de Projetos Prática essencial para gerar negócios sustentáveis Prof: Ângelo Braga, PMP, MBA angelo.braga@fgv.br eu@angelobraga.com.br 2/154 Contatos Prof. Ângelo

Leia mais

Gestão de Portfólio Práticas e Competências Necessárias

Gestão de Portfólio Práticas e Competências Necessárias Gestão de Portfólio Práticas e Competências Necessárias Margareth Carneiro, PMP, MSc PMI GovSIG past-chair PMA Diretora Executiva Wander Cleber da Silva, PhD Fundação Funiversa 1 O Guia do PMBoK O Guia

Leia mais

Fundamentos do Modelo Prado-MMGP

Fundamentos do Modelo Prado-MMGP Fundamentos do Modelo Prado-MMGP Darci Prado O modelo Prado-MMGP (Modelo de Maturidade em Gerenciamento de Projetos) foi lançado em dezembro de 2002 e reflete a experiência com o tema, de mais de quarenta

Leia mais

FORMAÇÃO DA CULTURA EM GESTÃO POR PROJETOS: O CASO DE UMA ORGANIZAÇÃO PRIVADA DE FINALIDADE PÚBLICA

FORMAÇÃO DA CULTURA EM GESTÃO POR PROJETOS: O CASO DE UMA ORGANIZAÇÃO PRIVADA DE FINALIDADE PÚBLICA FORMAÇÃO DA CULTURA EM GESTÃO POR PROJETOS: O CASO DE UMA ORGANIZAÇÃO PRIVADA DE FINALIDADE PÚBLICA Jorge Luciano Gil Kolotelo (UTFPR) kolotelo@uol.com.br Pedro Carlos Carmona Gallego (FESP) carmona@fesppr.br

Leia mais

Metodologia de Gerenciamento de Projetos e Captação de Recursos. Secretaria das Cidades. Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos

Metodologia de Gerenciamento de Projetos e Captação de Recursos. Secretaria das Cidades. Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Metodologia de Gerenciamento de Projetos e Captação de Recursos Secretaria das Cidades Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Evolução da Administração no Setor Público Melhores práticas de gestão

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DE MATURIDADE

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DE MATURIDADE MMGP Darci Prado QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DE MATURIDADE Extraído do Livro "Maturidade em Gerenciamento de Projetos" - 1ª Edição Versão do Modelo 1..0-01/Fev/008 - Editora INDG-Tecs - 008 WWW.MATURITYRESEARCH.COM

Leia mais

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISSN 1984-9354 GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS Emerson Augusto Priamo Moraes (UFF) Resumo Os projetos fazem parte do cotidiano de diversas organizações, públicas e privadas, dos mais diversos

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO)

IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) Msc. Cassio Germano, PMP Diretor PORTFOLIO Gestão e Capacitação Presidente Project Management Institute Seção Ceará 06/11/2009 Apresentação Prof. Msc. Cassio

Leia mais

APLICAÇÃO DO MODELO DE AVALIAÇÃO DE MATURIDADE PMI- OPM3 NA PETROBRAS E&P-SERV/US-PO ARTIGO PUBLICADO NA REVISTA MUNDO PM - ANO 1 - NRO 06

APLICAÇÃO DO MODELO DE AVALIAÇÃO DE MATURIDADE PMI- OPM3 NA PETROBRAS E&P-SERV/US-PO ARTIGO PUBLICADO NA REVISTA MUNDO PM - ANO 1 - NRO 06 APLICAÇÃO DO MODELO DE AVALIAÇÃO DE MATURIDADE PMI- OPM3 NA PETROBRAS E&P-SERV/US-PO Marco Antônio Gomes de Lima 1, Alonso Mazini Soler 2 e Luciana Palmieri 3 1 Coordenador de Projeto de Poço Exploratório

Leia mais

2. Gerenciamento de projetos

2. Gerenciamento de projetos 2. Gerenciamento de projetos Este capítulo contém conceitos e definições gerais sobre gerenciamento de projetos, assim como as principais características e funções relevantes reconhecidas como úteis em

Leia mais

Questionário de Avaliação de Maturidadade MMGP Darci Prado QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DE MATURIDADE

Questionário de Avaliação de Maturidadade MMGP Darci Prado QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DE MATURIDADE MMGP Darci Prado QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DE MATURIDADE Extraído do Livro "Gerenciamento de Programas e Projetos nas Organizações" 4ª Edição (a ser lançada) Autor: Darci Prado Editora INDG-Tecs - 1999-2006

Leia mais

Questionário de Avaliação de Maturidade Setorial: Modelo de Maturidade Prado-MMGP

Questionário de Avaliação de Maturidade Setorial: Modelo de Maturidade Prado-MMGP DARCI PRADO Questionário de Avaliação de Maturidade Setorial: Modelo de Maturidade Prado-MMGP Versão 2.0.0 Janeiro 2014 Extraído do Livro "Maturidade em Gerenciamento de Projetos" 3ª Edição (a publicar)

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso

Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso Carlos Alberto Rovedder, Gustavo Zanini Kantorski Curso de Sistemas de Informação Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) Campus

Leia mais

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI FINANÇAS EM PROJETOS DE TI 2012 Material 1 Prof. Luiz Carlos Valeretto Jr. 1 E-mail valeretto@yahoo.com.br Objetivo Objetivos desta disciplina são: reconhecer as bases da administração financeira das empresas,

Leia mais

Modelo de Maturidade Organizacional de Gerência de Projetos. Organizational Project Management Maturity Model - OPM3

Modelo de Maturidade Organizacional de Gerência de Projetos. Organizational Project Management Maturity Model - OPM3 Modelo de Maturidade Organizacional de Gerência de Projetos Introdução Organizational Project Management Maturity Model - OPM3 Um trabalho voluntário A idéia de um modelo não é novidade, as organizações

Leia mais

O MODELO PRADO-MMGP V4

O MODELO PRADO-MMGP V4 O MODELO PRADO-MMGP V4 Existem, atualmente, diversos modelos de maturidade para gerenciamento de projetos. Todos eles apresentam cinco níveis, mas diferem um pouco no conteúdo de cada nível [1,4,5]. Além

Leia mais

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK http://www.sei.cmu.edu/ Prefácio do CMM Após várias décadas de promessas não cumpridas sobre ganhos de produtividade e qualidade na aplicação de novas metodologias

Leia mais

Trilhas Técnicas SBSI - 2014

Trilhas Técnicas SBSI - 2014 brunoronha@gmail.com, germanofenner@gmail.com, albertosampaio@ufc.br Brito (2012), os escritórios de gerenciamento de projetos são importantes para o fomento de mudanças, bem como para a melhoria da eficiência

Leia mais

ASPECTOS GERAIS DE PROJETOS

ASPECTOS GERAIS DE PROJETOS ASPECTOS GERAIS DE PROJETOS O que é PROJETO Um empreendimento com começo e fim definidos, dirigido por pessoas, para cumprir objetivos estabelecidos dentro de parâmetros de custo, tempo e especificações.

Leia mais

Salvador César Costa salvadorc03@yahoo.com.br. PALESTRA Duração prevista: 01:30 h

Salvador César Costa salvadorc03@yahoo.com.br. PALESTRA Duração prevista: 01:30 h Salvador César Costa salvadorc03@yahoo.com.br PALESTRA Duração prevista: 01:30 h Breve Currículo do Palestrante Filme Ilustrativo O Veleiro Objetivos do Tema : Projeto e Gestão Teoria x Prática de Gestão

Leia mais

Escritório de Gerenciamento de Projetos ( Project Management Office PMO)

Escritório de Gerenciamento de Projetos ( Project Management Office PMO) MBA em Gestão de Projetos Escritório de Gerenciamento de Projetos ( Project Management Office PMO) Flávio Feitosa Costa, MSc. PMP (flaviopmp@gmail.com) MBA em Gerência de Projetos Escritório de Gerenciamento

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PLANO DE CARREIRAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA

ELABORAÇÃO DO PLANO DE CARREIRAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CARREIRAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Amplie e diferencie os resultados da sua empresa através de um plano de carreira em gerenciamento de projetos.

Leia mais

Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP) II: Importância para o Setor de Telecom

Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP) II: Importância para o Setor de Telecom Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP) II: Importância para o Setor de Telecom Este tutorial apresenta a parte II da contribuição ao processo de implantação de Escritórios de Gerenciamento de Projetos

Leia mais

Módulo 5: Elaboração de uma EAP

Módulo 5: Elaboração de uma EAP ENAP Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Gerência de Projetos - Teoria e Prática Conteúdo para impressão Módulo 5: Elaboração de uma EAP Brasília 2014 Atualizado

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS. "Quando o mar está calmo, qualquer barco navega bem." O que é um projeto? Prof. Me. Francisco César Vendrame. W.

GESTÃO DE PROJETOS. Quando o mar está calmo, qualquer barco navega bem. O que é um projeto? Prof. Me. Francisco César Vendrame. W. GESTÃO DE PROJETOS Prof. Me. Francisco César Vendrame "Quando o mar está calmo, qualquer barco navega bem." W. Shakespeare O que é um projeto? Projeto é um empreendimento não repetitivo (único), caracterizado

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS Atualizado em 31/12/2015 GESTÃO DE PROJETOS PROJETO Para o PMBOK, projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

Leia mais

Proposta de Papéis e Atribuições para o Escritório de Projetos

Proposta de Papéis e Atribuições para o Escritório de Projetos Proposta de Papéis e Atribuições para o Escritório de Projetos SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DEPARTAMENTO NACIONAL CONTRATO Nº 9225/2007 Outubro 2007 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...3 1 CONTEXTUALIZAÇÃO DE ESCRITÓRIO

Leia mais

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gerenciamento de Projeto /Turma 140 Data: Agosto/2014 GERENCIAMENTO DE PROJETOS AMBIENTAIS

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gerenciamento de Projeto /Turma 140 Data: Agosto/2014 GERENCIAMENTO DE PROJETOS AMBIENTAIS Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gerenciamento de Projeto /Turma 140 Data: Agosto/2014 GERENCIAMENTO DE PROJETOS AMBIENTAIS Eduardo Christófaro de Andrade Eng. Agrônomo Juliana Maria Mota

Leia mais

A estrutura do gerenciamento de projetos

A estrutura do gerenciamento de projetos A estrutura do gerenciamento de projetos Introdução O Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK ) é uma norma reconhecida para a profissão de gerenciamento de projetos. Um padrão é

Leia mais

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Uma abordagem voltada para a qualidade de processos e produtos Prof. Paulo Ricardo B. Betencourt pbetencourt@urisan.tche.br Adaptação do Original de: José Ignácio Jaeger

Leia mais

CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP

CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP Em um ambiente de negócios competitivo, a condução de projetos de forma eficiente e sem desperdícios é um grande diferencial para o sucesso.

Leia mais

SINAL Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central Conceitos básicos em gerenciamento de projetos

SINAL Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central Conceitos básicos em gerenciamento de projetos Conceitos básicos em gerenciamento de projetos Projeto de regulamentação do Art. 192 da Constituição Federal Brasília (DF) Maio de 2009 i Conteúdo 1. Nivelamento de informações em Gerenciamento de Projetos...

Leia mais

IMPLANTAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) CONSULTORIA

IMPLANTAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) CONSULTORIA IMPLANTAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Utilize os serviços de consultoria da Macrosolutions para obter as competências necessárias e gerenciar os projetos

Leia mais

PMO DE SUCESSO PRECISA TER FOCO! Uma proposta de modelo para Escritórios de Projetos

PMO DE SUCESSO PRECISA TER FOCO! Uma proposta de modelo para Escritórios de Projetos PMO DE SUCESSO PRECISA TER FOCO! Uma proposta de modelo para Escritórios de Projetos por Mario Trentim em http://blog.mundopm.com.br/2013/01/21/pmo-de-sucesso-precisa-terfoco/ Caro amigo leitor, que tal

Leia mais

PLANEJAMENTO ACELERADO DE PROJETOS ATRAVÉS DOS GANHOS RÁPIDOS EM PROJETOS CONSULTORIA

PLANEJAMENTO ACELERADO DE PROJETOS ATRAVÉS DOS GANHOS RÁPIDOS EM PROJETOS CONSULTORIA PLANEJAMENTO ACELERADO DE PROJETOS ATRAVÉS DOS GANHOS RÁPIDOS EM PROJETOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA De 0 a 100% em 3 semanas! Entenda porque a nossa metodologia Ganhos Rápidos dará visibilidade aos

Leia mais

Quais são as Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos? (Autores: Carlos Magno da Silva Xavier e Alberto Sulaiman Sade Júnior) Resumo

Quais são as Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos? (Autores: Carlos Magno da Silva Xavier e Alberto Sulaiman Sade Júnior) Resumo Quais são as Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos? (Autores: Carlos Magno da Silva Xavier e Alberto Sulaiman Sade Júnior) Resumo A metáfora bala de prata se aplica a qualquer ação que terá uma extrema

Leia mais

fagury.com.br. PMBoK 2004

fagury.com.br. PMBoK 2004 Este material é distribuído por Thiago Fagury através de uma licença Creative Commons 2.5. É permitido o uso e atribuição para fim nãocomercial. É vedada a criação de obras derivadas sem comunicação prévia

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS

APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS Versão 1 2010 A SIX SIGMA BRASIL apresenta a seguir seu portfolio de capacitação e consultoria de serviços de gerenciamento de projetos, processos (lean e seis sigma)

Leia mais

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combining the ISO 10006 and PMBOK to ensure successful projects 1 Por Michael Stanleigh Tradução e adaptação para fins didáticos

Leia mais

Gerenciamento de Projetos de TI. Alércio Bressano, MBA

Gerenciamento de Projetos de TI. Alércio Bressano, MBA Gerenciamento de Projetos de TI Alércio Bressano, MBA Os projetos possuem em seu código genético o fracasso! Eles nasceram para dar errado! Nós é que temos a responsabilidade de conduzí-los ao sucesso!

Leia mais

Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc. PMP, PMI-RMP, CSM, ITIL & CobiT Certified. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc. PMP, PMI-RMP, CSM, ITIL & CobiT Certified. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Gerenciamento de Projetos Tecnológicos Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, CSM, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Mestre em Informática em Sistemas de Informação

Leia mais

Oficina de Gestão de Portifólio

Oficina de Gestão de Portifólio Oficina de Gestão de Portifólio Alinhando ESTRATÉGIAS com PROJETOS através da GESTÃO DE PORTFÓLIO Gestão de portfólio de projetos pode ser definida como a arte e a ciência de aplicar um conjunto de conhecimentos,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GESTÃO DE PROJETOS: UM ESTUDO DE CASO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DE UM SOFTWARE PMIS Área de conhecimento

Leia mais

Front End Loading FEL para análise de viabilidade de empreendimentos de capital

Front End Loading FEL para análise de viabilidade de empreendimentos de capital Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Engenharia de Custos e Orçamento - Turma AUEG T07 Primeiro de junho de 2015 Front End Loading FEL para análise de viabilidade de empreendimentos de capital

Leia mais

CASE - Implantação de Gestão de Projetos com Software Colaborativo

CASE - Implantação de Gestão de Projetos com Software Colaborativo CASE - Implantação de Gestão de Projetos com Software Colaborativo Alcides Pietro, PMP 1 Objetivos da Palestra Divulgar o caso Principais Passos Principais Decisões Principais Resultados Servir de exemplo

Leia mais

Projetos: Terminologia e Aplicações

Projetos: Terminologia e Aplicações Capítulo 1 Projetos: Terminologia e Aplicações A profissionalização da área de Gerenciamento de Projetos é cada vez maior, não somente no Brasil, mas de modo universal. Tal fato é evidenciado observando-se

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Em conformidade com a metodologia PMI 1 Apresentações Paulo César Mei, MBA, PMP Especialista em planejamento, gestão e controle de projetos e portfólios, sempre aplicando as melhores

Leia mais

Gerenciamento de Projetos: Conceitos.

Gerenciamento de Projetos: Conceitos. ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS Aula 10: 1 1 O que é Projeto 2 Caracterização de um projeto 3 Processos e áreas do gerenciamento de projeto 4 Análise de viabilidade do projeto 5 O papel do gerente de

Leia mais

e PMA Consultoria www.pma.com.br

e PMA Consultoria www.pma.com.br e PMA Consultoria www.pma.com.br 1 MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS ROTEIRO: Necessidades Atuais A Plataforma Modelo de Maturidade Alguns Valores Maturidade e Sucesso Apoio INDG Gestão de mudanças

Leia mais

A IMPLANTAÇÃO DE UM ESCRITÓRIO DE GESTÃO DE PROJETOS: ESTUDO DE CASO DA UNI JÚNIOR CONSULTORIA E GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPLANTAÇÃO DE UM ESCRITÓRIO DE GESTÃO DE PROJETOS: ESTUDO DE CASO DA UNI JÚNIOR CONSULTORIA E GESTÃO EMPRESARIAL A IMPLANTAÇÃO DE UM ESCRITÓRIO DE GESTÃO DE PROJETOS: ESTUDO DE CASO DA UNI JÚNIOR CONSULTORIA E GESTÃO EMPRESARIAL Eliana Maria dos Santos Pereira Alves (UNIVALI) eliana_santos@hotmail.com Ovidio Felippe

Leia mais

Manual de Gerenciamento de Projetos

Manual de Gerenciamento de Projetos TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO ASSESSORIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA ESCRITÓRIO DE PROJETOS ESTRATÉGICOS (EPE) Manual de Gerenciamento de Projetos SISTEMA DE GESTÃO ESTRATÉGICA Anexo da Portaria

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos (ref. capítulos 1 a 3 PMBOK) TC045 Gerenciamento de Projetos Sergio Scheer - scheer@ufpr.br O que é Gerenciamento de Projetos? Aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas

Leia mais

CONSULTORIA NA GESTÃO DE PROJETOS ESPECÍFICOS

CONSULTORIA NA GESTÃO DE PROJETOS ESPECÍFICOS SUPORTE E CONSULTORIA NA GESTÃO DE PROJETOS ESPECÍFICOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Acelere resultados com o suporte da empresa e dos profissionais que mais entendem de gerenciamento de projetos no

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS Professora: Valéria Vargens Email: valeriapitagoras@gmail.com A Importância do Gerenciamento de Projetos O que estes eventos têm em comum? Como estudar Gerenciamento de projetos?

Leia mais

O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de

O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de Aula 02 1 2 O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de alcançar melhor desempenho, melhores resultados

Leia mais

Produto 2. Proposta de PPM (Project and Portfólio Management) alinhando os conceitos, processos e melhores práticas à plataforma Microsoft EPM 2013

Produto 2. Proposta de PPM (Project and Portfólio Management) alinhando os conceitos, processos e melhores práticas à plataforma Microsoft EPM 2013 Produto 2 Proposta de PPM (Project and Portfólio Management) alinhando os conceitos, processos e melhores práticas à plataforma Microsoft EPM 2013 Autor: Carlos Eduardo Freire Gurgel Sumário 1. Introdução...

Leia mais

ESCRITÓRIO RIO DE PROJETOS

ESCRITÓRIO RIO DE PROJETOS PMO PROJETOS PROCESSOS MELHORIA CONTÍNUA PMI SCRUM COBIT ITIL LEAN SIX SIGMA BSC ESCRITÓRIO RIO DE PROJETOS DESAFIOS CULTURAIS PARA IMPLANTAÇÃO DANIEL AQUERE DE OLIVEIRA, PMP, MBA daniel.aquere@pmpartner.com.br

Leia mais

Estar apto a utilizar técnicas, ferramentas e terminologias básicas do gerenciamento de projetos após a realização do curso.

Estar apto a utilizar técnicas, ferramentas e terminologias básicas do gerenciamento de projetos após a realização do curso. Curso sobre Gerenciamento de Projetos Apresentação O Gerenciamento de Projetos evoluiu nos últimos anos, ampliando sua área de atuação dentro das organizações. Nos mais variados campos da administração,

Leia mais

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3.

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3. 02m Conteúdo Apresentação do PMBOK Brasília, 25 de Junho de 2015 Fase 01 1.PMBOK e PMI 2. Conceitos 3.Processos Fase 02 4. Áreas de Conhecimento 10m Gerenciamento de Projetos Projeto A manifestação da

Leia mais

Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades

Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades Objetivos da Aula: Nesta aula, iremos conhecer os diversos papéis e responsabilidades das pessoas ou grupos de pessoas envolvidas na realização de

Leia mais

PMBOK e Gerenciamento de Projetos

PMBOK e Gerenciamento de Projetos PMBOK e Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de projetos (GP) é uma área de atuação e conhecimento que tem ganhado, nos últimos anos, cada vez mais reconhecimento e importância. Um dos principais difusores

Leia mais

PMO - Project Management Office (Escritório de Projetos) 16 horas

PMO - Project Management Office (Escritório de Projetos) 16 horas PMO - Project Management Office (Escritório de Projetos) 16 horas As organizações precisam mudar de um enfoque funcional para um enfoque orientado a projetos, o que demanda mudanças na estrutura organizacional

Leia mais

Implantação PMO na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia

Implantação PMO na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia Implantação PMO na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia Marta Sueli da Silva Gaino mgaino@sefaz.ba.gov.br Resumo Este artigo apresenta a experiência de implantação do Escritório de Gerenciamento de

Leia mais

MBA EM GERÊNCIA DE PROJETOS

MBA EM GERÊNCIA DE PROJETOS Ribeirão Preto, Franca, Araraquara e São Carlos MBA EM GERÊNCIA DE PROJETOS COORDENAÇÃO: Profº Edmarson Bacelar Mota, M.Sc APOIO: SOBRE O CURSO Com a abertura dos mercados e o enorme aumento da competitividade,

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS O que é um Projeto? Regra Início e fim definidos Destinado a atingir um produto ou serviço único Escopo definido Características Sequência clara e lógica de eventos Elaboração

Leia mais

Capítulo 1. Introdução ao Gerenciamento de Projetos

Capítulo 1. Introdução ao Gerenciamento de Projetos Capítulo 1 Introdução ao Gerenciamento de Projetos 2 1.1 DEFINIÇÃO DE PROJETOS O projeto é entendido como um conjunto de ações, executadas de forma coordenada por uma organização transitória, ao qual são

Leia mais

Gerência de Projetos. O segredo para ter sucesso na implantação de Tecnologia da informação

Gerência de Projetos. O segredo para ter sucesso na implantação de Tecnologia da informação Gerência de Projetos O segredo para ter sucesso na implantação de Tecnologia da informação Introdução e Conceitos Conceitos importantes para o entendimento da disciplina O que é um projeto? Um projeto

Leia mais

PMI Project Management Institute

PMI Project Management Institute PMP - Project Management Professional desde 1998 Presidente do Project Management Institute RS 00/04 Coordenador Latino-Americano do PMI-ISSIG por Projetos na Abordagem PMI Vice-Presidente da SUCESU-RS

Leia mais

PROPOSTA UNIFICADORA DE NÍVEIS DE MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS

PROPOSTA UNIFICADORA DE NÍVEIS DE MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISSN 1984-9354 PROPOSTA UNIFICADORA DE NÍVEIS DE MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS Debora Athayde Herkenhoff (Latec/UFF) Moacyr Amaral Domingues Figueiredo (Latec/UFF) Gilson Brito de Lima (UFF)

Leia mais

8/3/2009. Empreendimento temporário que tem por finalidade criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

8/3/2009. Empreendimento temporário que tem por finalidade criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. FAE S.J. dos Pinhais Projeto e Desenvolvimento de Software Conceitos Básicos Prof. Anderson D. Moura O que é um projeto? Conjunto de atividades que: 1. Objetivo específico que pode ser concluído 2. Tem

Leia mais

Pesquisa de Maturidade do GERAES. Data de aplicação: 21/02/08

Pesquisa de Maturidade do GERAES. Data de aplicação: 21/02/08 Pesquisa de Maturidade do GERAES Data de aplicação: 21/02/08 Pesquisa de Maturidade Metodologia MPCM / Darci Prado Disponível em www.maturityresearch.com Metodologia da pesquisa 5 níveis e 6 dimensões

Leia mais

Fatores Críticos de Sucesso em GP

Fatores Críticos de Sucesso em GP Fatores Críticos de Sucesso em GP Paulo Ferrucio, PMP pferrucio@hotmail.com A necessidade das organizações de maior eficiência e velocidade para atender as necessidades do mercado faz com que os projetos

Leia mais

Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia

Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia Escritórios de Processos (BPM Office) e de Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia Introdução...2 Uniformizando o entendimento dos conceitos... 4 Entendendo as principais similaridades... 5 Entendendo

Leia mais

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE GERENCIAMENTO DE RISCOS CONSULTORIA

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE GERENCIAMENTO DE RISCOS CONSULTORIA ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE GERENCIAMENTO DE RISCOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Ganhe vantagem competitiva através da gestão adequada das ameaças e oportunidades de seus projetos. A Macrosolutions

Leia mais

Questionário de Avaliação de Maturidade Setorial: Modelo de Maturidade Prado-MMGP

Questionário de Avaliação de Maturidade Setorial: Modelo de Maturidade Prado-MMGP DARCI PRADO Questionário de Avaliação de Maturidade Setorial: Modelo de Maturidade Prado-MMGP Versão 2.2.0 Julho 2014 Extraído do Livro "Maturidade em Gerenciamento de Projetos" 3ª Edição (a publicar)

Leia mais

MINI-CURSO Gerenciamento de Projetos para Economistas

MINI-CURSO Gerenciamento de Projetos para Economistas MINI-CURSO Gerenciamento de Projetos para Economistas ECONOMISTA - RIVAS ARGOLO 2426/D 62 9905-6112 RIVAS_ARGOLO@YAHOO.COM.BR Objetivo deste mini curso : Mostrar os benefícios do gerenciamento de projetos

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos Metodologia de Ensino 1. Aula em três tempos: Pré-aula (no portal acadêmico), Aula presencial (em sala de aula)

Leia mais

Gestão da Qualidade em Projetos

Gestão da Qualidade em Projetos Gestão da Qualidade em Projetos Você vai aprender: Introdução ao Gerenciamento de Projetos; Gerenciamento da Integração; Gerenciamento de Escopo- Declaração de Escopo e EAP; Gerenciamento de Tempo; Gerenciamento

Leia mais

Como Utilizar uma Metodologia de Gerenciamento de Projetos na Elaboração de Propostas? Carlos Magno da Silva Xavier (M.Sc., PMP)

Como Utilizar uma Metodologia de Gerenciamento de Projetos na Elaboração de Propostas? Carlos Magno da Silva Xavier (M.Sc., PMP) Como Utilizar uma Metodologia de Gerenciamento de s na Elaboração de Propostas? Carlos Magno da Silva Xavier (M.Sc., PMP) Abstract do Mini-Curso O Gerenciamento de um Começa Durante a Elaboração de sua

Leia mais

PMO A implantação do Escritório de Projetos e a C&M. Setembro/2013

PMO A implantação do Escritório de Projetos e a C&M. Setembro/2013 PMO A implantação do Escritório de Projetos e a C&M Setembro/2013 Apresentação Newton Leandro Gonçalves Braga Especialista em Manutenção Industrial e Engenheiro Civil Pós graduando em Gestão de Projetos

Leia mais

Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos

Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos Aula 1 Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com http://www.bolinhabolinha.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS: PMI

GERENCIAMENTO DE PROJETOS: PMI GERENCIAMENTO DE PROJETOS: PMI Henrique Franco de Souza DIRETOR DE NEGÓCIOS www.efgh.com.br ENGENHEIRO DE REDES www.globaltask.com.br henrique@efgh.com.br http://www.linkedin.com/pub/henrique-franco-de-souza/30/12/697

Leia mais