RADEX -N Composite Instruções de Operação/Montagem

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RADEX -N Composite Instruções de Operação/Montagem"

Transcrição

1 1 de 9 RADEX -N é um acoplamento em aço flexível de lâminas, torcionalmente rígido, capaz de compensar desalinhamentos causados por expansão devido ao calor, por exemplo. Conteúdo 1 Dados técnicos 2 Avisos 2.1 Seleção do acoplamento 2.2 Avisos gerais 2.3 Avisos de segurança e prevenção 2.4 Avisos gerais de riscos 2. Uso adequado 2.6 Avisos sobre furação final 3 Armazenamento 4.1 Componentes do acoplamento 4.2 Montagem do cubo 4.3 Montagem das lâminas 4.4 Alinhamento do acoplamento 4. Estoque de reposição, endereços de serviço ao cliente

2 2 de 9 1 Dados técnicos figura 1: RADEX -N COMPOSITE Tabela 1: dimensional Furação dimensional [mm] RADEX -N máx. geral parafuso de fixação Tamanho d 1, d 2 T [mm] D D A l 1, l 2 L Ges. E 1 E G t A [Nm] De acordo M com as M l l 2 +E especificações do 1 M cliente M Tabela 2: Dados do acoplamento RADEX -N Tamanho T KN torque [Nm T K max T KW rotação [1/min] n A rotação máx. depende da dimensão E Favor consultar a KTR Temperatura de Operação [ C] t -30 até +100 CUIDADO Prestar atenção na velocidade máxima e temperatura de operação.

3 3 de 9 1 Dados técnicos Os valores de desalinhamento mostrados na tabela 3 são seguros o suficiente para compensar influências do ambiente como, por exemplo, expansão térmica ou assentamento de fundação. CUIDADO A fim de garantir uma vida útil mais longa ao acoplamento, os eixos devem estar rigorosamente alinhados (ver capítulo 4.4). Os valores de desalinhamentos mencionados na tabela 3 são valores máximos e não devem acontecer simultaneamente. Caso estes valores sejam excedidos, a vida útil do acoplamento será reduzida. Quanto mais preciso for alinhamento do acoplamento, maior será sua vida útil. Observação: Os valores de desalinhamento mencionados na tabela 3 são valores que não podem ocorrer simultaneamente. Em caso de desalinhamentos simultâneos, os valores de desalinhamentos radial, axial e angular devem ser reduzidos (ver figura 3). desalinhamento angular desalinhamento radial desalinhamento axial figura 2: desalinhamentos Exemplo de combinações de desalinhamentos conforme figura 3: figura 3: combinações de desalinhamentos Exemplo 1: K r = 10% K w = 80% K a = 10% Exemplo 2: K r = 30% K w = 30% K a = 40% K total = K a + K r + K w 100 % Tabela 3: valores máxs. permissíveis de desalinhamento RADEX -N Tamanho máx. desalinhamento angular por lâmina K w [ ] máx. desalinhamento radial do acoplamento K r [mm] máx. desalinhamento axial do acoplamento K a [mm] 70 1,3 0,0226 x (E 11) ±2,2 8 1,3 0,0226 x (E 1) ±2,3 90 1,0 0,0174 x (E 1) ±2,0 11 1,0 0,0174 x (E 23) ±2,8

4 4 de 9 2 Avisos 2.1 Seleção do acoplamento CUIDADO Para que o acoplamento tenha uma operação contínua e livre de problemas, ele deve ser selecionado de acordo com as instruções de seleção (de acordo com a norma DIN 740 parte 2) para aplicações em particular (ver catálogo do RADEX -N). Caso as condições de operação (desempenho, rotação, alterações no motor ou na máquina) mudem, a seleção do acoplamento deve ser verificada novamente. Favor verificar que os dados técnicos em relação ao torque referem-se às lâminas. O torque transmissível entre a conexão Para aplicações com altos valores de vibração torcional (aplicações com cargas periódicas sobre vibração torcional) é necessário fazer o cálculo dessa vibração para garantir uma seleção adequada. Aplicações características são aplicações com motores à diesel, bombas de pistão e compressores etc. A KTR faz a seleção do acoplamento e o cálculo de vibração torcional sob pedido. 2.2 Avisos Gerais Favor ler atentamente essa instrução de montagem antes de instalar o acoplamento e iniciar a operação. Atenção especial às instruções de segurança As instruções de montagem são parte integrante do produto. Favor mantê-la conservada e próxima ao acionamento. A KTR Kupplungstechnik reserva-se dos direito autorais desta instrução de montagem. 2.3 Avisos de Segurança e prevenção STOP P E R I G O Risco de acidente pessoal. CUIDADO Possíveis danos na máquina. ATENÇÃO Indicação de itens importantes 2.4 Avisos gerais de risco STOP PERIGO Durante a montagem, operação e manutenção do acoplamento é estritamente necessário que o acionamento esteja seguro contra uma possível partida involuntária da máquina. Você pode ser seriamente ferido por componentes rotativos. Favor ler atentamente e observar as instruções de segurança. Em todas as operações envolvendo o acoplamento sempre levar em consideração a segurança em primeiro lugar. Favor desligar o acionamento e a unidade de força antes de iniciar os trabalhos. Proteger o acionamento contra uma possível partida involuntária (ex. colocando avisos próximos ao local ou removendo o fusível). Não tocar na área de operação do acoplamento enquanto ele estiver em operação. Proteger o acoplamento contra contatos involuntários. Favor providenciar dispositivos de proteção e capas para evitar esses contatos.

5 de 9 2 Avisos 2. Uso adequado Você deve montar, operar e conservar o acoplamento somente se você leu atentamente as instruções de montagem e as compreendeu possui treinamento técnico possui autorização da sua empresa para realizar este trabalho O acoplamento deve ser utilizado somente de acordo com os dados técnicos. Modificações sem autorização não serão admitidas. Nós não fornecemos garantia para esse caso. Como fabricantes do produto nos reservamos o direito para modificações técnicas. O acoplamento RADEX -N descrito nesse documento corresponde, tecnicamente falando, ao produto fabricado e comercializado da época da impressão desta instrução de montagem. 2.6 Avisos sobre furação final STOP PERIGO O furo máximo d permitido (ver tabelas 1 no capítulo 1 Dados técnicos) não devem ser excedidos. Se esses valores forem desrespeitados, o cubo do acoplamento pode fraturar. Partículas em rotação podem ser perigosas. Em furos usinados pelo cliente favor observar a relação de batimento das superfícies (ver figura 4). Observar atentamente os valores de furo máximo d max. Alinhar os cubos cuidadosamente quando for usiná-los. Favor usar um parafuso de acordo com a norma DIN EN ISO 4029 com ponta cônica ou uma placa de fixação na ponta do eixo para evitar o movimento axial dos cubos. figura 4: relação de batimento entre as superfícies CUIDADO O cliente é responsável por todas as usinagens subseqüentes nos cubos brutos, com furos guia e em usinagens de adaptadores e peças sobressalientes. A KTR não fornece garantia resultantes de usinagens feitas após a entrega dos acoplamentos. Tabela 4: Parafusos DIN EN ISO 4029 RADEX -N Tamanho dimensão G [mm] M10 M10 M12 M12 3 Armazenamento Os cubos dos acoplamentos são fornecidos em perfeitas condições e podem ser estocados num lugar seco e coberto num prazo de 6 a 9 meses. CUIDADO Não estocar os materiais em locais úmidos. Favor ter certeza que não há condensação. A umidade relativa do ar deve estar abaixo de 6%.

6 6 de 9 O acoplamento é fornecido desmontado em partes individuais. Antes da montagem o acoplamento deve ser inspecionado por completo. 4.1 Componentes do acoplamento Componentes do RADEX -N COMPOSITE Componente Quantidade Designação 1 2 Cubo 2 1 Espaçador CFK 3 2 Conjunto de Lâminas 4 ver Tabela Parafuso ver Tabela Bucha espaçadora 6 ver Tabela Arruela 7 ver Tabela Porca hexagonal 8 2 Parafuso de fixação DIN EN ISO 4029 figura : Tabela : Quantidade de parafusos, buchas espaçadoras, arruelas e porcas hexagonais RADEX -N Tamanho Quantidade de parafusos 1) Quantidade de buchas 1) Quantidade de arruelas 1) Quantidade de porcas 1) ) cada pacote de lâmina

7 7 de Montagem do cubo ATENÇÃO Recomendamos verificar os furos, eixos, chavetas e rasgos de chaveta para garantir a exatidão dimensional antes da montagem. Aquecer os cubos lentamente (até aprox. 80º C) permite uma instalação mais fácil sobre o eixo. STOP PERIGO Tocar nos cubos aquecidos pode causar queimaduras. Recomendamos o uso de luvas. CUIDADO Durante a montagem garantir que a medida E (ver tabela 1) seja mantida, para que as partes do acoplamento não entrem em contato durante a operação. A dimensão E (ver tabela 1) é decisiva para o perfeito alinhamento axial do acoplamento. Para garantir um ajuste correto da dimensão E você deverá proceder da seguinte maneira: Montar os cubos sobre os eixos do motor e da parte movida (ver figura 6). A ponta do eixo não deve ultrapassar a face interna do cubo. Mover as partes motora e/ou movida do acionamento axialmente até que seja alcançada a medida E (ver tabela 1). Se o acionamento estiver fixo, a medida E deve ser ajustada pelo deslocamento dos cubos nos eixos. Fixar os cubos dando os torques de aperto adequado aos parafusos de fixação DIN EN ISO 4029 (ver tabela 1) figura 6: montagem dos cubos Desmontagem: STOP PERIGO Peças soltas podem causar acidentes pessoais ou danos à máquina. Prender as peças do acionamento durante a desmontagem. Desapertar os parafusos do cubo com 2 3 circunvoluções. Puxe o cubo do eixo.

8 8 de Montagem das lâminas CUIDADO Na montagem favor verificar se as lâminas estão montadas livres de deformação no sentido axial. Desconsiderar este aviso aumentará os riscos de quebra do acoplamento. Limpar e desengraxar as superfícies de contato das conexões dos parafusos nos cubos, nas lâminas e no espaçador. Favor montar o conjunto de lâminas e o espaçador (ver figuras 7 ou 8, respectivamente). Apertar primeiro manualmente os parafusos a serem montados (ver figuras 7 ou 8, respectivamente). Apertar as porcas uma após a outra até que o torque de aperto mencionado na tabela 7 seja alcançado. Fixar os parafusos para evitar deslizamentos. lâminas figura 7: montagem das lâminas do RADEX -N tamanho 70 lâminas Tabela 6: diâmetro dos centros de parafuso figura 8: montagem das lâminas do RADEX -N tamanhos 8-11 RADEX -N Tamanho Centro dos parafusos Ø D 1 [mm] Tabela 7: torques de aperto RADEX -N Tamanho Dimensões do parafuso M10 M12 M16 M20 torque de aperto T A [Nm] CUIDADO Tendo iniciado a operação, verificar regularmente nos intervalos de manutenção o torque de aperto dos parafusos.

9 9 de Alinhamento do acoplamento Determinar a distância máxima e mínima (Xmin. e Xmax.) da superfície externa do cubo na montagem final (ver figura 9) por meio de medições, conforme mostrado na figura 10, no ponto de medição indicado (ver figura 11). Após isso gire o acionamento 180º e repita as medições. Se o valor encontrado for inferior ao valor mínimo ou superior ao valor máximo (ver tabela 8), o lado motor e o lado acionado deverão ser alinhados com mais precisão. figura 9: distâncias máximas e mínimas entre as flanges figura 10: processo de medição figura 11: pontos de medição Tabela 8: valores limites de alinhamento RADEX -N Tamanho distância nominal X [mm] distância X min. [mm] 28,6 38, 40, 8,4 distância X max. [mm] 29,4 39, 41, 9,6 4. Estoque de reposição, Endereços de serviço ao cliente Para garantir uma prontidão na entrega das peças de reposição, temos um grande número destas em estoque. Entre em contato com os parceiros da KTR nos seus respectivos endereços ou no website KTR, para enviar seu pedido de peças de reposição.

! CUIDADO! Danos na máquina são possíveis.

! CUIDADO! Danos na máquina são possíveis. D-447 Rheine 461 PT 1 de 7 O limitador de torque RUFLEX é um sistema de sobrecarga que opera por fricção. Ele protege componentes de transmissão contra possíveis danos ou quebras. Avisos gerais Favor ler

Leia mais

Manual de Montagem e Manutenção - RSK. DDG

Manual de Montagem e Manutenção - RSK.  DDG Manual de Montagem e Manutenção - www.antaresacoplamentos.com.br DDG 0800.9701.909 Modelo Potência kw a 1000 RPM Torque Contínuo Máximo DADOS TÉCNICOS Torque de Pico em Sobrecarga RPM Máximo Massa Und.

Leia mais

Buchas ETP O mecanismo de fixação ideal para todo tipo de conexões eixo e cubo

Buchas ETP O mecanismo de fixação ideal para todo tipo de conexões eixo e cubo Buchas ETP O mecanismo de fixação ideal para todo tipo de conexões eixo e cubo As buchas ETP são mecanismos de fixação que, apesar de simples, tem tido sua eficiência comprovada através de anos de uso.

Leia mais

IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série STW

IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série STW IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série STW As flanges de fixação STW pertencem às uniões por meio de pressão, com a finalidade de unir cubos com eixos lisos. Este tipo de união transmite

Leia mais

Preparativos Antes da Montagem

Preparativos Antes da Montagem Preparativos Antes da Montagem Manter o local da montagem seco e livre de poeira. Observar a limpeza do eixo, alojamento e das ferramentas. Organizar a área de trabalho. Selecionar as ferramentas adequadas

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 12.05 95 01 1(8) Instalações, Veículo Rígido Árvore de transmissão VM BRA19385 20 045192 Portuguese/Brazil

Leia mais

Caixas SOFN. VE-001-SOFN. Copyright FCM 2001

Caixas SOFN.  VE-001-SOFN. Copyright FCM 2001 Catálogo Eletrônico VE-001-SOFN www.fcm.ind.br Caixas SOFN Copyright FCM 2001 O conteúdo deste catálogo é de propriedade da empresa FCM - Fábrica de Mancais Curitiba Ltda., sendo proibida a reprodução

Leia mais

Instruções de Instalação: Daytona 675 a partir do VIN e Daytona 675 R a partir do VIN A

Instruções de Instalação: Daytona 675 a partir do VIN e Daytona 675 R a partir do VIN A Português Instruções de Instalação: Daytona 675 a partir do VIN 564948 e Daytona 675 R a partir do VIN 564948 A9788014 Obrigado por escolher este kit de acessórios originais Triumph. Este kit de acessórios

Leia mais

Bomba de engrenamento externo Tipo AZPF

Bomba de engrenamento externo Tipo AZPF P 10 01D/0.02 Substitui : 02.02 Edição rasil: 09.0 omba de engrenamento externo Tipo AZPF s nominais até Pressão máxima 20 bar (conforme TN) Volume de recalque até 22,9 cm Descrição de funcionamento, cortes

Leia mais

Descritivo Técnico Adaptador Sensor Hall

Descritivo Técnico Adaptador Sensor Hall Folha 1 de 7 Folha 2 de 7 Sumário 1 Descrição geral... 3 2 Funcionamento... 3 2.1 Operação... 3 2.2 Programação, configuração e comunicação... 3 2.3 Descritivo de aplicação... 3 2.4 Exemplo de aplicação...

Leia mais

Manual de Instruções TORVEL. Série CPT. Manual de Instruções CORTADOR DE PORCAS TORVEL

Manual de Instruções TORVEL. Série CPT. Manual de Instruções CORTADOR DE PORCAS TORVEL Manual de Instruções 1 Índice 1. Considerações Gerais...3 2. A Segurança em Foco...3 e 4 3. Descrição do Produto...5 e 6 4. Utilização do...7 5. Lista de Peças...7 e 8 2 1.0 Considerações Gerais 1.1 Instruções

Leia mais

Manual de Instruções Exaustor EXA-400

Manual de Instruções Exaustor EXA-400 Manual de Instruções Exaustor EXA-400 Figura 1: VISTA DO EXAUSTOR (IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA) Advertência: Não execute nenhuma operação com o equipamento antes de ler atentamente este manual. Este manual

Leia mais

SUSPENSOR PNEUMÁTICO AÇÃO DIRETA FS250-09

SUSPENSOR PNEUMÁTICO AÇÃO DIRETA FS250-09 Manual de Montagem, Operação e Manutenção SUSPENSOR PNEUMÁTICO AÇÃO DIRETA FS250-09 Português Índice Página 1 Introdução 5 1.1 Aplicação e características gerais 5 1.2 Segurança 5 1.3 Componentes do suspensor

Leia mais

Condições ambientais?

Condições ambientais? ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX CO (COM CORREIA) 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos MADEFLEX CO são compostos por docisubos simétricos de ferro fundido cinzento, unidos por um jogo de correias planas

Leia mais

Pressostatos de ar e água CS

Pressostatos de ar e água CS Ficha técnica Pressostatos de ar e água CS Os pressostatos CS possuem ajuste de faixa, ajustável, e um contato integrado de três polos operado por pressão. Sua posição de contato depende da pressão no

Leia mais

Bomba de engrenagem externa Tipo F

Bomba de engrenagem externa Tipo F P 1 31/4.2 Substitui: 2.2 Bomba de engrenagem externa Tipo F Tamanhos Nominais 6 a22 Pressão operacional máxima 25 bar Volume de deslocamento até 22,9 cm 3 Bomba F Descrição de funcionamento, Corte A unidade

Leia mais

RADEX -N Instruções de Operação/Montagem

RADEX -N Instruções de Operação/Montagem 1 de 28 Acoplamento de lâminas NN, NANA 1 à 4, NENA 1 e 2, NENE 1 NNZ, NNW De acordo com padrão 94/9/EC (ATEX 95) para furos acabados, furos guia e acoplamentos sem furo. modelo NN modelo NANA 1 modelo

Leia mais

Polia de Ferro. Bucha Cônica

Polia de Ferro. Bucha Cônica Polia de Ferro Bucha Cônica Introdução Parafusos Bucha Cônica Polia Polias de Ferro com Bucha Cônica Tipo QD As buchas QD - Quick Dismounting ( Desmontagem Rápida) e as polias possuem grandes vantagens

Leia mais

Manual de Instruções FK 50

Manual de Instruções FK 50 Manual de Instruções FK 50 Parabéns pela aquisição do identificador de forças de mola Feinmetall. Entre em contato conosco caso tenha perguntas, pedidos, ou sugestões. Leia este manual atentamente antes

Leia mais

Anel de fixação MMP - Principais Características

Anel de fixação MMP - Principais Características Anel de fixação MMP - Principais Características Os anéis de fixação MMP oferecem as vantagens de um sistema de ajuste forçado, com uma simplificada instalação e remoção. Estão baseados no sistema de cunha:

Leia mais

Furadeira de base magnética modelo CTYP-100

Furadeira de base magnética modelo CTYP-100 0 Furadeira de base magnética modelo CTYP-100 Instrução de operação: Para sua própria segurança, antes de utilizar o equipamento verifique a voltagem correta e cheque se todos os acessórios e peças estão

Leia mais

Mecânica Alinhamento de Máquinas Rotativas

Mecânica Alinhamento de Máquinas Rotativas CPM - Programa de Certificação de Pessoal de Manutenção Mecânica Alinhamento de Máquinas Rotativas Departamento Regional do Espírito Santo 3 Alinhamento de Máquinas Rotativas - Mecânica - ES, 1997 Trabalho

Leia mais

Acesse:

Acesse: Segurando as pontas As operações de tornear superfícies cilíndricas ou cônicas, embora simples e bastante comuns, às vezes apresentam algumas dificuldades. É o que acontece, por exemplo, com peças longas

Leia mais

FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS

FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS FIXADORES PARA ESTRUTURAS METÁLICAS LINHA ASTM A325 TIPO 1 São fixadores específicos de alta resistência, empregados em ligações parafusadas estruturais e indicados em montagens de maior responsabilidade.

Leia mais

ManUaL técnico de instalação ano de garantia

ManUaL técnico de instalação ano de garantia MANUAL TÉCNICO DE INSTALAÇÃO 2013 1 ano de garantia Manual de Instalação Conteúdo O produto foi projetado para instalação na maioria dos modelos de s de rodas dos diversos fabricantes nacionais e importados.

Leia mais

Instruções de Montagem e Desmontagem de Buchas sob Rolamentos Autocompensadores com Furo Cônico

Instruções de Montagem e Desmontagem de Buchas sob Rolamentos Autocompensadores com Furo Cônico Instruções de Montagem e Desmontagem de Buchas sob Rolamentos Autocompensadores com Furo Cônico Engenharia de Aplicação BGL Vídeo 05: MONTAGEM de BUCHA DE FIXAÇÃO HIDRÁULICA sob ROLAMENTO Veja o passo-a-passo

Leia mais

Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico

Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico Módulo IV Aula 03 Conjuntos O desenho de conjunto representa um grupo de peças montadas tais como: dispositivos, ferramentas, máquinas, motores, equipamentos

Leia mais

ROLAMENTOS FIXOS DE ESFERAS

ROLAMENTOS FIXOS DE ESFERAS B 4 ROLAMENTOS FIXOS DE ESFERAS ROLAMENTOS FIXOS DE UMA CARREIRA DE ESFERAS Tipo, Tipo Blindado e Tipo Vedado Tipo Diâmetro do Furo 10-240 mm... B8 Diâmetro do Furo 260-800 mm... B20 ROLAMENTOS DE ESFERAS

Leia mais

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO Oficina Mecânica para Automação - OMA

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO Oficina Mecânica para Automação - OMA II. AJUSTE & TOLERÂNCIA: Livro recomendado: Tolerâncias, Ajustes, Desvios e Análise de Dimençôes. Autores: Osvaldo Luiz Agostinho; Antonio Carlos dos Santos Rodrigues e Joâo Lirani. Editora Edgard Blucher

Leia mais

União flexível de tubos

União flexível de tubos Instruções de montagem Acessórios União flexível de tubos Flexible Rohrverbindung Suprastar-O KU 7... com SK60-00-5Z Suprastar-O KU 7... com queimador e SK60-00-5Z 6 70 80 05 (00/) PT Conteudo Instalação...............................................

Leia mais

SUPORTE ARTICULÁVEL P/LCD 15 /23 C/BASE MORSA ROBUST MANUAL DE UTILIZAÇÃO

SUPORTE ARTICULÁVEL P/LCD 15 /23 C/BASE MORSA ROBUST MANUAL DE UTILIZAÇÃO SUPORTE ARTICULÁVEL P/LCD 15 /23 C/BASE MORSA ROBUST MANUAL DE UTILIZAÇÃO 1 Características: - Disponível em dois modelos: - Simples. - Duplo (disponível em dois tamanhos: 380 ou 530 mm de altura). - Compatível

Leia mais

ACOPLAMENTO ELÁSTICO CR (COM CRUZETA)

ACOPLAMENTO ELÁSTICO CR (COM CRUZETA) ACOPLAMENTO (COM CRUZETA) CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos CR são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre eles, de borracha sintética

Leia mais

CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670

CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670 CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670. Para garantir o uso correto e eficiente do TRM-670, leia este manual completo e atentamente

Leia mais

Manual de Operação 1

Manual de Operação 1 1 Índice Ambiente operacional...03 Instalação...03 Precauções na instalação...04 Utilizando o controle da Cortina de Ar...05 Dados técnicos...06 Manutenção...06 Termo de garantia...07 2 As cortinas de

Leia mais

SEÇÃO 12 Synchro -Balance e Oscilação de Balanço do Contador

SEÇÃO 12 Synchro -Balance e Oscilação de Balanço do Contador SEÇÃO Synchro -Balance e Oscilação de Balanço do Contador ÍNDICE DA SEÇÃO Página Synchro -Balance Operação do Synchro--Balance... Operação do Sistema de Oscilação de Balanço do Contador... Modelos 70000,

Leia mais

TESTE DE LAMPADAS TL-12

TESTE DE LAMPADAS TL-12 TESTE DE LAMPADAS TL-12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso TESTE DE LAMPADAS TL-12. Para garantir o uso correto e eficiente do TL-12, leia este manual completo e atentamente para entender como

Leia mais

FEPI , Page 1 Tecnologia Mecânica II

FEPI , Page 1 Tecnologia Mecânica II 28.09.2009, Page 1 APLAINAMENTO O Aplainamento consiste em obter superfícies planas em posição horizontal, vertical ou inclinada. A ferramenta utilizada tem apenas uma aresta cortante que retira o sobremetal

Leia mais

Buchas, Porcas e Arruelas para Rolamentos

Buchas, Porcas e Arruelas para Rolamentos Buchas, Porcas e Arruelas para Rolamentos Agosto / 2002 êndice êndice Histórico / Informações Técnicas...03 Buchas de Fixação...04 Buchas de Fixação...05 Buchas de Fixação...06 Buchas de Desmontagem...07

Leia mais

Instruções de montagem - Construção naval VEGAPULS 63. Tanque de carga (tanques de produtos químicos, óleo, vários produtos, LPG, LNG)

Instruções de montagem - Construção naval VEGAPULS 63. Tanque de carga (tanques de produtos químicos, óleo, vários produtos, LPG, LNG) Instruções de montagem - Construção naval VEGAPULS 63 Tanque de carga (tanques de produtos químicos, óleo, vários produtos, LPG, LNG) Document ID: 45562 Índice Índice 1 Geral 1.1 Informações gerais...

Leia mais

Controlador climatização, s/ ajuste, com entrada binária 4 canais

Controlador climatização, s/ ajuste, com entrada binária 4 canais Controlador climatização, s/ ajuste, com entrada binária 4 canais N.º art...2178 ORTS.. Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser

Leia mais

MANUAL DE MANUTENÇÃO DE BRAÇO DE CARREGAMENTO POR CIMA

MANUAL DE MANUTENÇÃO DE BRAÇO DE CARREGAMENTO POR CIMA MANUAL DE MANUTENÇÃO DE BRAÇO DE CARREGAMENTO POR CIMA Este folheto engloba as instruções gerais de manutenção para braços de carregamento REDLANDS e seus componentes. Caso necessite de peças de reposição,

Leia mais

USINAGEM USINAGEM. Prof. M.Sc.: Anael Krelling

USINAGEM USINAGEM. Prof. M.Sc.: Anael Krelling USINAGEM Prof. M.Sc.: Anael Krelling 1 No processo de Usinagem uma quantidade de material é removido com auxílio de uma ferramenta de corte produzindo o cavaco, obtendo-se assim uma peça com formas e dimensões

Leia mais

Manual de montagem. Equipamento básico ISOBUS com tomada traseira (sem Tractor-ECU)

Manual de montagem. Equipamento básico ISOBUS com tomada traseira (sem Tractor-ECU) Manual de montagem Equipamento básico ISOBUS com tomada traseira (sem Tractor-ECU) Última atualização: V4.20160503 30322554-02-PT Leia e respeite este manual de instruções. Guarde este manual de instruções

Leia mais

Engate Esférico 90mm. Manual de Montagem, Operação e Manutenção

Engate Esférico 90mm. Manual de Montagem, Operação e Manutenção Engate Esférico 90mm PT Manual de Montagem, Operação e Manutenção Índice 1 Montagem... 4 1.1 Montagem Engate Esférico 90mm Modelo JB*BC 90 PT 2 Operação... 5 2.1 Acoplamento 2.2 Desacoplamento 3 Manutenção...

Leia mais

DE TETO PARA PLASMA/LCD

DE TETO PARA PLASMA/LCD SUPORTE ARTICULÁVEL DE TETO PARA PLASMA/LCD MANUAL DE UTILIZAÇÃO 1 Características: - Fixação no teto. - Articulações que permitem diversas combinações de movimentos laterais e angulares para baixo. -

Leia mais

Características do fuso de esferas

Características do fuso de esferas Torque de acionamento de um terço do parafuso deslizante Com o fuso de esferas, esferas rolam entre o eixo parafuso e a castanha para alcançar uma alta eficiência. O torque de acionamento necessário é

Leia mais

19 Características construtivas Formas construtivas Designação 13

19 Características construtivas Formas construtivas Designação 13 INFORMAÇÕES GERAIS Parágrafo Descrição 1 Simbologia e unidade de medida 2 2 Torque 3 3 Potência 3 4 Potência térmica 3 5 Rendimento 4 6 Relação de redução 4 7 Velocidade angular 5 8 Momento de inércia

Leia mais

Amplificador Derivador AMP-950

Amplificador Derivador AMP-950 Amplificador Derivador AMP-950 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso Amplificador Derivador AMP-950. Para garantir o uso correto e eficiente do AMP-950, leia este manual completo e atentamente para

Leia mais

SYNTEX Instruções de funcionamento e montagem, versão DK (de engrenamento) SYNTEX versão DK

SYNTEX Instruções de funcionamento e montagem, versão DK (de engrenamento) SYNTEX versão DK D-4840 Rheine 1 de 8 SYNTEX versão DK Cubo, versão 1.0 Cubo, versão 4.5 O SYNTEX é um sistema de sobrecarga de operação positiva. Este sistema protege os componentes subsequentes contra destruição. Aquando

Leia mais

SUPORTE DE TETO PARA PROJETOR THIN COM HASTES MÓVEIS

SUPORTE DE TETO PARA PROJETOR THIN COM HASTES MÓVEIS SUPORTE DE TETO PARA PROJETOR THIN COM HASTES MÓVEIS MANUAL DE 1UTILIZAÇÃO Características: - Disponível em dois tamanhos: - Ajuste de altura de 485 a 735 mm - Ajuste de altura de 1,25 a 2,00 metros -

Leia mais

ADAPTADOR RJ-45 PARA BORNE AA-400

ADAPTADOR RJ-45 PARA BORNE AA-400 ADAPTADOR RJ-45 PARA BORNE Manual do usuário Adaptador RJ-45 para Borne MAN-PT-DE-AA400 Rev.: 1.00-11 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso. Para garantir o uso correto e eficiente, é imprescindível

Leia mais

minor júpiter CATÁLOGO 2011/01A UNIÕES ROTATIVAS SÉRIE MULTIUSO

minor júpiter CATÁLOGO 2011/01A UNIÕES ROTATIVAS SÉRIE MULTIUSO minor UNIÕES ROTATIVAS SÉRIE MULTIUSO júpiter CATÁLOGO 2011/01A Uniões Rotativas JÚPITER Série Multiuso O catálogo Minor está de cara nova. Aqui, apresentamos parte de nossa linha de Uniões Rotativas Júpiter.

Leia mais

Manual de. Instruções e. Manutenção. Balancins. Bd07/08/09

Manual de. Instruções e. Manutenção. Balancins. Bd07/08/09 Rua Miracatu, 348- Jd. 3 Marias-CEP 06790-090 Taboão da Serra-SP. Manual de Instruções e Manutenção de Balancins Bd07/08/09 Manual de instruções para balancin BD07, 08 e 09. Instruções e lista de peças

Leia mais

Manual de. Instruções e. Manutenção. Balancins. BDE-050s/060s

Manual de. Instruções e. Manutenção. Balancins. BDE-050s/060s Manual de Instruções e Manutenção de Balancins BDE-050s/060s Manual de instruções para balancin BD 5 e 6 -Instruções e lista de peças de reposição para BD 5 e 6 1. Instruções ATENÇÃO: Certifique que o

Leia mais

ATENÇÃO Leia todas as instruções de montagem, página 4, para um trabalho seguro. Guarde todas as instruções para futuras consultas.

ATENÇÃO Leia todas as instruções de montagem, página 4, para um trabalho seguro. Guarde todas as instruções para futuras consultas. 0 ! ATENÇÃO Leia todas as instruções de montagem, página 4, para um trabalho seguro. Guarde todas as instruções para futuras consultas. Instruções Gerais de Segurança ADVERTÊNCIA! Leia e entenda todas

Leia mais

SEM534 Processos de Fabricação Mecânica. Professor - Renato G. Jasinevicius. Aula: Máquina ferramenta- Torno. Torno

SEM534 Processos de Fabricação Mecânica. Professor - Renato G. Jasinevicius. Aula: Máquina ferramenta- Torno. Torno SEM534 Processos de Fabricação Mecânica Professor - Renato G. Jasinevicius Aula: Máquina ferramenta- Torno Torno Torno Existe uma grande variedade de tornos que diferem entre si pelas dimensões, características,

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - SRP SRP 3040 E. Analógico / Eletrônico CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CT SRP SRP 3040 E

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - SRP SRP 3040 E. Analógico / Eletrônico CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CT SRP SRP 3040 E CT 222 SRP 30 SRP 30 E CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR SRP 30 SRP 30 E INÍCIO DE FABRICAÇÃO NOVEMBRO/20 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS MODELO VAZÃO VOLUMÉTRICA MOTOR ELÉTRICO PRINCIPAL Ruído ø Polia 7,5 barg/110

Leia mais

Pressostatos diferenciais, Tipo MP 54, 55 e 55A

Pressostatos diferenciais, Tipo MP 54, 55 e 55A MAKING MODERN LIVING POSSIBLE Brochura técnica Pressostatos diferenciais, Tipo MP 54, 55 e 55A Os pressostatos diferenciais de óleo MP 54 e são usados como controles de segurança para proteger os compressores

Leia mais

SUPORTE MÓVEL PARA PROJETOR, DVD OU NOTEBOOK

SUPORTE MÓVEL PARA PROJETOR, DVD OU NOTEBOOK SUPORTE MÓVEL PARA PROJETOR, DVD OU NOTEBOOK MANUAL DE UTILIZAÇÃO 1 Características: - Deslocamento através de rodízios. - Ajustes para diferentes tamanhos de equipamentos. - Base para a utilização de

Leia mais

06/ REV. 2. imagem meramente ilustrativa SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO. Manual de Instruções

06/ REV. 2. imagem meramente ilustrativa SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO. Manual de Instruções 06/11 705-09-05 775361 REV. 2 imagem meramente ilustrativa SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO Manual de Instruções INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha do Ventilador Coluna Turbo 40 Inox. Para garantir o melhor desempenho

Leia mais

ARTIGOS. Spider Nut: solução inovadora para fi xação segura, econômica e fácil

ARTIGOS. Spider Nut: solução inovadora para fi xação segura, econômica e fácil fotolia.com ARTIGOS Spider Nut: solução inovadora para fi xação segura, econômica e fácil Dr. Ing. Mauro M. de Souza Juliano Savoy Paulo Cesar Sigoli Marcelo A. do C. Silva Elevadas cargas axiais aplicadas

Leia mais

Manual de Instalação Adelift Light com Divisória de Lona

Manual de Instalação Adelift Light com Divisória de Lona Página 1 de 13 Objetivo: O objetivo desse manual é ajudar na identificação dos componentes e orientar os procedimentos para instalação do sistema Adelift Light, e sua divisória, no implemento rodoviário.

Leia mais

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Damper tipo Borboleta

Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção. Damper tipo Borboleta Manual Técnico de Instalação, Operação e Manutenção Damper tipo Borboleta ISO 9001:2008 VENTEC AMBIENTAL EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES LTDA Rua André Adolfo Ferrari, nº 550 - Distrito Industrial Nova Era

Leia mais

Válvulas reguladoras de pressão Válvulas reguladoras de pressão E/P Série EV04. Catálogo impresso

Válvulas reguladoras de pressão Válvulas reguladoras de pressão E/P Série EV04. Catálogo impresso Válvulas reguladoras de pressão Válvulas reguladoras de pressão E/P Catálogo impresso Válvulas reguladoras de pressão Válvulas reguladoras de pressão E/P Válvula reguladora de pressão E/P, Qn= 50 l/min

Leia mais

4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO

4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO NX-4 FALCON 4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 4-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 4-1 RESERVATÓRIO DE ÓLEO 4-2 TUBO DE ÓLEO 4-3 BOMBA DE ÓLEO/TELA DE ÓLEO 4-4 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO INFORMAÇÕES GERAIS

Leia mais

Rolamentos com duas fileiras. de esferas de contato radial 262

Rolamentos com duas fileiras. de esferas de contato radial 262 Rolamentos com duas fileiras de esferas Rolamentos com duas fileiras de esferas de contato radial 262 Definições e aptidões 262 Séries 262 Tolerâncias e jogos 262 Elementos de cálculo 263 Sufixos 263 Características

Leia mais

CAN AM LW600. Importante - Leia todas as instruções antes de iniciar a montagem. Idade recomendada de 3 a 6 anos.

CAN AM LW600. Importante - Leia todas as instruções antes de iniciar a montagem. Idade recomendada de 3 a 6 anos. CAN AM LW600 Idade recomendada de 3 a 6 anos. Importante - Leia todas as instruções antes de iniciar a montagem. Instruções de uso e de montagem (Guardar para consultas futuras). Estas instruções são importantes

Leia mais

Eixos cardan especiais para mercados que exigem qualidade

Eixos cardan especiais para mercados que exigem qualidade para mercados que exigem qualidade Conteúdo 4 5 6 8 10 12 14 16 17 19 Apresentação Instruções para instalação do eixo cardan Eixos Cardan Série SAE Eixos Cardan Série DIN Eixos Cardan Série 20 Eixos Cardan

Leia mais

ContiTech: Conselhos dos especialistas sobre a substituição de correias dentadas

ContiTech: Conselhos dos especialistas sobre a substituição de correias dentadas Conselho prático ContiTech Power Transmission Group ContiTech: Conselhos dos especialistas sobre a substituição de correias dentadas Instruções detalhadas para CT1015 WP1 e CT1018K1 de um Audi A4 (B6)

Leia mais

POLIAS DE FERRO EM V PERFIL A-SPA

POLIAS DE FERRO EM V PERFIL A-SPA A MADEMIL apresenta neste catálogo sua linha de polias, sendo que todos os modelos atendem as normas específicas a cada perfil, para um perfeito acoplamento entre correia e polia. O processo de fabricação,

Leia mais

OS ROLAMENTOS BIPARTIDOS IBROL DE ROLOS CILÍNDRICOS AUTOCOMPENSADORES PROPORCIONAM:

OS ROLAMENTOS BIPARTIDOS IBROL DE ROLOS CILÍNDRICOS AUTOCOMPENSADORES PROPORCIONAM: 1 OS ROLAMENTOS BIPARTIDOS IBROL AUTOCOMPENSADORES PROPORCIONAM: Economia de tempo e redução de custo para reposição em locais de acesso restrito: Os rolamentos bipartidos de rolos cilíndricos autocompensadores

Leia mais

CONTROLADOR DE CARGA CTL-100

CONTROLADOR DE CARGA CTL-100 Manual do usuário Série: A MAN-DE- Rev.: 01.01-10 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso. Para garantir o uso correto e eficiente, é imprescindível a leitura completa deste manual para um bom entendimento

Leia mais

A precisão e exatidão de medidas, a qualidade e acabamento superficial da peça são fatores amplamente dependentes do molde.

A precisão e exatidão de medidas, a qualidade e acabamento superficial da peça são fatores amplamente dependentes do molde. Moldes Plástico. Na seqüência de desenvolvimento de uma peça injetada, desde o primeiro rascunho até a extração na máquina, o molde de injeção é o último elo, porém não é o menos importante. A precisão

Leia mais

Manual de montagem. Fecho I - Manual de montagem

Manual de montagem. Fecho I - Manual de montagem Manual de montagem SUMÁRIO. LISTA E PEÇAS...4 2. PROCESSO DE MONTAGEM...5 3. INDICAÇÕES... 4. INSTRUÇÃO DE MONTAGEM... 2 4.. Porta de madeira (abre para dentro)... 2 4.2. Porta de madeira (abre para fora)...

Leia mais

Válvulas de expansão termostática

Válvulas de expansão termostática tipos T, TE e PHT Introdução As s de expansão termostáticas regulam a injeção de líquido refrigerante nos evaporadores. A injeção é controlada em função do superaquecimento do refrigerante. Portanto, as

Leia mais

Pinos e cupilhas. Pinos e cavilhas

Pinos e cupilhas. Pinos e cavilhas A U A UL LA Pinos e cupilhas Introdução Até agora você estudou rebites que constituem um dos principais elementos de fixação. Mas existem outros elementos que um mecânico deve conhecer como pinos, cavilhas

Leia mais

INFORMAÇÕES DE SERVIÇO DIAGNÓSTICO DE DEFEITOS 14-1

INFORMAÇÕES DE SERVIÇO DIAGNÓSTICO DE DEFEITOS 14-1 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 14-1 DIAGNÓSTICO DE DEFEITOS 14-1 DESCRIÇÃO DO SISTEMA 14-2 INSPEÇÃO DA ÁRVORE DE MANIVELAS 14-3 BRONZINAS DA ÁRVORE DE MANIVELAS 14-3 BRONZINAS DA BIELA 14-8 BIELA 14-10 INFORMAÇÕES

Leia mais

SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP

SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP Manual de usuário SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP MAN-DE-PICKUP Rev.: 01.00-10 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP. Para garantir o uso

Leia mais

ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1

ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1 ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1 Os atuadores WL Série AT1D, do tipo pistão de dupla ação e retorno por mola são projetados tanto para serviços de controle como on-off. As séries AT1D e AT1M

Leia mais

CONVERSOR CA/CC TRM-250N

CONVERSOR CA/CC TRM-250N TRM-250N Manual do usuário Conversor CA/DC MAN-PT-DE-TRM250N Rev.: 1.00-12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso TRM-250N. Para garantir o uso correto e eficiente do TRM-250N, leia este manual completo

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES TRANSFORMADOR A SECO ÍNDICE DESCRIÇÃO PÁGINA 1 Instruções para a instalação.................................... 02 2 Instruções para a manutenção..................................

Leia mais

Catálogo de. Peças RT 630

Catálogo de. Peças RT 630 Catálogo de Cuidados Importantes...0 Manutenção periódica...0 Diagnóstico de Falhas... Dimensões... Dados técnicos... Diagrama do Sistema de Transmissão... Peças Eixo de entrada... Eixo de transmissão...

Leia mais

POLIAS DE FERRO EM V PERFIL B-SPB

POLIAS DE FERRO EM V PERFIL B-SPB A MADEMIL apresenta neste catálogo sua linha de polias, sendo que todos os modelos atendem as normas específicas a cada perfil, para um perfeito acoplamento entre correia e polia. O processo de fabricação,

Leia mais

TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA

TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA TORNO MEC. HORIZONTAL (NOMENCL./CARACT./ACESSÓRIOS) DEFINIÇÃO: É a máquina-ferramenta usada para trabalhos de torneamento, principalmente de metais que, através da realização

Leia mais

Redutores planetários Alta Precisão Alta Velocidade

Redutores planetários Alta Precisão Alta Velocidade Código de compra SÉRIE AF APEX DYNAMICS BRASIL AF07-00 - S - P / MOTOR Tamanho do redutor Opção de eixo de saída: S: Eixo de saída liso S: Eixo de saída com chaveta Dados do motor: Fabricante e modelo

Leia mais

Válvula Globo metálica

Válvula Globo metálica Válvula Globo metálica Construção A válvula globo GEMÜ de 2/2 vias, acionada pneumaticamente, possui um robusto atuador de pistão de alumínio de baixa manutenção. A vedação da haste ocorre via pacote de

Leia mais

Apostila de Instrumentação. Módulo: Micrômetro

Apostila de Instrumentação. Módulo: Micrômetro Módulo: Micrômetro AUTORES: Prof. Msc. SAMUEL MENDES FRANCO Prof. Msc. OSNI PAULA LEITE Prof. Msc. LUIS ALBERTO BÁLSAMO 1 Micrômetros Introdução Em 1638 foi desenvolvido um instrumento provido de um parafuso

Leia mais

5 Planejamento de Projeto para Redutores

5 Planejamento de Projeto para Redutores Rendimento dos redutores Planejamento de Projeto para Redutores.1 Rendimento dos redutores Informação geral O rendimento dos redutores é determinado principalmente pelo atrito do engrenamento e do rolamento.

Leia mais

Bucha de ancoragem expansível 15,0

Bucha de ancoragem expansível 15,0 08/2011 Instruções de montagem 999415006 pt ucha de ancoragem expansível 15,0 rt. n.º 581120000 Instruções de montagem ucha de ancoragem expansível 15,0 escrição do produto bucha de ancoragem expansível

Leia mais

CHAVE DE IMPACTO EM L

CHAVE DE IMPACTO EM L *Imagens meramente ilustrativas CHAVE DE IMPACTO EM L Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS CHAVE DE IMPACTO EM L Modelo V8 Chave de impacto em L Rotação a vazio 160 RPM Consumo médio

Leia mais

TM-10 MANUAL DE INSTRUÇÕES TM-10

TM-10 MANUAL DE INSTRUÇÕES TM-10 MANUAL DE INSTRUÇÕES TM-10 TM-10 Leia atentamente este Manual de Instruções antes de montar e operar o equipamento. Após a leitura deste manual, guarde-o em local seguro para futura referência. Anote o

Leia mais

Rebarbar: o diâmetro usual dos discos de rebarbar é de 115 ou 125 m consoante o modelo da rebarbadora.

Rebarbar: o diâmetro usual dos discos de rebarbar é de 115 ou 125 m consoante o modelo da rebarbadora. A REBARBADORA A rebarbadora pode ser utilizada para trabalhos de esmerilagem, rebarbagem e corte de metais (chapa metálica, perfis de alumínio, chapas em ferro fundido, etc.) e materiais de construção)

Leia mais

Características Elétricas. 5 a 28Vcc (HTL ou TTL) / 5Vcc ± 5% (RS-422) Curto-Circuito, inversão de polaridade e sobre-tensão.

Características Elétricas. 5 a 28Vcc (HTL ou TTL) / 5Vcc ± 5% (RS-422) Curto-Circuito, inversão de polaridade e sobre-tensão. SérieA60LC Ü Flange Tipo Clamping Ü Conjunto Óptico Digital Ü Mecânica Robusta para Ambiente Industrial Ü Rolamentos de Alta Durabilidade Ü Prazo de Entrega Diferenciado Características Elétricas Codificação:

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DA BOMBA

MANUAL DE INSTALAÇÃO DA BOMBA MANUAL DE INSTALAÇÃO DA BOMBA MASTER S 10-30 SUMÁRIO 1. AVISOS GERAIS DE SEGURANÇA 3 2. PERIGOS NO ABUSO DO EQUIPAMENTO 3 3. LIMITES DE TEMPERATURAS 4 4. FUNCIONAMENTO DA BOMBA COM SELAGEM HIDRODINÂMICA

Leia mais

Manual de Instruções PRENSA 2t TORVEL

Manual de Instruções PRENSA 2t TORVEL Manual de Instruções PRENSA 2t 1 Índice 1.0 Considerações Gerais...3 1.0 Instruções de recebimento...3 1.2 A segurança em foco...3, 4 e 5 2.1 Dados técnicos...5 2.1 Descrição do produto...6 3.0 Instruções

Leia mais

Apresentação Montagem e Desmontagem do Eixo Cardan MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

Apresentação Montagem e Desmontagem do Eixo Cardan MANUTENÇÃO INDUSTRIAL Apresentação Montagem e Desmontagem do Eixo Cardan NUTENÇÃO INDUSTRIAL IT - INSTRUÇÃO DE TRABALHO ITM-A025 REV.1 TÍTULO DESMONTAGEM DO EIXO CARDAN TIPO EUIP. ST - SALAS DE TESTES APLICAÇÃO SALAS DE TESTES

Leia mais

INFORMATIVO CORRENTE COROA E SABRE

INFORMATIVO CORRENTE COROA E SABRE INFORMATIVO BOLETIM 15 /13 ASSISTÊNCIA TÉCNICA FOLHAS: 06 ASSUNTO CORRENTE COROA E SABRE MOTIVO: Informar e orientar o consumidor sobre a composição e função das peças do conjunto de corte de uma motosserra.

Leia mais

Como usar este manual. Índice LUBRIFICAÇÃO INTRODUÇÃO. Aprovação do USDA. Graxa de longa duração (LTG) CONEXÕES DE LUBRIFICAÇÃO P

Como usar este manual. Índice LUBRIFICAÇÃO INTRODUÇÃO. Aprovação do USDA. Graxa de longa duração (LTG) CONEXÕES DE LUBRIFICAÇÃO P Tipo GL32 Tamanhos 1010 a 1070 (Pág. 1 de 7) Como usar este manual Este manual fornece instruções detalhadas sobre instalação, manutenção e identificações de peças. Use o índice abaixo para localizar a

Leia mais

Buchas e acessórios. Buchas 392. Porcas e anilhas 404. Porcas autobloqueantes de precisão 410

Buchas e acessórios. Buchas 392. Porcas e anilhas 404. Porcas autobloqueantes de precisão 410 Buchas 392 Definição 392 Séries 392 Variantes 392 Elementos de montagem e desmontagem 392 Sufixos 395 Características 396 Bucha de fixação (cotas em metros) 396 Bucha de fixação (cotas em polegadas) 399

Leia mais

55. X X X X. XXX. líquido: 1 - glicerina 2 - seco

55. X X X X. XXX. líquido: 1 - glicerina 2 - seco Manômetros Balflex Os manômetros Balflex são utilizados para medição de pontos com pressão dinâmica, pulsação ou com vibrações elevadas, na hidráulica ou em compressores. A gama de manômetros Balflex é

Leia mais