COMÉRCIO ELETRÔNICO. Prof. Flávio Dias

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMÉRCIO ELETRÔNICO. Prof. Flávio Dias"

Transcrição

1 COMÉRCIO ELETRÔNICO Prof. Flávio Dias - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação autoral, legislação da propriedade industrial, legislação do software e outras leis vigentes no Brasil, sendo certo que é expressamente vedado ao ALUNO postar, disponibilizar, armazenar, copiar, publicar, editar, distribuir, comercializar, reproduzir sem autorização, fazer upload, divulgar, reproduzir ou fazer qualquer outro uso do conteúdo não autorizado pela IAB Brasil.

2 #Apresentação Olá! Esta é a apostila da videoaula do curso Comércio Eletrônico. Nela, você encontrará o conteúdo na íntegra das aulas gravadas pelo professor. Esta apostila servirá para que você reveja e estude as aulas mesmo após assisti-las por meio do vídeo e ainda com a possibilidade de imprimir o material, se desejar. Para um maior aprofundamento do conteúdo, você deverá acessar o material de apoio que tem mais informações sobre o tema Comércio Eletrônico. Lembre-se de que, por meio deste curso, você terá a oportunidade de adquirir novos conhecimentos e, com isso, o aprimoramento profissional. Recomendamos que estude os materiais disponíveis sobre o tema. Bom estudo! 2

3 #Sumário Aula Aula Aula Aula Aula O que é Comércio Eletrônico? O que vender? Criando o posicionamento estratégico do seu e- commerce E-commerce: foco em vendas Fraude e pagamento Aula Aula Aula Aula Aula E-commerce: despesas e lucro Criando o seu site de Comércio Eletrônico Seleção de portfólio Marketing (canais de atração 1) Marketing (canais de atração 2) 3

4 #Sumário Aula Aula Aula Aula Aula Marketing (canais de atração 3) Marketing (conversão1) Marketing (conversão2) Marketing (conversão3) Marketing (conversão4) Aula Aula Aula Aula Aula Marketing (conversão5) Marketing (conversão6) Marketing (conversão7) Marketing (fidelização1) Marketing (fidelização2) 4

5 #Sumário Aula Aula Aula Aula Aula Operações: fulfillment Operações: transporte Operações: atendimento Operações: logística reversa Controle de resultados: indicadores e analytics Aula Aula Aula Aula Aula Questões multicanal Questões jurídicas Case Zappos: entregando felicidade Case Walmart Revisão do curso 5

6 #Aula 01 O que é Comércio Eletrônico? Podemos definir Comércio Eletrônico como a venda de produtos e serviços através de qualquer meio eletrônico ou digital. Modalidades mais comuns de Comércio Eletrônico. B2B B2C C2C Business to Business Business to Consumer Consumer to Consumer 6

7 História do Comércio Eletrônico. Anos Década de e 1998 O EDI (Electronic Data Interchange) substituiu as tradicionais correspondências físicas e faxes. Criação da primeira operação de televendas pelo inventor inglês Michael Aldrich. Comércio eletrônico B2B, tecnologia do EDI e também do EFT (Electronic Funds Transfer). Minitel na França. Tim Berners- Lee criou a WWW. Boom. 3 milhões de domínios registrados. 7

8 Alguns dados interessantes... Veja na tabela ao lado a participação (%) do varejo virtual sobre o total nos 30 principais países, bem como a projeção para esse índice até

9 Alguns dados interessantes... Veja graficamente para o top 10 como a curva de crescimento é impressionante. Repare como a penetração de e- commerce no Brasil ainda tem espaço para crescer. O formato na curva não indica nem sequer um indício de desaceleração do crescimento. 9

10 Alguns dados interessantes... 5 maiores mercados em vendas on-line B2C, lembrando que em 2013 é projetada uma venda on-line global de USD 1,3 Trilhão. Aqui vale ressaltar que o Brasil, com seus USD 11,3 Bi (R$ 22,5 Bi) de vendas on-line em 2012, é 31 vezes menor do que o mercado americano e 10 vezes menor que a China. 10

11 O que mais se vende on-line? Existe alguma grande diferença entre os países no que diz respeito às categorias de produtos mais relevantes? Os gráficos nos mostram justamente isso. Analisando os principais países e o Brasil, notamos uma semelhança muito grande entre nossas principais categorias e as dos EUA. Já o UK se diferencia muito por uma maior importância de Grocery (supermercado on-line). Na China, assim como nos Estados Unidos, os eletrônicos também são a principal categoria, seguidos pelas roupas e acessórios. 11

12 Outra maneira de olharmos para a importância que a internet tem no comércio de produtos e serviços é observarmos a influência que o meio tem sobre as compras que são feitas on-line. O gráfico abaixo mostra, para o mercado americano, quais as compras por categoria que mais sofrem influência do meio on-line. Cada vez mais as pessoas, mesmo que não concluam a compra on-line, tomam as suas decisões após as pesquisas feitas na Web. 12

13 Com o aumento da penetração de smartphones, segundo uma pesquisa recente feita nos Estados Unidos, 76% dos americanos dizem utilizar o aparelho enquanto estão fazendo compras, sendo que a maioria o faz para comparar preços e acessar resenhas sobre o produto. Esse hábito deu origem a uma tendência que passou a ser encarada pelos varejistas físicos como uma grande ameaça, o chamado showrooming. 13

14 No Brasil, segundo o instituto de pesquisas especializado e-bit, o varejo virtual foi responsável por uma venda de R$ 22,5 bilhões em 2012, e deve crescer 25% em

15 O número de compradores on-line chegou a 42,2 milhões, o que representa pouco mais do que 50% do total de usuários de internet. Estes, por sua vez, são 40% da população do país e quando comparamos esses números com os dos Estados Unidos, onde a penetração de internet é de 80% e destes 88% compram on-line, fica evidente o potencial de crescimento que tem esse mercado por aqui. 15

16 #Aula 02 O que vender? Muitas ideias de negócio surgiram a partir de experiências pessoais, na maioria das vezes, frustradas. Tente pensar em quantas vezes você precisou muito achar um produto ou serviço e não conseguiu encontrar opções que agradasse o, quando achou a experiência de compra foi muito ruim. Pense em situações relacionadas aos seus diferentes momentos de vida (casamento, mudança, nascimento do filho, etc. Converse com as pessoas sobre as experiências delas nessas situações. Você tem algum hobby? Tem observado outras pessoas a sua volta, nas redes sociais, que estão empolgados com uma nova atividade como, corrida, culinária etc.? Sempre essas situações fazem com que as pessoas busquem produtos e serviços. Importar ideias de outros mercados também pode funcionar muito bem. Outro dia li um estudo interessante do Morgan Stanley no qual explicam quais são as razões principais que levam um consumidor a optar por comprar on-line ou em uma loja física. Eles agruparam os determinantes para a escolha entre produto e experiência. Para produto, elencaram perecibilidade, grau de envolvimento, custo de entrega e distribuição. Para experiência, consideraram urgência, seleção, preço, conveniência e serviço. 16

17 Falando de produto temos os seguintes determinantes: Perecebilidade: é dos fatores mais fortes e quanto maior, mais favorável para as lojas físicas (Ex: peixes, frutas, verduras, sorvete). Envolvimento: produtos cuja compra requer um maior envolvimento, que pode ser por um alto valor, por ter que experimentar, por requerer customização ou outros elementos de estilo ou de exclusividade que fazem prevalecer a necessidade de contato físico com o item. Produtos mais comuns, já conhecidos, favorecem o meio on-line. Custo de entrega: obviamente, itens com custo de entrega menor favorecem mais o on-line. Distribuição: produtos que podem ser encontrados com abundância em vários estabelecimentos físicos, em um raio curto próximo aos clientes, têm menor chance de serem vendidos online do que produtos com uma distribuição física mais escassa. 17

18 Experiência Aqui pode-se visualizar os maiores determinantes para escolha de compra online e física. Importante dizer que esses determinantes não são impeditivos, mas são fatores que devem ser considerados e, quando possível, mitigados com funcionalidade e serviços na sua loja virtual que possam endereçá-los e, dessa forma, permitir que você ganhe aquela compra versus uma loja física concorrente. Conveniência É apontado pelos compradores on-line como um dos fatores mais determinantes. Mistura questões de deslocamento e melhor aproveitamento do tempo. Preço Nesse caso, parcelamento e facilidade de comprar favorecem o online mas a possibilidade de pechinchar só é possível no varejo físico. Urgência A necessidade de consumo imediato para comprar ou uma compra mais planejada. Serviço O nível de serviço mais especializado, técnico, favorece a loja física. Tenha acesso ao conteúdo completo! Clique aqui e faça sua inscrição. Outras questões são importantes na consideração do seu mercado-alvo: Barreiras de entrada. Ex: Existem contratos de exclusividade? Envolve uma tecnologia patenteada? Envolve habilidades raras para execução? Barreiras de saída. Ex: Exige grande mobilização de ativo? Natureza do produto. Ex: Exige armazenamento/transporte especial? Comercialização está sujeita à normas e regulações específicas? Economia de escala. Ex: reduzo o meu custo de servir significativamente com o aumento do volume? Resposta ao clima econômico. Ex: se o dólar mudar, como isso me afeta? Durante alta de juros e crise econômica o meu produto ainda tem alta demanda? 18

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

REDES SOCIAIS. Prof. Thiago Arantes

REDES SOCIAIS. Prof. Thiago Arantes REDES SOCIAIS Prof. Thiago Arantes - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL

PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL Prof. a Fabiana Baraldi - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido

Leia mais

REDES SOCIAIS. Profº Thiago Arantes

REDES SOCIAIS. Profº Thiago Arantes REDES SOCIAIS Profº Thiago Arantes Todos os direitos reservados - IAB 2014 - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros

Leia mais

ESTRATÉGIA DIGITAL. Prof. Luli Radfahrer

ESTRATÉGIA DIGITAL. Prof. Luli Radfahrer ESTRATÉGIA DIGITAL Prof. Luli Radfahrer - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

WEB ANALYTICS. Prof. Felipe Barros

WEB ANALYTICS. Prof. Felipe Barros WEB ANALYTICS Prof. Felipe Barros - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação autoral,

Leia mais

MÍDIA DE PERFORMANCE Prof. Guilherme Gomide

MÍDIA DE PERFORMANCE Prof. Guilherme Gomide MÍDIA DE PERFORMANCE Prof. Guilherme Gomide Todos os direitos reservados IAB 2014 Conforme estipulado no Termo de Uso, todo conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros

Leia mais

programação do evento 7ª edição E-COMMERCE WEEK 20 de março de 2014 Pullman São Paulo Ibirapuera São Paulo

programação do evento 7ª edição E-COMMERCE WEEK 20 de março de 2014 Pullman São Paulo Ibirapuera São Paulo programação do evento 7ª edição E-COMMERCE WEEK 20 de março de 2014 Pullman São Paulo Ibirapuera São Paulo PATROCÍNIO PLATINUM PATROCÍNIO SILVER APOIO REALIZAÇÃO E-Commerce Brasileiro deve faturar 39 bilhões

Leia mais

NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda

NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda The global language of business O que é ecommerce? Da perspectiva de processo de negócio,

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

E-commerce Fundamentos

E-commerce Fundamentos E-commerce Fundamentos Flávio Augusto Martins Wanderley Professor flavio@mwan.com.br 1 / 65 Conteúdo desta aula Conceitos. Evolução do comércio eletrônico. Modalidades. O que vem no futuro. 2 / 65 Conceito

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes?

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes? Escola Superior de Gestão e Tecnologia Comércio eletrônico Mercados digitais, mercadorias digitais Prof. Marcelo Mar3ns da Silva Objetivos de estudo Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as

Leia mais

Internet e Negócios O que mudou?

Internet e Negócios O que mudou? Universidade de São Paulo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação Departamento de Ciências de Computação SCC0207 - Computadores e Sociedade I - Turma B - 2010 Profa. Graça Nunes Internet e Negócios

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre

COMÉRCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre COMÉRCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre E-COMMERCE x E-BUSINESS E-COMMERCE processos pelos quais consumidores, fornecedores e

Leia mais

Comércio Eletrônico. Comércio Eletrônico. Grau de digitalização. Caracteriza-se Comércio eletrônico pelo grau de digitalização:

Comércio Eletrônico. Comércio Eletrônico. Grau de digitalização. Caracteriza-se Comércio eletrônico pelo grau de digitalização: Comércio Eletrônico FTS Faculdade Taboão da Serra Curso de Administração de Sistemas de Informações Disciplina: Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico Caracteriza-se Comércio eletrônico pelo grau de digitalização:

Leia mais

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico Apostila Comércio Eletrônico e-commerce Professor: Edson Almeida Junior Material compilado por Edson Almeida Junior Disponível em http://www.edsonalmeidajunior.com.br MSN: eajr@hotmail.com E-Mail: eajr@hotmail.com

Leia mais

Guia: da Loja Física para a. Experiência Multicanal

Guia: da Loja Física para a. Experiência Multicanal Guia: da Loja Física para a Experiência Multicanal Sumário: 01 02 03 04 05 Sobre este Guia O consumidor é Multicanal Muito mais E-commerce! Mobilidade faz parte do dia-a-dia Big Data: Informação a serviço

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Comércio Eletrônico rveras@unip.br Aula - 04 Agenda Comércio Eletrônico 2 Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico 3 O que é o comércio eletrônico Evolução Transações convencionais

Leia mais

Estratégias de Marketing Digital

Estratégias de Marketing Digital Estratégias de Marketing Digital @SandraTurchi www.sandraturchi.com.br E-commerce no Mundo Movimentou US$ 1 trilhão em 2012 Tíquete médio US$ 73 Brasil será o 4º país até 2015 (atrás de China, EUA e Japão).

Leia mais

Comércio Eletrônico e-commerce Aula 5. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com

Comércio Eletrônico e-commerce Aula 5. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Comércio Eletrônico e-commerce Aula 5 Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Introdução Mudança no ambiente empresarial; Ligação com o desenvolvimento de tecnologia da informação. Características

Leia mais

Apresenta. SofStore o mais novo aliado no gerenciamento do seu negócio

Apresenta. SofStore o mais novo aliado no gerenciamento do seu negócio Apresenta SofStore o mais novo aliado no gerenciamento do seu negócio SofStore Um Novo Sistema Para Sua Empresa SofStore Apresentação Experiência no Varejo A ID Brasil Sistemas atua no segmento de varejo

Leia mais

Ambientes de Mercado

Ambientes de Mercado INFORMAÇÃO O sucesso ou fracasso organizacional muitas vezes pode depender de se saber de qual deles precisamos, com o qual deles contamos e o que podemos ou não fazer com cada um deles PLANO DE AÇÃO Fornecedores

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

E-commerce 2013. @JoaoKepler. l e-commerce 2013 l

E-commerce 2013. @JoaoKepler. l e-commerce 2013 l E-commerce 2013 @JoaoKepler Showrooming OminiChannel Delivery (WebPickup e entrega) Behavior Social Media (SAC, Mkt, Metrica, monitoramento, engajamento, leeds e vendas) E-commerce o e-commerce não é mais

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Comércio Eletrônico Um breve histórico Comércio compra, venda, troca de produtos e serviços; Incrementado pelos Fenícios, Árabes, Assírios e Babilônios uso

Leia mais

Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Definição Toda atividade de compra e venda realizada com recursos eletrônicos; Uso de mecanismos eletrônicos para a

Leia mais

Daciane de Oliveira Silva www.daciane.wordpress.com

Daciane de Oliveira Silva www.daciane.wordpress.com Daciane de Oliveira Silva www.daciane.wordpress.com Marketing direto e mediação eletrônica Como a internet criou novos meios de intermediação entre as pessoas e as organizações? O que é marketing direto?

Leia mais

The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil. Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil

The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil. Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil etailbrazil.com 2014 O mercado está se ajustando a uma realidade multi-canal não excludente,

Leia mais

Estratégia e Regras do Negócio: E-Commerce. O que é e-commerce?

Estratégia e Regras do Negócio: E-Commerce. O que é e-commerce? E-Commerce O que é e-commerce? Comércio electrónico ou e-commerce é um conceito aplicável a qualquer tipo de negócio ou transação comercial que implique a transferência de informação através da Internet.

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO E-COMMERCE - FLORICULTURA VIRTUAL

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO E-COMMERCE - FLORICULTURA VIRTUAL OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO E-COMMERCE - FLORICULTURA VIRTUAL 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação

Leia mais

E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS

E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS Central de Cases E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS www.espm.br/centraldecases Central de Cases E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS Preparado pelo Prof. Vicente Martin Mastrocola, da ESPM SP. Disciplinas

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

28/08/2015. e-business. Reflita...

28/08/2015. e-business. Reflita... e-business Reflita... 1 Você topa um desafio? Desafio A Universidade dos Negócios é uma empresa jovem na área de Cursos e Treinamentos, consultoria empresarial e palestras. Ela agrega, através de agenciamento,

Leia mais

Comércio na internet: muito mais que e-commerce

Comércio na internet: muito mais que e-commerce Comércio na internet: muito mais que e-commerce Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência

Leia mais

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Sistemas web e comércio eletrônico Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Tópicos abordados Arquitetura do e-commerce Aspectos importantes do e-commerce Modelos de negócios Identificação do modelo

Leia mais

COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE

COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE COMO USAR OS VÍDEOS ONLINE PARA ALAVANCAR O MEU E-COMMERCE White Paper com dicas essenciais para quem já trabalha ou pretende trabalhar com vídeos em lojas virtuais. 1 PORQUE USAR VÍDEOS ONLINE NO E-COMMERCE?

Leia mais

PROFISSIONAL. Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso do seu Negócio On-line

PROFISSIONAL. Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso do seu Negócio On-line EDIÇÃO Nº 05 GRÁTIS FOTOGRAFIA PROFISSIONAL SOLUÇÕES PARA IMAGENS DE PRODUTO QUE CONQUISTARAM OS LÍDERES DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso

Leia mais

Twitter: @vtexonline / @asoncini

Twitter: @vtexonline / @asoncini São Paulo 2013 1 Apresentação Alexandre Nucci Soncini (alexandre.soncini@vtex.com.br) Engenheiro de computadores e pós-graduado em PMI Mais de 30 palestras em 2011 por todo Brasil (EDTED, E- commerce Brasil,

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

Boas-vindas ao Comércio Eletrônico. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014

Boas-vindas ao Comércio Eletrônico. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014 Boas-vindas ao Comércio Eletrônico André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014 SOBRE A TRAY Sobre a Tray + 10 anos de atuação em e-commerce + 4.500 lojas virtuais + 3MM pedidos processados em

Leia mais

Prof. Cláudio Conceitos e-commerce PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Prof. Cláudio Conceitos e-commerce PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Cláudio Conceitos e-commerce PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Intranet e Extranet Rede privada baseada na mesma tecnologia utilizada na internet, sendo sua única diferença o objetivo por trás

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão I

Sistemas Integrados de Gestão I Sistema Binário Faculdades Integradas Campos Salles Sistemas Integrados de Gestão I Aula - 9 Comércio Eletrônico (E-commerce) Carlos Antonio José Oliviero São Paulo - 2012 O que a Web mudou na vida das

Leia mais

Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais. slide 1

Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais. slide 1 Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais slide 1 Nexon Games: o comércio eletrônico torna-se social Problema: concorrência com outras empresas de jogos on-line e off-line; aumentar

Leia mais

Muito ALÉM de uma simples LOJA VIRTUAL. Vanessa Kupczik

Muito ALÉM de uma simples LOJA VIRTUAL. Vanessa Kupczik Muito ALÉM de uma simples LOJA VIRTUAL. Vanessa Kupczik Mestre em Design (UFPR). MBA e pós-graduação em Marketing (UFPR). Pós-graduada em Web Design (PUCPR). Graduação em Desenho Industrial (UFPR). Técnico

Leia mais

Nova Pontocom ANEFAC

Nova Pontocom ANEFAC Nova Pontocom ANEFAC Quem somos Uma empresa brasileira, focada em comércio eletrônico, nascida a partir da associação dos dois maiores grupos do varejo nacional. 2 3 Estruturada em cinco unidades de negócios

Leia mais

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja.

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja. Com a consolidação do comércio eletrônico no Brasil e mundo, fica cada vez mais claro e a necessidade de estar participando, e mais a oportunidade de poder aumentar suas vendas. Mas é claro que para entrar

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Inovações e Insights e-commerce

Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Inovações e Insights e-commerce Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Apresentação @JoaoKepler O Vendedor Na Era Digital Todos nós vendemos alguma coisa. Principalmente Imagem. Processo de Vendas O processo de vendas,

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

AGENDA. A internet continuará mudando o jeito da sua empresa realizar negócios. 8ª Edição. Hotel Intercontinental. 17 de Março de 2015.

AGENDA. A internet continuará mudando o jeito da sua empresa realizar negócios. 8ª Edição. Hotel Intercontinental. 17 de Março de 2015. AGENDA A internet continuará mudando o jeito da sua empresa realizar negócios. 8ª Edição D 17 de Março de 2015? Hotel Intercontinental Realização: www.corpbusiness.com.br Patrocínio Gold Apoio Realização:

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Internet promoveu: Transformação Novos padrões de funcionamento Novas formas de comercialização. O maior exemplo desta transformação é o E- Business

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

Comércio Eletrônico em Números

Comércio Eletrônico em Números Comércio Eletrônico em Números Evolução do E-commerce no Brasil 23 milhões é um grande número. 78 milhões 23 milhões Enorme potencial de crescimento no Brasil Mas fica pequeno se comprarmos com o número

Leia mais

Tecnologia da Informação. Aula 3 e-business. Prof. Adrian Kemmer Cernev. Prof. Adrian Cernev. Tec. da Informação

Tecnologia da Informação. Aula 3 e-business. Prof. Adrian Kemmer Cernev. Prof. Adrian Cernev. Tec. da Informação Tecnologia da Informação Aula 3 e-business Prof. Adrian Kemmer Cernev Questão-chave Como eu faço, então, esse negócio online deslanchar? Nascimento e evolução da Internet 1969 ARPAnet - rede baseada em

Leia mais

Capítulo 1 Por que Google Marketing?

Capítulo 1 Por que Google Marketing? Capítulo 1 Por que Google Marketing? O Google modificou substancialmente a maneira como o mercado lida com a informação e informação, na nossa sociedade pós terceira onda, é tudo. Do dinheiro ao eletrodoméstico,

Leia mais

Obtenha esta apresentação em www.uniconsult.com.br/forum2012-2

Obtenha esta apresentação em www.uniconsult.com.br/forum2012-2 1 Obtenha esta apresentação em www.uniconsult.com.br/forum2012-2 2 Apresentadores Fernando Di Giorgi Sócio-fundador da USS - Uniconsult Sistemas e Serviços. 30 anos de experiência na área administrativa

Leia mais

Momento atual e futuro do varejo. Alberto Serrentino

Momento atual e futuro do varejo. Alberto Serrentino Momento atual e futuro do varejo Alberto Serrentino Agenda O momento do varejo brasileiro Modelo estratégico para o varejo O varejo no futuro omnichannel O momento do varejo brasileiro Evolução recente

Leia mais

7 dicas para. melhorar. a performance do seu e-commerce

7 dicas para. melhorar. a performance do seu e-commerce 7 dicas para melhorar a performance do seu e-commerce Índice 03 Introdução 04 A invasão mobile 07 Mídias Sociais 10 OmniChannel: Sua empresa está preparada? 12 Marketing de conteúdo para e-commerce 14

Leia mais

Alice Uchoa. Curso E-Commerce: Implantação e Gestão. ESPM/SP, 17 de Julho de 2014. Palestra Marketplace Alice Uchoa uchoa.alice@gmail.

Alice Uchoa. Curso E-Commerce: Implantação e Gestão. ESPM/SP, 17 de Julho de 2014. Palestra Marketplace Alice Uchoa uchoa.alice@gmail. Alice Uchoa Curso E-Commerce: Implantação e Gestão ESPM/SP, 17 de Julho de 2014 Since 1980... Cor azul / Filmes que façam pensar ou dar risadas / Dia / Montanha / Amigos / Cavalo e gato / Dançar / Viajar

Leia mais

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING MÓDULO I 304101 FUNDAMENTOS DE MARKETING Fundamentos do Marketing. Processo de Marketing.

Leia mais

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico.

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. TENDÊNCIAS NO COMÉRCIO ELETRÔNICO Atualmente, muitos negócios são realizados de forma eletrônica não sendo necessário sair de casa para fazer compras

Leia mais

O QUE PRECISAMOS SABER PARA IMPLANTAR UM COMÉRCIO ELETRÔNICO BEM SUCEDIDO

O QUE PRECISAMOS SABER PARA IMPLANTAR UM COMÉRCIO ELETRÔNICO BEM SUCEDIDO O QUE PRECISAMOS SABER PARA IMPLANTAR UM COMÉRCIO ELETRÔNICO BEM SUCEDIDO CONCEITUAÇÃO Comércio Eletrônico (E-Commerce provém de Electronic Commerce ) - termo usado para identificar um sistema comercial

Leia mais

E-BUSINESS AGENDA. Profª. Kelly Hannel

E-BUSINESS AGENDA. Profª. Kelly Hannel E-BUSINESS Profª. Kelly Hannel AGENDA Evolução da internet nos negócios Conceitos de E-BUSINESS e COMÉRCIO ELETRÔNICO Identificando tendências do E-BUSINESS Quadro das interações possíveis no meio eletrônico

Leia mais

Como alavancar seus negócios com a Internet

Como alavancar seus negócios com a Internet Como alavancar seus negócios com a Internet 1 2 OBJETIVOS Entender a revolução que a internet trouxe para a vida e os negócios. Compreender o novo consumidor e como suas posturas nos afetam. 3 Dados da

Leia mais

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA A ERA DIGITAL E AS EMPRESA Em 1997 o Brasil já possuia 1,8 MILHÕES de usuários Brasil O 5 Maior país em extensão territorial Brasil 5 Vezes campeão do Mundo Brasil O 5 Maior país em número de pessoas conectadas

Leia mais

7 Passos para um e-commerce de Sucesso. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013

7 Passos para um e-commerce de Sucesso. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013 7 Passos para um e-commerce de Sucesso André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013 MERCADO DE E- COMMERCE PORQUE INVESTIR... Crescimento 20,3% Crescimento 24,4% 354% R$ 770 Milhões 117%

Leia mais

Comércio Eletrônico AULA 06. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis

Comércio Eletrônico AULA 06. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis Comércio Eletrônico AULA 06 Professora Ms Karen Reis 2011 Sistemas para Internet 1 APRESENTAÇÃO ESTUDOS DE ESTUDOS DE CASOS B2B B2C B2G G2C G2G C2C 2 Os emarketplaces podem ser classificados em verticais

Leia mais

Documentação. Programa de Evolução Contínua Versão 1.76

Documentação. Programa de Evolução Contínua Versão 1.76 Documentação Programa de Evolução Contínua Versão 1.76 Sumário Resumo das Novidades... 3 Configuração das Novidades... 5 Nova integração Google Universal Analytics... 5 Sistema de Múltiplos Pacotes de

Leia mais

PROJETO INTEGRADO DE NEGÓCIOS

PROJETO INTEGRADO DE NEGÓCIOS PROJETO INTEGRADO DE NEGÓCIOS MONITORAMENTO DE MÍDIAS SOCIAIS MBA em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação Prof. André Luiz de Freitas @CYS Fundação Getúlio Vargas Componentes Carlos Narvais Fabiano

Leia mais

Evolução e Gerenciamento do Comércio Eletrônico

Evolução e Gerenciamento do Comércio Eletrônico Evolução e Gerenciamento do Comércio Eletrônico Ana Carolina de Almeida anacarolina@snt.com.br UBM Djavan Wallace Almeida Dias djavandias@gmail.com UBM Jonas de Souza Carvalho jonass_carvalho@hotmail.com

Leia mais

Site Empresarial Uma oportunidade de negócios na Internet. jairolm@sebraesp.com.br

Site Empresarial Uma oportunidade de negócios na Internet. jairolm@sebraesp.com.br Site Empresarial Uma oportunidade de negócios na Internet jairolm@sebraesp.com.br O SEBRAE e o que ele pode fazer pelo seu negócio Consultorias SEBRAE Mais Programas setoriais Palestras Trilha de aprendizagem

Leia mais

ecommerce 25.fev.2012 http://www.kso.com.br/kso/fce/

ecommerce 25.fev.2012 http://www.kso.com.br/kso/fce/ ecommerce 4 25.fev.2012 http://www.kso.com.br/kso/fce/ ecommerce Recapitulando Elementos Básicos Análise de Segmentação Análise SWOT/TOW Considerações Finais ecommerce Conceitos Básicos Principais Elementos

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br @ribeirord Pesquisa e Propagação do conhecimento: Através da Web, é possível

Leia mais

G3 COMMERCE G3 COMMERCE G3 COMMERCE G3 COMMERCE www.lojavirtualg3.com.br. G3 COMMERCE

G3 COMMERCE G3 COMMERCE  G3 COMMERCE G3 COMMERCE www.lojavirtualg3.com.br. G3 COMMERCE O aumento da concorrência e necessidade de otimizar o tempo por grande parte dos consumidores acelerou e dinamizou consideravelmente as formas e mecanismos de divulgação e comercialização dos mais diversos

Leia mais

O COMÉRCIO ELETRÔNICO NO BRASIL

O COMÉRCIO ELETRÔNICO NO BRASIL O COMÉRCIO ELETRÔNICO NO BRASIL MARCOS MENDES. MBA em Tecnologia da Informação e da Comunicação na Educação (PUC-RS). Docente das Faculdades IESAP e CEAP. Professor das disciplinas Computação Gráfica,

Leia mais

Capítulo 3 Sistemas de E-Commerce

Capítulo 3 Sistemas de E-Commerce Capítulo 3 Sistemas de E-Commerce 3.1 Fundamentos do Comércio Eletrônico Introdução O comércio eletrônico é mais do que a mera compra e venda de produtos online. Em lugar disso, ele engloba o processo

Leia mais

VISÃO GERAL DO CAPÍTULO

VISÃO GERAL DO CAPÍTULO CAPÍTULO 8.I Sistemas de e-commerce VISÃO GERAL DO CAPÍTULO O propósito deste capítulo é descrever e apresentar os componentes básicos do processo de sistemas de e-commerce, e explicar importantes tendências,

Leia mais

II. Visão Geral do e-business

II. Visão Geral do e-business II. Visão Geral do e-business 1. e-commerce X e-business 2. Vantagens do e-business 3.Problemas na Internet 4. Tipos de e-business 5. Categorias de e-business 6. Ferramentas de Comércio Eletrônico 7. Dimensões

Leia mais

FACULDADE UNIÃO COMÉRCIO ELETRÔNICO PROFESSOR LUCIANO ROCHA

FACULDADE UNIÃO COMÉRCIO ELETRÔNICO PROFESSOR LUCIANO ROCHA 1 Conteúdo Evolução da Comunicação Entre Computadores... 2 Evolução do Processamento e Transferência Eletrônica de Informações... 2 INTERNET E COMÉRCIO ELETRÔNICO ASPECTOS... 3 PESQUISAS SOBRE O MERCADO

Leia mais

Preparando--se para o desafio do cliente individual e digital Preparando Mauro Segura Marketing e Comunicação IBM Brasil Estudo Global 2013/2014 + 4.000 entrevistas 70 países +20 segmentos de mercado CEOs,

Leia mais

por Gabriel Queiroz Silva

por Gabriel Queiroz Silva por Gabriel Queiroz Silva SUMÁRIO // Introdução... 4 // Estude o mercado e defina como será a sua atuação... 6 // Estude o processo de abertura da empresa... 9 // Busque os melhores parceiros para o seu

Leia mais

Franz Schoenborn. Meios de Pagamento

Franz Schoenborn. Meios de Pagamento Franz Schoenborn Meios de Pagamento Agenda allpago tudo em uma só integração Mercado e estatísticas Gateways x Facilitadores x Direto Módulo Magento Agenda allpago tudo em uma só integração Mercado e estatísticas

Leia mais

O comércio eletrônico (CE) é, basicamente, a realização de transações empresariais vida rede de telecomunicações, especialmente a Internet.

O comércio eletrônico (CE) é, basicamente, a realização de transações empresariais vida rede de telecomunicações, especialmente a Internet. E-commerce Prof Marcus Regenold Disciplina Negócios pela Internet O comércio eletrônico (CE) é, basicamente, a realização de transações empresariais vida rede de telecomunicações, especialmente a Internet.

Leia mais

Gerentes de Ecommerce e Marketing Digital

Gerentes de Ecommerce e Marketing Digital ECOMMERCE SCHOOL Fundada em junho de 2007, com o objetivo de ser um centro voltado para o desenvolvimento de profissionais de Internet, reunindo parcerias com escolas de excelência e importantes centros

Leia mais

AGÊNCIA VIRTUAL SAP GUIA DE INTRODUÇÃO

AGÊNCIA VIRTUAL SAP GUIA DE INTRODUÇÃO GUIA DE INTRODUÇÃO CONTEÚDO Introduction 3 Como Começar 5 Como Criar Campanhas E Material Promocional 8 Como Personalizar E Executar Uma Campanha Pré- Empacotada 10 Como Criar Suas Próprias Campanhas 12

Leia mais

Comparativo entre os meios de comunicação para atingir 50 milhões de usuários

Comparativo entre os meios de comunicação para atingir 50 milhões de usuários Comparativo entre os meios de comunicação para atingir 50 milhões de usuários Fonte: TAKAHASHI, 2000; VEJA ONLINE, 2006 Definições de comércio eletrônico/e-business E - BUSINESS, acrônimo do termo em

Leia mais

Fonte: O Brien e Eduardo L. Pareto

Fonte: O Brien e Eduardo L. Pareto E-business NEGÓCIOS ELETRÔNICOS Fonte: O Brien e Eduardo L. Pareto Transformação Internet promoveu: Novos padrões de funcionamento Novas formas de comercialização. O maior exemplo desta transformação é

Leia mais

Uma visão dos aspectos regulatórios da Tecnologia da Informação

Uma visão dos aspectos regulatórios da Tecnologia da Informação Uma visão dos aspectos regulatórios da Tecnologia da Informação Edição e Produção: Fabiano Rabaneda Advogado, professor da Universidade Federal do Mato Grosso. Especializando em Direito Eletrônico e Tecnologia

Leia mais

CHEGOU A EVOLUÇÃO DO MUNDO GRÁFICO

CHEGOU A EVOLUÇÃO DO MUNDO GRÁFICO CHEGOU A EVOLUÇÃO DO MUNDO GRÁFICO UMA TECNOLOGIA QUE VAI MUDAR A FORMA DE COMO SE COMPRA SERVIÇOS GRÁFICOS a s o l u çã o i n te l i g e n te Web-to-print o casamento perfeito entre a internet e impressão

Leia mais

10 DICAS PARA SEU ECOMMERCE SER SUCESSO EM TODO O BRASIL

10 DICAS PARA SEU ECOMMERCE SER SUCESSO EM TODO O BRASIL 10 DICAS PARA SEU ECOMMERCE SER SUCESSO EM TODO O BRASIL SUMÁRIO 1. COMUNICAÇÃO SEGMENTADA! 2. SEO! 3. MOBILE! 4. FOTOS E DESCRIÇÕES! 5. FRETE! 6. PAGAMENTO REGIONAL! 7. ENTREGA! 8. EMBALAGEM! 9. ATENDIMENTO!

Leia mais

AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA SILVA, FERNANDO TEIXEIRA CARVALHO, RENAN GUSTAVO MOLINA

AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA SILVA, FERNANDO TEIXEIRA CARVALHO, RENAN GUSTAVO MOLINA TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO E-COMMERCE NAS PEQUENAS EMPRESAS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE JAGUARIÚNA AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA

Leia mais

Ganhe Dinheiro na Internet

Ganhe Dinheiro na Internet Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br Bem-vindoà versão de demonstração do curso! Vocêpoderá conferir alguns vídeos do curso antes de efetuar sua compra Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br

Leia mais

Desembaraço. Informações da indústria como você nunca viu

Desembaraço. Informações da indústria como você nunca viu Desembaraço Informações da indústria como você nunca viu Introdução É uma ferramenta dominada pela geração Y, mas que foi criada pela geração X. Ela aproxima quem está longe e tem distanciado quem está

Leia mais

Nova Pontocom Day. 30 de março de 2011

Nova Pontocom Day. 30 de março de 2011 Nova Pontocom Day 30 de março de 2011 Que empresa é essa que...... com menos de R$ 30 milhões de aporte de capital cresceu quase 10x em dois anos? Em 2008 Em 2010 R$ 290 mi R$ 2,4 bi R$ 2,7 bi 2 Muito

Leia mais

ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 - AO2 GERÊNCIA SETORIAL DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 - AO2 GERÊNCIA SETORIAL DE COMÉRCIO E SERVIÇOS ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 - AO2 GERÊNCIA SETORIAL DE COMÉRCIO E SERVIÇOS Data: Junho/2000 N o 18 B2C: A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA 1. INTRODUÇÃO O Business-to-Consumer (B2C) refere-se à realização

Leia mais

www.dinheiroganharja.com

www.dinheiroganharja.com Sumário Introdução...3 Empreendedorismo Digital...4 Trabalhar em casa ou da Onde quiser...5 Liberdade financeira...5 Como criar um blog...7 Domínio...7 Hospedagem...8 WordPress...9 Instalando a Plataforma

Leia mais

De Camelô a Joalheiro. Aprenda a montar e gerir lojas virtuais para pequenos varejos e grandes e-commerces com mais de 10.000 produtos!

De Camelô a Joalheiro. Aprenda a montar e gerir lojas virtuais para pequenos varejos e grandes e-commerces com mais de 10.000 produtos! De Camelô a Joalheiro Todos podem vender on-line! Aprenda a montar e gerir lojas virtuais para pequenos varejos e grandes e-commerces com mais de 10.000 produtos! 2 As pessoas me chamam de E-commerce Girl

Leia mais

ESTUDO DE ÓTICAS 2014 MERCADO, VAREJISTAS E CLIENTES

ESTUDO DE ÓTICAS 2014 MERCADO, VAREJISTAS E CLIENTES ESTUDO DE ÓTICAS 2014 MERCADO, VAREJISTAS E CLIENTES VAREJISTAS E CLIENTES PESQUISA DE MERCADO - MÉTODO E AMOSTRA 2012 350 entrevistas com gerentes e proprietários de óticas 2014 541 entrevistas com gerentes

Leia mais