BALANÇO Cosems/RN 2014 AGENDA PARA 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BALANÇO Cosems/RN 2014 AGENDA PARA 2015"

Transcrição

1 BALANÇO Cosems/RN 2014 AGENDA PARA

2 BALANÇO 2014 Viabilização de auditório e coffee-break para reuniões mensais do Cosems; Criação da comissão de AF juntamente com a SESAP e construção da REMUNE regional, QualifarSUS, Hórus; Discussão e revisão da PPI referente a ajuste e alocação de recursos do SUS; Comunicação - criação de whatsap regional, melhoras na estrutura do site, informes descentralizados com foco no assunto, com seleção das portarias, notas técnicas e informes nacional e estado; Viabilização de convênio para curso sobre Financiamento; Conselho de Secretarias Municipais de Saúde 2 do RN

3 BALANÇO 2014 Participação nos grupos condutores de Redes; Movimentação junto aos órgãos de controle e governo estadual na busca do cofinanciamento da AB resignificando a portaria 166; Continuidade na qualificação dos gestores, através das informações e discussão da regionalização no estado, com fortalecimento das CIR,s e CIB; Seminário de Integração das Redes de Atenção a Saúde; Participação das discussões nos fóruns, oficinas e seminários estadual e nacional, congresso norte/nordeste e nacional como representação e coordenação de mesas; Realização do XIII Congresso do Cosems/RN 25 anos lançamento do livro do Cosems; Conselho de Secretarias Municipais de Saúde 3 do RN

4 Cosems_RN e Sesap realizaram I Oficina de Assistência Farmacêutica para a construção do COAP no RN.

5 Acolhimento 2014.

6 Encerramento dos Cursos de Aperfeiçoamento e Especialização do NESC da UFRN.

7 Encerramento dos Cursos de Aperfeiçoamento e Especialização do NESC da UFRN.

8 Encontro para a atualização do Plano de Contingência Estadual para o controle de Epidemias de dengue.

9 Reunião para implantação do sistema E-SUS.

10 Reunião ordinária de março.

11 Cursos de Especialização no Apoio ao SUS - Videoconferência na UNP da Roberto Freire.

12 Encontro com representantes do Banco Mundial na Sesap.

13 II Congresso Norte e Nordeste de SMS Manaus (AM).

14 II Congresso Norte e Nordeste de SMS Manaus (AM).

15 II Congresso Norte e Nordeste de SMS Manaus (AM).

16 Posse da diretoria do Cosems-PB.

17 Reunião ordinária de maio.

18

19 XXX Congresso Nacional de SMS Serra (ES).

20 XXX Congresso Nacional de SMS Serra (ES).

21 XXX Congresso Nacional de SMS Serra (ES).

22 II Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde do Maranhão.

23 Reunião ordinária de julho.

24 Reunião com técnicos do TCE na sede do Cosems.

25 Abertura do XIII Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde do RN.

26 XIII Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde do RN.

27 XIII Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde do RN.

28 Candidatos ao governo no XIII Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde do RN.

29 XIII Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde do RN.

30 Lançamento da Carta de Natal durante o XIII Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde do RN.

31 Encontro com candidatos ao governo estadual no Ministério Público.

32 Reunião Ordinária de Setembro.

33 Reunião Ordinária de outubro.

34 III ENCONTRO DE PLANEJAMENTO DA SESAP.

35 Encontro com auditores do SUS do nordeste.

36 Salete Cunha presenteia membros do Conares com livro do Cosems.

37 II JORNADA ACADÊMICA DE GESTÃO EM SISTEMAS E SERVIÇOS DE SAÚDE DA UFRN.

38 Oficina de planificação promovida pela Sesap para gestores municipais.

39 REUNIÃO ORDINÁRIA DE NOVEMRBO.

40 AGENDA PARA 2015 COSEMS, UFRN E MS CAPACITAM GESTORES NO SISTEMA HÓRUS.

41 AGENDA 2015 Viabilização de espaço e coffee-break para as reuniões ordinárias do Cosems; Audiência com o novo Governos do Estado e com o Secretário Estadual de Saúde início de fevereiro Conselho Diretor Boas vindas, firmar parcerias e entrega da carta de Natal; Fevereiro 1ª reunião ordinária - acolhimento aos SMS entrega de agenda 2015, calendário 2015 Palestra - Conversando com os gestores: Atribuições, Responsabilidades dos Gestores Municipais e Construção de Agenda Propositiva para as CIRs; Orientações mensais através do Cosems, referente às principais demandas que são urgentes ao gestor saber após assumir a SMS ( vídeo conferências) equipamentos a serem disponibilizados pelo CONASEMS até inicio de 2015; Conselho de Secretarias Municipais de Saúde 41 do RN

42 AGENDA 2015 Continuar apoiando as representações do Cosems, nas reuniões, seminários, fóruns e representações de núcleos; Viabilização de recursos por meios de convênios para fortalecer as Regiões de Saúde, através das capacitações de Câmaras Técnicas das CIR,s e dar continuidade a qualificação de Gestores e suas equipes, através dos diálogos temáticos, a partir de demandas sugeridas pelos próprios gestores; Dar continuidade a Efetivação da construção das Redes Temáticas com discussão nas CIRs em parceria com a SESAP; Continuar a reivindicando ao Governo do Estado o cofinanciamento das políticas em geral, em especial os repasses da AF e AB, assegurando o repasse mensal dos recursos fundo a fundo, através de pactuação da CIB; Conselho de Secretarias Municipais de Saúde 42 do RN

43 AGENDA 2015 Continuar discutindo com a SESAP sobre o processo de aperfeiçoamento da Programação Pactuada Integrada PPI, para que seja agenda permanente nas CIR com revisão periódica e implantação da Câmara de Compensação Regional; Apoiar o fortalecimento e a sustentabilidade das Regiões de Saúde com a implantação de Consórcios, Cogestão e Contratualização); Apoiar as Conferencias Municipais de Saúde; Apoiar os seminários de fortalecimento regional e as amostras de experiências exitosas nas regiões; Realização o XIV Congresso do Cosems e incentivar a participação dos gestores nos congressos Norte/Nordeste e nacional como forma de capacitação e atualização. Conselho de Secretarias Municipais de Saúde 43 do RN

44 AGENDA 2015 Realização do curso sobre financiamento (como pagar as demandas através dos blocos de financiamentos) - recursos já em conta do Cosems: Datas: Local - hotel praiamar 26 e 27 de fevereiro I e VII região; 05 e 06 de março de 2015 II e VIII região; 12 e 13 de março de 2015 III região; 26 e 27 de março de 2015 IV região; 09 e 10 de abril de 2015 V região; Local - Portalegre 23 e 24 de abril de 2015 VI região. Vagas 02: Secretário + Financeiro Material: Pasta, caneta, apostila, apresentações Alimentação: Coffee break + almoço. Conselho de Secretarias Municipais de Saúde 44 do RN

45 45

46 Para reflexão Em 2015, Escute mais, pense mais, e fale menos... Conselho de Secretarias Municipais de Saúde 46 do RN

47

APRIMORAMENTO DO SUS POR MEIO DO CONTRATO ORGANIZATIVO DE AÇÕES PÚBLICAS DE SAÚDE COAP 2013

APRIMORAMENTO DO SUS POR MEIO DO CONTRATO ORGANIZATIVO DE AÇÕES PÚBLICAS DE SAÚDE COAP 2013 APRIMORAMENTO DO SUS POR MEIO DO CONTRATO ORGANIZATIVO DE AÇÕES PÚBLICAS DE SAÚDE COAP 2013 Convento da Penha, Vila Velha/ES CARACTERIZAÇÃO DO ESTADO Espírito Santo Capital - Vitória 78 municípios População

Leia mais

Qualificação da Gestão

Qualificação da Gestão Qualificação da Gestão O que é o SUS Instituído pela Constituição de 1988, o Sistema Único de Saúde SUS é formado pelo conjunto das ações e serviços de saúde sob gestão pública Com direção única em cada

Leia mais

21ª OTI - RIPSA RIPSA NO ESTADO 28 DE OUTUBRO DE 2010.

21ª OTI - RIPSA RIPSA NO ESTADO 28 DE OUTUBRO DE 2010. 21ª OTI - RIPSA RIPSA NO ESTADO 28 DE OUTUBRO DE 2010. 1 A INICIATIVA RIPSA NO ESTADO Pacto pela Saúde novos desafios aos gestores, profissionais de saúde e controle social. Informações - qualidade e disponibilização

Leia mais

11º CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE UNIDA. Mobilizar o Brasil para FORTALEZA 2014

11º CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE UNIDA. Mobilizar o Brasil para FORTALEZA 2014 Mobilizar o Brasil para FORTALEZA 2014 QUEM SOMOS A Associação Brasileira Rede Unida (ou para os íntimos Rede Unida) reúne projetos, instituições e pessoas interessadas na mudança da formação dos profissionais

Leia mais

REGULAMENTO DA MOSTRA ALAGOAS AQUI TEM SUS

REGULAMENTO DA MOSTRA ALAGOAS AQUI TEM SUS 1. INTRODUÇÃO: REGULAMENTO DA MOSTRA ALAGOAS AQUI TEM SUS - 2014 A realização da MOSTRA Alagoas aqui tem SUS tem por objeto propiciar o intercâmbio de experiências municipais bem sucedidas no SUS e assim

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DO SUAS AVANÇOS E DESAFIOS

IMPLEMENTAÇÃO DO SUAS AVANÇOS E DESAFIOS SECRETARIA DE ESTADO DO TRABALHO, EMPREGO E PROMOÇÃO SOCIAL Núcleo de Coordenação da Assistência Social IMPLEMENTAÇÃO DO SUAS AVANÇOS E DESAFIOS POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO VIII CONFERÊNCIA ESTADUAL DE

Leia mais

Atividades desenvolvidas em 2012:

Atividades desenvolvidas em 2012: Relatório de atividades 2012 COSEMS RJ Consolidando o reconhecimento do COSEMS RJ como entidade representativa das secretarias municipais de Saúde no ERJ e valorizando, a partir de seus eventos, as saudáveis

Leia mais

Gerência de Atenção à Saúde Gerência Operacional da Atenção Básica. Reflexões sobre a implantação do e-sus/ab na Paraíba

Gerência de Atenção à Saúde Gerência Operacional da Atenção Básica. Reflexões sobre a implantação do e-sus/ab na Paraíba Gerência de Atenção à Saúde Gerência Operacional da Atenção Básica Reflexões sobre a implantação do e-sus/ab na Paraíba Março de 2015 Regiões de Saúde Macrorregião do Estado da Paraíba Gerências Regionais

Leia mais

Formação de Rede. Reunião Roda de Conversa Seminários Consulta Pública Online Audiência Pública

Formação de Rede. Reunião Roda de Conversa Seminários Consulta Pública Online Audiência Pública GT Agrotóxicos urbanos e Saúde estratégias para elaboração do Plano Municipal de Vigilância de populações Expostas à Agrotóxicos Urbanos Reunião Roda de Conversa Seminários Consulta Pública Online Audiência

Leia mais

I CONGRESSO REGIONAL CENTRO OESTE/SUDESTE/SUL/ XXXI CONGRESSO PARANAENSE DE SECRETARIAS MUNICIPAIS DE SAÚDE RAFAIN PALACE HOTEL & CONVENTION CENTER

I CONGRESSO REGIONAL CENTRO OESTE/SUDESTE/SUL/ XXXI CONGRESSO PARANAENSE DE SECRETARIAS MUNICIPAIS DE SAÚDE RAFAIN PALACE HOTEL & CONVENTION CENTER I CONGRESSO REGIONAL CENTRO OESTE/SUDESTE/SUL/ XXXI CONGRESSO PARANAENSE DE SECRETARIAS MUNICIPAIS DE SAÚDE GESTÃO DO SUS O MODELO DE ATENÇÃO À SAÚDE : Os municípios e as Soluções RAFAIN PALACE HOTEL &

Leia mais

REUNIÃO COM COORDENADORES MUNICIPAIS E ESTADUAIS DE PROGRAMAS DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NO SUS

REUNIÃO COM COORDENADORES MUNICIPAIS E ESTADUAIS DE PROGRAMAS DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NO SUS REUNIÃO COM COORDENADORES MUNICIPAIS E ESTADUAIS DE PROGRAMAS DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NO SUS Ana Rita Novaes Coordenação das Práticas Integrativas ti e Complementares e e Secretaria Estadual

Leia mais

Apoio: Secretaria Municipal da Fazenda Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto

Apoio: Secretaria Municipal da Fazenda Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto Apoio: Secretaria Municipal da Fazenda Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto Fórum de Secretários Municipais de Finanças e Fazenda do Estado de SP 27 e 28 de julho de 2016 Sites: http://www.sgesp.pmrp.com.br

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO OUVIDORIA

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO OUVIDORIA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO OUVIDORIA GRUPO DE TRABALHO PARA REVISÃO DA OUVIDORIA SES/SP Resolução SS 118, de 12 de dezembro de 2012. Institui Grupo de Trabalho para propor plano de reestruturação

Leia mais

XXVI CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DE SÃO PAULO REDES DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO SUS

XXVI CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DE SÃO PAULO REDES DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO SUS XXVI CONGRESSO DE SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE DE SÃO PAULO REDES DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NO SUS MARÍLIA Março/2012 1 REGIONALIZAÇÃO NO SUS ALGUNS CONCEITOS IMPORTANTES 1988: CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1990:

Leia mais

REGULAMENTO DA 3ª MOSTRA DE EXPERICENCIAS EXITOSAS MUNICIPAIS DO ESTADO DO PIAUÍ -2016 Este edital descreve os critérios para a inscrição e premiação de experiências da 3ª MOSTRA DE EXPERICENCIAS EXITOSAS

Leia mais

Eventos RPPS. Palestra de Investimentos com foco em Bolsa de Valores realizado no auditório do Hotel Brisamar.

Eventos RPPS. Palestra de Investimentos com foco em Bolsa de Valores realizado no auditório do Hotel Brisamar. 1 º Curso de Formação de Gestores RPPS realizado na FAMEM em janeiro de 2013, pela primeira vez na história do Maranhão os gestores dos RPPS se reúnem. I Seminário de Sustentabilidade da Previdência Social

Leia mais

Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição. Brasília, junho de 2015

Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição. Brasília, junho de 2015 Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição Brasília, junho de 2015 Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A Mapa da cobertura de suplementação de vitamina A para crianças de 6 a 11 meses, em

Leia mais

ADINS/ASCOM Divulgação na Imprensa e em Sites Oficiais sobre a Seleção Unificada da Residência Médica no Ceará Página 1 de 8

ADINS/ASCOM Divulgação na Imprensa e em Sites Oficiais sobre a Seleção Unificada da Residência Médica no Ceará Página 1 de 8 ADINS/ASCOM Divulgação na Imprensa e em Sites Oficiais sobre a Seleção Unificada da Residência Médica no Ceará Coletânea das notícias publicadas e divulgadas Página 1 de 8 Veículo: Site Diálogos Políticos

Leia mais

OPERACIONALIZAÇÃO E FINANCIAMENTO

OPERACIONALIZAÇÃO E FINANCIAMENTO Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências de Saúde Departamento de Saúde Comunitária Disciplina: Saúde Pública I Professor: Walfrido Kühl Svoboda SUS Sistema Único de Saúde OPERACIONALIZAÇÃO E FINANCIAMENTO

Leia mais

PROJETO GERAL PRODUTO DO PROJETO:

PROJETO GERAL PRODUTO DO PROJETO: PROJETO GERAL PRODUTO DO PROJETO: Nome do evento: I Conferência Regional de Desenvolvimento Sustentável do Bioma Caatinga A Caatinga na Rio + 20 Data: 09, 10 e 11 de novembro de 2011 Local: Sede do Banco

Leia mais

FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO INTEGRAL FAEF

FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO INTEGRAL FAEF REGULAMENTO N. 007 /2015 REGULAMENTO GERAL DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NUEMA DA FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO INTEGRAL FAEF GARÇA/SP Vanessa Zappa, Diretora da FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

A implantação de CAPS no estado do Paraná: situação atual e perspectivas. Coordenação Estadual de Saúde Mental Agosto 2013

A implantação de CAPS no estado do Paraná: situação atual e perspectivas. Coordenação Estadual de Saúde Mental Agosto 2013 A implantação de CAPS no estado do Paraná: situação atual e perspectivas Coordenação Estadual de Saúde Mental Agosto 2013 Situação Atual - Portaria 336/2002 - CAPS - Portaria 245/2005 incentivo implantação

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MS/ME Nº 3.019, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2007

PORTARIA INTERMINISTERIAL MS/ME Nº 3.019, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2007 PORTARIA INTERMINISTERIAL MS/ME Nº 3.019, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2007 Dispõe sobre o Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde - Pró-Saúde - para os cursos de graduação da área

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEED

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEED RESOLUÇÃO N.º 1.434/2016 GS/SEED Dispõe sobre a pontuação dos eventos de formação e/ou qualificação profissional e produção do professor da Rede Estadual de Educação Básica do Estado do Paraná. O Secretário

Leia mais

Os componentes da Gestão Estratégica e Participativa do SUS

Os componentes da Gestão Estratégica e Participativa do SUS Os componentes da Gestão Estratégica e Participativa do SUS Natal/RN, agosto 2014 XIII Congresso de Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte SUS 25 anos: avanços e enfrentamentos

Leia mais

Análise da Conjuntura Política e Técnica do COAP no Estado do Ceará. Vera Coelho Fortaleza, Dezembro de 2014

Análise da Conjuntura Política e Técnica do COAP no Estado do Ceará. Vera Coelho Fortaleza, Dezembro de 2014 Análise da Conjuntura Política e Técnica do COAP no Estado do Ceará Vera Coelho Fortaleza, Dezembro de 2014 ESTADO DO CEARÁ Brasil Cobertura de Saúde Suplementar Ce= 14,2% Br= 25,4% ANS-2013 Ceará 8.842.791

Leia mais

2ª Reunião Ordinária da Comissão Nacional de Educação Escolar Indígena CNEEI

2ª Reunião Ordinária da Comissão Nacional de Educação Escolar Indígena CNEEI 2ª Reunião Ordinária da Comissão Nacional de Educação Escolar Indígena CNEEI Atividades da Coordenação Geral de Educação Escolar Indígena 18.11.2014 TERRITÓRIOS ETNOEDUCACIONAIS Pactuação de 02 TEEs TEE

Leia mais

Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência - SUS/MG

Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência - SUS/MG Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência - SUS/MG Minas Gerais População: 20.033.665 habitantes Extensão territorial: 586.528,293 km 2 Quantidade de municípios: 853( 80% possuem menos de 20 mil habitantes)

Leia mais

ASPECTOS GERAIS PARA A ELABORAÇÃO DO CONTRATO ORGANIZATIVO DE AÇÃO PÚBLICA

ASPECTOS GERAIS PARA A ELABORAÇÃO DO CONTRATO ORGANIZATIVO DE AÇÃO PÚBLICA MINISTÉRIO DA SAÚDE ASPECTOS GERAIS PARA A ELABORAÇÃO DO CONTRATO ORGANIZATIVO DE AÇÃO PÚBLICA Brasília, 25 de agosto de 2011 22/06/2015 1 PRESSUPOSTOS DO CONTRATO ORGANIZATIVO DE AÇÃO PÚBLICA I PRESSUPOSTOS

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE DO TRABALHADOR

POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE DO TRABALHADOR Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE DO TRABALHADOR

Leia mais

A Congregação da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que:

A Congregação da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que: PORTARIA 02 Estabelece critérios e escalas para aferição de na avaliação de títulos em concursos para Professor Adjunto da Faculdade de Farmácia da UFBA. A Congregação da Faculdade de Farmácia da Universidade

Leia mais

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS Artigo 1º. O Plano de Qualificação Docente tem por objetivo o aprimoramento profissional dos professores da FACULDADE JAUENSE, de modo a promover a melhoria

Leia mais

Projeto QualificaAPS - Apoio e Teleconsultoria para Gestão Municipal da Atenção Básica

Projeto QualificaAPS - Apoio e Teleconsultoria para Gestão Municipal da Atenção Básica Projeto QualificaAPS - Apoio e Teleconsultoria para Gestão Municipal da Atenção Básica Sobre o TelessaúdeRS O TelessaúdeRS é um projeto de pesquisa do Programa de Pós- Graduação em Epidemiologia da Faculdade

Leia mais

Integração das Politicas Públicas

Integração das Politicas Públicas Integração das Politicas Públicas para o Enfrentamento das Arboviroses no Município de Campinas: dengue, Zika vírus e Chikungunya Apresentação: Andrea von Zuben Coordenadora do Programa Municipal de Arboviroses

Leia mais

Conselho Municipal de Alimentação Escolar de Guarulhos

Conselho Municipal de Alimentação Escolar de Guarulhos Conselho Municipal de Alimentação Escolar de Guarulhos Na cidade de Guarulhos o Conselho de Alimentação Escolar (CAE), foi criado pela Lei Municipal n n 5.647 de 15 de Fevereiro de 2001 e Regulamentado

Leia mais

Diretoria APAMT Biênio 2013/14. Atividades da APAMT 2013

Diretoria APAMT Biênio 2013/14. Atividades da APAMT 2013 Diretoria APAMT Biênio 2013/14 Atividades da APAMT 2013 Associação Paranaense de Medicina do Trabalho MISSÃO Buscar o desenvolvimento técnico e científico dos associados da APAMT e fortalecer a participação

Leia mais

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 OS ENCONTROS Há 10 anos, o CTE realiza Encontros de profissionais da cadeia produtiva da construção. OS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA NATAL ARTICULADOR

TERMO DE REFERÊNCIA NATAL ARTICULADOR TERMO DE REFERÊNCIA NATAL ARTICULADOR PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA INDIVIDUAL EM ARTICULAÇÃO DE REDE INTERSETORIAL ALCOOL E DROGAS DESCENTRALIZADO I. CONTEXTO O decreto 7.179 de 2010 da Presidência

Leia mais

Edital para Processo Seletivo de Tutores

Edital para Processo Seletivo de Tutores CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Edital para Processo Seletivo de Tutores O Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (NESC/ UFRN), em parceria com a Secretaria Estadual

Leia mais

MODELO DE RELATÓRIO DE CONFERÊNCIA LIVRE DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL

MODELO DE RELATÓRIO DE CONFERÊNCIA LIVRE DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL MODELO DE RELATÓRIO DE CONFERÊNCIA LIVRE DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL IDENTIFICAÇÃO Nome da Conferência: Conferência Livre de Proteção e Defesa Civil: contribuições da Psicologia como ciência e profissão

Leia mais

PLANEJAMENTO DE ATIVIDADES Clique aqui e acompanhe a agenda atualizada em tempo real

PLANEJAMENTO DE ATIVIDADES Clique aqui e acompanhe a agenda atualizada em tempo real Anexo I da ata de reunião de planejamento do SINDISEAB, realizada no dia 19 de janeiro de 2017, em segunda convocação, às 9h, na sala de reuniões do SINDISEAB - fundos, localizada na Rua Manoel Pedro,

Leia mais

Comitê de Bacia Hidrográfica

Comitê de Bacia Hidrográfica Comitê de Bacia Hidrográfica ENCONTROS REGIONAIS PARA RENOVAÇÃO DO CSBH BAIXO JAGUARIBE 2016-2020 O QUE É UM COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA: É o instrumento de participação da sociedade na gestão dos recursos

Leia mais

INTERFACE CAPS E PSF UMA EXPERIÊNCIA DE

INTERFACE CAPS E PSF UMA EXPERIÊNCIA DE INTERFACE CAPS E PSF UMA EXPERIÊNCIA DE RESPEITO E SUCESSO EXPERIÊNCIA DE ARACAJU 2002 Ampliação do PSF cobertura de 70% da população; Implantação do Acolhimento; Na Saúde Mental a implantação de equipes

Leia mais

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Regulação, Avaliação e Controle de Sistemas Coordenação Geral de Regulação e Avaliação REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS Setembro/2010

Leia mais

Consensos da Comissão da PPI COSEMS SESAB. Reunião da CIB Auditório da AGERBA

Consensos da Comissão da PPI COSEMS SESAB. Reunião da CIB Auditório da AGERBA Consensos da Comissão da PPI COSEMS SESAB Reunião da CIB 30.06.09 Auditório da AGERBA Política de Gestão da Rede de Atenção Especializada I. Desenho de redes hierarquizadas, regionalizadas, integradas,

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE LIRCE LAMOUNIER

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE LIRCE LAMOUNIER SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE ESTADO DE GOIÁS ORGANIZAÇÃO DO SUS LIRCE LAMOUNIER DISCIPLINA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA, GESTÃO PESSOAL E MULTIPROFISSIONAL (ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA NO SUS) FACULDADE DE FARMÁCIA

Leia mais

A FNP também faz parte da Agenda de Convergência representando os governos municipais.

A FNP também faz parte da Agenda de Convergência representando os governos municipais. . A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) é a única representante dos municípios brasileiros dirigida exclusivamente por prefeitos e prefeitas em efetivo exercício de mandatos. É organizada em diretoria executiva,

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014 APRESENTAÇÃO DO CEBC 201 QUEM SOMOS FUNDADO EM 200, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA,

Leia mais

Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica QUALIFAR-SUS Eixo Estrutura

Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica QUALIFAR-SUS Eixo Estrutura Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Ministério da Saúde Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica

Leia mais

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação

ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO. Fator de pontuação RECONHECIMENTO DE SABERES E COMPETÊNCIAS RSC I ANEXO IV FORMULÁRIO DE PONTUAÇÃO POR CRITÉRIO Fator de pontuação Unidade Quantidade Máximas de unidades Quantidade de unidades comprovadas obtida I - Experiência

Leia mais

Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria da Transparência Pública Coordenadoria do Orçamento Democrático

Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria da Transparência Pública Coordenadoria do Orçamento Democrático Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria da Transparência Pública Coordenadoria do Orçamento Democrático Orçamento Democrático João Pessoa Ano IV Definição Instrumento de Participação Direta da população

Leia mais

no SUS Comissão de Educação Permanente Conselho Estadual de Saúde /RS Abril 2009

no SUS Comissão de Educação Permanente Conselho Estadual de Saúde /RS Abril 2009 Educação Permanente para o Controle Social no SUS Comissão de Educação Permanente Conselho Estadual de Saúde /RS Abril 2009 Sujeitos HOMEM/MULHER SUJEITO ser integrado que expressa sua humanização. Exercita

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ENFERMAGEM EM CARDIOLOGIA (Aprovado pela Resolução Nº 780 CONSEPE de 26 de agosto de 2010)

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ENFERMAGEM EM CARDIOLOGIA (Aprovado pela Resolução Nº 780 CONSEPE de 26 de agosto de 2010) CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ENFERMAGEM EM CARDIOLOGIA (Aprovado pela Resolução Nº 780 CONSEPE de 6 de agosto de 010) EDITAL PPPG Nº. 33/010 A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

Brasília, 20 de novembro de

Brasília, 20 de novembro de NOTA TÉCNICA /2012 Redefine as diretrizes e normas para a organização e o funcionamento dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) no âmbito da Atenção Básica, cria a Modalidade NASF 3, e dá outras

Leia mais

NADIME Núcleo de Apoio Didático e Metodológico. RELATÓRIO GERAL DAS ATIVIDADES DE e INÍCIO DE

NADIME Núcleo de Apoio Didático e Metodológico. RELATÓRIO GERAL DAS ATIVIDADES DE e INÍCIO DE RELATÓRIO GERAL DAS ATIVIDADES DE 2010.2 e INÍCIO DE 2011.1 DATA ATIVIDADE ENCAMINHAMENTOS / OBSERVAÇÕES 05.08.10 Acompanhamento da visita de reconhecimento do MEC no curso de Sistemas de Informação. Nas

Leia mais

Usuários Trabalhadores Entidades Quais e quantos eventos de mobilização antecederam a Conferência? Tipo de Eventos de Mobilização

Usuários Trabalhadores Entidades Quais e quantos eventos de mobilização antecederam a Conferência? Tipo de Eventos de Mobilização REGISTRO DO PROCESSO DA CONFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 2015 Informações Gerais da Conferência Municipal: 1. Nome do Município /UF: SURUBIM-PE 2. Identificação da Conferência: VII CONFERÊNCIA MUNICIPAL

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG CALENDÁRIO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS PEDAGÓGICAS 2014 MÊS DIA DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE RESPONSÁVEL JANEIRO 01 CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL

Leia mais

CHAMADA SUBMISSÃO DE PROJETOS PROJETO VER-SUS/BRASIL

CHAMADA SUBMISSÃO DE PROJETOS PROJETO VER-SUS/BRASIL CHAMADA SUBMISSÃO DE PROJETOS - 2016.1 PROJETO VER-SUS/BRASIL 1. Apresentação A Associação Brasileira da Rede Unida, responsável pela Secretaria Executiva do Projeto VER-SUS/Brasil e, atualmente, componente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.15, de 1/10/1966 São Luís - Maranhão. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GERONTOLOGIA SOCIAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA VÁRZEA GRANDE ARTICULADOR

TERMO DE REFERÊNCIA VÁRZEA GRANDE ARTICULADOR TERMO DE REFERÊNCIA VÁRZEA GRANDE ARTICULADOR PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA INDIVIDUAL EM ARTICULAÇÃO DESCENTRALIZADA DE REDE INTERSETORIAL ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS I. CONTEXTO O decreto 7.179 de

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe confere o inciso I do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe confere o inciso I do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e PORTARIA No- 2.728, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (RENAST) e dá outras providências. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

Equipe Estadual. Coordenador (a): Adriana Bouças Ribeiro. Equipe técnica: Técnicos da Divisão de DCNT

Equipe Estadual. Coordenador (a): Adriana Bouças Ribeiro. Equipe técnica: Técnicos da Divisão de DCNT ESTADO DE SÃO PAULO Equipe Estadual Coordenador (a): Adriana Bouças Ribeiro Equipe técnica: Técnicos da Divisão de DCNT Contextualização da Coordenação na estrutura e organograma da Secretaria de Estado

Leia mais

Projeto Inclusão Social Urbana Nós do Centro. Prefeitura de São Paulo União Européia

Projeto Inclusão Social Urbana Nós do Centro. Prefeitura de São Paulo União Européia Projeto Inclusão Social Urbana Nós do Centro Prefeitura de São Paulo União Européia Histórico do Projeto Cooperação técnica bilateral da Prefeitura de São Paulo com a União Européia com duração de quatro

Leia mais

C O N V I T E. Atenciosamente,

C O N V I T E. Atenciosamente, C O N V I T E A coordenação do projeto de Multiplicadores em Vigilância em Saúde do Trabalhador de Mato Grosso convida V.S.ª para participar do I Fórum Intersindical de Formação em Saúde-Trabalho-Direito

Leia mais

SÍNTESE DO PERFIL E DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DAS UNIDADES SOCIOASSISTENCIAIS. Perfil e principais atribuições do Coordenador do CREAS

SÍNTESE DO PERFIL E DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DAS UNIDADES SOCIOASSISTENCIAIS. Perfil e principais atribuições do Coordenador do CREAS SÍNTESE DO PERFIL E DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DAS UNIDADES SOCIOASSISTENCIAIS Perfil e principais atribuições do Coordenador do CREAS Escolaridade de nível superior de acordo com a NOB/RH/2006

Leia mais

Programa Nacional. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Secretaria de Atenção à Saúde

Programa Nacional. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Programa Nacional Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Melhorar a qualidade do serviço de saúde do SUS, capacitando e integrando os trabalhadores e profissionais

Leia mais

Relatório sobre o 1º Encontro Nacional do do Pró-saúde II e 1º. Encontro dos Coordenadores dos Projetos selecionados para o PET-Saúde

Relatório sobre o 1º Encontro Nacional do do Pró-saúde II e 1º. Encontro dos Coordenadores dos Projetos selecionados para o PET-Saúde Relatório sobre o 1º Encontro Nacional do do Pró-saúde II e 1º. Encontro dos Coordenadores dos Projetos selecionados para o PET-Saúde O evento foi realizado pela Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação

Leia mais

Comunicação & Relações Governamentais

Comunicação & Relações Governamentais Plano de Ação Comunicação & Relações Governamentais Data: 06.dezembro.2013 Eng. Antonio E. F. Müller Presidente História Associação Brasileira de Engenharia Industrial Entidade civil sem fins lucrativos

Leia mais

PROPOSTA DE FORMAÇÃO EM MÓDULO INTRODUTÓRIO

PROPOSTA DE FORMAÇÃO EM MÓDULO INTRODUTÓRIO I IDENTIFICAÇÃO PROPOSTA DE FORMAÇÃO EM MÓDULO INTRODUTÓRIO Nome do Formador: Carlos Nazareno Ferreira Borges UF: ES Nome da Entidade: Prefeitura Municipal de Vitória Nº. do Convênio: 741507/2010 Projeto:

Leia mais

Escola de Gestão Pública Municipal - EGEM

Escola de Gestão Pública Municipal - EGEM EDITAL Nº 03/2010 CHAMAMENTO PARA INSCRIÇÃO O 6º CONGRESSO CATARINENSE DE SECRETÁRIOS DE FINANÇAS, CONTADORES PÚBLICOS E CONTROLADORES INTERNOS MUNICIPAIS 1. APRESENTAÇÃO DO CONGRESSO A FECAM realiza um

Leia mais

Socialistas,

Socialistas, Prezad@s Companheir@s Socialistas, A Executiva Nacional LGBT do PSB apresenta aos LGBT Socialistas e demais militantes filiados ao PSB o seu Planejamento estratégico para o ano de 2013. Este documento

Leia mais

LUCIANA DE FIGUEIREDO SILVA MEIRELLES

LUCIANA DE FIGUEIREDO SILVA MEIRELLES LUCIANA DE FIGUEIREDO SILVA MEIRELLES Formação Psicóloga formada pela Faculdade de Filosofia Letras e Ciências São Marcos SP - CRP 10845. Especialização em Psicoterapia Clínica pelo Instituto Sedes Sapientiae

Leia mais

Conferência Internacional Portugal Participa Lisboa, Portugal 12 de Abril de 2016

Conferência Internacional Portugal Participa Lisboa, Portugal 12 de Abril de 2016 Conferência Internacional Portugal Participa Lisboa, Portugal 12 de Abril de 2016 Rede Brasileira de Orçamento Participativo - RBOP HISTÓRICO ESTRUTURA DA REDE CIDADES BRASILEIRAS E O OP PLANO DE AÇÃO

Leia mais

16. pesquisa sobre o serviço de recepção do acompanhamento de pré-natal

16. pesquisa sobre o serviço de recepção do acompanhamento de pré-natal 16. pesquisa sobre o serviço de recepção do acompanhamento de pré-natal Perfil das Gestantes/ Puérperas da Rede de Proteção à Mãe Paulistana RELATÓRIO À MARÇO DE 2015 45 17. pesquisa sobre o serviço de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 35, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013*.

RESOLUÇÃO Nº 35, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013*. RESOLUÇÃO Nº 35, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013*. Aprova o Regulamento da IX Conferência Nacional de Assistência Social. O CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CNAS, em reunião ordinária realizada no dia

Leia mais

VI ENCONTRO NACIONAL DE CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO PROGRAMAÇÃO

VI ENCONTRO NACIONAL DE CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO PROGRAMAÇÃO VI ENCONTRO NACIONAL DE CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO PROGRAMAÇÃO FLORIANÓPOLIS - SC 04 A 08 DE JUNHO DE 2013 1. PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR Os Palestrantes serão divulgados após confirmação. Esta programação poderá

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Ações do MMA

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Ações do MMA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria de Qualidade Ambiental Workshop de Treinamento sobre Formulaçã ção o de Projeto para o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (CDM) e para o Protótipo tipo Fundo de Carbono

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS TÍTULO I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DO CENTRO CAPÍTULO I DO CENTRO E DE SEUS OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO DO CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS TÍTULO I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DO CENTRO CAPÍTULO I DO CENTRO E DE SEUS OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DO CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS TÍTULO I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DO CENTRO CAPÍTULO I DO CENTRO E DE SEUS OBJETIVOS Art. 1º O Centro de Processamento de Dados, Órgão Suplementar

Leia mais

Vigilância em Saúde do Trabalhador Agenda Estratégica e a Renast

Vigilância em Saúde do Trabalhador Agenda Estratégica e a Renast Vigilância em Saúde do Trabalhador Agenda Estratégica e a Renast Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Secretaria de Vigilância

Leia mais

EXPERIÊNCIA DA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE OUVIDORIAS DO SUS NO ESTADO DO CEARÁ

EXPERIÊNCIA DA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE OUVIDORIAS DO SUS NO ESTADO DO CEARÁ EXPERIÊNCIA DA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE OUVIDORIAS DO SUS NO ESTADO DO CEARÁ 2012 LINHA DO TEMPO Criação da Ouvidoria da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará - Sesa com o Alô Saúde (tele atendimento)

Leia mais

Oficina II - Informação de custo para a gestão de programas nos órgãos setoriais

Oficina II - Informação de custo para a gestão de programas nos órgãos setoriais Oficina II - Informação de custo para a gestão de programas nos órgãos setoriais Coordenação: STN - Arthur Pinto e Welinton Vitor Relatoria: SPI - Andréia Rodrigues Objetivo da Oficina Apresentar experiências

Leia mais

MATRICIAMENTO PELOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA

MATRICIAMENTO PELOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA MATRICIAMENTO PELOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA INTRODUÇÃO Neste Caso Didático vamos relatar a experiência de organização dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) de um município de grande

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO A FEEES e o Movimento Espírita do Estado do Espírito Santo A Federação Espírita do Espírito Santo, fundada em 1921, é constituída pelo Conselho Estadual e

Leia mais

Biblioteca Virtual Integralidade em Saúde.

Biblioteca Virtual Integralidade em Saúde. Biblioteca Virtual Integralidade em Saúde http://www.bvsintegralidade.icict.fiocruz.br/php/index.php Sandra Infurna Laboratório de Pesquisas sobre Práticas de Integralidade em Saúde (LAPPIS / UERJ) Rio

Leia mais

AGENDA PASTORAL 2016

AGENDA PASTORAL 2016 CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL REGIONAL NE 2. AGENDA PASTORAL 2016 DATA EVENTO LOCAL JANEIRO 6 Comemoração de 20 anos de Episcopado de Dom Jaime Vieira Rocha Natal - RN 15 a 22 Passeio a Cabo

Leia mais

O Encontro de gestão integrada de resíduos Da Geração ao Descarte acontece em 2016 e tem por objetivo levantar questões a respeito de todo o

O Encontro de gestão integrada de resíduos Da Geração ao Descarte acontece em 2016 e tem por objetivo levantar questões a respeito de todo o APRESENTAÇÃO O PROJETO O Encontro de gestão integrada de resíduos Da Geração ao Descarte acontece em 2016 e tem por objetivo levantar questões a respeito de todo o desenvolvimento da cadeia logística do

Leia mais

PORTARIA AG/DEFN N.º. 062/2013 Recife, 25 de julho de 2013.

PORTARIA AG/DEFN N.º. 062/2013 Recife, 25 de julho de 2013. PORTARIA AG/DEFN N.º. 062/2013 Recife, 25 de julho de 2013. EMENTA: Convoca a II Conferência Distrital do Meio Ambiente do Distrito Estadual de Fernando de Noronha e dá outras providências. O ADMINISTRADOR

Leia mais

EDITAL PROEC nº 456 / 2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DE SUPERVISORES MÉDICOS PARA O PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA (PROVAB)

EDITAL PROEC nº 456 / 2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DE SUPERVISORES MÉDICOS PARA O PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA (PROVAB) EDITAL PROEC nº 456 / 2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DE SUPERVISORES MÉDICOS PARA O PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA (PROVAB) A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), por meio da

Leia mais

A Experiência Municipal de Curitiba na Formação e Capacitação de Conselheiros de Saúde. III Mostra de Produção em Saúde da Família Brasília 2008

A Experiência Municipal de Curitiba na Formação e Capacitação de Conselheiros de Saúde. III Mostra de Produção em Saúde da Família Brasília 2008 A Experiência Municipal de Curitiba na Formação e Capacitação de Conselheiros de Saúde III Mostra de Produção em Saúde da Família Brasília 2008 Rede Municipal de Saúde 1.818.948 Habitantes 9 Distritos

Leia mais

Mostra de Projetos Educação no Contexto de Segurança Pública

Mostra de Projetos Educação no Contexto de Segurança Pública Mostra de Projetos 2011 Educação no Contexto de Segurança Pública Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: (Campo

Leia mais

OBJETIVO. Teleconsultoria Telediagnóstico Teleeducação. Legislação. Portaria 2546/2011 Portaria 2554/2011

OBJETIVO. Teleconsultoria Telediagnóstico Teleeducação. Legislação. Portaria 2546/2011 Portaria 2554/2011 OBJETIVO Melhorar a qualidade do serviço de saúde do SUS, capacitando e integrando os trabalhadores e profissionais de saúde por meio do uso de tecnologias e infra-estrutura de informática e telecomunicação

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO, DO ANO DE 2005

PLANO DE ACÇÃO, DO ANO DE 2005 PLANO DE ACÇÃO, DO ANO DE 2005 O ano de 2005 é o último ano de vigência do I Plano Estratégico para o Desenvolvimento da. Assim sendo, este Plano de Acção constitui, de certa forma, o encerrar de um ciclo

Leia mais

II CONGRESSO 2015 FAMINAS-BH COMPARTILHANDO IDEAIS NA BUSCA POR DIAS MELHORES: DISCUTINDO A SUSTENTABILIDADE

II CONGRESSO 2015 FAMINAS-BH COMPARTILHANDO IDEAIS NA BUSCA POR DIAS MELHORES: DISCUTINDO A SUSTENTABILIDADE CHAMADA DE TRABALHOS: A comissão técnico-científica do II CONGRESSO FAMINAS-BH 2015 convida para a submissão de trabalhos técnicos para apresentação e discussão no evento. TEMA: SUSTENTABILIDADE: SOCIAL,

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NOTA TÉCNICA Nº 04 ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE O RELATÓRIO QUADRIMESTRAL DE ACORDO COM A LEI COMPLEMENTAR Nº141 DE 13 DE JANEIRO DE 2012 Introdução: Até 2011, a forma de prestar contas sobre as ações, recursos

Leia mais

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL NOVO PROGRAMA Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL 2014-2018 1 PETROBRAS Fundada em 1953, a partir de uma campanha popular O petróleo é nosso. Empresa integrada de energia Sociedade anônima de capital aberto

Leia mais

PROPOSTAS APROVADAS NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA. EIXO 1 Implementação do Sistema Municipal de Cultura/Sistema Nacional de Cultura

PROPOSTAS APROVADAS NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA. EIXO 1 Implementação do Sistema Municipal de Cultura/Sistema Nacional de Cultura PROPOSTAS APROVADAS NA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA EIXO 1 Implementação do Sistema Municipal de Cultura/Sistema Nacional de Cultura Foco: Impactos da Emenda Constitucional do SNC na organização

Leia mais

NOTA TÉCNICA

NOTA TÉCNICA NOTA TÉCNICA 38 2012 Minuta de Portaria que cria a especificação preceptor e residente no cadastro do médico que atua em qualquer uma das equipes de Saúde da Família previstas na Política Nacional de Atenção

Leia mais

Coordenadoria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde. Núcleo de Ciência e Tecnologias em Saúde

Coordenadoria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde. Núcleo de Ciência e Tecnologias em Saúde Coordenadoria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde Núcleo de Ciência e Tecnologias em Saúde Comissão de Avaliação de Tecnologias em Saúde do Estado do Ceará 2012 COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS

Leia mais

A Congregação do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que:

A Congregação do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que: PORTARIA INTERNA nº 55 Estabelece critérios e escalas para aferição de na avaliação de títulos em concursos para Professor Adjunto A do Instituto de Biologia da UFBA A Congregação do Instituto de Biologia

Leia mais