OFICINA DE VIOLÃO - Módulo Básico -

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OFICINA DE VIOLÃO - Módulo Básico -"

Transcrição

1 OFICINA DE VIOLÃO - Módulo Básico - ELABORAÇÃO: Frank Tagino MMA-RCC-DF REVISÃO: Nilton Vilhena SETOR XII - MMA-RCC-DF 1

2 HISTÓRIA DO INSTRUMENTO Antes de começarmos a abordar nossos assuntos referente ao violão, vamos dar um pequeno espaço para falarmos sobre a história dele. Bom o violão é um instrumento musical de cordas, que são tangidas com os dedos ou com palhetas. Tem um corpo plano e entalhado com uma abertura no meio e um braço com trastes transversais. As cordas são presas, de um lado, a um cravelhal, e de outro, a um cavalete. Abrange uma extensão de três oitavas e uma quinta. O instrumento existe desde tempos antigos, mas a primeira referência escrita data do século VII na Espanha e em meados do século XVIII assumiu sua forma moderna e até hoje os melhores instrumentos são fabricados na Espanha. O grande responsável pelo desenvolvimento do violão foi um carpinteiro chamado San Sebastian de Almeida( ). Conhecido como Torres, ele foi sem dúvida a figura mais importante na história do violão, e muitos instrumentos da atualidade são fabricados com base nos instrumentos de Torres. Ao contrário do que muitos pensam, o acústico é muito mais difícil de ser tocado do que o elétrico (guitarra, teclado, etc..) pois não conta com a ajuda e efeitos que só a eletrônica possui, a maior parte do "show" que você vê em um concerto de rock é pura eletrônica e é claro com algumas técnicas Já o acústico, todos arranjos e efeitos são executados pelo talento do músico, mas você poderá usar um pouquinho da eletrônica para dar um brilho na música, usando um pedal ou um efeito, nada de exagero, só para dar um brilho especial na música! O violão pode ser: CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO INSTRUMENTO Violão nylon - é aquele que usa cordas de nylon, possue um número reduzido de modelos e é usado em estilos leves como toda MPB e as músicas Clássicas. Violão aço - é aquele que usa cordas de aço, possue um universo de modelos, o mais versátil é o folk, pois ele aceita ser tocado em vários estilos principalmente o POP e ROCK, além de podermos executar vários arranjos de baixo e guitarra, como já foi dito antes, e ainda podemos usar palheta de guitarra para toca-lo, que particularmente não sobrevivo sem as palhetas pois elas dão um som mais brilhante que ser tocado pelos dedos, alem de proporcionarem uma grande velocidade nos solos, como se fosse uma guitarra. 2

3 CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO ESTILO Violão harmonia - faz apenas o fundo da música para dar um brilho, nelas são valorizadas as 3as e 5as arpejando as cordas e acordes. Violão Melodia - é o método em que seguimos a música, tocamos todos os acordes valorizando as notas reais da música. Violão Solo é o estilo onde tocamos apenas as notas principais da melodia. Violão Base - É o estilo que dá mais peso à música, ele é tocado com palhetas e batidas. Música - É a arte de combinar sons de uma maneira agradável. Melodia - Combinação de sons sucessivos; Harmonia - Combinação de sons simultâneos; Ritmo - Uma combinação de valores das notas dispostas no tempo em que são executadas; Existem maneiras diferentes de tocar o violão onde temos: Violão Cifrado - O mais usado pelos violonistas onde o instrumento é usado para acompanhar seu canto, dispondo de acordes ou posições embutidos em um ritmo. Violão Solado - Um método mais aprofundado onde o intérprete executa a melodia da música sem cantar. Muito usado em música erudita onde os violonistas realizam verdadeiras "acrobacias" com o instrumento. 3

4 PARTES DO VIOLÃO O BRAÇO DO VIOLÃO Cada uma das seis cordas do violão possui uma afinação diferente e são nomeadas conforme essa afinação. Podemos ainda identificar cada corda por uma numeração. Elas são contadas de baixo para cima. As casas, espaço onde digitamos as notas, são contadas da mão até a boca do violão. 6ª corda 5ª corda 4ª corda 3ª corda 2ª corda 1ª corda 4

5 DEFINIÇÕES BÁSICAS ESCALA = é uma série de sons ascendentes ou descendentes na qual o último som será a repetição do primeiro. INTERVALO = é a distância entre dois sons. SEMITOM (ou 1/2 tom)= é o menor intervalo entre dois sons TOM = é o intervalo formado por dois semitons. SUSTENIDO (#) = eleva o som em um semitom. BEMOL (b) = abaixa o som em um semitom. MÚSICA = é uma arte cuja a matéria fundamental é o som, que através dele formamos a melodia, harmonia e o ritmo. SOM = é o choque entre dois objetos sonoros, possui quatro qualidade básicas: altura, intensidade, timbre e duração. ALTURA = é a propriedade que podemos distinguir os sons graves, médios e agudos. INTENSIDADE = é a força empregada na execução dos sons. As músicas poderão ser tocadas forte, fraco etc. TIMBRE = é a qualidade pela qual podemos distinguir o corpo sonoro (instrumentos). DURAÇÃO = é a qualidade pela qual podemos distinguir o prolongamento das notas. Dedos da mão esquerda Indicador - 1 Médio - 2 Anular - 3 Mínimo - 4 MÃOS Dedos da mão direita Polegar - P Indicador - I Médio - M Anular - A A M I P 5

6 As sete notas musicais que usamos são: DÓ - RÉ - MI - FÁ - SOL - LÁ - SI O NOME DAS NOTAS As notas DÓ - RÉ - MI - FÁ - SOL - LÁ - SI, formam a escala de tom maior. As notas da escala também podem ser chamadas de graus. DÓ RÉ MI FÁ SOL LÁ SI I II III IV V VI VII No Brasil, usamos as letras do alfabeto também para denominar as cifras, ou seja, os acordes. CIFRAS As cifras são um padrão usado para escrever as notas musicais usando letras. É fundamental aprender a notação musical, ou seja a representação de cada nota. DÓ RÉ MI FÁ SOL LÁ SI C D E F G A B TONS MAIORES E TONS MENORES Para diferenciarmos a notação musical entre tons maiores e tons menores, usamos a letra m (caixa baixa) para os tons menores. NOTAS DÓ RÉ MI FÁ SOL LÁ SI TONS MAIORES C D E F G A B TONS MENORES Cm Dm Em Fm Gm Am Bm OBS: O melhor é que as cifras sejam decoradas. Para isso pratique muito cada acorde para conhecê-lo melhor e dessa maneira ficar mais fácil lembrar. 6

7 ACIDENTES MUSICAIS Existem dois acidentes: BEMOL (b) e o SUSTENIDO (#). SUSTENIDO (#): Eleva a altura da nota em ½ tom BEMOL (b): Abaixa a altura da nota em ½ tom Atente para a regrinha: Baixando ½ Tom - BEMOL ( b ) Subindo ½ Tom - SUSTENIDO ( # ) Obs.: As notas MI e SI não admitem SUSTENIDOS. As notas FÁ e DÓ não admitem BEMOL. TABELA DE NOTAS E SEUS ACIDENTES Escala Cromática Ascendente = SUSTENIDO DÓ DÓ# RÉb RÉ RÉ# MIb MI FÁ FÁ# SOLb SOL SOL# LÁb LÁ LÁ# SIb SI DO Descendente = BEMOL As notas em Bemol ou Sustenidos podem emitir o mesmo som, mas recebem dois nomes diferentes. Observe a disposição das notas no braço do instrumento. Note que há uma igualdade no som de algumas notas: Dó# = Réb Ré# = Mib Fá# = Solb Sol# = Láb Lá# = Sib 7

8 As únicas notas que não são separadas por meio tom são: Mi e Fá Si e Dó Ou seja, não se costuma chamar de Mi# ou Fáb, ou ainda, Dób ou Si#. TOM E SEMITOM 1 Tom = semitom (meio tom (½)) + semitom (meio tom (½)) Exemplo: A distância entre C e D é de 1 tom (dois semitons) De C até C#, meio tom. De C# até D mais meio tom Então a distância de C até D é de 1 tom C C# D (½) tom (½) tom 1 tom NOTAS NO BRAÇO DO VIOLÃO ESCALAS Antes de começarmos a formação dos acordes, é necessário saber quais notas irão fazer parte na formação destes acordes. 8

9 Este conjunto de notas que irão fazer parte da formação dos acordes chamamos de Escala. Note que sobre cada nota usaremos uma numeração romana para representarmos o grau que esta nota representa dentro dessa escala. Por exemplo, a escala de dó. I II III IV V VI VII VIII Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si Dó Neste conjunto de notas iremos formar os acordes da tonalidade de Dó maior. A escala maior é formada por: Escalda de Dó maior: ESCALA MAIOR I II III IV V VI VII VIII Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si Dó Fórmula básica da escala maior: T T ST T T T ST A escala menor é formada por: Escala de Lá menor: ESCALA MENOR I II III IV V VI VII VIII Lá Si Dó Ré Mi Fá Sol Lá Fórmula básica da escala menor: T ST T T ST T T 9

10 FORMAÇÃO DE ACORDES Cifras É um processo utilizado para representar os acordes, para isso utilizam-se as letras do alfabeto. Acorde Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si Dó língua latina C D E F G A B C língua saxônica Acorde é um conjunto de notas, tocadas juntas ou arpejadas (tocando uma nota após a outra), seguindo alguns princípios para a sua formação. Tomando com exemplo a escala de C: Temos: ACORDE OU TRÍADE MAIOR I II III IV V VI VII VIII C D E F G A B C Um acorde maior, no caso, Dó maior, tomamos as seguintes notas: A nota fundamental do acorde que também leva o nome do acorde no caso (C); Uma terça maior (E) Uma quinta justa (G) Então a tríade maior fica assim: 1 a 3 a 5 a ou C E G Não importando a ordem das notas, esta combinação de três notas resulta no acorde de Dó Maior. 10

11 DIAGRAMA DE ACORDES No nosso estudo o acorde será representado por um gráfico que representa uma reprodução do braço do violão, veja abaixo: As linhas horizontais representam os trastes e as verticais são as cordas. As letras e números representam as cordas do instrumento. MONTAGEM DE ACORDE No exemplo do acorde de Dó maior teremos o seguinte posicionamento: MÃO ESQUERDA Indicador (dedo 1) - corda 2, casa 1 Médio (dedo 2) - corda 4, casa 2 Anular (dedo 3) - corda 5, casa 3 11

12 O polegar é colocado na parte de trás do braço e os demais dedos sobre as cordas na parte da frente. Observe a Fig. 2. A mão deve ser posicionada de tal forma que o polegar não ultrapasse o braço do violão, deixando a mão livre para percorrer o braço do instrumento. Na formação de um acorde mantenha os dedos na posição mais vertical possível, isto evita um abafamento indesejado nas outras cordas. Veja Fig. 3. MÃO DIREITA A mão direita deverá cair sobre o tampo do violão fazendo uma espécie de concha. É importante coloca a mão de maneira espontânea sem forçar e sem retesar os nervos. O polegar deve sempre ficar a frente dos demais dedos num ângulo aproximado de noventa graus em relação ao dedo indicador. 12

13 Nesta posição o polegar ao tocar a corda 4 não atrapalha o dedo indicador posicionado na corda 3. Observe a Fig. 1. POSTURA Para o violão popular não há uma posição padrão como há no violão clássico. Sentado o violinista apoia o violão sobre a perna esquerda, que devera estar apoiada em banquinho de mais ou menos vinte centímetros. O dedo polegar da mão esquerda deve permanecer sempre que possível no centro posterior do braço do violão Mas devemos observar algumas coisas necessárias a um melhor desempenho futuro. Se por acaso você quiser tocar de pé, será necessário que você adquira uma correia, que você poderá comprar em qualquer casa de venda de instrumentos musicais, esta correia deve ser bem larga para evitar que tenhamos dificuldades em permanecer durante um tempo muito longo com o instrumento pendurado devido a dores no ombro. Segure o instrumento de forma que sua coluna permaneça reta, ou seja, evite curvarse para ver as casas no braço do violão, e se você ainda vai realizar compra de um violão, observe que em alguns violões os botões ficam na parte superior do braço justamente para que você localize as casas sem ter que olhar diretamente para as casas. Quando tocar sentado evite se apoiar sob o violão, permaneça com a coluna reta sempre evitando olhar para o braço do violão. 13

14 RITMO E DEDILHADOS Vamos executar agora alguns exercícios de dedilhado MÃO DIREITA: P = Baixo I = Indicador M = Médio A = Anular 1º Exercício: Para praticar este dedilhado vamos treinar no acorde de Dó maior. P I M I A I M I P 2º Exercício Ritmo de Valsa. Para praticar este exercício vamos usar os acordes de Ré e Lá maior. P I M A I M A P I M A I M A 3º Exercício Batida. Ritmo Balada P I IMA I P I IMA I P 14

15 Agora vamos praticar exercícios de dedilhados juntamente com montagem de sequência de acordes. Assim exercitamos as duas mãos. Para você praticar esses dedilhados, utilize essa seqüência de acordes (mão esquerda) assim como mostrado nas figuras. Primeiro G (Sol maior), depoisc (Dó maior) e por fim D (Ré maior): Lembre-se: Primeiro toque o dedo P onde esta marcando o X, no diagrama de acorde. Depois siga a seqüência indicada em cada exemplo. Como há três divisórias nas figuras abaixo, cada divisão corresponde a um acorde. 1ª divisão G, 2ª divisão C e na 3ª divisão D. Treine bastante!! 15

16 Obs.: Essas figuras correspondem as cordas do violão. As cordas mais grossas (bordões) estão na parte inferior. As cordas mais finas (primas) estão na parte superior. 16

17 PRIMEIRAS SEQÜÊNCIAS PARA SE ESTUDAR C Am Dm G : C Em F G : C C7 F G C Am Dm G7 : D F#m G A : D Bm G Em A : D D7 G A D Bm Em A : Em G D C : Em C D : Em Am D G : F Dm Bb C : F C Dm Am Bb : G Bm C D : G D Em Bm C : E A B : E C#m A F#m B7 : E E7 A B E C#m F#m B : 17

18 ACORDES MAIORES 18

19 ACORDES MENORES 19

20 SEQÜÊNCIA HARMÔNICA EM C (DÓ MAIOR) 20

21 SEQÜÊNCIA HARMÔNICA DE D (RÉ MAIOR) 21

22 SEQÜÊNCIA HARMÔNICA EM E (MI MAIOR) 22

23 SEQÜÊNCIA HARMÔNICA EM F (FÁ MAIOR) 23

24 SEQÜÊNCIA HARMÔNICA EM G (SOL MAIOR) 24

25 SEQÜÊNCIA HARMÔNICA EM A (LÁ MAIOR) 25

26 SEQUÊNCIA HARMÔNICA EM B (SI MAIOR) 26

Curso de Violão - Iniciante

Curso de Violão - Iniciante Curso de Violão - Iniciante Iniciante Música - É a arte de combinar sons de uma maneira agradável. Algumas partes fundamentais: Melodia - Combinação de sons sucessivos; Harmonia - Combinação de sons simultâneos;

Leia mais

VIOLÃO 7 CORDAS CURSO BÁSICO

VIOLÃO 7 CORDAS CURSO BÁSICO VIOLÃO 7 CORDAS CURSO BÁSICO NOTAS MUSICAIS: Existem sete notas musicais: DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LÁ, SI. De uma nota para a outra, seguindo a seqüência natural, existe um tom de distância, exceto de MI para

Leia mais

Curso de Violão. Música & Adoração. Música & Adoração. Ministério. Igreja Batista em Hidrolândia. Uma igreja que te ama

Curso de Violão. Música & Adoração. Música & Adoração. Ministério. Igreja Batista em Hidrolândia. Uma igreja que te ama Igreja Batista em Hidrolândia Uma igreja que te ama Curso de Violão Ministério Música & Adoração Produzido pelo Departamento de Ação Social da Igreja Batista em Hidrolândia. Proibida a reprodução por quaisquer

Leia mais

Apostila de Violão e Guitarra

Apostila de Violão e Guitarra Apostila de Violão e Guitarra Criação e edição: MIGUEL URTADO Distribuição: CÂNONE MUSICAL CÂNONE MUSICAL *Mais sobre música!!!* www.canone.com.br Belo Horizonte Brasil 2010 ----**---- Para reproduzir

Leia mais

Curso Básico de Violão Popular

Curso Básico de Violão Popular Curso Básico de Violão Popular Davi de Almeida 1ª Edição HARMONIA EM CORDAS HARMONIA EM CORDAS Curso Básico de Violão Popular ESTUDO APLICADO AO VIOLÃO DE SEIS CORDAS Davi de Almeida 1ª Edição LONDRINA

Leia mais

FÓRMULA VIOLÃO EXPRESS. Direitos Autorais

FÓRMULA VIOLÃO EXPRESS. Direitos Autorais Direitos Autorais Todos os Direitos reservados a Fábio de Amorim Teodoro. Este e-book só pode ser distribuído juntamente com o Curso Gratuito Fórmula Violão Express. Partes SEJA BEM do Violão VINDO Seja

Leia mais

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO MARIO SALES SANTOS TREINOS COM TRÊS DEDOS E OS PRIMEIROS ACORDES PARA TOCAR AS PRIMEIRAS MÚSICAS São Paulo 2013 SUMARIO OBJETIVO DA AULA... 02 TREINOS A SEREM EXECUTADOS...

Leia mais

VIOLÃO Flaviano Malara

VIOLÃO Flaviano Malara VIOLÃO Flaviano Malara DEDILHADOS para VIOLÃO Flaviano Malara DEDILHADOS para VIOLÃO RECOMENDAÇÕES POSTURA CORPO/INSTRUMENTO O violão possui 6 cordas; a primeira corda é a mais fina (aguda) e a sexta

Leia mais

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO MARIO SALES SANTOS ASSUNTOS IMPORTANTES PARA INICIANTES DA MÚSICA E DO VIOLÃO São Paulo 2013 SUMARIO O QUE É A MÚSICA... 02 AS TRÊS PARTES DA MÚSICA... 02 NOTAS MUSICAIS...

Leia mais

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO MARIO SALES SANTOS ESCALAS E ACORDES São Paulo 2013 SUMARIO ALTURA MUSICAL... 02 INTERVALO... 02 POSIÇÃO DAS NOTAS MUSICAIS... 02 ESCALA MAIOR... 03 MONTAGEM DE ACORDES...

Leia mais

II NOTAÇÃO MUSICAL. NOTAS NATURAIS São 7 (sete) as notas naturais DÓ - RÉ - MI - FA - SOL - LA - SI

II NOTAÇÃO MUSICAL. NOTAS NATURAIS São 7 (sete) as notas naturais DÓ - RÉ - MI - FA - SOL - LA - SI I MÚSICA Música é a arte de combinar os sons, seguindo as variações da altura, proporção, duração e ordenados por afinidades comuns. É através da música que o músico demonstra seus diversos sentimentos,

Leia mais

Princípios básicos de violão - Bruno Grunig 2. Princípios básicos de violão. para iniciantes

Princípios básicos de violão - Bruno Grunig  2. Princípios básicos de violão. para iniciantes Princípios básicos de violão - Bruno Grunig http://videoauladeviolao.com.br 2 Princípios básicos de violão para iniciantes Esta é uma apostila com alguns princípios básicos para estudo de violão, não se

Leia mais

Improvisação. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos!

Improvisação. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Improvisação Prof. Juarez Barcellos Licença Creative Commons Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Em 2002, comecei a dar aulas particulares nas Em 2002, comecei a dar aulas particulares

Leia mais

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO

INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO INICIAÇÃO À MÚSICA E AO VIOLÃO MARIO SALES SANTOS APLICAÇÃO DE ESCALAS PARA IMPROVISO São Paulo 2013 SUMARIO O QUE É IMPROVISO... 02 MODELOS DE ESCALAS... 02 ENCERRAMENTO... 05 O QUE É IMPROVISO? Improvisar

Leia mais

TEORIA MUSICAL EM FOCO

TEORIA MUSICAL EM FOCO TEORIA MUSICAL EM FOCO LEM I Módulo 01 HENRIQUE RODRIGUES www.teoriamusicalemfoco.com Teoria Musical em Foco 1 Música, Som e Suas Propriedades O que é Música? Música é a arte que expressa os diversos sentimentos,

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS INTERVALOS MUSICAIS. Ex.

CLASSIFICAÇÃO DOS INTERVALOS MUSICAIS. Ex. LIÇÃO - 01 INTERVALO MUSICAL As notas musicais indicam as diferentes alturas do som. Assim sendo, entre estas diferentes alturas sonoras, obviamente, cria-se uma distância entre elas, a qual chamamos de

Leia mais

APOSTILA DE VIOLÃO POPULAR SOL MAIOR. Escola de Música O SEU FUTURO COMEÇA AQUI.

APOSTILA DE VIOLÃO POPULAR SOL MAIOR. Escola de Música O SEU FUTURO COMEÇA AQUI. MÚSICA APOSTILA DE VIOLÃO POPULAR O SEU FUTURO COMEÇA AQUI. NA musicaemsolmaior SUÇA Comunicação APOSTILA DE VIOLÃO POPULAR Professor Gesiel Rocha INTRODUÇÃO História do violão Uma casca de tartaruga

Leia mais

ÍNDICE... 1 APRESENTAÇÃO... 3 CONHECENDO O SEU INSTRUMENTO...

ÍNDICE... 1 APRESENTAÇÃO... 3 CONHECENDO O SEU INSTRUMENTO... Índice ÍNDICE... 1 APRESENTAÇÃO... 3 CONHECENDO O SEU INSTRUMENTO... 4 O TECLADO... 4 TIPOS DE TECLADOS... 4 Sintetizadores... 4 Teclados com acompanhamento automático... 4 Workstations... 4 Pianos digitais...

Leia mais

Aprenda Tocar Violão!

Aprenda Tocar Violão! COMUNICADO: Proibido por lei a cópia e alteração de qualquer parte desse e-book sem a prévia autorização do autor. Se souber de algum caso, denuncie. Aprenda Tocar Violão! www.violaomagico.com Violão Mágico

Leia mais

INTERVALO MUSICAL. Nota.: Os intervalos são contados em semitom, que é o menor intervalo entre duas notas, no sistema musical ocidental.

INTERVALO MUSICAL. Nota.: Os intervalos são contados em semitom, que é o menor intervalo entre duas notas, no sistema musical ocidental. 1 Definição: INTERVALO MUSICAL Intervalo é a distância entre duas notas. São numerados segundo a ordem natural das notas musicais. Ex: Do, Re, Mi, Fa, Sol, La, Si, Do... Como as notas musicais sâo teoricamente

Leia mais

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I.

Para responder à questão 1, ouça atentamente o trecho musical I. Nas questões de 1 a 10, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1, 3 e 8 exigem respostas a serem construídas; as questões 2, 7, 9 e 10 são de associação. As respostas a essas questões

Leia mais

4. COMO TRANSPOR AS CIFRAS NO VIOLÃO

4. COMO TRANSPOR AS CIFRAS NO VIOLÃO 4. COMO TRANSPOR AS CIFRAS NO VIOLÃO 4.1. Como Fazer A transposição de cifras no braço do violão deslocando o acorde para a direita ou para a esquerda é muito fácil. Basta conhecer as notas das cordas

Leia mais

Acordes naturais maiores e menores - cifras para violão e guitarra - VERSÃO DE AVALIAÇÃO - VENDA PROIBIDA. Índice!

Acordes naturais maiores e menores - cifras para violão e guitarra - VERSÃO DE AVALIAÇÃO - VENDA PROIBIDA. Índice! Acordes naturais maiores e menores - cifras para violão e guitarra - VERSÃO DE AVALIAÇÃO - VENDA PROIBIDA Índice Versão de avaliação 4 Como interpretar os diagramas (cifras) 8 Para que serve isso? 9 Formação

Leia mais

Direitos Autorais. Todos os Direitos reservados a Fábio de Amorim Teodoro. Este e-book só pode ser distribuído juntamente com o Curso Fórmula Violão.

Direitos Autorais. Todos os Direitos reservados a Fábio de Amorim Teodoro. Este e-book só pode ser distribuído juntamente com o Curso Fórmula Violão. Direitos Autorais Todos os Direitos reservados a Fábio de Amorim Teodoro. Este e-book só pode ser distribuído juntamente com o Curso Fórmula Violão. Palavras do Autor Nos diversos ambientes sociais nos

Leia mais

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Apostila de Iniciação ao Violão e Guitarra Miigueell do Prrado Urrttado São Carlos SP, 23 de fevereiro de 2006. Contatos: miguelurtado@yahoo.com.br miguelurtado@polvo.ufscar.br Proibido reprodução do material

Leia mais

Apostila de Teoria Musical I

Apostila de Teoria Musical I Apostila de Teoria Musical I 2009 Índice I Propriedades Físicas do Som...03 II O que é Música?...04 III Representação gráfica do pentagrama...05 IV Notação Musical...06 V Figuras e Valores das e pausas...07

Leia mais

VESTIBULAR MÚSICA

VESTIBULAR MÚSICA 0 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ - REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES UNIDADE ACADEMICA DE ARTE E MÍDIA VESTIBULAR 2014.2 TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA MÚSICA CONQUISTE

Leia mais

Intervalo é a diferença de altura entre sons. Na pauta musical é a diferença de altura entre notas musicais.

Intervalo é a diferença de altura entre sons. Na pauta musical é a diferença de altura entre notas musicais. INTERVALO S INTERVALOS Intervalo é a diferença de altura entre sons. Na pauta musical é a diferença de altura entre notas musicais. INTERVALO UNÍSSONO Quando duas notas têm a mesma altura e são simultâneas,

Leia mais

Apostila de Ensino Violão (Módulo I)

Apostila de Ensino Violão (Módulo I) Apostila de Ensino Violão (Módulo I) APRESENTAÇÃO Esta apostila reúne uma compilação de estudos embasados nas devidas referências bibliográficas, notações complementares e exercícios práticos criados;

Leia mais

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI VIOLÃO POPULAR

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI VIOLÃO POPULAR MÓDULO I 1º Semestre 1.1 Apresentação do instrumento. No primeiro módulo o aluno conhecerá seu instrumento fisicamente bem como suas características. 1.2 Afinação do instrumento e postura. Postura corporal

Leia mais

trecho musical ì í î ï ð

trecho musical ì í î ï ð Nas questões de 1 a 10, responda de acordo com o comando de cada uma delas. As questões 1, 4, 6, 7 e 9 exigem respostas a serem construídas; as questões 2 e 8 são de associação. As respostas a essas questões

Leia mais

Partes do Violão 1- Tampo 2- Rastilho 3- Cavalete 4- Boca ou Bocal

Partes do Violão 1- Tampo 2- Rastilho 3- Cavalete 4- Boca ou Bocal Partes da guitarra Basicamente, os modelos dos instrumentos que iremos abordar são os mais tradicionais, em se tratando da guitarra, nós temos o modelo strato, que é o mais versátil modelo de guitarra

Leia mais

Partindo de onde se tem as tarrachas de afinação, temos a casa 1, logo após a casa 2, 3,4,5,6, etc. Essas casas são separadas por trastes.

Partindo de onde se tem as tarrachas de afinação, temos a casa 1, logo após a casa 2, 3,4,5,6, etc. Essas casas são separadas por trastes. - O Bloco de cima representa a partitura, e o de baixo a tablatura, logo no início do bloco de cima (partitura) é mostrado o compasso(tempo) da música, por exemplo 4/4. Tablatura: No bloco de baixo (tablatura),

Leia mais

VESTIBULAR MÚSICA

VESTIBULAR MÚSICA 0 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ - REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES UNIDADE ACADEMICA DE ARTE E MÍDIA VESTIBULAR 2013.2 TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA MÚSICA CONQUISTE

Leia mais

Sistemas de Notação para Violão - Conteúdo

Sistemas de Notação para Violão - Conteúdo Introdução Representação gráfica do braço do violão Cifragem cordal Tablatura moderna Partitura para violão Notação numérica Introdução Ao longo do tempo, a Música tem sido transmitida de geração em geração

Leia mais

Teoria Musical em Foco

Teoria Musical em Foco Henrique Rodrigues Teoria Musical em Foco Primeiros Passos Para Começar a Ler Partituras Versão 1.0 2 Índice Índice 3 Introdução 5 Capítulo 1: Música e Som 6 1.1 O que é Música 6 1.2 Mas o que é som? 7

Leia mais

CURSO DE CAMPO HARMÔNICO

CURSO DE CAMPO HARMÔNICO CURSO DE CAMPO HARMÔNICO APOSTILA CH-1 CAMPO HARMÔNICO COMO TIRAR MÚSICA DE OUVIDO Daniel Darezzo / Cezar Romero Belo Horizonte/MG Juiz de Fora/MG 2015 www.violaoparainiciantes.com Página 1 CURSO DE CAMPO

Leia mais

Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES ICHCA

Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES ICHCA CADERNO DE QUESTÕES Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES ICHCA TESTE ESPECÍFICO PROVA ESCRITA Processo

Leia mais

NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música?

NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música? NOTAÇÃO MUSICAL: Como se escreve música? A música é uma linguagem sonora como a fala. Assim como representamos a fala por meio de símbolos do alfabeto, podemos representar graficamente a música por meio

Leia mais

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI GUITARRA

GRADE CURRICULAR CAVALLIERI GUITARRA MÓDULO I 1º Semestre 1.1 Apresentação do instrumento. Conhecer o instrumento fisicamente bem como suas características. Nomes das partes e funções. 1.2 Afinação e postura. Postura corporal correta e a

Leia mais

Prova de Teoria Musical e Percepção melódica e rítmica

Prova de Teoria Musical e Percepção melódica e rítmica UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD Escola Técnica de Artes - ETA Prova de Teoria Musical e Percepção Melódica e Rítmica Curso Técnico em Música (Canto Erudito, Canto Popular,

Leia mais

MATERIAL DE REFORÇO PARA USO DO PROFESSOR

MATERIAL DE REFORÇO PARA USO DO PROFESSOR MATERIAL DE REFORÇO PARA USO DO PROFESSOR 1. PROPRIEDADES DO SOM 1.1. Preencher os espaços com a propriedade correta: a)... : é a propriedade de o som ser agudo ou grave. b)... : é o tempo que o som permanece

Leia mais

Por Celsinho Gomes. Edição Própria - Celsinho Gomes - Todos os direitos reservados.

Por Celsinho Gomes. Edição Própria - Celsinho Gomes - Todos os direitos reservados. Edição Própria - Celsinho Gomes - Todos os direitos reservados. Por Celsinho Gomes ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 SISTEMA DE NOTAÇÃO GRADE 4 ESCALA MAIOR DIATÔNICA 5 ESCALA MENOR DIATÔNICA 7 MENOR HARMÔNICA 9 MENOR

Leia mais

FÓRMULA VIOLÃO EXPRESS

FÓRMULA VIOLÃO EXPRESS Direitos Autorais Todos os Direitos reservados a Fábio de Amorim Teodoro. Este e-book só pode ser distribuído juntamente com o Curso Gratuito Fórmula Violão Express. Parartestes Alongamento dodo ViolãoViolão

Leia mais

7 Passos para começar a aprender Violão do zero

7 Passos para começar a aprender Violão do zero 7 Passos para começar a aprender Violão do zero ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE Todas as informações contidas neste guia são provenientes de minhas experiências pessoais ao longo de vários anos. Embora eu

Leia mais

INSTRUTOR Zeh Blackie. CURSO DE GUITARRA Nível Básico. 13º Passo

INSTRUTOR Zeh Blackie. CURSO DE GUITARRA Nível Básico. 13º Passo INSTRUTOR Zeh Blackie CURSO DE GUITARRA Nível Básico 13º Passo Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos

Leia mais

Vídeo 2. Bônus. Dicas especiais para você praticar o conteúdo e tornar a sua experiência mais envolvente. Aproveite ; )

Vídeo 2. Bônus. Dicas especiais para você praticar o conteúdo e tornar a sua experiência mais envolvente. Aproveite ; ) Vídeo Bônus Dicas especiais para você praticar o conteúdo e tornar a sua experiência mais envolvente. Aproveite ; ) NESTE BÔNUS 3 Resumo do que foi visto no vídeo Dicas para praticar em um teclado virtual

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA. Apostila De Teclado. Comissão de ensino Vale do Aço

IGREJA CRISTÃ MARANATA. Apostila De Teclado. Comissão de ensino Vale do Aço IGREJA CRISTÃ MARANATA Apostila De Teclado Comissão de ensino Vale do Aço Introdução O Teclado é um dos instrumentos mais utilizados hoje em dia, por sua grande flexibilidade e diversificação. Com um simples

Leia mais

Apostila Básica de Violão

Apostila Básica de Violão Apostila Básica de Violão Resumos para aulas MARANATA O Senhor Jesus Vem! Sumário Introdução... 2 Estrutura musical... 3 Cifras... 4 Acordes e Escalas... 4 Conhecendo o violão... 5 Enfim a prática!...

Leia mais

Prova (1º Módulo) Nome do Aluno: data / /

Prova (1º Módulo) Nome do Aluno: data / / Prova (1º Módulo) Nome do Aluno: data / / 1. O que é música? 2. Qual elemento (a matéria) mais importante da música que sem ele, a mesma não existiria? 3. O que é som? 4. Existem duas espécies de sons.

Leia mais

Teoria Musical PAUTA OU PENTAGRAMA

Teoria Musical PAUTA OU PENTAGRAMA Teoria Musical PAUTA OU PENTAGRAMA É o local onde são escritas as notas. São 5 linhas horizontais, paralelas, que formam 4 espaços. As linhas e espaços são contados de baixo para cima. Pode-se acrescentar

Leia mais

01. Assinale CORRETAMENTE a alternativa que corresponde às possibilidades de tonalidades apresentadas na sequência a seguir.

01. Assinale CORRETAMENTE a alternativa que corresponde às possibilidades de tonalidades apresentadas na sequência a seguir. 01. Assinale CORRETAMENTE a alternativa que corresponde às possibilidades de tonalidades apresentadas na sequência a seguir. Mi menor, Ré b maior, Sol maior Mi Maior, Ré bemol Maior, Lá Maior Sol# Maior,

Leia mais

FORMAÇÃO E ESTRUTURAS DOS ACORDES; ESCALAS:

FORMAÇÃO E ESTRUTURAS DOS ACORDES; ESCALAS: FORMAÇÃO E ESTRUTURAS DOS ACORDES; ESCALAS: CROMÁTICA, DIATÔNICA, NATURAL, GREGAS, MELÓDICAS, HARMÔNICAS, DIMINUTAS, PENTATÔNICAS. SINAIS COMUNS E SÍMBOLOS MUSICAIS NOÇÕES DE IMPROVISAÇÃO: RITÍMICA, BASE

Leia mais

Parâmetros do som. 24 Capítulo 2

Parâmetros do som. 24 Capítulo 2 Parâmetros do som Ouvimos diversos sons produzidos por uma quantidade enorme de fontes sonoras. Sons diferentes e também sons que conhecemos e reconhecemos diariamente. Uma mesma nota musical pode ser

Leia mais

42. Construa a escala maior e indique os tetracordes de cada uma das tonalidades indicadas abaixo:

42. Construa a escala maior e indique os tetracordes de cada uma das tonalidades indicadas abaixo: Escalas Exercícios 42. Construa a escala maior e indique os tetracordes de cada uma das tonalidades indicadas abaixo: A. SOL maior B. LA maior C. SI maior D. FA maior E. MI maior F. RE maior 89 43. Construa

Leia mais

TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo UFAL 2016 Edital nº 02/2016/PROGRAD-UFAL. Curso INSTRUÇÕES GERAIS

TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo UFAL 2016 Edital nº 02/2016/PROGRAD-UFAL. Curso INSTRUÇÕES GERAIS Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes - ICHCA TESTE ESPECÍFICO - PROVA ESCRITA Processo Seletivo

Leia mais

C-FSG-MU/2015 CÓDIGO - 11

C-FSG-MU/2015 CÓDIGO - 11 1) Em relação à escala cromática, ao analisarmos a origem das notas cromáticas podese dizer que estas devem pertencer aos tons afastados da escala diatônica que lhe corresponde. não devem pertencer aos

Leia mais

1º Módulo. 1. O Que é Musica? 2. Qual o elemento (a matéria) mais importante da musica que sem ele, a mesma não. existiria? 3. O que é Som?

1º Módulo. 1. O Que é Musica? 2. Qual o elemento (a matéria) mais importante da musica que sem ele, a mesma não. existiria? 3. O que é Som? 0 *Complementação Teórica Melodia é a Combinação de sons sucessivos (sons tocados um após o outro). Harmonia é a Combinação de sons simultâneos (Conjunto de vários sons tocando ao mesmo tempo). MÚSICA

Leia mais

APOSTILA DE VIOLINO NÍVEL I

APOSTILA DE VIOLINO NÍVEL I 2013 APOSTILA DE VIOLINO NÍVEL I... louvai-o com instrumentos de cordas e com órgãos. Salmo 150 : 4 O SENHOR JESUS VEM! SUMÁRIO LIÇÃO 01 - NOÇÕES Preliminares 02 LIÇÃO 02 - Começando a aprender a Primeira

Leia mais

Caderno de Acordes Prof. Juarez Barcellos

Caderno de Acordes Prof. Juarez Barcellos Caderno de Acordes Prof. Juarez Barcellos Licença Creative Commons Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Em 2002, comecei a dar aulas particulares nas Em 2002, comecei a dar aulas

Leia mais

Os obreiros encarregados do ensino musical ensinam todos os instrumentos independentemente da categoria.

Os obreiros encarregados do ensino musical ensinam todos os instrumentos independentemente da categoria. O Método Prático Para Viola - Sua Nova Atualização Com Coletânea De Imagens, Escalas Em Progressão Tonal, Minuetos De Autores Eruditos E 14 Duetos Com Análise Técnica Da Mão Direita. INTRODUÇÃO Convidados

Leia mais

PROVA ESCRITA. 2. Tendo como referencia as escalas maiores abaixo,

PROVA ESCRITA. 2. Tendo como referencia as escalas maiores abaixo, PROVA ESCRITA 1. De acordo com o trecho musical abaixo assinale a alternativa que corresponde as notas escritas em suas devidas alturas, segundo a escala geral. A) Lá3-Sol3-Fá3-Fá4-Sol4-Lá4-Si2-Dó3-Lá2-Sol2-Lá3-Si3-Dó3.

Leia mais

Isolde Frank A F I N D O

Isolde Frank A F I N D O Isolde Frank A F I N A N D O A 1 V O Z INTRODUÇÃO A respeito de "cantar", nós nos perguntamos: Por que há tantas pessoas que dizem que não sabem cantar? Por que encontramos pessoas que já tiveram que ouvir

Leia mais

TEORIA MUSICAL. 01. Os tons vizinhos de Ré Maior são: 02. Classifique os intervalos abaixo:

TEORIA MUSICAL. 01. Os tons vizinhos de Ré Maior são: 02. Classifique os intervalos abaixo: TEORIA MUSICAL 01. Os tons vizinhos de Ré Maior são: 0-0) si m - sol m - Lá M - mi m - fá# m 1-1) si m - Sol M - Lá M - mi m - fá# m 2-2) ré m - Sol M - Lá M - mi m - fá # m 3-3) si m - Sol M - lá m -

Leia mais

Tríades. Teoria Musical. Formação acordes I. Tríades. Assista a aula completa em: http://youtu.be/zw7v4tma8j4

Tríades. Teoria Musical. Formação acordes I. Tríades. Assista a aula completa em: http://youtu.be/zw7v4tma8j4 Teoria Musical Formação acordes I Tríades Assista a aula completa em: http://youtu.be/zw7v4tma8j4 1 Fórmula para Tríades Maiores: Fundamental 3ª Maior 5ª Justa C Dó Mi Sol Terça maior Fórmula para Tríades

Leia mais

NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música?

NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música? NOTAÇÃO MUSICAL TRADICIONAL: Como se escrever música? A música é uma linguagem sonora como a fala. Assim como representamos a fala por meio de símbolos do alfabeto, podemos representar graficamente a música

Leia mais

O método é simples. 1. Entender o movimento (mentalmente), assimilá-lo. 2. Executar o movimento.

O método é simples. 1. Entender o movimento (mentalmente), assimilá-lo. 2. Executar o movimento. O método é simples Tocar bateria é coordenar os movimentos dos braços e pernas, só isso. Não é preciso ler partituras Não é preciso saber as notas musicais Não é preciso ter o dom para a música Aprender

Leia mais

Violao CUIDADOS COM O VIOLÃO!

Violao CUIDADOS COM O VIOLÃO! Violao Profª Francis CUIDADOS COM O VIOLÃO! É importante que o aluno guarde adequadamente seu violão, pois o desempenho deste dependerá dos cuidados que tivermos com o instrumento. Vejamos as dicas: Mantenha

Leia mais

GUIA DE AFINAÇÃO DO VIOLÃO OTONIEL VIANNA

GUIA DE AFINAÇÃO DO VIOLÃO OTONIEL VIANNA 1 A afinação de ouvido do violão geralmente é tratada como uma tarefa muito difícil e complicada. Na verdade, não é bem assim e eu vou te mostrar isso nesse guia. O grande problema não é a afinação do

Leia mais

TOM, SEMITOM, SUSTENIDO, BEMOL.

TOM, SEMITOM, SUSTENIDO, BEMOL. TOM, SEMITOM, SUSTENIDO, BEMOL. Tom e semitom (ou tono e semitono): são diferenças específicas de altura, existentes entre as notas musicais, isto é, são medidas mínimas de diferença entre grave e agudo.

Leia mais

Escalas I. Escalas - I. Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues. Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch?

Escalas I. Escalas - I. Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues. Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch? Escalas - I Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch?v=ek0phekndbu Sumário Introdução Escalas Musicais...0 Escala Pentatônica Menor Histórico

Leia mais

Aqui é o lugar certo para aprender MÚSICA. Daniel Darezzo

Aqui é o lugar certo para aprender MÚSICA. Daniel Darezzo Aqui é o lugar certo para aprender MÚSICA Daniel Darezzo MÓDULO 00A 49 vídeo aulas Ele é liberado assim que o aluno se cadastra Primeiros passos no Violão Como montar o 1º acorde Como tocar o 1º ritmo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR VESTIBULAR 2014 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém 30 questões. Caso contrário,

Leia mais

Como Tocar Cavaquinho

Como Tocar Cavaquinho Como Tocar Cavaquinho Conteúdo Introdução... 4 O Objetivo... 4 Música... 5 O Cavaquinho... 5 Início... 6 Conhecendo As Cifras... 6 (Tríade)... 7 Escalas... 7 Mão Esquerda... 11 Mão Direita... 12 Conhecendo

Leia mais

Violão Básico. Melodia Harmonia Ritmo Voz Mão Esquerda Mão Direita

Violão Básico. Melodia Harmonia Ritmo Voz Mão Esquerda Mão Direita Violão Básico Música Melodia Harmonia Ritmo Voz Mão squerda Mão ireita Melodia: e o som que da identidade a música, e pode ser executado por um instrumento solo ou pela voz. Harmonia: e o acompanhamento

Leia mais

VIOLÃO POPULAR EXPLICANDO TUDO PELAS CIFRAS. Autor: MR. DIRSOM

VIOLÃO POPULAR EXPLICANDO TUDO PELAS CIFRAS. Autor: MR. DIRSOM VIOLÃO POPULAR EXPLICANDO TUDO PELAS CIFRAS Autor: MR. DIRSOM 1. O QUE SÃO CIFRAS 1.1. CIFRA DE ACORDES CONCEITO A Cifra é um símbolo usado para representar um acorde de uma forma prática. A Cifra é composta

Leia mais

Música faz bem! BOA PROVA

Música faz bem! BOA PROVA Prova de Habilidade Específica em Música PROVA DE APTIDÃO CURSO MÚSICA LICENCIATURA 1. Todos os candidatos deverão se submeter à entrevista, ao teste escrito e oral, bem como escrever seu histórico musical.

Leia mais

Convenções Usadas Neste Livro

Convenções Usadas Neste Livro 2 Exercícios de Guitarra Para Leigos, 2ª Edição Pensamos também que o legal deste livro é que os exercícios são apresentados em forma móvel, o que significa que você poderá mudá-los para qualquer lugar

Leia mais

Intervalos. Classificação numérica. Classificação de dimensão

Intervalos. Classificação numérica. Classificação de dimensão Intervalos Um intervalo é a distância entre duas notas ou sons diferentes, sendo ascendente ou descendente em função da direção melódica que adotar. Estão sujeitos às seguintes classificações: Classificação

Leia mais

AULAS ONLINE PELO SKYPE DESDE POR VÍDEO CONFERÊNCIA com DIA e HORA Marcada. Para ver os alunos que fazem aula CLIQUE AQUI - ALUNOS.

AULAS ONLINE PELO SKYPE DESDE POR VÍDEO CONFERÊNCIA com DIA e HORA Marcada. Para ver os alunos que fazem aula CLIQUE AQUI - ALUNOS. AULAS ONLINE PELO SKYPE DESDE 2011. POR VÍDEO CONFERÊNCIA com DIA e HORA Marcada. Para ver os alunos que fazem aula CLIQUE AQUI - ALUNOS. Professor Jeferson Oliveira, trabalha com partituras, geralmente

Leia mais

Dó Dó# - Ré Ré# - Mi Fá Fá# - Sol Sol# - Lá Lá# - Si Dó

Dó Dó# - Ré Ré# - Mi Fá Fá# - Sol Sol# - Lá Lá# - Si Dó Introdução às Escalas Musicais Por certo todos já ouviram falar de escalas musicais. A mais conhecida de todas é a escala de Dó maior, onde abrange as notas: Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si. Além dessas notas,

Leia mais

Índice. Curso Prático de Guitarra

Índice. Curso Prático de Guitarra Índice Introdução... 01 Notas no seu Instrumento... 02 Escala Cromática Diatônica... 04 Relatividade entre Acordes... 05 Harmonia... 06 Formação de Dissonâncias... 07 Conhecendo melhor os Intervalos...

Leia mais

Noel Dukarmo. Iniciação Prática Musical Didático/Pedagógico

Noel Dukarmo. Iniciação Prática Musical Didático/Pedagógico Noel Dukarmo Iniciação Prática Musical Didático/Pedagógico Feliz da idéia que simplesmente sai do papel Com o intuito de colaborar positivamente Mostrando que o idealista ainda acredita Que a educação

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA BACHARELADO EM MÚSICA A questão 01 é acompanhada de um exemplo musical gravado, que será repetido 4 vezes, com um silêncio de 30 segundos entre cada repetição; um som de aviso (quatro toques ) aparecerá antes do extrato musical

Leia mais

Habilidade Específica

Habilidade Específica PROCESSO SELETIVO 2012 Anos Edital 08/2012-16/10/2011 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno de prova.

Leia mais

Técnica de Mão esquerda. Tradução do Método de Janos Starker para o estudo das técnicas de mão esquerda

Técnica de Mão esquerda. Tradução do Método de Janos Starker para o estudo das técnicas de mão esquerda Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Música - Departamento de Instrumentos e Canto Disciplina Oficina de Performance Violoncelo 1 Técnica de Mão esquerda Tradução do Método de Janos Starker para

Leia mais

Acordes para Teclado e Piano by Ernandes

Acordes para Teclado e Piano by Ernandes Acordes para Teclado e Piano by Ernandes As notas abaixo formam a escala de C, com sua representação na pauta do piano: Os acordes cifrados são formados por três ou mais notas tocadas ao mesmo tempo ou

Leia mais

ATUALIZADO 24/10/2016

ATUALIZADO 24/10/2016 Aqui é o lugar certo para aprender violão ATUALIZADO 24/10/2016 Daniel Darezzo MÓDULO ZERO 7 passos para 100% de aproveitamento 3 dicas de sucesso para quem é canhoto(a) 5 passos para eliminar suas manias

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA Nome do Candidato: Inscrição: Assinatura: PROVA COLETIVA 1- A prova está dividida em 4 questões com as seguintes pontuações:

Leia mais

BREVE HISTÓRIA DO VIOLÃO

BREVE HISTÓRIA DO VIOLÃO VIOLÃO BREVE HISTÓRI O VIOLÃO Os musicólogos, quando falam sobre a origem da guitarra (violão), citam duas hipóteses prováveis sobre a origem desse instrumento musical. Uma delas é a de que o violão tenha

Leia mais

CURSO PRÁTICO DE VIOLÃO

CURSO PRÁTICO DE VIOLÃO Ano: 4 CURSO PRÁTICO DE VIOLÃO HENRIQUE FELIPE Ano: 4 Página2 APRESENTAÇÃO Neste curso, abordaremos alguns dos aspectos básicos do violão, instrumento de estudo em questão, tais como, sua anatomia, notas,

Leia mais

Uma proposta para o ensino dos modos normais das cordas vibrante

Uma proposta para o ensino dos modos normais das cordas vibrante UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Instituto de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Mestrado Profissional em Ensino de Física Uma proposta para o ensino dos modos normais das cordas

Leia mais

ACORDE F F G A Bb C D E F

ACORDE F F G A Bb C D E F 7 Acordes Dissonantes Como já mencionamos antes, acordes dissonantes são acordes comuns acrescidos de uma ou mais notas que as notas básicas (1 a, 3 a e 5 a ) para alterar sutilmente sua tonalidade. Isto

Leia mais

Knobs - Também chamados de Potenciômetros, são responsáveis pelo controle de volume e tonalidade dos captadores.

Knobs - Também chamados de Potenciômetros, são responsáveis pelo controle de volume e tonalidade dos captadores. O Básico da Guitarra Para começarmos com o pé direito a aprender o instrumento, nada melhor do que conhecer suas partes. Na figura abaixo temos a guitarra com a indicação dos componentes importantes e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE CONCURSO VESTIBULAR VESTIBULAR 2016 MÚSICA INSTRUÇÕES - Ao receber este caderno de prova verifique se contém 30 questões. Caso contrário,

Leia mais

APONTAMENTOS TEORIA MUSICAL

APONTAMENTOS TEORIA MUSICAL APONTAMENTOS DE TEORIA MUSICAL ISABEL FERREIRA Julho de 2011 Inclinar-me-ei para o teu santo templo, e louvarei o teu nome pela tua benignidade, e pela tua verdade; pois engrandeceste a tua palavra acima

Leia mais

PREVINA OU ELIMINE A BARRIGA

PREVINA OU ELIMINE A BARRIGA PREVINA OU ELIMINE A BARRIGA OS EXERCÍCIOS ABDOMINAIS APRESENTADOS ABAIXO ESTÃO DIVIDIDOS DE ACORDOS COM SEU GRAU DE DIFICULDADE, ESTANDO CLASSIFICADOS COMO: EXERCÍCIOS LEVES EXERCÍCIOS INTERMEDIÁRIOS

Leia mais

C-FSG-MU/2017 CÓDIGO - 11

C-FSG-MU/2017 CÓDIGO - 11 1) São considerados como andamentos médios: (A) Vivo e Adágio. (B) Adagio e Andante. (C) Maestoso e Allegro. (D) Stretto e Animato. (E) Andantino e Sostenuto. 2) Qual o nome do ornamento grafado na pauta

Leia mais

04 Armadura de Clave Como identificar o Tom a partir dos acidentes da Armadura de Clave. 06 Relação Tom x Acidentes. 12 Círculo das Quintas

04 Armadura de Clave Como identificar o Tom a partir dos acidentes da Armadura de Clave. 06 Relação Tom x Acidentes. 12 Círculo das Quintas 03 Introdução onalidade 04 Armadura de Clave Como identificar o om a partir dos acidentes da Armadura de Clave 06 Relação om x Acidentes ons com sustenidos ons com bemóis 12 Círculo das Quintas ons Vizinhos

Leia mais

Nome: (ATENÇÃO: coloque seu nome em todas as páginas deste teste) I. TESTE PERCEPTIVO

Nome: (ATENÇÃO: coloque seu nome em todas as páginas deste teste) I. TESTE PERCEPTIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE ARTES DEPARTAMENTO DE MÚSICA CONCURSO VESTIBULAR 2016 PROVA ESPECÍFICA TESTE TEÓRICO-PERCEPTIVO Nome: (ATENÇÃO: coloque seu nome em todas as páginas

Leia mais