Fire. Incêndio Incendies. Engineering. Engenharia Engineering

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fire. Incêndio Incendies. Engineering. Engenharia Engineering"

Transcrição

1 GA Angola Seguros 8:00 am 90% Credit Life Aviation Construction Assets All Risks 信 贷 寿 险 航 空 险 施 工 所 有 风 险 规 避 Crédito Vida Aviação Construção Bens Contra Todos os Riscos Crédit vie Aviation Constructions Grands comptes d assurance Energy 能 源 保 险 Energia Énergie Workman s Compensation 工 人 赔 偿 Seguro de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais Maladie/invalidité Industrial Risks 工 业 险 Riscos Industriais Risques industriels Motor 车 险 Seguro Automóvel Automobile Marine Insurance Travel Insurance Fire Mining 海 险 Seguro Marítimo Assurance maritime 旅 行 保 险 Seguro de Viagem Assurance voyages 火 险 Incêndio Incendies 采 矿 业 保 险 Mineração Mines Liability 责 任 险 Responsabilidade Civil Responsabilité Property 财 产 险 Património Biens Engineering 工 程 设 计 险 Engenharia Engineering Political Unrest & Terrorism 政 治 动 荡 和 恐 怖 主 义 保 险 Distúrbios Políticos e Terrorismo Instabilité politique et terrorisme

2 安 哥 拉 保 险 分 析 J2012 年 7 月 安 全 等 级 评 级 范 围 评 级 评 级 展 望 期 满 日 索 赔 偿 付 能 力 全 国 l A (AO) 稳 定 2013/7 财 务 数 据 (US$ 百 万 比 较 ) KZ/US$ ( 平 均 ) KZ/US$ ( 收 盘 ) 总 资 产 总 资 本 现 金 与 等 价 物 毛 承 保 保 费 承 保 业 绩 税 后 净 利 润 运 营 现 金 流 不 适 用 不 适 用 总 市 值 不 适 用 市 场 份 额 * 13% * 基 于 GCR 的 估 计 相 关 方 法 / 研 究 : GCR 短 期 保 险 和 再 保 险 公 司 的 评 定 标 准 GA Angola Seguros S.A. ( GA ) 评 级 报 告, 年 评 级 历 史 : 首 次 评 级 (2007/08) 索 赔 偿 付 能 力 :BBB+ (AO) 评 级 展 望 : 稳 定 最 后 一 次 评 级 (2011/06) 索 赔 偿 付 能 力 :A (AO) 评 级 展 望 : 稳 定 GCR 联 系 方 式 : 信 贷 分 析 师 CPA 部 门 主 管 网 站 :www.globalratings.net 评 级 理 由 依 据 评 级 基 于 以 下 因 素 : 在 审 核 期 间 展 示 的 强 劲 发 展 势 头, 奠 定 了 公 司 在 安 哥 拉 保 险 业 的 领 导 者 地 位 其 强 大 的 品 牌 杠 杆 和 牢 固 的 企 业 关 系 进 一 步 巩 固 了 这 个 地 位 在 审 核 期 间 所 证 实 的 雄 厚 的 资 本 积 累, 已 经 展 示 在 2011 年 财 政 年, 其 国 际 偿 付 能 力 增 强, 并 已 达 到 一 个 较 高 的 水 平 虽 然 注 意 到 这 一 事 实, 即 在 2011 年 财 政 年 内, 股 本 低 于 法 定 最 低 要 求 ( 由 于 监 管 层 面 上 的 管 理 挑 战 ), 但 最 终 在 年 底 获 得 批 准, 并 补 齐 了 不 足 额 此 外,GA 达 到 了 最 低 法 定 偿 付 能 力 要 求, 并 略 有 宽 裕 尽 管 如 此, 日 益 突 出 的 高 价 值 跨 国 风 险 限 制 了 承 保 能 力 的 提 升 实 施 的 保 守 的 投 资 策 略 保 证 了 资 产 负 债 表 风 险 低 和 主 要 流 动 资 金 充 足 值 得 注 意 的 是, 在 投 资 策 略 上 的 重 大 变 更 会 对 评 级 造 成 不 利 的 影 响 自 2007 年 财 政 年 以 来, 由 于 采 用 相 当 复 杂 的 承 保 体 制 以 及 保 守 的 索 赔 环 境,GA 持 续 获 得 承 保 利 润 然 而, 保 险 公 司 的 成 本 基 数 仍 然 很 高 ( 按 净 保 费 计 算 ), 从 而 来 破 坏 了 财 务 上 的 灵 活 性, 尤 其 是 在 国 内 日 益 成 熟 的 市 场 中 从 总 额 上 讲, 经 营 成 本 略 高 于 国 际 标 准 值 得 注 意 的 是, 应 用 了 以 服 务 为 重 点 的 经 营 方 法, 使 得 在 长 期 缺 乏 适 当 技 能 的 当 地 市 场 中, 必 须 广 泛 应 用 国 外 专 业 知 识 虽 然 这 意 味 着 一 定 程 度 的 经 营 风 险, 但 是 自 公 司 成 立 以 来, 不 断 努 力 扩 大 管 理 基 础 以 及 合 格 的 当 地 工 作 人 员, 这 些 都 起 着 积 极 的 作 用 评 级 行 动 的 推 动 因 素 有 利 的 变 动 因 素 : 持 续 强 劲 而 稳 定 的 中 期 盈 利, 加 上 增 强 对 中 小 企 业 和 个 人 保 险 市 场 的 渗 透, 从 而 减 少 了 对 再 保 险 企 业 帐 户 的 严 重 依 赖 并 提 高 了 总 收 益 的 多 元 化 此 外, 偿 付 能 力 预 计 将 维 持 在 目 前 的 水 平 不 利 的 变 动 因 素 : 持 续 转 弱 的 长 期 收 入, 以 及 鉴 于 国 内 债 权 环 境 的 预 期 成 熟, 保 险 公 司 未 能 实 现 成 本 效 率 此 外, 采 取 更 积 极 的 投 资 策 略 会 对 评 级 产 生 不 利 影 响 本 文 件 为 机 密 文 件, 仅 供 客 户 参 考 本 文 件 受 版 权 保 护, 未 经 Global Credit Rating Co. ( GCR ) 的 书 面 同 意, 不 得 全 部 或 部 分 复 制 本 文 件 中 所 含 的 信 用 评 级 以 及 其 他 观 点 为 且 必 须 仅 解 释 为 观 点 陈 述, 而 不 应 被 解 释 为 对 任 何 事 实 或 购 买 出 售 或 持 有 任 何 证 券 的 建 议 声 明 GCR 并 未 以 任 何 形 式 或 方 式 给 出 或 做 出 有 关 任 何 此 类 评 级 或 其 他 观 点 或 信 息 的 准 确 性 期 限 完 整 性 适 销 性 或 对 任 何 特 定 目 的 的 适 用 性 的 明 示 或 默 示 保 证

3 Análise dos Seguros em Angola Julho de 2012 Classe de segurança escala de avaliação Avaliação Perspectiva da avaliação Válida até Capacidade de pagamento de sinistros Nacional A (AO) Estável 07/2013 Financial data: (US$m Comparação) KZ/US$ (média) KZ/US$ (fecho) Total de activos Total de capital Caixa e equiparados Prémios brutos process Resultado de subscrições Lucros líquidos depois de impostos Fluxo de caixa operacional n/a n/a Capit. do mercado n/a Quota do mercado* 13% * Com base na estimativa da GCR. Metodologias/investigação conexas: Critérios da GCR para avaliar companhias de seguro e resseguro do ramo não vida. Relatórios de avaliação da GA Angola Seguros S.A. ( GA ), História da avaliação: Avaliação inicial (08/2007) Capacidade de pagamento de sinistros: BBB+ (AO) Perspectiva da avaliação: Estável Última avaliação (06/2011) Capacidade de pagamento de sinistros: A (AO) Perspectiva da avaliação: Estável Pessoas a Contactar na GCR: Analista de Crédito Chefe de Sector CPA Website: Análise racional da avaliação A avaliação baseia-se nos seguintes factores-chave: A trajectória de forte crescimento demonstrada durante o período objecto de avaliação permitiu à empresa afirmar-se como actor de primeiro plano na indústria de seguros angolana. Esta posição assenta num forte posicionamento de marca e em relações interinstitucionais bem estabelecidas. A forte acumulação de capital demonstrada ao longo do período objecto de avaliação assisitu ao fortalecimento da margem de solvência internacional para um nível confortável em F11. Embora se tome nota do facto de o capital social em FYE11 ter ficado aquém do mínimo legal exigido (devido a desafios administrativos a nível regulamentar), foi concedida aprovação posterior no final do ano e o défice corrigido. Além disso, a GA satisfez confortavelmente o requisito de solvência mínima regulamentar. Não obstante, a crescente importância dos riscos de elevado valor nas multinacionais limita o reforço da capacidade de subscrição. A estratégia de investimento conservador aplicada apoia um balanço de baixo risco e parâmetros de liquidez adequados. De referir que qualquer alteração, do ponto de vista material, da estratégia de investimento teria um impacto negativo na avaliação. A GA tem registado lucros consistentes provenientes da subscrição desde F07, assistida pela utilização de um sistema de subscrições bastante sofisticado e um ambiente de sinistros conservador. Contudo, a base de custos da seguradora continua a ser elevada (com base nos prémios líquidos) e contribui para enfraquecer a flexibilidade financeira, particularmente no contexto do contínuo amadurecimento do mercado interno. Regista-se a abordagem operacional centrada no serviço a qual, devido à inexistência crónica de competências adequadas no mercado local, conduz à extensa utilização de onhecimentos especializados de expatriados. Embora isto implique um certo nível de risco operacional, os contínuos esforços desde a constituição da empresa no sentido de alargar a base da direcção a pessoal local qualificado tem sido encarada de forma positiva. O que poderá desencadear uma acção de notação Factores de movimento positivo: O registo de receitas persistentemente fortes e estáveis a médio prazo, aliado a uma melhor penetração no mercado das PME e seguros para particulares, reduzindo desse modo a dependência das contas empresariais fortemente resseguradas e uma maior diversificação dos valores contabilísticos brutos, Além disso, espera-se que a solvência se mantenha ao nível actual. Factores de movimento negativo: O enfrequecimento constante das receitas ao longo de um período prolongado, sem que a seguradora tenha procedido a reduções de custo à luz do esperado amadurecimento do ambiente de sinistros interno. Além disso, a adopção de uma estratégia de investimento mais agressiva pode ter um impacto negativo sobre a notação. Este documento é confidencial e foi publicado apenas para informação dos clientes. Está sujeito a direitos de autor e não pode ser reproduzido na íntegra ou parcialmente sem a autorização por escrito da Global Credit Rating Co. (Pty.) Ltd ( CGR ). As avaliações de risco e outras opiniões constantes neste documento são, e devem ser, interpretadas puramente como afirmações de opinião e não afirmações factuais ou recomendações para comprar, vender ou reter quaisquer títulos. Nenhuma garantia, seja ela expressa ou implícita, sobre a precisão, oportunidade, integralidade, comercialização ou aptidão para qualquer fim específico de qualquer avaliação deste tipo ou outras opiniões ou informações será dada ou feita pela GCR sob qualquer forma ou maneira, seja ela qual for.

4 Analyse assurance Angola Juillet 2012 Classification de sécurité Échelle de notation notation Perspective de notation Date d expiration Capacité de paiement des indemnisations Nationale A (AO) Stable 07/2013 Données financières: (Tableau comparatif en millions d USD) KZ/USD (moy.) KZ/USD (cloture) Actif total Capital total Encaisses & équivalents Primes brutes souscrites Résultat des souscriptions Bénéfice net après impôt Flux de trésorerie provenant des activités d exploitation s/o s/o Capitalisation boursière s/o Part de marché* 13% *basée sur une estimation du marché des assurances «non pétrolières». Méthodologies/recherche associées: Critères de GCR pour la notation des sociétés d assurance et de réassurance à court terme. Rapports de notation de GA Angola Seguros S.A. (GA), Historique de notation: Première notation (08/2007) Capacité de paiement des indemnisations: BBB+ (AO) Perspective de notation: stable Dernière notation (06/2011) Capacité de paiement des indemnisations: A (AO) Perspective de notation: stable Contacts GCR: Analyste crédit Chef du secteur CPA Site web: Logique de notation La notation se fonde sur les facteurs clés suivants: La croissance robuste affichée au cours de la période d examen a permis à la société de devenir l un des principaux assureurs sur le marché angolais. Cette position est soutenue par une solide stratégie de marque, et des relations avec les entreprises solidement ancrées. Les bons niveaux de capitalisation constatés au cours de la période d examen ont entraîné une augmentation de la marge de solvabilité internationale à un niveau confortable à l exercice Bien qu il convienne de noter le fait que le capital social à l exercice 2011 était inférieur au minimum légal requis (en raison de défis administratifs au niveau règlementaire), une approbation a été accordée et cette insuffisance a été rectifiée. De plus, GA a respecté sans problème l exigence de solvabilité obligatoire minimum. Nonobstant ce fait, l importance croissante des risques multinationaux à valeur élevée limite le développement de la capacité de souscription. La stratégie d investissement prudente appliquée soutient un bilan à faible risque et des mesures de liquidités clés adéquates. Il convient de noter qu un changement matériel dans la stratégie d investissement influencerait négativement la notation. GA enregistre un bénéfice de souscription depuis l exercice 2007, grâce à l utilisation d un système de souscription assez sophistiqué et à une sinistralité modeste. Néanmoins, les coûts de base de l assureur restent élevés (sur la base d une prime nette), ce qui sape la flexibilité financière, en particulier dans le contexte d une maturation continue du marché intérieur. Sur la base du brut, les charges d exploitation semblent être légèrement supérieures aux normes internationales. Il convient de noter l approche d exploitation axée sur les services appliquée qui, en l absence chronique de compétences appropriées sur le marché local, nécessite un important recours à l expertise d expatriés. Tandis que ceci implique un certain degré de risque opérationnel, les efforts continus depuis le début visant à recruter du personnel local qualifié sont jugés positifs. Ce qui pourrait déclencher une action en termes de notation Les facteurs de mouvement positif: L enregistrement de revenus constamment solides et stables à moyen terme, conjugué à une meilleure pénétration du marché des PME et des particuliers, réduisant ainsi la dépendance à des comptes entreprises fortement réassurés et améliorant la diversification du portefeuille brut. De plus, la solvabilité devrait être maintenue au niveau actuel. Facteurs de mouvement négatif : La diminution soutenue des revenus sur une période de temps prolongée, l assureur ne parvenant pas à maîtriser les coûts à la lumière de la maturation future de la sinistralité domestique. De plus, l adoption d une stratégie d investissement plus agressive pourrait affecter négativement la notation. Ce document est confidentiel et publié à titre d informations destinées aux clients uniquement. Il est soumis au droit d auteur et ne doit être reproduit en intégralité, ni en partie sans la permission écrite de Global Credit Rating Co. («GCR»). Les notations de crédit et autres opinions contenues dans la présente sont des opinions et non des faits ou des recommandations d achat, de vente ou de détention d un titre quelconque et ne doivent être interprétées que comme telles. Aucune garantie, explicite ou implicite, quant à la précision, l opportunité, l exhaustivité, la valeur commerciale ou l adaptabilité à un objectif particulier d une quelconque notation ou autre opinion ou information n est fournie par GCR de quelque manière ou forme que ce soit.

5 Angola Insurance Analysis July 2012 Security class rating scale rating rating watch expiry date Claims paying ability National A (AO) Stable 07/2013 Financial data: (US$ m Comparative) KZ/US$ (ave) KZ/US$ (close) Total assets Total capital Cash & equivalents GWP U/w result NPAT Operating cash flow n.a. n.a. Market cap. n.a. Market share* 13% *Based on GCR estimate. Related methodologies/ research: GCR s criteria for rating short term insurance and reinsurance companies. GA Angola Seguros S.A. ( GA ) rating reports, Rating history: Initial rating (08/2007) Claims paying ability: BBB+ (AO) Rating outlook: Stable Last rating (06/2011) Claims paying ability: A (AO) Rating outlook: Stable GCR contacts: Credit Analyst CPA Sector Head Website: Rating rationale The rating is based on the following key factors: The strong growth trajectory displayed over the review period has enabled the company to establish itself as a leading player in the Angolan insurance industry. This position is underpinned by strong brand leverage and well entrenched corporate relationships. The strong capital accumulation evidenced over the review period has seen a strengthening in the international solvency margin to a comfortable level in F11. Whilst note is taken of the fact that share capital at FYE11 fell short of the required statutory minimum (due to administrative challenges at regulatory level), subsequent to yearend approval had been given and the shortfall rectified. Further, GA comfortably met the minimum statutory solvency requirement. This notwithstanding, the growing prominence of high value multinational risks limits the build-up of underwriting capacity. The conservative investment strategy applied is supportive of a low risk balance sheet and adequate key liquidity metrics. It is noted that a material change in the investment strategy would impact adversely on the rating. GA has registered consistent underwriting profits since F07, aided by the employment of a fairly sophisticated underwriting system and a conservative claims environment. Nevertheless, the insurer s cost base remains high (on a net premium basis) and serves to undermine financial flexibility, particularly in the context of the continued maturation of the domestic market. On a gross basis, operating costs appear to be slight above international norms. Note is taken of the service-focused operating approach applied, which in the chronic absence of appropriate skills in the local market necessitates the extensive use of expat expertise. Whilst this implies some level of operational risk, ongoing efforts since inception to broaden the management base with qualified local staff are positively viewed. What could trigger a rating action Positive movement factors: The registering of persistently strong and stable earnings over the medium term, paired with an improved penetration into the SME and personal lines market, thus reducing reliance on heavily reinsured corporate accounts and improving diversification in the gross book. Further, solvency is expected to be maintained at the current level. Negative movement factors: The sustained weakening of earnings over a prolonged period, with the insurer failing to realize cost efficiencies in light of the expectant maturation of the domestic claims environment. Further, the adoption of a more aggressive investment strategy could adversely impact on the rating. This document is confidential and issued for the information of clients only. It is subject to copyright and may not be reproduced in whole or in part without the written permission of Global Credit Rating Co. ( GCR ). The credit ratings and other opinions contained herein are, and must be construed solely as, statements of opinion and not statements of fact or recommendations to purchase, sell or hold any securities. No warranty, express or implied, as to the accuracy, timeliness, completeness, merchantability or fitness for any particular purpose of any such rating or other opinion or information is given or made by GCR in any form or manner whatsoever.

6 contacts ANGOLA ADDRESS/ADRESSE PHYSIQUE/MORADA: Talatona Head Office: Edificio Malange, 6º Andar. Belas Business Park1, Talatona, Luanda Sul, Angola Tel: /20/21/22/23/ /3/4/5 Fax: Luanda City Office: Avenida 4 de Fevereiro 79, Luanda, Angola Tel: /282/ /5/1 Fax: Lobito: Largo do Bocage, Zona do Mercado Principal do Lobito Tel: /95/96 Fax: Lubango: Praça João Paulo II, L48 Centro Comercial Millennium, Lubango, Angola Tel: Fax: SOUTH AFRICA ADDRESS/ADRESSE PHYSIQUE/MORADA: Global Alliance House, 321 Main Road, Bryanston, 2191, Johannesburg, South Africa TEL: FAX:

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL A: Tous les acteurs de la filière du Commerce Equitable certifiés pour la mangue, la banane, la pulpe d araza / Produtores e Comerciantes certificados da manga, da banana e da polpa de araza de CJ Tous

Leia mais

Lloyd s no brasil. 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO

Lloyd s no brasil. 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO Lloyd s no brasil 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO July 2010 Lloyd s no Brasil abril 2008: O Lloyd s foi o primeiro ressegurador a receber a licença da SUSEP,

Leia mais

Gerenciamento de Risco em Empresas Não Financeiras: Aplicações na Indústria Sucroenergética

Gerenciamento de Risco em Empresas Não Financeiras: Aplicações na Indústria Sucroenergética Rafael Garcia Dutra Gerenciamento de Risco em Empresas Não Financeiras: Aplicações na Indústria Sucroenergética Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau

Leia mais

RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015

RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015 RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais, SA. RARI TECH Septembre 2015 QUI SOMMES-NOUS? RARI Construções Metálicas, Engenharia, Projectos e Soluções Industriais SA. est

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

Panorama do mercado internacional

Panorama do mercado internacional Life & Health Panorama do mercado internacional A Global Perspective de seguros de vida e saúde Escola Nacional de Seguros Rio de Janeiro, Maio 2014 Escola Nacional de Seguros Rio de Janeiro Hernán Fatone

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

Global Alliance Angola Seguros S.A.

Global Alliance Angola Seguros S.A. Global Alliance Angola Seguros S.A. Jackie Swan swanj@globalratings.net Análise dos Seguros em Angola Classe de segurança Capacidade de pagamento de reclamações Escala de classificação Moeda Avaliação

Leia mais

A Year in Review 8:00 am 2010-2011

A Year in Review 8:00 am 2010-2011 A Year in Review 8:00 am 2010-2011 Group Life Insurance Aviation CAR/Engineering Assets All Risks Energy Workman s Compensation Industrial Risks Motor Marine Insurance Travel Insurance Fire Mining Liability

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO 4Q08 Results Conference Call Friday: March 13, 2008 Time: 12:00 p.m (Brazil) 11:00 a.m (US EDT) Phone: +1 (888) 700.0802 (USA) +1 (786) 924.6977 (other countries)

Leia mais

ARC Ratings atribui rating soberano de BBB +, com perspectiva estável, à India

ARC Ratings atribui rating soberano de BBB +, com perspectiva estável, à India ARC Ratings atribui rating soberano de BBB +, com perspectiva estável, à India EMITENTE DATA República da India 12 de Dezembro de 2014 RATINGS EMITENTE - MOEDA ESTRANGEIRA Médio e Longo Prazo BBB+ (BBB+,

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

2009-2010 SALARY GUIDE. Brazil

2009-2010 SALARY GUIDE. Brazil 2009-2010 SALARY GUIDE Brazil Conteúdo Introdução...1 Finance and Accounting...2 Engineering...3 Sales & Marketing...4 Technology...5 Banking...6 Banking (Continued)...7 Insurance...8 About Robert Half...9

Leia mais

Agenda. Estrutura do Mercado Londrino Introdução Histórico e Antecedentes O Mercado de Lloyd s Resultados do Ano de 2007

Agenda. Estrutura do Mercado Londrino Introdução Histórico e Antecedentes O Mercado de Lloyd s Resultados do Ano de 2007 O MERCADO RESSEGURADOR LONDRINO Margo Black CEO Willis Re Junho de 2008 Agenda Estrutura do Mercado Londrino Introdução Histórico e Antecedentes O Mercado de Lloyd s Resultados do Ano de 2007 Estrutura

Leia mais

Definições de Categorias Fundos de Investimento Regulamentados no Brasil

Definições de Categorias Fundos de Investimento Regulamentados no Brasil ? Definições de Categorias Fundos de Investimento Regulamentados no Brasil Morningstar Research 28 de abril de 2017 Ações Ações Large Cap Os fundos Large Cap investem principalmente em ações de empresas

Leia mais

PORTAS EM COMPACTO FENÓLICO PORTES COMPACTE PHÉNOLIQUE - COMPACT PHENOLIC DOORS

PORTAS EM COMPACTO FENÓLICO PORTES COMPACTE PHÉNOLIQUE - COMPACT PHENOLIC DOORS PORTAS EM COMPACTO FENÓLICO PORTES COMPACTE PHÉNOLIQUE - COMPACT PHENOLIC DOORS ARCHIWOODXXI Instituto CUF Porto, Portugal Instituto CUF Porto, Portugal Porta em compacto fenólico e aro em alumínio - Porte

Leia mais

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution Marcas representadas Represented brands Aposta na competência Focus on competence Mercados de atuação Marketplaces Angola Angola Brasil Brazil

Leia mais

Apresentação PCC Outubro 2012 HIGHDOME PCC

Apresentação PCC Outubro 2012 HIGHDOME PCC Apresentação PCC Outubro 2012 HIGHDOME PCC Índice 1. Retenção de risco o porquê 2. A solução Cativa 3. PCC o conceito 4. Apresentação da HighDome 4.1. A empresa 4.2. Mercado-alvo 4.3. Serviços 4.4. Subscrição

Leia mais

Insurance Sector Sector Segurador. Insurance Sector Sector Segurador. dossiers. Banking and Insurance. Banca e Seguros

Insurance Sector Sector Segurador. Insurance Sector Sector Segurador. dossiers. Banking and Insurance. Banca e Seguros dossiers Banking and Insurance Banca e Last Update Última Actualização: 21/4/214 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 214 Portugal Economy Probe PE Probe

Leia mais

Technical Information

Technical Information Subject Ballast Water Management Plan To whom it may concern Technical Information No. TEC-0648 Date 14 February 2006 In relation to ballast water management plans, we would advise you that according to

Leia mais

Nova visão: Business Continuity Plan e gestão do risco operacional. Alexandre Canadas BP2S Location Manager Lisboa, 20 de Maio de 2008

Nova visão: Business Continuity Plan e gestão do risco operacional. Alexandre Canadas BP2S Location Manager Lisboa, 20 de Maio de 2008 Nova visão: Business Continuity Plan e gestão do risco operacional Alexandre Canadas BP2S Location Manager Lisboa, 20 de Maio de 2008 Agend Introdução De recuperação de actividade Dual Office Conclusão

Leia mais

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo.

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

E o Vento Levou: A experiência da Fitch com Estudos de Vento. Bruno Pahl, Associate Director

E o Vento Levou: A experiência da Fitch com Estudos de Vento. Bruno Pahl, Associate Director E o Vento Levou: A experiência da Fitch com Estudos de Vento Bruno Pahl, Associate Director Agenda Panorama Geral: Porfolio de ratings da Fitch Produção real vs. Cenários da Fitch Perfomance financeira

Leia mais

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado Mateus Geraldo Xavier Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral Dissertação de Mestrado Programa de Pós-graduação em Teologia do Departamento de Teologia

Leia mais

INTRODUCTION 3 A. CURRENT NET VALUE OF THE PORTFOLIO (IN MILLION USD) 4 B. GEOGRAPHICAL COMPOSITION BY DURATION 4

INTRODUCTION 3 A. CURRENT NET VALUE OF THE PORTFOLIO (IN MILLION USD) 4 B. GEOGRAPHICAL COMPOSITION BY DURATION 4 TABLE OF CONTENTS INTRODUCTION 3 A. CURRENT NET VALUE OF THE PORTFOLIO (IN MILLION USD) 4 B. GEOGRAPHICAL COMPOSITION BY DURATION 4 C. PORTFOLIO COMPOSITION BY ASSET CLASSES 5 D. HOLDINGS WITH HIGH AND

Leia mais

28 PME Líder CRITÉRIOS. Bloomberg News

28 PME Líder CRITÉRIOS. Bloomberg News 28 PME Líder CRITÉRIOS Bloomberg News CRITÉ RIOS COMO CHEGAR A PME LÍDER Atingir o Estatuto PME Líder é a ambição de muitas empresas. É este o primeiro passo para chegar a PME Excelência. Saiba o que precisa

Leia mais

Língua Estrangeira: FRANCÊS L alarme intelligente Finis les hurlements intempestifs, elle reconnaît les cambrioleurs Les alarmes, c est bien pratique Sauf quand ça se met à hurler à tout bout de champ

Leia mais

ARC Ratings confirma a notação "A-1" à Somincor RATING DE EMITENTE RATING DE EMISSÕES

ARC Ratings confirma a notação A-1 à Somincor RATING DE EMITENTE RATING DE EMISSÕES ARC Ratings confirma a notação "A-1" à Somincor EMITENTES RATING DE EMITENTE Somincor Sociedade Mineira de Neves-Corvo, S.A. A-1 Curto Prazo DATA DAS NOTAÇÕES RATING DE EMISSÕES 7 de Setembro de 2015 A-1

Leia mais

Financiamento Para o Desenvolvimento: A Classificação do Risco em Projetos de Infraestrutura

Financiamento Para o Desenvolvimento: A Classificação do Risco em Projetos de Infraestrutura Não é possível exibir esta imagem no momento. Não é possível exibir esta imagem no momento. Financiamento Para o Desenvolvimento: A Classificação do Risco em Projetos de Infraestrutura Regina Nunes Presidente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA E CONTABILIDADE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA-CAEN

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA E CONTABILIDADE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA-CAEN UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA E CONTABILIDADE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA-CAEN HELDER SOARES LOPES ANÁLISES DE MODELOS DE APREÇAMENTO PARA ÍNDICES SETORIAIS

Leia mais

Fitch Afirma Rating da Unidas; Perspectiva Revisada Para Positiva

Fitch Afirma Rating da Unidas; Perspectiva Revisada Para Positiva Fitch Afirma Rating da Unidas; Perspectiva Revisada Para Positiva 13 Fev 2015 17h00 Fitch Ratings - Rio de Janeiro, 13 de fevereiro de 2015: A Fitch Ratings afirmou, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo

Leia mais

Informações básicas e. política de salário mínimo. Étude preliminaire de Claudio Dedecca (consultant BIT) avec appui de l INE PATRICK BELSER OIT

Informações básicas e. política de salário mínimo. Étude preliminaire de Claudio Dedecca (consultant BIT) avec appui de l INE PATRICK BELSER OIT Informações básicas e parâmetros para adoção da política de salário mínimo em Cabo Verde : Étude preliminaire de Claudio Dedecca (consultant BIT) avec appui de l INE PATRICK BELSER OIT STRUCTURE DE LA

Leia mais

ESTRATÉGIAS CORPORATIVAS COMPARADAS CMI-CEIC

ESTRATÉGIAS CORPORATIVAS COMPARADAS CMI-CEIC ESTRATÉGIAS CORPORATIVAS COMPARADAS CMI-CEIC 1 Sumário Executivo 1 - A China em África 1.1 - Comércio China África 2 - A China em Angola 2.1 - Financiamentos 2.2 - Relações Comerciais 3 - Características

Leia mais

EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES

EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES Encontros Acadêmicos de São Paulo 23/09/2005 EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS Aproveitamento de estudos realizados em outra

Leia mais

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments QUALIDADE Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments Identificação rápida e confiável de ligas e composições elementares para: Controle

Leia mais

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP Know-how setorial e global pré-configurado Índice 1.Disponibilidade dos pacotes SAP Best Practices 2.Efetuar

Leia mais

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos PAAES 2ª ETAPA SUBPROGRAMA 2011/2014 24 de fevereiro de 2013

Leia mais

BMG FIDC - CRÉDITOS CONSIGNADOS VI Moody s Investors Service 3

BMG FIDC - CRÉDITOS CONSIGNADOS VI Moody s Investors Service 3 BMG FIDC - CRÉDITOS CONSIGNADOS VI Moody s Investors Service 3 Doc ID# SF110397 English version: SF110396 Copyright 2007, Moody s Investors Service, Inc. and/or its licensors including Moody s Assurance

Leia mais

... A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

... A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z Lista das Publicações Periódicas Recebidas no ISP A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z A ACÓRDÃOS DOUTRINAIS DO SUPREMO TRIBUNAL ADMINISTRATIVO.

Leia mais

Março 2016

Março 2016 BFA@glance Março 2016 BFA - BANCO DE FOMENTO ANGOLA Clientes 1.444.524 Customers 191 Balcões Branches 1º Banco Privado Angolano¹ 1 st Private Bank in Angola¹ 22 Anos no mercado Angolano Years in Angolan

Leia mais

BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY

BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY i2s Thinks, Creates and Provides DÊ UMA NOVA VIDA AO SEU NEGÓCIO, FAÇA A ESCOLHA CERTA Na i2s trabalhamos com afinco para sermos o seu parceiro na solução da sua companhia.

Leia mais

Um Estudo de Caso da Abertura de Capital no Brasil: O IPO da América Latina Logística ALL

Um Estudo de Caso da Abertura de Capital no Brasil: O IPO da América Latina Logística ALL Carla Dodsworth Albano Um Estudo de Caso da Abertura de Capital no Brasil: O IPO da América Latina Logística ALL Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

Josh Pauli Revisão técnica Scott White. Novatec

Josh Pauli Revisão técnica Scott White. Novatec Josh Pauli Revisão técnica Scott White Novatec Copyright 2013 Elsevier Inc. All rights reserved. No part of this publication may be reproduced or transmitted in any form or by any means, electronic or

Leia mais

first premier primeiro

first premier primeiro 2010 first premier primeiro INDICE ESTRUTURA DO GRUPO 2 A HISTÓRIA DA GLOBAL ALLIANCE 3 INFORMAÇÃO SOBRE A COMPANHIA 3 ACONTECIMENTOS EM 2009 4 NOTAÇÕES DE RISCO 5 PRODUTOS 6 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

A formação do engenheiro para as próximas décadas

A formação do engenheiro para as próximas décadas Seminário Inovação Pedagógica na Formação do Engenheiro Universidade de São Paulo Maio de 2003 A formação do engenheiro para as próximas décadas Henrique Lindenberg Neto Escola Politécnica da Universidade

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 060 Balanços em 31 de Dezembro de 2007 e 2006 Balance at 31 December 2007 and 2006 Activo Assets 2007 2006

Leia mais

Tendências Investimento em Equities O papel de ADRs para empresas brasileiras

Tendências Investimento em Equities O papel de ADRs para empresas brasileiras Financial Markets and Treasury Services Sector 8 de abril de 2010 Tendências Investimento em Equities O papel de ADRs para empresas brasileiras Section I. Tendências Mercados Emergentes 2 2009 foi o ano

Leia mais

Manual Instructions for SAP Note Version 1

Manual Instructions for SAP Note Version 1 Manual Instructions for SAP Note 1973349 Version 1 TABLE OF CONTENTS 1 CHANGES TO CONTENT OF TABLE VIEW V_T596G... 3 2 CHANGES TO CONTENT OF TABLE VIEW V_T596I... 4 2 To perform the following changes,

Leia mais

. Reação e Antecipação. Espírito de Equipa e Estabilidade. Consistência e Coerência das Prestações oferecidas

. Reação e Antecipação. Espírito de Equipa e Estabilidade. Consistência e Coerência das Prestações oferecidas 2 Apresentação JOÃO MATA, Angola - Corretores e Consultores de Seguros, é um novo projeto profissional que se afirma na atividade seguradora Angolana, associando a experiência e especialização da sua casa

Leia mais

BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY. i2s Thinks, Creates and Provides

BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY. i2s Thinks, Creates and Provides BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY i2s Thinks, Creates and Provides DÊ UMA NOVA VIDA AO SEU NEGÓCIO, FAÇA A ESCOLHA CERTA Na i2s trabalhamos com afinco para sermos o seu parceiro na solução da sua companhia.

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 068 Balanços em 31 de Dezembro de 2008 e 2007 Balance at 31 December 2008 and 2007 Activo Assets 2008 2007

Leia mais

REPÚPLICA DE ANGOLA MISSÃO DIPLOMÁTICA OU CONSULAR NA ARGÉLIA PEDIDO DE VISTO DEMANDE DE VISA APPLICATION FOR VISA

REPÚPLICA DE ANGOLA MISSÃO DIPLOMÁTICA OU CONSULAR NA ARGÉLIA PEDIDO DE VISTO DEMANDE DE VISA APPLICATION FOR VISA REPÚPLICA DE ANGOLA MISSÃO DIPLOMÁTICA OU CONSULAR NA ARGÉLIA PEDIDO DE VISTO DEMANDE DE VISA APPLICATION FOR VISA Diplomático Oficial Ordinário Diplomatique Officiel Ordinaire Diplomatic Official Ordinary

Leia mais

ANS. Grupo TécnicoT. Origens e Fundamentos da Supervisão Baseada em Risco. 14 de maio de 2013. Prof. Dr. Luiz Augusto F. Carneiro FEA/USP. @usp.

ANS. Grupo TécnicoT. Origens e Fundamentos da Supervisão Baseada em Risco. 14 de maio de 2013. Prof. Dr. Luiz Augusto F. Carneiro FEA/USP. @usp. Grupo TécnicoT Solvência ANS Origens e Fundamentos da Supervisão Baseada em Risco Prof. Dr. Luiz Augusto F. Carneiro FEA/USP lacarneiro@usp. @usp.br 14 de maio de 2013 Introduçã ção Internacionalmente,

Leia mais

Liens et Adresses Utiles. http://guida.querido.net/jogos/ (exercices et jeux sur la grammaire portugaise niveau débutants)

Liens et Adresses Utiles. http://guida.querido.net/jogos/ (exercices et jeux sur la grammaire portugaise niveau débutants) Liens et Adresses Utiles http://guida.querido.net/jogos/ (exercices et jeux sur la grammaire portugaise niveau débutants) http://www.ac-amiens.fr/pedagogie/portugais-bts (sujets et exercices écrits et

Leia mais

FITCH AFIRMA RATINGS DA CPFL ENERGIA E DE SUAS SUBSIDIÁRIAS EM AA(BRA) ; PERSPECTIVA NEGATIVA

FITCH AFIRMA RATINGS DA CPFL ENERGIA E DE SUAS SUBSIDIÁRIAS EM AA(BRA) ; PERSPECTIVA NEGATIVA FITCH AFIRMA RATINGS DA CPFL ENERGIA E DE SUAS SUBSIDIÁRIAS EM AA(BRA) ; PERSPECTIVA NEGATIVA Fitch Ratings-Sao Paulo-17 June 2016: A Fitch Ratings afirmou, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo 'AA(bra)'

Leia mais

JPMorgan Investment Funds Société d Investissement à Capital Variable (the "Company") Registered Office:

JPMorgan Investment Funds Société d Investissement à Capital Variable (the Company) Registered Office: JPMorgan Investment Funds Société d Investissement à Capital Variable (the "Company") Registered Office: European Bank & Business Centre, 6 route de Trèves, L-2633 Senningerberg, Grand Duchy of Luxembourg

Leia mais

Preço de Transferência Fund Tranfer Pricing (FTP)

Preço de Transferência Fund Tranfer Pricing (FTP) Preço de Transferência Fund Tranfer Pricing (FTP) 1º Congresso Internacional de Gestão de Riscos 19 a 21 de outubro de 2001 FEBRABAN Agenda Objetivo Visão Geral Análise e Validação Áreas Contexto do Processo

Leia mais

Rating soberano do Brasil

Rating soberano do Brasil Rating soberano do Brasil Regina Nunes Presidente Standard & Poor s no Brasil Outubro 2014 Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of

Leia mais

Inovação e Empreendedorismo

Inovação e Empreendedorismo Inovação e Empreendedorismo Kami Saidi Diretor de Operações & Sustentabilidade HP Brasil 09-maio-13 HP Commitment Many assume, wrongly, that a company exists simply to make money... the real reason HP

Leia mais

João Mata Moçambique

João Mata Moçambique 2 Apresentação João Mata Moçambique Corretores e Consultores Seguros Lda, é um novo projecto profissional que se afirma na actividade seguradora Moçambicana, associando a experiência e especialização da

Leia mais

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos A SAP aumenta a um ritmo de 14% as receitas de software e de serviços relacionados com software em 2008 e apresenta um crescimento nas receitas totais de

Leia mais

Relatório do Mercado de Seguros de 2013

Relatório do Mercado de Seguros de 2013 II Seminário Anual Sobre Legislação do Sector de Seguros Relatório do Mercado de Seguros de 2013 Por Francelina Nhamona Directora dos Serviços de Estudos e Estatística Maputo, 02 de Dezembro de 2014 1

Leia mais

Projecto GTBC. leading excellence 1. Portugal: Espanha:

Projecto GTBC. leading excellence 1. Portugal: Espanha: Projecto GTBC Portugal: Edifício Taurus Campo Pequeno, 48 2º 1000-081 Lisboa Tel.: +351 217 921 920 Fax: +351 217 921 929 www.gtbc.pt info@gtbc.pt Espanha: CalleAtocha, 20, 2ªIzq 28012 Madrid Tel.: +34

Leia mais

Norma Regulamentar n.º 12/2010-R, de 22 de Julho Instituto de Seguros de Portugal

Norma Regulamentar n.º 12/2010-R, de 22 de Julho Instituto de Seguros de Portugal Norma Regulamentar n.º 12/2010-R, de 22 de Julho Instituto de Seguros de Portugal O Instituto de Seguros de Portugal aprovou hoje a Norma Regulamentar n.º 12/2010 R, relativa à utilização de fundos de

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

Human Resources Human Resources. Estudos de Remuneração 2012

Human Resources Human Resources. Estudos de Remuneração 2012 Human Resources Human Resources Estudos de Remuneração 2012 3 Michael Page Page 4 Apresentamos-lhe os Estudos de Remuneração 2012, realizados pela Michael Page. O objectivo dos nossos Estudos de Remuneração

Leia mais

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name Subject: The finance source/ new application/ project submission form All questions must be answered in details to receive an informed response. All information & data are to be provided directly by the

Leia mais

Comunicado à Imprensa. S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A.

Comunicado à Imprensa. S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A. Comunicado à Imprensa S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A. Analistas: Ana Claudia Nunes, São Paulo (55) 11-5501-8956; Reginaldo Takara, São Paulo (55) 11-5501- 8932; Milena Zaniboni,

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 BANKING Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados, sendo

Leia mais

Mercados. informação regulamentar. República Democrática do Congo Condições Legais de Acesso ao Mercado

Mercados. informação regulamentar. República Democrática do Congo Condições Legais de Acesso ao Mercado Mercados informação regulamentar República Democrática do Congo Condições Legais de Acesso ao Mercado Julho 2010 Índice 1. Regime Geral de Importação 3 2. Regime de Investimento Estrangeiro 4 3. Quadro

Leia mais

DEPARTMENT NAME. Aluízio Felix Eng. de Minas Mine Services felix@mmsi.com

DEPARTMENT NAME. Aluízio Felix Eng. de Minas Mine Services felix@mmsi.com Aluízio Felix Eng. de Minas Mine Services felix@mmsi.com 2011 2011 Modular Modular 2011 Modular Mining Mining Mining Systems, Systems, Systems, IncInc. Inc Legal Notice The contents of these materials

Leia mais

Investimento Directo Estrangeiro e Salários em Portugal Pedro Silva Martins*

Investimento Directo Estrangeiro e Salários em Portugal Pedro Silva Martins* Investimento Directo Estrangeiro e Salários em Portugal Pedro Silva Martins* Os fluxos de Investimento Directo Estrangeiro (IDE) para Portugal tornaram-se uma componente importante da economia portuguesa

Leia mais

Critérios de avaliação de seguradoras

Critérios de avaliação de seguradoras Critérios de avaliação de seguradoras Junho/2004 Francisco Galiza, Consultor e Mestre em Economia (FGV) Catedrático em Rating e Estatísticas Gerenciais (ANSP) Consultor e Sócio da Empresa Rating das Seguradoras

Leia mais

Mestrado em Tradução. Relatório do Projecto de Tradução ANA CRISTINA LOPES SOARES. Trabalho de projecto orientado pelo PROFESSOR DOUTOR PIERRE LEJEUNE

Mestrado em Tradução. Relatório do Projecto de Tradução ANA CRISTINA LOPES SOARES. Trabalho de projecto orientado pelo PROFESSOR DOUTOR PIERRE LEJEUNE Mestrado em Tradução Tradução da primeira parte de Droit de la Famille de Dominique Fenouillet Relatório do Projecto de Tradução ANA CRISTINA LOPES SOARES Trabalho de projecto orientado pelo PROFESSOR

Leia mais

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011 Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas Comitê de Comércio Exterior Brasília Julho de 2011 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE BENS E SERVIÇOS* US$ Bilhões BRAZILIAN FOREIGN TRADE IN GOODS

Leia mais

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015 Resultados 1T15 08 de maio de 2015 2 Principais destaques do 1T15 Crescimento da receita líquida de 23%, sendo de 2 dígitos em todas unidades de negócio no comparativo ano vs. ano, favorecidas por 83%

Leia mais

Since its beginning, DESIGNLAB has as guidelines the quality of its products and the innovation of the solutions given to the customers.

Since its beginning, DESIGNLAB has as guidelines the quality of its products and the innovation of the solutions given to the customers. DESIGNLAB is a brand from a Portuguese company with more than 40 years of experience, dedicated to conceptualising, manufacturing and selling of kitchens, closets and bathrooms to the upper and middle

Leia mais

Indicatif interurbain État Date du changement Numéro d'abonné

Indicatif interurbain État Date du changement Numéro d'abonné Brésil (indicatif de pays +55) Communication du 10.XII.2015: L'Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), Brasilia, annonce que le plan de numérotage des services mobiles au Brésil va être modifié.

Leia mais

Ainda Mais Próximo dos Clientes. Empresas. 10 de Novembro de 2010

Ainda Mais Próximo dos Clientes. Empresas. 10 de Novembro de 2010 Ainda Mais Próximo dos Clientes O acesso ao crédito pelas Empresas 10 de Novembro de 2010 Agenda 1. Introdução 1.1. Basileia II. O que é? 1.2. Consequências para as PME s 2. Análise de Risco 2.1. Avaliação

Leia mais

FORUM CMVM/PME Março de 2012

FORUM CMVM/PME Março de 2012 FORUM CMVM/PME Março de 2012 Março, 27, 2012 Conceito de PMEs Definição de PME (Pequenas e Médias Empresas) segundo a Recomendação 2003/361, da Comissão Europeia Empresas com menos de 250 empregados e

Leia mais

Fitch Publica Rating A-(bra) da Casan; Perspectiva Estável

Fitch Publica Rating A-(bra) da Casan; Perspectiva Estável Fitch Publica Rating A-(bra) da Casan; Perspectiva Estável Fitch Ratings - Rio de Janeiro, xx de outubro de 2015: A Fitch Ratings publicou, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo A-(bra) (A menos(bra))

Leia mais

Candidatura a Programa Estágios Profissionais - Europa

Candidatura a Programa Estágios Profissionais - Europa SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA, IP-RAM Candidatura a Programa Estágios Profissionais - Europa 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTAGIÁRIO Nome: Morada: Concelho: Código Postal:

Leia mais

AS RELAÇÕES ECONÓMICAS PORTUGAL ANGOLA E A ESTRATÉGIA DO BANCO BIC PORTUGUÊS*

AS RELAÇÕES ECONÓMICAS PORTUGAL ANGOLA E A ESTRATÉGIA DO BANCO BIC PORTUGUÊS* ASRELAÇÕESECONÓMICASPORTUGAL ANGOLA I. ACRISEFINANCEIRAEAECONOMIAMUNDIAL EAESTRATÉGIADOBANCOBICPORTUGUÊS* Acrisecomeçounosistemafinanceiroejáatingiuaeconomiareal.O Creditcrunch estáaprovocara contracçãodoprodutonaseconomiasocidentais,reduzindoaprocuranosmercadoseaumentandoo

Leia mais

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Apresentação da Teleconferência 06 de agosto de 2015 Para informações adicionais, favor ler cuidadosamente o aviso ao final desta apresentação. Divulgação

Leia mais

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica.

2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. 2.2. Ensino e a construção da cidadania: da moral religiosa à moral cívica. Cinq mémoires sur l instruc1on publique (1791). Présenta@on, notes, bi- bliographie et chronologie part Charles Coutel et Catherine

Leia mais

Investment Research Contest. Como preparar um relatório

Investment Research Contest. Como preparar um relatório Investment Research Contest Como preparar um relatório Agenda Buscando Informações Estruturando o Raciocínio A Importância do Valuation Tese de Investimento Comparáveis e Múltiplos As Etapas do Relatório

Leia mais

OFFICE. Office Background

OFFICE. Office Background OFFICE Office Background Since it was founded in 2001, steady growth has been registered by the office in the Brazilian market of corporate law, a field in which our services are exemplary. The consolidation

Leia mais

N.V.N 1 1 b /MP-ANG/GE/2015. Genève, le 08juillet 2015

N.V.N 1 1 b /MP-ANG/GE/2015. Genève, le 08juillet 2015 Mission Permanente De la République d'angola Genève N.V.N 1 1 b /MP-ANG/GE/2015 Genève, le 08juillet 2015 La Mission Permanente de la République d'angola auprès de l'office des Nations Unies et des autres

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 COMMERCIAL & MARKETING Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados,

Leia mais

MERCI DE NOUS RENVOYER VOTRE TEST A : info@soft-formation.com TEST PORTUGAIS NOM DU STAGIAIRE : PRENOM DU STAGIAIRE :

MERCI DE NOUS RENVOYER VOTRE TEST A : info@soft-formation.com TEST PORTUGAIS NOM DU STAGIAIRE : PRENOM DU STAGIAIRE : - 1 - MERCI DE NOUS RENVOYER VOTRE TEST A : info@soft-formation.com TEST PORTUGAIS SOCIETE : RESPONSABLE FORMATION : TELEPHONE : FAX : NOM DU STAGIAIRE : PRENOM DU STAGIAIRE : TELEPHONE : FAX : DATE DU

Leia mais

protect decorate communicate

protect decorate communicate protect decorate communicate Make your Brand Talk. O seu produto. Um smartphone. Uma digitalização. E eis que o seu cliente mergulha num universo cintilante de marcas. Recebe informações sobre produtos,

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

Soluções de monitorização e gestão remota para o. Setor das Águas. Business

Soluções de monitorização e gestão remota para o. Setor das Águas. Business Soluções de monitorização e gestão remota para o Setor das Águas Business Água, fonte de vida e de desenvolvimento A água é essencial para a vida humana, para a natureza e para a economia. É um recurso

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR Concurso com Previa Qualificação Convite para a Manifestação de Interesse

Leia mais

Metodologia Global de Rating de Instituições Financeiras Não-bancárias Foco: Administradoras de Cartões e Fintechs

Metodologia Global de Rating de Instituições Financeiras Não-bancárias Foco: Administradoras de Cartões e Fintechs Metodologia Global de Rating de Instituições Financeiras Não-bancárias Foco: Administradoras de Cartões e Fintechs Jean Lopes, Diretor de Instituições Financeiras 28 de Setembro 2016 Fatores-Chave Para

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

GERDAU. 1 o Trim. 2001

GERDAU. 1 o Trim. 2001 GERDAU Informações Relevantes 2 o Trimestre de Senhores Acionistas: O ano de iniciou-se movido pelo bom desempenho econômico brasileiro do ano anterior: forte crescimento industrial, inflação sob controle,

Leia mais

PLUS QU UNE ÉCOLE UN AVENIR MAIS QUE UMA ESCOLA UM FUTURO

PLUS QU UNE ÉCOLE UN AVENIR MAIS QUE UMA ESCOLA UM FUTURO PLUS QU UNE ÉCOLE UN AVENIR MAIS QUE UMA ESCOLA UM FUTURO MAIS QUE UMA ESCOLA UM FUTURO O Lycée Français International de Porto, localizado num local excecional, com amplos espaços verdes, não tem parado

Leia mais

Consolidated Results for the 1st Quarter 2017

Consolidated Results for the 1st Quarter 2017 SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Listed Company Estrada de Alfragide, nº 67, Amadora Registered Share Capital: 169,764,398 euros Registered at the Amadora Registrar of Companies under the

Leia mais