Analise Pré-Live. Data: 5/10/ h00 Competição: 9ª Jornada Primera B Nacional (Argentina) Localização: Monumental de Nuñez

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Analise Pré-Live. Data: 5/10/2011-21h00 Competição: 9ª Jornada Primera B Nacional (Argentina) Localização: Monumental de Nuñez"

Transcrição

1 Data: 5/10/ h00 Competição: 9ª Jornada Primera B Nacional (Argentina) Localização: Monumental de Nuñez Analise Pré-Live Após ter realizado uma época para esquecer, tendo sido relegado para a 2ª divisão Argentina, no ultimo jogo do campeonato anterior, o River Plate esta renascido, e decidido a demonstrar que a ultima época foi um lapso, e para tal tem como objectivo principal sagrar-se campeão da Primera B Nacional. O River Plate encontra-se em 1º lugar, com 4 vitorias e 4 empates; tem 12 golos marcados e 5 sofridos; Dos 4 empates, apenas 1 foi em casa. No entanto dos últimos 5 jogos apenas obteve uma vitoria, sendo esta em sua casa. O River Plate apresenta de longe o melhor plantel desta liga, tendo jogadores de enorme qualidade, nomeadamente no ataque, onde apresenta jogadores como Cavenaghi, Mori, Dominguez e Ocampso.

2 No entanto o River Plate, não joga no seu estádio, vendo-se obrigado a jogar no Monumental de Nuñez, Estádio do seu rival San Lorenzo, devido aos distúrbios causados pela sua claque no jogo da descida de divisao. O Atlanta subui de divisão esta época, tendo sido campeão da 2º divisão Metro. Como tal o objectivo para esta época passa por lutar para não descer de divisão. O Atlanta encontra-se em 14º lugar, com 1 vitorias, 5 empates e 2 derrotas; tem 6 golos marcados e 8 sofridos; a única vitoria do Atlanta foi fora de casa, bem como as duas derrotas obtidas. Quanto a confrontos directos, estas equipas nuncam se defrontaram antes. Prognostico Aspectos a Favor da aposta

3 O aumento de forma da equipa do River desde o inicio da época, ao invés da equipa da Atlanta; A performance das equipas jogando em casa (River) e fora (Atlanta); Diferença de qualidade dos planteis; Cavenaghi no onze titular, o jogador referencia do River.

4 Onzes iniciais Prognostico: Back ao River Plate; Back Over 2,5 Trading Live Nos primeiros minutes de jogo, verifica-se um claro dominio do River Plate. Back River Plate, Back Over 1,5 Aos 9 min decido fazer back ao River Plate, a uma ODD de 1,54. Aos 10 min faço back over 1,5 a ODD de 1,59. O River continua por cima do jogo com oportunidades de golo, então aos 12 min decido reforçar a aposta a favor do River e volto a fazer back a favor destes com uma odd de 1,60.

5 Minuto 13 golo a favor do River Plate com Martin Aguirre a marcar. Back Over 2,5 golos Entretanto o River mantem-se por cima do jogo a dar massacre ao Atlanta, claramente a procura do segundo golo, ao verificar este domínio avassalador decido manter o Back ao River Plate e aos 17min abro Back ao Over 2,5 a uma ODD de 1,80, dado que pelo sentido do jogo o 2º golo a favor do River e apenas uma questão de tempo. Minuto 17 golo do River Plate, com a figura da equipa a marcar (Cavenaghi) Back Over 3,5 golos O River apesar de marcar o 2º golo continua a atacar de forma contínua e exemplar, com ataques rápidos, flanqueando o jogo, com o Atlanta sem posse de bola, apenas a defender, com esta clara avalanche atacante, decido manter o over 2,5 aberto, e aos 26min dou tambem back ao over3,5 golos, a uma ODD de 1,90, dado que o River ainda procura mais golos. Minuto 45, novo golo do River, desta vez Lucas Ocampos a marcar. Inicio da 2ª parte, verifica-se a mesma atitude do River face a primeira parte, ou seja uma equipa demolidora, sempre a procura de mais golos com circulação de bola rápida. Mantenho o Back River, dado que ganha por 3-0 e não vale a pena fechar e mantenho tambem over 3,5 porque o jogo esta para mais golos. Entretanto ao minuto 48, decido abrir back Over 4,5 a uma ODD de 2,60, pois espero mais golos. Minuto 51, Cavenaghi bisa no encontro Entao neste momento cai o over 3,5, mas decido manter o over 4,5, pois espero mais um golo neste jogo. Minuto 54, Cavenagui faz então o Hat-trick, aumentando o marcador para 5-0. Apos o golo o River desce mais no terreno, joga mais em posse de bola sem grande vontade de atacar, apenas em contra-ataque, o Altanta começa a aparecer mais em jogo. No entanto não ocorrem substituições e o jogo cai um pouco, não vejo valor em nenhuma aposta e dou o jogo por concluído da minha parte.

6 Mas ainda ocorreram mais dois golos para o River plate, e ao minuto 87 o Atlanta la marcou de grande penalidade. Pós-jogo Bem tal como previsto o River venceu facilmente o Atlanta, no entanto no estava a espera de tantos golos. O River Dominou o jogo do princípio ao fim, com claras ocasiões de golo, enquanto que o Atlanta nem sequer causava perigo. Apos este jogo e de salientar, como já foi referido anteriormente, que esta equipa do River Plate e sem duvidas a melhor equipa deste campeonato, e com claro objectivo de se sagrar campeão de forma a subir de divisão, onde e o seu lugar. Tal como previsto, Cavenagui demonstrou porque e a figura de equipa ao realizar um Hat-Trick. Lucro/Prejuizo Final: 421,23% (em relação a Stake)

Página COLÔMBIA x BOLÍVIA [10/07/2011]e

Página COLÔMBIA x BOLÍVIA [10/07/2011]e 1 de 8 APOSTA SOLIDÁRIA ENTREVISTAS Início Sobre Mim Sobre o Site Forum Olá, Visitante. Por favor Entre ou registe-se se ainda não for membro. Perdeu o seu e-mail de activação ou password? Entrar Entrar

Leia mais

Como analisar as minhas picks e tirar o máximo de rentabilidade.

Como analisar as minhas picks e tirar o máximo de rentabilidade. Como analisar as minhas picks e tirar o máximo de rentabilidade. O jogo escolhido para fazer trading foi: Valladolid vs Elche Como todos sabem, antes de entrar num jogo, costumo fazer uma análise pormenorizada

Leia mais

Capítulo I. A Betfair

Capítulo I. A Betfair Capítulo I A Betfair 1 O que é a Betfair? A Betfair veio revolucionar o mundo das apostas por ser o resultado da aplicação da lógica dos mercados de acções ao mundo das apostas, sendo aquilo que se designa

Leia mais

4 VÍDEOS ENSINAM MAIS SOBRE TRADER ESPORTIVO, CONFIRA EM: HTTP://WWW.VIVERDEFUTEBOL.COM/

4 VÍDEOS ENSINAM MAIS SOBRE TRADER ESPORTIVO, CONFIRA EM: HTTP://WWW.VIVERDEFUTEBOL.COM/ 1 2 ÍNDICE 1- NOTA LEGAL... 3 2- SOBRE AUTOR... 3 3- SEMELHANÇA COM O MERCADO FINANCEIRO... 4 4- EXEMPLO DO MERCADO DE AUTOMÓVEIS USADOS... 4 5- CONHECENDO O BÁSICO DAS APOSTAS... 7 6- O QUE É UMA ODD?...

Leia mais

Formação de Árbitros FUTSAL

Formação de Árbitros FUTSAL Formação de Árbitros FUTSAL O árbitro é o indivíduo responsável por fazer cumprir as regras, o regulamento e o espírito do jogo ao qual estão submetidos e intervir sempre que necessário, no caso quando

Leia mais

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL ÍNDICE CAPITULO I - O JOGO DE MINIVOLEIBOL - REGRA 1 - Concepção do Jogo - REGRA 2 - A quem se dirige - REGRA 3 - Finalidade do Jogo CAPITULO II - INSTALAÇÕES E MATERIAL - REGRA

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA ANDEBOL

EDUCAÇÃO FÍSICA ANDEBOL EDUCAÇÃO FÍSICA ANDEBOL O Andebol é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas (cada equipa tem: 7 jogadores em campo e 5 suplentes), cujo objectivo é introduzir a bola na baliza da equipa

Leia mais

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL ÍNDICE CAPITULO I - O JOGO DE MINIVOLEIBOL - REGRA 1 - Concepção do Jogo - REGRA 2 - A quem se dirige - REGRA 3 - Finalidade do Jogo CAPITULO II - INSTALAÇÕES E MATERIAL - REGRA

Leia mais

Histórico de Confrontos. Rio Ave Futebol Clube. Boavista Futebol Clube

Histórico de Confrontos. Rio Ave Futebol Clube. Boavista Futebol Clube Verde Paixão #4 Histórico de Confrontos Rio Ave Futebol Clube Boavista Futebol Clube Rio Ave FC 4x0 Boavista - 01-09-2014 Rio Ave FC 1x1 Boavista - 01-10-2005 Rio Ave FC 2x2 Boavista - 19-02-2005 Rio Ave

Leia mais

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Universidade Estadual de Campinas UNICAMP Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Aluna: Juliana Mayumi Aoki Orientador: Laércio Luis Vendite Identificação do trabalho Título Abordagens Matemáticas

Leia mais

Regulamento Interno Liga Futsal AEISCSN 2010/2011

Regulamento Interno Liga Futsal AEISCSN 2010/2011 1 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Organização e direcção do torneio II. ORGANIZAÇÃO DA PROVA Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Pontuação de Jogo Artigo 4º - Critérios de Desempate Artigo

Leia mais

2 CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO

2 CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO 1 CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS E CONFIGURAÇÃO DOS JOGOS O número de praticantes desportivos por equipa que podem ser inscritos no boletim de jogo é os seguintes: 2º Ciclo: 4 jogadores (Jogos 2x2); 3º Ciclo

Leia mais

Aqui você também vai encontrar o botão ""Autocompletar"", que ajuda na criação do alinhamento, caso você não consiga se decidir.

Aqui você também vai encontrar o botão Autocompletar, que ajuda na criação do alinhamento, caso você não consiga se decidir. 1. ATIVAR CARTA Nesta seção, localizada dentro do ""shopping center"", você precisa inserir o código que aparece no verso da sua carta real para adicioná-la à sua coleção virtual. Às vezes, você pode se

Leia mais

Quimibol - Revisando a Tabela Periódica

Quimibol - Revisando a Tabela Periódica Quimibol - Revisando a Tabela Periódica Apresentação O QUIMIBOL é um jogo de tabuleiro que simula o tradicional jogo de futebol. O objetivo desta atividade lúdica é revisar os conteúdos referentes à Tabela

Leia mais

Princípios de Jogo Formação - Infantis 2013-2014

Princípios de Jogo Formação - Infantis 2013-2014 O futebol é um jogo de oposição entre os jogadores de duas equipas e, simultaneamente, um jogo de cooperação entre os elementos da mesma equipa que procuram, a todo o momento, a adopção de comportamentos

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE SETAS DE LISBOA REGULAMENTO 2012-2013 DARDOS ELECTRÓNICOS

ASSOCIAÇÃO DE SETAS DE LISBOA REGULAMENTO 2012-2013 DARDOS ELECTRÓNICOS ASSOCIAÇÃO DE SETAS DE LISBOA REGULAMENTO 2012-2013 DARDOS ELECTRÓNICOS REGULAMENTO 2012-2013 Ponto 1. Máquinas e distância de jogo Nas competições de dardos eletrónicos da Associação de Setas de Lisboa

Leia mais

Torneio de Futsal Inter-Associações de Mortágua

Torneio de Futsal Inter-Associações de Mortágua CÂMARA MUNICIPALL DE MORTTÁGUA TORNEIO DE FUTSAL DE 2015 INTER-ASSOCIAÇÕES DE MORTÁGUA TORNEIO DE FUTSAL INTER-ASSOCIAÇÕES 2015 1º ORGANIZAÇÃO 1- O Município de Mortágua será responsável pela estruturação

Leia mais

3x3 Regras do Jogo. quadra se alguma for utilizada podem ser adaptadas ao espaço disponível

3x3 Regras do Jogo. quadra se alguma for utilizada podem ser adaptadas ao espaço disponível 3x3 Regras do Jogo As Regras do Jogo de Basquete Oficiais da FIBA são válidas para todas as situações de jogo não especificamente mencionadas nestas Regras do Jogo 3x3. Art. 1 Quadra e Bola O jogo será

Leia mais

1.3 - A primeira jornada da liga, será sorteada numa reunião, em que a organização espera ter presentes, os representantes de todas as equipas.

1.3 - A primeira jornada da liga, será sorteada numa reunião, em que a organização espera ter presentes, os representantes de todas as equipas. Regulamento DISPOSIÇÕES GERAIS a) A Liga FutsalSport não se responsabiliza por acidentes extradesportivos, sejam eles de que natureza for, que venham a ocorrer antes e depois dos jogos. b) Em todos os

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS. Taça Fundação INATEL

NORMAS ESPECÍFICAS. Taça Fundação INATEL NORMAS ESPECÍFICAS Taça Fundação INATEL FUTEBOL - ÉPOCA 2009-2010 Taça Fundação INATEL NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direcção Desportiva, em complemento do Código

Leia mais

REGULAMENTO II Maratona Voleibol do Nordeste (4x4)

REGULAMENTO II Maratona Voleibol do Nordeste (4x4) REGULAMENTO II Maratona Voleibol do Nordeste (4x4) CAPÍTULO I Instalações e Materiais Terreno de Jogo - Cada campo terá 13 metros de comprimento por 6,5 metros de largura. 1) Linhas de marcação - O campo

Leia mais

UNIVERSO - Disciplina: Futebol e Futsal Prof. Sandro de Souza

UNIVERSO - Disciplina: Futebol e Futsal Prof. Sandro de Souza SISTEMAS OFENSIVOS E DEFENSIVOS DO FUTSAL Sistema é o posicionamento organizado dos jogadores de uma equipe na quadra. Para que o professor posicione a equipe na quadra de forma organizada, inteligente,

Leia mais

Vitor Amadeu Souza. vitor@cerne-tec.com.br. Jogos Matemáticos

Vitor Amadeu Souza. vitor@cerne-tec.com.br. Jogos Matemáticos Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Jogos Matemáticos 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. Torre de Hanói... 3 3. Dominó... 5 4. Baralho...... 6 5. Bingo... 7 6. Poliminó... 7 7. Soma 10... 8 8. Tabuleiro

Leia mais

09H30 AF Vila Real / AF Braga. 09H30 AF Viana Castelo / AF Porto. 15H00 Apuramento do 3º e 4º classificados. 16H00 Final

09H30 AF Vila Real / AF Braga. 09H30 AF Viana Castelo / AF Porto. 15H00 Apuramento do 3º e 4º classificados. 16H00 Final 09H30 AF Vila Real / AF Braga 09H30 AF Viana Castelo / AF Porto 15H00 Apuramento do 3º e 4º classificados 16H00 Final XXVII TORNEIO DE NATAL 2013 SUB/14 DR.MACEDO VIEIRA PROGRAMA GERAL 23.DEZ.13 (2ª Feira)

Leia mais

FUTEBOL. www.inatel.pt

FUTEBOL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS FUTEBOL www.inatel.pt FUTEBOL NORMAS ESPECIFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

FUTSAL. www.inatel.pt

FUTSAL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS FUTSAL www.inatel.pt FUTSAL NORMAS ESPECIFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

1ª Liga de Futsal 2014/2015

1ª Liga de Futsal 2014/2015 1ª Liga de Futsal 2014/2015 Patrono RICARDINHO 1 I Liga Futsal 2014/2015 Regulamento Equipas Artigo 1º Esta liga de futsal encontra-se aberta a equipas de empresas devidamente certificadas, podendo ser

Leia mais

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS ASSISTENTES DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 TESTE ESCRITO PERGUNTAS

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS ASSISTENTES DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 TESTE ESCRITO PERGUNTAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL CONSELHO DE ARBITRAGEM CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS ASSISTENTES DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 Tomar, 5 de Agosto de 2007 ÉPOCA 2007/2008

Leia mais

Campeonato Nacional da II Divisão. Para conhecimento dos Sócios Ordinários, Clubes, SAD s e demais interessados

Campeonato Nacional da II Divisão. Para conhecimento dos Sócios Ordinários, Clubes, SAD s e demais interessados COMUNICADO OFICIAL N.: 421 DATA: 2009.06.04 Regulamento das Provas Oficiais de Futebol de Onze Campeonato Nacional da II Divisão Para conhecimento dos Sócios Ordinários, Clubes, SAD s e demais interessados

Leia mais

2º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento

2º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento 2º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS Normas de Funcionamento Normas de Funcionamento Considerando a importância que a promoção da dinâmica desportiva assume no concelho, a Câmara Municipal da Lourinhã,

Leia mais

COMO GANHAR DINHEIRO COM AS APOSTAS?

COMO GANHAR DINHEIRO COM AS APOSTAS? COMO GANHAR DINHEIRO COM AS APOSTAS? Para ganhar dinheiro com as apostas temos de apostar com valor esperado Para compreender este conceito temos de entender o conceito de valor esperado nulo (ou justo).

Leia mais

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO Campeonato Nacional Feminino 2ª Divisão 2010_11 FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO A. Clubes Apurados B. Modelo Competitivo C. Marcação de Jogos D. Arbitragem E. Inscrição das

Leia mais

PROGRAMA. 14:30h Chegada das comitivas ao Complexo Desportivo Monte da Forca, em Vila Real; 15:30h JOGO 1: AF VISEU x AF BRAGANÇA;

PROGRAMA. 14:30h Chegada das comitivas ao Complexo Desportivo Monte da Forca, em Vila Real; 15:30h JOGO 1: AF VISEU x AF BRAGANÇA; PROGRAMA 14:30h Chegada das comitivas ao Complexo Desportivo Monte da Forca, em Vila Real; 15:30h JOGO 1: AF VISEU x AF BRAGANÇA; 16:30h JOGO 2: AF x AF VISEU; 17:30h JOGO 3: AF BRAGANÇA x AF ; 18:30h

Leia mais

PROGRAMA DA SELEÇÃO NACIONAL SUB-21

PROGRAMA DA SELEÇÃO NACIONAL SUB-21 COMITIVA PROGRAMA DA SELEÇÃO NACIONAL SUB-21 31.08.2015 segunda-feira 12h00 12h00 01.09.2015 terça-feira Após o treino da manhã 02.09.2015 quarta-feira 03.09.2015 quinta-feira 04.09.2015 sexta-feira 05.09.2015

Leia mais

CAMPEONATOS NACIONAIS DE EQUIPAS 2014 / 2015. - Este Campeonato será disputado por 10 (dez) equipas incluídas numa Zona Única.

CAMPEONATOS NACIONAIS DE EQUIPAS 2014 / 2015. - Este Campeonato será disputado por 10 (dez) equipas incluídas numa Zona Única. CAMPEONATOS NACIONAIS DE EQUIPAS 2014 / 2015 I DIVISÃO - SENIORES MASCULINOS - Este Campeonato será disputado por 10 (dez) equipas incluídas numa Zona Única. - O Campeonato compreenderá duas fases distintas:

Leia mais

vez o Campeonato Brasileiro de Rugby, após ser vice em 2000 e 1999. O Niterói Rugby fez uma boa campanha, embora

vez o Campeonato Brasileiro de Rugby, após ser vice em 2000 e 1999. O Niterói Rugby fez uma boa campanha, embora Tim Campeonato Brasileiro 2002 O São José derrotou o Bandeirantes (campeão em 2001) e venceu pela primeira vez o Campeonato Brasileiro de Rugby, após ser vice em 2000 e 1999. O Niterói Rugby fez uma boa

Leia mais

ANTF. Acção de Actualização para Treinadores de Futebol de Jovens. Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo. Fases do Jogo

ANTF. Acção de Actualização para Treinadores de Futebol de Jovens. Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo. Fases do Jogo ANTF Acção de Actualização para Treinadores de Futebol de Jovens Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo Fases do Jogo VÍTOR URBANO FASES DO JOGO No Futebol Moderno, todos os jogadores da equipa, sem

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASEBOL / SOFTBOL TAÇA JORNAL BASEBOL - DESPORTO ESCOLAR COIMBRA

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASEBOL / SOFTBOL TAÇA JORNAL BASEBOL - DESPORTO ESCOLAR COIMBRA REGULAMENTO ESPECÍFICO DE BASEBOL / SOFTBOL TAÇA JORNAL BASEBOL - DESPORTO ESCOLAR COIMBRA 2006-2007 DESPORTO ESCOLAR ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. ESCALÕES ETÁRIOS/ BOLA DE JOGO...4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA...4

Leia mais

introdução Olá, eu chamo-me Paulo Rebelo e sou apostador profissional.

introdução Olá, eu chamo-me Paulo Rebelo e sou apostador profissional. introdução Olá, eu chamo-me Paulo Rebelo e sou apostador profissional. O ensino é uma das minhas paixões, pois é muito gratificante poder transmitir aos meus alunos a experiência que adquiri ao longo de

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 0 DE FEVEREIRO DE 200 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 31 4440-505 VALONGO

Leia mais

AS REGRAS DO BASQUETEBOL

AS REGRAS DO BASQUETEBOL AS REGRAS DO BASQUETEBOL A BOLA A bola é esférica, de cabedal, borracha ou material sintéctico. O peso situa-se entre 600 g e 650g e a circunferência deve estar compreendida entre 75 cm e 78 cm. CESTOS

Leia mais

Federação Centro Oeste de Golfe

Federação Centro Oeste de Golfe 1 XXX TORNEIO INTERFEDERAÇÕES MASC FEM 06 a 08 agosto de 2015 Clube de Golfe de Brasilia Abaixo seguem as informações do campeonato acima em referência: Data 06 a 08 de agosto de 2015 o dia 05/08 (4ºfeira)

Leia mais

COLÉGIO MOTIVA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES COORDENAÇÃO DE EVENTOS BASQUETE

COLÉGIO MOTIVA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES COORDENAÇÃO DE EVENTOS BASQUETE BASQUETE Art. 1º - As competições da modalidade de Basquete serão regidas pelas regras oficiais da FIBA, em consonância com este regulamento específico e o Regulamento Geral da competição. a) Fase Classificatória

Leia mais

Horse Racing Betting By: Filipe Mendes

Horse Racing Betting By: Filipe Mendes Horse Racing Betting By: Filipe Mendes Summary : Parte 1 Introdução O porque Parte 2 Analise ao mercado Analise Grafica Cuidados a ter no trade em cavalos Tendência Volume Trades Parte 1 Introdução Boas,

Leia mais

FUTSAL INTER CURSOS 2013/14 REGULAMENTO GERAL DA PROVA

FUTSAL INTER CURSOS 2013/14 REGULAMENTO GERAL DA PROVA INTER CURSOS 2013/14 REGULAMENTO GERAL DA PROVA 1 MODELO COMPETITIVO DO INTER CURSOS 1.1 ESTA COMPETIÇÃO SERÁ DISPUTADA ENTRE 35 EQUIPAS, DISTRIBUIDAS 12 PELA PRIMEIRA DIVISÃO, E DOIS GRUPOS NA SEGUNDA

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DE PROVAS OFICIAIS DE POLO-AQUATICO 2015/2016 INDICE... 2 PO1 CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINOS...

REGULAMENTO ESPECIFICO DE PROVAS OFICIAIS DE POLO-AQUATICO 2015/2016 INDICE... 2 PO1 CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINOS... REGULAMENTO ESPECÍFICO DE PROVAS OFICIAIS 2015/2016 INDICE INDICE... 2 PO1 CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINOS... 5 1 PRÉMIOS... 5... 5... 5 PO2 CAMPEONATO NACIONAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINOS...

Leia mais

Manual de Colaboração

Manual de Colaboração Manual de Colaboração 2 Introdução O zerozero.pt permite aos seus colaboradores a introdução de resultados e datas de jogos de diversas competições. Depois da óptima experiência desenvolvida com a nossa

Leia mais

FUTSAL CONTEXTO HISTÓRICO DO FUTSAL

FUTSAL CONTEXTO HISTÓRICO DO FUTSAL FUTSAL CONTEXTO HISTÓRICO DO FUTSAL Brasileiro ou uruguaio? É com esta dúvida que se começa a explicar o nascimento do futsal, que surgiu com o nome de futebol de salão e em 1989, quando passou para a

Leia mais

CONSELHO DE ARBITRAGEM

CONSELHO DE ARBITRAGEM CONSELHO DE ARBITRAGEM Avaliação Época 2014/2015 Setúbal, 20 de Setembro de 2014 Observadores Distritais TESTE ESCRITO (a) 1. Identifique o comportamento e sinalética que estão estabelecidos numa situação

Leia mais

COMITIVA OFICIAL. Carlos Coutada Hélio Sousa Joaquim Milheiro Vice-Presidente FPF Treinador Nacional Treinador Nacional

COMITIVA OFICIAL. Carlos Coutada Hélio Sousa Joaquim Milheiro Vice-Presidente FPF Treinador Nacional Treinador Nacional COMITIVA OFICIAL Carlos Coutada Hélio Sousa Joaquim Milheiro Vice-Presidente FPF Treinador Nacional Treinador Nacional Pedro Espinha Alexandre Silva Francisco T. de Abreu Treinador Guarda-Redes Team Manager

Leia mais

1º Lista de Exercícios. 1. Encontre os equilíbrios de Nash dos jogos abaixo e dê uma interpretação para o resultado.

1º Lista de Exercícios. 1. Encontre os equilíbrios de Nash dos jogos abaixo e dê uma interpretação para o resultado. Fundação Getulio Vargas (FGV-RJ) - Graduação Microeconomia II 1º semestre de 2007 Prof. Paulo C. Coimbra 1º Lista de Exercícios 1. Encontre os equilíbrios de Nash dos jogos abaixo e dê uma interpretação

Leia mais

FUTSAL. O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cada uma delas formada por cinco jogadores de campo e sete suplentes.

FUTSAL. O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cada uma delas formada por cinco jogadores de campo e sete suplentes. FUTSAL 1. História do Futsal A prática do futebol de salão começou a dar aos primeiros passos na década de 30 no século XX, nos campos de basquetebol e em pequenos salões. As primeiras regras tiveram por

Leia mais

APOSTILA DE FUTSAL. 6º, 7º, 8º e 9º ANO. HISTÓRICO No Brasil

APOSTILA DE FUTSAL. 6º, 7º, 8º e 9º ANO. HISTÓRICO No Brasil APOSTILA DE FUTSAL 6º, 7º, 8º e 9º ANO HISTÓRICO No Brasil O Futebol de Salão tem duas versões sobre o seu surgimento, como em outros esportes, há divergências quanto a sua invenção. Há uma versão que

Leia mais

Curso de Treinadores de Futsal 1º Nível Dezembro/08 Janeiro/09. Capacidades Motoras Caderno de Exercícios. Bruno Torres

Curso de Treinadores de Futsal 1º Nível Dezembro/08 Janeiro/09. Capacidades Motoras Caderno de Exercícios. Bruno Torres Curso de Treinadores de Futsal 1º Nível Dezembro/08 Janeiro/09 Capacidades Motoras Caderno de Exercícios Bruno Torres 1 Modelo de Activação Funcional 2 Operacionalização: Activação Funcional. Grupos de

Leia mais

Pagina 1 Revista FBH! Volume 2 Fevereiro 2015 www.futebolbh.com.br. Revista FBH! Volume 2 Fevereiro 2015 www.futebolbh.com.br. Dida. Negão.

Pagina 1 Revista FBH! Volume 2 Fevereiro 2015 www.futebolbh.com.br. Revista FBH! Volume 2 Fevereiro 2015 www.futebolbh.com.br. Dida. Negão. Goleiro Lateral Direito Zagueiro Zagueiro Dida Wallace Negão Djean Lateral Nicolas Abel Ordiley Dedé Luiz Felipe Pagina 1 Revista FBH! Volume 2 Fevereiro 2015 www.futebolbh.com.br Guilherme Revelação Treinadores:

Leia mais

CAMPEONATO METROPOLITANO DE BASQUETEBOL SUB 12 INFORMATIVO. 1º Festival: 31 de Março de 2012 COLÉGIO RIO BRANCO EQUIPES PARTICIPANTES

CAMPEONATO METROPOLITANO DE BASQUETEBOL SUB 12 INFORMATIVO. 1º Festival: 31 de Março de 2012 COLÉGIO RIO BRANCO EQUIPES PARTICIPANTES CAMPEONATO METROPOLITANO DE BASQUETEBOL SUB 12 INFORMATIVO 1º Festival: 31 de Março de 2012 COLÉGIO RIO BRANCO EQUIPES PARTICIPANTES CIRCULO MILITAR DE CAMPINAS COLÉGIO RIO BRANCO CLUBE ATLÉTICO VALINHENSE

Leia mais

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 I - OBJETIVOS: Incentivar a integração de todos como também valorizar e estimular a prática esportiva, como fator de

Leia mais

REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012

REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012 REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012 1 - Disposições Gerais Todas as partidas serão disputadas de acordo com as Leis do jogo em vigor conforme estipulado pelo IRB. Se surgirem

Leia mais

O sonho do treinador específico = Sonho de guarda-redes Apenas 32 equipas profissionais, o que não impede a exigência de profissionalismo noutras divisões Num mundo de poucas oportunidades, só a qualidade

Leia mais

UEFA CHAMPIONS LEAGUE - ÉPOCA 2015/16 DOSSIERS DE IMPRENSA

UEFA CHAMPIONS LEAGUE - ÉPOCA 2015/16 DOSSIERS DE IMPRENSA UEFA CHAMPIONS LEAGUE - ÉPOCA 2015/16 DOSSIERS DE IMPRENSA SL Benfica Estádio do Sport Lisboa e Benfica - Lisboa Terça-feira, 3 de Novembro de 2015 20.45CET (19.45 Hora local) Grupo C - Jornada 4 Galatasaray

Leia mais

XII TORNEIO 24 HORAS FUTSAL INTER-BOMBEIROS

XII TORNEIO 24 HORAS FUTSAL INTER-BOMBEIROS XII TORNEIO 24 HORAS FUTSAL INTER-BOMBEIROS Regulamento Base 1. FINALIDADE É do interesse deste Corpo de Bombeiros fomentar a prática desportiva por parte dos bombeiros e outros agentes de proteção civil,

Leia mais

Midas. Toque de. [entrevista]

Midas. Toque de. [entrevista] [entrevista] Toque de Midas Tem 29 anos, nasceu no Porto e é apostador profissional. Pelo menos, para o Estado inglês onde está colectado, porque para as finanças nacionais não passa de um indivíduo com

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Inter-Regional de Sevens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não

Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Inter-Regional de Sevens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não REGULAMENTO DO TORNEIO INTER-REGIONAL DE SEVENS FEMININO 2014/2015 Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Inter-Regional de Sevens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

EXEMPLO: QUANTIFICAÇÃO DAS AÇÕES OFENSIVAS DO GOALBALL NOS JOGOS PARALÍMPICOS DE LONDRES

EXEMPLO: QUANTIFICAÇÃO DAS AÇÕES OFENSIVAS DO GOALBALL NOS JOGOS PARALÍMPICOS DE LONDRES EXEMPLO: QUANTIFICAÇÃO DAS AÇÕES OFENSIVAS DO GOALBALL NOS JOGOS PARALÍMPICOS DE LONDRES 2012 Thiago Magalhães / UNICAMP Otávio Luis Piva da Cunha Furtado / UNICAMP Márcio Pereira Morato / USP Diego Henrique

Leia mais

Cada campo terá 13 metros de comprimento por 6,5 de largura. 13 m. Deve ser distanciado de qualquer obstáculo, se possível, pelo menos 1 (um)

Cada campo terá 13 metros de comprimento por 6,5 de largura. 13 m. Deve ser distanciado de qualquer obstáculo, se possível, pelo menos 1 (um) MINI-VOLEIBOL 2014/15 TORNEIO 4X4 Regulamento da Prova CAPÍTULO I INSTALAÇÕES E MATERIAL O Terreno de Jogo Cada campo terá 13 metros de comprimento por 6,5 de largura 13 m 6,5 m metro. Deve ser distanciado

Leia mais

Tigris & Euphrates. Regras em Português

Tigris & Euphrates. Regras em Português Tigris & Euphrates Regras em Português Componentes do jogo 1 Tabuleiro 153 Peças de Civilização o 57 Vermelhas (Templos) o 36 Azuis (Quintas) o 30 Verdes (Mercados) o 30 Pretas (Colonizações) 8 Peças de

Leia mais

MAILINGLIST ADO. Resultados das equipas de Formação do fim-de-semana passado: Jogos das equipas de Formação no fim-de-semana:

MAILINGLIST ADO. Resultados das equipas de Formação do fim-de-semana passado: Jogos das equipas de Formação no fim-de-semana: MAILINGLIT ADO Resultados das equipas de Formação do fim-de-semana passado: Jogos das equipas de Formação no fim-de-semana: Dragões mostram unhas bem afiadas frente à Ovarense Luís Filipe ilva F.C. Porto

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO

REGULAMENTO DESPORTIVO TORNEIO DE FUTEBOL INFANTIL JOSÉ TORRES AMADORA 2014 FUTEBOL 7 INFANTIS COMPLEXO DESPORTIVO MUNICIPAL DO MONTE DA GALEGA 4 e 5 de outubro de 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO 01 Regras 02 Escalão etário 03 Equipas

Leia mais

ADELEIROS PREMIER LEAGUE 2015

ADELEIROS PREMIER LEAGUE 2015 ADELEIROS PREMIER LEAGUE 2015 GERAÇÃO Y No último sábado tivemos a terceira rodada de nosso campeonato ADEBOLEIROS PREMIER LEAGUE e os dois times que vinham de derrota conseguiram a sua reabilitação. Para

Leia mais

Aula Teórica. Prof. Cláudio Gomes

Aula Teórica. Prof. Cláudio Gomes Aula Teórica História A exemplo do que se passa em outras modalidades desportivas, também surgem grandes interrogações sobre a origem do Futsal. No entanto parecem não restar dúvidas que teve origem na

Leia mais

A TÉCNICA E A AVALIAÇÃO

A TÉCNICA E A AVALIAÇÃO A TÉCNICA E A AVALIAÇÃO Os jogos dos Campeonatos Regionais e mesmo alguns das primeiras fases dos Campeonatos Nacionais das divisões abertas, são dirigidos por um só árbitro: o 1º sem a colaboração do

Leia mais

Histórico de Confrontos. Rio Ave Futebol Clube. Vitória Futebol Clube

Histórico de Confrontos. Rio Ave Futebol Clube. Vitória Futebol Clube Verde Paixão #11 Histórico de Confrontos Rio Ave Futebol Clube Vitória Futebol Clube Rio Ave FC 2x0 Vitória FC - 17-08-2014 Rio Ave FC 1x1 Vitória FC - 15-01-2014 Rio Ave FC 1x0 Vitória FC - 04-01-2014

Leia mais

PROGRAMA DA SELEÇÃO NACIONAL

PROGRAMA DA SELEÇÃO NACIONAL COMITIVA PROGRAMA DA SELEÇÃO NACIONAL 23.03.2015 segunda-feira 22h00 Concentração dos jogadores em Cascais Hotel Cascais Miragem 24.03.2015 terça-feira Antes do treino 10h30 25.03.2015 quarta-feira Antes

Leia mais

REGRAS DE JOGO POOL (8) e (9)

REGRAS DE JOGO POOL (8) e (9) REGRAS DE JOGO POOL (8) e (9) Introdução 1. Elementos intervenientes 1. 1. Um delegado 1. 2. Um árbitro 1. 3. Dois Jogadores (Conforme a competição), equipados de acordo com o estipulado pelo Bilhar Clube

Leia mais

O essencial sobre Autor: Francisco Cubal

O essencial sobre Autor: Francisco Cubal O essencial sobre Autor: Francisco Cubal 1 Qual a história do Voleibol? Em 1895 o professor de Educação Física G. Morgan, nos Estados Unidos, criou uma modalidade desportiva que, devido ao seu toque no

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL FUTSAL Art. 1º - O campeonato de Futebol de Salão será regido pelas regras oficiais da CBFS - Confederação Brasileira de Futsal, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º

Leia mais

CLUB INTERNACIONAL DE FOOT-BALL

CLUB INTERNACIONAL DE FOOT-BALL REGULAMENTO GERAL DE PROVAS de Futebol 11 (categoria sénior) Capítulo I - Da realização dos torneios e jogos Capítulo II - Das inscrições Capítulo III - Da disciplina Capítulo IV - Da representação das

Leia mais

Novas arenas ampliam público, renda e até gols do Brasileirão

Novas arenas ampliam público, renda e até gols do Brasileirão B O L E T I M OFERECIMENTO SEGUNDA-FEIRA, 17 DE AGOSTO DE 2015 NÚMERO DO DIA R$ 2,3 mi o Palmeiras ganha em média por partida no Allianz Parque; é quem mais arrecada por jogo EDIÇÃO 319 Novas arenas ampliam

Leia mais

Regras de Futebol de Campo

Regras de Futebol de Campo Curso de Educação Física Futebol - Fundamentos Regras de Futebol de Campo Leandro Tibiriçá Burgos Regra 1: Campo de jogo Partidas Nacionais Comprimento: de 90m a 120 metros; Largura: de 45m a 90 metros.

Leia mais

SUPER RANKING MUNDIAL DE CLUBES DE FUTEBOL ( SRM) MELHORAMENTOS ANUAIS 2012

SUPER RANKING MUNDIAL DE CLUBES DE FUTEBOL ( SRM) MELHORAMENTOS ANUAIS 2012 SUPER RANKING MUNDIAL DE CLUBES DE ( SRM) MELHORAMENTOS ANUAIS 2012 Dezembro 2011 1- Introdução A metodologia do SRM estabelece que o modelo seja revisto no final de cada ano. As alterações resultantes

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVAS

REGULAMENTO DE PROVAS REGULAMENTO DE PROVAS CAPITULO I DA ORGANIZAÇÃO DAS PROVAS ARTIGO 1º - LIMITES DA ÉPOCA OFICIAL 1 - É considerada Época Oficial, o período compreendido entre 1 de Agosto e 31 de Julho. ARTIGO 2º - PROVAS

Leia mais

Palavra do Presidente

Palavra do Presidente Palavra do Presidente Estou feliz por reiniciar os trabalhos de nossa entidade, especialmente em ano de véspera de copa do mundo uma temporada diferente pela realização do próximo mundial sendo no Brasil

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS FUTSAL ÉPOCA 2009-2010

NORMAS ESPECÍFICAS FUTSAL ÉPOCA 2009-2010 NORMAS ESPECÍFICAS FUTSAL ÉPOCA 2009-2010 FUTSAL NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direcção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

A COPA DELAS. História dos Mundiais Femininos de Futebol TORCEDORES.COM

A COPA DELAS. História dos Mundiais Femininos de Futebol TORCEDORES.COM A COPA DELAS História dos Mundiais Femininos de Futebol 2 Prefácio Allan Simon... 4 Introdução Allan Simon... 6 China-1991 Mário Fontes Jr.... 7 Suécia-1995 Mário Fontes Jr... 11 EUA-1999 Allan Simon...

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Os jogos internos do COLÉGIO FRACTAL (JICOF) têm por finalidade principal humanizar a prática desportiva, valorizando

Leia mais

(S.I.) = 10 + 6 3) (FP) O

(S.I.) = 10 + 6 3) (FP) O Lista Cinemática 1) (FP) Um motorista pretende realizar uma viagem com velocidade média de 90 km/h. A primeira terça parte do percurso é realizada à 50km/h e os próximos 3/5 do restante é realizado à 80

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.: 5 DATA: 2012.07. 07.10 ALTERAÇÕES ÀS LEIS DO JOGO DE FUTEBOL ONZE 2012/13

COMUNICADO OFICIAL N.: 5 DATA: 2012.07. 07.10 ALTERAÇÕES ÀS LEIS DO JOGO DE FUTEBOL ONZE 2012/13 ALTERAÇÕES ÀS LEIS DO JOGO DE FUTEBOL ONZE 2012/13 Para conhecimento geral, informa-se que a FIFA, através da sua Circular Nº 1302 de 31.05.2012, divulgou as alterações às leis do jogo 2012/13, que se

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO POKER CAPÍTULO I DA EXECUÇÃO DO TORNEIO

REGULAMENTO TÉCNICO POKER CAPÍTULO I DA EXECUÇÃO DO TORNEIO POKER CAPÍTULO I DA EXECUÇÃO DO TORNEIO Art. 2º - O Torneio de POKER dos XIII JOIDS será disputado nas instalações que será informado através de boletim oficial, informando o dia, horário e local com caráter

Leia mais

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível Para quem é este livro? Este livro é para todas aquelas pessoas que fazem o que amam em seu trabalho mas não estão tendo o retorno que gostariam. Este mini guia com 21 sacadas é um resumo dos atendimentos

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO LIGA DE FUTEBOL DE SALÃO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO e-mail ligafutsalsbc@gmail.com ou ligafutsalsbc@uol.com.br - Data de fundação 15/08/1981 site : www.ligafutsalsaobernardo.com.br Telefones: 4122-58-85-4330-95-70

Leia mais

TORNEIO DE SUECA. CAFÉ CLASSIC Regulamento

TORNEIO DE SUECA. CAFÉ CLASSIC Regulamento TORNEIO DE SUECA CAFÉ CLASSIC Regulamento Torneio de sueca 1º O torneio será em forma de grupos. 2º Exemplo: podendo ser alteradas o número de equipas apuradas, dependendo das equipas inscritas! Grupo

Leia mais

νµθωερτψυιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµθωερτ ψυιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµθωερτψυιοπα σδφγηϕκλζξχϖβνµθωερτψυιοπασδφγηϕκ χϖβνµθωερτψυιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµθ

νµθωερτψυιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµθωερτ ψυιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµθωερτψυιοπα σδφγηϕκλζξχϖβνµθωερτψυιοπασδφγηϕκ χϖβνµθωερτψυιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµθ θωερτψυιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµθωερτψ υιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµθωερτψυιοπασδ φγηϕκλζξχϖβνµθωερτψυιοπασδφγηϕκλζ ξχϖβνµθωερτψυιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµ II Campeonato de Bisca do Porto da Cruz θωερτψυιοπασδφγηϕκλζξχϖβνµθωερτψ

Leia mais

Como acontece em vários esportes, há divergências no que se refere à história de origem do futsal. Alguns acreditam que o mesmo tenha se originado na

Como acontece em vários esportes, há divergências no que se refere à história de origem do futsal. Alguns acreditam que o mesmo tenha se originado na FUTSAL O futebol de salão conhecido apenas como futsal é uma prática adaptada do futebol. Em uma quadra esportiva são formados times de cinco jogadores e assim como no futebol, o principal objetivo é colocar

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL. (Revisto em setembro 2015)

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL. (Revisto em setembro 2015) REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL 2013 2017 (Revisto em setembro 2015) Índice 1. Introdução 2 2. Escalões Etários, tempo de jogo e variantes da modalidade 3 2.1. Escalões Etários 3 2.2. Tempo de Jogo e variantes

Leia mais

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE 2013 Temos lido e ouvido muitos comentários nos últimos dias sobre o processo de formação de Atletas no Brasil, emitidas

Leia mais

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 3ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que será realizada no 2º semestre

Leia mais

Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais XIX CAMPEONATO DE GOALBALL DE PORTUGAL REGULAMENTO

Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais XIX CAMPEONATO DE GOALBALL DE PORTUGAL REGULAMENTO Associação Nacional de Desporto para Deficientes Visuais XIX CAMPEONATO DE GOALBALL DE PORTUGAL REGULAMENTO Preâmbulo O Goalball é uma modalidade desportiva coletiva, originariamente concebida para a prática

Leia mais