ESTUDO DE CASO DE SUCESSO DE USO FREEBSD Axtelecom Informática e Telecomunicações LTDA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTUDO DE CASO DE SUCESSO DE USO FREEBSD Axtelecom Informática e Telecomunicações LTDA"

Transcrição

1 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Os dados divulgados neste documento são de responsabilidade da e da Axtelecom Informática e Telecomunicações LTDA, e foram publicados abertamente no website da e também pela com o propósito de documentar o sucesso na adoção de FreeBSD como base tecnológica efetiva nas atividades comerciais exercidas pela companhia. A reprodução, parcial ou integral deste documento é vetada. Apenas com autorização por escrito de ambas companhias, partes deste documento ou este documento em sua íntegra podem ser reproduzidos em qualquer mídia de comunicação, em especial mídia escrita ou outros websites. As informações aqui contidas foram revisadas pela Axtelecom Informática e Telecomunicações antes que a versão final desse documento fosse tornada publicamente acessível. Pg 1

2 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Introdução A empresa é um dos maiores provedores de Internet e telecomunicações do interior do estado de minas gerais. Atende hoje diversas cidades, entre elas Machado, Poço Fundo, Carvalhópolis e Campestre. Tem como foco de atuação primário provimento de acesso à Internet através de conectividade sem fio Internet Wireless (WiFi), bem como serviço de comunicação cabeada, estruturado em postes de linhas de comunicação municipais e serviço de telefonia fixa sobre protocolo de Internet (VoIP). Legalmente, é licenciada SCM e STFC pela ANATEL, em regime de licenciamento exclusivo (não comutado). Estruturalmente, é hoje um provedor de acesso e conectividade Internet autônomo (Autonomous System A.S.) junto ao NIC.br (registro.br). Os principais concorrentes da Axtelecom são outros provedores de internet a rádio, bem como empresas nacionais e estaduais de telecomunicações que oferecem também acesso à Internet, através de outros meios, e agregam valores como telefonia fixa sobre protocolo de internet em seus planos de serviço. Contudo, a empresa se destaca sobre seus concorrentes, tendo como maiores vantagens comerciais o profissionalismo dispensado por seu time técnico, a qualidade do serviço oferecido e a satisfação, atendimento e atenção a seus clientes costumer care fatores que individualmente seus concorrentes diretos não conseguem manter o mesmo nível de qualidade. Especialmente atendimento ao cliente e prontidão no atendimento e restabelecimento de estabilidade técnica do serviço oferecido, itens que grandes operadoras de telecomunicações reconhecidamente não conseguem manter métricas de qualidade aceitáveis. Pg 2

3 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Proporção e Índice de Crescimento Hoje a Axtelecom tem link de 20Mb/s contratados com a Embratel, no momento em processo de upgrade, além de links adicionais utilizados como backup com outras operadoras. Em média há a instalação de 50 novos clientes de acesso e link dedicado, o que demanda contratação média de 2Mb/s a cada 50 dias. Por isso o provedor encontrase constantemente em processo de upgrade de conectividade. Por ser um Sistema Autônomo de Internet, a contratação de links de maior porte com outras operadoras como Diveo, Intelignet e Telmex está sendo avaliado e acompanhado pela equipe de Consultoria da. O crescimento da Axtelecom é exemplar, o que aumenta seu destaque em presença de mercado entre os maiores provedores de acesso e serviços de Internet no interior de minas gerais. No último ano o crescimento foi de 42% em número de clientes. As avaliações de satisfação são excelentes, e os clientes que se desligam da Axtelecom o fazem por motivos de mudança, deslocamento para áreas não atendidas ou outros motivos. Desligamento por insatisfação técnica ou falta de qualidade no atendimento representa índices baixíssimos, ou irrelevantes. Uso de tecnologia livre e tecnologia proprietária Hoje, sistemas Open Source representam praticamente a base tecnológica da Axtelecom em sua integralidade. Pg 3

4 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Praticamente 100% de nossa infra estrutura é open source FreeBSD, dos pontos de acesso à nossos servidores. A única exceção é um servidor Windows 2003 Server. Todos os outros é FreeBSD., menciona João Aprígio Nogueira Jr, Engenheiro de Telecomunicações, diretor técnico, CIO e fundador da Axtelecom. Além dessa base livre, existe o uso de equipamento proprietário apenas em alguns links de longa distância. Isso devido à necessidade de um equipamento de hardware específico que não trabalha com placas e computadores convencionais, não sendo inicialmente viável a utilização desses mesmos equipamentos com sistemas open source. Porém, a substituição desses equipamentos por soluções similares, equivalente em qualidade, mas com base em FreeBSD está sendo avaliada e o processo de adoção e padronização de uma solução aberta está em andamento na Axtelecom. Inicialmente não havia disponibilidade para esses testes, agora graças a estabilidade e padronização geral do ambiente há tempo para homologar uma solução livre também nessa área. Pg 4

5 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e O Problema Quando a Axtelecom procurou a Consultoria FreeBSD Brasil, eles tinham os mesmos problemas que provedores de Internet novos tem, especialmente quando estão em processo acelerado de crescimento. Usavam soluções proprietárias em seus servidores, e tanto hardware quanto sistemas proprietários como ponto de acesso wireless. De fato, pontos de acesso comerciais e soluções baseadas em Linux nos servidores. Porém, não livres. Especificamente a solução adotada até então eram, além de Acess Points comerciais, as suítes de soluções Gruponet. Com isso, um dos principais problemas enfrentados pela Axtelecom era a falta de uma solução própria, personalizada, escalável, e adaptável ao perfil de seus clientes. Como poderia o provedor se destacar sem oferecer soluções e serviços customizados? Tendo a mesma base tecnológica de seus concorrentes? Ou seja, adotando soluções de propósito gerais e nada especialmente projetadas para o perfil dessa empresa e de seus clientes. Tínhamos dificuldades de gerenciamento da rede, na implementação de novas soluções nos moldes e necessidades de nossa empresa, e principalmente que fosse facilitador para o desenvolvimento de soluções próprias da Axtelecom, lembra João. A base tecnológica na época era Linux. Primeiro como herança direta da solução Gruponet adotada, e segundo porque até então, Linux parecia a solução de base livre mais lógica a ser seguida. Pg 5

6 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Apesar de termos técnicos que trabalhavam com Linux, a manutenção dos serviços críticos eram feitas por terceiros, e nosso corpo técnico não atuava ou participava diretamente nessas atividades. Porém, todos esses serviços eram críticos, pois era o acesso e SVA (serviços de valores adicionados) que eram diretamente servidos por essa base Linux. Como conseqüência, Axtelecom tinha dificuldades na captação de clientes e, uma vez captados, tinha dificuldade na manutenção destes. A performance de nossas soluções Linux era razoável. Porém, razoável não era o padrão almejado por nossa companhia. Além disso a solução era pouco escalável, e como fator agravante, tivemos históricos seguidos de problemas de segurança, inclusive com acesso à nossa base de dados., cita João. Os problemas da Axtelecom já eram conhecidos pela equipe de Consultoria FreeBSD Brasil, devido à soluções Linux de forma geral não ser padronizadas entre sí, a adoção de uma solução de terceiros em conjunto com soluções domésticas criava um ambiente propício à dificuldades em processos de mitigação de riscos e problemas de segurança; Linux de forma geral não tem um processo automatizado de auditoria, e acompanhar problemas de segurança tanto do kernel quanto de aplicações de terceiro é uma atividade que, apesar de ter ferramentas auxiliares, é essencialmente manual; em um ambiente onde a distribuição Linux não é padronizada, a entropia torna se ainda maior e eventualmente demora se mais para identificar e sanar os problemas; muitas vezes o servidor é comprometido devido ao problema antes da correção ser implantada, considera profissional do time de segurança da FreeBSD Brasil. Pg 6

7 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e João complementa ainda que além disso, as soluções baseadas em Linux que adotamos depois de 1 ano tornaram se obsoletas e caras. Com isso, avaliamos nossas soluções Linux com prazo de ROI (Retorno de Investimento) de 18 meses, mas antes do décimo terceiro mês já tínhamos que substituir essa solução por uma de maior porte e com tecnologia mais efetiva. A falta de escalabilidade comprometeu o ROI antes do prazo. Mas a base tecnológica não representava o maior problema, mas sim a falta de uma solução própria e a impossibilidade de oferecer recursos e serviços personalizados e projetados para o perfil da Axtelecom e de seus clientes: Ficávamos engessados e tendo que nos adaptar ao que era disponível no mercado. A cada nova implementação eram novos custos., conclui João. Pg 7

8 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e As Soluções A A Axtelecom foi indicada a utilizar FreeBSD através de um professor universitário, que inclusive indicou o website da FreeBSD Brasil para o CIO da Axtelecom. Em seguida um funcionário da Axtelecom começou a iniciar suas atividades e testes com FreeBSD, e gostou dos resultados iniciais. Porém, a Axtelecom não contava mais com disponibilidade de tempo para testes e avaliação de tecnologia, e precisava conhecer o que o FreeBSD poderia oferecer e se esse sistema atenderia suas necessidades. Foi então que entrou em contato com a FreeBSD Brasil. O acompanhamento e reconhecimento do problema aconteceram inicialmente através de telefonemas, onde as reais condições de trabalho e funcionamento da Axtelecom foram explanadas. Em seguida foi marcada uma visita para reunião, junto à FreeBSD Brasil. Foi onde conhecemos o Sr. Patrick e Sr. Jean, e a partir daquela reunião, foram trocadas informaçõs para restruturação da rede da empresa. Já na primeira reunião, a Axtelecom confiou à FreeBSD Brasil seus problemas e o acompanhamento e projeto para soluciona los. A partir de então o trabalho de fato foi iniciado. Pg 8

9 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e O que nos motivou a trabalhar com a FreeBSD Brasil foi o fato de termos contato direto com os proprietários da empresa. Isso é de extremo valor para um bom relacionamento entre empresas. Além disso eles também eram os técnicos de suporte e consultoria avançado, e sabíamos que caso tivéssemos problemas mais sérios, eles mesmos nos atenderiam, diferente da empresa contratada anteriormente. O FreeBSD A Axtelecom já conhecia o FreeBSD e havia tido uma experiência inicial satisfatória, através de um profissional que havia trabalhado no provedor. Contudo, essa experiência ainda era considerada indireta e superficial. Era o momento não apenas de garantir as soluções para os problemas da Axtelecom, mas também o mais adequado timing para mostrar o que o FreeBSD oferece de recursos e vantagens frente à soluções proprietárias ou outras soluções livres. O suporte e as idéias apresentadas pela FreeBSD Brasil foi o que nos motivou e nos deu segurança para optar por FreeBSD. Projetos e Gerenciamento de Risco A primeira etapa do trabalho inclui a migração de base tecnológica, de Linux para FreeBSD. Para isso um novo servidor foi adquirido pela Axtelecom, seguindo recomendações de hardware indicadas pela FreeBSD Brasil. A migração era crítica pois o sistema atual concentrava todo o serviço de correio eletrônico, website, e os serviços de autenticação de clientes, além do banco de dados primário da empresa. Antes de o trabalho ser efetivado, todas as etapas foram discutidas entre a FreeBSD Pg 9

10 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Brasil e a Axtelecom. Foi feito um planejamento entre as empresas. O servidor teve sua instalação, otimização e processos iniciais de migração realizados em Belo Horizonte, sob supervisão e acompanhamento pleno do CIO da Axtelecom. Uma vez levado a Machado, seguindo as instruções e projetos iniciais, o time técnico da Axtelecom fez a configuração final do servidor e ativação do mesmo. O término das atividades migratórias ocorreu remotamente, já com o novo servidor em produção. As metodologias de preparação e transparência de migração foram consideradas sucesso pela Axtelecom, e os poucos problemas que aconteceram nos momentos seguintes não foram técnicos, mas sim de gestão da tecnologia, todos simples e imediatamente resolvidos. Estávamos diante de uma migração de sucesso e com resultados perceptíveis a nossos clientes. Decidimos que era hora de nos preparar e aprender mais sobre o sistema. Resolvemos fazer um treinamento para entender melhor a tecnologia e até mesmo para falarmos a mesma língua com os técnicos da FreeBSD Brasil. O treinamento realizado na sede da FreeBSD Brasil ofereceu base para entendimento do FreeBSD para o corpo técnico da Axtelecom. A Axtelecom não teve treinamento corporativo dedicado, mas sim, dois profissionais da área técnica além do CIO participaram do tradicional programa de treinamento da FreeBSD Brasil, hoje conhecido como FreeBSD S.S.A. Pelo fato do servidor antigo ficar paralelamente ativado durante um primeiro momento pós migração, os dispositivos de gerência de risco planejados não foram necessários. Pg 10

11 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e As Soluções Adotadas As soluções FreeBSD adotadas foram diversas. Todo o controle de conectividade na Axtelecom passou a ser realizado através do Firewall central, primeiro dispositivo de segurança que divide o perímetro exato entre a rede da Axtelecom e a rede pública (Internet). Além do firewall, foram criados nesse ponto da rede outros dispositivos de segurança e monitoramento. Um ambiente de HIDS (Host Intrusion Detection System) distribuiído foi implementado, e este atua de forma complementar ao NIDS (Network Intrusion Detection System), ambos com sensores em outros servidores, e que alimentam a base primária de segurança, disposta no Firewall. Para as assinaturas mais críticas de ataque, os sistemas IDS atuam de forma proativa junto ao firewall, além lógico do próprio firewall ter um setup apropriado de regras que garantem controle pleno de dados no fluxo sainte do perímetro de rede da Axtelecom, e fluxo controlado de dados de entrada. Além disso, foram implementados um monitor de disponibilidade de serviços e servidores com Nagios, que monitora todos os outros servidores, equipamentos, roteadores e pontos de acesso da Axtelecom em todas as cidades, e que, com um sistema integrado de Network Weathermap oferece monitoração plena de cada sub perímetro de rede. Recursos estes que somados tornaram se fundamentais e indispensáveis para o controle pleno de toda a infra estrutura da rede. Pg 11

12 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Além disso, o sistema de correio eletrônico, implementado com Qmail, passou a oferecer todos os principais recursos e protocolos utilizados para e mail, além de ter implantado soluções anti virus e anti spam totalmente escaláveis, que usam uma versão customizada pela própria FreeBSD Brasil do simscan, além de recursos criados exclusivamente pela FreeBSD Brasil hoje disponíveis publicamente sob licença BSD como SMTPEXTFORK, Soft Fail e um sistema de verificação de usuários que impede ataques léxicos e de força bruta. Além disso, a Axtelecom faz parte da rede distribuída de contenção de abusos de e mail, serviço que a FreeBSD Brasil oferece exclusivamente a seus clientes, baseados em listas RBL e URIBL distribuídas onde abusos detectados em um cliente alimentam uma base centralizada que é utilizada por todos os outros clientes, evitando que estes sejam vítimas do mesmo abuso inicial. Adicionalmente dois sistemas de webmail foram implantados, um, extremamente avançado, indicado para clientes Axtelecom com amplo domínio tecnológica e facilidade de uso de tecnologias de Internet, que precisem de filtros avançados e personalizados de correio, e um segundo bem mais simples e intuitivo, destinado à clientes que de forma geral querem facilidade e efetividade de uso. Todas essas soluções foram plenamente customizadas, à critério e solicitações da Axtelecom, e passaram a se tornar diferenciais no serviço oferecido por essa empresa. Complementarmente a divisão lógica das redes da Axtelecom foi reprojetada, e uma subnetagem racional da rede foi programada, oferecendo acesso ponto a ponto entre os clientes e os pontos de acesso. Mas a principal solução foi a adoção do TinyBSD: Pg 12

13 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Independentemente dos servidores adotados, a solução que resolveu todos nossos problemas até a atualidade foi a implementação do TinyBSD em nossa rede. Começamos com a versão 4.7 RELEASE e hoje estamos na série 6, introduz João. A solução TinyBSD é totalmente aberta, é um subsistema para criação de sistemas embarcados baseados em FreeBSD, projetado pela FreeBSD Brasil, publicamente disponíveis na base do FreeBSD e em O TinyBSD na Axtelecom foi totalmente customizado, e incorpora os recursos selecionados a dedo pela empresa. O TinyBSD é utilizado em memória flash de 32MB, e atua como ponto de acesso, sistema de controle de banda, firewall, sistema de segurança, servidor DHCP, sistema de monitoração de qualidade de sinal entre cada cliente associado a esse ponto de acesso, além de oferecer recursos plenos de controle de acesso sem depender de autenticação de usuário, por meio de autenticação automatizada através de protocolos nativos nas estações cliente, e também controle por endereço em camada OSI 2, controle pleno de protocolos trafegados em camada 2 a camada mais importante para operações Wireless auditoria de camada 2 e plena integração com sistema de gestão adotado na Axtelecom. Além disso, a solução TinyBSD customizada para a Axtelecom oferece recursos de monitoração de atividades gerais ou individuais, de cada cliente, por SNMP, oferecendo métodos simples e ágeis para plotar gráficos por cliente, ou por torre, e através de frameworks como Cacti, possibilitar pleno acompanhamento, inclusive por parte dos clientes Axtelecom, de seu consumo e demanda de banda, além de qualidade geral do serviço oferecido, bem como fácil identificação de clientes que demandam upgrade de plano de acesso e maior velocidade. Pg 13

14 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e As soluções resolveram todos os problemas anteriormente existentes. E o melhor, continuam sendo totalmente abertas e livres. A performance geral do serviço é equivalente ao oferecido por tecnologias wired como ADSL a estabilidade da rede é exemplar, mesmo com o acesso sendo wireless. A solução é totalmente escalável e quando encontradas limitações, estas são intrínsecas às características de comunicação , e não do sistema. Ainda assim grande parte dessas limitações são sobrepostas em algum nível por ajustes finos nos TinyBSD. Além da escalabilidade, a Axtelecom implantou metodologia própria de deployment. Com ela a adoção da tecnologia TinyBSD em massa é simplificada com rotinas próprias que constituem na cópia de uma imagem não configurada do TinyBSD e a execução de downloads de arquivos pré configurados. Solução de deployment tecnológica de boa precisão e efetivação em poucos minutos. Temos a facilidade de implementar novas soluções a partir das existentes, sem a perda do que já foi conquistado, ou reproduzir a implementação em uma nova atividade com o mesmo sucesso da anterior. Sobre segurança, até hoje não houve, depois da adoção de FreeBSD e TinyBSD, nenhum histórico negativo de segurança, tais como exploração indevida ou negação de serviço. A própria FreeBSD Brasil implementa ferramenta de segurança em seus servidores Pg 14

15 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e e esta gerência é proativa. Havendo algum problema mais grave eles são acionados e tomam as devidas providências. lembra João. Com FreeBSD o controle e mitigação de incidentes tornou se simples, automatizado e a correção também foi facilidade à níveis extremos. A Axtelecom em anos, só teve um problema de nível de kernel que os afetasse, exatamente na estrutura do FreeBSD, um problema que possibilitava negação de serviços wireless. Como o controle de segurança no Projeto FreeBSD é extremamente rígido, a auditoria interna do Projeto detectou a falha antes de terceiros, e a corrigiu, para só então divulgar o Security Advisory oficial. Qualquer profissional mais atento que acompanha as atividades de CVS na árvore do projeto nota quando estão acontecendo correções de segurança, antes mesmo destas ser publicamente informadas. Como a FreeBSD Brasil não apenas utiliza, formenta e suporta o FreeBSD, mas também o desenvolve, informações preliminares durante a elaboração do Security Advisory foram discutidas entre os commiters do FreeBSD, e antes que o problema fosse tornado público, na Axtelecom ele já havia sido corrigido, pois afetava a estrutura da companhia. segundo. A ação foi totalmente proativa, e não houve margem para problemas sequer por um Fora isso, as atividades de controle de segurança são facilmente desempenhadas, no que tange à aplicações de terceiros, com o VuXML (base centralizada de problemas de segurança, criada pelo desenvolvedor FreeBSD Jacques Vidrine) e automatizadas com o portaudit. Além disso as correções são efetuadas imediatamente, auxiliadas quando Pg 15

16 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e possível com portupgrade, ou pelo time de suporte da FreeBSD Brasil, manualmente quando necessário. Com isso qualquer problema de segurança é imediatamente identificado e corrigido. Todos nossos clientes, e com a Axtelecom não é diferente, tem suas base de saída do portaudit periodicamente enviadas para os servidores da FreeBSD Brasil, que com base nessas informações identifica automaticamente quando uma aplicação apresenta problema de segurança de fato explorável por terceiros. Nosso time proativamente cuida da correção, e o cliente é informado posteriormente. É isso que acontece hoje na Axtelecom, no que tange à segurança geral da base tecnológica. O TinyBSD da Axtelcom tem ainda recursos adicionais, que exatamente por ser transparente, não são notados pelo time técnico da Axtelecom, mas que representa grande fator de diferença na qualidade do serviço. Um desses recursos é o uso de diversos algoritmos de rating das interfaces Wireless. De acordo com o chipset do cartão e do modo de operação Ponto de acesso, cliente infra estrutura, roaming ou ponto a ponto algoritmos distintos são utilizados. Para isso usamos os sistemas de rate RR 5208, descrito no documento IEEE Rate Adaptation: A Practical Approach de Mathieu Lacage, Hossein Manshaei, Thierry Turletti, bem como o algoritmo de controle de taxas de Atsuhi Onoe e o padrão, de John Bicket, para equipamentos Atheros. Além disso temos o controle de Taxas indicado pela Intersil, para dispositivos de chip Prism, e o indicado pela WiFi Alliance também para Prism. Que algoritmo usar, o sistema detecta automaticamente. Se necessário pode haver intervenção do administrador para usar sempre um único. Porém, essa intervenção Pg 16

17 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e é normalmente dispensável dada a segurança dos métodos sob os quais a escolha de algoritmo de taxa acontece., comenta Patrick Tracanelli da FreeBSD Brasil. A disponibilidade total do serviço é considerada pela FreeBSD Brasil excelente, pois a Axtelecom tem pouco downtime, e quando tem, este é motivado por causas externas à tecnologia FreeBSD: Temos uma média de 1 a 5 horas por mês de indisponibilidade de nossos pontos de acesso ou servidores. O motivo desses travamentos são em geral problemas de hardware ou ou relativo à uso de interrupções conflitantes nas placas, ou ainda picos de energia, que é o caso mais comum pois apesar de ter um ambiente totalmente controlado de alimentação elétrica dentro da Axtelecom, nas torres e pontos de acesso remoto ficamos suscetíveis e dependentes dos serviços da rede pública de energia. Custos e Retornos da Tecnologia FreeBSD O ROI (Retorno de Investimento) da adoção de FreeBSD na companhia foi bastante baixo. Cerca de 6 meses. Excelente para um nível de adoção tecnológica em grande escala como o que aconteceu na Axtelecom. Para uma avaliação adequada do custo total de propriedade (TCO), a Axtelecom considera que houve um impacto considerável na curva de aprendizado, no que tange ao uso de controle da tecnologia FreeBSD frente à tecnologia adotada anteriormente. Para anular esse impacto, três profissionais fizeram o treinamento em FreeBSD na FreeBSD Brasil. Pg 17

18 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Adicionalmente, a Axtelecom mantém um SLA (Service Level Agreement) de contrato de suporte com a FreeBSD Brasil. Considerando esse investimento inicial em capacitação, e o custo atual de manutenção do SLA, a Axtelecom considera que toda a adoção de FreeBSD sob consultoria FreeBSD Brasil teve um TCO abaixo do esperado. O TCO ficou abaixo do esperado enquanto a qualidade e estabilidade mostrou se tal como esperado ou gerou surpresas positivas, e com essa solução com custo tão interessante, passamos a implementar soluções FreeBSD, (especialmente TinyBSD) em tudo, na nossa rede. Em termos de recursos a tecnologia adotado atendeu plenamente a Axtelecom. Houveram necessidades de customização da solução, havendo algumas ferramentas adicionadas ao TinyBSD, à pedido da companhia, customização essa realizada de forma simples e rápida. A customização foi totalmente acompanhada e auditada pela Axtelecom, e a FreeBSD Brasil segundo a Axtelecom fez a diferença todas as vezes, na customização dessa solução. Acreditamos que a maioria dessas customizações não seriam viáveis em ambiente não livre. Algumas delas só existem no FreeBSD, então acreditamos que não seriam viáveis nem em outros sistemas livres., ilustra João, que ainda destaca que: Nosso TCO que era excelente, é melhor hoje, pois uma vez passados os custos com capacitação e implantações iniciais, após adotamormos know how próprio e controle sobre a tecnologia FreeBSD, Podemos dizer que nosso gasto com a tecnologia se limitou ao contrato de SLA de suporte técnico com a FreeBSD Brasil, praticamente. Pg 18

19 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Sobre problemas notados com FreeBSD, a Axtelecom destaca que há uma compatibilidade menor no FreeBSD com uma variedade de hardware, o que os faz ter que ser mais seletivos na adoção de equipamentos, especialmente dispositivos de redes IEEE (Wireless). Sobre essa limitação, Patrick Tracanelli destaca que de forma geral o desenvolvimento do FreeBSD prioriza o suporte pleno a chipsets com maior qualidade, melhor poder de processamento e melhor desempenho. Assim sendo uma conseqüência positiva dessa menor adoção de hardware mais simples, é o fato do usuário FreeBSD ter que ater se a equipamento e placas de qualidade. Por exemplo, agradecemos cada dia pelo FreeBSD não suportar placas wireless da Samsung, Planet, LG ou a série b DWL da Dlink; como o FreeBSD não suporta, nossos clientes não se decepcionam com a baixa qualidade desses equipamentos, e atem seu uso a equipamentos realmente satisfatórios. Ainda que estes tenham um custo inicial um pouco maior, em médio, muitas vezes em curto prazo, a qualidade e os benefícios destacam se mais do que a economia à curtíssimo prazo. Avaliação de Satisfação Axtelecom Sobre a satisfação da Axtelecom na adoção de FreeBSD como base tecnológica primária e quase exclusiva para todas as atividades da empresa, o CIO da companhia, João Aprígio Jr resume: Pg 19

20 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Basta dizer que a Axtelecom está no porte em que se encontra hoje devido ao sistema operacional FreeBSD. Pg 20

21 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e Resultados Hoje o FreeBSD representa na empresa papel tecnológico indispensável. Toda a expansão e adoção de nova tecnologia é baseada em FreeBSD, e os poucos itens onde ainda usa se tecnologia proprietária está em processo de avaliação e testes para substituição por FreeBSD. FreeBSD é completamente estável e tornou se nossa principal base tecnológica, e portanto, sua adoção é ampliada dia a dia na mesma proporção que nossa empresa cresce ou que a demanda de acesso a recursos de TI aumenta. FreeBSD para nós é indispensável e insubstituível., enfatiza João. Suporte e Manutenção FreeBSD Na Axtelecom o suporte, manutenção e deployment de FreeBSD acontece através de rotinas padrão de atendimento à defeitos, estabelecidas pela própria companhia, e através do suporte da FreeBSD Brasil que é acionado quando os problemas não são sanados pela Axtelecom em primeira instância. A empresa tem três profissionais capacitados em FreeBSD. São a principal base de recursos humanos com experiência nessa tecnologia e são estes que acompanham a resolução de problemas, quando estes acontecem. A manutenção da base FreeBSD na Axtelecom é mantida pela FreeBSD Brasil através de SLA de Suporte FreeBSD. Pg 21

22 Estudo de Caso de Sucesso de Uso de FreeBSD na Axtelecom, elaborado por e A FreeBSD Brasil é exclusivamente o contato de suporte que atende a Axtelecom, e fora esta, o rico e organizado suporte formentado e oferecido pela comunidade FreeBSD também é usado como fonte de referência, em especial à consulta de alguma documentação específica sobre FreeBSD. Service Level Agreement da FreeBSD Brasil Segundo a Axtelecom, as garantias que a FreeBSD Brasil ofereceu para a adoção do Contrato de Suporte (SLA) foi que todas as necessidades de auxílio e resolução de problemas relacionados à FreeBSD seriam atendidas plenamente com este SLA. De fato hoje até mesmo suporte não relacionado diretamente com FreeBSD, como configuração de hardware, estratégias de roteamento, contratação de link, ou estratégicas de implementação VoIP, são freqüentemente discutidos junto ao time de consultoria e suporte da FreeBSD Brasil. Sempre que possível a FreeBSD Brasil foi atuante na troca de conhecimento em FreeBSD e até outros assuntos. As motivações para mantermos o SLA de Contrato de Suporte são a segurança, resolução imediata de problemas mais graves, auxílio na solução de qualquer tipo de problema e uma segurança para assuntos mais específicos., ilustra João. Considerações especiais da Axtelecom Notamos desde o início da parceria com a FreeBSD Brasil e uso de FreeBSD que todas as soluções que precisávamos, sem exceção, poderiam ser atendidas com open source Pg 22

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet.

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet. Nettion Security & Net View Mais que um software, gestão em Internet. Net View & Nettion Security Mais que um software, gestão em Internet. A Net View e a Nettion Security Software se uniram para suprir

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Organização de arquivos e pastas

Organização de arquivos e pastas Organização de arquivos e pastas Pasta compara-se a uma gaveta de arquivo. É um contêiner no qual é possível armazenar arquivos. As pastas podem conter diversas subpastas. Definir a melhor forma de armazenamento

Leia mais

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança.

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda Managed Office Protection É fato, tanto pequenas e médias e grandes empresas enfrentam os mesmos riscos

Leia mais

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Apresentação Portfólio de Serviços e Produtos da WebMaster Soluções. Com ele colocamos à sua disposição a Tecnologia que podemos implementar em sua empresa.

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - TIC

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - TIC Código: NO01 Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região Comitê de Segurança da Informação Secretaria de Tecnologia da Informação Núcleo de Segurança da Informação Revisão: 00 Vigência:20/04/2012 Classificação:

Leia mais

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Prof. Victor Halla Conteúdo Arquitetura de Processadores: Modo Operacional; Velocidade; Cache; Barramento; Etc. Virtualização: Maquinas virtuais; Gerenciamento

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/SGP Nº 034/2012 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e

PORTARIA TRT 18ª GP/SGP Nº 034/2012 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e PORTARIA TRT 18ª GP/SGP Nº 034/2012 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regulamentares, e tendo em vista o que consta do Processo

Leia mais

Contrato de Suporte End.: Telefones:

Contrato de Suporte End.: Telefones: Contrato de Suporte Contrato de Suporte Desafios das empresas no que se refere à infraestrutura de TI Possuir uma infraestrutura de TI que atenda as necessidades da empresa Obter disponibilidade dos recursos

Leia mais

Amplie os horizontes da sua empresa com o Software Assurance e o Windows Vista.

Amplie os horizontes da sua empresa com o Software Assurance e o Windows Vista. Amplie os horizontes da sua empresa com o Software Assurance e o Windows Vista. Introdução Software Assurance Windows Vista Trazendo uma série de novas ofertas para maximizar o seu investimento, o Software

Leia mais

O B B J E E T T I V V O O S

O B B J E E T T I V V O O S OBJ E T I VOS Conhecer as características e possibilidades do SO Linux, como workstation simples ou elemento componente de uma rede; Analisar a viabilidade de implantação do sistema numa corporação. SU

Leia mais

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA)

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) Código do Serviço: 3005001 Nome do Serviço: Data de Publicação: 30/04/2013 Entrada em Vigor: SAN AUTENTICAÇÃO 01/06/2013 Versão: 1.0000 Status: Publicado

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário

Ministério do Desenvolvimento Agrário Capítulo 1 Ministério do Desenvolvimento Agrário Instituição: Sítio: Caso: Responsável: Palavras- Chave: Ministério do Desenvolvimento Agrário www.mda.gov.br Plano de Migração para Software Livre Paulo

Leia mais

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil Apresentação Líder em Soluções Samba 4 no Brasil A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se

Leia mais

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Virtualização Microsoft: Data Center a Estação de Trabalho Estudo de Caso de Solução para Cliente Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Visão

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK)

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) 1. VPN Segundo TANENBAUM (2003), VPNs (Virtual Private Networks) são redes sobrepostas às redes públicas, mas com

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

SISTEMAS BRASILEIRO EM INFORMÁTICA CNPJ:

SISTEMAS BRASILEIRO EM INFORMÁTICA CNPJ: Dados da Empresa Dados da SYSTEMBRAS SISTEMAS BRASILEIRO EM INFORMÁTICA CNPJ: 00.000.000/0001-00 Rua Paramoti, 04 Vila Antonieta SP Cep: 03475-030 Contato: (11) 3569-2224 A Empresa A SYSTEMBRAS tem como

Leia mais

PROJETO BÁSICO. Serviço de Comunicação Multimídia

PROJETO BÁSICO. Serviço de Comunicação Multimídia PROJETO BÁSICO Serviço de Comunicação Multimídia xxxxxxxxxx, xx de xxxxx de 2009 PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. n 272 da Anatel - SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) O B J E T O SOLICITAÇÃO DE

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Excelência em Metodologia de Helpdesk

Excelência em Metodologia de Helpdesk Excelência em Metodologia de Helpdesk O IntraDesk foi desenvolvido com base nas melhores práticas conhecidas de Helpdesk, indicadas por organizações como o Gartner Group e o Helpdesk Institute, que, aliadas

Leia mais

Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server

Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Versão: 1.06 Data: 2010-11-15 SO CAMES 1 ÍNDICE A Apresentação do CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server - Sistema Operativo de

Leia mais

PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. nº 272 da Anatel SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) OBJETO

PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. nº 272 da Anatel SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) OBJETO PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. nº 272 da Anatel SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) OBJETO OUTORGA DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA SCM sendo um serviço fixo de telecomunicações de interesse

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul 1 ANEXO VII QUADRO DE QUANTITATIVOS E ESPECIFICAÇÕES DOS ITENS Item Produto Quantidade 1 Aparelhos IP, com 2 canais Sip, visor e teclas avançadas, 2 70 portas LAN 10/100 2 Servidor com HD 500G 4 GB memória

Leia mais

APRESENTAÇÃO. A Advanta tem uma parceria de representação e comercialização do sistema de gerenciamento de redes convergentes da AI METRIX.

APRESENTAÇÃO. A Advanta tem uma parceria de representação e comercialização do sistema de gerenciamento de redes convergentes da AI METRIX. APRESENTAÇÃO A Advanta tem uma parceria de representação e comercialização do sistema de gerenciamento de redes convergentes da AI METRIX. AI METRIX é o nome original da empresa que desenvolveu o software

Leia mais

ipbras MUNDIAL VOIP DESENVOLVIMENTO PROJETO / ORÇAMENTO Orçamento para desenvolvimento de sistema web based Página w w w. i p b r a s.

ipbras MUNDIAL VOIP DESENVOLVIMENTO PROJETO / ORÇAMENTO Orçamento para desenvolvimento de sistema web based Página w w w. i p b r a s. 1 Orçamento para desenvolvimento de sistema web based MUNDIAL VOIP Quem é a IPBRAS.COM 2 Desde sua criação, no início de 2003 a IPBRAS, uma empresa 100%.COM, localizada em Penápolis-SP, Brasil, tem uma

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE UM PROVEDOR DE INTERNET COM A TECNOLGIA WIRELESS

IMPLANTAÇÃO DE UM PROVEDOR DE INTERNET COM A TECNOLGIA WIRELESS IMPLANTAÇÃO DE UM PROVEDOR DE INTERNET COM A TECNOLGIA WIRELESS Rodrigo de Carvalho Ribeiro 1 RESUMO A presente pesquisa foi realizada com o objetivo de identificar como funciona a tecnologia wireless,

Leia mais

Aplicação ao Gerenciamento de Redes de Telecomunicações

Aplicação ao Gerenciamento de Redes de Telecomunicações Aplicação ao Gerenciamento de Redes de Telecomunicações Este tutorial apresenta o modelo TMN (Telecommunications Management Network) para gerenciamento de redes de Telecomunicações criado pelo ITU-T (International

Leia mais

Como proteger sua Rede com Firewall

Como proteger sua Rede com Firewall Como proteger sua Rede com Firewall pfsense *pfsense é uma marca registrada da Electric Sheep Fencing LLC. Apresentação Líder em Soluções Pfsense no Brasil A Vantage TI conta uma estrutura completa para

Leia mais

Como proteger sua Rede com Firewall

Como proteger sua Rede com Firewall *pfsense é uma marca registrada da Electric Sheep Fencing LLC. Como proteger sua Rede com Firewall Apresentação Líder em Soluções Pfsense no Brasil A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender

Leia mais

ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT

ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT Juliano Flores Prof. Lucas Plautz Prestes Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Gestão de Tecnologia da Informação (GTI034)

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores. Introdução ao Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes de Computadores. Introdução ao Gerenciamento de Redes Introdução ao Gerenciamento de Redes O que é Gerenciamento de Redes? O gerenciamento de rede inclui a disponibilização, a integração e a coordenação de elementos de hardware, software e humanos, para monitorar,

Leia mais

Serviços Gerenciados de Segurança de perímetro Firewall Dell SonicWALL

Serviços Gerenciados de Segurança de perímetro Firewall Dell SonicWALL 1/8 Serviços Gerenciados de Segurança de perímetro Firewall Dell SonicWALL www.alertasecurity.com.br +55 11 3105.8655 2/8 SUMÁRIO Visão Geral: Porque contratar os Serviços Gerenciados da Alerta Security

Leia mais

HP Router Advanced Implementation

HP Router Advanced Implementation HP Router Advanced Implementation Dados técnicos O HP Router Advanced Implementation tem como objetivo, baseado na entrevista para coleta de informações junto ao Cliente e na análise dos equipamentos existente,

Leia mais

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital.

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Aker FIREWALL UTM Fortaleza Digital Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Ideal para o ambiente corporativo, com o Aker Firewall UTM você tem o controle total das informações

Leia mais

QUESTIONAMENTO(S) ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 22/2015 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTO(S) ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 22/2015 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTO(S) ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 22/2015 - BNDES Prezado(a) Senhor(a), Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. Sobre o item 18.1. A prestação do serviço

Leia mais

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia.

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A EMPRESA A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A experiência da Future Technology nas diversas áreas de TI disponibiliza aos mercados público

Leia mais

SISTEMA DE ARMAZENAMENTO (STORAGE)

SISTEMA DE ARMAZENAMENTO (STORAGE) SISTEMA DE ARMAZENAMENTO (STORAGE) Possuir capacidade instalada, livre para uso, de pelo menos 5.2 (cinco ponto dois) TB líquidos em discos SAS/FC de no máximo 600GB 15.000RPM utilizando RAID 5 (com no

Leia mais

ivirtua Solutions 4 ITIL

ivirtua Solutions 4 ITIL ivirtua Solutions 4 ITIL ivirtua Solutions ITIL WHITEPAPER ITIL INTRODUÇÃO O ITIL é o modelo de referência para endereçar estruturas de processos e procedimentos à gestão de TI, organizado em disciplinas

Leia mais

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Uma poderosa ferramenta de monitoramento Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Abril de 2008 O que é? Características Requisitos Componentes Visual O que é?

Leia mais

Revisão para a prova B2. Conteúdo das Aulas: 10, 11 e 14

Revisão para a prova B2. Conteúdo das Aulas: 10, 11 e 14 Revisão para a prova B2 Conteúdo das Aulas: 10, 11 e 14 Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.br Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor:

Leia mais

Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes Gerenciamento de Redes As redes de computadores atuais são compostas por uma grande variedade de dispositivos que devem se comunicar e compartilhar recursos. Na maioria dos casos, a eficiência dos serviços

Leia mais

Monitoramento Open source com Zabbix Giovanni Oliveira Renato Resende

Monitoramento Open source com Zabbix Giovanni Oliveira Renato Resende Monitoramento Open source com Zabbix Giovanni Oliveira Renato Resende Apresentação dos palestrantes Tópicos Gerenciamento de redes O que é Zabbix Porque escolher o Zabbix Principais recursos Dicas de instalação

Leia mais

Soluções Inteligentes para regulamentações e negócios em aplicações SAP

Soluções Inteligentes para regulamentações e negócios em aplicações SAP Soluções Inteligentes para regulamentações e negócios em aplicações SAP Uma nova visão no Gerenciamento da Aplicação INDICE 1. A Union IT... 3 2. A importância de gerenciar dinamicamente infra-estrutura,

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Alavancando a segurança a partir da nuvem

Alavancando a segurança a partir da nuvem Serviços Globais de Tecnologia IBM White Paper de Liderança em Pensamento Serviços de Segurança IBM Alavancando a segurança a partir da nuvem O quem, o que, quando, por que e como dos serviços de segurança

Leia mais

HP Router Basic Implementation

HP Router Basic Implementation HP Router Basic Implementation Dados técnicos O HP Router Basic Implementation tem como objetivo, baseado na entrevista para coleta de informações junto a equipe designada pelo cliente, realizar a instalação

Leia mais

www.aker.com.br parcerias de sucesso 200 maiores Construindo top Sobre a Aker Curiosidades Aker Security Solutions A Aker está entre as

www.aker.com.br parcerias de sucesso 200 maiores Construindo top Sobre a Aker Curiosidades Aker Security Solutions A Aker está entre as Sobre a Aker Investir em tecnologia de ponta é garantir a segurança dos dados de sua empresa, aumentando a produtividade de seus funcionários e a rentabilidade do seu negócio. A Aker Security Solutions,

Leia mais

Soluções em Segurança

Soluções em Segurança Desafios das empresas no que se refere a segurança da infraestrutura de TI Dificuldade de entender os riscos aos quais a empresa está exposta na internet Risco de problemas gerados por ameaças externas

Leia mais

AlgoSec. Gerenciando a Segurança no Ritmo do Negócio. AlgoSec.com

AlgoSec. Gerenciando a Segurança no Ritmo do Negócio. AlgoSec.com AlgoSec Gerenciando a Segurança no Ritmo do Negócio AlgoSec.com AlgoSec BusinessFlow Gerenciamento de Conectividade dos Aplicativos de Negócios O AlgoSec BusinessFlow ajuda na implementação, manutenção

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DA GESTÃO OPERACIONAL DE PEQUENA E MÉDIA PLATAFORMA COM EFICIÊNCIA E BAIXO CUSTO

IMPLEMENTAÇÃO DA GESTÃO OPERACIONAL DE PEQUENA E MÉDIA PLATAFORMA COM EFICIÊNCIA E BAIXO CUSTO IMPLEMENTAÇÃO DA GESTÃO OPERACIONAL DE PEQUENA E MÉDIA PLATAFORMA COM EFICIÊNCIA E BAIXO CUSTO Flávio Luis de Oliveira (flavio@celepar.pr.gov.br) Helio Hamilton Sartorato (helio@celepar.pr.gov.br) Yuri

Leia mais

Symantec Discovery. Controle seu software e hardware e monitore a conformidade com as licenças em toda a infra-estrutura de TI de várias plataformas

Symantec Discovery. Controle seu software e hardware e monitore a conformidade com as licenças em toda a infra-estrutura de TI de várias plataformas Symantec Discovery Controle seu software e hardware e monitore a conformidade com as licenças em toda a infra-estrutura de TI de várias plataformas VISÃO GERAL O Symantec Discovery ajuda a garantir a resiliência

Leia mais

Consultoria em Informática

Consultoria em Informática A sua empresa bem assessorada Desde 1995, a Pro-INFO se mantém na vanguarda tecnológica para melhor atender as necessidades dos seus clientes. A paixão pelo que fazemos é o motivo pelo qual existimos,

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O Mobile Voice System ( MVS) foi projetado para unificar os recursos do telefone fixo aos smartphones e às redes

Leia mais

CA Protection Suites. Proteção total dos dados para as pequenas e médias empresas

CA Protection Suites. Proteção total dos dados para as pequenas e médias empresas CA Protection Suites Proteção total dos dados para as pequenas e médias empresas Desafios das SMBs As ameaças crescem em número e gravidade - Spywares e adwares - Vírus, worms, cavalos de Tróia e ataques

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

Há dois tipos de configurações bidirecionais usados na comunicação em uma rede Ethernet:

Há dois tipos de configurações bidirecionais usados na comunicação em uma rede Ethernet: Comunicação em uma rede Ethernet A comunicação em uma rede local comutada ocorre de três formas: unicast, broadcast e multicast: -Unicast: Comunicação na qual um quadro é enviado de um host e endereçado

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

Exército Brasileiro. Tecnologia da Informação e Comunicações. Exército Brasileiro. Cartilha Emergencial de Segurança. Braço Forte Mão Amiga

Exército Brasileiro. Tecnologia da Informação e Comunicações. Exército Brasileiro. Cartilha Emergencial de Segurança. Braço Forte Mão Amiga Exército Brasileiro Braço Forte Mão Amiga Tecnologia da Informação e Comunicações Exército Brasileiro Departamento de Ciência e Tecnologia Presente e Futuro se encontram aqui Versão 1.0-2011 Sumário 1

Leia mais

Empresa do Grupo como foco soluções completas em gestão de ambientes de TI, desenvolvimento de software e inteligência de CRM,

Empresa do Grupo como foco soluções completas em gestão de ambientes de TI, desenvolvimento de software e inteligência de CRM, A todo! Portfólio Clientes Empresa do Grupo, tendo como foco soluções completas em gestão de ambientes de TI, desenvolvimento de software e inteligência de CRM, Uma das 10 maiores empresas de TI do Brasil

Leia mais

FACULDADE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS

FACULDADE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS FACULDADE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GERÊNCIA DE REDES Professor: Fernando Tsukahara Alunos: André de Oliveira Silva Lucas Rodrigues Sena Trabalho da disciplina de Gerência de Redes para complementar o projeto

Leia mais

Gerência de Redes e Serviços de Comunicação Multimídia

Gerência de Redes e Serviços de Comunicação Multimídia UNISUL 2013 / 1 Universidade do Sul de Santa Catarina Engenharia Elétrica - Telemática 1 Gerência de Redes e Serviços de Comunicação Multimídia Aula 3 Gerenciamento de Redes Cenário exemplo Detecção de

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

Introdução ao Subsistema Multimídia IP (IMS) Conceitos básicos de IMS e terminologia

Introdução ao Subsistema Multimídia IP (IMS) Conceitos básicos de IMS e terminologia Introdução ao Subsistema Multimídia IP (IMS) Conceitos básicos de IMS e terminologia Introdução Formalmente, o IP Multimedia Subsystem (IMS) é definido como:... um novo 'domínio' principal da rede (ou

Leia mais

ScatiSuite, A melhor ferramenta para a gravação e a gestão do CFTV

ScatiSuite, A melhor ferramenta para a gravação e a gestão do CFTV ScatiSuite, A melhor ferramenta para a gravação e a gestão do CFTV www.scati.com info@scati.com Índice Scati Suite Caraterísticas gerais Gravação Aplicações cliente de gestão Outras funcionalidades Scati

Leia mais

Virtualização de desktop da NComputing

Virtualização de desktop da NComputing Virtualização de desktop da NComputing Resumo Todos nos acostumamos ao modelo PC, que permite que cada usuário tenha a sua própria CPU, disco rígido e memória para executar seus aplicativos. Mas os computadores

Leia mais

Aranda INVENTORY. Benefícios Estratégicos para sua Organização. (Standard & Plus Edition) Beneficios. Características V.2.0907

Aranda INVENTORY. Benefícios Estratégicos para sua Organização. (Standard & Plus Edition) Beneficios. Características V.2.0907 Uma ferramenta de inventario que automatiza o cadastro de ativos informáticos em detalhe e reporta qualquer troca de hardware ou software mediante a geração de alarmes. Beneficios Informação atualizada

Leia mais

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON.

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Portifólio Missão Atender as necessidades de nossos clientes e garantir o retorno de seus investimentos, implementando os melhores serviços

Leia mais

PROGRAMA DE TREINAMENTO ACTIVE DIRECTORY DO WINDOWS SERVER 2003

PROGRAMA DE TREINAMENTO ACTIVE DIRECTORY DO WINDOWS SERVER 2003 PROGRAMA DE TREINAMENTO ACTIVE DIRECTORY DO WINDOWS SERVER 2003 CARGA HORÁRIA: 64 horas. O QUE É ESTE TREINAMENTO: O Treinamento Active Ditectory no Windows Server 2003 prepara o aluno a gerenciar domínios,

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Aspectos a Serem Considerados Rodrigo Rubira Branco rodrigo@firewalls.com.br O que é a Firewalls? - Empresa Especializada em Segurança; - Profissionais Certificados; - Atenta a

Leia mais

ESCLARECIMENTO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 023/2015-EMAP. O edital especifica em seu item 11.1.13.3, transcrito abaixo:

ESCLARECIMENTO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 023/2015-EMAP. O edital especifica em seu item 11.1.13.3, transcrito abaixo: ESCLARECIMENTO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 023/2015-EMAP O Pregoeiro da Empresa Maranhense de Administração Portuária - EMAP, em razão de solicitação da empresa TELEMAR NORTE LESTE S.A, torna público aos interessados,

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

Capítulo 2 Conceitos de Segurança Física e Segurança Lógica

Capítulo 2 Conceitos de Segurança Física e Segurança Lógica Capítulo 2 Conceitos de Segurança Física e Segurança Lógica 2.1 Introdução 2.2 Segurança Física 2.2.1 Segurança externa e de entrada 2.2.2 Segurança da sala de equipamentos 2.2.3 Segurança dos equipamentos

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Uma estação é considerada parte de uma LAN se pertencer fisicamente a ela. O critério de participação é geográfico. Quando precisamos de uma conexão virtual entre duas estações que

Leia mais

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Windows 2003 Server Introdução Nessa Aula: É apresentada uma visão rápida e geral do Windows Server 2003. O Foco a partir da próxima aula, será no serviço de Diretórios

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 1A EDIÇÃO - 1O TRIMESTRE DE 2014

RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 1A EDIÇÃO - 1O TRIMESTRE DE 2014 RELATÓRIO SOBRE AS TENDÊNCIAS DO ATAQUE DISTRIBUÍDO DE NEGAÇÃO DE SERVIÇO DA VERISIGN 1A EDIÇÃO - 1O TRIMESTRE DE 214 RESUMO EXECUTIVO Este relatório contém as observações e conhecimentos derivados de

Leia mais

AVDS Vulnerability Management System

AVDS Vulnerability Management System DATA: Agosto, 2012 AVDS Vulnerability Management System White Paper Brazil Introdução Beyond Security tem o prazer de apresentar a nossa solução para Gestão Automática de Vulnerabilidade na núvem. Como

Leia mais

agillize INFORMÁTICA APRESENTAÇÃO

agillize INFORMÁTICA APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO Alguns de Nossos Clientes e Parceiros Tecnologias Algumas tecnologias e certificações que consolidam a qualidade de nossos projetos Apresentação - Agillize Informática A Agillize Informática

Leia mais

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4. Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5 Por: Fabio Pozzebon Soares Página 1 de 11 Sistema ProJuris é um conjunto de componentes 100% Web, nativamente integrados, e que possuem interface com vários idiomas,

Leia mais

PORTARIA Nº 7876. O PREFEITO DE JUIZ DE FORA, no uso das atribuições que lhe confere a Legislação vigente,

PORTARIA Nº 7876. O PREFEITO DE JUIZ DE FORA, no uso das atribuições que lhe confere a Legislação vigente, PORTARIA Nº 7876 Dispõe sobre a Norma PSI/N.0001 - Utilização da Estação de Trabalho, nos termos dos arts. 20 e 24, da Resolução nº 041/2010-SPDE. O PREFEITO DE JUIZ DE FORA, no uso das atribuições que

Leia mais

PREFEITURA DE CUIABÁ ADOTA FERRAMENTAS OPENSOURCE E AGILIZA IDENTIFICAÇÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS

PREFEITURA DE CUIABÁ ADOTA FERRAMENTAS OPENSOURCE E AGILIZA IDENTIFICAÇÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. PREFEITURA DE CUIABÁ ADOTA FERRAMENTAS OPENSOURCE E AGILIZA IDENTIFICAÇÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS Perfil A Diretoria de Tecnologia de Informação

Leia mais

Este Manual aplica-se a todos os Usuário de T.I. do Ministério Público de Goiás. ATIVIDADE AUTORIDADE RESPONSABILIDADE Manter o Manual Atualizado

Este Manual aplica-se a todos os Usuário de T.I. do Ministério Público de Goiás. ATIVIDADE AUTORIDADE RESPONSABILIDADE Manter o Manual Atualizado Versão 01 - Página 1/8 1 Objetivo Orientar o usuário de T.I. a solicitar atendimento. Mostrar o fluxo da solicitação. Apresentar a Superintendência 2 Aplicação Este Manual aplica-se a todos os Usuário

Leia mais

MRS. Monitoramento de Redes e Sistemas

MRS. Monitoramento de Redes e Sistemas MRS Monitoramento de Redes e Sistemas Origem Crescimento rede REGIN de 16 para 293 municípios. Diversidade de tipos de erros. Minimizar esforço e tempo humano gastos na detecção e eliminação de problemas.

Leia mais

Informe técnico: Segurança de endpoints Symantec Protection Suite Enterprise Edition Proteção confiável para ambientes de endpoints e mensageria

Informe técnico: Segurança de endpoints Symantec Protection Suite Enterprise Edition Proteção confiável para ambientes de endpoints e mensageria Proteção confiável para ambientes de endpoints e mensageria Visão geral O Symantec Protection Suite Enterprise Edition cria um ambiente de endpoints e mensageria protegido contra as complexas ameaças atuais,

Leia mais

SOLUÇÃO DE STORAGE PROJETO X86 ARMAZENAMENTO. 1.2 Para efeito de cálculo do volume total em TB deverá ser considerado que 1KB = 1024 bytes.

SOLUÇÃO DE STORAGE PROJETO X86 ARMAZENAMENTO. 1.2 Para efeito de cálculo do volume total em TB deverá ser considerado que 1KB = 1024 bytes. SOLUÇÃO DE STORAGE PROJETO X86 ARMAZENAMENTO Características Técnicas: 1.1 Deverá ser ofertada Solução de Storage com capacidade mínima de 100 TB (cem Terabyte) líquido, sendo 80TB (oitenta Terabytes)

Leia mais

Portfólio 2014. Serviços e Produtos. Soluções em TI. As melhores marcas do mercado, juntando o melhor custo beneficial para nossos clientes

Portfólio 2014. Serviços e Produtos. Soluções em TI. As melhores marcas do mercado, juntando o melhor custo beneficial para nossos clientes Serviços e Produtos Área de Atuação A 8bytes atua na área de Tecnologia da Informação oferecendo soluções corporativas e eficazes para empresas de pequeno, médio e grande porte. Somos uma empresa atuante

Leia mais

CA Nimsoft Monitor para servidores

CA Nimsoft Monitor para servidores DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 CA Nimsoft Monitor para servidores agility made possible CA Nimsoft para monitoramento de servidores sumário CA Nimsoft Monitor para servidores 3 visão geral da solução

Leia mais

UNIFIED DATA PROTECTION RESUMO DA SOLUÇÃO

UNIFIED DATA PROTECTION RESUMO DA SOLUÇÃO UNIFIED DATA PROTECTION RESUMO DA SOLUÇÃO arcserve UDP Impulsionadas pelo aumento no volume dos dados e os avanços da tecnologia como a virtualização, as arquiteturas atuais para proteção dos dados deixam

Leia mais

Symantec Network Access Control

Symantec Network Access Control Conformidade abrangente de endpoints Visão geral O é uma solução completa para o controle de acesso que permite às empresas controlar o acesso às redes corporativas de forma segura e eficiente, através

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

DAVID MARCONY CATVBRASIL catvbrasil@gmail.com

DAVID MARCONY CATVBRASIL catvbrasil@gmail.com DAVID MARCONY CATVBRASIL catvbrasil@gmail.com Mini Currículo David Marcony CATVBRASIL Trabalho com Mikrotik desde 2005 Participei de vários treinamentos Mikrotik Criei um dos primeiro manual de Mikrotik

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS

CATÁLOGO DE SERVIÇOS Partner MASTER RESELLER CATÁLOGO DE SERVIÇOS SUPORTE TÉCNICO in1.com.br Explore Mundo! seu Conteúdo 1 - Objetivo 2 - Serviços prestados por meio do contrato de manutenção e suporte anual 2.1 - Primeira

Leia mais

Gerência de Redes. Profa. Márcia Salomão Homci mhomci@hotmail.com

Gerência de Redes. Profa. Márcia Salomão Homci mhomci@hotmail.com Gerência de Redes Profa. Márcia Salomão Homci mhomci@hotmail.com Plano de Aula Histórico Introdução Gerenciamento de Redes: O que é Gerenciamento de Redes? O que deve ser gerenciado Projeto de Gerenciamento

Leia mais

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014.

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014. Sistema de Monitoramento Zabbix Eduardo Jonck jonck.info@gmail.com Jeferson Catarina catarinajeferson@gmail.com Resumo: O Sistema Zabbix é um código aberto free lançado em 2001. Em 2005 foi fundada a Empresa

Leia mais

Soluções em Documentação

Soluções em Documentação Desafios das empresas no que se refere à documentação de infraestrutura de TI Realizar e manter atualizado o inventário de recursos de Hardware e software da empresa, bem como a topologia de rede Possuir

Leia mais

A utilização das redes na disseminação das informações

A utilização das redes na disseminação das informações A utilização das redes na disseminação das informações Elementos de Rede de computadores: Denomina-se elementos de rede, um conjunto de hardware capaz de viabilizar e proporcionar a transferência da informação

Leia mais

SOLUÇÃO COMPLETA EM SOFTWARE, TECNOLOGIA, CONSULTORIA E SERVIÇOS DE TELECOM E INFO

SOLUÇÃO COMPLETA EM SOFTWARE, TECNOLOGIA, CONSULTORIA E SERVIÇOS DE TELECOM E INFO 1 SOLUÇÃO COMPLETA EM SOFTWARE, TECNOLOGIA, CONSULTORIA E SERVIÇOS DE TELECOM E INFO CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES SOB MEDIDA PARA AVALANCAR A GESTÃO DE SUA EMPRESA SEJA QUAL FOR SEU NEGÓCIO, O NOSSO É FAZER

Leia mais

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade...

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Reduzir custo de TI; Identificar lentidões no ambiente de TI Identificar problemas de performance

Leia mais