As Interfaces Tecnológicas. com Design Acessível para a Baixa Visão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "As Interfaces Tecnológicas. com Design Acessível para a Baixa Visão"

Transcrição

1 CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA GESTORES PÚBLICOS: Políticas de Acessibilidade e Direitos Humanos. As Interfaces Tecnológicas com Cínthia C. Kulpa e Eluza T. Pinheiro

2 Quantas vezes você já acessou algum site pela 1ª vez e não era clara a forma de utilizá-lo?

3 Interface do site da Universidade Federal de Pernambuco.

4 Interface Computacional do Usuário Parte visível de um sistema onde o usuário se comunica e realiza tarefas. Vários elementos são percebidos pelo usuário! (Carvalho e Daltrini, 1994)

5 Cor, Imagem, Brilho...

6 Contraste, Forma... Interface do site Ubisoft.

7 Quantas vezes você entrou em sites onde as informações geram dúvidas ou insegurança na realização das tarefas?

8 Interface do site Banco do Brasil.

9 Interfaces Bem Projetadas Sentimentos positivos de sucesso, competência e clareza para o usuário. (Carvalho e Daltrini, 1994)

10 Interface do site Banrisul.

11 Quanto tempo se perde tentando compreender como funciona determinado site?

12 Interface do site Google.

13 Interface do site Deezer.

14 Usabilidade Atributo de qualidade relacionado à facilidade do uso da interface. (Nielsen e Loranger, 2007)

15 Interface do Nielsen Norman Group.

16 O quanto as cores contribuem na usabilidade de uma interface web?

17 Cor Chamar a atenção do usuário Direcionar a leitura Indicar aspectos da interface Criar planos de fundo Facilitar a memorização (Carneiro, 2003)

18 Interface do Nielsen Norman Group.

19 Interface do Software Cinema 4D.

20 Interface do site atlantis.com

21 Interface do site Ubisoft.

22

23 Quem é o Deficiente de Baixa Visão?

24 Baixa Visão Perda severa da visão, não é corrigida por tratamento clínico ou cirúrgico, nem por óculos convencionais. Visão entre 20/40 e 20/200, após correção. (Carvalho, 1994)

25 - 24% da população possui algum tipo de deficiência, ou seja, 45 milhões de brasileiros milhões de pessoas: deficientes de Baixa Visão. Perspectiva de realizar a inclusão social/digital destas pessoas passa a ser um desafio. (IBGE Brasil, 2010)

26

27 Posição intermediária entre as pessoas que enxergam normalmente e as pessoas deficientes visuais totais. Condição marginal = Dificuldades de ajuste à sociedade. Excluídos num nível maior que pessoas cegas e pessoas de visão normal. (Paschoal, 1993)

28 Resíduo Visual não utilizado: Possui visão útil. Diminui progressivamente a visão funcional. Poderiam Navegar na Web: Interfaces Ajustadas. Sem os Programas de Voz ou Ampliadores de Telas. (Amiralian, 2004)

29 Como saber se uma Interface está adequada ao usuário de Baixa Visão?

30 Site Banco do Brasil

31 Site Jornal Zero Hora

32 Site Google

33 Interface Protótipo para Teste com Usuário de Baixa Visão.

34 Contrastes eficientes para Usuário de Baixa Visão.

35 Contrastes eficientes para Usuário de Baixa Visão.

36 Site prevendo usabilidade, interface principal: links para acessibilidade. Interface do site Instituto Federal do Rio Grande do Sul

37 Interface com contraste, ampliação prevista na página e nas letras dos textos em geral. Interface do site Instituto Federal do Rio Grande do Sul

38 Interface com contraste, ampliação prevista na página e nas letras dos textos em geral. Interface do site Instituto Federal do Rio Grande do Sul

39 Apresentação da interface sem usabilidade. Interface do site blackmountainbicycle.com

40 Apresentação da interface visando usabilidade. Interface do site blackmountainbicycle.com

41 Textos imperceptíveis e contrastes inadequados. Interface do site Design Unisinos.

42 Textos imperceptíveis e contrastes inadequados. Interface do site Scuola Politecnica di Design

43 Cores de alto contraste. Interface do site Submarino.

44 Menus contrastantes, sem Flash, etc. Interface do site Sitedaw.

45 Evitar imagens em Flash. Interface do site Apple.

46 Menus com formas simplificadas. Interface do site Unibanco..

47 Interfaces limpas e bem organizadas. Interface do site Planeta Educação.

48 OBRIGADA!

Usabilidade e Acessibilidade no Desenvolvimento de Websites e Aplicativos Móveis. Prof. Esp. Jalves Mendonça Nicácio

Usabilidade e Acessibilidade no Desenvolvimento de Websites e Aplicativos Móveis. Prof. Esp. Jalves Mendonça Nicácio Usabilidade e Acessibilidade no Desenvolvimento de Websites e Aplicativos Móveis Prof. Esp. Jalves Mendonça Nicácio A Nova Informática Design centrado no usuário: Softwares mais atraentes, divertidos Softwares

Leia mais

Thiago Corrêa da Silva Eduardo Stuhler Neves

Thiago Corrêa da Silva Eduardo Stuhler Neves Avaliação de Acessibilidade e adequação da interface do Repositório de Objetos de Aprendizagem para a Área de informática da UDESC com foco da Deficiência Visual Thiago Corrêa da Silva Eduardo Stuhler

Leia mais

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE 2009/2 GABARITO COMENTADO QUESTÃO 1: Quando nos referimos à qualidade da interação

Leia mais

Interface Usuário Máquina. Aula 06

Interface Usuário Máquina. Aula 06 Interface Usuário Máquina Aula 06 Conteúdo Qualidade do Design Acessibilidade Comunicabilidade Usabilidade Experiência do Usuário Usabilidade em Sistemas Computacionais Usabilidade O que você entende por

Leia mais

Arquitetura da Informação Lílian Simão Oliveira

Arquitetura da Informação Lílian Simão Oliveira Arquitetura da Informação Lílian Simão Oliveira Informação Usabilidade não é apenas o usuário conseguir usar o produto! Cinco atributos da usabilidade (NIELSEN, 1993): 1. Facilidade de aprendizagem 2.

Leia mais

Sequor: uma ferramenta para rastreamento ocular

Sequor: uma ferramenta para rastreamento ocular UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA Sequor: uma ferramenta para rastreamento ocular Proposta de Trabalho de Graduação Aluno: Gabriel José Barreto

Leia mais

ArquiteturadaInformação. Lílian Simão Oliveira

ArquiteturadaInformação. Lílian Simão Oliveira ArquiteturadaInformação Lílian Simão Oliveira Informação O queé usabilidade? Usabilidade é a medida na qual um produto pode ser usado por usuários específicos para alcançarobjetivosespecíficoscom efetividade,

Leia mais

ESTUDO AVALIATIVO DE ACESSIBILIDADE E USABILIDADE APLICADO AO AMBIENTE WEB.

ESTUDO AVALIATIVO DE ACESSIBILIDADE E USABILIDADE APLICADO AO AMBIENTE WEB. ESTUDO AVALIATIVO DE ACESSIBILIDADE E USABILIDADE APLICADO AO AMBIENTE WEB. Rogério Albuquerque Ribeiro, Claudete Werner Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí - PR - Brasil albuquerque.rogerio@icloud.com

Leia mais

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para:

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para: Deficiências Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla Tem dificuldade para: ver a tela usar o mouse usar o teclado ler um texto ouvir um som navegar

Leia mais

USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC)

USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC) USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC) Definição do conceito O que é Usabilidade? Usabilidade é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem

Leia mais

Interação Humano-Computador: Conceitos Básicos INF 1403 Introdução a IHC Aula 03 19/02/2014 Conteúdo da Aula Interação, Interface e Affordance Critérios de qualidade de uso Usabilidade Experiência do Usuário

Leia mais

1o. Seminário Gestão de Informação Jurídica em Espaços Digitais. Acessibilidade. Prof. José Antonio Borges NCE/UFRJ Fev / 2007

1o. Seminário Gestão de Informação Jurídica em Espaços Digitais. Acessibilidade. Prof. José Antonio Borges NCE/UFRJ Fev / 2007 1o. Seminário Gestão de Informação Jurídica em Espaços Digitais Acessibilidade Prof. José Antonio Borges NCE/UFRJ Fev / 2007 Entendendo o problema: Porque desenvolver sistemas que permitam o acesso a pessoas

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

USER EXPERIENCE. Luis Felipe Fernandes. UX Academy. www.uxacademy.com.br! www.uxacademy.com.br!

USER EXPERIENCE. Luis Felipe Fernandes. UX Academy. www.uxacademy.com.br! www.uxacademy.com.br! UX USER EXPERIENCE Luis Felipe Fernandes UX Academy UX Como criar websites e aplicativos que, além de atraentes, são fáceis de usar e atendem às necessidades do usuário. LUIS FELIPE FERNANDES o Alto Alegre

Leia mais

Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot.

Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot. Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot.com/ 2 Agenda Conceitos Acessibilidade Web Cenários Estudos de

Leia mais

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Instituto de Artes Pós Graduação em Multimeios 1º sem/2002 Disciplina: Multimeios e Educação Ministrada por: José Armando Valente Aluno: Álvaro E.M. Marinho

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

PARECER TÉCNICO. Referência: parecer requisitos de acessibilidade em aparelhos de telefonia móvel 1. A ONCB: CONCEITO, ATUAÇÃO E OBJETIVOS.

PARECER TÉCNICO. Referência: parecer requisitos de acessibilidade em aparelhos de telefonia móvel 1. A ONCB: CONCEITO, ATUAÇÃO E OBJETIVOS. Inscrição do CNPJ / MF: 10.400.386/0001-82 Escritório Brasília SCS Quadra 1 Bloco B Sala 307 Brasília - DF Cep: 70308-900 E Telefone: (61) 3041-8288 E-mail: brasilia@oncb.org.br PARECER TÉCNICO Referência:

Leia mais

Avaliação dos Equívocos Descritos por Nielsen em Páginas Web

Avaliação dos Equívocos Descritos por Nielsen em Páginas Web Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Departamento de Informática Aplicada Interação Homem-Computador INF01043 Aluno: Leonardo Garcia Fischer Cartão UFRGS: 116627 Matrícula:

Leia mais

Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos

Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos 10 Edição-2015 Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos Eduardo Dalcin¹, Ana Cláudia Pavão Siluk² ¹Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Leia mais

Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT

Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT Maurício Covolan Rosito Gerente do Núcleo de Bento Gonçalves do projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI Everaldo Carniel Pesquisador

Leia mais

Uma visão Geral sobre Webdesign e Interfaces. Uma conversa sobre Internet e Design para Web Avaliação de Interfaces

Uma visão Geral sobre Webdesign e Interfaces. Uma conversa sobre Internet e Design para Web Avaliação de Interfaces Uma conversa sobre Internet e Design para Web Avaliação de Interfaces Josemeire Machado Dias Uma Novas visão atividades, Geral novas sobre funções Webdesign e Interfaces A Internet comercial provocou o

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo

VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo Introdução Recursos de acessibilidade principais Navegação usando

Leia mais

Técnicas Assistivas para Pessoas com Deficiência Visual

Técnicas Assistivas para Pessoas com Deficiência Visual Técnicas Assistivas para Pessoas com Deficiência Visual Aula 15 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE.

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM PORTAL PARA ACESSO A PESQUISAS E DADOS ASTRONÔMICOS João Pedro Bresolin Ortigara 1 RESUMO

DESENVOLVIMENTO DE UM PORTAL PARA ACESSO A PESQUISAS E DADOS ASTRONÔMICOS João Pedro Bresolin Ortigara 1 RESUMO DESENVOLVIMENTO DE UM PORTAL PARA ACESSO A PESQUISAS E DADOS ASTRONÔMICOS João Pedro Bresolin Ortigara 1 RESUMO Ultimamente, ocorreu um grande salto tecnológico na instrumentação astronômica que fez crescer

Leia mais

Design para internet. Resolução. - No Design Gráfico quanto maior o DPI melhor. - Na web não é bem assim.

Design para internet. Resolução. - No Design Gráfico quanto maior o DPI melhor. - Na web não é bem assim. Resolução - No Design Gráfico quanto maior o DPI melhor. - Na web não é bem assim. Resolução Exemplo de imagem com diferentes resoluções de Pontos/Pixels por polegada". Em uma imagem digital quanto mais

Leia mais

TECNOLOGIA ASSISTIVA E ACESSIBILIDADE À WEB. Projeto de Acessibilidade Virtual - RENAPI Maio/2010

TECNOLOGIA ASSISTIVA E ACESSIBILIDADE À WEB. Projeto de Acessibilidade Virtual - RENAPI Maio/2010 TECNOLOGIA ASSISTIVA E ACESSIBILIDADE À WEB Projeto de Acessibilidade Virtual - RENAPI Maio/2010 Tecnologia Assistiva Expressão utilizada para identificar todo o arsenal de recursos e serviços que contribuem

Leia mais

Usabilidade e Arquitectura de Informação

Usabilidade e Arquitectura de Informação Usabilidade e Arquitectura de Informação a construção da experiência do utilizador O que é a Usabilidade O que é a Arquitectura de Informação Como pensar a web A experiência do utilizador Pensar como um

Leia mais

AÇÕES DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMPARTILHAMENTO DE EXPERIÊNCIAS EUGÊNIA BELÉM CALAZANS COELHO

AÇÕES DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMPARTILHAMENTO DE EXPERIÊNCIAS EUGÊNIA BELÉM CALAZANS COELHO AÇÕES DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMPARTILHAMENTO DE EXPERIÊNCIAS EUGÊNIA BELÉM CALAZANS COELHO A DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO À INFORMAÇÃO EM SAÚDE: ACESSIBILIDADE DA BVS MS ÀS PESSOAS

Leia mais

MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo.

MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo. MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com URL: http://esganarel.home.sapo.pt GABINETE: 1G1 - A HORA DE ATENDIMENTO: SEG. E QUA. DAS 11H / 12H30 (MARCAÇÃO

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Tópicos de Ambiente Web Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Roteiro Motivação Desenvolvimento de um site Etapas no desenvolvimento de software (software:site) Analise

Leia mais

Voltando às garrafas... Capítulo 2. Interface e Interação. Elton Silva

Voltando às garrafas... Capítulo 2. Interface e Interação. Elton Silva Voltando às garrafas... Capítulo 2 Elton Silva Interface e Interação Inter-face: toda a porção de um sistema com a qual um usuário mantém contato ao utilizá-lo. Inter-ação: é mais do que imagem, é um conceito

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. IF baiano Turno: matutino Nome: Almiro,Erica,Flavia,Valdinéia Professora: Laís 2015

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. IF baiano Turno: matutino Nome: Almiro,Erica,Flavia,Valdinéia Professora: Laís 2015 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. IF baiano Turno: matutino Nome: Almiro,Erica,Flavia,Valdinéia Professora: Laís 2015 DISTRIBUIÇÃOS PARA DEFICIENTES DISTRIBUIÇÕES linuxacessivel.org

Leia mais

Webinar: Como criar Landing Pages efetivas

Webinar: Como criar Landing Pages efetivas Marketing Digital Simples, Acessível e de Resultado Webinar: Como criar Landing Pages efetivas @ericnsantos 1 Sumário - Definições sobre Landing Pages e Conversão - Importância para o negócio - A psicologia

Leia mais

Acessibilidade na Web

Acessibilidade na Web Acessibilidade na Web Departamento de Computação - UFS Tópicos Especiais em Sistemas de Informação Lucas Augusto Carvalho lucasamcc@dcomp.ufs.br Prof. Rogério Vídeo Custo ou Benefício? http://acessodigital.net/video.html

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA. Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenadoria de Educação a Distância MCONF

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA. Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenadoria de Educação a Distância MCONF UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenadoria de Educação a Distância MCONF RESULTADOS DO EXPERIMENTO 5 Endereço da Sala: http://mconf.rnp.br/webconf/unipampa.

Leia mais

Padrão Visual de Sistemas da Anvisa na Internet

Padrão Visual de Sistemas da Anvisa na Internet Agência Nacional de Vigilância Sanitária Padrão Visual de Sistemas da Anvisa na Internet Gerência-Geral de Tecnologia da Informação Gerência de Sistemas www.anvisa.gov.br Brasília, janeiro de 2007 Agência

Leia mais

WebDesign. Eu uso, Tu usas, Nós usamos..

WebDesign. Eu uso, Tu usas, Nós usamos.. WebDesign Eu uso, Tu usas, Nós usamos.. Conceito de usabilidade É a facilidade de uso que as pessoas podem empregar uma ferramenta ou objeto a fim de realizar uma tarefa específica. Porque usabilidade

Leia mais

03 de dezembro de 2015 Sala Polivalente Fundação Portuguesa das Comunicações

03 de dezembro de 2015 Sala Polivalente Fundação Portuguesa das Comunicações 03 de dezembro de 2015 Sala Polivalente Fundação Portuguesa das Comunicações Apoio Patrocinadores Globais APDSI avaliação de acessibilidade e usabilidade de plataforma de e-commerce Tânia Rocha (trocha@utad.pt)

Leia mais

1. Conhecendo o Moodle... 2

1. Conhecendo o Moodle... 2 Departamento de Educação / 2015 1. Conhecendo o Moodle... 2 1.1 O que é o Moodle?... 2 1.2 Qual o significado de Moodle?... 2 1.3 Para que serve?... 2 2. O Moodle QI... 3 3. Cadastramento... 4 4. Alterando

Leia mais

Agenda 0 André de Paula? 0 TIC na educação 0 Aspectos culturais e nativos digitais 0 Com quem estamos lidando? 0 Onde você e sua escola estão?

Agenda 0 André de Paula? 0 TIC na educação 0 Aspectos culturais e nativos digitais 0 Com quem estamos lidando? 0 Onde você e sua escola estão? Agenda 0 André de Paula? 0 TIC na educação 0 Aspectos culturais e nativos digitais 0 Com quem estamos lidando? 0 Onde você e sua escola estão? 0 A quebra de paradigmas 0 TIC na gestão escolar 0 Desafios

Leia mais

CONVITE Nº 01/2012 ANEXO I - DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS

CONVITE Nº 01/2012 ANEXO I - DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS CONVITE Nº 01/2012 ANEXO I - DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS OBJETIVO E ESCOPO 1. Informações Gerais 1.1 Objetivo geral do trabalho: desenvolvimento de novo site institucional para o Senac (www.senac.br), nas versões

Leia mais

Tecnologias de Informação voltadas para pessoas com deficiência visual

Tecnologias de Informação voltadas para pessoas com deficiência visual Tecnologias de Informação voltadas para pessoas com deficiência visual (Technologies of Information destined to peoples with visual deficiency) Daniela Ragazzi dos Santos 1 ; Sérgio Ricardo Borges 2 1

Leia mais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

Em que consiste o DOSVOX O programa é composto por:

Em que consiste o DOSVOX O programa é composto por: Projeto DOSVOX O que é o DOSVOX O DOSVOX é um sistema para microcomputadores que se comunica com o usuário através de síntese de voz, viabilizando, deste modo, o uso de computadores por deficientes visuais,

Leia mais

Atualização sobre os produtos e serviços da BVS

Atualização sobre os produtos e serviços da BVS Atualização sobre os produtos e serviços da BVS http://brasil.bvs.br/reuniao-redebvs-2014/ #BVSBrasil2014 Renato Murasaki murasaki@paho.org Metodologias e Tecnologias de Informação Administração de Fontes

Leia mais

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível SIEP / RENAPI Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Setembro de 2009 Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Cuidados em geral Separar adequadamente

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Design

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Design Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Design A CONTRIBUIÇÃO DE UM MODELO DE CORES NA USABILIDADE DAS INTERFACES COMPUTACIONAIS PARA USUÁRIOS DE BAIXA VISÃO Cínthia Costa

Leia mais

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação

Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação 1 Design de IHC Design da Comunicação Modelos de Interação INF1403 Introdução a IHC Luciana Salgado Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações e Aspectos de IHC Representações

Leia mais

CARLOS RENATO PARAIZO RA 974808 ANÁLISE DO PORTAL. educarede.org.br

CARLOS RENATO PARAIZO RA 974808 ANÁLISE DO PORTAL. educarede.org.br CARLOS RENATO PARAIZO RA 974808 www.educarede.com.br - 1 ANÁLISE DO PORTAL educarede.org.br Trabalho apresentado como aproveitamento da disciplina AM540 Multimeios e Educação, sob orientação do Prof. Dr.

Leia mais

A QUESTÃO DA ACESSIBILIDADE NA ELETROBRAS HOLDING: O PAPEL DA ERGONOMIA COMO ARTICULADORA DE AÇÕES INTEGRADAS

A QUESTÃO DA ACESSIBILIDADE NA ELETROBRAS HOLDING: O PAPEL DA ERGONOMIA COMO ARTICULADORA DE AÇÕES INTEGRADAS A QUESTÃO DA ACESSIBILIDADE NA ELETROBRAS HOLDING: O PAPEL DA ERGONOMIA COMO ARTICULADORA DE AÇÕES INTEGRADAS Vinicius Costa Cavalheiro Machado Divisão de Administração das Instalações Prediais DAAA/Eletrobras

Leia mais

Introdução ao Plone. terça-feira, 4 de agosto de 15

Introdução ao Plone. terça-feira, 4 de agosto de 15 Introdução ao Plone Sumário O que é Gestão de Conteúdo O que é Conteúdo Principais características de um CMS O que é o Plone Tipos de conteúdo no Plone Metadados Templates Interface do portal Gestão de

Leia mais

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Arte X Engenharia Desenvolver Sistema Web é arte? A Web oferece espaço para arte...... mas os usuários também desejam

Leia mais

COLABORE. Um mundo novo de possibilidades

COLABORE. Um mundo novo de possibilidades COLABORE Um mundo novo de possibilidades LUIZ HENRIQUE PROHMANN 24 de Março de 2009 Quem somos nós O Grupo HSBC no mundo A maior empresa do planeta / revista Forbes 2008 A marca mais valiosa do setor bancário

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas 1. INTRODUÇÃO 1.1. Este documento tem por objetivo orientar a utilização dos recursos tecnológicos para o desenvolvimento dos cursos que serão disponibilizados via intranet ou internet no portal da Universidade

Leia mais

INTRODUÇÃO Orientador: Turma 64:

INTRODUÇÃO Orientador: Turma 64: INTRODUÇÃO Orientador: Prof. Dr. Fernando Auil Turma 64: André Cavalcante dos Santos Bruno Croci de Oliveira Caio César Lemes Bastos Dan Shinkai Daniel Bissoli Moriera Daniel Pinheiro Barreto TEMA Conhecimento

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Teste rveras@unip.br Aula 11 Agenda Usabilidade Compatibilidade Validação Resolução de tela Velocidade de carregação Acessibilidade Testes Nesta etapa do projeto do web site

Leia mais

Parte 2 ENGENHARIA WEB

Parte 2 ENGENHARIA WEB Parte 2 ENGENHARIA WEB 1 Engenharia Web Conjunto de abordagens sistemáticas, disciplinadas e quantificáveis para o desenvolvimento Web Visando a qualidade com uso de conceitos de engenharia Englobando

Leia mais

Fundação Itaú Unibanco. Quer saber mais? www.fundacaoitauunibanco.com.br. Confira as novidades nesta edição especial do Com você.

Fundação Itaú Unibanco. Quer saber mais? www.fundacaoitauunibanco.com.br. Confira as novidades nesta edição especial do Com você. Fundação Itaú Unibanco Edição Especial Junho 2015 www.fundacaoitauunibanco.com.br Prepare-se! O novo site da Fundação Itaú Unibanco mudou e muito! para facilitar o acesso às informações, simplificar a

Leia mais

Índice. 3 Capítulo 1: Visão Geral do Blog. 4 Capítulo 2: SEO. 5 Capítulo 3: Backend: Como Funciona. Visão Geral Plataforma Frontend Backend

Índice. 3 Capítulo 1: Visão Geral do Blog. 4 Capítulo 2: SEO. 5 Capítulo 3: Backend: Como Funciona. Visão Geral Plataforma Frontend Backend MANUAL 1 Índice 3 Capítulo 1: Visão Geral do Blog Visão Geral Plataforma Frontend Backend 4 Capítulo 2: SEO O que é SEO? Google Configuração Inicial Ferramentas SEO 5 Capítulo 3: Backend: Como Funciona

Leia mais

A importância da TIC no processo da Inclusão Escolar Agnes Junqueira

A importância da TIC no processo da Inclusão Escolar Agnes Junqueira A importância da TIC no processo da Inclusão Escolar Agnes Junqueira O mundo pertence àqueles que pensam em novos caminhos. Uwe Grahl - Arquiteto FACILITAÇÃO PELO USO DE TIC ATENDIMENTO ÀS ESPECIFICIDADES

Leia mais

Avaliação com utilizadores da acessibilidade do sítio Web da ANACOM

Avaliação com utilizadores da acessibilidade do sítio Web da ANACOM Avaliação com utilizadores da acessibilidade do sítio Web da ANACOM VISÃO GERAL DOS RESULTADOS 1 Índice A Equipa HCIM Sumário Executivo Trabalho Desenvolvido Resultados Recomendações Principais Conclusões

Leia mais

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST E-DOC Peticionamento APRESENTAÇÃO O sistema E-DOC substituirá o atual sistema existente. Este sistema permitirá o controle de petições que utiliza certificado digital para autenticação de carga de documentos.

Leia mais

IMPORTÂNCIA DOS PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO WEB

IMPORTÂNCIA DOS PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO WEB IMPORTÂNCIA DOS PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO WEB Isadora dos Santos Rodrigues, Tiago Piperno Bonetti Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil isadora.santosrodrigues@hotmail.com, bonetti@unipar.br

Leia mais

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web Introdução sobre Acessibilidade na web Acessibilidade na web é o consumo da informação por qualquer pessoa por qualquer tipo de meio de acesso. Para que serve a web? A web serve para compartilhar informação.

Leia mais

Com muito prazer lançamos a nova interface do site da ICV. Nosso objetivo é trazer junto da edificação a informação sobre tudo o que acontece na

Com muito prazer lançamos a nova interface do site da ICV. Nosso objetivo é trazer junto da edificação a informação sobre tudo o que acontece na Com muito prazer lançamos a nova interface do site da ICV. Nosso objetivo é trazer junto da edificação a informação sobre tudo o que acontece na igreja através de notícias e da divulgação de nossa agenda.

Leia mais

NAVEGAR INTERNET NAVEGANDO

NAVEGAR INTERNET NAVEGANDO INTERNET NAVEGANDO A Web, como é chamada, é formada por milhões de lugares conhecidos como sites. Existem sites de universidades, empresas, órgãos do governo, sites pessoais etc. As informações estão organizadas

Leia mais

S E O. Apresentando. Otimização de Sites

S E O. Apresentando. Otimização de Sites S E O Apresentando Otimização de Sites O que é SEO? É um conjunto de técnicas e práticas que visa o melhor posicionamento do site em mecanismos de busca, como: Bing, Google, Yahoo entre outros. O termo

Leia mais

MARCA do Projeto de Acessibilidade e Inclusão

MARCA do Projeto de Acessibilidade e Inclusão MARCA do Projeto de Acessibilidade e Inclusão Concurso dos Escoteiros do Brasil Região do Rio grande do Sul MISSÃO A missão do escotismo é contribuir para a educação do jovem, baseado em sistema de valores

Leia mais

O uso do DOSVOX no Laboratório de Informática Educativa do IBC

O uso do DOSVOX no Laboratório de Informática Educativa do IBC O uso do DOSVOX no Laboratório de Informática Educativa do IBC Bianca Della Líbera Vanessa França da Silva Instituto Benjamin Constant Eixo Temático: Tecnologia assistiva Palavras chave: deficiência visual,

Leia mais

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais.

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Tales Henrique José MOREIRA 1 ; Gabriel da SILVA 2 ; 1 Estudante de Tecnologia em Sistemas para

Leia mais

Educação Online: um caminho para inclusão de Pessoas com Deficiência na sociedade. Janae Gonçalves Martins 1 Andréa Miranda 2 Fernando José Spanhol 3

Educação Online: um caminho para inclusão de Pessoas com Deficiência na sociedade. Janae Gonçalves Martins 1 Andréa Miranda 2 Fernando José Spanhol 3 Educação Online: um caminho para inclusão de Pessoas com Deficiência na sociedade Janae Gonçalves Martins 1 Andréa Miranda 2 Fernando José Spanhol 3 1 Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI janaegm@univali.br

Leia mais

Construtor de sites SoftPixel GUIA RÁPIDO - 1 -

Construtor de sites SoftPixel GUIA RÁPIDO - 1 - GUIA RÁPIDO - 1 - Sumário Introdução...3 Por que utilizar o Construtor de Sites?...3 Vantagens do Construtor de Sites...3 Conceitos básicos...3 Configuração básica do site...5 Definindo o layout/template

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS ÍNDICE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS ÍNDICE ÍNDICE INTERNET EXPLORER...2 A Janela Principal...2 Barra de endereços...3 Menu Favoritos...4 Adicionar endereços no Menu Favoritos...4 Organizar endereços no Menu Favoritos...5 Navegar nas páginas...5

Leia mais

Software Tutorial sobre Sistema Solar

Software Tutorial sobre Sistema Solar Software Tutorial sobre Sistema Solar Alan Correa, Antônio Rocir, Sandro Niederauer Faculdade Cenecista de Osório (FACOS) Rua 24 de maio, 141 95520-000 Osório RS Brasil {sandroniederauer, alan.sms}@hotmail.com,

Leia mais

O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar

O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar Muitos empresários e profissionais liberais gostariam de estar na Internet, mas, na maioria dos casos, não sabem muito bem por que e nem mesmo sabem a diferença

Leia mais

TUTORIAL ESPORTE NA ESCOLA

TUTORIAL ESPORTE NA ESCOLA Ministério do Esporte Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social TUTORIAL ESPORTE NA ESCOLA ORIENTAÇÕES DE CADASTRO: Coordenadores Estaduais/Municipais Facilitadores Diretores Escolas

Leia mais

Clique este botão para submeter outra pesquisa. Você também pode fazê-lo premindo a tecla 'Enter'.

Clique este botão para submeter outra pesquisa. Você também pode fazê-lo premindo a tecla 'Enter'. A. Guias Clique na aba do tipo de procura que você precisa. Escolha entre pesquisar na Web, somente imagens, Grupos (arquivo de discussão Usenet) ou o Diretório Google (a Web organizada em categorias navegáveis).

Leia mais

Google Site Search Pesquisa de websites do Google para sua organização

Google Site Search Pesquisa de websites do Google para sua organização Google Site Search Folha de dados Google Site Search Pesquisa de websites do Google para sua organização Google Site Search Para mais informações, visite: http://www.google.com/enterprise/search/ Quais

Leia mais

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento.

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento. Vamos, juntos Somos agência de publicidade e consultoria em marketing digital com a missão de atender as necessidades de comunicação da sua empresa, com serviços que abrangem desde campanhas integradas

Leia mais

LINVOX DOSVOX em Linux

LINVOX DOSVOX em Linux LINVOX DOSVOX em Linux Senabraille - Goiânia José Antonio Borges Projeto DOSVOX NCE/UFRJ - nov/2004 Uso de computadores por DVs Leitura e escrita foram tornadas, entre videntes e cegos, razoavelmente compatíveis

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER

CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER Blog é uma abreviação de weblog, qualquer registro frequênte de informações pode ser considerado um blog (últimas notícias de um jornal online por exemplo). A maioria das

Leia mais

Acessibilidade no SIEP (Sistema de Informações da Educação Profissional e Tecnológica) Módulo de Acessibilidade Virtual CEFET Bento Gonçalves RS Maio 2008 ACESSIBILIDADE À WEB De acordo com Cifuentes (2000),

Leia mais

Aula 10 COMO CONSTRUIR UM BLOG. Patrícia Soares de Lima. META Aprender a construir e utilizar um Blog.

Aula 10 COMO CONSTRUIR UM BLOG. Patrícia Soares de Lima. META Aprender a construir e utilizar um Blog. Aula 10 COMO CONSTRUIR UM BLOG META Aprender a construir e utilizar um Blog. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Através desse tipo de ferramenta, criar um ambiente de socialização de materiais

Leia mais

Usando Ferramentas de Busca

Usando Ferramentas de Busca Web Marketing Usando Ferramentas de Busca Marcelo Silveira Novatec Editora Ltda. www.novateceditora.com.br 1 Conhecendo o cenário de pesquisas na Internet Este capítulo apresenta uma visão geral sobre

Leia mais

Quem somos. Organização filantrópica, sem fins lucrativos, fundada há 67 anos pela professora Dorina de Gouvea Nowill.

Quem somos. Organização filantrópica, sem fins lucrativos, fundada há 67 anos pela professora Dorina de Gouvea Nowill. . Quem somos Organização filantrópica, sem fins lucrativos, fundada há 67 anos pela professora Dorina de Gouvea Nowill. A necessidade de criar a Fundação surgiu após a dificuldade em encontrar livros em

Leia mais

Governo Eletrônico no Brasil

Governo Eletrônico no Brasil Governo Eletrônico no Brasil João Batista Ferri de Oliveira Natal, 18 de Setembro de 2009 II Simpósio de Ciência e Tecnologia de Natal Estrutura da apresentação Estrutura organizacional Diretrizes Principais

Leia mais

Redes de Serviços de Reabilitação Visual no SUS

Redes de Serviços de Reabilitação Visual no SUS Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Ações Programáticas Estratégicas Área Técnica Saúde da Pessoa com Deficiência Redes de Serviços de Reabilitação Visual no SUS Érika Pisaneschi

Leia mais

6º Semestre de SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. - 6 Inscritos -

6º Semestre de SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. - 6 Inscritos - 6º Semestre de SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - 6 Inscritos - Tema: [Área 9]: Comunidade - Tema: 4. Iniciativas para a redução das desigualdades sociais Título: Aplicação de IHC para Inclusão Social e Digital

Leia mais

Tema UFPel 2.0 WP Institucional Guia de Opções de Personalização

Tema UFPel 2.0 WP Institucional Guia de Opções de Personalização Tema UFPel 2.0 WP Institucional Guia de Opções de Personalização Sumário 1. Configurações Iniciais...2 1.1. Configurando o Menu Personalizado...2 1.2. Configurando os Widgets...3 2. Localize o nome de

Leia mais

Modelo de Questões para Planejamento Digital Interativo

Modelo de Questões para Planejamento Digital Interativo Modelo de Questões para Planejamento Digital Interativo Algumas questões importantes sobre um projeto digital. Dependendo do cliente não é necessário levantar uma grande quantidade de dados. Utilize este

Leia mais

think with técnicas infalíveis para ter o melhor 25site mobile

think with técnicas infalíveis para ter o melhor 25site mobile think with técnicas infalíveis para ter o melhor 25site mobile A internet no celular é uma realidade gigantesca no Brasil. Basta dizer que 72% dos usuários de smartphones acessam a web todos os dias em

Leia mais

Obrigado por comprar este tablet. Por favor, leia e guarde todas as instruções de operação antes de utilizar o aparelho.

Obrigado por comprar este tablet. Por favor, leia e guarde todas as instruções de operação antes de utilizar o aparelho. Manual em Portugues Prefácio Obrigado por comprar este tablet. Por favor, leia e guarde todas as instruções de operação antes de utilizar o aparelho. I. Nota 1. Evite deixar cair o aparelho ou agitar com

Leia mais

e-mag Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico

e-mag Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico e-mag Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ae-MAG

Leia mais

Princípios de Design TRADUÇÃO DE TATIANE CRISTINE ARNOLD, DO ARTIGO IBM DESIGN: DESIGN PRINCIPLES CHECKLIST.

Princípios de Design TRADUÇÃO DE TATIANE CRISTINE ARNOLD, DO ARTIGO IBM DESIGN: DESIGN PRINCIPLES CHECKLIST. Princípios de Design TRADUÇÃO DE TATIANE CRISTINE ARNOLD, DO ARTIGO IBM DESIGN: DESIGN PRINCIPLES CHECKLIST. Um software deve ser projetado para simplificar tarefas e criar experiências positivas para

Leia mais

Escrituração de CF-e-SAT

Escrituração de CF-e-SAT P á g i n a 1 Bem vindo ao Passo a Passo do Sistema de Gestão e Retaguarda do SAT-CF-e de SP para Escrituração de CF-e-SAT Atualizado em: 25/11/2014 Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais

Leia mais

Mídia Kit. Produzido por Luis Daniel da Silva Rodrigo Almeida Tancy Costa Mavignier. Jornalistas

Mídia Kit. Produzido por Luis Daniel da Silva Rodrigo Almeida Tancy Costa Mavignier. Jornalistas Mídia Kit Produzido por Luis Daniel da Silva Rodrigo Almeida Tancy Costa Mavignier Jornalistas Índice Quem somos... 3 Conteúdo... 3 Temática... 4 Periodicidade... 5 Redes Sociais... 5 Estatísticas de visitas...

Leia mais