Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "www.iesalc.unesco.org.ve"

Transcrição

1 Edital para concorrer aos Fundos do Projeto Diversidade Cultural Com o propósito de apoiar a criação e o fortalecimento de programas e projetos de pesquisa e/ou de promoção do bem-estar social desenvolvidos por Instituições Interculturais de Educação Superior (IIES) e/ou por unidades de Instituições de Educação Superior (IES) convencionais com comunidades indígenas e/ou afro-descendentes, que incluam a participação e conhecimentos destas comunidades, a UNESCO-IESALC, com o apoio da Fundação Ford, convida as IES e IIES da América Latina para que apresentem projetos para aspirar a um dos benefícios que serão outorgados através do concurso, cujas bases estão detalhadas a seguir: 1) Instituições que podem apresentar projetos: Bases Poderão participar deste edital todas as Instituições Interculturais de Educação Superior (IIES) e unidades, programas e projetos de Instituições de Educação Superior (IES) convencionais 1 ¹ da América Latina que estejam registradas como tais, de acordo com as normas vigentes nos respectivos países de origem. Nota: Frente a qualquer dúvida sobre o universo das instituições elegíveis, consulte as páginas do livro Instituciones Interculturales de Educación Superior en América Latina. Procesos de Construcción, Logros, Innovaciones y Desafíos. Caracas: UNESCO-IESALC, ) Tipos de projetos elegíveis: O Projeto Diversidade Cultural irá conceder fundos para propostas de pesquisa e/ou de promoção do bem-estar social (no sentido amplo e aberto) desenvolvidos por Instituições Interculturais de Educação Superior (IIES) e/ou por unidades de Instituições de Educação Superior (IES) convencionais com comunidades indígenas e/ou afrodescendentes, que incluam a participação e os conhecimentos destas comunidades. Cada instituição pode apresentar no máximo três (3) projetos (sejam eles exclusivamente seus ou em parceria com outras instituições), mas apenas a um (1) deles será outorgado o benefício (seja ele exclusivo da instituição ou um interinstitucional no qual esta participe). Nota: Os projetos não poderão incluir a participação de pessoal e consultores atuais da UNESCO- IESALC em nenhuma etapa ou atividade associada. 3) Valores a serem outorgados: Serão selecionados até dez (10) projetos de, no máximo, dez mil dólares (US$ ) cada um. 1 No marco deste projeto, denomina-se convencionais aquelas IES que não foram criadas para atender especialmente as necessidades, demandas e/ou propostas de comunidades de povos indígenas e/ou afro-descendentes.

2 4) Línguas nas quais serão aceitos os projetos: Espanhol e português. 5) Prazo improrrogável para o recebimento de projetos: Até 30/04/2011 (Improrrogável). 6) Os projetos que irão receber os fundos serão selecionados por uma comissão julgadora internacional composta por cinco (5) especialistas no tema e cuja composição será divulgada junto com o resultado da seleção. 7) A Comissão Julgadora emitirá o resultado dos projetos selecionados em 16/05/ ) A decisão da Comissão Julgadora é soberana e inapelável. 9) Período de execução dos projetos: No máximo entre 01/06/2011 e 15/11/2011. O prazo é estritamente improrrogável. No entanto, os projetos poderão ter um prazo de execução menor dentro do período destacado. 10) Os projetos deverão ser executados por equipes de duas (2) ou mais pessoas. Não há limite máximo para o número de membros da equipe, que poderão pertencer a uma ou mais instituições. 11) Os projetos deverão estar devidamente respaldados por uma carta assinada e carimbada pela máxima autoridade da IIES ou da IES em questão, ou, em sua falta, pela dependência que os regulamentos da Instituição estipulem ou autorizem explicitamente para estas circunstâncias. Nos casos de projetos interinstitucionais deverão ser anexadas cartas semelhantes de cada uma das instituições representadas. 12) Os projetos deverão contar com uma pessoa que atuará como Responsável pelo Projeto e que estará encarregada das relações com a UNESCO-IESALC e de elaborar e apresentar os Informativos sobre os Avanços e o Informativo Final do Projeto, tanto a respeito de seus objetivos (progressos ou cumprimento dos mesmos, de acordo com os casos), como sobre o uso dos fundos. As (os) responsáveis de cada Projeto terão a responsabilidade de enviar o original da carta mencionada no artigo 11 deste Edital tão logo sejam informados que seu Projeto foi selecionado pelo Jurado; e como anexos ao Informativo Final enviar os originais das faturas e recibos e/ou outros comprovantes de gastos devidamente certificados pela autoridade pertinente das instituições. 13) Os recursos financeiros aprovados serão outorgados pela UNESCO-IESALC diretamente para a instituição em questão, ou para a dependência que os regulamentos da instituição participante estipulem ou autorizem explicitamente para estes tipos de casos, a instituição será responsável por certificar a prestação de contas dos mesmos para a UNESCO-IESALC. A UNESCO-IESALC irá transferir os benefícios designados a cada projeto em três (3) entregas parciais. A primeira será no começo do projeto, as seguintes serão feitas uma vez que a UNESCO-IESALC tenha aprovado o Informativos sobre os Avanços e uso de fundos da etapa anterior. Qualquer fundo não

3 executado até a data da finalização do período de execução do projeto deverá ser reembolsado a UNESCO-IESALC mediante transferência bancária (quando for o caso, a UNESCO-IESALC fornecerá instruções a este respeito). 14) A comissão julgadora apenas poderá considerar a concessão de fundos a projetos que o solicitem mediante o preenchimento do Formulário de Registro on line (disponível aqui) que contemplem as seções e características enumeradas a seguir: a) Identificação do projeto e dados para contato i) Nome do Projeto. ii) Nome completo da IIES ou unidade da IES convencional candidata. iii) Localização e país da IIES ou unidade da IES convencional candidata. iv) Se for o caso, deverão ser indicados também os nomes das comunidades e/ou organizações de povos indígenas e/ou afro-descendentes com as quais irão trabalhar. v) Nomes completos, endereços eletrônicos e números de telefone (incluindo códigos de país e de área) de todas as pessoas que integram a Equipe do Projeto. vi) Responsável pelo Projeto. b) Resumo do projeto (extensão máxima: caracteres). Deve incluir resumo de objetivos, modalidade de trabalho, resultados esperados e o nome das comunidades e/ou organizações de povos indígenas e/ou afro-descendentes com as quais irá trabalhar. c) Antecedentes do projeto e de relações entre as IIES e/ou unidades de IES convencionais participantes, e/ou, se for o caso, com as comunidades participantes (máximo caracteres). d) Objetivos do projeto (gerais e específicos) (máximo 800 caracteres). e) Impacto do projeto (máximo 800 caracteres). f) Modalidade e Plano de Trabalho, indicando tanto as atividades da equipe como as formas nas quais participarão as comunidades, organizações ou pessoas provenientes delas (máximo caracteres). Nota: Quando tratar de projetos de pesquisa esta seção deverá incluir também: Perguntas que orientam a pesquisa, metodologia e/ou atividades de produção de dados (sejam qualitativos ou quantitativos) e interpretação dos mesmos, indicando tanto as atividades da equipe como as formas nas quais participarão as comunidades, organizações ou pessoas provenientes delas e, caso seja pertinente, as referências bibliográficas mais relevantes.

4 Também deverá ser indicado como os resultados serão compartilhados com as comunidades (máximo caracteres). g) Resultados esperados para o projeto (máximo caracteres). h) Explicação de como serão avaliados e como é possível demonstrar os resultados (máximo caracteres). i) Orçamento detalhado e Cronograma de Execução do mesmo: deverá ser anexada à candidatura em um arquivo formato Word (.doc,.docx), PDF (.pdf) ou Excel (.xls,.xlsx). Notas: Será possível incluir todo tipo de gastos que se justifique para o desenvolvimento do projeto e que possa ser comprovado através de faturas ou recibos emitidos de maneira coerente com as normas próprias da instituição, exceto honorários ou outro tipo de remuneração para os membros da equipe do projeto selecionado, ou do pessoal e consultores atuais da UNESCO- IESALC. Tampouco será possível incluir nenhum tipo de tarifa alfandegária, pagamento de direitos, ou overhead para a IES ou IIES. Este orçamento deve prever os gastos derivados dos dois envios de correio expresso internacional que garanta sua entrega em, no máximo, quatro (4) dias úteis (como DHL ou similares) que deverão ser realizados pelas (os) Responsáveis pelo Projeto (o primeiro com a carta de respaldo institucional mencionada no numeral 11 destas Bases, e o segundo com o Informativo Final devidamente assinado por toda a equipe do projeto e pela autoridade pertinente da instituição, anexando faturas, recibos e/ou outros comprovantes de despesas devidamente certificados). O Cronograma de Execução do projeto deve prever que a UNESCO-IESALC transferirá os fundos designados para cada projeto em três (3) entregas parciais. Deve estar previsto que, por razões administrativas, a primeira entrega possa demorar até três (3) semanas para ser recebida. As seguintes serão tão logo tenha sido aprovado o Informativos sobre os Avanços e uso de fundos da etapa anterior. j) Considerações adicionais (máximo caracteres): nesta seção servirá para expor qualquer tema relevante sobre o projeto ou a candidatura que não esteja previsto nas seções anteriores. k) Anexos: deverão ser anexadas as cópias digitais de: O documento constitutivo da instituição. Algum tipo de certificação de registro da instituição no Ministério da Educação do respectivo país, ou caso corresponda à respectiva província, município, estado ou região. O regulamento ou a norma que habilita a dependência que assina a carta de respaldo à candidatura, destacando com marcador o (os) artigo(s) correspondente(s).

5 Se for o caso, carta(s) das organizações indígenas e/ou afro-descendentes participantes do projeto indicando seu interesse relacionado ao projeto. Um arquivo com versões, de no máximo duas (2) páginas, do currículum vítae (CV) de cada uma das pessoas da equipe. Um arquivo com resumos de, no máximo, dez (10) linhas de cada um dos CVs de cada uma das pessoas da equipe. Solicita-se não anexar nenhum outro tipo de documento, nem imagens, fotografias ou vídeos; ou outros anexos não solicitados que tornariam, desnecessariamente, os arquivos mais pesados e dificultaria sua classificação e o trabalho da comissão julgadora. Os formatos admitidos para anexar estes arquivos são: Word (.doc,.docx), PDF (.pdf) e formatos de imagem JPG ou PNG (.jpg,.jpeg,.png). O peso de cada arquivo não deverá superar 5MB. l) Os arquivos digitais dos documentos anexos deverão ser agregados ao Formulário de Registro on line mencionado no artigo 14 deste Edital, o qual é acessável por este link. 15) As(os) Responsáveis pelos projetos selecionados deverão remeter à UNESCO-IESALC o original da carta de respaldo institucional mencionada no artigo 11 deste edital, junto com o contrato de aceitação e condições de utilização do fundo outorgado (o formulário será enviado tão logo tenha sido anunciado os selecionados) devidamente assinado pela máxima autoridade da instituição, ou da dependência que os regulamentos da instituição estipulem ou autorizem explicitamente para estes casos. Este envio deverá ser feito por um serviço de correio expresso internacional que garanta sua entrega no prazo máximo de quatro (4) dias úteis (como DHL ou similares). Este envio deverá ser recebido pela UNESCO-IESALC até o dia 30/05/2011. O não cumprimento deste prazo irá gerar a anulação da outorgação do benefício, que passará para o primeiro projeto da lista dos financiáveis, em caso de anulações deste tipo, que também será elaborada pela comissão julgadora. Uma vez recebida esta documentação, será iniciado os trâmites para a repasse dos recursos. Entretanto, nem a equipe nem a instituição de registro do projeto selecionado poderão realizar nenhuma despesa a cargo do projeto. Apenas serão aceitos gastos do projeto posteriores a data de transferência dos recursos por parte da UNESCO-IESALC. 16) As(os) Responsáveis pelos projetos selecionados deverão apresentar um Informativo Final, no qual deverá incluir duas seções nas quais serão informados os resultados do projeto, e como foram utilizados os recursos financeiros: a) O Informativo Narrativo do projeto deverá apresentar uma descrição geral do processo, das atividades realizadas, sua relação com o alcance dos objetivos inicialmente propostos, indicando realizações e dificuldades, além de uma avaliação sobre a experiência de relação com a(s) comunidade(es) participante(s) (máximo 450 palavras). No caso de Projetos de Pesquisa deverá ser incluído um detalhe dos pareceres e conclusões, como estes foram compartilhadas com a(s) comunidade(es) participante(s), e quais são os planos de publicação, caso os tenha (neste caso o Informativo Narrativo poderá ter no máximo 600 palavras).

6 b) O Informativo Final Administrativo do projeto deverá incluir dois quadros de resumos. Um deles deverá mostrar os gastos previstos e os gastos executados, organizados segundo os maiores gastos utilizados no orçamento apresentado a candidatar o projeto; incluindo o detalhe de modificações ou sujeições autorizadas pela UNESCO-IESALC para solicitação da pessoa Responsável pelo Projeto a apresentar Informativos sobre os Avanços, se houver. O segundo quadro terá o formato de um balanço e será organizado por datas, mostrando o conceito ou quantia de cada despesa específica, com sua respectiva classificação no orçamento. Anexo a este deverão ser enviados os originais de todas as faturas e recibos devidamente certificados pela máxima autoridade administrativa da respectiva IIES ou IES. Esta seção do Informativo Final deverá conter a assinatura e o carimbo da máxima autoridade administrativa da IIES ou IES em questão. Ambas as seções do Informativo Final deverão conter a assinatura da máxima autoridade da IIES ou IES participante, da mesma forma que a de todos (as) os(as) membros da equipe. 17) UNESCO-IESALC e a Fundação Ford se reservam ao direito de publicar ou divulgar por quaisquer meios os resultados deste Concurso e os Informativos Finais dos projetos apoiados. 18) Todo o não previsto neste Edital será resolvido pela UNESCO-IESALC sob a recomendação da Comissão Julgadora. 19) A participação neste concurso supõe a aceitação deste edital, e de todas as decisões que a Comissão Julgadora e/ou UNESCO-IESALC tomem para resolver os casos omissos nesse edital FIM do documento ----

Programa Gulbenkian Inovar em Saúde

Programa Gulbenkian Inovar em Saúde REGULAMENTO DO CONCURSO Concurso para financiamento de projetos em Literacia em Saúde 2013 Artigo 1º Objeto O presente Regulamento estabelece as normas de acesso ao concurso para financiamento de projetos

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO. Recuperação, Tratamento e Organização de Acervos Documentais. Enquadramento

REGULAMENTO DO CONCURSO. Recuperação, Tratamento e Organização de Acervos Documentais. Enquadramento REGULAMENTO DO CONCURSO Recuperação, Tratamento e Organização de Acervos Documentais 2015 Enquadramento A recuperação, tratamento e organização de acervos documentais com relevante interesse histórico,

Leia mais

PROGRAMA GULBENKIAN QUALIFICAÇÂO DAS NOVAS GERAÇÕES REGULAMENTO DO CONCURSO. Educação Especial. Enquadramento

PROGRAMA GULBENKIAN QUALIFICAÇÂO DAS NOVAS GERAÇÕES REGULAMENTO DO CONCURSO. Educação Especial. Enquadramento PROGRAMA GULBENKIAN QUALIFICAÇÂO DAS NOVAS GERAÇÕES REGULAMENTO DO CONCURSO Educação Especial 2014 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian tem vindo, desde há vários anos, a prestar particular atenção

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO. Atividades Culturais e Científicas Circum-Escolares. Enquadramento

REGULAMENTO DO CONCURSO. Atividades Culturais e Científicas Circum-Escolares. Enquadramento REGULAMENTO DO CONCURSO Atividades Culturais e Científicas Circum-Escolares 2015 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian tem vindo a apoiar praticamente desde o início da sua atividade, através do

Leia mais

REGULAMENTO BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO PARA ESTRANGEIROS

REGULAMENTO BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO PARA ESTRANGEIROS I. DISPOSIÇÕES GERAIS Artº 1º 1. Com o fim de estimular a difusão da cultura portuguesa em países estrangeiros, a Fundação Calouste Gulbenkian, através do Serviço de Bolsas Gulbenkian, concede bolsas de

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO. Projetos de Desenvolvimento do Ensino Superior. Projetos Inovadores no Domínio Educativo. Enquadramento

REGULAMENTO DO CONCURSO. Projetos de Desenvolvimento do Ensino Superior. Projetos Inovadores no Domínio Educativo. Enquadramento REGULAMENTO DO CONCURSO Projetos de Desenvolvimento do Ensino Superior Projetos Inovadores no Domínio Educativo 2015 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian, desde a sua criação, tem atribuído grande

Leia mais

Edital FAPERJ n.º 34/2012 PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO Capes/FAPERJ 2012

Edital FAPERJ n.º 34/2012 PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO Capes/FAPERJ 2012 Edital FAPERJ n.º 34/2012 PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO Capes/FAPERJ 2012 O Ministério da Educação, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes, e o Governo do Estado

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS

REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS 2015 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian (Fundação), através do Programa Gulbenkian de Língua e Cultura

Leia mais

BOLSAS DE ESTUDO DE ESPECIALIZAÇÃO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL EM ARTES NO ESTRANGEIRO REGULAMENTO

BOLSAS DE ESTUDO DE ESPECIALIZAÇÃO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL EM ARTES NO ESTRANGEIRO REGULAMENTO BOLSAS DE ESTUDO DE ESPECIALIZAÇÃO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL EM ARTES NO ESTRANGEIRO I. DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO Artº 1º 1) Com o fim de estimular a especialização e a valorização profissional nos

Leia mais

Edital CNPq nº 06/2003 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas

Edital CNPq nº 06/2003 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas Edital CNPq nº 06/2003 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas O Ministério da Ciência e Tecnologia, por intermédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, torna

Leia mais

Concurso de Fotos e Vídeos REGULAMENTO

Concurso de Fotos e Vídeos REGULAMENTO CONCURSO DE FOTOGRAFIAS E VÍDEOS DO PCI DA AMÉRICA LATINA 2012 A) DA ORGANIZAÇÃO O Centro Regional para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial de América Latina (doravante CRESPIAL), foi criado

Leia mais

75 Bolsas de Auxílio à Pesquisa: Seguros, Saúde, Prevenção e Meio Ambiente

75 Bolsas de Auxílio à Pesquisa: Seguros, Saúde, Prevenção e Meio Ambiente 75 Bolsas de Auxílio à Pesquisa: Seguros, Saúde, Prevenção e Meio Ambiente FUNDACIÓN MAPFRE 1 Apresentação A FUNDACIÓN MAPFRE, criada em 1975, desenvolve na Espanha e na Iberoamérica atividades de interesse

Leia mais

Edital FAPERJ n.º 17/2010 Parceria CAPES/FAPERJ PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO CAPES/FAPERJ 2010

Edital FAPERJ n.º 17/2010 Parceria CAPES/FAPERJ PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO CAPES/FAPERJ 2010 Edital n.º 17/2010 Parceria / PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO / 2010 O Ministério da Educação, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, e o Governo do Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

MECANISMO DE APOIO À ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO

MECANISMO DE APOIO À ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO MECANISMO DE APOIO À ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO Na sequência dos trabalhos desenvolvidos pelo Fórum para a Cooperação, implementado em 2008, e reconhecendo o papel que

Leia mais

Programa EDP SOLIDÁRIA

Programa EDP SOLIDÁRIA Programa EDP SOLIDÁRIA REGULAMENTO I. Do Programa EDP SOLIDÁRIA 1. A Fundação EDP, no âmbito das suas actividades nas áreas da solidariedade e inovação social, promove uma iniciativa anual o Programa EDP

Leia mais

1º EDITAL DE SELEÇÃO DE PESQUISAS - A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL NO BRASIL

1º EDITAL DE SELEÇÃO DE PESQUISAS - A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL NO BRASIL 1º EDITAL DE SELEÇÃO DE PESQUISAS - A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL NO BRASIL O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Autarquia Federal, vinculada ao Ministério da Cultura,

Leia mais

As cotas institucionais do ano de 2015 serão distribuídas conforme os critérios a seguir: Capes. Mestrado 3 e 4 03 (três) Bolsas

As cotas institucionais do ano de 2015 serão distribuídas conforme os critérios a seguir: Capes. Mestrado 3 e 4 03 (três) Bolsas PROGRAMA DE BOLSAS FAPESB - COTAS INSTITUCIONAIS MESTRADO PROFISSIONAL, MESTRADO E DOUTORADO 1. INTRODUÇÃO Com o objetivo de apoiar a formação científica através da concessão de bolsas de Doutorado, Mestrado

Leia mais

Programa Consórcios em Educação Superior Brasil e Estados Unidos

Programa Consórcios em Educação Superior Brasil e Estados Unidos Programa Consórcios em Educação Superior Brasil e Estados Unidos CAPES/FIPSE Edital Nº 8/2010 CAPES A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio de sua Diretoria

Leia mais

EDITAL CHAMADA PARA SELEÇÃO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER UNIVERSIDADES 2015

EDITAL CHAMADA PARA SELEÇÃO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER UNIVERSIDADES 2015 EDITAL CHAMADA PARA SELEÇÃO PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS PARA JOVENS PROFESSORES E PESQUISADORES SANTANDER UNIVERSIDADES 2015 Apresentação O Centro Paula Souza e o Santander Universidades convocam

Leia mais

Prémio: Tâmega e Sousa Empreendedor - Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso de Fotografia: Tâmega e Sousa Único]

Prémio: Tâmega e Sousa Empreendedor - Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso de Fotografia: Tâmega e Sousa Único] Prémio: Tâmega e Sousa Empreendedor - Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso de Fotografia: Tâmega e Sousa Único] PREÂMBULO O Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor é uma iniciativa da Comunidade

Leia mais

BOLSAS DE ESTUDO DE ESPECIALIZAÇÃO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL NO ESTRANGEIRO REGULAMENTO

BOLSAS DE ESTUDO DE ESPECIALIZAÇÃO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL NO ESTRANGEIRO REGULAMENTO BOLSAS DE ESTUDO DE ESPECIALIZAÇÃO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL NO ESTRANGEIRO REGULAMENTO I. DISPOSIÇÕES GERAIS Artº 1º 1) Com o fim de estimular a especialização e a valorização profissional nos diversos

Leia mais

EDITAL FACEPE 07/2014 APOIO A PROGRAMAS DE FORMAÇÃO EM ENGENHARIA AUTOMOTIVA EM PARCERIA COM O POLITECNICO DI TORINO SDEC POLITO

EDITAL FACEPE 07/2014 APOIO A PROGRAMAS DE FORMAÇÃO EM ENGENHARIA AUTOMOTIVA EM PARCERIA COM O POLITECNICO DI TORINO SDEC POLITO EDITAL FACEPE 07/2014 APOIO A PROGRAMAS DE FORMAÇÃO EM ENGENHARIA AUTOMOTIVA EM PARCERIA COM O POLITECNICO DI TORINO SDEC POLITO A, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDEC), torna

Leia mais

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO RETIFICADO O PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA, é uma iniciativa do Laboratório de Geoiconografia

Leia mais

CIRCULAR INFORMATIVA

CIRCULAR INFORMATIVA CIRCULAR INFORMATIVA Nº. 46 Data: 2011/11/04 Para conhecimento de: Pessoal docente, discente e não docente ASSUNTO: Regulamento para Atribuição de Bolsa de Doutoramento ESTeSL/IPL Caixa Geral de Depósitos

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A PROJETOS DE CRIAÇÃO NAS ÁREAS DO CINEMA, DANÇA E TEATRO

REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A PROJETOS DE CRIAÇÃO NAS ÁREAS DO CINEMA, DANÇA E TEATRO REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A PROJETOS DE CRIAÇÃO NAS ÁREAS DO CINEMA, DANÇA E TEATRO 2015 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian (Fundação) concede, através do Programa Gulbenkian de Língua

Leia mais

Edital PROGRAD n 14 de 04 de março de 2013

Edital PROGRAD n 14 de 04 de março de 2013 Edital PROGRAD n 14 de 04 de março de 2013 A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo de candidatos

Leia mais

Chamada MCTI/CNPq Nº 09/2015 - Auxílio Promoção de Eventos Científicos, Tecnológicos e/ou de Inovação - ARC. Perguntas Mais Frequentes

Chamada MCTI/CNPq Nº 09/2015 - Auxílio Promoção de Eventos Científicos, Tecnológicos e/ou de Inovação - ARC. Perguntas Mais Frequentes Chamada MCTI/CNPq Nº 09/2015 - Auxílio Promoção de Eventos Científicos, Tecnológicos e/ou de Inovação - ARC Perguntas Mais Frequentes 1) Onde encontro o Formulário Online de Propostas? O formulário Online

Leia mais

Programa Centros Associados da Pós-Graduação Brasil-Argentina (CAPG-BA)

Programa Centros Associados da Pós-Graduação Brasil-Argentina (CAPG-BA) Programa Centros Associados da Pós-Graduação Brasil-Argentina (CAPG-BA) Processo Seletivo 2009-2010 Edital CGCI nº 3/2010 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Fundação

Leia mais

EDITAL FLD 02/2015 - JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL SELEÇÃO DE PROJETOS PARA CONSERVAÇÃO DO BIOMA PAMPA E QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO

EDITAL FLD 02/2015 - JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL SELEÇÃO DE PROJETOS PARA CONSERVAÇÃO DO BIOMA PAMPA E QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO EDITAL FLD 02/2015 - JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL SELEÇÃO DE PROJETOS PARA CONSERVAÇÃO DO BIOMA PAMPA E QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO O projeto deve ser elaborado no formulário em WORD, disponível para download

Leia mais

EDITAL CAPES N 004/2012/ CAPES. Seleção pública de propostas de projetos de eventos voltados ao Programa de Apoio a Eventos no País - PAEP

EDITAL CAPES N 004/2012/ CAPES. Seleção pública de propostas de projetos de eventos voltados ao Programa de Apoio a Eventos no País - PAEP PAEP Programa de Apoio a Eventos no País EDITAL CAPES N 004/2012/ CAPES Seleção pública de propostas de projetos de eventos voltados ao Programa de Apoio a Eventos no País - PAEP A Fundação Coordenação

Leia mais

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL EDITAL DE SELEÇÃO E FINANCIAMENTO DE PROJETOS ESCOTEIROS -1/2013 A União dos Escoteiros do Brasil torna público o Edital para seleção e financiamento de projetos escoteiros,

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS SOCIAIS EDIÇÃO 2016

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS SOCIAIS EDIÇÃO 2016 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS SOCIAIS EDIÇÃO 2016 A Fundação CECIERJ, vinculada à SECT, em parceria com a Secretaria de Estado da Casa Civil e o Rio Solidário, faz saber das inscrições

Leia mais

S. R. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR

S. R. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR Regulamento de Formação Avançada e Qualificação de Recursos Humanos da Direção-Geral do Ensino Superior (Aprovado por despacho, de 15 de junho de 2012, do Presidente do Conselho Diretivo da Fundação para

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2014

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2014 CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2014 Maio/2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. DAS ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS PARA APOIO... 6 2. DOS TIPOS DE PROJETO QUE

Leia mais

Índice. Apresentação...5. Bases da Convocação...6. Questionários (??)...

Índice. Apresentação...5. Bases da Convocação...6. Questionários (??)... Convocação para 50 Auxílios à Pesquisa Ignacio H. de Larramendi: Prevenção, Saúde, Meio Ambiente e Seguro 2013 Índice Apresentação...5 Bases da Convocação...6 Questionários (??)... 3 4 Apresentação A

Leia mais

Programa CAPES/MES CUBA DOCENTE. Processo Seletivo 2013. Edital Nº 047/2013

Programa CAPES/MES CUBA DOCENTE. Processo Seletivo 2013. Edital Nº 047/2013 Programa CAPES/MES CUBA DOCENTE Processo Seletivo 2013 Edital Nº 047/2013 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, instituída como Fundação Pública, por meio da Lei nº. 8.405,

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 003 de 20/08/2014.

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 003 de 20/08/2014. A Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA FSADU, por meio da Gerência de Técnica de Concursos GTEC/CONC/FSADU, em parceria com o Instituto Universitário Atlântico e com o Instituto Politécnico

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

Regulamento de Bolsas de Investigação Científica da Fundação BIAL

Regulamento de Bolsas de Investigação Científica da Fundação BIAL Regulamento de Bolsas de Investigação Científica da Fundação BIAL PREÂMBULO Tendo como objetivo incentivar a investigação centrada sobre o Homem, tanto sob os aspetos físicos como sob o ponto de vista

Leia mais

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT PROCEDIMENTO Ref. Pcd. 3-sGRHF Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT Data: 14 /07/2011 Elaboração Nome: Fátima Serafim e Helena

Leia mais

Edital FAPERJ n.º 23/2010 (Novos prazos) PROGRAMA FAPERJ-FAPESP Mudanças Climáticas Globais 2010

Edital FAPERJ n.º 23/2010 (Novos prazos) PROGRAMA FAPERJ-FAPESP Mudanças Climáticas Globais 2010 Edital FAPERJ n.º 23/2010 (Novos prazos) PROGRAMA FAPERJ-FAPESP Mudanças Climáticas Globais 2010 Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais no âmbito de Convênio FAPESP-FAPERJ

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO 5ª EDIÇÃO, 2015-16

REGULAMENTO DO CONCURSO 5ª EDIÇÃO, 2015-16 REGULAMENTO DO CONCURSO ESTÁGIOS DE CURTA DURAÇÃO EM PORTUGAL PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE PROVENIENTES DOS PAÍSES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA E TIMOR-LESTE 5ª EDIÇÃO, 2015-16 Artigo 1º Âmbito O presente

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO A ABRH-ES (Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Espírito Santo) é integrante do Sistema Nacional ABRH e configura-se como instituição

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA A COMUNIDADE DE PRÁTICAS SOBRE CONTROLE DO TABACO PARA FISCAIS DO SISTEMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA.

CHAMADA PÚBLICA PARA A COMUNIDADE DE PRÁTICAS SOBRE CONTROLE DO TABACO PARA FISCAIS DO SISTEMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. CHAMADA PÚBLICA PARA A COMUNIDADE DE PRÁTICAS SOBRE CONTROLE DO TABACO PARA FISCAIS DO SISTEMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. A Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP), da Fundação Oswaldo

Leia mais

EDITAL FAPERGS 06/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO PROBITI/PROUNI-FAPERGS

EDITAL FAPERGS 06/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO PROBITI/PROUNI-FAPERGS EDITAL FAPERGS 06/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO PROBITI/PROUNI-FAPERGS A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL FAPERGS torna público o

Leia mais

O apoio da CAPES obedece ao interstício entre estágios dessa natureza, que varia com a duração da estada no exterior, conforme tabela abaixo:

O apoio da CAPES obedece ao interstício entre estágios dessa natureza, que varia com a duração da estada no exterior, conforme tabela abaixo: C A P E S Instruções para Candidatos a Estágio Pós-Doutoral no Exterior Vinculados a Projetos Conjuntos da Coordenação-Geral de Cooperação Internacional da CAPES - CGCI. 1. Apresentação Este documento

Leia mais

Para atender o presente Edital, os projetos deverão estar enquadrados em uma das seguintes modalidades:

Para atender o presente Edital, os projetos deverão estar enquadrados em uma das seguintes modalidades: GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA (SEDECT) FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO PARÁ (FAPESPA) SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PESQUENAS EMPRESAS

Leia mais

Bolsas Templeton para Professores Visitantes

Bolsas Templeton para Professores Visitantes Bolsas Templeton para Professores Visitantes Ciência, Filosofia e Teologia na América Latina Ian Ramsey Centre (IRC) for Science and Religion University of Oxford Chamada Objetivo e Resumo As Bolsas Oxford

Leia mais

REGULAMENTO - 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 - Categoria Micro e Pequena Empresa

REGULAMENTO - 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 - Categoria Micro e Pequena Empresa REGULAMENTO - 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 - Categoria Micro e Pequena Empresa Resumo do Prêmio O Prêmio Empresa Cidadã ADVB/SC 2015 Categoria MPE Homenageia as Micro e Pequenas Empresas catarinenses

Leia mais

CONSULADO-GERAL EM MIAMI PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE TÉCNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E D I T A L 1/2014

CONSULADO-GERAL EM MIAMI PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE TÉCNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E D I T A L 1/2014 CONSULADO-GERAL EM MIAMI PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE TÉCNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E D I T A L 1/2014 A Comissão de Seleção do Consulado-Geral em Miami, no uso de suas atribuições delegadas pela Ordem

Leia mais

Programa Conjunto de Bolsas de Doutorado na República Federal da Alemanha 2011/2012 DAAD/ CAPES/CNPq

Programa Conjunto de Bolsas de Doutorado na República Federal da Alemanha 2011/2012 DAAD/ CAPES/CNPq Programa Conjunto de Bolsas de Doutorado na República Federal da Alemanha 2011/2012 DAAD/ CAPES/CNPq I. DEFINIÇÃO E OBJETIVO As bolsas do Programa conjunto de doutorado na Alemanha são concedidas em cooperação

Leia mais

OBSERVATÓRIO NACIONAL ON COORDENAÇÃO DE GEOFÍSICA COGE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL PCI/MCTI CHAMADA 01/2013

OBSERVATÓRIO NACIONAL ON COORDENAÇÃO DE GEOFÍSICA COGE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL PCI/MCTI CHAMADA 01/2013 OBSERVATÓRIO NACIONAL ON COORDENAÇÃO DE GEOFÍSICA COGE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL PCI/MCTI CHAMADA 01/2013 A Coordenação de Geofísica (COGE) do Observatório Nacional torna pública a abertura

Leia mais

Festival de Vitória 21º Vitória Cine Vídeo. 16º Concurso de Roteiro Capixaba

Festival de Vitória 21º Vitória Cine Vídeo. 16º Concurso de Roteiro Capixaba 1 Festival de Vitória 21º Vitória Cine Vídeo 16º Concurso de Roteiro Capixaba A GALPÃO PRODUÇÕES, empresa privada com sede à Rua Professora Maria Cândida da Silva, nº 115 - Bairro República Vitória - Espírito

Leia mais

FAC PERGUNTAS FREQUENTES

FAC PERGUNTAS FREQUENTES FAC PERGUNTAS FREQUENTES Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Divisão de Temas Educacionais (DCE) Departamento Cultural

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PARA APOIO A PROJETOS CULTURAIS DA REGIÃO NORTE INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PARA APOIO A PROJETOS CULTURAIS DA REGIÃO NORTE INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PARA APOIO A PROJETOS CULTURAIS DA REGIÃO NORTE INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO 1 1. O que é o Programa Amazônia Cultural? Trata-se de programa gerenciado pela Representação

Leia mais

Para a implementação a adequada do projeto as seguintes normas devem ser seguidas no tocante às atividades a serem desenvolvidas pelos ETAs:

Para a implementação a adequada do projeto as seguintes normas devem ser seguidas no tocante às atividades a serem desenvolvidas pelos ETAs: Programa de Assistente de Ensino de Língua Inglesa para Projetos Institucionais Edital nº. 061/2010 1. APRESENTAÇÃO A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, Fundação Pública,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 011 /IFB DE 08 DE SETEMBRO DE 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 011 /IFB DE 08 DE SETEMBRO DE 2015 EDITAL Nº 011 /IFB DE 08 DE SETEMBRO DE 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO TÉCNICO-CIENTÍFICO O Diretor Geral do Campus Riacho Fundo, nomeado pela Portaria 597, publicada no Diário Oficial da União

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO LOGOMARCA DO 20º CONCÍLIO GERAL DA IGREJA METODISTA. Capítulo I DA SELEÇÃO E SEU OBJETIVO

EDITAL DE SELEÇÃO LOGOMARCA DO 20º CONCÍLIO GERAL DA IGREJA METODISTA. Capítulo I DA SELEÇÃO E SEU OBJETIVO EDITAL DE SELEÇÃO LOGOMARCA DO 20º CONCÍLIO GERAL DA IGREJA METODISTA Capítulo I DA SELEÇÃO E SEU OBJETIVO Art. 1º A institui neste Edital a Seleção de Logomarca para o 20º Concílio Geral. As finalidades

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Extensão. EDITAL PROEX 28/2015, de 23 de outubro de 2015

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Extensão. EDITAL PROEX 28/2015, de 23 de outubro de 2015 Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Extensão EDITAL PROEX 28/2015, de 23 de outubro de 2015 PROFIEX MAIS CULTURA NAS UNIVERSIDADES MEC/MinC A Universidade

Leia mais

Fundação Aperam Acesita. Fundação Aperam Acesita Alameda 31 de Outubro, 500 Centro Norte 35180-014 Timóteo-MG Brasil

Fundação Aperam Acesita. Fundação Aperam Acesita Alameda 31 de Outubro, 500 Centro Norte 35180-014 Timóteo-MG Brasil A faz saber, por via do presente Edital, que estão abertas as inscrições para a seleção de projetos a serem desenvolvidos por organizações diversas, cujos objetivos atendam a uma ou mais das finalidades

Leia mais

Dos objetivos do concurso

Dos objetivos do concurso CONCURSO DE FOTOGRAFIA 50 OLHARES SOBRE O CONHECIMENTO Dos objetivos do concurso O concurso de fotografias 50 olhares sobre o conhecimento tem o objetivo de integrar acadêmicos, egressos, funcionários

Leia mais

FUNDO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DAS FEDERADAS E NÚCLEOS ASSOCIATIVOS DA ABP FADEF/ABP

FUNDO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DAS FEDERADAS E NÚCLEOS ASSOCIATIVOS DA ABP FADEF/ABP EDITAL 004/2015/FADEF FUNDO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DAS FEDERADAS E NÚCLEOS ASSOCIATIVOS DA ABP FADEF/ABP A Associação Brasileira de Psiquiatria ABP torna público e convoca os interessados a apresentarem

Leia mais

3. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS

3. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS EDITAL FLD 04/2011 SELEÇÃO DE PROJETOS DE FORTALECIMENTO DE REDES SOCIAIS QUE ATUAM NA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COM JUSTIÇA SOCIAL, AMBIENTAL E ECONÔMICA 1. OBJETIVO Selecionar projetos

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX EDITAL Nº 04/2014 PIBEX Chamada para seleção de propostas de Projetos e Programas de Extensão Universitária A Universidade Federal do

Leia mais

1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA

1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA 1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA 1º PASSO: Recebimento do e-mail de aprovação do projeto. 2º PASSO: Preenchimento e assinatura do Termo de Aceitação de Apoio Financeiro e do Cadastro de Portador, que

Leia mais

EDITAL PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA SEMESTRE 2016/1

EDITAL PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA SEMESTRE 2016/1 Admissão EDITAL PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA SEMESTRE 2016/1 A admissão no PPGEQ da UFRGS é feita em duas etapas: inscrição e seleção. 1 INSCRIÇÃO As inscrições para

Leia mais

BOLSAS PARA CURSAR MÁSTERS UNIVERSITÁRIOS NA UNIVERSIDADE de ALCALÁ

BOLSAS PARA CURSAR MÁSTERS UNIVERSITÁRIOS NA UNIVERSIDADE de ALCALÁ APRESENTAÇÃO BOLSAS PARA CURSAR MÁSTERS UNIVERSITÁRIOS NA UNIVERSIDADE de ALCALÁ CONVOCATÓRIA 2015-2016 Este programa é uma ação de fomento dos estudos de pós-graduação, patrocinado pelos Vice-reitorados

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 Instituto Marca de Desenvolvimento Socioambiental - IMADESA SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 >> Leia com atenção o Edital antes de preencher o formulário para apresentação de projetos. I.

Leia mais

PRÊMIO CAPES DE TESE - EDIÇÃO 2015. Edital nº 08/2015

PRÊMIO CAPES DE TESE - EDIÇÃO 2015. Edital nº 08/2015 PRÊMIO CAPES DE TESE - EDIÇÃO 2015 Edital nº 08/2015 Publicado no DOU de 09/04/15 seção 3 pág. 29 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes, instituída como Fundação Pública,

Leia mais

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Processo Seletivo 2011 Edital Nº003/2011 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Fundação Pública, criada pela Lei

Leia mais

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN REGULAMENTO DE BOLSAS DE PÓS-GRADUAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO PARA ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA OFICIAL PORTUGUESA E DE TIMOR-LESTE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artº 1º 1. Com o objetivo de estimular a Investigação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS SELEÇÃO INTERNA

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição,

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, da Constituição, DECRETO 3.100, de 30 de Junho de 1999. Regulamenta a Lei nº 9.790, de 23 de março de 1999, que dispõe sobre a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, como Organizações

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 001/2013

EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 001/2013 EDITAL PROCESSO SELETIVO Nº 001/2013 O Instituto Agropolos do Ceará, entidade de direito privado e sem fins econômicos, inscrito no CNPJ sob nº 04.867.567/0001-10, qualificado como Organização Social através

Leia mais

Regulamento Prêmio Bom Design 2015

Regulamento Prêmio Bom Design 2015 Regulamento Prêmio Bom Design 2015 (Projetos de janeiro de 2014 até julho 2015) a. CARACTERIZAÇÃO O Prêmio Bom Design é uma premiação dos trabalhos de graduação e equivalentes das instituições de ensino

Leia mais

Edital Ciência Sem Fronteiras: CNPq

Edital Ciência Sem Fronteiras: CNPq Edital Ciência Sem Fronteiras: CNPq A Coordenação Central de Cooperação Internacional (CCCI) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) faz saber que estão abertas as inscrições para

Leia mais

Programa San Tiago Dantas de Apoio ao Ensino de Relações Internacionais

Programa San Tiago Dantas de Apoio ao Ensino de Relações Internacionais C A P E S Programa San Tiago Dantas de Apoio ao Ensino de Relações Internacionais A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) convida as instituições públicas de ensino superior

Leia mais

Regulamento para atribuição do Cartão Municipal do Idoso na área do Município de Lagoa Açores

Regulamento para atribuição do Cartão Municipal do Idoso na área do Município de Lagoa Açores Regulamento para atribuição do Cartão Municipal do Idoso na área do Município de Lagoa Açores Preâmbulo Aos Municípios incumbem, em geral, prosseguir os interesses próprios, comuns e específicos das populações

Leia mais

EDITAL ONU MULHERES 2011

EDITAL ONU MULHERES 2011 EDITAL ONU MULHERES 2011 O Escritório Sub-Regional da ONU Mulheres para Brasil e países do Cone Sul (Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai) convida organizações da sociedade civil a apresentarem projetos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB) Edital PROEX 05/2015 - Programa de Bolsas de Extensão de Línguas Estrangeiras e Portuguesa da UNILAB

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, BOLSAS DE ESTUDO NO EXTERIOR GRADUAÇÃO

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, BOLSAS DE ESTUDO NO EXTERIOR GRADUAÇÃO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, BOLSAS DE ESTUDO NO EXTERIOR GRADUAÇÃO A Direção de Pós- Graduação e Pesquisa da Universidade Veiga de Almeida, no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais

APRESENTAÇÃO CINANIMA JÚNIOR. Programas: Crianças, Adolescentes e Jovens

APRESENTAÇÃO CINANIMA JÚNIOR. Programas: Crianças, Adolescentes e Jovens APRESENTAÇÃO CINANIMA JÚNIOR Programas: Crianças, Adolescentes e Jovens O CINANIMA JÚNIOR é uma iniciativa que decorre anualmente na sequência do Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho

Leia mais

PROGRAMA DE CRIAÇÃO DE TALENTOS PARA ANGOLA BOLSA ESCOM Bolsa de Estudo para Cursos Superiores

PROGRAMA DE CRIAÇÃO DE TALENTOS PARA ANGOLA BOLSA ESCOM Bolsa de Estudo para Cursos Superiores PROGRAMA DE CRIAÇÃO DE TALENTOS PARA ANGOLA BOLSA ESCOM Bolsa de Estudo para Cursos Superiores A pretende impulsionar as actividades de Responsabilidade Social em Angola, contribuindo para o seu desenvolvimento.

Leia mais

PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA ASTRONOMIA EDITAL FUNCAP/CNPq 04/2010

PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA ASTRONOMIA EDITAL FUNCAP/CNPq 04/2010 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA ASTRONOMIA EDITAL FUNCAP/CNPq 04/2010 A Fundação Cearense de apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico FUNCAP, em convênio firmado com o Conselho Nacional de

Leia mais

EDITAL UNIFEM. Podem ser apresentados projetos de organizações da sociedade civil que cumpram os seguintes requisitos mínimos:

EDITAL UNIFEM. Podem ser apresentados projetos de organizações da sociedade civil que cumpram os seguintes requisitos mínimos: EDITAL UNIFEM 2010 O Escritório Sub-Regional do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher para Brasil e países do Cone Sul (Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai) convida organizações

Leia mais

ANEXO ÚNICO À PORTARIA Nº 020, DE 26 DE MAIO DE 2015. EDITAL N.º 001/2015 AGTUR

ANEXO ÚNICO À PORTARIA Nº 020, DE 26 DE MAIO DE 2015. EDITAL N.º 001/2015 AGTUR ANEXO ÚNICO À PORTARIA Nº 020, DE 26 DE MAIO DE 2015. EDITAL N.º 001/2015 AGTUR O PRESIDENTE DA AGÊNCIA MUNICIPAL DE TURISMO, no uso de suas atribuições, torna público o Edital do Concurso de Fotografia

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO PROGRAMA DE APOIO A PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS ARTIGO/FAPEMA EDITAL FAPEMA Nº 09/2014 ARTIGO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX EDITAL Nº 02/2015 PIBEX Chamada para seleção de propostas de Projetos

Leia mais

EDITAL 004/2015 COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - PDSE

EDITAL 004/2015 COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - PDSE EDITAL 004/2015 COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - PDSE A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ciências

Leia mais

EDITAL 003/2014 COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - PDSE

EDITAL 003/2014 COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - PDSE EDITAL 003/2014 COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - PDSE A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ciências

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES-CNPq)

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES-CNPq) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CAPES-CNPq) EDITAL PROPEPG Nº 06 de 04 de Junho de 2013 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação vêm através deste Edital, divulgar no âmbito da Instituição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL OBSERVATÓRIO DE ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OBEC/RJ

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL OBSERVATÓRIO DE ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OBEC/RJ UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE ARTE E COMUNICAÇÃO SOCIAL OBSERVATÓRIO DE ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OBEC/RJ Edital nº 03/2014 CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE

Leia mais

INFORME DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

INFORME DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS INFORME DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE A Direção Geral da Faculdade Independente do Nordeste, com vistas à chamada para seleção de alunos para o Programa Ciência

Leia mais

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE PROJETOS EM SAÚDE VISANDO A PARTICIPAÇÃO NO FORUM IHI DE QUALIDADE EM SAÚDE E VISITA AO CINCINNATI CHILDREN S HOSPITAL.

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE PROJETOS EM SAÚDE VISANDO A PARTICIPAÇÃO NO FORUM IHI DE QUALIDADE EM SAÚDE E VISITA AO CINCINNATI CHILDREN S HOSPITAL. REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE PROJETOS EM SAÚDE VISANDO A PARTICIPAÇÃO NO FORUM IHI DE QUALIDADE EM SAÚDE E VISITA AO CINCINNATI CHILDREN S HOSPITAL. Art. 1º - Este regulamento tem como objetivo selecionar

Leia mais