Construção da imagem Corporativa 1996 a 2000

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Construção da imagem Corporativa 1996 a 2000"

Transcrição

1 Construção da imagem Corporativa 1996 a 2000

2 Design Estratégico estratégia design imagem produto embalagem arquitetura ambientação mobiliário missão marca Imagem valores comunicação visual sinalização folhetos, relatórios propaganda atendimento benefícios

3 Design Estratégico estratégia design imagem Construir a Imagem de uma Empresa é um trabalho delicado...

4 1861 Anos 30 Anos 60 Anos 70 Anos 80 Transformação da Imagem

5 Design Estratégico estratégia design imagem Casa Telhado Segurança Família Criação de um novo conceito

6 Envolver público interno Sensibilizar seu público externo

7 High tech X Low Tech estratégia design imagem Sistema de sinalização externa Mini ATM desenvolvido pela NCS para a empresa Perto de Porto Alegre Design tangibiliza serviços

8 Sinalização Externa CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

9 Sinalização Externa CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

10 Pórtico Sub-Pórtico Sinalização Externa CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

11 Painel com assinatura por extenso Painel modular Sinalizador transversal Painel letreiro Sinalização Externa CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

12 Painel com Nome da Agencia Sinalização Externa CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

13 Totens de Grande e Médio Porte Sinalização Externa CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

14 Letreiro vertical com poste Sinalização Externa CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

15 Letreiro perpendicular para Parede Sinalização Externa CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

16 Casos Especiais Sinalização Externa Casos Especiais CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

17 Sistema de sinalização interna Design do ambiente O Design mudou a percepção do cliente

18 Mobiliário e atendimento estratégia design imagem

19 Interior Ambiente de Auto-Atendimento

20 Setorização Possibilitou melhor distribuição dos espaços e determinou os fluxos principais nos PV Arquitetura CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

21 Setorização Arquitetura CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

22 Fluxo Arquitetura CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

23 Sinalização Interna Totem Diretório CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

24 Sinalização Interna Ambiente Caixas CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

25 Sinalização Interna Estação Habitação CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

26 Sinalização Interna Placas de Dependência e Advertência CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

27 Sinalização Interna Placas de Segurança CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

28 Dispenser de Senha CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

29 Biblioteca Express CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

30 Penhor Mobiliário CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

31 Sinalização Externa Prédio Matriz em Brasília CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

32 Sinalização Externa Prédio Matriz em Brasília CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

33 Matriz da Caixa Brasília Sinalização Externa CRIAÇÃO NCS DESIGN RIO

34 Sinalização Interna Matriz da Caixa CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

35 Sinalização Interna Matriz da Caixa CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

36 Sinalização Interna Matriz da Caixa CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

37 Sinalização Interna Matriz da Caixa CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

38 Papelaria Papelaria e todos os elementos de comunicação com o público

39 Comunicação integrada e consistente. Orgulho do público interno com a imagem da empresa. estratégia design imagem

40 High tech X Low Tech estratégia design imagem Ações promocionais

41 Módulos desmontáveis e portáteis CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

42 Novos negócio refletindo os valores contidos na Imagem

43 Sinalização Caixa Aqui

44 Criação de Manuais de Implantação para os projetos criados

45 Valores Compartilhados estratégia design imagem

46 Valores compartilhados estratégia design imagem

47 Família de marcas dentro do contexto de Imagem

48 Loterias CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

49 Loterias Sinalização de fachadas CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

50 Loterias Marca e produtos CRIAÇÃO CRIAÇÃO NCS NCS DESIGN DESIcGN RIO RIO

51 Marca CAIXA Vida e Previdência

52 Pessoas e Marcas estratégia design imagem Nome + assinatura = identidade Comunicação da identidade

53 Gestão da Imagem União de Esforços Definição de competências e do processo de comunicação e de aprovação. Compromisso com a Imagem do Programa e suas ações. Unidade de apresentação visual e de conteúdo. Formatação de temas e de apresentações para diferentes Públicos Controle na liberação de material e de informação

54 Agradecimentos especiais a Angela Carvalho da pela cessão de materiais e informações, sem as quais esta apresentação não teria sido possível.

55 Obrigada! Silvia Sardinha /

A marca de todos os brasileiros.

A marca de todos os brasileiros. Case: Branding Correios A marca de todos os brasileiros. O projeto de redesenho da marca dos Correios agora apresentado é um desdobramento das decisões tomadas a partir de outubro de 2009, que culminaram

Leia mais

Gestão da Marca. Construção de valores

Gestão da Marca. Construção de valores Gestão da Marca Construção de valores Design é mais do que o veículo pelo qual as marcas se expressam e se conectam com seus clientes... o design é um reflexo do ecossistema humano Marc Gobé Especialista

Leia mais

Viver em uma cidade que respeita o espaço urbano, o patrimônio histórico e a integridade da arquitetura das edificações é um direito de todos.

Viver em uma cidade que respeita o espaço urbano, o patrimônio histórico e a integridade da arquitetura das edificações é um direito de todos. Viver em uma cidade que respeita o espaço urbano, o patrimônio histórico e a integridade da arquitetura das edificações é um direito de todos. A Lei Descobrindo Rio Claro surgiu para melhor organizar os

Leia mais

CENTRO: Belo de se ver. Plano de Despoluição Visual ( Lei 8.779/14)

CENTRO: Belo de se ver. Plano de Despoluição Visual ( Lei 8.779/14) CENTRO: Belo de se ver Plano de Despoluição Visual ( Lei 8.779/14) Centro de Vitória: belo de se ver A Prefeitura de Vitória implementa o Plano de Despoluição Visual (Lei 8.779/14) para ordenar e padronizar

Leia mais

Fachada com parceiros

Fachada com parceiros Introdução A FCDL/SC, Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas de Santa Catarina está presente, através de suas 205 CDLs, em mais de 60% dos municípios catarinenses. Este manual foi elaborado a fi

Leia mais

Lei Nº14.223 - Cidade Limpa

Lei Nº14.223 - Cidade Limpa Lei Nº14.223 - Cidade Limpa Uma São Paulo melhor pra gente! O esforço por uma São Paulo de paisagem mais ordenada foi recompensado com a Lei nº 14.223, a Lei Cidade Limpa. Este texto, acrescido do decreto

Leia mais

Os rodapés deverão ser no mesmo material escolhido para o piso.

Os rodapés deverão ser no mesmo material escolhido para o piso. 6.3 - INSTALAÇÕES PISOS Características Gerais Preferencialmente, piso único em todas as áreas da Unidade, sem desníveis, de modo a facilitar o trabalho e o acesso do público. Não deverá conter peças com

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO DEPART. DE CONTROLE DE USO DO SOLO

SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO DEPART. DE CONTROLE DE USO DO SOLO SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO DEPART. DE CONTROLE DE USO DO SOLO PUBLICIDADE LEGISLAÇÃO LEI N.º 8.471 / 1994 Dispõe sobre publicidade ao ar livre DECRETO N.º 1033 / 2007 Regulamenta a Lei n.º 8.471

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO. PE_05 00 Título:

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO. PE_05 00 Título: SELO QUALIDADE AMBIENTAL ABTG CERTIFICADORA (SQAAC) 1 de 9 1. OBJETIVO Estabelecer regras gerais para uso do logotipo Selo Qualidade Ambiental ABTG Certificadora (SQAAC). 2. DEFINIÇÕES Não aplicável. 3.

Leia mais

Sinalização e Mídia Exterior

Sinalização e Mídia Exterior Fachadas Sinalização e Mídia Exterior E-mail: silviazampar-unip@ig.com.br Blog: http://silviazampar-unip.blogspot.com Aula 7 Fachadas Composta por um ou mais painéis, é a apresentação externa das instalações

Leia mais

Manual para uso e proteção da LOGOMARCA ATUAÇÃO RESPONSÁVEL

Manual para uso e proteção da LOGOMARCA ATUAÇÃO RESPONSÁVEL Manual para uso e proteção da LOGOMARCA ATUAÇÃO RESPONSÁVEL SUMÁRIO 1. Introdução 2 2. Responsabilidades 4 3. Disposições Gerais 5 4. Usos Permitidos e Não Permitidos 6 4.1. Usos permitidos 6 4.2. Usos

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA MURO CERCA

Leia mais

MODELO DE TRABALHO SOLUTIONMAISCOM PRIME. PACOTES DE SERVIÇOS EXCLUSIVOS PARA TODAS AS ÁREAS DA COMUNICAÇÃO.

MODELO DE TRABALHO SOLUTIONMAISCOM PRIME. PACOTES DE SERVIÇOS EXCLUSIVOS PARA TODAS AS ÁREAS DA COMUNICAÇÃO. PRIME MODELO DE TRABALHO SOLUTIONMAISCOM PRIME. PACOTES DE SERVIÇOS EXCLUSIVOS PARA TODAS AS ÁREAS DA COMUNICAÇÃO. A Fusão O resultado da fusão entre as agências Solution e Maiscom é a SolutionMaiscom

Leia mais

GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS

GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS 1 COR TIPOGRAFIA GOTHAM BLACK PARA NOMES PRINCIPAIS 2 TOTEM ETERNO ESQUEMA Totem externo para sinalização das Unidades de Saúde

Leia mais

MANUAL DE ACESSIBILIDADE

MANUAL DE ACESSIBILIDADE - LIC 71.3.8 - Índice 1. Elementos de Arquitetura 1.1 Passeio 1.2 Vagas de estacionamento - demarcação 1.3 Vagas de estacionamento - sinalização 1.4 Rampas 1.5 Escadas e seus componentes 1.6 Aproximação

Leia mais

REVISTA 7. Até ½ página R$ 1.418,47 8. Até 1 página R$ 1.874,66 9. Página dupla R$ 2.836,94

REVISTA 7. Até ½ página R$ 1.418,47 8. Até 1 página R$ 1.874,66 9. Página dupla R$ 2.836,94 JORNAL 1. Menor ou igual a 1/4 de página R$ 841,10 2. Até 1/3 de página R$ 1.069,20 3. Até 1/2 de página R$ 1.539,65 4. Até 2/3 de página R$ 2.131,27 5. Até 1 página R$ 2.452,03 6. Até página dupla R$

Leia mais

Implementação CERTICS em uma empresa avaliada no modelo de referência MPS-SW nível G

Implementação CERTICS em uma empresa avaliada no modelo de referência MPS-SW nível G Relato da Experiência Implementação CERTICS em uma empresa avaliada no modelo de referência MPS-SW nível G Fumsoft Allan M. R. Moura Charles H. Alvarenga Visual Sistemas Breno F. Duarte Paulo Lana www.visual.com.br

Leia mais

JORNAL. REVISTA 7. Até ½ página R$ 1.418,47 8. Até 1 página R$ 2.219,28 9. Página Dupla R$ 3.439,28

JORNAL. REVISTA 7. Até ½ página R$ 1.418,47 8. Até 1 página R$ 2.219,28 9. Página Dupla R$ 3.439,28 JORNAL TABELA DE CUSTOS INTERNOS - 2015 ALAGOAS 1. Menor ou igual a 1/4 de página R$ 1.160,11 2. Até 1/3 de página R$ 1.345,61 3. Até 1/2 de página R$ 1.911,18 4. Até 2/3 de página R$ 2.131,27 5. Até 1

Leia mais

CARTILHA CAU/RS 2014 INSTRUÇÕES PARA ARQUITETURA DE INTERIORES SHOPPING CENTER

CARTILHA CAU/RS 2014 INSTRUÇÕES PARA ARQUITETURA DE INTERIORES SHOPPING CENTER CARTILHA CAU/RS 2014 INSTRUÇÕES PARA ARQUITETURA DE INTERIORES SHOPPING CENTER APRESENTAÇÃO O CAU/RS Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul, na qualidade de Autarquia Federal deve na

Leia mais

sz propaganda propaganda sz consulting sz webdesign sz branding sz design um novo começo. um novo começo. além da marca e muito mais

sz propaganda propaganda sz consulting sz webdesign sz branding sz design um novo começo. um novo começo. além da marca e muito mais sz propaganda um novo começo. propaganda sz um novo começo. sz consulting maximizando resultados sz branding além da marca sz design e muito mais sz webdesign sem portas fechadas Planejamento estratégico,

Leia mais

CARTILHA COMUNICAÇÃO VISUAL GUARAPARI PAISAGEM URBANA

CARTILHA COMUNICAÇÃO VISUAL GUARAPARI PAISAGEM URBANA CARTILHA COMUNICAÇÃO VISUAL PAISAGEM URBANA Recomendações para montagem de fachadas e qualquer outro tipo de COMUNICAÇÃO VISUAL, ou seja, uso de propaganda visual urbana em centros comerciais e de serviços

Leia mais

ESTANDE LOUNGE ASL PLANTA BAIXA. Rodada de Negócios. Imprensa e Comunicação. Sala Vip. Lounge. Sala de Rede Operacional. Rádio.

ESTANDE LOUNGE ASL PLANTA BAIXA. Rodada de Negócios. Imprensa e Comunicação. Sala Vip. Lounge. Sala de Rede Operacional. Rádio. ESTANDE LOUNGE Rodada de Negócios Imprensa e Comunicação Lounge TV Sala Vip 29,00 m 22,00 m Sala de Rede Operacional Copa Rádio Estande SALA DE REDE OPERACIONAL SALA OPERACIONAL 44,00 m² Piso Revestimento

Leia mais

Programa Febraban de Inclusão Social. São Paulo, 26/09/2006

Programa Febraban de Inclusão Social. São Paulo, 26/09/2006 Programa Febraban de Inclusão Social São Paulo, 26/09/2006 1 População com Deficiência no Brasil Fatos e Percepções 2 Entendimento População com Deficiência no Brasil Fatos e Percepções 1º Semestre/06

Leia mais

Manual de Comunicação do Fundo de Cultura do Estado da Bahia

Manual de Comunicação do Fundo de Cultura do Estado da Bahia Manual de Comunicação do Fundo de Cultura do Estado da Bahia 1 Identidade Visual SUMÁRIO 03 04 07 08 21 Apresentação Orientações Gerais Fundo de Cultura Aplicações Assinaturas 2 Apresentação Este manual

Leia mais

CASA ZM CASA CT CASA MDT CASA FB

CASA ZM CASA CT CASA MDT CASA FB CASA ZM CASA CT CASA MDT CASA FB Local: Itacaré - BA Ano: 2005 Local: Bragança Paulista - SP Ano: 2008 Local: Fazenda Boa Vista - SP Ano: 2008 Local: Porto Feliz - SP Ano: 2011 Bernardes e Jacobsen Arquitetura

Leia mais

Prepare sua Loja para Vender Mais

Prepare sua Loja para Vender Mais MERCHANDISING Prepare Sua Loja Para Vender Mais Questões Fundamentais 1 Como girar rapidamente os estoques no ponto de venda? Como tornar mais fácil e agradável o ato de compra de meus clientes? Como oferecer

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA REITORIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA REITORIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA REITORIA RESOLUÇÃO N o 04/2011 DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Regulamenta a utilização e aplicação da Marca UFU. O CONSELHO

Leia mais

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO pacotes fee prime PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOLUTIONMAISCOM PLAN PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO A SolutionMaiscom utiliza metodologia de planejamento exclusiva que será customizada de acordo com a necessidade

Leia mais

Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center

Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center Criamos o que as pessoas amam antes que elas saibam o que querem Hoje nossos franqueados

Leia mais

Anexo II. Modelo de totem. Modelo de placa com letra vazada e iluminação interna MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

Anexo II. Modelo de totem. Modelo de placa com letra vazada e iluminação interna MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Anexo I Lote 1 Item 01 Marca do MPF MPF - Letra caixa em chapa galvanizada medindo 2,83x1,25m, profundidade 7cm, na cor azul (Pantone 281C) Item 02 - Brasão da República letra caixa em chapa galvanizada,

Leia mais

MIG - Identidade Sicoob

MIG - Identidade Sicoob MIG - Identidade Sicoob Sinalização Sinalização 1. introdução A sinalização da cooperativa deve refletir a identidade do Sicoob. Padronização e asseio visual contribuem para consolidação e fortalecimento

Leia mais

Manual de Identidade Visual 5/2014. acessibilidade. comunicacional

Manual de Identidade Visual 5/2014. acessibilidade. comunicacional Manual de Identidade Visual 5/2014 acessibilidade comunicacional 01 Selo de acessibilidade Conceito acessibilidade comunicacional Ao unir as iniciais a e c com os elementos gráficos, o selo forma um rosto

Leia mais

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Pós-Graduação

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Pós-Graduação Graduação ITEM: As carteiras das salas de aula são adequadas. 88,2% Graduação ITEM: As instalações do laboratório de informática são adequadas. Graduação ITEM: As instalações da biblioteca são adequadas.

Leia mais

GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS

GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS 1 COR COR COR C 100 M 70 Y 0 K 0 O AZUL DAS PLACAS DEVE SER CORRESPONDENTE AO DESCRITO NO SISTEMA DE POLICROMIA CMYK, CONFORME

Leia mais

Folheto. Automação de nuvens. Gerenciamento aberto e extensível do ciclo de vida de serviços para nuvens privadas e híbridas

Folheto. Automação de nuvens. Gerenciamento aberto e extensível do ciclo de vida de serviços para nuvens privadas e híbridas Folheto Automação de nuvens Gerenciamento aberto e extensível do ciclo de vida de serviços para nuvens privadas e híbridas Índice 3 Visão geral 4 Casos de uso do HP Cloud Service Automation 5 Criação de

Leia mais

INSTITUTO MAUÁ DE TECNOLOGIA

INSTITUTO MAUÁ DE TECNOLOGIA INSTITUTO MAUÁ DE TECNOLOGIA O Centro Universitário do IMT - CEUN-IMT, oferece cursos de Administração, Design do Produto, Engenharia de Alimentos, Engenharia Civil, Engenharia de Controle e Automação,

Leia mais

PERTO AUMENTA CAPACIDADE E EFICIÊNCIA Nova fábrica abre as portas [p4 e 5]

PERTO AUMENTA CAPACIDADE E EFICIÊNCIA Nova fábrica abre as portas [p4 e 5] Publicação bimestral da Perto Dezembro 2013/Janeiro 2014 BANCÁRIO Produtos que acompanham a expansão da Caixa [p3] INOVAÇÃO POS Veloh no mercado [p8] SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS E INOVAÇÃO PARA O BANCO E O VAREJO

Leia mais

Manual de Publicidade e Merchandising

Manual de Publicidade e Merchandising Manual de Publicidade e Merchandising Você esta recebendo o Manual de Propriedades de Publicidade e Merchandising do principal Centro de Convenções da América do Sul. Uma grande oportunidade para destacar

Leia mais

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Administração de Empresas

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Administração de Empresas CURSO:ADMINISTRAÇÃO EMPRESAS ITEM: As carteiras das salas de aula são adequadas. CURSO:ADMINISTRAÇÃO EMPRESAS ITEM: A infra-estrutura do prédio da Faculdade é adequada. CURSO:ADMINISTRAÇÃO EMPRESAS ITEM:

Leia mais

Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center

Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center O GrupoM8 utiliza o formato Norte-americano na administração e comercialização de sua

Leia mais

CIDADE LIMPA LEI Nº 6468/09

CIDADE LIMPA LEI Nº 6468/09 CIDADE LIMPA LEI Nº 6468/09 Índice Apresentação...03 O que é um anúncio?...04 É proibido colocar anúncio que prejudique:...04 Locais onde é proibido colocar anúncios:...05 Prazos...05 Anúncio indicativo

Leia mais

DSG 1005: Procedimentos para G2

DSG 1005: Procedimentos para G2 DSG 1005: Procedimentos para G2 1. Datas importantes 11 de junho: entrega dos desenhos técnicos, fluxogramas e wireframes/modelos e bonecas, segunda 18 de junho: entrega dos manuais de produção (relatório

Leia mais

ALTERNATIVAS DE MERCHANDISING

ALTERNATIVAS DE MERCHANDISING INTRODUÇÃO Este pré-projeto apresenta um levantamento de oportunidades de merchandising que, em nosso entendimento, são viáveis de serem comercializadas no Shopping Valinhos. CRITÉRIOS UTILIZADOS Para

Leia mais

MIG - IDENTIDADE SICOOB SINALIZAÇÃO

MIG - IDENTIDADE SICOOB SINALIZAÇÃO MIG - IDENTIDADE SICOOB SINALIZAÇÃO Sinalização 1. INTRODUÇÃO A sinalização da cooperativa deve refletir a identidade do Sicoob. Padronização e asseio visual contribuem para consolidação e fortalecimento

Leia mais

uvaeverde.com.br Apresentação ao Shopping

uvaeverde.com.br Apresentação ao Shopping Apresentação ao Shopping Retorno do investimento garantido em contrato ou a devolução da verba inicial investida* Cláusula vigésima: do retorno do investimento inicial 20.1 A Franqueadora se compromete

Leia mais

8º Salão da Comunicação ARP 2006

8º Salão da Comunicação ARP 2006 8º Salão da Comunicação ARP 2006 Abrangendo as áreas de Marketing Promocional, Comunicação e Design Gráfico e Merchandising. l. DA PREMIAÇÃO O 8º Salão de Comunicação - ARP 2006 é uma premiação de caráter

Leia mais

O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR: ALCANÇANDO MELHORES RESULTADOS ATRAVÉS DA GESTÃO DE PESSOAS

O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR: ALCANÇANDO MELHORES RESULTADOS ATRAVÉS DA GESTÃO DE PESSOAS O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR: ALCANÇANDO MELHORES RESULTADOS ATRAVÉS DA GESTÃO DE PESSOAS Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Alcançando Melhores

Leia mais

Sobre a Eólica. Ela está fundamentada em três pilares de atuação: pesquisa, estratégia e design.

Sobre a Eólica. Ela está fundamentada em três pilares de atuação: pesquisa, estratégia e design. Apresentação Eólica Sobre a Eólica Sobre a Eólica A Eólica é uma consultoria de branding e design que, através de uma visão integrada do negócio, utiliza-se de diversas áreas do conhecimento para desenvolver

Leia mais

Se vencer na vida fosse apenas sobre trabalho, a expressão seria vencer no trabalho.

Se vencer na vida fosse apenas sobre trabalho, a expressão seria vencer no trabalho. Pense antes de imprimir. A natureza agradece. MBA em Gerenciamento de Projetos Se vencer na vida fosse apenas sobre trabalho, a expressão seria vencer no trabalho. O que é ser bem-sucedido? Para sua carreira,

Leia mais

Manual de Publicidade e Merchandising

Manual de Publicidade e Merchandising Manual de Publicidade e Merchandising Você esta recebendo o Manual de Propriedades de Publicidade e Merchandising do principal Centro de Convenções da América do Sul. Uma grande oportunidade para destacar

Leia mais

Comunicação Visual. Cap. 08 Signos e Pictograma. macedo4design.wordpress.com

Comunicação Visual. Cap. 08 Signos e Pictograma. macedo4design.wordpress.com Comunicação Visual Cap. 08 Signos e Pictograma ícone elemento de semelhança ou propriedade mensagem relacionada símbolo elemento representativo mensagem codificada índice elemento de imagem vivenciada

Leia mais

FÓRUM URBANO MUNDIAL 5 MANUAL DA EXPOSIÇÃO

FÓRUM URBANO MUNDIAL 5 MANUAL DA EXPOSIÇÃO FÓRUM URBANO MUNDIAL 5 MANUAL DA EXPOSIÇÃO O que é o Fórum Urbano Mundial? O Fórum Urbano Mundial é uma reunião bianual criada pelas Nações Unidas para examinar um dos problemas mais prementes que o mundo

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual rede de atenção À urgência Manual de Identidade Visual Versão 1.0 / Abr. 2012 As marcas do sus Introdução O Ministério da Saúde, por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), presta inúmeros serviços à população

Leia mais

CIGAM SOFTWARE CORPORATIVA LTDA.

CIGAM SOFTWARE CORPORATIVA LTDA. CIGAM SOFTWARE CORPORATIVA LTDA. Raquel Engeroff Neusa Cristina Schnorenberger Novo Hamburgo RS Vídeo Institucional Estratégia Visão Missão Ser uma das 5 maiores empresas de software de gestão empresarial

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DE EMPRESAS DE DESIGN POR ESPECIALIDADE

DISTRIBUIÇÃO DE EMPRESAS DE DESIGN POR ESPECIALIDADE DISTRIBUIÇÃO DE EMPRESAS DE DESIGN POR ESPECIALIDADE Distribuição de empresas de design de acordo com sua atuação e especialidade nas diferentes áreas do design. (Versão revisão pós validação 14.07) definições

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE. Julho 2011 Revisão 02

RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE. Julho 2011 Revisão 02 RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE Julho 2011 Revisão 02 2 INTRODUÇÃO Os Centros de Saúde incluídos nesta categoria são unidades que foram construídas recentemente e que

Leia mais

Manual de identidade visual

Manual de identidade visual Manual de identidade visual apresentação....................................3 Versões horizontal e vertical........................4 grid de construção................................5 Cores institucionais...............................6

Leia mais

TI CAIXA VP Tecnologia da Informação Modelo de Maturidade na Gestão da Informação Estudo de Caso

TI CAIXA VP Tecnologia da Informação Modelo de Maturidade na Gestão da Informação Estudo de Caso TI CAIXA VP Tecnologia da Informação Modelo de Maturidade na Gestão da Informação Estudo de Caso Ivanilto Pires de Sousa Gilson Lopes Costa 11/2015 Visão de Futuro CAIXA 2022 Estar entre os três maiores

Leia mais

ANO 2015. Atenção: Procedimentos para o envio do seu projeto ao SEBRAE:

ANO 2015. Atenção: Procedimentos para o envio do seu projeto ao SEBRAE: Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Pág. 1 de 10 ANO 2015 Atenção: Procedimentos para o envio do seu projeto ao SEBRAE: 1. A solicitação de patrocinio ao SEBRAE deve ser realizada

Leia mais

Manual de Comunicação do Fazcultura Identidade Visual

Manual de Comunicação do Fazcultura Identidade Visual Manual de Comunicação do Fazcultura Identidade Visual SUMáRIO 03 04 07 08 17 Apresentação Orientações Gerais Fazcultura Aplicações Assinaturas 2 Apresentação Este manual foi desenvolvido para orientar

Leia mais

IDENTIDADE VISUAL COMO DETERMINANTE DA IMAGEM CORPORATIVA

IDENTIDADE VISUAL COMO DETERMINANTE DA IMAGEM CORPORATIVA IDENTIDADE VISUAL COMO DETERMINANTE DA IMAGEM CORPORATIVA Bruna Theil Sampaio i Resumo: O presente artigo pretende discutir a construção da identidade visual corporativa e sua importância para criar e

Leia mais

Senha: Senha. Gerenciar filas ficou mais fácil

Senha: Senha. Gerenciar filas ficou mais fácil Senha Gerenciar filas ficou mais fácil Introdução. Se tempo é dinheiro, uma fila pode ser considerada um grande gasto. O brasileiro, ocupado nas tarefas do dia-a-dia, é obrigado a parar suas atividades

Leia mais

REDE MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

REDE MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Índice Apresentação Logomarca Grid de construção Reserva de integridade Positivo / negativo / monocromia Cores institucionais Tipografia Material de expediente Apresentações

Leia mais

Avaliação ocupacional da pessoa. Renata Pavão Moreira Médica do trabalho Reunião Científica APAMT - 25/10/2014

Avaliação ocupacional da pessoa. Renata Pavão Moreira Médica do trabalho Reunião Científica APAMT - 25/10/2014 Avaliação ocupacional da pessoa com deficiência -casos práticos Renata Pavão Moreira Médica do trabalho Reunião Científica APAMT - 25/10/2014 Papel do médico do trabalho Análise enquadramento Adaptações

Leia mais

Logomarca para Parceiros de Negócios. Junho / 2012

Logomarca para Parceiros de Negócios. Junho / 2012 Logomarca para Parceiros de Negócios Junho / 2012 Apresentação Este manual tem como objetivo facilitar ao nosso Parceiro de Negócios, o entendimento da aplicação dos logos da Valspe em suas comunicações.

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Marketing com Ênfase em Ambiente Digital.

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Marketing com Ênfase em Ambiente Digital. CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Marketing com Ênfase em Ambiente Digital. Coordenação Acadêmica: Prof. Guilherme Eduardo Korndorfer Código no SIGA: TMBAMKT*11/10 1 OBJETIVO: Familiarizar

Leia mais

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC Configurador Automático e Coletor de Informações Computacionais GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO software livre desenvolvido pela Dataprev Sistema de Administração

Leia mais

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 O SESI/SENAI - PR, torna pública a RETIFICAÇÃO referente ao Edital de CREDENCIAMENTO N.º 502/2009, conforme segue: Fica Incluído no ANEXO III - ÁREAS

Leia mais

GUIA DE MERCHANDISING E MATERIAIS PROMOCIONAIS

GUIA DE MERCHANDISING E MATERIAIS PROMOCIONAIS GUIA DE MERCHANDISING E MATERIAIS PROMOCIONAIS 2014 INSTITUCIONAL MATERIAL FOLDER INSTITUCIONAL GUIA PRÁTICO DE PISOS VINÍLICOS MANUAL GERAL DE INSTALAÇÃO 02 03 04 CADERNO E CANETA 05 FOLDER INSTITUCIONAL

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: Redes de Computadores MISSÃO DO CURSO Com a modernização tecnológica e com o surgimento destes novos serviços e produtos, fica clara a necessidade de profissionais

Leia mais

www. flexmodular.com

www. flexmodular.com www.flexmodular.com FLEX LED SINALIZAÇÃO ARQUITETÔNICA DE REQUINTE SEM IGUAL PERFEITA ASSOCIAÇÃO ENTRE SOFISTICAÇÃO E OS BENEFÍCIOS AMBIENTAIS DA TECNOLOGIA DE ILUMINAÇÃO A LED. Perfis extrudados de alumínio

Leia mais

ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL O primeiro objetivo da iluminação é a obtenção de boas condições de visão associadas à visibilidade, segurança e orientação dentro de um determinado ambiente. Este objetivo está intimamente

Leia mais

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos Agenda A Empresa História Visão Conceito dos produtos Produto Conceito Benefícios Vantagens: Criação Utilização Gestão Segurança Integração Mobilidade Clientes A empresa WF História Em 1998, uma ideia

Leia mais

Eu mesmo posso providenciar o registro do meu anúncio? 13 Posso anunciar estacionamento conveniado na minha fachada? 13 Em condomínio comercial, como

Eu mesmo posso providenciar o registro do meu anúncio? 13 Posso anunciar estacionamento conveniado na minha fachada? 13 Em condomínio comercial, como 1 ÍNDICE Onde posso encontrar a Lei que regulamenta o Cidade Limpa? 4 Em que órgão da Prefeitura posso obter informações? 4 Quais prazos para adequar o meu estabelecimento ao Cidade Limpa? 4 Qual o valor

Leia mais

Tema: Reconhecimento e Recompensa: Estratégias para Boas Práticas Palestrante: Antônio Linhares

Tema: Reconhecimento e Recompensa: Estratégias para Boas Práticas Palestrante: Antônio Linhares Tema: Reconhecimento e Recompensa: Estratégias para Boas Práticas Palestrante: Antônio Linhares Quem somos... Uma das maiores operadoras de serviços portuários, marítimos e logísticos do Brasil. Iniciamos

Leia mais

Manual de Instruções Para Preenchimento da Proposta do Centro de Iniciação ao Esporte

Manual de Instruções Para Preenchimento da Proposta do Centro de Iniciação ao Esporte Manual de Instruções Para Preenchimento da Proposta do Centro de Iniciação ao Esporte Conteúdo Apresentação... 3 Sistema de Cadastramento da Proposta... 3 Cadastro do Proponente... 3 Cadastro da Proposta...

Leia mais

PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BELO HORIZONTE

PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BELO HORIZONTE DOCUMENTO COMPLEMENTAR 05 PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BELO HORIZONTE RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTROS DE SAÚDE ÍNDICE A. INTRODUÇÃO...

Leia mais

A marca corporativa que demonstrou a real abrangência das empresas Bettanin e as possibilitou alcançar seus objetivos estratégicos.

A marca corporativa que demonstrou a real abrangência das empresas Bettanin e as possibilitou alcançar seus objetivos estratégicos. A marca corporativa que demonstrou a real abrangência das empresas Bettanin e as possibilitou alcançar seus objetivos estratégicos. TOP DE MARKETING ADVB/RS 2014 CATEGORIA INDÚSTRIA A necessidade de uma

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº /

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº / ANEXO IV APÊNDICE VII COMUNICAÇÃO VISUAL PÁGINA 1 DE 28 SUMÁRIO PARTE I DA LOGOMARCA... 4 1. COMPOSIÇÃO:... 4 2. MARCA:... 4 3. TIPOLOGIA:... 5 4. CORES:... 6 5. APLICAÇÕES:... 6 6. MALHA DE CONSTRUÇÃO:...

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada 4 1 Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas com os seus públicos de relacionamento,

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada 5 1. Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas

Leia mais

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.3

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.3 Sicoobnet Empresarial Manual do Versão. Manual do Data: /07/00 Histórico Data Versão Descrição Autor 04/0/008.0 Criação do Manual Ileana Karla 0//008. Revisão Luiz Filipe Barbosa /07/00. Atualização Márcia

Leia mais

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.5

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.5 Sicoobnet Empresarial Manual do Versão.5 Manual do Data: 04/0/0 Histórico Data Versão Descrição Autor 04/0/008.0 Criação do Manual Ileana Karla 0//008. Revisão Luiz Filipe Barbosa /07/00. Atualização Márcia

Leia mais

a) VISUAL MERCHANDISING

a) VISUAL MERCHANDISING a) VISUAL MERCHANDISING (1) Introdução Enquanto o marketing planeja, pesquisa avalia e movimenta o produto desde a sua fabricação até sua chegada ao ponto-de- venda, o merchandising representa o produto

Leia mais

VISÃO GERAL POR QUE ADQUIRIR A SOLUÇÃO SCOLA? CATÁLOGO D ESCRITIVO

VISÃO GERAL POR QUE ADQUIRIR A SOLUÇÃO SCOLA? CATÁLOGO D ESCRITIVO CATÁLOGO D ESCRITIVO VISÃO GERAL A solução SCOLA (Sistema de Controle Laboratorial) é um sistema de gestão de alto nível voltado para Laboratórios de Análises Clinicas, que controla desde o atendimento

Leia mais

Desenho Técnico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato. Planta Baixa

Desenho Técnico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato. Planta Baixa Desenho Técnico Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Planta Baixa PROJETO ARQUITETÔNICO: PLANTAS E VISTAS Profª. Ms. Laura Ludovico de Melo ENG1051 PROJETO ARQUITETÔNICO: PLANTAS E VISTAS Planta Baixa:

Leia mais

Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Castor

Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Castor Gerenciamento de Dados e Informação Fernando Castor Slides elaborados por: Fernando Fonseca & Ana Carolina Salgado 1 Introdução Sistema de Informação (SI) Coleção de atividades que regulam o compartilhamento

Leia mais

O sistema de Fachada Ventilada da Cerâmica Em termos de custo, prazo e minimização de

O sistema de Fachada Ventilada da Cerâmica Em termos de custo, prazo e minimização de FACHADAS VENTILADAS Fachada Ventilada O sistema de Fachada Ventilada da Cerâmica Em termos de custo, prazo e minimização de Portinari foi desenvolvido para atender aos critérios transtornos para os usuários

Leia mais

Rev. Modificação Data Autor. Especialidade: Autor: CREA / UF Rubrica. Sítio TERMINAL DE PASSAGEIROS. ELETRÔNICA / SDAI Especificação do Documento

Rev. Modificação Data Autor. Especialidade: Autor: CREA / UF Rubrica. Sítio TERMINAL DE PASSAGEIROS. ELETRÔNICA / SDAI Especificação do Documento 02 REVISÃO MAR/13 01 REVISÃO JAN/13 00 EMISSÃO INICIAL SET/12 Rev. Modificação Data Autor Especialidade: Autor: CREA / UF Rubrica 1 - Arquitetura 2 - Estruturas 3 - Hidrossanitárias 4 - Elétrica 5 - Eletrônica

Leia mais

Complemento da Regra de Certificação para Sistemas de Gestão

Complemento da Regra de Certificação para Sistemas de Gestão CRC-026-SGT Página: 1/6 Elaborado por: Karen Carolina Martins Verificado por: Suzete Schipa Suzuki Aprovado por: Rogéria Araújo Cutolo Sergio Fellauer Data Aprovação: 12/06/2009 TÜV Rheinland do Brasil

Leia mais

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico.

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. TECH DOSSIER Transforme a TI Transforme a empresa Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. Consolidar para conduzir a visibilidade da empresa e a

Leia mais

Tecnologia da Informação. Apresentação para Clientes

Tecnologia da Informação. Apresentação para Clientes Tecnologia da Informação Apresentação para Clientes OTIX Empresa desenvolve sistemas de informação para empresas em plataforma web e cloud computing, e em arquitetura orientada para serviços (SOA); Público

Leia mais

APÊNDICE IX TABELAS DE DIMENSIONAMENTO

APÊNDICE IX TABELAS DE DIMENSIONAMENTO APÊNDICE IX TABELAS DE DIMENSIONAMENTO Página 1 de 13 1. APRESENTAÇÃO Visando auxiliar no dimensionamento dos recursos envolvidos na implantação das UNIDADES DE ATENDIMENTO, são apresentadas tabelas referenciais

Leia mais

Opção Profissional. Design Gráfico. Design Produto. Prof. Dr. João Gomes Filho... 2010

Opção Profissional. Design Gráfico. Design Produto. Prof. Dr. João Gomes Filho... 2010 Opção Profissional? Design Gráfico ou Design Produto Prof. Dr. João Gomes Filho... 2010 CURSO DE DESENHO INDUSTRIAL MEC Ensino Superior Desenho Industrial / Habilitações Projeto do Produto PP (Objetos

Leia mais

Trabalhando em conjunto, trabalhando sempre.

Trabalhando em conjunto, trabalhando sempre. A AVY COMUNICAÇÃO A AVY Comunicação é uma agência de comunicação e marketing que desenvolve diferentes soluções utilizando a experiência e criatividade de sua equipe para gerar valor institucional, fidelidade

Leia mais

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Para criar um grupo doméstico e compartilhar arquivos é necessário que tenhamos pelo menos dois computadores ligados entre si (em

Leia mais

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Produto: Conjunto: Subconjunto: Título: TELEFONIA UTILIZAÇÃO POLÍTICA POLÍTICA PARA UTILIZAÇÃO DE TELEFONIA FIXA, CELULAR E NEXTEL 1. OBJETIVO: 1.1. Definir critérios de controle e utilização de telefones

Leia mais

REGULAMENTO PARA USO DE LOGOMARCAS, CERTIFICADOS E DECLARAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO, SEGUNDO A NBR ISO 9001 E VERSÃO PERTINENTE E O PBQP-H

REGULAMENTO PARA USO DE LOGOMARCAS, CERTIFICADOS E DECLARAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO, SEGUNDO A NBR ISO 9001 E VERSÃO PERTINENTE E O PBQP-H 1 ICQ BRASIL OCS - Organismo de Certificação de Sistema da Qualidade e OCO Organismo de Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade de Empresas de Serviços e Obras na Construção Civil, acreditado pelo

Leia mais