TRANSPORTE HORIZONTAL E VERTICAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRANSPORTE HORIZONTAL E VERTICAL"

Transcrição

1 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA TRANSPORTE HORIZONTAL E VERTICAL LOTE 3 Versão: 006 Vigência: 06/2014 Última atualização: 07/2016

2 GRUPO TRANSPORTE LOTE 03 A seguir, são apresentadas 144 composições de transporte de material dentro do canteiro de obra para sacos, massa/granel, blocos, caixas com revestimento cerâmico, latas, tubos (PVC, CPVC, PPR, cobre e aço carbono), madeira, vergalhões de aço, esquadrias (janelas e portas), bancadas (mármore ou granito), vidro, tela de aço, compensado, telhas de grande porte (termoacústicas, aço zincado ou fibrocimento), louças sanitárias (bacia, caixa acoplada, tanque ou pia), telhas de pequeno porte (cerâmicas ou concreto), calha e barramento blindado. Nos coeficientes das composições estão considerados os esforços dos ciclos de transporte carregamento, ida, descarregamento e volta e as improdutividades decorrentes da falta de demanda pelo transporte, da espera pela movimentação vertical e das paradas na inicialização, finalização e almoço. Para a correta utilização das composições deve ser observado que a distância descrita na composição se refere ao trajeto de ida (carregado), e que podem ser considerados em diferentes percursos, conforme figura abaixo: Distâncias de transporte horizontal em obras: 1 distância entre o fornecimento e o estoque. 2- distância entre o estoque e o processamento intermediário. 3 distância entre o processamento intermediário e o equipamento de transporte vertical. 4 distância entre o estoque e o equipamento de transporte vertical. 5 distância entre o fornecimento e o transporte vertical. Página 1

3 O transporte horizontal no pavimento de execução não deve ser considerado por já estar contemplado nas composições principais dos serviços. As composições de transporte somente devem ser utilizadas para distâncias superiores a 15 metros, pois o esforço para distâncias inferiores está contemplado na composição principal. As distâncias representativas consideradas foram: acima de 15 até 30m, acima de 30 até 50m, acima de 50 até 75m e acima de 75 até 100m. O orçamentista pode utilizar outras distâncias, conforme a característica da obra em questão. Destaca-se, visando a otimização da movimentação do material, que é recomendado conceber a organização do canteiro com apenas uma das distâncias iguais ou superiores a 30m (trechos 1, 2 ou 3 da Figura). As composições são apresentadas na unidade de medida em que o insumo é utilizado nas composições principais (exemplo: transporte de caixas de placas cerâmicas é apresentado em m² de cerâmica). Algumas exceções são apresentadas nos Cadernos Técnicos específicos, já com as devidas conversões (exemplo: transporte de areia a granel é apresentado em kg e é utilizada em M3 nas composições finais). Destaca-se ainda a orientação de que as composições de transporte horizontal manual só devem ser utilizadas quando constatada a impossibilidade de se adotar outras formas de transporte, conforme indicação apresentada nos respectivos Cadernos Técnicos. As composições de transporte de sacos manual e com carrinho plataforma são apresentadas são apresentadas em toneladas ao invés de quilos para evitar o custo unitário nulo das composições respectivas, devendo assim a quantidade do insumo ser dividida por mil para aplicação do transporte com essas condições. As composições de transporte de latas com carrinho plataforma são apresentadas com unidade de 18 litros ao invés de litro para evitar o custo unitário nulo das Página 2

4 composições respectivas, devendo assim a quantidade do insumo ser dividida por dezoito para aplicação do transporte com essa condição. É importante salientar que as composições envolvendo páletes consideram a unidade paletizada no carregamento e descarregamento. A unidade da composição permanece a mesma em que o insumo é utilizado nas composições de serviço. Meios de transporte Existem composições para os seguintes meios de transporte: 1. Manual Servente realizando o carregamento e transportes dos insumos de forma manual. A CLT Consolidação das Leis do Trabalho em seu art. 198 limita em 60kg o peso máximo que um empregado pode remover individualmente. Composições apresentadas apenas para a distância de 30m. 2. Carrinho plataforma Adotado como referência para o transporte não mecanizado de sacos, blocos, caixas de revestimentos cerâmicos e latas não paletizados. Carrinho Plataforma Capacidade de carga 800 kg. Dimensões 150 x 80 x 47 cm (C x L x A) Carrinho Plataforma Capacidade de carga 800 kg. Dimensões 150 x 80 x 46,2 cm (C x L x A) No caso de impossibilidade de utilização dessa ferramenta, apresentamos a possibilidade de adaptação das referências para o uso de carrinho de mão, menos eficiente, com indicação do coeficiente de produtividade nos cadernos técnicos das composições. Página 3

5 Carrinho de mão 60 litros Transporte de sacos Carrinho de mão 60 litros Caçamba quadrada Transporte de Blocos Carrinho manual racional Capacidade de carga de 150 kg. Transporte de latas e caixas de cerâmicas Carrinho manual racional Capacidade de carga de 200 kg. Transporte de latas e caixas de cerâmicas 3. Jerica Utilizada para o transporte de massa/granel. Capacidade de referência de 90l, com possibilidade de ajuste de coeficiente para a jerica de 60l expresso nos cadernos técnicos das composições. Jerica 90 litros Jerica 90 litros - Capacidade de carga estimada de 120 kg. Pneus e câmara de ar 3,50 x 8 Página 4

6 4. Carrinho para mini páletes Para o transporte de blocos e de caixas de cerâmicas, é comum a utilização de carrinhos projetados para o transporte de mini páletes. Carrinho para mini páletes Capacidade de carga de 200 kg. Carrinho para mini páletes Capacidade de carga de 350 kg. 5. Carregadeira 400l Para o transporte de massa/granel. Minicarregadeira Capacidade nominal de carga 2692 kg. Capacidade da caçamba coroada 400 L. Potência do motor 49 HP Página 5

7 6. Manipulador telescópico Para o transporte de páletes de tamanho regular. Manipulador Telescópico Capacidade de carga de 3500 kg. Altura máxima de elevação mm. Potência do motor 85 HP. Manipulador Telescópico Capacidade de carga de 3500 kg. Altura máxima de elevação mm. Potência do motor 101 HP Página 6

8 Considerações Específicas Sacos Os insumos comercializados ou transportados em sacos foram agrupados em três conjuntos de acordo com a massa e o esforço correspondente para sua movimentação: 20 kg, 30 kg e 50 kg. A seguir o detalhamento do agrupamento para fins de escolha da composição adequada: 50kg 40kg 33kg 30kg 25kg 20kg 15kg Cimento tradicional estrutural Cimento branco estrutural Areia fina Revestimento interno fino Chapisco rolado Chapisco colante Contrapiso Revestimento externo Assentamento e revestimento Grout Areia ensacada em obra Argamassa de revestimento mineral Revestimento decorativo monocamada Contrapiso impermeável Contrapiso pronto Concreto fluido de alta resistência Argamassa de impermeabilização Areia média e fina Areia Cal hidratada Chapisco rolado Chapisco colante Argamassa colante para porcelanato Argamassa colante de secagem rápida Argamassa colante para pedras Argamassa para reboco Argamassa de uso geral Argamassa de assentamento de blocos de vidro Argamassa colante Argamassa colante interna Argamassa colante externa 50 kg 30 kg 20 kg Página 7

9 Massa ou Granel Essas composições representam o esforço de transporte de argamassas, concretos e grautes preparados, e de agregados a granel. Blocos não estruturais Os blocos considerados para as composições são 19x19x39cm (concreto ou cerâmico) e 9x19x19cm (cerâmicos furados na horizontal). Estão agrupados dessa maneira para fins de apropriação do esforço de transporte, exceto para as composições que utilizam páletes grandes, para as quais existe diferença entre os blocos 19x19x39cm cerâmicos e de concreto devido à quantidade de blocos alocados em um pálete. Para blocos diferentes, deverá ser utilizada a composição para o bloco que apresente maior similaridade, levando em consideração dimensão, peso e sua configuração quando paletizado. Pálete de blocos vazados de concreto de 19x19x39cm: 72 un x 12kg. Pálete de blocos cerâmicos furados na vertical de 19x19x39cm: 105 un X 8,1Kg. Pálete de blocos cerâmicos furados na horizontal de 9x19x19cm: 462 un X 3kg. Caixa com revestimento cerâmico Considera-se equivalente o esforço de transporte por m² de placas cerâmicas para todas as dimensões disponíveis no mercado. Latas Composições que podem ser utilizadas para o transporte de insumos transportados em latas e baldes de 18l, tais como: tintas, vernizes, massa corrida, impermeabilizantes, emulsões e outros. Página 8

10 Transporte Vertical Composições para a elevação de um pavimento (3 metros) para todos os grupos de insumos apresentados. Transporte manual horizontal Essas composições só devem ser utilizadas quando existir a impossibilidade de se adotar outras formas de transporte. Página 9

11 NORMAS E LEGISLAÇÃO NR 18: Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção. NR 17: Ergonomia. NR 11: Transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais. Página 10

12 COMPOSIÇÕES AFERIDAS Código Descrição Pág. 03.SEDI.TRAN.001/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, MANUAL, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.002/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, MANUAL, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.003/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 20 KG, MANUAL, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.004/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.005/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.006/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 20 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.007/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.008/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.009/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 20 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.010/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.011/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.012/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 20 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.013/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.014/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.015/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 20 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.016/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PÁLETE DE SACOS, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.017/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PÁLETE DE SACOS, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 50M. AF_06/ Página 11

13 Código Descrição Pág. 03.SEDI.TRAN.018/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PÁLETE DE SACOS, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.019/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PÁLETE DE SACOS, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.020/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, MASSA/GRANEL, JERICA 90L, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.021/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, MASSA/GRANEL, JERICA 90L, 50M AF_06/ SEDI.TRAN.022/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, MASSA/GRANEL, JERICA 90L, 75M AF_06/ SEDI.TRAN.023/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, MASSA/GRANEL, JERICA 90L, 100M AF_06/ SEDI.TRAN.024/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, MASSA/GRANEL, MINICARREGADEIRA, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.025/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, MASSA/GRANEL, MINICARREGADEIRA, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.026/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, MASSA/GRANEL, MINICARREGADEIRA, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.027/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, MASSA/GRANEL, MINICARREGADEIRA, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.028/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.029/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.030/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, CARRINHO PLATAFORMA, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.031/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, CARRINHO PLATAFORMA, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.032/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, CARRINHO PLATAFORMA, 50M AF_06/ SEDI.TRAN.033/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, CARRINHO PLATAFORMA, 50M AF_06/ SEDI.TRAN.034/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, CARRINHO PLATAFORMA, 75M AF_06/ SEDI.TRAN.035/ TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, CARRINHO PLATAFORMA, 75M. AF_06/ Página 12

14 Código Descrição Pág. 03.SEDI.TRAN.036/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, CARRINHO PLATAFORMA, 100M AF_06/ SEDI.TRAN.037/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, CARRINHO PLATAFORMA, 100M AF_06/ SEDI.TRAN.038/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, M. AF_06/ SEDI.TRAN.039/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.040/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, M. AF_06/ SEDI.TRAN.041/1 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, 50M AF_06/ SEDI.TRAN.042/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, M. AF_06/ SEDI.TRAN.043/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, 75M AF_06/ SEDI.TRAN.044/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, M. AF_06/ SEDI.TRAN.045/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, M. AF_06/ SEDI.TRAN.046/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO X19X39 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.047/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA VERTICAL 19X19X39 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.048/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.049/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO X19X39 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.050/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA VERTICAL 19X19X39 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 50M AF_06/ SEDI.TRAN.051/ TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 50M. AF_06/ Página 13

15 Código Descrição Pág. 03.SEDI.TRAN.052/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO X19X39 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.053/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA VERTICAL 19X19X39 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 75M AF_06/ SEDI.TRAN.054/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 75M AF_06/ SEDI.TRAN.055/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO X19X39 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.056/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA VERTICAL 19X19X39 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 100M AF_06/ SEDI.TRAN.057/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 100M AF_06/ SEDI.TRAN.058/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, MANUAL, M. AF_06/ SEDI.TRAN.059/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, CARRINHO PLATAFORMA, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.060/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, CARRINHO PLATAFORMA, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.061/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, CARRINHO PLATAFORMA, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.062/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, CARRINHO PLATAFORMA, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.063/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.064/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.065/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.066/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, CARRINHO PARA MINI PÁLETES, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.067/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.068/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.069/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 75M. AF_06/ Página 14

16 Código Descrição Pág. 03.SEDI.TRAN.070/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, PLACAS CERÂMICAS, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.071/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, LATA DE 18 L, MANUAL, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.072/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, LATA DE 18 L, CARRINHO PLATAFORMA, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.073/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, LATA DE 18 L, CARRINHO PLATAFORMA, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.074/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, LATA DE 18 L, CARRINHO PLATAFORMA, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.075/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, LATA DE 18 L, CARRINHO PLATAFORMA, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.076/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, LATA DE 18 L, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.077/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, LATA DE 18 L, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 50M. AF_06/ SEDI.TRAN.078/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, LATA DE 18 L, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 75M. AF_06/ SEDI.TRAN.079/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, LATA DE 18 L, MANIPULADOR TELESCÓPICO, 100M. AF_06/ SEDI.TRAN.080/01 TRANSPORTE VERTICAL, SACOS 50 KG, MANUAL, 1 PAVIMENTO AF_06/ SEDI.TRAN.081/01 TRANSPORTE VERTICAL, SACOS 30 KG, MANUAL, 1 PAVIMENTO AF_06/ SEDI.TRAN.082/01 TRANSPORTE VERTICAL, SACOS 20 KG, MANUAL, 1 PAVIMENTO AF_06/ SEDI.TRAN.083/01 TRANSPORTE VERTICAL, BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO OU CERÂMICO 19X19X39 CM, MANUAL, 1 PAVIMENTO. AF_06/ SEDI.TRAN.084/01 TRANSPORTE VERTICAL, BLOCOS CERÂMICOS FURADOS NA HORIZONTAL 9X19X19 CM, MANUAL, 1 PAVIMENTO. AF_06/ SEDI.TRAN.085/01 TRANSPORTE VERTICAL, PLACAS CERÂMICAS, MANUAL, PAVIMENTO. AF_06/ SEDI.TRAN.086/01 TRANSPORTE VERTICAL, LATA DE 18 L, MANUAL, 1 PAVIMENTO AF_06/ SEDI.TRAN.087/01 TRANSPORTE VERTICAL, MASSA/GRANEL LATA DE 10 L, MANUAL, 1 PAVIMENTO. AF_06/ SEDI.TRAN.088/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE PVC SOLDÁVEL COM DIÂMETRO MENOR OU IGUAL A 60 MM, MANUAL, 30M AF_06/ Página 15

17 Código Descrição Pág. 03.SEDI.TRAN.089/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE PVC SOLDÁVEL COM DIÂMETRO MAIOR QUE 60 MM E MENOR OU IGUAL A 85 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.090/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE PVC SÉRIE NORMAL ESGOTO PREDIAL, OU REFORÇADO PARA ESGOTO OU ÁGUAS PLUVIAIS PREDIAL, COM DIÂMETRO MENOR OU IGUAL A 75 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.091/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE PVC SÉRIE NORMAL ESGOTO PREDIAL, OU REFORÇADO PARA ESGOTO OU ÁGUAS PLUVIAIS PREDIAL, COM DIÂMETRO MAIOR QUE 75 MM E MENOR OU IGUAL A 100 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.092/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE PVC SÉRIE NORMAL ESGOTO PREDIAL, OU REFORÇADO PARA ESGOTO OU ÁGUAS PLUVIAIS PREDIAL, COM DIÂMETRO MAIOR QUE 100 MM E MENOR OU IGUAL A 150 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.093/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE CPVC COM DIÂMETRO MENOR OU IGUAL A 54 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.094/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE CPVC COM DIÂMETRO MAIOR QUE 54 MM E MENOR OU IGUAL A 73 MM, MANUAL, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.095/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE CPVC COM DIÂMETRO MAIOR QUE 73 MM E MENOR OU IGUAL A 89 MM, MANUAL, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.096/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE PPR PN 12 OU PN 25 COM DIÂMETRO MENOR OU IGUAL A 50 MM, MANUAL, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.097/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE PPR PN 12 OU PN 25 COM DIÂMETRO MAIOR QUE 50 MM E MENOR OU IGUAL A MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.098/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE PPR PN 12 OU PN 25 COM DIÂMETRO MAIOR QUE 75 MM E MENOR OU IGUAL A MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.099/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE COBRE CLASSE E, COM DIÂMETRO MENOR OU IGUAL A 42 MM, MANUAL, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.100/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE COBRE CLASSE E, COM DIÂMETRO MAIOR QUE 42 MM E MENOR OU IGUAL A MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.101/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE COBRE CLASSE E, COM DIÂMETRO MAIOR QUE 66 MM E MENOR OU IGUAL A MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.102/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE AÇO CARBONO LEVE OU MÉDIO, PRETO OU GALVANIZADO, COM DIÂMETRO MENOR OU IGUAL A 25 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.103/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE AÇO CARBONO LEVE OU MÉDIO, PRETO OU GALVANIZADO, COM DIÂMETRO MAIOR QUE 25 MM E MENOR OU IGUAL A 40 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ Página 16

18 Código Descrição Pág. 03.SEDI.TRAN.104/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE AÇO CARBONO LEVE OU MÉDIO, PRETO OU GALVANIZADO, COM DIÂMETRO MAIOR QUE 40 MM E MENOR OU IGUAL A 65 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.105/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE AÇO CARBONO LEVE OU MÉDIO, PRETO OU GALVANIZADO, COM DIÂMETRO MAIOR QUE 65 MM E MENOR OU IGUAL A 90 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.106/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE AÇO CARBONO LEVE OU MÉDIO, PRETO OU GALVANIZADO, COM DIÂMETRO MAIOR QUE 90 MM E MENOR OU IGUAL A 125 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.107/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, TUBOS DE AÇO CARBONO LEVE OU MÉDIO, PRETO OU GALVANIZADO, COM DIÂMETRO MAIOR QUE 125 MM E MENOR OU IGUAL A 150 MM, MANUAL, 30M. AF_06/ SEDI.TRAN.108/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, MADEIRA, MANUAL, 30M AF_06/ SEDI.TRAN.109/01 TRANSPORTE HORIZONTAL, VERGALHÕES DE AÇO, MANUAL, M. AF_06/ SEDI.TRAN.110/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE JANELAS AF_07/ SEDI.TRAN.111/01 TRANSPORTE VERTICAL MANUAL, DE 1 PAVIMENTO, DE JANELAS. AF_07/ SEDI.TRAN.112/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE KIT PORTA- PRONTA OU PORTA DE MADEIRA FOLHA LEVE OU MÉDIA, PORTA DE AÇO E PORTA DE ALUMÍNIO. AF_07/ SEDI.TRAN.113/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE KIT PORTA- PRONTA OU PORTA DE MADEIRA FOLHA PESADA OU SUPERPESADA E PORTA CORTA-FOGO. AF_07/ SEDI.TRAN.114/01 TRANSPORTE VERTICAL MANUAL, DE 1 PAVIMENTO, DE KIT PORTA-PRONTA OU PORTA DE MADEIRA FOLHA LEVE OU MÉDIA, PORTA DE AÇO E PORTA DE ALUMÍNIO. AF_07/ SEDI.TRAN.115/01 TRANSPORTE VERTICAL MANUAL, DE 1 PAVIMENTO, DE KIT PORTA-PRONTA OU PORTA DE MADEIRA FOLHA PESADA OU SUPERPESADA E PORTA CORTA-FOGO. AF_07/ SEDI.TRAN.116/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE BANCADA DE MÁRMORE OU GRANITO PARA COZINHA/LAVATÓRIO OU MÁRMORE SINTÉTICO COM CUBA INTEGRADA. AF_07/ SEDI.TRAN.117/ SEDI.TRAN.118/ TRANSPORTE VERTICAL MANUAL, DE 1 PAVIMENTO, DE BANCADA DE MÁRMORE OU GRANITO PARA COZINHA/LAVATÓRIO OU MÁRMORE SINTÉTICO COM CUBA INTEGRADA. AF_07/2016 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 30 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM BANCADA DE MÁRMORE OU GRANITO PARA COZINHA/LAVATÓRIO OU MÁRMORE SINTÉTICO COM CUBA INTEGRADA. AF_07/ Página 17

19 Código Descrição Pág. 03.SEDI.TRAN.119/ SEDI.TRAN.120/ SEDI.TRAN.121/ TRANSPORTE HORIZONTAL DE 50 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM BANCADA DE MÁRMORE OU GRANITO PARA COZINHA/LAVATÓRIO OU MÁRMORE SINTÉTICO COM CUBA INTEGRADA. AF_07/2016 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 75 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM BANCADA DE MÁRMORE OU GRANITO PARA COZINHA/LAVATÓRIO OU MÁRMORE SINTÉTICO COM CUBA INTEGRADA. AF_07/2016 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 100 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM BANCADA DE MÁRMORE OU GRANITO PARA COZINHA/LAVATÓRIO OU MÁRMORE SINTÉTICO COM CUBA INTEGRADA. AF_07/ SEDI.TRAN.122/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE VIDRO AF_07/ SEDI.TRAN.123/01 TRANSPORTE VERTICAL MANUAL, DE 1 PAVIMENTO, DE VIDRO AF_07/ SEDI.TRAN.124/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE TELA DE AÇO. AF_07/ SEDI.TRAN.125/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE COMPENSADO DE MADEIRA. AF_07/ SEDI.TRAN.126/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE TELHA TERMOACÚSTICA OU TELHA DE AÇO ZINCADO. AF_07/ SEDI.TRAN.127/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE TELHA DE FIBROCIMENTO ONDULADAS OU TELHA ESTRUTURAL DE FIBROCIMENTO, CANALETE 90 OU KALHETÃO. AF_07/ SEDI.TRAN.128/ TRANSPORTE HORIZONTAL DE 100 M COM MANIPULADOR TELESCÓPICO DE TELHAS TERMOACÚSTICA, FIBROCIMENTO ONDULADAS, AÇO ZINCADO, FIBROCIMENTO ESTRUTURAL, CANALETE 90 OU KALHETÃO. AF_07/ SEDI.TRAN.129/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE BACIA SANITÁRIA, CAIXA ACOPLADA, TANQUE OU PIA. AF_07/ SEDI.TRAN.130/01 TRANSPORTE VERTICAL MANUAL DE 1 PAVIMENTO DE BACIA SANITÁRIA, CAIXA ACOPLADA, TANQUE OU PIA 03.SEDI.TRAN.131/01 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 30 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM BACIA SANITÁRIA, CAIXA ACOPLADA, TANQUE OU PIA. AF_07/ SEDI.TRAN.132/01 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 50 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM BACIA SANITÁRIA, CAIXA ACOPLADA, TANQUE OU PIA. AF_07/ SEDI.TRAN.133/01 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 75 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM BACIA SANITÁRIA, CAIXA ACOPLADA, TANQUE OU PIA. AF_07/ SEDI.TRAN.134/01 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 100 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM BACIA SANITÁRIA, CAIXA ACOPLADA, TANQUE OU PIA. AF_07/ Página 18

20 Código Descrição Pág. 03.SEDI.TRAN.135/ TRANSPORTE HORIZONTAL DE 100 M COM MANIPULADOR TELESCÓPICO DE BACIAS SANITÁRIAS, CAIXA ACOPLADA, TANQUE OU PIA. AF_07/ SEDI.TRAN.136/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE TELHA DE CONCRETO OU CERÂMICA. AF_07/ SEDI.TRAN.137/ SEDI.TRAN.138/ SEDI.TRAN.139/ SEDI.TRAN.140/ SEDI.TRAN.141/ TRANSPORTE HORIZONTAL DE 30 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM TELHA DE CONCRETO OU CERÂMICA. AF_07/2016 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 50 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM TELHA DE CONCRETO OU CERÂMICA. AF_07/2016 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 75 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM TELHA DE CONCRETO OU CERÂMICA. AF_07/2016 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 100 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM TELHA DE CONCRETO OU CERÂMICA. AF_07/2016 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 100 M COM MANIPULADOR TELESCÓPICO DE TELHAS DE CONCRETO OU CERÂMICA. AF_07/ SEDI.TRAN.142/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE BARRAMENTO BLINDADO. AF_07/ SEDI.TRAN.143/01 TRANSPORTE HORIZONTAL DE 100 M COM CARRINHO PLATAFORMA COM BARRAMENTO BLINDADO. AF_07/ SEDI.TRAN.144/01 TRANSPORTE HORIZONTAL MANUAL, DE 30 M, DE CALHA AF_07/ Página 19

21 TRANSPORTE HORIZONTAL Sacos e Pálete de Sacos Página 20

22 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.001/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, MANUAL, 30M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 1,5000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 21

23 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, de material a ser transportada em sacos de 50 Kg. 5. Critérios de aferição O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Transporte de sacos de 50 kg sem a utilização de equipamentos auxiliares. 7. Informações complementares Essa composição só deve ser utilizada quando existir a impossibilidade de se adotar outras formas de transporte. 8. Pendências Página 22

24 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.002/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, MANUAL, 30M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 2,5000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 23

25 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso, em tonelada, de material a ser transportada em sacos de 30 Kg. 5. Critérios de aferição O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Transporte de sacos de 30 kg sem a utilização de equipamentos auxiliares. 7. Informações complementares Essa composição só deve ser utilizada quando existir a impossibilidade de se adotar outras formas de transporte. 8. Pendências Página 24

26 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.003/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 20 KG, MANUAL, 30M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 3,7000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 25

27 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, de material a ser transportado em sacos de 20 Kg. 5. Critérios de aferição O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Transporte de sacos de 20 kg sem a utilização de equipamentos auxiliares. 7. Informações complementares Essa composição só deve ser utilizada quando existir a impossibilidade de se adotar outras formas de transporte. 8. Pendências Página 26

28 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.004/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 30M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 0,5000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 27

29 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 50 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 1,1000 h. 8. Pendências Página 28

30 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.005/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 30M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 0,7000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 29

31 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 30 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 1,4000 h. 8. Pendências Página 30

32 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.006/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 20 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 30M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 0,8000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 31

33 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 20 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 1,7100 h. 8. Pendências Página 32

34 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.007/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 50M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 0,8000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 33

35 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 50 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 1,8000 h. 8. Pendências Página 34

36 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.008/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 50M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 0,9000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 35

37 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 30 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 2,1000 h. 8. Pendências Página 36

38 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.009/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 20 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 50M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 1,1000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 37

39 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 20 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 2,5000 h. 8. Pendências Página 38

40 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.010/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 75M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 1,1000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 39

41 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 50 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 2,5000 h. 8. Pendências Página 40

42 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.011/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 75M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 1,2000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 41

43 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 30 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 2,9000 h. 8. Pendências Página 42

44 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.012/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 20 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 75M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 1,4000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 43

45 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 20 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 3,4000 h. 8. Pendências Página 44

46 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.013/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 50 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 100M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 1,4000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 45

47 3. Equipamentos 4. Critérios para quantificação dos serviços Utilizar o peso total, em toneladas, do material a ser transportado em sacos de 50 Kg. 5. Critérios de aferição Para o levantamento dos índices de produtividade foram considerados dois serventes por ciclo de transporte. Foi considerado o transporte de 600 kg de material sobre o carrinho plataforma. O ciclo de transporte representa o tempo de carregamento, ida até o ponto de descarregamento, descarregamento e retorno ao ponto de carregamento. 6. Execução Carregar manualmente o carrinho plataforma. Tração do carrinho plataforma até o local de destino. Descarregar manualmente o carrinho plataforma. 7. Informações complementares Para emprego de carrinho de mão, utilizar o seguinte coeficiente para o insumo mão de obra servente: 3,3000 h. 8. Pendências Página 46

48 CADERNO TÉCNICO DO SERVIÇO 1. COMPOSIÇÃO ANALÍTICA DE SERVIÇO Classe: SEDI Tipo: CARGA, DESCARGA E TRANSPORTE DE MATERIAIS Código / Seq. Descrição da Composição Unidade 03.SEDI.TRAN.014/01 Código SIPCI TRANSPORTE HORIZONTAL, SACOS 30 KG, CARRINHO PLATAFORMA, 100M. AF_06/2014 Vigência: 06/2014 Última atualização: 06/2015 T COMPOSIÇÃO Item Código Descrição Unidade Coeficiente C SERVENTE COM ENCARGOS COMPLEMENTARES H 1,5000 SACOS 20 kg SACOS 30 kg SACOS 50 kg PÁLETE DE SACOS MANUAL CARRINHO PLATAFORMA MANIPULADOR TELESCÓPICO 30 m 50 m 75 m 100 m 2. Itens e suas características Servente: operário designado para a atividade de transporte de materiais diversos. De acordo com NR-17, o esforço físico a ser realizado pelo operário deve ser compatível com sua capacidade de força e não deve comprometer sua saúde e/ou segurança. Página 47

ALVENARIA ESTRUTURAL (BLOCOS DE CONCRETO, BLOCOS CERÂMICOS, GRAUTEAMENTO E ARMAÇÃO)

ALVENARIA ESTRUTURAL (BLOCOS DE CONCRETO, BLOCOS CERÂMICOS, GRAUTEAMENTO E ARMAÇÃO) SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ALVENARIA ESTRUTURAL (BLOCOS DE CONCRETO, BLOCOS CERÂMICOS, GRAUTEAMENTO E ARMAÇÃO) LOTE

Leia mais

SINAPI Processo de Aprimoramento

SINAPI Processo de Aprimoramento SINAPI Processo de Aprimoramento Seminário em BH Julho/2014 Histórico do SINAPI 1969 1986 1997 2003 2008 2009 2013 Criação do SINAPI BNH/IBGE Gestão CAIXA/IBGE Sistema de Orçamentação SINAPI LDO Concepção

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio de Janeiro - Campus Pinheiral Planilha Orçamentária - Projeto Padrão

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio de Janeiro - Campus Pinheiral Planilha Orçamentária - Projeto Padrão 1 SERVIÇOS PRELIMINARES R$ 4.380,62 1.1 74077/001 SINAPI 1.2 85423 SINAPI 1.3 90778 SINAPI LOCACAO CONVENCIONAL DE OBRA, ATRAVÉS DE GABARITO DE TABUAS CORRIDAS PONTALETADAS, SEM REAPROVEITAMENTO ISOLAMENTO

Leia mais

DRENAGEM DE AR CONDICIONADO

DRENAGEM DE AR CONDICIONADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA DRENAGEM DE AR CONDICIONADO LOTE 2 Versão: 003 Vigência: 12/2014 Última atualização: 09/2016

Leia mais

CUB/m² dados de Março/2016, para ser usado em Abril/2016 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados. Preço (R$)

CUB/m² dados de Março/2016, para ser usado em Abril/2016 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados. Preço (R$) CUB/m² Relatório 8 - Memória de cálculo CUB/m² dados de Março/2016, para ser usado em Abril/2016 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Residenciais Baixo R1-B PP-4-B R8-B PIS Coef. Valor Coef. Valor

Leia mais

Projetos-padrão residenciais baixo Lote básico (por m² de construção)

Projetos-padrão residenciais baixo Lote básico (por m² de construção) CUB/m² Relatório 12 - Lotes básicos Projetos-padrão residenciais baixo Un R1 PP-4 R8 PIS Chapa compensado plastificado 18 mm 2,20 x 1,10 m m² 1,41157 0,83209 0,71660 0,69418 Aço CA-50 ø 10 mm kg 14,09270

Leia mais

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE ARGAMASSAS LOTE 1

CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE ARGAMASSAS LOTE 1 CADERNOS TÉCNICOS DAS COMPOSIÇÕES DE ARGAMASSAS LOTE 1 GRUPO ARGAMASSAS LOTE 01 A CAIXA apresenta o grupo de composições de serviços que representam a produção de argamassas, que serão incorporadas ao

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00013/ SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00013/ SRP 52131 - COMANDO DA MARINHA 783810 - CENTRO DE INTENDENCIA DA MARINHA EM NATAL RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00013/2016-000 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - AREIA AREIA, TIPO LAVADA, GRANULOMETRIA

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ATERRO DE VALAS LOTE 3

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ATERRO DE VALAS LOTE 3 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ATERRO DE VALAS LOTE 3 Versão: 002 Vigência: 05/2016 Atualização: 06/2016 GRUPO ATERRO

Leia mais

TUBOS DE PVC E PEAD EM REDES DE ESGOTO

TUBOS DE PVC E PEAD EM REDES DE ESGOTO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA TUBOS DE PVC E PEAD EM REDES DE ESGOTO LOTE 3 Versão: 004 Vigência: 06/2015 Última atualização:

Leia mais

COMPOSIÇÕES REPRESENTATIVAS

COMPOSIÇÕES REPRESENTATIVAS SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES REPRESENTATIVAS LOTE 1 Versão: 005 Vigência: 11/2014 Última atualização: 11/2016 SINAPI Cadernos

Leia mais

VERGA, CONTRAVERGA, FIXAÇÃO DE ALVENARIA DE VEDAÇÃO E CINTA DE AMARRAÇÃO DE ALVENARIA

VERGA, CONTRAVERGA, FIXAÇÃO DE ALVENARIA DE VEDAÇÃO E CINTA DE AMARRAÇÃO DE ALVENARIA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA VERGA, CONTRAVERGA, FIXAÇÃO DE ALVENARIA DE VEDAÇÃO E CINTA DE AMARRAÇÃO DE ALVENARIA LOTE

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA LOUÇAS E METAIS LOTE 2

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA LOUÇAS E METAIS LOTE 2 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA LOUÇAS E METAIS LOTE 2 Versão: 007 Vigência: 12/2013 Última atualização: 03/2016 GRUPO

Leia mais

INSTALAÇÕES DE CAIXAS E RALOS SIFONADOS PARA ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTALAÇÕES DE CAIXAS E RALOS SIFONADOS PARA ÁGUAS PLUVIAIS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE CAIXAS E RALOS SIFONADOS PARA ÁGUAS PLUVIAIS LOTE 2 Versão: 002 Vigência:

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00045/

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00045/ 22202 - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUARIA 135011 - EMBRAPA/CNPA RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00045/2012-000 1 - Itens da Licitação 1 - CIMENTO PORTLAND CIMENTO PORTLAND, MATERIAL CLINKER,

Leia mais

TELHAMENTO E SERVIÇOS COMPLEMENTARES PARA COBERTURA

TELHAMENTO E SERVIÇOS COMPLEMENTARES PARA COBERTURA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA TELHAMENTO E SERVIÇOS COMPLEMENTARES PARA COBERTURA LOTE 1 Versão: 001 Vigência: 06/2016

Leia mais

set-18 22,51% M3 1,44 R$ 95,35 1,44 R$ 95,35 M² 48,07 R$ 517,65 48,07 R$ 517,65 CHP 4 R$ 132,21 4 R$ 132,21 M² 199,28 R$ 771,48 199,28 R$ 771,48

set-18 22,51% M3 1,44 R$ 95,35 1,44 R$ 95,35 M² 48,07 R$ 517,65 48,07 R$ 517,65 CHP 4 R$ 132,21 4 R$ 132,21 M² 199,28 R$ 771,48 199,28 R$ 771,48 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 72215 SINAPI 1.2 97644 SINAPI 1.3 97663 SINAPI DEMOLICAO DE ALVENARIA DE ELEMENTOS CERAMICOS VAZADOS REMOÇÃO DE PORTAS DE FORMA MANUAL REMOÇÃO DE LOUÇAS DE FORMA MANUAL SEM

Leia mais

Disciplina: Construção Civil 4. Orçamento de Obras. Aula 06 Composição de Custo Unitário e Levantamento de Quantitativos ALVENARIA

Disciplina: Construção Civil 4. Orçamento de Obras. Aula 06 Composição de Custo Unitário e Levantamento de Quantitativos ALVENARIA Disciplina: Construção Civil 4 Orçamento de Obras Aula 06 Composição de Custo Unitário e Levantamento de Quantitativos ALVENARIA 1 A etapa de levantamento de quantitativos é uma das que intelectualmente

Leia mais

PINTURA (INTERNA E EXTERNA)

PINTURA (INTERNA E EXTERNA) SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA PINTURA (INTERNA E EXTERNA) LOTE 1 Versão: 004 Vigência: 06/2014 Última atualização: 11/2016

Leia mais

Variação % Mensal Anual 12 meses RESIDENCIAIS. Padrão de acabamento. Código

Variação % Mensal Anual 12 meses RESIDENCIAIS. Padrão de acabamento. Código CUB/RS do mês de MARÇO/2019 - NBR 12.721- Versão 2006 PROJETOS Padrão de acabamento Código Custo R$/m 2 Variação % Mensal Anual 12 RESIDENCIAIS Baixo R 1-B 1.446,85 0,32 0,00 3,26 R - 1 (Residência Unifamiliar)

Leia mais

INSTALAÇÃO DE PORTAS

INSTALAÇÃO DE PORTAS SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE PORTAS LOTE 1 Versão: 002 Vigência: 08/2015 Última atualização: 06/2016 GRUPO

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS EM PEX (tubos e conexões) SINAPI LOTE 1 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS EM PEX (tubos e conexões) SINAPI LOTE 1 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS EM PEX (tubos e conexões) LOTE 1 Versão: 002 Vigência: 06/2015

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Dezembro/2018, para ser usado em Janeiro/2019 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Dezembro/2018, para ser usado em Janeiro/2019 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Dezembro/2018, para ser usado em Janeiro/2019 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B

Leia mais

CUB/m² dados de Outubro/2018, para ser usado em Novembro/2018 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg

CUB/m² dados de Outubro/2018, para ser usado em Novembro/2018 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg CUB/m² Relatório 1 - Preços médios CUB/m² dados de Outubro/2018, para ser usado em Novembro/2018 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg Variação % Item Lote básico (por m² de construção) Un Média Aritmética

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2018, para ser usado em Maio/2018 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2018, para ser usado em Maio/2018 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2018, para ser usado em Maio/2018 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B R8-B

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Fevereiro/2018, para ser usado em Março/2018 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Fevereiro/2018, para ser usado em Março/2018 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Fevereiro/2018, para ser usado em Março/2018 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Fevereiro/2019, para ser usado em Março/2019 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Fevereiro/2019, para ser usado em Março/2019 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Fevereiro/2019, para ser usado em Março/2019 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B

Leia mais

CUB/m² dados de Janeiro/2019, para ser usado em Fevereiro/2019 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg

CUB/m² dados de Janeiro/2019, para ser usado em Fevereiro/2019 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg CUB/m² Relatório 1 - Preços médios CUB/m² dados de Janeiro/2019, para ser usado em Fevereiro/2019 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg Variação % Item Lote básico (por m² de construção) Un Média Aritmética

Leia mais

Sinduscon Grande Florianópolis-SC CUB Médio Comercial

Sinduscon Grande Florianópolis-SC CUB Médio Comercial Sinduscon Grande Florianópolis-SC CUB Médio Comercial 2017 Para ser usado em: Valor em R$ %mês %ano %12meses Jan 1.786,72 0,10% 5,65% 5,65% Fev 1.792,47 0,32% 0,32% 5,87% Mar 1.795,65 0,18% 0,50% 5,78%

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Março/2019, para ser usado em Abril/2019 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Março/2019, para ser usado em Abril/2019 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Março/2019, para ser usado em Abril/2019 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B R8-B

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2017, para ser usado em Maio/2017 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2017, para ser usado em Maio/2017 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2017, para ser usado em Maio/2017 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B R8-B

Leia mais

Prefeitura Municipal de São Miguel das Missões Construção de Lavanderia na UBS/Bairro Alegria PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

Prefeitura Municipal de São Miguel das Missões Construção de Lavanderia na UBS/Bairro Alegria PLANILHA ORÇAMENTÁRIA 3.3 73942/002 Prefeitura Municipal de São Miguel das Missões 1. SERVIÇOS PRELIMINARES R$ 355,38 1.1 73801/001 DEMOLICAO DE PISO DE ALTA RESISTENCIA M² 8,25 R$ 17,84 R$ 22,30 R$ 183,98 1.2 LOCACAO CONVENCIONAL

Leia mais

SINAPI Processo de Aprimoramento

SINAPI Processo de Aprimoramento Histórico do SINAPI SINAPI Processo de Aprimoramento COP/CBIC - SINDUSCON/DF - ASBRACO 26/11/2014 Criação do SINAPI BNH/IBGE 1969 1986 1997 2003 2008 2009 Gestão CAIXA/IBGE Sistema de Orçamentação SINAPI

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Julho/2017, para ser usado em Agosto/2017 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Julho/2017, para ser usado em Agosto/2017 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Julho/2017, para ser usado em Agosto/2017 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B R8-B

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Agosto/2017, para ser usado em Setembro/2017 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Agosto/2017, para ser usado em Setembro/2017 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Agosto/2017, para ser usado em Setembro/2017 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Novembro/2016, para ser usado em Dezembro/2016 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Novembro/2016, para ser usado em Dezembro/2016 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Novembro/2016, para ser usado em Dezembro/2016 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Setembro/2017, para ser usado em Outubro/2017 M.Obra com Encargos Sociais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Setembro/2017, para ser usado em Outubro/2017 M.Obra com Encargos Sociais CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Setembro/2017, para ser usado em Outubro/2017 M.Obra com Encargos Sociais Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B PP-4-B

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA LOUÇAS E METAIS

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA LOUÇAS E METAIS SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA LOUÇAS E METAIS LOTE 2 Versão: 009 Vigência: 12/2013 Última atualização: 10/2016 GRUPO

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS 002/2010 EMBRAPA ALGODÃO ANEXO XII PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ITEM 03

TOMADA DE PREÇOS 002/2010 EMBRAPA ALGODÃO ANEXO XII PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ITEM 03 TOMADA DE PREÇOS 002/2010 EMBRAPA ALGODÃO ANEXO XII PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ITEM 03 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária- Embrapa Coordenadoria de Engenharia e Arquitetura-CEN/DRM PLANILHA DE ORÇAMENTO

Leia mais

CADERNOS TÉCNICOS ESTACA RAIZ LOTE 1

CADERNOS TÉCNICOS ESTACA RAIZ LOTE 1 CADERNOS TÉCNICOS ESTACA RAIZ LOTE 1 GRUPO ESTACA RAIZ - LOTE 01 A CAIXA apresenta o Grupo Estaca Raiz em 24 composições, que serão incorporadas ao Sistema Nacional de Pesquisas de Custos e Índices da

Leia mais

CNPJ /

CNPJ / 1. REFORMA EM GERAL 1.1 Serviços Preliminares 74209/001 Placa de obra em chapa de aço galvanizado m2 4,50 413,13 101,18 2.314,37 Total do ìtem 2.314,37 1.2 Demolições e Remoções 72142 Retirada de folhas

Leia mais

CONTRAPISO, CONTRAPISO ACÚSTICO E CONTRAPISO AUTONIVELANTE SINAPI LOTE 1 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

CONTRAPISO, CONTRAPISO ACÚSTICO E CONTRAPISO AUTONIVELANTE SINAPI LOTE 1 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONTRAPISO, CONTRAPISO ACÚSTICO E CONTRAPISO AUTONIVELANTE LOTE 1 Versão: 007 Vigência:

Leia mais

Tapume de chapa de madeira compensada de 10mm

Tapume de chapa de madeira compensada de 10mm PÁGINA 0001 020202 Limpeza do terreno,000000 UNIDADE: M2 ITEM: 0101 MO 1 SERVENTE H 0,250000 2,76 0,6900 36,13 020410 Tapume de chapa de madeira compensada de 10mm LEIS SOCIAIS -> 1,22 63,87 SUB-TOTAL

Leia mais

file:///// /clientes/sinduscon/cub/setembro_2007.htm COMUNICADO IMPORTANTE

file:///// /clientes/sinduscon/cub/setembro_2007.htm COMUNICADO IMPORTANTE 1 of 6 19/12/2013 10:03 COMUNICADO IMPORTANTE Com a publicação da NBR 12.721:2006, que entrou em vigor no dia 1 o de fevereiro de 2007, os Custos Unitários Básicos por metro quadrado de construção passaram,

Leia mais

TABELA DE ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAL 01/09/2009

TABELA DE ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAL 01/09/2009 MATERIAL AÇO EM BARRAS PARA ARMADURAS DE CONCRETO AÇO CORTADO E DOBRADO AREIA ARGAMASSA COLANTE INDUSTRIALIZADA (CIMENTO COLA) ARGAMASSA INDUSTRIALIZADA BATENTE DE AÇO E ALUMÍNIO BATENTE DE MADEIRA BLOCO

Leia mais

ANEXO II - PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

ANEXO II - PLANILHA ORÇAMENTÁRIA Item Descrição 1 Passeio 1.1 Demolição DEMOLIÇÃO DE PASSEIO OU LAJE DE CONCRETO MANUALMENTE, 1.1.1 INCLUSIVE AFASTAMENTO 1.2 Infraestrutura EXECUÇÃO DE PASSEIO (CALÇADA) OU PISO DE CONCRETO COM 1.2.1 CONCRETO

Leia mais

COMPOSIÇÕES REPRESENTATIVAS DO SERVIÇO DE EMBOÇO/MASSA ÚNICA INTERNA

COMPOSIÇÕES REPRESENTATIVAS DO SERVIÇO DE EMBOÇO/MASSA ÚNICA INTERNA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES REPRESENTATIVAS DO SERVIÇO DE EMBOÇO/MASSA ÚNICA INTERNA LOTE 1 Versão: 003 Vigência: 11/2014

Leia mais

Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS

Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS Orçamento parcial nº 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 m2 Corte de capoeira fina a foice 900,000 0,19 171,00 1.2 m2 Raspagem e limpeza manual de terreno 900,000 0,63 567,00

Leia mais

file:///// /clientes/sinduscon/cub/fevereiro_2007.htm

file:///// /clientes/sinduscon/cub/fevereiro_2007.htm 1 of 8 18/12/2013 15:39 COMUNICADO IMPORTANTE Com a publicação da NBR 12.721:2006, que entrou em vigor no dia 1 o de fevereiro de 2007, os Custos Unitários Básicos por metro quadrado de construção passarão,

Leia mais

PESQUISA DE PREÇOS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

PESQUISA DE PREÇOS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO 1. OBJETIVO O objetivo desta pesquisa é oferecer ao setor da Construção Civil do Estado, informações referentes aos preços médios de materiais de construção, utilizando como referência os estabelecimentos

Leia mais

file:///// /clientes/sinduscon/cub/agosto_2007.htm

file:///// /clientes/sinduscon/cub/agosto_2007.htm 1 of 7 20/12/2013 14:46 COMUNICADO IMPORTANTE Com a publicação da NBR 12.721:2006, que entrou em vigor no dia 1 o de fevereiro de 2007, os Custos Unitários Básicos por metro quadrado de construção passaram,

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA LOTE 1 Versão: 005 Vigência: 12/2015 Última atualização:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO FECHADO BELLA VISTA

MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO FECHADO BELLA VISTA MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO FECHADO BELLA VISTA 1 Caracterização da unidade residencial As unidades residenciais do condomínio Bella Vista, terão os seguintes ambientes divididos em dois andares, no

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²)

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Dezembro/2016, para ser usado em Janeiro/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²)

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Dezembro/2017, para ser usado em Janeiro/2018 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²)

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Fevereiro/2018, para ser usado em Março/2018 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²)

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Janeiro/2017, para ser usado em Fevereiro/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²)

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Janeiro/2018, para ser usado em Fevereiro/2018 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item

Leia mais

CUB/m² dados de Setembro/2016, para ser usado em Outubro/2016 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg

CUB/m² dados de Setembro/2016, para ser usado em Outubro/2016 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg CUB/m² Relatório 1 - Preços médios CUB/m² dados de Setembro/, para ser usado em Outubro/ M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg Variação % Item Lote básico (por m² de construção) Un Média Aritmética

Leia mais

file:///// /clientes/sinduscon/cub/abril_2007.htm CUB 2006 (NBR :2006) CUSTOS UNITÁRIOS DA CONSTRUÇÃO VALE DO PIRANGA ABRIL DE 2007

file:///// /clientes/sinduscon/cub/abril_2007.htm CUB 2006 (NBR :2006) CUSTOS UNITÁRIOS DA CONSTRUÇÃO VALE DO PIRANGA ABRIL DE 2007 1 of 5 17/12/2013 09:04 CUB 2006 (NBR 12.721:2006) CUSTOS UNITÁRIOS DA CONSTRUÇÃO VALE DO PIRANGA ABRIL DE 2007 Estes Custos Unitários foram calculados conforme disposto na ABNT NBR 12.721:2006, em cumprimento

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTRUTURA E TRAMA PARA COBERTURA LOTE 1 Versão: 005 Vigência: 12/2015 Última atualização:

Leia mais

file:///// /clientes/sinduscon/cub/janeiro_2008.htm

file:///// /clientes/sinduscon/cub/janeiro_2008.htm 1 of 6 18/12/2013 16:13 CUB 2006 (NBR 12.721:2006) CUSTOS UNITÁRIOS DA CONSTRUÇÃO VALE DO PIRANGA JANEIRO DE 2008 Estes Custos Unitários foram calculados conforme disposto na ABNT NBR 12.721:2006, em cumprimento

Leia mais

Cidade: Victor Graeff/RS

Cidade: Victor Graeff/RS 1 Serviços Iniciais 1.1 Placa para obra m² 2,00 329,21 658,42 74209/1 263,37 1.2 Barracão de obra em chapa de mad. Compensada, telha 4 mm m² 24,00 173,43 4.162,32 74242/1 138,74 1.3 Locação da obra m²

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2017, para ser usado em Maio/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2017, para ser usado em Maio/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2017, para ser usado em Maio/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2019, para ser usado em Maio/2019 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2019, para ser usado em Maio/2019 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Abril/2019, para ser usado em Maio/2019 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B

Leia mais

Planilha de preços ( ) SEI / / pg. 1

Planilha de preços ( ) SEI / / pg. 1 ANEXO-III Modelo Planilha Orçamentária Este documento no formato editável pode ser solicitado através do e-mail:compras.januaria@ifnmg.edu.br Descrição do Orçamento Bancos Utilizados B.D.I. Encargos Sociais

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE REGISTROS LOTE 2

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE REGISTROS LOTE 2 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE REGISTROS LOTE 2 Versão: 003 Vigência: 12/2014 GRUPO INSTALAÇÕES DE REGISTROS

Leia mais

CUB/m² dados de Maio/2017, para ser usado em Junho/2017 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg

CUB/m² dados de Maio/2017, para ser usado em Junho/2017 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg CUB/m² Relatório 1 - Preços médios CUB/m² dados de Maio/2017, para ser usado em Junho/2017 M.Obra sem Encargos Sociais Cimento 50kg Variação % Item Lote básico (por m² de construção) Un Média Aritmética

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS 002/2010 EMBRAPA ALGODÃO ANEXO XII PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ITEM 02

TOMADA DE PREÇOS 002/2010 EMBRAPA ALGODÃO ANEXO XII PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ITEM 02 TOMADA DE PREÇOS 002/2010 EMBRAPA ALGODÃO ANEXO XII PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ITEM 02 PLANILHA DE ORÇAMENTO UNIDADE: Embrapa Algodão OBRA: Reforma no Campo Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária- Embrapa

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00101/ SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00101/ SRP 65 - UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE 158196 - HOSPITAL UNIVERSITARIO ALCIDES CARNEIRO RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00101/017-000 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - ARAME GALVANIZADO ARAME

Leia mais

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONCRETO PROJETADO LOTE 3

SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONCRETO PROJETADO LOTE 3 SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONCRETO PROJETADO LOTE 3 Versão: 002 Vigência: 01/2016 Última atualização: 05/2016 GRUPO

Leia mais

ESTACAS SINAPI LOTE 1 HÉLICE CONTÍNUA, PRÉ-MOLDADA E ESCAVADA SEM FLUIDO SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

ESTACAS SINAPI LOTE 1 HÉLICE CONTÍNUA, PRÉ-MOLDADA E ESCAVADA SEM FLUIDO SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PRÉ-MOLDADA E ESCAVADA SEM FLUIDO LOTE 1 Versão: 003 Vigência:

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Julho/2017, para ser usado em Agosto/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Julho/2017, para ser usado em Agosto/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Julho/2017, para ser usado em Agosto/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item R1-B

Leia mais

8.1 Levantamento de quantidades. 8.2 Principais serviços

8.1 Levantamento de quantidades. 8.2 Principais serviços 8.1 Levantamento de quantidades Disciplina: Planejamento e Controle de Obras Aula 08 Levantamento de quantidades Professora: Engª Civil Moema Castro, MSc. Não basta saber quais os serviços, é preciso saber

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOUTOR PEDRINHO Estado de Santa Catarina

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOUTOR PEDRINHO Estado de Santa Catarina MEMORIAL DE CÁLCULO Obra: Ampliação da Unidade Básica de Saúde Central Localização: Rua Santa Catarina, Centro Área a ser construída: 161,82 m² Data: Novembro de 2015 01 - Serviços Iniciais - Placa da

Leia mais

Quantificação de Materiais e Mão-de-obra

Quantificação de Materiais e Mão-de-obra Quantificação de Materiais e Mão-de-obra INFRA-ESTRUTURA 20501 LOCAÇÃO DA OBRA Madeiras e pregos (locação) 144,71 1 144,71 m2 2,5 361,775 Execução da locação da obra Mão-de-obra 144,71 1 144,71 m2 2 289,42

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²)

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Agosto/2017, para ser usado em Setembro/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item

Leia mais

R ,62 0,22% R ,95 0,22% R ,95 0,26% PP ,84 0,26% PP ,65 0,26% R ,08 0,29%

R ,62 0,22% R ,95 0,22% R ,95 0,26% PP ,84 0,26% PP ,65 0,26% R ,08 0,29% CUB/m² Custos Unitários Básicos de Construção M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Com variação percentual (NBR 12.721:2006 - CUB 2006) CUB/m² dados de Novembro/2017, para ser usado em Dezembro/2017

Leia mais

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²)

Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² Relatório 5 - Composição CUB/m² (Valores em R$/m²) CUB/m² dados de Setembro/2017, para ser usado em Outubro/2017 M.Obra com Encargos Sociais Desonerados Projetos-Padrão Residenciais - Baixo Item

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇO Nº 2/2016

EDITAL DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇO Nº 2/2016 Page 1 of 10 Sub. Qtde. Unid. Descrição Marca/Modelo Valor Valor Total 1 1,00 UN INSTALAÇÃO DA OBRA Valor de Referência: 612,55000 1 2,50 M2 PLACA DE OBRA 2,00 m x 1,25 m Valor de Referência: 245,02000

Leia mais

Prefeitura de São Desidério - Secretaria de Assistência Social

Prefeitura de São Desidério - Secretaria de Assistência Social Prefeitura de São Desidério - Secretaria de Assistência Social Obra: Construção de Casas em padrão Popular Preço base: Sinapi Janeiro/2017 com desoneração Planilha Orçamentária Mês/Ano: F 1.00 SERVIÇOS

Leia mais

2 INFRAESTRUTURA 3 ALVENARIA ESTRUTURAL R$ ,33

2 INFRAESTRUTURA 3 ALVENARIA ESTRUTURAL R$ ,33 CAMARA MUNICIPAL DE CANITAR/SP PLANILHA DE CUSTO UNITÁRIO E TOTAL TÍTULO: CONSTRUÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DATA: 03/12/2015 LOCAL: RUA VEREADOR PEDRO MACEDO, LOTE A-1.1, CENTRO MUNICÍPIO: CANITAR-SP Boletim

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA orçamento sintético

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA orçamento sintético MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA orçamento sintético Brasília/DF, 4/0/2009 OBJETO: Contratação de empresa especializada na execução de reforma em ambientes da Residência Oficial,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ASCURRA ESTADO DE SANTA CATARINA CNPJ: / MEMORIAL QUANTITATIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ASCURRA ESTADO DE SANTA CATARINA CNPJ: / MEMORIAL QUANTITATIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE ASCURRA ESTADO DE SANTA CATARINA CNPJ: 83.102.772/0001-61 MEMORIAL QUANTITATIVO OBRA: REFORMA DO P.S.F Dr. ARMANDO ZONTA LOCAL: Rua De Lurdes, 47 - Bairro Centro MUNICÍPIO: Ascurra

Leia mais

FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO

FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA FÔRMAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO LOTE 1 Versão: 004 Vigência: 12/2015 Última atualização:

Leia mais

Rua Vale do Selke Grande, s/nº - Vale do Selke Grande Desenvolvimento da Cidade - SEPLAN. Obra: Ref.: Área: 210,79 m² Data: 20/05/2014

Rua Vale do Selke Grande, s/nº - Vale do Selke Grande Desenvolvimento da Cidade - SEPLAN. Obra: Ref.: Área: 210,79 m² Data: 20/05/2014 1 SERVIÇOS INICIAIS R$ 4.524,34 1.1 Placa de obra em chapa de aço galvanizado - 1,5 x 3,0m - padrão Prefeitura de Pomerode m² 4,50 SINAPI 74209/001 R$ 366,12 25,00% R$ 2.059,43 1.2 Demolição de forro de

Leia mais

TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES AULA 03 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES AULA 03 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES AULA 03 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO Prof. Msc. Anderson Alencar Edificações - IFPA INTRODUÇÃO Materiais de construção são todos os utilizados nas obras (construção de casas, prédios

Leia mais

Planilha Orçamentária

Planilha Orçamentária 1 SERVIÇOS PRELIMINARES,DEMOLIÇÕES,LIMPEZA 2.742,56 1.1 PLACA DE OBRA 6,00 m² 205,83 25,62 231,45 1.234,98 153,72 1.388,70 1.2 LIMPEZA PERMANENTE DA OBRA 66,00 h 0,37 7,37 7,74 24,32 486,42 510,74 1.3

Leia mais

Pilares Essenciais. sobre nós. Fundada em 1985 pelo Grupo Vitorelli. Objetivos fundamentais: Excelência no atendimento a clientes e consumidores

Pilares Essenciais. sobre nós. Fundada em 1985 pelo Grupo Vitorelli. Objetivos fundamentais: Excelência no atendimento a clientes e consumidores sobre nós Pilares Essenciais Fundada em 1985 pelo Grupo Vitorelli Objetivos fundamentais: Excelência no atendimento a clientes e consumidores Qualidade dos produtos sobre nós Estrutura Fabril Duas unidades

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO SÃO JOAQUIM

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO SÃO JOAQUIM - TIPO 02 - ÁREA = 2,73 m² BDI 19,69% 1,1969 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES. SUB TOTAL 112,67 1.1 74077/001 LOCACAO CONVENCIONAL DE OBRA, ATRAVÉS DE GABARITO DE TABUAS CORRIDAS PONTALETADAS, SEM REAPROVEITAMENTO

Leia mais

AMPLIAÇÃO DA ESF M3 48,83 3,61 176,28 TOTAL DO ITEM , FUNDAÇÃO

AMPLIAÇÃO DA ESF M3 48,83 3,61 176,28 TOTAL DO ITEM , FUNDAÇÃO Obra: Ampliação da E.S.F. TP: Processo: Base : CPOS -164 SINAPI12/2014 FONTE CÓDIGO DESCRIÇÃO UNID. QUANT. VALOR UNIT. TOTAL 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES SINAPI 74209/001 Placa de obra em aço galvanizado

Leia mais

CONCRETAGEM PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO

CONCRETAGEM PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA CONCRETAGEM PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO LOTE 1 Versão: 001 Vigência: 12/2015 Última

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE ITAGUARA (Autarquia Municipal) CNPJ: / Inscrição Estadual: Isento

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE ITAGUARA (Autarquia Municipal) CNPJ: / Inscrição Estadual: Isento ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - DESCRIÇÕES E QUANTITATIVOS Num. Descrição dos Materiais Unidade Qtde Marca Valor Unitário 1 Abraçadeira para mangote Un. 20 2-50 mm - reforçada 2 Abraçadeira para mangote

Leia mais

Intermediação de Negócios

Intermediação de Negócios Intermediação de Negócios Catálogo 2016 A BAGÉ Serviços Administrativos LTDA é uma empresa intermediadora de negócios no setor de Construção Civil, tendo em seu portfólio os seguintes produtos: Vergalhões

Leia mais

Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa.

Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa. Distribuição gratuita Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa. 1 Este folheto fornece informações úteis para orientá-lo na construção ou reforma de sua casa. Qualquer construção ou

Leia mais

INSTALAÇÃO DE KIT S DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTALAÇÃO DE KIT S DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS SINAPI LOTE 2 SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE KIT S DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS LOTE 2 Versão: 001 Vigência: 12/2014 GRUPO

Leia mais

INSTALAÇÃO DE JANELAS

INSTALAÇÃO DE JANELAS SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA INSTALAÇÃO DE JANELAS LOTE 1 Versão: 001 Vigência: 07/2016 Última atualização: 07/2016

Leia mais

SINAPI LOTE 3 EXECUÇÃO DE TIRANTES SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA

SINAPI LOTE 3 EXECUÇÃO DE TIRANTES SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA SINAPI SISTEMA NACIONAL DE PESQUISA DE CUSTOS E ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL CADERNOS TÉCNICOS DE COMPOSIÇÕES PARA EXECUÇÃO DE TIRANTES LOTE 3 Versão: 001 Vigência: 07/2016 Última Atualização: 07/2016 GRUPO

Leia mais

unid. 1, Locação da obra: execução de gabarito m² 67, Raspagem e limpeza manual de terreno

unid. 1, Locação da obra: execução de gabarito m² 67, Raspagem e limpeza manual de terreno 1 1.1 INSTALAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas 01520.8.1.1 m² 7,50 1.2 Ligação provisória de água para a obra

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO ALTO URUGUAI CATARINENSE - AMAUC Rua Atalípio Magarinos, Centro - fone: (49)

ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO ALTO URUGUAI CATARINENSE - AMAUC Rua Atalípio Magarinos, Centro   - fone: (49) 1 Serviços Iniciais 1.1 PLACA DE OBRA EM CHAPA DE ACO GALVANIZADO 74209/1 m² 1,00 314,24 0,25 392,80 235,68 157,12 392,80 SUB-TOTAL 392,80 2 Movimentação de Terra 2.1 ESCAVAÇÃO MANUAL DE VALAS. AF_03/2016

Leia mais