Software Ativo. Operação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Software Ativo. Operação"

Transcrição

1 Software Ativo Operação

2 Página deixada intencionalmente em branco PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

3 SUMÁRIO 1 - INSTALAÇÃO DO SOFTWARE ATIVO CRIANDO PROJETO UVS/ TMS PROTEO Estrutura do Projeto Criação de Projeto TMS/UVS PROTEO Adicionar PLC Configuração do endereço comunicação Informações adicionais TRANSFERÊNCIA DE PROJETO Abrir Projeto Conectar PC com Proteo Transferir PLC Transferir Estrutura do Projeto TRANSFERÊNCIA DE PLC Abrir Projeto Conectar PC com Proteo Transferir PLC TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS Abrir Projeto Conectar PC com Proteo Seleção de arquivos para transferência Transferir o arquivo de parâmetros Transferir programas Transferir o arquivo de Softkeys Transferir o arquivo de Telas ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE Abrir Projeto Conectar PC com Proteo Atualização do ARM Atualização do DSP FORMATAÇÃO DA FLASH Abrir Projeto Conectar PC com Proteo Formatar a Flash BACKUP DE ARQUIVOS Abrir Projeto Conectar PC com Proteo Backup dos arquivos de programas Backup dos arquivos de parâmetros Backup dos arquivos de ferramentas Backup dos arquivos de origens Backup dos arquivos de log Backup da estrutura completa PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 3

4 SUMÁRIO 8 VERIFICANDO VARIÁVEIS Waches VERIFICANDO VARIÁVEIS Data Dump CRIANDO PROJETO PROTEO MINI Adicionar PLC COMPILANDO E TRANSMITINDO PLC Compilar Transmitir PLC Salvando arquivo na flash TRANSFERINDO SOFTWARE BÁSICO PARÂMETROS Backup de parâmetros Restaurando parâmetros Criando arquivos de parâmetros Anexando um arquivo ao projeto Abrindo backup de parâmetros Salvando arquivo em modo texto CONFIGURAÇÃO RS Gerenciador MCSLink Configurando MCSLink CABOS Crossover Cabo RS PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

5 CAPÍTULO 1 INSTALAÇÃO ATIVO Software Ativo O software Ativo é o responsável por toda a criação e o gerenciamento dos projetos desenvolvidos para os produtos da linha MCS - Proteo. Através dele realizaremos todo o processo de comunicação entre o PC e o Proteo para uma posterior transferência do projeto que ficará alocado no PC para o Proteo. Com ele podemos realizar backup de arquivos do Proteo para o PC, o que é muito útil para preservar alguns arquivos essenciais do projeto. 1 - INSTALAÇÃO DO SOFTWARE ATIVO Inicie com um duplo clique o arquivo Instalador_Ativo.exe. A seguinte tela será mostrada. Escolha o idioma desejado e clique em OK. A seguinte tela será aberta. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 5

6 CAPÍTULO 1 INSTALAÇÃO ATIVO Clique em Avançar. A Seguinte tela será mostrada. 6 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

7 CAPÍTULO 1 INSTALAÇÃO ATIVO Escolha o local onde o Ativo será instalado e clique em avançar. A seguinte tela será mostrada. Escolha se deseja adicionar um ícone a Área de trabalho e a Barra de inicialização rápida do seu computador e após isso clique em Avançar.A seguinte tela será mostrada. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 7

8 CAPÍTULO 1 INSTALAÇÃO ATIVO Clique em instalar. A seguinte tela será mostrada indicando a progressão do processo de instalação do Ativo. Ao término da instalação a seguinte tela será mostrada. 8 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

9 CAPÍTULO 1 INSTALAÇÃO ATIVO Se deseja iniciar o Ativo marque o checkbox, se não desmarque-o e clique Concluir para finalizar. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 9

10 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO 2 CRIANDO PROJETO UVS/ TMS PROTEO ESTRUTURA DO PROJETO Todo projeto feito para o proteo tem uma estrutura básica definida. Quando você abrir o arquivo referente á sua aplicação verá que o diretório raiz leva o nome do cliente ou um nome específico para aquele projeto (como por exemplo SUPERTORNO OU CLIENTE_X ). Para demonstração nosso exemplo foi nomeado simplesmente de Projeto. Dentro do diretório raiz do projeto está armazenada uma pasta com o nome correspondente a versão do mesmo. Se for a primeira versão do projeto o nome desta pasta será V100. No nosso caso a versão utilizada é a primeira portanto o nome que utilizamos foi V100. Dentro da pasta V100 são armazenados os arquivos referentes ao PLC e 6 pastas como podemos ver abaixo. A pasta Backup é o local onde são armazenados os arquivos de backup geral. A pasta Default é o local aonde é armazenada toda a estrutura de programação da interface do projeto. A Pasta Ext é o local onde ficam armazenados todos os programas que serão executados no Proteo a partir do PC. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 10

11 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO A pasta Parameters é o local onde são armazenados os arquivos de backup de parâmetros. A pasta Receipt é o local onde são armazenados os arquivos de receita. A pasta Working é o local onde são armazenados todos os arquivos gerados após as compilações. O PLC possui dois arquivos, um que possui as definições de variáveis (arquivo com a extensão.h ) que serão utilizadas no projeto e outro que possui toda a lógica de intertravamento (arquivo com a extensão.s ). Interface do projeto. Como visto anteriormente toda estrutura da interface do projeto fica dentro da pasta Default do diretório raiz do projeto. Dentro da pasta Default temos a pasta Data. E Como podemos ver na figura a seguir, dentro da pasta Data temos toda a estrutura da interface do projeto. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 11

12 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO Cada pasta armazena um arquivo especifico. A pasta CFG armazena os arquivos referentes a senhas e touch screen. A pasta CODE é uma pasta reservada para futuras aplicações. A pasta DATA armazena os arquivos capturados para a base de dados. A pasta LOG é uma pasta reservada para futuras aplicações. A Pasta MACRO armazena os arquivos de telas referentes à programação de todos os ciclos fixos armazenados na comando, isto é feito e colocado em diferentes pastas. Na pasta 2D e 3D estão os arquivos utilizados para definir a macro e na pasta BITMAP estão os arquivos referentes às imagens utilizadas pelas macros e que são exibidas após a chamada de um ciclo-fixo. A pasta MESSAGES armazena o arquivo referente aos alarmes e mensagens utilizadas no projeto. A pasta ORIGINS armazena o arquivo referente à programação das origens da máquina utilizada bem como a pasta BITMAPS, que é o local onde são armazenados todos os arquivos referentes a imagens utilizadas pelo arquivo de programação de origens no projeto. A pasta PARAM armazena os arquivo referentes aos parâmetros utilizados no projeto. A pasta PROGRAMS armazena os arquivo referente aos programas utilizados no projeto, bem como as pastas onde são armazenados os sub programas e os programas de ciclos-fixo. A pasta SCREENS armazena o arquivo referente à programação das telas de usuário bem como a pasta BITMAPS, que é o local onde são armazenados todos os arquivos referentes a imagens utilizadas pelo arquivo de programação de telas no projeto. A pasta SOFTKEYS armazena o arquivo referente à programação das Softkeys utilizadas no projeto bem como a pasta BITMAPS, que é o local onde são armazenados todos os arquivos referentes a imagens dos ícones utilizadas pelo arquivo de Softkeys no projeto. A pasta TABLES armazena arquivos de tabelas que serão utilizadas pelo usuário e seu projeto. A pasta TEMP é uma pasta reservada para futuras aplicações. 12 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

13 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO A pasta TOOLS armazena o arquivo referente à programação das ferramentas utilizadas no projeto bem como a pasta BITMAPS, que é o local onde são armazenados todos os arquivos referentes a imagens das ferramenta utilizadas pelo arquivo de programação das ferramentas no projeto. A pasta VIEWER é uma pasta reservada para futuras aplicações CRIAÇÃO DE PROJETO TMS/UVS PROTEO Primeiramente armazene o arquivo com a estrutura do projeto no diretório de sua preferência. Feito isso, abrir o software Ativo e clicar sobre o menu Arquivo e escolher Novo Projeto. A seguinte tela será aberta. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 13

14 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO Com o mouse clicar no ícone Proteo. Na caixa nome, escolher o nome do projeto, Na caixa diretório, especificar o caminho onde está armazenado o projeto (C:\MCS\Projeto\V100) e clique em OK. Isso pode ser feito através do botão Procurar... Se clicar no botão Procurar... a seguinte janela será aberta. Selecione o seu diretório e clique em OK. O programa voltará para a tela anterior com o diretório preenchido, como vemos na figura abaixo. 14 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

15 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO Clicar em OK para finalizar. Após essa etapa, a janela do Ativo ficará da seguinte forma. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 15

16 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO ADICIONAR PLC Neste momento o projeto já está criado, mas está sem os arquivos de PLC. Agora iremos adicioná-los ao projeto. Clicar com o botão direito do mouse sobre a pasta PLC. Será aberto um menu, conforme visto na figura abaixo. Clicar em Adicionar Arquivo. Após clicar em Adicionar Arquivo a seguinte tela será aberta. 16 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

17 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO Escolha o arquivo com a extensão.s referente ao seu projeto e clique em Abrir. Repita este procedimento na pasta Header. Clicar com o botão direito do mouse sobre a pasta Header, será aberto um menu, conforme visto na figura abaixo. Clicar em Adicionar Arquivo. Após clicar em Adicionar Arquivo a seguinte tela será aberta. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 17

18 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO Escolha o arquivo com a extensão.h referente ao seu projeto e clique em Abrir. 18 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

19 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO CONFIGURAÇÃO DO ENDEREÇO COMUNICAÇÃO Para finalizar a criação do projeto, vamos configurar o item referente ao endereço de rede que o Proteo se comunicará com o PC através do Ativo. Clicar sobre o menu Projeto. Selecionar Opções. A seguinte tela será aberta. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 19

20 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO Clicar na aba TCP/IP. A seguinte tela será aberta. Na caixa Endereço do Proteo coloque o endereço referente ao seu equipamento (se não possuir ainda deixe o padrão). Marque o checkbox Salvar arquivos na Flash e em seguida clique em OK. Para finalizar clique no ícone salvar projeto (ícone com 2 disquetes). 20 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

21 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO INFORMAÇÕES ADICIONAIS Para visualizar o projeto que foi desenvolvido, clique no ícone ProteoNew, conforme visto na figura a seguir. Uma tela de simulação do Proteo será aberta, nela podemos testar toda à parte de navegação referente a telas e softkeys do projeto. Como vemos abaixo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 21

22 CAPÍTULO 2 CRIAÇÃO DE PROJETO Após criado o projeto será adicionado um arquivo com o nome dado ao projeto e extensão.prmcs na pasta do projeto, como podemos ver abaixo. Note também que os arquivos de PLC aparecem juntos a pasta que foram adicionados, como podemos ver na figura abaixo. 22 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

23 CAPÍTULO 2 TRANSFERÊNCIA DE PROJETO 2 TRANSFERÊNCIA DE PROJETO ABRIR PROJETO Iniciar o software Ativo. A seguinte tela será aberta. Clicar sobre o projeto utilizado no Proteo. Se o projeto desejado não estiver na lista, devemos clicar em Abrir Projeto não listado... e navegar ou indicar o caminho do mesmo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 23

24 CAPÍTULO 2 TRANSFERÊNCIA DE PROJETO CONECTAR PC COM PROTEO Com o projeto aberto clicar sobre o ícone conectar FTP. A seguinte janela será aberta. Confirme se o endereço IP mostrado é o mesmo do Proteo, se não volte ao capitulo 1, no item 1.3 Configuração do endereço para comunicação com Proteo e mude este endereço. Se estiver correto clique em sim. Após estabelecida a comunicação entre o PC e o Proteo o ícone será mudado, como visto na figura a seguir. 24 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

25 CAPÍTULO 2 TRANSFERÊNCIA DE PROJETO TRANSFERIR PLC Primeiramente vamos transferir o PLC. Para isso clicar em compilar e transferir. A seguinte janela será aberta. Após o término do processo de compilação, a seguinte janela será aberta PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 25

26 CAPÍTULO 2 TRANSFERÊNCIA DE PROJETO Clique em sim e a transferência para o Proteo será iniciada. Uma tela será aberta no Proteo indicando a progressão do processo de transferência do PLC. Aguarde o término deste processo. Essa janela será fechada automaticamente. 26 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

27 CAPÍTULO 2 TRANSFERÊNCIA DE PROJETO TRANSFERIR ESTRUTURA DO PROJETO Transferido o PLC, agora vamos transferir todo a Estrutura da interface do projeto. Para isso clicar no ícone Enviar Estrutura padrão. A seguinte janela será aberta. Clicar em Yes. A estrutura do projeto será transmitida ao Proteo. Essa etapa pode ser feita de uma outra forma também. Pode-se selecionar a pasta Data e em seguida clicar no ícone Enviar Arquivos. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 27

28 CAPÍTULO 2 TRANSFERÊNCIA DE PROJETO Aguardar o término da transferência. Após o Término da transferência, clicar no ícone desconectar. Reiniciar o Proteo. 28 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

29 CAPÍTULO 3 TRANSFERÊNCIA DE PLC 3 TRANSFERÊNCIA DE PLC ABRIR PROJETO Iniciar o software Ativo. A seguinte tela será aberta. Clicar sobre o projeto utilizado no Proteo. Se o projeto desejado não estiver na lista, devemos clicar em Abrir Projeto não listado... e navegar ou indicar o caminho do mesmo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 29

30 CAPÍTULO 3 TRANSFERÊNCIA DE PLC CONECTAR PC COM PROTEO Com o projeto aberto clicar sobre o ícone conectar FTP. A seguinte janela será aberta. Confirme se o endereço IP mostrado é o mesmo do Proteo, se não volte ao capitulo 1, no item 1.3 Configuração do endereço para comunicação com Proteo e mude este endereço. Se estiver correto clique em sim. Após estabelecida a comunicação entre o PC e o Proteo o ícone será mudado, como visto na figura a seguir. 30 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

31 CAPÍTULO 3 TRANSFERÊNCIA DE PLC TRANSFERIR PLC Primeiramente vamos transferir o PLC. Para isso clicar em compilar e transferir. A seguinte janela será aberta. Após o término do processo de compilação, a seguinte janela será aberta PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 31

32 CAPÍTULO 3 TRANSFERÊNCIA DE PLC Clique em sim e a transferência para o Proteo será iniciada. Uma tela será aberta no Proteo indicando a progressão do processo de transferência do PLC. Aguarde o término deste processo. Essa janela será fechada automaticamente. Clique no ícone desconectar. 32 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

33 CAPÍTULO 3 TRANSFERÊNCIA DE PLC Reinicie o Proteo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 33

34 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS ABRIR PROJETO Iniciar o software Ativo. A seguinte tela será aberta. Clicar sobre o projeto utilizado no Proteo. Se o projeto desejado não estiver na lista, devemos clicar em Abrir Projeto não listado... e navegar ou indicar o caminho do mesmo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 34

35 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS CONECTAR PC COM PROTEO Com o projeto aberto clicar sobre o ícone conectar FTP. A seguinte janela será aberta. Confirme se o endereço IP mostrado é o mesmo do Proteo, se não volte ao capitulo 1, no item 1.3 Configuração do endereço para comunicação com Proteo e mude este endereço. Se estiver correto clique em sim. Após estabelecida a comunicação entre o PC e o Proteo o ícone será mudado, como visto na figura a seguir. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 35

36 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS SELEÇÃO DE ARQUIVOS PARA TRANSFERÊNCIA Para transferir arquivos para o Proteo devemos navegar pela pasta Data do projeto e selecionar o arquivo (ou a pasta) que desejamos transferir. Dê um duplo clique sobre a pasta Data.A seguinte janela será exibida. Como visto na figura acima, agora temos a nossa disposição toda a estrutura do projeto para trabalharmos de forma individual. Neste tutorial abordaremos os arquivos usados com maior freqüência, embora o processo de transferência seja o mesmo para qualquer tipo de arquivo da estrutura do projeto. 36 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

37 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS 4.4 TRANSFERIR O ARQUIVO DE PARÂMETROS Para a transferência de parâmetros primeiramente dê um duplo clique sobre a pasta PARAM, a seguinte janela será exibida. Clique sobre o arquivo PAR.TXT e em seguida Enviar. OBS: Se desejar transferir todo o conteúdo da pasta PARAM, dê um clique simples sobre a pasta PARAM (apenas para selecioná-la) e em seguida Enviar. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 37

38 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS Aparecerá na uma barra mostrando o progresso da transferência do arquivo na parte inferior direita do ativo. Aguarde o término deste processo. Finalizada a transferência clique no ícone desconectar. 38 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

39 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS No Proteo, clique na Softkey horizontal Manutenção. Em seguida clique na softkey vertical Parâmetros do CNC. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 39

40 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS Aperte a tecla END do CNC, o seguinte menu a será aberto. Escolha a opção 3 e aguarde. Reinicie o Proteo. 40 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

41 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS 4.5 TRANSFERIR PROGRAMAS Para a transferência de arquivos de programas primeiramente dê um duplo clique sobre a pasta PROGRAMS, a seguinte janela será exibida. Clique sobre o arquivo (ou arquivos) de programa que deseja transferir e em seguida Enviar. OBS: Se desejar transferir todo o conteúdo da pasta PROGRAMS, dê um clique simples sobre a pasta PROGRAMS (apenas para selecioná-la) e em seguida Enviar. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 41

42 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS Aparecerá na uma barra mostrando o progresso da transferência do arquivo na parte inferior direita do ativo. 42 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

43 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS Aguarde o término deste processo. Finalizada a transferência clique no ícone desconectar. Reinicie o Proteo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 43

44 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS 4.6 TRANSFERIR O ARQUIVO DE SOFTKEYS Para a transferência do arquivo de softkeys primeiramente dê um duplo clique sobre a pasta SOFTKEYS, a seguinte janela será exibida. Clique sobre o arquivo PROTEO.SFK e em seguida Enviar. OBS: Se desejar transferir todo o conteúdo da pasta SOFTKEYS, dê um clique simples sobre a pasta SOFTKEYS (apenas para selecioná-la) e em seguida Enviar. 44 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

45 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS Aparecerá na uma barra mostrando o progresso da transferência do arquivo na parte inferior direita do ativo. Aguarde o término deste processo. Finalizada a transferência clique no ícone desconectar. Reinicie o Proteo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 45

46 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS 4.7 TRANSFERIR O ARQUIVO DE TELAS Para a transferência do arquivo de telas primeiramente dê um duplo clique sobre a pasta SCREENS, a seguinte janela será exibida. Clique sobre o arquivo PROTEO.SCN e em seguida Enviar. OBS: Se desejar transferir todo o conteúdo da pasta SCREENS, dê um clique simples sobre a pasta SCREENS (apenas para selecioná-la) e em seguida Enviar. 46 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

47 CAPÍTULO 4 TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS Aparecerá na uma barra mostrando o progresso da transferência do arquivo na parte inferior direita do ativo. Aguarde o término deste processo. Finalizada a transferência clique no ícone desconectar. Reinicie o Proteo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 47

48 CAPÍTULO 5 ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE BÁSICO 5 ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE ABRIR PROJETO Iniciar o software Ativo. A seguinte tela será aberta. Clicar sobre o projeto utilizado no Proteo. Se o projeto desejado não estiver na lista, devemos clicar em Abrir Projeto não listado... e navegar ou indicar o caminho do mesmo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 48

49 CAPÍTULO 5 ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE BÁSICO CONECTAR PC COM PROTEO Com o projeto aberto clicar sobre o ícone conectar FTP. A seguinte janela será aberta. Confirme se o endereço IP mostrado é o mesmo do Proteo, se não volte ao capitulo 1, no item 1.3 Configuração do endereço para comunicação com Proteo e mude este endereço. Se estiver correto clique em sim. Após estabelecida a comunicação entre o PC e o Proteo o ícone será mudado, como visto na figura a seguir. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 49

50 CAPÍTULO 5 ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE BÁSICO ATUALIZAÇÃO DO ARM Para Transferir o arquivo para a atualização do ARM clicar na seta ao lado do ícone mostrado a seguir. O seguinte menu será aberto: Para transferir o arquivo básico clicar em Enviar Proteo.Bin, a seguinte tela será aberta: Digitar o caminho onde se encontra o arquivo, ou clicar na pasta e pelo windows explorer navegar até o mesmo. Feito isso, clicar em Ok. 50 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

51 CAPÍTULO 5 ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE BÁSICO A transferência será iniciada e a seguinte tela será aberta no Proteo: AVISO: Quando os arquivos ARM e DSP estiverem em processo de transferência, em hipótese alguma o Proteo poderá ser desligado. Se ocorrer algum problema na transmissão, não desligue o Proteo, tente reconectar e refazer o processo de transferência. Aguarde o processo finalizar tanto no PC quanto no Proteo, pois normalmente o PC termina primeiro, mas o Proteo ainda está com a tela mostrada anteriormente. Espere que essa tela suma para executar o próximo passo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 51

52 CAPÍTULO 5 ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE BÁSICO ATUALIZAÇÃO DO DSP Para Transferir o arquivo para a atualização do DSP clicar na seta ao lado do ícone mostrado a seguir. O seguinte menu será aberto: Clicar em Enviar DSP.Bin, a seguinte tela será aberta: 52 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

53 CAPÍTULO 5 ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE BÁSICO Digitar o caminho onde se encontra o arquivo, ou clicar na pasta e pelo windows explorer navegar até o mesmo. Feito isso, clicar em Ok. A transferência será iniciada e a seguinte tela será aberta: AVISO: Quando os arquivos ARM e DSP estiverem em processo de transferência, em hipótese alguma o Proteo poderá ser desligado. Se ocorrer algum problema na transmissão, não desligue o Proteo, tente reconectar e refazer o processo de transferência. Aguarde o processo finalizar tanto no PC quanto no Proteo, pois normalmente o PC termina primeiro, mas o Proteo ainda está com a tela mostrada anteriormente. Espere que essa tela suma e em seguida clique no ícone desconectar. Reiniciar o Proteo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 53

54 CAPÍTULO 6 FORMATAR FLASH DO COMANDO 6 FORMATAÇÃO DA FLASH ABRIR PROJETO Iniciar o software Ativo. A seguinte tela será aberta. Clicar sobre o projeto utilizado no Proteo. Se o projeto desejado não estiver na lista, devemos clicar em Abrir Projeto não listado... e navegar ou indicar o caminho do mesmo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 54

55 CAPÍTULO 6 FORMATAR FLASH DO COMANDO CONECTAR PC COM PROTEO Com o projeto aberto clicar sobre o ícone conectar FTP. A seguinte janela será aberta. Confirme se o endereço IP mostrado é o mesmo do Proteo, se não volte ao capitulo 1, no item 1.3 Configuração do endereço para comunicação com Proteo e mude este endereço. Se estiver correto clique em sim. Após estabelecida a comunicação entre o PC e o Proteo o ícone será mudado, como visto na figura a seguir. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 55

56 CAPÍTULO 6 FORMATAR FLASH DO COMANDO 6.3 FORMATAR A FLASH Após isso clicar no ícone Formatar Flash. A seguinte janela será aberta: Digitar proteo no campo senha e clicar em OK. Uma tela será aberta no Proteo indicando a progressão do processo formatação da Flash. Espere que essa tela suma e em seguida clique no ícone desconectar. Reinicie o Proteo. 56 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

57 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS 7 BACKUP DE ARQUIVOS ABRIR PROJETO Iniciar o software Ativo. A seguinte tela será aberta. Clicar sobre o projeto utilizado no Proteo. Se o projeto desejado não estiver na lista, devemos clicar em Abrir Projeto não listado... e navegar ou indicar o caminho do mesmo. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 57

58 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS CONECTAR PC COM PROTEO Com o projeto aberto clicar sobre o ícone conectar FTP. A seguinte janela será aberta. Confirme se o endereço IP mostrado é o mesmo do Proteo, se não volte ao capitulo 1, no item 1.3 Configuração do endereço para comunicação com Proteo e mude este endereço. Se estiver correto clique em sim. Após estabelecida a comunicação entre o PC e o Proteo o ícone será mudado, como visto na figura a seguir. 58 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

59 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS 7.3 BACKUP DOS ARQUIVOS DE PROGRAMAS Primeiramente, minimize o software Ativo e crie uma pasta no diretório de sua preferência, com o nome que desejar, para receber o backup que será feito dos arquivos de programas. Em seguida volte ao Ativo e clique na seta do lado direito do ícone backup, o seguinte menu será aberto. Clique em Backup Programas, a seguinte janela será aberta. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 59

60 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS Procure a pasta que você criou para essa finalidade e clique em OK. O processo de backup será iniciado. Você poderá ver a progressão na parte inferior direita da janela do ativo, como mostrado na figura a seguir. Se não for realizar mais nenhuma ação, clique no ícone desconectar para finalizar. 60 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

61 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS 7.4 BACKUP DOS ARQUIVOS DE PARÂMETROS Primeiramente, minimize o software Ativo e crie uma pasta no diretório de sua preferência, com o nome que desejar, para receber o backup que será feito dos arquivos de parâmetros. Em seguida volte ao Ativo e clique na seta do lado direito do ícone backup, o seguinte menu será aberto. Clique em Backup Paraâmetros, a seguinte janela será aberta. Procure a pasta que você criou para essa finalidade e clique em OK. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 61

62 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS O processo de backup será iniciado. Você poderá ver a progressão na parte inferior direita da janela do ativo, como mostrado na figura a seguir. Se não for realizar mais nenhuma ação, clique no ícone desconectar para finalizar. 62 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

63 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS 7.5 BACKUP DOS ARQUIVOS DE FERRAMENTAS Primeiramente, minimize o software Ativo e crie uma pasta no diretório de sua preferência, com o nome que desejar, para receber o backup que será feito dos arquivos de ferramentas. Em seguida volte ao Ativo e clique na seta do lado direito do ícone backup, o seguinte menu será aberto. Clique em Backup Ferramentas, a seguinte janela será aberta. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 63

64 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS Procure a pasta que você criou para essa finalidade e clique em OK. O processo de backup será iniciado. Você poderá ver a progressão na parte inferior direita da janela do ativo, como mostrado na figura a seguir. Se não for realizar mais nenhuma ação, clique no ícone desconectar para finalizar. 64 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

65 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS 7.6 BACKUP DOS ARQUIVOS DE ORIGENS Primeiramente, minimize o software Ativo e crie uma pasta no diretório de sua preferência, com o nome que desejar, para receber o backup que será feito dos arquivos de origens. Em seguida volte ao Ativo e clique na seta do lado direito do ícone backup, o seguinte menu será aberto. Clique em Backup Origins, a seguinte janela será aberta. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 65

66 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS Procure a pasta que você criou para essa finalidade e clique em OK. O processo de backup será iniciado. Você poderá ver a progressão na parte inferior direita da janela do ativo, como mostrado na figura a seguir. Se não for realizar mais nenhuma ação, clique no ícone desconectar para finalizar. 66 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

67 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS 7.7 BACKUP DOS ARQUIVOS DE LOG Primeiramente, minimize o software Ativo e crie uma pasta no diretório de sua preferência, com o nome que desejar, para receber o backup que será feito dos arquivos de log. Em seguida volte ao Ativo e clique na seta do lado direito do ícone backup, o seguinte menu será aberto. Clique em Backup Log, a seguinte janela será aberta. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 67

68 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS Procure a pasta que você criou para essa finalidade e clique em OK. O processo de backup será iniciado. Você poderá ver a progressão na parte inferior direita da janela do ativo, como mostrado na figura a seguir. Se não for realizar mais nenhuma ação, clique no ícone desconectar para finalizar. 68 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

69 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS 7.8 BACKUP DA ESTRUTURA COMPLETA Primeiramente, minimize o software Ativo e crie uma pasta no diretório de sua preferência, com o nome que desejar, para receber o backup que será feito de toda a estrutura do Proteo. Em seguida volte ao Ativo e clique na seta do lado direito do ícone backup, o seguinte menu será aberto. Clique em Backup Tudo, a seguinte janela será aberta. PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 69

70 CAPÍTULO 7 BACKUP DE ARQUIVOS Procure a pasta que você criou para essa finalidade e clique em OK. O processo de backup será iniciado. Você poderá ver a progressão na parte inferior direita da janela do ativo, como mostrado na figura a seguir. Se não for realizar mais nenhuma ação, clique no ícone desconectar para finalizar. 70 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

71 CAPÍTULO 8 VERIFICANDO VARIÁVEIS 8 VERIFICANDO VARIÁVEIS 8.1 WACHES Para habilitar este recurso devemos selecionar a opção EXIBIR e em seguida selecionar a opção WACHES, conforme figura abaixo: Após selecionada a opção será aberta na parte inferior da tela o seguinte campo, ver figura abaixo: PROTEO MANUAL OPERAÇÃO 71

72 CAPÍTULO 8 VERIFICANDO VARIÁVEIS VERIFICANDO VARIÁVEIS Para visualizar uma variável no waches devemos primeiramente defini-la no arquivo de definições, devemos marca-las no arquivo com extensão.h, ver exemplo abaixo:. Neste caso a variável escolhida foi do tipo LONG, mas também podemos marcar variáveis do tipo WORD, BYTE e BIT, nestes casos utilizaremos as seguintes marcações: Variável tipo LONG. Variável tipo WORD Variável tipo BYTE Variável tipo BIT {%L} {%W} {%B} {%b} Após a definição no arquivo com extensão H e que podemos pressionar o botão + será aberta a seguinte tela: 72 PROTEO MANUAL OPERAÇÃO

1.0 SOFTWARE GERENCIADOR MCSLINK

1.0 SOFTWARE GERENCIADOR MCSLINK 1.0 SOFTWARE GERENCIADOR MCSLINK 1.1 - INSTALAÇÃO SOFTWARE MCSLINK Inserir CD no Computador. Selecione menu INICIAR\EXECUTAR, ver figura abaixo: Será apresentada: Pressione a tecla Procurar, selecione

Leia mais

CAPÍTULO 6 COMUNICAÇÃO SERIAL

CAPÍTULO 6 COMUNICAÇÃO SERIAL CAPÍTULO 6 COMUNICAÇÃO SERIAL DEIXADO INTENCIONALMENTE EM BRANCO ÌNDICE 1 COMUNICAÇÃO SERIAL... 5 1.1 - Enviar um arquivo do Proteo... 6 1.2 - Receber um arquivo No Proteo... 9 1.3 - Verificando resultados

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para a utilização dos sistemas de visualização

Leia mais

COMO INSTALAR O CATÁLOGO

COMO INSTALAR O CATÁLOGO Este guia tem por finalidade detalhar as etapas de instalação do catálogo e assume que o arquivo de instalação já foi baixado de nosso site. Caso não tenho sido feita a etapa anterior favor consultar o

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

Tutorial. Windows Live Mail

Tutorial. Windows Live Mail Tutorial Windows Live Mail Instalação, Configuração e Utilização Windows Live Mail O Windows Live Mail permite que você envie e receba mensagens de várias contas de e-mail em um mesmo local, servindo também

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Manual de Utilização COPAMAIL Criando e configurando a assinatura de e-mail. Zimbra Versão 8.0.2

Manual de Utilização COPAMAIL Criando e configurando a assinatura de e-mail. Zimbra Versão 8.0.2 Manual de Utilização COPAMAIL Criando e configurando a assinatura de e-mail Zimbra Versão 8.0.2 Sumário Convertendo a assinatura de e-mail a partir do Microsoft Outlook... 1 Para usuários do Microsoft

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

atube Catcher versão 3.8 Manual de instalação do software atube Catcher

atube Catcher versão 3.8 Manual de instalação do software atube Catcher atube Catcher versão 3.8 Manual de instalação do software atube Catcher Desenvolvido por: Clarice Mello, Denis Marques Campos Dezembro de 2014 Sumario 1. Objetivo deste manual...3 2. Requisitos para instalação...3

Leia mais

Manual do usuário. isic 5 - Windows Phone

Manual do usuário. isic 5 - Windows Phone Manual do usuário isic 5 - Windows Phone 1. Informações para o usuário Este manual irá auxiliá-lo na instalação e utilização do software para visualização das imagens dos DVRs e Câmera Speed Dome IP da

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control MANUAL DO USUÁRIO Software de Gerenciamento Controlador de Fator de Potência Self Control ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 4 1.1 Aplicações 4 2.0 CARACTERÍSTICAS 4 2.1 Compatibilidade 4 3.0 INSTALAÇÃO 4 4.0 INICIALIZAÇÃO

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

TUTORIAL GOOGLE DRIVE

TUTORIAL GOOGLE DRIVE TUTORIAL GOOGLE DRIVE Armazenar e compartilhar arquivos ou pastas no google drive. Para compartilhar e armazenar arquivos no google drive é necessário ter uma conta google ou conta no gmail. Após criar

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito.

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. Atualização De Mapas GPS Apontador 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. 3º Clique na Opção Registrar 4º Selecione o Dispositivo Apontador e o Modelo

Leia mais

IMPORTAR OU EXPORTAR CERTIFICADOS E CHAVES PRIVADAS

IMPORTAR OU EXPORTAR CERTIFICADOS E CHAVES PRIVADAS IMPORTAR OU EXPORTAR CERTIFICADOS E CHAVES PRIVADAS Você deve estar com logon de administrador para realizar essas etapas. Você pode importar um certificado para usá-lo no seu computador, ou pode exportá-lo

Leia mais

TUTORIAL INSTALAÇÃO DA ROTINA 2075 NO LINUX

TUTORIAL INSTALAÇÃO DA ROTINA 2075 NO LINUX Apresentação O departamento de varejo da PC Sistemas inovou seu produto de frente de caixa, permitindo seu funcionamento no sistema operacional do Linux com a distribuição Ubuntu. O cliente poderá usar

Leia mais

Gerenciador de Conteúdo Magellan 2.0

Gerenciador de Conteúdo Magellan 2.0 Gerenciador de Conteúdo Magellan 2.0 Instalando o Gerenciador de Conteúdo Magellan. 1. Baixe o Gerenciador de Conteúdo Magellan de www.magellangps.com. 2. Dê um duplo clique no arquivo CM_Setup que foi

Leia mais

Megamídia ML Sistemas - VALID MANUAL DE ATUALIZAÇÃO CFC DIGITAL VERSÃO 10

Megamídia ML Sistemas - VALID MANUAL DE ATUALIZAÇÃO CFC DIGITAL VERSÃO 10 Megamídia ML Sistemas - VALID MANUAL DE ATUALIZAÇÃO CFC DIGITAL VERSÃO 10 Sumário PREPARAÇÃO PARA ATUALIZAÇÃO...03 DETALHES IMPORTANTES...03 ATUALIZAÇÃO UTIL_CFC...04 VERIFICANDO A VERSÃO DO UTIL_CFC...06

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

Instalação e Operação dos Aplicativos Serie 5000/6000

Instalação e Operação dos Aplicativos Serie 5000/6000 Instalação e Operação dos Aplicativos Serie 5000/6000 Requisitos mínimos de Hardware: Pentium 3 de 500 mhz ou Celeron de 700 mhz ou superior 128 MB de RAM 100 MB livres no disco rígido Requisitos de Software:

Leia mais

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Sistemas Operacionais Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Conteúdo Programático Virtual Box Instalação do Virtual Box Instalação do Extension Pack Criando uma Máquina Virtual Instalando o Windows

Leia mais

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Este arquivo ReadMe contém as instruções para a instalação dos drivers de impressora PostScript e PCL

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal Neste STK apresentaremos como instalar a APP Windows 8 Daruma em um tablet Surface com Windows 8 e como

Leia mais

Tutorial de Instalação do Software das Carteiras Informatizadas Oppitz

Tutorial de Instalação do Software das Carteiras Informatizadas Oppitz P á g i n a 1 Estado de Santa Catarina Secretaria de Estado da Educação Diretoria de Organização, Controle e Avaliação Gerência de Recursos Humanos Tecnologia Administrativa Rua Antônio Luz, 111 Centro

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

GEOVISION VER AS IMAGENS ATRAVÉS DO INTERNET EXPLORER.

GEOVISION VER AS IMAGENS ATRAVÉS DO INTERNET EXPLORER. GEOVISION VER AS IMAGENS ATRAVÉS DO INTERNET EXPLORER. Abra o INTERNET EXPLORER, vá em FERRAMENTAS, OPÇÕES DA INTERNET. Clique na guia SEGURANÇA, NÍVEL PERSONALIZADO. Ir até os ActiveX ( desenho de uma

Leia mais

Instalação - SGFLeite 1

Instalação - SGFLeite 1 Instalação SGFLeite Sistema Gerenciador de Fazenda de Leite Instalação - SGFLeite 1 Resumo dos Passos para instalação do Sistema Este documento tem como objetivo auxiliar o usuário na instalação do Sistema

Leia mais

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS)

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS) Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 Sumário... 2 Criando as Unidades Organizacionais... 16 Criando Grupos... 17 Criação de Usuários.... 20 Habilitando a Lixeira do AD DS.... 24

Leia mais

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client?

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Assim que abrir o DVR Client, no canto superior direito há um grupo de opções denominado Login, preencha de acordo

Leia mais

Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para utilização

Leia mais

Instruções para download e instalação da atualização de Mapa GPS (v3)

Instruções para download e instalação da atualização de Mapa GPS (v3) Instruções para download e instalação da atualização de Mapa GPS (v3) Antes de iniciar o processo, você precisará um pen drive USB com uma capacidade de 2 GB ou maior. Em caso de dúvida ou dificuldade

Leia mais

Conhecendo seu telefone

Conhecendo seu telefone Conhecendo seu telefone Fone de ouvido Tecla de navegação S Lentes da câmera Tecla virtual esquerda Teclas de volume Tecla Enviar N Tecla virtual direita Tecla Menu M Tecla Finalizar O Porta da bateria

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO GEINFO Gerência de Tecnologia da Informação E-mail geinfo@sejus.ro.gov.br Página 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ACESSANDO O SPARK... 4 3 INICIANDO UMA CONVERSAÇÃO...

Leia mais

INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET

INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET Obs.: Caso já possua um programa compactador de arquivo pular a etapa 1. 1 - Compactador de Arquivo Para instalar o Chef Foods Net você precisa de um programa descompactador

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline):

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): Sumário 1 - EDOutletOffline (sem internet):... 1 2 EDOutlet (com internet)... 7 2.1 DIGITANDO AS REFERÊNCIAS:... 9 2.2 IMPORTAÇÃO DE PEDIDOS:... 11 3 ENVIANDO

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 09 de novembro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

CNC PROTEO ESTRUTURA DE ARQUIVOS

CNC PROTEO ESTRUTURA DE ARQUIVOS CNC PROTEO ESTRUTURA DE ARQUIVOS MCS Engenharia 26/09/2008 Página 1 de 14 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...3 2 ESTRUTURA DE DIRETÓRIOS...3 2.1 Diretório CFG... 4 2.2 Diretório DATA... 4 2.3 Diretório MACROS... 4

Leia mais

Manual de uso PSIM Client 2010

Manual de uso PSIM Client 2010 MANUAL DE USO PSIM CLIENT VERSÃO 2010 ÍNDICE Manual de uso PSIM Client 2010 INSTALAÇÃO...2 INSTALAÇÃO LOCAL...2 INICIANDO O SISTEMA...13 UTILIZANDO O ÍCONE DA ÁREA DE TRABALHO...13 UTILIZANDO O MENU INICIAR...16

Leia mais

Procedimentos para Instalação do SISLOC

Procedimentos para Instalação do SISLOC Procedimentos para Instalação do SISLOC Sumário 1. Informações Gerais...3 2. Instalação do SISLOC...3 Passo a passo...3 3. Instalação da Base de Dados SISLOC... 11 Passo a passo... 11 4. Instalação de

Leia mais

Instalando Windows Server 2008 Enterprise 32bits no VirtualBOX

Instalando Windows Server 2008 Enterprise 32bits no VirtualBOX Instalando Windows Server 2008 Enterprise 32bits no VirtualBOX Configurando imagem. ISO no VirtualBOX 1- Com o VirtualBOX aberto, clique em Novo e configure a imagem do sistema operacional conforme as

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP

DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP Mini-Tutorial Para Acessar O FTP da Eletronorte Versão: 1.3 Histórico da Revisão

Leia mais

GUIA BACKUP E RESTAURAÇÃO - SLIM

GUIA BACKUP E RESTAURAÇÃO - SLIM GUIA BACKUP E RESTAURAÇÃO - SLIM ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo...3 2. Backup...3 3. Restauração do Backup...5 Página 2 de 10 1. Objetivo Este guia tem como objetivo orientar sobre como realizar o backup

Leia mais

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual Maria Augusta Sakis Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma Máquina Virtual Máquinas virtuais são muito úteis no dia-a-dia, permitindo ao usuário rodar outros sistemas operacionais dentro de uma

Leia mais

O presente documento apresenta um passo a passo para os seguintes processos:

O presente documento apresenta um passo a passo para os seguintes processos: O presente documento apresenta um passo a passo para os seguintes processos: 1. Instalação do Sistema Sicredi Cobrança Integrada 2. Envio dos arquivos remessa - CRM 3. Leitura dos arquivos retorno - CRT

Leia mais

Laboratório - Exploração do FTP

Laboratório - Exploração do FTP Objetivos Parte 1: Usar o FTP em um prompt de comando Parte 2: Baixar um arquivo FTP usando WS_FTP LE Parte 3: Usar o FTP em um navegador Histórico/cenário O File Transfer Protocol (FTP) faz parte do conjunto

Leia mais

3.16 MANUAL DE INSTALAÇÃO E SUPORTE

3.16 MANUAL DE INSTALAÇÃO E SUPORTE 3.16 MANUAL DE INSTALAÇÃO E SUPORTE PASSWORD INTERATIVA SISTEMAS LTDA. - www.pwi.com.br - pwi@pwi.com.br R. Prof. Carlos Reis, 39 - São Paulo SP 05424-020 Tel: - 2127-7676 - Fax: 11-3097-0042 1 Índice

Leia mais

Dicas de uso para Cloud Computing

Dicas de uso para Cloud Computing Dicas de uso para Cloud Computing Este material tem o objetivo de auxiliar você, usuário do acesso cloud, antes porém vamos apenas reforçar o que é o Cloud Computing, este também chamado de computação

Leia mais

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO. Apostila de Programação Ativa XPANEL Cód MTXXTSC-ET. Programação Básica. IHM ATIVA Xpanel. Software Xpanel Designer

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO. Apostila de Programação Ativa XPANEL Cód MTXXTSC-ET. Programação Básica. IHM ATIVA Xpanel. Software Xpanel Designer Apostila de Programação Ativa XPANEL Cód MTXXTSC-ET Programação Básica IHM ATIVA Xpanel Software Xpanel Designer 1 1. Conectividade IHM Xpanel MANUAL DE PROGRAMAÇÃO (1) USB Client Upload and Download project.

Leia mais

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer.

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. CONFIGURANDO O SISTEMA OFFLINE DR.MICRO IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. 1- Ao acessar a plataforma online a opção Minha Escola

Leia mais

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário

MODEM USB 3G+ WM31. Manual do Usuário MODEM USB 3G+ WM31 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo 1 Introdução... 3 2. Instalação... 5 3. Descrição da interface do cliente... 6 4. Conexão... 10 5.SMS... 11 6.Contatos... 14 7.Estatística... 18

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft Manual de Instalação e Configuração MG-Soft V 1.5.3 www.pinaculo.com.br (51)3541-0700 Sumário Apresentação... 3 1. Instalando o MG-Soft Server... 3 1.1. Liberar as portas do Firewall... 3 1.2. Autorun...

Leia mais

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Pag.2 Backup (cópia de segurança) Após acessar a Intranet da Unimep, para abrir o Ambiente Virtual de Aprendizagem-Moodle, clique sobre seu link

Leia mais

SPARK - CONFIGURAÇÃO

SPARK - CONFIGURAÇÃO SPARK - CONFIGURAÇÃO ATENÇÃO: No caso de usuários VPN (GPRS ou Velox), somente funciona com o usuário conectado à sua VPN. Faça o download do aplicativo do seguinte endereço: http://www.igniterealtime.org/downloads/download-landing.jsp?file=spark/spark_2_6_3.exe

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de imagem via celular (isic) para sistema operacional BlackBerry

MANUAL DO USUÁRIO. Software de imagem via celular (isic) para sistema operacional BlackBerry MANUAL DO USUÁRIO Software de imagem via celular (isic) para sistema operacional BlackBerry Software de imagem via celular para sistema operacional BlackBerry Parabéns, você acaba de adquirir um produto

Leia mais

Roteiro de Tutorial das Ferramentas de Usabilidade

Roteiro de Tutorial das Ferramentas de Usabilidade Roteiro de Tutorial das Ferramentas de Usabilidade LEITOR DE TELA Por Heblon Motta Alves Barbosa Leitor de tela O que é Leitor de tela é um software que lê todo o conteúdo textual apresentado na tela.

Leia mais

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 Sumário CONFIGURANDO BACKUP... 2 ESCOLHENDO O TAMANHO DO ARQUIVO DE BACKUP... 4 CONFIGURANDO HORÁRIO DE INÍCIO DO BACKUP... 5 CONFIGURANDO BACKUP AO INICIAR O SISTEMA XDENTAL...

Leia mais

Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores

Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores 1/7 Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores Instruções: Este procedimento deverá ser executado em seu Tablet ou Smartphone pessoal que utiliza a rede wireless Univates-Professores. Como

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: Acesse o seguinte endereço e faça o download gratuito do SQL SRVER EXPRESS, conforme a sua plataforma x32 ou

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM...

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM... 1 de 30 INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 3.1. ONDE SE DEVE INSTALAR O SERVIDOR BAM?... 4 3.2. ONDE SE DEVE INSTALAR O PROGRAMADOR REMOTO BAM?... 4 3.3. COMO FAZER

Leia mais

ANEXO TÉCNICO PROCEDIMENTOS PARA CONFIGURAR UMA CONEXÃO VPN COM A BEMATECH

ANEXO TÉCNICO PROCEDIMENTOS PARA CONFIGURAR UMA CONEXÃO VPN COM A BEMATECH ANEXO TÉCNICO PROCEDIMENTOS PARA CONFIGURAR UMA CONEXÃO VPN COM A BEMATECH Introdução Procedimentos para configurar uma conexão VPN com a Bematech, para possibilitar Acesso Remoto para Suporte do ambiente

Leia mais

Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012).

Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012). Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012). Instalação do SQL 2005. - Primeiro baixo o instalador do SQL nesse link: http://www.microsoft.com/pt-br/download/details.aspx?id=184 - Execute o arquivo

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. para tv TV101

MANUAL DO USUÁRIO. para tv TV101 MANUAL DO USUÁRIO adaptador android para tv TV101 Índice Exibição do Produto 03 Instruções para Uso 03 Menu Principal 04 Configurações de Wi-Fi 04 Navegando por Arquivo ou Pasta 05 Conexão USB 06 Instalando/

Leia mais

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade do Sistema Índice Página 1. Como acessar o sistema 1.1 Requisitos mínimos e compatibilidade 03 2. Como configurar o Sistema 2.1 Painel de Controle 2.2 Informando o nome da Comissária 2.3 Escolhendo a Cor

Leia mais

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva Catalogação do Documento Titulo Classificação Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014 Autor Raphael Reis Aprovador Bruno Barros Número de páginas 57 Página 2 de 57 Sumário 1 Sistema operacional compatível para

Leia mais

Procedimento para instalação do BLACKBERRY Software de Imagem via Celular

Procedimento para instalação do BLACKBERRY Software de Imagem via Celular Procedimento para instalação do BLACKBERRY Software de Imagem via Celular Atenção: este aplicativo é compatível somente com a versão do sistema operacional do BlackBerry 4.6 ou superior. Os modelos de

Leia mais

INSTALAÇÃO DO CLIENTE LOTUS NOTES 9

INSTALAÇÃO DO CLIENTE LOTUS NOTES 9 INSTALAÇÃO DO CLIENTE LOTUS NOTES 9 ROTEIRO DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO Novembro de 2014 Benício Alves de Souza benicio@ufmg.br 2 Sumário Obtendo o Software Cliente Notes... 3 Requisitos para instalação...

Leia mais

HCN/HCS SERIES CÂMERAS E CONVERSORES IP

HCN/HCS SERIES CÂMERAS E CONVERSORES IP HCN/HCS SERIES CÂMERAS E CONVERSORES IP Obrigado por utilizar os produtos Dimy s. Antes de operar o equipamento, leia atentamente as instruções deste manual para obter um desempenho adequado. Por favor,

Leia mais

SIMPLES INFORMÁTICA E CONSULTORIA LTDA

SIMPLES INFORMÁTICA E CONSULTORIA LTDA GERANDO BACKUP NO SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA- SCP14H É interessante para a segurança de seus dados sempre fazer uma cópia de segurança, ou backup, periodicamente. Há casos também em que precisamos

Leia mais

TRBOnet Standard. Manual de Operação

TRBOnet Standard. Manual de Operação TRBOnet Standard Manual de Operação Versão 1.8 NEOCOM Ltd ÍNDICE 1. TELA DE RÁDIO 3 1.1 COMANDOS AVANÇADOS 4 1.2 BARRA DE FERRAMENTAS 5 2. TELA DE LOCALIZAÇÃO GPS 6 2.1 MAPLIB 6 2.2 GOOGLE EARTH 7 2.3

Leia mais

MANUAL DE FTP. Instalando, Configurando e Utilizando FTP

MANUAL DE FTP. Instalando, Configurando e Utilizando FTP MANUAL DE FTP Instalando, Configurando e Utilizando FTP Este manual destina-se auxiliar os clientes e fornecedores da Log&Print na instalação, configuração e utilização de FTP O que é FTP? E o que é um

Leia mais

Instalação do VOL Backup para Desktops

Instalação do VOL Backup para Desktops Este é o guia de instalação e configuração da ferramenta VOL Backup para desktops. Deve ser seguido caso você queira instalar ou reinstalar o VOL Backup em sistemas Windows 2000, XP, Vista ou 7, 32 ou

Leia mais

Visão Geral sobre o tutorial de Utilização de

Visão Geral sobre o tutorial de Utilização de Tutorial de Utilização de Impressoras Não Fiscais no NFC-e Visão Geral sobre o tutorial de Utilização de Impressoras Não Fiscais no NFC-e O intuito deste tutorial é descrever com detalhes técnicos como

Leia mais

Instalando software MÉDICO Online no servidor

Instalando software MÉDICO Online no servidor Instalando software MÉDICO Online no servidor A máquina denominada Servidora é a que armazenará o banco de dados do software (arquivo responsável pelas informações inseridas), compartilhando com as demais

Leia mais

Você acessa seu DISCO Virtual do mesmo modo como faz para seu HD, através de:

Você acessa seu DISCO Virtual do mesmo modo como faz para seu HD, através de: Manual DISCO VIRTUAL Gemelo Backup Online DESKTOP É um Disco que se encontra em seu PC junto às unidades de discos locais. A informação aqui existente é a mesma que você efetuou backup com sua Agenda ou

Leia mais

Manual de Utilização Utilização do PDFSam

Manual de Utilização Utilização do PDFSam Manual de Utilização Utilização do PDFSam ASPE/RO Conteúdo desenvolvido por: Ângelo Mendonça Neto Download e Instalação O PDFSam é uma ferramenta de manipulação de arquivos PDF, é possível fazer inúmeras

Leia mais

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link:

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link: YEALINK SIP-T22P SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP Função de Teclas Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; Redirecionar ligações ao se ausentar; CUIDADO; (ativa o último nº registrado na memória)

Leia mais

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes.

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes. ACESSO REMOTO Através do Acesso Remoto o aluno ou professor poderá utilizar em qualquer computador que tenha acesso a internet todos os programas, recursos de rede e arquivos acadêmicos utilizados nos

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com.

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com. Sumário Principais Características... 5 Configuração necessária para instalação... 6 Conteúdo do CD de Instalação... 7 Instruções para Instalação... 8 Solicitação da Chave de Acesso... 22 Funcionamento

Leia mais

Tutorial 160 CP FBs - Elipse Scada (RS232 Protocolo MODBUS)

Tutorial 160 CP FBs - Elipse Scada (RS232 Protocolo MODBUS) Tutorial 160 CP FBs - Elipse Scada (RS232 Protocolo MODBUS) Este documento é propriedade da ALTUS Sistemas de Informática S.A., não podendo ser reproduzido sem seu prévio consentimento. Altus Sistemas

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC SUMÁRIO 1 - Tela de Login...03 2 - Caixa de Entrada...04 3 - Escrever Mensagem...06 4 - Preferências...07 4.1 - Configurações Gerais...07 4.2 - Trocar Senha...07 4.3

Leia mais

Manual de Atualização

Manual de Atualização Manual de Atualização Sumário Informações gerais... 3 Introdução / Suporte técnico... 4 Instruções gerais... 5 Atualização automática... 6 Atualização manual... 7 Atualização automática com múltiplos arquivos...

Leia mais