CONSERVAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE ACERVOS: PONTAPÉ INICIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONSERVAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE ACERVOS: PONTAPÉ INICIAL"

Transcrição

1 PRESERVE SEU ACERVO

2 CONSERVAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE ACERVOS: PONTAPÉ INICIAL Sabe aquelas fotos, textos, recortes de jornal, roupas, flâmulas e outros objetos que guardamos em casa, na sede do clube, no comércio ou escritório? Eles compõem o que chamamos de acervo: conjunto de bens significativos de um patrimônio, no nosso caso, o futebol brasileiro, suas histórias e personagens. Se guardamos com tanta estima e por tantos anos tais objetos, é por que eles representam e nos ajudam a rememorar passagens, feitos, sentimentos e pessoas que fizeram parte de uma história que nos marcou, e que, portanto merece ser lembrada. Mas somente o ato de guardar não assegura a preservação dessas histórias, desse patrimônio. De nada adianta reunir e acumular fotografias se não mais nos lembrarmos dos locais, eventos e pessoas retratadas. Se não acondicionarmos adequadamente os jornais, revistas e outros textos, a tinta vai se apagando do papel e ninguém mais saberá o que ali estava escrito. Os tecidos também sofrem com a perda de cor e textura... Isso sem contar nos riscos de perda por umidade, alagamentos, incêndios e ações de predadores como cupins e traças. REALIZAÇÃO Foi pensando em colaborar com a guarda e organização adequada desses acervos que elaboramos esta cartilha. Aqui apresentamos os primeiros fundamentos: medidas bastante simples a serem tomadas para limpar, acondicionar, catalogar e assim proteger essas coleções. CONVENENTE Centro de Referência do Futebol Brasileiro EXECUTOR CO-EXECUTOR Entregamos esse documento a você, pois consideramos que o seu acervo possui um imenso valor para a memória do futebol brasileiro. E preservar essa memória é o principal objetivo do Museu do Futebol. Contudo, o Museu não pretende fazer isso isoladamente. Acreditamos que a riqueza que nosso futebol gerou, não só dentro dos campos, foi fruto da paixão dos brasileiros por esse esporte, materializada nessas coleções particulares, nesses acervos que compõem verdadeiros museus de torcedores e aficionados. APOIO FINANCEIRO A intenção do Museu do Futebol, por meio do seu Centro de Referência do Futebol Brasileiro, é evidenciar a riqueza desses acervos e contribuir para a garantia de uma boa conservação no local onde eles se encontram, criando uma imensa rede. Se cada um guardar bem o que até o momento reuniu com tanto carinho, todos saem ganhando!

3 SOBRE O MUSEU DO FUTEBOL Inaugurado em 29 de setembro de 2008 e situado embaixo das arquibancadas do Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, o Museu do Futebol é um equipamento público, pertencente à Secretaria de Estado da Cultura do Governo de São Paulo. O Museu apresenta em sua exposição principal a história do futebol brasileiro dos séculos XIX ao início do XXI. Além desta atração, o Museu também conta com exposições temporárias que versam sobre assuntos variados, um serviço educativo para atendimento a grupos escolares e de outras instituições e uma programação cultural diversificada, com jogos educativos, oficinas, sessões de cinema, palestras, bate-papos e espaço para encontros de colecionados. No final de 2011 o Museu abrirá a sua biblioteca e midiateca. Esse novo espaço é uma parte do Centro de Referência do Futebol Brasileiro: um centro de estudos e pesquisas cujo objetivo principal é mapear, sistematizar e divulgar informações, coleções, acervos e histórias sobre o futebol brasileiro. Chegamos até você por meio dessa pesquisa que realizamos para descobrir e divulgar indicadores da memória do nosso futebol. Museu do Futebol Praça Charles Miller, s/n Estádio Paulo Machado de Carvalho Pacaembu, São Paulo/SP CEP TEL A implantação do Museu do Futebol foi uma iniciativa do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo - por meio da Secretaria Municipal de Esportes e da São Paulo Turismo com concepção e realização da Fundação Roberto Marinho e patrocínio da AMBEV, Telefônica, Santander, Cielo e Rede Globo. A implantação do Centro de Referência do Futebol Brasileiro foi uma iniciativa do Instituto da Arte do Futebol Brasileiro organização social de cultura gestora do Museu do Futebol com recursos da FINEP e parceria com POIESIS e Núcleo de Antropologia Urbana da USP. Serviço Horário de funcionamento: de terça a domingo, entrada das 9h às 17h e permanência até 18h. Horário sujeito a alteração em dias de jogos no estádio. Consultar a agenda no site. Ingressos: R$ 6,00 e meia-entrada para estudantes, aposentados e maiores de 60 anos, mediante comprovação. Gratuito às quintas-feiras. Horário de funcionamento da Biblioteca: terça a sexta das 9h às 17h; sábado das 9h às 16h. Para saber mais sobre como preservar o seu acervo ou indicar lugares e pessoas para receber esta cartilha, entre em contato com a equipe do Centro de Referência do Futebol Brasileiro pelo telefone ou pelo

4 DICAS GERAIS PARA CONSERVAÇÃO E GUARDA DE COLEÇÕES O que não fazer: O que fazer: Não deixar em locais úmidos como banheiros, cozinhas e áreas com plantas; Não deixar exposto à luz caso esteja exposto na parede, manter as cortinas fechadas durante o período que o Sol incide sobre o objeto; Não fazer marcações com marca textos ou canetas em geral, anotações somente a lápis no verso do documento; Nunca usar fitas adesivas, grampos e clipes de metal; não usar cola de espécie alguma (nem de bastão, nem branca); Não use produto de limpeza algum, nem água. Caso o objeto esteja muito sujo usar um pincel de cerdas macias ou uma flanela nova para limpar. Arejar o local, para não criar fungos, como bolor. Uma das formas de preservar o seu acervo é registrando algumas informações sobre ele, o que chamamos de catalogação. Assim, você organiza os dados sobre os itens da coleção (veja a ficha sugerida no verso). Utilizar materiais de guarda apropriados como pastas plásticas e caixas arquivo (de polionda branca). Se possível, fazer envelopes de papel alcalino para separar itens como fotografias e documentos. Caso queira anexar uma fotografia à um suporte secundário utilizar cantoneiras (de preferência feitas com papel neutro). Guardar fotografias e documentos horizontalmente em estantes, gavetas e/ou armários. Evitar guardar em móveis de madeira. Dê preferência aos móveis de aço. Livros, se possível deixá-los em pé nas estantes. Materiais já colados em outro suporte, ou que grudaram no vidro, não mexer! Coloque em uma embalagem apropriada separadamente dos outros itens da coleção. Guardar tecidos apoiados sobre uma superfície plana, sem dobrar. Caso não seja possível, guarde-os enrolados, também sem dobrar. Como última opção, pendure em um cabide.

5 FICHA DE CATALOGAÇÃO Número do Objeto: Denominação: Fotografia Troféu Jornal Uniforme Outros: Data aproximada: / / Histórico / descrição: Localização física: Emoldurado Sem moldura Proprietário: Estado de conservação: Bom Regular Ruim Catalogador: Data: / /

Museu do Futebol comemora sete anos

Museu do Futebol comemora sete anos Museu do Futebol comemora sete anos Programação especial de aniversário, de 29 de setembro a 4 de outubro, terá entrada gratuita e diversas atividades para toda família O Museu do Futebol instituição da

Leia mais

MANUAL DO PROPRIETÁRIO E CERTIFICADO DE GARANTIA

MANUAL DO PROPRIETÁRIO E CERTIFICADO DE GARANTIA MANUAL DO PROPRIETÁRIO E CERTIFICADO DE GARANTIA sca.com.br Parabéns! Agora, a mudança faz parte da sua vida. Neste manual, você encontrará as principais informações para garantir que seu mobiliário S.C.A.

Leia mais

Dicas de conservação e limpeza

Dicas de conservação e limpeza Dicas de conservação e limpeza No uso diário de seus armários, alguns cuidados devem ser tomados a fim de prolongar a vida útil do produto. Água Tome cuidado particular em torno da pia, do forno e dos

Leia mais

Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Curso de Arquivologia Disciplina: Conservação e Restauração de Documentos Profa. Lillian Alvares Conservação de Acervos Documentais

Leia mais

PRESIDENTE DA REPÚBLICA Luiz Inácio Lula da Silva. Redação Inara Vieira. MINISTRO DA CULTURA Juca Ferreira. Revisão Graça Mendes

PRESIDENTE DA REPÚBLICA Luiz Inácio Lula da Silva. Redação Inara Vieira. MINISTRO DA CULTURA Juca Ferreira. Revisão Graça Mendes PRESIDENTE DA REPÚBLICA Luiz Inácio Lula da Silva MINISTRO DA CULTURA Juca Ferreira PRESIDENTE DO IPHAN Luiz Fernando de Almeida CHEFE DE GABINETE Fernanda Pereira PROCURADORA-CHEFE FEDERAL Lúcia Sampaio

Leia mais

CULTURA. Museu da Imagem e do Som, uma bela viagem pela história de Goiás MEMÓRIA PRESERVADA

CULTURA. Museu da Imagem e do Som, uma bela viagem pela história de Goiás MEMÓRIA PRESERVADA CULTURA MEMÓRIA PRESERVADA Museu da Imagem e do Som, uma bela viagem pela história de Goiás Uma viagem rumo ao passado de Goiás. Assim pode ser definido o acervo do Museu da Imagem e do Som (MIS) da Agência

Leia mais

ANEXO A Projeto básico para a Exposição

ANEXO A Projeto básico para a Exposição 95 1 IDENTIFICAÇÃO: ANEXO A Projeto básico para a Exposição 1.1 Título: Exposição FOTO-CINE CLUBE GAÚCHO MAIS DE 60 ANOS DE FOTOGRAFIA 1.2 Responsável: Margarete Ross Pereira Pacheco 1.3 Curadoria: Direção

Leia mais

Mirian Carbonera *, Ademir Miguel Salini **, Estagiários do CEOM ***

Mirian Carbonera *, Ademir Miguel Salini **, Estagiários do CEOM *** Preservação e valorização do acervo do CEOM Patrimônio Cultural do Oeste de Santa Catarina: conhecimento, cidadania e inclusão social A organização dos acervos Mirian Carbonera *, Ademir Miguel Salini

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL EUCLIDES DA CUNHA

APRESENTAÇÃO DA BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL EUCLIDES DA CUNHA APRESENTAÇÃO DA BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL EUCLIDES DA CUNHA APRESENTAÇÃO: A Biblioteca Pública Municipal Euclides da Cunha localizada no bairro da Vila Prado em São Carlos, tem atualmente 4050 usuários

Leia mais

Atlas Observe o mundo a sua volta. Como você classificaria os objetos que vê? Por seu uso, cor, forma, tamanho, natureza? A intenção aqui é que toda

Atlas Observe o mundo a sua volta. Como você classificaria os objetos que vê? Por seu uso, cor, forma, tamanho, natureza? A intenção aqui é que toda Atlas Observe o mundo a sua volta. Como você classificaria os objetos que vê? Por seu uso, cor, forma, tamanho, natureza? A intenção aqui é que toda a turma crie categorias de classificação. Grupos então

Leia mais

1. Conceito Arquivo Biblioteca- Museu

1. Conceito Arquivo Biblioteca- Museu Arquivo 1. Conceito Arquivo é o conjunto de documentos oficialmente produzido e recebido por um governo, organização ou firma, no decorrer de suas atividades, arquivados e conservador por si e seus sucessores

Leia mais

Para que um sistema de arquivos seja considerado completo é necessário que ele comporte três fases distintas definidas como:

Para que um sistema de arquivos seja considerado completo é necessário que ele comporte três fases distintas definidas como: Manual de Arquivo IINTRODUÇÃO A elaboração do presente manual de arquivo tem como objetivo disponibilizar um instrumento de auxílio aos usuários dos arquivos setoriais, intermediário e permanente que integram

Leia mais

PRESERVAÇÃO PAPEL: Introdução

PRESERVAÇÃO PAPEL: Introdução PRESERVAÇÃO PAPEL: Introdução 94% da informação escrita pelo Homem está em papel. Principal motivo para a má qualidade do papel, foi a introdução de produtos químicos para branquear e aumentar a produção.

Leia mais

G U I A T É C N I C O

G U I A T É C N I C O Os produtos da Brogliato passam por um processo de controle de qualidade em seu processo produtivo, assim qualquer dano e irregularidade são corrigidos imediatamente na empresa para que os revestimentos

Leia mais

A seguir, sugerimos algumas formas de acondicionamento por tipo de material a ser enviado.

A seguir, sugerimos algumas formas de acondicionamento por tipo de material a ser enviado. Acondicionamento Para o cliente que deseja enviar um objeto via Correios, o correto acondicionamento dos objetos é muito importante para assegurar que as remessas cheguem bem a seus destinos. Recomenda-se

Leia mais

Para quem está de mudança

Para quem está de mudança Para quem está de mudança Quando chega a hora da mudança, algumas opções devem ser analisadas: contratar uma empresa para cuidar de todo o processo, no qual profissionais embalarão todos os pertences e

Leia mais

Em abril, Museu do Futebol exibe pré lançamento do filme Fair Play? e realiza bate-papo com diretor do filme e jornalista esportivo

Em abril, Museu do Futebol exibe pré lançamento do filme Fair Play? e realiza bate-papo com diretor do filme e jornalista esportivo Em abril, Museu do Futebol exibe pré lançamento do filme Fair Play? e realiza bate-papo com diretor do filme e jornalista esportivo Juca Kfouri, Fernando Godoy e Sérgio Gagliardi farão parte do debate

Leia mais

LISTA DE MATERIAL 2015

LISTA DE MATERIAL 2015 LISTA DE MATERIAL 2015 USO USO AGENDA UNIFORME DIÁRIO HORÁRIO DE AULA INÍCIO DAS AULAS ENTREGA DE MATERIAIS 0001 PASTA COM 50 PLÁSTICOS PARA O PORTFÓLIO (SOMENTE PARA AS S NOVAS) 01 CAMISETA USADA PARA

Leia mais

1. Identificação do Produto e da Empresa

1. Identificação do Produto e da Empresa 1. Identificação do Produto e da Empresa Produto: Perfis de Poliestireno Tipo de produto: 96 % de Poliestireno Reciclado e 4 % de Poliestireno Virgem Empresa: Indústria e Comércio de Molduras Santa Luzia

Leia mais

A economia criativa movimenta R$ 40 bilhões por ano na Capital (10% do PIB), segundo a Prefeitura de São Paulo

A economia criativa movimenta R$ 40 bilhões por ano na Capital (10% do PIB), segundo a Prefeitura de São Paulo Uma nova área da economia paulistana ganha cada vez mais destaque. A indústria criativa - áreas culturais, artísticas e intelectuais - vem se desenvolvendo em vários setores, do design à arquitetura, passando

Leia mais

Garantia do Produto ML Magalhães

Garantia do Produto ML Magalhães Garantia do Produto ML Magalhães (Segundo o código de defesa do consumidor) Seja bem-vindo! Estamos orgulhosos pela sua opção por nossos produtos. Com sua escolha, você passou a fazer parte de um grupo

Leia mais

LISTA DE MATERIAL 2012 MATERNAL I

LISTA DE MATERIAL 2012 MATERNAL I Já LISTA DE MATERIAL 2012 MATERNAL I 01 muda de roupa; 01 sandália (para ficar durante toda semana); Para as crianças que ainda fazem uso de fraldas, kit contendo fraldas, pomada e lenço umedecido; Escova

Leia mais

Programa Educativo da Bienal na exposição Em Nome dos Artistas

Programa Educativo da Bienal na exposição Em Nome dos Artistas Programa Educativo da Bienal na exposição Em Nome dos Artistas O Programa Educativo da Bienal é responsável pela relação direta da Bienal com o público. Sob curadoria de Stela Barbieri, o programa tem

Leia mais

FUNDAÇÃO MUSEU NACIONAL FERROVIÁRIO

FUNDAÇÃO MUSEU NACIONAL FERROVIÁRIO FUNDAÇÃO MUSEU NACIONAL FERROVIÁRIO Regulamento de Arquivo do Centro Nacional de Documentação Ferroviária A Fundação Museu Nacional Ferroviário Armando Ginestal Machado (doravante Fundação Museu Nacional

Leia mais

A Copa do Mundo no Brasil

A Copa do Mundo no Brasil Uma publicação da Ano XI nº Dezembro /3 Atividades infantis para aprender brincar e se divertir! A Copa do Mundo no Brasil Roberta Rubinho Kátia Biguccino Mauri Junior Caça-palavras erros Enigma Jogo das

Leia mais

Arquivo CÂNDIDO DE MELLO NETO: organização e disponibilização dos acervos sobre Anarquismo, Integralismo e Documentos Particulares

Arquivo CÂNDIDO DE MELLO NETO: organização e disponibilização dos acervos sobre Anarquismo, Integralismo e Documentos Particulares Arquivo CÂNDIDO DE MELLO NETO: organização e disponibilização dos acervos sobre Anarquismo, Integralismo e Documentos Particulares Professora Elizabeth Johansen ( UEPG) Jessica Monteiro Stocco (UEPG) Tatiane

Leia mais

PESQUISA DE PREÇOS Nº 136.001/2015 TERMO DE REFERÊNCIA MATERIAL DIDÁTICO (KITS)

PESQUISA DE PREÇOS Nº 136.001/2015 TERMO DE REFERÊNCIA MATERIAL DIDÁTICO (KITS) PESQUISA DE PREÇOS Nº 136.001/2015 1. DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA MATERIAL DIDÁTICO (KITS) A FUNDACAO INTERUNIVERSITARIA DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE O TRABALHO UNITRABALHO, torna público e transparente,

Leia mais

Vamos ao M useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu?

Vamos ao M useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? useu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? Vamos ao Museu? é programa que visa ampliar as experiências culturais de estudantes, professores e comunidades por meio de ações educativas que envolvem visitas a espaços de preservação

Leia mais

As bonecas de papel são brinquedos que estimulam a imaginação e a criatividade das crianças. Foram muito usadas no século XIX e até meados do século

As bonecas de papel são brinquedos que estimulam a imaginação e a criatividade das crianças. Foram muito usadas no século XIX e até meados do século As bonecas de papel são brinquedos que estimulam a imaginação e a criatividade das crianças. Foram muito usadas no século XIX e até meados do século passado, quando faziam as delícias de muitas das nossas

Leia mais

Professora. Trabalhar com a reciclagem de materiais, além de valorizar as instalações escolares já feitas com esse tipo de material.

Professora. Trabalhar com a reciclagem de materiais, além de valorizar as instalações escolares já feitas com esse tipo de material. Professora 1. Objetivos Gerais A partir do maior conhecimento do trabalho do professor, fazer com que os alunos percebam a importância de se trabalhar com papel e demais materiais reciclados. Outro assunto

Leia mais

ARQUIVO HISTÓRICO DO FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE. Adriana Marques. Raquel Sell Pires

ARQUIVO HISTÓRICO DO FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE. Adriana Marques. Raquel Sell Pires ARQUIVO HISTÓRICO DO FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE Adriana Marques Raquel Sell Pires Resumo: Este artigo tem a finalidade de relatar e divulgar as atividades desenvolvidas no Arquivo Histórico do Figueirense

Leia mais

O que é o Durafloor? 1 Durafloor Home, Durafloor Pro, Durafloor Premium 1 Serviços 2. Instalar é simples 3 Preparando a instalação 3

O que é o Durafloor? 1 Durafloor Home, Durafloor Pro, Durafloor Premium 1 Serviços 2. Instalar é simples 3 Preparando a instalação 3 Durafloor O que é o Durafloor? 1 Durafloor Home, Durafloor Pro, Durafloor Premium 1 Serviços 2 Índice Análise do ambiente Instalar é simples 3 Preparando a instalação 3 Instalação Ferramentas e Materiais

Leia mais

Regulamento para Seleção de Exposições nos Espaços Expositivos Prefeitura Municipal de Santa Maria

Regulamento para Seleção de Exposições nos Espaços Expositivos Prefeitura Municipal de Santa Maria A Prefeitura Municipal de Santa Maria, Secretaria de Município da Cultura e o Museu de Arte de Santa Maria comunicam que estão abertas as inscrições aos produtores culturais, artistas plásticos e Visuais,

Leia mais

Como implantar e manter a coleta seletiva na sua escola. Coleta Seletiva

Como implantar e manter a coleta seletiva na sua escola. Coleta Seletiva Como implantar e manter a coleta seletiva na sua escola Coleta Seletiva Apresentaçao ~ Índice Esta cartilha foi elaborada pela Prefeitura de São Bernardo do Campo, em parceria com a SBC Valorização de

Leia mais

LISTA DE MATERIAL PARA 2015 INFANTIL 1.2

LISTA DE MATERIAL PARA 2015 INFANTIL 1.2 INFANTIL 1.2 APROPRIADO PARA APONTAR LÁPIS JUMBO 3 TUBOS DE COLA BASTÃO 10 g (PRITT) 2 TUBOS PEQUENOS DE COLA BRANCA 2 CAIXAS DE LÁPIS DE COR TRIANGULAR 12 CORES MARCA BIC (EVOLUTION OU KIDS) - (ETIQUETAR

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE 2013 IDBRASIL CULTURA, EDUCAÇÃO E ESPORTE

RELATÓRIO ANUAL DE 2013 IDBRASIL CULTURA, EDUCAÇÃO E ESPORTE RELATÓRIO ANUAL DE 2013 IDBRASIL CULTURA, EDUCAÇÃO E ESPORTE ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA UGE: UNIDADE DE PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO MUSEOLÓGICO CONTRATO DE GESTÃO Nº 05/2011 Referente ao museu: Museu

Leia mais

Modernização da gestão da documentação pública do Estado do Rio de Janeiro e reestruturação do Arquivo Público.

Modernização da gestão da documentação pública do Estado do Rio de Janeiro e reestruturação do Arquivo Público. Modernização da gestão da documentação pública do Estado do Rio de Janeiro e reestruturação do Arquivo Público. BENEFICIADOS: Administração Estadual. Pesquisadores. Entidades científicas brasileiras. Demais

Leia mais

REGULAMENTO E CRITÉRIO DE PONTUAÇÃO PARA AUDITORIAS DO PROGRAMA 8S s

REGULAMENTO E CRITÉRIO DE PONTUAÇÃO PARA AUDITORIAS DO PROGRAMA 8S s REGULAMENTO E CRITÉRIO DE PONTUAÇÃO PARA AUDITORIAS DO PROGRAMA 8S s 1- INTRODUÇÃO: O Programa 8 S é uma adaptação do 5 S à realidade brasileira que busca a organização e limpeza do ambiente, bem como

Leia mais

www.ekoambientes.com.br MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO

www.ekoambientes.com.br MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO www.ekoambientes.com.br MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO Limpeza e conservação 5anos Armários / Portas / Tampos: utilizar pano limpo e macio ligeiramente umidecido com água (o bastante para a poeira aderir no

Leia mais

Todas as ações de formação terão lugar na sede da empresa.

Todas as ações de formação terão lugar na sede da empresa. Luis Pavão Limitada Rua Rafael Andrade, 29-1150-274 Lisboa Telefone e Fax 21 812 68 45 Site: www.lupa.com.pt Correio eletrónico para inscrições: mariamm@lupa.com.pt Plano de Ações de Formação Todas as

Leia mais

08093 ALMOFADA CARIMBO N 3 AZUL 03184 ALMOFADA CARIMBO N 4 AZUL 12645 ALMOFADA PARA CARIMBO N 3, VERMELHA 08887 APAGADOR 150 PARA QUADRO BRANCO

08093 ALMOFADA CARIMBO N 3 AZUL 03184 ALMOFADA CARIMBO N 4 AZUL 12645 ALMOFADA PARA CARIMBO N 3, VERMELHA 08887 APAGADOR 150 PARA QUADRO BRANCO Informamos que os materiais de expediente relacionados na tabela abaixo estão disponíveis para solicitação da Administração Central e das Regionais da CAERN: Código Material 08093 ALMOFADA CARIMBO N 3

Leia mais

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos.

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. A Lavore Móveis segue um rigoroso controle de qualidade com o objetivo de garantir a total satisfação dos nossos clientes. Para conservação do mobiliário

Leia mais

Bijuterias em papel. Etapas 1. Numa folha de revista ou papel de presente, desenhe com o lápis triângulos de 3 cm de base e pelo menos 6 cm de altura.

Bijuterias em papel. Etapas 1. Numa folha de revista ou papel de presente, desenhe com o lápis triângulos de 3 cm de base e pelo menos 6 cm de altura. Bijuterias em papel O que você precisa: papéis coloridos usados: revistas, papéis de presente, etc. régua lápis tesoura cola branca linha ou fio de nylon agulha grande Etapas 1. Numa folha de revista ou

Leia mais

Formação acadêmica Bacharelado em Arquitetura / Universidade Federal de Pernambuco 1981

Formação acadêmica Bacharelado em Arquitetura / Universidade Federal de Pernambuco 1981 Maria de Betânia Corrêa de Araújo Recife, Pernambuco 1957 Formação acadêmica Bacharelado em Arquitetura / Universidade Federal de Pernambuco 1981 Pós graduação de Economia da Cultura Universidade Federal

Leia mais

Onde: Museu da Cerâmica Udo Knoff, Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho

Onde: Museu da Cerâmica Udo Knoff, Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS FEIRA DE CORES E SABORES A mostra, contemplada pelo Fundo de Cultura da Bahia através do IPAC, tem a intenção de valorizar os patrimônios materiais e imateriais da Feira de São Joaquim

Leia mais

Domus Profissional: programa para criação de móveis e ambientes sob medida. Apresenta uma foto realista dos móveis inseridos no ambiente.

Domus Profissional: programa para criação de móveis e ambientes sob medida. Apresenta uma foto realista dos móveis inseridos no ambiente. Os programas Domus são divididos em 4 aplicativos para atender às diferentes necessidades das pequenas e médias fábricas de móveis, ou de profissionais que se dedicam somente ao desenvolvimento de projetos

Leia mais

COMO SEPARAR E JOGAR O LIXO

COMO SEPARAR E JOGAR O LIXO Cuidados no momento de jogar o lixo! COMO SEPARAR E JOGAR O LIXO TODOS os lixos devem ser colocados devidamente classificados, no local e data determinadas para coleta,até às 08:30 da manhã Jamais jogar

Leia mais

LISTA DE MATERIAL PARA 2014 INFANTIL 1.2

LISTA DE MATERIAL PARA 2014 INFANTIL 1.2 INFANTIL 1.2 USO PESSOAL - MATERIAL QUE DEVE VIR ETIQUETADO COM O NOME DO ALUNO OBS: Todos os materiais abaixo são de uso pessoal do aluno devendo ser repostos sempre que necessário. Outros materiais de

Leia mais

Relatório de Licitação Normal

Relatório de Licitação Normal FORNECEDOR STATUS UNIDADE UN. QTDE. PE-Pregão Eletrônico PE 105/16 5173 - CRACHÁ, Material: PVC flexível, Aplicação: identificação individual, Cor: em policromia de até 16 milhões de cores, Tipo Impressão:

Leia mais

A EXPEDIÇÃO. Não importa qual seja seu sonho O importante é continuar acreditando nele...

A EXPEDIÇÃO. Não importa qual seja seu sonho O importante é continuar acreditando nele... P O R T F O L I O A EXPEDIÇÃO Em janeiro de 2002, partimos de São Paulo para dar a volta ao mundo de carro. Levando uma vida simples, com orçamento apertado, fomos em busca de aventuras e descobertas.

Leia mais

Fica o convite para mais um ano de experiências interativas e sensoriais num Museu que é de todos e para todos.

Fica o convite para mais um ano de experiências interativas e sensoriais num Museu que é de todos e para todos. Antigo espaço de encontro e de comunicação em torno do comércio e das mercadorias, a Alfândega é agora a casa do Museu dos Transportes e Comunicações, que tem vindo a construir e a solidificar uma relação

Leia mais

OFICINA DO ATELIÊ À FOTOGRAFIA INTERFOTO 2015

OFICINA DO ATELIÊ À FOTOGRAFIA INTERFOTO 2015 OFICINA DO ATELIÊ À FOTOGRAFIA INTERFOTO 2015 AGOSTO 2015 1 APRESENTAÇÃO O Museu da Energia de Itu, pertencente à Fundação Energia e Saneamento, integra a Rede Museu da Energia composta por mais dois núcleos

Leia mais

Operações de Rotina. 4.13 Arrumação da Loja

Operações de Rotina. 4.13 Arrumação da Loja 4.13 Arrumação da Loja Operações de Rotina O bem-estar na loja depende de muitos fatores. Um dos mais importantes é a arrumação, pois propicia uma boa impressão, tanto aos clientes quanto aos colaboradores.

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE COLETA DE AMOSTRAS DE CABELO E PÊLOS. Personal Drug Test. Líder mundial em detecção do consumo de entorpecentes

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE COLETA DE AMOSTRAS DE CABELO E PÊLOS. Personal Drug Test. Líder mundial em detecção do consumo de entorpecentes MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE COLETA DE AMOSTRAS DE CABELO E PÊLOS Personal Drug Test Líder mundial em detecção do consumo de entorpecentes Materiais de coleta Itens fornecidos 1 2 3 4 5 6 Solicitação para

Leia mais

Energia elétrica: como usar e economizar

Energia elétrica: como usar e economizar endividado.com.br Energia elétrica: como usar e economizar Como fazer uso eficiente de Energia Quanto maior o desperdício de energia, maior é o preço que você e o meio ambiente pagam por ela. Ao usar a

Leia mais

Informática. Cartuchos de toner, preto, compatível, novo, primeiro uso, para impressora LaserJet HP 1022, Q2612A 13. Informática

Informática. Cartuchos de toner, preto, compatível, novo, primeiro uso, para impressora LaserJet HP 1022, Q2612A 13. Informática POSIÇÃO DE ESTOQUE EM 1 DE MARÇO DE 016 Itens Qtde. Grupo Estoque Açúcar cristal 5kg 39 Gêneros Alimentícios Café em pó 500g 86 Gêneros Alimentícios Adesivo Banheiro 49 Higiene e Limpeza Álcool Gel 500g

Leia mais

Museu Nacional da Arte Antiga

Museu Nacional da Arte Antiga Museu Nacional da Arte Antiga Índice 1. Horários e localização: 2. Ingresso 3. História do museu 4. Informações acerca do museu 5. As 10 obras de referência do MNAA 6. Coleções 1 - Horário e Localização

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA UNIESP Unidade de Marília

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA UNIESP Unidade de Marília REGULAMENTO DA BIBLIOTECA UNIESP Unidade de Marília I MISSÃO Disseminar a informação de forma a apoiar as atividades de ensino, pesquisa e extensão. II DA INSCRIÇÃO Art. 1º Todos os alunos, docentes e

Leia mais

Cartilha do Professor

Cartilha do Professor Cartilha do Professor Compartilhar paixões. Este é o principal objetivo da exposição Libertadores - paixão que nos une, que ultrapassa barreiras geográficas, ideológicas e de idiomas para apresentar o

Leia mais

A Importância da reciclagem

A Importância da reciclagem Texto 1 A Importância da reciclagem Vanessa Minuzzi Bidinoto Reciclar é economizar energia, poupar recursos naturais e trazer de volta ao ciclo produtivo o que jogamos fora. Para compreendermos a reciclagem

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00013/2014-000 SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00013/2014-000 SRP 26422 - INST.FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. CATARINENSE 158459 - INST.FED.CATARINENSE/CAMPUS ARAQUARI RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00013/2014-000 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - Confecção Materiais

Leia mais

PARECER Nº 13/2009 1- APRESENTAÇÃO

PARECER Nº 13/2009 1- APRESENTAÇÃO PARECER Nº 13/2009 Manifesta-se sobre a declaração de interesse público e social do acervo de Abdias Nascimento, sob a guarda do Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros - IPEAFRO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

Dicas de mudança e armazenagem

Dicas de mudança e armazenagem Dicas de mudança e armazenagem www.unidosgv.com.br 11 2762-6288 11 4135-2033 Tudo o que você precisa saber Introdução Chegou a tão esperada hora da mudança! Quem está planejando há algum tempo os passos

Leia mais

Para se obter os melhores resultados, é essencial seguir exatamente as instruções de colocação.

Para se obter os melhores resultados, é essencial seguir exatamente as instruções de colocação. Para se obter os melhores resultados, é essencial seguir exatamente as instruções de colocação. PREPRÇÃO s réguas de piso devem permanecer e climatizar durante 48 horas dentro da embalagem fechada sob

Leia mais

Para ajuste de posição vertical da superfície e do tampo monitor utilizar as manivelas, observando o sentido correto de rotação.

Para ajuste de posição vertical da superfície e do tampo monitor utilizar as manivelas, observando o sentido correto de rotação. Manual do Produto Parabéns, Você acaba de adquirir um móvel RAVAD! Os móveis da RAVAD são especialmente projetados, desenvolvidos e montados a partir do resultado de pesquisas das tendências nacionais

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 79 Memória Institucional - Documentação 17 de abril de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através

Leia mais

Repare nestes pontos ao escolher seu imóvel.

Repare nestes pontos ao escolher seu imóvel. Repare nestes pontos ao escolher seu imóvel. Existem muitos ítens importantes a considerar antes de fechar a compra de um novo imóvel. O Itaú vai ajudar você a ficar alerta à eles e se preparar para evitar

Leia mais

6º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Projeto: Incentivo à Leitura e Literatura

6º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Projeto: Incentivo à Leitura e Literatura 6º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias Projeto: Incentivo à Leitura e Literatura Realizado por meio de convênio entre a Prefeitura Municipal de Ourinhos e a Associação de Amigos

Leia mais

Leia estas instruções antes de usar o produto

Leia estas instruções antes de usar o produto MANUAL DE INSTRUÇÕES SG500 Sanduicheira Leia estas instruções antes de usar o produto PRECAUÇÕES IMPORTANTES Ao utilizar aparelhos elétricos, a fim de reduzir o risco de incêndio, choque elétrico e/ou

Leia mais

MANUAL DE USO, CONSERVAÇÃO E GARANTIA DO PRODUTO

MANUAL DE USO, CONSERVAÇÃO E GARANTIA DO PRODUTO MANUAL DE USO, CONSERVAÇÃO E GARANTIA DO PRODUTO GARANTIA QUALIDADE No Manual de Uso, Conservação e Garantia do Produto você vai encontrar dicas e informações importantes para conservação dos produtos

Leia mais

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL!

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! Na execução de uma PINTURA, devemos levar em consideração os vários fatores que envolvem as etapas deste processo e suas particularidades. Por exemplo, temos

Leia mais

A m e l h o r s o l u ç ã o p a r a s u a e m p r e s a. LINHA ARMÁRIOS

A m e l h o r s o l u ç ã o p a r a s u a e m p r e s a. LINHA ARMÁRIOS A m e l h o r s o l u ç ã o p a r a s u a e m p r e s a. LINHA ARMÁRIOS LINHA DE ARMÁRIOS PRESTO MAIS QUALIDADE POR MUITO MENOS QUALIDADE GARANTIDA Com um dos parques fabris mais modernos da América Latina,

Leia mais

Orientações para Trâmites dos Projetos com recursos da UDESC

Orientações para Trâmites dos Projetos com recursos da UDESC Orientações para Trâmites dos Projetos com recursos da UDESC 1. Introdução Serão considerados projetos com recursos da UDESC para fins destas orientações aqueles que integram: 1.1 Programa de Apoio à Pesquisa

Leia mais

Curadoria e montagem de exposições de arte: um campo de diversas profissões

Curadoria e montagem de exposições de arte: um campo de diversas profissões Curadoria e montagem de exposições de arte: um campo de diversas profissões As oportunidades de trabalho e as novas profissões ligadas à arte contemporânea têm crescido muito nos últimos anos, impulsionadas

Leia mais

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa 18 Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva APRESENTAÇÃO Instalado no Palácio

Leia mais

Case de Treinamento de Empregada em Domicílio

Case de Treinamento de Empregada em Domicílio 1 Case de Treinamento de Empregada em Domicílio Treinamento de mensalista 2 Cenário: O empregador tem uma mensalista de muita confiança e amorosa, a empregada toma conta do bebê de 9 meses até início da

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DOS ANEXOS

MANUAL DE INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DOS ANEXOS Prefeitura Municipal de João Pessoa Fundação Cultural de João Pessoa PROGRAMA MAIS CULTURA PONTO DE CULTURA PONTOS DE CULTURA DO MUNICIPIO DE JOÃO PESSOA MANUAL DE INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DOS ANEXOS

Leia mais

Fevereiro/2015. Período. 1 a 28 de fevereiro de 2015

Fevereiro/2015. Período. 1 a 28 de fevereiro de 2015 Fevereiro/2015 Período 1 a 28 de fevereiro de 2015 Unidades do Museu da Energia terão horários diferentes durante o Carnaval O feriado do Carnaval pode ser uma excelente oportunidade para o público conhecer

Leia mais

Belo Horizonte 2013 EXPOSIÇÃO. Divulgação

Belo Horizonte 2013 EXPOSIÇÃO. Divulgação NOV Belo Horizonte 2013 Divulgação Amilcar de Castro 13 de novembro a 27 de janeiro de 2014 Divulgação Foto: Anna FERNANDO SABINO 90 ANOS 25 de setembro a 04 de novembro Mostra multimídia em homenagem

Leia mais

Centro de Desenvolvimento Infantil Estimulopraxis

Centro de Desenvolvimento Infantil Estimulopraxis Centro de Desenvolvimento Infantil Estimulopraxis Janeiro de 2013 Este documento tem como objectivo ajudar as pessoas mais próximas do GB a complementar o trabalho executado ao longo das sessões de Reabilitação

Leia mais

DADOS PESSOAIS ORIGEM. Prezado cliente, É um prazer atende-lo (a).

DADOS PESSOAIS ORIGEM. Prezado cliente, É um prazer atende-lo (a). Prezado cliente, É um prazer atende-lo (a). Como tudo na vida, sua mudança também precisa de um bom planejamento, as características de origem e destino são fundamentais para evitar imprevistos com estacionamento,

Leia mais

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2016 Fundamental

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2016 Fundamental MATERIAL QTD DESCRIÇÃO MATERIAL GERAL LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2016 6º ANO 4 Canetas esferográficas (azul, preta, vermelha, verde) 1 Borracha macia 1 Corretivo (em bastão ou fita) (obs.: não trazer o

Leia mais

A infância é o tempo de maior criatividade na vida de um ser humano. Jean Piaget

A infância é o tempo de maior criatividade na vida de um ser humano. Jean Piaget Lista de material 2016 BERÇÁRIO II (1 a 2 anos) 01 resma de papel A3 01 pacote de papel sulfite rosa 04 folhas de papel microondulado (coloridas) 03 folhas de papel laminado (2 pratas/01 verde) 02 folhas

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Segepres/ISC/Cedoc Serviço de Gestão Documental

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Segepres/ISC/Cedoc Serviço de Gestão Documental TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Segepres/ISC/Cedoc Serviço de Gestão Documental MANUAL DE TRATAMENTO E GUARDA DE DOCUMENTOS ESPECIAIS AVULSOS Setembro/2013 1 PROCEDIMENTOS DE RECEBIMENTO E GUARDA DE DOCUMENTOS

Leia mais

5º Ano. 3º Ano Ensino Fundamental. Unidade Praia Grande

5º Ano. 3º Ano Ensino Fundamental. Unidade Praia Grande 5º Ano 3º Ano Ensino Fundamental Unidade Praia Grande Lista de material 5.º ano - 2015 (Unidade Praia Grande) I) Material fornecido pela escola: O Centro Educacional Objetivo fornece aos seus alunos material

Leia mais

COLEÇÕES PRIVADAS: O ACERVO DE EDMUNDO CARDOSO 1

COLEÇÕES PRIVADAS: O ACERVO DE EDMUNDO CARDOSO 1 COLEÇÕES PRIVADAS: O ACERVO DE EDMUNDO CARDOSO 1 Anderson Gonçalves Gandor e Denise de Fátima Martins Oliveira 2 Roselâine Casanova Corrêa 3 Resumo Este artigo, o objetivo é oferecer melhor entendimento

Leia mais

Odinheiro nos ajuda a comprar as coisas que

Odinheiro nos ajuda a comprar as coisas que Economize um pouco, gaste um pouco, doe um pouco Esta é a maneira bandeirante! Administração do dinheiro Odinheiro nos ajuda a comprar as coisas que precisamos, como comida e roupa. E o dinheiro nos ajuda

Leia mais

Manual de OBRAS. UM guia para O SUCESSO

Manual de OBRAS. UM guia para O SUCESSO Manual de OBRAS UM guia para O SUCESSO DA INSTALAÇÃO do durafloor EM OBRAS índice ESPECIFICAÇÃO LOCAL DA INSTALAÇÃO PLANEJAMENTO ANTES DA INSTALAÇÃO RECEBIMENTO E CHECAGEM DE MATERIAL INSTALAÇÃO ENTREGA

Leia mais

Cultura Material em Exposição: Museu do Couro e do Zé Didor, Campo Maior, Piauí

Cultura Material em Exposição: Museu do Couro e do Zé Didor, Campo Maior, Piauí 1 Cultura Material em Exposição: Museu do Couro e do Zé Didor, Campo Maior, Piauí Felipe de Sousa Soares* Felipe Rocha Carvalho Lima** Petherson Farias de Oliveira*** 1. Introdução O texto visa apresentar

Leia mais

APROSA Associação das Promotoras Legais Populares do Cabo de Santo Agostinho RECICLARTES RECICLANDO VIDAS!

APROSA Associação das Promotoras Legais Populares do Cabo de Santo Agostinho RECICLARTES RECICLANDO VIDAS! APROSA Associação das Promotoras Legais Populares do Cabo de Santo Agostinho RECICLARTES RECICLANDO VIDAS! Cabo de Santo Agostinho, 2010 Descrição do Projeto Segundo a comissão Mundial sobre o Meio Ambiente

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA

MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA MANUAL DE INSTALAÇÃO HIDRÁULICA Esquema de Instalação Hidráulica RESIDENCIAL Atenção: Modelo meramente ilustrativo em casas térreas. Para sua segurança e garantia do bom funcionamento das tubulações de

Leia mais

Antes. Depois. Escritórios Os escritórios são espaços físicos que correspondem às necessidades

Antes. Depois. Escritórios Os escritórios são espaços físicos que correspondem às necessidades CIANO MAGENTA AMARELOPRETO Casa & Construção É tempo de renovação A atmosfera é de renovação, regeneração, expectativas e esperanças. Páscoa vem do hebraico Pessach e significa passagem. A Ressurreição

Leia mais

Lista de material Infantil 1-2011 (Unidades Santos e Guarujá)

Lista de material Infantil 1-2011 (Unidades Santos e Guarujá) Lista de material Infantil 1-2011 (Unidades Santos e Guarujá) I) Material fornecido pela escola: O Centro Educacional Objetivo fornece aos seus alunos todos os Cadernos de Atividades necessários ao trabalho

Leia mais

Regulamento Mostra ACESC de Artes Plásticas e Fotografia 2015

Regulamento Mostra ACESC de Artes Plásticas e Fotografia 2015 Regulamento Mostra ACESC de Artes Plásticas e 2015 REGULAMENTO Capítulo I DA INSCRIÇÃO Art. 1º. As inscrições dos clubes na ACESC deverão ser feitas entre os dias 15 (quinze) e 30 (trinta) de Setembro.

Leia mais

BIOSSEGURANÇA EM BIBLIOTECA: GARANTIA DE SAÚDE E SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO

BIOSSEGURANÇA EM BIBLIOTECA: GARANTIA DE SAÚDE E SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO XIV ENCONTRO DE BIBLIOTECÁRIOS DA JUSTIÇA DO TRABALHO BIOSSEGURANÇA EM BIBLIOTECA: GARANTIA DE SAÚDE E SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO Eduardo Maciel Engenheiro de Segurança do Trabalho Assessor e Consultor

Leia mais

Medidas de preservação para o acervo especial da Biblioteca do Porto do Rio Grande - RS, Brasil

Medidas de preservação para o acervo especial da Biblioteca do Porto do Rio Grande - RS, Brasil Medidas de preservação para o acervo especial da Biblioteca do Porto do Rio Grande - RS, Brasil Mestranda Bibl. Esp. Gladis Rejane Moran Ferreira Apresentadora Drª Carla Rodrigues Gastaud Orientadora Rio

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PRESERVAÇÃO E GESTÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DAS CIÊNCIAS E DA SAÚDE CHAMADA PÙBLICA ÁREAS: PATRIMÔNIO ARQUITETÔNICO

Leia mais

MUSEU DA CIDADE OCA RECEBE A MAIOR EXPOSIÇÃO JÁ REALIZADA SOBRE A CIVILIZAÇÃO MAIA

MUSEU DA CIDADE OCA RECEBE A MAIOR EXPOSIÇÃO JÁ REALIZADA SOBRE A CIVILIZAÇÃO MAIA MUSEU DA CIDADE OCA RECEBE A MAIOR EXPOSIÇÃO JÁ REALIZADA SOBRE A CIVILIZAÇÃO MAIA Mayas: revelação de um tempo sem fim reúne pela primeira vez mais de 380 objetos e homenageia esta civilização em todo

Leia mais

CMI. CMI Centro de Memória e Informação. Dados do Projeto e do(a) Coordenador do Projeto

CMI. CMI Centro de Memória e Informação. Dados do Projeto e do(a) Coordenador do Projeto CMI Centro de Memória e Informação CMI Dados do Projeto e do(a) Coordenador do Projeto Título do Projeto Museu Casa de Rui Barbosa: estabelecendo relações com os turistas nacionais e internacionais Coordenador

Leia mais

Mudança. manual de montagem. Estante Divisória. ferramenta chave philips. tempo 1 hora e 30 minutos. tempo 1 hora. montagem 2 pessoas

Mudança. manual de montagem. Estante Divisória. ferramenta chave philips. tempo 1 hora e 30 minutos. tempo 1 hora. montagem 2 pessoas manual de montagem montagem 2 pessoas ferramenta martelo de borracha Mudança Estante Divisória ferramenta chave philips tempo 1 hora e 30 minutos ferramenta parafusadeira tempo 1 hora DICAS DE CONSER VAÇÃO

Leia mais