Qualidade de Software

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Qualidade de Software"

Transcrição

1 Qualidade de Software

2 Introdução Qualidade é um dos principais objetivos da Engenharia de Software. Muitos métodos, técnicas e ferramentas são desenvolvidas para apoiar a produção com qualidade. Tem-se dado grande importância ao processo como forma de se garantir um software de melhor qualidade.

3 Qualidade Termo que pode ser definido de várias formas, causando mal-entendidos: 1. Qualidade não tem um único sentido; 2. Para cada conceito existem vários níveis de abstração; 3. Visão popular pode ser diferente do seu uso profissional.

4 Qualidade: Visão Popular termo indefinível. pode ser sentida, discutida, julgada, mas não pode ser medida; luxo, classe e elegância. Produtos caros e complexos têm melhor nível de qualidade. Confiabilidade e o número de reparos efetuados não são considerados.

5 Qualidade: Definições Simples Qualidade é estar em conformidade com os requisitos do cliente. Qualidade é antecipar e satisfazer os requisitos dos clientes. Qualidade é escrever tudo o que se deve fazer e fazer tudo o que foi escrito.

6 Qualidade: Visão Profissional Definições Crosby: Conformidade aos Requisitos Requisitos devem ser claramente definidos e não podem ser mal-interpretados. Não conformidade = ausência de qualidade. Juran: Conveniência para Uso Considera os requisitos e a expectativa do cliente. Um produto deve ter elementos que satisfaçam as diversas maneiras com que os clientes o utilizarão. Parâmetros da conveniência para uso: Qualidade de Projeto e de Conformidade. As duas definições são similares embora a segunda dê mais ênfase às expectativas do usuário.

7 Qualidade: Definição segundo NBR 8402 Qualidade : A totalidade das características de uma entidade que lhe confere a capacidade de satisfazer as necessidades explícitas e implícitas. Ex: Qualidade de um prato de comida está relacionado com a satisfação das necessidades: sabor aparência temperatura rapidez no serviço preço higiene valor nutricional

8 Qualidade : Certificação de Qualidade A qualidade não basta existir, ela deve ser reconhecida pelo cliente. A certificação de qualidade oficial é emitida com base em um padrão. Ex. Certificados O selo do SIF O selo da ABIC A classificação em estrelas dos hotéis Os certificados de qualidade da série ISO 9000 (padrão de qualidade).

9 Qualidade : Organizações Normalizadoras ISO - International Organization for Standardization IEEE - Instituto de Engenharia Elétrica e Eletrônica ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas Para a emissão de certificado, é preciso a realização de todo um processo de avaliação e julgamento de acordo com uma determinada norma. INMETRO - orgão do governo responsável pelo credenciamento das instituições que realizam a certificação.

10 Evolução dos Conceitos de Qualidade Inspeção pós-produção - avalia o produto final Controle estatístico da produção Avaliação do procedimento de produção Educação das pessoas Otimização dos processos Projeto robusto - avaliação do processo Engenharia Simultânea - avalia a própria concepção do produto.

11 Qualidade aplicada ao Software Mito: Criar programas é uma arte que não pode seguir regras, normas ou padrões. Causas: Produtos de software são complexos. Software não tem produção em série. Custo está no projeto e desenvolvimento. Software não se desgasta. Software é invisível. Sua representação em grafos e diagramas não é precisa. A Engenharia de Software ainda não está madura, é uma tecnologia em evolução. Não há um acordo entre os profissionais sobre o que é qualidade de software.

12 Qualidade de Software Perspectiva Histórica da Engenharia de Software: anos 60 - Era Funcional anos 70 - Era do Método anos 80 - Era do Custo anos 90 e depois - Era da Qualidade Qualidade não é um fator de vantagem no mercado, mas é uma necessidade para a garantia da competitividade.

13 Qualidade de Software - atividades para garantia de qualidade de produtos de software Software Quality Assurance: padrão sistemático e planejado de ações que são exigidas para garantir a qualidade de software. Essas ações englobam: Aplicações de métodos técnicos Realizações de revisões técnicas formais Atividade de teste de software Aplicação de padrões e procedimentos formais Processo de controle de mudanças Mecanismos de medição

14 Qualidade de Software - técnicas aplicadas ao processo de desenvolvimento Planejamento de qualidade Melhoria no processo e controle de qualidade Gerenciamento de qualidade no processo Análise de dados sobre a satisfação do cliente

15 Definição de Qualidade de Software Conformidade aos requisitos de desempenho e de funcionalidade que foram explicitamente definidos, aos padrões de desenvolvimento explicitamente documentados e às características implícitas que são esperadas por todo software desenvolvido por profissionais.

16 Visões sobre a importância da qualidade do produto e do processo Visão que aborda a qualidade do produto Funcionalidade, confiabilidade, usabilidade, eficiência, manutenibilidade e portabilidade (ISO 9126 e NBR 13596). Visão que aborda a qualidade do processo Dos requisitos do usuário à entrega do produto final, existe um processo de desenvolvimento complexo e dividido em fases, que pode comprometer a qualidade do software. Mesmo diante de divergências, o fato é que o processo influi nas características finais do software.

17 Principais Normas Nacionais e Internacionais na Área de Software NORMA ISO 9126 Características da qualidade de produtos de software NBR Versão brasileira da ISO 9126 ISO ISO ISO NBR ISO 9001 Guias para avaliação de produtos de software, baseados na ISO 9126 Características de qualidade de pacotes de software (software de prateleiras) Norma para a qualidade do processo de desenvolvimento de software. Modelo para garantia de qualidade em projeto, desenvolvimento, intalação e assistência técnica (processo)

18 ISO Principais Normas Nacionais e Internacionais na Área de Software NORMA CMM SPICE ISO Modelo da SEI para avaliação da qualidade do processo de desenvolvimento de software. Não é uma norma ISO, mas é muito bem aceita no mercado. Projeto da ISO/IEC para avaliação de processo de desenvolvimento de software. Ainda não é uma norma oficial ISO, mas o processo está em andamento.

19 Qualidade de Produtos de Software O que é qualidade de software? Que padrões utilizar? Parece difícil... Muito se tem pensado sobre isso: ISO/IEC publicada em NBR publicada em agosto de 1996 Listam um conjunto de características que devem ser verificadas em um software para que ele seja considerado um software de qualidade

20 Qualidade de Produtos de Software - NBR Característica Subcaracterísticas Pergunta chave para a subcaracterística Funcionalidade (satisfaz as necessidades?) Confiabilidade (É imune a falhas?) Usabilidade (É fácil de usar?) Adequação Acurácia Interoperabilidade Segurança de acesso Conformidade Maturidade Tolerância a falhas Recuperabilidade Inteligibilidade Apreensibilidade Operacionalidade Propõe-se a fazer o que é apropriado? Faz o que propôs de maneira correta? Interage com os sistemas especificados? Evita acesso não autorizado a dados? Está de acordo com as normas, leis, etc. Com que frequência apresenta falhas? Ocorrendo falhas, como reage? É capaz de recuperar dados em caso de falhas? É fácil entender o conceito e a aplicação? É fácil aprender a usar? É fácil operar e controlar

21 Qualidade de Produtos de Software - NBR Característica Subcaracterísticas Pergunta chave para a subcaracterística Eficiência (Rápido e enxuto) Manutenibilidade (É fácil de modificar?) Portabilidade (É fácil de usar em outro ambiente?) Tempo Recursos Analisabilidade Modificabilidade Estabilidade Testabilidade Adaptabilidade Capacidade para ser instalado Conformidade Capacidade para substituir Qual o tempo de resposta, velocid. de execução? Quanto recurso usa? Durante quanto tempo? É fácil encontrar uma falha, quando ocorre? È fácil modificar e adaptar? Há grande risco quando se faz alterações? É fácil testar quando se faz alterações? É fácil adaptar a outros ambientes? É fácill instalar em outros ambientes? Está de acordo com padrões de portabilidade? É fácil usar para substituir outro sistema?

22 Qualidade de Produto de Software - NBR Como aplicar a norma ISO 9126/ NBR 13560? Para avaliar um software segundo a norma deve-se tentar atribuir valores (notas ou conceitos) a cada uma das subcaracterísticas. Fato: É difícil aplicar a norma sem se estar familiarizado com o processo de avaliação de software. Guias para a avaliação da qualidade - descrevem, detalhadamente todos os passos para se avaliar um software.

23 Qualidade de Processo de Software Processo de Software = conjunto de ferramentas, métodos e práticas usadas para produzir um software. Para melhorar a qualidade no desenvolvimento precisa-se de modelos de processos para a descrição precisa e formal das atividades do ciclo de vida do software. Modelo de Processo é representado por um conjunto seqüencial de atividades, objetivos, transformações e eventos que encapsulam estratégias para o cumprimento da evolução do software

24 Gerência de Processo de Software A gerência de processo objetiva a geração de produtos de acordo com o planejado e, ao mesmo tempo, melhorar a capacidade de produzir software com mais qualidade. Melhor capacidade de lidar com o software: Passo 1. Compreender o estado atual do processo; Passo 2. Desenvolver uma visão do processo desejado; Passo 3. Estabelecer ações para a melhoria do processo; Passo 4. Gerar um plano para acompanhar estas ações; Passo 5. Compreender os recursos para execução do plano; Passo 6. Recomeçar a partir do Passo 1. Para a evolução do processo de software é necessário ter uma maneira para medí-lo.

25 Modelos para a Avaliação do Processo de Software Modelo Capability Maturity Model (CMM) ISO Projeto SPICE Modelo PSP (Personal Software Process) Projeto SQUID, etc

26 ISO Guia para a aplicação da ISO 9001 para o desenvolvimento, fornecimento e manutenção de software, criado em Especifica requisitos mínimos para assegurar a qualidade de produtos e serviços, não definindo modelos ou impondo sistemas de qualidade.

27 ISO Atividades do Ciclo de Vida Agrupa as atividades do ciclo de vida em 9 categorias: análise crítica do contrato especificação dos requisitos do comprador planejamento do desenvolvimento planejamento da qualidade projeto e implementação ensaios e validação aceitação cópia, entrega e instalação manutenção

28 ISO Atividades de Suporte Estão organizadas em 9 itens: gestão de configuração controle de documentos registros da qualidade medição regras, práticas e convenções ferramentas e técnicas aquisição produto de software incluído treinamento

29 SPICE - Introdução Motivação Mortalidade dos trabalhos de padronização SPICE (Software Process Improvement and Capability determination) Organização 4 Centros Técnicos Conselho Administrativo Organizações privadas e estatais

30 SPICE - O que é? É um conjunto de documentos Consiste de um framework de avaliação Facilita o auto-julgamento Desperta consciência do contexto Produz um perfil do processo Direciona a adequação das atividades Apropriado para organizações de diversos tamanhos

31 SPICE - Aplicação Aplicado para organizações envolvidas com qualquer atividade relacionada ás atividades de computação A Avaliação examina o processo e determina a efetividade deste Resultados podem usados para Auto-Avaliação Melhoria do processo

32 Documentos do SPICE O SPICE é composto por 9 partes: parte 1: Conceitos e Guia Introdutório parte 2: Modelo de Gerenciamento de Processo parte 3: Avaliação do Processo parte 4: Guia para Condução de uma Avaliação parte 5: Construção, Seleção e Uso das Ferramentas de Avaliação parte 6: Qualificação e Treinamento dos Avaliadores parte 7: Guia para o Processo de Melhoria parte 8: Guia para Orientação da Determinação da Capacidade do Processo

33 Quadro Comparativo Aspectos ISO CMM (SEI) SPICE Abordagem Meta/ Objetivo Empresas Alvo Verificação de conformidade de processos a padrões documentados. Certificar a organização de acordo com os padrões estabelecidos. Organizações que necessitam de uma certificação. Classificação das organizações em níveis de maturidade crescente. Determinar a capacitação da empresa e apoiar sua evolução de acordo com os 5 níveis. Organizações de grande porte que necessitam de uma certificação. Avaliação dos processos com o objetivo de determinar a capacitação da organização e propor melhoria. Determinar a capacitação da organização e apoiar sua evolução de acordo com os objetivos da organização. Organizações em geral.

34 Quadro Comparativo Aspectos ISO CMM (SEI) Definições de Processos Flexibilidade Instrumento de Avaliação de nível de capacitação Não estabelece processos, (estabelece as atividades a ser cumpridas, com visão de estrutura, ciclo de vida e suporte). Não admite adaptação. Estabelece 18 processos organizados em 5 níveis. Não admite adaptação. SPICE Estabelece 35 processos organizados em 5 categorias. Adaptável aos objetivos da organização. Check list. Questionário. Fornece orientações para montar questionário.

35 Aspectos ISO CMM (SEI) SPICE Inspiração e Influência Benefícios Normas militares americanas, canadenses, sistemas de qualidade do Reino Unido. Difusão extensa; Reconhecimento do valor da certificação. Princípios de Shewart, Deming, Juran, Crosby. Estabelecimento de um roteiro para a melhoria contínua. TQM, PDCA, CMM, TRILLIUM, Malcolm Baldrige, Bootstrap. Expansão e flexibilização dos modelos citados. Limitações Risco de se colocar a Certificação como objetivo principal. Ausência de apoio à melhoria contínua. Foco exclusivo no processo. Pouca consideração à diversidade das organizações. Dificuldade de aplicação em pequenas organizações. Foco exclusivo no processo. Dificuldade de aplicação devido à grande quantidade de informações. Foco exclusivo no processo.

36 Conclusões Dos métodos de avaliação de processo apresentados, alguns estão estabelecidos no mercado (CMM), e outros apresentam projetos ambiciosos a nível mundial (SPICE). Dentre estes, existem modelos que além de avaliar o processo de desenvolvimento propõem algum mecanismo para melhoria do processo.

37 Conclusões Não existe um modelo ideal de avaliação de qualidade que seja aplicável indistintamente às organizações, abrangendo os diversos objetivos que elas tem em relação a qualidade. A qualidade de software não é garantida somente pela qualidade de processo, mas também pela garantia de qualidade do produto final. A maior preocupação deve ser sempre a satisfação do usuário final.

Qualidade de Software. Prof. Natália Oliveira M.Sc queiroz.nati@gmail.com

Qualidade de Software. Prof. Natália Oliveira M.Sc queiroz.nati@gmail.com Qualidade de Software Prof. Natália Oliveira M.Sc queiroz.nati@gmail.com Ementa Conceitos sobre Qualidade Qualidade do Produto Qualidade do Processo Garantida da Qualidade X Controle da Qualidade Conceitos

Leia mais

Normas e Padrões de Qualidade em Software - I

Normas e Padrões de Qualidade em Software - I Tema da Aula Normas e Padrões de Qualidade em - I Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br Certificação da Qualidade Certificações emitidas por entidades públicas conceituadas: 9 ABIC Selo

Leia mais

Rede Paraense de Pesquisa e Inovação em Tecnologia da Informação e Comunicação. Laboratório de Tecnologia de Software LTS

Rede Paraense de Pesquisa e Inovação em Tecnologia da Informação e Comunicação. Laboratório de Tecnologia de Software LTS Rede Paraense de Pesquisa e Inovação em Tecnologia da Informação e Comunicação Laboratório de Tecnologia de Software LTS Qualidade de Produto Cláudio Martins claudiomartins2000@gmail.com www.ufpa.br/redetic

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação. Visão Geral Qualidade de Software

Especialização em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação. Visão Geral Qualidade de Software Especialização em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação Visão Geral Qualidade de Software Evolução do Conceito de Qualidade W.A.Shewart desenvolveu o sistema de Controlo Estatístico do Processo

Leia mais

Padrões de Qualidade de Software

Padrões de Qualidade de Software Universidade Federal do Vale do São Francisco Padrões de Qualidade de Software Engenharia de Software I Aula 4 Ricardo Argenton Ramos Agenda da Aula Introdução (Qualidade de Software) Padrões de Qualidade

Leia mais

Padrões de Qualidade de Software e Métricas de Software

Padrões de Qualidade de Software e Métricas de Software Universidade Federal do Vale do São Francisco Padrões de Qualidade de Software e Métricas de Software Engenharia de Software I Aula 3 e 4 Ricardo Argenton Ramos Agenda da Aula Introdução (Qualidade de

Leia mais

Qualidade de Software: Visão Geral

Qualidade de Software: Visão Geral Qualidade de Software: Visão Geral Engenharia de Software 1 Aula 05 Qualidade de Software Existem muitas definições de qualidade de software propostas na literatura, sob diferentes pontos de vista Qualidade

Leia mais

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE Prof. Dr. Ivanir Costa Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE Normas de qualidade de software - introdução Encontra-se no site da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) as seguintes definições: Normalização

Leia mais

Qualidade de software

Qualidade de software Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina - FACAPE Curso: Ciência da Computação Disciplina:Projeto de Sistemas Qualidade de software cynaracarvalho@yahoo.com.br Qualidade de software Qualidade

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Qualidade de Software José Barreto Júnior O que é qualidade? Existem diversas definições. Algumas pessoas que tentaram uma definição simples chegaram a frases como: Qualidade é estar em conformidade com

Leia mais

Qualidade de Software. MC626 Adaptado de notas de aula da Prof. Eliane Martins (http://www/ic.unicamp.br/~eliane/cursos)

Qualidade de Software. MC626 Adaptado de notas de aula da Prof. Eliane Martins (http://www/ic.unicamp.br/~eliane/cursos) Qualidade de Software MC626 Adaptado de notas de aula da Prof. Eliane Martins (http://www/ic.unicamp.br/~eliane/cursos) Qualidade de Software MC626 Adaptado de notas de aula da Prof. Eliane Martins (http://www/ic.unicamp.br/~eliane/cursos)

Leia mais

Qualidade de. Software. Definições. Qualidade do Produto ISO 9126. Processo de. Software. Modelo de Processo de. Software CMM SPICE ISO 12207

Qualidade de. Software. Definições. Qualidade do Produto ISO 9126. Processo de. Software. Modelo de Processo de. Software CMM SPICE ISO 12207 Qualidade de : Visão Geral ISO 12207: Estrutura s Fundamentais Aquisição Fornecimento s de Apoio Documentação Garantia de Qualidade Operação Desenvolvimento Manutenção Verificação Validação Revisão Conjunta

Leia mais

CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software. Conceitos de Qualidade. CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA

CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software. Conceitos de Qualidade. CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA 2º SEMESTRE 2002 CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software Prof. Dr. Adilson Marques da Cunha Conceitos de Qualidade CES-32 / CE-230

Leia mais

Atividade da gerência da qualidade

Atividade da gerência da qualidade O que é qualidade de software? Qualidade, de forma simplista, significa que o produto deve esta de acordo com a especificação. Problemas: Tensão entre requisitos do cliente: Eficiência, confiança, etc.

Leia mais

Qualidade de Software. Profa. Cátia dos Reis Machado catia@ifc-camboriu.edu.br

Qualidade de Software. Profa. Cátia dos Reis Machado catia@ifc-camboriu.edu.br Qualidade de Software Profa. Cátia dos Reis Machado catia@ifc-camboriu.edu.br Qualidade Garantia de Qualidade Qualidade do processo Qualidade do produto Testes Estáticos Testes Dinâmicos Qualidade do produto

Leia mais

Auditoria e Qualidade de Software ISO/IEC 9126 Engenharia de Software Qualidade de Produto

Auditoria e Qualidade de Software ISO/IEC 9126 Engenharia de Software Qualidade de Produto Auditoria e Qualidade de Software ISO/IEC 9126 Engenharia de Software Qualidade de Produto Prof. Elias Batista Ferreira Material cedido por: Prof. Edison A M Morais Objetivo Descrever os processos da norma

Leia mais

Introdução Fatores de Qualidade Garantia de Qualidade Rivisões de Software Conclusão. Qualidade. Plácido A. S. Neto 1

Introdução Fatores de Qualidade Garantia de Qualidade Rivisões de Software Conclusão. Qualidade. Plácido A. S. Neto 1 Qualidade Plácido A. S. Neto 1 1 Gerência Educacional de Tecnologia da Informação Centro Federal de Educação Tecnologia do Rio Grande do Norte 2006.1 - Planejamento e Gerência de Projetos Agenda Introdução

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Engenharia Nesta seção você encontra artigos voltados para testes, processo, modelos, documentação, entre outros Qualidade de Software Desvendando um requisito essencial no processo de desenvolvimento

Leia mais

21. Qualidade de Produto ou Qualidade de Processo de Software?

21. Qualidade de Produto ou Qualidade de Processo de Software? 21. Qualidade de Produto ou Qualidade de Processo de Software? Qualidade de software é uma preocupação real e esforços têm sido realizados na busca pela qualidade dos processos envolvidos em seu desenvolvimento

Leia mais

ISO - 9126. Aécio Costa

ISO - 9126. Aécio Costa ISO - 9126 Aécio Costa A evolução da Qualidade do Produto Qualidade = funcionalidade Confiabilidade Realização de funções críticas Produto de qualidade = sem bugs Controle de qualidade Teste do produto

Leia mais

NORMAS ISO E SUA IMPORTÂNCIA NA PRODUÇÃO DE SOFTWARE

NORMAS ISO E SUA IMPORTÂNCIA NA PRODUÇÃO DE SOFTWARE NORMAS ISO E SUA IMPORTÂNCIA NA PRODUÇÃO DE SOFTWARE Marina Benedetti Preto¹ RESUMO Muito se fala sobre a qualidade de software, mas sem sempre se tem uma verdadeira noção deste conceito. A qualidade possui

Leia mais

SUMÁRIO I. - O QUE É QUALIDADE... 3 II. - HISTÓRICO DA QUALIDADE... 4 III. - PORQUÊ SE PREOCUPAR COM A QUALIDADE DE SOFTWARE?... 6

SUMÁRIO I. - O QUE É QUALIDADE... 3 II. - HISTÓRICO DA QUALIDADE... 4 III. - PORQUÊ SE PREOCUPAR COM A QUALIDADE DE SOFTWARE?... 6 SUMÁRIO I. - O QUE É QUALIDADE... 3 PROPOSIÇÕES DA QUALIDADE DE SOFTWARE:... 3 PRINCÍPIOS DE QUALIDADE:... 4 PRINCÍPIOS DE GERÊNCIA:... 4 PRINCÍPIOS DE ENGENHARIA:... 4 II. - HISTÓRICO DA QUALIDADE...

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE QUALIDADE DE SOFTWARE Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 A ISO 9000-3 é um guia para a aplicação da ISO 9001 para o desenvolvimento, fornecimento e manutenção de software. As

Leia mais

Qualidade de Software. Aécio Costa

Qualidade de Software. Aécio Costa de Software Aécio Costa A Engenharia pode ser vista como uma confluência de práticas artesanais, comerciais e científicas [SHA90]. Software sem qualidade Projetos de software difíceis de planejar e controlar;

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE QUALIDADE DE SOFTWARE MODULO 3 SISTEMA DE GARANTIA DA QUALIDADE CONTEÚDO 3.1 A ABORDAGEM NBR ISO 9000 3.2 MODELOS DE QUALIDADE DE PRODUTO DE SOFTWARE 3.2.1 NBR ISO/IEC 9126 (SOFTWARE) 3.2.2 NBR ISO/IEC

Leia mais

Qualidade de Software. Prof.: Ivon Rodrigues Canedo. PUC Goiás

Qualidade de Software. Prof.: Ivon Rodrigues Canedo. PUC Goiás Prof.: Ivon Rodrigues Canedo PUC Goiás Qualidade Subjetiva Não sei o que é mas reconheço quando a vejo Qualidade Baseada no Produto O produto possui algo que produtos similares não têm Qualidade Baseada

Leia mais

Qualidade de Produto de Software

Qualidade de Produto de Software Qualidade de Produto de Software Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer-CTI Rodovia Dom Pedro I km 143,6 Campinas SP Brasil Divisão de Qualificação em Software - DQS Ana Cervigni Guerra ana.guerra@cti.gov.br

Leia mais

IC-UNICAMP IC-UNICAMP

IC-UNICAMP IC-UNICAMP Capítulo 3: Qualidade de Produto e a ISO 9126 Capítulo 1: Introdução Capítulo 2: Conceitos Básicos Capítulo 3: Qualidade de Produto (ISO9126) Capítulo 4: ISO9001 e ISO9000-3 Capítulo 5: CMM Capítulo 6:

Leia mais

NORMAS E PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE NO SISTEMA DE INFORMAÇÃO

NORMAS E PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE NO SISTEMA DE INFORMAÇÃO Tatiany Cristina Ferreira Soares NORMAS E PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE NO SISTEMA DE INFORMAÇÃO Monografia apresentada à Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC- Barbacena, como requisito para

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Unidade I Conceito de Qualidade Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com UNIDADE I : Conceito de Qualidade 1.1 Qualidade de processo de software 1.2 Qualidade de produto de software UNIDADE

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Produto de Software Qualidade de Software Um produto de software compreende os programas e procedimentos de computador e a documentação e dados associados, que foram projetados para serem liberados para

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Início Qualidade de Software Álvaro Rocha amrocha@ufp.pt http://www.ufp.pt/~amrocha Início>Tópicos Tópicos 1. Fundamentos 2. Qualidade e Maturidade do Processo de SW ISO 9000, ISO 12207, SW-CMM, TRILLIUM;

Leia mais

Introdução à Qualidade de Software

Introdução à Qualidade de Software FACULDADE DOS GUARARAPES Introdução à Qualidade de Software www.romulocesar.com.br Prof. Rômulo César (romulodandrade@gmail.com) 1/41 Objetivo do Curso Apresentar os conceitos básicos sobre Qualidade de

Leia mais

Qualidade de software

Qualidade de software Apresentação PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA APLICADA Qualidade de software WILIAN ANTÔNIO ANHAIA DE QUEIROZ O que é qualidade? A Norma ISO8402 define Qualidade

Leia mais

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Especialização em Gerência de Projetos de Software Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br Qualidade de Software 2009 Instituto

Leia mais

F U N D A Ç Ã O E D U C A C I O N A L S Ã O J O S É. MODELOS DE MATURIDADE CMMI Capability Maturity Model Integration (CMMI)

F U N D A Ç Ã O E D U C A C I O N A L S Ã O J O S É. MODELOS DE MATURIDADE CMMI Capability Maturity Model Integration (CMMI) 1 MODELOS DE MATURIDADE CMMI Capability Maturity Model Integration (CMMI) Teresinha Moreira de Magalhães 1 Lúcia Helena de Magalhães 2 Fernando Machado da Rocha 3 Resumo Este trabalho visa apresentar uma

Leia mais

AS CARACTERÍSTICAS DO CMM E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM QUALIDADE

AS CARACTERÍSTICAS DO CMM E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM QUALIDADE REVISTA ELETRÔNICA DE ADMINISTRAÇÃO ISSN 1676-6822 PERIODICIDADE SEMESTRAL EDIÇÃO NÚMERO 8 JUNHO DE 2005 AS CARACTERÍSTICAS DO CMM E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM QUALIDADE Kleber ALMEIDA Docente da

Leia mais

Qualidade e Teste de Software. QTS - Norma ISO 9001-9126(NBR13596) 1

Qualidade e Teste de Software. QTS - Norma ISO 9001-9126(NBR13596) 1 Qualidade e Teste de Software 2010 1 ISO A ISO ( International Organization for Standardization) nasceu de uma conferência em Londres, em Outubro de 1946. O evento contou com a Participação de 65 delegados

Leia mais

Visão Geral da Qualidade de Software

Visão Geral da Qualidade de Software Visão Geral da Qualidade de Software Glauber da Rocha Balthazar Faculdade Metodista Granbery (FMG) Bacharel em Sistemas de Informação Rua Batista de Oliveira, 1145-36010-532 - Juiz de Fora - MG glauber_rochab@yahoo.com.br

Leia mais

Engenharia de Software III

Engenharia de Software III Departamento de Informática Programa de Pós Graduação em Ciência da Computação Laboratório de Desenvolvimento Distribuído de Software Estágio de Docência http://www.din.uem.br/~pg45640/ Qualidade de Software

Leia mais

MAAS. Metodologia de Análise de Aderência de Sistemas Versão 2.0. Secretaria da Administração do Estado da Bahia

MAAS. Metodologia de Análise de Aderência de Sistemas Versão 2.0. Secretaria da Administração do Estado da Bahia SAEB CTG Secretaria da Administração do Estado da Bahia Coordenação de Tecnologias Aplicadas à Gestão Pública MAAS Metodologia de Análise de Aderência de Sistemas Versão 2. Março de 29 SAEB Secretaria

Leia mais

Qualidade no Processo de Desenvolvimento de Sistemas

Qualidade no Processo de Desenvolvimento de Sistemas Qualidade no Processo de Desenvolvimento de Sistemas Eduardo Franco Corsi Uberlândia, Dezembro / 2001. Qualidade no Processo de Desenvolvimento de Sistemas Eduardo Franco Corsi Monografia apresentada ao

Leia mais

Conceitos de Qualidade em Software

Conceitos de Qualidade em Software Tema da Aula Conceitos de Qualidade em Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br Qualidade Qualidade é um conceito subjetivo, que varia para cada local, época, tipo de produto e pessoa que

Leia mais

GERÊNCIA DE PROJETOS DE SOFTWARE: MEDIDAS DE QUALIDADE PARA AVALIAÇÃO DE SOFTWARE

GERÊNCIA DE PROJETOS DE SOFTWARE: MEDIDAS DE QUALIDADE PARA AVALIAÇÃO DE SOFTWARE GERÊNCIA DE PROJETOS DE SOFTWARE: MEDIDAS DE QUALIDADE PARA AVALIAÇÃO DE SOFTWARE Kedna Vieira Martins 1 Robson Seleme 2 RESUMO Este trabalho visa apresentar um estudo sobre como medir a qualidade de um

Leia mais

Década de 80, o Instituto de Engenharia de Software (SEI) foi criado.

Década de 80, o Instituto de Engenharia de Software (SEI) foi criado. Aécio Costa CMM Década de 80, o Instituto de Engenharia de Software (SEI) foi criado. Objetivos Fornecer software de qualidade para o Departamento de Defesa dos EUA Aumentar a capacitação da indústria

Leia mais

ISO 9000-3 3 e ISO 9001

ISO 9000-3 3 e ISO 9001 QUALIDADE DO PROCESSO ISO 9000-3 3 e ISO 9001 Baseado no material do prof. Mario Lúcio Cortes http://www.ic.unicamp.br/~cortes/mc726/ 1 Normas da Série ISO 9000 Introdução ISO 9000 (NBR ISO 9000, versão

Leia mais

Universidade Regional de Blumenau - FURB

Universidade Regional de Blumenau - FURB Universidade Regional de Blumenau - FURB Centro de Ciências Exatas e Naturais - CCEN Curso de Ciências da Computação (Bacharelado) Análise Comparativa entre ambientes Oracle relacional versão 7 e Oracle

Leia mais

Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE. Encontra-se no site da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) 1 as seguintes definições: Normalização

Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE. Encontra-se no site da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) 1 as seguintes definições: Normalização Unidade III 3 INTRODUÇÃO Encontra-se no site da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) 1 as seguintes definições: Normalização Atividade que estabelece, em relação a problemas existentes ou potenciais,

Leia mais

Capítulo 8: Conclusão. Capítulo 8: Conclusão

Capítulo 8: Conclusão. Capítulo 8: Conclusão Capítulo 8: Conclusão Capítulo 1: Introdução Capítulo 2: Conceitos Básicos Capítulo 3: Qualidade de Produto (ISO9126) Capítulo 4: ISO9001 e ISO9000-3 Capítulo 5: CMM Capítulo 6: PSP Capítulo 7: SPICE Capítulo

Leia mais

Alcançando Qualidade de Software com SW-CMM e ISO9000-3

Alcançando Qualidade de Software com SW-CMM e ISO9000-3 Alcançando Qualidade de Software com SW-CMM e ISO9000-3 ALEXANDRE NOVAES DORNELAS 1 HAMILTON TRINDADE VIVAS 2 EsAEx Escola de Administração do Exército, Rua Território do Amapá, Nº455, Pituba, Salvador

Leia mais

Aspectos sobre Qualidade em Software Livre

Aspectos sobre Qualidade em Software Livre Aspectos sobre Qualidade em Software Livre Fernando Selleri Silva 1 1 Depto. Ciência da Computação Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) Caixa Postal 92 78.390-000 Barra do Bugres MT Brasil selleri.br@gmail.com

Leia mais

Modelos de Qualidade de Produto de Software

Modelos de Qualidade de Produto de Software CBCC Bacharelado em Ciência da Computação CBSI Bacharelado em Sistemas de Informação Modelos de Qualidade de Produto de Software Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Qualidade de Software André Mesquita Rincon Instituto de Informática/Universidade Federal de Goiás (UFG) Goiânia GO Brasil Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Fundação

Leia mais

Cap a í p t í ul u o l o 8 : 8 C on o c n l c u l s u ã s o IC-UNICAMP Capítulo 8: Conclusão

Cap a í p t í ul u o l o 8 : 8 C on o c n l c u l s u ã s o IC-UNICAMP Capítulo 8: Conclusão Capítulo 8: Conclusão Capítulo 1: Introdução Capítulo 2: Conceitos Básicos Capítulo 3: Qualidade de Produto (ISO9126) Capítulo 4: ISO9001 e ISO90003 Capítulo 5: CMMI Capítulo 6: PSP Capítulo 7: SPICE Capítulo

Leia mais

Engenharia de Software Qualidade de Software

Engenharia de Software Qualidade de Software Engenharia de Software Qualidade de Software O termo qualidade assumiu diferentes significados, em engenharia de software, tem o significado de está em conformidade com os requisitos explícitos e implícitos

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE 1 UMA NECESSIDADE

QUALIDADE DE SOFTWARE 1 UMA NECESSIDADE QUALIDADE DE SOFTWARE 1 UMA NECESSIDADE Elaborado por Nelma da Silva Gomes, especialista em sistemas de informação, com pós-graduação em Gestão Estratégica da Informação, e consultora da UCP/PNAFM/MF nelmasg@fazenda.gov.br

Leia mais

Capítulo 4: ISO9001 e ISO9000-3

Capítulo 4: ISO9001 e ISO9000-3 Capítulo 4: ISO 9001 e ISO 9000-3 Capítulo 1: Introdução Capítulo 2: Conceitos Básicos Capítulo 3: Qualidade de Produto (ISO9126) Capítulo 4: ISO9001 e ISO9000-3 Capítulo 5: CMM Capítulo 6: PSP Capítulo

Leia mais

A MELHORIA DOS PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO COMO A PRINCIPAL ESTRATÉGIA COMPETITIVA NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE

A MELHORIA DOS PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO COMO A PRINCIPAL ESTRATÉGIA COMPETITIVA NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE A MELHORIA DOS PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO COMO A PRINCIPAL ESTRATÉGIA COMPETITIVA NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE Gabriela M. Cabel B. Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade

Leia mais

Gerenciamento de Qualidade

Gerenciamento de Qualidade UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Gerenciamento de Qualidade Engenharia de Software 2o. Semestre de

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO (Bacharelado) PROTÓTIPO DE AUXÍLIO À IMPLANTAÇÃO DA NORMA NBR ISO 9000-3 APOIADA PELA NBR ISO/IEC

Leia mais

GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE

GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE Fonte: http://www.testexpert.com.br/?q=node/669 1 GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE Segundo a NBR ISO 9000:2005, qualidade é o grau no qual um conjunto de características

Leia mais

NBR ISO 9001:2008. Prof. Marcos Moreira

NBR ISO 9001:2008. Prof. Marcos Moreira NBR ISO 9001:2008 Sistema de Gestão da Qualidade Prof. Marcos Moreira História International Organization for Standardization fundada em 1947, em Genebra, e hoje presente em cerca de 157 países. Início

Leia mais

MODELO CMM MATURIDADE DE SOFTWARE

MODELO CMM MATURIDADE DE SOFTWARE MODELO CMM MATURIDADE DE SOFTWARE O modelo CMM Capability Maturity Model foi produzido pelo SEI (Software Engineering Institute) da Universidade Carnegie Mellon (CMU), em Pittsburgh, EUA, por um grupo

Leia mais

Norma ISO/IEC 9126: Avaliação de Qualidade de Produtos de Software

Norma ISO/IEC 9126: Avaliação de Qualidade de Produtos de Software Departamento de Computação Trabalho de Conclusão de Curso CIBELE CRISTINA PELIZER SODRÉ Norma ISO/IEC 9126: Avaliação de Qualidade de Produtos de Software Londrina 2006 CIBELE CRISTINA PELIZER SODRÉ Norma

Leia mais

Políticas de Qualidade em TI

Políticas de Qualidade em TI Políticas de Qualidade em TI Prof. www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Aula 04 ISOs / IEC 12207 15504 9001 9126 25000 Agenda Descrição sumária da ISOs afetas ao nosso curso de qualidade ISO/IEC 12207 ISO/IEC

Leia mais

MODELO SPICE Software Improvement and Capacibilty Determination Avalia o software com foco na melhoria de seus processos (identifica pontos fracos e

MODELO SPICE Software Improvement and Capacibilty Determination Avalia o software com foco na melhoria de seus processos (identifica pontos fracos e MODELO SPICE Software Improvement and Capacibilty Determination Avalia o software com foco na melhoria de seus processos (identifica pontos fracos e fortes, que serão utilizados para a criação de um plano

Leia mais

Estudo e Aplicação de um Modelo de Avaliação da Qualidade de Software

Estudo e Aplicação de um Modelo de Avaliação da Qualidade de Software UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS CATALÃO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Bacharelado em Ciência da Computação Projeto Final de Curso Estudo e Aplicação de um Modelo de Avaliação da Qualidade de Software

Leia mais

FTAD. Formação Técnica em Administração de Empresas. Gestão da Qualidade

FTAD. Formação Técnica em Administração de Empresas. Gestão da Qualidade FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Gestão da Qualidade Aula 5 O PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO Objetivo: Compreender os requisitos para obtenção de Certificados no Sistema Brasileiro de Certificação

Leia mais

FACULDADE SENAC GOIÂNIA

FACULDADE SENAC GOIÂNIA FACULDADE SENAC GOIÂNIA NORMA ISO 12.207 Curso: GTI Matéria: Auditoria e Qualidade de Software Professor: Elias Ferreira Acadêmico: Luan Bueno Almeida Goiânia, 2015 CERTIFICAÇÃO PARA O MERCADO BRASILEIRO

Leia mais

INTRODUÇÃO E CAPÍTULO 1 (parcial) CARPINETTI, L.C.R., MIGUEL, P.A.C., GEROLAMO, M.C., Gestão da Qualidade: ISO 9001:2000, São Paulo, Atlas, 2009.

INTRODUÇÃO E CAPÍTULO 1 (parcial) CARPINETTI, L.C.R., MIGUEL, P.A.C., GEROLAMO, M.C., Gestão da Qualidade: ISO 9001:2000, São Paulo, Atlas, 2009. INTRODUÇÃO E CAPÍTULO 1 (parcial) CARPINETTI, L.C.R., MIGUEL, P.A.C., GEROLAMO, M.C., Gestão da Qualidade: ISO 9001:2000, São Paulo, Atlas, 2009. Introdução Segundo as informações disponíveis no site do

Leia mais

Um Modelo para Avaliação de Produtos de Software

Um Modelo para Avaliação de Produtos de Software Um Modelo para Avaliação de Produtos de Software Lúcio André Mendonça dos Anjos, Hermano Perrelli de Moura Centro de Informática - Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Caixa Postal 7851 50.732-970

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE QUALIDADE DE SOFTWARE - 02 Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 A ISO 9000-3 é um guia para a aplicação da ISO 9001 para o desenvolvimento, fornecimento e manutenção de software.

Leia mais

JUN 2003. A NBR ISO/IEC 9126, sob o título geral "Engenharia de software - Qualidade do produto", consiste nas seguintes partes:

JUN 2003. A NBR ISO/IEC 9126, sob o título geral Engenharia de software - Qualidade do produto, consiste nas seguintes partes: Cópia não autorizada JUN 2003 NBR ISO/IEC 9126-1 ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas Engenharia de software - Qualidade de produto Parte 1: Modelo de qualidade Sede: Rio de Janeiro Av. Treze

Leia mais

Qualidade de Processo de Desenvolvimento de Software

Qualidade de Processo de Desenvolvimento de Software Qualidade de Processo de Desenvolvimento de Software DAS 5316 Integração de Sistemas Corporativos DAS 5316 Integração de Sistemas Corporativos Prof. Ricardo J. Rabelo Conteúdo Introdução & Problemática

Leia mais

Garantia da Qualidade de Software

Garantia da Qualidade de Software Especialização em Gerência de Projetos de Software Garantia da Qualidade de Software Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br Qualidade de Software 2009 Instituto de Ciências Exatas e Naturais

Leia mais

Tradução livre do PMBOK 2000, V 1.0, disponibilizada através da Internet pelo PMI MG em abril de 2001

Tradução livre do PMBOK 2000, V 1.0, disponibilizada através da Internet pelo PMI MG em abril de 2001 Capítulo 8 Gerenciamento da Qualidade do Projeto O Gerenciamento da Qualidade do Projeto inclui os processos necessários para garantir que o projeto irá satisfazer as necessidades para as quais ele foi

Leia mais

14 Os principais documentos de um projeto são: o termo de. 15 Elemento integrante do gerenciamento do escopo do projeto,

14 Os principais documentos de um projeto são: o termo de. 15 Elemento integrante do gerenciamento do escopo do projeto, De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 70 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

No que se refere a conceitos básicos do gerenciamento de projetos, segundo o PMBoK, julgue os itens a seguir.

No que se refere a conceitos básicos do gerenciamento de projetos, segundo o PMBoK, julgue os itens a seguir. De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 70 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE SOFTWARE PARA A QUALIDADE DO PROJETO

A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE SOFTWARE PARA A QUALIDADE DO PROJETO A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE SOFTWARE PARA A QUALIDADE DO PROJETO Autora: LUCIANA DE BARROS ARAÚJO 1 Professor Orientador: LUIZ CLAUDIO DE F. PIMENTA 2 RESUMO O mercado atual está cada vez mais exigente com

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Rafael D. Ribeiro, M.Sc. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br A expressão ISO 9000 (International Organization for Standardization) designa um grupo de normas técnicas que estabelecem

Leia mais

O USO DA NORMA 14598 NA AVALIAÇÃO DE SOFTWARE COM RELAÇÃO À QUALIDADE. Evaluation of Software With the use of Norm Iso 14598

O USO DA NORMA 14598 NA AVALIAÇÃO DE SOFTWARE COM RELAÇÃO À QUALIDADE. Evaluation of Software With the use of Norm Iso 14598 O USO DA NORMA 14598 NA AVALIAÇÃO DE SOFTWARE COM RELAÇÃO À QUALIDADE Evaluation of Software With the use of Norm Iso 14598 Walteno Martins Parreira Júnior, Izaura Pereira Pradela, Lucineida Nara de Andrade

Leia mais

QUALIDADE DO SOFTWARE (PRODUTO)

QUALIDADE DO SOFTWARE (PRODUTO) QUALIDADE DO SOFTWARE (PRODUTO) Baseado no material do prof. Mario Lúcio Cortes http://www.ic.unicamp.br/~cortes/mc726/ 1 1. Introdução No início qualidade = funcionalidade capacidade de substituir o hardware

Leia mais

Metodologia Baseada No CMM Para o Centro de Processamento de Dados do Centro Universitário Franciscano

Metodologia Baseada No CMM Para o Centro de Processamento de Dados do Centro Universitário Franciscano Metodologia Baseada No CMM Para o Centro de Processamento de Dados do Centro Universitário Franciscano Marcos André Storck 1, Walkiria Helena Cordenonzi 1 1 Centro Universitário Franciscano (UNIFRA) Rua

Leia mais

Departamento de Engenharia. ENG 1090 Introdução à Engenharia de Produção

Departamento de Engenharia. ENG 1090 Introdução à Engenharia de Produção Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Engenharia Curso de Graduação em Engenharia de Produção ENG 1090 Introdução à Engenharia de Produção Prof. Gustavo Suriani de Campos Meireles.

Leia mais

CMMI Conceitos básicos. CMMI Representações contínua e por estágios. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com)

CMMI Conceitos básicos. CMMI Representações contínua e por estágios. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com) CMMI Conceitos básicos 113 CMMI integra as disciplinas de engenharia de sistemas e de engenharia de software em um único framework de melhoria de processos. 114 No tocante às disciplinas de engenharia

Leia mais

Qualidade de Software. Anderson Belgamo

Qualidade de Software. Anderson Belgamo Qualidade de Software Anderson Belgamo Qualidade de Software Software Processo Produto Processo de Software Pessoas com habilidades, treinamento e motivação Processo de Desenvolvimento Ferramentas e Equipamentos

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Disciplina: Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com marcosmoraisdesousa.blogspot.com Sistemas de informação Engenharia de Software II Gerenciamento de Qualidade CMMI e MPS.BR

Leia mais

Introdução à Qualidade. Aécio Costa

Introdução à Qualidade. Aécio Costa Introdução à Qualidade Aécio Costa O que é Qualidade? Percepções Necessidades Resultados O que influencia: Cultura Modelos mentais Tipo de produto ou serviço prestado Necessidades e expectativas Qualidade:

Leia mais

ALESSANDRO PEREIRA DOS REIS PAULO CESAR CASTRO DE ALMEIDA ENGENHARIA DE SOFTWARE - CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI)

ALESSANDRO PEREIRA DOS REIS PAULO CESAR CASTRO DE ALMEIDA ENGENHARIA DE SOFTWARE - CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI) ALESSANDRO PEREIRA DOS REIS PAULO CESAR CASTRO DE ALMEIDA ENGENHARIA DE SOFTWARE - CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI) APARECIDA DE GOIÂNIA 2014 LISTA DE TABELAS Tabela 1 Áreas de processo por

Leia mais

ISO 9000 para produção de SOFTWARE

ISO 9000 para produção de SOFTWARE ISO 9000 para produção de SOFTWARE A expressão ISO 9000 designa um grupo de normas técnicas que estabelecem um modelo de gestão da qualidade para organizações em geral, qualquer que seja o seu tipo ou

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Gerenciamento da Qualidade Cap. 27 Sommerville 8 ed. Introdução: - Preocupação com a qualidade do software; - Uso de técnicas e tecnologias novas; - Manufatura de software Qualidade de Software: Qualidade

Leia mais

QUALIDADE DE PRODUTO ISO 9126

QUALIDADE DE PRODUTO ISO 9126 Universidade Católica de Pelotas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina de Qualidade de Software QUALIDADE DE PRODUTO ISO 9126 Prof. Luthiano Venecian 1 Agenda Conceito ISO/IEC Série

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE DE GESTÃO INTEGRADA UTILIZANDO AS NORMAS ISO/IEC 9126 e ISO/IEC 14598-1 Acadêmico: Adriano Kasburg Orientador : Everaldo Artur Grahl Roteiro Introdução Motivação Objetivos

Leia mais

pacotes de software na forma em que são É importante salientar que não é objetivo do software, suas atividades e produtos

pacotes de software na forma em que são É importante salientar que não é objetivo do software, suas atividades e produtos ISO/IEC 12119 ISO/IEC 12119 Et Esta norma é aplicável liá là avaliação de pacotes de software na forma em que são oferecidos e liberados para uso no mercado É importante salientar que não é objetivo desta

Leia mais

Gestão da qualidade do software

Gestão da qualidade do software Gestão da qualidade do software Empenhada em assegurar que o nível de qualidade requerido de um produto de software é atingido Envolve a definição de normas e procedimentos de qualidade apropriados, e

Leia mais

Normas ISO para Usabilidade

Normas ISO para Usabilidade Normas ISO para Usabilidade Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Departamento de Ciência da Computação Especialização em Informática - Engenharia de Software Alunas: Kecia

Leia mais

Como implementar a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 em um laboratório

Como implementar a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 em um laboratório Como implementar a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 em um laboratório Para obter a acreditação o laboratório deve implementar um sistema de gestão da qualidade com especial atenção para os aspectos da

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Qualidade de Software

Conceitos Fundamentais de Qualidade de Software CBCC Bacharelado em Ciência da Computação CBSI Bacharelado em Sistemas de Informação Conceitos Fundamentais de Qualidade de Software Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo

Leia mais

ISO 14000. Prof. William da Cruz Sinotti sinottiw@gmail.com

ISO 14000. Prof. William da Cruz Sinotti sinottiw@gmail.com SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO SISTEMA DE SELEÇÃO USINICADA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA ISO 14000

Leia mais

ISO 14001:2015 SAIBA O QUE MUDA NA NOVA VERSÃO DA NORMA

ISO 14001:2015 SAIBA O QUE MUDA NA NOVA VERSÃO DA NORMA ISO 14001:2015 SAIBA O QUE MUDA NA NOVA VERSÃO DA NORMA SUMÁRIO Apresentação ISO 14001 Sistema de Gestão Ambiental Nova ISO 14001 Principais alterações e mudanças na prática Estrutura de alto nível Contexto

Leia mais