ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada."

Transcrição

1 Proposto por: Centro Integrado de Segurança do Poder Judiciário (CISPJ) Analisado por: Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Segurança Institucional (DGSEI) 1 OBJETIVO Estabelecer critérios e procedimentos relativos ao monitoramento das dependências e áreas de acesso do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ). 2 CAMPO DE APLICAÇÃO E VIGÊNCIA Esta Rotina Administrativa (RAD) prescreve requisitos pertinentes ao Centro Integrado de Segurança do Poder Judiciário (CISPJ) na Diretoria Geral de Segurança Institucional, bem como provê orientações a servidores das demais unidades organizacionais que têm interfaces com este processo de trabalho, passando a vigorar a partir de 22/05/ DEFINIÇÕES TERMO Banco de imagens Centro Integrado de Segurança do Poder Judiciário - CISPJ Grupo de Pronto Atendimento - GPA Livro de Partes Diárias (LPD) Sistema de Alarme de Comarcas e Regionais Sistema de Circuito Fechado de TV (CFTV) Situação de risco OBJETO Arquivo virtual, na forma de pasta de documentos, onde são salvas imagens por determinado lapso de tempo, até que atendam sua finalidade. Local utilizado como centro de gerenciamento de crises do Poder Judiciário Grupo de policiais militares de serviço nas dependências do TJERJ Livro, tipo brochura, destinado ao registro das atividades diárias. Sistema de monitoramento remoto destinado à segurança de unidades, prédios e instalações do PJERJ (exceto o Fórum Central) contra acessos indevidos. Sistema de monitoramento por câmeras de vídeo, destinado à segurança de magistrados, usuários e instalações. Toda e qualquer atitude ou fato visualizado em tempo real pelo sistema de CFTV com potencialidade de provocar algum risco ao patrimônio, à segurança, à ordem,ou à integridade física das pessoas. Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

2 4 RESPONSABILIDADES GERAIS FUNÇÃO Diretoria Geral de Segurança Institucional (DGSEI) Diretor do Departamento de Segurança Patrimonial, (DESEP) Divisão de Vigilância Patrimonial, da Diretoria Geral de Segurança Institucional (DGSEI/DIVPA) Fiscal de Monitoramento do Centro Integrado de Segurança do Poder Judiciário (CISPJ) Operador de monitoramento de CFTV Departamento de Projetos e Segurança de Telecomunicações, da Diretoria Geral de Segurança Institucional (DGSEI/DETEL) RESPONSABILIDADE Gerenciar e propor a política de segurança para o PJERJ. Coordenar a implementação e desenvolvimento das medidas de segurança. Emitir solicitação de imagem; Apurar incidentes de segurança nas dependências do PJERJ. Fiscalizar os serviços de monitoramento dos sistemas do CISPJ; Atuar no pronto atendimento dos alarmes. Prestar suporte às equipes de segurança patrimonial; Ao assumir o turno de trabalho, verificar a integridade dos sistemas e das dependências do CISPJ, tomando ciência das alterações registradas no LPD; Efetuar registros de ocorrências no LPD, informando ao seu substituto quaisquer outras informações necessárias para a continuidade do serviço; Relatar ao DESEP alterações e não-conformidades no serviço. Monitorar, por meio do sistema CFTV, as movimentações nas dependências do PJERJ, que possuem sistema CFTV, objetivando identificar situações de riscos. Realizar a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos e sistemas de CFTV e alarmes; Gravar imagens, solicitadas ao DIVPA, quando da impossibilidade do CISPJ. 5 CONDIÇÕES GERAIS 5.1 O CISPJ monitora as dependências do PJERJ, 24 horas por dia, por meio dos sistemas de circuito fechado de tv (CFTV) e de alarmes. 5.2 Os pedidos de solicitação de imagens são emitidos pela DIVPA por meio do formulário de Solicitação de Imagens - FRM-DGSEI Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

3 5.3 Detectado pelo CISPJ algum risco nas dependências do PJERJ, aciona imediatamente as equipes responsáveis de acordo com o risco detectado. 5.4 O CISPJ é o responsável pela guarda e controle das imagens gravadas pelas câmeras do CFTV, sendo estas, armazenadas nos HDs dos computadores O controle do quantitativo de dias gravados nos HDs é efetuado pelo CISPJ, diariamente, através do FRM-DGSEI Controle de Equipamento, devido à capacidade de armazenamento dos HDs ser limitada e seus arquivos sobrepostos continuamente. 5.5 A visualização de imagens gravadas, no CISPJ, se dá mediante autorização de um dos Diretores da DGSEI. 5.6 A cessão de imagens gravadas, no CISPJ, se dá mediante autorização da Presidência do PJERJ. 5.7 A visitação ao CISPJ se dá mediante autorização de um dos Diretores da DGSEI, e, será acompanhada por um integrante da DIVPA. 5.8 A manutenção corretiva dos sistemas do CISPJ é realizada pelo DETEL e registrada no formulário de Controle de Ordem de Serviços (FRM-DGSEI ) 5.9 Os testes de confiabilidade do sistema de alarme - botão de pânico (Sistema Guardion) e equipamentos, instalados nas serventias são realizados no período não superior a 20 (vinte) dias úteis a contar do último teste realizado e registrado no FRM-DGSEI Durante o período do recesso forense o prazo citado no item anterior é interrompido Caso seja detectado o uso inadequado ou irregular do sistema de alarme, tal fato deve ser comunicado por escrito ao responsável da Unidade em que está instalado, para adoção das providências necessárias Mensalmente, o CISPJ realiza a cópia em mídia de DVD, do banco de imagens, enviando a referida cópia para ser arquivada na DIVPA. Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

4 6 MONITORAR DEPENDÊNCIAS POR MEIO DO SISTEMA DE CFTV 6.1 As atividades de execução pertinentes a este processo de trabalho estão diagramadas no fluxograma do anexo O Operador de Monitoramento monitora as dependências do PJERJ por meio do sistema de CFTV. 6.3 Em caso de identificação de uma situação de risco, comunica o fato ao Fiscal de Monitoramento. 6.4 Permanece monitorando as imagens da situação de risco, até o encerramento da ocorrência. 6.5 O Fiscal de Monitoramento recebe informação do operador de monitoramento sobre possível situação de risco. 6.6 Avalia se a situação é de risco Caso o risco seja real, aciona o responsável pela área envolvida para debelar a situação de risco Registra a ocorrência no LPD. 6.7 Caso o risco não seja real, comunica esse fato ao Operador de Monitoramento, para retornar ao monitoramento habitual. 7 BUSCAR E PESQUISAR IMAGENS NO SISTEMA DE CFTV 7.1 As atividades de execução pertinentes a este processo de trabalho estão diagramadas no fluxograma do anexo Caso a DIVPA solicite busca de imagens no sistema de CFTV através de rádio ou telefonema, o CISPJ emite o FRM-DGSEI e efetua a busca Caso não existam imagens do fato, comunica à DIVPA Arquiva o FRM-DGSEI devidamente preenchido. Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

5 7.2.2 Uma vez encontradas as imagens solicitadas, salva-as no banco de imagens, disco rígido e informa a disponibilidade das mesmas à DIVPA Arquiva o FRM-DGSEI devidamente preenchido. 7.3 No caso do CISPJ receber em tempo real informação de ocorrência em andamento, que necessite busca de imagens, efetua pesquisa de forma célere Informa a ocorrência à DIVPA Encontradas as imagens, realiza contato com a equipe responsável pela ocorrência, repassando as informações apuradas nas imagens. Preenche e arquiva o FRM-DGSEI Registra a ocorrência em LPD próprio Não encontradas as imagens relativas ao fato, informa à equipe responsável pela ocorrência Preenche e arquiva o FRM-DGSEI No caso de o fiscal avaliar uma situação de risco, com potencialidade de solicitação futura, arquiva estas imagens no banco de imagens (disco rígido). Preenche e arquiva o FRM-DGSEI ; 8 CAPTURA E GRAVAR IMAGENS NO SISTEMA DE CFTV 8.1 As atividades de execução pertinentes a este processo de trabalho estão diagramadas no fluxograma do anexo 3. Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

6 8.2 O Fiscal de Monitoramento recebe da DIVPA duas vias do formulário de Solicitação de Imagem (FRM-DGSEI ). 8.3 Analisa se os dados fornecidos no FRM-DGSEI são suficientes para iniciar a pesquisa das imagens Caso não sejam suficientes, o CISPJ solicita à DIVPA dados complementares que possibilitem a apuração Caso não haja novos dados, preenche o FRM-DGSEI informando a conclusão da solicitação. Encaminha uma via do formulário à DIVPA; Arquiva uma via do FRM-DGSEI ; Quando dados fornecidos no FRM-DGSEI forem suficientes para identificar objeto da solicitação, verifica se existem as imagens do fato no sistema Não havendo as referidas imagens no sistema, preenche o FRM-DGSEI informando à DIVPA o motivo da inexistência das mesmas. Encaminha uma via do formulário à DIVPA; Arquiva uma via do FRM-DGSEI ; 8.4 Caso seja possível apurar as imagens, verifica no FRM-DGSEI o tipo de solicitação e realiza a busca das mesmas no sistema de CFTV. a) No caso de solicitação de reserva de imagens, salva a imagem solicitada, arquivando-a no banco de imagens (disco rígido). Preenche o FRM-DGSEI informando a conclusão da solicitação; Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

7 Encaminha uma via do FRM-DGSEI à DIVPA; Arquiva uma via do FRM- DGSEI ; Preenche e arquiva o FRM-DGSEI ; b) No caso de a solicitação se tratar de uma gravação em mídia, grava a mídia com o arquivo solicitado. Preenche o FRM-DGSEI informando a conclusão da solicitação; Encaminha mídia gravada e uma via do FRM-DGSEI à DIVPA; Arquiva uma via do FRM-DGSEI ; Preenche o FRM-DGSEI ; Arquiva o FRM-DGSEI ; c) No caso de a solicitação se tratar de produção de foto com imagem do sistema de CFTV, imprime a foto solicitada. Preenche o FRM-DGSEI informando a conclusão da solicitação; Encaminha foto produzida e uma via do FRM-DGSEI à DIVPA; Arquiva uma via do FRM-DGSEI ; Preenche o FRM-DGSEI ; Arquiva o FRM-DGSEI ; Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

8 d) No caso de a solicitação se tratar apenas de apuração de imagem no sistema, efetua a apuração. Preenche o FRM-DGSEI informando a conclusão da solicitação; Encaminha o FRM-DGSEI à DIVPA; Arquiva uma via do FRM-DGSEI ; Preenche o FRM-DGSEI ; Arquiva o FRM-DGSEI ; Quando essa apuração exigir longo período de pesquisa, o Fiscal de Monitoramento, a seu critério, pode convocar um dos Operadores de Monitoramento para realizá-la sob a sua supervisão. 9 ATENDER SISTEMAS DE ALARME 9.1 As atividades de execução pertinentes a este processo de trabalho estão diagramadas no fluxograma do anexo O CISPJ recebe sinal sonoro ou telefonema do sistema de alarme. 9.3 Em caso de alarme de botão de pânico, verifica, no sistema de alarme, a localização do acionamento Aciona o Operador de Monitoramento e o Grupo de Pronto Atendimento - GPA Caso não logre êxito no contato com o GPA, informar ao Supervisor operacional a ocorrência de acioanamento O operador de monitoramento identifica as câmeras responsáveis pelo monitoramento do local Monitora a chegada do GPA ao local do acionamento do alarme. Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

9 9.3.4 Monitora o local da ocorrência até o seu término Recebe informação do GPA sobre o desfecho da ocorrência Inicia o preenchimento do Registro de Pronto-atendimento (FRM-DGSEI ) e o envia à DIVPA para finalizá-lo Registra ocorrência no LPD. 9.4 Em caso de acionamento de alarme das Comarcas e Regionais, prédios e instalações do PJERJ, que possuem sistema de alarme, identifica na tela do sistema a localização do acionamento do alarme; Caso a Unidade Organizacional possua sistema de CFTV, que possa ser operado remotamente, assume o monitoramento do local, a fim de identificar possível ocorrência Entra em contato, via telefone, com a Unidade Organizacional, a fim de esclarecer a ocorrência Repassa todas as informações pertinentes à ocorrência ao policial militar de serviço no local, tais como: zona de acionamento, localização da sala, etc Caso não logre êxito na tentativa de contato com a Unidade Organizacional, acionar o Batalhão ou Unidade da Polícia Militar; Caso não logre êxito, entrar em contato com a Delegacia Policial mais próxima do local, a fim de comunicar o acionamento Caso não logre êxito, entrar em contato com o Plantão da DGSEI Posteriormente, entrar em contato com o policial de serviço, o qual realizou contato, a fim de obter informações sobre o desfecho da ocorrência Permanecer monitorando o local até o encerramento da ocorrência. Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

10 9.4.4 Orientar o policial militar de serviço na Unidade Organizacional, pertecente ao convênio com o PJERJ, que deverá restaurar o alarme com a senha de usuário fornecida pela DIRFOR local Preencher o Registro de Atendimento a Alarmes de Comarcas e Regionais do PJERJ - FRM-DGSEI Registra ocorrência no LPD. 10 GESTÃO DE REGISTROS 10.1 Os registros deste processo de trabalho são geridos pela unidade organizacional e mantidos em seu arquivo corrente, de acordo com a tabela de gestão de registros apresentadas a seguir: IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO CCD* RESPONSÁ- VEL ARMAZE- NAMENTO RECUPE- RAÇÃO PROTEÇÃO RETENÇÃO (ARQUIVO CORRENTE - PRAZO DE GUARDA NA UO**) DISPOSIÇÃO Solicitação de Imagens (FRM-DGSEI ) a DESEP/ CISPJ Pasta Número / Nome 5 anos DGCON/ DEGEA*** Livro de Partes Diárias (LPD) a DESEP/ CISPJ Armário Data 5 anos DGCON/ DEGEA Controle de Ordem de Serviços (FRM-DGSEI ) 0-7-5b DESEP/ CISPJ Pasta Número /Data 2 anos Eliminação na UO Controle de Equipamentos (FRM-DGSEI ) a DESEP/ CISPJ Pasta Data 5 anos DGCON/ DEGEA Solicitação de Busca e Apuração de Imagens (FRM- DGSEI ) a DESEP/ CISPJ Pasta Data 5 anos DGCON/ DEGEA Controle de Teste de Alarmes (FRM- DGSEI ) 0-7-5b DESEP/ CISPJ Pasta Data 2 anos Eliminação na UO Registro de Atendimento a Alarmes de Comarcas e Regionais do PJERJ (FRM-DGSEI ) a DESEP/ CISPJ Pasta Data 5 anos DGCON/ DEGEA Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

11 IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO CCD* RESPONSÁ- VEL ARMAZE- NAMENTO RECUPE- RAÇÃO PROTEÇÃO Banco de Imagens a DESEP/ CISPJ Pasta Data Legenda: Notas: *CCD = Código de Classificação de Documentos. **UO = Unidade Organizacional. RETENÇÃO (ARQUIVO CORRENTE - PRAZO DE GUARDA NA UO**) 5 anos DISPOSIÇÃO ***DGCON/DEGEA = Departamento de Gestão de Acervos Arquivísticos, da Diretoria Geral de Gestão do Conhecimento. a) Eliminação na UO - procedimentos da RAD-DGCON Eliminar Documentos nas Unidades Organizacionais. DGCON/ DEGEA b) DGCON/DEGEA procedimentos da RAD-DGCON-002 Arquivar e Desarquivar Documentos no DEGEA; procedimentos da RAD- DGCON Avaliar, Selecionar e Eliminar Documentos do Arquivo Intermediário e procedimentos da RAD-DGCON -021 Gerir Arquivo Permanente. c) Os registros lançados no Sistema Corporativo são realizados por pessoas autorizadas e recuperados na UO. O armazenamento, a proteção e o descarte desses registros cabem à DGTEC, conforme RAD-DGTEC-021 Elaborar e Manter Rotinas de Armazenamento de Segurança dos Bancos de Dados e Servidores de Aplicação. 11 ANEXOS Anexo 1 Fluxograma do Processo de Trabalho Monitorar Dependências por meio do sistema de CFTV; Anexo 2 Fluxograma do Processo de Trabalho Buscar e Pesquisar Imagens no Sistema de CFTV; Anexo 3 Fluxograma do Processo de Trabalho Capturar e Gravar Imagens no Sistema de CFTV; Anexo 4 - Fluxograma do Processo de Trabalho Atender Alarmes. ========== Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

12 ANEXO 1 FLUXOGRAMA DO PROCESSO DE TRABALHO MONITORAR DEPENDÊNCIAS POR MEIO DO SISTEMA DE CFTV Operador de Monitoramento Fiscal de Monitoramento INÍCIO Monitorar as dependências do PJERJ por meio do Sistema de CFTV Avaliar se a situação é de risco Não Identificou Situação de Risco? Sim O risco é real? Não Informar ao Operador de Monitoramento Comunicar o fato ao Fiscal de Monitoramento Sim Permanecer monitorando as imagens da situação de risco até o encerramento da ocorrência Acionar o responsável pela área envolvida para debelar a situação de risco Registrar Ocorrência em LPD FIM Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

13 ANEXO 2 FLUXOGRAMA DO PROCESSO DE TRABALHO BUSCAR E PESQUISAR IMAGENS NO SISTEMA DE CFTV Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

14 ANEXO 3 FLUXOGRAMA DO PROCESSO DE TRABALHO CAPTURAR E GRAVAR IMAGENS NO SISTEMA DE CFTV Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

15 ANEXO 4 - FLUXOGRAMA DO PROCESSO DE TRABALHO ATENDER SISTEMAS DE ALARMES Ato Executivo 2.950/2003 RAD-DGSEI de 15

MONITORAR AS DEPENDÊNCIAS DO PJERJ

MONITORAR AS DEPENDÊNCIAS DO PJERJ Proposto por: Centro Integrado de Segurança do Poder Judiciário () Analisado por: Diretor do Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Segurança Institucional

Leia mais

CONTROLAR ESTACIONAMENTOS EM ÁREAS DO PJERJ 1 OBJETIVO

CONTROLAR ESTACIONAMENTOS EM ÁREAS DO PJERJ 1 OBJETIVO Proposto por: Diretor da Divisão de Vigilância Patrimonial (DIVPA) Analisado por: Diretor do Departamento de Patrimonial (DESEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Institucional (DGSEI)

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada INSTALAR E MANTER SISTEMAS DE ALARME PRESENCIAL E ALARME Proposto por: Equipe do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Analisado por: Diretor do Departamento de Segurança Eletrônica

Leia mais

APURAR INCIDENTES DE SEGURANÇA NAS DEPENDÊNCIAS DO PJERJ 1 OBJETIVO

APURAR INCIDENTES DE SEGURANÇA NAS DEPENDÊNCIAS DO PJERJ 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe do Departamento de Patrimonial (DESEP) Analisado por: Diretor do Departamento de Patrimonial (DESEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Institucional (DGSEI) 1 OBJETIVO

Leia mais

ELABORAR SOLUÇÕES DE SEGURANÇA ELETRÔNICA 1 OBJETIVO

ELABORAR SOLUÇÕES DE SEGURANÇA ELETRÔNICA 1 OBJETIVO Proposto por: ELABORAR SOLUÇÕES DE SEGURANÇA ELETRÔNICA Equipe do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Analisado por: Diretor do Departamento de Segurança Eletrônica e de

Leia mais

REALIZAR AVALIAÇÃO DE SEGURANÇA PATRIMONIAL NAS DEPENDÊNCIAS DO PJERJ 1 OBJETIVO

REALIZAR AVALIAÇÃO DE SEGURANÇA PATRIMONIAL NAS DEPENDÊNCIAS DO PJERJ 1 OBJETIVO REALIZAR AVALIAÇÃO DE SEGURANÇA PATRIMONIAL NAS DEPENDÊNCIAS DO Proposto por: Divisão de Vigilância Patrimonial (DIVPA) Analisado por: Departamento de Patrimonial (DESEP) Aprovado por: Diretor-Geral da

Leia mais

INSTALAR E MANTER SISTEMAS DE CIRCUITO FECHADO DE TV (CFTV) 1 OBJETIVO

INSTALAR E MANTER SISTEMAS DE CIRCUITO FECHADO DE TV (CFTV) 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Analisado por: Diretor do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Aprovado por: Diretor

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para o atendimento às solicitações de alterações de layout.

Estabelecer critérios e procedimentos para o atendimento às solicitações de alterações de layout. Proposto por: Serviço de Projetos de Arquitetura, de Estrutura e de Instalações (SEPRO) Analisado por: Departamento de Planejamento de Obras (DEPLA) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Engenharia

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Equipe da Divisão de Vigilância Patrimonial (DIVPA) Analisado por: Diretor do Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Segurança Institucional

Leia mais

Distribuidor Geral de Linhas e ramais telefônicos.

Distribuidor Geral de Linhas e ramais telefônicos. Proposto por: Equipe do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Analisado por: Diretor do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Aprovado por: Diretor

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. RAD- REALIZAR LOTAÇÃO DE SERVIDOR Proposto por: Equipe do Serviço de Lotação e Movimentação () Analisado por: Diretor do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DEDEP) Aprovado por: Diretor da Diretoria-Geral

Leia mais

DESENVOLVER SISTEMAS 1 OBJETIVO

DESENVOLVER SISTEMAS 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe Departamento de s de Informação (DESIS) DESENVOLVER SISTEMAS Analisado por: Departamento de s de Informação (DESIS) Aprovado por: Diretor-Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC)

Leia mais

Software de atendimento telefônico que demonstra os dados de todas as unidades do PJERJ e órgãos jurisdicionais do Estado.

Software de atendimento telefônico que demonstra os dados de todas as unidades do PJERJ e órgãos jurisdicionais do Estado. Proposto por: Equipe do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Analisado por: Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Aprovado por: Diretor da Diretoria

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para o controle e o tratamento de produtos não conformes no âmbito da 1ª Vara Empresarial da Comarca da Capital.

Estabelecer critérios e procedimentos para o controle e o tratamento de produtos não conformes no âmbito da 1ª Vara Empresarial da Comarca da Capital. Proposto por: Equipe da Vara Empresarial Analisado por: RAS da Vara Empresarial Aprovado por: Juiz de Direito da Vara Empresarial 1 OBJETIVO Estabelecer critérios e procedimentos para o controle e o tratamento

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para remanejamento de carros oficiais do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ).

Estabelecer critérios e procedimentos para remanejamento de carros oficiais do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ). Proposto por: Chefe de Serviço de Cadastro e Documentação da Frota (SEFRO) REMANEJAMENTO DE CARROS OFICIAIS Analisado por: Diretor do Departamento de Transportes (DETRA) Aprovado por: Diretor-Geral da

Leia mais

Analisado por: (DGPES) Pessoas (SEAPE) ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

Analisado por: (DGPES) Pessoas (SEAPE) ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Equipe do Serviço de Diretor do Departamento de Diretor-Geral da Diretoria- Ambientação e Desenvolvimento de Pessoas Geral de Gestão de Pessoas Acompanhamento

Leia mais

LANÇAR INTEIRO TEOR DE PARECERES E DECISÕES ADMINISTRATIVAS EM SISTEMA INFORMATIZADO 1 OBJETIVO

LANÇAR INTEIRO TEOR DE PARECERES E DECISÕES ADMINISTRATIVAS EM SISTEMA INFORMATIZADO 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe da Divisão de Organização de Acervos de Conhecimento (DICAC) Analisado por: Diretor do Departamento de Gestão e Disseminação do Conhecimento (DECCO) Aprovado por: Diretor-Geral da

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para a realização de pesquisas de jurisprudência.

Estabelecer critérios e procedimentos para a realização de pesquisas de jurisprudência. Proposto por: Equipe do Serviço de Pesquisa e Análise de Jurisprudência (SEPEJ) REALIZAR PESQUISA DE JURISPRUDÊNCIA Analisado por: Diretor da Divisão de Gestão de Acervos Jurisprudenciais (DIJUR) Aprovado

Leia mais

MANUTENÇÃO DE INSTALAÇÕES 1 OBJETIVO

MANUTENÇÃO DE INSTALAÇÕES 1 OBJETIVO Proposto por: Serviço de Manutenção Corretiva de Obras(SEMAC) Analisado por: Departamento de Manutenção (DEMAN) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Engenharia (DGENG) 1 OBJETIVO Estabelecer

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para realização dos serviços de remanejamentos e mudanças.

Estabelecer critérios e procedimentos para realização dos serviços de remanejamentos e mudanças. Proposto por: REALIZAR REMANEJAMENTOS E MUDANÇAS Equipe do Serviço de Movimentação de Materiais Permanentes (SEMOP) Analisado por: Diretor do Departamento de Patrimônio e Material (DEPAM) Aprovado por:

Leia mais

CICLO DE ATENDIMENTO E MONITORAMENTO DO SERVIÇO DE LIMPEZA, CONSERVAÇÃO E CONTROLE DE VETORES 1 OBJETIVO

CICLO DE ATENDIMENTO E MONITORAMENTO DO SERVIÇO DE LIMPEZA, CONSERVAÇÃO E CONTROLE DE VETORES 1 OBJETIVO Proposto por: Diretor da Divisão de Administração do Foro Central (DIFOR) Analisado por: Diretor do Departamento de Infraestrutrura Operacional (DEIOP) Aprovado por: Diretor da Diretoria-Geral de Logística

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para os atendimentos às solicitações de serviços de informática.

Estabelecer critérios e procedimentos para os atendimentos às solicitações de serviços de informática. Proposto por: ATENDER USUÁRIOS EM SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA Equipe da Divisão de Segurança da Informação (DISEG) Analisado por: Departamento de Produção (DEPRO) Aprovado por: Diretor-Geral Diretoria Geral

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Divisão de Equipamento em Garantia (DIGAR) Analisado por: Departamento de Produção (DEPRO) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC) 1 OBJETIVO Estabelecer

Leia mais

Estabelecer os procedimentos para o controle e o tratamento de produto não conforme no âmbito da Diretoria-Geral de Logística (DGLOG).

Estabelecer os procedimentos para o controle e o tratamento de produto não conforme no âmbito da Diretoria-Geral de Logística (DGLOG). CONTROLAR PRODUTOS NÃO CONFORMES NA DIRETORIA-GERAL DE LOGÍSTICA Proposto por: Diretor do Departamento de Contratos e Atos Negociais (DECAN), Diretor do Departamento de Licitações e Formalização de Ajustes

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para realização dos serviços de remanejamentos e mudanças.

Estabelecer critérios e procedimentos para realização dos serviços de remanejamentos e mudanças. Proposto por: Equipe do Serviço de Movimentação de Materiais Permanentes (SEMOP) REALIZAR REMANEJAMENTOS E MUDANÇAS Analisado por: Diretor do Departamento de Patrimônio e Material (DEPAM) Aprovado por:

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para contabilizar as tomadas de contas instauradas.

Estabelecer critérios e procedimentos para contabilizar as tomadas de contas instauradas. Proposto por: Equipe da Divisão de Apropriação e Análise Contábil (DIANA) Analisado por: Diretor do Departamento Contábil (DECON) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Planejamento, Coordenação

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para cadastrar, convocar, encaminhar e monitorar voluntários no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro.

Estabelecer critérios e procedimentos para cadastrar, convocar, encaminhar e monitorar voluntários no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro. CADASTRAR, CONVOCAR, ENCAMINHAR E MONITORAR VOLUNTÁRIOS Proposto por: Equipe da Divisão de Apoio aos Programas de Promoção da Cidadania (DIAPP) Analisado por: Departamento de Ações Pró- Sustentabilidade

Leia mais

RECUPERAR RECURSOS PROVENIENTES DE RESSARCIMENTO DE GRERJ 1 OBJETIVO

RECUPERAR RECURSOS PROVENIENTES DE RESSARCIMENTO DE GRERJ 1 OBJETIVO Proposto por: Diretora da Divisão de Gestão Financeira (DIGEF) Analisado por: Diretor do Departamento Financeiro (DEFIN) Aprovado por: Diretora da Diretoria-Geral de Planejamento, Coordenação e Finanças

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para apoiar a gestão de projetos e o monitoramento da estratégia institucional.

Estabelecer critérios e procedimentos para apoiar a gestão de projetos e o monitoramento da estratégia institucional. APOIAR E MONITORAR A GESTÃO ESTRATÉGICA E DE PROJETOS DO PJERJ Proposto por: Equipe do Departamento de Gestão Estratégica e Projetos (DGDIN/DEGEP) Analisado por: Diretor do Departamento de Gestão Estratégica

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para efetuar operações financeiras via web.

Estabelecer critérios e procedimentos para efetuar operações financeiras via web. Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Diretora da Divisão de Gestão Financeira (DIGEF) Diretor do Departamento Financeiro (DEFIN) Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Planejamento, Coordenação e Finanças

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. REMANEJAMENTOS, MUDANÇAS E TRANSPORTES DE CARGA Proposto por: Diretor da Divisão de Controle de Materiais Permanentes (DICOM) Analisado por: Diretor do Departamento de Patrimônio e Material (DEPAM) Aprovado

Leia mais

Estabelecer os procedimentos para o controle e o tratamento de produto não conforme, no âmbito da Diretoria Geral de Gestão do Conhecimento.

Estabelecer os procedimentos para o controle e o tratamento de produto não conforme, no âmbito da Diretoria Geral de Gestão do Conhecimento. Proposto por: Equipe da Diretoria Geral de Gestão do Conhecimento (GBCON) Analisado por: Representante da Administração Superior (RD) Aprovado por: Diretor - Geral da Diretoria Geral de Gestão do Conhecimento

Leia mais

ORIENTAR R E MONITORAR A GESTÃO DO CONHECIMENTO 1 OBJETIVO

ORIENTAR R E MONITORAR A GESTÃO DO CONHECIMENTO 1 OBJETIVO ORIENTAR R E MONITORAR A GESTÃO DO CONHECIMENTO Proposto por: Equipe do Departamento de Apoio nos Núcleos Regionais (DENUR) Analisado por: ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet Aprovado por: Integrante

Leia mais

CADASTRAMENTO PARA CONDUÇÃO DE VEÍCULOS E VIATURAS OFICIAIS 1 OBJETIVO

CADASTRAMENTO PARA CONDUÇÃO DE VEÍCULOS E VIATURAS OFICIAIS 1 OBJETIVO CADASTRAMENTO PARA CONDUÇÃO DE VEÍCULOS E VIATURAS OFICIAIS Proposto por: Diretor da Divisão de Infraestrutura de Transportes (DITRA) Analisado por: Diretor do Departamento de Transportes (DETRA) Aprovado

Leia mais

Ato Executivo nº 2.950/2003 RAD-DGLOG-041 07 1 de 14

Ato Executivo nº 2.950/2003 RAD-DGLOG-041 07 1 de 14 Proposto por: Diretor da Divisão de Infraestrutura de Transportes (DITRA) Analisado por: Diretor do Departamento de Transportes (DETRA) Aprovado por: Diretor da Diretoria Geral de Logística (DGLOG) 1 OBJETIVO

Leia mais

OPERAR, TRANSMITIR E ARMAZENAR RECURSOS AUDIOVISUAIS NO TRIBUNAL PLENO, ÓRGÃO ESPECIAL E CONSELHO DA MAGISTRATURA

OPERAR, TRANSMITIR E ARMAZENAR RECURSOS AUDIOVISUAIS NO TRIBUNAL PLENO, ÓRGÃO ESPECIAL E CONSELHO DA MAGISTRATURA OPERAR, TRANSMITIR E ARMAZENAR RECURSOS AUDIOVISUAIS NO TRIBUNAL PLENO, ÓRGÃO ESPECIAL E CONSELHO DA MAGISTRATURA Proposto por: Equipe do Serviço de Segurança Eletrônica (SESEG) Analisado por: Diretor

Leia mais

Analisado por: Aprovado por: Equipe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ)

Analisado por: Aprovado por: Equipe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ) Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Equipe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ) Chefe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ) Corregedor- Geral da Justiça 1 OBJETIVO Estabelecer

Leia mais

Empresa que presta serviços de telefonia fixa ou móvel.

Empresa que presta serviços de telefonia fixa ou móvel. Proposto por: Equipe do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Analisado por: Diretor do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Aprovado por: Diretor

Leia mais

PROCESSAR PEDIDOS DE MOVIMENTAÇÃO 1 OBJETIVO

PROCESSAR PEDIDOS DE MOVIMENTAÇÃO 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe do Departamento de Apoio aos Núcleos Regionais PROCESSAR PEDIDOS DE MOVIMENTAÇÃO Analisado por: Diretor de Departamento de Apoio aos Núcleos Regionais (DENUR) Aprovado por: Juiz Auxiliar

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada Proposto por: Serviço de Cadastro e Documentação da Frota (SEFRO) Analisado por: Departamento de Transportes (DETRA) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Logística (DGLOG) 1 OBJETIVO Estabelecer

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Equipe da Divisão de Apoio Logístico (DILOG) Analisado por: Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET) Aprovado por: Secretária Da Secretaria Geral de Ensino (SECGE) 1 OBJETIVO Gerenciar os

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos relativos à recepção e à integração dos servidores no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ).

Estabelecer critérios e procedimentos relativos à recepção e à integração dos servidores no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ). Proposto por: Equipe do Serviço de Ambientação e Acompanhamento de Pessoas (SEAPE) Analisado por: Diretor do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DEDEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Divisão de Servidores (DISER) Divisão de Banco de Dados (DIBDA) Analisado por: Departamento de Infraestrutura (DEINF) Aprovado por: Diretor Geral da Diretoria Geral de Tecnologia da Informação

Leia mais

CARROS OFICIAIS 1 OBJETIVO

CARROS OFICIAIS 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe do Serviço de Cadastro de Documentação da frota (SEFRO) Analisado por: Diretor do Departamento de Transportes (DETRA) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Logística (DGLOG)

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para atendimento à solicitação de informações formulada por usuários.

Estabelecer critérios e procedimentos para atendimento à solicitação de informações formulada por usuários. Proposto por: Equipe da Vara Empresarial ATENDER A SOLICITAÇÕES Analisado por: RAS da Vara Empresarial Aprovado por: Juiz de Direito da Vara Empresarial 1 OBJETIVO Estabelecer critérios e procedimentos

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para remanejamento de carros oficiais do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ).

Estabelecer critérios e procedimentos para remanejamento de carros oficiais do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ). Proposto por: Serviço de Cadastro e Documentação da Frota (SEFRO) REMANEJAMENTO DE CARROS OFICIAIS Analisado por: Departamento de Transportes (DETRA) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Logística

Leia mais

4.1 É expressamente proibido o manuseio do sistema de pregão eletrônico por pessoas não treinadas.

4.1 É expressamente proibido o manuseio do sistema de pregão eletrônico por pessoas não treinadas. Proposto por: INSTALAR E MANTER SISTEMA DE PREGÃO ELETRÔNICO Equipe do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Analisado por: Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações

Leia mais

Fundo Único de Previdência Social do Estado do Rio de Janeiro

Fundo Único de Previdência Social do Estado do Rio de Janeiro Proposto por: Equipe do Departamento de Administração de Pessoal (DEAPS) Analisado por: Diretor do Departamento de Administração de Pessoal (DEAPS) Aprovado por: Diretora-Geral da Diretoria-Geral de Gestão

Leia mais

INTERNET ATUALIZAR DADOS REFERENTES A CUSTAS JUDICIAIS, TAXAS JUDICIÁRIAS E EMOLUMENTOS EXTRAJUDICIAIS NA INTRANET/INTERNET 1 OBJETIVO

INTERNET ATUALIZAR DADOS REFERENTES A CUSTAS JUDICIAIS, TAXAS JUDICIÁRIAS E EMOLUMENTOS EXTRAJUDICIAIS NA INTRANET/INTERNET 1 OBJETIVO ATUALIZAR DADOS REFERENTES A CUSTAS JUDICIAIS, TAXAS Proposto por: Serviço de Atendimento de Custas (SEATE) Analisado por: Divisão de Custas e Informações (DICIN) Aprovado por: p Diretor-Geral da Diretoria

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para efetuar operações financeiras via web.

Estabelecer critérios e procedimentos para efetuar operações financeiras via web. Proposto por: Diretor da Divisão de Gestão Financeira (DIGEF) Analisado por: Diretor do Departamento Financeiro (DEFIN) Aprovado por: Diretor da Diretoria-Geral de Planejamento, Coordenação e Finanças

Leia mais

INSTALAR, OPERAR E MANUTENIR EQUIPAMENTOS DE VIDEOCONFERÊNCIA 1 OBJETIVO

INSTALAR, OPERAR E MANUTENIR EQUIPAMENTOS DE VIDEOCONFERÊNCIA 1 OBJETIVO Proposto por: Chefe do Serviço de Segurança Eletrônica (SESEG) Analisado por: Diretor do Departamento de Segurança Eletrônica e de Telecomunicações (DETEL) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para o cumprimento de mandados judiciais de execução fiscal.

Estabelecer critérios e procedimentos para o cumprimento de mandados judiciais de execução fiscal. Proposto por: Equipe da Central de Dívida Ativa (CADAT) Analisado por: RAS Coordenador da Central de Dívida Ativa (CADAT) Aprovado por: Juiz Coordenador da Central de Dívida Ativa (CADAT) 1 OBJETIVO Estabelecer

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para o recebimento de bens de informática em doação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Estabelecer critérios e procedimentos para o recebimento de bens de informática em doação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Proposto por: Departamento de Produção da Diretoria-Geral de Tecnologia da Informação DGTEC/DEPRO Analisado por: Diretor Geral da Diretoria-Geral de Tecnologia da Informação - DGTEC Aprovado por: Chefe

Leia mais

IMPLEMENTAR PROJETOS ESPECIAIS 1 OBJETIVO

IMPLEMENTAR PROJETOS ESPECIAIS 1 OBJETIVO Proposto por: Departamento de Avaliação e Acompanhamento de Projetos Especiais (DEAPE) Analisado por: Gabinete da Presidência (GABPRES) Aprovado por: Chefe do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. ELABORAR E MANTER ROTINAS DE ARMAZENAMENTO DE SEGURANÇA DOS Proposto por: Divisão de Servidores (DISER) Divisão de Banco de Dados (DIBDA) Analisado por: Departamento de Infraestrutura de TI (DEINF) Aprovado

Leia mais

GERIR CONTEÚDO DO BANCO DE DADOS DE AÇÕES CIVIS PÚBLICAS 1 OBJETIVO

GERIR CONTEÚDO DO BANCO DE DADOS DE AÇÕES CIVIS PÚBLICAS 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe da Divisão de Organização de Acervos de Conhecimento (DICAC) Analisado por: Diretor do Departamento de Gestão e Disseminação do Conhecimento (DECCO) Aprovado por: Diretor-Geral da

Leia mais

PREVENIR E COMBATER INCÊNDIO 1 OBJETIVO

PREVENIR E COMBATER INCÊNDIO 1 OBJETIVO Proposto por: Divisão de Prevenção e Combate a Incêndio (DICIN) Analisado por: Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Segurança Institucional (DGSEI)

Leia mais

GERENCIAR AS PRESTAÇÕES DE CONTAS, OS SEGUROS DE RESPONSABILIDADE CIVIL, O HISTÓRICO E A VACÂNCIA DOS SERVIÇOS EXTRAJUDICIAIS 1 OBJETIVO

GERENCIAR AS PRESTAÇÕES DE CONTAS, OS SEGUROS DE RESPONSABILIDADE CIVIL, O HISTÓRICO E A VACÂNCIA DOS SERVIÇOS EXTRAJUDICIAIS 1 OBJETIVO GERENCIAR AS PRESTAÇÕES DE CONTAS, OS SEGUROS DE RESPONSABILIDADE CIVIL, O HISTÓRICO E A VACÂNCIA DOS SERVIÇOS EXTRAJUDICIAIS Proposto por: Equipe do Serviço de Controle de Serventias Extrajudiciais (SECEX)

Leia mais

Lei Federal nº 7.713/1988 - Altera a legislação do imposto de renda e dá outras providências.

Lei Federal nº 7.713/1988 - Altera a legislação do imposto de renda e dá outras providências. Proposto por: Departamento de Administração de Pessoal (DEAPS) Analisado por: Departamento de Saúde (DESAU) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de 1 OBJETIVO Estabelecer os critérios e procedimentos

Leia mais

Analisado por: Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP)

Analisado por: Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP) Proposto por: Divisão de Prevenção e Combate a Incêndio (DICIN) Analisado por: Departamento de Segurança Patrimonial (DESEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Segurança Institucional (DGSEI)

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Chefe de Serviço de Cadastro e Documentação da Frota (SEFRO) Analisado por: Diretor do Departamento de Transportes (DETRA) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Logística (DGLOG)

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos relativos à recepção e à integração dos servidores no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ).

Estabelecer critérios e procedimentos relativos à recepção e à integração dos servidores no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ). Proposto por: Equipe do Serviço de Ambientação e Acompanhamento de Pessoas (SEAPE) Analisado por: Diretor do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DEDEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-

Leia mais

ELIMINAR DOCUMENTOS NAS UNIDADES ORGANIZACIONAIS

ELIMINAR DOCUMENTOS NAS UNIDADES ORGANIZACIONAIS Proposto por: Divisão de Gestão de Documentos - DIGED Analisado por: Diretor do Departamento de Gestão de Acervos Arquivísticos (DEGEA) Aprovado por: Diretor-Geral de Apoio aos Órgãos Jurisdicionais (DGJUR)

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para cadastrar, convocar, encaminhar e monitorar voluntários no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro.

Estabelecer critérios e procedimentos para cadastrar, convocar, encaminhar e monitorar voluntários no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro. CADASTRAR, CONVOCAR, ENCAMINHAR E MONITORAR VOLUNTÁRIOS Proposto por: Equipe da Divisão de Apoio aos Programas de Promoção da Cidadania (DIAPP) Analisado por: Departamento de Ações Pró- Sustentabilidade

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Equipe do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DEDEP) Analisado por: Diretor do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DEDEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para gerenciar a execução de perícia de DNA no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ).

Estabelecer critérios e procedimentos para gerenciar a execução de perícia de DNA no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ). Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Chefe do Serviço de Perícias Genéticas (SEGEN) Diretor do Departamento de Instrução Processual (DEINP) Diretor da Diretoria-Geral de Apoio aos Órgãos Jurisdicionais

Leia mais

Relacionar recomendações para a gestão da prestação jurisdicional em Vara Empresarial.

Relacionar recomendações para a gestão da prestação jurisdicional em Vara Empresarial. Proposto por: GERIR A ENTREGA DA PRESTAÇÃO JURISDICIONAL Equipe da Vara Empresarial Analisado por: RAS da Vara Empresarial Aprovado por: Juiz de Direito da Vara Empresarial 1 OBJETIVO Relacionar recomendações

Leia mais

GERENCIAR GARANTIA DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA 1 OBJETIVO

GERENCIAR GARANTIA DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe da Divisão de Equipamentos em Garantia (DIGAR) Analisado por: Departamento de Produção (DEPRO) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC) 1

Leia mais

Ato Executivo nº 2.950/2003 RAD-DGADM-032 02 1 de 20

Ato Executivo nº 2.950/2003 RAD-DGADM-032 02 1 de 20 RESTRITOS E DE SENHAS DE SISTEMAS DE ÓRGÃOS Proposto por: Serviço de Informações e Apoio a Convênios com Intercâmbio de Dados (SEIAC) Analisado por: Departamento de Suporte Operacional (DESOP) Aprovado

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para digitação de documentos.

Estabelecer critérios e procedimentos para digitação de documentos. Proposto por: Equipe de Vara Cível Analisado por: Chefe de Serventia Judicial Aprovado por: Juiz de Direito 1 OBJETIVO Estabelecer critérios e procedimentos para digitação de documentos. 2 CAMPO DE APLICAÇÃO

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. PROCESSAR PEDIDO DE ABONO DE PERMANÊNCIA Proposto por: Equipe do Departamento de Administração de Pessoal (DEAPS) Analisado por: Diretor do Departamento de Administração de Pessoal (DEAPS) Aprovado por:

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para atendimento a usuários e realização de turmas, em conformidade com a programação das ações de capacitação.

Estabelecer critérios e procedimentos para atendimento a usuários e realização de turmas, em conformidade com a programação das ações de capacitação. Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Equipe da Escola de Administração Judiciária (ESAJ) Diretor da Escola de Administração Judiciária (ESAJ) Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Gestão de Pessoas

Leia mais

Ato Executivo nº 2.950/2003 RAD-DGJUR-043 00 1 de 16

Ato Executivo nº 2.950/2003 RAD-DGJUR-043 00 1 de 16 Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Diretor da Divisão de Gestão de Documentos (DIGED) Diretor do Departamento de Gestão de Acervos Arquivísticos (DEGEA) Diretor-Geral da Diretoria Geral de Apoio

Leia mais

Manutenir os equipamentos de informática do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ) que não pertencem a contrato de garantia.

Manutenir os equipamentos de informática do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ) que não pertencem a contrato de garantia. Proposto por: Equipe da Divisão de Equipamentos de TI (DIETI) Analisado por: Departamento de Suporte e Atendimento (DEATE) Aprovado por: Diretor Geral da Diretoria Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC)

Leia mais

Padronizar os procedimentos referentes à programação do Curso de Especialização em Direito para a Carreira da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro

Padronizar os procedimentos referentes à programação do Curso de Especialização em Direito para a Carreira da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro Proposto por: Diretor do Departamento de Ensino (DENSE) Analisado por: Assessora da Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET) Aprovado por: Secretária da Secretaria Geral de Ensino (SECGE) 1 OBJETIVO Padronizar

Leia mais

ELABORAR PROJETO DO PLANO PLURIANUAL 1 OBJETIVO

ELABORAR PROJETO DO PLANO PLURIANUAL 1 OBJETIVO Proposto por: Diretor da Divisão de Gestão Orçamentária (DIGOR) Analisado por: Diretor do Departamento de Planejamento e Orçamento (DEPLO) Aprovado por: Diretor da Diretoria-Geral de Planejamento, Coordenação

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para atendimento a usuários e realização de turmas, em conformidade com a programação das ações de capacitação.

Estabelecer critérios e procedimentos para atendimento a usuários e realização de turmas, em conformidade com a programação das ações de capacitação. Proposto por: Equipe da Escola de Administração Judiciária (ESAJ) IMPLEMENTAR AÇÕES DE CAPACITAÇÃO Analisado por: Diretor da Escola de Administração Judiciária (ESAJ) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral

Leia mais

PRESTAR MANUTENÇÃO E SUPORTE A HARDWARE

PRESTAR MANUTENÇÃO E SUPORTE A HARDWARE Proposto por: Equipe da Divisão de Equipamentos de TI (DIETI) Analisado por: Diretor do Departamento de Suporte e Atendimento (DEATE) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Tecnologia da Informação

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para controle da tramitação de documentos do SIGA.

Estabelecer critérios e procedimentos para controle da tramitação de documentos do SIGA. CONTROLAR O TRÂMITE DE DOCUMENTOS DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Chefe do Serviço de Controle Diretora do Departamento de Diretora-Geral de Desenvolvimento e

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Equipe da Divisão de Apropriação e Análise Contábil (DECON/DIANA) Analisado por: Diretor do Departamento Contábil (DECON) Aprovado por: Diretor da Diretoria Geral de Planejamento, Coordenação

Leia mais

ASSESSORAR O DIRETOR-GERAL. Coordenar as atividades necessárias para apoiar o Diretor-Geral.

ASSESSORAR O DIRETOR-GERAL. Coordenar as atividades necessárias para apoiar o Diretor-Geral. Proposto por: Gabinete do Diretor-Geral da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro () ASSESSORAR O DIRETOR-GERAL Analisado por: Assessora da Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET) Aprovado

Leia mais

Padronizar os procedimentos relativos ao suporte de áudio e vídeo na Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro - EMERJ.

Padronizar os procedimentos relativos ao suporte de áudio e vídeo na Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro - EMERJ. Proposto por: Diretor do Departamento de Tecnologia de Informação e Comunicação (DETEC) Analisado por: Assessora da Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET) Aprovado por: Secretária-Geral de Ensino (SECGE)

Leia mais

CONTROLAR RESPONSABILIDADE PATRIMONIAL

CONTROLAR RESPONSABILIDADE PATRIMONIAL Proposto por: Equipe da Divisão de Controle de Materiais Permanentes (DICOM) CONTROLAR RESPONSABILIDADE PATRIMONIAL Analisado por: Diretor do Departamento de Patrimônio e Material (DEPAM) Aprovado por:

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para controle da tramitação de documentos do SIGA.

Estabelecer critérios e procedimentos para controle da tramitação de documentos do SIGA. Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Chefe do Serviço de Controle Diretora do Departamento de Diretora da Diretoria-Geral de e Divulgação da Gestão de Processos de Desenvolvimento Institucional Documentação

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Equipe da Divisão de Classificação Contábil (DICLA) Analisado por: Diretor do Departamento Contábil (DECON) Aprovado por: Diretor Geral da Diretoria Geral de Planejamento, Coordenação e Finanças

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PARA A EXECUÇÃO FINANCEIRA DA FOLHA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES DO PJERJ 1 OBJETIVO

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PARA A EXECUÇÃO FINANCEIRA DA FOLHA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES DO PJERJ 1 OBJETIVO PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PARA A EXECUÇÃO FINANCEIRA DA FOLHA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES DO PJERJ Proposto por: Diretor da Divisão de Acompanhamento das Despesas de Pessoal do Poder Judiciário (DIPJU)

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Diretor da Divisão de Protocolo Administrativo da Corregedoria (DIPAC) Analisado por: Diretor do Departamento de Suporte Operacional (DESOP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para conferir processos de pagamento.

Estabelecer critérios e procedimentos para conferir processos de pagamento. CONFERIR PROCESSOS DE PAGAMENTO SEM RETENÇÃO DE TRIBUTOS Proposto por: Diretor da Divisão de Conferência e Liquidação da Despesa (DILID) Analisado por: Diretor do Departamento Financeiro (DEFIN) Aprovado

Leia mais

Analisado por: Assessora da Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET) ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

Analisado por: Assessora da Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET) ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Diretor do Departamento de Ensino (DENSE) Analisado por: Assessora da Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET) Aprovado por: Secretária da Secretaria Geral de Ensino (SECGE) 1 OBJETIVO Padronizar

Leia mais

GERENCIAR ATENDIMENTO A EQUIPAMENTOS DE TI 1 OBJETIVO

GERENCIAR ATENDIMENTO A EQUIPAMENTOS DE TI 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe da Divisão de Equipamentos de TI (DIETI) Analisado por: Departamento de Suporte e Atendimento (DEATE) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC)

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: RECEBER E ENCAMINHAR CORRESPONDÊNCIAS Serviço de Expediente e Arquivo (SEARQ) Analisado por: Departamento de Suporte Operacional (DESOP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de

Leia mais

HOMOLOGAR SISTEMAS CORPORATIVOS 1 OBJETIVO

HOMOLOGAR SISTEMAS CORPORATIVOS 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe do Departamento de Suporte e Atendimento (DEATE) Analisado por: Departamento de Suporte e Atendimento (DEATE) Aprovado por: Diretorl da Diretoria Geral de Tecnologia da Informação

Leia mais

Analisado por: Diretor do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DEDEP)

Analisado por: Diretor do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DEDEP) ORIENTAR O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE SERVIDORES INDICADOS PARA Proposto por: Equipe do Serviço de Desenvolvimento Profissional (SEDEP) Analisado por: Diretor do Departamento de Desenvolvimento de

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para formar auditores internos do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ).

Estabelecer critérios e procedimentos para formar auditores internos do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ). Proposto por: Equipe do Departamento de Avaliação do Sistema de Gestão (DEAUD) FORMAR AUDITORES INTERNOS DO PJERJ Analisado ado por: Diretor Departamento de Avaliação do Sistema de Gestão (DEAUD) Aprovado

Leia mais

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada

ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada Proposto por: Diretor da Divisão de Operações (DIOPE) Analisado por: Diretor do Departamento de Gestão de Acervos Arquivísticos (DEGEA) Aprovado por: Diretor da Diretoria-Geral de Apoio aos Órgãos Jurisdicionais

Leia mais

Analisado por: Diretor da Escola de Administração Judiciária (ESAJ)

Analisado por: Diretor da Escola de Administração Judiciária (ESAJ) Proposto por: Diretor da Divisão de Capacitação e Desenvolvimento (DIDES) Analisado por: Diretor da Escola de Administração Judiciária (ESAJ) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Gestão de

Leia mais

Analisado por: Aprovado por: Diretor do Departamento de Ensino (DENSE) Assessora da Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET)

Analisado por: Aprovado por: Diretor do Departamento de Ensino (DENSE) Assessora da Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET) Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Diretor do Departamento de Ensino (DENSE) Assessora da Assessoria de Gestão Estratégica (ASGET) Secretária da Secretaria-Geral de Ensino (SECGE) 1 OBJETIVO Padronizar

Leia mais

Analisado por: Diretor do Departamento de Auditoria do SIGA (DEAUD)

Analisado por: Diretor do Departamento de Auditoria do SIGA (DEAUD) Proposto por: Equipe do Departamento de Auditoria do SIGA (DEAUD) PROMOVER AUDITORIAS DE GESTÃO Analisado por: Diretor do Departamento de Auditoria do SIGA (DEAUD) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral

Leia mais

CONFERIR FATURAMENTO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONFERIR FATURAMENTO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Proposto por: CONFERIR FATURAMENTO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Divisão de Contratos (DICON) Analisado por: Departamento de contratos e Atos Negociais (DECAN) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral

Leia mais

VISTORIAR A INFRAESTRUTURA PREDIAL E A COMUNICAÇÃO VISUAL DOS PRÉDIOS DO COMPLEXO DO FORO CENTRAL 1 OBJETIVO

VISTORIAR A INFRAESTRUTURA PREDIAL E A COMUNICAÇÃO VISUAL DOS PRÉDIOS DO COMPLEXO DO FORO CENTRAL 1 OBJETIVO VISTORIAR A INFRAESTRUTURA PREDIAL E A COMUNICAÇÃO VISUAL DOS PRÉDIOS DO Proposto por: Serviço de Fiscalização de Serviços Gerais (SEFIS) Analisado por: Diretor do Departamento de Infraestrutura Operacional

Leia mais