UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PRODUÇÃO EDITORIAL RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS Repensar o quadro docente, os espaços físicos e laboratoriais para os Cursos de Comunicação Social tem se tornado um desafio. Historicamente, lotado numa exígua infra-estrutura administrativa e pedagógica e com um reduzido número de professores, técnico-administrativos e funcionários especializados, a Comunicação Social busca sua excelência laboratorial no ensino, na pesquisa e na extensão desde a sua implantação. Dado aos avanços tecnológicos que são comuns à área, torna-se difícil à academia acompanhar o mercado de trabalho de seus prováveis formandos. Outra questão fundamental é a particularidade de cada Curso: Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade e Propaganda e Produção Editorial. O corpo docente é específico para cada área de atuação dos comunicadores sociais, contando com professores que ministram disciplinas do Núcleo de Estruturação, ou seja, comuns aos quatro Cursos de graduação. A saber, a proposta pedagógica para os Cursos parte de um desdobramento das Diretrizes Curriculares Nacionais, feito através de núcleos temáticos que serão cumpridos pelo aluno no decorrer do Curso. Como já exposto, os conteúdos são desenvolvidos através de três Núcleos: o de Estruturação que desenvolve os conteúdos básicos e essenciais à formação dos profissionais das áreas de Produção Editorial, Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda; o Núcleo de Formação constituído pelas disciplinas voltadas à formação do perfil mercadológico do profissional das áreas; e o Núcleo Complementar formado por conteúdos interdisciplinares dos campos da Comunicação e das Ciências Sociais, Humanas e Aplicadas. Administrar e aproximar as especificidades das áreas de formação tem sido um constante desafio às coordenações dos Cursos. Desde o ingresso no Programa REUNI, percebe-se, no entanto, uma expansão qualificada no número e no perfil dos professores que compõem o quadro docente do Departamento de Ciências da Comunicação, com cinco professores doutores concursados desde a abertura do Curso de Comunicação Social Produção Editorial. Além disso, há outras três vagas para professores efetivos a serem concursados. Em 2013, são mais de quinhentos alunos atendidos por um quadro qualificado de professores efetivos que concorrem com diferentes áreas de saber, que orientam monografias e projetos experimentais sob os mais diferentes assuntos e que muitos ainda atuam em programas de extensão e de Pós-Graduação. Nesse sentido, uma política de expansão da infra-estrutura laboratorial implicará na revisão do quadro técnico para viabilizar o funcionamento adequado desses espaços. Como contrapartida, acredita-se em um baixo número de evasão, na adesão de um maior número de professores em programas de extensão e Pós-Graduação, na possibilidade de abertura de cursos de extensão e na oferta de cursos de especialização, com ênfase nas práticas laboratoriais e voltados para a atualização do mercado. Assim, a proposta de ampliação da infra-estrutura administrativa pedagógica e técnica para os Cursos de Comunicação Social, e no caso específico deste PCC, do Curso de Comunicação Social - Produção Editorial está amparada no desmembramento das áreas sem, contudo, perder a unidade das atividades das áreas afins. Nesse sentido, encaminha-se a abertura de setores, que atenderão as várias possibilidades de atuação dos referidos Cursos, mais especificamente de Produção Editorial. Atende-se, ainda, ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação Midiática, com o Curso de Mestrado e Doutorado reconhecidos pela CAPES.

2 Quanto à infra-estrutura, cabe ressaltar ainda que o Departamento de Ciências da Comunicação passa por um processo de estudo de possibilidades de ampliação e readequação da infra-estrutura, com projetos já em andamento para realocação de salas de professores, estrutura laboratorial e de salas de aula. Ao final deste item, se passará a descrição formal do ambiente físico atual, estimando áreas aproximadas, acabamentos e revestimentos básicos, localização ideal e equipamentos existentes para a viabilização do funcionamento dos laboratórios. CORPO DOCENTE O Curso conta com docentes do Departamento de Letras (disciplinas de Leitura e Produção Textual I e II) e do Departamento de Comunicação (demais disciplinas dos Núcleos de Estruturação e de Formação). Abaixo, a relação dos professores que participam deste PPC. Eventualmente, no Núcleo de Estruturação, pode haver a participação de outros docentes do Departamento de Comunicação, em virtude de afastamentos diversos. Núcleo de Estruturação Nome: Ada Cristina Machado da Silveira. Instituição: Universidade Autónoma de Barcelona (UAB-Espanha). Ano: Área: Extensão Rural. Instituição: UFSM. Situação Institucional: professor associado, 40h DE. Nome: Eugenia Maria Mariano da Rocha Barichello. Instituição: Escola de Comunicações /Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ano: Instituição: Universidade Federal do Rio de Janeiro. Situação Institucional: professor associado, 40h DE. Nome: Rondon Martim Souza de Castro. Ano: Área: Semiótica. Instituição: Pontifícia Universidade Católica /SP. Ano: Instituição: Universidade Metodista de Piracicaba/SP. Nome Completo: Elisângela Carlosso Machado Mortari. Ano: Área: Comunicação e Cultura. Instituição: Universidade Federal do Rio de Janeiro. Data: / / Coordenador do Curso

3 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PRODUÇÃO EDITORIAL RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS (continuação) Ano: Área: Comunicação e Cultura. Instituição: Universidade Federal do Rio de Janeiro. Nome: Rejane de Oliveira Pozobon. Ano: Instituição: Universidade Vale dos Sinos. Ano:2002. Área: Educação. Instituição: Universidade Federal de Santa Maria. Nome: Veneza Veloso Mayora Ronsini. Área: Sociologia. Instituição: Universidade de São Paulo. Ano: Instituição: Universidade de São Paulo. Situação Institucional: professor associado, 40h DE. Nome Completo: Liliane Dutra Brignol. Ano: Ano: Nome Completo: Rosane Rosa. Ano: Área: Ciências da Comunicação e Informação. Instituição: UFRGS. Nome Completo: Sandra Rubia da Silva. Ano: Área: Antropologia Social. Instituição: Universidade Federal de Santa Catarina.

4 Ano: Área: Ciências da Comunicação e Informação. Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Nome Completo: Flavi Ferreira Lisbôa Filho. Ano: Instituição: Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Ano: Área: Engenharia da Produção. Instituição: Universidade Federal de Santa Maria. Nome Completo: Rogério Ferrer Koff. Ano: Instituição: Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ano: Área: Filosofia. Instituição: Universidade Federal de Santa Maria. Situação Institucional: professor associado, 40h DE. Nome Completo: Juliana Petermann. Ano: Instituição: Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Ano: Área: Lingüística Aplicada. Instituição: Universidade Federal de Santa Maria. Núcleo de Formação Nome Completo: Cláudia Regina Ziliotto Bomfá. Ano: Área: Engenharia de Produção. Instituição: Universidade Federal de Santa Catarina. Ano: Área: Engenharia de Produção. Instituição: Universidade Federal de Santa Catarina. Nome Completo: Liliane Dutra Brignol. Ano: Ano: Data: / / Coordenador do Curso

5 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PRODUÇÃO EDITORIAL RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS (continuação) Nome Completo: Marília de Araujo Barcellos. Ano: Área: Letras. Instituição: PUC-Rio. Área: Letras. Instituição: UFRGS. Nome Completo: Rosane Rosa. Ano: Área: Ciências da Comunicação e Informação. Instituição: UFRGS. Nome Completo: Sandra Rubia da Silva. Ano: Área: Antropologia Social. Instituição: Universidade Federal de Santa Catarina. Ano: Área: Ciências da Comunicação e Informação. Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Além desses professores, há dois processos de concurso público para professor encaminhados pelo Departamento de Ciências da Comunicação, com realização do processo seletivo ainda para o ano de Para uma terceira vaga já prevista está sendo iniciado o processo de elaboração de edital. As vagas docentes devem atender aos seguintes perfis: a) mestre, com experiência em criação e desenvolvimento para web, comunicação digital; gestão de portais e produção editorial para hipermidia; b) doutor, com amplo conhecimento em produção, edição e tratamento de imagens e em audiovisual; c) doutor, com experiência comprovada em produção gráfica e design editorial. QUADRO TÉCNICO-ADMINSTRATIVO EM EDUCAÇÃO O quadro técnico-administrativo em educação do Curso de Comunicação Social Produção Editorial é formado por um secretário de Curso e um técnico-administrativo na área de design gráfico.

6 ESTRUTURA FÍSICA O Departamento de Ciências da Comunicação atende diretamente quatro Cursos de graduação e um Programa de Pós-Graduação em Comunicação POSCOM, com Cursos de Mestrado e Doutorado. Sua estrutura está composta por 13 laboratórios e 01 miniauditório. Na estrutura departamental, além dos laboratórios específicos dos Cursos de Comunicação Social de Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade e Propaganda e Produção Editorial, contamos com o Estúdio 21, que trabalha com gravação, edição e finalização de produções em rádio e vídeo e atende a demandas de toda universidade, assim como a Agência de Publicidade FACOS, a Agência Experimental de Relações Públicas e os laboratórios específicos de Comunicação Social Produção Editorial. Estrutura Física Existente As instalações, além dos laboratórios acima descritos, devem ser considerados os espaços destinados às salas de aula, em vigor distribuídas em prédios tais como o 21, 67 e 74 A e C, localizados no Campus Universitário da UFSM e assim compostas: Salas de Aula Atualmente, as aulas do Curso de Comunicação Social Produção Editorial estão sendo ministradas em diferentes espaços: prédios 21, 67 e prédios 74A e 74C. Todas as salas estão equipadas com cadeiras, aparelhos de ar condicionado, lousa e estrutura multimídia (computador, projetores e sistema de som). Sala de Conferências A Sala de Conferências é um espaço organizado em forma de auditório, com capacidade para 60 pessoas, e de uso do Departamento de Ciências da Comunicação. Situado no prédio 21, a sala abriga palestras, conferências, aulas e reuniões conforme as demandas dos cursos. Secretaria e Coordenação de Curso A Secretaria do Curso de Comunicação Social - Produção Editorial está situada no prédio 21, onde um técnico-administrativo executa o trabalho de secretariado, de modo compartilhado com o Curso de Comunicação Social - Jornalismo, uma vez que este não há um secretário exclusivo. Sala de Professores O prédio 21 abriga algumas salas de professores dos Cursos de Comunicação Social. Professores do Núcleo de Estruturação compartilham entre dois ou três uma sala e contam com mobiliário (mesas, cadeiras e armários) e equipamentos eletrônicos (computadores, impressoras e internet). Os professores do Núcleo de Formação estão atualmente alocados no prédio 67, em salas compartilhadas. Os laboratórios específicos do Curso de Comunicação Social - Produção Editorial são: Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão em Produção Editorial - LAPPE Dimensão: aprox. 100m². Revestimento: alvenaria e marcenaria. Piso: piso/lajota. Mobiliário: mesas, cadeiras, armários, ar condicionado. Equipamentos: computadores de mesa, estabilizadores, impressoras, televisor, DVD player, projetor. Finalidade: espaço para o desenvolvimento de produtos discentes e docentes. Atende a projetos, disciplinas e produção individual dos acadêmicos. Data: / / Coordenador do Curso

7 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PRODUÇÃO EDITORIAL RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS (continuação) Gabinete de Leitura Dimensão: aprox. 50m 2 (necessita de ampliação do espaço para, no mínimo, 150 m 2 ). Revestimento: alvenaria e marcenaria. Piso: parquet. Mobiliário: mesas, cadeiras, ar condicionado, televisor, sofá, poltrona, armários, prateleiras. Equipamentos: computador de mesa. Finalidade: acervo da produção docente e discente, voltado para consulta, leitura, realização de eventos, tanto da graduação quanto da pós-graduação. Laboratório Publica Dimensão: aprox. 50m². Revestimento: alvenaria e marcenaria. Piso: parquet. Mobiliário: mesas, cadeiras, ar condicionado, ventilador de teto, quadro branco, cafeteira, guilhotina, microondas, banquinho, armário, cômoda, estante. Equipamentos: computadores de mesa, estabilizadores, no-break, projetores, telefone, impressora. Finalidade: espaço dedicado à experimentação de projetos editoriais voltados ao desenvolvimento e à gestão de periódicos científicos impressos e eletrônicos. Oferece aos acadêmicos um espaço para a prática experimental no Curso de Comunicação Social - Produção Editorial, desenvolve projetos editoriais no âmbito das publicações científicas da graduação e pós-graduação em Comunicação. Estrutura Física Necessária Laboratório em Processo de Criação e Implantação Laboratório EDUCOM Dimensão: aprox. 50m 2. Revestimento: alvenaria e marcenaria. Piso: piso/lajota. Mobiliário: mesas, cadeiras, armário. Equipamentos: computadores de mesa, estabilizadores, máquinas fotográficas, tablets, gravadores. Observação: em processo de estruturação com verba do edital FIEXT Aguardando espaço físico. Finalidade: atender o programa de Educomunicação e Cidadania Comunicativa e o Projeto Ciranda Cultural voltado as Escolas de Ensino Público de Santa Maria. Os laboratórios têm o objetivo de proporcionar aos alunos, de graduação, acesso a computadores e a softwares em uso nos Cursos de Comunicação Social, ampliando a possibilidade de produção e atualização de trabalhos e de pesquisas. O EDUCOM não remete apenas aos programas em Curso, mas a uma área, a outros estudos, atividades que situam-se na interface da Comunicação com a Educação.

8 Data: / / Coordenador do Curso

INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO 1.1. Gabinetes de Trabalho para Professores Tempo Integral - TI

INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO 1.1. Gabinetes de Trabalho para Professores Tempo Integral - TI INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO Atualmente a FIBRA encontra-se em novas instalações contando com 33 salas de aula climatizadas, com instalações de equipamentos de multimídia, auditório climatizado com

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES CREDENCIAMENTO DE PÓLO DE APOIO PRESENCIAL PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES CREDENCIAMENTO DE PÓLO DE APOIO PRESENCIAL PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância - Dresead Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Leia mais

LOCALIZAÇÃO: PAVIMENTO TÉRREO IDENTIFICAÇÃO ÁREA (M 2 ) CAPACIDADE Auditório 367,23 406

LOCALIZAÇÃO: PAVIMENTO TÉRREO IDENTIFICAÇÃO ÁREA (M 2 ) CAPACIDADE Auditório 367,23 406 INFRA-ESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA As salas de aula da FACULDADE BARRETOS estão aparelhadas para turmas de até 60 (sessenta) alunos, oferecendo todas as condições necessárias para possibilitar o melhor

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

A melhor idade: o curso de Relações Públicas da UFSM aos seus 40 anos

A melhor idade: o curso de Relações Públicas da UFSM aos seus 40 anos A melhor idade: o curso de Relações Públicas da UFSM aos seus 40 anos Eje temático: Perspectiva historiográfica de la comunicación Autores Marcos Júnior Junges Panciera Flavi Ferreira Lisboa Filho Carlos

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Portaria nº 808, de 8 de junho de 00. Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES. O MINISTRO DE

Leia mais

PDI 2015-2019 Centro de Ciências Humanas e Letras

PDI 2015-2019 Centro de Ciências Humanas e Letras PDI 2015-2019 Centro de Ciências Humanas e Letras O Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL) é unidade de ensino e administração da Universidade Federal do Piauí, reconhecida nos Estatutos da Instituição.

Leia mais

DIAGNÓSTICO DE FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES UNIDADE DE PARANAÍBA

DIAGNÓSTICO DE FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES UNIDADE DE PARANAÍBA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL ASSESSORIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E CAPTAÇÃO DE RECURSOS DIAGNÓSTICO DE FRAGILIDADES E POTENCIALIDADES UNIDADE DE PARANAÍBA LINHA TEMÁTICA (PROBLEMAS)

Leia mais

Planejamento Estratégico. Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR

Planejamento Estratégico. Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR Planejamento Estratégico Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR Visão Oferecer ensino de excelência em nível de Graduação e Pós-Graduação; consolidar-se como pólo

Leia mais

Você avaliou a FACI melhorou!

Você avaliou a FACI melhorou! RESULTADOS DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Pontos Fracos apontados pelo Corpo Docente e Discente. 1. Estrutura física da Biblioteca; 2. Grau de qualidade da comunicação interna da Instituição; 3.

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação Superior - DAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010

MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010 MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010 Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

PADRÕES DE QUALIDADE PARA CURSOS SUPERIORES NA ÁREA DE ARTES CÊNICAS (TEATRO E DANÇA)

PADRÕES DE QUALIDADE PARA CURSOS SUPERIORES NA ÁREA DE ARTES CÊNICAS (TEATRO E DANÇA) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ARTES CÊNICAS PADRÕES DE QUALIDADE PARA CURSOS SUPERIORES

Leia mais

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR!

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! Eleições 2014 Faculdade de Odontologia UFRJ VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! PLANO DE TRABALHO EQUIPE - CHAPA 1: Diretor - Maria Cynésia Medeiros de Barros Substituto Eventual do Diretor - Ednilson

Leia mais

D I R E I T O SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES AUTORIZAÇÃO

D I R E I T O SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES AUTORIZAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Superior Sesu Departamento de Supervisão da Educação Superior - Desup Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria

Leia mais

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História 1. Apoio institucional. Clara manifestação de apoio por parte da IES proponente, expressa tanto no provimento da infraestrutura necessária,

Leia mais

Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN

Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN Projeto de Reestruturação e Expansão REUNI - UFRN Alguns indicadores I n d i c a d o r e s 2006 Acréscimo Número de Alunos Graduação (Regulares, Probásica e Educação a Distância) 23.924 Pós-Graduação (Mestrado

Leia mais

Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

GESTÃO DA COMUNICAÇÃO NAS ATIVIDADES CRIATIVAS E CULTURAIS. Proposta de curso. Edição 2014.

GESTÃO DA COMUNICAÇÃO NAS ATIVIDADES CRIATIVAS E CULTURAIS. Proposta de curso. Edição 2014. GESTÃO DA COMUNICAÇÃO NAS ATIVIDADES CRIATIVAS E CULTURAIS Proposta de curso Edição 2014. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Título: Gestão da Comunicação nas Atividades Criativas e Culturais Local de realização:

Leia mais

Núcleo de Avaliação do Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos

Núcleo de Avaliação do Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos Núcleo de Avaliação do Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos Coordenador: Jean Philippe Révillion Assessor Administrativo Cherllen Araújo Bolsista Dieison Vedoy Dados Institucionais Histórico

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

PUC MINAS. Uma universidade em sintonia com o futuro

PUC MINAS. Uma universidade em sintonia com o futuro PUC MINAS Uma universidade em sintonia com o futuro No mapa de Minas Gerais, a Pontifícia Universidade Católica está presente em importantes regiões do Estado, através de uma estrutura multicampi composta

Leia mais

Curso de Relações Públicas: 34 anos de tradição, ética e excelência

Curso de Relações Públicas: 34 anos de tradição, ética e excelência Universidade Metodista de São Paulo Faculdade de Jornalismo e Relações Públicas Curso de Relações Públicas: 34 anos de tradição, ética e excelência Fábio França Maria Aparecida Ferrari Maio de 2006 1 Tradição

Leia mais

Experiência da UFSC com Projetos Apoiados pela Lei 8248

Experiência da UFSC com Projetos Apoiados pela Lei 8248 Experiência da UFSC com Projetos Apoiados pela Lei 8248 Prof. Raul Sidnei Wazlawick Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Uso Institucional de Recursos da Lei 8248 Cooperação

Leia mais

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Pós-Graduação

Avaliação Institucional 2005-2. Faculdade de Jussara. Pós-Graduação Graduação ITEM: As carteiras das salas de aula são adequadas. 88,2% Graduação ITEM: As instalações do laboratório de informática são adequadas. Graduação ITEM: As instalações da biblioteca são adequadas.

Leia mais

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007.

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. SIC 56/07 Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. 1. DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO, PELO INEP, DOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PARA O CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR E SEUS PÓLOS DE APOIO

Leia mais

Escola Paulista de Direito. Transformando Conhecimento em Valores

Escola Paulista de Direito. Transformando Conhecimento em Valores Escola Paulista de Direito Transformando Conhecimento em Valores Índice Apresentação EPD... 3 Campus... 4 Biblioteca... 5 Laboratório informática... 6 Adaptação para portadores de necessidades especiais...

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação UF: DF Superior. ASSUNTO: Diretrizes para a elaboração, pelo INEP,

Leia mais

Projeto: Atualização da Infra-estrutura de Comunicação por Videoconferência, para promover as Atividades de Pesquisa multicampus.

Projeto: Atualização da Infra-estrutura de Comunicação por Videoconferência, para promover as Atividades de Pesquisa multicampus. FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO (FAPESP) AUXÍLIO À PESQUISA: Reserva Técnica Institucional Faculdade de Engenharia Unesp Campus de Bauru Relatório Científico Processo 2013/24395-4

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS E COMUNICAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE DESIGN DE MODA

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS E COMUNICAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE DESIGN DE MODA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS E COMUNICAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE DESIGN DE MODA 1. Atividades Complementares Atividades Complementares são atividades desenvolvidas

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia (presencial e a distância)

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia (presencial e a distância) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

AUTOAVALIAÇÃO DO CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CEAD

AUTOAVALIAÇÃO DO CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CEAD AUTOAVALIAÇÃO DO CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CEAD COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO: Presidente: Prof. Ademilde Silveira Sartori Representantes Docentes: Prof. Rose Cler Estivalete Beche Prof. Solange

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA - PJTC/CAPES/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES ORIENTADORES EDITAL Nº 01/2015

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA - PJTC/CAPES/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES ORIENTADORES EDITAL Nº 01/2015 PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA - PJTC/CAPES/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES ORIENTADORES EDITAL Nº 01/2015 O Departamento de Apoio Acadêmico (DAA), da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), da Universidade

Leia mais

NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO

NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO PROVÍNCIA LA SALLE BRASIL - CHILE APRESENTAÇÃO O Setor de Educação Superior da Província

Leia mais

Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia

Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia PASSO A PASSO PARA ATIVIDADES PRÁTICAS COMPLEMENTARES São atividades obrigatórias

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES CREDENCIAMENTO DE PÓLO DE APOIO PRESENCIAL PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES CREDENCIAMENTO DE PÓLO DE APOIO PRESENCIAL PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO Art. 1º O Laboratório de Línguas é um órgão complementar de fomento ao ensino, pesquisa, extensão, e prestação de serviços vinculado ao Centro de Letras e Ciências Humanas sob

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO MARANHÃO-IESMA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO-UNISULMA NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO MARANHÃO-IESMA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO-UNISULMA NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO MARANHÃO-IESMA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO-UNISULMA NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Especialização em Metodologia do Ensino Superior Imperatriz

Leia mais

Características gerais

Características gerais Características gerais O curso de Publicidade e Propaganda (PP) habilita para o desenvolvimento de processos de criação publicitária (para atuar em agências de publicidade, jornais, revistas, internet)

Leia mais

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 MAPA ESTRATÉGICO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL MISSÃO Promover, desenvolver e publicar pesquisas de qualidade, com sólida base jurídica e contextualização

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 010/2006

RESOLUÇÃO Nº 010/2006 Confere com o original RESOLUÇÃO Nº 010/2006 CRIA o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu de Educação Ambiental, em nível de Especialização. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS e PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RELAÇÕES PÚBLICAS

CORPO DOCENTE DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RELAÇÕES PÚBLICAS CORPO DOCENTE DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RELAÇÕES PÚBLICAS Alcyr de Morisson Faria Neto (Especialista) Regime de Trabalho: Área de conhecimento: Engenharia Qualificação profissional: Arquitetura e

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos Superiores de Pedagogia

Instrumento de Avaliação de Cursos Superiores de Pedagogia MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior -

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

Oferta do Curso de Comunicação Social Jornalismo

Oferta do Curso de Comunicação Social Jornalismo Oferta do Curso de Comunicação Social Jornalismo 1 SEMESTRE Sala: 2343 74 A Prof.ª Sandra Prof.ª Cristina Sala 4428 74 C Prof. Pablo Noticiabilidade e Periferia (COM2202) Sala: 2165 74A Prof.ª ADA Noticiabilidade

Leia mais

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Letras e Linguística PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO

Leia mais

PRIMEIRO SEMESTRE. Fundamentos Teóricometodológicos SUB-TOTAL 360 TOTAL 360

PRIMEIRO SEMESTRE. Fundamentos Teóricometodológicos SUB-TOTAL 360 TOTAL 360 PRIMEIRO SEMESTRE Teórica Fundamentos da Comunicação e do Jornalismo Comunicação em Língua Portuguesa I Teoria da Comunicação Sociologia da Comunicação Introdução à Economia Fundamentos Epistemológicos

Leia mais

PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006.

PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006. PORTARIA Nº 300, DE 30 DE JANEIRO DE 2006. Aprova, em extrato, o Instrumento de Avaliação Externa de Instituições de Educação Superior do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES O MINISTRO

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS PARA OS DOCENTES DO PROGRAMA MESTRADO E DOUTORADO DO UniCEUB

INFORMAÇÕES GERAIS PARA OS DOCENTES DO PROGRAMA MESTRADO E DOUTORADO DO UniCEUB MESTRADO E DOUTORADO INFORMAÇÕES GERAIS PARA OS DOCENTES DO PROGRAMA MESTRADO E DOUTORADO DO UniCEUB COORDENADOR: Prof. Dr. Marcelo Dias Varella Fevereiro de 2013 O presente documento tem por objetivo

Leia mais

ASSOCIACAO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIAO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL DE REPOSTA DE PROFESSORES. 2º SEMESTRE DE 2013

ASSOCIACAO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIAO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL DE REPOSTA DE PROFESSORES. 2º SEMESTRE DE 2013 ASSOCIACAO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIAO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL DE REPOSTA DE PROFESSORES. 2º SEMESTRE DE 2013 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão da

Leia mais

UNIVERSIDADE IGUAÇU CAMPUS ITAPERUNA CURSO DE DIREITO LABORATÓRIOS

UNIVERSIDADE IGUAÇU CAMPUS ITAPERUNA CURSO DE DIREITO LABORATÓRIOS LABORATÓRIOS ITAPERUNA, Julho/2015 ESTRUTURA DOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA ASSOCIADOS AO 1 INTRODUÇÃO Os laboratórios que servem ao curso de Direito têm como objetivo oferecer treinamento prático, auxílio

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais

Planejamento Estratégico da Coordenação do Curso de Graduação em Psicologia

Planejamento Estratégico da Coordenação do Curso de Graduação em Psicologia Planejamento Estratégico da Coordenação do Curso de Graduação em Psicologia Apresentação: O curso de Psicologia da UFPR foi criado em 1976. Até hoje se apresenta como o único curso público e gratuito de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO (*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 04/12/2007. (*) Portaria / MEC n 1.151, publicada no Diário Oficial da União de 04/12/2007. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso.

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso. Anexo II Dimensões Elementos Indicadores quantitativos Indicadores qualitativos % de cursos com projeto pedagógico/ adequados ao Projeto Condições de implementação dos Projetos Projeto Pedagógico dos Institucional

Leia mais

SÚMULA DA 121ª REUNIÃO DA CÂMARA DE GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 19.11.2009 INÍCIO: 9:00 - ENCERRAMENTO: 11:00 CÂMARA DE GRADUAÇÃO

SÚMULA DA 121ª REUNIÃO DA CÂMARA DE GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 19.11.2009 INÍCIO: 9:00 - ENCERRAMENTO: 11:00 CÂMARA DE GRADUAÇÃO SÚMULA DA 121ª REUNIÃO DA CÂMARA DE GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 19.11.2009 INÍCIO: 9:00 - ENCERRAMENTO: 11:00 CÂMARA DE GRADUAÇÃO 01) Processo n o 44/2009 Unidade: Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de

Leia mais

ANAIS DA 66ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC - RIO BRANCO, AC - JULHO/2014

ANAIS DA 66ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC - RIO BRANCO, AC - JULHO/2014 1 ANAIS DA 66ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC - RIO BRANCO, AC - JULHO/2014 O Pibid: ações de formação de professores que impactam a escola e a universidade Maurivan Güntzel Ramos mgramos@pucrs.br O presente texto

Leia mais

ROTEIRO PARA SUPERVISÃO I INTRODUÇÃO

ROTEIRO PARA SUPERVISÃO I INTRODUÇÃO ROTEIRO PARA SUPERVISÃO I INTRODUÇÃO Este documento tem a finalidade de estabelecer um referencial para o exercício da função de supervisão dos Cursos das Instituições do Ensino Superior, do Sistema Estadual

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA (NEPEC/UCB)

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA (NEPEC/UCB) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA (NEPEC/UCB) CAPÍTULO I - DO NEPEC E SEUS OBJETIVOS Artigo 1º - O presente Regulamento disciplina as atribuições,

Leia mais

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019 Agosto-2014 2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO

Leia mais

2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA

2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA ESTRUTURA CURRICULAR Universidade Estadual da Paraíba UEPB Campina Grande - Campus I DIURNO 1º SEMESTRE CARGA HORÁRIA História da Comunicação (básica) 30 02 Filosofia da Comunicação (complementar) 30 02

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE NÚCLEOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

IMPLANTAÇÃO DE NÚCLEOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Ministério da Saúde Fundação Oswaldo Cruz Escola Nacional de Saúde Pública Escola de Governo em Saúde Programa de Educação à Distância IMPLANTAÇÃO DE NÚCLEOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Equipe da Coordenação

Leia mais

Formulário para uso das Comissões de Verificação

Formulário para uso das Comissões de Verificação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Ensino Superior Departamento de Políticas de Ensino Superior Coordenação das Comissões de Especialistas de Ensino COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO Edital UNIPAMPA de Adesão à Jornada UNIPAMPA em Tecnologia de Informação e Comunicação

Leia mais

ANÁLISE DAS PROPOSTAS APRESENTADAS NO PLANO DE GESTÃO E AVANÇOS REALIZADOS

ANÁLISE DAS PROPOSTAS APRESENTADAS NO PLANO DE GESTÃO E AVANÇOS REALIZADOS RELATÓRIO DE GESTÃO DA DIRETORIA DA FANUT REFERENTE AO PERÍODO DE 2011-2012: Estruturando a Faculdade de Nutrição como Unidade Acadêmica no âmbito da UNIFAL-MG DIRETORIA: Profa. Cristina Garcia Lopes Diretora

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES E PROGRAMA Edital nº 74, de NOVEMBRO de 2015, publicado no Diário Oficial da União nº 211, de 05

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 292/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 292/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 292/2014 Dispõe sobre o Currículo do Curso de Jornalismo, regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo Nº COS- 144/2012, aprovou e eu promulgo

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância)

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

CHAMADA DINTER ITA/IFG

CHAMADA DINTER ITA/IFG CHAMADA DINTER ITA/IFG A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (ProPG) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) torna público o processo para seleção de docentes, de seu

Leia mais

EDITAL Nº 001/2014 TRANSFERÊNCIAS NO ÂMBITO DA PUC MINAS 2º SEMESTRE DE 2014

EDITAL Nº 001/2014 TRANSFERÊNCIAS NO ÂMBITO DA PUC MINAS 2º SEMESTRE DE 2014 EDITAL Nº 001/2014 TRANSFERÊNCIAS NO ÂMBITO DA PUC MINAS 2º SEMESTRE DE 2014 Nos termos das Normas Acadêmicas do Ensino de Graduação da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais PUC/MG, faço saber

Leia mais

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games 4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games Este Capítulo apresenta o levantamento realizado dos cursos de nível superior no Brasil voltados para a formação de Designers de

Leia mais

PDI GERAL DO CEFET/RJ

PDI GERAL DO CEFET/RJ PDI GERAL DO CEFET/RJ Princípios que devem nortear o estabelecimento de políticas e ações no CEFET/RJ e que devem constar do PDI: Institucionalidade/identidade de UT (estabelecimento de um modelo diferenciado

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DO ALUNO DO CURSO DE FISIOTERAPIA

ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DO ALUNO DO CURSO DE FISIOTERAPIA manual_ativ_compl_fisio.p65 1 Associação Teresinense de Ensino S/C Ltda - ATE FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIRETORIA DE ENSINO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO - NUAPE COORDENAÇÃO DO CURSO DE FISIOTERAPIA

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Dados de Identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente: Ed. Rodrigo

Leia mais

EDITAL Nº 01/2013 - DG

EDITAL Nº 01/2013 - DG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CÂMPUS SÃO VICENTE DO SUL Rua 20 de Setembro, s/nº - 97420-000 São

Leia mais

SUBTOTALDOS SEMESTRES

SUBTOTALDOS SEMESTRES 1ª FASE Ord. Disciplina (Componente Curricular) Crédito(s) H/a Pré- Requisitos 01 Algoritmos e Programação 04 72-02 Sistemas de Informação 04 72-03 Fundamentos de Computação 04 72-04 Sistemas Operacionais

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO LESTE DE MINAS GERAIS - UNILESTE SISTEMA DE BIBLIOTECAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO LESTE DE MINAS GERAIS - UNILESTE SISTEMA DE BIBLIOTECAS CENTRO UNIVERSITÁRIO DO LESTE DE MINAS GERAIS - UNILESTE SISTEMA DE BIBLIOTECAS APRESENTAÇÃO O Sistema de Bibliotecas do Unileste, em sua estrutura parcialmente centralizada aprovada pelo Conselho Interdepartamental,

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Rio de Janeiro, 2003 CAPÍTULO I DOS CURSOS: MODALIDADES E OBJETIVOS Art. 1º. Em conformidade com o Regimento Geral de nos termos da Lei de Diretrizes e Bases da

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - Conaes Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO DA UNIVERSIDADE CAPÍTULO II DOS CENTROS

TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO DA UNIVERSIDADE CAPÍTULO II DOS CENTROS TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO DA UNIVERSIDADE DOS CENTROS SEÇÃO II DOS DEPARTAMENTOS Art. 10. Os Departamentos que desenvolverão atividades de ensino, NAS MODALIDADES PRESENCIAL E A DISTÂNCIA, em nível de graduação

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Faculdades Integradas Dom Pedro II São José do Rio Preto - SP

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Faculdades Integradas Dom Pedro II São José do Rio Preto - SP RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DAS FACULDADES INTEGRADAS DOM PEDRO II SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS As, ao apresentar o Relatório do sistema de autoavaliação (CPA), consideram

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

Ciências Humanas. Relatoria. Grupo de Trabalho (GT1) I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília

Ciências Humanas. Relatoria. Grupo de Trabalho (GT1) I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília Relatoria Grupo de Trabalho (GT1) Realização Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação (DPP) da Universidade de Brasília Brasília DF, 6 a

Leia mais

INSTITUTO MAUÁ DE TECNOLOGIA

INSTITUTO MAUÁ DE TECNOLOGIA INSTITUTO MAUÁ DE TECNOLOGIA O Centro Universitário do IMT - CEUN-IMT, oferece cursos de Administração, Design do Produto, Engenharia de Alimentos, Engenharia Civil, Engenharia de Controle e Automação,

Leia mais

ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL - SC. PROJETO DE CAPACITAÇÃO: Assessoria Pedagógica

ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL - SC. PROJETO DE CAPACITAÇÃO: Assessoria Pedagógica ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL - SC PROJETO DE CAPACITAÇÃO: Assessoria Pedagógica Rio do Sul 2008/2009 CLAUDIO ADALBERTO KOLLER DIRETOR GERAL WALTER SOARES FERNANDES DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE

Leia mais

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº 12/2012 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I VAGAS POR ÁREA DE CONHECIMENTO VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP 1) Área de Conhecimento:

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são:

O Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores possui flexibilidade para atender dois tipos de certificações intermediárias, que são: 1) Formas de participação do Corpo Discente: O Colegiado do Curso é um órgão consultivo, deliberativo e normativo, onde é possível a participação do corpo discente nas decisões que competem a exposição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 06/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO CAMPUS OIAPOQUE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 06/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO CAMPUS OIAPOQUE UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 06/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO CAMPUS OIAPOQUE ANEXO I - RELAÇÃO DAS VAGAS E REQUISITOS ESPECÍFICOS POR ÁREA DE CONHECIMENTO

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2015 COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA

PLANO DE AÇÃO 2015 COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA PLANO DE AÇÃO 2015 COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO CENTRO DE TECNOLOGIA EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação * Gerais 1.1; 1.2; Divulgação dos resultados

Leia mais